Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Maria Isabel Toulson Davisson Correia

Ciências da Saúde

Nutrição
  • superfície corporal, composição corporal e estado nutricional: análise do impacto na toxicidade e qualidade de vida de pacientes oncológicos
  • A desnutrição é altamente prevalente em pacientes oncológicos e tem impacto negativo na evolução e no tratamento desses enfermos. Em particular, salienta-se que muitos dos medicamentos quimioterápicos são administrados tendo como base a superfície corporal do indivíduo, o que pode representar risco aumentado de toxicidade, especialmente entre aqueles com importante perda muscular. De sorte que é extremamente relevante que o adequado diagnóstico nutricional e da composição corporal seja feito o mais precocemente na trajetória terapêutica. Contudo, o diagnóstico do estado nutricional e da composição corporal tem sido motivo de controvérsias, em particular, no que tange ao melhor instrumento para ser utilizado nos distintos cenários clínicos e, considerando-se a disponibilidade de instrumentos e os custos associados. Recentemente, foi publicado a Global Leadership Initiative on Malnutrition (GLIM) que inclui três variáveis fenotípicas e duas etiológicas, tem como objetivo padronizar o diagnóstico nutricional. Este é alcançado com, pelo menos, a combinação de uma variável fenotípica e outra etiológica. Entretanto, é necessária a validação do GLIM em diferentes contextos clínicos, especialmente entre pacientes oncológicos, com altas taxas de desnutrição. A validação do GLIM deve ser concorrente e preditiva. Assim, além dos instrumentos padrão tais avaliação clínica e circunferências, outros como calorimetria, tomografia computadorizada (TC) e PET-CT poderão auxiliar nesse processo. Para tal, pacientes oncológicos internados no hospital das clínicas da UFMG bem como pacientes ambulatoriais que serão submetidos ao PET-CT serão incluídos no estudo. Todos serão classificados quanto ao grau de desnutrição de acordo com os distintos instrumentos e o GLIM. Ademais, entre os pacientes hospitalizados, desfechos clínicos, tempo de internação e mortalidade serão avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Izabel Chiamolera

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação do status de iodo e exposição aos desreguladores endócrinos na gestação e sua experimentação em modelo de zebrafish
  • O período gestacional é responsável por importantes mudanças na fisiologia tiroidiana, quando ocorre um aumento pela demanda de iodo e dos hormônios tiroidianos. Por sua vez, os hormônios tiroidianos exercem um papel importante durante a gestação pois atende a demanda metabólica da mãe e do feto. Quando ocorre um desequilíbrio nestes hormônios a gestante estará mais exposta a eventos como aborto e trabalho de parto prematuro, além do feto estar sujeito a alterações no desenvolvimento, podendo acarretar danos até na vida adulta. Adicionalmente, fatores externos podem afetar a função tiroidiana, como os desreguladores endócrinos (DEs), que são substâncias químicas naturais ou sintéticas capazes de interferir na função hormonal. Quando essa exposição ocorre durante as chamadas “janela de susceptibilidade” podem gerar danos irreversíveis ao organismo exposto e sua prole. Por isso, o objetivo desse estudo é conhecer o status de iodo e de exposição à plásticos, seus derivados e pesticidas em mulheres gestantes em todos trimestre gestacionais e correlacionar com níveis de TSH do recém-nascido no teste triagem neonatal. Metodologia: Estudo de coorte prospectivo, pacientes gestantes eutiroideas e com diagnóstico de doença tiroidiana atendidas no ambulatório de Tiroide e Gestação UNIFESP e UFOB responderão um questionário de exposição à plásticos e derivados juntamente com anamnese nutricional, a cada trimestre gestacional serão coletadas amostras de urina para dosagem da iodúria, e de diversos DEs (plásticos e pesticidas), além de uma amostra de sangue para avaliação de função tiroidiana. Após o parto será solicitado o resultado da dosagem de TSH realizada no teste de triagem neonatal do recém-nascido. Em uma segunda etapa, animais de experimentação (zebrafish) serão expostos aos principais DEs encontrados nas gestantes para os estudos de mecanismos patológicos de doenças tiroidianas desencadeadas por essas substâncias ou alterações no suprimento de iodo.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Jose Lima da Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • epidemiologia e diagnóstico das doenças e agravos bucais – rede de cooperação acadêmica entre uepb e ufmg
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 05/03/2020-04/03/2025
Foto de perfil

Maria Laura Costa do Nascimento

Ciências da Saúde

Medicina
  • a interface materno-fetal na infecção pelo sars-cov-2 e investigação da associação com pré-eclâmpsia
  • Introdução: A infecção por SARS-CoV-2 tem grande impacto na gestação, com maior risco de desfechos adversos. Tem sido sugerida maior frequência de pré-eclâmpsia (PE), considerando que o vírus usa receptores (ACE-2) para entrar nas células, que são fundamentais no sistema de regulação da homeostase pressórica. A redução de ACE-2 se associa à PE. No entanto ainda existem muitas dúvidas sobre mecanismos envolvidos na interface materno-fetal, como liberação de fatores angiogênicos e imuno-modulação placentária. O objetivo do estudo é determinar se a infecção por SARS-CoV-2 na gravidez aumenta o risco de ocorrência de PE, com avaliação de alterações na interface materno-fetal, descrição de características morfológicas placentárias, expressão de fatores angiogênicos e caracterização de células imunes. Método: estudo de coorte considerando casos suspeitos/confirmados de COVID-19 incluídos no projeto REBRACO-REde BRAsileira de Covid em Obstetrícia (729 casos incluídos até o momento), para dados maternos e perinatais. Análise secundária, comparando casos positivos e negativos para COVID-19, com e sem diagnóstico de PE. Cerca de 250 casos (da UNICAMP (Campinas) e HCPA (Porto Alegre) tem disponibilidade de amostras biológicas diversas, sendo possível realizar análise morfológica placentária (segundo Consenso Amsterdam, 2016), investigação viral (RT-qPCR e hibridização in situ fluorescente-FISH) e caracterização de células milelóides placentárias (imunohistoquímica e citometria de fluxo). Além da dosagem sérica dos fatores relacionados à angiogênese s-Flit e PlGF (aparelho Roche Cobas, kits de Elecsys® tecnologia de eletroquimioluminescência). Este estudo pretende esclarecer se a infecção por SARS-CoV-2 favorece o desenvolvimento da PE ou se, na gravidade da doença, a lesão endotelial, multissistêmica da sepse por COVID-19 gera alterações PE-like. Isto pode ser fundamental para guiar a assistência e definir o momento do parto, especialmente em casos muito graves e pré-termo.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Laura da Costa Louzada

Ciências da Saúde

Nutrição
  • desigualdades sociais em saúde e nutrição em diferentes ciclos da vida no brasil: distribuição, tendência temporal e projeções
  • “O Brasil não é para principiantes”, dizia Tom Jobim. Nada mais verdadeiro quando o assunto é saúde pública. O compromisso com a melhoria das condições de vida dos brasileiros requer aprofundamento no que concerne à complexidade de um país de tamanho continental, marcado por profundas desigualdades sociais. Nas últimas décadas, o Brasil vem enfrentando uma rápida transição epidemiológica, que reverbera em uma mistura de avanços e retrocessos dos indicadores de saúde. Melhorias substanciais foram observadas nos indicadores de amamentação e desnutrição infantil. Por outro lado, ocorreram pioras importantes nos hábitos alimentares, principalmente pelo aumento do consumo de alimentos ultraprocessados, além de uma explosão dos casos de obesidade. A disponibilidade de uma série histórica de inquéritos epidemiológicos, que coletam dados de alimentação e nutrição em diversos ciclos da vida juntamente com informações socioeconômicas, permitirá a atualização da tendência temporal desses indicadores, bem como a avaliação da evolução das desigualdades sociais nos mesmos. Além disso, eles permitem o desenvolvimento de modelos preditivos, que podem ser utilizados para estimativas dos indicadores no nível municipal, o que refina as informações que guiarão gestores na definição de prioridades de ação. Utilizaremos dados de consumo alimentar e de obesidade das POFs 2008-9 e 2017-8, PENSEs 2012, 2015 e 2019, PNSs 2013 e 2019 e Vigitel 2006-2019 e indicadores de aleitamento materno de crianças <5 anos do ENANI 2019-20. Os estratificadores sociais serão: sexo, raça/cor, moradia, renda e escolaridade. A desigualdade será avaliada por razões, índice de concentração e de inclinação de desigualdade. Regressões avaliarão mudanças temporais da desigualdade no consumo alimentar e na obesidade. O ENANI será a base empírica para o desenvolvimento de modelos de predição do risco de práticas alimentares não saudáveis passíveis de estimação em nível municipal por meio de modelagem multinível.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Lidia Bueno Fernandes

Ciências Humanas

Educação
  • o direito à cidade para e com crianças e jovens: dispositivos visuais e a ocupação do espaço público
  • Este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de estudos teórico-práticos sobre as temáticas do direito à cidade, jovens das periferias urbanas e sua espacialidade, bem como o uso de dispositivos visuais, ou narrativas destinadas ao diálogo com jovens de quatro cidades, duas brasileiras e duas mexicanas sobre o tema do território em sua complexidade histórica e geográfica. Pretende identificar práticas contra-hegemônicas e ouvir as vozes dos sujeitos em suas espacialidades, bem como identificar os saberes propostos / difundidos e as articulações construídas nesses locais em relação às vivências cotidianas dos sujeitos da pesquisa. O projeto pretende produzir, ao final da pesquisa, um acervo multimídia, com vídeos, fotografias e narrativas desenhadas, além de materiais com objetivos educacionais. Conhecer o diálogo que jovens das periferias urbanas do Distrito Federal Brasileiro, de Niterói, Cidade do México (DF) e San Cristóbal de Las Casas (Chiapas / México), estabelecem entre a vida, a cidade e a escola. A realização da pesquisa justifica-se pela relevância do tema na perspectiva de tecer redes e espaços de escuta, acolhimento, apoio e visibilidade desses sujeitos, essenciais na construção de outro modelo de sociedade. O projeto busca conhecer a realidade dos jovens de 13 a 16 anos nas localidades citadas. A primeira etapa da pesquisa será realizada por meio de pesquisa de campo e pesquisa sobre o acervo de pesquisas anteriores a esta, especialmente no que diz respeito aos dispositivos visuais existentes. Num segundo momento, dialogaremos com os jovens que produziram este material, para estabelecer com eles um protocolo de pesquisa que será utilizado neste projeto. O foco de interesse é saber, por meio desses dispositivos visuais, seu local de residência, infraestrutura urbana, alguns dados sobre o acesso aos bens culturais, equipamentos urbanos e seu envolvimento nas questões da cidade.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Lúcia Bonfleur

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • efeitos obesógenos dos dois herbicidas mais utilizados no brasil: atrazina e glifosato
  • A utilização de agrotóxicos aumenta a produtividade agrícola, porém o consumo de produtos cultivados com estes agroquímicos tem contribuído para o aumento do risco de doenças crônicas degenerativas. No Brasil os herbicidas à base de glifosato (GBH) ou atrazina (ABH) são os mais utilizados, mas estudos demonstram que estes herbicidas podem prejudicar a reprodução, a função hepática e endócrina, e aumentar o risco ao câncer. Contudo, atualmente, somente a atrazina é considerada agente químico desregulador endócrino (DE) e carcinógeno. Portanto, mais evidências científicas são necessárias para que as agências regulatórias, especialmente no Brasil, tenham suporte dos riscos à saúde promovidos por estes herbicidas, e assim reconsiderem suas permissões e valores de exposição. Recentemente, nosso grupo de pesquisa demonstrou que a exposição ao GBH na vida intrauterina prejudica a reprodução em camundongos machos. Nosso estudo foi citado em 2020 pela agência de substâncias tóxicas e registro de doenças dos Estados Unidos, sendo um documento importante para dar suporte à Environmental Protection Agency para classificar o glifosato como DE. A literatura carece de dados que demonstrem se a exposição aos GBH ou ABH podem contribuir para o avanço da obesidade e de suas comorbidades. Assim, nossa hipótese é de que a exposição a estes herbicidas, durante a puberdade ou senescência feminina, promova ações de DEs que alterem a homeostase energética exacerbando a obesidade, esteatose e câncer. Para isso, o metabolismo lipídico, a morfofunção hepática, a adiposidade e o risco ao mieloma serão avaliados em camundongos que serão expostos aos herbicidas na puberdade (machos e fêmeas) ou na pós-menopausa. Além de fomentar a revisão da classificação de risco e do uso desses agentes químicos, os dados do estudo permitirão a formação de Mestres e Doutores, contribuindo para a consolidação dos PPGs envolvidos e fixação destes profissionais especializados nas regiões envolvidas com a pesquisa.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Lucia Cardillo Corrêa Giannella

Ciências da Saúde

Medicina
  • expressão gênica em células do sedimento urinário como indicadora da contribuição dos lípides plasmáticos para a evolução da doença renal no diabetes mellitus
  • A dislipidemia é um fator de risco para a doença renal diabética (DRD), que é a segunda causa-base de ingresso em programa de diálise no Brasil. A trigliceridemia conferiu, em indivíduos com diabetes mellitus (DM) tipo 1 acompanhados no Hospital das Clínicas da FMUSP, um risco de 2,4 vezes para presença de menor taxa de filtração glomerular estimada (TFGe). Neste estudo, será testada a hipótese de que a elevação da trigliceridemia e de ácidos graxos livres (AGLs) circulantes contribua para a evolução da DRD. Ela se baseia na premissa de que o tráfego tubular de albumina enriquecida em AGLs favorece o aporte de lípides às células tubulares, deflagrando vias inflamatórias e pró-fibróticas que se refletem na expressão gênica de células do sedimento urinário. Assim, serão comparados, em indivíduos com DM 1 e 2, em função do declínio da TFGe (declínio renal rápido [DRR] e declínio renal lento ou ausente [DRLA]): 1) a expressão de genes relacionados à captação de AGLs e de albumina (CD36, SLC27A1 [FATP1], SLC27A2 [FATP2)], SLC27A4 [FATP4], FABP1, CUBN [cubilina] e LRP2 [megalina]), à inflamação (interleucinas) e à fibrose (fator de crescimento transformante b) em células do sedimento urinário e 2) o perfil lipídico (incluindo concentrações plasmáticas de AGLs). A expressão dos genes-alvo citados acima e de genes relacionados à apoptose será avaliada em células tubulares renais expostas à albumina enriquecida em AGLs (preparada in vitro ou isolada do soro de indivíduos com DM com diferentes trigliceridemias) após sensibilização prévia em meio de cultura com alta concentração de glicose e com produtos de glicação avançada. A identificação de genes com expressão diferencial entre indivíduos com DRR e DRLA em células renais isoladas de urina, um material órgão específico de fácil obtenção, tem potencial de ser uma abordagem não-invasiva para predizer a evolução da DRD, além de contribuir para o melhor entendimento da participação da trigliceridemia nesta complicação.
  • Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Lucia Leite Ribeiro Okimoto

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • smart design em tecnologia assistiva: acessibilidade e inclusão
  • Recursos tecnológicos digitais associados a softwares open source oferecem maior acessibilidade, mas requerem conhecimento para o uso eficaz, sem o qual pode ocorrer frustração e abandono do uso da Tecnologia Assistiva (TA). Somado a isso, a Secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho,SEJUF-PR, aponta a carência de TA que agregue maior efetividade de acessibilidade, informação de uso, higienização, reuso, manutenção e descarte. O desenvolvimento de TA requer métodos colaborativos com abordagem centrada no usuário. Diante das demandas apresentadas, surge a questão de como aplicar uma abordagem sistêmica para um projeto inteligente de TA, incluindo todas as etapas do seu ciclo de vida, aumentando o potencial de interação entre os sujeitos envolvidos no projeto colaborativo e consequentemente ampliando o nível de acessibilidade para as Pessoas com Deficiência (PcD). Neste projeto visamos soluções inovadoras de TA e de Materiais Instrucionais (MI) integrando tecnologia, gestão e informação. Como objetivo geral pretende-se desenvolver um conjunto de soluções que integrem Tecnologias Digitais com TA e Smart Design no projeto, contemplando os seguintes objetivos específicos: a) produção de MI para treinamento e ensino por meio de exploração de tecnologias multimodais e realidade aumentada; b) otimização da produção de órteses por manufatura aditiva e escaneamento tridimensional, e; c) desenvolvimento de sistema de gerenciamento da cadeia informacional de projeto de TA, para o desenvolvimento, treinamento, acompanhamento de uso, manutenção e descarte da TA. Os pesquisadores atuarão conjuntamente, realizando atividades propostas no sistema de gestão informacional de comum acesso. Pretende-se obter os seguintes resultados neste projeto, produtos, sistemas e serviços inteligentes de TA que serão disponibilizados na Plataforma Digital de Tecnologia Assistiva, da SEJUF-Paraná. E, os mesmos serão divulgados à comunidade científica, sociedade e mídias sociais.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Lucia Scroferneker

Ciências da Saúde

Medicina
  • aplicação de espectroscopia no infravermelho com transformada de fourier supervisionada por métodos imunológicos para diagnóstico de paracoccidioidomicose.
  • A paracoccidioidomicose (PCM) é micose sistêmica granulomatosa, causada por fungos termo-dimórficos do complexo Paracoccidioides brasiliensis e Paracoccidioides lutzii que é limitada a América Latina e endêmica em área que se estende do México à Argentina. Com maior incidência dessa micose no Brasil, e o Estado de São Paulo o que apresenta o maior número de casos. O objetivo do trabalho é desenvolver novos métodos diagnósticos baseados em Espectroscopia no Infravermelho com transformada de Fourier (FT-IR) para detectar PMC em soro de pacientes com diagnóstico laboratorial positivo. O diagnóstico de PCM é confirmado a partir da visualização do Paracoccidioides spp. em materiais biológicos. O exame direto do escarro homogeneizado, realizado ao microscópio óptico, permite a identificação do fungo devido à sua morfologia característica de exo-esporulações. Resultados falsos positivos podem ocorrer nas formas diminutas que são confundidas com Histoplasma capsulatum var. capsulatum e Cryptococcus spp. pouco capsuladas. A confirmação é realizada através de testes imunológicos já validados como a imunodifusão dupla (ID). As amostras que apresentarem resultados positivos serão analisadas através da técnica de FT-IR e as amostras negativas serão consideradas como controles, independente de serem positivas para histoplasmose e criptococcose. Os diagnósticos microbiológicos e imunológico serão realizados pelo laboratório de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu sob responsabilidade do Dr. Rinaldo Poncio Mendes. Os testes de ID realizados em Botucatu serão comparados com os resultados dos ensaios de imunodifusão que serão realizados no laboratório de Fungos Patogênicos do Instituto de Ciências Básicas e da Saúde (UFRGS), sob responsabilidade da Dra. Maria Lúcia Scroferneker. Os ensaios por FT-IR (incluindo as etapas de aquisição de impressão digital metabólica, análises exploratória, de classificação e de predição e validação) serão conduzidas nos laboratórios de Espectroscopia no Infravermelho na Central Analítica da UNISC e de Quimiometria-UNISC, sob responsabilidade do Dr. Valeriano Antonio Corbellini. Espera-se que com a avaliação da eficácia dos novos métodos baseados em FT-IR seja possível apresentar uma nova tecnologia com maior possibilidade de acesso a exames diagnósticos para infecções fúngicas invasivas em hospitais públicos terciários e com redução de tempo e custos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 06/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Maria Luiza Lopes Timóteo de Lima

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • avaliação da rede de cuidados à saúde da pessoa com deficiência: um olhar sobre a implantação e a coordenação do cuidado
  • Introdução: A atenção à saúde da pessoa com deficiência no SUS apresentou, nos últimos anos, intensa modificação, incluindo reestruturação da rede de cuidados à saúde da pessoa com deficiência. No Brasil, o acesso aos serviços de reabilitação, em geral, ocorre em períodos tardios e há dificuldades na integração entre diferentes níveis assistências e produção e uso de informação para avaliação. A avaliação da rede poderá apontar ajustes na implantação do plano estadual de saúde, bem como orientar o processo de avaliação das redes de reabilitação em outras regiões do país, apoiando decisões para mudanças. Ademais, conhecendo os obstáculos à integração dos níveis assistências, as áreas da reabilitação poderão compreender e qualificar sua atuação na coordenação do cuidado. Objetivo: Avaliar a rede de cuidados à pessoa com deficiência em Pernambuco na perspectiva da implantação e da coordenação do cuidado. Método: Na primeira fase, será realizado um estudo de avaliabilidade para análise situacional, construção do modelo lógico da rede, além da definição de perguntas avaliativas. Na segunda fase, uma pesquisa metodológica, envolvendo a compreensão, construção e validação de um conjunto de critérios e indicadores que constituirão um instrumento para avaliação da rede. Na terceira fase, será realizado um estudo de caso sobre o estado de Pernambuco para estimativa do grau de implantação, com análise em múltiplos níveis (atenção básica; atenção especializada e centro de especialidades odontológicas; e atenção hospitalar), acrescida da análise do contexto político, estrutural, histórico e da coordenação do cuidado. Considerando todas as fases, serão participantes da pesquisa os profissionais de saúde da área da reabilitação e gestores da rede, alguns deles considerados juízes. Serão realizadas análise de conteúdo das entrevistas, análise estatística de dados quantitativos e cruzamentos das evidências.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Luiza Pereira de Alencar Mayer Feitosa

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • melhoria da qualidade ambiental: redução da poluição de meios aquáticos e reuso de resíduos sólidos
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 27/01/2020-26/01/2025
Foto de perfil

Maria Luiza Tucci Carneiro

Ciências Humanas

História
  • travessias- enciclopédia de artes. literatura. ciências: o legado dos refugiados do nazifascismo. brasil, 1933-2023,
  • O projeto tem como objetivo a construção de uma plataforma digital educacional que favoreça a pesquisa e o ensino à distância com recursos audiovisuais. Travessias, terá a sua versão impressa como uma obra de referência nomeada da Travessias. Enciclopédia de Artes, Literatura e Ciências. Estes dois produtos têm como proposta identificar e promover o legado dos artistas, intelectuais e cientistas (judeus e não-judeus) que, fugindo das violências praticadas pelo nazifascismo na Europa, encontraram refúgio no Brasil a partir de 1933. Daremos destaque aqueles que optaram pelo Eixo São Paulo- Rio de Janeiro, sendo estes os principais centros urbanos receptores dos refugiados, irradiadores de cultura e ciência em nível local, nacional e internacional. No formato de verbetes cruzados, pretendemos reconstituir as trajetórias destes grupos distintos por suas nacionalidades, profissões e produções em múltiplas áreas do conhecimento. Toda a documentação e verbetes serão disponibilizadas no formatos impresso e digital com o objetivo de divulgar este legado material e imaterial para a cultura e a ciência brasileiras. Ao valorizarmos um conjunto de vestígios históricos estaremos revelando a sensibilidade e a criatividade do ser humano diante do novo, a brutalidade perpetrada pelos regimes totalitários durante o Holocausto e, ao mesmo tempo, a fragilidade dos direitos humanos e dos ideais de justiça. O projeto pressupõe sub-produtos: uma série de ações pedagógicas e políticas públicas que ajudem a divulgar esse legado como patrimônio da cultura e da ciência brasileiras.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Madalena Pessoa Guerra

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • projeto de consolidação de programas de pós-graduação da ufrpe
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Maria Marta Pastina

Ciências Agrárias

Agronomia
  • uso de imagens multiespectrais e de autofluorescência para a identificação de regiões genômicas associadas a compostos bioativos em grãos de sorgo
  • O sorgo [Sorghum bicolor (L.) Moench] é o quinto cereal mais produzido no mundo e, no Brasil, o seu plantio é destinado basicamente à alimentação animal. Seus grãos não possuem glúten e são uma rica fonte de compostos bioativos. Devido ao seu potencial nutricional e funcional e ao baixo custo de produção, ele desponta como um cereal promissor para a alimentação humana. A descoberta de genes responsáveis pela variação dos níveis de compostos bioativos é importante para o desenvolvimento de variedades de sorgo com potencial para melhorar a nutrição e promover a saúde humana. O objetivo da proposta consiste em conduzir estudos de associação genômica (GWAS, do inglês Genome Wide Association Study) buscando prospectar genes e QTLs (Quantitative Trait Loci) associados à biossíntese dos compostos bioativos em sorgo, visando a redução de custos das avaliações fenotípicas. O painel de sorgo contendo 240 linhagens, cuja genotipagem, já finalizada, gerou ~ 300.000 marcadores SNPs (Single Nucleotide Polymorphism), será fenotipado para os seguintes compostos bioativos de sorgo: taninos, fenólicos totais, 3-deoxiantocianidinas e amido resistente, utilizando métodos químicos e análises de imagens multiespectrais e de autofluorescência, técnica inovadora e que será utilizada pela primeira vez em sorgo. Os estudos de GWAS, aqui propostos, têm a finalidade de gerar conhecimento sobre os genes e vias envolvidas na produção desses compostos, desenvolver marcadores e métodos eficazes e de menores custos que possam ser utilizados em programas de melhoramento de sorgo, com foco em alimentação humana. Ademais, será desenvolvido um marcador molecular alelo-específico para o gene relacionado com a via de síntese de 3-deoxiantocianidinas, cuja associação será confirmada neste trabalho. Portanto, espera-se que a proposta possa contribuir com o aumento da eficiência dos programas de melhoramento de sorgo que visam à obtenção de cultivares destinados à alimentação humana.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Natalina Mendes Freitas

Ciências Humanas

Educação
  • as gramáticas sociais de crianças e suas infâncias em territórios de águas de regiões da amazônia paraense
  • Esta pesquisa tem como objeto de investigação a educação e as redes de saberesfazeres culturais de crianças e de adolescentes que frequentam escolas localizadas em territórios de águas de quatro regiões: Xingu, Baixo Tocantins, Caeté e o Marajó, no Pará. Almeja-se realizar uma caracterização das gramáticas sociais das águas pelas vozes de crianças residentes em territórios ribeirinhos das regiões, na perspectiva de (re)afirmarem suas infâncias e suas redes de saberesfazeres e, também, que possam subsidiar políticas públicas para a infância do campo. Metodologicamente, o estudo será desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica, documental e de campo, focalizando quatro categorias, de cunho teórico e empírico, inter-relacionadas: a) o que as crianças e os adolescentes sabem/dizem sobre os espaços-tempos da floresta, das águas e da terra; b) que interações são parte do cotidiano das crianças e dos adolescentes nos espaços da comunidade e da escola; c) como se desenvolvem os brincares das crianças e suas relações nos espaços e em mediação com a natureza d) nesses territórios amazônicos, que significações são dadas pelas crianças às formas de identificação de moradias e de moradores, de locais de atalhos, da vegetação, da fauna. A hipótese levantada é a de que os processos culturais e educativos de crianças e de adolescentes que acontecem nos territórios de águas constituem tessituras do cotidiano e engendram gramáticas sociais desses sujeitos nesses territórios crianceiros da Amazônia paraense. Os resultados possibilitarão além da elaboração de práticas educativas, a de matrizes curriculares que estejam alinhadas à identidade desses territórios, assim como o pensar sobre a função social da universidade e a qualidade do que vem sendo produzido e disseminado na região amazônica paraense.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Neyrian de Fátima Fernandes

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • saúde mental e comportamentos não adaptativos entre estudantes do curso de enfermagem
  • O início da vida universitária é marcado por situações potencialmente desencadeadoras de comportamentos não adaptativos característicos dos transtornos de ansiedade. As características pessoais, os fatores relacionados ao processo de adaptação do estudante ao novo estilo de vida, suas novas responsabilidades e vivências impactam no cotidiano e no futuro desses estudantes. Considerando que a associação entre depressão e resultados acadêmicos é mais forte entre os alunos com transtorno de ansiedade, que a depressão e a ansiedade concomitantes estão associadas a um menor rendimento acadêmico, bem como os sintomas de transtornos alimentares também estão associados a um menor rendimento acadêmico. Conhecer o perfil da saúde mental dos alunos desde o primeiro ano da graduação de enfermagem possibilitará a elaboração de atividades e regimes terapêuticos que os ajudem a lidar com as demandas que a rotina na graduação impõe. Assim, objetiva-se identificar comportamentos não adaptativos em estudantes do curso de enfermagem e o impacto na saúde mental. Trata-se de um estudo longitudinal prospectivo, de abordagem quantitativa. O público-alvo são acadêmicos do curso de enfermagem, com uma população de 200 a 500 alunos, da qual a duração estimada da pesquisa é de dois anos. O instrumento de coleta possui dados sociodemográficos, foi empregado o IGFP-5 (Inventário Dos Cinco Grande Fatores de Personalidade), inclui-se também a Escala de Ansiedade de Hamilton, enquanto a avaliação do tecnoestresse será realizada com a Escala de Tecnoestresse - RED/TIC. Escala essa que se baseia no modelo de Recursos, Emoções/Experiência, Demandas (RED). Os dados serão analisados usando o software R por meio da interface Rstudio. Todas as variáveis serão verificadas quanto à presença de outliers. As análises planejadas incluem as análises descritivas dos dados sociodemográficos, e das características da personalidade. A distribuição quantitativa das variáveis será avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Ozanira da Silva e Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • programas de transferência monetária focalizados e de renda básica universal no contexto da pandemia e da pós-pandemia da covid-19: acompanhamento e análise da realidade na américa latina e caribe
  • O projeto tem como objetivo identificar, sistematizar, problematizar e divulgar a dinâmica histórica, o debate, a formulação de propostas e a implementação de programas de transferência monetária focalizados e de renda básica universal em países da América Latina e Caribe, no período 2021 a 2024. Situa-se no contexto da pandemia e da pós-pandemia da Covid-19, focando nos programas em implementação em período anterior à pandemia e programas criados para mitigar consequências econômicas e sociais em decorrência da pandemia. O desenvolvimento da pesquisa busca identificar, caracterizar e problematizar eixos que configuram os programas: critérios para inclusão de beneficiários; objetivos; benefícios monetários e articulação com outros benefícios; financiamento dos programas; desenho, mecanismos de gestão e possíveis impactos em relação ao público beneficiário e à realidade econômica, política e social. Os programas serão situados na realidade econômica, social e política e nos sistemas de proteção social que sustentam surgimento e desenvolvimento desses programas. A importância do estudo é dimensionada em razão de o problema central a ser investigado - programas de transferência monetária - constituírem, na contemporaneidade, estratégia prevalente de política social para redução da pobreza e da extrema pobreza, devendo ser melhor desvendada nas suas contradições e potencialidades. A proposta metodológica tem como referência o método crítico-dialético, procurando investigar os programas mediante aproximações sucessivas que vão do mapeamento ao estudo em profundidade da realidade dos programas de transferência monetária na América Latina e Caribe, com utilização de variados procedimentos de pesquisas: revisão bibliográfica, documental, uso de dados secundários, acesso a sites e entrevistas semiestruturadas com sujeitos atuantes junto aos programas em foco.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maria Paula Goncalves Lysandro de Albernaz

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • atlas digital colaborativo de remanescentes industriais: subúrbios ferroviários da zona norte da cidade do rio de janeiro
  • 1) O projeto insere-se na linha de pesquisa que investiga a dimensão físico-territorial da questão urbana, especialmente relativa à estruturação, morfologia e projeto urbano, priorizados no Programa de Pós-Graduação em Urbanismo (PROURB/UFRJ), no qual será desenvolvido. 2) Volta-se à reflexão sobre os impactos dos processos de industrialização e desindustrialização na produção e transformação na Metrópole do Rio de Janeiro em regiões onde predominam a ocorrência desses processos, coincidentes com ambientes urbanos densos e residência de camadas da população de baixa renda. 3) A questão central a ser investigada na pesquisa relaciona-se à percepção da capacidade que a reconversão dos espaços esvaziados da função fabril apresenta para compensar às populações locais, ônus trazidos pela sua presença, no passado e atuais, e sua expressão no território enquanto singularidades espaciais, se superados modos convencionais de intervenção. 4) A compreensão dos remanescentes industriais como singularidade espacial urbana pauta-se na sua identificação com a rugosidade, conceito desenvolvido por Milton Santos (1980), que a define como um espaço diferenciado, carregada de significado urbano e social construídos no tempo, herdeira de marcas do passado e com potência transformadora desde que associada a uma atuação social referencial. 5) Neste sentido, a investigação pretende contribuir com um pensamento voltado ao planejamento e projeto urbano atrelados a interesses das populações que vivenciam o lugar, contrapostos aos do mercado, a partir das potencialidades locais (BRENNER, MADDEN e WACHSMUTH, 2012; SANTOS, 2000; MARICATO, 2000; ROLNIK, 2015). 6) Para isso, propõe a elaboração de mapeamento colaborativo dos remanescentes industriais em plataforma digital GIS WEB aberta, como instrumento prático, orientador de ações da política urbana, ambiental e cultural, prevalecendo a visão de agentes locais na identificação, caracterização e explicitação de potências.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Raquel Figueiredo

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • prospecção fitoquímica de metabólitos secundários de aureliana fasciculata com atividade anti-câncer e suas nanoformulações
  • O câncer é uma das principais causas de morte em todo o mundo, responsável por quase 10 milhões de mortes em 2020. Historicamente, os produtos naturais de origem vegetal são reconhecidos como uma importante fonte de novos medicamentos, inclusive agentes anticâncer. Este projeto está fundamentado nos estudos prévios realizados sobre a citotoxicidade, de dois vitanolideos (Aurelianolideos A e B), isolados de Aureliana fasciculata (Vell.) Sendtner var. fasciculata, em várias linhagens de células tumorais. Essas substâncias mostraram um excelente potencial de inibição de crescimento, com ativação de caspases e promoção de apoptose. Entre as testadas, a linhagem Jurkat foi a mais suscetível aos vitanolídeos, com valores de IC50 de 2,25μM e 1,41μM para o Aurelianolido B e o Aurelianolido A, respectivamente. Os resultados promissores, estimularam o aprofundamento deste estudo inicial. Dessa forma, o objetivo deste projeto é isolar e purificar, com um melhor rendimento, os Aurelianolídeos A e B, assim como outros vitanolídeos minoritários, avaliar a citotoxicidade destas substâncias em outras linhagens tumorais e, realizar nanoformulações destes, devido à sua baixa solubilidade em água. Esta proposta multidisciplinar será desenvolvida em três etapas: fitoquímica, farmacologia e nanoformulação das substâncias, que serão realizadas nos laboratórios do Instituto de Tecnologia em Fármacos/FIOCRUZ. Os resultados obtidos serão avaliados quanto à atividade citotóxica e os mecanismos de ação envolvidos. Estes serão apresentados em congressos, palestras na FIOCRUZ e em publicações de artigos, na área de produtos naturais e/ou oncologia. A relevância deste projeto está na importância da busca por substâncias citotóxicas de origem natural e no desenvolvimento de nanotecnologias inovadoras, visando melhorar a biodisponibilidade e a redução da toxicidade dos vitanolídeos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/07/2022-31/07/2024