Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Daniel Veras Ribeiro

Engenharias

Engenharia Civil
  • avaliação do desempenho e da durabilidade de matrizes geopoliméricas
  • O presente projeto de pesquisa aborda dois importantes aspectos da construção civil: o uso de um ligante alternativo ao cimento Portland e o estudo de sua durabilidade. Estudos a respeito da produção de cimentos alternativos com menor impacto ambiental (zero clínquer) vêm ganhando crescente interesse, sobretudo por emitir menores quantidades de CO2 em sua produção. Um destes ligantes, denominado de geopolímero, é obtido a partir da ativação alcalina de materiais ricos em sílica e alumina, podendo derivar de subprodutos/resíduos industriais, sendo, assim, um aglomerante de reduzido impacto ambiental. Entretanto, estudos que abordem a durabilidade deste tipo de ligante com relação à corrosão por ação de cloretos ou devido à carbonatação são incipientes e inconclusivos, deixando uma lacuna no que se refere à avaliação da vida útil e potencial de substituição ao cimento Portland. O presente projeto tem como finalidade avaliar o desempenho e a durabilidade de concretos contendo ligantes geopoliméricos por meio de testes que avaliarão a atuação dos cloretos, como ensaios de migração de cloretos, potencial de corrosão, resistividade elétrica e espectroscopia de impedância eletroquímica (EIE), além de seu comportamento quanto à ciclagem gelo-degelo e carbonatação. Para efeito de comparação, serão moldados concretos com cimento Portland de mesma classe de resistência. O desenvolvimento do presente estudo permitirá ter dados comparativos de desempenho e durabilidade entre o ligante Portland e o ligante geopolimérico, permitindo estimar parâmetros de durabilidade para concretos obtidos com este ligante alternativo. Assim, acredita-se que o desenvolvimento do presente projeto possa trazer informações relevantes e agregar novos conhecimentos à área de materiais de construção, aumentando a confiança na utilização desta nova matriz.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel Wunder Hachem

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • comportamento judicial em relação à convenção americana de direitos humanos: uma análise empírica do poder judiciário brasileiro
  • Muitos países têm práticas judiciais classificadas como abertas aos tratados de direitos humanos e tribunais internacionais, como é a relação entre a Corte Interamericana de Direitos Humanos, México, Costa Rica e Argentina. No Brasil, pesquisas constatam uma postura judicial refratária à aplicação dessas normas e resistente ao Direito Internacional dos Direitos Humanos, dificultando a incorporação de parâmetros protetivos a esses direitos. Pesquisa no TJRJ constatou que parte significativa dos magistrados nunca sequer havia estudado direitos humanos, afirmou conhecer apenas superficialmente ou não conhecer o funcionamento dos Sistemas Internacional e o Sistema Interamericano de Direitos Humanos e afirmou não acreditar que o conhecimento do conteúdo das sentenças da Corte IDH poderia auxiliá-los nas suas decisões (https://bit.ly/3kHOg5G). A constatação é problemática pois contraria a jurisprudência da Corte IDH que determina que os juízes dos Estados Partes devem realizar o controle de convencionalidade: um exame da compatibilidade das leis e atos normativos internos com a CADH, com a declaração de nulidade das normas internas que forem contrárias à convenção. Diante dessa hipótese evidênciada no artigo referido - falta de aplicação concreta da Convenção Americana de Direitos Humanos (CADH) no TJRJ - o objetivo geral da pesquisa é identificar, por meio de pesquisa de campo e coleta de documentos dos Tribunais de Justiça estaduais, Tribunais Regionais Federais, Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal, os motivos que levam à baixa aplicação da CADH no Poder Judiciário brasileiro em geral. A pesquisa será quantitativa e qualitativa, com envio de questionários para resposta por magistrados, entrevistas e pesquisa no banco de jurisprudência de cada Tribunal pesquisado. A pesquisa jurisprudencial abrangerá julgados dos últimos 10 (dez) anos. Já as entrevistas serão limitadas aos presidentes do órgão especial ou órgão semelhante de cúpula de cada tribunal.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 03/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Daniela Abreu Matos

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • muito além da narrativa - comunicação e a construção de um mundo comum
  • Esta proposta pretende observar processos e práticas comunicacionais que geram tensões e disputam sentidos hegemonicamente estabelecidos na sociedade brasileira. Desse modo, a proposição é analisar narrativas midiáticas que provocam a inscrição do sujeito que narra (individual ou coletivo) num espaço-tempo que o exclui. Esse movimento analítico busca ampliar o conhecimento sobre modos de atuação de formas comunicacionais contra-hegemônicas e, portanto, contribuir para a constituição de um modo de vida mais plural e democrático. A hipótese central que sustenta essa articulação conceitual compreende que a tomada da palavra, com constituição de um “ser de palavra” (Rancière, 2005), e a consequente inscrição de futuros outros, no presente vivido, é um modo possível de compor uma existência comum aos seres. As lutas políticas contemporâneas sustentadas nas disputas da ocupação de espaços por sujeitos, corpos e imaginários não previstos pelos regimes simbólicos dominantes, como a luta anti-racista, o feminismo negro, movimentos juvenis, movimentos pela terra, exemplificam a gramática comunicacional que o projeto pretende identificar e interpretar. Como estratégia metodológica será acionada a análise cultural, a partir da qual os materiais expressivos são compreendidos integrados à relação indissociável com as experiências sociais que os constituem e, por esse motivo, expressam e agenciam disputas e relações de poder. A hipótese cultural de “estrutura de sentimento” (Williams, 1979) é chave de compreensão fundamental para a percepção de possíveis formações emergentes a partir das práticas e processos sob análise. A noção de narrativa também opera como conceito teórico e metodológico que dá forma a uma experiência dos sujeitos num tempo; o ato de narrar, ao inscrever uma experiência como relato, evidencia a disputa por meio da existência social de um espaço fronteiriço que, conforme Kilomba (2019), é capaz de criar novos sujeitos e novos papéis, fora da ordem colonial”.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniela Abritta Cota

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • observa-ação: (re)conhecimento e direito à cidade
  • Observa-Ação é um projeto de construção conjunta e articulada de (re)conhecimento da realidade urbana das e com comunidades nas quais atuará, por meio da aproximação dialógica entre universidade e comunidade, utilizando metodologias participativas/colaborativas visando a criação de uma plataforma de informações urbanísticas técnicas e comunitárias que publicize conhecimentos sobre a realidade vivenciada na cidade e fomente sua transformação. A falta de conhecimento da/sobre a cidade, colocado por Maricato (2015) como “analfabetismo urbano”, atinge tanto os citadinos quanto os produtores de conhecimento científico especializado. Visando minimizar a discrepância entre a teoria e a prática social, o projeto propõe a aproximação dos sujeitos e suas vivências para a construção conjunta de um conhecimento com ferramentas do pensamento crítico. Busca-se produzir, sistematizar e divulgar conhecimento sobre a realidade de territórios urbanos periféricos de São João del-Rei – conhecimento este produzido com ênfase nos espaços vivido e percebido (LEFEBVRE, 1999)e nas experiências cotidianas dos sujeitos. Apenas o exercício de um poder coletivo de (re)conhecimento e transformação dos processos de produção da cidade nos acerca da possibilidade de reinventá-la, de acordo com as demandas coletivas reais, articulando assim o direito à cidade (Lefebvre, 1968). Trabalhamos com a hipótese de que a construção de cidades efetivamente sustentáveis e mais justas socialmente devem se mirar na construção do (re)conhecimento sobre o lugar e em um horizonte de transformação social. Metodologicamente, propõe-se formas de produção (dialógica) do conhecimento que incorporam métodos e técnicas inovadoras de escuta individual e coletiva, buscando uma leitura de mundo que se pretende libertária (FREIRE, 1987) e articulando a ciência às necessidades populares. Assim, o Observa-Ação propõe o exercício da universidade como articuladora do (re)conhecimento e da transformação social.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Aparecida Chagas de Paula

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo computacional, metabolômico e fitoquímico de partes renováveis de ocotea spp. e seus fungos endofíticos para a descoberta de moléculas inéditas e anti-inflamatórias com mecanismo de ação inovador
  • Substâncias químicas oriundas de espécies vegetais e micro-organismos demonstram considerável potencial anti-inflamatório. Os anti-inflamatórios estão entre os agentes terapêuticos mais utilizados no mundo, porém as limitações dos fármacos atuais faz com que várias doenças inflamatórias ainda não possuam um tratamento satisfatório. Neste contexto, este projeto visa fomentar o desenvolvimento de novos agentes para este fim. O estudo de partes renováveis de Ocotea diospyrifolia e Ocotea odorifera por nosso grupo de pesquisa demonstrou promissora atividade anti-inflamatória in vivo e para extratos e frações, os quais foram capazes de inibir o edema, recrutamento de neutrófilos e a produção de importantes mediadores na inflamação, sugerindo a inibição das principais vias da inflamação, ciclooxigenases (COX) e lipoxigenases (LOX). Vários compostos de diferentes classes foram isolados e identificados, enquanto outros foram apontados como potenciais substâncias inéditas por análises de cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas de alta resolução (UPLC-HRMS). Tais substâncias promissoras precisam ainda ser isoladas, identificadas e ter o mecanismo de ação de inibição concomitante da COX e LOX confirmado. É importante ressaltar que este mecanismo tem sido considerado promissor e superior ao dos fármacos atuais. E por estarem intimamente relacionadas à química destas espécies, destaca-se a inclusão do estudo inédito das substâncias produzidas por seus fungos endofíticos. Assim, propõe-se utilizar estratégia -ômica ao estudo farmacológico e computacional para o estudo aprofundado dessas 2 espécies de Ocotea e seus fungos endofíticos com vistas à descoberta de substâncias com mecanismo de ação anti-inflamatório inovador. Para tanto, serão utilizadas metodologias que nosso grupo de pesquisa vem empregando com propriedade e cuja expertise vem sendo constantemente premiada.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniela Borges Pavani

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • planetários do sul: uma exposição itinerante sobre a secular relação entre os povos gaúchos, a astronomia e a astronáutica
  • Localizado no extremo sul do Brasil, o Rio Grande do Sul possui uma formação étnica em que se destaca a presença de descendentes de povos indígenas, negros e europeus. O estado possui diversos ecossistemas oriundos de dois grandes biomas: a Mata Atlântica e o Pampa. Porém, mesmo localmente, estas diversidades em geral não são conhecidas ou reconhecidas. O mesmo se pode dizer acerca das contribuições passadas e presente ao desenvolvimento do conhecimento científico, tanto do ponto de vista nacional como internacional. No campo da Astronomia e Astronáutica, seja na pesquisa, na divulgação e na educação científica, inúmeras são as contribuições da sua gente, que aqui está, ou que daqui partiu, e das suas instituições. Contar e refletir sobre esta história é um dos objetivos desta proposta para, a partir da problematização sobre os papéis desempenhados, tanto na formação do nosso estado, quanto na produção do conhecimento local, nacional e internacional, proporcionar aos estudantes e à população local experiências audiovisuais e interativas, por meio de exposições itinerantes (associadas a sessões de planetário) que estimulem o interesse do público nos temas ligados à Astronomia e Astronáutica, bem como aumente o nível de conhecimento e a capacitação do cidadão em ciência e tecnologia. Nossa exposição itinerante, interativa e inclusiva valorizará a diversidade e riqueza do povo e culturas locais trazendo elementos da história da Astronomia e Astronáutica que ocorrem no Estado, a partir das atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas nas Instituições de Ensino Superior que se estabeleceram no RS de forma territorializada. Estes elementos interagem e compõe contribuições à Astronomia e Astronáutica Nacionais e Internacionais e serão destacados por marcos da Exploração Espacial, da pesquisa e da divulgação científica no campo da Astronomia e Astronáutica, que envolvem o período de 2023 a 2025.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 24/11/2022-30/11/2024
Foto de perfil

Daniela da Gama e Silva Volpe Moreira de Moraes

Outra

Divulgação Científica
  • x semana de ciência e tecnologia do ifes campus cariacica
  • Após dois anos pandêmicos, o IFES Campus Cariacica chega em sua décima edição da semana de ciência e tecnologia (SCT). A feira de ciências contará com a exposição de trabalhos de alunos em estandes, através de protótipos, maquetes, cartazes, vídeos, palestras, exposição do grupo de astronomia do campus, jornada científica etc. Devido ao período eleitoral e ao fato do Ifes - Campus Cariacica ser colégio eleitoral do município, esse ano a SCT ocorrerá entre os dias 07 e 11 de novembro de 2022. O tema será “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” e todos os trabalhos estarão alinhados a essa temática. Para o estado do Espírito Santo e o município de Cariacica, a realização da nossa Semana de Ciência e Tecnologia é fundamental e justifica-se sobretudo pelo fato do nosso Ifes estar situado em um dos municípios que possuem expressiva população em condições de vulnerabilidade social e muitos adolescentes ao visitarem nosso Campus terem ali o primeiro contato com uma feira científica. É uma oportunidade para despertar em nossos alunos e na comunidade externa a curiosidade e o interesse pela ciência, tecnologia e inovação. Em edição anterior, além dos cerca de 1200 alunos do campus e mais de 100 servidores, contamos com a visitação de mais de 12 escolas de diversos níveis de ensino, da rede pública e privada, totalizando um público externo de aproximadamente 800 alunos. Além disso, tivemos a presença de pais, familiares, amigos e alunos de escolas não agendadas. Este ano, temos a estimativa de 3.000 visitantes, em especial, dos municípios de Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 21/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Daniela Dallegrave

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • inquérito nacional sobre o perfil educacional e profissional de enfermeiros(as) de saúde integrativa e práticas tradicionais- enfpics
  • A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPICS) preconiza a inserção dessas Práticas na Atenção Primária em Saúde (APS), de forma multiprofissional, com acesso ampliado aos usuários por meios de cuidados complementares (PICS somadas a cuidados biomédicos). No Brasil, não há regulamentos sobre ensino de PICS nos currículos de graduação da área da saúde. Sabe-se que cursos em PICS possuem ampla gama de formatos, carga horária, conteúdos, inserção prática, qualificação do corpo docente etc. Este estudo trata da formação e atuação profissional de enfermeiras brasileiras em PICS, constituindo-se na primeira pesquisa nacional de diagnóstico no tema. Justifica-se pelo grande contingente de enfermeiras inseridos na APS, alguns com uso de PICS. Supõe-se a ampliação do exercício autônomo da enfermagem, necessitando de estudos para investigação. Questões específicas abrangem: qual o percentual de enfermeiras com formação e atuação em PICS? Como avaliam os cursos de PICS realizados? Quais benefícios e desafios no processo de trabalho de enfermeiras de PICS? Objetivo geral é analisar o perfil educacional e profissiográfico de enfermeiras brasileiras que realizaram formação em PICS. Acredita-se que resultados irão dimensionar contingente de enfermeiras nesta área, subsidiar construção de parâmetros mínimos para formação de enfermeiras em PICS, bem como permitir elaboração de resoluções para exercício profissional compatíveis com realidade de enfermeiras que atuam com PICS, possibilitar definição de critérios para suplementação da formação, estratégias de educação permanente em saúde e incorporação de evidências científicas vigentes. Trata-se de integração de dados e análise quantitativos (tipo survey) e qualitativos, exploratória, descritiva e analítica. Envolve coleta de dados em questionário virtual (pesquisaenfpics.org) com perguntas para enfermeiras e outras específicas para aquelas com formação em PICS, contará também com entrevista virtual.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Harumi Hikawa

Outra

Multidisciplinar
  • ciências na escola: nossas aprendizagens no pós-pandemia
  • Este projeto se refere à proposta de realização de feira científica que incentive a participação de professores e alunos de escolas públicas da cidade de São Paulo, pautado no novo documento curricular que almeja a alfabetização científica a partir da abordagem metodológica do Ensino por Investigação. A abordagem das Ciências Naturais (CN) nas salas de aula deve congregar, portanto, os conhecimentos construídos sobre o mundo natural e as práticas que envolvem a produção, a divulgação e a legitimação de conhecimentos, como forma de contribuir para que os alunos ampliem seu repertório e valorizem a ciência como prática cultural. É notável a necessidade de ampliar o escopo do ensino de CN para além de conceitos e de habilidades de memorização, de modo que oportunize a análise, o questionamento e a aplicação do conhecimento a fim de que o aluno possa intervir e melhorar a qualidade de vida individual e coletiva. O debate de ideias sobre conhecimentos prévios e os aqueles com os quais estão começando a tomar contato é um modo privilegiado para que interações ocorram e possam resultar em proposições que possam se tornar conhecimentos legitimados pelo grupo e, o papel do professor, como conhecedor desses conhecimentos validados pela comunidade científica, permite que as construções realizadas estejam de acordo com os conhecimentos aceitos pela sociedade. Pelo exposto, entende-se que a educação básica tem um compromisso social e cultural com a comunidade escolar e a realização da feira contribuirá para garantir à população o contato com mais uma das formas de conhecer o mundo em que se vive, a partir da exposição pública de processos de construção de conhecimento e o uso de práticas pelas escolas da rede municipal de ensino de SP. O evento também contribuirá com outras políticas públicas como a BNCC e o Currículo da Cidade, que defendem a ampliação da leitura de mundo por meio da mobilização de saberes e vivências das CN em diálogo com outras áreas de conhecimento.
  • Prefeitura Municipal de São Paulo - SP - Brasil
  • 21/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Daniela Karine Ramos

Ciências Humanas

Educação
  • sensidex: desenvolvimento e avaliação de um jogo digital para trabalhar competências emocionais na infância
  • O controle inibitório é uma dimensão das funções executivas que envolve o autocontrole e a competência emocional, revelando-se fundamental nos ambientes sociais. Destarte, propõe-se o desenvolvimento e a avaliação do jogo digital Sensidex para o aprimoramento do controle inibitório, focando a competência emocional na infância. O objetivo principal é avaliar as contribuições do uso do Sensidex em intervenções na escola para pautar a construção de um guia didático e a oferta de formação aos professores. A proposta apoia-se na experiência do Grupo de Pesquisa Edumídia e tem como inspiração a jogo de tabuleiro Sensidex já desenvolvido. O Sensidex irá compor um portal de Jogos e Cognição, reunindo informações, materiais, jogos e cursos para professores sobre intervenções voltadas às funções executivas. Parte-se da hipótese que o uso do jogo digital na escola contribui para o aprimoramento do controle inibitório na infância de forma lúdica e inovadora. Justifica-se a proposta pelo reconhecimento do papel do controle inibitório no desempenho escolar, da necessidade de diversificação curricular, das contribuições da integração das tecnologias digitais para aprendizagem e da relevância da formação de professores. A pesquisa utilizará uma abordagem mista para encontrar indicadores sobre as contribuições do uso do jogo digital, sistematizar alternativas pedagógicas para sua integração ao currículo e os aspectos norteadores da formação de professores. Desse modo, organiza-se em cinco etapas: revisão de literatura, desenvolvimento e validação do jogo, realização de intervenções com o Sensidex; elaboração do guia; oferta e avaliação de formação aos professores. As intervenções serão realizadas em escolas de Santa Catarina e Alagoas, somando uma amostra de 550 crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025