Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Luiz Bogado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • produção de hidrogênio molecular a partir da decomposição do ácido fórmico catalisada por complexos organometálicos de rutênio
  • A procura por novas fontes de energia, em substituição ao uso de combustíveis fósseis, tem chamado a atenção da comunidade científica de diversas áreas do conhecimento. O uso de hidrogênio molecular (H2) em células combustível é considerado uma das mais importantes fontes de energia, além de ser livre de emissões poluentes. Contudo, os métodos atuais de estocagem e transporte de H2 gasoso ou líquido são inadequados, com custos elevados e riscos à segurança. Logo, métodos alternativos para entrega de H2 puro são urgentes, o que valida relatórios recentes sobre a ativação de compostos orgânicos ricos em hidrogênio, como borohidretos, hidrazina e ácido fórmico (AF). O AF é considerado um dos mais promissores materiais para o armazenamento e produção de H2, contém 4,4 % de hidrogênio, é comercialmente disponível, relativamente barato e um líquido de baixa toxicidade em condições ambientes, o que permite o manuseio e transporte seguros. A decomposição do AF pode acontecer via dois mecanismos de reações distintas na presença de um catalisador adequado: i) através da decarboxilação para produzir H2 e CO2 (DetaG = -38.3 kJ mol -1), considerado termodinamicamente mais favorável, e ii) por meio da decarbonilação para produzir CO e H2O (DeltaG = -9.66 kJ mol -1), sendo este menos favorável termodinamicamente. A decarbonilação do AF é indesejável uma vez que pequenas quantidades de CO podem destruir a célula combustível e desativar o catalisador. Somente em 2008, foi apresentada a primeira reação catalisada para decomposição do AF sem a presença de CO, utilizando um catalisador de rutênio. Neste projeto pretende-se sintetizar e caracterizar complexos organometálicos de rutênio com fórmula geral [RuCl(n6-areno)(E-E)]+{E-E = N-N ou P-P} bem como agregá-los à superfície de nanopartículas de ouro (AuNPsn-), para formar novas espécies denomindas [Ru]+/AuNPsn-, a serem empregadas como (pré)-catalisadores em reações de dehidrogenação do ácido fórmico para produção de H2 puro.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Maranhão de Souza Leão

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • assemblages de relações parassociais de influenciadores digitais com fãs por meio das mídias sociais
  • Nos últimos anos, o contexto sociocultural vem mudando continuamente, o que se reflete nas práticas de consumo. A mídia tem sido fundamental nesse processo, uma vez que articula verdades tomadas pelos agentes de mercado. Seu papel foi alterado pela ressonância das mídias sociais, permitindo feedback instantâneo sobre o nível de interação e abrangência da propagação de conteúdos, para formar canais de relacionamento diretos e interativos, legitimando o papel dos influenciadores digitais neste contexto. Antes pessoas comuns, os influenciadores digitais tornaram-se microcelebridades e adquiriram um volume significativo de seguidores que se tornam fãs. Eles estabelecem um relacionamento por meio das mídias sociais que pode ser entendido como parassocial, caracterizado por uma situação em que o público vivencia os encontros mediados com uma celebridade como reais e os considera como pessoas próximas que se envolvem em uma relação recíproca. A mídia pode ser entendida como um ambiente por meio do qual as realidades são vivenciadas e significadas, se tornando um agente permeador das relações sociais. A maneira como diferentes elementos humanos e não humanos – como objetos, indivíduos e dispositivos – interagem entre si e funcionam juntos em um determinado arranjo é abordada pela Assemblage Theory. Nesse sentido, argumentamos que a relação parassocial estabelecida entre influenciadores digitais e fãs por meio das mídias sociais pode ser caracterizada como uma assemblage. Com base nesse desenvolvimento, o principal objetivo da pesquisa é compreender como os influenciadores digitais agenciam (i.e., assemblage) relações parassociais com os fãs por meio das redes sociais. Para abranger os atores envolvidos no processo, os dados serão compostos pelo conteúdo produzido, publicado e divulgado pelas influências digitais; visualizações, comentários e compartilhamentos de fãs; e como as mídias sociais permitem, induzem ou restringem as ações dos influenciadores digitais e dos fãs.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luiz Mota

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • proposta institucional da universidade federal de são joão del-rei para a chamada pública formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Sena Guimarães

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito abscopal da radioterapia em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço: enfoque na expressão de genes associados com o metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) representa um dos principais problemas de saúde pública com estimativa de 300 mil casos novos no mundo, em 2017. A etiopatogênese do CCECP está relacionada a fatores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. Recentemente o metabolismo glicolítico tumoral voltou a ser explorado como um importante alvo terapêutico no tratamento do CCECP. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos que busquem investigar novas estratégias terapêuticas. A radioterapia, combinada ou não com cirurgia e quimioterapia, vem sendo amplamente utilizada para o tratamento do CCECP. A interação entre célula neoplásica e células do estroma é de fundamental importância para o prognóstico do paciente. Foi observado que embora submetidos à irradiação local, alguns pacientes apresentam redução de outros tumores metastáticos que não foram irradiados. Estas observações sugerem que a radiação pode ter um efeito à distância, que é conhecido como efeito abscopal. Adicionalmente, evidencias sugerem que mediadores sistêmicos podem estar relacionados a perda de tolerância imunológica relacionada às células neoplásicas. Sendo assim a busca pelos efeitos sistêmicos da radioterapia pode revelar estratégias e alvos terapêuticos para o CCECP. Considerando todos estes fatos o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos da radioterapia em níveis sistêmicos de moléculas associadas ao metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • elucidando a contribuição dos componentes das recidivas de malaria para atingir a cura radical - abracamal
  • Diante da proposta de avançar para o controle e eliminação da malária do território brasileiro e da necessidade de estratégias customizadas para diferentes cenários epidemiológicos é essencial o entendimento dos fatores que levam ao alto número de recorrências entre os indivíduos tratados por malária. Nosso estudo multicêntrico, propõe seguir pacientes com malária em seis estados com diferentes caracteristicas – Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Roraima, Rondônia e em duas localidades no Pará, totalizando inclusao em sete diferentes unidades. Os 880 participantes serão acompanhados por 360 dias seguindo um protocolo de pesquisa clínica harmonizado e além do seguimento clínico, terão suas amostras avaliadas através de técnicas de biologia molecular, farmacogenética, questionário e contagem de medicamentos para adesão e observação de eventos adversos. Adicionalmente, análise da qualidade dos medicamentos empregados nos sete diferentes locais também serão realizadas. Coordenada pelo médico infectologista André Siqueira do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – INI – Fiocruz, a proposta do estudo é uma parceria de qualificados profissionais do: Instituto Rene Rachou – Fiocruz – MG; Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – Fiocruz - RJ; Instituto Evandro Chagas – PA; Universidade Federal do Pará – PA; Centro de Pesquisas em Medicina Tropical – RO; Hospital das Clínicas Boa Vista – RR; Secretaria de Estado da Saúde do Amapá – AP e Instituto de Infectologia Emílio Ribas – SP. Com abordagem ampla, visando englobar diferentes aspectos relacionados aos componentes da recidivas pretendemos ser capazes de esclarecer os diferentes fatores envolvidos no sucesso terapêutico e prover informações robustas e bem definidas para a definição e desenho de estratégias pelo programa de controle de malária do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/05/2020-30/04/2023