Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Renato Grillo

Ciências Humanas

Filosofia
  • i mostra científica de ilha solteira: “reuso e reciclagem de materiais”
  • A presente proposta visa a organização e realização da I Mostra Científica, em âmbito municipal, a ser realizada na cidade de Ilha Solteira - SP envolvendo a participação de estudantes da rede de ensinos fundamental I e II, ensino médio e ensino técnico, bem como familiares e comunidade em geral, cuja temática será “Reuso e Reciclagem de Materiais”. Essa é uma ação que conta com a colaboração conjunta da Coordenação do curso de Licenciatura em Física e do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Materiais, ambos da Unesp de Ilha Solteira, bem como da Secretaria Municipal e Estadual de ensino do Município. O objetivo da Mostra é promover o contato dos participantes com materiais que permitam mostrar como a ciência e a tecnologia estão articuladas e dialogam com a vida das pessoas, além de instigar a capacidade inventiva e investigativa dos estudantes desde cedo e possibilitar ações de comunicação entre ciência e sociedade, já que o tema sugere alternativas para a minimização das consequências da problemática do lixo e de ações de sustentabilidade, a qual depende diretamente da conscientização e ação da sociedade. A Mostra contemplará a apresentação de pôsteres e experimentos, os quais serão dispostos em um espaço amplo e aberto ao público em geral do município de Ilha Solteira – SP ou via mídias digitais caso ainda estejam implementadas as restrições sanitárias devido ao COVID-19. Os trabalhos a serem apresentados serão avaliados por um comitê científico e os seis melhores serão premiados de modo a promover um incentivo aos estudantes para a Ciência, através do desenvolvimento de projetos de natureza científica, acadêmica e cultural. Com isto se espera o fortalecimento do vínculo escola-universidade, ampliando, dessa forma, o interesse pela ciência, a geração de conhecimento e ações que possam trazer benefícios para o município e região.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Renato Leão Rego

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • a ideia de cidades satélites, a região urbana e o crescimento das cidades brasileiras. caracterização das manchas urbanas do norte do paraná, do norte de mato grosso, e do distrito federal.
  • Esta pesquisa trata de analisar a expansão urbana recente de conjuntos de cidades constituídos a partir da adaptação da deia de cidades satélites e reconhecer seus modelos de crescimento. De natureza histórico-interpretativa e baseada em estudo de caso múltiplo, esta contribuirá para a orientação de futuras ações de planejamento ao reconhecer a estrutura ambiental das regiões urbanas estudadas.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Luiz Guerino Cunha

Ciências da Saúde

Medicina
  • seleção, desenvolvimento e validação de novos vetores para a manufatura de células de defesa geneticamente modificadas para o tratamento de pacientes portadores de mieloma múltiplo e leucemia mielóide aguda – um projeto br-cart-platform
  • Com o sucesso da terapia com células T CAR para neoplasias de células B, novos alvos têm sido investigados para inúmeras neoplasias que carecem de tratamentos inovadores com potencial curativo. O BCMA tem sido proposto como um alvo potencial para células T CAR em mieloma múltiplo e inúmeros outros para o tratamento de pacientes portadores de leucemia mielóide aguda. Recentemente, a American Society of Hematology apoiou a iniciativa de criar uma plataforma para desenvolver células T CAR com tecnologia 100% brasileira que permitiu selecionar novos clones scFv, com o objetivo de serem incorporados em novos vetores lentivirais. A identificação de novos anticorpos para os alvos humanos para as proteínas BCMA (MM) e CD123 ou CD99 (LMA) foi realizada com o uso biopainéis e biblioteca phage-display para a região scFv humana. As sequências de DNA dos clones scFv e as proteínas das regiões determinantes de complementariedade obtidas foram analisadas e comparadas com bases de dados universais. As sequências selecionadas apresentaram menos de 80% de similaridade e algumas foram consideradas inéditas, um indicativo de que os produtos de terapia avançada do presente projeto são originais e possuem alto potencial de registro de patentes. Assim, neste projeto objetiva-se: 1) validar através de novos vetores lentivirais e experimentos in vitro os novos clones scFv selecionados; 2) validar modelos animais para experimentos in vivo dos novos clones scFv e vetores lentivirais desenvolvidos e; 3) validar o processo de manufatura em sala limpa de acordo com as boas práticas de fabricação de vetores e células T CAR para uso clínico. Ao final, espera-se que a nova tecnologia brasileira seja traduzida para uso em protocolos de pesquisa clínica como novas opções de tratamento para pacientes portadores de MM e LMA e, ao mesmo tempo, se resultados clínicos satisfatórios, resultará em pedido de registro do produto celular junto à ANVISA com o objetivo de incorporá-lo ao Sistema Único de Saúde.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 08/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Renato Machado Cotta

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • projeto aqua vitae: recuperação de calor rejeitado de sistemas térmicos e reaproveitamento em dessalinização de água por destilação com membranas superhidrofóbicas
  • As metas de desenvolvimento sustentável preconizadas pelas Nações Unidas tem estimulado nos últimos anos, no contexto da engenharia térmica, pesquisas científicas e tecnológicas em reaproveitamento de calor rejeitado com altas e baixas exergias, seja da geração de energia ou da indústria de processos em geral, em processos secundários alinhados com esses objetivos. Por outro lado, avanços em nano em micro-tecnologias, tem permitido aumentos de eficiência substanciais em processos de transferência de calor e massa, que sob determinadas condições econômicas e estímulos de conservação ambiental, podem levar a inovações para aproveitamento nesse contexto. O Projeto Aqua Vitae é uma proposta de pesquisa que se dedica à modelagem e análise de processos de destilação por membranas em contato direto (DCMD), visando a dessalinização de água a partir de recuperação de calor rejeitado em diferentes fontes. Além de propor um modelo melhorado para o processo de transferência simultânea de calor e massa em DCMD, a pesquisa pretende modificar membranas comerciais para introduzir características de superhidrofobicidade às superfícies em contato com as correntes quente e fria de água, bem como geometricamente micro-estruturar essas superfícies para intensificação da transferência de calor em cada lado, mitigando portanto o efeito de polarização de temperatura. As membranas modificadas serão então testadas em aparato experimental dedicado à avaliação da eficiência do novo processo e validação do modelo teórico proposto. Finalmente, módulos de membranas superhidrofóbicas serão montados para testes e demonstração na Unidade de Dessalinização por Membranas disponível na COPPE/UFRJ, com recuperação de calor de um coletor solar, de novo visando a validação do modelo matemático construído para todo o conjunto. Por último, análises termodinâmicas serão realizadas para avaliar a viabilidade técnica do emprego do processo DCMD otimizado a partir de diferentes fontes térmicas, como pequenos reatores modulares (SMR´s), motores de combustão interna estacionários ou marítimos, e painéis fotovoltaicos de alta concentração (HCPV´s).
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Mancini Astray

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • rede colaborativa do instituto butantan para o desenvolvimento de candidatos vacinais contra sars-cov-2
  • Apesar dos esforços mundiais recentes, ainda não existe uma vacina contra o Vírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave do tipo 2 (SARS-CoV-2), o agente pandêmico da COVID-19, doença que já matou mais de 190 mil pessoas no mundo e 3.313 no Brasil até o dia 23 de abril de 2020. Propostas vacinais já em fase de testes e têm demonstrado a necessidade de desenho de antígenos e formulações mais precisas para atingir a imunidade protetora. O desconhecimento da imunologia e de aspectos básicos da interação patógeno-hospedeiro elevam o grau de empirismo dessas preparações vacinais precoces, resultando em produtos com pouca eficácia ou que tragam complicações pós-vacinais. Cabe lembrar que os candidatos mais avançados baseiam-se em vacinas genéticas, que até hoje não possuem sequer um produto licenciado para uso em humanos. Este cenário aponta para a necessidade do desenvolvimento de uma segunda geração de vacinas contra o SARS-CoV-2, baseadas em conhecimento científico mais estabelecido. Levando em consideração o desafio de se desenvolver uma vacina eficaz e segura contra o SARS-CoV-2, criamos a Rede Colaborativa para Desenvolvimento de Vacinas (RCDV) do Instituto Butantan (IBu), composta por laboratórios especializados em virologia, biologia molecular, imunoquímica, genética, biotecnologia e ensaios pré-clínicos. O fato de essa Rede estar abrigada no IBu, reconhecido produtor nacional de vacinas, dá o respaldo industrial necessário para colocar rapidamente no mercado uma nova vacina. No âmbito da RCDV, esta proposta se baseia no desenvolvimento de vacinas recombinantes de base proteica. Serão usadas múltiplas abordagens para a produção dos antígenos, na forma de virus-like particles (VLP) constituídas de proteínas estruturais inteiras (S, M, N e E) de SARS-CoV-2, vacinas de subunidades e quimeras proteicas. Essas abordagens permitirão descrever mais apropriadamente as propriedades imunogênicas de cada antígeno incluído na formulação. Para a avaliação dessas diversas abordagens, um centro estruturado de ensaios em animais do Instituto desenvolverá boa parte dos ensaios pré-clínicos necessários para a avaliação da toxicidade das preparações mais promissoras e da resposta imune. A consolidação da RCDV com o projeto de desenvolvimento de uma vacina contra o SARS-CoV-2 poderá resultar no desenvolvimento de uma preparação inovadora, com tecnologia nacional. A geração de conhecimento sobre a imunogenicidade das proteínas virais e do potencial uso desses antígenos apoiará o desenvolvimento de kits de diagnóstico, ou fabricação de anticorpos monoclonais e produção de soros hiperimunes. A RDCV se soma à recente iniciativa institucional pela construção de laboratórios multipropósitos e pilotos virais em condições BPL e BPF que visam dar ao país a estrutura necessária para uma resposta rápida a doenças emergentes.
  • Instituto Butantan - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Renato Márcio Ribeiro Viana

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • otimização de características de filmes de celulose bacteriana como curativos: modificação química e liberação de fármacos mediada por polímeros e lipossomas
  • A celulose bacteriana é um biopolímero natural com excelentes propriedades direcionadas para o campo biomédico, como biocompatibilidade, retenção de água e resistência mecânica. Seu sucesso como biomaterial faz com que ela já seja utilizada na prática clínica atual, como por exemplo, curativos de feridas ou pele artificial. Nosso grupo de pesquisa multidisciplinar vem trabalhando nos últimos anos com ferramentas bioquímicas e químicas para conferir-lhe novas propriedades, sem afetar as suas características naturais de interesse clínico. Nos últimos anos avançamos no conhecimento metodológico de como introduzir espaçadores químicos, passíveis de serem funcionalizados por outras biomoléculas, somente em sua superfície sem alterar significantemente sua macroestrutura. Neste projeto, nós apresentamos uma proposta de melhoramento de uma característica deste biomaterial: atividade antimicrobiana intrínseca. Para isto, estamos propondo a liberação de agentes antimicrobianos de duas formas (combinadas ou não): pelo enxerto de cadeias poliméricas do tipo poliisopropilacrilamida na superfície destes filmes e pelo uso de lipossomas encapsulando fármacos. A hipótese de liberação de antibiótico está baseada no fato de que o polímero a ser enxertado sofre uma transição de fase de temperatura crítica inferior, ou seja, a baixo de aproximadamente 32 C ele absorve água e acima desta temperatura ele a expulsa. Como a temperatura da pele está acima da citada anteriormente, filmes previamente expostos a soluções contendo antibióticos seriam capazes de expelir seu conteúdo quando aplicados em uma ferida. Por outro lado, lipossomas se fundem facilmente à membrana bacteriana, liberando mais facilmente seu conteúdo nas células alvo. Para confirmar tal hipótese, prepararemos tais filmes, caracterizaremos pelas técnicas corriqueiras e faremos ensaios de absorção e liberação de antibiótico. Estas membranas serão avaliadas em ensaios antimicrobianos e em relação a sua compatibilidade com células de fibroblastos e em modelo de cicatrização.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Mitsuo Nagata

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • diversidade morfo-funcional de medusas scyphozoa: uma análise do sistema locomotor-alimentar
  • Medusas de Scyphozoa, as águas-vivas, se destacam pelo grande tamanho e eventual abundância em áreas costeiras, onde ocupam nichos distintos e relevantes. Esses animais foram os primeiros metazoários a desenvolverem a natação por propulsão através da força muscular. Apesar da limitação na produção de força devido a simplicidade estrutural de seus tecidos, cifomedusas desenvolveram estratégias locomotoras de baixos custos energéticos aliadas às mecânicas de captura de presas efetivas e distintas. As contrações umbrelares (pulsações) que promovem o impulso natatório integram o sistema locomotor-alimentar ao transportar fluidos contra as superfícies de captura (tentáculos e braços orais) aumentando as taxas de encontro com presas. O objetivo do projeto será testar a hipótese de que a diversidade morfológica da umbrela de cifomedusas é alta, devido a flexibilidade para o desenvolvimento de formatos pouco eficientes e neutros para a natação, porém funcionais para a alimentação. Variações no morfoespaço de cifomedusas serão quantificadas através de medições lineares e da Análise Elípitica de Fourier, um método de morfometria geométrica aplicado a descrição de contornos. Parâmetros biomecânicos da cinemática e performance da natação serão compilados de publicações e novos dados serão produzidos para representantes de famílias ainda não estudadas através de técnicas videográficas. Em uma análise morfo-funcional comparativa, será avaliado se a performance natatória está associada a variação no formato das estruturas umbrelares e pós-umbrelares através de uma Análise Fatorial de Dados Mistos. Também será avaliado se padrões morfológicos e biomecânicos podem ser indicativos de dieta, modo de forrageio e distribuição geográfica, através de uma Análise de Variância Multivariada filogenética e da Análise Discriminante Flexível. Por fim, considera-se que os resultados desse estudo aumentarão a compreensão sobre a diversidade de planos corporais em uma perspectiva funcional, demonstrando soluções biomecânicas, fomentando o entendimento sobre a coevolução dos sistemas locomotor e alimentar em Scyphozoa, a partir de uma abordagem inédita no grupo.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Nallin Montagnolli

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • pré-tratamentos aplicados à produção de biocombustíveis a partir de resíduos agroindustriais da região de araras - sp
  • A região de Araras tem potencial de disponibilidade de resíduos agroindustriais alternativos aos cana de açúcar. A produção de laranja e outras frutas conta com a participação da citricultura, indústria, e pequenos produtores locais. Desta forma, os resíduos gerados podem fornecer matérias-primas para a produção de biocombustíveis de segunda geração. A forma mais eficaz para obtenção de energia renovável é o uso de biocombustíveis. Biocombustíveis de segunda geração são produzidos a partir de uma grande variedade de matérias-primas, que vão desde matérias-primas lignocelulósicas a gordura animal e de resíduos sólidos urbanos. Em outras palavras, os biocombustíveis de segunda geração são obtidos a partir de matérias-primas não-comestíveis, como madeira, resíduos de madeira, cascas de frutas e culturas de plantas não utilizadas como alimento. Esse aspecto é importante para garantir a sustentabilidade da produtividade agrícola regional. Os micro-organismos são um componente-chave para a tecnologia utilizada em diferentes regimes de fermentação na produção de biocombustíveis de segunda geração, incluindo o bioetanol. A produção de bioetanol a partir de biomassa lignocelulósica compreende os seguintes passos: hidrólise da celulose e hemicelulose, fermentação de açúcar, separação do resíduo de lignina e, finalmente, a recuperação e purificação do etanol para atender às especificações de combustível. A tarefa de hidrolisar lignocelulose para monossacarídeos fermentáveis ainda é tecnicamente problemática pois a digestibilidade da celulose é dificultada por muitos fatores. Devido a estas características estruturais, o pré-tratamento é um passo essencial para a obtenção de açúcares fermentáveis. Este projeto de pesquisa propõe o pré-tratamento como um passo fundamental para alterar as características estruturais da lignocelulose, aumentando a susceptibilidade de açúcares à ação enzimática e consequentemente maior rendimento da fermentação. Nesse contexto, será avaliada a influência de pré-tratamentos físico-químicos e biológicos em diferentes substratos para produção de biocombustível de segunda geração a partir de resíduos agroindustriais disponíveis na região de Araras e na mesoregião de Piracicaba. Além disso, será considerada a desliginificação e a hidrólise enzimática dos açúcares gerados. A perspectiva de expansão na produção de bioetanol gera também a necessidade de métodos eficientes e baratos para quantificação dos produtos na mistura de fermentação. Para isso, alternativas de menor custo efetivo como o uso da variação da densidade do meio para determinação dos produtos em laboratório serão propostas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Paes de Almeida

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • reconstrução de sistemas aluviais responsáveis pelos depósitos das áreas não inundáveis da amazônia ocidental
  • Este projeto apresenta uma proposta de pesquisa para resolver questões ligadas à evolução do sistema fluvial amazônico e dos depósitos construídos pelos canais aluviais, que produziram o substrato de uma das áreas de maior biodiversidade da biosfera. O rio Amazonas drena a maior bacia hidrográfica existente, seus tributários possuem grande extensão e características hidrológicas distintas, uma decorrência de fatores como as diferentes áreas fontes de sedimentos, dentre as quais destaca-se a cadeia andina. A resposta fluvial ao soerguimento diferencial dos setores andinos se deu na forma dos depósitos sedimentares das terras baixas, que descrevem a história de construção da atual paisagem amazônica. Os terrenos da Amazônia Ocidental são representativos dessa história, e a diversidade de episódios fluviais registrados nesta região ilustra a complexidade do estudo sedimentar da bacia. Existe ainda uma lacuna descritiva e explanatória em relação aos processos vinculados à origem desses terrenos, desse modo a evolução do sistema amazônico de acordo com episódios fluviais claramente descritos e datados segue indefinida na literatura. Este projeto demonstra como será conduzida a pesquisa para resolver o problema de como esses terrenos evoluíram, e descreve como a investigação será conduzida a partir da análise de novos dados ligados aos paleocanais da Amazônia; de métodos modernos para produzir dados de paleohidrologia; de modelos numéricos para caracterização ampla do sistema hidrográfico; da datação dos depósitos que formam o relevo amazônico; e do acesso direto às seções sedimentares de uma área representativa dos eventos fluviais importantes para a definição da paisagem atual. Ao fazer uso de métodos de acordo com as pesquisas de ponta em processos e depósitos superficiais, e ao produzir informação que pode mudar significativamente o entendimento da evolução da paisagem amazônica, este projeto tem potencial para contribuir à pesquisa sobre a Amazônia, em diversas áreas do conhecimento, com produção de dados relevantes e desenvolvimento de métodos originais.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Raul Boschi

Ciências Humanas

Ciência Política
  • inct de políticas públicas, estratégias e desenvolvimento
  • O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (INCT/PPED) tem como principal objetivo contribuir para a renovação conceitual e instrumental da ação pública comprometida com o desenvolvimento. A partir da constatação das mudanças no cenário internacional que vêm ocorrendo desde o início do século XXI, tornou-se evidente a necessidade de adaptação do Estado e de suas políticas ao novo contexto, bem como a importância de estratégias inovadoras do governo, de outros atores sociais e, especialmente, das empresas. O projeto INCT/PPED pretende responder ao duplo desafio de inovar na interpretação dos processos em curso - através da atualização da matriz conceitual relativa ao entendimento dos processos de desenvolvimento - bem como de subsidiar a ação pública governamental através da renovação das formas de intervenção pública em matéria de desenvolvimento econômico. Esse duplo desafio se concretiza num conjunto de ações de amplo impacto nos planos: da pesquisa e da interpretação; da capacitação, através do ensino e da produção discente; da ampla e irrestrita difusão de resultados; da construção de elos entre as múltiplas redes onde os professores participantes do INCT/PPED já constituem lideranças acadêmicas, tanto no plano nacional quanto internacional; do compromisso de subsidiar os processos de implementação de políticas de desenvolvimento. Tanto no plano doméstico como no internacional existem novas tendências pesadas que atribuem uma maior complexidade ao quadro que caracterizou a situação do Brasil na primeira década de 2000. Se por um lado os avanços no plano doméstico foram importantes, principalmente a partir da construção de um modelo de crescimento dinamizado pelo mercado interno e com forte inclusão social, o aumento de renda ocorrido na última década abriu espaço para novas demandas sociais que exigem políticas públicas mais assertivas, estruturantes, inclusivas e participativas. Por sua vez, já no plano internacional, a crise dos países centrais, originada na especulação financeira dos derivativos nos Estados Unidos, resulta muito mais que um simples gargalo no crescimento: expressa uma re-acomodação estratégica nas relações de poder no sistema mundial. Frente ao mundo unipolar, liderado pelos Estados Unidos, começa a tomar forma um sistema multipolar que abre janelas para se repensarem desafios e oportunidades no grau de atuação dos Estados (especialmente aqueles situados na semi-periferia com maior capacidade relativa de agência) no sistema internacional de fluxos comerciais, financeiros e de circulação de tecnologia. Há evidências de que o contexto presente é caracterizado por enormes possibilidades e oportunidades típicas de momentos de crise e redefinição de paradigmas. No entanto, tudo indica que o atual ciclo de crescimento dependeria fortemente da geração de vantagens no plano institucional e das capacidades estatais de cada país, pensadas em termos democráticos, ambientalmente sustentáveis e socialmente inclusivas. A nova proposta do trabalho do INCT/PPED pretende articular um marco teórico e conceitual que, tendo em conta o trabalho realizado até hoje, defina as linhas de atuação do instituto para os próximos seis anos, com o objetivo de proporcionar instrumentos que permitam dar uma resposta adequada às novas exigências que, tanto no plano doméstico como internacional, se colocam no processo de desenvolvimento do Brasil e de outros países emergentes. Para tanto, as linhas de pesquisa que definiram o trabalho do INCT/PPED nos últimos cinco anos foram reformuladas e atualizadas no intuito de, a partir de uma postura inovadora, poder subsidiar processos de formulação e implementação de políticas públicas. No atual contexto consideramos essencial poder dar uma resposta efetiva de política pública nos planos da inovação, do agronegócio, da área de sustentabilidade ambiental, e da política externa e cooperação internacional. Tendo em vista a consecução destes objetivos em sua acepção mais geral, nossa proposta se subdivide em quatro linhas de pesquisa. A primeira linha de pesquisa (Capacidades Estatais, Políticas Públicas e a Dimensão Institucional) abrange e unifica, a partir do conceito de capacidades estatais, as outras três linhas de pesquisa, destinadas a analisar especificamente três dimensões que se revelam fundamentais para o desenvolvimento brasileiro no atual contexto histórico: a dinâmica do agronegócio, a questão da sustentabilidade ambiental e inserção externa do País. A linha de pesquisa 2 (Políticas de inovação, fronteiras tecnológicas e coalizões de interesse: a dinâmica da agricultura em perspectiva comparada) integra-se com a discussão teórica de capacidades estatais na medida em que persegue as escolhas de caminhos nacionais próprios e singulares no que tange às políticas de inovação, com particular foco na área do agronegócio. A linha de pesquisa 3 (Governança de Bens Comuns e Serviços Ecossistêmicos na Economia Sustentável) procura formular diretrizes para políticas públicas inovadoras voltadas à governança de bens públicos em diversos contextos territoriais, contemplando as agendas verde (biodiversidade, serviços ecossistêmicos); cinza (energia, mudanças climáticas, ambiente urbano); e azul (recursos marinhos). Tal perspectiva adotará uma abordagem interdisciplinar e comparada ao referir-se à regulação dos comuns globais. Finalmente, a linha de pesquisa 4 (Política Externa, Regionalismo e Cooperação Internacional) focalizará três dimensões da inserção internacional do Brasil e em perspectiva comparada com outras potências emergentes: política externa, processos de regionalismo e a cooperação internacional. O projeto anexo neste formulário contém a descrição detalhada do programa e de cada uma das linhas de pesquisa.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Renato Santana de Aguiar

Ciências Biológicas

Genética
  • fatores de risco associados às manifestações clínicas severas de arboviroses que circulam no brasil.
  • O Brasil tem sofrido com diversas epidemias de arboviroses ao longo dos últimos séculos. Viroses como Zika, Febre Amarela e Chikungunya são transmitidos por mosquitos vetores abundantes no Brasil. Com exceção do vírus causador da Febre Amarela, que mantém níveis de mortalidade em cerca de 20-30% devido a complicações hepáticas, as demais arboviroses evoluem para um quadro clínico limitado apresentando febre, mialgia e exantema na maioria da população. Entretanto, cerca de 1-5% da população exposta a esses vírus desenvolvem quadros clínicos mais severos podendo apresentar microcefalia, encefalites e Síndrome de Guillain-Barré nos casos de Zika e artralgia debilitante em alguns casos de Chikungunya. Apesar de tudo isso, diversos grupos de pesquisadores brasileiros contribuíram com importantes descobertas que elucidaram o tropismo, ciclo replicativo, patogênese e resposta imune inflamatória associado a essas arboviroses. Entretanto, ainda não entendemos os fatores envolvidos no agravamento destes casos e uma busca ativa deve ser sempre estimulada no intuito de gerar alvos que possam ser utilizados como preditores de severidade a serem utilizados em projetos de intervenção de saúde pública prevenindo os casos fatais. Dessa forma, o nosso grupo tem contribuído para elucidar os fatores virais e do hospedeiro associados aos casos mais severos. O nosso grupo de pesquisa acompanha um coorte de mulheres grávidas expostas ao Zika em Campina Grande, interior da Paraíba. Através de projetos de vigilância genômica, assinaturas virais tem sido identificados no genoma de Zika associados a tecidos post-mortem de natimortos acometidos pela Síndrome Congênita de Zika (SCZ). Além disso, os nossos estudos mostraram polimorfismos genéticos (SNPs) em genes de adenilato ciclases e matriz extracelular (Col1A) associados aos casos de Síndrome Congênita de Zika demonstrando a importância dos níveis de AMP cíclico (cAMP) na formação e integridade da placenta e migração neuronal para as camadas mais corticais do cérebro. Nesse projeto visamos avaliar o impacto funcional das assinaturas virais encontradas nos genes NS1, NS2 e NS4 de Zika associadas a SCZ através da introdução dessas mutações em replicon virais a serem infectados em organóides cerebrais e explantes cerebrais humanos. Além disso, visamos identificar a transmissão dos polimorfismos encontrados nas mães nos genes de adenilato ciclase e Col1A para os neonatos em um estudo familiar e correlato para ver o impacto dessas mutações na susceptibilidade ao desenvolvimento de SCZ. Além de identificar mais genes candidatos através do transcriptoma e exoma em estudos casos-controle em coortes de Zika do nordeste e sudeste. O impacto funcional destes genes serão avaliados através de edição genômica utilizando o sistema CRISPR/Cas9 em diferentes modelos neuronais infectados com Zika, além de modelos murinos knockout condicional. Para identificar as vias hepáticas alteradas pela infeção por Febre amarela, o transcriptoma de biópsias hepáticas de casos fulminantes de Febre Amarela serão investigados com posterior validação funcional por edição genômica em modelos de células hepáticas. E por fim, pretendemos entender os controversos mecanismos de latência viral envolvidos em vírus de genoma de RNA não integrativos. Para isso, fatores epigenéticos que controlam a acessibilidade e tradução de RNAs como metilação de adeninas (m6A) e uridilação irão ser investigados no genoma de Chikungunya isolados de casos crônicos através da punção de líquidos sinoviais comparados com sequências de RNA viral circulante nos mesmos pacientes através da punção de tecidos periféricos. Nesse projeto visamos ampliar os nossos resultados que demonstram a contribuição de fatores virais e humanos nos casos mais severos de arboviroses através da validação funcional dos achados preliminares. Trata-se de um projeto interdisciplinar envolvendo diferentes instituições nacionais na tentativa de identificar os fatores preditivos que expliquem a susceptibilidade de uma pequena proporção da população acometida por arboviroses que desenvolvem manifestações clínicas mais severas ou fatais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Silveira

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • planejamento urbano auxiliado por ferramentas de realidade mista
  • Arquitetos contemporâneos vem sendo encorajados a utilizar tecnologias de Realidade Virtual e Realidade Aumentada como alternativas para representar e antecipar alternativas de projetos de edifícios e de espaços urbanos. A plataforma CityZoom, um ambiente computacional de apoio ao projeto de edificações e cidades, vem possibilitando a simulação de aferição do desempenho ambiental de cenários urbanos como apoio ao projeto de estruturas de controle e monitoramento do crescimento econômico e social sustentável. Este projeto tem como objetivo , permitir ao usuário do software CityZoom a imersão em cenários urbanos através do uso de Realidade Mista (Realidade Virtual + Aumentada). Com isto, o usuário poderá perceber impactos de aspectos ambientais como iluminação natural, acessibilidade visual, consumo energético e a capacidade de infiltração em lotes urbanos nas etapas iniciais de concepção do projeto do edifício e de planejamento urbano. Com a imersão do urbanista no ambiente virtual, será possível criar subsídios para discussões que envolvam temas como a proteção da paisagem urbana, avaliação de impactos ambientais, diretrizes de crescimento, implantação equipamentos urbanos de grande porte, planos diretores de desenvolvimento urbano e ambiental, entre outros.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Telles

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estudo sobre relação entre capacidade inovativa e competitividade em organizações industriais em redes de suprimentos
  • A construção de ambientes inovativos tem sido entendida como uma das condições de base para sustentação e aumento da capacidade competitiva das organizações. Redes de suprimentos, que compõem a base do setor de tecnologia, têm buscado, por meio da cooperação e do aumento de sua capacidade inovativa, alcançar ganhos de competitividade diante desse cenário, caracterizado pela aceleração dos processos orientados pela e para a inovação. Este projeto se propõe a explorar e analisar a relação entre dois construtos diretamente relacionados a esse fenômeno: capacidade inovativa e competitividade em redes de suprimentos. Pode-se admitir que o desenvolvimento da compreensão desses dois construtos e, particularmente, de sua relação em diferentes contextos, relacionados potencialmente a variáveis moderadoras e/ou mediadoras específicas, fornece informações relevantes de natureza teórica, gerencial e metodológica. As implicações dessa investigação podem ser associadas ao avanço de conhecimento nessa lacuna teórica e ao aperfeiçoamento de processos, produtos e serviços e ganhos de desempenho para as organizações. Este projeto objetiva, por meio de uma investigação composta por uma pesquisa exploratória qualitativa, por uma pesquisa descritiva quantitativa e por um estudo baseado em análise formal de redes, envolvendo uma rede de suprimentos da indústria eletroeletrônica brasileira composta por 63 empresas, explorar a relação entre capacidade inovativa e competitividade. Este projeto possui a colaboração e parceria de pesquisadores das seguintes Instituições de Ensino/Pesquisa: Programa de Pós-graduação em Administração – UNIP, Escola Politécnica - USP e Universidade Federal de Santa Maria.
  • Universidade Paulista - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Vimieiro

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • investigação do uso de computação evolucionária para mineração de padrões discriminativos em bases de dados de alta dimensionalidade
  • Contexto/Motivação: Padrões discriminativos são conjuntos de variáveis que caracterizam subgrupos de indivíduos que apresentam um comportamento excepcional em relação à população segundo uma propriedade de interesse. Num contexto de medicina, por exemplo, tais padrões diferenciam pacientes de pessoas sadias. Frequentemente, tais padrões são representados por regras se-então, o que lhes confere alta interpretabilidade. Consequentemente, tais padrões se tornam bastante atrativos em aplicações em que a interpretação dos resultados é essencial, como em bioinformática e medicina, por exemplo. Contudo, a natureza enumerativa da busca por tais padrões torna o problema computacionalmente desafiador, especialmente em bases de dados com muitos atributos. Esse problema motiva o desenvolvimento de heurísticas para minerar tais padrões. Objetivo: O objetivo principal deste projeto é investigar e desenvolver algoritmos baseados em computação evolucionária para mineração de padrões discriminativos em bases de dados de alta dimensionalidade. O uso de computação evolucionária para mineração de regras de classificação é algo bastante estudado na literatura (Albinati et al., 2015; Fidelis et al., 2000; Mukhopadhyay et al., 2014; Parpinelli et al., 2002). Contudo, como apontado por Pontes, Vimieiro, e Ludermir (2016) e Carmona et al. (2014), existem poucas abordagens evolucionárias para mineração de padrões discriminativos, sendo o número de abordagens capazes de lidar com alta dimensionalidade ainda menor. Esse fato contraria Liu et al. (2015), que sugerem a possibilidade de aplicar os algoritmos existentes em dados de biomédicos. Entendendo que a aplicação em bioinformática é de importância tanto social quanto científica, o objetivo central será desenvolver métodos que permitam tal utilização. Metodologia: Tendo em vista a aplicação em bioinformática, o projeto será desenvolvido em três etapas. Na primeira etapa, o foco será no desenvolvimento de métodos capazes de lidar com dados biomédicos, sobretudo dados de transcrição (expressão gênica). Essas bases contém um grande número de atributos numéricos. Dessa forma, os métodos atuais se tornam inviáveis. A segunda etapa consistirá na investigação de técnicas para diminuir a redundância dos padrões retornados. Os algoritmos existentes frequentemente ignoram correlações entre atributos. Isso resulta em padrões altamente redundantes, cobrindo apenas um mesmo grupo de indivíduos da população. No contexto de bioinformática, isso é ainda mais grave, uma vez que muitos atributos apresentam alta correlação. A terceira etapa consistirá na aplicação dos métodos desenvolvidos nas etapas anteriores. Essa etapa busca mostrar a viabilidade dos métodos em cenários reais.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Eugenio Seifert Junior

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • formas não convencionais de organização: reflexões a partir das novas formas de trabalho
  • As contradições e problemas do modelo organizacional dominante de trabalho na modernidade são proeminentemente perceptíveis em dimensões humanas e ambientais. Nesse cenário, chamam à atenção, as formas não convencionais de organização do trabalho que buscam por alternativas ao modo dominante. Assim, com intuito de contribuir com o melhor reconhecimento dos modos não convencionais de organizações de trabalho que estabelecem distinções e contraposições ao modo dominante organizacional, este estudo busca estabelecer um estudo comparativo de casos diversificados de organizações não convencionais de trabalho com perspectivas de alcance de novos horizontes e possíveis respostas às insuficiências e crise do modelo organizacional dominante. Para sua consecução o estudo inicia-se com levantamento e organização de material documental. Em complemento ao levantamento e organização dos registros serão realizadas observações participantes e não participantes, além de entrevistas e com os integrantes das organizações não convencionais de trabalho. Os dados serão analisados pela técnica de análise de conteúdo. Considerando a relevância do estudo sobre organizações não convencionais é pertinente apontar que as reflexões acerca dessa temática no contexto do trabalho contribuem para a ampliação dos conhecimentos teóricos e empíricos na área de Estudos Organizacionais em Administração, pois há diversidades de organizações que não são explicadas pela tradição das Teorias Organizacionais. Assim, torna-se imprescindível a compreensão de diferentes formas de associações humanas, principalmente no contexto do trabalho, atividade central da vida das pessoas.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Felipe Keidel Spada

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo teórico de moléculas em ambientes astrofísicos
  • Nesse projeto serão calculadas propriedades de moléculas diatômicas e poliatômicas de interesse astrofísico. Para moléculas diatômicas serão obtidas propriedades espectroscópicas, primeiro utilizando métodos multirreferenciais de estrutura eletrônica para o cálculo das superfícies de potencial eletrônico e, em seguida, a equação nuclear será resolvida numericamente. Com tais resultados serão obtidos os níveis de energia rovibracionais dessas moléculas, fatores de Franck-Condon (relacionados às probabilidades de transição) e os coeficientes de Einstein (relacionado ao tempo de decaimento de cada transição). Também será estudada a formação de moléculas poliatômicas em ambientes interestelares. Para tal estudo serão utilizadas metodologias ab initio altamente correlacionadas e aproximações para a teoria do funcional de densidade para descrição das propriedades termoquímicas das reações elementares de formação de tais moléculas. As constantes de velocidade de tais reações serão obtidas por teoria variacional do estado de transição com correções para consideração de tunelamento.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Francisco Boschi Gonçalves

Engenharias

Engenharia Aeroespacial
  • motores-foguete híbridos: formulações inovadoras de emulsões parafina/álcool
  • Ao longo dos anos, a propulsão híbrida vem sendo pesquisada como opção de sistema de propulsão de baixo custo. Por conta de suas características, motores híbridos possuem diversas aplicações, desde grandes lançadores até pequenos propulsores de controle de altitude e de transferência de órbita. Em motores híbridos, o oxidante e o combustível se apresentam em dois estados físicos diferentes, diferenciando sua combustão em relação aos foguetes sólido e líquido, de maneira a se utilizar dos pontos fortes de cada um desses sistemas. Contudo, o maior problema encontrado em motores híbridos é a baixa taxa de regressão durante a queima. Diversas modificações e soluções têm sido propostas e estudadas ao longo dos anos, mas uma das mais interessantes se baseia no uso de parafina como base do combustível. No entanto, a parafina ainda não atinge uma taxa de regressão ideal (comparada a propelentes sólidos), portanto é comum o emprego de aditivos. Nesse contexto, o presente projeto trata da proposição de formulações inovadoras de combustível para emprego em motores-foguete híbridos, baseadas em emulsões de parafina e álcoois de cadeia curta, de modo a aumentar o calor liberado na combustão e, ao mesmo tempo, aumentar a taxa de regressão. Nesse escopo, o presente projeto propõe o estudo de diversas formulações (com base parafínica) emulsionadas com álcoois de cadeia curta e aditivada com micro ou nanopartículas, como negro de fumo e alumínio, a fim de melhorar as propriedades térmicas e balísticas do material e, portanto, possibilitar sua aplicação para melhoria de motores-foguete híbridos.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rennan Geovanny Oliveira Araujo

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estratégias para avaliação de constituintes inorgânicos em alimentos e amostras ambientais
  • Este projeto tem como finalidade o desenvolvimento de estratégias para determinação da concentração total, fracionamento químico e da análise de especiação química de constituintes inorgânicos presentes em amostras ambientais (material particulado de ambientes de interiores e externos, solo e poeira urbana) e de alimentos (consumo humano e de animais de estimação) empregando técnicas espectroanalíticas. Será priorizado o desenvolvimento de métodos analíticos que adequem a concepção da “Química Verde”. Os procedimentos de preparo de amostras convencionais (via úmida e / ou seca) e / ou métodos alternativos (amostragem em suspensão e análise direta de sólido) terão como finalidade a análise química das amostras ambientais e dos alimentos em geral, avaliando as suas limitações da introdução da amostra usando as técnicas espectroanalíticas. As concentrações totais e suas frações dos elementos químicos encontradas serão avaliadas conforme parâmetros de valores máximos permitidos dos Órgãos Reguladores vigentes para cada tipo de amostra. No desenvolvimento dos métodos analíticos serão priorizadas as técnicas de planejamento de experimentos simultâneos, como o planejamento fatorial de dois e três níveis, com o intuito de reduzir e otimizar os experimentos. Os resultados obtidos serão avaliados através da análise multivariada de dados, tais como análise de componentes principais (PCA) e a análise de agrupamento hierárquica (HCA) para identificar tendências ou similaridade no conjunto de resultados gerados.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renzo Garcia Von Pinho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • controle genético da tolerância à seca e expressão de genes relacionados a estresses abióticos em milho
  • No Brasil tem sido observado o aumento da área cultivada com milho na segunda safra, principalmente nas regiões centro oeste e sul. Também, no cultivo de verão é comum condições de deficiência hídrica com reduções significativas da produtividade. Assim torna-se importante o desenvolvimento de cultivares de milho com tolerância à deficiência hídrica. Genótipos de milho com tolerância a seca devem apresentar expressão de genes que conferem proteção contra os danos nestas condições. A seleção de materiais com tolerância a seca proporciona maior eficiência nas etapas do processo produtivo de sementes. Nesse contexto, serão conduzidos três trabalhos de pesquisa na Universidade Federal de Lavras (UFLA). Em um dos trabalhos será investigada a variabilidade genética para a característica de tolerância a seca por meio de avaliações da qualidade fisiológica de sementes e de características morfoagronômicas em plantas desenvolvidas no campo. No segundo trabalho, será estudado o controle genético para a tolerância a seca. Para isso, serão utilizadas 16 linhagens, previamente selecionadas, sendo oito tolerantes e oito intolerantes a deficiência hídrica, para compor um dialelo completo. Neste trabalho serão avaliados os efeitos da capacidade geral e específica de combinação, bem como os efeitos recíprocos. No terceiro trabalho, será investigada a expressão de genes para a característica de tolerância a deficiência hídrica por meio da avaliação de transcritos e de proteínas em sementes e plântulas de linhagens tolerantes e intolerantes a seca, bem como em sementes e plântulas dos híbridos com efeito recíproco significativo. Para este estudo serão utilizadas as técnicas de PCR em tempo real e a de eletroforese utilizando-se as modalidades eletroforéticas NATIVE PAGE e SDS-PAGE. Com os dados obtidos será realizada uma análise de correlação entre os resultados obtidos nas análises fisiológicas de sementes e plântulas e os obtidos nas análises de transcritos.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Reynaldo Palacios Bereche

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana-de-açúcar visando a produção de biodiesel e bioquerosene – avaliação energética, exergética, econômica e ambiental do processo integrado
  • A produção de biocombustíveis a partir dos resíduos lignocelulósicos (bagaço e palha) se apresenta como uma alternativa desejável uma vez que permitiria aumentar a produção de biocombustíveis sem a necessidade de aumentar área plantada de cana, diversificar a matriz energética Brasileira e contribuir com a redução de emissões de gases de efeito estufa (GHG). Neste contexto a introdução do processo de pirólise do bagaço e da palha no processo convencional para produção de bio-óleo, visando seu posterior beneficiamento, pode melhorar os índices de produtividade e sustentabilidade do processo integrado. A pirólise é o processo físico químico de degradação térmica do material em atmosfera não oxidante, dando lugar à formação de um resíduo sólido rico em carbono (carvão ou char) e uma fração volátil composta de gases e vapores orgânicos condensáveis. As proporções desses compostos dependem do método de pirólise empregado, dos parâmetros do processo e das características do material a ser tratado. A pirólise rápida por sua vez é caracterizada por baixo tempos de residência no reator, alta taxa de aquecimento a temperaturas moderadas (400 a 600 ºC). Este tipo de pirólise prioriza a formação do bio-óleo que pode ser utilizado como combustível de caldeiras ou servir como matéria prima para produção de combustíveis veiculares. A partir do apresentado, este trabalho visa a realização da modelagem e avaliação do processo de pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana de açúcar visando a produção de biodiesel e bioquerosene comparando diferentes cenários de aproveitamento desses resíduos. Para o desenvolvimento deste trabalho a metodologia adotada inclui o levantamento bibliográfico, modelagem e simulação dos processos através de balanços de massa e energia, integração térmica dos casos selecionados incluindo a determinação das metas de energia e de custos, avaliação exergética e de custo exergético, e avaliação ambiental através da Avaliação do Ciclo de Vida. Como resultado da execução do projeto espera-se de maneira geral determinar o potencial de produção de biocombustíveis líquidos, biodiesel e/ou bioquerosene a partir da pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana-de-açúcar e avaliar os impactos, desde o ponto de vista energético e ambiental, da integração destes processos produtivos na usina convencional de produção de etanol.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Alberto Scherma

Ciências Humanas

Geografia
  • regiões e empresas transnacionais: lógica financeira e implicações territoriais
  • No Brasil, desde os anos 90, há um movimento de grupos industriais, que, para atender às exigências do período, abriram seu capital na Bolsa de Valores. Essas empresas, antes operantes dentro de uma lógica de desenvolvimento das forças produtivas, passam a operar com vistas a atender a lógica do mercado financeiro. Esse crescente processo de financeirização das atividades produtivas gera mutações diretas no uso do território, pois, a partir dos processos de reestruturação empresarial, operam-se programas que desencadeiam a reestruturação das localizações produtivas; atualizações técnicas e dos sistemas de trabalho ou ainda novas formas de produzir, como a subcontratação e mesmo o aproveitamento e a integração com circuitos de produção domésticos. Dessa maneira, este projeto de pesquisa orienta o nosso estudo para compreendermos o uso do território a partir da atuação de corporações transnacionais que compõem importantes circuitos espaciais de produção industrial e que operam sob a lógica das finanças, sendo elas: Cia. Hering (têxtil-vestuário), Marcopolo (metalmecânico) e BRF (agroalimentar). Todas com fortes e históricas ligações com a região Sul do Brasil. Pretende-se compreender como essas empresas têm continuamente implantado, a partir do período da Globalização, processos de reestruturação e planos estratégicos para atender às exigências de rentabilidade ótima do mercado financeiro, gerando implicações territoriais muito relevantes nas regiões e nas cidades onde elas se localizam.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Ricardo Alves de Mesquita

Ciências da Saúde

Odontologia
  • parâmetros nutricionais, imunológicos, microbiológicos e status de saúde bucal em pacientes com alteração de massa óssea
  • A osteoporose é uma doença sistêmica multifatorial caracterizada pela redução da massa óssea e desorganização estrutural do tecido ósseo. O diagnóstico da osteoporose é baseado em critérios densitométricos da Organização Mundial de Saúde com referência na classificação do T-score, realizada pela técnica de absorciometria de energia dupla de raios X, cujo valor avalia a densidade mineral óssea. Por se tratar de uma doença sistêmica a osteoporose afeta os ossos maxilares. Entretanto, a ocorrência e extensão de perda de estrutura do osso alveolar na osteoporose, bem como o risco destes pacientes à doença periodontal e perdas dentárias, e a modificação destes parâmetros em função do tratamento, não estão claramente definidos. Desta forma, objetiva-se 1) avaliar parâmetros clínicos, imunológicos, moleculares, e o status de saúde bucal em pacientes encaminhados para investigação de perda de massa óssea em um hospital de referência no tratamento de pacientes com osteoporose; e 2) avaliar o impacto do tratamento para osteoporose nos parâmetros avaliados. Trata-se de um estudo coorte para obtenção de dados clínicos, demográficos; e da condição bucal, avaliando-se índice CPO-D, índices periodontais, parâmetros salivares e exames de imagem. Os pacientes serão avaliados em três momentos: início; após 01 ano e após 02 anos da avaliação inicial. Os dados obtidos poderão ser úteis para estabelecimento de protocolos de screening de pacientes com risco de desenvolverem a osteoporose aumentando assim as possibilidades de detecção precoce. Além disto, o projeto visa fornecer dados acerca do impacto do tratamento para osteoporose nos ossos maxilares e parâmetros avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andrade Reis

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito da suplementação com aditivos fitogênicos sobre a emissão de gases de efeito estufa, desempenho e eficiência de uso de nitrogênio de bovinos de corte recriados em pastos de capim marandu
  • O manejo do pasto adotando a interceptação luminosa de 95%, com altura como critério de manejo, eficiência de pastejo de 50% e alta oferta de folhas pode proporcionar altos teores de proteína bruta, com elevada proporção de fração solúvel. Dessa forma, a utilização de aditivos fitogênicos, como os taninos, no suplemento pode reduzir a degradação de proteína no rúmen e aumentar o fluxo de proteína metabolizável de origem dietética, devido à formação do complexo tanino-proteína. No que se refere aos impactos ambientais, o uso de aditivos fitogênicos pode alterar a rota de excreção de N pelos animais consequentemente mitigando as emissões de óxido nitroso (N2O), um potente gás de efeito estufa (GEE) e perdas de N por volatilização de amônia (NH3). Busca-se verificar os efeitos da inclusão de aditivos fitogênicos em suplementos para animais em recria, avaliando a produção de proteína microbiana, a eficiência de uso de nitrogênio, os parâmetros ruminais, e consequentemente, o desempenho, além de avaliar os efeitos na mitigação da emissão dos GEE e NH3. Dois experimentos serão conduzidos simultaneamente no Setor de Forragicultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária da UNESP, campus de Jaboticabal – SP. O experimento será realizado durante a fase de recria dos animais. Os animais serão mantidos em piquetes formados por Brachiaria brizantha cv. Marandu, durante o período das águas (2019/2020 e 2020 /2021). No experimento 1 serão utilizados como animais testers 48 tourinhos ½ sangue Aberdeen Angus x ½ sangue Nelore, com peso corporal inicial de 270 kg, para o experimento de desempenho, distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos com delineamento inteiramente ao acaso em esquema fatorial: 1 – Suplemento mineral (ad libitum); 2 – Suplemento mineral com inclusão de aditivos fitogênicos (ad libitum; dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida); 3 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC); 4 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC) com inclusão de aditivos fitogênicos (dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida). Utilizar-se-ão, juntamente com os animais de desempenho, oito tourinhos canulados no rúmen, distribuídos em delineamento quadrado latino duplo 4x4 para a avaliação dos parâmetros ruminais. As variáveis avaliadas durante a fase de recria serão: desempenho, consumo e digestibilidade de nutrientes, parâmetros ruminais, eficiência de uso de nitrogênio e emissão de metano entérico. No experimento 2 serão avaliadas as emissões dos GEE do solo utilizando a metodologia das câmaras estáticas e as perdas de N por volatilização de NH3 utilizando a metodologia de câmaras estáticas semi-abertas livres, considerando os mesmos tratamentos e delineamento do experimento de desempenho. Serão quantificadas as variáveis do solo (temperatura, umidade, amônio e nitrato) e variáveis climáticas (precipitação e temperatura) objetivando correlacionar com as emissões dos gases.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo André Fiorotti Peixoto

Engenharias

Engenharia Civil
  • durabilidade em concretos de escória de aciaria
  • O consumo de recursos naturais pelo setor industrial da construção civil é reconhecido por sua magnitude. A grande geração de rejeitos industriais é uma realidade, principalmente rejeitos siderúrgicos, dada redução da qualidade da matéria prima, função do exaurimento das jazidas. Conciliar geradores de rejeitos e grande consumidores de materiais primas naturais parece ser uma alternativa razoável, no entanto, particularidades da cadeia produtiva na construção civil representam impeditivos que precisam de definições precisas em relação ao comportamento de novos materiais na presença de cimento Portland. Nesse sentido, resultados alcançados por nosso grupo de pesquisas RECICLOS CNPq desde 2005, buscam consolidar o uso de rejeitos para produção de matrizes cimentícias. Propriedades físicas e químicas, desempenho mecânico de concretos simples e armados e características ambientais foram estudadas e apresentaram-se adequados à produção de concretos sustentáveis, apenas com rejeitos de siderurgia. A proposta apresentada nesse projeto, dá início a uma nova etapa de estudos para produção de concretos com agregados de escória de aciaria LD e elétrica. Nesta etapa, serão estudadas composições tratadas com aditivos e adições submetidas a atmosferas ricas em CO2 e cloretos. Propriedades físicas, químicas, mecânicas e microestruturais serão utilizadas como parâmetros para a determinação do desempenho dessas novas matrizes na produção de concretos sustentáveis. Dessa forma, pretende-se contribuir para o entendimento do comportamento desses agregados de escória de aciaria quando submetidos às demandas impostas pela carbonatação e ataque de cloretos, bem como mecanismos de interação quais possam descrever os fenômenos observados. Pilotos experimentais desenvolvidos em bancada em que substituíram-se agregados naturais por agregados de escória de aciaria, reagiram de forma satisfatória e similar aqueles tratamentos produzidos com agregados naturais. Um aprofundamento na descrição dos mecanismos envolvidos nesse fenômeno, bem como melhor caracterização deste comportamento limitariam as restrições para uso destes agregados de escória e sua utilização na construção civil
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andres Ramirez Uscategui

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • avaliação da perfusão renal, hepática e intestinal em cães com sepse, por meio da ultrassonografia contrastada
  • A sepse é uma síndrome clínica que ocasiona alta morbimortalidade em humanos e animais, principalmente devido ao desenvolvimento de síndrome de disfunção multiorgânica (MODS), complicação decorrente de mal perfusão tecidual. Lamentavelmente, até hoje as técnicas utilizadas para o diagnóstico precoce destas alterações são invasivas, pouco acuradas ou de alto risco para o paciente. Por esse motivo, considera-se relevante o estudo de métodos não invasivos que permitam quantificar a perfusão tecidual e identificar de forma precoce as mudanças que acontecem nestes parâmetros em pacientes com sepse. Com este escopo, propõe-se realizar um ensaio clínico prospectivo em 20 cães com sepse de origem espontânea, com o intuito de avaliar por meio da técnica de ultrassonografia contrastada (CEUS) a perfusão renal, hepática e intestinal ao momento do diagnóstico, durante e depois do tratamento guiado por objetivos, correlacionando os resultados destas avaliações com o desenvolvimento de MODS, lesão renal, hepática ou intestinal, gravidade do quadro clínico, mortalidade e com os parâmetros fisiológicos e laboratoriais rotineiramente utilizados para a monitoração clínica destes pacientes. Após o diagnóstico e classificação clínica, serão determinados: temperatura retal, pressão arterial sistólica, frequência cardíaca e respiratória, nível de consciência através da escala do coma de Glasgow, urinálise, análise hematológica celular e bioquímica da concentração sérica de creatinina, ureia, proteína, albumina, alanina aminotransferase, fosfatase alcalina, bilirrubina total, razão proteína creatinina urinária (UPC) e hemogasometría arterial; variáveis morfológicas renais, hepáticas e intestinais avaliadas pela ultrassonografia modo-B; índices vasculares pelo modo Doppler espectral; e os parâmetros de perfusão pela avaliação CEUS. Todas as variáveis estudadas serão comparadas estatisticamente entre os momentos de avaliação, segundo a evolução clínica, com os resultados obtidos em pacientes saudáveis e correlacionadas entre si
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Antonio Francisco Machado

Engenharias

Engenharia Química
  • síntese de polímeros derivados de cerâmicas (pdc) a partir de estruturas híbridas (organic-inorganic polymers) - aplicação como suporte para catalisadores
  • Polímeros híbridos orgânico-inorgânicos são obtidos a partir da copolimerização de monômeros orgânicos com precursores inorgânicos, cujo produto final apresenta características únicas, de acordo com o precursor empregado. No Brasil, a síntese de precursores cerâmicos vem se desenvolvendo ao longo dos anos sendo que colaborações e parcerias entre instituições brasileiras e estrangeiras tem demonstrado um grande valor para a formação de novos pesquisadores atuantes na área. Colaborações entre a Universidade Federal de Santa Catarina e a Universidade de Bayreuth, localizada na cidade de Bayreuth – Alemanha – permitiram a produção de trabalhos na área de polímeros híbridos para aplicações como recobrimento protetivo (coatings) e polímeros pré ceramicos, bem como a formação de doutores que hoje atuam nessas áreas de pesquisa. A área de polímeros pré ceramicos (polymer derived ceramics) é, atualmente, uma das mais estudadas pois apresenta um leque de aplicações bastante vasto. A Universidade de Limoges/CNRS, localizada na cidade de Limoges– França, sedia o Institut Européen des Ceramiques, coordenado pelo Prof. Dr. Samuel Bernard, onde polímeros pré cerâmicos são utilizados para o desenvolvimento diversos materiais com estrutura hierárquica de porosidade controlada. Alguns dos objetivos principais do instituto francês concentram-se na obtenção de um sistemas de membranas para produção de hidrogênio e energia, sistemas para geração de energia, purificação e separação de gás e armazenamento de energia. Este projeto visa a obtenção angariar recursos para darmos prosseguimento as nossas atividades de pesquisa e desenvolvimento com as instituições citadas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Araújo Rios

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • processamento e análise de sinais coletados do córtex visual cerebral
  • Sistemas de rastreamento ocular são amplamente utilizados em Neurociência para estudar sinais neurais transmitidos no córtex visual cerebral. Em geral, esses estudos são realizados em um ambiente experimental onde uma pessoa ou um animal é posicionado em frente a uma tela que apresenta estímulos visuais. Câmeras são posicionadas para medir a resposta a tais estímulos pelo monitoramento do movimento dos olhos. Essa medição fornece importantes informações que permitem compreender detalhes sobre atenção visual e, consequentemente, auxiliar no diagnóstico de doenças como, por exemplo, a degeneração macular e Parkinson. Neste trabalho, propõe-se aplicar técnicas de Processamento de Sinais e Aprendizado de Máquina para auxiliar nessa medição em diferentes etapas. Inicialmente, na etapa de calibração dos experimentos, espera-se desenvolver uma técnica que reduza a dependência para um operador externo que valide os movimentos oculares. Após essa etapa, espera-se desenvolver um novo algoritmo de agrupamento de dados que seja capaz de identificar diferentes fixações do movimento dos olhos, a fim de identificar com precisão quando os olhos realiza movimentos de sacada, variando entre diferentes pontos fixos. Por fim, técnicas de classificação utilizando Redes Neurais Artificiais poderão ser utilizadas para classificação de sinais transmitidos no córtex visual cerebral durante a observação livre de cenas visuais em condições naturais. Como consequência, espera-se que estes resultados possam contribuir para uma melhor compreensão dos mecanismos visão.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Arlen Buriti da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo da alta atmosfera neutra sobre o estado da paraíba.
  • O projeto tem como objetivo estudar a alta atmosfera (80-100km e 250 km) a partir de dados observados pelos equipamento sob a responsabilidade do Observatório de Luminescência Atmosférica da Paraíba (OLAP) que está localizado na cidade de São João do Cariri, PB, numa área denominada de Estação Experimental e que é administrada pela Universidade Federal da Paraíba. Na realidade, basicamente, devemos dar continuidade ao trabalho que tem sido feito desde 1997 quando instalamos um trailer com um fotômetro para medir a aeroluminescência (airglow) a partir de uma cooperação técnico-científica entre a UFCG e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao longo de todos esses anos, temos estudado a dinâmica da alta atmosfera neutra e ionizada a partir de vários equipamentos que foram instalados no OLAP e em seus anexos localizados em outras cidades (Monteiro e Cajazeiras, PB, Petrolina, PE e Caicó, RN). A dedicação do Grupo Aerolume da UFCG contribuiu para que o OLAP sempre estivesse em operação, ou seja, sempre produzindo dados para realização de muita pesquisa na área de Aeronomia, focando o estudo de ondas de gravidades, marés atmosféricas, ondas planetárias, pororocas, bolhas de plasma, etc. Tudo isso levando a um significativo número de trabalhos publicados em periódicos e formação de mão de obra. Entretanto, devemos ressaltar que tudo isso não seria possível se não fosse o apoio do INPE e do CNPq.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Artur Sanguinetti Ferreira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • estudo de tensões residuais baseado em deslocamento pontos coordenados medidos a partir de imagens digitais: método dpcid
  • Estudo de Tensões Residuais Baseado em Deslocamento Pontos Coordenados Medidos a Partir de Imagens Digitais: Método DPCID Resumo As tensões residuais (TR) têm sido determinadas em juntas soldadas por diferentes metodologias. Dentre as mais importantes estão a difração de R-X, a difração de nêutrons, método ultrassônico (ondas ultrassônicas), métodos magnéticos (efeito Barkhausen), pelo método do furo cego (ASTM-E-837), além dos métodos analíticos (computacionais). Recentemente, as tensões residuais de uma junta soldada do aço naval ASTM AH-36 foram medidas simultaneamente por dois métodos: um já consagrado (difração de raios-X) e um outro, já desenvolvido, o DPC - Deslocamento de Pontos Coordenados. Os resultados entre estes dois métodos mostraram-se coerentes, tendo o método DPC uma incerteza menor que a difração R-X. Baseado na experiência adquirida, estamos desenvolvendo uma nova variante do método DPC. Neste novo método de medição, agora denominado (DPCID), serão usadas imagens digitais para referenciamento (em x e y) e para medição da extensão dos deslocamentos dos pontos após tratamentos térmicos para alívio de tensões. Após as medições dos deslocamentos, as tensões residuais serão calculadas considerando-se o estado plano de tensões e os resultados serão ratificados por difração de raios-X (DR-X). Neste novo estudo, o referenciamento e o deslocamento pontos coordenados (x e y) serão obtidos a partir de imagens digitais, obtidos por uma câmera digital de alta resolução; onde as medições terão como unidade dimensional o pixel. Desta forma será dada a portabilidade necessária ao método, objetivando-se sua implementação nas indústrias naval e metal-mecânica do país. Palavras Chave: Tensões Residuais, Método DPCID, Tratamento para Alívio de Tensões
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Barbosa da Silva

Ciências Humanas

Geografia
  • mobilidade cotidiana, segregação espacial e periferia urbana: tempo de deslocamentos nas últimas três décadas na metrópole de são paulo
  • A mobilidade cotidiana das pessoas nas grandes metrópoles brasileiras é atualmente um dos principais problemas urbanos. Isso porque já se tornou algo comum as pessoas perderem tempo em seus deslocamentos em imensos congestionamentos, submetidas às péssimas condições dos transportes coletivos. Esse contexto mais recente é marcado pela ampliação da frota de automóveis e motocicletas articulada a uma nova escala da expansão periférica metropolitana. Esta dinâmica é induzida pelo processo de segregação espacial, que impõe uma divisão de classes sociais no espaço, produzindo condições diferenciadas de acessibilidade aos lugares e, consequentemente, desigualdades socioespaciais. Na metrópole de São Paulo, esse processo se expressa espacialmente pelas melhores localizações das oportunidades de emprego e infraestruturas urbanas em relação ao tempo de deslocamentos destinadas às pessoas de classe de renda média e alta e, contrariamente, localizações mais distantes dos empregos e parte importante das infraestruturas urbanas em relação ao tempo de seus deslocamentos voltado às pessoas de renda mais baixa. Este projeto de pesquisa pretende analisar o tempo de deslocamento nas últimas três décadas das pessoas de baixa renda, moradoras das periferias urbanas da metrópole de São Paulo. Para tanto, este projeto de pesquisa baseia-se em uma metodologia triangular que visa integrar os enfoques quantitativos, qualitativos e usos de aplicativos para smartphones. No aspecto quantitativo, visa-se enfocar a Pesquisa Origem-Destino do Metrô de São Paulo nos anos de 1997, 2007 e 2017, para análise dos tempos de deslocamentos das pessoas, relacionando a produção das viagens na periferia de São Paulo à divisão modal dos transportes motorizados (coletivos e individuais) e não-motorizados (a pé e bicicleta) e os motivos (trabalho, educação, compras, lazer, saúde). Já para a pesquisa qualitativa, pretende-se realizar oficinas de cartografia da ação social voltadas para a compreensão das experiências urbanas sobre as percepções dos moradores das periferias urbanas em relação a seus tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana na metrópole de São Paulo. Por último, estes moradores serão convidados a instalarem um aplicativo em seus smartphones, que possui a função de GPS, durante o período de uma semana, como forma de analisar os seus deslocamentos diários, sejam eles transportes motorizados, a pé ou de bicicleta, definindo os tempos de deslocamentos e as distâncias percorridas. Os resultados esperados pretendem demonstrar como os tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana ao longo das últimas três décadas é um condicionante e condicionado dos processos de segregação espacial nas periferias urbanas que podem apresentar dificuldades de acessibilidade aos lugares e suas oportunidades, gerando desigualdades entre aqueles que perdem mais ou menos tempo em seus deslocamentos. Este projeto de pesquisa poderá contribuir com uma metodologia ainda pouco desenvolvida no Brasil a partir da triangulação entre os dados estatísticos, experiência urbana dos tempos de deslocamentos e a apreensão mais objetiva desses deslocamentos com o uso dos aplicativos de smartphones, ajudando a compreender o comportamento espacial das pessoas com base nos posicionamentos ativos em seus deslocamentos cotidianos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022