Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alex Christian Manhães

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • reversão farmacológica da dependência à nicotina e ao álcool: efeitos no cérebro durante a adolescência
  • Adolescentes humanos frequentemente associam o fumo do tabaco ao consumo de bebidas alcoólicas, o que sugere que estas drogas interagem em suas ações sobre o sistema nervoso central, especialmente durante o desenvolvimento. A despeito da frequente associação no uso destas drogas, pouco se sabe sobre a neurobiologia básica da dupla exposição no cérebro adolescente. A nicotina é considerada o principal componente psicoativo do tabaco e sabe-se que esta induz seus efeitos farmacológicos centrais atuando em receptores nicotínicos colinérgicos (nAChRs). O etanol, principal componente ativo identificado em bebidas alcoólicas, tem como um de seus principais sítios de ação nos sistemas de transmissão GABAérgico. A maturação dos dois sistemas é consolidada durante o período da periadolescência. Dados os efeitos deletérios do consumo de nicotina e de etanol, incluindo a dependência, têm sido desenvolvidas estratégias terapêuticas para facilitar a interrupção do uso de ambas as drogas. Tendo em vista que a nicotina e o etanol interagem em seus efeitos no sistema nervoso central e considerando-se adicionalmente que já foi demonstrado que a nicotina é capaz de levar a dependência em menos tempo de exposição que o etanol, o foco do presente trabalho será no estudo dos efeitos dos tratamentos atualmente disponíveis para a dependência à nicotina em um modelo experimental de dupla exposição (nicotina + etanol). Apesar de o início do uso cigarro e de bebidas alcoólicas ocorrer frequentemente na adolescência, pouco se sabe sobre os efeitos da exposição neste período crítico do desenvolvimento e menos ainda dos efeitos dos tratamentos atualmente disponíveis para a reversão da dependência neste mesmo período. Assim, o presente projeto irá avaliar parâmetros comportamentais associados ao uso da nicotina e do etanol em um modelo experimental de exposição com tratamento subsequente com vareniclina (aprovado pelo FDA americano para uso em adultos), ainda durante a adolescência e também na vida adulta em um modelo experimental. O projeto irá também relacionar os dados comportamentais com parâmetros neuroquímicos do sistema colinérgico central e endócrinos da glândula adrenal. O projeto apresenta, então, duas novidades em relação as linhas de pesquisa desenvolvidas no laboratório: 1) a possibilidade de comparação direta entre as idades, o que nos permitirá verificar se de fato a adolescência constitui-se em um período de especial susceptibilidade no modelo de exposição e tratamento que utilizamos; 2) a possibilidade de verificar se o álcool (droga mais frequentemente utilizada em associação com a nicotina) afeta a resposta ao tratamento proposto. Um melhor entendimento dos mecanismos através dos quais o tratamento proposto auxilia na interrupção do uso do cigarro, particularmente quando do uso combinado de bebidas alcoólicas, pode prover informações relevantes para o desenvolvimento de abordagens terapêuticas mais eficazes e seguras para adolescentes e adultos jovens.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Alex Domingues Batista

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de polímeros molecularmente impressos para extração e pré-concentração de espécies de interesse forense
  • Apesar do impressivo avanço das técnicas analíticas nas últimas décadas, a etapa de preparo de amostra continua sendo uma das etapas mais importantes do processo analítico, uma vez que ela é responsável pela remoção de interferentes e muitas vezes pela pré-concentração dos analitos de interesse, afetando diretamente a seletividade e detectabilidade do método analítico. O desenvolvimento de Polímeros Molecularmente Impressos (MIP) tem contribuído para o avanço das técnicas de preparo de amostra. Devido a seletividade e poder de pré-concentração destes matérias, o seu emprego em amostras biológicas é bastante atraente, uma vez que são amostras complexas com analitos alvos geralmente em baixas concentrações. Drogas de abuso são substâncias que podem causar dependência devido a um padrão mal-adaptativo de uso, levando os usuários a prejuízos na vida como intolerância, abstinência e abandono de atividades sociais importantes. Drogas de abuso é um termo aplicável a substâncias para fins não terapêuticos ou uso impróprio de substancias prescritas. As drogas de abuso devido a seus efeitos alucinógenos são usadas tanto para consumo próprio quanto para a dopagem de vítimas de assalto ou abuso sexual. A determinação de drogas de abuso em amostras biológicas fornece informações sobre o consumo destas drogras e podem ser utilizados para fins forenses. O presente projeto visa o estudo teórico e experimental síntese de polímeros molecularmente impressos para extração e pré-concentração drogas de abuso, para posterior separação por eletroforese capilar e detecção com o detector condutométrico sem contato. A síntese dos polímeros molecularmente impressos será orientada a partir de resultados obtidos por cálculos teóricos e posteriormente caracterizados a partir de diversas técnicas analíticas. A seletividade e a eficiência de pré-concentração dos MIP serão avalidas frente a materiais não impressos molecurlarmente de mesmo constituição química.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Kenya Abiko

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • avaliação da habitação de interesse social: uma proposta de avaliação pós-ocupação institucional utilizando modelagem fuzzy
  • O Brasil experimentou na última década uma série de investimentos e ações sistematizados, voltados a habitação social após um largo período da ausência do governo federal nesta área. Notadamente tivemos os programas Minha Casa, Minha Vida e o PAC – Urbanização de Assentamentos Precários. O primeiro com uma vasta produção, apenas comparável em números a produção do período do Banco Nacional da Habitação (BNH). Dentro deste panorama, há experiências consideradas positivas e outras que falham em seu objetivo. Com uma considerável produção de Habitação de Interesse Social e intervenções em favelas, faz-se necessário uma ferramenta de avaliação de qualidade que não se concentre apenas no âmbito acadêmico e que seja concebida para contribuir com o trabalho das instituições promotoras de moradia, compreendendo sua estrutura de funcionamento, público-alvo e produção. É neste contexto que a presente proposta tem como o objeto a elaboração de uma ferramenta de Avaliação Pós-Ocupação Institucional que contribua com a construção de indicadores voltados para as próprias organizações e que possam ser operados por ela. Assim, a metodologia aplicada será a elaboração de ferramenta de avaliação consolidando a Lógica Fuzzy como modelo de análise. Tal instrumento será construído com dados qualitativos e quantitativos oriundos tanto de padrões e análises técnicas, bem como, a incorporação da avaliação do usuário tanto no domínio no que se refere a unidade habitacional, áreas coletivas e meio urbano . Para tratamento dos dados o método utilizando-se da Lógica Fuzzy será utilizado. Método este que foi desenvolvido na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e dado continuidade de sua aplicação na instituição e também na Universidade Federal de Alagoas e será a base lógica da ferramenta. Para validação do método serão utilizados estudos de caso de produtos habitacionais que se enquadram no foco do instrumento que pretende-se avaliar. Como produto do projeto pretende-se obter um software em interface amigável ao usuário, além de treinamento para uso da ferramenta por técnicos e pesquisadores.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Lara Martins

Outra

Divulgação Científica
  • feira de embaixadas e mostra de simulação da organização das nações unidas (ifmundo)
  • O projeto em tela, denominado Feira de Embaixadas e Mostra de Simulação da Organização das Nações Unidas (IFMUNDO), visa realizar uma mostra de simulação de comitês das Nações Unidas, em que os alunos representam um país ou uma organização com o objetivo de debater questões de impacto global relacionadas à ciência e à política, concomitante a uma Feira de Embaixadas, em que os países e organizações representados devem expor as propostas de solução às questões que foram dentro dos comitês de simulação. Com abrangência municipal, sua terceira edição objetiva realizar uma mostra e uma feira científicas de cunho cultural, político e pedagógico, relativo à elaboração, à produção e ao compartilhamento dos saberes, nos moldes de um evento de modelagem de organizações. Metodologicamente, compreende-se que a organização de modelos de simulação revela-se como uma importante ferramenta pedagógica de construção de saberes entre educadores e educandos em que os processos de estudos respeitem as suas particularidades em suas etapas de integração nas simulações. A reflexão sobre o potencial científico de outros povos encadeia um processo de questionamento sobre alguns aspectos morais da própria sociedade em que se vive. Por outro lado, colocar-se no lugar deste “outro” fortalece a noção de uma identidade plural, respeitosa e compreensiva. A feira será organizada em oito etapas, assim dispostas em ordem cronológica: 1) Definição pelas áreas do conhecimento (núcleos de ensino técnico e núcleo científico comum) das temáticas propostas para cada comitê de simulação da ONU. 2) Engajamento e formação de docentes da rede pública de ensino para atuarem como orientadores de pesquisa. 3) Preparação dos guias de estudo e criação do site para a divulgação das informações. 4) Realização de seminários e simulações curtas em sala de aula para familiarizar os estudantes com as regras da simulação. 5) Convite a pesquisadores interessados em avaliar os processos didáticos e pedagógicos da execução da feira, bem como de suas potencialidades e limitações, e elaboração de pesquisa para avaliação e desempenho dos participantes na feira e na simulação. 6) Realização do evento com as rodadas dos comitês e exposição das propostas de resolução na Feira das Embaixadas, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. 7) Divulgação das atividades desenvolvidas no endereço eletrônico: . 8) Análise, discussão e elaboração de relatos sobre os resultados de avaliação do próprio evento.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020