Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alinne Pereira de Castro

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • diagnóstico preditivo e precoce baseado em biomarcadores salivares para detectar o risco de transtorno do espectro autista
  • Moléculas salivares podem ser perturbadas por várias condições patológicas, incluindo doenças neuropsiquiátricas. Essa relação entre a funcionalidade do cérebro e a composição da saliva pode ser explorada para desvendar novos mecanismos patológicos de doenças elusivas, como o Transtorno do Espectro Autista (TEA). A prevalência do TEA, no Brasil, representa uma grande preocupação de saúde pública, gerando altos custos econômicos para a sociedade e grande sofrimento para a família. Seu diagnóstico precoce, acelera oportunidades de beneficiar a criança com intervenções especializadas. Devido a conexão de moléculas da saliva com as alterações comportamentais no TEA, meta-análises demonstraram que a abundância de específicos microRNAs salivares e sua microbiota oral podem discriminar, com precisão, crianças com desenvolvimento típico de crianças com TEA. Associado a esse panorama, a microbiota oral e 14 miRNAs, potencialmente correlacionados com a incidência de TEA, serão avaliados na saliva de crianças em risco de TEA. O método de escolha será qRT-PCR por ser um método relativamente barato e disponível na maioria dos laboratórios de diagnóstico nos países de renda média. Fundamentado nessas informações, integramos no projeto, que tem como ponto comum as características comportamentais do TEA associado a microbiota oral e o estudo epigenético de tais elementos, estabelecer a presença de um conjunto de microRNA salivar como biomarcadores objetivos e quantitativos robustos para detecção precoce de TEA. Este projeto, portanto, é inovador e tecnológico, pois pode resultar na elaboração de um kit de diagnóstico precoce, visto que ainda não se tem marcador clínico específico para o autismo no Brasil.
  • Universidade Católica Dom Bosco - MS - Brasil
  • 16/08/2022-31/08/2025
Foto de perfil

Aliny Patricia Flauzino Pires

Ciências Biológicas

Ecologia
  • soluções baseadas na natureza para a adaptação climática no brasil
  • A adoção de medidas que visam à adaptação aos efeitos das mudanças climáticas (MCs) é uma temática emergente e central na sociedade. É esperado que as MCs impactem distintos processos e dinâmicas ecossistêmicas e sociais, comprometendo o bem-estar humano. Modelos climáticos preveem o surgimento e a intensificação das ilhas de calor nos grandes centros urbanos, o aumento na frequência e intensidade de eventos extremos vinculados à precipitação (deslizamentos, inundações, estiagem e seca) e a redução da provisão de serviços ecossistêmicos causados pelos impactos na biodiversidade. Esses efeitos são sentidos em maior intensidade nos grandes centros urbanos de países em desenvolvimento e em zonas costeiras, e sua menor capacidade adaptativa torna-os especialmente mais vulneráveis às MCs. A natureza tem sido apresentada como parte da solução, pois possibilita a incorporação de benefícios ambientais, sociais e econômicos nas estratégias de adaptação. As soluções baseadas na Natureza (SbN) têm sido sugeridas como a estratégia que oferta maior número de cobenefícios para garantir a resiliência de diversos sistemas, especialmente em ambientes urbanos. No entanto, o tema é incipiente no país e apesar de esforços recentes carece de estudos que busquem entender os mecanismos que garantem a eficiência das SbN. Este projeto busca avaliar o potencial e as limitações do estabelecimento das SbNs para a adaptação climática nas cidades, com ênfase no estado do Rio de Janeiro. A possibilidade de integrar diversas ferramentas de análise, considerando múltiplas escalas espaciais, permite identificar os limites ecológicos, políticos e sociais das SbNs. Para isso serão utilizadas abordagens complementares, como a aplicação de técnicas meta-analíticas, análise de políticas públicas e modelagem espacial. Espera-se produzir conhecimento técnico-científico sobre as principais diretrizes necessárias para a implementação das SbNs a fim de garantir o bem-estar humano nas cidades brasileiras.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025