Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Henrique Almeida Fernandes

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • comportamento crítico dinâmico em sistemas de spin e em modelos com estados absorventes
  • O presente projeto, enviado ao CNPq para participação no Edital MCTIC/CNPq de número 28/2018 - Universal, tem como objetivo estudar o comportamento crítico dinâmico de diversos modelos físicos para a obtenção de suas transições de fases e expoentes críticos. Dentre eles, pretende-se examinar modelos de spin, como por exemplo o modelo de Potts com interações de longo alcance, modelos de Baxter e Z(N), modelos com estados absorventes tais como os de superfície catalítica e epidêmicos, como também os de crescimento de superfícies em sistemas de spin. Em se tratando de modelos epidêmicos, pretendemos utilizar redes complexas para determinar sua influência na propagação de doenças tais como dengue, Zika virus, febre amarela, sarampo e Aids. Com a inclusão de parâmetros tais como características morfológicas e biológicas dos vetores da doença, bem como suas interações com os respectivos hospedeiros, além de incluir aspectos socioeconômicos, ambientais, manejo, preservação, diagnóstico e profilaxia de doenças infecciosas, esperamos obter uma ferramenta que poderá contribuir para o estudo epidemiológico e dar suporte à ações estratégicas e políticas públicas no combate a doenças emergentes e reemergentes. Os resultados serão obtidos, principalmente, pela técnica conhecida como simulações Monte Carlo em tempos curtos (ou fora do equilíbrio) com o auxílio de uma técnica de otimização conhecida como coeficiente de determinação. Essa técnica já tem sido utilizada com sucesso em diversos modelos, mostrando-se eficiente na localização de pontos de transição de fases contínua e descontínua. Alguns trabalhos vem sendo desenvolvidos pelo proponente considerando esta técnica e outros já foram publicados em revistas como o Physical Review E, Computer Physics Communications, Communications in Nonlinear Science and Numerical Simulation, Brazilian Journal of Physics e Journal of Statistical Mechanics.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Bunselmeyer Ferreira

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • proteínas associadas ao desenvolvimento de platelmintos parasitas e prospecção e caracterização de novos compostos anti-helmínticos
  • Platelmintos parasitos das Classes Cestoda (por exemplo, Echinococcus spp. e Taenia spp.) e Trematoda (por exemplo, Schistosoma spp. e Fasciola spp.) são responsáveis por doenças debilitantes (helmintíases) que atingem centenas de milhões de pessoas em todo o mundo. Estas helmintíases, listadas como prioritárias para ações de controle pela World Health Organization dentre as doenças tropicais negligenciadas, afetam principalmente populações em condição de pobreza, sem acesso a saneamento básico e em contato com vetores de infecção e/ou animais domésticos. O fato destas helmintíases também afetarem uma ampla variedade de animais domésticos, além de causar importantes perdas econômicas, favorece a transmissão dos parasitos para seres humanos. O tratamento de cestodíases e trematodíases com quimioterápicos é um componente essencial de quaisquer estratégias de controle destas zoonoses, mas o número de fármacos anti-helmínticos existente é pequeno, sua eficácia é limitada e já há inúmeros relatos de emergência de resistência dos parasitos a eles. Há, portanto, uma necessidade premente da descoberta e disponibilização de novos fármacos com efeito anti-helmíntico. Por isso, o projeto aqui apresentado propõe duas abordagens complementares para a prospecção e o desenvolvimento de novos anti-helmínticos, mais eficientes do que os atualmente utilizados. Em ambas, serão utilizados como modelos experimentais espécies do gênero Echinococcus, causadoras da equinococose cística, Fasciola hepatica, causadora da fasciolose, e o cestódeo-modelo Mesocestoides corti, que viabiliza estudos de biologia do desenvolvimento de platelmintos in vitro. Numa primeira abordagem, dados de proteômica comparativa de M. corti, já disponíveis, e estudos filogenéticos serão utilizados para identificar proteínas associadas a processos de desenvolvimento e evolutivamente conservadas entre platelmintos cestódeos e trematódeos e outros helmintos parasitas. Posteriormente, as proteínas identificadas como tal serão analisadas in silico quanto a sua drogabilidade e para definição de possíveis compostos inibidores de suas atividades preditas. Será feita a modelagem estrutural in silico para proteínas-alvo selecionadas e ferramentas de docking molecular serão utilizadas para predição de interações entre elas e potenciais moléculas inibidoras. Versões recombinantes, expressas em Escherichia coli, de proteínas-alvo selecionadas serão depois utilizadas em ensaios bioquímicos para avaliação preliminar do efeito de seus potenciais inibidores. Também serão avaliados os padrões de expressão espaço-temporais destas proteínas ao longo do desenvolvimento in vitro de M. corti, para caracterização dos estágios de desenvolvimento e dos tecidos/órgãos nos quais as proteínas-alvo selecionadas são expressas. Numa segunda abordagem, serão utilizadas ferramentas in silico para reposicionamento de fármacos. Com isso, serão definidos fármacos a serem testados como potenciais anti-helmínticos. Posteriormente, os inibidores mais efetivos de algumas das proteínas-alvo conservadas e alguns fármacos candidatos a reposicionamento selecionados terão seus potenciais efeitos anti-helmínticos avaliados sobre cultivos de larvas e adultos de M. corti, pré-adultos (protoescólices) de Echinococcus spp. e adultos de F. hepatica. Aqueles inibidores ou fármacos reposicionados com efeitos anti-helmínticos mais pronunciados nestes ensaios terão seus potenciais anti-helmínticos avaliados em ensaios de infecção experimental de roedores. Os fármacos com maior efeito em roedores terão então seus mecanismos de ação investigados. Inicialmente, serão avaliados os efeitos dos inibidores/fármacos sobre citoesqueleto e indução de morte celular em protoescólices de Echinococcus spp. e adultos de F. hepatica. Efeitos mais globais serão avaliados a partir de análises proteômicas por LC-MS/MS comparativas de amostras destes parasitos expostas ou não aos inibidores/fármacos. Em conjunto, as atividades propostas neste projeto deverão identificar e caracterizar preliminarmente novos fármacos que funcionem como helminticidas ou helmintostáticos, suas proteínas-alvo e mecanismos de ação. Com isso, contribuir-se-á para o desenvolvimento e futura disponibilização de novos e mais eficientes fármacos anti-helmínticos, para tratamento e controle de cestodíases, trematodíases e outras helmintíases.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Bursztyn

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • estruturas geométricas e teoria de calibres
  • O presente projeto aborda o estudo de estruturas geométricas com interesse central em geometria diferencial, incluindo simplética, Poisson, contato, Kahler, métricas com holonomia especial, tendo a teoria de calibres como eixo articulador; o projeto foca em diversas manifestações da teoria de calibres em diálogo com diferentes aspectos da geometria diferencial e a topologia de variedades. Nosso programa de investigação está esquematicamente dividido em 3 temas, que se entrelaçam com a teoria de calibres em diferentes dimensões: (1) Geometria de Poisson e estruturas relacionadas; (2) Topologia simplética e aplicações; (3) Variedades riemannianas com holonomia especial. O projeto prevê avanços científicos em questões chave da área, acompanhados da sólida formação de recursos humanos.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Castro Martins

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • concentração de controle acionário e políticas financeiras corporativas
  • Esse projeto propõe investigar quais são as decisões financeiras preferidas por acionistas controladores que têm maior propensão à expropriação. De modo amplo, o projeto apresenta as razões teóricas pelas quais acionistas com alto wedge (ou divergência) de controle têm maior tendência à expropriação que os demais acionistas (i.e. minoritários). Além disso, discutem-se quatro políticas financeiras que, antecipadamente, têm relação com conflitos de agência que potencialmente expropriam a riqueza dos minoritários: alavancagem, maturidade do endividamento, dividendos, e liquidez. A seguir, apresentam-se 4 hipóteses de pesquisa que sugerem que existe relação positiva entre wedge de controle do acionista controlador e decisões financeiras que facilitam a expropriação. A investigação empírica deverá utilizar técnicas de análise de painel dinâmico, estimado pelo método Método dos Momentos Generalizados em Sistema (GMM-Sys) de \citet{ArellanoBover1995,BlundellBond1998} e \citet{Roodman2009xtabond2}. Contudo, será particularmente necessária, a fins de estimar adequadamente os efeitos de causalidade em questão, a utilização de técnicas que facilitem a inferência causal, tais como \textit{Differences-in-differences} e \textit{Regression Discontinuity Design} (RDD), vide \citet{AngristPischke2008mostly}. Espera-se que os resultados desse projeto permitam um melhor entendimento de como a estrutura de propriedade e os incentivos dos acionistas controladores explicam as diferenças nas decisões corporativas, nas decisões de criação de valor e também demais decisões que afetem o público geral (por exemplo, decisões de fusões e aquisições, criação de mecanismos de combate à corrupção, decisões de responsabilidade social, participação política, etc.). As implicações dos resultados, portanto, serão de interesse de acadêmicos e profissionais da área financeira, mas também de órgãos responsáveis pela regulação dos mercados financeiros e bolsas de valores.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique César Muzzio de Paiva Barroso

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • criatividade aberta: incremento da criatividade por meio da ação em rede - experiências em ambientes de coworking
  • A inovação tem a capacidade de proporcionar transformações na sociedade e sempre foi basilar para a competitividade das firmas. A criatividade é um processo vinculado à inovação, mas independente. Essa criatividade pode ser desenvolvida de forma aberta, ou seja, com o apoio de terceiros que podem se desenvolver em distintos níveis, desde a simples influência até parcerias formais. Os ambientes de coworking, ainda que não sejam exclusivos para a aplicação da criatividade aberta, são um lócus de observação privilegiado em função de sua natureza de atuação que envolve, dentre outros, a abertura para profissionais de diferentes campos de conhecimento, o compartilhamento de espaço e infraestrutura, a porosidade de sua composição, a vinculação de seu público alvo a um estilo de vida mais propenso a parcerias. Esses espaços permitem a colaboração, o compartilhamento de conhecimento, o aprendizado mútuo e oferece oportunidades para alcançar acordos comerciais entre seus participantes. Eles funcionam como um nó da rede, tanto no aspecto físico, como na perspectiva simbólica, potencializando interfaces que irão alimentar o processo criativo e a inovação.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Douglas Melo Coutinho

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • redução da fitotoxicidade do cloreto de mercúrio por compostos fenólicos e avaliação do mecanismo de proteção por espectroscopia no infravermelho com transformada de fourier (eivtf) e métodos antioxidantes
  • Os metais pesados são considerados tóxicos, e fontes potenciais de degradação ambiental, visto que que produzem alterações na qualidade das águas e do solo. A contaminação com metais pesados afetam o crescimento, a distribuição e o ciclo biológico das espécies vegetais. Contudo, pesquisas científicas têm mostrado o potencial relacionado aos metabólitos secundários de diversas espécies de plantas para recuperação de áreas contaminadas ou poluídas. Essa recuperação ambiental pode ser atribuída à redução da toxicidade dos metais (sob formas catiônicas ou aniônicas) devido a mecanismos pelos quais os metabólitos secundários podem reduzir o potencial oxidativo do metal por meio de captura de elétrons livres ou quelação. Dentre estes metabólitos, destacam-se na literatura compostos fenólicos como taninos (ácido gálico, ácido caféico e pirogalol), presentes em uma grande diversidade de plantas já avaliadas com este potencial. Estes compostos podem interagir com átomos dos metais tóxicos como o mercúrio, reduzindo sua toxicidade e uma das formas de avaliar esta interação é o uso de métodos espectroscópicos vibracionais como Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier, na qual podem ser avaliadas tanto as alterações vibracionais pelo sequestro de cargas na molécula como a ligação coordenada entre estas moléculas e o metal. Em vista disso, esta pesquisa se apresenta como uma continuação cujo objetivo é avaliar a capacidade de taninos (ácido gálico, ácido caféico e pirogalol), encontrados em uma ampla variedade de plantas em reduzir a toxicidade de cloreto de mercúrio, determinando seu mecanismo de ação (por sequestro de elétrons ou por quelação) através de ensaios antioxidantes e de espectroscopia vibracional. Além disso, serão realizados testes de determinação da Concentração Inibitória Mínima (CIM) em microrganismos (bactérias e fungos) e ensaios de alelopatia com modelos vegetais para avaliar o potencial redutor do efeito fitotóxico e demonstrar biologicamente o quanto a capacidade antioxidante dos taninos pode reduzir a toxicidade de metais tóxicos como o mercurio.
  • Universidade Regional do Cariri - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique José Domiciano Amorim

Ciências Humanas

Sociologia
  • desenvolvedores de software e teleoperadores: produção e trabalho imaterial em perspectiva
  • Para a Chamada Universal MCTIC/CNPq 2018, encaminho projeto de pesquisa que dá seguimento a pesquisas anteriores, mas agora focado em um novo objeto específico: a análise das condições de trabalho dos desenvolvedores de software e dos teleoperadores de centrais de teleatendimento no Brasil. À primeira vista, estas atividades produtivas não estariam, primeiro, condicionadas por formas de organização do trabalho tradicionais, típicas do padrão de acumulação taylor-fordista, na medida em que acionariam predominantemente a intelectualidade de seus agentes produtivos, segundo, se diferenciariam também das práticas produtivas toyotistas, pois estariam baseadas, também predominantemente, em aspectos subjetivos da força de trabalho como a criatividade e a inteligência. Não obstante, estas novas formas de trabalho imateriais, parecem ainda, apesar de suas diferenças, reproduzir elementos da gestão e da produção muito semelhantes, por um lado, àquelas da produção seriada e padronizada das industriais tayloristas e fordistas e, por outro, da produção de automóveis do sistema toyotista, sobretudo, no que se refere às formas de estímulo e controle produtivos. Entendemos, por conta disso, que se faz necessário analisar o que há de novo e o que se conserva nas relações e condições de trabalho que têm como característica central a utilização da cognição, da informação, da comunicação, da intelectualidade e da criatividade, analisando também em que medida este tipo de produção se assemelharia ou não à produção material. Isto é, nos parece central precisar em que medida o trabalho imaterial se difunde como atividade produtiva e de serviços e quais são as condições de trabalho e as formas de precarização que perpassam este tipo de produção na sociedade brasileira contemporânea. Neste sentido, o que propomos com esta pesquisa é analisar, na atual conjuntura brasileira, o lugar do trabalho imaterial no interior da produção de mercadorias, tendo como objeto empírico de análise os desenvolvedores de software de “indústrias de software” e os teleoperadores de centrais de teleatendimento. Enfatizaremos, para tal, três dimensões destas atividades: 1. As condições objetivas de trabalho; 2. As formas de precarização do trabalho imaterial que podem atingir estes dois diferentes coletivos de trabalho; estabelecendo, por fim, 3. Aproximações e distanciamentos entre eles no que se refere às suas condições de trabalho e de vida.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Krieger

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • instituto nacional de epidemiologia da amazônia ocidental
  • A região amazônica possui importância central no contexto político, estratégico e econômico do Brasil. Em contraste com a riqueza de sua biodiversidade, a região apresenta os piores índices de desenvolvimento humano dentre os indicadores nacionais dos países que a compõem, além de apresentar uma baixa concentração de instituições de ciência, tecnologia e inovação. Em relação a saúde pública, persistem na Amazônia brasileira as patologias ditas tropicais, representadas por endemias de natureza viral, bacteriana, fúngica e parasitária, entre a quais podem ser definidas como as mais importantes: filarioses; doença de Chagas; leishmanioses; dengue; malária; infecções virais e bacterianas do sistema digestivo e respiratório na infância e hepatites virais. Acompanhar e encontrar soluções para eliminá-las é uma necessidade básica e essencial para que a Região alcance o desenvolvimento econômico e social sustentável. O Instituto Nacional de Epidemiologia da Amazônia Ocidental – EpiAmO - tem como objetivo avaliar o quadro epidemiológico das endemias e potenciais patologias emergentes na Amazônia Ocidental fortalecendo uma rede integrada de pesquisadores, visando à proposição e avaliação de medidas inovadoras de controle das endemias da região, e se propõem a empregar uma abordagem metodológica transversal, estruturada e integrada de investigação epidemiológica sobre os seguintes eixos de atuação: malária e vetores; dengue e chikungunya, leishmanioses e vetores, doença de chagas e vetores, filarioses e vetores, hepatites virais, doenças associadas a morbidades e mortalidade infantil, biotecnologia aplicada às endemias tropicais e epidemiologia genética, seguindo uma orientação de forte interação com o território - “from the bench to the field, from the field to the bench”. É importante destacar que o conhecimento sobre os eixos de atuação propostos é muito heterogêneo, sendo que, para algumas endemias as pesquisas e os sistemas de informações epidemiológicas oficiais do Sistema Único de Saúde possuem dados de maior abrangência e qualidade. Ainda, em função de sua grande extensão territorial, somada ao processo migratório recente, a Amazônia Ocidental é uma área de baixa densidade demográfica, o que possibilita a ocorrência de muitos fenômenos epidemiológicos peculiares que devem ser estudados com métodos e procedimentos especializados, e permitem a elaboração de diversas hipóteses de pesquisa. Em relação às endemias e potenciais patologias emergentes, serão determinados parâmetros epidemiológicos como incidência e prevalência; vetores; reservatórios naturais e artificiais; dinâmica e distribuição geográfica; caracterização dos patógenos e fatores de risco no hospedeiro. Nesse sentido, serão realizadas expedições de campo, visando ampliação do conhecimento no território, com levantamento de informações sobre o maior conjunto possível das endemias, articuladas com o posterior acompanhamento de pacientes e permitindo o avanço no conhecimento científico a respeito do quadro epidemiológico da região. Dessa forma, considerando o conhecimento escasso a respeito do quadro epidemiológico da Amazônia Ocidental, o EpiAmO pretende consolidar e promover maior integração de grupos de pesquisadores emergentes de várias instituições, com experiências nas áreas de pesquisa de parasitologia, epidemiologia, Entomologia, bioquímica e química orgânica, bioinformática, biologia molecular, genética, biologia estrutural, imunologia, farmacologia, virologia e microbiologia, visando utilizar a experiência e a jovialidade do grupo para desenvolver estudos com doenças tropicais amazônicas. O grupo proponente vem demonstrando competência reconhecida no enfrentamento das questões que se propõem a abordar. É importante destacar que o grupo já atua em conjunto, e inclusive está promovendo a construção do Polo Pesquisa, Inovação, Desenvolvimento e Difusão em Saúde do Estado de Rondônia, que albergará, em um único complexo, pesquisadores da Fiocruz, UNIR, CEPEM e outros interessados em realizar atividades voltados à saúde. Com apoio financeiro da FINEP e de orçamento próprio das instituições envolvidas na proposta, o empreendimento, com conceito inovador e projeto idealizado pelo arquiteto Oscar Niemeyer tem previsão para ser inaugurado em meados de 2016. A melhoria na infraestrutura, articulada com o apoio a presente proposta contribuirá com um salto qualitativo nas atividades realizadas pelo grupo. Como atividades diretas do Instituto, serão publicados os resultados encontrados em revistas científicas e em relatórios técnicos para as autoridades de saúde, será estabelecido um biobanco, será estabelecida a coleção entomológica, serão feitas contribuições com coleções biológicas existentes; serão estabelecidos e qualificados para credenciamento serviços os de referência em endemias como hepatites, malária, filarioses e leishmanioses, com forte atuação no ensino de graduação, pós-graduação e junto aos serviços de saúde. Ainda, podemos destacar: a elaboração de cartilhas e mapas biogeográficos para divulgação do conhecimento nas áreas de estudo, com especial atenção às áreas de fronteira; prospecção biotecnológica de moléculas da biodiversidade amazônica para serem utilizadas como desenvolvimento de protótipos para a geração de futuros kits diagnósticos e uso na terapia das doenças negligenciadas; geração de material educativo para a população orientando sobre cuidados e ações preventivas e sustentadas. A importância do projeto resume-se em reunir um conjunto de pesquisadores de reconhecida competência que trabalham nesta parte do Brasil, para estudar de maneira integrada a etiologia complexa de doenças negligenciadas, possíveis nosologias novas e raras, suas distribuições e preferencialmente seus controles. Dessa maneira, o conjunto de ações coordenadas do grupo, permitirá promover importantes inovações para o diagnóstico, terapia e controle, contribuindo para a melhoria da saúde pública na Amazônia Ocidental.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Henrique Rozenfeld

Engenharias

Engenharia de Produção
  • métodos para definição de modelos de negócio circulares integrados à metodologia de servitização
  • Economia circular é uma abordagem que pode ajudar a se atingir o desenvolvimento de produtos sustentáveis. A visão tradicional de modelo de negócios trata da criação de valor com foco na solução de problemas dos clientes a partir da agregação de valor da matéria prima e com uma limitada visão do fechamento do ciclo de material baseada em reciclagem, na maioria das vezes. A lógica de criação de valor nos modelos de negócios circulares é baseada na utilização do valor econômico retido no produto depois do seu uso na produção de novas ofertas. Este conceito envolve remanufatura, reuso e reciclagem e é consistente com a abordagem da economia circular. Uma das estratégias para se atingir a economia circular é o desenvolvimento de sistemas produto-serviço do inglês PSS: product-service system. PSS é um pacote integrado de produtos e serviços que visa criar utilidade e gerar valor para cliente. Servitização é o processo de se transformar uma organização fornecedora de produto físicos em uma provedora de serviços por meio de produtos, ou seja, PSS. O desenvolvimento (design) de PSS está inserido dentro da servitização, pois uma organização que deseja se tornar uma provedora de serviços baseados em produtos, precisa desenvolver o sistema produto-serviço. Servitização utiliza conceitos e técnicas e inovação em modelo de negócios, uma vez que um PSS pode abranger a inovação de vários elementos de um novo modelo de negócios (proposição de valor, processos, parcerias, modelo de receitas, custos, etc.). E servitizar é mudar. Por isso a gestão de mudanças é o pano de fundo, que cria as condições para que as pessoas e a organização sejam preparadas e motivadas para o caminho da transformação do modelo de negócios. Esses modelos de negócios devem ser circulares para atender aos princípios da economia circular. O objetivo geral deste projeto é desenvolver métodos para design de modelos de negócios circulares para expandir e aprimorar a metodologia de servitização desenvolvida pela equipe proponente, eliminando as limitações da Metodologia listadas nos objetivos deste projeto. Um ponto central do método de design de modelos de negócios circulares é o método de proposição de valor, que também considera as estratégias de economia circular e será baseado em princípios da gamificação para aumentar a sua usabilidade e eficácia. Espera-se com este projeto obter: - uma biblioteca/coletânea de atividades gamificadas e jogos existentes; - padrões de elementos de modelo de negócios circulares voltados para servitização; - método de proposição de valor baseado em gamificação considerando a economia circular; - métodos para design de modelos de negócios circulares para servitização baseado em padrões de modelo de negócios e seus elementos; - nova versão da metodologia de servitização (incorporando os novos métodos); - website para permitir a aplicação da metodologia de servitização de forma autônoma pelas empresas; - e coletânea estruturada de casos de servitização para servir de referência a empresa que desejarem aplicar a metodologia de servitização. Com esses resultados espera-se: - cobrir as lacunas técnico-científicas identificadas, pois hoje desenham-se modelos de negócios de forma superficial sem considerar a economia circular; - integrar constructos teóricos de áreas de conhecimento de comunidades distintas que tratam do PSS (administração, economia, engenharia, design, sistema de informação e marketing); - e que as empresas aumentem o seu potencial de inovação com menor impacto socioeconômico e ambiental, oferecendo novos serviços baseados em PSS e considerando a economia circular.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Salmazo da Silva

Ciências Humanas

Psicologia
  • gestão da atenção ao idoso institucionalizado e cuidados centrados ao indivíduo: estudo multicêntrico.
  • Nos últimos anos, embora a literatura tenha avançado em investigar a qualidade dos cuidados nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), a humanização dos cuidados nesses serviços ainda oferece inúmeros desafios. No Brasil a implantação dessa modalidade de cuidados solicita intervenções a curto, médio e longo prazo, com vistas a formar profissionais que atuam com os idosos, sensibilizar a sociedade e os representantes do poder público para a criação de políticas públicas e aumentar as pesquisas e estudos sobre o tema. Com base nisso, o objetivo deste estudo é investigar os recursos humanos, condições organizacionais e as práticas relacionadas aos cuidados centrados ao indivíduo em instituições de longa permanência para idosos brasileiros. Como objetivos específicos: investigar os conhecimentos, crenças e atitudes sobre a velhice, e os níveis de satisfação e sobrecarga de profissionais que assistem idosos institucionalizados; adaptar transculturalmente instrumentos que avaliam os cuidados e satisfação nos cuidados ofertados nas ILPI; levantar as dificuldades e os desafios dos cuidados a idosos institucionalizados entre profissionais e idosos; e verificar se as práticas relacionadas aos cuidados centrados no indivíduo possuem relação com condições organizacionais. Para isso serão avaliadas ao todo 12 ILPI públicas e filantrópicas situadas em municípios das regiões metropolitanas de Brasília, Salvador e São Paulo. Os profissionais serão avaliados por questionários semiestruturados sobre crenças e atitudes sobre a velhice, satisfação e sobrecarga relacionada ao trabalho. Os idosos serão avaliados por questionários adaptados transculturalmente e por escalas de rastreio cognitivo, qualidade de vida e de humor. Ao fim serão conduzidos grupos focais com os profissionais e idosos a fim de levantar os desafios e as dificuldades no cuidado dos idosos institucionalizados, bem como um programa educativo voltado aos profissionais para fomentar mudanças no cenário dos cuidados de longa duração. Os dados qualitativos serão transcritos e analisados com base na análise temática proposta por Minayo (2010) e análise do corpus textual pelo software IRAMUTEQ. Os dados quantitativos serão analisados por meio de testes estatísticos, com valor de significância < 0,05. O potencial técnico-científico insere-se no contexto de: a) orientar a revisão e elaboração de novas diretrizes para os cuidados aos idosos institucionalizados brasileiros; b) Mapear os cuidados ofertados e as condições associadas aos cuidados aos idosos em três importantes centros no Brasil, instrumentalizando gestores, acadêmicos e profissionais para o desenvolvimento de intervenções educacionais e gerenciais; c) Mapear o impacto de intervenções educacionais em profissionais que atuam nas ILPI.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique von Hertwig Bittencourt

Ciências Agrárias

Agronomia
  • aspectos fitotécnicos e fitossanitários na produção integrada de grãos e hortaliças em plantio direto orgânico com diferentes densidades de adubação verde
  • O manejo de plantas espontâneas, pragas agrícolas e fitopatógenos constituem alguns dos maiores desafios enfrentados por agricultores na produção de orgânicos. Plantas de adubação verde podem ser utilizadas com o propósito de manejar populações de organismos prejudiciais ao rendimento de culturas agrícolas, apresentando efeitos benéficos adicionais no sistema de produção como ciclagem de nutrientes, redução do potencial de erosão e melhoria das características físicas do solo. No entanto, a adubação verde normalmente é abordada para a resolução de um problema específico, sendo que poucos estudos estão disponíveis na literatura reunindo trabalhos multidisciplinares com intuito de avaliar seus múltiplos efeitos no agroecossistema e também a determinação da densidade de semeadura ideal para o manejo de organismos indesejáveis. Os objetivos do presente projeto serão: 1. Validar um sistema de produção integrado de grãos e hortaliças em plantio direto orgânico em dois anos agrícolas; 2. Determinar a influência de diferentes densidades de semeadura de plantas de adubação verde em características físicas, químicas, biológicas, ecológicas e agronômicas dos componentes do agroecossistema. As plantas de adubação verde serão semeadas na área experimental da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), sendo sucedidas pelo plantio do consórcio milho e feijão na primeira e beterraba e rúcula na segunda safra de primavera/verão, sendo repetido no ano agrícola seguinte. Serão realizadas tanto avaliações no experimento a campo quanto a coleta de amostras para avaliação de variáveis nos laboratórios de Química analítica, Fisiologia vegetal, Fitopatologia, Entomologia agrícola, Plantas espontâneas e de Frutas e vegetais da UFFS. As avaliações serão: diversidade e abundância de pragas e inimigos naturais; incidência de fitopatógenos no solo e na parte aérea; diversidade e abundância de nematoides; diversidade de abundância de plantas espontâneas; banco de sementes no solo; respiração do solo; clorofila; densidade do solo; potencial hídrico; condutividade estomática; qualidade final dos produtos, alelopatia e produtividade. As sementes de adubação verde serão obtidas do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), instituição de pesquisa agropecuária parceira em projetos de pesquisa e desenvolvimento com adubação verde desde 2011. Para esse estudo, serão utilizadas cinco densidades de semeadura do consórcio aveia, ervilhaca-peluda e nabo (0, 40, 80, 100, 120 e 160% da dose recomendada). Serão avaliadas variáveis relacionadas à presença de pragas agrícolas e artrópodes benéficos, fitopatógenos das espécies cultivadas, plantas invasoras, produtividade e qualidade do produto colhido e qualidade do solo. A análise estatística dos dados será realizada por análise de normalidade, análise de variância (p<0,05) e quando aplicável análise de regressão para ajuste em modelos que representem os fenômenos observados. Com isso, serão determinadas as melhores densidades de semeadura para o manejo das espécies indesejáveis, melhoria de características do físicas, químicas e biológicas do solo e produtividade e qualidade dos produtos agrícolas no sistema de produção orgânico. Por fim, a presente proposta também visa a consolidação e formação de novas parcerias e capacitação de alunos de graduação e pós-graduação em duas universidades federais, uma universidade estadual e um instituto de pesquisa, facilitando assim o intercâmbio de conhecimentos, infraestrutura e apoio técnico entre as instituições parceiras.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Henrique Zeferino de Menezes

Ciências Humanas

Ciência Política
  • propriedade intelectual e os objetivos de desenvolvimento sustentável (ods): conflitos normativos e difusão internacional de políticas.
  • Esse projeto busca analisar a forma como a sobreposição e o conflito de normas e regras internacionais afetam o processo de difusão de políticas voltadas ao desenvolvimento sustentável. De forma específica, o projeto se debruça sobre a relação entre o regime internacional de propriedade intelectual (PI) e a agenda de desenvolvimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), para examinar como as regras que regulam a proteção à propriedade privada ao conhecimento limitam a capacidade dos países de implementar nacionalmente compromissos firmados com a aprovação dos ODS. Existe na disciplina de Relações Internacionais considerável literatura que analisa a forma como normas sociais, instituições, organizações e regimes internacionais contribuem com o processo de difusão e transferência de instituições políticas, aparatos normativos e políticas públicas para os Estados. Seja pela capacidade de influência de Organizações Internacionais, atrelada aos seus programas e projetos de financiamento, ou pela capacidade de disseminação discursiva ou técnica de padrões de comportamento e ‘boas práticas’, atrelados às normas consolidadas internacionalmente, existe certo consenso sobre o destacado papel que essas estruturas normativas desempenham na conformação de instituições e políticas em âmbito nacional. Entretanto, ao longo das últimas décadas tem havido uma forte proliferação de compromissos, regras e instituições internacionais que, de forma direta ou subsidiária, incidem áreas específicas das relações internacionais. Ainda mais importante, esses mecanismos de organização da política internacional não necessariamente estão normativamente alinhados e, em determinados casos, apontam para sentidos diferentes e estabelecem obrigações contraditórias para os Estados. De forma complementar, mas com efeitos importantes, normas e regras internacionais se diferenciam não apenas no conteúdo e no ‘espírito’ de suas obrigações, mas também na forma, abrangência e profundidade dos compromissos: modelos de tipo soft ou hard Law, com regras de enforcement e níveis de compliance diferentes, produzem efeitos diversos sobre os Estados e criam conflitos normativos com outras obrigações que versam sobre temática semelhante. Em linhas gerais, essa discussão tem sido tratada pela literatura sobre Regime Complex. Partindo desses dois campos de análise – difusão e transferência internacional de políticas e Regime Complex – esse projeto pretende um avanço significativo em relação ao que vem sendo produzido, ao analisar a forma como o conflito normativo produz efeitos direitos sobre o processo de difusão de normas e políticas para os países, tendo como caso de análise a relação entre o regime internacional de PI e as regras voltadas à flexibilização desses direitos, reafirmadas com a aprovação dos ODS. Os ODS constituem um compromisso multilateral voluntário para o desenvolvimento econômico, social e ambiental, perpassando uma amplitude de temas e agendas de desenvolvimento globais (algumas tradicionais, como o combate à fome e a pobreza; e temáticas sensíveis e relativamente novas, como o combate à desigualdade, o reconhecimento das cidades como problema internacional e a formação de novos padrões de consumo). Nesse sentido, dada a amplitude da agenda, que se estabelece em torno de 17 objetivos e 169 metas, os ODS se aproximam e incorporam outra grande quantidade de normas e regimes internacionais (para citar alguns casos: FAO, OMS, OIT e OMC; regimes e compromissos sobre mudanças climáticas, direitos humanos e mesmo PI). Ainda, os ODS se estabelecem como um marco global para o planejamento e implementação de políticas públicas internacionais (ver o Objetivo 17) e nacionais. Ou seja, se constituem como instrumento para difusão de um conjunto de entendimentos sobre políticas públicas para o desenvolvimento sustentável. Por sua vez, o regime internacional de PI tem um caráter normativo particular – estabelece compromissos com regras e procedimentos mandatórios – e, como muito bem relatado pela literatura, produz impactos normativos sobre praticamente todo o universo de áreas que compõem as responsabilidades dos Estados e suas trajetórias de desenvolvimento. O Acordo TRIPS estabelece de forma detalhada os padrões mínimos de proteção obrigatórios, assim como as áreas tecnológicas cobertas; define os padrões de observância de direitos e atrela-se ao mecanismo de solução de controversas da OMC; e ainda limita de forma objetiva as flexibilidades que os países possuem na implementação de suas legislações e práticas nacionais. Considerando esses elementos que se pretende responder a pergunta – como o regime internacional de PI afeta a implementação dos ODS? Ou seja, de que maneira, esse regime incide sobre a difusão de normas e políticas voltadas ao alcance dos compromissos acordados com os ODS? Pode-se identificar pelo menos 30 metas de 12 objetivos dos ODS que tratam de questões sensíveis à direitos de PI – metas que versam sobre direitos econômicos, sociais e ambientais que conformam compromissos voltados à flexibilização de direitos de PI. Assim, o projeto pretende analisar a relação entre o regime internacional de PI e temas sensíveis aos ODS e aos regimes específicos que os subscrevem, com o objetivo de mensurar quais instituições e políticas estão sendo efetivamente difundidas. Ou seja, se os compromissos voltados à flexibilização de direitos existentes nos ODS estão efetivamente se difundindo a despeito dos padrões protetivos instituídos nas regras multilaterais e preferenciais de proteção à PI. De forma objetiva, o projeto analisará os temas da maior relevância para os estudos acerca dos efeitos da PI sobre direitos e políticas de desenvolvimento social, reafirmados com a aprovação dos ODS. São eles: Saúde e acesso a medicamentos (ODS 3); Segurança Alimentar, Proteção e preservação da biodiversidade (ODS 2 e ODS 15); Mudanças Climáticas (ODS 13); Educação (ODS 4).
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Heraldo Luis de Vasconcelos

Ciências Biológicas

Ecologia
  • padrões de biodiversidade e processos ecológicos em ecossistemas de cerrado na região do triângulo mineiro e sudeste de goiás (sub-bacia do rio paranaíba)
  • As savanas constituem um dos ecossistemas de mais ampla distribuição nos trópicos, ocupando originalmente 65% da África, 60% da Austrália e 45% da América do Sul. Em boa parte da América do Sul, o bioma savana é conhecido como Cerrado, o qual ocupa uma extensão de 2 milhões de km2 e abriga diversas fisionomias vegetais, que incluem desde campos abertos, savanas propriamente ditas, até florestas densas. Estima-se que no Cerrado haja 10 mil espécies de plantas - das quais aproximadamente 4.400 são endêmicas - o que faz deste um dos biomas terrestres de maior endemismo e diversidade de espécies. É também um dos ecossistemas mais ameaçados das Américas já que mais de 50% do bioma foi convertido para uso agrícola e o restante está bastante fragmentado, sendo que a maioria de seus remanescentes vegetais possui menos de 100 ha. Por isso o Cerrado é considerado um dos 34 hotspots mundiais, ou seja, áreas prioritárias para a conservação da biodiversidade mundial. Compreender como a biodiversidade deste bioma é estruturada e como ela responde aos impactos antrópicos é fundamental para estabelecermos estratégias de conservação para o Cerrado e de predição das respostas deste bioma às mudanças climáticas, à perda de espécies e às alterações no uso da terra e na cobertura vegetal. Neste sentido, a pesquisa proposta em nosso sítio tem como intuito 1) descrever e entender os padrões de diversidade e os processos ecológicos nos ecossistemas do Cerrado e 2) avaliar os impactos antrópicos (impactos estes decorrentes das mudanças no uso da terra, e das mudanças climáticas) sobre vários grupos de plantas e de animais do Cerrado. Mais especificamente iremos: 1) determinar os impactos das mudanças no uso e cobertura da terra sobre a biota do Cerrado usando uma abordagem multi-taxa. Serão avaliados os padrões de diversidade alfa e beta de formigas, abelhas, aranhas, besouros escarabeídeos, pássaros e pequenos mamíferos em remanescentes de cerrado e de floresta semidecidual, assim como nas áreas produtivas adjacentes a estes remanescentes. Daremos continuidade também aos estudos que visam avaliar experimentalmente os efeitos dos aumentos na deposição atmosférica de nitrogênio sobre os ecossistemas de Cerrado. Para isto temos um experimento de longo prazo sendo desenvolvido na RPPN Reserva Ecológica do Panga com níveis de enriquecimento de nitrogênio que representam a gama de deposições previstas para o bioma Cerrado por volta do ano de 2050. De modo similar, ao re-amostrar nossas parcelas permanentes de vegetação arbórea (as quais foram estabelecidas há 10 anos atrás) em remanescentes de floresta estacional semidecidual vamos poder determinar as mudanças na biomassa líquida (isto é, na produtividade) em cada parcela ao longo destes 10 anos. Com isto poderemos avaliar se existe uma relação entre produtividade e diversidade (testando a hipótese de complementariedade do nicho) assim como determinar se variáveis do solo (água e nutrientes) são importantes direcionadoras das mudanças na biomassa arbórea. Os resultados deste estudo ajudarão a prever como as florestas da região do Cerrado responderão a futuras flutuações nos regimes hídricos, provocadas pelas profundas mudanças climáticas projetadas para este século. Parte da pesquisa aqui proposta irá representar monografias, teses ou dissertações dos alunos da UFU. Com isso, nosso intuito é de contribuir para a formação de recursos humanos especializados, assim como investir na divulgação científica e gerar conteúdo informativo para tomadores de decisão.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 01/12/2016-31/10/2021
Foto de perfil

Heraldo Luiz Giacheti

Engenharias

Engenharia Civil
  • investigação geotécnica de campo e laboratório de dois perfis de solos não saturados
  • Numa investigação do subsolo adequada deve-se determinar o perfil estratigráfico e os parâmetros mecânicos mais apropriados aos requisitos do projeto. Os perfis de solos tropicais se encontram na condição não saturada e seu comportamento geomecânico é fortemente influenciado pela sucção. Assim, é necessário compreender como a sucção afeta o comportamento mecânico desses solos. Isso se inicia com a determinação da curva de retenção e realização de ensaios triaxiais e de compressão confinada com controle de sucção. Por essa razão, também é importante compreender como a variação sazonal da sucção ocorre nas áreas investigadas, bem como seu efeito no comportamento do solo in situ, a partir de medidas com tensiômetro, amostragem de solo para determinação de teor de umidade e ensaios de campo como SCPT, SDMT e provas de cargas. O objetivo deste trabalho é contribuir para uma melhor compreensão do comportamento geomecânico de dois perfis de solos tropicais não saturados típicos, avaliando o efeito de variáveis como sucção, tensões in situ, propriedades físicas, evolução e gênese do solo sobre os parâmetros de resistência e de deformabilidade. Além disso, também pretende-se estudar como é possível melhorar a caraterização dos solos desses perfis por meio do emprego de ensaios de campo (SCPT e SDMT) avaliando o efeito de variáveis como sucção, tensões normais líquidas e tensões in situ no comportamento mecânico desses solos. Também é um objetivo geral desse projeto de pesquisa propor uma metodologia, baseada em resultados de ensaio de campo, para a previsão da curva carga-recalque de fundações rasas instaladas nos dois perfis investigados, de modo a incorporar aspectos relativos ao efeito da condição não saturada. As áreas estudadas serão os campos experimentais da Unesp de Bauru e da USP de São Carlos, uma vez que são típicas daquelas que ocorrem em grande parte de nosso país, bem como são áreas onde diversas pesquisas já foram realizadas e, portanto, uma grande quantidade de resultados ensaios de campo e laboratório já estão disponíveis. A partir desse estudo espera-se contribuir para uma melhor compressão da variabilidade sazonal nos parâmetros mecânicos dos dois perfis investigados, a partir da consideração do efeito da sucção nas nos resultados de ensaios de campo e laboratório.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Herbert Álvaro Abreu de Siqueira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • monitoramento e caracterização da resistência da mosca minadora, liriomyza sativae blanchard, a inseticidas
  • A evolução da resistência a inseticidas em pragas agrícolas é um dos grandes problemas associado ao controle químico de pragas no Brasil. Na hortifruticultura (minor crops) brasileira, este fenômeno tem sido particularmente uma constante, gerando uma série de problemas associados aos pesticidas como resíduos além dos limites permitidos, surgimento de novas pragas, etc. A mosca minadora, Liriomyza sativae Blanchard, é hoje uma das pragas mais importante na produção de melão, tomate, e outras hortifruticulturas no Brasil. O uso inadequado de pesticidas tem elevado este inseto ao status de praga chave em algumas culturas, principalmente pela eliminação de inimigos naturais e o aparecimento de populações resistentes. No entanto, no Brasil os relatos confirmados deste fenômeno são inexistentes, ficando no campo das hipóteses. O desenvolvimento de resistência é uma hipótese muito provável para explicar os relatos de falhas de controle para alguns produtos, particularmente por que poucas moléculas inseticidas têm sido registradas para controle de Liriomyza spp., aumentando a pressão de seleção sobre as populações em geral. Moléculas como alguns piretroides, abamectina, ciromazina têm sido muito utilizadas, mas pouco efetivas atualmente. Recentemente, outros inseticidas como o espinetoram e o ciantraniliprole tem se mostrado efetivos, que estão em franco uso, principalmente no polo meloeiro de Mossoró, RN. No entanto, algumas áreas de cultivo já enfrentam diminuição na eficácia em campo, particularmente a ciantraniliprole, sugerindo desenvolvimento de resistência. Embora este produto tenha registro recente, produtores em geral tem utilizado o clorantraniliprole (molécula correlata) para controle de mosca minadora, o que pode ter pré-selecionado populações para resistência a diamidas. Esta situação colocará em risco a vida útil destes e o rótulo de boas alternativas para o controle de pragas que estes produtos apresentam, bem como os riscos reduzidos para inimigos naturais. Portanto esta proposta tem como objetivo avaliar o status da resistência de L. sativae a inseticidas tradicionais e recém registrados e usado para seu controle. Adicionalmente, populações caracterizadas como resistentes ou em desenvolvimento desta, serão estabelecidas em laboratório para caracterização da resistência, inicialmente para diamidas. A resistência será neste caso mantida ou selecionada e posteriormente caracterizada em seus aspectos genéticos, bioquímicos e moleculares. Posteriormente, será avaliada a resistência cruzada com outras moléculas e um plano de manejo de resistência será estabelecido para sua mitigação.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Herbert Kimura

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • plataforma computacional para análise de risco de crédito
  • Este projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento de uma plataforma computacional para análise e simulação de modelos de gestão de risco de crédito. O sistema será disponibilizado online e o usuário poderá interagir com a plataforma, dada sua construção usando o pacote Shiny do R e o Python. A partir de dados de bases já consolidadas pelo grupo de pesquisa bem como de dados levantados por meio de scraping em redes sociais e em websites que consolidam informações sobre contratos e processos, serão desenvolvidos modelos diversos de gestão de riscos de crédito. Mais especificamente, serão implementados modelos de análise empírica e de simulação computacional que permitem o estudo de elementos de risco de crédito como escore de crédito, previsão de falência, PD (Probability of Default), LGD (Loss Given Default), EAD (Exposure at Default) e CVA (Credit Valuation Adjustment).
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Herbert Toledo Martins

Ciências Humanas

Sociologia
  • vitimização: experiências e percepções sobre violência, criminalidade e segurança pública em teixeira de freitas, ba.
  • A presente proposta visa realizar uma Pesquisa de Vitimização no município de Teixeira de Freitas/BA com o objetivo de diagnosticar os índices de vitimização criminal da referida cidade. Pesquisas de vitimização têm por objetivo medir o crime e estimar com maior precisão o perfil das vítimas, as condições sociais e físicas que podem se relacionar de alguma forma com a ocorrência criminal. Além disso, mensura o impacto do crime na vida das pessoas, avalia a experiência das vítimas com as instituições de segurança pública, indicando seu grau de efetividade e de confiança. Pesquisas desse tipo são especialmente relevantes para formulação de políticas preventivas, permitindo traçar mapas de risco, identificar grupos mais expostos a determinados tipos de delitos, estimar a frequência dos pequenos crimes, que por serem mais numerosos, causam grande impacto no sentimento de insegurança na população. Ao todo serão aplicados 599 questionários no município. Essa amostra foi definida com um erro amostral de 4% com um intervalo de confiança de 95%. O público-alvo da pesquisa de vitimização são moradores da área urbana com 16 anos de idade ou mais.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hércia Stampini Duarte Martino

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • potencial bioativo da chia (salvia hispanica l.) na resistência à insulina, inflamação, microbiota intestinal e adipogênese: estudo in vitro e in vivo
  • A semente de Chia (Salvia hispanica L.) vem sendo consumida ao longo dos anos, dado aos benefícios decorrentes de seu valor nutricional e conteúdo de compostos bioativos, na prevenção e tratamento de doenças, dentre as quais se destaca a obesidade. No entanto, são escassos os estudos que exploraram os mecanismos de ação de tais compostos, assim como o efeito do consumo da semente na microbiota intestinal. Este trabalho objetiva conduzir experimentos in vitro e in vivo de modo a avaliar as propriedades funcionais da semente de chia e seu óleo na resistência à insulina, inflamação e microbiota intestinal. Será avaliado o efeito do extrato da semente de chia em modelo celular de co-cultura de macrófagos e adipócitos e quantificadas a produção de citocinas, adipocinas e expressão de PPAR-. O efeito do óleo de semente de chia sob a resistência à insulina, inflamação e microbiota intestinal será ainda avaliado em experimento com ratos Wistar machos (n=32). Os animais serão divididos em dois grupos, que receberão dieta controle, AIN93 M (n=8) ou dieta HFHF (n=24) para indução da obesidade, durante 7 semanas. Em seguida, os animais obesos serão divididos em três grupos, HFHF (n=8), HFHF + óleo de chia (n=8), HFHF + semente de chia (n=8). Ao final do período os animais serão eutanasiados, e serão coletados sangue, tecido hepático, tecido adiposo visceral, retroperitoneal e epididimal, intestino delgado e ceco para avaliação de parâmetros bioquímicos, histomorfométricos, avaliação da microbiota intestinal, do potencial anti-inflamatório e efeito na resistência à insulina e na microbiota intestinal do óleo da semente de chia. Os dados serão submetidos à ANOVA seguido pelos testes de médias, Tukey e Dunnett. Serão considerados significativos aqueles valores com p ≤ 0,05. Todas as análises estatísticas serão realizadas no programa SPSS, versão 20.0.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hercílio Martelli Junior

Ciências da Saúde

Odontologia
  • interações entre fatores ambientais e polimorfismos em casp8, fos, mmp-2, 4p16.2, 8p11.23, 12q13.13, 12q13.2 e 17q21.32 na suscetibilidade de fissuras orais na população brasileira.
  • Fissuras orais não sindrômicas (FONS) são as anomalias congênitas craniofaciais mais comuns, com prevalência de 1:500-2.500 nascidos vivos. Possuem etiologia complexa, com participação de fatores ambientais e genéticos. Estudos genéticos com diferentes estratégias descreveram várias regiões cromossômicas e genes candidatos à etiologia das FONS. Entretanto, poucos foram confirmados em diversas populações, o que pode ser resultado da diferença na composição étnica das populações. Recentemente, estudos realizados com populações dos Estados Unidos, da Europa e da Ásia identificaram polimorfismos de suscetibilidade para FONS nos genes/loci CASP8, FOS, MMP-2, 4p16.2, 8p11.23, 12q13.13, 12q13.2 e 17q21.32. Como o Brasil é composto por uma população miscigenada, torna-se importante confirmar se esses marcadores também mostram suscetibilidade à FONS na população brasileira. Assim, o objetivo deste estudo será avaliar o envolvimento de polimorfismos genéticos que foram descritos como marcadores de risco para o desenvolvimento de fissura oral não-sindrômica em pacientes brasileiros com fissura de lábio com ou sem fissura palatina não-sindrômica (FL±PNS). Este estudo de conveniência será conduzido inicialmente com 350 trios (pai e mãe normais e filho afetado por FL±PNS) e os marcadores que mostrarem significantes serão validados com uma amostra de 722 pacientes com FL±PNS e 866 controles provenientes de quatro Centros brasileiros especializados no atendimento de pacientes com fissuras orais. As amostras biológicas serão genotipadas pelo método de discriminação alélica com sondas fluorescentes (método Taqman® SNP Genotyping Assay) e submetidas a testes de associação, incluindo os testes de desequilíbrio de transmissão alélica (aTDT) e genotípica (gTDT) e os testes de interações genes-fatores ambientais (GxE) e gene-gene (GxG). Este estudo poderá contribuir para a melhor compreensão dos componentes etiológicos envolvidos na patogênese das FL±PNS, assim como revelar a real participação de fatores ambientais e genéticos na susceptibilidade das FL±PNS na população brasileira.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hercules Nunes de Araujo

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo da fisiopatologia de doenças neuropsiquiátricas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Sul de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/04/2020-31/03/2025