Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carolina Horta Andrade

Ciências da Saúde

Farmácia
  • plataforma multidisciplinar e multicêntrica baseada em inteligência artificial para acelerar a descoberta e o reposicionamento de fármacos contra a covid-19
  • O reposicionamento de fármacos consiste em uma estratégia para trazer novas terapias à clínica através da identificação de uma nova aplicação para um fármaco já aprovado para uso em humanos. A inteligência artificial (IA) é uma área de fronteira do conhecimento que permite a rápida identificação de compostos potencialmente ativos com propriedades farmacocinéticas e toxicológicas adequadas, levando a maior rapidez, maior taxa de sucesso e menor custo na descoberta de novos fármacos. Portanto, a combinação de estratégias como o reposicionamento de fármacos com IA possui o potencial de transformar a de descoberta de fármacos de um processo lento, sequencial e de alto risco para um modelo rápido, integrado e com menores riscos de falha. Este projeto multilateral possui o objetivo de desenvolver uma plataforma integrada baseada em inteligência artificial e reposicionamento de fármacos para acelerar a descoberta de fármacos para o tratamento da COVID-19, através da identificação de protótipos de fármacos para otimização e seleção de candidatos clínicos com potencial para rápido desenvolvimento clínico. Os estudos serão realizados através de uma abordagem multidisciplinar baseada em alvos, consistindo em equipes experientes do Brasil, África do Sul e Rússia, assim como uma empresa parceira adicional dos Estados Unidos. Nossos objetivos específicos incluem: (1) desenvolvimento e aplicação de ferramentas de IA e de planejamento de fármacos assistido por computador (CADD) para triagem virtual, a ser conduzido pela equipe do Brasil (UFG e UFPB) com a consultoria da empresa Norte Americana (Collaborations Pharmaceuticals Inc.), para priorização e seleção de fármacos e compostos a serem testados experimentalmente, a partir de bibliotecas de fármacos aprovados, compostos sintéticos (a partir de bibliotecas comerciais, assim como das bibliotecas das equipes co-executoras do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul), e a partir de bibliotecas de produtos naturais brasileiros; (2) realização de ensaios enzimáticos, biofísicos e estruturais com as proteínas selecionadas (Spike, proteases de DHODH humana) e selecionar compostos/fármacos para otimização estrutural e caracterização dos mecanismos de ação dos ligantes mais potentes, pela equipe do Brasil (FCFRP-USP e UnB, com a colaboração da empresa parceira norte-americana); (3) ensaios de citotoxicidade em células relevantes de mamíferos, pela equipe do Brasil (UNICAMP); (4) Avaliação de atividade antiviral contra SARS-CoV-2 em cultura de células Vero e humanas relevantes, em laboratório de contenção biológica nível 3, pela equipe do Brasil (FIOCRUZ); (5) otimização dos ligantes mais promissores e síntese de análogos, através do trabalho conjunto das equipes do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul; (6) desenvolvimento de formulação nanoestruturada para administração pulmonar dos fármacos e suas combinações, pela equipe brasileira (FCFRP-USP); 7) ensaios farmacocinéticos in vitro e in vivo, pela equipe da África do Sul; e (8) ensaios pré-clínicos em modelos animais infectados com SARS-CoV-2, pela equipe brasileira (FIOCRUZ), para a identificação de fármacos eficazes e úteis no tratamento da COVID-19. Cabe ressaltar que os fármacos oriundos de reposicionamento, quando se mostrarem promissores nos experimentos in vitro nas etapas (3) e (4), poderão ser diretamente direcionados para os estudos clínicos em seres humanos, através de nossas colaborações com a UNICAMP e a FIOCRUZ. Além disso, encorajados pelo grande potencial de sucesso da nossa proposta, parte das atividades propostas neste projeto em rede já foram iniciadas e recentemente tivemos o primeiro artigo na temática de reposicionamento de fármacos para COVID-19 publicado na prestigiosa revista Drug Discovery Today (https://doi.org/10.1016/j.drudis.2020.03.019). Os fármacos que foram selecionados na abordagem descrita estão sendo experimentalmente testados in vitro contra SARS-CoV-2. Ademais, este projeto multilateral contribuirá para o fortalecimento da cooperação internacional entre os grupos envolvidos, por meio de publicações de alto impacto conjuntas e depósito de patentes, realização de simpósios, encontros e atividades de divulgação com a mobilidade entre os membros dos três países, e ainda promoverá a integração dos Programas de Pós-Graduação das diferentes Universidades e Instituições envolvidas na proposta brasileira, visando fortalecer a formação de recursos humanos (doutores) de alto nível, por meio da mobilidade dos estudantes envolvidos e teses desenvolvidas no âmbito do reposicionamento e descoberta de novos fármacos para COVID-19, utilizando abordagens de base tecnológica.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 13/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas do pulso de inundação no sistema ecológico sócio cult do rio paraguai pantanal, no contexto da reserva da biosfera do pantanal, mato grosso, brasil.
  • O Pantanal e uma das maiores áreas úmidas do mundo, cujo sistema ecológico e sociocultural está sujeito ao pulso de inundação do rio Paraguai e seus afluentes e aos drivers, forças motrizes, relacionadas a energia, agricultura, pecuária e mais recentemente a navegação e o turismo. No contexto dos serviços ecossistêmicos proposto pela AEM (2005), destaca se o serviço de regulação, representado pelo pulso de inundação, que controla todo o sistema ecológico, atuando como chave para entender sua estrutura e função e como link com os serviços de suporte, como a oferta de habitats e macrohabitats para reprodução de aves, peixes e mamíferos; com os serviços de produção, como a pecuária e a pesca e os serviços culturais e de informação, como a educação, ecoturismo e as tradições. Nesta perspectiva de mudanças climáticas ou de variabilidade climática, foi verificado no passado, o efeito da diminuição de chuvas no final da década de 60 e anos iniciais dos anos 70, uma queda acentuada da amplitude do pulso de inundação, registrada na régua do rio Paraguai, em Ladário, Mato Grosso do Sul, que agora volta a se repetir. Ainda assim o Pantanal que compreende a maior área alagável contínua do Planeta e que é reconhecidamente área de relevante interesse para conservação, reconhecida como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, patrimônio nacional, pela constituição brasileira, com quatro sítios Ramsar; que possui uma das mais ricas biotas com elevada abundância de espécies e indivíduos está mais vulnerável, mais ameaçado pelas formas de uso a que tem sido submetido. A região com tamanha singularidade e modo de funcionamento, necessita ainda ser estudada, monitorada e protegida, principalmente no que tange a sua sócio-bio-diversidade e os usos múltiplos do bioma. No contexto do Decreto n. 6.040 de 7 de fevereiro de 2007 (BRASIL, 2007), que instituiu a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, foi estruturada a Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), atualmente elevada à condição de Conselho Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), na qual o Pantanal esteve e está representado pela Rede de Comunidades Tradicionais Pantaneiras. Essas políticas públicas, consideradas em nossas analise como drivers, forças motrizes para o desenvolvimento impõem mudanças sócio econômicas e culturais traduzidas no cenário paisagístico da região, onde na parte alta do Planalto Central, locais das nascentes das aguas do Pantanal no bioma Cerrado, com a conversão de seus ecossistemas em agrossistemas, mantidos por espécies geneticamente modificadas, energia derivada do petróleo, insumos agrícolas de agrotóxicos e fertilizantes. Assim, Esta proposta visa a manutenção dos estudos de monitoramento do pulso de inundação e da biodiversidade associada, o conhecimento de padrões e processos, em situação de variabilidade climática, com tendências de seca e queimadas severas, numa perspectiva de análise e avaliação integradas de sistemas sócio ecológicos. Esperamos contribuir para o entendimento dos processos de dispersão, polinização, ciclagem de nutrientes e processos de organização das comunidades tradicionais pantaneiras em diversas escalas de entendimento e organização, bem como valorar os principais processos e serviços ecossistêmicos. Ainda, esperamos levantar bases conceituais sobre como o sistema sóciobiodiverso pantanal se comporta frente as mudanças climáticas e os desafios das queimadas.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Carolina Montanheiro Noronha

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de nanocompósitos contendo nanopartículas carregadas com óleo essencial para aplicação em embalagens ativas e sustentáveis para alimentos.
  • Os óleos essenciais presentes em diferentes matérias-primas vegetais são substâncias que apresentam elevada atividade antioxidante, em função de sua capacidade de neutralizar e sequestrar radicais livres, além de possuírem propriedades antimicrobianas. Essas propriedades os tornam atraentes aditivos para a indústria de alimentos para aumentar a segurança e o tempo de prateleira dos produtos. No entanto, a utilização dos óleos essenciais apresenta algumas limitações devido às suas características de alta volatilidade e instabilidade química frente às condições diversas no processamento de alimentos. A nanoencapsulação desses compostos bioativos é uma alternativa para a manutenção de suas propriedades benéficas, além da liberação controlada. A incorporação de nanopartículas carregadas de óleos essenciais em matrizes biopoliméricas, ou seja, materiais biodegradáveis provenientes de fontes renováveis, pode influenciar o setor de embalagens de alimentos. Além de melhorar as características do material, pode promover também uma funcionalidade adicional, como antimicrobiana e antioxidante, para o desenvolvimento de embalagens ativas. Neste projeto, propomos desenvolver nanocompósitos a partir de biopolímeros com a inclusão de nanopartículas de fontes naturais contendo diferentes óleos essenciais para aplicação e embalagens ativas, biodegradáveis e sustentáveis. Pesquisas anteriores realizadas pelo nosso grupo mostraram resultados promissores no âmbito de nanocompósitos e embalagens ativas para alimentos. No entanto, o principal desafio é o desenvolvimento de novos materiais que possam substituir os materiais derivados do petróleo. É preciso que suas características de propriedades mecânicas, resistência, molhabilidade e durabilidade sejam próximas aos plásticos tradicionalmente utilizados pela indústria de alimentos. Além disso, é necessário que os óleos essenciais sejam capazes de substituir os conservadores sintéticos, apresentando propriedades antimicrobianas e atividade antioxidante semelhantes a esses.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Munari Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos funcionais de patógenos fúngicos causadores de doença em citros
  • Citros é uma das culturas mais importantes do mundo. O Brasil se destaca como o maior produtor, respondendo por mais de 60% da produção mundial de suco de laranja. Apesar de ter como principal espécie produzida a laranja doce, as tangerinas e alguns de seus híbridos, especialmente os híbridos com laranja doce (tangores), possuem grande importância especialmente no mercado nacional de frutos in natura. Apesar dos números expressivos de produção e exportação, essa cultura sofre problemas principalmente de ordem fitossanitária devido ao grande número de pragas e doenças. Entre elas destacam-se doenças causadas por fungos como mancha preta dos citros (MPC), qual afeta quase todas as variedades de citros, e a mancha marron de alternaria (MMA), responsável por grandes prejuízos na produção das tangerinas e seus híbridos. Apesar da importância dessas doenças são escassos os estudos sobre a interação desses patógenos, Phyllosticta citricarpa e Alternaria alternata, com seus respectivos hospedeiros. Nosso grupo já iniciou estudos da interação P. citricarpa/citros e identificou as respostas tanto da planta quanto do fungo no momento da interação. Esse trabalho nos levou a fortes indícios de como a planta responde a presença desse fungo, levando a formação dos sintomas típicos da doença. Além disso, identificamos quatro efetores, quais foram caracterizados quanto à repressão da reação de hipersensibilidade. Porém, ainda muitos outros efetores identificados nesses trabalhos faltam ser caracterizados. Além disso, para o patossistema MMA ainda não existe esse tipo de estudo. Portanto, baseados nos genes já encontrados através dos trabalhos de expressão gênica (P. citricarpa/laranja doce), além dos dados de Dual RNA-seq de tangor Murcott/ A. alternatia que serão gerados nesse trabalho, nossa proposta é continuar os estudos funcionais desses fungos através da técnica de RNA interferente, a qual vem sendo uma relevante ferramenta para análises de função gênica e controle de patógenos. Os genes alvos serão silenciados, seguido da avaliação fenotípica desses mutantes. Assim, sugerirão regiões genômicas com potencial uso como alvos para o controle de P. citricarpa e A. alternata. O desafio principal da fitopatologia atualmente está no entendimento dos mecanismos na interação do patógeno com seus hospedeiros durante o processo infeccioso. Como já dito, os patógenos são capazes de secretar inúmeras moléculas efetoras durante o processo infeccioso. A manipulação das defesas do hospedeiro depende da secreção regulada e da cooperação de uma complexa mistura de proteínas efetoras. Tanto para P. citricarpa quanto para A. alternata a identificação e o entendimento de como essas moléculas efetoras agem no processo de infecção de laranja doce e tangor Murcott, respectivamente, são de extrema importância para o melhoramento genético visando o controle das doenças por esses fungos causadas.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carolina Nicoletti Ferreira

Ciências da Saúde

Nutrição
  • influência do isolamento social decorrente da pandemia do covid-19 nas escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais
  • Acredita-se que o período de quarentena e isolamento social decorrente da pandemia do COVID-19 altere as escolhas alimentares e consumo de alimentos de mulheres com diferentes estados nutricionais. As mudanças das escolhas alimentares se realizadas de forma negativa, ou seja, com redução do consumo de alimentos in natura (devido ao acesso reduzido a supermercados, hortifrútis e varejões ou pelo maior custo) e aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados (pela maior durabilidade e poder de estocagem desses) pode acarretar no ganho excessivo de peso e desenvolvimento, em curto e longo prazo, de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemias e câncer. É neste cenário, portanto, que a presente proposta se situa. Considerando o Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das DCNT, que visa preparar o Brasil para enfrentar e deter estas doenças, é imprescindível o conhecimento de como pandemias, principalmente aquelas que exigem isolamento social, afetam os hábitos e escolhas alimentares da população para que estratégias adequadas sejam implementadas frente a essas situações, preparando e melhorando o processo de cuidado e atenção à saúde. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral avaliar influência da quarentena e isolamento social por COVID-19 sobre os determinantes das escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais. Para tal serão elegíveis para o presente estudo indivíduos do sexo feminino com idade igual ou superior a 19 anos. As voluntárias serão recrutadas por divulgação online em redes sociais (Facebook, Whatsapp e Instagram) em todo o território nacional e serão convidadas a preencherem, de modo online, questionários autoaplicáveis. Por meio desses questionários serão coletados dados pessoais, socioeconômicos, demográficos, antropométricos e referentes aos hábitos e consumo alimentar. Em relação aos indicadores alimentares, será aplicado um questionário com perguntas referentes a práticas culinárias, frequência de compras em mercado, varejos e de uso de serviços de entrega de refeições (delivery) (antes da quarentena e durante a quarentena). Ainda, será pedido às voluntárias o preenchimento de um diário alimentar do dia anterior. Os dados serão tabulados, com o auxílio do programa Dietbox (versão online). As preparações alimentares serão desmembradas em alimentos e ingredientes, os quais serão avaliados perante o grau de processamento – Classificação NOVA (in natura ou minimamente processados, processados ou ultraprocessados ou ingredientes culinários processados). Para análise estatística dos dados as voluntárias serão divididas em dois grupos de acordo com seu estado nutricional classificado pelo índice de massa corporal (IMC): 1) eutrófica e 2) com sobrepeso ou obesidade. Serão utilizados teste t para amostras independentes ou teste de Mann-Whitney, teste de Fisher ou qui-quadrado, além de modelos de regressão linear e logística (p < 0,05).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Caroline Angulski da Luz

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de cimentos especiais: identificação de matérias- primas alternativas com vistas à sua durabilidade
  • O Grupo de Pesquisa em Materiais e Estruturas (GPME), coordenado pela proponente, foi criado em 2007, juntamente como o início do curso de Engenharia Civil, na UTFPR, campus Pato Branco/PR. Ao longo destes mais de dez anos, o GMPE tem se mostrado fundamental na iniciação e consolidação da pesquisa no âmbito do Departamento de Engenharia Civil, tendo sido responsável pelos primeiros alunos de iniciação científica no curso e ter contribuído para a aprovação do mestrado, também em Engenharia Civil (PPGEC) em 2013, o qual teve início em meados de 2014. Desde a sua criação, o GPME tem atuado no desenvolvimento de cimentos alternativos ao cimento Portland com vistas, principalmente, à identificação e à valorização de subprodutos como matéria prima na produção de aglomerantes, tendo publicado artigos em eventos e periódicos importantes decorrentes das pesquisas a respeito de cimentos especiais. Assim, o atual projeto pretende dar continuidade às pesquisas do GPME, que nos últimos anos avançaram na identificação e adequabilidade de subprodutos como potencial matéria prima de cimentos alternativos. Nesse estágio, o presente projeto também visa contribuir no estudo de durabilidade de cimentos especiais, em especial os cimentos supersulfatados (CSS) e álcali ativados (CAT), através de parcerias com as universidades UFPR e a University of Toronto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline de Oliveira Alves

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • as intervenções do terapeuta ocupacional junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por covid-19
  • A Terapia Ocupacional ocupa importante papel no contexto hospitalar, os objetivos da Terapia Ocupacional no Contexto Hospitalar que estão voltados para: avaliação do sujeito de modo biopsicossocial, elaboração de plano de tratamento conforme as necessidades específicas da pessoa; promoção de experiências saudáveis e espaço de saúde, orientações à pessoa e familiares; ações que visem o alívio da dor e do sofrimento para além das técnicas farmacológicas; prevenção de limitações, manutenção da capacidade funcional da pessoa; e, finalmente, a atenção quanto ao enfrentamento do processo de morte. A COVID-19 é semelhante ao de outras viroses respiratórias, e em casos mais graves (5%) pode acarretar dispneia, sangramento pulmonar, linfopenia grave e insuficiência renal. (Strabelli; UIP; 2020). Nos casos mais graves é necessário internação, dependendo da evolução há necessidade de tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva. Diversos terapeutas ocupacionais vêm atuando no contexto hospitalar principalmente com pacientem em tratamento da COVID-19, e até então não temos registros dessas atuações. Esse projeto tem como objetivo mapear essas intervenções que tem sido realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, promovendo o desenvolvimento científico, a divulgação de estratégias utilizadas, incluindo o desenvolvimento tecnológico e de inovação. Descrever as intervenções realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19. Será uma pesquisa de abordagem metodológica qualitativa. O método para coleta de dados será “estratégia bola de neve”, que é uma forma de amostra não probabilística que utiliza cadeias de referência. É uma estratégia útil para pesquisar grupos difíceis de serem acessados ou estudados, também quando não há precisão sobre sua quantidade (Vinuto, 2014). Será feito contato com os Conselhos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) e com a ATOHosp., buscando a indicação de Terapeutas ocupacionais que atuaram ou que estão atuando junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, a partir dessas indicações entraremos em contato convidando participar da pesquisa, e também a partir desses contatos buscaremos outras indicações de terapeutas ocupacionais. O instrumento de pesquisa será uma entrevista estruturada no formato on-line. Os resultados e contribuições científicas esperados são a divulgação e disseminação de práticas de intervenções terapêuticas ocupacionais no tratamento de pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, bem como divulgação para a aplicabilidade no SUS.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Caroline Furtado Junqueira

Ciências Biológicas

Imunologia
  • antígenos apresentados via hla de classe i por reticulócitos infectados com plasmodium vivax como alvos para vacina contra a malária
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Caroline Silveira Bauer

Ciências Humanas

História
  • presenças da ditadura e esperanças na constituição nas demandas da população encaminhadas à assembleia nacional constituinte através do projeto “diga gente” (1986-1987)
  • Nos anos de 1986 e 1987, paralelamente aos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, através de uma iniciativa de servidores do Senado Federal para a participação da população na elaboração do texto constitucional, desenvolveu-se o projeto “Diga Gente”, que possibilitava o envio de sugestões aos constituintes para elaboração do texto constitucional. Este projeto de pesquisa propõe uma análise em relação às presenças da ditadura e às esperanças na Constituição a partir das demandas relativas ao período ditatorial enviadas pelos cidadãos no âmbito do “Diga Gente”. Pretende-se, desta forma, problematizar o confronto entre memórias e narrativas sobre aqueles anos na conjuntura de transição política, partindo-se do pressuposto que esse conflito simbólico explicita divergências entre temporalidades e culturas históricas. Existiam, naquele momento, concepções diferentes de passado e expectativas distintas de futuro, bem como motivações diversas para o silenciamento ou para a transmissão da experiência do terrorismo promovido pelo Estado durante o período ditatorial, que ficaram registradas nos formulários do “Diga Gente”.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-31/12/2022
Foto de perfil

Caroline Turchetto

Ciências Biológicas

Botânica
  • revelando processos de diversificação e evolução de espécies de nicotiana l. (solanaceae) em diferentes ambientes na região sul da américa do sul
  • Identificação e delimitação de espécies constituem um tópico importante na sistemática e biologia evolutiva. Identificar corretamente as espécies é especialmente importante na América do Sul, onde os padrões e processos responsáveis por gerar e manter a diversidade de espécies ainda são pobremente compreendidos. O processo pelo qual as espécies se originam, bem como o estágio de especiação, pode dificultar a identificação das espécies. Neste contexto, abordagens multidisciplinares são cruciais para compreender a integridade de espécies. Assim, morfometria, ecologia e marcadores moleculares podem ser combinados para investigar os mecanismos envolvidos na origem das espécies na América do Sul. As áreas de Campos no Sul do Brasil pertencem aos biomas Mata Atlântica e Pampa. O Pampa é uma região geomorfológica complexa que está entre os campos mais ricos em espécies do mundo e, apesar de abrigarem enorme biodiversidade, são pobremente conhecidas e, consequentemente, negligenciadas. O gênero Nicotiana L. seção Alatae é composto por oito espécies distribuídas nos Campos do Sul da América do Sul e os processos envolvidos na diversificação deste clado ainda não são compreendidos. N. forgetiana e N. mutabilis são restritas aos Campos do Planalto Sul brasileiro, nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e são visitadas por beija-flor. Nicotiana alata e N. bonariensis são amplamente distribuídas ao Sul do Brasil, nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná, até o Uruguai, nordeste da Argentina e no leste do Paraguai, ocupando diferentes habitats, sobrepondo suas distribuições com espécies endêmicas. N. mutabilis é morfologicamente similar a N. forgetiana, entretanto apresenta uma característica única dentro do gênero: flores brancas a rosa no mesmo indivíduo, associadas com a idade da flor. Trabalhos de biologia floral tem sugerido uma possível nova espécie, uma variedade de flores vermelhas, relacionadas à N. forgetiana, porém com flores menores. Assim, o objetivo deste projeto é investigar quais os mecanismos evolutivos envolvidos na especiação da seção Nicotiana sect. Alatae, na região Sul da América do Sul. Para isso será utilizada uma abordagem integrativa que inclui análises morfológicas, ecológicas e genéticas, visando ampliar o conhecimento dos processos que direcionaram a diversidade vegetal dos campos e, assim, contribuir para a conservação sua biodiversidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carsten Wrenger

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dissecção do metabolismo do ácido lipoico como target druggable na malária
  • O parasita causador da malária Plasmodium falciparum possui organelas tais como mitocôndrias e o compartimento tipo cloroplasto denominado apicoplasto, o qual está ausente no hospedeiro humano. A interferência em vias metabólicas presentes em tal compartimento tem provado ser letal ao parasita. Este projeto de pesquisa em nível de doutorado concentra-se na identificação de compostos antimaláricos tendo como alvo o metabolismo do ácido lipoico em Plasmodium, utilizando-se duas diferentes abordagens: a via de novo do ácido lipoico será estudada com substratos suicidas que mimetizam substratos naturais, resultando, desse modo, na geração de cofatores não funcionais que envenenam todas as enzimas dependentes do cofator. Uma segunda abordagem tem a intenção de identificar inibidores de enzima tendo como alvo enzimas da biossíntese do ácido lipoico. Os resultados não apenas podem validar enzimas da biossíntese do ácido lipoico e da via de novo como alvos atrativos para novas abordagens terapêuticas, mas também fornecer moléculas bioativas para o desenvolvimento de fármacos. A descoberta de fármacos que interferem no metabolismo do ácido lipoico na malária mostra um novo alvo para fármacos e que está restrito ao parasita.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássia Barreto Brandão

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estoques de carbono orgânico e emissões de co2 do solo em ecossistemas de mata atlântica
  • A participação dos sumidouros de CO2; como os oceanos e a fotossíntese de plantas terrestres contribuem para reter grandes quantidades de carbono.Porém no que se refere às florestas tropicais, ainda não há um consenso sobre a participação ativa desses ecossistemas no estoque de carbono do ar, uma vez que o CO2; retorna a atmosfera através da respiração do solo. Neste sentido, os fluxos de CO2 atmosféricos à superfície sobre ecossistemas têm se tornado um objeto de relevante interesse científico. A importância do carbono e de seus compostos é indiscutível, pois este é o constituinte básico de toda a matéria viva, e é fundamental na respiração, na fotossíntese e na regulação do clima. As florestas tropicais ocupam 1,8 bilhão de hectares, sendo que os estoques de carbono nas florestas tropicais correspondem em média a 120tC/hectare na vegetação e 123tC/hectare no solo de até um metro de profundidade. Os solos de até um metro de profundidade, por exemplo, são capazes de conter até 1.500GtC (Gigatonelada de carbono). Assim sendo, este projeto visa avaliar os estoques de carbono em ecossistemas de Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, além de realizar estimativas do carbono presente na biomassa microbiana do solo e dos efluxos de CO2 no sistema solo- atmosfera, sendo utilizado para os devidos fins, metodologias inovadoras como o método de câmara fechada com sensor infravermelho para as medições de CO2 e o método de irradiação-extração para estimativas do carbono microbiano. Assim sendo, compreender as interações que são responsáveis pelo efluxo de CO2 e pelos estoques de carbono são de suma importância nas temáticas atuais sobre questões climáticas e sobre as interações entre solo, planta e atmosfera. Cada bioma tem a capacidade de armazenar carbono, seja na forma de biomassa aérea, matéria orgânica morta, biomassa do solo (raízes) e carbono do solo, e neste contexto, as florestas tropicais são em geral os biomas com a maior capacidade de estocagem devido a sua maior densidade de biomassa. Neste contexto o bioma Mata Atlântica se constitui como áreas prioritárias para o desenvolvimento de pesquisas e para o estabelecimento de indicadores ambientais e para a compreensão das interações entre solo-planta-atmosfera.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-29/02/2024
Foto de perfil

Cassiana Carolina Montagner

Outra

Ciências Ambientais
  • microplásticos como vetores de transporte de contaminantes orgânicos emergentes em matrizes aquática
  • A poluição do meio ambiente por plásticos é reconhecida como um dos fatores antropogênicos mais proeminentes que afetam a biodiversidade e a qualidade ambiental a nível global. Os avanços na compreensão da extensão da poluição por plásticos e dos efeitos sobre os organismos progrediram rapidamente e tem sido focado em ambientes marinhos; no entanto, estudos recentes estão surgindo e demonstram que os ecossistemas de água doce podem ser amplamente poluídos pelos plásticos e os efeitos nesses ecossistemas são desconhecidos. Esse projeto propõe investigar o destino ambiental, as propriedades físico-químicas e a exposição de organismos a microplásticos em vários ecossistemas impactados de regiões metropolitanas do Estado de São Paulo. O objetivo principal é estabelecer uma linha de base da extensão e características da poluição por microplásticos; e, especificamente, identificar os aportes locais (populações humanas e efluentes de águas residuais) de microplásticos, bem como, os contaminantes emergentes associados (ou seja, sorvidos) aos microplásticos para avaliar os níveis de exposição que os organismos de água doce podem estar expostos tendo os microplásticos como vetores de transporte. Bacias hidrográficas localizadas em regiões urbanizadas serão usadas como modelo para um estudo espaço-temporal da ocorrência e destino dos microplásticos a fim de se conhecer a variação sazonal associada às mudanças nos níveis dos rios durante as estações chuvosa e seca. As investigações propostas são baseadas nos programas de pesquisa existentes da pesquisadora nas áreas de química analítica ambiental.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiana Fagundes da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • bytegirls - garotas tecnológicas
  • O presente projeto como finalidade realizar a divulgação da área de Computação e suas tecnologias para as meninas estudantes do ensino médio e dos anos finais do ensino fundamental, de modo que estas sintam-se motivadas e interessadas em ingressar na área tecnológica e de Computação. Para isso, a Faculdade da Indústria de São José dos Pinhais por meio curso de Sistemas de Informação, em parceria com três escolas públicas da região metropolitana de Curitiba e da cidade de Curitiba fará a divulgação e integração entre as alunas do ensino médio, fundamental e superior destacando entre suas ações a realização de palestras, oficinas, minicursos e debates com estudantes que já atuam na área a fim de compartilhar suas experiências.
  • Instituto Euvaldo Lodi - PR - PR - Brasil
  • 31/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Cassiano Aimberê Dorneles Welker

Ciências Biológicas

Botânica
  • múltiplas abordagens na delimitação de táxons em andropogoneae (poaceae): taxonomia, morfometria, filogenia e filogenômica
  • A delimitação de táxons é um aspecto vital dentro da taxonomia e da biologia evolutiva, bem como para a compreensão e conservação da biodiversidade. No entanto, definir a circunscrição de gêneros e espécies não é uma tarefa fácil, e deve integrar múltiplas abordagens, como análises morfológicas e moleculares. A ocorrência de hibridação, poliploidia e radiação recente, muito comum em diversas linhagens de plantas e especialmente na tribo Andropogoneae (Poaceae), torna a situação ainda mais complicada. Andropogoneae inclui plantas de grande importância econômica, como a cana-de-açúcar, o milho e o sorgo, além de muitas espécies ecologicamente dominantes em formações campestres ao redor do mundo. Existem diversos problemas de circunscrição de gêneros e espécies em Andropogoneae, envolvendo Schizachyrium, Eriochrysis, Saccharum e Agenium, os quais necessitam de estudos com múltiplas abordagens. Este projeto tem como objetivo realizar estudos taxonômicos, morfométricos, filogenéticos e filogenômicos nesses gêneros, procurando investigar suas relações evolutivas e elucidar a circunscrição de seus táxons. Devido à alta variabilidade das sequências e à sua capacidade de identificar híbridos, a clonagem de genes nucleares de poucas cópias constitui uma metodologia altamente promissora para inferir as relações filogenéticas em Andropogoneae. Análises filogenômicas baseadas no sequenciamento completo do plastoma (comumente conhecido como Next-Generation Sequencing – NGS) também têm se mostrado extremamente úteis para este fim. Alguns autores afirmam, inclusive, que o NGS irá revolucionar a sistemática vegetal, assim como o método de sequenciamento de Sanger o fez nas últimas décadas. Este projeto também é potencialmente útil para o estudo de outros grupos vegetais, por propor uma metodologia modelo para a delimitação de táxons, especialmente para grupos complicados devido à presença de evolução reticulada, poliploidia e radiação recente.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Cassiano Antonio Bortolozo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • determinação das potencialidades de uso do método eletrorresistivo para a determinação de parâmetros geotécnicos e umidade do solo em modelos de infiltração no solo
  • O Brasil sofre todos os anos com deslizamentos de terra, que ocorrem principalmente no período do verão. Sendo os estudos para o entendimento dos processos e causas de deslizamento um dos focos principais do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). Dessa forma foi definido um objetivo geral para o grupo de Geodinâmica: utilizar a previsão de chuva para uma área crítica e a umidade atual das camadas para prever uma possível situação de ruptura baseada na futura infiltração. Neste sentido o CEMADEN está implementando um sistema para o monitoramento da umidade do solo em diversas áreas críticas sujeitas a movimentos de massa no Brasil. O equipamento corresponde a uma estação pluviométrica acoplada a sensores instalados em poços que medem a umidade em subsuperfície. Algumas estações já estão funcionando em Campos do Jordão – SP e estão planejadas outras estações em mais 9 cidades em 5 Estados. Porém para a construção, de fato, de um sistema de alertas é necessário realizar uma modelagem da infiltração da chuva futura e como ela afetaria o estado atual de umidade. Com isso seria possível calcular o fator de segurança que de fato seria utilizado no sistema de alertas. Para a elaboração desse programa de infiltração é necessário o conhecimento de uma serie de propriedades geotécnicas ao longo do perfil 2D da encosta. Porém a coleta pontual de amostras para obtenção de parâmetros geotécnicos, além de dispendiosa, não permite uma ampla cobertura bidimensional. Por esse motivo o coordenador deste projeto está trabalhando com o desenvolvimento de algoritmos para obter parâmetros geotécnicos e umidade do solo através de levantamentos de eletrorresistividade 2D. Sendo que estes são os parâmetros de entrada do software que está sendo desenvolvido no Reino Unido em parceria com o coordenador. O programa utiliza uma discretização de elementos finitos com malha adaptativa, que apesar de ser uma forma muito complexa e eficiente, depende muito de se ter uma malha adequada para obter resultados realmente precisos. Sendo que a definição da malha ótima é sempre difícil e em alguns casos é impossível, uma vez que não é possível comparar os resultados numéricos com uma observação real. Dessa forma o projeto proposto tem como objetivo principal realizar uma série de experimentos de infiltração em áreas controladas para validar o procedimento de obtenção de parâmetros geotécnicos e umidade do solo com levantamentos geofísicos. Utilizando uma estação de umidade do solo do Cemaden e coleta de amostras para validar os resultados. Além disso, será possível determinar a forma ótima de discretização para o software que está sendo desenvolvido. Sendo que os resultados obtidos com este projeto são fundamentais para as futuras pesquisas realizadas pelo grupo de Geodinâmica e suas instituições parceiras.
  • Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Rabelo e Silva

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • nanometrologia de grafenos produzidos em escala industrial
  • O crescente interesse pelo estudo e aplicação de nanomaterias gerou a necessidade de se desenvolver ferramentas e métodos metrológicos específicos para a área. Este movimento deu origem à Nanometrologia, um campo multidisciplinar que aborda as mais diversas áreas do conhecimento, dentre elas a Física, Química, Biologia e todas as Engenharias. Os trabalhos relacionados à nanometrologia incluem o desenvolvimento de novos padrões adequados à instrumentação, produção de materiais de referência, nomenclaturas, metodologias de testes, modelamentos e simulações, segurança, saúde e meio ambiente. Embora um grande esforço venha sendo feito nessa direção, o desenvolvimento destes padrões ainda está em curso uma vez que, apesar de a área ser relativamente jovem, é ao mesmo tempo extremamente abrangente. A FabNS - Fábrica de Nanosoluções e Participações LTDA - é uma empresa desenvolvedora de tecnologias para caracterização físico-química de amostras na escala nanométrica e com alta resolução espacial. As soluções desenvolvidas servem de base para aplicações em pesquisa e desenvolvimento em nanotecnologia. A FabNS foi concebida em 2014, como uma spin-off do Laboratório de Nanoespectroscopia – LabNS, sendo formalmente fundada em março de 2020. Criado em 2006 no Departamento de Física do Instituto de Ciências Exatas da UFMG, o LabNS já produziu mais de 300 artigos publicados e 50 mil citações, estabelecendo-se como referência internacional em espectroscopia ótica e instrumentação científica. A empresa atua no setor de instrumentação científica/industrial voltada à nanometrologia e desenvolveu um nanoscópio, que é um instrumento capaz de observar a matéria na escala nanométrica. O desenvolvimento de microscópios ópticos com resolução nanométrica possibilita a análise de estruturas com um grau de detalhamento inalcançável em microscópios ópticos convencionais. A habilidade de ver e manipular estruturas nesta escala implica uma gama de possibilidades na aplicação da nanotecnologia, podendo ser utilizada na medicina, em ciência dos materiais, na eletrônica, no setor de transportes, dentre outros. A FabNS atuará no mercado de nanotecnologia, inicialmente, por meio da venda do Porto, um nanoscópio de alta tecnologia baseado na técnica TERS, que permite a caracterização de amostras em escala nanométrica, proporcionando informações sobre sua composição química e estrutural. A técnica TERS surgiu em 2000, e consiste na combinação de duas outras técnicas: espectroscopia Raman e microscopia de varredura por sonda (do inglês Scanning Probe Microscopy, ou SPM). Essa combinação faz do TERS a única técnica capaz de proporcionar caracterização química e estrutural (proporcionada pela espectroscopia Raman) com resolução espacial nanométrica (obtida a partir da SPM), ou seja, o Porto apresenta, em um único equipamento, além de funcionalidades que normalmente só são encontradas em equipamentos distintos, o poderio inédito de caracterização por espectroscopia Raman em nanoescala. Atualmente o produto está em fase final de desenvolvimento de protótipo passível de comercialização, graças ao projeto NA@MO, financiado pela Codemge (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais) em parceria com o programa Embrapii. Este projeto tem como objetivo consolidar o TERS como uma ferramenta de análise e desenvolvimento de nanomaterias produzidos em larga escala, mais especificamente o grafeno. A prova de conceito foi construída na fase I através de medidas e análise de nanoflocos de grafeno produzidos pelo Projeto MGgrafeno por meio do método de esfoliação química em fase líquida. Os resultados demonstraram que o nanoscópio TERS produzido pela FabNS possui grande potencial de servir como ferramenta para nanometrologia de grafenos produzidos em escala industrial. Iremos adensar as etapas iniciais com uso dos MVPs na direção de validações cada vez mais concretas. Pretende-se agregar medições com grafenos funcionalizados para validar a capacidade de atendimento às demais necessidades identificadas do cliente por meio do QFD. Esse aprendizado validado reduz o risco na medida em que dá inputs para a busca de clientes em outros pontos da cadeia de valor do Grafeno que trabalhem com P&D e funcionalização. Esse esforço pavimenta o avanço para etapas posteriores do modelo por meio de testes comerciais e desenvolvimento de clientes, o que permite testar processos gerenciais de rotina da empresa. Além da revisão recorrente dos elementos já construídos do negócio, deve-se ganhar maturidade em aspectos internos do negócio, como estrutura organizacional, processos internos, indicadores e outros.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 28/09/2021-31/03/2023
Foto de perfil

Cassiano Rech

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento de inversor fotovoltaico com integração de sistemas de armazenamento de energia
  • Com um número crescente de geradores baseados em fontes renováveis conectados de forma distribuída ao sistema elétrico, novos desafios surgem na sua operação. Entre os desafios, destaca-se que a geração baseada em fontes renováveis depende de variáveis naturais e, portanto, pode apresentar comportamento intermitente. Assim, para aumentar a previsibilidade do sistema e ainda permitir a prestação de serviços auxiliares, a integração de sistemas de armazenamento de energia à rede elétrica tem sido cada vez mais explorada. Nesse sentido, este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de uma topologia de conversor CC-CA (inversor) trifásico capaz de processar a energia produzida por um sistema fotovoltaico e, adicionalmente, permitir a integração de um sistema de armazenamento de energia independente em cada braço do conversor. Com isso, um inversor trifásico poderia receber a conexão de três sistemas de armazenamento de energia independentes, inclusive com tecnologias e características distintas. Essa configuração híbrida abre enormes possibilidades de projeto permitindo alcançar uma solução global que extraia as melhores características de cada tecnologia a um custo competitivo. Além disso, é possível obter uma solução final com menor número de dispositivos semicondutores de potência e elementos passivos, reduzindo o custo e aumentando a confiabilidade do sistema.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássio Cassal Brauner

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • indução artificial de lactação em novilhas leiteiras: endocrinologia, metabolismo e suas relações com a eficiência produtiva e econômica
  • A indução da lactação consiste em mimetizar os níveis hormonais do período final da gestação da vaca, fazendo com que esta produza leite sem que tenha gerado um bezerro. É uma técnica de grande potencial a ser explorada por produtores de leite, podendo incrementar a eficiência do sistema, impactando positivamente no total de leite produzido em cada unidade produtora, bem como influenciar positivamente na eficiência reprodutiva das fêmeas. O objetivo maior desta proposta é verificar a eficiência de um protocolo alternativo em comparação ao convencional como forma de induzir lactação e ambos em comparação a lactação após a gestação, além de comparar e avaliar a eficiência produtiva, endócrina e econômica deste protocolos. Para isto, será realizado um experimento em uma propriedade comercial de bovinos de leite, onde serão utilizados 30 novilhas da raça Holandês com idade média de 28 meses divididas em 3 grupos: Grupo Controle (10 novilhas gestantes acompanhadas desde os 21 dias pré-parto até os 150 dias pós-parto), Grupo Convencional (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo de indução da lactação convencional) e Grupo Alternativo (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo alternativo ao protocolo comercial de indução da lactação). Todos os animais passarão por coletas de sangue semanalmente durante os 21 pré-lactação até os 49 dias em lactação para mensuração dos níveis circulantes de estradiol (E2), progesterona (P4), cortisol e glicose, ácidos graxos não esterificados, beta-hidroxibutirato, além de enzimas hepáticas e proteínas de fase aguda. Além disso semanalmente será realizada uma coleta de leite a partir da primeira semana após o término do protocolo até os 150 dias de lactação. A partir da primeira semana de lactação (pós-parto Grupo Controle e pós início de lactação dos Grupos Convencional e Alternativo) serão realizadas avaliações ultrassonográficas uterinas e ovarianas semanais a partir da primeira semana após o término do protocolo até o momento que os animais entrarem no protocolo de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). Desta forma, busca-se com esta proposta ampliar o entendimento do comportamento metabólico e hormonal de vacas leiteiras durante os protocolos de indução de lactação, bem como com base nisso, a possiblidade de criação de um novo protocolo de indução artificial de lactação com menos manejos e menores doses de hormônios aplicados, sugerindo a possibilidade de criação e implantação desta ferramenta atualizada proporcionando potencializar a eficiência produtiva e econômica dos animais gerando um impacto positivo dentro dos sistemas de produção leiteira no Brasil.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassio da Nobrega Besarria

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • informalidade, desemprego e política fiscal: desenvolvendo um modelo dsge para a economia brasileira
  • Os efeitos dos choques de política fiscal (tributários ou gastos) sobre a atividade econômica e o setor informal apresentam efeitos controversos. Uma questão importante é tentar entender quais elementos podem explicar este comportamento. Esta pesquisa irá investigar a hipótese de que um ajuste fiscal, associado com a incorporação de um setor informal no modelo, pode estar por trás do comportamento da atividade econômica. Tendo como propósito principal o desenvolvimento de um modelo Dinâmico Estocástico de Equilíbrio Geral para investigar essas questões.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022