Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Bibiana Verlindo de Araujo

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • dose de precisão informada por modelo (mipd) como estratégia para personalização de doses de antibioticos em pacientes com sepse
  • A sepse é uma sindrome que apresenta elevados indices de mortalidade no Brasil e cujo o manejo envolve a utilização de diversos medicamentos, entre eles, antimicrobianos. Diversos processos fisiológicos são modificados durante o quadro de sepse, resultando principalmente em alterações nos processos de distribuição e de eliminação desses fármacos nos pacientes. Na literatura sugere-se que as alterações mais marcantes ocorrem com aqueles que apresentam caracteristicas hidrossoluveis, devido a sua distribuição extracelular e dessa forma, apenas fármacos com essas caracteristicas deveriam ter suas dosagens ajustadas. Essa hipótese supõe que os niveis de concentração livre alcançados por esses antimicrobianos no plasma são equivalentes aos observados nos tecidos, no entanto, há evidências de que isso pode não ser verdadeiro. Para o ciprofloxacino, de caracteristicas lipossoluveis, por exemplo, a penetração tecidual em voluntários é de 38% em tecido muscular, indicando que as concentrações plasmáticas não refletem as teciduais. Assim, nossa hipótese é de que utilizando dados in vitro, pre-clinicos e clinicos dos dez antimicrobianos mais utilizados na sepse e já publicados na literatura, será possivel propor um algoritmo de decisão sobre a necessidade de ajuste de dose mais embasado, através de análise de dados e ferramentas de farmacometria, numa abordagem chamada dose de precisão informada por modelo, na qual estratégias de farmacocinética populacional, embasada em fisiologia e farmacologia dos sistemas são utilizadas tomada de decisões em cenários complexos. Os fármacos avaliados serão a vancomicina, piperacilina/tazobactam,cefepima,ceftriaxona,gentamicina,ciprofloxacino, levofloxacino, daptomicina, voriconazol, anfotericina B.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bluma Guenther Soares

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • nanocompósitos multifuncionais para aplicações em áreas estratégicas
  • Nanocompósitos tem sido amplamente investigados devido à sua versatilidade de aplicações em vários setores estratégicos. O sucesso desses materiais baseia-se no tamanho nanométrico destas partículas. Assim, propriedades importantes podem ser alcançadas com a combinação de pequena quantidade dessas partículas a matrizes poliméricas. Desta forma, os participantes desta proposta resolveram juntar suas experiências visando criar novos sistemas com aplicações na fronteira do conhecimento científico e tecnológico. Neste sentido, nanopartículas de sílica, magnetita, polianilina e híbridos com nanotubo de carbono e grafeno serão preparados. Essas partículas serão incorporadas a matrizes poliméricas obtendo-se materiais na forma de filmes, nanofibra por eletrofiação, materiais porosos utilizando a manufatura aditiva ou ainda esferas macroporosas utilizando resinas poliméricas reticuladas ou alginato de sódio precipitado e liofilizado. Para melhora a dispersão de cargas, notadamente CNT e grafeno, serão avaliados alguns líquidos iônicos à base de imidazol e alquil-fosfônio. Os líquidos iônicos são também capazes de conferir boas propriedades elétricas e dielétricas aos materiais, tornando bastante útil no desenvolvimento de materiais absorvedores de ondas eletromagnéticas. Os líquidos iônicos incorporados nas partículas de sílica, argila e grafeno são também capazes de melhorar a capacidade de adsorção de metais pesados e outros poluentes. A adsorção de metais pesados também será realizada a partir de nanopartículas de dendrímeros do tipo PAMAM incorporadas em sistemas poliméricos de diferentes formas. Os grupos amina em quantidades consideráveis e a alta porosidade dessas partículas facilitam a adsorção dos metais pesados em quantidades consideráveis. Essas partículas também serão utilizadas na exploração e produção de petróleo, em aplicações que envolvem inibição de inchamento de argila, modificação de viscosidade e inibição de deposição de parafinas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Breitner Luiz Tavares

Ciências Humanas

Sociologia
  • educação superior e políticas de permanência para estudantes negros
  • O projeto baseia-se em duas frentes de pesquisa em diferentes espaços de atuação. Uma primeira frente buscará, através de narrativas biográficas, pesquisar, construir e analisar a trajetória de vida de estudantes cotistas PPI na Universidade de Brasília (UnB) (pretos, pardos e indígenas) e suas condições de saúde. A observação e a análise desses relatos de vida implicam, primeiramente, na formulação de um conjunto de desenvolvimento teórico que discutirá, através da relação clássica entre indivíduo e sociedade, o processo de formação, construção e manutenção de uma identidade e de uma biografia social, de vínculos e relações e de construção e reconstrução de espaços de sociabilidade. A fim de se ampliar o entendimento desses processos, uma segunda frente de pesquisa buscará entender, através das mesmas bases metodológicas, a dinâmica de inserção desses estudantes em um espaço institucional de assistência – como o promovido pela Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária (DASU-UnB). Esta dupla atuação possibilitará a elaboração sistemática, tanto de perspectivas comparativas e analíticas desses novos espaços, como ampliará o entendimento de determinadas qualificações conceituais acerca da condições de saúde dos estudantes universitários, considerando problemas relacionados a exclusão, vulnerabilidade e marginalização e abandono da vida estudantil universitária. Além disso, o projeto abre espaço, tanto para uma análise bibliográfica a respeito da contextualização social dessa população majoritariamente jovem – e uma consequente discussão de cunho metodológico - como para outras temáticas como saúde mental, uso de álcool e outras drogas, violência, solidão, vergonha, representações sociais, dentre outros.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes

Ciências da Saúde

Odontologia
  • compartilhamento de mecanismos de resistência a antibióticos entre as comunidades microbianas orais e as das infecções endo-periodontais
  • A complexa rede que liga o compartilhamento de informações genéticas entre comunidades microbianas é um dos principais fatores nos processos evolutivos. Através das interconexões exercidas pelo mobiloma (i.e. conjunto de elementos móveis em um genoma), os microrganismos distribuem seu genótipo para a maioria dos organismos vivos (microbioma). Um exemplo significativo é a disseminação de genes que codificam a resistência a antibióticos. Apesar de representar uma grande ameaça à saúde pública global, decifrar os princípios que coordenam a evolução das bactérias multirresistentes continua sendo um desafio. Recentemente, alguns trabalhos revelaram o potencial das abordagens metagenômicas para compreender e explorar a dinâmica e a diversidade das comunidades microbianas, e a correlação de genes de resistência associados a esses microbiomas. No entanto, nenhum estudo metagenômico funcional foi realizado até agora em comunidades dos microbiomas das infecções endo-periodontais. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é desenvolver uma abordagem sistêmica para analisar a rede de resistência aos antibióticos em metagenomas da cavidade oral e correlacioná-la com aquela encontrada em dentes com infecções endo-periodontais. Faremos isso integrando tecnologias para decodificar a distribuição, abundância, associações e correlações estatísticas do resistoma e mobiloma de diferentes sítios orais (metagenomas de diferentes partes do mundo) com os das infecções endo-periodontais. Por meio de abordagens laboratoriais, bioinformática e ciência em rede, propomos investigar padrões de genes de resistência prevalentes em diferentes locais da cavidade oral e o fluxo de sua disseminação em comunidades microbianas de infecções endo-periodontais. Acreditamos que esses dados são de fundamental importância para a compreensão desse desafio universal, abrindo caminho para que novas tecnologias possam desenvolver tratamentos antimicrobianos eficazes.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Britaldo Silveira Soares Filho

Ciências Biológicas

Ecologia
  • simulação dos impactos das mudanças climáticas e no uso da terra nos regimes de fogo e biodiversidade e implicações para a conservação ambiental no cerrado
  • Os impactos diretos e indiretos das mudanças climáticas podem afetar drasticamente a biodiversidade. Estimar esses impactos antecipadamente e compreender quais são os fatores que direcionam esses impactos são fundamentais para criação de políticas públicas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. No entanto, a modelagem da dinâmica ambiental advinda das mudanças climáticas demanda o desenvolvimento de modelagem de sistema em larga escala que integram uma complexidade de modelos e uma grande quantidade de dados (big data), requerendo, portanto, uma capacidade avançada de processamento, no tocante tanto ao software e hardware. O CSR-UFMG dispõe de grandes bancos de dados de biodiversidade e serviços ecossistêmicos para o Brasil, possuindo uma ampla experiência na modelagem ambiental aplicada a políticas públicas. Para tanto, foram desenvolvidos modelos e ferramentas para análise de biodiversidade e modelos de simulação de mudanças no uso da terra para o Brasil como um todo e espalhamento de fogo em alta resolução espacial específicos para os ecossistemas da floresta Amazônica e vegetações do Cerrado. Esses modelos têm sido utilizados para estimar os impactos das mudanças climáticas e do uso da terra nos regimes de fogo e consequente alteração nos padrões de biodiversidade. Para isso, CSR conta com uma infraestrutura computacional de alta performance e desenvolve a plataforma de modelagem ambiental Dinamica EGO freeware, utilizada não somente para rodar os nossos modelos com crescente nível de complexidade, mas também para disseminar a nossa ciência. Hoje Dinamica EGO é utilizado por usuários ao redor do mundo tendo já contribuído para mais de 200 publicações em periódicos revisto por pares. A possibilidade de otimizar a arquitetura de paralelismo do software para rodar na nuvem trará benefícios, portanto, para o avanço da modelagem ambiental que requer processamento de alto desempenho, sobretudo para os usuários que não dispõem de infraestrutura ou mesmo para os que a têm mas precisam para isso arcar com altos custos de manutenção. Os resultados desse estudo terão também impactos diretos na formulação e avaliação de políticas públicas de mitigação e adaptação das mudanças climáticas visando a conservação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos por todo o país.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 20/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Bruna Figueiredo Manzo

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • desenvolvimento e validação de tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes na segurança do paciente pediátrico e neonatal
  • Potenciais riscos ao paciente são intrínsecos à complexidade do cuidado à criança e ao neonato, especialmente pelas características físicas que podem influenciar consideravelmente a segurança do paciente. Apesar das iniciativas e investimentos empregadas na área da segurança do paciente pediátrico e neonatal, constata-se ainda alto número de eventos adversos. Assim, outras estratégias são motivadas em busca do cuidado seguro, como o incremento à educação e a participação do acompanhante nas ações de segurança. Ao promover a participação de acompanhantes na segurança dos cuidados, favorece a integração destes na tomada de decisão, de maneira consciente e informada, influenciando nas ações de segurança das crianças. Assim, este projeto apresenta como objetivo geral, desenvolver e validar tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes nas ações de segurança do paciente do paciente pediátrico e neonatal e tem objetivo específico, desenvolver e validar um web-app, um serius games e um software de realidade virtual (RV) para alcançar o objetivo geral. Trata-se de uma pesquisa metodológica e de produção tecnológica contemplando 4 etapas. Na etapa 1 realizar-se-á a prospecção tecnológica, nas etapas 2 e 3 serão construídos os conteúdo das tecnologias educativas e o seu desenvolvimento e a etapa 4 consistirá na validação de conteúdo, aparência e índice de Fidedignidade. O desenvolvimento tecnológico com inovações no contexto de saúde colabora significamente no processo de educação do paciente e seu acompanhante, porém são escassos os estudos que desenvolvam e validem essas diferentes tecnologias. A hipótese do estudo é que as tecnologias desenvolvidas e validadas têm potencial enquanto instrumento educacional e de incentivo ao envolvimento dos acompanhantes na segurança das crianças. Ademais, facilitará interação acompanhantes - equipe de saúde, e possibilitar realinhamento de processos, políticas e estruturas assistenciais que visam o cuidado seguro.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Gisi Martins de Almeida

Ciências Humanas

Sociologia
  • fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de são paulo
  • A aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente em 1990 estabeleceu um conjunto de mudanças legais no tratamento de adolescentes autores de atos infracionais que envolvem tanto a introdução de garantias processuais e direitos individuais quanto a adoção de dispositivos que restringem o uso da privação de liberdade como medida de responsabilização. Essas alterações impactam diretamente a atuação dos atores do sistema de justiça juvenil, marcada historicamente pela informalidade, discricionariedade e paternalismo. A literatura recente sobre o sistema de justiça juvenil brasileiro – em diálogo com a literatura internacional – tem indicado a complexidade do seu modo de funcionamento e os mecanismos pelos quais uma cultura “menorista” se combina com uma lógica punitiva. No que diz respeito ao diagnóstico das tendências atuais no país, um dos aspectos que ainda precisa ser melhor investigado é a produção decisória dos atores ao longo das etapas do fluxo desse sistema. A investigação dos fatores associados à produção decisória permite compreender de que maneira os dispositivos legais e as medidas socioeducativas têm sido utilizados. Buscando contribuir para esse debate, o objetivo deste projeto é realizar um estudo do fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de São Paulo e investigar os fatores associados ao avanço dos casos nas diferentes etapas do sistema, desde o registro na polícia até o sentenciamento pelo judiciário. Dados recentes sobre o sistema paulista indicam uma redução significativa no número de adolescentes cumprindo medidas socioeducativas. Neste sentido, buscar-se-á investigar se houve alterações neste fluxo nos últimos anos. A pesquisa adotará uma abordagem longitudinal para rastrear o processamento dos casos em cada etapa e será realizada a partir da coleta, sistematização e consolidação de dados secundários produzidos pelas agências que compõem o sistema de justiça juvenil em São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Paola Murino Rafacho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estratégia de formação dos profissionais da atenção primária à saúde no cuidado das condições crônicas em campo grande/ms
  • A Atenção Primária à Saúde (APS) constitui a porta de entrada no sistema de saúde pela população. Por estar mais próxima a comunidade, sendo local ideal para promoção da saúde, prevenção de doenças e enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como obesidade, hipertensão e diabetes. Neste sentido, capacitar gestores e profissionais que atuam na APS tem grande relevância, de modo a fortalecer as políticas públicas de Saúde existentes e organizar o cuidado de maneira mais eficiente. Neste contexto, o presente trabalho tem como proposta dar continuidade ao projeto “Rede de Enfrentamento e Controle da Obesidade na Atenção Primária (ECO-AB)”, estendendo sua atuação para demais condições crônicas além da obesidade por meio do diagnóstico da organização do cuidado às pessoas com DCNT e aplicação de estratégia de educação na APS de Campo Grande/MS. Por meio de ações de pesquisa, ensino e extensão espera-se apoiar a formação qualificação, acompanhamento e socialização das ações desenvolvidas pelas equipes de saúde, visando a atenção à saúde no controle das DCNT.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 05/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Augusto Nassif Travençolo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estratégias visuais de análise de redes dinâmicas com foco nas características e comportamento dos seus nós
  • Redes dinâmicas são utilizadas para modelar interações entre entidades que compõem um determinado domínio do conhecimento, com o intuito de extrair padrões nessas interações que permitam a compreensão de determinado fenômeno nesse domínio. É possível encontrar aplicações em diversas áreas, incluindo redes sociais, espalhamento de fake news, análise de tráfego aéreo, interação entre proteínas nas células, entre outras. A análise dessas redes usualmente emprega medidas estatísticas e/ou técnicas visuais que auxiliam na extração de informações úteis contidas nas conexões entre nós da rede, de forma a identificar comportamentos anormais, tendências de relacionamento, sazonalidades e recorrências. No entanto, a maioria das estratégias visuais propostas concentra-se apenas em informações topológicas da rede, ignorando informações do próprio domínio de aplicação e propriedades dos nós. Considerando que a dinâmica de interação dos nós pode estar fortemente relacionada a essas propriedades, a análise pura das conexões pode limitar a compreensão dessa dinâmica, o que leva a seguinte pergunta: uma representação visual de redes dinâmicas que considera, além da topologia, informações específicas a respeito dos seus nós constituintes pode aumentar a compreensão dos fenômenos e do contexto modelado por essas redes? É sabido, por exemplo, que a interação entre usuários de redes sociais está fortemente ligada às suas preferências, costumes e crenças. Dessa forma, neste projeto pretende-se empregar um conjunto de técnicas de visualização de informação nas características individuais dos nós, destacando visualmente aspectos distintos dessas entidades, tais como similaridade, evolução temporal ou correlação entre propriedades. Associado a essas visualizações, serão propostas ferramentas de interação para proporcionar uma exploração efetiva desses aspectos, permitindo ao usuário associá-los e fazer inferências que justifiquem o comportamento temporal da rede.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno da Silva

Ciências Humanas

História
  • circuitos transoceânicos: o lugar das américas no trânsito de ideias, bens e indivíduos, da primeira modernidade às independências
  • A pesquisa objetiva redimensionar o lugar da América Ibérica (séculos XVI-XIX), através das diferentes formas de etnogênese que criam diversos tipos de comunidades, tanto no mundo indígena quanto afro-americano e nas paragens orientais. Busca-se iluminar a importância do Novo Mundo na construção da ideia de mundialização ou globalização, abordando a circulação de pessoas, objetos, ideias e conhecimentos de forma inovadora. Isso porque, considera-se a América um espaço para a emergência de sociedades que não se limitam a mimese daquelas europeias, porém, observando que o local não é uma tela invertida sobre a qual o global se projeta (Appadurai, 2013). Ao contrário disso, os cenários americanos nas suas mais diferentes relações com as bordas do Atlântico e o Oriente foram palcos de experiências que, descortinadas com a reavaliação de fontes já conhecidas e avançando igualmente sobre documentação ainda pouco explorada, podem nos revelar processos marcados menos pelo resultado de uma miscigenação das formas, culturas, técnicas, dos corpos, objetos e mais por tensões e trocas recíprocas. O problema central reside em questionar explicações dicotômicas, a exemplo de: local/global, micro/macro, centro/periferia... que simplificam o passado americano. Assim, teórico-metodologicamente, os pesquisadores aqui reunidos buscam evidenciar, sobretudo através da perspectiva das Histórias Conectadas, fontes tais como: objetos de arte, compêndios de fauna e flora, artefatos de luxos, papéis diplomáticos, entre outros. Nossas interrogações visam questionar “os modos de acoplamento de um mundo em outro, sem limitar-se aos laços atados pela Europa Ocidental com o resto do globo” (Gruzinski, 2014), dialogando com as correntes epistemológicas que enfatizam a dimensão subjetiva e individual dos agentes históricos envolvidos no processo de expansão das monarquias europeias e nos processos independentistas do século XIX.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Athayde Prata

Engenharias

Engenharia de Produção
  • matheurísticas para problemas de gestão da produção e operações
  • Nas últimas décadas, diversos problemas de gestão da produção e operações tem sido tratados como problemas de otimização combinatória. Visto que tais problemas pertencem à classe NP-difícil, métodos aproximados, tais como heurísticas e metaheurísticas tem sido propostos para suas resoluções. Nos últimos anos, as matheurísticas tem sido uma linha de pesquisa promissora, visto que hibridizam métodos exatos e técnicas heurísticas para resolução de problemas de otimização combinatória em tempo computacional admissível. Este projeto tem por objetivo a proposição de novas matheurísticas para a resolução de problemas de gestão da produção e operações. A investigação será composta pelas seguintes etapas: revisão bibliográfica, elaboração de formulações matemáticas, projeto e implementação dos algoritmos, testes computacionais e elaboração do relatório final. Espera-se que os algoritmos desenvolvidos possam ser aplicados na resolução de problemas reais.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Oliveira Rodrigues

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • jurisdição quilombola
  • O projeto tem como pretensão produzir uma ferramenta e solução digital para a dispersão de dados relativos a judicialização das demandas quilombolas no Brasil, para tanto, realizaremos uma pesquisa-ação, na medida em que pretendemos não só compreender o fenômeno da judicialização das questões quilombolas no Brasil, mas também criar uma ferramenta para consolidar dados e organizações informações esparsas. Estruturaremos um programa de gestão da informação que colabore e aumente o grupo de dados relativos à judicialização da questão quilombola no Brasil, ampliando a possibilidade de observação dos fenômenos correlatos. Pretende-se criar uma plataforma, com aplicativo compatível com IOS e Androide, a ser hospedada no sítio eletrônico da UFAM, que terá como finalidade mapear os grupos étnicos que são autores ou réus em processos judiciais no território brasileiro, preliminarmente a plataforma/sistema se chamará “Jurisdição Quilombola”. A plataforma será aberta para que os usuários possam incorporar informações, principalmente associando as demandas judiciais às comunidades quilombolas espalhados pelo território nacional, assim, o aplicativo inicialmente associará, de forma interativa, a demanda ao território quilombola em um mapa do Brasil, associando os detalhes do conflito. Serão então cadastrados os sujeitos, informando dados e localização, tanto dos quilombos, como de seus litigantes, o que ajudará a criar um rol de perfil dos atores, mapeando melhor os conflitos que são judicializados. A ferramenta contará com boletins consolidados dos processos, banco de petições, cartilhas, legislação específica, glossário. Pretende-se também fazer uma pesquisa em qualitativas em profundidade, através de campo em pelo menos um quilombo com conflito judicializado, buscando analisar de que maneira que o processo judicial se incorpora na vida e no cotidiano da comunidade, considerando como o processo enquanto artefato cultural se trança na representação e identidade quilombola.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 02/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Bruno Deltreggia Benites

Ciências da Saúde

Medicina
  • plasma convalescente (pconv) como terapia de prevenção de complicações associadas a infecção por sars-cov-2
  • O plasma de indivíduos que se recuperam satisfatoriamente de COVID-19 pode ser uma fonte interessante de anticorpos específicos contra o vírus que causa a doença. Portanto, pode representar uma opção terapêutica em pacientes com evolução desfavorável ou com potencial para maior risco de complicações, como indivíduos na faixa etária acima dos 60 anos e portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares. Esse tipo de terapêutica já foi utilizada em surtos prévios de outras infecções respiratórias, como influenza H1N1, SARS e MERS, com resultados promissores que envolviam, por exemplo, menores taxas de mortalidade e menor tempo de permanência hospitalar. Diante da pandemia atual de COVID-19, em que ainda não há nenhuma terapêutica comprovadamente eficaz disponível, ensaios clínicos avaliando o uso de plasma convalescente são urgentes e podem trazer uma nova opção terapêutica com potencial para diminuição de complicações, como necessidade de ventilação mecânica e menores taxas de mortalidade. Nesse sentido, tem o potencial também de aliviar a iminente pressão sobre os serviços de saúde, que poderão enfrentar limitações na disponibilidade de leitos, equipamentos e profissionais no enfrentamento dessa crise. Entretanto, a eficácia e segurança do uso terapêutico de PCONV em pacientes diagnosticados com COVID-19 não poderá ser atestada a menos que sejam conduzidos ensaios clínicos controlados com adequada metodologia de execução e análise, que é o que pretende contribuir este trabalho no âmbito do desenvolvimento de novas terapias. Os benefícios na condução de ensaios clínicos controlados nessa situação específica de pandemia estão também na comprovação de uma terapêutica que estará progressivamente mais disponível conforme mais indivíduos infectados entrem em convalescência. Também poderá contribuir com evidência mais robusta no apoio de decisões institucionais e mesmo governamentais, e que potencialmente poderá ser aplicada na eventualidade de novas pandemias globais. Portanto, o objetivo deste trabalho será avaliar a segurança e eficácia de imunoterapia passiva utilizando plasma convalescente (PCONV) no tratamento de indivíduos diagnosticados com COVID-19 e hospitalizados por sintomas respiratórios. Trata-se de ensaio clínico prospectivo, único centro, randomizado, cego, comparando transfusão de PCONV com transfusão de plasma convencional não imune como controle. Os potenciais doadores serão selecionados no momento da alta hospitalar ou através de voluntariado incentivado em mídias sociais. Além da triagem clínica e laboratorial, já habitualmente realizada em doadores de sangue e prevista por legislação, serão colhidas amostras para teste rápido para identificação dos anticorpos IgG anti-SARS-Cov2, com diluição para 1:128. O doador será então submetido a coleta de 600ml de plasma através de equipamento de separação celular por aférese, que será divido em três alíquotas de 200ml. Os pacientes selecionados serão aqueles ainda em estágios iniciais de acometimento pulmonar, com o intuito de avaliar possíveis efeitos sobre a diminuição da progressão para suporte intensivo e ventilação mecânica. Pacientes com acometimento pulmonar avançado e em ventilação mecânica provavelmente estão menos propensos a responder a esse tipo de terapia, além de apresentarem maior risco de ocorrência de complicações. Portanto, a proposta deste estudo (e que o diferencia de outras propostas apresentadas publicamente) é investigar o papel de PCONV como uma intervenção precoce na prevenção de complicações, naqueles indivíduos com diagnóstico em estágios ainda iniciais, antes da ocorrência de evolução desfavorável, ao contrário de ser uma última opção salvadora em pacientes já com acometimento extenso e sob ventilação mecânica, para os quais os benefícios serão potencialmente menores e com provável maior ocorrência de reações adversas. Para melhor mascaramento e diminuição de possibilidade de vieses por outros fatores confundidores, optou-se por uso de plasma convencional como controle, seguindo o desenho de outros estudos internacionais já em andamento. Para análise dos desfechos (progressão para ventilação mecânica e mortalidade), será avaliada a proporção de pacientes nas diferentes classes de escala ordinal de gravidade, em cada grupo de randomização nos seguintes tempos: admissão hospitalar, até 3 dias após admissão, no dia da transfusão e 3, 5, 7, 15 e 28 dias após a transfusão. Serão comparadas também: incidência e duração da ventilação mecânica, duração total da hospitalização e tempo de internação sob cuidados intensivos, e evolução de marcadores prognósticos: PCR, Troponina, TP/AP, TTPA, dosagem de fibrinogênio, gasometria arterial, ALT/AST, LDH, contagem linfocitária em sangue periférico e D-dímero nos dias 0, 3, 5, 7, 15 e 28. Serão comparados também marcadores de segurança: incidência geral de eventos adversos e incidência de eventos adversos graves. Em paralelo ao estudo clínico descrito anteriormente, será realizada avaliação mais extensa da prevalência e dinâmica temporal dos anticorpos anti-SARS-Cov-2 em população de doadores de sangue saudáveis, através de triagem com detecção de IgG/IgM. Essa determinação será realizada em 500 amostras mensais (aprox. 10% do número total de doadores da instituição), de forma aleatória e consecutiva, de janeiro a dezembro de 2020. As testagens de doações de sangue nos períodos que antecedem o início do projeto serão realizadas com alíquotas da soroteca já armazenadas. Com base nos resultados encontrados nessa população, serão realizadas análises de potencial dimensionamento da disponibilidade de plasma convalescente para tratamento e uso direto como hemocomponente, e como matéria prima para produção industrial de imunoglobulina hiperimune específica. Essa análise considerará: dinâmica dos anticorpos em indivíduos infectados, relação do volume de coleta por indivíduo com os títulos de anticorpos, e projeções populacionais baseadas na potencial demanda pelo produto.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Bruno Eduardo Freitas Honorato

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ética na pesquisa em administração
  • A Resolução CNS510/2016 que versa sobre a ética em pesquisa para as Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (CHSSA), apesar dos avanços que constitui para as humanidades, ainda apresenta muitos problemas debatidos nos fóruns e encontros de pesquisadores da área. Embora a discussões tenham avançado em outras áreas das humanidades como Antropologia, Ciências Sociais, Educação, os pesquisadores da Administração têm evitado uma discussão direta com os parâmetros definidos pelo Sistema CEP/CONEP para avaliação ética em pesquisa na área. O objetivo desse estudo será compreender como os doutorandos em Administração percebem os procedimentos atuais da ética em pesquisa em CHSSA no Brasil e quais as implicações dessas percepções para a discussão da ética em pesquisa na área da Administração. A pesquisa de natureza qualitativa será desenvolvida em duas atividades estruturantes: mapear e analisar, as quais foram divididas em três etapas descritas sumariamente como: levantamento exploratório (etapa 1), coleta de dados (etapa 2), análise crítica (etapa 3). Os participantes da pesquisa serão pós-graduandos em formação como pesquisadores em cursos de doutorado em Administração. Nas etapas 1 e 2 serão utilizadas técnicas de coleta de dados por pesquisa documental, bibliográfica, questionários e entrevistas semi-estruturadas. A análise de dados será realizada segundo a abordagem de Bardin (2006) da Análise de Conteúdo. Espera-se com isso que possamos enfrentar o controverso debate da ética nas CHSSA argumentando em três frentes: i) uma frente formativo/procedimental; ii) uma frente teórica/conceitual; iii) e uma terceira e última frente empírico/experiencial.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Gabriel Lucca

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de novos dispositivos analíticos e testes rápidos para aplicação em análises forenses
  • A miniaturização é, atualmente, uma tendência na Química Analítica moderna. Sistemas analíticos de tamanho reduzido permitem portabilidade e rapidez nas análises, têm custo reduzido, baixo consumo de amostras e reagentes e, consequentemente, reduzem a geração de resíduos. Embora vários pesquisadores se dediquem atualmente ao desenvolvimento e aplicação de sistemas e métodos analíticos, apenas uma fração mínima dessas pesquisas está voltada para a área forense. Como consequência disso, atualmente inexistem métodos analíticos para identificação/quantificação de um grande número de substâncias comumente apreendidas pelos órgãos policiais. Neste contexto, esta proposta tem como objetivo preencher esta lacuna, por meio do desenvolvimento de novos dispositivos e métodos, colorimétricos e eletroanalíticos, que sejam portáteis, simples e de baixo custo, para aplicação em análises de interesse da área forense. Os dispositivos analíticos utilizados aqui serão fabricados a partir de substratos de papel e também utilizando tecnologias de manufatura aditiva, ou impressão 3D. As plataformas analíticas desenvolvidas serão utilizadas para a determinação de substâncias psicoativas, canabinóides sintéticos, THC, cocaína e seus adulterantes, pesticidas, resíduos de armas de fogo, biomarcadores em amostras biológicas e resíduos de explosivos, entre outros, conforme demandas levantadas pela própria Unidade Oficial de Perícia Criminal parceira deste projeto. Os métodos e dispositivos desenvolvidos serão validados e aplicados em amostras reais, fornecidas pelo órgão de perícia parceiro. Posteriormente, estes métodos e dispositivos serão implementados no trabalho de rotina dos peritos/analistas. Além disso, será fornecido todo o tratamento/capacitação para que os peritos/analistas se tornem aptos a utilizar as tecnologias desenvolvidas neste projeto.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Gomes da Costa

Outra

Multidisciplinar
  • projeto ciência no parque: ii feira de ciências do ifsertãope campus petrolina
  • As Feiras de Ciência e Mostras Científicas do Ensino Fundamental e Médio têm se tornado espaços para a pesquisa, avaliação, experimentação e inovação na área educacional brasileira. Estas atividades científicas no Brasil são marcadas por contrastes e contradições com momentos de grande ascensão e declínio. Alguns estados da federação mantêm e incentivam programas de financiamento para realização de feiras de ciência e mostras, o que justifica investimento público. A ciência e tecnologia estão presentes no dia a dia das pessoas, sendo um elemento determinante na tomada de decisões. Diante disso, pesquisar formas de comunicação entre os diversos públicos, testar possibilidades, apresentar metodologias, questionar o papel social da ciência e tecnologia são desafios que jovens e professores precisam vivenciar nestas atividades da educação não formal. As ações desse projeto visam oportunizar ao público o acesso à produção científica e tecnológica, possibilitando uma troca de vivências e experiências na construção de novos conhecimentos, proporcionando um aprendizado de melhor qualidade aos jovens estudantes. O projeto visa promover a II Feira de Ciências do IFSertãoPE campus Petrolina que reunirá equipes de escolas públicas municipais e estaduais a fim de incentivar a troca de experiências no evento, e que se dará por meio da exposições de materiais didáticos, ampliando dessa forma o crescimento e a qualidade do ensino.
  • Instituto Federal do Sertão Pernambucano - PE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Lobão Soares

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • caracterização de marcadores eletrofisiológicos e gênicos da fadiga induzida pelo exercício no sistema nervoso central em ratos
  • Estudos recentes do nosso grupo mostram que a duração e a velocidade de corrida modulam as oscilações neurais no hipocampo de ratos (Furtunato et al. 2020). No entanto, os mecanismos gerais pelos quais o exercício modifica o ritmo de atividade cerebral durante e após a atividade permanecem desconhecidos. No presente projeto propomos caracterizar marcadores eletrofisiológicos e gênicos de fadiga induzida pelo exercício no sistema nervoso central em ratos, e testar a hipótese de que a modulação das oscilações cerebrais durante o exercício está associada ao ritmo respiratório e aos níveis séricos de lactato. Para isso, iremos: i) submeter ratos a protocolos de exercício de corrida de velocidade progressiva até a exaustão em esteira; ii) registrar suas oscilações neurais através de eletrodos cronicamente implantados no hipocampo e córtex pré-frontal; iii) monitorar concomitantemente a frequência respiratória via sensor térmico (thermocouple) nasal; iv) medir seus níveis séricos de lactato (marcador periférico de fadiga, correlato ao acido latico liberado) via espectrofotometria; e v) avaliar a expressão neuronal do gene imediato zif-268 através de imuno-histoquímica. De acordo com evidências prévias, podemos predizer que i) as oscilações cerebrais no hipocampo e no córtex pré-frontal durante o exercício estarão sincronizadas com o ritmo respiratório, e que ii) o aumento dos níveis séricos de lactato estarão correlacionados com aumentos de amplitude das oscilações cerebrais induzidas pelo exercício, em especial a potencia do ritmo delta ao final do exercício. Além disso, iii) quanto maior a velocidade atingida pelos animais na corrida, maior será a expressão do gene imediato zif-268 após o exercício. Dessa forma, nossos resultados devem consolidar o hipocampo como um integrador de funções cognitivas e motoras no sistema nervoso central, com importância crítica para a sinalização central da fadiga.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Bruno Melo Brentan

Engenharias

Engenharia Civil
  • sistema inteligente para operação de sistemas de distribuição de água
  • Ainda que a abordagem para otimização dos sistemas de abastecimento de água via otimizador-simulador já seja consagrada na literatura, o desafio de atuação em tempo real é campo ainda obscuro e requer desenvolvimento. Isso porque a atuação de controle em tempo real está apoiada em um tripé: as demandas do sistema bem determinadas, o estado hidráulico passado conhecido e casos anômalos identificados. Em caso de falha em algum apoio desse tripé, ainda que as operações tenham sido determinadas, do ponto de vista físico deixarão de cumprir seu papel. Tendo a demanda bem determinada e o modelo híbrido de simulação e otimização de operações bem calibrado, a operação dos sistemas via controle automatizado e a coleta de dados para retroalimentação pode ser uma ferramenta adequada para situações cotidianas. Além destas questões hidráulicas, a capacidade computacional para processamento dessas informações é importante para que a atuação seja efetivamente feita em tempo real. Sistemas muito complexos e condições operacionais emergenciais, como por exemplo, a ruptura de uma grande adutora, irão tornar o processo de otimização das manobras lento e incapaz de responder às necessidades do sistema. Nesse sentido, esse projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um ambiente computacional capaz de realizar previsão de demandas, acoplado a um sistema de operação otimizado para manobras em tempo real, sejam de abertura ou fechamento de válvulas, sejam de operações de bomba (parada e partida ou mudança de rotação), visando a minimização dos custos operacionais (consumo de energia e perdas físicas). A elaboração e estudo de um sistema integrado às novas tecnologias de informação e processamento de dados, acoplado a modelos de decisão ótima, surge como a saída atual para uma resposta em conjunto aos antigos problemas de operação e manutenção dos sistemas e às novas necessidades de agilidade e transparência na gestão do abastecimento de água.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Melo de Araújo

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • museália em análise: a representação da ciência nos museus de ciência e tecnologia em pernambuco
  • Este projeto pesquisa foi desenvolvido pelo grupo de pesquisa Museologia, Ciência e Informação, vinculado à Universidade Federal de Pernambuco e reflete o desdobramento de atividades associadas ao Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia e os Museus universitários. A partir de dados levantados e consolidados, objetivamos analisar as diferentes representações construídas da ciência no âmbito dos museus ciência e tecnologia em Pernambuco, a fim de identificar quais processos de valoração possibilitaram a formação da museália em diferentes instituições, tais como: universidades, centros de pesquisa, escolas e zoológicos. Essa perspectiva leva em consideração que diferentes regimes de valoração, organização e extroversão dos bens culturais foram produzidos e, construíram uma percepção sobre o que é a ciência e seu papel para a sociedade. Metodologicamente, utilizaremos, além das fichas de coleção e museus já preenchidas associadas à documentação produzida no âmbito das instituições de C&T e de patrimônio cultural, além da documentação existente nos próprios museus pesquisados. Com base na investigação das diferentes práticas de seleção, preservação e comunicação dos acervos de ciência e tecnologia poderemos acessar os discursos sobre a ciência, tecnologia, os desafios da institucionalização e os diferentes processos de construção de conhecimento.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Milanez

Ciências Humanas

Geografia
  • o setor mineral e suas estratégias: o exercício de poder para a captura de valor
  • O modelo das Redes Globais de Produção (RGP) é uma base teórico-metodológica para pesquisas sobre corporações em múltiplas escalas. A globalização é entendida como um sistema de integração funcional de atividades espacialmente dispersas que envolvem a extração de matéria-prima, a produção de bens, a oferta de serviços, e o descarte de rejeitos. O modelo lança mão de categorias específicas (valor, poder e enraizamento) para estudar a relação entre agentes econômicos (firmas) e não-econômicos (Estado, sindicatos, movimentos sociais etc.). Estratégias corporativas são entendidas como um repertório de ações coordenadas desempenhadas por um ou mais agentes com o objetivo de aumentar sua capacidade de capturar valor; ampliar seu poder relativo, ou modificar condições de enraizamento. De forma a operacionalizar a pesquisa, agrupamos as estratégias em sete dimensões: mercado, investimento, financeiras, relações de trabalho, institucionais, sociais e territoriais. Ao longo da pesquisa se buscará identificar e analisar estratégias específicas de empresas do setor de minerais metálicos, bem como seus efeitos. Essa proposta parte do pressuposto de que desde o último boom das commodities, o Brasil aprofundou sua estratégia neoextrativista de crescimento, o que aumentou o poder econômico e político das empresas do setor e ampliou seus impactos territoriais. Consequências desse processo podem ser percebidas nas mudanças recentes na legislação federal relativa ao setor mineral, bem como na ampliação, identificada nos últimos anos, dos conflitos territoriais em torno de projetos minerais. A pesquisa será realizada a partir de revisão bibliográfica, consulta a relatórios setoriais e bancos de dados, acompanhamento da expansão dos pedidos de direitos minerais e entrevistas semiestruturadas com informantes-chave vinculados a diferentes grupos sociais (sindicatos, agências reguladoras, movimentos sociais, organizações não governamentais, associações de classe e empresas mineradoras).
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025