Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Albertina Xavier da Rosa Corrêa

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • mulheres nas ciências exatas e engenharias: um despertar de competências para soluções ecológicas e sustentáveis
  • O lançamento de poluentes nos cursos hídricos é uma das principais causas de degradação dos ecossistemas naturais, e diretamente associado à veiculação de doenças. No Brasil, 40% da população não possui esgotamento sanitário, e grande parte que possui encontra-se na região sudeste. Ainda assim, apenas 45% do esgoto coletado é tratado adequadamente, agravando problemas urbanos, saúde pública e qualidade de vida. Nos últimos anos, profissionais das ciências exatas e engenharias vêm pesquisando tecnologias alternativas que solucionem ou minimizem os impactos gerados pela falta de saneamento básico. Apesar do número de mulheres cursando engenharia ter crescido 67,8% nos últimos 20 anos, ainda em 2018 as ciências exatas e engenharias são vistas como áreas predominantemente masculinas. Desta forma, o presente projeto tem como objetivo despertar a vocação profissional das alunas de escolas públicas, para as áreas de engenharias e ciências exatas, fortalecendo o aprendizado entre mulheres na resolução de questões socioambientais, com foco em saneamento básico. Para alcançar os resultados esperados serão realizadas ações junto às alunas e professoras de três escolas básicas dos municípios de Bombinhas (EEB Prefeito Leopoldo José Guerreiro), Camboriú (E.E.B. Terezinha Garcia) e Itajaí (E.E.B. Raul Bayer Laus), para a projeção de sistemas de tratamentos de efluentes utilizando técnicas de fitorremediação, ou seja, jardins flutuantes. Serão beneficiados, diretamente, mais de 1000 pessoas, entre alunos, professores e funcionários, e indiretamente toda a comunidade inserida no contexto das escolas. Em cada escola serão selecionadas as alunas que farão parte da equipe do projeto. Posteriormente, serão realizadas atividades teóricas e práticas, que proporcionem às alunas conhecimento científico sobre sistemas de tratamento de efluentes (fossa filtro, rede coletora e tratamento ecológico); parâmetros físicos da água e dos efluentes; jardins filtrantes; e vegetação aplicada às técnicas de fitorremediação. Serão também oportunizadas ações que permitam às alunas desenvolver técnicas de projeto nos softwares SketchUp e AutoCAD; construir os protótipos dos jardins flutuantes em ‘bancada’ manual – maquete, de acordo com a realidade de cada escola; e em impressora 3D. Durante o processo, serão ainda trabalhadas as competências acadêmicas das alunas por meio da elaboração de artigos científicos e apresentação dos resultados do projeto para a comunidade onde as escolas estão inseridas, bem como à comunidade acadêmica. As ações contemplarão atividades na Universidade, que propiciem a iniciação à pesquisa; atividades de divulgação das ações desenvolvidas no âmbito do projeto tanto nas escolas, quando para a comunidade acadêmica e por meio de redes sociais. Espera-se que, ao final do período de execução do projeto, as alunas das escolas estaduais contempladas, compreendam que possuem capacidade e competência para atuar nas ciências exatas e engenharias, utilizando o conhecimento científico no auxílio da resolução de problemas sócio ambientais causados pela própria ação humana. Além disso, espera-se que estas escolas sejam o início de ações locais para resolução de problemas que afetam toda a população, uma vez que as mesmas constituem espaços para a construção de soluções, aproximando a gestão pública e privada no comprometimento mútuo da resolução dos problemas ambientais e sociais.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Alberto Colombo

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • plataforma de análise da redução do consumo de energia e configuração do controle de pressão em sistemas de irrigação pivô central
  • Em terrenos de topografia acidentada, a adoção de unidades de bombeamento de rotação variável em sistemas pivô central possibilita redução significativa da energia elétrica requerida para o bombeamento. Unidades de bombeamento de rotação variável permitem adequar a rotação da bomba e seu consumo energético, de forma a atender a demanda específica de pressão em cada posição angular da lateral ao girar no terreno. A redução da energia em relação às unidades de rotação fixa é substancial, porque, em função da presença de válvulas reguladoras de pressão, as unidades de rotação fixa fornecem continuamente a quantidade de energia requerida pela posição de maior demanda energética. Apesar da simplicidade desta ideia, o controle da rotação da bomba de um pivô central operando em terreno acidentado ainda é um desafio a ser vencido. O panorama atual de crise hídrica prejudica o controle da rotação baseado na posição angular da lateral, porque as constantes variações nos níveis de água de rios e reservatórios requerem a reprogramação do valor de rotação de trabalho requerido em cada posição angular. Por outro lado, o controle da rotação com sensores de pressão, que é imune à variações do nível de água dos reservatórios, nem sempre é adequadamente implementado, em decorrência do deslocamento do ponto de mínima pressão que ocorre em uma lateral operando em terreno acidentado. Em função de diversos trabalhos já realizados no tema em questão, a equipe proponente acredita ser possível a integração de mapas digitais de terreno baseado em imagens de satélite e o software EPANET de simulação hidráulica, em uma plataforma digital de avaliação, que depois de validada em campo, possa servir de ferramenta de análise do potencial de economia de energia com a adoção de unidade de bombeamento com rotação variável. Além de indicar a configuração dos sensores de pressão (posicionamento e valor de controle), que assegurem que a economia prevista seja efetivamente alcançada.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alberto Gustavo Paashaus Junior

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • vii feira de ciências do ifpb campus picuí (vii fecap-2021)
  • As Feiras de Ciências são eventos nos quais alunos são responsáveis pela comunicação de projetos planejados e executados por eles sob a orientação de um professor. Durante o evento, os alunos apresentam algum artefato tecnológico ou trabalhos que lhes tomaram várias horas de estudo e investigação, em que buscaram informações, reuniram dados e os interpretaram, sistematizando-os para comunicá-los ao público. Eles vivenciam, desse modo, uma Iniciação Científica Junior de forma prática, buscando soluções técnicas e metodológicas para problemas que se empenham em resolver. Assim, esta proposta tem por objetivo a realização de uma Feira de Ciências de abrangência estadual, com no mínimo 80 trabalhos científicos de estudantes do ensino fundamental, ensino médio e técnico, de escolas públicas e privadas de pelo menos 10% dos municípios do Estado da Paraíba, no IFPB Campus Picuí através da construção gradual do método científico junto aos discentes com enfoque nas potencialidades regionais para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia, conforme as regras definidas na Chamada CNPq/MCTIC Nº 17/2020. Para consecução do objetivo proposto, serão desenvolvidas as etapas prévias de formação de equipe técnica qualificada para a execução da proposta; captação de potenciais parceiros (Prefeitura e Estado); escolha do tema relacionado com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT-2021); realização de um concurso de identidade visual da VII FEACAP; minicursos e oficinas preparatórias com participantes do evento; Divulgação ampla da Feira em todo o estado da Paraíba. A culminância do projeto se dará com a realização da VII Feira de Ciências do IFPB campus Picuí na qual haverá exposições de trabalhos científicos por alunos do ensino fundamental e médio; salas temáticas; oficinas e minicursos; Open Lab IFPB; competições; exibições e premiação dos melhores trabalhos. Espera-se atingir como resultados da proposta representações de pelo menos 28 municípios da Paraíba. Também é esperado pelo menos 700 inscrições de participantes em cem trabalhos, entre projetos, salas temáticas, oficinas e minicursos. Os premiados nas cinco categorias propostas (Mérito Científico, Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias e Trabalho de Nível Fundamental) além do Prêmio Meninas Cientistas, terão, após o evento, a possibilidade de desenvolverem seus projetos por meio do auxílio de bolsas de pesquisa e de apresentar seus trabalhos em feiras, amostras e competições nacionais ou internacionais.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB - PB - Brasil
  • 05/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Alberto Jose da Silva Duarte

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação de diferentes tipos de vacina como booster em indivíduos que apresentaram eapv (evento adverso pós-vacinal) com vacina para covid-19
  • A pesquisa e desenvolvimento de vacinas para o novo coronavirus acontece numa velocidade sem precedentes na história da humanidade. A imunização contra a COVID-19 é fundamental para conter o avanço da pandemia e tem tido grande impacto sobre a morbidade e mortalidade associadas à doença. Neste contexto, os eventos adversos após a vacinação (EAPV) anti-SARS-CoV-2 têm mostrado aspectos de incidência, diversidade e magnitude extremamente relevantes do ponto de vista de saúde individual e coletiva. O aparecimento destes eventos adversos, por vezes graves, leva a reavaliação do esquema vacinal inicialmente proposto, levando à associação de diferentes plataformas vacinais. Devido à sua recentidade, poucos estudos abordaram questões sobre os mecanismos envolvidos no desenvolvimento de eventos adversos após diferentes esquemas vacinais possíveis. A presente proposta pretende estudar, evolutivamente, parâmetros clínicos e imunológicos, relacionados à imunogenicidade e reatogenicidade, em indivíduos que apresentaram eventos adversos após a primeira dose da vacina e que utilizaram, no reforço, produtos vacinais de plataformas idênticas, comparando aqueles em que a plataforma foi alterada. Para tanto, serão investigados parâmetros relacionados à presença de marcadores inflamatórios, mecanismos autoimunes e de hipersensibilidade, bem como a avaliação de marcadores imunológicos relacionados à resposta vacinal humoral e celular. Resultados derivados deste projeto podem auxiliar na elucidação de mecanismos envolvidos no desenvolvimento de eventos adversos e podem contribuir com padronizações futuras no manejo de eventos adversos com a vacina de COVID-19.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alberto Resende De Conti

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • modelagem teórico-experimental de cabos subterrâneos para simulação de transitórios eletromagnéticos
  • Cabos subterrâneos de comprimento reduzido, com extensão de dezenas a centenas de metros, têm sido frequentemente utilizados na integração de sistemas de geração de energia renováveis com redes de transmissão e distribuição. Além disso, encontram emprego na conexão de subestações isoladas a gás localizadas em centros urbanos, e na interligação de sistemas de aterramento de turbinas eólicas. No contexto brasileiro, é comum que a resistividade do solo no local de instalação dos cabos seja elevada, o que pode resultar em sobretensões de elevada magnitude no caso de surtos atmosféricos e de manobra. Além disso, a curta extensão dos cabos resulta em fenômenos transitórios com frequências elevadas que podem levar à ocorrência de falhas em transformadores e demais equipamentos. O estudo de transitórios eletromagnéticos em cabos subterrâneos é usualmente realizado em plataformas computacionais como o ATP (Alternative Transients Program) que, por ser de uso gratuito, é empregada em todo o mundo. Contudo, os modelos de cabos subterrâneos disponíveis no ATP só podem ser empregados na simulação de transitórios de baixa frequência em solos de baixa resistividade. Neste projeto, pretende-se desenvolver uma modelagem matemática rigorosa para a simulação de transitórios eletromagnéticos em cabos subterrâneos. Para isso, será aplicada a técnica numérica de diferenças finitas no domínio do tempo (FDTD), que soluciona diretamente as equações de Maxwell, para representar geometrias típicas de cabos em três dimensões. Essa técnica será utilizada como referência para validação de outras abordagens que serão propostas com base na teoria de linha de transmissão. Também serão realizadas medições da resposta transitória de cabos subterrâneos frente à aplicação de sinais impulsivos. Os resultados de simulação com FDTD e medição serão fonte para validação de modelos de cabos a serem propostos, que serão posteriormente implementados em programas como o ATP para uso pela comunidade.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Alberto Rodriguez Ardila

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • conduzindo a astronomia brasileira ao patamar de excelência mundial: desenvolvimento de equipamentos multiusuários
  • O Laboratório Nacional de Astrofísica tem sido imprescindível no processo de inserção do Brasil na astronomia internacional, principalmente através da construção e gerenciamento de infraestrutura astronômica observacional, por meio da qual são coletados dados para o desenvolvimento de pesquisas científicas nas mais variadas áreas da astrofísica. O LNA é responsável pela operação do Observatório do Pico dos Dias, e gerencia a participação brasileira nos consórcios internacionais SOAR (Chile) e Gemini (Chile e Havaí). Para atender as demandas científicas da comunidade brasileira por equipamentos capazes de expandir as fronteiras do conhecimento humano, o LNA investiu em novos laboratórios e capacitou sua equipe, sendo hoje referência nacional e internacional em instrumentação astronômica. Em cooperação com a comunidade científica nacional e internacional, e atendendo os interesses comuns destes, este Laboratório vem desenvolvendo novos instrumentos que representam avanços tecnológicos na área de instrumentação astronômica. Quando disponibilizados, representarão avanços científicos na área de astrofísica. Esta proposta visa obter apoio para acelerar e assegurar a finalização dos espectrógrafos de alta resolução STELES e ECHARPE, instalar o polarímetro SPARC4 no OPD, atualizar a eletrônica do espectrógrafo de campo integral do SOAR (SIFS), contribuir com o desenvolvimento do CUBES e participar do desenho conceitual do maior espectrógrafo em construção no mundo, MOSAIC. Alguns desses projetos possuem financiamento parcial de outras agências de fomento, entretanto, seu desenvolvimento foi seriamente afetado pela alta do dólar e pela pandemia. A motivação desse projeto é disponibilizar esses instrumentos para que a comunidade astronômica brasileira possa desenvolver projetos científicos de alto impacto, de forma independente ou em condições de maior igualdade nas parcerias científicas.
  • Laboratório Nacional de Astrofísica - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alberto Soares de Melo

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • indução de tolerância e modelagem para fenotipagem e diagnóstico de estresses hídrico e térmico em genótipos de feijão-caupi
  • Mudanças climáticas e suas consequências na agricultura do Semiárido suscitam novas tecnologias para indução de tolerância e modelagem para fenotipagem e diagnóstico de estresses abióticos. Estresses hídrico e térmico comprometem o rendimento de feijão-caupi. A sua fenotipagem e avaliação do status hídrico são realizadas a partir de variáveis agronômicas, fisiológicas e bioquímicas que oneram o seu manejo. Logo, induzir tolerância, realizar screening, fenotipagem e diagnóstico de restrição hídrica por imagens termográficas são agrotecnologias para o manejo agrícola sustentável. A proposta será executada em duas ações. A Ação 1 será realizada em câmara de crescimento Fitotron em Campina Grande, PB, no ano de 2022. Serão pesquisados 12 genótipos de feijão-caupi em três cenários. No primeiro cenário, o cultivo será em condições não estressantes; o segundo, em condições de estresses hídrico e térmico combinados; e no terceiro, os estresses combinados com adição de nanopartículas de silício. O delineamento será inteiramente casualizado em parcelas subdivididas com quatro repetições. Serão avaliados: crescimento, fisiologia e bioquímica nos estádios fenológicos V4 e R2; e rendimento de grãos no estádio R6. Os dados serão analisados por componentes principais, agrupamento e variância multivariada. A Ação 2 será realizada em Lagoa Seca e Sumé, PB. Serão ajustados modelos de fenotipagem e diagnóstico de restrição hídrica. Em 2023, os seis melhores genótipos do screening da Ação 1 serão cultivados em campo sob quatro regimes hídricos (100, 75, 50 e 25% da ETc). Em cada estádio serão obtidas 125 imagens termográficas, indicadores fisiológicos e bioquímicos. Com os dados das imagens e dos indicadores serão gerados modelos de redes neurais artificiais, cujas performances serão avaliadas. Em 2024, os cultivos em campo serão repetidos para validação dos modelos. Espera-se obtenção de genótipos mais tolerantes e modelagem para diagnóstico de restrição hídrica em feijão-caupi.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Albino Oliveira Nunes

Ciências Humanas

Educação
  • alfabetização científica e tecnológica para a compreensão das relações ciência e tecnologia na educação científica
  • A alfabetização científica e tecnológica (ACT) é um dos principais objetivos da educação científica em quase todos os níveis de ensino. Apesar disso, muitas são as compreensões sobre o que é ACT e quais as suas metas. À luz das discussões sobre ACT, do seu papel na sociedade contemporânea, e do ensino de ciências como contexto para desenvolvê-la, temos como pressuposto, o fato de que muito tem sido posto para discussão sobre ACT, mas, pouco tem sido concretizado em diferentes níveis do ensino brasileiro, tanto na educação básica quanto no ensino superior. Nesse contexto, ACT e a formação de professores de Ciências são os objetos de investigação para o qual dirigimos nossa atenção. Assim, nosso objetivo é analisar como se tem realizado a ACT na formação inicial de professores de ciências em estados do Nordeste brasileiro. No âmbito da educação superior, mais precisamente nos cursos de formação de professores de ciências, alguns obstáculos podem ser destacados quando desejamos a alfabetização científica e tecnológica: compreensões ingênuas sobre a natureza da Ciência, dificuldades no planejamento de ações pedagógicas com foco na ACT e documentos norteadores do currículo que assumam compromisso com ACT. Do ponto de vista metodológico, a pesquisa será de natureza mista (Sampieri, Collado e Lúcio, 2016), exploratória e explicativa, desenvolvida a partir das seguintes etapas: 1)Levantamento bibliográfico; 2)Pesquisa documental (BNCC, BNCC-Formação) e PPC de cursos de ciências (química, física e biologia e pedagogia); 3) Questionários com licenciandos dos referidos cursos; 4)Entrevistas com licenciandos para aprofundamento da compreensão dos eixos de ACT desenvolvidos na licenciatura; 5)Pesquisa-Ação (Oficinas Formativas com licenciandos e professores da educação básica); 6)Socialização dos resultados em eventos e periódicos nacionais e internacionais. Os dados serão analisados com base na análise de conteúdo (BARDIN, 2002) e também com software Iramuteq 0.7 alfa 2.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Alcides Goularti Filho

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • desenvolvimento e logística: trajetória e desempenho dos transportes aéreos em santa catarina (1927-2018)
  • A partir de uma perspectiva interdisciplinar o objetivo geral deste projeto é analisar a trajetória e o desempenho do setor aéreo em Santa Catarina dentro do sistema nacional de aviação e da política nacional de transportes com foco no processo de integração regional e inserção da economia catarinense no cenário nacional e internacional. Os resultados da pesquisa terão como foco a comunidade acadêmica, agentes políticos vinculados aos órgãos governamentais dos transportes aéreos, secretarias e autarquias do governo do Estado de Santa Catarina que elaboram estratégias para o desenvolvimento da logística de transporte e executivos do mercado que tomam decisão para ampliar e modernizar o setor aéreo catarinense. Esta inédita pesquisa em Santa Catarina justifica-se por dois motivos: 1) A lacuna que há nas produções bibliográficas e historiográficas em Santa Catarina sobre a trajetória e o desempenho da aviação regional dentro do sistema nacional de aviação e da política nacional de transportes aéreos; 2) A relevância do tema para a sociedade e o mercado, dado que os transportes aéreos e a expansão da aviação regional nas duas últimas décadas cresceram de forma exponencial. O produto final será um relatório e artigos acadêmicos. Os mesmos poderão auxiliar os gestores públicos e os executivos do setor aéreo na formulação de políticas para o transporte aéreo catarinense e estratégias para obter mais eficiência produtiva. O impacto desta pesquisa revela-se pelo caráter inédito de um amplo estudo interdisciplinar sobre desenvolvimento e logística do setor aéreo em Santa Catarina, observando sua trajetória e desempenho atual. A partir de uma compreensão geral do sistema nacional de aviação e da política nacional de transportes aéreos, esta pesquisa tem por finalidade oferecer à sociedade catarinense e ao setor de transporte aéreo regional um estudo sobre a trajetória e o desempenho da aviação em Santa Catarina e nacional
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alckmar Luiz dos Santos

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • desenvolvimento de estratégias e ferramentas computacionais para literatura e linguística
  • Durante o processo de aprendizagem nos diversos campos que compõem a área de Letras, os professores muitas vezes envolvem os estudantes em tarefas que exigem destes uma participação ativa e contínua para chegarem à leitura competente dos materiais. As tecnologias educacionais são importantes para criação de novas possibilidades para esse processo de aprendizagem e a elaboração de novas perspectivas teóricas. Continuando as pesquisas em Literatura, Linguística e Computação realizadas pela equipe formada por pesquisadores da UFSC, da UTFPR e da UEMA, este projeto, voltado à educação e à cultura, propõe pesquisa e análise de ferramentas computacionais para o desenvolvimento de estratégias no ensino/aprendizagem de leitura e literatura, na pesquisa e acesso a bibliotecas digitais de textos literários e na análise de corpora linguísticos em Português. Tais estratégias consistem em: anotações semânticas manuais, semiautomáticas e automáticas, que associam conceitos de teoria literária a elementos das obras, tornando-se processáveis computacionalmente; anotações morfossintáticas, que associam automaticamente a cada termo ou expressão a sua classe gramatical e a sua função sintática; aprendizagem de máquina não supervisionadas para gerar representações vetoriais de palavras e mineração de padrões morfo-semânticos, que mapeiam automaticamente sequências recorrentes de termos com certas classes morfossintáticas e sentidos, para propor leituras e análises que se somam à leitura tradicional. Além de refletir sobre o impacto e a viabilidade do uso dessas estratégias e ferramentas para desenvolver novas abordagens e metodologias, este projeto também almeja ampliar a oferta de objetos culturais ligados ao patrimônio imaterial dos países lusófonos, disponibilizando aos usuários obras de domínio público e bancos de dados de história literária em formatos abertos para leitura e consulta diretas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025