Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Capaldo Amaral

Outra

Multidisciplinar
  • feira de ciências: projeto ciência na escola
  • O presente projeto se destina a realizar a 2a edição da feira de ciências denominada “Ciência na Escola”. A proposta se fundamenta na organização e realização uma feira de ciências, em parceria com instituições públicas e privadas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara. Este projeto conta com a participação da Prefeitura do Município de Araraquara e a Diretoria Regional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Mais do que simplesmente realizar o evento em si, a proposta contempla a interação técnico-científica e pedagógica entre os professores e alunos das escolas e os docentes/pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da Universidade de Araraquara - UNIARA. Os objetivos propostos para o evento são: promover a socialização da ciência, tecnologia, inovação e a valorização da pesquisa e da metodologia científica entre estudantes e professores de instituições de ensino de Araraquara; Motivar professores e alunos de escolas de ensino fundamental, médio e técnico ao contínuo envolvimento com a ciência e o processo científico, contribuindo com o processo de desenvolvimento social e econômico do país; Ampliar as ações extensionistas da UNIARA relacionadas às escolas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara, considerando sua essência vocacional quanto IES; Fornecer capacitação técnico-científica de professores e alunos de escolas públicas e privadas decorrente das atividades didático-pedagógicas programadas. Para que estes objetivos sejam alcançados de forma plena, as atividades vinculadas ao planejamento, desenvolvimento e realização da feira serão realizadas em duas principais etapas: i) atividades didático-pedagógicas e científicas para o desenvolvimento dos projetos científicos pelos alunos e professores das escolas; ii) o evento em si, com a apresentação dos projetos científicos desenvolvidos pelos alunos e professores.
  • Universidade de Araraquara - SP - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

André Carlos Furtado

Ciências Humanas

História
  • sob o signo da diversidade: o protagonismo latino-americano nos debates da unesco.
  • O projeto objetiva analisar os resultados da inserção internacional latino-americana nos debates promovidos nos decênios iniciais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), fundada em Paris, em 1946. Tal organismo visava fomentar a livre circulação de ideias para estabelecer amplos diálogos entre seus Estados membros, no imediato pós-Segunda Guerra Mundial (1939-1945), conflito que atingira em cheio a Europa, levando seus agentes e instituições a depositarem as esperanças planetárias de uma paz duradoura nas experiências do hemisfério Austral. Foi a partir desta percepção - eis nossa hipótese - que representantes dos países da América Latina conquistaram poderes decisórios nos encontros anuais do órgão, pois entendia-se que suas formações histórico-sociológicas eram marcadas pela harmonia na fusão de raças e civilizações, tornando-as orientadoras, por excelência, da mútua compreensão entre os povos. Porém, na medida em que as agendas da UNESCO avançavam, parte das avaliações sobre essas realidades sociais se revelavam ilusórias, sendo um dos casos eloquentes o chamado “mito da democracia racial”, atribuído ao livro “Casa-grande & senzala” (1933), de autoria de Gilberto Freyre, embora outras questões reafirmassem o protagonismo latino-americanista justamente por serem temas que estimulavam, há décadas, as inquietações intelectuais, políticas e diplomáticas de suas nações. Portanto, apesar das pautas sobre raça serem conhecidas, pouco se sabe acerca do peso das contribuições latino-americanas nas Conferências Gerais, em áreas como literatura, folclore, meio ambiente, patrimônio, formas de governo e imigração. Assim, nossa estratégia teórico-metodológica visa avaliar esses vários temas junto aos Arquivos e à Biblioteca da UNESCO, organizando a pesquisa em três fases: pesquisar a documentação; sintetizar os principais debates; e comunicar e difundir novas abordagens sobre o papel da América Latina na agência internacional.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizado de máquina automatizado, interpretável e responsável
  • Este projeto vai abordar temas que têm despertado grande atenção nas comunidades de pesquisa em ciência de dados e em aprendizado de máquina, a automação de etapas do uso de algoritmos de aprendizado de máquina, a extração de características capazes de descrever os principais aspectos presentes em um conjunto de dados, a interpretabilidade de modelos gerados por algoritmos de aprendizado de máquina e o uso de práticas eticamente responsáveis no emprego de algoritmos de aprendizado de máquina em pesquisas e aplicações em problemas reais. Neste projeto, usaremos o termo aprendizado de máquina para significar aprendizado de máquina de ponta-a-ponta, ou do início-ao-fim, que incorpora, além das pesquisas em aprendizado de máquina, pesquisas em aspectos anteriores e posteriores à tarefa de modelagem de dados por meio de algoritmos de aprendizado de máquina, como pre-processamento de dados e validação de modelos. A área de pesquisa de aprendizado de máquina automatizado tem por metas reduzir a carga de trabalho manual e repetitiva em tarefas de aprendizado de máquina, permitir o bom uso de algoritmos de aprendizado de máquina por leigos e permitir que especialistas em aprendizado de máquina possam fazer mais em menos tempo, além de aumentar a dedicação a tarefas mais complexas e criativas. Em muitas aplicações de aprendizado de máquina a problemas reais, é importante identificar como os modelos induzidos tomam internamente suas decisões, permitindo assim a interpretação desses modelos. O terceiro tema está associado aos riscos inerentes ao crescente uso de algoritmos de aprendizado de máquina, como a criação de modelos preconceituosos, a incorporação de informações que permitam identificar a origem dos dados coletados, a ausência de dados que permitam a reprodutibilidade de experimentos científicos e o desenvolvimento que ponham seres vivos em situação perigosas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Cavalcante Hora

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • manutenção e teste de bibliotecas de software
  • Hoje em dia, o desenvolvimento moderno de software se baseia na utilização de bibliotecas de software para a criação e a manutenção dos mais variados sistemas. Seus casos de uso são diversos, desde a criação de aplicativos móveis a sistemas web. Bibliotecas de software são comumente adotadas por sistemas clientes para reuso de funcionalidades, o que resulta em um aumento de produtividade da equipe e confiabilidade do software desenvolvido. Como qualquer sistema de software, bibliotecas de software também evoluem ao longo do tempo para acomodar alterações, como novas funcionalidades, correção de bugs e refatoração. Idealmente, para evoluir com qualidade e, ao mesmo tempo, evitar que os seus clientes sejam negativamente impactados, bibliotecas devem ser estáveis e possuir uma boa base de testes. No entanto, a literatura recente aponta que essas boas práticas não são necessariamente seguidas. Considerando a importância do reuso de funcionalidades para o desenvolvimento de software na atualidade, neste projeto pretende-se: propor, desenvolver e avaliar técnicas e ferramentas para dar suporte à manutenção e ao teste de bibliotecas de software. Especificamente, planeja-se realizar estudos empíricos para quantificar e qualificar as características de bibliotecas de software com reconhecida qualidade e desenvolver técnicas e ferramentas para auxiliar na melhoria da estabilidade e da testabilidade desses sistemas. Os resultados da pesquisa proposta podem ser diretamente confrontados com a literatura para verificar se práticas clássicas de Engenharia de Software se aplicam ao domínio de bibliotecas de software ou se essas práticas devem ser revisitadas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre da Silva Mello

Ciências Humanas

Educação
  • o protagonismo da criança e a equidade étnico-racial na educação infantil
  • O projeto se constitui como uma ação afirmativa, ancorada em pesquisas aplicadas, que busca valorizar a centralidade das crianças nas ações pedagógicas empreendidas pelas instituições infantis de Vitória/ES e superar o racismo nas relações étnico-raciais estabelecidas no cotidiano dessas instituições. Para isso, articula a formação continuada de professores e a produção de conhecimentos para a mediação pedagógica no contexto da Educação Infantil, considerando as agências e as produções culturais das crianças, a dinâmica curricular específica dessa etapa da Educação Básica, a equidade nas relações étnico-raciais e a valorização das culturas populares. Adota a Pesquisa-Ação Colaborativa e a pesquisa bibliográfica como percursos metodológicos, em que as ações pedagógicas dos docentes serão reconhecidas por meio de processos reflexivos coletivos e ressignificadas pelas práticas de escrita, que serão sistematizadas na produção de dois livros didático-pedagógicos. O projeto mobiliza seis subprojetos de pesquisa, vinculados a duas teses de doutorado, a uma dissertação de mestrado e a três trabalhos de iniciação científica, com foco em formações continuadas com professores que atuam na rede pública de Educação Infantil de Vitória/ES, que serão desenvolvidas por meio de parceria entre a Secretaria de Educação do município e o Núcleo de Aprendizagens com as Infâncias e seus Fazeres (NAIF) da Universidade Federal do Espírito Santo. O projeto, de caráter interinstitucional, integra professores-pesquisadores de cinco instituições federais (UFES, UFFRJ e UFG) e está respaldado em experiências formativas anteriores com a Educação Física, que, nesta proposta, se ampliarão para diferentes áreas do conhecimento e sujeitos que atuam na Educação Infantil de Vitória/ES.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025