Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Fernando André Salles

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • utilização da aquaponiao como instrumento didático
  • Vide projeto anexo
  • Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - SP - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Fernando Antônio Medeiros Marinho

Engenharias

Engenharia Civil
  • sobre o efeito da estrutura de um solo potencialmente expansivo nas suas propriedades geotécnicas
  • Solos potencialmente expansivos são encontrados em vários estados do Brasil e em várias partes do mundo. Eles induzem sérios problemas em edifícios e infraestrutura civil quando o seu comportamento não é devidamente considerado. Os problemas surgem devido as variações de volume e da pressão de expansão associada a este tipo de solo, quando os mesmos interagem com condições ambientais variáveis. Argilas expansivas tendem a expandir ou contrair em contato com a água ou devido a secagem, respectivamente. A relevância deste assunto torna-se evidente ao se analisar alguns projetos recentes no Brasil, onde os solos expansivos tiveram forte impacto na sua execução e no seu custo. Dentre eles tem-se: A transposição do rio São Francisco, a refinaria da Abreu e Lima da Petrobras e o reservatório de retenção de enchentes Guamiranga em São Paulo, além de outros. Se esse tipo de solo não for corretamente identificado, e adequadamente considerados no projeto, eles podem gerar problemas de estabilidade e/ou danos às estruturas. A identificação exige em geral estudos em laboratório, embora avaliações por um engenheiro ou geólogo experiente permitam uma primeira detecção. Ainda assim, as obras sofrem com o tempo necessário para a completa caracterização e definição de uma solução. O presente projeto tem como objetivo caracterizar as condições de natureza e de estado de um solo potencialmente expansivo, buscando entender os efeitos da estrutura no desenvolvimento da pressão de expansão. Além disto pretende-se desenvolver um equipamento portátil que permita uma avaliação preliminar da pressão de expansão do solo. Será utilizado um solo da formação Resende na condição indeformada e reconstituída sob diversas condições. O estudo será realizado em câmera triaxial com medição interna de volume e em prensa de adensamento unidimensional.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Antonio Ribeiro Serra

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ativos complementares na redução das fragilidades de ser jovem e pequena: um estudo comparativo de incubadoras de empresas de bases tecnológicas brasileiras e portuguesas
  • A pesquisa em declínio organizacional, apesar de escassa, tem focado as grandes empresas, em geral. Apesar de um número crescente sobre a pesquisa de fatores que afetam a mortalidade de empresas jovens e de pequeno porte, esta pesquisa é ainda menos elucidativa. Pela gravidade do declínio nestas empresas, por exemplo, no Brasil, quase a metade das empresas morre após dois anos de fundação, esta pesquisa tem como objetivo investigar o papel dos ativos complementares como atenuadores das fragilidades das empresas de serem jovens (liability of newness) e pequenas (liability of smallness). A pesquisa será realizada em incubadoras de base tecnológica brasileiras e portuguesas. As incubadoras provêm serviços e recursos, neste trabalho, ativos complementares, que suportam as empresas incubadas enquanto ainda são frágeis. Alguns ativos providos pelas incubadoras são genéricos, como a estrutura disponibilizada. Outros, no entanto, são específicos, como o acesso a redes de relacionamento, e podem prover vantagem competitiva para as empresas incubadas. Como a oferta de ativos complementares pode variar significativamente entre incubadoras, este trabalho contribuirá para compreender a influência dos diferentes tipos e quantidades de ativos no desempenho das incubadoras, pelo desempenho agregado das empresas graduadas. Adicionalmente, o ambiente empreendedor na região da incubadora pode amplificar as relações entre os ativos complementares ofertados pela incubadora e seu desempenho. Também, na comparação entre incubadoras de país emergente, Brasil, e institucionalmente desenvolvido, Portugal, o ambiente empreendedor terá efeitos distintos. Este trabalho traz uma série de contribuições potenciais. Para a teoria, avalia o papel de ativos complementares (Teece, 1996) em relação às liability of newness (STINCHCOMBE, 1965) e liability of smallness (ALDRICH; AUSTER, 1986). Para a prática ajuda a estabelecer as condições pelas quais as incubadoras de base tecnológica podem desempenhar melhor o seu papel, evitando o declínio organizacional das empresas incubadas.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Artur Brasil Danziger

Engenharias

Engenharia Civil
  • ensaios in situ, instrumentação e fundações – qualidade em novas construções e preservação de monumentos históricos
  • Ao longo de muitos anos o proponente tem atuado na área de caracterização e estudo de comportamento de solos moles, com maior intensidade através de ensaios de campo, e mais recentemente também de ensaios de laboratório. Técnicas de amostragem foram desenvolvidas. Um Campo Experimental de solos moles, Sarapuí II, foi estabelecido, e foi desenvolvido um novo equipamento de investigação geotécnica, o piezocone torpedo. Além disso, ensaios de campo foram realizados na areia da praia de Copacabana, ampliando os materiais investigados. No presente projeto, se dará um aspecto mais amplo aos solos a serem investigados, procurando-se ensaiar solos da cidade do Rio de Janeiro, relacionados a: (i) marcos da cidade, em um primeiro momento a Lagoa Rodrigo de Freitas; (ii) prédios aonde foram realizadas, em pesquisas anteriores, medidas de recalques em prédios desde o início da construção, aonde apenas sondagens à percussão foram efetuadas; (iii) monumentos históricos, como a Igreja da Candelária, o Teatro Municipal e obras associadas ao desenvolvimento da Avenida Rio Branco, no início do século XX. Além disso, se dará continuidade à medida de recalques e cargas em prédios desde o início da construção, desta feita já com ensaios adicionais às sondagens à percussão, como piezocone, dilatômetro e dilatômetro sísmico.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Atique

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • “pauliceia esfacelada”: uma investigação sobre o processo de demolição de espaços na área central d
  • A cidade de São Paulo ficou conhecida, tanto na historiografia, quanto nos comentários midiáticos, como aquela que se destruiu para dar lugar a uma metrópole. Estas imagens de esfacelamento, ruptura com o passado ou mesmo de progresso, permearam o imaginário de gerações que viveram o século XX, e parecem ter naturalizado os processos de demolições. Isto nos leva a perceber a possibilidade de compreensão dos deslocamentos de populações atingidas pelos desmontes, processos de desapropriação, valores pagos, desaparecimento de espaços simbólicos, conflitos na imprensa e representações (laudatórias e contestadoras) ligadas a tais ações. Entretanto, também percebemos que nem tudo se perdeu ou desapareceu no tecido da cidade, muito menos no imaginário urbano. Propomos, então, uma compreensão, pelo viés da história social urbana, de algumas das dimensões inerentes à configuração e à reconfiguração da cidade. Esta investigação proposta, assim, debruça-se sobre o projeto urbano de maior impacto na centralidade de São Paulo até a primeira metade do século XX: a implantação do Perímetro de Irradiação, parte basilar do Plano de Avenidas, desenvolvido por Ulhôa Cintra e Prestes Maia, em 1922 e 1924, e instalado pela municipalidade da capital, e pelo próprio Prestes Maia de 1938 até 1945. Assim, levantaremos para o circuito que envolveu as regiões da Sé, Várzea do Carmo (Parque Dom Pedro), Santa Ifigênia, República, Bixiga e Liberdade, os procedimentos administrativos, as tensões sociais inerentes à atividade demolidora da municipalidade, as representações de progresso e futuro, bem como a emergência de textos, representações visuais e processos judiciais que serviram de avesso à ideia de que a obra de implantação do Anel Automobilístico foi consensual em São Paulo. O objetivo é, em última instância, duplo: a) levar a uma reconstituição tridimensional virtual, de trechos arrasados da cidade para a implantação do perímetro de irradiação, garantindo uma compreensão maior dos impactos das mudanças espaciais, as sobrevivências, e uma aplicação didática, e b) a formatação de uma exposição, em que documentos burocráticos, relatos textuais, imagens e a reconstrução visual da cidade pré e pós perímetro de irradiação possam ser divulgados.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Augusto Bozza

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação de um método molecular para a detecção rápida de patógenos em pacientes com sepse
  • Uma identificação rápida e o início precoce de antibioticoterapia são os pilares da abordagem dos pacientes com sepse e estão diretamente associados a um melhor prognóstico. O uso correto de antibióticos implica em melhores resultados clínicos e uma menor emergência de bactérias multirresistentes. Para isto é fundamental o conhecimento da microbiologia hospitalar, bem como métodos rápidos e confiáveis de detecção de patógenos. Esta proposta tem como objetivo avaliar a aplicação de técnicas de diagnóstico microbiológico baseadas em metodologias moleculares, que permitam uma rápida identificação de patógenos, comparado com as metodologias tradicionais. Esta proposta combina a utilização de um teste rápido de desenvolvimento local (IBMP-FIOCRUZ), com métodos microbiológicos-padrão, seqüenciamento de nova geração (NSG) e informação clinica de alta qualidade. Esta abordagem possibilitará a avaliação de uma nova tecnologia desenvolvida pela FIOCRUZ voltada para um diagnóstico microbiológico rápido e preciso, que poderá implicar em um melhor manejo dos pacientes com sepse. Adicionalmente, possibilitará um melhor conhecimento da microbiologia dos agentes etológicos de sepse em nosso meio, bem como consolidará uma rede local para estudos em resistência antimicrobiana
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 30/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Fernando Barbosa Noll

Ciências Biológicas

Zoologia
  • filogenia, biogeografia e evolução da socialidade em vespas neotropicais (vespidae: epiponini)
  • Os Vespidae correspondem à família onde a maioria das vespas sociais é encontrada. Apresenta seis subfamílias viventes: Euparagiinae + (Masarinae + (Eumeninae + (Stenogastrinae + (Polistinae + Vespinae)))). Vespídeos sociais são de importância central no estudo da evolução do comportamento social porque, são considerados um marco evidente, uma transição refinadamente gradual entre solitário e altamente eusocial. Polistinae é uma das subfamílias que apresentam alta diversidade na região Neotropical, onde ocorre três de suas quatro tribos: Polistini, Mischocyttarinie Epiponini. Nos Epiponini, 19 gêneros são reconhecidos e são muito diversos nos trópicos, sendo 103 espécies endêmicas ao Brasil. Os Epiponini apresentam uma variada arquitetura de ninho, fundação por enxameio e poliginia (múltiplas rainhas funcionais). Atualmente quatro filogenias são conhecidas para os Polistinae e uma exclusiva para os Epiponini, sendo que tais estudos mostram certa instabilidade no relacionamento de alguns clados internos, o que compromete a interpretação evolutiva de várias síndromes comportamentais. Esta proposta busca investigar o uso de dados moleculares na reconstrução filogenética das relações dessa tribo através de uma análise de evidência total que possa auxiliar no entendimento das relações entre os gêneros, e consequentemente investigar a evolução do comportamento social nessa tribo, sobretudo aspectos relacionados à evolução das castas e possíveis sinalizações químicas, mensuradas pelo estudo de hidrocarbonetos cuticulares. Espera-se também estudar origem de Epiponini na Neotrópica e sua posterior radiação por toda esta região.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Bellissimo Rodrigues

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo aberto, prospectivo, randomizado, ativo-controlado e adaptativo na segurança e eficácia do tratamento com inibidor de il-6 versus inibidor de il-17 versus baixas doses de il-2 versus tratamento padrão em pacientes hospitalizados com manifestação se
  • Não há tratamentos atuais aprovados para COVID-19. Com sua taxa de 15% de manifestações graves, o sistema de saúde será sobrecarregado. Opções de tratamento que visam controlar a replicação do vírus (antirretrovirais e antivirais de amplo espectro), como o Remdesivir e Hidroxicloroquina vêm sendo utilizados. Para os casos severos, observa-se uma tendência na formação de fibrose e vasculite pulmonar como causa de morte. Nossa hipótese é que o tratamento dirigido à vasculite e à inflamação pulmonar secundária a infecção viral pode ajudar na sobrevivência de nossos pacientes (redução da mortalidade) e/ou diminuir o tempo em ventiladores mecânicos. Para isso, planejamos um estudo com 4 braços, convertidos em 2 após análise interina (60 pacientes para a fase inicial, amostragem recalculada após a análise inicial e seguindo com 2 braços de tratamento). Na primeira etapa, teremos o tratamento com inibidor de IL-6 (com anticorpo monoclonal que se liga ao receptor de IL-6), no primeiro braço do estudo; inibidor de IL-17, um tratamento inédito para COVID-19, no segundo braço do estudo. Ambas Interleucinas estão relacionadas no direcionamento da resposta imune. Finalmente, no terceiro braço, baixas doses de IL-2, essa citocina, já foi identificada na modulação de células T reguladoras (Treg), os quais, estão relacionados com a resolução de vasculite em decorrência de infecções com vírus da hepatite C. No quarto braço, está o tratamento padrão da instituição, o qual será nosso controle durante as análises dos dados. Inicialmente, para os 60 primeiros pacientes incluídos, o estudo terá 4 braços (15 pacientes por braço; randomizados em razão 1:1:1:1). Uma avaliação interina de eficácia e segurança nesse ponto irá determinar a seleção de uma abordagem de tratamento (estudo adaptativo), em comparação com o grupo controle. Para mostrar uma redução de 30% na mortalidade, nós precisaremos de cerca de 300 pacientes em todo o estudo, incluindo o estudo piloto. Esse estudo será multicêntrico, com tempo de recrutamento de 4 a 6 meses e acompanhamento de cada paciente por cerca de 4 semanas. A partir dele traremos dados complementares aos esforços globais no combate e elucidação dos casos de COVID-19.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Fernando Bezerra Lopes

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • sensoriamento remoto multiespectral e hiperespectral aplicado ao monitoramento de águas continentais da região semiárida do brasil
  • O sensoriamento remoto da cor da água permite, de forma sinótica, capturar a resposta espectral de massas de água com diferentes concentrações de constituintes. Modelos empíricos, semi-analíticos e analíticos, podem ser desenvolvidos para mapear massas de água com diferentes composições, a partir de correlações entre dados de resposta espectral e dados físicos e limnológicos. Estes modelos, quando integrados com imagens, diminuem não só o custo das coletas como também geram informações espacialmente contínuas, que por sua vez são importantes subsídios para o gerenciamento eficiente da qualidade da água. O foco principal do sensoriamento remoto em ecossistemas aquáticos é mapear a distribuição das propriedades ópticas das massas de água, e com isto, correlacionar estas propriedades com as concentrações dos constituintes no sistema aquático. O objetivo é o desenvolvimento de metodologias, apoiadas em técnicas e dados de sensoriamento remoto, para subsidiar o monitoramento espaço-temporal da qualidade de água em açudes do semiárido. Objetiva-se, também, promover a melhoria da qualidade de vida e o despertar da consciência crítica das pequenas comunidades rurais para o manejo e conservação dos recursos naturais do semiárido cearense na busca de uma maior disponibilidade hídrica e preservação da biodiversidade da região. A metodologia para monitoramento de qualidade de água a ser desenvolvida nesta pesquisa baseia-se na integração de imagens multiespectrais com dados hiperespectrais de campo e de qualidade de água, coletados in situ. A área de estudo corresponde aos açudes Pereira de Miranda, General Sampaio e Caxitoré, localizados na Bacia do Curu, Ceará. A mesma está localizada entre as coordenadas geográficas 3° 20’ e 4° 36’ de latitude Sul e 38° 55’ e 39°50’ de longitude Oeste, limitando-se ao norte, com o Oceano Atlântico, a leste com a Bacia Metropolitana e a oeste com as bacias do Acaraú e Banabuiú, e abrange 15 municípios com uma população de 353.345 habitantes. Serão coletadas amostras de água superficiais entre 30 e 50 cm de profundidade com frequência trimestral, onde serão determinados os seguintes atributos limnológicos: físicos, químicos e biológicos. As medidas espectrais, acima da água, serão obtidas com auxílio do espectrorradiômetro, resolução espectral de 1 nm, e que abrange a faixa espectral de 350 a 2500 nm. Serão usadas imagens orbitais oriundas do sensor MERIS (Medium Resolution Imaging Spectrometer) que é um espectrômetro imageador de varredura eletrônica (pushroom) a bordo do satélite ENVISAT (Environmental Satellite) de observação da Terra, da Agência Espacial Européia (ESA). Também serão usadas imagens do sensor Landsat 8, que possui dois instrumentos imageadores, sendo um deles um sensor ótico (OLI – Operational Land Imager) com duas novas bandas, uma para observar nuvens de alta altitude (cirrus clouds) e outra para observar a atmosfera e a qualidade da água em lagos e águas costeiras rasas (coastal/aerosol), e sua resolução espacial é de 30 m. O outro, é um sensor infravermelho termal, TIRS (Thermal InfraRed Sensor), com duas bandas termais. Algumas coletas de campo serão programadas para ocorrerem simultâneas a aquisição de imagens dos sensores para permitir o mapeamento em ampla escala das propriedades dos sistemas aquáticos. Os modelos serão testados usando os parâmetros espectrais, indicados pela etapa de análise espectral entre os dados de sensoriamento remoto e os dados limnológicos. Para as posições espectrais de maior correlação com as variáveis limnológicas serão determinados modelos de regressão para estimativas dos constituintes presentes nas águas dos reservatórios da Bacia do Curu, Ceará. Espera-se desenvolver modelos para correlação entre medições radiométricas e a qualidade da água de mananciais, e definir um modelo onde os corpos hídricos possam ter suas águas classificadas através de imagens de satélite.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Bittencourt Luciano

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • bactérias ácido-lácticas e seus metabólitos contra patógenos e contaminantes associados à produção agroalimentar
  • Este projeto visa utilizar bactérias ácido-láticas e seus produtos de fermentação como alternativas para minimizar os problemas com patógenos e contaminantes na produção animal e em grãos estocados. Suínos e aves de produção apresentam alta prevalência de bactérias do gênero Salmonella, sendo uma importante fonte de contaminação para os produtos de origem animal. Além disso, com clima e temperatura favoráveis, os grãos produzidos pelo Brasil são extremamente susceptíveis a contaminação fúngica, o que coloca em risco também nossos produtos de origem vegetal. No caso de contaminação fúngica, existe o agravante de que muitos possuem como produto de metabolismo secundário, as micotoxinas, que irão causar dano ao consumidor, seja ele humano ou animal. De acordo com o demonstrado na literatura internacional, bactérias ácido-lácticas e seus metabólitos podem ser utilizados como alternativa a antibióticos e antimicrobianos sintéticos para promover: (1) sanidade na produção animal, (2) redução do crescimento de fungos em grãos e (3) consequente diminuição nos índices de contaminação por micotoxinas destes produtos. Sendo assim, é objetivo desde projeto, dar início a pesquisas que acarretem no desenvolvimento de métodos para eliminação de bactérias patogênicas e fungos contaminantes na produção animal e em grãos destinados a alimentação humana e animal. O projeto contará com técnicas microbiológicas e cromatográficas para triagem de bactérias ácido-lácticas e avaliação de seus efeitos sobre os microrganismos em estudo para, com parceria firmada com empresas, desenvolver e viabilizar produtos para aplicação na alimentação humana e animal.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Carlos Araujo Ribeiro

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • maprad: mapeamento da radioatividade em solos brasileiros
  • O Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD/CNEN/MCTIC) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM/MME) desenvolvem, através de um acordo de cooperação, o projeto MAPRAD – Mapeamento da radioatividade em solos brasileiros. O projeto em questão tem como objetivo estudar o comportamento de elementos radioativos nos solos em todo o território nacional. Para esta proposta, serão trabalhadas as amostras de solo dos estados da região Nordeste (Ceará, Bahia e Paraíba), coletadas pela equipe da CPRM, que foram enviadas para o IRD onde serão processadas e analisadas por espectrometria gama para determinação de Ra-226, Ra-228, K-40 e Cs-137. Os resultados das análises serão interpretados através de programas computacionais de estatística e sistemas de informação geográfica, sendo avaliado o comportamento geoquímico dos elementos nos solos, correlacionados com fatores ambientais como geologia, mineralogia, pedologia, climatologia, relevo, vegetação, uso e ocupação dos solos. Serão também elaborados mapas de distribuição de radioatividade nos solos. Com este projeto, espera-se contribuir com o conhecimento das concentrações e comportamento destes elementos nos solos, determinando valores de concentrações de base, além de oferecer suporte para estudos epidemiológicos sobre impacto da radiação ionizante em grupos populacionais. Por fim, o projeto tem o objetivo de compor um atlas da distribuição destes elementos radioativos nos solos brasileiros e consequente dose externa à qual a população está exposta.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Cesar Paiva Dagosta

Ciências Biológicas

Zoologia
  • distribuição, biogeografia e conservação dos peixes do cerrado
  • Nos últimos 50 anos, o Cerrado perdeu mais da metade de sua cobertura original para pastagens plantadas, terras agrícolas e desenvolvimento urbano. Esses processos transformaram o Cerrado e impulsionaram o Brasil a se tornar o maior exportador mundial de carne bovina e soja. A fauna e a flora terrestre do Cerrado são relativamente bem conhecidas, mas o mesmo não acontece com os peixes. O bioma Cerrado ainda carece de uma lista abrangente de suas espécies de peixes. Os dados sobre a distribuição de seus peixes estão espalhados em milhares de descrições de espécies, sem esforços para sintetizar ou compilar essas informações. A proposição de áreas de conservação no bioma nunca considerou adequadamente a perspectiva de sua ictiofauna, apesar do fato de que o Cerrado abriga 42% (131 spp) das espécies brasileiras de peixes de água doce ameaçadas de extinção. Portanto, a proposta aqui apresentada pretende, pela primeira vez, compilar e qualificar dados de distribuição de espécies de peixes do Cerrado para permitir que futuros esforços de conservação no bioma possam considerar adequadamente sua rica ictiofauna e sua complexa história biogeográfica. Esta proposta está dividida em três fases: (i) produzir a primeira lista de peixes do Cerrado a partir do exame de coleções científicas e informações da literatura, montando um banco de dados GPS para gerar mapas de distribuição de todas as espécies de peixes do bioma, (ii) realizar análises biogeográficas históricas sob um arcabouço histórico-biogeográfico e definer Áreas de Prioridade de Conservação (APC) para peixes no Cerrado (analyses Infomap Bioregions, PAE, CADE, BPA), e (iii) divulgar os resultados do projeto em manuscritos e disponibilizar o banco de dados em uma plataforma online. As coordenadas de GPS serão adquiridas consultando a literatura taxonômica (e.g., descrições de espécies, revisões) e por meio de repositórios de metadados (e.g., speciesLink, GBIF). A composição de pesquisadores do projeto é formada por especialistas de cada grupo taxonômico para facilitar a verificação de dados para o banco de dados. Os resultados desta pesquisa devem esclarecer quem são e como as espécies de peixes do Cerrado são distribuídas, especialmente aquelas ameaçadas e, futuramente, servirão de arcabouço para entender a dimensão e as conseqüências dos impactos da expansão agrícola sobre a ictiofauna dos rios e lagos que drenam o bioma.
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando de Jesus Rodrigues

Ciências Humanas

Sociologia
  • a expansão das “facções” e o novo “mundo do crime” no nordeste: os elos a partir de alagoas
  • Nos próximos três anos, o projeto pretende acompanhar as trajetórias de adolescentes e jovens entrelaçados a mercados criminais e redes faccionais que se expandem por cidades do interior de Alagoas e se conectam a rotas e redes de cidades de diferentes estados do Brasil. Como consequência, também pretende-se mapear circuitos migratórios e criminais que formam as margens nas quais se modelam fronteiras entre alguns estados da federação. O esforço para se estabelecer “contornos da legalidade” e as tomadas de posições que redundam em borramentos de tais limites pretendem ser desenhados através das ligações entre pessoas a mercados de drogas e mercadorias roubadas. Ainda nesses contextos, atentamo-nos para as alianças faccionais expressas nas afeições nutridas por adolescentes e jovens aos símbolos CV (Comando Vermelho) e PCC (Primeiro Comando da Capital) em pequenas e médias cidades de Alagoas e, a partir delas, de outros estados do Brasil. A procura pelos vínculos interestaduais toma como foco as redes do tráfico, a circulação de dinheiro, de mercadorias ilegais além das singularidades das vigências de repertórios morais e de justiça em redes de cidades alagoanas e entre agentes que as constituem. Preocupamo-nos em entender como novas tendências migratórias se conectam a novos fluxos modeladores de mercados criminais por interiores do país. Algumas perguntas nos guiam. Como compreender as disposições de jovens para o deslocamento em busca de oportunidades, considerando os constrangimentos a que se vem pressionados e às tomadas de posição diante desses constrangimentos? Como as pequenas e médias cidades, especialmente do Nordeste, se entrelaçam a esses novos contextos? Como as economias legais e ilegais mutuamente se engendram em redes de interdependências que atravessam diferentes estados, após o ciclo de urbanização e distribuição de recursos por interiores do país durante os governos do partido dos trabalhadores? Portanto, a opção metodológica privilegia a singularidade das redes entre pessoas através das quais se dão movimentos intra e interestaduais, a partir de cidades alagoanas. Adota-se uma perspectiva etnográfica e não uma comparação “geral” entre estados.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando de Oliveira Souza

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • sistemas sujeitos a retardo no tempo
  • Problemas de análise de estabilidade e controle de sistemas físicos são de grande importância para toda engenharia, além de terem aplicações num vasto rol das áreas do conhecimento. Todos os processos de manufatura industriais se beneficiam das técnicas de controle, pois o sucesso deles depende da operação eficiente dos seus equipamentos de forma individual e coletiva. Entre as aplicações neste ramo da indústria está a robótica, usinagem de metais, síntese química, geração de energia, controle de motores, britagem e mixagem, entre outras. Para a solução desses problemas, métodos empíricos baseados na aplicação de sinais de testes podem apresentar resultados insatisfatórios ou podem até mesmo ser inviáveis, principalmente em plantas complexas, perigosas ou que envolvam grande custo. Portanto os métodos usualmente utilizados são baseados em modelos analíticos dos sistemas físicos, os quais precisam se comportar o mais próximo dos processos reais, tornando necessária uma melhor caracterização da presença de incertezas nos modelos, provenientes de dinâmicas negligenciadas da planta, de não-linearidades, de distúrbios externos e de imprecisão em relação aos valores dos parâmetros do sistema. Ademais, reações de grande parte de sistemas físicos, relativas a sinais e ações externas não são instantâneas. Esta característica envolve, principalmente, uma grande classe de sistemas físicos relacionados com transmissão e/ou transporte de energia, matéria ou informação. Nesse sentido, não só devem ser consideradas incertezas paramétricas nos modelos que descrevem esses sistemas, como também sua dependência a ações e reações passadas. Em outras palavras, também haverá dependência em relação ao retardo no tempo, que constitui o principal objeto de pesquisa deste projeto. Há inúmeros exemplos de sistemas nos quais a presença do retardo no tempo pode acarretar instabilidade, degradação de desempenho, ou dinâmicas complicadas. Por outro lado, curiosamente, o retardo no tempo pode também ser aplicado intencionalmente em sistemas de forma a beneficiar a estabilidade, desempenho ou até mesmo com o objetivo de forçar que sistemas apresentem dinâmicas mais sofisticadas. O presente projeto de pesquisa propõe desenvolver novos métodos de análise de estabilidade e controle de sistemas dinâmicos baseando em seus modelos analíticos (matemáticos), os quais podem estar sujeitos a incertezas paramétricas e ao retardo no tempo. Destaca-se que o objeto de estudo deste projeto de pesquisa justifica-se, em termos práticos, pela extensa classe de sistemas na qual incertezas paramétricas e o retardo no tempo podem ocorrer. Em termos teóricos, fundamenta-se na grande complexidade e demanda na literatura por métodos que sejam mais eficazes para lidarem com tal classe de sistemas. Evidenciada a importância do objeto de pesquisa proposto, destaca-se que este projeto visa dar continuidade a pesquisas com resultados preliminares já obtidos pelo presente proponente e colegas, sendo que a metodologia de pesquisa utilizada fundamenta-se principalmente na teoria de controle robusto aliada a ferramentas de otimização. Ademais, insta salientar que os métodos existentes na literatura, que lidam com sistemas sujeitos a retardo, são geralmente de caráter suficiente, com grande custo computacional ou envolvem computação simbólica. Neste sentido, certificasse que ainda há muito a ser desenvolvido neste contexto, principal motivação para a apresentação da presente proposta. De forma geral as principais metas são: i) condições computacionalmente eficientes, formuladas preferencialmente em termos de desigualdades matriciais lineares e ii) condições menos conservadoras que condições disponíveis na literatura de controle. Outrossim, serão tratados problemas de controle específicos que podem envolver incertezas paramétricas e retardo no tempo, como: consenso em sistemas multiagentes, controle descentralizado em comboios de veículos autônomos, sistemas de controle por rede, desenvolvimento de métodos de projeto de controladores PID, controle de sistemas não-lineares via abordagem Takagi-Sugeno, etc. Espera-se que possam ser alcançados resultados que contribuam para o enriquecimento e para o avanço de pesquisas acerca da análise de estabilidade e controle robusto de sistemas sujeitos ao retardo no tempo. Acredita-se que os impactos e efeitos multiplicadores dos resultados do projeto proposto sejam: domínio de metodologias de ponta, aplicações potenciais, divulgação em periódicos/congressos e formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Diefenthaeler

Ciências da Saúde

Educação Física
  • contribuição dos fatores morfológicos e neurais para a produção de força em diferentes comprimentos musculares no ciclismo
  • O ciclismo tem grande destaque global em função de seus benefícios como forma de lazer, transporte, prevenção de doenças e esporte. Em função disso, o número de adeptos ao ciclismo é elevado pelas diversas possibilidades de práticas da modalidade. No ciclismo competitivo o objetivo principal é o máximo desempenho, sendo importante, portanto, que o ciclista esteja em uma posição mais aerodinâmica possível para minimizar o efeito da resistência do ar e maximizar a energia despendida. Os ajustes na geometria do complexo ciclista-bicicleta alteram a amplitude de movimento (ADM) das articulações envolvidas no movimento da pedalada. Tendo em vista a importância da otimização das forças aplicadas no pedal por ciclistas é de se esperar que mudanças na posição do selim (i.e. altura) alteram a ADM, e consequentemente a capacidade de produção de força e a arquitetura dos músculos envolvidos na pedalada. A partir dessas informações será possível determinar qual é o melhor ajuste do complexo ciclista-bicicleta no que diz respeito à técnica de pedalada. Portanto o objetivo do presente estudo é investigar os parâmetros morfológicos e neurais associados com o desempenho técnico no ciclismo e de que forma essas informações podem contribuir na aprendizagem da técnica de pedalada. Os efeitos de diferentes ajustes do complexo ciclista-bicicleta sobre o sistema musculoesquelético poderiam também elucidar melhor possíveis adaptações provocadas pelas diferentes modalidades esportivas (i.e. ciclismo e triatlo) sobre a capacidade de produção de força, além de eventuais alterações na técnica de pedalada destes grupos de atletas. Sendo assim, a necessidade de se estudar todos esses parâmetros de forma sincronizada e simultânea, ao variar-se a posição do ciclista na bicicleta, tem uma importância fundamental no momento da escolha do tamanho do quadro da bicicleta, do tamanho do pedivela a ser adotado, da regulagem da altura do selim e dos demais ajustes do complexo ciclista-bicicleta tanto para ciclistas experientes quanto para recreacionais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Ely

Ciências Biológicas

Imunologia
  • cti-nano - nanodispositivos-nanossistemas eletrônicos e fotônicos
  • A estratégia do CTI Renato Archer é compartilhar seus principais laboratórios, financiados com recursos públicos, a estudantes, pesquisadores, empresas, start-ups e inventores independentes para desenvolver seus projetos, fabricar, encapsular e testar protótipos. Essa estrutura, associada a consolidação do parque tecnológico CTI-Tec, criará um ambiente propicio para inovações em TI: hardware e software, principalmente aquelas voltadas ao desenvolvimento de soluções para indústria 4.0 e saúde avançada. Especificamente, o CTI-Nano é organizado como um arranjo de três laboratórios chave e outros cinco laboratórios de apoio, mantendo um modelo de laboratório aberto multiusuário. CTI-Nano é capaz de apoiar projetos de P,D&I em nanodispositivos-nanossistema eletrônicos e fotônicos, cobrindo etapas de desenho, fabricação, encapsulamento e caracterização eletroóptica.
  • Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - SP - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Fernando Fabriz Sodré

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • monitoramento, mapeamento e elaboração de sistema de alerta precoce para covid-19 via análise de cargas virais em águas residuárias urbanas
  • Esta proposta baseia-se na análise de águas residuárias (esgoto municipal) como forma de identificar e quantificar biomarcadores de Sars-CoV-2 como forma de estimar curvas de contágio comunitário em complemento aos atuais sistemas de vigilância em saúde. Esta estratégia, denominada Epidemiologia do Esgoto” (do inglês, Wastewater-based Epidemiology – WBE”) tem sido aplicada de modo inovador para avaliar a exposição de populações a substâncias químicas e patógenos de interesse de maneira empírica e em tempo-quase-real. A estratégia será usada no Distrito Federal, que servirá como região-modelo por possuir ampla rede de esgotamento sanitário e por ter sido objeto de estudos usando WBE nos últimos dez anos por parte da equipe desta proposta. Serão investigadas oito estações de tratamento de esgotos (ETE) atendem diferentes regiões em termos econômicos e culturais. Amostras compostas (24 h) e representativas de esgoto serão coletadas a cada semana por, no mínimo, 18 meses, e investigadas por meio da análise de oligonucleotídeos iniciadores (primers/probes) de genes marcadores do vírus Sars-CoV-2 por RT-PCR, conforme recentes trabalhos que verificaram a presença de nucleotídeos em amostras de esgoto em países como Holanda, EUA e Suécia. Considerando que partículas viáveis de vírus raramente sem mantem sob as condições encontradas no esgoto, fragmentos de RNA de Sars-CoV-2 serão extraídos, isolados e analisado por RT-PCR, com confirmação via confirmados por sequenciamento de nucleotídeos do gene amplificado. Considerando que a curva de contágio está em evolução, o trabalho de amostragem se iniciará mesmo antes do período de vigência do Projeto e as amostras coletadas serão preservadas para posterior análise. Durante o desenvolvimento da curva de contágio, os esgotos afluentes às oito ETEs serão monitorados. Com o esperado arrefecimento da epidemia um número menor de ETEs serão monitoradas. Quando for identificado uma situação de controle, esgotos afluentes à duas ETEs continuarão a serem monitorados, servindo como sentinelas para identificação do surgimento de novo surto. Neste caso, o monitoramento das oito ETE será retomado. Os níveis encontrados serão normalizados em relação às populações atendidas por cada ETE, a fim de se classificar comunidades e identificar focos emergentes de infecção. Isso facilitará a criação de sistema de alerta precoce para identificar pontos de acesso, promover medidas eficientes de prevenção e intervenção e subsidiar ações de vigilância em saúde e nova políticas públicas para controle de surtos epidêmicos da CoVID-19, bem como de outros patógenos passíveis de serem monitorados via WBE.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Fernando Fabriz Sodré

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • quantificação de resíduos de drogas, metabólitos e adulterantes no esgoto doméstico: estratégias para estimar consumo, identificar padrões de uso e perfil de usuários
  • Resíduos de drogas de abuso e de seus produtos de metabolização surgem no esgoto doméstico em função do estilo de vida das sociedades modernas. Ao acessar concentrações analíticas destas substâncias é possível estimar o consumo da população de maneira empírica, não invasiva e em tempo real. Ainda, essa estratégia, denominada epidemiologia do esgoto, permite investigar variações espaciais e cenários temporais relacionados às dinâmicas de consumo. Este projeto busca refinar a epidemiologia do esgoto de modo que seja possível: (i) diferenciar rotas de administração da cocaína (intranasal e pulmonar), investigar variações diárias no uso de crack (pedra) e cocaína (pó) e (ii) dimensionar o uso de cocaína em associação a outras drogas, notadamente o álcool. Para tanto, amostras de esgoto serão coletadas e investigadas por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas (LC-MS/MS) quanto aos níveis de cocaína, benzoilecgonina (metabólito majoritário), anidroecgnonina (metabólito associado ao crack) e cocaetileno (metabólito associado ao consumo de álcool). Também serão investigados os níveis de etilsulfato (indicador do consumo de álcool), da fenacetina e do levamisol, ambos adulterantes prevalentes no crack e na cocaína pó, respectivamente. Os resultados permitirão, de maneira inédita, refinar a ferramenta para a realidade regional e nacional.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Fernandes Paiva

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de métodos de imagens por ressonância magnética para estudo de meios porosos
  • O processo de acidificação matricial corresponde à aplicação de ácido nas rochas reservatórios, criando canais de escoamento mais eficientes chamados de wormholes. Como quase metade dos reservatórios mundiais são formações carbonáticas, rochas altamente solúveis em ácidos, o processo de estimulação ácida se torna um método de baixo custo para melhorar a produtividade de um reservatório de petróleo. Apesar da extensa utilização desse recurso, ainda não se tem informações suficientes sobre as características dos wormholes resultantes desse processo. Inúmeras são as técnicas utilizadas para se obter informações sobre essas rochas e a Ressonância Magnética (RM) tem tido papel fundamental nessa área. Entretanto, a avaliação dos wormholes, bem como da dinâmica dos fluidos em rochas submetidas ao processo de acidificação não podem ser feitas ou ficam prejudicads pela ausência de informação espacial associada às técnicas convencionais tipicamente utilizadas. Assim, a técnica de imagens por RM surge com uma potencial candidata para fornecer informações espaciais e dinâmicas sobre esses sistemas de grande interesse para a indústria petrolífera. Dessa maneira, o presente projeto propõe desenvolver e implementar métodos de imagens por RM para o estudo de meios porosos. Em particular, o foco será na análise estática e dinâmica de sistemas submetidos ou que simulem o processo de acidificação. Imagens estáticas serão utilizadas para analisar a morfologia das rochas, com particular atenção aos wormholes, utilizando técnicas de análise de imagens. Além disso, propomos desenvolver métodos que possibilitem o estudo de fluxo dentro dessas rochas, buscando gerar mapas de velocidade no interior das mesmas para uma caracterização mais precisa de como o fluido de estimulação e a litologia determinam o padrão de corrosão. Assim, pretendemos contribuir com o aprimoramento acerca do conhecimento das alterações provocadas pelos processos de acidificação em rochas carbonáticas, o que deve auxiliar no aprimoramento de tais processos podendo melhorar a eficiência e aproveitamento da extração de petróleo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Ferrari Putti

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • cultura do tomate irrigado com água tratada eletromagneticamente sob deficit hídrico
  • A crescente escassez de recursos de água doce, em âmbito mundial, torna o desenvolvimento de práticas de irrigação sustentáveis um desafio fundamental para a agricultura. A planta é afetada diretamente pela qualidade e quantidade de água que recebe, logo, o déficit hídrico afeta o seu crescimento e a sua produtividade, pois provoca a produção excessiva de EROS o que pode acarretar em alterações morfológicas e fisiológicas nas plantas. Uma das principais plantas afetadas por essas intempéries é o tomate, o qual apresenta expressivo crescimento em sua demanda, por ser um fruto saboroso, rico em nutrientes, e de alto valor agregado. Entretanto, é sensível ao clima, concentração de sais, pragas e plantas daninhas. Com isso, a inserção de tecnologias na agricultura busca otimizar e aumentar a produção. Pesquisas recentes apontam que, quando a água é induzida ao campo eletromagnético, ocorre um processo físico que auxilia na polarização da água, reduzindo o número de clusters. Deste modo, o presente projeto visa mitigar os efeitos da água tratada eletromagneticamente e não tratada em tomateiros sob déficit hídrico. O experimento será conduzido na Fazenda Experimental da Faculdade de Ciências e Engenharia, Campus de Tupã (FCE/UNESP). Será adotado o delineamento experimental em blocos casualizados para o experimento, em esquema fatorial 2 × 4, sendo dois tipos de água (água tratada eletromagneticamente e não tratada) e quatro lâminas de irrigação (40, 60, 80 e 100 da ETc) para a cultura do tomate. Serão avaliadas as variáveis biométricas, bioquímicas, nutricionais, trocas gasosas e produção do tomate.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022