Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Herica Silva Dutra

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação do ambiente da prática, omissão de cuidados e clima de segurança: percepção dos profissionais de enfermagem de três regiões do brasil
  • Resumo: O objetivo desta investigação é avaliar a percepção dos profissionais de enfermagem sobre o ambiente da prática, omissão de cuidados e clima de segurança em três hospitais brasileiros das regiões Sudeste, Nordeste e Sul. Trata-se de estudo transversal com abordagem quantitativa. Serão convidados a participar do estudo profissionais de enfermagem que prestam assistência direta a pacientes nas três instituições alvo. Os dados obtidos poderão direcionar a elaboração de políticas voltadas a melhorias no ambiente de prática da enfermagem, na qualidade da assistência de enfermagem e na segurança e satisfação dos pacientes.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Herick Soares de Santana

Outra

Divulgação Científica
  • “além dos muros do instituto federal: a feira de ciências no instituto federal de goiás/câmpus águas lindas como possibilidade de vivência e popularização da ciência”
  • O objetivo dessa proposta é realizar, no Câmpus Águas Lindas de Goiás do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, a I Feira de Ciências do munícipio de Águas Lindas de Goiás, com vistas a promover a popularização e divulgação da ciência, pesquisa e tecnologia como forma de incentivar a construção de uma relação dialógica sobre os conhecimentos e saberes populares para os discentes e docentes da educação básica, técnica e superior. Para isso, pretende-se realizar uma ampla diversidade de atividades como: Feira de Ciências, Mostra Científica, Mostra Mulheres na Ciência, Palestras, Mesas Redondas, Oficina, Minicursos sobre como a pesquisa pode contribuir para resolver problemas locais do município, Curso FIC, Palestra sobre mulheres e seu potencial científico, Roda de conversa com estudantes egressos, Plenária para professores do município de Águas Lindas: Desafios da docência, Competição de lançamento de foguetes e Atividades Culturais. A Feira de Ciências será um evento gratuito e aberto ao público. Tal atividade possibilitará uma maior interação dos docentes e discentes por meio da realização de um evento científico que permite uma comunicação dialógica com a comunidade. Na Feira de Ciências será realizada o Seminário de Iniciação Científica em que alunos que participam do Programa de Iniciação Científica (PIBIC-EM) vão apresentar seus trabalhos em formato de comunicação oral. Com a Feira de Ciências será possível estimular a curiosidade dos alunos que cursam a educação básica. Com a possibilidade de fomento de bolsas de iniciação científica para os alunos da educação básica, que se destacarem nas atividades da feira, será possível incentivar habilidades e estimular estudantes a se interessarem pela pesquisa e carreiras ligada às áreas científicas. A temática que deverá ser abordada no projeto do bolsista, será algo relacionado aos problemas locais do município e como resolvê-los por meio da pesquisa. Ainda, além do incentivo promovido pela concessão da bolsa de iniciação científica, os alunos autores dos trabalhos ganhadores no evento serão premiados com uma viagem para participação e exposição de seus trabalhos no Congresso de Iniciação Científica que é promovido anualmente pela Universidade de Brasília.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Herman Sander Mansur

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • design e desenvolvimento de nanoestruturas inteligentes de pontos quânticos fluorescentes/nanopartículas superparamagnéticas funcionalizados por biopolímeros para aplicações em diagnóstico e terapia de câncer
  • Pontos quânticos (PQs ou quantum dots) são nanomateriais semicondutores que apresentam propriedades optoeletrônicas especiais que dependem diretamente das suas dimensões devido ao efeito de confinamento quântico. Estes nanomateriais são geralmente produzidos em meios orgânicos tóxicos e em elevadas temperaturas para possibilitar sua estabilização, evitar o crescimento dos nanocristais e melhoria das propriedades eletrônicas. Neste sentido, o uso de biopolímeros e seus derivados (bio)funcionalizados sustentáveis através de processamento químico coloidal aquoso oferece um amplo campo de pesquisa e desenvolvimento de novos sistemas conjugados para aplicações da nanotecnologia em todas as áreas das engenharias e da saúde. Nas últimas décadas, a despeito dos inegáveis avanços em medicina, o câncer continua ser um grande desafio representando a segunda maior causa de mortes no mundo. Portanto, o uso dos conhecimentos de engenharia e ciências de materiais e nanotecnologia em medicina denominada de nanomedicina pode revolucionar este cenário. Portanto, neste projeto de pesquisa serão sintetizados e caracterizados novos pontos quânticos (PQs) binários (MX, M=Bi, Zn, Ag; X=S, Se) e ternários (M1M2X, M1= Ag, Cu; M2=In, Zn; X=S, Se) livres de metais pesados (“heavy metal free”) utilizando biopolímeros à base de polissacarídeos (carboximetilcelulose, quitosana e derivados) para produção de nanoconjugados via processamento aquoso coloidal para aplicações como biomarcadores fluorescentes de tumores. Além disto, serão construídas heteronanoestruturas utilizando-se os pontos quânticos (PQs) dopados com íons Mn(II) e Co(II) ou associados às nanopartículas superparamagnéticas (MNPs) estabilizadas com biopolímeros polissacarídeos quimicamente modificados por biomoléculas (peptídeos, anticorpos, antígenos). Estes sistemas nanoconjugados multifuncionais inovadores serão utilizados no direcionamento (targeting), detecção e tratamento de câncer através da integração simultânea de suas propriedades óticas, eletrônicas, magnéticas e biológicas em aplicações avançadas de nanomedicina. Serão testadas in vitro uma combinação de múltiplas “ferramentas” para terapia de células tumorais: físicas (direcionamento e hipertermia magnética), engenharia, química e bioquímica (biopolímeros e grupos funcionais acoplados à fármacos) e fotoquímica (irradiação com UV-Vis e fototerapia).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hermano Endlich Schneider Velten

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • cosmologia e astrofísica: extensões do modelo padrão e observáveis no universo
  • Existe um cenário mínimo capaz de descrever muitos dos observáveis cosmológicos e astrofísicos. Grosso modo, o acrônimo $\Lambda$CDM sintetiza o que entendemos como modelo cosmológico padrão. Os pilares básicos desta descrição constituem i) a ideia da inflação cósmica, ii) princípio cosmológico, que garante a homogeneidade e isotropia em grandes escalas, iii) o uso da relatividade geral (RG) como teoria gravitacional e iv), como consequência direta do uso da RG, devem ser feitas escolhas bem específicas para os setores da matéria e energia escuras. Os pontos iii) e iv) podem, de certa forma, serem vistos como duas faces de um mesmo fenômeno. Em suma, este projeto de trabalho promove pesquisas em cosmologia nos chamados tempos tardios, onde as manifestações das componentes escuras são, notadamente, mais intensas. Quais são as propriedades destas componentes escuras? Por outro lado, pode ser o caso de que a teoria gravitacional verdadeira, atuante na natureza, não seja a RG? Visando responder estas perguntas, as principais vertentes deste projeto serão: 1) Matéria escura; 2) Energia escura/Teorias modificadas da gravitaçãoo e extensões do modelo cosmológico padrão; 3) Astrofísica: Estrelas e pulsares binários vínculando gravidade modificada; 4) Astrofísica: Classificação de Gamma-Ray Bursts; 5) Desenvolvimento de observáveis cosmológicos. Estes tópicos são de grande interesse observacional e estão relacionados a grandes projetos como o DES, J-PAS e Euclid.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hermano Tavares

Ciências da Saúde

Medicina
  • “um modelo transdiagnóstico de dimensões impulsivas baseado na realidade clínica”
  • Impulsividade é uma característica de comportamentos descritos como rápidos e não planejados. Também é considerada um traço de personalidade. Descrições de fenômenos impulsivos e síndromes associadas foram feitas por pioneiros da Psiquiatria moderna como Esquirol, Kraepelin e Bleuler. Mais recentemente impulsividade tem sido descrita como componente de vários transtornos psiquiátricos e como elemento central das dependências comportamentais e de um conjunto de diagnósticos denominados Transtornos Disruptivos, do Controle do impulso e de Conduta no DSM-5. Esta categoria inclui, entre outros, os seguintes diagnósticos: Transtorno Explosivo Intermitente, Cleptomania e Piromania. Apesar de serem prevalentes e do amplo impacto que têm sobre a saúde pública (75% das mortes em adolescentes são causadas por condutas impulsivas), a impulsividade e seus transtornos relacionados não têm recebido a atenção devida. Ainda existem dúvidas sobre sua caracterização psicopatológica, associação com outros fenômenos psiquiátricos, tratamento e manejo clínico. O objetivo geral da presente proposta é investigar e validar um modelo transdiagnóstico de impulsividade, explorar dimensões da impulsividade em uma amostra clínica de transtornos do impulso e verificar se dimensões específicas de impulsividade se associam a diagnósticos específicos, permitindo um aprimoramento de um modelo de impulsividade baseado na realidade clínica, futura identificação de endofenótipos impulsivos e organização de programas terapêuticos projetados para conjuntos de transtornos do impulso que compartilhem as mesmas dimensões impulsivas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hermes Carvalho

Engenharias

Engenharia Civil
  • análise teórico-experimental de cantoneiras laminadas de aço comprimidas através de uma aba
  • A cantoneira de abas iguais é um perfil metálico de seção em L, composta por duas abas de comprimentos iguais e com o ângulo de 90 graus entre si. O processo de fabricação das cantoneiras laminadas a quente consiste na laminação de metais/ligas acima da temperatura de recristalização do material. Neste processo, o bloco de aço é aquecido em fornos e então conformado através de cilindros, que comprimem e impõem a forma pretendida. Devido ao resfriamento não uniforme do perfil, surge uma distribuição de tensões iniciais auto-equilibradas, denominadas de tensões residuais. As cantoneiras laminadas a quente estão entre os perfis mais utilizados na construção metálica, devido a menor complexidade de fabricação, a elevada eficiência estrutural (relação resistência/peso) e, principalmente, a versatilidade de conexão com outros elementos estruturais. Estes perfis são muito empregados em estruturas de contraventamentos e sistemas treliçados de edifícios, galpões e, principalmente, em torres de transmissão/telecomunicação. Na maioria das estruturas, as cantoneiras estão sujeitas essencialmente a forças axiais e são conectadas através de parafusos localizados em uma das abas, levando a uma solicitação excêntrica. A resistência de cantoneiras submetidas à tração excêntrica não é muito menor do que nas situações de tração concêntrica. Na compressão, por sua vez, o efeito da excentricidade na força última é mais pronunciado. A compressão excêntrica, somada às particularidades de cantoneiras como a baixa rigidez à torção e a rotação dos eixos principais de inércia em relação às abas, tornam a análise e o dimensionamento tarefas complexas. As condições de vinculação dos elementos com o meio externo impactam diretamente na resistência de peças comprimidas, sujeitas à flambagem. Sendo assim, é de grande interesse avaliar a influência do grau de engastamento proporcionado pela ligação de cantoneiras através de uma aba, principalmente para os casos mais usais com um, dois e três parafusos. O aumento da rigidez das restrições pode acarretar no aumento da força de compressão resistente. De modo geral, as cantoneiras comprimidas apresentam dois modos de falha: instabilidades por flexão e por flexo-torção. As cantoneiras laminadas normalmente possuem abas compactas (b⁄t < 20, onde b e t são a largura e espessura das abas) e não estão sujeitas a instabilidades locais. Para a faixa de comprimento utilizada em torres de transmissão, as cantoneiras estão mais propícias a falharem por flambagem por flexão. Em outros tipos de construção metálica, onde se empregam geralmente cantoneiras de comprimento curto a intermediário, o modo de flambagem preponderante é a flexo-torção. A obtenção analítica da força crítica elástica de flambagem de cantoneiras comprimidas excentricamente é muito complexa. Vlasov (1962) propôs uma formulação analítica para flexo-torção e flexão, baseada no equilíbrio do elemento na configuração deformada. As principais normas de dimensionamento de estruturas metálicas, a saber: ABNT NBR 8800:2008, ANSI/AISC 360-16, ASCE-10-1997, EN 1993-1-1:2005 e EN 1993-3-1:2006, possuem procedimentos específicos para determinação da força última de cantoneiras comprimidas por uma aba. Tais procedimentos consistem no dimensionamento da cantoneira através de comprimentos de flambagem equivalentes, considerando de forma simplificada a compressão centrada e, na maioria das vezes, a flambagem por flexão como o modo de falha desses elementos. Dessa forma, a flexo-compressão, bem como o modo de instabilidade por flexo-torção são desconsiderados nos cálculos. Entretanto, diversos estudos presentes na literatura (Elgaaly et al., 1991; Temple e Sakla, 1998; Liu e Hui, 2010 e Kettler et al., 2017) mostraram o comportamento conservador desses procedimentos, quando comparado a resultados numéricos e experimentais de compressão excêntrica de cantoneiras. A presente proposta de projeto pesquisa tem como objetivo estudar o comportamento de cantoneiras de abas iguais compactas comprimidas através de uma aba. Para isso, um estudo paramétrico das principais cantoneiras presentes no mercado nacional será desenvolvido, variando o comprimento dos elementos estruturais. As imperfeições geométricas presentes em uma gama de cantoneiras serão avaliadas e quantificadas, a fim de definir valores de referência para essas imperfeições de fabricação. A influência das ligações contendo um, dois ou mais parafusos será avaliada em ensaios experimentais de cantoneiras comprimidas através de uma das abas. Posteriormente, modelos numéricos em elementos finitos considerando as imperfeições iniciais e as tensões residuais serão desenvolvidos e terão seus resultados comparados com os resultados experimentais e os obtidos através das formulações analíticas. Por fim, a comparação dos resultados obtidos com as prescrições normativas atuais será realizada, entre elas as normas ABNT NBR 8800:2008, ANSI/AISC 360-16, ASCE-10-1997, EN 1993-1-1:2005 e EN 1993-3-1:2006. Ao final do projeto, espera-se uma avaliação crítica dos aspectos normativos e, caso necessário, a proposição de formulações adequadas a serem empregadas no dimensionamento de cantoneiras comprimidas por uma aba.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hermes Manoel Galvão Castelo Branco

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • uma forma divertida de aprender ciencias e matemática: aplicação de metodologia steam a uma escola de ensino fundamental da cidade de tersina-pi
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Hermi Felinto de Brito

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • nanomateriais fotoluminescentes e com luminescência persistente incorporados em filmes poliméricos
  • O fenômeno da luminescência é caracterizado pela emissão de luz a partir de uma espécie excitada – que pode ser uma molécula, íon ou partícula. Dependendo do tipo de energia usada no processo de excitação este fenômeno recebe várias denominações (fotoluminescência, quimiluminescência, eletroluminescência, bioluminescência etc.). No caso da fotoluminescência, este é um processo no qual a excitação do sistema ocorre por meio da absorção de fótons. Dentre os compostos de TR3+ que apresentam luminescência os mais estudados são os que contêm os íons Eu3+ e Tb3+ (emissão vermelha e verde, respectivamente) por apresentarem maiores intensidades luminescentes, devido à estrutura eletrônica dos seus níveis de energia. Deve-se considerar, também, que existem íons TR3+ que emitem em outras regiões espectrais, por exemplo: Yb3+, Nd3+ e Er3+ (infravermelho próximo - NIR); Sm3+ (laranja); Dy3+ (amarelo), Tm3+ (azul) e Gd3+ (UV). Uma característica indesejada da maioria dos compostos com luminescência persistente é a baixa resistência a umidade do ar, gerando rápida perda da luminescência persistente. Testes preliminares mostram que BaAl2O4:Eu2+,Dy3+ ao ser envolvido com filme de PMMA há um aumentou considerável em relação a resistência à umidade no material. A dispersão dos fósforos em sistemas poliméricos possibilita a introdução de propriedades físicas impossíveis para os materiais cerâmicos, como plasticidade. Outra característica que pode ser benéfica para sistemas poliméricos dopados com fósforos é a possível transferência de energia polímero → fósforo, assim elevando o rendimento quântico total do material. Vale ressaltar que nosso grupo de pesquisa vem investigando novos materiais apresentando luminescência persistente como BaAl2O4:Eu2+,Dy3+, e com cores tunáveis da emissão do fenômeno através dos diferentes dopantes no CdSiO3:TR3+ e Lu2O3:TR3+ (TR: Pr, Eu e Tb). Recentemente, investigações utilizando metais de transição como ativadores na região do vermelho e NIR tem crescido. Fósforos dopados com Cr3+, Mn2+ e MnIV apresentando luminescência persistente, estabilidade química, emissão na região transparente para os tecidos biológicos (600 – 1100 nm) e duradoura luminescência persistente, têm sido descobertos, o que os torna promissores sondas em imageamento biológico. A vantagem dos fósforos dopados com Cr3+ é que muitos dos compostos que apresentam esse fenômeno podem ser excitados na região do laranja-vermelho. Dessa forma, para aplicações em imageamento de longa duração não é só possível aplicar o fósforo previamente excitado, mas também, irradiar o organismo durante a medida para excitar novamente o fósforo. No início dessa década, novos fósforos com luminescência persistente a base de gálio dopados com Cr3+ foram estudados. Em especial o fósforo Zn3Ga2Ge2O10:Cr3+ com emissão no NIR, que atinge aproximadamente um tempo de emissão de 360 horas de acordo com a literatura. A partir disso, outros compostos como ZnGa2O4:Cr3+, La3Ga5GeO14:Cr3+, LiGa5O8:Cr3+, Ga2O3:Cr3+, Gd3Ga5O12:Cr3+, Zn3Ga2SnO8:Cr3+, MgGa2O4:Cr3+, Ca3Ga2Ge3O12:Cr3+ e SrGa12O19:Cr3+ foram desenvolvidos. Até o momento matrizes de gálio são as que apresentaram melhores resultados. No entanto, a baixa presença de gálio na crosta terrestre, sua larga utilização em células solares e seu elevado preço, torna inviável sua aplicação nesses fósforos. Dessa forma, é necessária a investigação de outros fósforos dopados com Cr3+ que apresentem o fenômeno da luminescência persistente. Os polímeros se caracterizam por apresentam um grande número de repetições de uma ou mais unidades básicas, também chamadas de monômeros, unidas através de ligações covalentes. Os polímeros podem ser de origem natural (celulose, amido etc.) ou sintética (poliestireno, polietileno, Nylon etc.). As características dos polímeros estão intimamente ligadas aos tipos de monômeros utilizados, grau de polimerização (tamanho da cadeia) assim como o grau de cristalinidade/amorficidade do material final. Portanto, neste projeto serão estudadas as propriedades fotoluminescentes das matrizes inorgânicas nanoestruturadas TR2O3 (TR3+: Y e Gd), CeO2 dopados com Eu3+ ou Sm3+ sintetizados pelos métodos dos benzenotricarboxilatos. Serão estudadas as propriedades espectroscópicas dos nanomateriais apresentando luminescência persistente Lu2O3:TR’3+ (TR’: Tb, Pr, Er e Eu), MAl2O4:Eu2+,Dy3+, MS:Eu2+ (M2+: Ca, Sr e Ba), M’SnO3:Cr3+ e M’2SnO4:Cr3+ (M’2+: Mg e Zn) preparados por diferentes métodos: cerâmico, micro-ondas e combustão. Os nanomateriais serão dispersos em diferentes concentrações de suspensão nos polímeros PVDF (poli(fluoreto de vinilideno), PMMA (polimetilmetacrilato) e PVDC (poli(cloreto de vinilideno)) e suas propriedades fotônicas serão investigadas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Hernan Armando Mamani

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • política de transporte coletivo no rio janeiro e em campos dos goytacazes: arenas publicas, participação de usuários e a produção da experiência sensível
  • Este projeto tem como principal objetivo compreender a participação de usuários na produção do transporte coletivo urbano tendo como objeto sua experiência sensível na trama da mobilidade diária e das políticas de transporte e a as cidades do Rio de Janeiro e de Campos dos Goytacazes. Trata-se de uma comparação por contraste das políticas, da configuração dos serviços, da sociabilidade e dos conflitos que o envolvem, no intuito de propor caminhos e instrumentos analíticos que a mobilidade e a circulação num contexto de progressiva integração megalopolitana. Partimos do suposto de que a expansão e à crescente integração entre as cidades da rede urbana do Rio de Janeiro, ocorrida nas últimas duas décadas, foi simultânea à proliferação de conflitos no transporte e à introdução de mudanças substantivas nos sistemas de transporte. Resultam disso sistemas heterogêneos, mal integrados e mal conhecidos, ao mesmo tempo em que se expande - a partir da capital - uma tendência de organizar os serviços com base em critérios de racionalidade financeira em detrimento de critérios de cunho social. Em todos os casos perpetua-se o silêncio dos usuários e a ignorância de sua experiência, enquanto o transporte é ocasião de muitas formas de conflito de escassa visibilidade.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hernanda Tonini

Ciências Humanas

Educação
  • mostra técnico-científica 2019 - ifrscampus bentogonçalves
  • O campus Bento Gonçalves do IFRS realiza desde 2005 um evento científico para divulgação de resultados de pesquisas, sendo um evento anual aberto à comunidade interna e externa, que permite a discentes do IFRS e de outras instituições de ensino, apresentarem os resultados de sua atuação em projetos acadêmicos de ensino, extensão e pesquisa. Nesse sentido, a MTC 2019 se constitui em um espaço para exposição e discussão, além da possibilidade de divulgar os cursos existentes no campus - do ensino médio à pós- graduação - a estudantes oriundos de escolas públicas ou privadas. Através de palestras, exposição de banners e protótipos, oficinas, apresentações artísticas e espaços inclusivos, a MTC 2019 poderá contribuir com a democratização e acesso à ciência, estimulando em especial a participação de mulheres no desenvolvimento de pesquisas, favorecendo a construção do conhecimento e ampliando as possibilidades do processo ensino-aprendizagem.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Hernandes Faustino de Carvalho

Ciências Biológicas

Morfologia
  • instituto nacional de ciência e tecnologia em fotônica aplicada à biologia celular - infabic
  • Em cinco anos, o INFABiC criou uma estrutura de pesquisa de alto impacto para a ciência brasileira, em uma área do conhecimento associada à próxima revolução científico-tecnológica, a biologia celular. Isto se deve tanto à infraestrutura ultra moderna do parque de equipamentos disponíveis, como à forma de organização para a utilização desse laboratório, com total suporte técnico e científico de uma equipe multidisciplinar. A contrapartida da UNICAMP contratando dois PhDs para apoio à pesquisa foi fundamental na operacionalidade e manutenção dos equipamentos, permitindo acesso universal. Além disso, o corpo permanente, coordenação e pessoal de apoio à pesquisa, garantem que a memória de experimentos bem sucedidos seja transferida a outros usuários. Mais de 60 grupos, de quatro regiões (nordeste, centro-oeste, sul e sudeste) do País, utilizaram a infraestrutura do INFABiC, em um processo de aprendizado coletivo nesse primeiro período. Assim, métodos como microscopia TPEF, SHG, FLIM, FRET fazem hoje parte do cotidiano de vários pesquisadores em ciências da vida. A sinergia associada à criação de uma plataforma multimodal com a forma de atuação do INFABiC evita atividades fragmentadas e tecnicamente isoladas. A organização de workshops teórico-práticos, para mais de 300 participantes, tem difundido o conhecimento do instituto na comunidade científica. A plataforma multimodal integrada de microscopias fotônicas, única no Brasil, inclui hoje técnicas de fluorescência multifóton; FLIM; FRAP; FRET; FCS; spinning disk para aquisição com taxas de até 1000 quadros/segundo; técnicas de óptica não linear SHG, SFG, THG e CARS, espectroscopia Raman, super resolução near field AFM/Tip enhancement, e sistema de manipulação e medidas biomecânicas de pinças ópticas e corte a laser. Inclui também uma unidade de criação e manutenção de Zebrafish (Danio Core). Essa infraestrutura e organização atraíram para a equipe desta proposta tanto pesquisadores sêniores quanto jovens com alto potencial, com propostas mais ousadas no estudo de aspectos dinâmicos, quantitativos e mecanísticos de células, organelas e moléculas únicas em vários modelos biológicos. Deste modo, a nova proposta para o INFABiC pretende fomentar a interação entre subgrupos deste conjunto ampliado de pesquisadores, e alavancar a pesquisa científica em alguns temas chave em biologia celular, principalmente (1) ciclo celular/diferenciação celular/câncer; (2) biologia de vasos/angiogênese e (3) microbiologia. Alguns destes temas aproximam-nos da pesquisa translacional, em consonância com nossas colaborações com outros INCTs da área médica. Reforçaremos a busca por modelos dinâmicos integradores, como cultivo celular in vitro e utilização de Zebrafish, minimizando o uso de mamíferos em experimentação animal. Pretendemos também mapear o que há disponível no País e nos tornar depositários de vetores, construções customizadas acopladas com proteínas fluorescentes, expressão de proteínas recombinantes, permitindo o acesso a vários animais transgênicos, para acelerar o acesso a estes insumos específicos. Para realizar pesquisa no estado da arte nos temas citados acima, e no contexto da expansão do INFABiC, propomos ampliar/estimular o uso das técnicas disponíveis no aprofundamento destes estudos biológicos bem como adquirir um sistema de super resolução com capacidade de acompanhar a trajetória de moléculas isoladas em 3 dimensões. Esse sistema será utilizado, por exemplo, na pesquisa de bioquímica em moléculas isoladas (in singulo), numa área pouco explorada no país. Entre os métodos mais sofisticados disponíveis, pretendemos ampliar o número de estudos de interação entre proteínas utilizando FRET-FLIM; estimular o uso de FCS na observação de reações bioquímicas em poucas moléculas e do tip-enhancement, combinado com as pinças ópticas, para estudos de bioquímica in singulo. Além disso, a inclusão de novas expertises no grupo de pesquisadores, em áreas como engenharia, química e farmácia permitirá a inclusão de ferramentas de modelagem, síntese orgânica e de novos fármacos, microengenharia e microfluídica, na solução de questões de interesse do grupo, encorajando a abordagem de questões mais complexas. Um outro ponto importante é a realização de ação transformativa, especialmente nos laboratórios associados do tipo II, permitindo que atuem como agentes difusores locais dos objetivos do INFABiC. Para este fim, procuraremos estimular a formação de subredes que ultrapassem os limites geográficos, a partir de aumento significativo na mobilidade dos pesquisadores de nossa equipe. Além disso, equiparemos alguns centros com técnicas mais básicas, desonerando a utilização dos equipamentos atuais, acoplados a métodos mais sofisticados. Ampliaremos também nossa atuação em ensino de óptica/fotônica, biologia celular e molecular, análise de imagens, filosofia da ciência e método científico, nos diversos níveis da educação formal, incluindo mecanismos didáticos e EAD, para termos abrangência nacional. Grande parte de nossas ações serão centradas na Rede Virtual de Biologia Celular Avançada de Campinas, que planejamos lançar logo no primeiro ano de atividades. A adoção da Biologia Celular e Molecular e a busca por abordagens mecanísticas como eixo norteador da proposta tornou possível agrupar uma equipe multidisciplinar em temas de pesquisa e expertises, capaz de agir de forma integrada na produção de resultados que ultrapassam a simples junção casual de esforços, no sentido literal de sinergismo. A continuidade do financiamento para o INFABiC garantirá a coesão da equipe e o seu funcionamento em rede, ultrapassando barreiras geográficas e institucionais.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Hernandes Faustino de Carvalho

Ciências Biológicas

Morfologia
  • células musculares lisas prostáticas: regulação da diferenciação e da ativação da quinase de adesão focal (fak) pela interação com o epitélio e com a matriz extracellular
  • As células musculares lisas são componentes importantes do estroma prostático, sendo responsáveis pela contração do órgão durante a ejaculação, mas também atuando nos mecanismos de regulação parácrina que ocorrem ao longo do desenvolvimento, na estruturação do órgão e nas alterações patológicas como câncer e hiperplasia prostática benigna. Em que pesem suas funções e suas implicações fisiológicas, pouco se conhece dos elementos de regulação e da interação das células musculares lisas ao seu ambiente. Em particular, pouco se sabe sobre como a matriz extracelular afeta o seu comportamento e de como as propriedades da matriz extracelular regulam o estado diferenciado, a morfologia e a função das células musculares lisas. Neste projeto, procuraremos determinar como a matriz extracelular (colágeno tipo I, Matrigel e fibrina) afetam a organização do citoesqueleto das células musculares lisas em arranjos 2D e 3D (microscopia confocal e de super-resolução). Nestas mesmas situações, verificaremos como a interação com diferentes componentes e arranjos da matriz extracelular se relacionam com a localização subcelular e ativação de FAK (quinase de adesão focal). Com base nos resultados iniciais, analisaremos (1) a possibilidade de produzir linhagens imortalizadas a partir de células musculares lisas; (2) o comportamento das células musculares lisas frente a interfaces da matriz extracelular, em particular utilizando gel de colágeno de tipo I moldados em formas geométricas específicas, utilizando moldes construídos por litografia macia e (3) a modificação da morfologia, estado diferenciado e função de células musculares lisas expostas ao plasma solúvel (5% em meio de cultura).
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hernane da Silva Barud

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • nanocompósitos baseados em nanoceluloses modificadas com polissiloxano para liberação controlada de fármaco
  • Nos últimos anos, o uso de polímeros naturais em uma variedade de dispositivos e materiais biomédicos, incluindo liberação de fármacos tem despertado grande interesse dos pesquisadores. Nanoceluloses, um material natural único e promissor, extraído da celulose nativa, vem ganhando muita atenção para a sua utilização como material biomédico, devido às suas propriedades físicas notáveis, química de superfície especial, sustentabilidade, biossegurança e excelentes propriedades biológicas, tais como biocompatibilidade, biodegradabilidade e baixa toxicidade. A modificação de nanocelulose antes do desenvolvimento de biomateriais é importante, e irá determinar suas potenciais aplicações biológicas. Polissiloxanos são elastômeros que podem ser considerados para esse propósito devido as suas propriedades interessantes, tais como, energia de superfície muito baixa, excelente permeabilidade a gases e umidade, boa estabilidade térmica, estabilidade em baixa temperatura, biocompatibilidade e atoxicidade. Neste projeto serão preparados nanocompósitos de nanoceluloses modificadas com polissiloxanos para liberação controlada de fármaco. As superfícies das nanoceluloses serão modificadas via processo sol-gel utilizando, como agentes modificadores, polidimetilsiloxano (PDMS), aminopropiltrietoxisilano (APTS) e glicidiloxipropiltrimetoxisilano (GPTS), os quais irão conferir diferentes funcionalidades às nanoceluloses. De acordo com os resultados experimentais obtidos após a execução deste projeto, serão postulados modelos que descreverão a relação estrutura-propriedade das nanoceluloses modificadas e sua avaliação em relação à liberação controlada de fármacos.
  • Universidade de Araraquara - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Herondy Francisco Santana Mota

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • efeito casimir em espaços-tempo com topologia não-trivial
  • A teoria da Relatividade Especial (Geral) e a teoria da Mecânica Quântica, quando combinadas, nos conduz à teoria Quântica de Campos, a qual prevê, tendo como base o princípio da incerteza de Heisenberg, que campos quântico-relativísticos sofrem flutuações em seus estados quânticos. Um dos efeitos mais famosos e importantes de flutuações quântica do estado de vácuo é o efeito Casimir. É bem estabelecido que o efeito Casimir é uma das mais relevantes manifestações macroscópicas das propriedades microscópicas do vácuo quântico. Esse fenômeno foi proposto teoricamente em 1948 por H. Casimir e observado experimentalmente pela primeira vez dez anos depois por M. Sparnaay. Especificamente, o efeito Casimir está associado à mudanças no vácuo devido à condições de contorno impostas a campos quânticos or devido à algum campo externo de fundo, acoplado. Há algumas décadas já se sabe, por outro lado, que o efeito Casimir pode ser gerado em decorrência da geometria ou topologia do espaço-tempo que descreve a gravidade. Neste sentido, no presente projeto, propõe-se estudar os efeitos da geometria e da topologia não-trivial sobre as flutuações de vácuo dos campos escalar e fermiônico gerando, como consequência, uma polarização do vácuo (efeito Casimir). Também investigaremos os efeitos de condições de contorno quasi-periódicas e de campos externos acoplados.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Heros Augusto Santos Lobo

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • estudo de parâmetros sociais e atmosféricos para definição da capacidade de carga turística em roteiros alternativos da caverna santana (parque estadual turístico do alto ribeira, sp)
  • As cavernas estão entre os principais atrativos em destinos de natureza em regiões de carste. Nesse contexto, o Estado de São Paulo possui uma das Unidades de Conservação mais significativas para a conservação de cavernas no Brasil, o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. De suas mais de 400 cavernas, das quais 12 são atualmente abertas à visitação, destaca-se na presente pesquisa a caverna Santana, a mais tradicional e visitada do Parque. A caverna abriga um roteiro de visitação já em funcionamento e outros previstos em seu Plano de Manejo Espeleológico para a abertura futura. Dos roteiros previstos, a presente pesquisa tem como foco o estudo da capacidade de carga espeleoturística dos roteiros São Paulo-São Jorge e Flores. Tratam-se de áreas diferenciadas da caverna, com mais atrativos cênicos – com destaque para os espeleotemas – e maior grau de aventura. Para tanto, a presente pesquisa propõe a realização de um monitoramento, que inclui variáveis espeleoclimáticas (temperatura e umidade relativa do ar) e sociais (padrões atuais e propostos de visitação, percepção de lotação e de conforto dos visitantes). O monitoramento será feito com uso de instrumentos de aferição climática, bem como fichas de campo e roteiros de pesquisa, para o registro e posterior interpretação dos dados sociais e atmosféricos coletados. Com isso, espera-se obter parâmetros e valores mais adequados e condizentes com a resiliência do sistema e com as necessidades dos visitantes para a capacidade de carga espeleoturística dos roteiros estudados
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hilário Alencar da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • hipersuperfícies em variedades riemannianas
  • A área Geometria Diferencial possui grande importância na Matemática do cenário internacional de pesquisa. Ela tem se desenvolvido em várias vertentes, as quais apresentam atualmente um extraordinário volume de pesquisas. De fato, o entrelaçamento de seus métodos, como por exemplo, análise local e global aplicados aos problemas de Geometria, tem implicado em profundas e proveitosas interligações com outras áreas da Matemática, tais como Análise Geométrica, Equações Diferenciais Parciais, Análise Complexa, Análise, Topologia, Sistemas Dinâmicos e Teoria dos Grupos. Ademais, ressaltamos que a pesquisa em Geometria Diferencial tem encontrado aplicações em domínios afins, como a Relatividade e a Mecânica Celeste. Neste projeto almejamos contribuir para o desenvolvimento acadêmico-científico das áreas de Geometria Diferencial e Análise Geométrica, o qual será alcançado mediante duas direções. A primeira direção é a solução de problemas, os quais destacamos: 1) Imersões isométricas em variedades Riemannianas tridimensionais que compõem as chamadas Geometrias de Thurston, modelos do espaço tridimensional que satisfazem determinadas simetrias. Thurston conjecturou (o que foi provado por G. Perelman em 2003) que qualquer modelo fechado finito de espaço tridimensional (variedades Riemannianas tridimensionais) pode ser decomposto em pedaços de 8 tipos diferentes, cada um deles chamados de uma Geometria de Thurston. Em outro trabalho seminal, U. Abresh e H. Rosenberg (Acta Mathematica, v. 193, no 2, 141-174, 2004) obtiveram uma forma quadrática holomorfa para superfícies de curvatura média constante em Geometrias de Thurston, o que permitiu classificar e descrever parte dessas superfícies. Uma superfície fechada de curvatura média constante é um ponto crítico da função área, quando mantido constante o volume limitado pela superfície, o que significa que elas são as candidatas às superfícies que minimizam área para um dado volume (esse problema é conhecido como problema isoperimétrico e está entre os problemas mais antigos da Geometria, remontando à antiguidade). A meta neste tópico é caracterizar geometricamente os pontos nos quais a diferencial de Abresch-Rosenberg se anula para superfícies que satisfazem determinada relação entre a curvatura média e a norma da referida diferencial. 2) Estimativas do primeiro autovalor do Laplaciano. O operador Laplaciano foi estudado pela primeira vez pelo matemático francês Pierre Simon, marquês de Laplace, nos anos 1780, como desenvolvimento da Teoria do Potencial, seguindo o trabalho de J. L. Lagrange no estudo da Mecânica Celeste. Desde então, operador Laplaciano aparece naturalmente em diversos problemas da Física, como as Equações da Onda e do Calor, além de fenômenos eletromagnéticos via Equações de Maxwell. Neste tema, o objetivo é obter relação entre a estimativa do primeiro autovalor do Laplaciano e a estabilidade de superfícies de curvatura média constante em variedades produto. 3) As variedades Riemannianas tipo “warped product” têm recebido atenção dos matemáticos por fornecerem exemplos explícitos de soluções das equações de Einstein que modelam espaços em torno de buracos negros de simetria rotacional. O primeiro exemplo de solução explícita das equações de Einstein foi dado por K. Schwarzschild em 1916, e descreve o espaço em torno de um buraco negro estático esférico, irrotacional, sem carga elétrica, no vácuo. O segundo exemplo de solução explícita é o exemplo de Reissner-Nordstrom, descoberto em 1918, que descreve o espaço em torno de um buraco negro nas mesmas condições do exemplo de Schwarzschild, com a diferença de ser provido de carga elétrica. A meta é classificar as hipersuperfícies estáveis de curvatura média constante em variedades Riemannianas “warped product”. 4) As superfícies mínimas estão entre os objetos mais estudados da Geometria Diferencial. Seu estudo remonta a J. L. Lagrange, que as estudou em 1762 como parte do problema variacional de determinar as superfícies que minimizam área para um contorno pré-fixado. Um resultado clássico na teoria das superfícies mínimas é a representação de Weierstrass-Enneper, a qual descreve explicitamente uma superfície mínima do espaço Euclidiano em termos de dados meromorfos. Esse teorema de representação tem sido bastante útil para a obtenção de exemplos de superfícies míninas no espaço Euclidiano tridimensional. Esse resultado foi generalizado por K. Kenmotsu (Mathematische Annalen, v. 245, no 2, 89-99, 1979) para superfícies de curvatura média arbitrária no espaço Euclidiano e, posteriormente, para superfícies do espaço hiperbólico e da esfera tridimensionais por diversos autores. Nosso objetivo é obter uma representação de Weierstrass-Enneper para superfícies em variedades Riemannianas rotacionalmente simétricas. 5) A desigualdade de Bernstein relaciona a derivada de um polinômio com o polinômio e seu grau. Esse resultado foi generalizado por H. Donnelly e C. Fefferman (Lecture Notes in Pure and Appl. Math., vol. 122, Dekker, New York, 635-655, 1990) para autofunções do Laplaciano, visto que eles observaram que tais autofunções se comportavam como polinômios de grau igual à raiz quadrada do autovalor correspondente. Temos como objetivo obter uma desigualdade do tipo Bernstein para autofunções do Laplaciano em hipersuperfícies compactas em formas espaciais. 6) Os pontos críticos da curvatura total e do funcional de Willmore têm despertado interesse dos matemáticos ao longo do último século desde os trabalhos W. Blashcke em 1923. Temos como meta classificar os pontos críticos dos funcionais curvatura total e de Willmore, invariantes por algum subgrupo de isometrias, especialmente os pontos críticos rotacionais, bem como classificar os pontos críticos completos e estáveis. A contribuição na segunda direção será alcançada mediante a formação de recursos humanos por meio de orientações dos pesquisadores aos discentes de graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hilário Cuquetto Mantovani

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • evolução adaptativa em ph ácido e superexpressão dos genes da via de biossíntese de bovicina hc5 visando o aumento da produção do lantibiótico por streptococcus equinus hc5.
  • As doenças infecciosas causam grandes prejuízos econômicos para a agricultura e agropecuária, principalmente nos países em desenvolvimento. Além disso, infecções causadas por bactérias resistentes a antibióticos têm sido cada vez mais frequentes em ambientes hospitalares. Os peptídeos antimicrobianos têm sido apontados como moléculas altamente promissoras na terapia humana e veterinária em função de sua eficácia e baixa toxicidade. Em trabalhos anteriores, o nosso grupo de pesquisa demonstrou que o lantibiótico bovicina HC5 possui alta eficácia contra patógenos humanos e animais e bactérias deterioradoras de alimentos, além de possuir baixa citotoxicidade contra células eucarióticas, alta estabilidade térmica e atividade em ampla faixa de pH. No entanto, para viabilizar a aplicação comercial dessas moléculas torna-se necessário desenvolver estratégias genéticas para aumentar a eficiência da via de biossíntese dos peptídeos antimicrobianos. Assim, nesta proposta o objetivo será aumentar a produção de bovicina HC5 por meio da manipulação fisiológica e genética da linhagem produtora. Para tal, as etapas propostas são as seguintes: 1) Selecionar, por meio de adaptação evolutiva, culturas de S. equinus HC5 tolerantes a pH ácido; 2) Selecionar clones de S. equinus HC5 contendo cópias múltiplas dos genes da via de biossíntese de bovicina HC5; 3) Avaliar, a expressão dos genes da via de biossíntese de bovicina HC5 em diferentes condições de cultivo, comparando as culturas a serem obtidas neste projeto com a linhagem selvagem; 4) Caracterizar a produção de bovicina HC5 pelas linhagens transformantes de S. equinus HC5. Essas informações inéditas representam avanços no conhecimento sobre a via biossintética da bovicina HC5, além de serem úteis para o desenvolvimento de processos/produtos contendo esse lantibiótico.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hildo Meirelles de Souza Filho

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • análise do impacto da difusão de inovações em agricultura de precisão na produção de cana-de-açúcar no estado de são paulo
  • A presente proposta tem como objetivo geral identificar os fatores determinantes e o impacto da adoção e difusão de tecnologias de agricultura de precisão (AP) na produção de cana-de-açúcar no estado de São Paulo. Serão investigadas as mudanças organizacionais ocorridas para fomentar a difusão de AP e o efeito da adoção de AP sobre a produtividade e a estrutura organizacional das propriedades. Os dados serão coletados em dois estágios. No primeiro, serão realizadas entrevistas semiestruturadas junto a agentes-chave (cooperativa de produtores, usina sucroalcooleira e algumas revendas de máquinas e equipamentos). No segundo, serão coletados dados em uma amostra de 150 propriedades rurais por meio da aplicação de questionário estruturado. As informações coletadas permitirão identificar as mudanças organizacionais realizadas e as barreiras a serem rompidas para acelerar o processo de difusão. Os dados serão analisados por meio de modelos econométricos com variável dependente qualitativa (logit e probit) para identificar os fatores determinantes da adoção de AP pelos produtores. Modelos econométricos de fronteira estocástica de produção com Propensity Score Matching (PSM) também serão utilizados para mensurar o efeito da adoção das tecnologias de AP sobre a eficiência técnica das propriedades. Espera-se que os resultados do projeto corroborem com o efeito positivo da adoção de AP sobre a eficiência das propriedades e indiquem os principais fatores e obstáculos associados às decisões de adoção dessas tecnologias pelos produtores. Dessa forma, será possível direcionar a formulação de políticas públicas e estratégias privadas de difusão de AP na agricultura brasileira.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hilton Justino da Silva

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • efeitos da terapia com biofeedback eletromiográfico na deglutição em idosos
  • Estudos realizados com o biofeedback eletromiográfico associado a terapia convencional para deglutição , demonstraram que há aumento da excursão do osso hióide, aumento na força de língua, modificações faríngeas e faciais, além de tornar a deglutição mais segura e consciente. O objetivo geral do presente projeto é analisar o efeito da terapia convencional na deglutição associada a biofeedback eletromiográfico em idosos saudáveis. Pretende-se ainda descrever as modificações mio-elétricas antes, durante e após a terapia; descrever a força de língua, antes e após a terapia; descrever a distância, volume e área das estruturas intraorais antes e após a terapia, e comparar os dados supracitados nos grupos tratados e não tratados com o biofeedback eletromiográfico. O estudo será do tipo intervenção, analítico, transversal, triplo-cego, randomizado. Os indivíduos serão randomizados em dois grupos, e realizarão oito sessões de terapia, sendo duas por semana. No grupo GA será utilizado a terapia convencional com o biofeedback eletromiográfico e no GB será utilizado a terapia convencional sem o biofeedback eletromiográfico. A avaliação e reavaliação serão realizadas por meio da eletromiografia de superfície, pressão de língua, faringometria, avaliação clínica e milimétrica da face. Espera-se melhora da performance dos músculos da deglutição, representados por equilíbrio da atividade elétrica muscular e das medidas de pressão da língua.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Hilton Marcelo de Lima Souza

Ciências Humanas

Educação
  • rede estadual de ensino de ciências naturais baseado em investigação: ações conjuntas nas escolas públicas do estado de mato grosso
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021