Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Renan Vieira Rocha

Engenharias

Engenharia Civil
  • modelagem hidrológica para avaliação da segurança hídrica frente às mudanças climáticas no semiárido cearense (modash)
  • A avaliação da segurança hídrica no Ceará é importante em função das secas recorrentes, como a recente de 2011 e 2019. Eventos como estes geram diversos danos socioeconômicos e ambientais. A correta avaliação da segurança hídrica local, em escala de longo prazo, perpassa três principais problemas: ausência de dados confiáveis de vazão afluente à diversos reservatórios (principal mecanismo local de convivência com a seca); incertezas acerca do clima futuro; e complexidade de estimação de cenários de demanda futura. A mitigação desses problemas requer estudos sobre modelagem hidrológica, acoplamento de modelos climático-hidrológico, simulação da cascata de reservatórios e estimativa de demanda agrícola (principal demanda hídrica do estado). A complexidade da simulação das vazões afluentes aos reservatórios do estado do Ceará se relaciona com a rápida expansão da micro-açudagem, adotada como estratégia individual de convivência à seca, o que é reflexo da ausência de governança local. Essa realidade impõe o uso de modelos hidrológicos complexos para permitir uma melhor compreensão da dinâmica local e o desenvolvimento de soluções. A modelagem em si encontra um problema técnico local da ausência de informações relevantes como características hidráulicas do solo, necessitando mais análises e estudos de campo para validação de dados comumente utilizados na literatura. A proposta visa analisar a Segurança Hídrica no contexto das mudanças climáticas para a bacia do Rio Banabuiú, região do Sertão Central cearense, por meio da geração de cenários de longo prazo de demanda hídrica e de clima futuro. O desenvolvimento de uma modelagem hidrológica robusta com acoplamento de modelos de mudança climática e de operação de reservatórios permite a geração de cenários de oferta hídrica de longo prazo. A utilização de entrevistas técnicas em conjunto com modelagem para estimação das demandas de longo prazo permite a cenarização e avaliação da segurança hídrica da região de estudo.
  • Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - CE - Brasil
  • 04/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renata Alves Monteiro

Ciências Humanas

Psicologia
  • saúde mental, hábitos alimentares e experiência subjetiva de pessoas com transtornos alimentares durante a pandemia de covid-19 no brasil e espanha
  • A pandemia global de Covid-19 provocou alterações negativas na saúde física e mental da população em geral. Em resposta ao intenso estresse gerado pela crise sanitária, pessoas com doenças mentais pré-existentes, como nos transtornos alimentares (TA), podem ter maior risco de morbimortalidade. O impacto sanitário, social e econômico da pandemia gerou rupturas e traumas experienciados singularmente nos TA, exacerbando risco de consequências, como o aumento da preocupação com imagem corporal; da ansiedade e depressão, que, estando associados à limitação de acesso a alimentos, imprimem maior agravamento da sintomatologia. Além disso, deve-se considerar limitações de acesso aos serviços especializados impostas pela pandemia, interrompendo a manutenção do tratamento. Todavia, mesmo com o retorno das atividades ainda não é esperada diminuição dos desafios enfrentados pelos pacientes e serviços. Visto que tais desafios se mantêm mesmo após quase dois anos de pandemia, pouco ainda se sabe sobre a vivência do cotidiano de pessoas com TA e os fatores associados ao agravamento dos transtornos. Assim, pergunta-se: “A pandemia COVID-19 influenciou a vivência psíquica relacionada ao corpo e ao comer em pessoas com TA acompanhados na rede de saúde mental no Brasil e Espanha?”. Revisão sistemática mostrou que mudanças nas rotinas de atividades e isolamento social foram relacionadas à exacerbação dos sintomas nos TA, mostrando necessidade de pacientes serem tratados com alta prioridade na pesquisa e formulação de políticas de saúde. Este estudo multimétodo e interdisciplinar propõe, em pessoas com TA, caracterizar fatores associados ao prejuízo na saúde mental, nos hábitos e insegurança alimentares, práticas de autocuidado e de tratamento durante a pandemia de Covid-19 no Brasil e Espanha. Ainda, a entrevista psicanalítica buscará promover a narrativa das vivências psíquicas relacionados ao corpo e ao comer durante a pandemia de Covid-19.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 15/08/2022-31/08/2025
Foto de perfil

Renata Antoun Simao

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • encapsulamento de fármacos para liberação controlada para uso odontológico
  • A clorexidina (CHX) é um fármaco de ação antimicrobiana de amplo espectro. A incorporação desta substância em substratos que permitem sua liberação controlada pode garantir maior eficiência tanto no tratamento de doenças periodontais como para uso em cimentos reparadores. Neste projeto, diferentes métodos de encapsulamento de CHX serão empregados para carreamento de fármacos em ambientes secos, úmidos, aeróbicos e anaeróbicos. O projeto se propõe a modificar 2 diferentes biomateriais: amido e um cimento reparador biocerâmico, utilizado em odontologia, adicionando nanopartículas de CHX. Duas diferentes rotas de produção de nanopartículas de CHX serão testadas: uma rota seca através da incorporação do fármaco em hexametafosfato e uma rota úmida pela incorporação em amido através de um processo de nanoprecipitação. Os fármacos encapsulados em nanopartículas terão função também como reforço estrutural. Tanto o amido como o material de reforço poderão ser tratados por plasma e o efeito do plasma na forma das nanopartículas e nas propriedades finais também serão avaliadas. A equipe proponente já está trabalhando neste tema desde 2017, tendo orientado conjuntamente três dissertação de mestrado e dois projetos de fim de curso. Este projeto tem um caráter inovador, tendo em vista que a doença periodontal possui uma prevalência de 19,4% em adultos, no Brasil, e que o país não produz ou comercializa nenhum dispositivo de liberação controlada para uso periodontal. Ainda, em relação aos materiais reparadores, em todas os tratamentos onde o material é empregado, a presença de microrganismos tem impacto direto no prognóstico do tratamento. Assim, a incorporação de nanoparticulas de CHX ao material visa aprimorar sua propriedade antimicrobiana, favorecendo o prognóstico dos casos. Ambos os materiais, beneficiam tanto a população em geral, os pacientes, quanto os cirurgiões-dentistas, buscando materiais com maior efetividade para tratamentos mais previsíveis.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 11/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Renata Cristina Ferreira Bonomo

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • inovações no estudo de enzimas
  • O desenvolvimento de processos produtivos complexos e sustentáveis e que atenda as demandas por produtos farmacêuticos, alimentos e da química fina é um desafio tecnológico. Neste sentido, as enzimas encontraram seu nicho natural como biocatalisadores industriais. Existem na América do Sul vários grupos de pesquisa cujos os estudos estão voltados para a potencialização da produção, purificação e aplicação destas biomoléculas nos mais diversos setores produtivos. Portanto, a interação entre profissionais, pesquisadores formados (ministrantes do curso) e em formação (discentes de programas de Pós-graduação nas áreas de ciência de alimentos, biotecnologia e correlatas), pode acarretar a formação de novos grupos de colaboração em pesquisa nas áreas supra citadas. Tais parcerias tendem a gerar novos conhecimentos e promover a obtenção de soluções para problemas/situações que atualmente ainda promovem redução de eficiência de processos, elevação de custos entre outros. Em relação ao discentes, a realização do curso irá promover o contato com profissionais de outros países e realidades, o que pode promover uma universalização do seu pensamento crítico profissional, aumentando assim as fronteiras do seu conhecimento.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 08/12/2021-30/06/2024
Foto de perfil

Renata Cristina Gasparino

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • eficácia e viabilidade de um programa de desenvolvimento da liderança coaching para enfermeiros no ambiente da prática profissional e cultura de segurança do paciente: ensaio clínico randomizado.
  • A presença de características favoráveis no ambiente de trabalho da enfermagem, como a liderança, contribui para melhores resultados organizacionais. Campanhas e órgãos internacionais recomendam que investimentos para capacitar a equipe de enfermagem podem modificar o cenário da atenção à saúde. O desenvolvimento do modelo de liderança, por meio de programas de capacitação, é relevante para que enfermeiros assumam seus papéis frente aos desafios de saúde do século XXI. Considerando que a liderança coaching constitui importante ferramenta para incentivar o desenvolvimento profissional, este estudo é guiado pela seguinte pergunta: um programa de desenvolvimento de liderança coaching junto a enfermeiros é eficaz e viável para melhorar a prática da liderança, ambiente da prática profissional e cultura de segurança do paciente? Para avaliar a eficácia e viabilidade do programa, será realizado um ensaio clínico randomizado em dois hospitais públicos, sendo 61 profissionais para o Grupo Intervenção (GI – Hospital A) e 61 para o Grupo Controle (GC – Hospital B). Os dois grupos responderão o Questionário de Autopercepção do Enfermeiro no Exercício da Liderança; e as versões brasileiras da Practice Environment Scale e do Hospital Survey on Patient Safety Culture, em T0 e T6. Após 15 dias, será iniciada a intervenção no GI, que consistirá em seis encontros online individuais (T1-T6), com intervalo de três semanas. Em T6, os participantes do GI responderão o questionário semiestruturado para avaliação da viabilidade e aceitabilidade da intervenção. O ambiente das duas instituições foi mapeado e a intervenção proposta foi delineada após estudo prévio. Esta proposta apresenta potencial de inovação, constituindo-se em tecnologia leve de cuidado à saúde que, após a demonstração da eficácia e viabilidade, poderá estimular a implementação de estratégias que tornem os ambientes de trabalho mais favoráveis, seguros e que transformem o sistema de saúde.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renata Cristina Rezende Macedo do Nascimento

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • impacto orçamentário e efetividade, qualidade de vida, aderência e segurança de rituximabe no tratamento do linfoma não- hodgkin de células b, folicular.
  • Os linfomas são neoplasias hematológicas derivadas dos linfócitos e são divididos em linfoma Hodgkin e linfoma não-Hodgkin. Os Linfomas Não-Hodgkin (LNH) abrangem um amplo espectro de tumores, sendo 85-90% derivados de células B. A maior parte dos casos não possui etiologia definida, no entanto, sabe-se que fatores hereditários, distúrbios imunológicos, infecções virais, fatores ambientais, ocupacionais e dietéticos podem estar relacionados com o seu desenvolvimento. O objetivo deste projeto é estimar o impacto orçamentário e realizar uma revisão sistemática para avaliar efetividade, qualidade de vida, aderência e segurança do uso do rituximabe em pacientes com LNH de células B, Folicular, utilizando dados de implementação da tecnologia provenientes de evidências do mundo real (Sistema Único de Saúde - SUS). O tratamento com o rituximabe foi incorporado no SUS em 2013 e tem sido utilizado, geralmente, em associação à poliquimioterapia, após falha terapêutica ou recidiva do tumor. No Brasil, não há estudos que avaliem a efetividade e o impacto orçamentário associado ao uso de rituximabe para tratar pacientes com LNH de células B, Folicular. Dessa forma, a elucidação dessas lacunas de conhecimento, utilizando dados de mundo real, poderá contribuir para a tomada de decisão tanto no âmbito clínico, quanto na formulação de políticas públicas de saúde, devido ao seu potencial de representar o impacto real dos tratamentos na vida dos pacientes e, consequentemente, contribuir para garantir a sustentabilidade do SUS.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Renata Grespan

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • efeito da bioformulação à base de aloe vera contendo o extrato etanólico de anadenanthera colubrina na cicatrização de feridas cutâneas em camundongos
  • A cicatrização da ferida cutânea é um processo complexo de reparo da pele, podendo ser prejudicada por inflamação exacerbada e ocasionar consequências físicas, psicológicas e econômicas. Embora existam recursos convencionais utilizados para o tratamento de feridas, estes apresentam limitações quanto a eficácia. As plantas medicinais representam uma alternativa promissora no reparo de feridas e a casca da Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan, árvore conhecida popularmente como angico, se destaca pelos efeitos anti-inflamatório e cicatrizante. A Aloe vera (L.) Burm.f. (babosa) também apresenta potencial cicatrizante e tem propriedades físico-químicas como um parênquima gelatinoso, que a destacam como veículo para incorporação de princípios que atuem na cicatrização. Este projeto tem como objetivo avaliar o efeito do extrato etanólico da casca de A. colubrina (EEAc) incorporado à bioformulação à base de Aloe vera (BFAv) na cicatrização de feridas cutâneas excisionais induzidas em camundongos. Espera-se gerar um novo produto biotecnológico e obter resultados concisos sobre o efeito cicatrizante do EEAc incorporado a BFAv, bem como os mecanismos envolvidos neste efeito, que são pouco explorados na literatura. Para tanto, após caracterização dos materiais vegetais e preparação da BFAv, serão realizados ensaios de capacidade antioxidante in vitro. Em experimentos in vivo, grupos de camundongos Swiss serão submetidos a feridas cutâneas abertas e tratados com EEAc, EEAc incorporado a BFAv ou apenas BFAv (sem incorporação de EEAc), para acompanhamento do tamanho da ferida ao longo de 14 dias. Nestes, também serão avaliadas a resposta inflamatória, pela dosagem de mieloperoxidase (quantificação de neutrófilos), de N-acetil-β-D-glicosaminidase (quantificação de macrófagos), de citocinas e da análise histológica, bem como a avaliação do estresse oxidativo pela dosagem de lipoperoxidação, grupos sulfidril e atividade de enzimas antioxidantes.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Renata Guimarães Moreira Whitton

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • efeitos da carbamazepina, um contaminante de preocupação emergente, sobre a morfofisiologia e comportamento de machos de astyanax lacustris, um teleósteo neotropical
  • O rio Tietê, assim como muitos outros rios da América do Sul, contém uma ampla variedade de produtos químicos, incluindo fármacos, como a carbamazepina (CBZ), que podem afetar a saúde da vida aquática. A CBZ é de interesse em estudos ecotoxicológicos porque é resistente à biodegradação e fotodegradação, podendo ser encontrada em concentrações que variam entre 12 e 358 ng L-1 neste rio. Este fármaco é recorrente nos diferentes corpos d’água e é encontrado em altas concentrações, inclusive no Brasil, sendo associado às águas residuais, de superfície e reservatórios. A CBZ pode interferir em vários processos morfofisiológicos, levando à presença de histopatologias e alterações nos níveis hormonais de organismos aquáticos. Utilizando-se estratégias metodológicas in vivo, in vitro, in silico e três concentrações ambientalmente relevantes do fármaco (250 ng L-1, 500 ng L-1 e 1250 ng L-1), a proposta tem como objetivo geral avaliar os efeitos da CBZ sobre variáveis reprodutivas, do sistema nervoso e comportamentais em machos sexualmente maduros do teleósteo neotropical Astyanax lacustris, bem como esclarecer o mecanismo de ação da CBZ no testículo. Para isso, machos serão expostas por 14 dias à CBZ e as seguintes hipóteses serão testadas: 1) a CBZ promoverá alterações na fisiologia reprodutiva dos machos, quando analisados a morfofisiologia do testículo e ultraestrutura dos espermatozoides in vivo; 2) esta exposição à CBZ altera a função testicular e espermatogênese in vitro; 3) a CBZ pode se ligar a receptores hormonais testiculares e gerar respostas biológicas; 4) a CBZ irá afetar o desenvolvimento embrionário dos animais gerados a partir de machos expostos a CBZ; e também 5) irá afetar o comportamento alimentar dos machos expostos às diferentes concentrações de CBZ, bem como, o comportamento de seleção sexual da fêmea por machos contaminados ou não.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renata Katsuko Takayama Kobayashi

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • promoção do uso racional de antimicrobianos na produção aviária: vigilância da resistência antimicrobiana e desenvolvimento de compostos alternativos ao uso de antibióticos, como produtos naturais e nanotecnológicos
  • Segundo a OMS, estima-se que em 2050, ocorrerão 10 milhões de mortes por infecções por multirresistentes. A resistência bacteriana aos antimicrobianos (RAM) é um dos maiores desafios mundiais da atualidade, requerendo para seu combate, o trabalho conjunto da saúde humana e animal. Desse modo, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio do PAN-BR AGRO, tem como atividades estratégicas a implementação de vigilância da resistência aos antimicrobianos em bactérias isoladas de frangos de corte, e o aumento de investimentos em novos medicamentos, visando apoiar pesquisas e inovação na prevenção da RAM. Nosso projeto busca atuar nestas duas frentes, tanto detectando o problema atual por meio da vigilância da RAM em bactérias isoladas da criação avícola, quanto criando soluções por meio da proposição de terapias alternativas ao uso de antibióticos convencionais, utilizando nanotecnologia e produtos naturais. Nossa equipe, por meio de um monitoramento longitudinal de E. coli na produção de frangos de corte, constatou que a cama de frango e o cascudinho são fatores de risco para a disseminação das bactérias multirresistentes. Mas hipotetizamos que as matrizes também podem estar envolvidas na disseminação da RAM; além disso, acreditamos que estas amostras também carregam genes de virulência, podendo estar associadas a elevada frequência de casos de colibacilose multirresistentes, que tem afetado o setor avícola nacional. Estas duas hipóteses serão analisadas na vigilância proposta neste projeto. Além disso, nossa equipe já comprovou “in vitro” a eficiência da nanopartícula de prata biogênica e do óleo de orégano contra E. coli. Neste projeto propomos estes antimicrobianos associados a probióticos e nanopartícula de selênio como imunomodulador, no tratamento de aves experimentalmente desafiadas com E. coli patogênica aviária multirresistente (APEC), agente etiológico da colibacilose, sendo uma possível alternativa ao uso de antibióticos convencionais.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 14/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Renata Medina da Silva-

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • espaço jovem cientista: projetos de ciências da educação básica promovidos por um museu de ciências universitário.
  • O Espaço Jovem Cientista é uma iniciativa do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS vinculada a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESQ) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, que busca incentivar a educação científica nas escolas, oportunizando a apresentação das pesquisas realizadas por estudantes da educação básica por meio de projetos, desde o ano de 2017. O MCT-PUCRS é um museu referência na área de ciências e tecnologia. Sua média de visitação anual é de 200 mil visitantes em sua área de exposições permanentes e 40 mil visitantes em seu museu itinerante. O Museu conta de uma Coordenadoria Educacional que ao longo dos anos tem estabelecido uma forte relação com professores, alunos e equipes pedagógicas de escolas públicas e privadas, seja recebendo para pré-visitas, visitas, oferecendo oficinas e até mesmo emprestando materiais didáticos. Nesse sentido, já se tornou referência para a educação no Brasil, sendo procurado nacional e internacionalmente por pesquisadores que desejam estudar a interação museu/escola. Neste contexto, o Espaço Jovem Cientista é mais um mecanismo de articulação entre academia e sociedade, atendendo a comunidade externa. Desde a antiga “Feira de Ciências e Inovação”, realizada pelo MCT desde 2008, percebe-se uma mudança de cultura das escolas locais (região sul do Brasil) que já organizam seu planejamento por meio de projetos que poderão ser inscritos no evento. Professores de escolas que costumeiramente participavam da Feira passaram a adotar uma postura diferenciada em relação ao planejamento de suas aulas. Trabalham conteúdos de forma que os mesmos possam ser incorporados a projetos de investigação nas escolas. A partir da Feira, muitas escolas públicas passaram a ter atuação destacada a partir dos trabalhos inscritos o que motivou cada vez mais a sua participação e ampliou a participação de outras escolas. Pode-se dizer que houve uma modificação nos modos de se ensinar ciências, bem como um câmbio nos conteúdos trabalhados, que a partir do trabalho com projetos de investigação passou a ser ampliado pela curiosidade dos estudantes. Desta forma, o potencial promovido por estes eventos faz os alunos experienciarem o ambiente acadêmico e observarem os conteúdos das disciplinas escolares em toda sua potencialidade para elaboração de projetos de pesquisa. Assim como em todas as edições anteriores, no Espaço Jovem Cientista 2021 os projetos serão selecionados professores, pós-doutorandos e alunos de Pós-Graduação da PUCRS de diferentes áreas do conhecimento contempladas dentro de “Ciências da Natureza” e Ciências Humanas”. Desta forma, o EJC promove uma real integração de professores e estudantes da educação básica com a Universidade. Critérios como inovação e criatividade são essenciais para a seleção dos trabalhos. Nesse sentido, a presente proposta fomenta a investigação em distintas áreas do conhecimento científico, visando impulsionar trabalhos que contemplem a totalidade de temáticas vinculadas ao fazer ciência, inspirado nos conteúdos que professores trabalham com estudantes nos ensinos fundamental e médio. A edição de 2020 ainda está com as inscrições abertas (até 30/10) e acontecerá 100% na modalidade online, em função da atual Pandemia de Covid-19. Neste ano, teremos 80 trabalhos selecionados que serão avaliados através de vídeos, que os grupos de participantes gravarão, apresentando o seu trabalho. Esta nova modalidade online está permitindo com que escolas públicas e privadas que anteriormente não tinham condições de participar - em função do deslocamento até o MCT no dia das apresentações dos trabalhos – estejam se inscrevendo e enviando seus resumos. Desta forma, a edição do EJC 2020 promoveu o desenvolvimento de novas estratégias de participação que aumentarão a participação de estudantes e professores do município de Porto Alegre. Tais estratégias de participação online serão mantidas para a futura edição e 2021, aqui proposta, como uma alternativa igualmente válida à participação presencial, especialmente para trabalhos selecionados de escolas públicas localizadas em áreas de vulnerabilidade social que não venham a ser contempladas com o transporte previsto nesta proposta (se houver grande demanda) ou de escolas privadas que tenham uma condição sócio-econômica limitada e que também tenham dificuldade em se deslocar até o evento. Além disso, atividades preparatórias ao evento de 2021 estão previstas para serem realizadas junto à estrutura do MCT-PUCRS, abordando principalmente o tema de atuação e protagonismo de meninas na ciência. É importante salientar que o Espaço Jovem Cientista conta com toda a infraestrutura física do reconhecido MCT-PUCRS, bem como de suas experientes equipes dos setores educacional e de relacionamento (comunicação), que atuam permanentemente em atividades educacionais para escolas da Educação Básica (inclusive de forma online neste momento de Pandemia da Covid-19), bem como com todo o suporte acadêmico da PUCRS. Neste contexto, o Espaço Jovem Cientista 2021, está sendo elaborado com o intuito de ampliar ainda mais a participação de diferentes escolas do Município de Porto Alegre no evento, trazendo possibilidades que visam oportunizar a atuação de escolas que nunca tiveram condições para tal. Ainda, prevê bolsas para os estudantes e professores do grupo “vencedor” do evento, para estes atuarem nas coleções científicas, laboratórios de pesquisa e no setor educacional do MCT-PUCRS. Desta forma, esta proposta tem como principal meta dar voz a um número ainda maior de estudantes e professores, fazendo-os perceber a sua escola como um ambiente fértil e propício para a investigação científica, bem como para uma nova postura balizada pelo educar pela pesquisa, ampliando de forma significativa as possibilidades de aprendizagem e de visão de mundo de estudantes da educação básica, especialmente das redes públicas de ensino, promovendo a estes uma perspectiva mais ampla para o seu futuro.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 30/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Renata Perfeito Ribeiro

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • desenvolvimento de máscara de proteção individual contra fumaça cirúrgica
  • A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estimou que 2,02 milhões de pessoas morrem todos os anos em virtude de doenças ligadas a atividade profissional, portanto, se faz necessário a identificação dos riscos ocupacionais aos quais os trabalhadores estão submetidos para poder determinar ações para minimização desses riscos. Dentre os riscos ocupacionais que os trabalhadores de Centro Cirúrgico estão expostos, tem-se o risco químicos proveniente da fumaça cirúrgica que é gerada durante o uso eletrocautério. Este aparelho é seguro e preciso, utilizado para a coagulação de pequenos vasos, reduzindo dessa maneira a perda de sangue intraoperatório e, além disso, tem a mínima incidência de lesões para cirurgiões. A fumaça cirúrgica contém diversos compostos químicos na forma de gás e de componentes de partículas, sendo composta por 95% de água ou vapor e 5% de detritos celulares sob a forma de material particulado. O material particulado é formado pelos Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos, Compostos Orgânicos e Monóxido de Carbono. Esses produtos são prejudiciais a saúde de trabalhadores expostos. As partículas presentes na fumaça cirúrgica podem ser maiores que 100 μm e permanecem no ar, as maiores que 5 μm são depositadas nas vias aéreas (parede do nariz, laringe, traquéia e brônquios) enquanto que as de 2 μm ou menores atingem os bronquíolos e os alvéolos e lá ficam depositados. Para tanto, a proteção indicada para a proteção dos trabalhadores expostos é o uso da máscara N95, pois esse tipo de máscara é capaz de atingir a eficiência bacteriana de 95 a 99%, porém a mesma não é utilizada porque gera um desconforto no usuário, assim a máscara comumente utilizada é a máscara facial cirúrgica simples que não é ajustável e apresenta vazamento interno para partículas e organismos. Portanto, o objetivo desse estudo é desenvolver uma máscara de proteção respiratória ergonômica para trabalhadores expostos à fumaça cirúrgica.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 20/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renata Piacentini Rodriguez

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • integração do setor sucroalcooleiro e da pecuária no conceito de uma biorrefinaria produtora de metano
  • Os biocombustíveis derivados de fontes renováveis se tornam protagonistas em um cenário focado em aumentar a segurança energética e reduzir os impactos das mudanças climáticas. O Brasil destaca-se como maior produtor mundial de cana-de-açúcar. A vinhaça é o principal resíduo líquido do processo, sendo produzidos de 10 a 15 L de vinhaça para 1 L de etanol. Ao mesmo tempo, o país é líder mundial na pecuária bovina. Porém, a pecuária nacional apresenta baixa produtividade média, em função do manejo extensivo e baixo desenvolvimento técnico. A digestão anaeróbia (DA) da vinhaça está bem fundamentada em termos econômicos e de robustez. O potencial de produção de metano da vinhaça é estimado em 185 m³ de biogás para cada 1 m³ de etanol produzido. O principal resíduo pecuário é o estrume alinhado com rejeitos do abate, como a linha verde (lavagem gástrica do animal) e linha vermelha (processo de sangria do animal). A integração da produção de etanol com a pecuária pode melhorar o uso de terra, aumentar a produção de bioenergia e criar sinergia entre esses setores, por meio do conceito de biorrefinaria. Estudos apontam que a DA pode ser otimizada por meio da co-digestão, uma vez que um substrato único pode limitar a quantidade de biogás. No Brasil, a aplicação de sistemas de co-digestão em escala plena é pouco difundida, sendo uma janela de oportunidade o desenvolvimento de estratégias que melhorem o rendimento na produção de metano. Esta proposta pretende obter parâmetros de projeto para um sistema de co-digestão dos resíduos da produção de etanol e da pecuária, visando à produção de biogás no conceito de biorrefinaria. Biorreatores em escala de bancada serão submetidos a ensaios de potencial bioquímico de metano em sistemas de mono e co-digestão anaeróbia dos substratos vinhaça, estrume e subprodutos da pecuária. Com base nos resultados experimentais, será realizada análise de viabilidade econômica, energética e ambiental do arranjo tecnológico do processo de co-digestão.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Renata Santoro de Sousa Lima

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • sentinelas da amazônia azul: distribuição e abundância de cetáceos entre a costa nordeste do brasil e o arquipélago de são pedro e são paulo.
  • Cetáceos são considerados sentinelas do mar pois atuam tanto na base da teia trófica, quanto como predadores de topo, e ao morrerem suas carcaças são importante fonte alimentar para organismos detritívoros no assoalho oceânico. Assim, sua ocorrência, distribution e abundância denunciam a saúde de todo ambiente marinho. Como estudos sobre cetáceos que ocorrem em regiões oceânicas são escassos, principalmente em águas pelágicas brasileiras. Esta proposta irá aproveitar os cruzeiros da Marinha do Brasil da cidade de Natal (RN) para o Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ASPSP) para obter dados sobre a fenologia de ocorrência de cetáceos neste corte do Oceano Atlântico Sul Ocidental, além de estimar a distribuição e abundância destes animais que poderão servir como informação base sobre biodiversidade marinha, sua contaminação e ações para sua conservação. Tecnologias complementares serão utilizadas incluindo desenvolvimento de hardware e software para detecção, classificação e localização de sinais a partir de monitoramento acústico passivo com colaborações inter-institucionais, nacionais e internacionais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 15/08/2020-31/08/2023
Foto de perfil

Renato Barboza

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo o efeito do bloqueio das vias inflamatórias mediadas por hmgb-1 e induzidas por proteínas mal enoveladas e/ou agregadas.
  • O processo inflamatório é um dos componentes mais importantes relacionado à processos neurodegenerativos, podendo ser desencadeado por diversos estímulos que levam a ativação de receptores da imunidade inata e consequentemente levar à morte de neurônios. Dentre as vias inflamatórias estudadas em doenças neurodegenerativas, a via mediada pela proteína HMGB-1 tem se mostrado fundamental. Tem sido proposto que proteínas mal enoveladas e/ou agregadas como alfa-sinucleina ou SOD-1, relacionadas com Doença de Parkinson (DP) e Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), respectivamente, podem estimular a produção e liberação de HMGB-1 por neurônios e micróglias. Quando liberadas no espaço extracelular, a HMGB-1 age por meio de ativação dos receptores RAGE e do TLR4, que por sua vez, ativam vias inflamatórias medias pelo fator de transcrição gênica NF-kappaB, levando a produção de proteínas como IL-6 e TNF-alfa;. Dessa forma, dado a importância da HMGB1 na mediação de processos neuroinflamatórios, o objetivo deste projeto é estudar o efeito do bloqueio das vias inflamatórias mediadas por HMGB-1 e induzidas por proteínas relacionadas com a ELA e DP. Para tanto, células THP-1 diferenciadas em macrófagos serão estimuladas com sobrenadantes condicionados provenientes de culturas de células SH-SY5Y que superexpressam alfa-sinucleina ou SOD-1 nas suas formas selvagem e mutante. Como bloqueadores, serão utilizados bloqueadores para MyD88 e TRIF relacionadas com as vias dos TLR, assim como o Parthenolide, reconhecido por bloquear vias inflamatória dependentes de NF-kappaB. Os efeitos decorrentes dos bloqueadores, serão mensurados pela verificação de parâmetros inflamatórios (IL-6, TNF-alfa, IL-1beta; e translocação de NF-kappaB) e expressão de RAGE e TLR4. Doenças neurodegenerativas, embora largamente estudadas, ainda carecem de um preciso entendimento sobre sua patogênese, assim como de tratamentos terapêuticos que visem a atenuação da doença. Nosso resultados poderão ajudar nesse sentio
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato de Almeida Sarmento

Ciências Agrárias

Agronomia
  • monitoramento e análise de risco ecológico de microplásticos e agrotóxicos em ecossistemas sujeitos a elevada pressão agrícola
  • A contaminação por microplásticos (MPs, <5mm) é um problema ambiental global. Fontes como fertilizantes (ex. lodo de esgoto), coberturas plásticas e disposição inadequada de resíduos sólidos, são responsáveis pela presença de MPs em campos agrícolas e ecossistemas aquáticos adjacentes. No entanto, estudos sobre o impacto ecológico dessas partículas na biota são escassos, principalmente na região Norte do Brasil. Além disso, os efeitos combinados de MPs e agrotóxicos permanecem inexplorados, apesar de representarem, individualmente, um grave problema ambiental em áreas sob forte pressão agrícola. Adicionalmente, os MPs podem servir de vetores de contaminantes (ex. metais e compostos orgânicos), mas muitos estudos negligenciam cenários ambientalmente relevantes, bem como a influência na biodisponibilidade e toxicidade. Hipotetizamos, assim, que a presença de MPs possa alterar a biodisponibilidade e a toxicidade de agrotóxicos na biota local e em ecossistemas adjacentes (ex: rios), o que poderá ameaçar o sucesso de medidas de mitigação/remediação. Este projeto visa assim a implementação de programas de monitoramento e análise de risco ecológico integrativo destes contaminantes emergentes, certamente em coexistência, em ecossistemas de elevada pressão agrícola como algumas regiões do Estado de Tocantins. Combinando testes laboratoriais padronizados e outros engenhosamente modificados, avaliando respostas biológicas da célula às comunidades, o projeto visa responder às seguintes questões-chave: 1) Qual o nível de contaminação de MPs e principais agrotóxicos, em solos agrícolas e corpos d’água adjacentes? 2) Quais os efeitos ecotoxicológicos químicos e/ou físicos dos MPs em invertebrados representativos desses ambientes? E dos agrotóxicos? 3) Qual o papel dos MPs na biodisponibilidade e na toxicidade dos agrotóxicos? Os resultados deste projeto fornecerão evidências científicas cruciais para a adequação dos programas de gestão e conservação dos sistemas de solos e água.
  • Universidade Federal do Tocantins - TO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato de Castro Garcia

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • fundamentos analíticos da geografia da inovação e do conhecimento no brasil: elementos conceituais, análise empírica e implicações de políticas
  • Nos últimos 40 anos, o mundo testemunhou profundas transformações no cenário global de inovação. Nesse período, algumas regiões de países desenvolvidos, como São Francisco, Nova York, Frankfurt e Tóquio, consolidaram sua posição como principais hotspots globais de inovação. Em adição, regiões em países em desenvolvimento, como a área da Baía de Shenzhen-Hong Kong, Cingapura e Bangalore, tornaram-se centros emergentes de importantes atividades inovadoras. No resto do mundo, outros centros emergiram em regiões isoladas, mesmo que sejam caracterizados por uma menor densidade de inovação. Este é o caso de alguns polos de inovação, ou hotspots, no Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro. Enquanto isso, a produção de conhecimento em todos esses hotspots localizados tornou-se cada vez mais interligada, formando complexas redes de inovação global, cuja conectividade às vezes desafia a distância geográfica. Desse contexto emergem questões de pesquisa relacionadas com o papel desses centros de inovação no processo de geração e de difusão de novos conhecimentos sobre todo o sistema econômico. Quais são os principais fatores que explicam essas transformações industriais e tecnológicas? Quais são os principais canais pelos quais a inovação foi capaz de florescer nessas experiências bem-sucedidas? Quais são as principais lições aprendidas para os países em desenvolvimento? Como o desenvolvimento dessas experiências pode fornecer novos insights para as políticas de desenvolvimento regional baseadas na inovação? Inserido nesse debate, este projeto de pesquisa tem como objetivo analisar as trajetórias tecnológicas dos hotspots de inovação selecionados no Brasil e seus efeitos sobre o desenvolvimento regional baseado na inovação. Assim, este projeto de pesquisa pretende lançar luz sobre os elementos principais que caracterizam os hotspots de inovação no Brasil, com desdobramentos sobre a discussão das implicações de políticas de desenvolvimento regional baseadas na inovação.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Renato Francisco Rodrigues Marques

Ciências Humanas

Sociologia
  • dupla carreira no futsal brasileiro: desafios e ações na dedicação simultânea entre esporte e estudos
  • Entende-se dupla carreira como a dedicação simultânea entre carreiras em duas diferentes áreas de atuação. Um dos principais desafios enfrentados por aspirantes a atletas de elite é combinar as carreiras acadêmica e esportiva, em um percurso duplo de barreiras e tensões, especialmente por serem muitas vezes expostos/as a cargas de treinamento e dedicação similares ao imposto no esporte de elite. Neste contexto, o objetivo geral deste projeto de pesquisa é analisar os processos de dupla carreira esportiva e acadêmica vivenciados por atletas brasileiros/as de futsal de elite, a partir de suas próprias perspectivas. Como objetivos específicos têm-se: Analisar as formas de ação e investimentos dos/as atletas nos campos esportivo e acadêmico; Analisar qual é o grau acadêmico dos/as atletas, seus pais e mães, e as influências de possíveis heranças culturais familiares sobre as carreiras acadêmicas e esportivas dos/as atletas; Analisar o processo de escolarização dos/as atletas quanto à frequência em aulas, tempo dedicado e apoio para os estudos. Como principal referencial teórico para análise dos resultados será utilizada a Sociologia Reflexiva de Pierre Bourdieu, com especial atenção às formas de constituição de habitus relacionados à dupla carreira e a influência de herança cultural familiar. Os participantes deverão: ser atleta de futsal de elite ativo/a na data da entrevista; ter ao menos dezoito anos de idade completos na data da entrevista; ter participado de ao menos um jogo oficial pela seleção brasileira principal de futsal. Serão realizadas entrevistas semiestruturadas, por meio do software Google meet, com áudio e vídeo gravados. Além disso, os/as participantes elaborarão duas linhas do tempo em folha de papel, apontando datas de eventos importantes que possam ter influenciado suas trajetórias esportiva e acadêmica. Para a análise de dados utilizar-se-á o método da Análise Temática Reflexiva e software NVivo® Windows Academic.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Renato Grillo

Ciências Humanas

Filosofia
  • i mostra científica de ilha solteira: “reuso e reciclagem de materiais”
  • A presente proposta visa a organização e realização da I Mostra Científica, em âmbito municipal, a ser realizada na cidade de Ilha Solteira - SP envolvendo a participação de estudantes da rede de ensinos fundamental I e II, ensino médio e ensino técnico, bem como familiares e comunidade em geral, cuja temática será “Reuso e Reciclagem de Materiais”. Essa é uma ação que conta com a colaboração conjunta da Coordenação do curso de Licenciatura em Física e do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Materiais, ambos da Unesp de Ilha Solteira, bem como da Secretaria Municipal e Estadual de ensino do Município. O objetivo da Mostra é promover o contato dos participantes com materiais que permitam mostrar como a ciência e a tecnologia estão articuladas e dialogam com a vida das pessoas, além de instigar a capacidade inventiva e investigativa dos estudantes desde cedo e possibilitar ações de comunicação entre ciência e sociedade, já que o tema sugere alternativas para a minimização das consequências da problemática do lixo e de ações de sustentabilidade, a qual depende diretamente da conscientização e ação da sociedade. A Mostra contemplará a apresentação de pôsteres e experimentos, os quais serão dispostos em um espaço amplo e aberto ao público em geral do município de Ilha Solteira – SP ou via mídias digitais caso ainda estejam implementadas as restrições sanitárias devido ao COVID-19. Os trabalhos a serem apresentados serão avaliados por um comitê científico e os seis melhores serão premiados de modo a promover um incentivo aos estudantes para a Ciência, através do desenvolvimento de projetos de natureza científica, acadêmica e cultural. Com isto se espera o fortalecimento do vínculo escola-universidade, ampliando, dessa forma, o interesse pela ciência, a geração de conhecimento e ações que possam trazer benefícios para o município e região.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Renato Jose Pires Machado

Ciências Biológicas

Zoologia
  • atualização taxonomica e guia de identificação para ordem neuroptera (insecta) do brasil
  • Esta proposta tem como principal foco proporcionar um melhor entendimento das espécies brasileiras de Neuroptera, uma das ordens de insetos historicamente negligenciada no Brasil. A ordem é hoje representada no país por 426 espécies atuais e 85 fósseis, número este sabidamente inferior a real diversidade do grupo. Apesar do relativo baixo numero de espécies, a ordem possui um grande potencial econômico, pois vários de seus representantes são usados no controle de pragas, alguns podem ser pragas de apiários, enquanto outros são usados em programas de biomonitoramento. Entretanto para um melhor entendimento da importância destes insetos os estudos taxonômicos são fundamentais, mas atualmente existem poucos taxonomistas focados no grupo, sendo somente um associado a uma pós-graduação no Brasil. Neste sentido o principal objetivo desta proposta é fortalecer os grupos de pesquisas com Neuroptera no país, criando uma integração entre os grupos nacionais e internacionais, gerando bases para a formação de novos taxonomistas. Assim a proposta tem como principais metas: coletas focadas em regiões pouco exploradas no país, onde sabidamente o grupo é sub-representado; iniciar uma coleção de tecidos para futuros trabalhos moleculares; equipar laboratórios de pesquisas; organização de coleções e museus com grande representação da ordem; atualização do catalogo taxonômico da fauna do Brasil e integração destes dados com uma base internacional (Lacewing Digital Library); publicação de um guia de identificação ilustrado para os gêneros atuais de Neuroptera do Brasil; e uma lista das espécies fósseis. Espera-se que o efetivo cumprimento destas metas possibilite novos dados para as pesquisas dos alunos de pós-graduação envolvidos nesta proposta, e que a disponibilização online dos dados aqui gerados de forma gratuita possa influenciar no interesse de novos estudantes e posterior formação de novos taxonomistas focados nesta tão importante ordem de insetos.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato Luiz Guerino Cunha

Ciências da Saúde

Medicina
  • seleção, desenvolvimento e validação de novos vetores para a manufatura de células de defesa geneticamente modificadas para o tratamento de pacientes portadores de mieloma múltiplo e leucemia mielóide aguda – um projeto br-cart-platform
  • Com o sucesso da terapia com células T CAR para neoplasias de células B, novos alvos têm sido investigados para inúmeras neoplasias que carecem de tratamentos inovadores com potencial curativo. O BCMA tem sido proposto como um alvo potencial para células T CAR em mieloma múltiplo e inúmeros outros para o tratamento de pacientes portadores de leucemia mielóide aguda. Recentemente, a American Society of Hematology apoiou a iniciativa de criar uma plataforma para desenvolver células T CAR com tecnologia 100% brasileira que permitiu selecionar novos clones scFv, com o objetivo de serem incorporados em novos vetores lentivirais. A identificação de novos anticorpos para os alvos humanos para as proteínas BCMA (MM) e CD123 ou CD99 (LMA) foi realizada com o uso biopainéis e biblioteca phage-display para a região scFv humana. As sequências de DNA dos clones scFv e as proteínas das regiões determinantes de complementariedade obtidas foram analisadas e comparadas com bases de dados universais. As sequências selecionadas apresentaram menos de 80% de similaridade e algumas foram consideradas inéditas, um indicativo de que os produtos de terapia avançada do presente projeto são originais e possuem alto potencial de registro de patentes. Assim, neste projeto objetiva-se: 1) validar através de novos vetores lentivirais e experimentos in vitro os novos clones scFv selecionados; 2) validar modelos animais para experimentos in vivo dos novos clones scFv e vetores lentivirais desenvolvidos e; 3) validar o processo de manufatura em sala limpa de acordo com as boas práticas de fabricação de vetores e células T CAR para uso clínico. Ao final, espera-se que a nova tecnologia brasileira seja traduzida para uso em protocolos de pesquisa clínica como novas opções de tratamento para pacientes portadores de MM e LMA e, ao mesmo tempo, se resultados clínicos satisfatórios, resultará em pedido de registro do produto celular junto à ANVISA com o objetivo de incorporá-lo ao Sistema Único de Saúde.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 08/12/2020-31/12/2023