Relatório de pesquisa

Com o objetivo de atender ao princípio da transparência do uso dos recursos públicos pelo Governo Federal, o CNPq disponibiliza os relatórios de pesquisa apoiados com recursos financeiros por meio de suas chamadas públicas.

Trata-se, por um lado, de uma prestação de contas à sociedade dos recursos envolvidos no desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação e, por outro, da divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelos cientistas apoiados pelo CNPq.

Os resumos disponibilizados neste espaço foram redigidos pelos pesquisadores, por solicitação do CNPq, em uma linguagem cidadã, ou seja, em linguagem que possa ser entendida por aqueles que não são cientistas.

O texto contido nos resumos dos projetos é de inteira responsabilidade do pesquisador e envolve um esforço de popularizar a ciência para o público leigo.

A busca poderá ser realizada de várias formas e fica a critério do interessado utilizar palavra-chave, área do conhecimento, por título da pesquisa, por área do conhecimento, Unidade da Federação, nome do pesquisador, entre outras.

  • Não Informado

    Coordenador: Jorge Albuquerque de Souza-Corrêa
    Currículo
    Área:Polímeros, Aplicações

    Período de 16/12/2013 a 15/09/2015

    Neste trabalho foram utilizadas amostras de PVC, aplicando-se os métodos de envelhecimento natural e acelerado, a fim de se estudar suas propriedades mecânicas através de um equipamento de tração para obter informações a respeito da degradação da elasticidade, alongamento e resistência deste polímero. Pôde-se verificar a degradação do material exposto ao longo do tempo de exposição por ambos os processos de envelhecimento. Uma correlação qualitativa foi apresentada entre os diversos parâmetros mecânicos associados ao material polimérico com os possíveis mecanismos de degradação, em particular aqueles referentes à ação da temperatura e da radiação ultravioleta.

    Não Informado
  • desenvolvimento de polímeros fluorados modificados por radiação para uso em células fotovoltáicas

    Coordenador: Ademar Benévolo Lugão
    Currículo
    Área:Polímeros, Aplicações

    Período de 22/12/2011 a 21/12/2014

    Um dos principais problemas na eficiência de célula fotovoltaica é o aproveitamento de comprimentos de onda que estão abaixo ou acima da frequência de interesse nas células solares. Aplicando-se um filme que seja dopado com metais de terras raras que permitam modificar a frequência da luz incidente fora do intervalo de interesse e transformá-la em luz aproveitável (up and down conversion), pode ser uma forma de aumentar de forma considerável a eficiência do sistema. Outra preocupação é o acúmulo de poeira e partículas de água na superfície da célula. Aplicando-se um filme que seja hidrofóbico e antirreflexivo sobre a célula este problema estaria resolvido desde que a eficiência não fosse reduzida, esse filme repelente a sujeira fosse transparente aos comprimentos de onda da luz visível que são transformados em energia. Um sistema de empacotamento estável é absolutamente necessário para a produção confiável de energia a partir de frágeis wafers de silicone. A pesquisa os encapsulantes a base de polímeros fluorados enxertados com terras raras oferecem a perspectiva de up and down conversion, alta transparência a todo comprimento de

    sulfonação enxertia encapsulamento estireno fluoropolimero superestrato
  • Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Espaço Ciência

    Coordenador: Claudiane Ferreira dos Santos Rocha
    Currículo
    Área:Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química

    Período de 13/12/2013 a 31/12/2015

    A primeira atividade da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Espaço Ciência foi mais uma vez de grande sucesso com mais 4500 pessoas atendidas no museu durante o evento. Além da participação do público escolar também houve um bom envolvimento da população do entorno do museu. A Caravana da Ciência também contribuiu para uma boa divulgação da SNCT no Estado e com isso foi possível atingir um público de mais de 15 mil pessoas. A Caravana da Ciência foi a principal responsável pela interiorização da SNCT. Percorrendo diversos municípios do Estado, aproximou a população de conhecimentos produzidos e desenvolvidos em suas sedes. Isso demonstra a importância que a população vem dando a ciência e tecnologia.

    Divulgação e popularização da Ciência
  • Preparação de Materiais Lamelares Funcionalizados Esfoliados - Estudo de Sorção de Contaminantes e Termoquímica Envolvida

    Coordenador: Claudio Airoldi
    Currículo
    Área:Química Inorgânica

    Período de 29/10/2010 a 28/03/2015

    Os materiais lamelares apresentam uma estrutura em folhas. Essas folhas apresentam a espessura de poucos nanometros e se mantem alinhadas devido a interações fracas, chamadas intermoleculares. Estes materiais podem ser modificados de diversas maneiras de modo a melhorar suas propriedades. Dentre as possíveis modificações estão as modificações na composição química destas folhas, intercalações com outras espécies químicas, ou até mesmo deslaminações, que consistem na separação destas folhas aumentando a possível área de contato com líquidos ou gases. Os materiais deslaminados possuem uma vantagem em relação à maioria dos materiais porosos, por apresentar maior acesso de uma série de moléculas a sítios reativos, principalmente quando esses são macromoléculas. A funcionalização de superfícies de materiais inorgânicos com moléculas orgânicas modifica fortemente a capacidade de sorção e imobilização de diversas espécies no material resultante. Este projeto obteve a síntese de materiais tanto lamelares como esfoliados e funcionalizados, que foram testados na sorção de contaminantes.

    calorimetria sorção Materiais lamelares materiais esfoliados materiais funcionalizados
  • CRIAÇÃO DA REDE DE PESQUISA MANI: DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO SETOR PRODUTIVO DA MANDIOCA

    Coordenador: Alessandra Santos Lopes
    Currículo
    Área:Multidisciplinar

    Período de 23/07/2010 a 22/07/2014

    A mandioca faz parte da cultura amazônica e seu nome deriva da língua tupi através de uma lenda assim contada: "Uma índia tupi deu a luz a uma linda indiazinha e a chamou de Mani. A menina tinha a pele bem branca e vivia feliz brincando pela tribo. Toda tribo amava muito Mani, pois ela sempre transmitia muita felicidade por onde passava, porém, um dia Mani ficou doente. O pajé foi chamado e fez vários rituais de cura e rezas para salvar a querida indiazinha. Porém, nada adiantou e a menina morreu.Os pais de Mani resolveram enterrar o corpo da menina dentro da própria oca, pois esta era a tradição e o costume cultural do povo indígena Tupi. Os pais regaram o local, onde a menina tinha sido enterrada, com água e muitas lágrimas. Depois de alguns dias da morte de Mani, nasceu dentro da oca uma planta cuja raiz era marrom por fora e bem branquinha por dentro (da cor de Mani). Em homenagem a filha, a mãe deu o nome de Maniva à planta. A raiz ganhou o nome de mandioca, ou seja, uma junção de Mani (nome da indiazinha morta) e oca (habitação indígena".Esta planta foi domesticada a 8000 anos atrás e seu manejo como planta e seu uso como alimento vem passando ao longo de inúmeras gerações na Amazônia. Da culinária indígena amazônica são produzidos até hoje a farinha, o tucupi, o cauim (bebida fermentada) e a maniva (folhas da planta). Da mandioca aproveita-se tudo e sua diversidade genética na Amazônia é inigualável, daí a hipótese de ser originária desta região. Industrialmente, o principal produto da mandioca é a fécula (amido) que pode ser utilizado na fabricação de alimentos, papel, embalagens, cosméticos, fármacos e etc. Neste projeto diferentes variedades foram avaliadas e a partir desses resultados foi possível indicar estas para diferentes fins e aplicações no setor alimentício e de bioetanol. Muito ainda temos por estudar e valorizar essa cultura é valorizar nosso país, sua diversidade e sua cultura.

    fitossanidade tecnologia de alimentos germoplasma caracterização melhoramento genético
  • IV Encontro Internacional de Ciências Sociais: espaços públicos, identidades e diferenças

    Coordenador: Bianca de Freitas Linhares
    Currículo
    Área:Comportamento Político

    Período de 08/07/2014 a 07/07/2015

    O Encontro Internacional de Ciências Sociais (EICS) ocorre em Pelotas/RS, a cada dois anos, desde 2008. O crescente sucesso das edições encoraja a continuidade do Evento, que pretende tornar a Universidade Federal de Pelotas um marco produtor e disseminador de conhecimento das Ciências Sociais. Os PPGs em Antropologia, em Ciência Política e em Sociologia da UFPel, em parceria inédita, promoveram o IV EICS entre 18 e 21 de novembro de 2014. Professores, pesquisadores e alunos de instituições de ensino superior e de pesquisa (públicas e privadas) participaram do evento. O objetivo do IV EICS foi promover e aprofundar o debate sobre a constituição dos espaços públicos na contemporaneidade considerando as diversas formas de organização e de ação coletiva que nele manifestam. Da mesma forma, foram alvo de debate as lutas por reconhecimento de diferentes matizes culturais e identitários num cenário de busca por padrões sustentáveis de desenvolvimento que integram as dimensões espaciais do local/regional/nacional/global. Para tanto, fomentou-se a troca de conhecimentos no âmbito das Ciências Sociais procurando apresentar os esforços analítico-compreensivos empreendidos pela Sociologia, pela Antropologia e pela Ciência Política ante a temática proposta. A despeito disto, a 4ªedição do evento agregou o público acadêmico nacional e internacional das Ciências Sociais, e acadêmicos de áreas afins com interesse na construção de um espaço dialógico profícuo e propositivo, oportunizando maior esclarecimento sobre os referentes teóricos e empíricos que o tema suscitou.O IV EICS reuniu cerca de 1000 participantes, vindos de 21 estados brasileiros e do DF, e de países como Argentina, Uruguai, Holanda, França, Alemanha, Estados Unidos, Portugal e Peru. Recebemos em torno de 320 ouvintes (graduação e pós-graduação), 450 apresentadores de trabalho, 80 coordenadores de GTs, 20 debatedores de GTs, 22 palestrantes, 12 ministrantes de mini-cursos e 181 participantes de mini-cursos.

    Ciências Sociais Ciência Política Antropologia Sociologia.
  • Observatório de Direitos Humanos Fundamentais

    Coordenador: Renata de Assis Calsing
    Currículo
    Área:Direito Internacional Público

    Período de 12/12/2013 a 13/04/2015

    O Observatório de Direitos Humanos foi uma iniciativa acadêmica que trabalhou com casos concretos, presentes no dia a dia de todos, para encontrar soluções com base nos Direitos Humanos fundamentais das pessoas nele envolvidas. O observatório teve por foco principal analisar casos com viés internacional, já que o mestrado em Direito da UCB tem por linha de pesquisa o Direito Internacional Econômico. Uma obra foi produzida graças ao apoio da CAPES e CNPQ para divulgar os trabalhos do grupo, tendo como título "Direitos Humanos e o comércio internacional". Aqui mostramos um link contendo o resumo desta obra, lançada no Superior Tribunal de Justiça: https://www.youtube.com/watch?v=ypVVqNKh1iU

    direito internacional público efetividade observatório políticas públicas tratados de direitos humanos
  • Meninas estudando o controle tecnológico do concreto

    Coordenador: Flávio Barboza de Lima
    Currículo
    Área:Materiais e Componentes de Construção

    Período de 16/12/2013 a 15/03/2015

    O projetou buscou despertar e incentivar alunas do ensino médio, da rede pública do Estado de Alagoas, a ingressar na graduação na área de engenharia e em particular na Engenharia Civil, foi adotado a estratégia de apresentar o controle tecnológico do concreto como ferramenta de motivação. As alunas participaram de oficinas e curso de auxiliar de controle de qualidade do concreto e também conheceram outras possibilidades de engenharia com visita a uma empresa e reuniões com a coordenação. Outro aspecto muito importante foi a participação delas no programa PAESP do Centro de Tecnologia da UFAL, buscando complementação da formação que é tão carente no ensino médio publico do Estado, isso com certeza explica a reduzida participação de alunos oriundos de escolas públicas nos cursos das áreas de exatas, engenharia e computação. Este ano houve uma aprovação de aproximadamente 26% dos alunos que participaram em diversos cursos da UFAL. Não resta dúvida sobre a evolução que as alunas do projeto tiveram e restam ampliadas as possibilidades de êxito no próximo processo seletivo caso consigam permanecer em algum projeto de apoio como este.

    controle tecnológico ensaios concreto
  • Mostra Científica e Tecnológica dos Projetos Theoprax no Senai de Feira de Santana

    Coordenador: Rejane Cristina Dorn
    Currículo
    Área:Ensino-Aprendizagem

    Período de 15/01/2013 a 14/01/2015

    A mostra científica e tecnológica dos projetos Theoprax no Senai de Feira de Santana teve como objetivo divulgar entre os alunos e comunidade, os trabalhos desenvolvidos na metodologia Theoprax, que parte de problemas reais detectados em empresas com o objetivo de aumentar a motivação dos alunos para a aprendizagem de ciência e tecnologia. Para resolver os problemas detectados, os alunos trabalham em grupos, pesquisam e discutem propostas de solução e fazem simulações através de maquetes e protótipos, fazendo do aluno um agente ativo na construção e aplicação do conhecimento. A mostra promoveu a integração entre escola, famílias, empresas e comunidade, abrindo um espaço de discussões e reflexões acerca das práticas apresentadas e despertando nos alunos o interesse pela investigação científica, além de mostrar a importância do curso técnico para o desenvolvimento do país.

    ciência tecnologia
  • Efeito do Resveratrol no Metabolismo de Proteína Musculares em Condições Catabólicas

    Coordenador: Eduardo Carvalho Lira
    Currículo
    Área:Fisiologia Endócrina

    Período de 30/12/2011 a 29/12/2014

    A perda excessiva de proteínas musculares contribui para as principais comorbidade em situações clinicamente importantes como a sepse, diabetes, desnervação motora, entre outras. Entretanto, não existem alternativas terapêuticas eficazes capazes de impedir a instalação da atrofia muscular. Diante disso, o uso de antioxidantes naturais, como o resveratrol, tem sido proposto como uma alternativa ao combate do intenso catabolismo proteico muscular em diferentes situações. São bem conhecidos os efeitos cardioprotetores e metabólicos do resveratrol, todavia, seus efeitos na musculatura esquelética ainda são pouco compreendidos. Este trabalho mostra que o resveratrol reduz a perda excessiva de proteínas musculares na desnervação motora e na sepse, tornando-o uma estratégia terapêutica no combate ao desenvolvimento da atrofia muscular em situações clinicamente importantes.

    Músculo Esquelético Resveratrol Catabolismo Atrofia Muscular
  • Mostrando 1 - 10 de 46452 resultado(s).
  • Página: 
  • Primeiro 
  • Anterior 
  • Próximo 
  • Último