Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adair de Aguiar Neitzel

Ciências Humanas

Educação
  • a mediação em leitura na escola: contribuições do programa pibid na formação de leitores
  • Trata-se de proposta de investigação em rede sobre as dimensões que envolvem o processo de mediação em leitura. O OBJETIVO é analisar o processo de mediação em leitura nas escolas onde o PIBID de Letras atua, identificando como os licenciandos (bolsistas do PIBID) operam a mediação em leitura na Educação Básica. A QUESTÃO PROBLEMA que norteia o estudo é: Como é explorada a mediação em leitura pelos licenciandos de Letras na Educação Básica no desenvolvimento do Programa PIBID? Pretende-se desenvolver um estudo de caráter qualitativo, de natureza exploratória. OS INSTRUMENTOS DE COLETA de dados utilizados serão: registros de campo dos licenciandos disponíveis nas instituições (portfólios), diário de campo para registro das observações in loco, entrevistas com os alunos da educação básica e bolsistas, relatórios institucionais do PIBID de Letras. Para análise dos dados será utilizado o uso do software NVivo 10 for Windows. No âmbito da Educação, o projeto ora apresentado trará CONTRIBUIÇÕES porque ele sinalizará como os futuros professores de Letras estão se preparando para assumir a função de mediadores em leitura, assim como os impactos do PIBID na sua formação. Esta pesquisa está alinhada com os estudos de Arroyo (2008), Petit (2013), Todorov (2010), Barthes (2003; 2007), Neitzel; Carvalho (2014); Martins (2014); Neitzel, Bridon; Weiss (2016), Lajolo (2005- 2010), entre outros.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adair Mendes Nacarato

Ciências Humanas

Educação
  • as práticas docentes e as prescrições curriculares oficiais
  • Recentemente, a comunidade brasileira tem se deparado com várias reformas educacionais, a exemplo da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), que têm prescrito novas formas de organizar e padronizar o trabalho docente. Nesse sentido, pautando-nos na perspectiva histórico-cultural, na abordagem enunciativo-discursiva e na interface com o método (auto)biográfico na produção de narrativas, o presente projeto tem como objetivo geral investigar e analisar as prescrições curriculares oficiais, identificando quais são elas, como elas chegam até à escola e como os professores organizam seu trabalho diante dessas prescrições tendo em vista a heterogeneidade de alunos presente nas salas de aula. Tem ainda como objetivos específicos: 1) Identificar quais os principais documentos que são dirigidos ao professor da educação básica e que interferem na sua prática pedagógica; 2) Conhecer como essas prescrições promovem a intensificação do trabalho docente; 3) Problematizar, junto com os professores, a natureza desses documentos e, colaborativamente, planejar ações para a sala de aula; 4) Conhecer como tais prescrições contemplam (ou não) a educação inclusiva e como os professores vêm lidando com ela; 5) Buscar indícios de transformações de práticas dos professores, a partir da problematização e de ações compartilhadas; 6) Produzir um banco de dados de documentação narrativa dos professores que possa contribuir para a formação continuada e inicial de professores no curso de Pedagogia. Para atingir tais objetivos, será constituído um grupo, de caráter colaborativo, formado por professores convidados do ensino fundamental das redes municipais de ensino e pelas pesquisadoras vinculadas à universidade e responsáveis pelo projeto. A pesquisa será de abordagem qualitativa, na perspectiva da pesquisa-ação-formação e terá como fonte de produção de dados as narrativas escritas e orais das participantes, bem como episódios de suas práticas de aula. Não há, na perspectiva que adotamos, como estabelecer categorias de análise a priori, mas temos como hipótese de que, no movimento interativo e dialógico, emergirão discussões acerca de: como os professores vão ressignificando o sentido das prescrições que regem as questões do ensino; como as vozes dos outros (da teoria, dos participantes, das pesquisadoras etc.) podem contribuir para a ressignificação das práticas docentes; de que forma o conhecimento partilhado e colaborativo pode contribuir para a formação continuada.
  • Universidade São Francisco - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022