Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Warley Marcos Nascimento

Ciências Agrárias

Agronomia
  • "horta & escola" - feira de ciência e tecnologia da embrapa hortaliças
  • O ambiente escolar é um ambiente social onde ocorre uma maior receptividade e capacidade de adoção de novos hábitos e, ainda, as crianças e jovens são excelentes mensageiras e ativistas de suas famílias e comunidades. Assim, a utilização da inovação científica e tecnológica devem ser operacionalizadas como ferramentas de aprendizagem que contribuem para a concretização de uma educação mais igualitária. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, aqui representada pela Embrapa Hortaliças, vem nos últimos anos contribuindo com a formação de crianças e jovens por meio de parcerias com as instituições de ensino, aproximando cientistas, estudantes e professores para estimular, nas crianças e jovens, o interesse pelo conhecimento científico, através de atividades que demonstram como a ciência está presente na vida de cada um e destacam a contribuição da pesquisa agropecuária para o desenvolvimento nacional. Em especial, fortalece os laços que unem os ambientes urbano e rural, conscientizando os participantes sobre a necessidade da preservação ambiental, a importância da sustentabilidade e de práticas que garantam uma melhor qualidade de vida. Com o mote de reduzir a distância entre o conhecimento produzido e sua aplicação para melhoria da qualidade de vida, por meio da disseminação e popularização de soluções para problemas cotidianos, a feira “Horta & Escola: Feira de Ciência e Tecnologia da Embrapa Hortaliças” abre espaço para que instituições escolares apresentem projetos de pesquisa relacionados a algumas das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), com a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI), mas enfatizando sempre a importância da produção sustentável e o consumo de hortaliças, através de estímulos adequados para a realização de uma alimentação adequada em um ambiente saudável, e com isso auxiliar a diminuição da taxa de obesidade, anemia, entre outros, contribuindo assim, com a diminuição da desigualdade social. Além da apresentação dos projetos pelos estudantes, a comissão organizadora da “Horta & Escola” está propondo a realização de atividades complementares com o intuito de maximizar o "produto social final" esperado nas escolas, e mais do que isso, buscar a democratização real do conhecimento através da libertação do pensamento, da visão e do raciocínio crítico na formação do saber individual.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Warley Marcos Nascimento

Ciências Humanas

Filosofia
  • ii horta & escola: feira de ciência e tecnologia da embrapa hortaliças
  • O processo pelo qual o conhecimento científico chega aos cidadãos é complexo e longo, principalmente em países como o Brasil, onde as dificuldades e as precariedades das escolas fazem com que estudantes e professores obtenham informações sobre os progressos da ciência nos artigos de jornais. Dessa forma, emerge a necessidade de uma maior difusão de conceitos científicos, para que todos possam ter uma postura crítica e indagativa diante do que a ciência e tecnologia apresentam à sociedade, permitindo a promoção da cultura científica entre os cidadãos, tornando-os capazes de participar ativamente de uma sociedade democrática. Afinal, o potencial de cada país para acompanhar o crescimento mundial depende fortemente de suas capacidades para inovar nos campos científicos, tecnológicos e sociais. A popularização da ciência deixa de ser um fim em si mesmo e adquire o significado de direito do cidadão e uma das condições necessárias à formação e capacitação dos indivíduos para lidarem com o mundo em que estão inseridos, bem como de se colocarem em uma situação de igualdade, tanto de conhecimento, como de oportunidades, como ainda despertar nos alunos dos ensinos fundamental, médio e técnico o interesse pela área científica e tecnológica, contribuindo para estimular o pensamento crítico e o desenvolvimento científico, social e humano do País. Nesse cenário, essa proposta assume um papel complementador, atuando como uma alternativa para cobrir a lacuna entre o saber escolar e o produzido nas instituições geradoras de ciência e tecnologia, como no caso da Embrapa, por meio da disseminação e popularização de soluções para problemas cotidianos, a II Horta & Escola abre espaço para que instituições escolares apresentem projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação que podem impactar positivamente para a redução das desigualdades que existem em nosso país, a proposta se justifica por oportunizar a popularização e a divulgação de ações desenvolvidas pelas instituições de ensino e por instituições de pesquisa, como a Embrapa e parceiros, que possuem o propósito de reduzir as desigualdades, empoderar segmentos da população e despertar o interesse pela ciência.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Washington Jose de Sousa

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • é da minha conta! revelando minha cidade em números: aplicação de metodologia de intervivência universitária na formação de jovens em ciência, tecnologia e inovação (jandaíra/rn, 2019).
  • Este projeto dá continuidade a ações desenvolvidas pela Organização de Aprendizagem e Saberes em Iniciativas Solidárias e Estudos no Terceiro Setor (Oasis) em escolas do sistema público de educação básica sob a forma de Intervivência Universitária. Tem o objetivo de contribuir para a formação de jovens em ciência, tecnologia e inovação a partir da extensão universitária centrada na cooperação com o sistema público de educação básica para promover e motivar a pesquisa e o conhecimento local de indicadores de desenvolvimento municipal em perspectiva territorial. A Oasis é grupo de ensino, pesquisa e extensão vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e, desde 2009, desenvolve o Projeto Oasis de Intervivência Universitária em vários municípios do Território do Mato Grande. Um dos 16 municípios do Território, Jandaíra, foi escolhido pela equipe proponente para a realização da mostra científica aqui programada. Trata-se de ação a ocorrer na Escola Estadual Professora Maria da Conceição Messias, a única que participa da Intervivência Oasis desde 2009. O projeto contemplará 50 estudantes dp ensino médio em 10 equipes de 5 membros. As ações ocorrerão por meio de intercâmbios entre escola e Universidade e mediante ampla participação dos estudantes e da equipe pedagógica da escola na definição de critérios e das etapas, na execução e no acompanhamento e avaliação. A apresentação dos trabalhos ocorrerá no formato de mostra científica, que consiste na instalação de banners, cartazes, maquetes, pequenos experimentos didáticos, protótipos, resultados de trabalhos investigativos, entre outros de escolha dos alunos. Os participantes deverão mobilizar outros colegas da própria escola e de outras escolas no município, de modo a alcançarmos o número de no mínimo, 40 trabalhos, todos com foco em matemática, estatística e políticas públicas no município de Jandaíra/RN. Os trabalhos deverão ser dinâmicos, podendo empregar materiais diversificados na exposição aos visitantes.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020