Oportunidades externas

Está aberto o processo seletivo para projetos de pesquisa colaborativa. De acordo com o regulamento do ICGEB, as propostas de projeto de pesquisa colaborativa devem ser encaminhados pelo pesquisador brasileiro por e-mail (documento pdf) simultaneamente para o Liaison Officer do ICGEB no Brasil (luiz.canto@mctic.gov.br e icgeb@mctic.gov.br)  com "cópia carbono" (cc:) para o ICGEB (crp@icgeb.org) até o dia 30 de abril de 2019.

Após análise das propostas pelo Comitê Científico do Brasil, o Liaison Officer do ICGEB no País poderá apoiar até 3 propostas de projeto de pesquisa colaborativa (CRP) e 2 propostas de Early Career Return Grants. As propostas endossadas pelo Liaison Officer  passarão por um processo seletivo liderado pelo ICGEB de Trieste (IT).

Para mais informações sobre a chamada CRP, acesse o link abaixo:

http://www.icgeb.org/research-grants.html

Para dicas de como elaborar uma proposta para o ICGEB :

 http://www.icgeb.org/writing-an-icgeb-grant-proposal.html

Interessados podem se inscrever até o dia 11 de janeiro.
 
Estão prorrogadas, até o dia 11 de janeiro, as inscrições para o VI Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal. Idealizado pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), o prêmio visa estimular a pesquisa, buscando ampliar e disseminar o conhecimento em Economia e Mercado Florestal, focando a produção sustentável no Brasil, os seus desafios e as perspectivas socioeconômicas e ambientais. Inscreva-se agora.
 
O prêmio é um convite à sociedade brasileira para apresentar novas ideias e contribuições acerca do tema proposto. Pretende-se, ainda, mobilizar pro¿ssionais que podem e tenham interesse em contribuir para o debate, proporcionando a criação de um portfólio de estudos que contribuam para o aprimoramento institucional do SFB.
 
Poderão concorrer trabalhos individuais ou em grupo de candidatos de qualquer nacionalidade, idade ou formação acadêmica, em duas categorias: Graduando; e Profissional.
 
O concurso terá como tema único Economia e Mercados Florestais. Entre os subtemas a serem apresentados neste concurso, encontram-se:
 
Planejamento e Avaliação das Concessões Florestais:
 
- O planejamento das concessões florestais federais no âmbito das dinâmicas do mercado de produtos e serviços florestais.
 
- A importância das concessões para legalização da oferta de madeira no mercado doméstico.
 
- Aumento da disponibilidade de matéria-prima de origem sustentável no mercado florestal.
 
- Potencialidades para as empresas que detenham o direito de manejar as florestas públicas.
 
- Cenários prospectivos das concessões florestais brasileiras.
 
- Avaliação de indicadores classificatórios e bonificadores das concessões florestais: critérios e parametrização para indicadores existentes e/ou novos.
 
- Avaliação dos Impactos ambientais, econômicos e/ou sociais das concessões florestais.
 
Regulação das Concessões Florestais:
 
- Mapeamento/distribuição de riscos dos contratos de concessão florestal.
 
- Reequilíbrio econômico-financeiro das concessões.
 
- Precificação de produtos madeireiros, não madeireiros e serviços florestais nas concessões.
 
- Reajuste dos preços dos contratos de concessão florestal.
 
- Direitos emergentes da concessão como garantia para obtenção de financiamentos pelos concessionários: regras para avaliação e parametrização.
 
- Avaliação de custos, benefícios e riscos de cada modalidade de garantia contratual para concessionários e poder concedente.
 
- Otimização da licitação à luz da teoria dos leilões.
 
Mercado Florestal:
 
- Produção madeireira sustentável e impactos na economia nacional.
 
- Tendências e cenários para produção, comercialização e consumo de produtos florestais madeireiros e não madeireiros em âmbito nacional e internacional.
 
- Produção, comercialização e consumo de produtos florestais madeireiros e não madeireiros nos biomas brasileiros.
 
- Ações para redução dos custos de transações inerentes às operações de base florestal.
 
- Sustentabilidade: necessidade de tornar a competição mais justa e sustentável no mercado.
 
- Substituição de produtos de origem madeireira: como recuperar mercados.
 
- Estratégias de agregação de valor para indústria de madeira brasileira.
 
- Estratégias para modernização da indústria madeireira.
 
- Mercados regionais e inter-regionais de madeiras.
 
- Infraestrutura, logística e novas tecnologias para expansão do mercado de produtos florestais.
 
- O mercado para a energia da biomassa de origem florestal.
 
- A importância das florestas nativas e plantadas como alternativa para diversificar e ampliar a oferta energética brasileira.
 
Produto Interno Bruto (PIB Verde):
 
- A necessidade de sistematização de uma conta satélite para o setor, de mensuração do PIB Florestal.
 
- Casos mundiais de elaboração de contas-satélites para o setor florestal: barreiras para sua implementação, instrumentos e estratégias utilizadas, recursos necessários.
 
Sistema Tributário do Setor Florestal:
 
- Atuais dilemas e propostas de aprimoramento e simplificação.
 
- Análise econômica, social e ambiental de incentivos fiscais.
 
Comércio Internacional e Inserção do Setor Florestal Brasileiro:
 
- Análise e posição brasileira em cadeias globais de valor de base florestal.
 
- Como tornar competitivas as empresas brasileiras no mercado global de produtos florestais madeireiros e não madeireiros.
 
Quadro Atual do Setor de Florestas Plantadas no Brasil:
 
- Principais produtos e regiões produtoras, gargalos enfrentados pelo setor, organização produtiva, exportações e suas interconexões com os demais setores da economia.
 
 
Tendências de Médio e Longo Prazo para o Setor de Florestas Plantadas:
 
- Produção, consumo, distribuição geográfica, investimentos, exportação e formação de mão de obra.
 
Quadro Atual e Propostas para o Setor de Florestas Nativas:
 
- Mecanismos para ampliação da produtividade e da competitividade.
 
- Simplificação regulatória.
 
Novo Código Florestal Brasileiro:
 
- Impactos econômicos do novo Código Florestal.
 
- Oportunidades econômicas para o setor florestal (Cadastro Ambiental Rural ¿ CAR e Programas de Regularização Ambiental ¿ PRAs).
 
A divulgação do resultado está prevista para fevereiro de 2019 e a cerimônia de premiação será em março de 2019.
 
Clique aqui para conferir o edital e mais informações.
 
Serviço
 
VI Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal
 
Inscrições: até o dia 11 de janeiro, pelo link https://inscricao.enap.gov.br/
 
Outras informações: premioSFB@enap.gov.br

Oficinas gratuitas ajudarão pesquisadores na redação de patentes. Organizadas pela Axonal, serão mais de 70 edições cobrindo todas as 27 unidades federativas. 

As oficinas são uma parceria da Axonal com universidades e instituições de ciência e tecnologia e tem como objetivo capacitar os participantes a darem primeiros passos na redação de patentes, incluindo a realização de buscas, identificação e leitura de documentos relacionados, definição do escopo da invenção, decisão sobre formas de proteção, elaboração de quadros reivindicatórios e relatórios descritivos. 

Mais informações em www.axonal.com.br/capacitacao


São ofertadas 3 bolsas, as inscrições começam dia 26 de dezembro!

Em parceria com a Universidade de Illinois (Campus Urbana-Champaign) e a Fundação Lemann, a Enap selecionará servidores públicos estáveis para concorrer a indicação a bolsa de estudos de Mestrado.

Serão ofertadas até 3 (três) bolsas pela Enap para servidores públicos nos Programas de Mestrado em Direito, Finanças ou Política Econômica.
Confira o Edital para seleção de candidatos a bolsa de Mestrado na Universidade de Illinois.


Serão duas fases do processo seletivo.

Na Primeira fase, a Enap verificará se os requisitos estabelecidos foram cumpridos e se a documentação exigida está completa, pois visa a validar as inscrições no processo.

A Segunda fase será de caráter eliminatório e classificatório, visando a identificar, entre as candidaturas apresentadas, as que detêm melhores condições de cumprimento de um programa de pós-graduação stricto sensu no nível de Mestrado.

Para como realizar a submissão de candidatura confira o Edital, os endereços eletrônicos abaixo são dos cursos ofertados:

Confira a programação para o processo seletivo:
1mestradoilli3

Para mais informações entre em contato com: mestrado@enap.gov.br 

 

Coordenação-Geral de Pós-Graduação Stricto Sensu

Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Stricto Sensu

SAIS - Área 2A - 70610-900, Brasília-DF, Brasil

mestrado@enap.gov.br

www.enap.gov.br


A Universidade de Harvard, por meio do Afro-Latin American Research Institute do Hutchins Center for African e African American Research, convida doutorandos com pesquisas na área de estudos afro-latino-americanos a submeter propostas para o Seminário Mark Claster Mamolen de Teses na Área de Estudos Afro-Latinoamericanos, que acontece anualmente.

Estudantes de doutorado de qualquer universidade do mundo, que estejam em fase de redação de sua tese, estão aptos a se candidatar. (Os aplicantes que não foram selecionados anteriormente são bem-vindos a reaplicar novamente). A única condição é que suas teses sejam sobre temas na área de estudos afrolatino-americanos, definida de modo abrangente, sem que haja qualquer restrição quanto ao período abordado, dos tempos coloniais ao presente. Os interessados devem enviar uma proposta de apresentação de três páginas (espaço duplo), que consista no resumo de seu tema de tese, e uma carta de apoio de seu orientador. Todas as propostas devem ser identificadas com o nome e sobrenome do aluno, sua afiliação institucional e o campo de pesquisa ao qual a proposta pertence.

Os documentos da candidatura completos devem ser enviados por meio deste link até o dia 13 de janeiro de 2019.

Serão selecionados em torno de doze trabalhos. Os doutorandos selecionados serão avisados até o dia 25 de fevereiro e enviarão um capítulo de sua tese até 11 de março (até 50 páginas em espaço duplo; texto em inglês, espanhol ou português). Os capítulos serão distribuídos entre os participantes do seminário, que acontecerá em Harvard nos dias 10 e 11 de maio de 2019. O Afro-Latin American Research Institute cobrirá despesas de viagem, hospedagem e alimentação de todos os participantes.

Saiba mais sobre essa oportunidade no site.


A Finep acaba de lançar a segunda chamada pública conjunta do ERA-Min 2, um consórcio que reúne mais de 20 organizações de financiamento a pesquisa, desenvolvimento e inovação de 17 países e duas regiões. O programa se concentra na área de matérias-primas minerais e suas fontes secundárias, com enfoque na economia circular.

O objetivo do ERA-MIN 2 é apoiar financeiramente, por meio de recursos não reembolsáveis, projetos transnacionais de pesquisa e desenvolvimento e inovação, que sejam desenvolvidos em conjunto por empresas e Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), nos segmentos de matérias-primas metálicas, de construção e minerais industriais (exceto energéticas e agrícolas). O foco desses temas está voltado para o suprimento, produção, consumo, reutilização e reciclagem de matérias-primas de forma sustentável em uma economia circular.

 

Esta chamada se dá por co-financiamento, em que cada agência apoia a empresa e a ICT de seu respectivo país, de acordo com seus próprios instrumentos de apoio. O orçamento total disponível para este edital é de aproximadamente 15 milhões de euros, correspondentes à soma dos comprometimentos de fundos públicos das organizações financiadoras participantes e do co-financiamento da Comissão Europeia. A Finep disponibilizará 750 mil de euros nesta ação, em recursos não reembolsáveis, para ICTs e empresas.

 

Linhas temáticas

Serão apoiados projetos nos seguintes temas, dentro dos segmentos enfocados no edital:

Linha 1: Suprimento de Matérias-Primas
Linha 2: Design
Linha 3: Processamento, Produção e Remanufatura
Linha 4: Reciclagem de Produtos no Fim de Vida Útil
Linha 5: Tópicos Transversais

 

Cada linha compreende subitens temáticos. Conheça todos os detalhes e os documentos na página da chamada e na sua página oficial: https://www.era-min.eu/

 

Segundo o superintendente de Inovação da Finep, Maurício Syrio, a economia circular é uma economia industrial orientada para uma maior produtividade dos recursos, reduzindo desperdícios e impactos ambientais ao longo de todo ciclo de vida de um produto, incluindo sua reintrodução na cadeia produtiva, seja por reciclagem ou reúso.

 

As pré-propostas devem ser submetidas somente por via eletrônica através do Sistema de Submissão Eletrônico ERA-MIN, pelo coordenador do consórcio, até o dia 31 de janeiro de 2019 (data limite), às 12h (horário de Brasília). Todas as propostas devem ser enviadas em inglês e utilizando o modelo disponibilizado pelo ERA-MIN.

 

Cada consórcio deve ser composto de, no mínimo, três pessoas jurídicas independentes elegíveis para pleitear fundos das organizações financiadoras de ao menos dois países diferentes, sendo pelo menos um deles membro da União Europeia ou países associados da União Europeia participantes desta chamada. Assim, as empresas e ICTS brasileiras têm de fazer parte de um consórcio com pelo menos dois países Estados Membros ou Países Associados da União Europeia. Os critérios de avaliação quanto à qualidade das propostas são: excelência científica; impacto; e qualidade e eficiência na implementação.

 

Sobre o ERA-MIN 2 e Economia Circular

O ERA-MIN 2 é um consórcio de organizações públicas de financiamento a pesquisa, desenvolvimento e inovação que tem como objetivo principal coordenar os programas sobre matérias-primas para financiar projetos transnacionais em pesquisa e desenvolvimento. Trata-se de um instrumento ERA-NET Cofund, , financiado pela Comissão Europeia durante 5 anos, no âmbito do Desafio Societal 5 do programa comunitário Horizonte 2020.

Publicado em 29 Novembro 2018

Fonte: http://www.finep.gov.br/noticias/todas-noticias/5816-finep-lanca-segunda-chamada-publica-conjunta-do-consorcio-era-min-2


O Programa de Verão do LNCC acontecerá de 4 de fevereiro a 1º de março de 2019, na sede do Laboratório, em Petrópolis/RJ.

Encontram-se no site do LNCC as informações sobre as atividades do programa:

  • XII Encontro Acadêmico de Modelagem Computacional 
  • Jornada de Iniciação Científica e Tecnológica 
  • Jornada de Verão de Bioinformática 
  • Jornada em e-Biodiversidade 
  • Escola Supercomputador SDumont 
  • V Encontro em Modelagem Matemática do Crescimento Tumoral 
  • Jornada em Ciência de Dados 
  • Workshop on Computational Modeling and Numerical Analysis 
  • Minicursos Avulsos 

As inscrições estão abertas até o dia 21 de janeiro de 2019.


 

A oportunidade é para um a dois profissionais que atuem nas áreas de pesquisa operacional aplicada, ciência de dados ou gerência de operações

 

O Departamento de Engenharia Industrial do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) está com processo seletivo aberto, até o dia 10 de março de 2019, para a contratação de um a dois professores ¿ de dedicação exclusiva e tempo integral de 40 horas semanais ¿ para atuarem nas áreas de gerência operacional, pesquisa operacional aplicada ou ciência de dados, tanto na graduação, quanto na pós-graduação em Engenharia de Produção. Todos os detalhes referentes ao processo seletivo podem ser consultados no edital, disponível no link http://www.ind.puc-rio.br/pdf/Processo_seletivo_DEI-2019_PT.pdf.

 

As inscrições são exclusivamente via e-mail, com envio da documentação necessária para o endereço flf@puc-rio.br, aos cuidados de Fernanda Frias, com o assunto ¿PROCESSO SELETIVO¿. Os aprovados após análise dos documentos, passarão também por uma avaliação oral, que definirá os selecionados a trabalharem, provavelmente, a partir de agosto de 2019.

 

Os candidatos devem possuir título de Doutor, além da formação em Engenharia de Produção, seja na graduação, mestrado ou no doutorado. Serão aceitos também candidatos de outras áreas, mas que tenham cursado disciplinas correlatas à Engenharia de Produção. Os interessados devem ter em seu currículo publicações em periódicos relevantes e em quantidade compatível com seu tempo de titulação. É importante também capacidade para atuar em projetos multidisciplinares, dentro e fora do Departamento de Engenharia Industrial do CTC/PUC-Rio. 

 

Datas importantes:

10/03/19 ¿ Encerramento das inscrições

27/03/19 ¿ Divulgação dos classificados na primeira etapa

15/05/19 ou 22/05/19 ¿ Avaliação oral

05/06/19 ¿ Divulgação dos resultados

 

Informações para a imprensa:

APPROACH COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)

Tel.: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)

(21) 3461-4616, ramais 109 e 187 (Approach Comunicação)

Bianca G. Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br

 


 

Aulas acontecerão no próximo sábado, 1º de dezembro, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas  
 
O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas para o curso de extensão Introdução à Programação Paralela com C/PThreads. As aulas serão ministradas pelo professor Paulo Sérgio de Souza, do ICMC, e pelo especialista Davi José Conti, que é mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciências de Computação e Matemática Computacional do Instituto.
 
A iniciativa é voltada a alunos que estão cursando o primeiro ano de graduação em cursos da área de computação e para todos os interessados da comunidade que tenham conhecimentos básicos sobre programação estruturada em linguagem C. Entre os objetivos do curso está apresentar o modelo de programação C/Pthreads e estimular os participantes a pensarem em paralelo no desenvolvimento de algoritmos.
 
¿É cada vez maior a necessidade por profissionais que consigam desenvolver soluções de software para os atuais processadores multi e manycore, explorando corretamente os benefícios da programação paralela¿, explica o professor Paulo Sérgio. ¿O curso terá um foco totalmente prático: serão desenvolvidas diferentes aplicações paralelas, de modo a estimular o pensar paralelo e, assim, permitir o uso futuro desse conhecimento em soluções computacionais durante e depois da graduação¿, completa. 
 
As aulas acontecerão no próximo sábado, 1º de dezembro, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na sala 6-303, no bloco 6 do ICMC, na área I do campus da USP, no centro de São Carlos. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até a próxima quinta-feira, 29 de novembro, pelo sistema Apolo da USP neste link: icmc.usp.br/e/3159b. Para conferir todos os tópicos a serem abordados no curso, acesse o programa disponível no site do ICMC: icmc.usp.br/e/3fd68
 
Texto - Assessoria de Comunicação do ICMC/USP

 

Programa Alltech Young Scientist premia melhores trabalhos de estudantes de mestrado e doutorado. Inscrições podem ser feitas até dezembro de 2019.

 

Estudantes de mestrado e doutorado já podem inscrever seus trabalhos na maior competição mundial de agrociência a nível universitário. Desde sua criação em 2005, o programa Alltech Young Scientist (AYS) teve a participação de mais de 60.000 estudantes de mais de 70 países e concedeu US$ 1 milhão em prêmios. Os alunos podem submeter à inscrição pesquisas sobre temas como: estratégias e modelagem na alimentação animal; produção vegetal; métodos analíticos na agricultura; segurança e traçabilidade na cadeia alimentar; saúde e nutrição humana; entre outros assuntos relacionados à agricultura.

Como novidade para 2019, a competição será exclusivamente para pós-graduandos (mestrandos e doutorandos), e as indicações dos professores não serão necessárias como nos anos anteriores. Os participantes competirão primeiro em suas regiões de origem ¿ América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico ou Europa/África. Os vencedores regionais serão convidados a participar da Alltech Young Scientist Discovery Week em Lexington, Kentucky, nos Estados Unidos, onde participarão do concurso mundial durante o ONE: Simpósio de Ideias Alltech, que será realizado de 19 a 21 de maio de 2019. O vencedor global receberá um prêmio de US$ 10,000.

O concurso é considerado uma das competições internacionais de agrociência de maior prestígio destinado a estudantes universitários, e já revelou diversos pesquisadores de universidades em todo o mundo. Em 2017, o ¿Impact Award¿, projeto de maior impacto na cadeia produtiva do agrobusiness (produção de alimentos), foi concedido para o então doutorando Moises Poli, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Qualificado como o melhor da América Latina e classificado para a etapa mundial do prêmio, sua pesquisa envolveu a produção sustentável e integrada de camarões brancos e tilápias a partir da tecnologia de sistema superintensivo de bioflocos.

O pesquisador ficou sabendo da competição pela própria universidade, que costuma submeter trabalhos no AYS pela visibilidade que o concurso oferece. Durante o evento de premiação em 2017, ele destacou a importância do reconhecimento como uma grande vitrine para a sua carreira. "É muito bom estar neste evento que respira a indústria. É uma grande oportunidade para mim e também para a aquicultura, que pela primeira vez chega a um prêmio a nível mundial", disse.

Conforme ressalta o vice-presidente e diretor cientista da Alltech, Dr. Karl Dawson, o Alltech Young Scientist oferece um palco global para a próxima geração de cientistas agrícolas apresentarem suas pesquisas, promoverem a educação e interagirem com algumas das melhores mentes científicas e do agronegócio do nosso tempo. ¿Estamos orgulhosos em oferecer esta experiência única, com a esperança de destacar e recompensar aqueles que se esforçam para impactar a indústria agrícola por meio da pesquisa científica e inovação¿, destaca.

Inscrições

As inscrições para a próxima edição estão abertas e podem ser feitas até o dia 31 de dezembro de 2018. Os vencedores regionais serão anunciados em abril de 2019. Para mais informações e para se inscrever para o concurso Alltech Young Scientist, visite AlltechYoungScientist.com.


Cursos em Belo Horizonte

 
      » 578-F LINGUAGEM TÉCNICA E PRÁTICA LEGISLATIVA NAS SESSÕES DA CÂMARA MUNICIPAL
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 613-C CONTRATANDO SEM LICITAÇÃO
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 628-B ATENDIMENTO AO PÚBLICO
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 629-B LICITAÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 632-A COMO AUMENTAR A ARRECADAÇÃO
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 610-D DEFESA EM IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 611-E ALVARÁS E AUTO DE INFRAÇÃO
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 627-B O QUE É SER SERVIDOR PÚBLICO
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 635-A COMO RECEBER, PROTOCOLAR E ARQUIVAR DOCUMENTOS, PROCESSOS, REQUERIMENTOS
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 636-A PAGAMENTO DE PRECATÓRIOS
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 


 

Cursos em Campinas

 
      » 569-F O SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 598-E FISCALIZAÇÃO MUNICIPAL DO SIMPLES NACIONAL - SEFISC
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 602-E O DEPARTAMENTO PESSOAL
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 588-E PREGÃO - CAPACITAÇÃO DE PREGOEIRO E EQUIPE DE APOIO
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 589-E TESOURARIA E RETENÇÕES
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 585-E DIRETRIZ E PROCESSAMENTO DO PREGÃO NA LEI DAS ESTATAIS
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 597-G PRODUÇÃO E VALORAÇÃO DE PROVAS NA SINDICÂNCIA E NO PROCESSO DISCIPLINAR
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 625-C SINDICÂNCIA E DO PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR
De 06/12/18 a 07/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 620-C O AUDESP E A FASE IV DO SISTEMA
De 07/12/18 a 07/12/18.
Veja mais  
 
 


 

Cursos em Curitiba

 
      » 592-E ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO PÚBLICO
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 600-G A NOVA PREVIDÊNCIA
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 607-C O PREPOSTO E A JUSTIÇA DO TRABALHO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 595-H CLASSIFICANDO CORRETAMENTE AS DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 


 

Cursos em Presidente Prudente

 
      » 633-A ISSQN - IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA
De 06/12/18 a 07/12/18.
Veja mais  
 
 


 

Cursos em Ribeirão Preto

 
      » 583-E A REGULARIZAÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR MEI NO MUNICÍPIO
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 604-C PAR
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 631-A A REFORMA ADMINISTRATIVA
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 587-E FISCALIZAÇÃO DAS ADMINISTRADORAS DE CARTÕES DE CRÉDITO, PLANO E SEGURO SAÚDE E LEASING
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 586-D SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 609-E TRIBUTOS MUNICIPAIS - IPTU / ITBI / ITR e Taxas
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 614-B CONTRATAÇÕES PÚBLICAS PELO SISTEMA DE CREDENCIAMENTO NA ÁREA DA SAÚDE
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 634-A SICONV
De 06/12/18 a 07/12/18.
Veja mais  
 
 


 

Cursos em São Paulo

 
      » 581-F LICITAÇÕES - ME´S E EPP´S
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 584-E ADMINISTRAÇÃO DE FROTAS NO SERVIÇO PÚBLICO
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 615-C A SECRETÁRIA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
De 04/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 617-C ALMOXARIFADO - A ADMINISTRAÇÃO EFICIENTE
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 623-B COMO ELABORAR OS REGULAMENTOS E RELATÓRIOS DO CONTROLE INTERNO
De 04/12/18 a 04/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 552-C ELABORAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 576-G ITR - IMPOSTO SOBRE PROPRIEDADE TERRITORIAL RURAL
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 618-C COMPRAS PÚBLICAS
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 621-C DEVERES E RESPONSABILIDADES DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO E PREGOEIRO
De 05/12/18 a 05/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 565-H ORÇAMENTO E CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 580-F CERIMONIAL MUNICIPAL
De 06/12/18 a 07/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 603-H ESOCIAL PARA ÓRGÃOS PÚBLICOS - 1ª FASE
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 612-C A AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NO SERVIÇO PÚBLICO
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 
 
 
      » 619-C PATRIMÔNIO PÚBLICO
De 06/12/18 a 06/12/18.
Veja mais  
 

A 7ª edição das Semanas de Inovação entre Brasil e Suécia irá ocorrer entre os dias 19 e 30 de novembro. Durante os eventos, especialistas, empresários, acadêmicos, representantes de instituições públicas, pesquisadores brasileiros e suecos irão se encontrar para discutir assuntos relevantes para os dois países. Para ampliar ainda mais o horizonte, foram planejados diversos eventos com temas inovadores em várias localidades do Brasil. Nesta edição serão abordados tema de bioeconomia, saúde, energia renováveis (biogás), aeronáutica, financiamento, mobilidade, indústria 4.0, engenharia, empreendimentos entre outros assuntos. 

Neste ano será realizado um Workshop em Brasília, no dia 20 de novembro, sobre cooperação em pesquisa e mobilidade entre
Brasil e Suécia. O seminário contará com apresentações da Capes e do CNPq além de depoimentos de pesquisadores que já participaram de programas de cooperação entre os dois países.

O seminário será aberto ao público mas sujeito ao limite do auditório.

Para fazer a inscrição basta preencher o formulário: https://goo.gl/forms/90wpKIbOOv9MeT203

Participem!!

Saiba mais: https://inovacaosueciabrasil.com.br/


Com o tema 'Agbára Dúdú', evento celebra o Mês da Consciência Negra e lembra a contribuição dos povos africanos para a astronomia

O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) realiza a XXVI Semana de Astronomia (SEMA), de 13 a 17 de novembro, com uma série de atividades grátis. Em celebração ao Mês da Consciência Negra, a instituição vai lembrar as contribuições dos povos africanos para a cultura e a astronomia moderna. Durante cinco dias, o evento com o tema Agbára Dúdú (no idioma yorubá significa 'força negra') mostrará ao público recentes descobertas da ciência por meio de atividades lúdicas e palestras para crianças, jovens e adultos. Uma das novidades deste ano é uma programação específica para professores, que acontecerá paralelamente às atividades voltadas aos visitantes do Museu e contará com a presença de cientistas africanos.

Normalmente, a ciência é compreendida como algo abstrato e alheio às tensões e processos sociais. No entanto, este entendimento vem mudando nas últimas décadas com os avanços dos estudos sociais das ciências. Neste contexto, a XXVI Semana de Astronomia levantará discussões sobre uma das principais heranças da diáspora africana na América: a cultura brasileira. Isto se justifica porque não é possível fazer história da ciência, promover a educação em ciências nem divulgação científica sem entender a cultura que produziu seus cientistas, suas instituições e suas práticas.

Entre os destaques da Semana de Astronomia do MAST, estão as sessões de planetário sobre astronomia nas culturas africanas --elaboradas pelo grupo de planetaristas do programa Ciência Móvel do Museu da Vida --, sessões de filmes e debates com o Coletivo Cineclube Atlântico Negro (CAN), palestras de astronomia na perspectiva étnico-racial e oficinas como a de 'Relações Raciais e Cultura Brasileira' com astrônomos do Observatório Nacional.

Para os Professores

O MAST criou uma programação especial para os professores, que acontecerá na quinta-feira, 15/11. Com a participação de cientistas africanos, as atividades terão com carga horária de 10 horas, com direito a declaração de participação, a abordará os desafios para o ensino da astronomia e da física em sala de aula, boas práticas e trocas de experiências entre os docentes. Para participar, no entanto, é necessário fazer a inscrição.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

XXVI Semana de Astronomia 2018 - Agbára Dúdú

Terça-feira - 13/11

Planetário Astronomia nas Culturas: África - Sessões às 9h,10h, 11h, 14h,15h e 16h - Sala de Atividades do Prédio Sede do MAST

Muita gente pode não se dar conta, mas os diferentes povos e culturas atribuem diversificadas interpretações e significados ao céu, lua, sol, estrelas e eclipses. Nesta sessão de planetário será explorada a cosmovisão de alguns povos africanos.

Programa de Observação do Sol - De 9h às 12h  e das 14h às 17h - Pátio Externo do MAST.

O MAST possui telescópios e filtros para a observação do Sol de forma segura. Por meio deles vemos o Sol com um aspecto alaranjado e podemos observar as manchas solares, observadas pela primeira vez com por Galileu Galilei, no século XVI.

Bate-papo com cientistas brasileiros e africanos - 10h - Auditório do Prédio Anexo do MAST

O astrônomo moçambicano Valente Cuambe, a astrônoma cabo-verdiana em formação Dulcelena Cardoso Semedo e a geóloga do Nordeste do Brasil Dayse Mirella Oliveira Timóteo conversam com o público sobre suas trajetórias acadêmicas.

Oficina de Astronomia - Astrônomos do Observatório Nacional - 15h

Quarta-feira - 14/11

Planetário Astronomia nas Culturas: África - Sessões às 9h,10h, 11h, 14h,15h e 16h - Sala de Atividades do Prédio Sede do MAST

Programa de Observação do Sol - De 9h às 12h  e das 14h às 17h - Pátio Externo do MAST.

Oficina de Astronomia -Astrônomos do Observatório Nacional - 10h

Exibição do curta-metragem Jurema seguido de debate com Clementino Junior (CAN) e Aza Njeri (UFRJ) - 15h - Auditório do Prédio Anexo do MAST

Realizado em 2014 pelo cineasta Clementino Junior, o filme de 14 minutos mostra o registro íntimo do Ritual da Jurema, como é feito na Umbanda da Irmandade Cercado de Boiadeiro em Sepetiba, Rio de Janeiro, sob o comando da Iyalorixá e atriz Chica Xavier.

Quinta-feira - 15/11

Planetário Astronomia nas Culturas: África - Sessões às 15h e 17h - Sala de Atividades do Prédio Sede do MAST

Programa de Observação do Sol - Das 14h às 17h - Pátio Externo do MAST

Oficina 'Desconstruindo Olhares' - Dra. Moema Vergara, Dr. Bruno Capilé e Hellen Tavares (MAST) - 16h - Auditório do Prédio Sede do MAST.

A  cultura brasileira é marcada pela miscigenação em um contexto de dominação colonial que gerou uma hierarquização das relações raciais e o consequente racismo, causador de conflitos no cotidiano. Nesta oficina, a historiadora do MAST, Dra. Moema Vergara, o biólogo Dr. Bruno Capilé e a pedagoga em formação, Hellen Tavares, irão provocar uma discussão, por meio de imagens, sobre os processos que construíram nossa percepção sobre a questão racial.

Sexta-feira - 16/11

Planetário Astronomia nas Culturas: África - Sessões às 9h,10h, 11h, 14h,15h e 16h - Sala de Atividades do Prédio Sede do MAST

Programa de Observação do Sol - De 9h às 12h  e das 14h às 17h - Pátio Externo do MAST.

Palestra Do Big Bang às Culturas: A História da Astronomia Numa Perspectiva Étnico-Racial - 10h - Auditório do Prédio Anexo do MAST.

Narração   de   história   apresentada   pelo   Dr.   Alan   Alves   Brito,   astrofísico da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, apresentará a história da Astronomia numa perspectiva étnico-racial. De 13.8 bilhões de anos atrás para cá, o tecido cósmico do Universo, a luz, a matéria, as galáxias, as estrelas, os buracos negros, os planetas e a própria vida como a conhecemos fazem parte do "retrato de família" do Universo.

Exibição do Filme Águas no Muquém - Sobreviventes de uma Enchente seguido de debate com Clementino Junior (CAN) e  Mestre Julio Vítor - 15h - Auditório do Prédio Anexo do MAST.

Este documentário de 25 minutos registra as memórias dos sobreviventes do Quilombo do Muquém, referentes à enchente de 2010 do Rio Mundaú em União dos Palmares, Alagoas. As tábuas de salvação de dezenas de pessoas foram os tetos das casas e principalmente os Pés de Jaca que sustentaram diversos moradores durante mais de 10 horas. Realizado em 2013, o filme é fruto da Oficina de Vídeo-Memória do Cineclube Atlântico Negro ministrada pelo professor Clementino Junior em União dos Palmares.

Sábado - 17/11

Planetário Astronomia nas Culturas: África - Sessões às 15h e 17h - Sala de Atividades do Prédio Sede do MAST

Programa de Observação do Sol - Das 14h às 17h - Pátio Externo do MAST

Palestra 'Narrar e dominar: algumas reflexões sobre as representações do Antigo Egito' - 15h - Auditório do Prédio Anexo do MAST.

Nesta palestra, a professora Giselle Marques Camara (da área de História Antiga no Departamento de História da PUC-Rio e do Programa de Pós-graduação em História Antiga e Medieval UERJ) discutirá as representações do Egito dos Faraós, que nos faz imaginar em "um Egito branco e ocidental" descolado da África.

Brincando com o Sol - Demonstração de Aparatos de Energia Solar - 14h às 17h - Pátio Externo do MAST.

Oficina AstroMania: Radioastronomia Loves África! - 16h - Auditório do Prédio Sede do MAST.

Nesta atividade são abordadas as ondas de rádio que vêm de origem extraterrestre e são capturadas por grandes antenas chamadas radiotelescópios. Neste AstroMania temático, construiremos uma antena galena, que capta ondas de rádio terrestres. A antena vai nos ajudar a entender mais sobre os radiotelescópios e como astrônomos do Square Kilometre Array, o maior radiotelescópio terrestre ser instalado em oito países da África e Austrália, irão desvendar mistérios sobre galáxias, estrelas e buracos negros.

Sarau astronômico-musical com o cavaquinista Pedro Cantalice - 17h30 - Campus do MAST / Observatório Nacional

Programa de Observação do Céu - 18h30 às 20h - Pavilhão da Luneta Equatorial 21

Nesta atividade, são utilizados equipamentos como a centenária Luneta Equatorial Heyde de 21 cm e um telescópio refletor Celestron de 8 polegadas de abertura. No período da XXVI SEMA será possível observar a Lua e Marte.

SERVIÇO

XXVI Semana de Astronomia (SEMA) - 13 a 17 de novembro Museu de Astronomia e Ciências Afins - MAST
Rua General Bruce, 586 / Tel:
3514-5299 e 3514-5229

Inscrições para Professores - Acesso pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSezgkr2GrMy2WZOayZjUzJ0M9icB_9zmXvV6YtCq44S_A1OTQ/viewform

Grupos escolares - Agendamento com o Núcleo de Público do MAST pelo e-mail atendimento@mast.br ou pelo telefone (21) 3514-5229. Grátis


O Banco de boas práticas da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) é um registro das melhores práticas na área de responsabilidade socioambiental de órgãos e instituições parceiras da A3P. Ele dá conhecimento público do sucesso de programas e projetos desenvolvidos pelo setor público dentro de diretrizes socioambientais, premiadas pelo programa A3P.

É fato que nem toda boa prática nos órgãos públicos está aqui documentada. É preciso reconhecer que a capacidade de criar e implementar ações socioambientais no setor público nem sempre está associada à A3P e nem sempre foi premiada pelo programa. A A3P parabeniza esses atores anônimos, discretos, e os convida a se integrarem ao programa pelo muito que têm a contribuir e ensinar para todos os demais.

O prêmio A3P visa reconhecer e documentar as melhores práticas, possibilitando a troca de experiências, compartilhando as ideias e promovendo o enriquecimento mútuo sobre o tema.

O prêmio acontece a cada dois anos, possuindo um histórico de grande incidência de inscrições dos mais diversos recantos do país, mostrando que os órgãos e instituições têm orgulho do que fazem e querem difundir seus casos de sucesso para todo país.

Estes casos de sucesso revelam para a A3P e para a sociedade que é possível fazer uma boa gestão sob os princípios da sustentabilidade com efeitos ambientais e sociais irreversíveis. Eles mostram que há necessidade de adoção de diretrizes socioambientais nos órgãos públicos por ser o que há de mais moderno no planeta.

Para ampliar o seu Banco de Boas Práticas, o Ministério do Meio Ambiente e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente firmaram uma parceria para identificar e divulgar boas práticas que possam auxiliar prefeitos, secretários e outros gestores públicos dos 5.570 municípios brasileiros a implementarem programas de sustentabilidade.
 
Órgãos públicos do Executivo, Legislativo e Judiciário, instituições de ensino e pesquisa, empresas públicas e privadas, cooperativas e organizações não governamentais estão convidados a participar desta chamada pública e inscrever gratuitamente suas iniciativas (práticas, projetos, programas e políticas) que apresentam resultados positivos concretos até o dia 23 de novembro de 2018.
 
Para mais informações clique AQUI!

Inscrições de projetos podem ser realizadas entre 30 de outubro e 09 de dezembro no site https://www.fcc.org.br/fcc/educacao-pesquisa/editalef2/

 

O Itaú Social, em parceria com a Fundação Carlos Chagas (FCC), lança o edital Os Anos Finais do Ensino Fundamental: Adolescências, Qualidade e Equidade na Escola Pública para financiar pesquisas aplicadas que apontem recomendações para a superação dos desafios da etapa de escolarização do 6º ao 9º ano. Serão destinados R$ 3,68 milhões para o financiamento de até 14 projetos, com duração de até dois anos (confira abaixo principais pontos do regulamento).

 

Pesquisadores, escolas públicas, redes de ensino e organizações da sociedade civil (OSCs) são convidados a investigar este ciclo, promovendo a interação entre a academia e a realidade escolar. O Edital está disponível no site da FCC (https://www.fcc.org.br/fcc/educacao-pesquisa/editalef2/) e as inscrições ser realizadas entre 30 de outubro e 09 de dezembro.

 

De acordo com Patricia Mota Guedes, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Itaú Social, ¿é nessa etapa de escolarização que se intensificam os problemas de desempenho, reprovação, abandono e evasão, e que se agravam até o Ensino Médio. Ainda existe carência de estudos que investiguem e proponham alternativas para os desafios desse ciclo¿.

 

¿Trata-se de um período com muitas especificidades, seja no âmbito curricular, didático, de organização escolar e também do perfil dos estudantes, adolescentes a partir de 11 anos, muitos com histórico de distorção idade-série¿, afirma Gisela Lobo Tartuce, uma das coordenadoras do projeto e pesquisadora do Departamento de Pesquisas Educacionais da FCC.

 

Do 6º ao 9º ano, os índices de acesso, permanência e aprendizagem são preocupantes. A soma da taxa de reprovação e abandono dos Anos Finais (12,6% em média) continua sendo radicalmente superior à dos Anos Iniciais (5,8%). Somente no 6º ano, três em cada dez estudantes têm, no mínimo, dois anos de atraso escolar.

 

A melhoria da qualidade das políticas educacionais e do funcionamento cotidiano das escolas passa, entre outras iniciativas, pelo fomento, apoio e disseminação de pesquisas comprometidas com a construção de soluções que contribuam para a melhoria da educação e enfrentamento das dificuldades.

 

O Edital destinará recursos para o financiamento de até 14 projetos. Os que forem submetidos nas modalidades 1 e 2 terão prazo de realização de 18 meses e receberão R$ 100 mil. Na modalidade 3, os projetos têm duração de dois anos e receberão o valor de R$ 150 mil por ano.

 

As inscrições ocorrem entre 30 de outubro e 09 de dezembro e deverão ser feitas por pesquisadores com titulação mínima de doutorado, com parceria firmada com escola, rede pública e/ou OSC. O pesquisador coordenador também poderá estabelecer associação ou não com pesquisadores com titulações menor ou similar. 

Os projetos selecionados serão divulgados em março de 2019. O recebimento dos recursos e início dos trabalhos ocorrerão em maio de 2019.

 

Detalhes do Edital

Quem pode participar:

Os projetos devem ser elaborados coletivamente por pesquisador doutor junto a escola(s) pública(s) e/ou equipe técnica de rede(s) de ensino. Organizações da sociedade civil, que atuam no campo da educação, também podem participar, desde que em parceria com os atores citados anteriormente.

 

Inscrições:

30 de outubro a 09 de dezembro de 2018. A submissão dos projetos no sistema on-line de inscrição deverá ser feita apenas pelo pesquisador doutor.

 

Modalidades:

  1. elaboração de diagnóstico e produção de agenda de recomendações;
  2. sistematização e avaliação de projeto ou programa educacional já implementado ou em implementação;
  3. orientação de implementação de projeto ou programa educacional que seja realizado originalmente por OSC, coletivo, escola, rede de ensino ou instituição de ensino superior como projeto de extensão.


Eixos orientadores*:

  1. Espaços de ação educativa:
  • Escola;
  • Relação entre escola e comunidade;
  • Relações institucionais no sistema de ensino;
  • Relações intersetoriais em políticas públicas.

 

  1. Campos temáticos (com subtemas):
  • Currículo, práticas e avaliação;
  • Clima escolar e relações interpessoais;
  • Processos gestão escolar e educacional.

* Os projetos devem contemplar os dois eixos de pesquisa, estabelecendo cruzamento entre eles.


Etapas de seleção:

  1. Análise técnica pela Comissão de Avaliadores ad hoc da adequação ao edital e documentação - caráter eliminatório;
  2. Análise de mérito pela Comissão de Avaliadores ad hoc;
  3. Análise de mérito pelo Comitê Executivo.

 

Duração e financiamento:

  1. Modalidades 1 e 2:
  2. 18 meses;
  3. R$ 100 mil;
  4. De 5 a 7 projetos selecionados;
  5. Bolsa para pesquisador coordenador: R$ 3.000,00 por mês.

 

  1. Modalidade 3:
  • 24 meses;
  • R$ 150 mil por ano;
  • De 5 a 7 projetos selecionados;
  • Bolsa para pesquisador coordenador: R$ 3.000,00 por mês.


Resultado: 15 de março de 2019

Recebimento de recursos e início das pesquisas: maio de 2019

 

 

__________________________________________

TAMER COMUNICAÇÃO

Atendimento:

Elaine Alves ¿ 11 3031-2388 ¿ ramal 237 ¿ 11 97514-0799 (elaine@tamer.com.br)

Paula Ferraz ¿ 11 303-2388 ¿ ramal ¿ 239 (paula@tamer.com.br)

Coordenação:

Ana Claudia Bellintane ¿ 11 3031-2388 ¿ ramal 238 ¿ 11 96909-4407

(anaclaudia@tamer.com.br)

 


 

Já estão abertas as inscrições para aqueles que têm interesse em submeter propostas de Comunicação Oral e/ou Apresentação Artística em torno da temática ¿Vida e obra de Ernani Aguiar e Guinga¿.

 

As propostas deverão ter 20 minutos de duração e poderão ser submetidas individualmente ou por grupos.

 

As submissões deverão ser enviadas até o dia 15 de novembro exclusivamente por sistema de formulário eletrônico disponível na página www.fmcb.com.br/inscricoes


Estão abertas as inscrições para o Programa de Bolsas Keizo Obuchi - UNESCO/Japão para jovens pesquisadores.

Serão oferecidas dez bolsas de pesquisa nas seguintes áreas de interesse da UNESCO: 1) meio ambiente, com ênfase em redução de riscos de desastres; 2) diálogo intercultural; 3)tecnologias da informação e comunicação; e 4)resolução pacífica de conflitos. 

As candidaturas deverão ser enviadas pelas Comissões Nacionais à Seção de Programas e Bolsas da UNESCO, até 30 de novembro. Cada comissão nacional poderá enviar no máximo duas candidaturas.

Cópias dos processos de candidatura poderão ser adiantadas por correio eletrônico, aos endereços s.bantchev@unesco.org e l.zas-friz@unesco.org

Mais informações em https://en.unesco.org/fellowships/keizo-obuchi/institutional-page/new-launching-cycle-2018


O Human Vaccines Project abriu inscrições para os Prêmios Michelson 2019, que oferecem US $ 150.000 concedidos anualmente a investigadores com menos de 35 anos com pesquisas que promovam o desenvolvimento de vacinas e imunoterapias para as principais doenças globais.

Os Prêmios Michelson de 2019 foram expandidos para incluir três áreas de foco:

  • Imunologia Humana
  • Biologia Computacional e Engenharia de Proteínas
  • Doenças Parasitárias Negligenciadas

O prazo para inscrição é 29 de outubro de 2018.

O Prêmio é aberto a candidatos de todas as áreas interdisciplinares (incluindo pesquisa clínica, engenharia de proteínas, inteligência artificial, imagens, ciência da computação, bioengenharia, nanotecnologia e outros).

Visite www.humanvaccinesproject.org/MichelsonPrizes para saber mais.


 

ICMC está com inscrições abertas em três programas de pós-graduação

Quem sonha fazer mestrado, doutorado ou doutorado direto na melhor universidade do Brasil nas áreas de matemática, computação ou estatística pode se inscrever nos processos seletivos do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Para ler os editais dos três programas de pós-graduação do Instituto que estão com inscrições abertas, ficar sabendo quais são os prazos para inscrição e como funcionará as etapas da seleção de cada um, basta acessar este link: www.icmc.usp.br/pos-graduacao/ingresso. Os selecionados ingressam nos programas no primeiro semestre de 2019.

A oportunidade de conciliar a escolha por uma universidade de alto padrão, classificada como a melhor da América Latina em vários rankings, com uma ótima qualidade de vida tem atraído cada vez mais estudantes para a USP, em São Carlos. Entre as vantagens que os estudantes destacam está o fato de conseguirem morar perto da Universidade, gastando pouco tempo nos deslocamentos; poderem ser orientados por uma equipe de professores altamente qualificados, que atuam em 31 diferentes grupos de pesquisa; e, ainda, contar com uma infraestrutura capaz de suprir todas  as necessidades de um pós-graduando.

Matemática ¿ Um ambiente excitante para discutir e aprender matemática. É assim que o professor Daniel Smania define o ICMC. O Programa de Pós-Graduação em Matemática (PPG-Mat) do Instituto é um dos melhores da área no país, sendo reconhecido com nota máxima (7) na última avaliação trienal realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

¿A tradição e qualidade do programa abre, ainda, oportunidades para bolsas, financiamentos, parcerias e intercâmbios, o que contribui para a formação de nossos alunos¿, explica Smania, que coordena PPG-Mat. ¿O custo de vida é menor do que nas grandes cidades, então, as bolsas podem ser melhor aproveitadas. E o campus pequeno e convidativo ajuda muito na integração dos alunos¿, completa Smania.

As inscrições para mestrado e doutorado no PPG-Mat estão abertas até dia 25 de outubro. Saiba mais acessando este link: www.icmc.usp.br/pos-graduacao/ppgmat/ingresso.

Computação ¿ Em 2017, o Programa de Pós-Graduação em Ciências de Computação e Matemática Computacional (PPG-CCMC) do ICMC também recebeu a nota máxima (7) na avaliação quadrienal realizada pela Capes. ¿A nota 7 é atribuída apenas a programas que têm excelência internacional, ou seja, que são equivalentes aos oferecidos pelas melhores universidades do mundo¿, explica o professor Adenilso Simão, que coordena o Programa.

Em todo Brasil, existem hoje 77 programas de pós-graduação na área de computação e apenas sete deles receberam a nota máxima da Capes. ¿Os doutores que se formam no ICMC têm atuado na criação de diversos outros programas de pós-graduação no Brasil e na América Latina¿, completa o professor.

As inscrições para ingressar no PPG-CCMC estão abertas: quem deseja fazer doutorado ou doutorado direto deve se inscrever até 27 de setembro; já aqueles que pretender entrar no mestrado têm até dia 24 de outubro para efetuar a inscrição. Saiba mais acessando este link: www.icmc.usp.br/pos-graduacao/ppgccmc/ingresso.

Estatística ¿ O Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em Estatística (PIPGEs) é resultado de uma parceria entre o ICMC e o Departamento de Estatística da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O principal objetivo do PIPGEs é a formação de pesquisadores com atuação direta na modelagem, descrição e estimação de fenômenos aleatórios, assim como na sua aplicação na indústria e em áreas como medicina e biologia, dentre outras.

As inscrições para ingressar no mestrado e no doutorado do PIPGES podem ser realizadas até dia 29 de novembro. Já as inscrições para o doutorado direto começam na segunda-feira, 24 de setembro, e também se estendem até 29 de novembro. Saiba mais acessando este link: www.icmc.usp.br/pos-graduacao/pipges/ingresso.

Outros programas ¿ Além desses programas, o ICMC oferece dois mestrados profissionais: o Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI) e o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (ProfMat), oferecido em parceria com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Este ano o Instituto criou, ainda, um novo curso de pós-graduação a distância para formar especialistas em computação aplicada à educação. Qualquer pessoa com formação universitária pode se inscrever nessa iniciativa, já que não é necessário possuir conhecimento prévio na área de computação e programação.

Texto: Assessoria de comunicação do ICMC/USP 

Foto: Nilton Júnior/ArtyPhotos

Mais informações
Serviço de Pós-Graduação do ICMC: (16) 3373.9638
E-mail: posgrad@icmc.usp.br

 

Vagas estão abertas para alunos de Ciências de Computação, Engenharia de Computação ou Sistemas de Informação; inscrições vão até 12 de setembro

 
Alunos matriculados em cursos de Ciências de Computação, Engenharia de Computação ou Sistemas de Informação podem se candidatar a uma vaga de estágio no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. 
 
O estagiário vai atuar junto à Seção Técnica de Informática do Instituto e realizará atividades práticas de apoio a projeto, análise e desenvolvimento de software. Para se inscrever, o candidato deve ter completado o 4º semestre do curso.
 
As inscrições estão abertas até o dia 12 de setembro, e devem realizadas por meio do site vagas.icmc.usp.br. A remuneração é de R$ 1.025,15, além de auxílio transporte diário, para jornada semanal de atividades é de 30 horas. O processo seletivo será composto por prova objetiva de múltipla escolha. 
 
 
Mais informações
Edital ICMC/USP 002/2018: www.icmc.usp.br/e/1c201
Inscrições até 12 de setembro: vagas.icmc.usp.br
Assessoria de Comunicação do ICMC: (16) 3373.9666