Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Paola Berenstein Jacques

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • cronologia do pensamento urbanístico: plataforma on-line e rede colaborativa
  • A proposta pretende dar continuidade à pesquisa em curso a partir de dois eixos: alimentação do banco de dados, manutenção e divulgação da plataforma on-line ; consolidação da rede de colaboração interinstitucional transnacional das oito equipes da pesquisa, com a realização de oficinas, seminários e publicações coletivas. A plataforma on-line, criada em 2003, e apoiada pelo CNPq desde então, tem como objetivo divulgar e articular resultados de pesquisas sobre urbanismo, visando contribuir para uma construção teórica-metodológica mais complexa da história do urbanismo. A proposta repousa na hipótese que, mesmo após mais de cinco décadas de crítica às formas funcionalistas de intervir nas cidades, ainda é necessária uma desconstrução de epistemologias hegemônicas, com objetivo de dotar as práticas urbanísticas de maior reflexividade quanto aos seus próprios gestos. A plataforma se converteu em importante fonte de informações sobre urbanismo no país e no exterior, sendo utilizada por professores, estudantes, técnicos e público em geral. Só neste ano recebemos mais de 170 mil acessos de 144 países e 2495 cidades. Nossa rede de colaboração hoje possui oito equipes distintas, sediadas em diferentes universidades públicas, configurando novos saltos teóricos, escalas de ação e desafios. Os diferentes trabalhos nesta nova configuração já resultaram na coleção de livros Nebulosas do Pensamento Urbanístico (3 tomos). Com o apoio do CNPq, divulgaremos os resultados dos nossos trabalhos em anais, a partir de três seminários de enfrentamento colaborativo dos problemas de pesquisa, objetos teóricos, procedimentos de tratamento com fontes, dados, periodizações e hipóteses, com participação dos pesquisadores nacionais e de observadores internacionais. Os recursos solicitados visam a atualização e manutenção da plataforma on-line, o fomento à colaboração entre os grupos e a divulgação dos resultados das investigações e dos debates teóricos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paola Cristina Resende Silva

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento de ferramentas biotecnológicas para identificação, monitoramento e caracterização de variantes do sars-cov-2 na região sul-americana.
  • O surgimento e a rápida disseminação do vírus SARS-CoV-2 levaram a Organização Mundial da Saúde (OMS) a categorizar a doença causada por este agente (COVID-19) como uma pandemia em 11 de março de 2020 (OMS, 2020). O surgimento deste novo coronavírus humano destaca a ameaça à saúde humana representada pelos vírus zoonóticos emergentes, para os quais inicialmente não havia tratamentos antivirais ou vacinas eficazes. Na região da América do Sul, foram detectadas todas as variantes de preocupação (VOC), algumas delas, como alfa, gama e delta, já circulando em vários países. Da mesma forma, tem sido relatado o surgimento de novas variantes, entre elas as variantes de interesse (VOI) mu e lambda e o VOC gama. Isso, somado à desigualdade existente, tanto em termos do tipo de vacinas administradas como do escopo da vacinação nos diferentes países, representa um terreno fértil para o surgimento de novas variantes ou a evolução das já relatadas para variantes com maior capacidade de evasão. a resposta imune gerada por vacinas. Nesse contexto, o desenvolvimento de estratégias de detecção molecular e de sequenciamento que permitam a vigilância genômica ativa terá papel fundamental no controle da pandemia. Nesse sentido, o presente projeto levanta a necessidade de desenvolver por meio da utilização de ferramentas moleculares de biotecnologia para detecção e identificação de variantes, que sejam de simples implementação e transferência, além de baixo custo. Essas ferramentas serão compartilhadas pelos grupos dos três países parceiros, a fim de formar um grupo de trabalho regional que fornecerá informações sobre a dinâmica da pandemia na região. Do mesmo modo, a avaliação de novas variantes do ponto de vista da sua capacidade de transmissão, bem como a possível evasão da resposta imunitária gerada pelas vacinas, através da utilização de clones infecciosos que permitem a introdução por engenharia genética das mutações relevantes encontradas, também está sendo considerado.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 13/12/2021-30/06/2024
Foto de perfil

Patrícia Alvarenga

Ciências Humanas

Psicologia
  • avaliação de intervenções online para promover a parentalidade e o desenvolvimento infantil
  • Programas de orientação a pais visam favorecer práticas parentais sensíveis e assertivas, que promovem o desenvolvimento socioemocional pleno desde os primeiros anos de vida da criança. A disseminação das tecnologias digitais vem mostrando a necessidade de programas online de orientação a pais, que podem transpor obstáculos como a distância física e a falta de tempo, fatores que geralmente comprometem a retenção de participantes em programas presenciais. O objetivo geral deste projeto é avaliar os efeitos de duas intervenções online para promover o bem-estar parental, as práticas parentais e o desenvolvimento infantil em famílias sociovulneráveis com crianças de 0 a 12 meses (Programa de Responsividade Materna – PRM) e de 3 a 6 anos de idade (Programa de Bem-estar Subjetivo e Práticas Parentais – BESPP). As duas intervenções adotam a abordagem bigeracional, visando promover não somente o desenvolvimento das crianças, mas também o bem-estar dos pais, e estão inspiradas na abordagem do Mapeamento de Intervenções. O objetivo geral será atingido pela realização de dois estudos de delineamento quasi-experimental, cada um com três grupos de comparação: intervenção autoadministrada (participantes interagem com conteúdo online somente); intervenção mista (participantes interagem com conteúdo online e com psicólogo em chamadas de áudio ou vídeo); e lista de espera. Cada um dos grupos será composto por 20 mães e/ou pais com escolaridade máxima de ensino médio e que possuam acesso à internet e a um dispositivo digital (computador com câmera, tablet ou smartphone). No pré e no pós-teste, os pais serão avaliados quanto à própria saúde mental e bem-estar subjetivo, práticas parentais, desenvolvimento dos filhos, engajamento nas atividades online e satisfação dos usuários. As duas intervenções serão implementadas pelo site www.parapais.ips.ufba.br. Resultados do pré-teste e do pós-teste dos três grupos serão comparados com a utilização de modelos mistos de análise de variância.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Alves Ramiro

Ciências Humanas

Sociologia
  • reconfigurações do espaço social do brejo paraibano no século xxi
  • “Reconfigurações do espaço social do brejo paraibano no século XXI” é um projeto de pesquisas ambicioso, com parcerias institucionais em âmbito nacional e internacional, visando compreender as estratégias adotadas no Brejo paraibano por ex-trabalhadores da Usina Santa Maria e por proprietários de engenhos que viviam da comercialização da cana-de-açúcar para essa agroindústria até sua falência no início da década de 1990. Tal falência desencadeia recomposições sociais de forte amplitude com alterações dos modos de viver e pensar de agentes os mais diversos. De um lado, vemos terras que eram da usina serem desapropriadas para fins de reforma agrária, dando origem a dez assentamentos rurais localizados nos municípios de Areia, Pilões e Serraria, por outro, temos senhores de engenho e seus herdeiros buscando estratégias de reconversão para manutenção ou melhoria de sua posição social. Uma das possibilidades para estes reside na reconversão através da produção e valorização simbólica da cachaça e do turismo, práticas que necessitam capitais muito específicos, em especial culturais, que serão objetos de investigação deste projeto. Quanto aos ex-trabalhadores da usina, foram as transformações no mundo dos de cima, em particular de seu pólo mais forte, que viabilizaram mudanças no mundo social dos de baixo, via trajetórias ascendentes como assentados de reforma agrária. Todavia, a nova posição de assentados exige deles novos investimentos cognitivos e práticos para eficácia desta reconversão. Será utilizado tanto o método etnográfico visando conhecer as trajetórias das famílias e suas formas de apropriação e circulação no espaço social na região, quanto a análise quantitativa de dados e a análise de documentos do setor administrativo da usina que estão sob a guarda da UFPB e resultarão no primeiro acervo documental com aproximadamente 10.661 documentos sobre o passado da agroindústria açucareira na Paraíba junto ao arquivo central da universidade ao final do projeto.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patricia Coelho de Souza Leão

Ciências Agrárias

Agronomia
  • tecnologias para aumentar a produtividade e a qualidade de frutos de novas cultivares de uvas de mesa no semiárido brasileiro
  • A uva de mesa representa uma das mais importantes cadeias produtivas da fruticultura irrigada, destacando-se o Submédio do Vale do São Francisco como a principal região produtora e exportadora de uvas de mesa do Brasil. Nos últimos anos observou-se ampliação da utilização de cultivares procedentes de programas de melhoramento públicos e privados, destacando-se as cultivares de uvas desenvolvidas pela Embrapa. As uvas sem sementes apresentam uma série de características atraentes mas também alguns problemas, tais como suscetibilidade a doenças, podridões dos frutos e rachadura de bagas. O cultivo protegido com cobertura plástica, associado à utilização de porta enxertos adequados para cada cultivar reduzem os prejuízos causados pela chuva, especialmente na fase de maturação e colheita incrementando a produtividade e promovendo a colheita de uvas de elevada qualidade, sadias e livres de resíduos químicos. Diante do exposto, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo recomendar práticas de cultivo protegido e porta enxertos para novas cultivares de uvas sem sementes que assegurem produtividades elevadas e estáveis e qualidade competitiva dos frutos em dois ciclos de produção por ano. O projeto é composto por duas ações de pesquisa, a primeira propõe o estudo do cultivo protegido com cobertura plástica, enquanto na segunda serão avaliados oito porta enxertos (IAC 313, IAC 572, IAC 766, Paulsen 1103, SO4, Teleki 5C, 101-14 MgT e Ramsey). As cultivares utilizadas em ambas ações de pesquisa serão BRS Melodia, BRS Tainá e seleção 53 (ainda não lançada como cultivar comercial). Todos os experimentos serão realizados em áreas comerciais de parceiros privados o que facilita o processo de transferência e adoção das tecnologias. Este projeto conta ainda com as parcerias das Universidade de Pernambuco e Universidade Federal Rural de Pernambuco contribuindo para a formação de estudantes de graduação e pós graduação.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia da Silva Nunes

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • ix mostra científica, cultural e tecnológica do ifsp - campus presidente epitácio.
  • Este projeto tem como objetivo precípuo contribuir para o desenvolvimento científico, cultural, tecnológico e de inovação dos municípios de Presidente Epitácio-SP. Em outras palavras, este projeto visa atingir as camadas mais vulneráveis da sociedade por meio da popularização da ciência, identificar jovens talentos e incentivá-los a seguir carreira técnico-científica e docente. Estimular-se-á à participação de alunos da educação básica, enfatizando a importância deles para o avanço da área científica. Deste modo, destaca-se que a indissociabilidade entre ciência/sociedade torna-se fundamental para a transmissão do conhecimento, ou seja, além de produzir conhecimento científico, este projeto busca divulgar a ciência para a sociedade de um modo amplo, estreitando- se os laços, aproximando as escolas, instituições de ensino superior e pesquisa e a comunidade. Em linhas gerais, as atividades serão: mostra de projetos, mostra cultural, apresentação oral e de pôsteres, competições científicas e esportivas. Neste sentido, a IX Mostra Científica, Cultural do IFSP Campus Presidente Epitácio representa um evento de importância primordial para a formação plena dos discentes de todos os níveis de ensino, pois cria-se a possibilidade de interação entre alunos, professores, profissionais da área e da sociedade, propiciando o acesso à ciência e à cultura.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 15/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Patricia de Moraes Mello Boccolini

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • o papel das mídias sociais, programa bolsa-família e atenção primária em saúde na cobertura vacinal de crianças menores de cinco anos no brasil
  • Introdução: A vacinação pode ser considerada a intervenção de menor custo benefício para a saúde infantil, mas disparidades na cobertura vacinal (CV) ainda excluem cerca de 20 milhões de crianças que ainda não tem acesso aos serviços de imunização de rotina. Os programas de imunização contribuem significativamente para reduzir o adoecimento e morte por doenças imunopreveníveis entre crianças menores de cinco anos, e determinantes socioeconômicos, como a melhoria no desenvolvimento social, aumento do acesso à educação e saneamento básico e investimentos na implementação de intervenções em saúde, também contribuem para a redução da carga global de doenças nessa população. Apesar de amplo amparo científico quanto sua eficácia, as vacinas têm sido alvo frequente de críticas e dúvidas infundadas sobre sua eficiência e segurança. O intitulado “movimento antivacina” têm contribuído nesse sentido ao distorcer e divulgar dados, sem base científica, e popularizar notícias falsas. O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa condicional de transferência direta de renda que atende famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza e suas condicionalidades incluem o acompanhamento da vacinação de crianças menores de 7 anos no âmbito da atenção primária em saúde (APS), e estudos demonstram que este aspecto aumenta a cobertura vacinal e contribui para a diminuição da mortalidade infantil. Objetivo: Diante disso, o projeto inova ao propor como objetivo compreender e analisar os determinantes da cobertura vacinal no território brasileiro utilizando um modelo teórico-conceitual para avaliar sua associação com fatores socioeconômicos, gastos públicos em saúde, cobertura da APS e do PBF, além da influência dos padrões de disseminação de conteúdos sobre imunização nas mídias sociais. Metodologia: Serão empregadas ferramentas de extração, transformação e carregamento de dados para integração das diferentes bases de dados e sistemas de informação utilizados no projeto a fim de gerar uma única base de dados que ficará armazenada na PCDaS. Serão criados mapas de vacinação dos municípios brasileiros, estratificado por tipo de imunizantes (1994-2019) além de um mapeamento da estrutura da APS, utilizando o CNES avaliando informações sobre infraestrutura de equipamentos, profissionais de saúde e serviços nos municípios brasileiros. Também serão gerados mapas de evolução da cobertura do PBF e do cumprimento da condicionalidade de vacinação. Será utilizada técnica de ciência de dados e inteligência artificial, por meio de algoritmos de Natural Language Processing (NLP), para busca massiva e automatizada de menções (postagens, notícias, comentários etc.) sobre o tema vacinação em mídias digitais e mídias sociais para análise de temas dominantes e influenciadores. Análises de correlação entre os dados sobre APS e PBF, entre os dados das mídias sociais e CV e entre os dados de APS, PBF e CV serão realizados concomitante as análises de estimação de modelo Poisson multinível considerando simultaneamente condições socioeconômicas, APS, PBF e dados sobre influência das mídias sociais (todas variáveis de exposição) e tendo como desfecho a CV. Também será produzido um estudo de caso nos cinco municípios brasileiros com maior e menor CV a fim de identificar padrões de morbimortalidade por doenças imunopreveníveis. Os dados sobre CV estão disponíveis no DATASUS-TABNET, os dados de cobertura do PBF e acompanhamento da condicionalidade relacionada a vacinação nos municípios brasileiros está disponível para consulta no Ministério do Desenvolvimento Social. Dados sobre cobertura da atenção básica nos municípios brasileiros estão disponíveis no Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB) e serão extraídos pela PCDaS. Os dados sobre infraestrutura das APS estão disponíveis no BASIS que agrega os dados do CNES, do SINASC e do SIM. Os indicadores sociodemográficos estão disponíveis no IBGE Cidades e serão agregadas à base de dados. Informações sobre recursos financeiros, como gasto público com saúde per capita e investimento destinado à vacinação, estão disponíveis no SIOP. Os dados sobre disseminação de conteúdos sobre vacina nas mídias sociais serão obtidos pelo sistema Stilingue. Os dados sobre morbimortalidade por doenças imunopreveníveis em crianças estão disponíveis no SIH, no SINAN e no SIM. Resultados esperados: Ao final do projeto espera-se fornecer uma base de dados única com informações sobre mídias sociais, cobertura e acompanhamento das condicionalidades do PBF, taxas de morbimortalidade relacionadas aos imunopreveníveis, e cobertura vacinal. A unidade de análise serão os municípios, e todo o processo de extração, carregamento e transformação será disponibilizado para consulta. Ferramentas de visualização e painéis interativos serão elaboradas, permitindo análises conjuntas das diferentes dimensões abordadas neste projeto. No decorrer do projeto uma equipe se dedicará a produção de jogos virtuais em saúde com o tema de vacinação, tendo por base as análises das mídias sociais. Espera-se que sejam elucidados os possíveis motivos relacionados a queda da cobertura vacinal nos municípios brasileiros, trazendo elementos para fomentar ações gerenciais mais efetivas em nível local, de modo a assegurar a cobertura vacinal de 95%, preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
  • Fundação Octacílio Gualberto - RJ - Brasil
  • 04/02/2021-31/08/2022
Foto de perfil

Patrícia Emília Naves Givisiez

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • morfofisiologia intestinal, microbiota e metaboloma cecal em frangos de corte suplementados in ovo com aminoácidos funcionais e submetidos a jejum alimentar pós-eclosão
  • A mucosa intestinal deve desenvolver-se logo após a eclosão do pintainho e é essencial para sobrevivência inicial e crescimento apropriado. O acesso tardio à alimentação pode prejudicar o desenvolvimento morfofuncional e da resposta imune da mucosa intestinal e o estabelecimento da microbiota comensal, afetando a digestão, assimilação e metabolismo dos nutrientes. A utilização precoce de nutrientes que tenham envolvimento com a melhoria da saúde intestinal pode ser uma alternativa viável na melhoria da resposta de pintainhos na fase pós-eclosão. Nossa hipótese é que o fornecimento de treonina e glutamina durante o desenvolvimento embrionário de frangos atuará sobre a morfologia intestinal, a expressão de genes de transporte de aminoácidos neutros e resposta imune intestinal, a microbiota cecal e o metaboloma cecal e sérico no período pós-eclosão, garantindo vantagens ao longo de todo ciclo produtivo. A treonina e a glutamina são aminoácidos sabidamente importantes para os processos crescimento e reparo da mucosa intestinal, além de atuarem na melhoria da resposta imune do intestino, influenciando diretamente a microbiota residente. Ovos férteis serão distribuídos em quatro tratamentos correspondentes à aplicação de soluções in ovo (salina estéril; L-treonina 3,5%; L-glutamina 3,5%; e L-treonina + L-glutamina 3,5%). À eclosão, as aves serão distribuídas em DIC, em esquema fatorial 4 x 2 (quatro soluções in ovo e dois tempos de acesso a alimentação pós-eclosão - acesso imediato ou jejum alimentar de 36 horas), totalizando oito tratamentos experimentais. Amostras de sangue e de diferentes segmentos intestinais serão coletadas no dia da eclosão e aos 7, 14, 21 e 42 dias, para estudo da morfometria, transportadores de aminoácidos e resposta imune intestinal, metagenoma cecal 16S e metaboloma cecal e sérico, contagem de células sanguíneas e bioquímica sérica. Ovos férteis serão incubados nas IES colaboradoras para capacitação de pessoal na técnica de nutrição in ovo.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Ferreira Ponciano Ferraz

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • inteligência artificial e inovações tecnológicas na bovinocultura
  • A avaliação do crescimento de bovinos é crucial para ajustes no manejo. Medições manuais são trabalhosas e estressantes. Outro problema da bovinocultura é a emissão de gases, provenientes de dejetos. O objetivo é desenvolver um software para predição da massa corporal (MC) de bovinos a pasto a partir de imagens obtidas de câmera de profundidade de baixo custo e fazer a mensuração de CH4 no galpão. Em ambos os casos SERÃO ACOPLADAS A DRONES. Técnica inédita que contribuirá na obtenção de dados de forma precisa, atendendo a demanda dos produtores e da comunidade acadêmica. O experimento será realizado em galpão e a pasto. O sensor para mensuração de CH4 será desenvolvido pela equipe italiana. Mas as metodologias para acoplamento ao drone, coleta de dados e testes serão realizados no Brasil no interior/entorno de instalações em pontos georreferenciados e em diferentes alturas formando uma malha de pontos. No interior dos galpões nos mesmos pontos que se coletar os CH4, se coletará as variáveis ambientais. O conjunto de dados para estimativa da MC consistirá em imagens RGB e imagens de profundidade. Serão consideradas 2 vertentes da Inteligência Artificial: métodos de “deep learning” e métodos que geram modelos explicáveis. O modelo será capaz de classificar novas imagens de drones e oferecer uma explicação por meio de regras e valores linguísticos. Os resultados obtidos a partir da mensuração do gás em instalações de bovinos poderão gerar conhecimento para propiciar o desenvolvimento de estratégias de redução da emissão de CH4, o que será benéfico para a sociedade, além de atender as demandas ambientais dos mercados nacional/internacional. O software para estimativa da MC dos bovinos utilizando drones e câmeras de profundidade apresenta grande potencial de otimizar e aumentar a acurácia das medições, além de preencher uma lacuna ainda existente na literatura e no mercado. Os resultados serão relevantes para a comunidade acadêmica, a cadeia produtiva.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Goulart Tondineli

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • enciclopédia interativa dos povos indígenas de rondônia
  • Como se sabe, há cerca de 4.000 a 5.000 culturas indígenas, cuja diversidade cultural e linguística desmente uma experiência compartilhada de colonialismo histórico e contínuo. Um fato que comprova o contínuo efeito da expropriação de territórios, línguas, culturas e conhecimentos originários é a ausência, ou a pouca presença, de um “local” em que se possa acessar informações (especialmente no estado de Rondônia, cuja região possui 37 etnias) sobre e dos povos originários. Fundamentando-nos na realidade contemporânea dos povos indígenas e em suas aspirações de reconhecimento, autogoverno, soberania e sustentabilidade, em consonância ao que trazem Burns et al. (2009), focamos na Organização do Conhecimento Indígena (Indigenous Knowledge Organization – IKO). Essa proposta surge como uma das ações urgentes e necessárias na e para a descrição de processos e sistemas para consolidar uma enciclopédia indígena que contemple materiais nos mais diversos formatos. Tal recurso, além de ser importante para fins educacionais e informativos, também o é para fins de pesquisa, de genealogia e de revitalização de línguas, tradições e histórias dos povos originários. Assim sendo, este projeto visa à implantação de uma “Enciclopédia interativa dos povos indígenas de Rondônia”, com o fim de contemplar, em um mesmo espaço, descrições linguístico-culturais e a organização de materiais sobre e dos povos indígenas da região. Partimos, portanto, do pressuposto de que a Enciclopédia, pela sua virtualidade, pode servir de apoio à revitalização das culturas e das línguas indígenas, além de servir como fonte de conhecimento e blocos de construção de comunicação multi e interdisciplinar. Para a efetivação da proposta, valer-nos-emos de preceitos da biblioteconomia, mais especificamente da IKO, além da proposta metodológica Kaupapa maori (SMITH, 2018), que valida e legitima os povos originários, assim como o seu universo linguístico-cultural.
  • Universidade Federal de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Izar

Ciências Humanas

Psicologia
  • plasticidade fenotípica de macacos-prego (gênero sapajus) fase 2: investigação sobre efeitos de antropização do ambiente
  • No último século, a ação antrópica tem transformado aceleradamente os habitats naturais. Uma hipótese corrente é que a resiliência diferencial de espécies animais à alteração do habitat é função de sua plasticidade, que permitiria rápido ajuste ao ambiente em modificação. A questão fundamental de pesquisa é entender se de fato mudança ambiental rápida promove plasticidade e diversidade fenotípica, ou limita plasticidade e diminui diversidade, mesmo em espécies resilientes, em função dos custos da plasticidade e/ou de maior previsibilidade/menor diversidade ambiental. O objetivo deste projeto é investigar a relação entre plasticidade comportamental, adaptabilidade e resiliência de primatas a ambientes em rápida modificação, tendo como modelo o gênero de primata neotropical Sapajus, conhecido como macaco-prego. Serão investigadas três populações de três espécies em áreas sob diferentes graus de antropização para avaliar se há variação em plasticidade associada à antropização do ambiente. Nossa medida de plasticidade é a mudança na relação entre variância intrapopulacional e entre populações ao longo do desenvolvimento. Se alteração antrópica do ambiente afeta a plasticidade, esperamos encontrar alterações na velocidade em que a relação entre variância intra e entre populações se altera ao longo do desenvolvimento dos indivíduos. Se a alteração ambiental rápida limita plasticidade, esperamos uma diminuição mais acelerada da variância intrapopulacional ao longo do desenvolvimento em populações de habitats mais antropizados. Caracterizaremos o habitat nas áreas de estudo por sensoriamento remoto e sistemas de informações geográficas; as comunidades humanas quanto a valores culturais, critérios socioeconômicos, percepção e práticas a respeito da fauna silvestre por meio de instrumentos; o desenvolvimento de temperamento, relações sociais e comportamento manipulativo e postural por meio de filmagens focais semanais dos indivíduos nascidos em cada população de 0 a 36 meses.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Krieger Grossi

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • mulheres quilombolas, determinantes sociais em saúde e interseccionalidades
  • Os determinantes de saúde estão associados às condições de vida e de trabalho dos indivíduos. Urge necessidade de estudar esses determinantes sociais de saúde, especialmente em tempos de pandemia e o recrudescimento na garantia de direitos de segmentos socialmente vulneráveis como os povos quilombolas. Para tanto, analisar os fatores econômicos, sociais, étnico-raciais e de gênero que influenciam diretamente na ocorrência de agravos nas condições de saúde das mulheres quilombolas e suas famílias torna-se um imperativo. Trata-se de um estudo, de natureza interdisciplinar, de enfoque misto. Entre os objetivos da pesquisa estão: Analisar as repercussões da pandemia nos determinantes sociais na saúde das mulheres quilombolas; Mapear a rede de serviços de saúde e socioassistenciais existentes nos territórios quilombolas; Identificar as dificuldades e facilidades no acesso aos beneficios socioassistenciais e aos serviços de saúde no contexto da pandemia; Realizar um levantamento e análise das legislações voltadas para a saúde da população quilombola; Analisar os planos de contingenciamento dos municipios do Estado do Rio Grande do Sul e como contemplam as comunidades quilombolas. Serão realizadas entrevistas e grupos focais com lideranças femininas quilombolas, além de revisão integrativa sobre o tema. Os dados serão submetidos à análise de conteúdo de Bardin. Entre os produtos estão um app voltado para a promoção da saúde da mulher quilombola; produtos cartográficos diversos, uma cartilha informativa seminários interinstitucionais e internacionais, oficinas com as mulheres, publicações de artigos diversos e subsídios para a qualificação das políticas públicas.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Leme de Oliveira Borba

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • terapia(s) ocupacional(is) e educação: por uma inclusão radical na america latina
  • Esta proposta de pesquisa trata-se da continuidade e ampliação dos esforços dos pesquisadores integrantes da linha de pesquisa “Terapia Ocupacional, Inclusão Radical e Escola” que, desde 2016, vem se dedicando a mapear e conhecer potenciais parceiros pesquisadores terapeutas ocupacionais – nacionais e estrangeiros – que se voltam para o setor da Educação(serviços, sujeitos, profissionais e aparatos institucionais) tanto na Educação Básica quanto no Ensino Superior, na criação de soluções técnicas para problemas cotidianos e que, infelizmente, foram agravados em decorrência da pandemia de CoVID-19. Terapeutas ocupacionais, em diferentes países da América Latina, têm o setor da Educação como um espaço relevante para a ação profissional. Todavia, pesquisas recentes têm demonstrado a necessidade de se ampliar os subsídios teóricos-metodológicos para melhor delinear essa inserção profissional na direção de uma Inclusão Radical. Ou seja, no trabalho para que todas as crianças, adolescentes e jovens, bem como as pessoas que não os acessaram em tempo, estejam presentes e se beneficiem dos processos de escolarização, propondo e efetivando uma ampliação dos públicos convencionalmente destinatários da ação dos terapeutas ocupacionais nesse âmbito. Diante disso, objetiva-se conhecer as contribuições que têm sido realizadas pelos terapeutas ocupacionais latino-americanos neste setor, por meio das seguintes estratégias metodológicas: uma revisão de mapeamento e entrevistas em profundidade com terapeutas ocupacionais a serem localizados pela própria revisão e também através das parcerias já constituídas com outros pesquisadores na região e da nossa participação na Comunidade de Prática recém criada “Terapeutas Ocupacionais en la Escuela en la Latinoamerica y el Caribe”. Ao fim, intenciona-se organizar um evento internacional e um livro bilingue para divulgação dos resultados.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patricia Luciana da Costa Lopez

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da lipidômica de exossomas como biomarcador de progressão da doença hepática gordurosa não-alcoólica: estudo experimental e clínico
  • A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) compreende um amplo espectro de patologias que variam de esteatose isolada, esteato-hepatite não alcoólica (EHNA), com ou sem fibrose, e cirrose até carcinoma hepatocelular. Os exossomas (EXO) têm chamado a atenção já que contribuem para o desenvolvimento da inflamação, fibrogênese e angiogênese, processos patobiológicos essenciais na progressão da doença. Assim os hepatócitos danificados liberam EXO, os quais carregam enzimas, microRNAs, fatores de transcrição, proteínas, lipídios e metabólitos que modulam a comunicação intercelular. Hoje em dia, um dos principais desafios do tratamento da doença é o diagnóstico precoce. Embora os primeiros estágios evolutivos da doença sejam tratáveis e reversíveis, a grande maioria dos pacientes são diagnosticados em estádios avançados quando a doença é sintomática e irreversível. Além disso, o padrão ouro de diagnóstico é a biópsia hepática, um procedimento invasivo que nem sempre é possível de ser realizado. Assim, encontrar novas ferramentas que auxiliem no diagnóstico precoce tem se tornado um desafio. Assinaturas moleculares específicas dos EXO (fisiológico vs patológico), permitem que sejam considerados candidatos promissores como biomarcadores da doença. Recentemente estudos sugerem que EXO apresentam cargas distintas de esfingolípidos, ceramidas e S1P dependendo da doença (esteatose, EHNA, cirrose descompensada). Dada a importância da função que desempenham os lipídios contidos nos EXO como sinalizadores dentro do processo da DHGNA, nós hipotetizamos que os mesmos podem ser utilizados como biomarcadores para cada estádios evolutivos da doença, incluindo o estágio mais precoce. Assim, poderiam auxiliar no diagnóstico da doença evitando sua progressão. Para isto, o presente projeto, propõe avaliar o perfil lipídico de EXO de amostras provenientes de distintos estádios da doença tanto de modelos animais como em pacientes com DHGNA.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Patricia Machado Bueno Fernandes

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • edição genômica de mamoeiro por crispr-cas9 para tolerância ao complexo do papaya meleira virus
  • O mamão está entre as dez frutas mais exportadas pelo Brasil sendo importante na balança comercial do agronegócio. Apesar do destaque, fatores limitantes, como a doença causada pelo complexo PMeV - papaya meleira virus e papaya meleira virus 2, contribuem para o baixo rendimento da cultura, podendo ocasionar a perda total da lavoura. Nosso grupo demonstrou que a infecção ocorre somente quando a planta é infectada pelos dois vírus. Os mecanismos moleculares envolvidos no desenvolvimento dos sintomas e na resposta de defesa da planta ao PMeV ainda não foram completamente esclarecidos, sendo fundamentais estudos que visam entender os pontos chaves desta interação, levando ao desenvolvimento de metodologias de melhoramento genético. O uso de cultivares resistentes tem sido apontado como o método de controle de doenças mais eficiente e econômico. Normalmente estes cultivares são obtidos por genética clássica ou transgenia. Através de processos inovativos de interesse da agroindústria, este projeto propõe o desenvolvimento de cultivar de mamoeiro cisgênico, pelo uso da tecnologia CRISPR-Cas9, resistente a infecção pelo complexo PMeV. Para alcançar este objetivo é necessário a modificação de genes identificados por transcriptômica e proteômica com possível papel na interação vírus-planta. Desta forma, os genes diferencialmente expressos de plantas infectadas e não infectadas pelos vírus serão identificados por bioinformática, identificando as rotas metabólicas do mamoeiro moduladas pela presença do PMeV e PMeV2 antes e após a floração. Com isto, será proposto uma via específica a ser modificada geneticamente, levando ao desenvolvimento biotecnológico de um mamoeiro resistente ao PMeV. Mais ainda, pretende-se disseminar os resultados, prover informações e compartilhar conhecimento junto aos produtores de mamão, formar alunos de pós-graduação e de graduação na área de Biotecnologia e incrementar a produção científica, tecnológica e de inovação na UFES e no INCAPER.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Maria de Carvalho Aguiar

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da conectividade cerebral nas distonias
  • A distonia é uma síndrome caracterizada por contrações musculares sustentadas e posturas anormais. Até o momento, as estratégias terapêuticas são pouco ou nada eficazes para a maior parte dos casos. Pessoas com distonia apresentam um distúrbio na integração sensorimotora, acarretando hiperexcitabilidade cortical e diminuição de mecanismos inibitórios levando à co-contração de músculos antagonistas e, consequentemente, a movimentos involuntários. Ferramentas para o estudo da conectividade cerebral, como a ressonância magnética funcional (RMF) e estrutural, eletroencefalograma (EEG) e espectroscopia funcional no infravermelho próximo (fNIRS) podem auxiliar no estudo da intricada circuitaria que envolve o controle do movimento. Essas três ferramentas possuem diferentes poderes de resolução têmporo- espacial. A tecnologia de fNIRS é inovadora no estudo das distonias, sendo o nosso grupo o primeiro a empregá-la no estudo dessa doença. Tanto a fNIRS quanto o EEG portáteis trazem a vantagem de permitir o exame do paciente durante a execução de tarefas que não poderiam ser realizadas dentro de um equipamento de ressonância como, por exemplo tarefas naturalísticas de escrita, marcha e execução de um instrumento musical. Este estudo tem como objetivo investigar alterações da conectividade cerebral em pacientes com distonia idiopática, utilizando as metodologias de RMF, volumetria, imagem por tensor de difusão, EEG e fNIRS e definir estratégias de neuromodulação não invasiva com base nestes achados. Nossa hipótese é de que as alterações sensoriomotoras são dinâmicas e variam de acordo com a tarefa executada, sendo essa uma das razões para os resultados heterogêneos e pouco eficazes da neuromodulação não-invasiva. Os dados serão analisados e verificaremos a congruência das medidas obtidas por diferentes técnicas para identificar e validar possíveis achados de hiperexcitabilidade cortical e diminuição de mecanismos inibitórios que levam à distonia.
  • Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Maria Martins Nápolis

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • escola & unidade de conservação: pesquisa na educação básica sobre as áreas naturais protegidas
  • O presente Projeto tem como principal objetivo incentivar a educação científica no Ensino de Ciências no nível Fundamental, enquanto ferramenta para alfabetização, linguagem e divulgação científica, bem como, estimular o processo interdisciplinar por meio da realização de projetos. A proposta tem como elemento central a realização da Feira de Ciências de Teresina, tendo como tema: “Escola & Unidade de Conservação: Pesquisa na Educação Básica sobre as Áreas Naturais Protegidas”. O evento terá em sua programação momentos de reflexão sobre o que é e como fazer ciências. Tem por objetivo também, selecionar os dez trabalhos de pesquisa realizados por alunos da Educação Básica na área de Ciências da Natureza podendo os trabalhos ter um caráter interdisciplinar com as demais áreas do conhecimento), que se destacarem dentro dos critérios estabelecidos para avaliação, sendo estes premiados com troféus com 10 Bolsas de Iniciação Científica Junior – CNPq. E duas bolsas para professores orientadores Bolsas ATP-A. Os trabalhos serão apresentados na formal de painel por dois alunos tendo um professor orientador e publicados seus resumos em um livro do evento (Anais).
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 28/06/2021-30/06/2023
Foto de perfil

Patricia Mirella da Silva Scardua

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • infecção pelo protozoário perkinsus spp. na ostra cultivada crassostrea gasar: aspectos moleculares e epizootiológicos da doença - perkostra
  • O cultivo de ostras é fundamental no desenvolvimento econômico e social das comunidades ribeirinhas no Nordeste, com destaque para as espécies nativas, Crassostrea gasar e C. rhizophorae. A ostreicultura mundial sofre ameaças por infecções virais, bacterianas e por protozoários levando a mortalidades massivas e perdas econômicas. Protozoários Perkinsus spp. estão entre estes agentes e foram identificados em ostras no Nordeste, mas seu impacto é pouco conhecido. O sistema imune das ostras é inato e não há como vacinar ou tratar os animais in situ. Estudos do sistema imunológico das ostras são uma alternativa para resolver problemas decorrentes destas infecções. O presente projeto se propõe a compreender a relação parasita-hospedeiro, estudar mecanismos moleculares de resistência à infecção e avaliar a susceptibilidade diferencial das ostras nativas às espécies de Perkinsus. Etapa 1: dados de um transcriptoma de hemócitos (células de defesa) da ostra C. gasar serão utilizados para revelar genes diferencialmente expressos entre ostras infectadas e não-infectadas por Perkinsus. Etapa 2: Genes potencialmente envolvidos na resposta de defesa terão sua expressão quantificada ao longo das fases de produção/vida da ostra e associada à carga parasitária e danos nos tecidos; revelando assim, qual fase de vida é mais susceptível à infecção. Etapa 3: um protocolo molecular para identificação e quantificação simultâneas de P. marinus e P. beihaiensis será desenvolvido para avaliar a susceptibilidade diferencial à infecção das ostras nativas. O isolamento de P. beihaiensis e sua proliferação in vitro serão realizados para estabelecer um modelo biotecnológico para aplicações futuras. Pesquisadores brasileiros e estrangeiros participarão da proposta afim de firmar as colaborações já existentes, promover intercâmbio de alunos e pesquisadores e, expandir o conhecimento sobre a perkinsiose no Brasil, necessária para a evolução dos procedimentos de controle sanitário em bivalves.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Moran Fernandes

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • memórias do futuro – inovação midiática multimodal
  • O desenvolvimento de plataforma multimodal para a criação audiovisual remix em formatos pouco explorados, como ambientes 3D, RV e RA, e de uma plataforma, mapa da produção em artemídia brasileira, é o objeto desta proposta. O Cluster Cinex apresentará 3 atividades: uma Mostra Experimental Anual em Plataforma Multimodal Virtual; uma Publicação Anual em português e inglês sobre montagem experimental, tecnologia de inovação e o papel do espectador em produções interativas; um Arquivo Digital com convergência entre produções e teorias de montagem com novos conceitos. As atividades terão curso durante o ano de 2022 e exibição em novembro de 2022, com desdobramentos por mais dois anos. Outra plataforma online abrigará a memória da criação nacional, única ação neste sentido no Brasil. Trata-se de um de banco de dados, similar ao DataBank e à UBUweb. Se arquivos sugerem uma visada passadista, lembramos que o futuro consolida modelos a partir de experiências midiáticas. O problema nevrálgico desta proposta assenta-se nos regimes de presença vislumbrados por trocas e criação em tempo real. Para tal, a programação das plataformas carece de velocidade de resposta na transmissão de dados. Nossa hipótese é que os impactos da pandemia na visibilidade de pesquisas passarão por conexões planetárias, partilhas estabelecidas pela coexistência de regimes de visibilidade estruturados tanto em presença física quanto as virtuais, considerando-se o virtual em seu estatuto de fisicalidade à distância em ambientes programados para exploração de experiências de imersão em universos táteis e narrativos. As empresas desenvolvedoras de tecnologias de comunicação interpessoal à distância encontravam-se cristalizadas, o isolamento exigido pela crise sanitária aprimorou programas para se viabilizar um contato planetário à distância, utopia no final do último milênio. O investimento em programação e na organização e edição de acervos é uma estratégia para a conquista de visibilidade internacional.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Nessralla Alpoim

Ciências da Saúde

Farmácia
  • pré-eclâmpsia: coorte prospectiva para identificação de biomarcadores laboratoriais aplicáveis ao diagnóstico precoce e prognóstico
  • A pré-eclâmpsia (PE) é a principal causa de morbimortalidade materna, sua etiologia é desconhecida e o tratamento efetivo é a interrupção da gestação com remoção completa da placenta. Não há marcador laboratorial para o diagnóstico precoce da PE que é feito tardiamente, por meio da aferição da pressão arterial, detecção da proteinúria e avaliação dos sinais clínicos, após a manifestação da doença. A principal hipótese para a patogênese da PE é a placentação inadequada, isquemia uteroplacentária, desbalanço da angiogênese, disfunção endotelial, exacerbação da coagulação e inflamação. Objetiva-se identificar biomarcadores da angiogênese, disfunção endotelial, hemostasia e inflamação, que permitam o diagnóstico precoce e prognóstico da PE, bem como o desenvolvimento de testes para determinação dos fatores angiogênicos, sFlit-1 e PlGF, pela técnica ELISA e Point of care/POCT. Será conduzida uma coorte prospectiva com gestantes com fator(es) risco de PE e amostras de sangue venoso serão coletadas em quatro momentos da gestação (12-19,20-29,30-34 e 35-40 semanas). A definição dos biomarcadores a serem investigados será feita com base naqueles que se mostraram promissores, em estudos prévios do grupo e que foram avaliados apenas no 3º trimestre da gestação. Esses serão avaliados pelas técnicas de ELISA, Luminex e teste de geração de trombina. O desfecho clínico será a ocorrência de PE e, ao final, serão constituídos dois grupos: I.Gestantes que desenvolveram PE, II.Gestantes que não desenvolveram PE. O desenvolvimento de testes é desejável, pois a razão sFlit-1/PlGF mostra-se promissora para o diagnóstico diferencial de doenças que mimetizam a PE, em destaque a COVID-19. Os testes POCT permitirão a utilização durante uma consulta pré-natal, logo uma decisão médica rápida. Considerando a complexidade da PE e as lacunas na literatura, este estudo poderá contribuir para o diagnóstico precoce e prognóstico, agilidade nas decisões clínicas e redução do custo social da doença.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025