Relatório de pesquisa

Com o objetivo de atender ao princípio da transparência do uso dos recursos públicos pelo Governo Federal, o CNPq disponibiliza os relatórios de pesquisa apoiados com recursos financeiros por meio de suas chamadas públicas.

Trata-se, por um lado, de uma prestação de contas à sociedade dos recursos envolvidos no desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação e, por outro, da divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelos cientistas apoiados pelo CNPq.

Os resumos disponibilizados neste espaço foram redigidos pelos pesquisadores, por solicitação do CNPq, em uma linguagem cidadã, ou seja, em linguagem que possa ser entendida por aqueles que não são cientistas.

O texto contido nos resumos dos projetos é de inteira responsabilidade do pesquisador e envolve um esforço de popularizar a ciência para o público leigo.

A busca poderá ser realizada de várias formas e fica a critério do interessado utilizar palavra-chave, área do conhecimento, por título da pesquisa, por área do conhecimento, Unidade da Federação, nome do pesquisador, entre outras.

  • Líquidos iônicos para captura, purificação e estocagem de dióxido de carbono

    Coordenador: Jairton Dupont
    Currículo
    Área:Físico-Química

    Período de 15/12/2011 a 14/12/2013

    O dióxido de carbono (CO2) proveniente da queima de combustíveis fósseis é apontado como o principal gás causador do efeito estufa, e seu acúmulo na atmosfera atinge níveis alarmantes. Sendo assim, a captura e estocagem de dióxido de carbono torna-se um processo ambientalmente importante e comercialmente desejável, pois permitiria uma transição mais amena e menos onerosa para um panorama de desenvolvimento energético sustentável. Diversas técnicas de captura e estocagem de CO2 vêm sendo estudadas e algumas inclusive já se encontram disponíveis comercialmente. Por exemplo, algumas plantas petroquímicas na Noruega, Canadá e Argélia já possuem sistemas de seqüestro geológico capazes de armazenar 1 milhão de toneladas de CO2 por ano. O CO2 proveniente de resíduos industriais apresenta-se misturado a outros gases e, portanto, requer purificação anterior à estocagem. Alguns exemplos de técnicas de purificação utilizam membranas poliméricas, adsorção física em sólidos e absorção seletiva em líquidos. No processo de captura de CO2 em larga escala, soluções aquosas de alcanol-aminas são empregadas para capturar o CO2 através da formação de carbamato de amônio, para o caso da mono-etanolamina. Nesses sistemas, a contaminação da mistura gasosa por aminas voláteis e água é um problema crítico, pois aumenta o custo operacional e causa outro problema ambiental. Dentre os vários métodos estudados para a captura e estocagem de dióxido de carbono em condições seguras e viáveis economicamente, destacam-se os materiais baseados em líquidos iônicos. Neste projeto forma desenvolvidos novos líquidos iônicos com grande capacidade para o sequestro de CO2 e a potencialidade de emprego industrial deste novo processo já está em estudo em colaboracão com duas grandes empresas brasileiras.

    captura líquidos iônicos solubilidade difusão dióxido de carbono
  • RECUPERAÇÃO DE PETRÓLEO POR EMBEBIÇÃO: EFEITO DA MOLHABILIDADE E TIPO DE ROCHA

    Coordenador: Vanessa Cristina Santanna
    Currículo
    Área:Petróleo e Petroquímica

    Período de 19/12/2011 a 18/12/2013

    Embebição capilar refere-se ao processo espontâneo de deslocamento de fluido no meio poroso até que alcance o equilíbrio capilar. Condições desfavoráveis de molhabilidade, alta viscosidade do óleo e elevadas tensões interfaciais entre as fases pode não produzir uma recuperação efetiva devido a muitos fatores e requer um esforço adicional para melhorar a recuperação do petróleo. Neste caso, o tensoativo tem a finalidade de reduzir as tensões interfaciais entre a água e o óleo, que é uma propriedade termodinamicamente fundamental de uma interface, aumentando a eficiência de deslocamento do óleo dentro do meio poroso. Este projeto objetivou identificar e analisar os mecanismos da recuperação do petróleo por embebição espontânea. Experimentos de embebição estáticos foram realizados utilizando arenitos da Formação Botucatu e calcário da Formação Jandaíra totalmente saturados com óleo (petróleo bruto proveniente do Campo de Ubarana/RN). Os plugues foram expostos a embebição por salmoura (KCl a 2%) e por soluções de tensoativos, e a recuperação foi monitorada em função do tempo.

    petróleo recuperação tensoativo embebição
  • “IV ENCONTRO CAPIXABA DE QUÍMICA - SBQ/ES” Empreendedorismo & Inovação Tecnológica em Química

    Coordenador: Maria Tereza Weitzel Dias Carneiro Lima
    Currículo
    Área:Química Analítica

    Período de 19/06/2013 a 18/06/2014

    Este evento foi divulgado através de cartazes, outdoor, panfletos e o site do próprio evento. Mídias sociais também foram usadas promovendo uma ampla divulgação atendendo a um público bastante diversificado. Durante o evento foram distribuídos livros de programação para serem usados nos dias do evento, por conter a programação detalhada e os espaços físicos, assim como posteriormente, ficando como uma fonte de consulta, visto que havia a relação de todos os trabalhos apresentados para fácil acesso ao resumo e contato com os autores. Foram produzidos também pastas, camisetas, marcadores de livros entre outros livros.

    Empreendedorismo Inovação Tecnológica Química
  • FECIMO - Feira de Ciencias e mostra cientifica das Escolas Municipais de Ourinhos

    Coordenador: Paulo Henriques Chixaro
    Currículo
    Área:Divulgação Científica

    Período de 23/12/2011 a 22/12/2013

    Foram montados 54 estandes onde ficaram por dois dias expostos os projetos dos alunos. A Feira de Ciências ficou aberta para visitação durante dois dias. A divulgação foi feita com cartazes, mídia falada, no comércio e em todas as escolas. Durante a manhã do segundo dia tivemos a presença de 20 jurados, com representantes das Faculdades, Escolas públicas e particulares, Comércio e Indústria que avaliaram cada um dos projetos e com suas notas pudemos escolher os três melhores trabalhos para receberem as bolsas do CNPQ. O fato de cada aluno dispor do seu espaço (estande) foi o ponto forte da Feira, pois cada um quis fazer o melhor, junto com seu orientador, para exibir seu projeto. No vídeo em anexo é possível ver melhor como foram os dois dias e a premiação da primeira Feira de Ciências das Escolas Municipais de Ourinhos.

  • SCiPro: Desenvolvimento de Software Científico com Qualidade e Produtividade

    Coordenador: Antônio Tadeu Azevedo Gomes
    Currículo
    Área:Engenharia de Software

    Período de 04/01/2011 a 03/01/2014

    O projeto visou desenvolver uma solução computacional, na forma de uma aplicação Web, que facilita a tarefa de pesquisadores na área de matemática aplicada na experimentação, por meio de técnicas de prototipagem rápida de software, de novos métodos matemáticos. Tais métodos matemáticos, por sua vez, podem ser empregados por engenheiros, usando essa mesma aplicação Web, na simulação numérica de fenômenos associados a uma série de problemas de alto impacto econômico e social, como prospecção em reservatórios de petróleo, planejamento de cirurgias no sistema cardiovascular humano (p.ex. para aplicação de stents), e comportamento de cadeias alimentares em sistemas hídricos poluídos (p.ex. Baía de Guanabara)

    Arquitetura de Software Modelagem Computacional Métodos de Elementos Finitos
  • International Society for Music Information Retrieval Conference

    Coordenador: Alessandro Lameiras Koerich
    Currículo
    Área:Sistemas de Computação

    Período de 01/02/2013 a 31/01/2014

    ISMIR é uma série de conferências internacionais de periodicidade anual sobre recuperação de informação musical (MIR) que teve início em 2000 e se estabeleceu como o principal fórum internacional de discussão para os interessados na modelagem, criação, busca, processamento, organização, recuperação e uso de música digital e materiais correlatos. Desde sua primeira edição ocorrida em outubro de 2000, com 88 participantes, o ISMIR vem crescendo e já transformou em uma conferência internacional consolidada. Na edição 2011, mais de 200 artigos foram submetidos e o número de participantes ultrapassou 300. MIR é uma área multidisciplinar, envolvendo pesquisadores de musicologia, ciências cognitivas, biblioteconomia e ciências da informação, ciência da computação, engenharia e muitas outras áreas. A conferência propicia um fórum para o intercâmbio de novidades e resultados, colocando lado a lado pesquisadores, desenvolvedores, educadores, bibliotecários, estudantes e usuários profissionais. Em resumo, o ISMIR reúne todos àqueles que contribuem significativamente para este domínio multidisciplinar, convidando-os a apresentar trabalhos teóricos e práticos originais através de contribuições referendadas por um comitê internacional de revisores. A 14a edição do evento foi realizada no período de 4 a 8 de novembro de 2013 no Bourbon Curitiba Convention Hotel em Curitiba e foi organizado pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O ISMIR2013 contou com a participação de 165 conferencistas de 25 países, sendo os mais representativos EUA (35 participantes), Reino Unido (15 participantes), Índia (13 participantes) e Brasil (12 participantes).

    busca e recuperação de informações musica computação musical
  • X SEMINÁRIO INTERNACIONAL DEMANDAS SOCIAIS E POLÍTICAS PÚBLICAS NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA e VI MOSTRA DE TRABALHOS JURÍDICOS CIENTÍFICOS

    Coordenador: Marli Marlene Moraes da Costa
    Currículo
    Área:Direito Público

    Período de 20/12/2012 a 19/12/2013

    Para a divulgação do evento foram confeccionados 1.500 folders, que foram distribuídos para várias Universidades e um e-flayer utilizado para divulgação por correio eletrônico para todos os participantes de anos anteriores, Universidades que possuem programas de Mestrado e Doutorado no Brasil e lista de endereços catalogados junto ao PPGD- Mestrado e Doutorado. Em todo material de divulgação constou o logo dos patrocinadores: FAPERGS, CNPQ. Também continha os logos dos apoiadores do evento: FINEP, Ministério da Cultura, CAPES, NUAP e Centro Integrado de Pesquisa em Políticas Públicas- CIEPPP.

    Constitucionalismo Contemporâneo Demandas Sociais Direitos Sociais Políticas Públicas
  • ÍNDICE DE QUALIDADE DE VIDA DE FERRANS E POWERS - VERSÃO IDOSO: CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO

    Coordenador: José Vitor da Silva
    Currículo
    Área:Enfermagem em Saúde Coletiva

    Período de 29/12/2010 a 28/09/2013

    A ?Escala de Qualidade de Vida de Idosos Vitor? (EQVI VITOR) é destinada a medir a QV de idosos. Ela está disponível a pessoas com 60 anos ou mais. Está formada por seis domínios que interferem na QV do atual instrumento e que são os seguintes: 1) autonomia; 2) independência física; 3) meio ambiente: 4) família; 5) saúde e 6) aspecto social. As suas opções de respostas que são: muito insatisfeito (1 ponto); insatisfeito (2 pontos); nem satisfeito nem insatisfeito (3 pontos); satisfeito (4 pontos); e muito satisfeito (5 pontos), assim como sua metodologia sobre como avaliar a QV. A pontuação mínima é de 52 pontos e a máxima de 260 pontos, Quanto mais próxima de 260, melhor a QV e quanto mais próxima de 52 pontos, pior a QV. Ela foi construída a partir da escala original e genérica (aquela que pode ser utilizada a qualquer tipo de população adulta) e intitulada: ?Índice de qualidade de vida de Ferrans e Powers?. A esta Escala foram adicionados itens relacionados com idosos, retirados da tese de doutorado do autor deste estudo e também de itens sugeridos idosos nos diversos grupos focais realizados durante o processo de criação deste instrumento. O instrumento poderá ser utilizado por qualquer profissional da área de saúde para avaliar a QV de idosos, correlacioná-la com outros fenômenos ou com os aspectos sociodemográficos. Tem também, a finalidade de identificar, na prática profissional, situações que necessitem de intervenções para melhorar a QV dos idosos. É uma estratégia para identificar e analisar se a longevidade está proporcionando satisfação, ou seja, se os anos a mais de vida estão sendo vividos com qualidade. Não basta descobrir recursos que determinem maior tempo de vida. O mais importante é saber como as pessoas estão vivendo a sua longevidade. E a EQVI VITOR se destina exatamente a isto.

  • Difusão de prata, iodo e de outros produtos de fissão nuclear em camadas de carbono e de carbeto de silício

    Coordenador: Enio Frota da Silveira
    Currículo
    Área:Propriedades de Transportes de Matéria Condensada (Não Eletrônica)

    Período de 26/11/2010 a 25/11/2013

    A energia elétrica produzida através de reatores nucleares apareceu nos anos 50 e conheceu forte desenvolvimento. No final dos anos 60 e início dos 70, o Brasil iniciou um grande esforço para dominar a nova técnica mas seu programa ficou essencialmente restrito às centrais Angra I e II. Mesmo com a retomada mais recente com a central Angra III, a imagem da indústria nuclear ainda está embaçada com os permanentes receios do armazenamento de rejeitos radioativos e com os acidentes ocorridos com os reatores de Chernobyl (26 de abril de 1986) e de Fukushima (11 de março de 2011). Deve ser informado que estes projetos basearam-se respectivamente em moderador de grafite e vaso de água quente a alta pressão. Alguns projetos de reatores da próxima geração (IV) buscam encapsular unidades do combustível nuclear com revestimentos capazes de impedir a liberação de materiais radioativos em caso de acidentes. Índia, Brasil e África do Sul são países que optaram por investir pesadamente em centrais nucleares e é natural que suas respectivas comunidades acadêmico-científicas das áreas envolvidas se associem no esforço de conseguir ou aprimorar tecnologias que aumentem a eficiência e segurança das futuras centrais. Um dos novos reatores nucleares em desenvolvimento é o PMBR (Pebble Bed Modular Reactor), projetado para oferecer mais segurança em caso de acidentes, para ser flexível quanto à potência da demanda e ser operacionalmente eficiente. Neste contexto, o objetivo principal deste projeto é o de melhorar a compreensão do fenômeno de difusão dos produtos de fissão através das paredes que mantêm o urânio confinado nos reatores nucleares de nova geração do tipo PBMR. Basicamente, busca-se determinar os parâmetros de difusão dos produtos de fissão através dos materiais que constituem o revestimento do combustível UO2, levando-se em conta as condições em que o moderador se encontra durante a operação do reator. Encontrou-se que o revestimento de carbeto de silício mantém a estrutu

    combustivel nuclear reator PBMR difusao de prata produtos de fissão
  • Estudo e Desenvolvimento de Sensor Ressonante, Telemétrico e Passivo para Medição de Umidade.

    Coordenador: Sérgio Francisco Pichorim
    Currículo
    Área:Engenharia Médica

    Período de 16/12/2011 a 15/12/2013

    Um sensor medição de umidade foi desenvolvido. Ele é fino o suficiente para ser colocado entre as páginas de um livro. Ele pode ser usado para medir a umidade de materiais como: papel, madeira, areia e solo. Ele é apenas constituído um fino subtrato onde são colocadas duas trilhas condutoras de cobre enroladas em espiral. O uso desta espiral dupla como sensor de umidade é uma novidade e apresentou bons resultados em testes. O sensor trabalha sem fio, ou seja a comunicação com ele se dá por um enlace de rádio frequencia, cuja frequencia é modulada pelo valor da umidade do meio.

    Sensor de Umidade Sensor Passivo Sensor Telemétrico
  • Mostrando 1 - 10 de 46684 resultado(s).
  • Página: 
  • Primeiro 
  • Anterior 
  • Próximo 
  • Último