Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vania dos Santos Nunes Nogueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • efetividade e segurança do bortezomibe no tratamento do mieloma múltiplo e avaliação do impacto orçamentário de sua incorporação no sus
  • Objetivo: avaliar os efeitos do bortezomibe na sobrevida geral, sobrevida livre de progressão, qualidade de vida, adesão, eventos adversos e mortalidade relacionada ao tratamento em pacientes com mieloma múltiplo, tanto na primeira linha quanto na recidiva. Introdução: O mieloma múltiplo (MM) é uma neoplasia maligna incurável caracterizada pela proliferação clonal de plasmócitos que representa cerca de 1% de todas as neoplasias e 10% das hematológicas. O bortezomibe é um dos medicamentos mais utilizados no tratamento de primeira linha e recidivas subsequentes, e foi recentemente incorporado ao sistema público de saúde brasileiro, resultando em um acréscimo importante ao limitado arsenal terapêutico para portadores de MM neste cenário e, consequentemente, há expectativa do ganho de sobrevida global em pacientes que anteriormente não tinham acesso a novos medicamentos, população predominante no Brasil. Critérios de inclusão: Esta revisão considerará desenhos de estudos experimentais e quase-experimentais, incluindo estudos controlados randomizados, estudos controlados não randomizados, antes e depois dos estudos e estudos de séries temporais interrompidos. Além disso, estudos observacionais analíticos, incluindo estudos de coorte prospectivos e retrospectivos, serão usados. Métodos: pesquisaremos Embase, Medline, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde e Ensaios Clínicos Controlados da Colaboração Cochrane e incluiremos estudos que compararam: 1) regimes de tratamento semelhantes, com combinação de bortezomibe (intervenção) e sem associação de bortezomibe (1); 2) regimes de tratamento diferentes contendo bortezomibe (intervenção) e não contendo bortezomibe (1). Dois revisores extrairão independentemente os dados dos resultados e o risco avaliado de viés. Realizaremos uma avaliação do impacto orçamentário da sua incorporação no SUS, perspectiva do SUS, horizonte temporal de 5 anos.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/12/2021-30/11/2023
Foto de perfil

Vania Grim Thies

Ciências Humanas

Educação
  • modos de produção e participação nas culturas do escrito por pomeranos da região sul (século xx)
  • O projeto está ancorado na perspectiva da História Cultural (BURKE, 2005; CHARTIER,1989) com foco na história da cultura escrita (práticas de escrita e leitura). A proposta tem como objetivo geral verificar os modos de participação nas culturas do escrito (GALVÃO, 2010) pelo grupo étnico pomerano, no sul do Rio Grande do Sul, a partir de indivíduos, famílias ou grupos das comunidades rurais da região sul no século XX. Os pomeranos são um grupo étnico oriundo da região da Pomerânia. Se instalaram no sul do Rio Grande do Sul, na Serra dos Tapes, em meados do século XIX, na região meridional do RS, nos municípios de Pelotas, Canguçu e São Lourenço do Sul (THUM, 2010, WEIDUSCHADT, 2007). O problema mobilizador do projeto é: como e por que os pomeranos guardam os registros escritos em seus arquivos pessoais entre as diferentes gerações, tendo por base seus os aspectos culturais? O que guardam e por que guardam? A hipótese é de que os materiais escritos dão sentidos simbólico aos aspectos culturais entre os pomeranos. O conceito de cultura escrita problematizado está ancorado na acepção antropológica utilizado por Galvão (2010) considerando-a como “o lugar – simbólico e material – que o escrito ocupa em/para determinado grupo social, comunidade ou sociedade” (GALVÃO, 2010, p. 218). As pesquisas sobre os pomeranos tem o foco na imigração, escolarização e aspectos culturais (DREHER, 2000; WEIDUSCHADT, 2007, THUM, 2010,), porém, ainda não há investigação específica sobre os modos de participação e produção dos artefatos escritos que analisem a relação simbólica entre a participação desse grupo étnico nas culturas do escrito (GALVÃO, 2010). Será realizada a coleta de materiais escritos (manuscritos e impressos) para salvaguarda no centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (Hisales - UFPEL). Junto de cada coleta de dados, serão realizadas entrevistas dialogadas sobre o uso dos materiais junto aos doadores.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Vania Zanella Pinto

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • gryllus assimilis como proteína alternativa para alimentação humana e animal
  • Objetiva-se desenvolver criação de Gryllus assimilis processos e produtos derivados, como fonte de proteína alternativa para alimentação humana e animal. A proposta será executada em 4 partes: Estudo da biologia e comportamento dos grilos em diferentes dietas e análise de custos da produção; Processamento, caracterização e desenvolvimento de produtos; Digestibilidade, avaliação nutricional, desempenho zootécnico e metabólico em Tilápias; Estudo de tecnologias inovadoras no processamento de proteínas de grilo. Em cada subprojeto serão feitas avaliações específicas para cumprir os 8 marcos físicos previstos. Almeja-se dar continuidade e aprofundar as atividades desenvolvidas nos projetos iniciais já em execução, que possuem financiamento e bolsas de IC e permitiram o início da criação de grilos. As temáticas abordadas pelos projetos individuais já aprovados possuem convergência e complementam os marcos físicos e objetivos idealizados nesta proposta. A equipe multidisciplinar será composta por 1 eng. de alimentos, 2 eng. químicos, 2 biólogas, 1 farmacêutica, 1 eng. agrônomo e 1 contador, todos doutores. O projeto apresenta relevância científica, tecnológica e de inovação pelo desenvolvimento de sistema sustentável para produção de alimentos para consumo humano e animal, estuda os efeitos do processamento da matéria-prima e a sua estabilidade e, também o desempenho zootécnico de animais aquáticos alimentados com grilo. Ainda, emprega diferentes estratégias inovadoras de processamento, como tratamento com plasma, eletrofiação e impressão 3D. Os resultados promoverão avanços na fronteira do conhecimento das áreas de alcance da proposta, contribuirão para a consolidação dos grupos de pesquisa envolvidos, fortalecerá os PPGCTAL e PPGADRS, ampliará a formação de recursos humanos, a divulgação da ciência e dos métodos propostos, com ampla divulgação e publicações de elevado impacto e fomentará a inovação.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Velci Queiróz de Souza

Ciências da Saúde

Farmácia
  • utilização de compostos bioativos obtidos de plantas do bioma pampa gaúcho em terapias de desordens decorrentes do envelhecimento.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 23/01/2020-22/01/2025
Foto de perfil

Venceslau Xavier de Lima Filho

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • fabricação de ligas intermetálicas para aplicações aeronáuticas e espaciais por manufatura aditiva
  • As duas principais formas de melhorar o desempenho de aeronaves são a redução de peso de seus componentes e o uso de materiais resistentes à altas temperaturas. Através da utilização intensiva de materiais leves no peso dos componentes aeroespaciais, o peso final pode ser significativamente reduzido. Uma redução no peso aumenta a relação empuxo- peso resultando em economia de combustível e emissões de carbono mais baixas. As ligas intermetálicas TiAl apresentam grande potencial para a utilização em aplicações aeroespaciais devido tanto ao seu baixo peso quanto à sua excelente resistência à altas temperaturas. No projeto proposto, será utilizada a tecnologia inovadora de manufatura aditiva para produção de peças de materiais leves de TiAl. Processos de manufatura aditiva como Sinterização Direta de Metais por Laser (DMLS) permitem a fabricação de componentes metálicos de formatos complexos diretamente através do pó utilizando-se de projetos de modelos digitais em softwares específicos para tal. Esta tecnologia também permite a fabricação de peças com designs inovadores impossíveis de serem produzidas através de processos convencionais, além de redução de custos e de tempo devido ao seu processo de fabricação não necessitar de etapas posteriores de usinagem. Todos esses fatores são muito desejáveis na indústria aeroespacial. Será realizada a completa caracterização das ligas de TiAl produzidas por manufatura aditiva incluindo análises de textura cristalográfica, microestrutura e químicas, além de análise de propriedades mecânicas. Será também estudado o comportamento do material em resposta à aplicação de diferentes tratamentos térmicos incluindo testes de resistência à corrosão a altas temperaturas. Serão medidas as tensões residuais nas peças fabricadas. Após toda a caracterização, serão otimizados os parâmetros de processo e finalmente, formas geométricas, incluindo protótipos de peças aeroespaciais serão produzidas e analisadas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 07/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Vera Cascon

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • xv fecti – décima quinta feira de ciência, tecnologia e inovação do estado do rio de janeiro.
  • O objetivo do presente projeto é a realização da XV FECTI - Décima Quinta Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro, organizada pela Fundação CECIERJ, fundação pública de direito público, órgão da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro. A realização da feira de ciências estadual FECTI integra as ações executadas pela Fundação CECIERJ, que tem como origem o Centro de Ciências do Estado da Guanabara (CECIGUA), que foi criado em 1965 como o objetivo de “promover a educação científica do povo”, atuando na capacitação de professores, produzindo e distribuindo livros-texto e materiais para os laboratórios das escolas, além de ter realizado feiras de ciências estaduais de 1968 a 1974. A Fundação CECIERJ, comprometida com a difusão e popularização da ciência e com a melhoria do ensino de ciências, retoma a iniciativa de feiras de ciências em 2005 com o estabelecimento do programa FECTI – Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (Anexo I). A FECTI é a maior feira de ciências do Estado do Rio de Janeiro e tem contado com o auxílio da FAPERJ desde sua primeira versão, em 2005, e das chamadas organizadas pelo CNPq para feiras de ciência e mostras científicas, desde 2010. A participação, gratuita, na FECTI ocorre de duas formas: por inscrição avulsa no site, ou por meio de indicação de feiras afiliadas, que sejam realizadas até o final da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Todos os projetos, mesmo os indicados por feiras afiliadas, necessitam se inscrever na FECTI, enviando um relatório do projeto que será avaliado pela comissão científica da FECTI. Os estudantes de 6º ao 9º ano poderão inscrever seus projetos nas categorias Ciências no Ensino Fundamental II- 6º e 7º ano e Ciências no Ensino Fundamental II- 8º e 9º ano; e os estudantes do ensino médio e técnico nas categorias: Ciências Biológicas & da Saúde, Ciências Exatas, Desenvolvimento de Tecnologia, Interdisciplinar (para projetos de Arte e Ciência, Sociedade, Ciência e Esporte, Educação e Ensino de Ciências, História da Ciência). Os projetos inscritos na FECTI são submetidos a uma pré-seleção realizada pela equipe da Divulgação Científica da Fundação CECIERJ. Nessa pré-seleção, são considerados a originalidade, o cumprimento às normas da FECTI (Anexo II) e aos princípios éticos que regem a pesquisa com seres vivos. Os projetos considerados aptos a participar da FECTI são avaliados pelo Comitê Científico, composto por cerca de 160 professores e pesquisadores ligados a instituições de ensino e pesquisa e museus de ciência (Anexo III). A seleção para a mostra da XV FECTI levará em consideração a qualidade e o número máximo de 190 projetos finalistas. Os relatórios dos projetos finalistas serão publicados nos Anais da XV FECTI, em mídia digital. A XV FECTI será realizada nos dias 3 e 4 de dezembro de 2021, no CEFET/RJ, Campus Maracanã, cidade do Rio de Janeiro. Durante o evento, das 10h às 17h, com entrada gratuita, os projetos serão apresentados pelos estudantes ao público e à comissão de avaliação. Concomitantemente com a feira, irá ocorrer nas dependências do CEFET/RJ o 5º. Encontro de professores FECTI, para troca de experiências entre professores, com a participação de especialistas em ensino de ciências e dos professores orientadores dos projetos expostos na FECTI. Também serão oferecidas oficinas para formação continuada aos professores, ministradas pelos professores integrantes da Praça da Ciência Itinerante, programa da Fundação CECIERJ voltado à formação continuada de professores da educação básica. Para os estudantes, será realizada a visitação aos laboratórios do CEFET/RJ, uma oportunidade de incentivar esses jovens a seguirem seus estudos, especialmente nas carreiras de ciência e tecnologia. Ao final do evento, os expositores, alunos, professores e suas escolas, receberão o certificado de participação e os vencedores em cada categoria serão premiados. A realização anual da FECTI promove o desenvolvimento no ambiente escolar de projetos de pesquisa, nas diversas áreas de ciência e tecnologia, envolvendo estudantes e seus professores na investigação científica, contribuindo para a melhoria do ensino de ciências e matemática e abrindo caminho para a formação de jovens com um pensamento inventivo e crítico. A realização do evento, aberto e gratuito, permite à população o desenvolvimento de uma cultura científica. Assim, além de despertar o gosto de jovens pelas carreiras científicas e tecnológicas, espera-se contribuir para a formação de cidadãos mais críticos e participativos.
  • Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do RJ - RJ - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Vera Cascon

Outra

Divulgação Científica
  • xvi fecti – décima sexta feira de ciência, tecnologia e inovação do estado do rio de janeiro
  • O objetivo do presente projeto é a realização da XVI FECTI - Décima Sexta Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro, organizada pela Fundação CECIERJ. A FECTI é a maior feira de ciências do Estado do Rio de Janeiro e atua promovendo o desenvolvimento no ambiente escolar de projetos de pesquisa, desde 2005. Os estudantes de 6º ao 9º ano poderão inscrever, gratuitamente seus trabalhos nas categorias Ciências no Ensino Fundamental II e os estudantes do ensino médio e técnico nas categorias: Ciências Biológicas & da Saúde, Ciências Exatas, Desenvolvimento de Tecnologia, Interdisciplinar (para projetos de Arte e Ciência, Sociedade, Ciência e Esporte, Educação e Ensino de Ciências, História da Ciência), Os projetos são avaliados pelo Comitê Científico, composto por cerca de 160 professores e pesquisadores. A seleção para a mostra da XVI FECTI levará em consideração a qualidade e o número máximo de 190 projetos finalistas. A XVI FECTI será realizada dias 2 e 3 de dezembro de 2022, em formato misto: Presencial: apresentação dos projetos finalistas das Modalidades 1 e 2 em evento sediado no CEFET/RJ – Campus Maracanã. Virtual: apresentação dos projetos selecionados da Modalidade 3 a membros do Comitê Científico e exposição de vídeos com apresentação dos projetos pelos estudantes. Durante o evento presencial, das 10h às 17h, com entrada gratuita, os trabalhos serão apresentados pelos estudantes ao público e à comissão de avaliação. Concomitantemente, irá ocorrer o 4º. Encontro de professores FECTI, para troca de experiências de especialistas em ensino de ciências com os professores orientadores. Também serão oferecidas oficinas para formação continuada aos professores. A realização do evento, aberto e gratuito, permite à população o desenvolvimento de uma cultura científica. Assim, além de estimular os jovens a seguir carreiras científicas e tecnológicas, espera-se contribuir para a formação de cidadãos mais críticos e participativos.
  • Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do RJ - RJ - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Vera Lucia Amaral Ferlini

Ciências Humanas

História
  • base digital de história do açúcar: do mediterrâneo ao tlântico ( séculos vi a xxi)
  • O açúcar constitui um dos marcos da formação da sociedade ocidental, desde a introdução pelos árabes no Mediterrâneo, sua expansão pelas ilhas do Atlântico e sua expansão nas Américas. Nesse processo, a ocupação e da colonização européia foram fundados na produção açucareira, responsável pelo desenvolvimento do escravismo, pela concentração de riqueza e poder nas Américas. O Prjeto apresentado insere-se nas atividades do Grupo de Pesquisa CNPq, Civilizações do Açúcar, que congrega pesquisadores do Brasil e do exterior, articulados na Rede Internacional de História do Açúcar. Dentro da perspectiva da História Global e das Humanidades Digitaia, objetiva oferecer à comunidade científica e ao público em geral elementos de pesquisa e reflexão sobre a História do Açúcar. Trata-se de Plataforma Digital, com dados das áreas de produção acúcareira, desde o século VI, no Mediterrâneo até a atualidade Atlântica. Baseada em pesquisa documental, bibliográfica, iconográfica e cartográfica, permite obter, nas áreas georreferenciadas, dados históricos, econômicos e técnicos, bem como bibliografia e fontes disponíveis. Acompanha essas áreas, através do tempo, apontando sua situação atual, atividades econômicas e IDH, permitindo questionar esse percurso e lançar novas questões.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Vera Lúcia Lopes Cristovão

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • laboratório integrado de letramentos acadêmico-científicos (lila): compreensão e produção textual na educação superior
  • A compreensão e produção de textos de estudantes universitários e as especificidades dessas práticas nas várias culturas disciplinares (HYLAND, 2004) vêm se estabelecendo como objeto de estudo de pesquisadores da Linguística Aplicada (LA) há anos. Nesse contexto, o Laboratório Integrado de Letramentos Acadêmico-científicos (LILA) nasceu de resultados de dois tipos de pesquisa: i) o estado da arte sobre letramentos acadêmicos (LEA;STREET, 1998) e científicos (MAGALHÃES;CRISTOVÃO, 2018) no Brasil; e ii) a análise das ementas de disciplinas dos cursos de graduação de três instituições (UEL, UTFPR e UNESPAR) e das respostas a questionários dirigidos a discentes, docentes e gestores. Essas análises objetivaram levantar ações didáticas em prol de letramentos acadêmicos-científicos existentes e as possibilidades de atuação do LILA nas necessidades evidenciadas no conjunto de resultados. Tendo sido criada a rede LILA, que atualmente conta com pesquisadores de dez IES paranaenses, faz-se premente a pesquisa das ações implementadas no laboratório para avaliar seus impactos nos letramentos acadêmico-científicos nas instituições envolvidas. Logo, a proposta consiste no estudo de dados gerados em ações de ensino e extensão a serem realizadas pelo LILA, evidenciando o movimento cíclico – planejamento, implementação, avaliação – inerente ao projeto. A hipótese é que tais ações, coletivas, colaborativas e interinstitucionais podem gerar inovação na busca por superar dificuldades postas nas universidades quanto a letramentos acadêmico-científicos. Em especial, destacamos os percursos formativos e dispositivos didáticos propostos em colaboração interinstitucional entre laboratórios e projetos voltados aos letramentos acadêmico-científicos em âmbito estadual, para a formação de docentes e discentes de culturas disciplinares selecionadas, conforme a necessidade das IES integrantes.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 13/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Vera Lucia Pontes dos Santos

Ciências Humanas

Educação
  • simpósio intermunicipal de pesquisa e tecnologia na educação básica: a função social da universidade em debate – sinpete
  • O SINPETE tem como tema: “Ciência e Universidade: pesquisa e extensão na produção do conhecimento e do desenvolvimento sustentável para as atuais e futuras gerações”. O tema remete ao debate sobre o papel da universidade enquanto instituição promotora do conhecimento científico e tem como escopo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Dentre outras questões, os ODS tratam de erradicação da pobreza, trabalho decente, saúde e bem-estar, educação de qualidade, igualdade de gênero e redução de desigualdades. O Simpósio propõe-se a um ciclo de debates intermunicipal que fomente a reflexão, a troca de experiências, a socialização e a popularização da ciência, tecnologia e inovação, numa interface Universidade-Escola, em torno da seguinte questão-problema: qual o papel social da universidade na produção e disseminação do conhecimento científico para o desenvolvimento sustentável? A realização e o estímulo de ações que fomentem o necessário desenvolvimento de práticas sustentáveis na escola, incentivando a integração entre ciência, tecnologia e inovação no ambiente escolar e para além dele, contribui para fortalecer a popularização e a divulgação científica dos ODS, inspirando e engajando jovens em ações e políticas de desenvolvimento sustentável. O fomento de práticas de desenvolvimento sustentável na escola, orientadas pelo tripé ciência-tecnologia-inovação, possibilita que “os cidadãos estejam preparados para atuar em decisões importantes e participar mais de perto dos avanços tecnológicos e científicos para a sociedade. Para isso, uma formação científica básica, desde o início do processo escolar, é fundamental” (UNESCO, 2022, p. 1), o que pode ser viabilizado através da atuação conjunta das municipalidades e da universidade, ao implementar ações de pesquisa e extensão.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Vera Lucia Tieko Suguihiro

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • aplicação de recursos públicos em políticas sociais: uma análise dos custos em municípios paranaenses
  • Em 2009, o Decreto Presidencial 7.053/09, instituiu a Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Inter setorial de Acompanhamento e Monitoramento. O Estado assume a responsabilidade de dar atendimento à esta população de rua, desempenhando com eficiência o seu papel de articulador entre as diferentes áreas das políticas públicas, como medida de proteção social. Os problemas envolvendo esse público é tratado no âmbito da assistencial social de caráter pontual, o que não tem mitigado as condições de vulnerabilidade desta população que vive o cotidiano de sem emprego, sem teto, sem saúde, sem alimento, mantendo-os sob o manto da invisibilidade. O estudo parte do pressuposto de que o problema deve ganhar relevância no âmbito das políticas públicas, tendo por base a confluência de ações, em uma perspectiva intersetorial. A pesquisa tem por objetivo compreender a aplicação dos recursos das diversas políticas públicas de atendimento à população de rua, de modo a calcular, analisar e avaliar os custos e os gastos incorridos nas políticas públicas nas áreas da saúde, assistência social, habitação, em uma perspectiva intersetorial. A pesquisa terá como campo empírico os municípios de Londrina, Apucarana e Cornélio Procópio, região norte do Paraná, para uma melhor compreensão do fenômeno nos diferentes contextos (porte dos municípios analisados - 2019,2020 e 2021), levando em consideração áreas georreferencidas das Instituições de Ensino Superior/ Paraná, participantes da pesquisa. Optou-se por uma metodologia que permite articular a investigação de base quantitativa e qualitativa, garantindo a integração dos dados. A pesquisa contará com análise documental, estudos bibliográficos, legislações e regulamentos da administração pública. Serão realizadas entrevistas com gestores municipais para coleta de dados referentes aos recursos aplicados nas referidas políticas públicas, tendo os custos das políticas públicas como objeto central de investigação.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Vera Maria Ribeiro Nogueira

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • a covid-19 em regiões transfronteiriças: consequências e impactos na institucionalidade dos sistemas locais de saúde e proteção social
  • A pandemia atual revelou dimensões insuspeitáveis de desigualdade e precariedade entre a população residente nas fronteiras entre os países do Mercosul, requerendo a intervenção dos Estados em três âmbitos: na ampliação de recursos financeiros para resguardar a capacidade operacional dos sistemas de saúde; proteção social à população vulnerável, visando garantir a renda familiar devido à retração econômica; as ações protetivas face ao fechamento dos limites internacionais, com graves consequências econômicas, sociais e sanitárias para os transfronteiriços. Neste cenário acentuam-se as preocupações com os impactos atuais e futuros na região transfronteiriça o que sugere, como indagação central: em que medida as alterações nos sistemas de saúde e proteção social contribuíram para reduzir as desigualdades quanto ao acesso aos serviços de saúde e proteção social para a população residente em ambos os lados da fronteira. Assim, indica-se como objetivo geral avaliar o impacto da pandemia pela Covid-19 e as suas consequências na institucionalidade das políticas de saúde e assistência social na região transfronteiriça favorecendo, ou não, a cooperação ou a integração entre os municípios na busca da dimensão social da cidadania regional expressa pelo Instituto Social do Mercosul. A metodologia prevê a identificação do aparato de proteção social dos municípios, as estruturas organizacionais disponíveis e a concretude das propostas de proteção (demandas, serviços, acesso e acessibilidade) aos nacionais e não nacionais. Essas dimensões são viáveis para avaliar o nível de institucionalidade social (CEPAL) nas três temporalidades previstas – antes, durante a pandemia e até 3 anos pós-pandemia. Os dados serão obtidos via pesquisa documental e entrevistas em profundidade com gestores e informantes chave. Esta proposta replica projeto aprovado para Bolsa Produtividade, visando ampliar de 6 para 12 cidades gêmeas situadas ns fronteirs entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.
  • Universidade Católica de Pelotas - RS - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Veridiana Rezende

Ciências Humanas

Educação
  • campo conceitual da função afim: contribuições para a educação básica e educação superior
  • Para esta proposta assume-se que um conceito é desenvolvido pelo estudante durante o processo escolar, em decorrência das situações vivenciadas; e que a compreensão de um conceito não ocorre isoladamente, mas em conexão a outros conceitos, propriedades, situações e representações pertencentes a um campo conceitual. Em face disso, e das dificuldades de estudantes acerca do conceito de função afim, a hipótese de pesquisa é: o mapeamento do campo conceitual da função afim, a partir do estabelecimento da tipologia de situações multiplicativas e mistas que dão significado a este conceito, da identificação de esquemas e invariantes mobilizados em suas resoluções e das diferentes representações para a função afim, fornecerá aos pesquisadores, professores e autores de livros didáticos uma estrutura teórica para o desenho de uma prática para a construção deste conceito, desde os Anos Iniciais até o Ensino Superior. Serão tomados como base os campos conceituais aditivo e multiplicativo estabelecidos por Vergnaud, e para o desenvolvimento da pesquisa serão organizadas quatro frentes de estudos: o Estudo 1 se caracteriza como uma aproximação ao estado da arte da função afim, considerando pesquisas em Educação Matemática publicadas em três países. No Estudo 2 serão classificadas situações multiplicativas (puras ou mistas) associadas à função afim, presentes em livros didáticos da Educação Básica e Superior, avaliações de larga escala e pesquisas em Educação Matemática. No Estudo 3 serão analisados esquemas mobilizados por estudantes da Educação Básica e Superior, ao resolverem situações multiplicativas, explicitando as ideias de função afim, bem como o desenvolvimento dessas ideias ao longo da Educação Básica e Superior. Para o Estudo 4 serão seguidas as etapas da Engenharia Didática para implementar, em sala de aula de Educação Básica e em Cursos de Matemática, sequências didáticas que oportunizem a construção do conceito de função afim.
  • Universidade Estadual do Paraná - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Verli Fátima Petri da Silveira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • observatório de práticas sociais e linguageiras: produção de sentidos em tempos de pandemia
  • Inscrito no quadro teórico e metodológico da análise do discurso francesa em articulação com o campo das discursividades próprias aos estudos antropológicos e enunciativos, o projeto em tela tem como temática os diferentes modos de produção sentidos em tempos de pandemia do novo coronavírus. O objetivo geral é colocar em funcionamento um observatório de práticas sociais (PÊCHEUX, 1995) e linguageiras (ORLANDI, 1996), levando em conta o funcionamento de um observatório como lugar de reflexão crítica e de escuta social (BRAGA, 2015). A pesquisa que procede por meio da observação e da escuta tem se mostrado relevante para a compreensão dos processos de circulação de sentidos e discursos, principalmente em uma sociedade da/em midiatização como a que vivemos. A experiência de construção coletiva do “Vocabulário da pandemia do novo coronarírus” (disponível em https://www.ufsm.br/coronavirus/vocabulario-da-pandemia-do-novo-coronavirus/), que levou em conta a necessidade de divulgação científica dos estudos da linguagem, as noções de “partilha do sensível” (RANCIÈRE, 2015) e de “autoria compartilhada” (BIAZUS, 2019), indicou o nicho de pesquisa que estamos propondo. Para a realização deste projeto vamos contemplar espaços mais institucionalizados (como as escolas) e menos institucionalizados (como as mídias sociais), de acordo com as diferentes condições em que a pandemia afeta realidades também distintas, sempre cotejando com os trabalhos já em desenvolvimento. A proposta de escutar os sentidos que se produzem em tempos de pandemia, pela via de um observatório, permite assim a análise de como esses sentidos se inscrevem nas práticas sociais e linguageiras, pensando-se essa inscrição tanto como inserção quanto como marca, permanência nos/dos discursos em constituição e circulação.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Aparecida Pereira

Ciências Humanas

Psicologia
  • a vinculação de crianças em nova família: avaliação e acompanhamento
  • O programa de Acolhimento Familiar foi implementado no Brasil como uma política que visa assegurar os direitos da criança e do adolescente em condição de vulnerabilidade e violação dos direitos fundamentais. Em consonância com o marco legal da primeira infância, crianças até seis anos devem preferencialmente ser acolhidas em família. Estudos sobre os efeitos da privação social reforçam a importância da celeridade do acolhimento e, sobretudo, a necessidade, mesmo em caráter provisório, de que o acolhimento supra as necessidades da criança em seu desenvolvimento biopsicossocial. Após o acolhimento, a equipe técnica emite parecer sobre a viabilidade de retorno a família de origem ou encaminhamento à adoção. No acompanhamento de famílias (acolhedoras ou adotivas) observa-se uma lacuna de instrumentos sistematizados para avaliação das condições de vínculo e acolhimento no Brasil. Nesse contexto, o presente projeto encontra-se estruturado em dois estudos. No Estudo 1 propõe-se o desenvolvimento do Inventário sobre Vínculo e Acolhimento em Nova Família (IVANF), que tem como foco a primeira infância, e a investigação de suas evidências preliminares de validade e fidedignidade, atendendo todas as diretrizes e recomendações metodológicas disponíveis na literatura atual. No estudo 2 pretende-se realizar um estudo descritivo e correlacional para mapear as práticas educativas de cerca de 100 casos de famílias (acolhedoras ou adotivas) e investigar as possíveis associações com a qualidade de vínculo e acolhimento estabelecidos. Os estudos serão desenvolvidos inicialmente em duas regiões do país. Para validação, será recolhida amostra em todo o território nacional, via aplicação online. A disponibilização de um instrumento inédito no Brasil (Estudo 1) poderá contribuir na avaliação diagnóstica de práticas de acolhimento em nosso contexto cultural (Estudo 2), o que favorece o planejamento de intervenções junto às famílias que apresentem práticas incompatíveis com as necessidades
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Verônica de Azevedo Mazza

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • resiliência de famílias de crianças com necessidades especiais no contexto da pandemia covid-19
  • O reconhecimento da resiliência familiar pode contribuir para o equilíbrio entre estresse e capacidades. Faz-se necessário refletir sobre as alterações ocasionadas pelas COVID-19. Estas mudanças conturbam a rotina e adicionam novos focos de tensionamento e estresse, em especial nas famílias de crianças autistas. Estes dois fenômenos demandam das famílias um esforço maior para acolher suas necessidades, com vistas ao suporte e promoção de seu potencial de desenvolvimento. Tem-se como questão norteadora: Como ocorreu o processo de resiliência de famílias com necessidades especiais no contexto da pandemia COVID-19? Objetivo: Analisar o processo de resiliência de famílias de crianças com necessidades especiais no contexto da pandemia COVID-19. O projeto está organizado com os subprojetos: A dinâmica das famílias de crianças com Transtorno do Espectro Autista no contexto da pandemia COVID -19; Vivência das famílias de crianças com necessidades especiais em serviços de urgência e emergência: à luz da resiliência familiar; Vivência do irmão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista. Método: Estudo de casos múltiplos de natureza qualitativa, descritivo e exploratório, embasado no referencial teórico de Resiliência Familiar. Realizar-se-á entre 2022 a 2024, por meio de entrevistas em ambiente virtual ou presencial, com familiares de crianças com autismo, até 10 anos. A captação nas redes sociais virtuais do Brasil e por bola de neve, com saturação teórica dos dados. Será utilizada a estratégia analítica geral e as técnicas analíticas de combinação de padrão e síntese de casos cruzados, com apoio de software. Pesquisa aprovada no Comitê de Ética em Pesquisa. . Resultados Esperados: Subsidiar o desenvolvimento do cuidado às famílias com crianças com deficiência, promover a melhoria da qualidade da atenção a estas famílias e contribuir para a implementação de políticas públicas para esta população.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Verônica de Fátima Santana

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • o efeito dos incentivos de gestores e auditores na manipulação da informação contábil
  • Não há consenso na literatura em Contabilidade e Finanças sobre o papel dos incentivos dos gestores na manipulação das demonstrações financeiras de companhias de capital aberto. Um desafio empírico neste campo de pesquisa é estabelecer explicações causais para esta relação. Este projeto tem como objetivo se aprofundar nesta questão seguindo uma abordagem de um modelo estrutural proposto por Gow et al. (2016) para analisar os incentivos dos gestores para manipular as demonstrações financeiras em conjunto com o risco reputacional dos auditores. O efeito da remuneração da administração na probabilidade de manipulação das demonstrações financeiras é um tema prolífico (Edmans & Gabaix, 2011; Healy, 1985; Jensen & Murphy, 1990a, 1990b), mas ainda controverso (Murphy, 2012) devido aos resultados mistos que têm sido encontrados (Burns & Kedia, 2006; Erickson et al., 2006, Armstrong et al., 2010). A contribuição desta pesquisa para resolver este puzzle consiste em tratar o problema através de uma abordagem estrutural que também considera os incentivos e riscos dos auditores, balanceando os custos e benefícios de ambos no processo de manipulação das demonstrações financeiras. Esta abordagem deve permitir inferir os mecanismos subjacentes que geram os mistos encontrados na literatura, ponderando os incentivos e os riscos de dois agentes. De acordo com Gow et al. (2016), este tipo de abordagem metodológica força a entender o comportamento do problema de interesse, deixando claro que tipo de dado é preciso para identificar os parâmetros, e facilita a análise do contrafactual sob condições não observadas. A pesquisa focará em uma análise de vários países incluindo dados do Brasil e de outros países emergentes, além dos EUA para fins de comparação com a literatura existente. Serão manualmente coletados dados de reapresentações de demonstrações financeiras, incentivos de gestores e opiniões de auditores de modo a estimar os parâmetros de interesse do modelo proposto.
  • Centro Universitário FECAP - SP - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica de Medeiros Alves

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • construção e validação de tecnologia educacional para identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas
  • Introdução: A automutilação é o termo utilizado para designar a pessoa que pratica o ato de se cortar em alguma parte do corpo, para obter um alívio de uma dor psíquica intensa. Este projeto está em consonância com a Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, mostrando sua necessidade em realizá-lo frente a sua capacidade de resposta às lacunas de conhecimento sobre automutilação em estudantes. Objetivo: Construir e validar tecnologia educacional voltada para identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas. Métodos: Para atingir esse objetivo a metodologia proposta divide-se em 3 fases: a) reuniões com profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação para identificação das dificuldades e estratégias de identificação, abordagem e manejo dos casos de automutilação nas escolas; b) realização de revisão de escopo para buscar evidências científicas de identificação, abordagem e manejo efetivos de casos de automutilação em crianças e adolescentes nas escolas; c) criação e validação de aplicativo para orientar os professores na identificação, abordagem e manejo de crianças e adolescentes com automutilação nas escolas e construção e validação da cartilha sobre enfrentamento da automutilação por estudantes. A equipe de pesquisadores é interdisciplinar, sendo composta por enfermeiras, educador físico, fisioterapeuta, psicóloga, bióloga e psiquiatra. As reuniões com profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação serão baseadas na Teoria da Mudança. As revisões de escopo seguirão o protocolo conforme o método de revisão proposto pelo Instituto Joanna Briggs. Este método permite identificar lacunas do conhecimento. O aplicativo, a cartilha e o vídeo serão elaborados mediante os resultados obtidos nas discussões com os profissionais da saúde, professores e gestores da saúde e da educação e revisão de escopo.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Gitirana Gomes Ferreira

Ciências Humanas

Educação
  • frameagap: framework de acompanhamento e gestão da aprendizagem personalizada
  • A sociedade atual tem migrado para um ensino que demanda cada vez mais atenção ao estudante. Metodologias ativas buscam um aprendizado mais efetivo à medida que o estudante é o ator principal de seu desenvolvimento, com acompanhamento personalizado pelo professor. Essa prática docente, porém, não é de fácil sistematização, de modo a ofertar um feedback efetivo a cada estudante. É nesse sentido que, cada vez mais, plataformas sociais têm sido desenvolvidas visando um acompanhamento personalizado. Muitas delas, porém, detêm-se no acompanhamento da frequência de ações dos estudantes, não no aprendizado. Nesse sentido, buscamos um modelo de conhecimento matemático que permita o acompanhamento do desenvolvimento do conhecimento do estudante, com implementação computacional. Unimos uma interface que acompanhe os desejos e as práticas docentes, aliando a uma matriz do conhecimento esperado do aluno, que permita também mapear e analisar situações a serem propostas aos estudantes, e uma matriz de avaliação de recursos de conteúdo em vídeos, softwares, textos, etc. Temos como hipótese que um modelo tomando por base a teoria dos campos conceituais desenvolvida pelo Gérard Vergnaud, associada a elementos da inteligência artificial pode nos auxiliar no desenvolvimento de tal solução. Dois estudos de mestrado foram desenvolvidos, adiantando elementos desse desenvolvimento, o primeiro com um participante sobre frações e o segundo com um grupo maior sobre cônicas. É nesse sentido que desenhamos uma pesquisa pautada no Design Experiment dos modelos a partir dos estudos já realizados, e novas etapas iterativas em outros temas da matemática: (a) Construção de bancos de conteúdos e situações de vetores e de funções. (b) Experimentação em sala de aula com acompanhamento das necessidades e desejos de alunos e professor, e (c) revisão do Framework, tanto em termos de modelos e matrizes, como em termos de modelo computacional.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Marcela Guridi

Ciências Humanas

Educação
  • a construção de comunidades profissionais e o desenvolvimento de práticas equitativas, identidades e saberes docentes em um programa de formação continuada de professores
  • Este projeto de pesquisa é desenvolvido no marco de um programa de especialização docente – PED, que trabalha com formação de professores, contando com processos de mentoria e de criação de comunidades profissionais docentes para o desenvolvimento profissional, a partir dos princípios: trabalho conjunto entre escola e universidade, conexão teoria e prática, equidade e excelência em salas de aula e coerência curricular. Estes princípios são partilhados por uma rede internacional de programas de formação docente, com uma origem em comum na luta por justiça social nas escolas: o Stanford Teacher Education Program. Pergunta norteadora: Quais as condições e processos de desenvolvimento de professores com relação a práticas equitativas, identidades e saberes docentes? Hipótese: o desenvolvimento profissional docente é favorecido por processos de mentoria que promovam a construção de saberes plurais e práticas equitativas e de um ambiente de ensino efetivo que potencialize a criação de uma comunidade profissional, conectando escola e universidade e propiciando aprendizagem significativa aos estudantes da Educação Básica. Resultados: Avanço teórico e prático sobre a condição docente em mentoria profissional, características de programas de formação continuada de professores e construção da identidade profissional em comunidades docentes. Publicação sobre implicações para políticas públicas. Metodologia exploratória, com abordagem qualitativa, usando dados coletados no processo formativo dos professores da Educação Básica cursistas do PED em suas interações com pares, mentores e formadores e sua atuação em sala de aula. Análise dos dados: com base nas dimensões derivadas dos princípios do PED quanto a ensino efetivo, desafios para a formação docente para o século XXI e centrando em indicadores de práticas voltadas à equidade, fortalecimento das identidades profissionais docentes e aprofundamento dos saberes docentes.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 26/04/2022-30/04/2025