Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alexandre da Silva Rocha

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • tratamentos superficiais a plasma para aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo
  • Esta proposta é caracterizada como um projeto de pesquisa visando o desenvolvimento científico a respeito da aplicação de diferentes tipos de tratamentos termoquímicos superficiais baseados em plasma em aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo. Os materiais utilizados neste projeto serão diferentes aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo, um de baixo teor de carbono (18MnCrSiMo6-4) e outro com médio teor de carbono (em seleção), estes aços são representantes de uma nova classe de aços que apresentam excelentes propriedades mecânicas sem a necessidade de processamentos de têmpera e revenimento necessários nos aços comuns. Estes aços tem o potencial de reduzir o custo de produção de componentes forjados. No entanto, estima-se que o comportamento em desgaste e o coeficiente de atrito dos aços bainíticos após forjamento sejam insuficientes para aplicações em componentes com alta solicitação mecânica. Assim, a associação com tratamentos superficiais que promovam o endurecimento superficial será investigada. As técnicas Modificação Superficial via Plasma visam obter melhorias como aumento de vida útil de componentes através de tratamentos termoquímicos e/ou deposição. Nesta proposta serão estudados os processos de nitretação e oxinitretação a plasma, tratamentos termoquímicos capazes de proporcionar aumento de resistência ao desgaste, aumento de resistência a corrosão e melhoria de resistência a fadiga, sem causar modificações dimensionais nos componentes tratados. Nestes tratamentos os componentes a serem processados são submetidos a descargas elétricas de plasma em um equipamento com atmosfera controlada, diferentes parâmetros de processamento como temperatura, pressão, composição de mistura gasosa e tempo de processamento influenciam os resultados obtidos e precisam ser investigados com cuidado, pois parâmetros inadequados podem produzir superfícies modificadas com performance inferior. Os processamentos de nitretação e oxinitretação também serão conduzidos com a técnica inovadora da tela ativa, abrindo uma nova dimensão de possibilidades a ser explorada. Há poucos relatos na literatura de tratamentos superficiais conduzidos em aços bainíticos, reforçando o caráter inovador desta proposta e não há nada publicado para este tipo de material com o uso de tela ativa. Para avaliação da eficiência dos parâmetros de tratamento utilizados, amostras processadas em laboratório serão avaliadas quanto a microdureza, rugosidade, microestrutura, propriedades tribológicas dentre outras características. Desta maneira, objetiva-se identificar os efeitos de parâmetros de tratamento sobre a microestrutura e propriedades, guiando para a seleção adequada de parâmetros a aplicações específicas. Espera-se que se possa conseguir um desempenho superior aos aços convencionais, os quais normalmente são cementados, ou temperados por indução, concomitantemente com a eliminação da têmpera e revenido. Ou seja, uma redução no consumo energético, redução da cadeia de processamento e ganho de qualidade final.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre da Silva Simões

Outra

Divulgação Científica
  • mostra nacional de robótica (mnr)
  • A robótica tornou-se nos últimos anos uma importante ferramenta pedagógica interdisciplinar. Sua enorme capacidade de estimular o jovem – naturalmente próximo das novas tecnologias – aliada a sua capacidade de adaptação a diferentes disciplinas dos ciclos fundamental, médio e técnico levaram à proposição nos últimos anos de grande número de trabalhos multidisciplinares em áreas como: matemática, ciências, geografia, artes, línguas, literatura e dança, dentre outras, levando a robótica a se destacar como importante plataforma para a construção do conhecimento por parte do aluno, estimulando novas relações de ensino-aprendizagem e proporcionando aos jovens a oportunidade de experimentar a engenharia e a inovação. A Mostra Nacional de Robótica (MNR), em sua 7a edição, tornou-se o mais importante fórum no país para a apresentação, discussão e divulgação desses trabalhos. A MNR 2017 registrou o recorde anual de 366 trabalhos, com participação de 2.042 pessoas de 390 instituições, de 24 estados no país. O recorde de participações e a natureza diversa dos trabalhos submetidos e apresentados na MNR demonstram a importância deste evento para a promoção de discussões relacionadas à área da robótica e a aplicação desta como ferramenta educacional. Além disso, a MNR abre espaço para divulgação para a comunidade dos trabalhos e das tecnologias desenvolvidas pelos estudantes de todo país através da edição de Anais e da Mostra Virtual. Para o próximo biênio, a MNR propõe, além da realização da “Mostra Nacional”, de forma integrada a este projeto, a realização de, idealmente, 27 “Mostras Estaduais de Robótica” com a realização exposições presenciais em todos os estados do país através de parceria com a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), bem como a atuação na formação complementar de docentes.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 08/12/2017-31/12/2019
Foto de perfil

Alexandre de Barros Falcão Ferraz

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo do extrato bruto, frações e cumarato de 6-epi-ß-verbesinol isolado das folhas de calea phyllolepis frente a células tumorais, bactérias resistentes, arbovírus e modelos de toxicidade
  • Inúmeros são os casos de morte por câncer e doenças microbianas envolvendo bactérias resistentes e arbovírus (zika, chikungunya, dengue, mayaro e febre amarela, etc). A busca na biodiversidade vegetal de alternativas para combater seus distúrbios e doenças é uma estratégia de sobrevivência que acompanha o ser humano desde antes de desenvolver suas capacidades de raciocínio. Com o passar dos anos vemos que esse instinto humano estava correto e continua a ser empregado, seja na forma de preparações caseiras ou através da descoberta de fitoterápicos e fármacos de origem vegetal para auxiliar no tratamento das mais diversas doenças. Particularmente, frente ao câncer a plantas tem sido fundamentais trazendo para a clínica médica importantes substâncias antitumorais como vincristina, topotecan, etoposídeo e paclitaxel. Relatos da literatura mostram que plantas do gênero Calea contém várias classes de compostos fitoquímicos com elevada capacidade bioativa que estão respaldadas por estudos científicos que tem detectado relevantes propriedades biológicas (citotóxica, antifúngica, antiviral, antiparasitária e antimicrobiana). Aliada a estas informações Calea phyllolepis é uma espécie nativa com poucos estudos científicos, dessa maneira este projeto visa investigar a constituição fitoquímica através de screening fitoquímico, doseamentos e análise por cromatografia liquida de alta eficiência, além de ressonância magnética nuclear de hidrogênio e carbono para os produtos isolados. Biologicamente, o extrato bruto e frações e cumarato de 6-epi-ß-verbesinol isolado das folhas de C. phyllolepis, serão avaliados através de ensaios in vitro que irão avaliar ação antiproliferativa contra células tumorais e de fibroblasto, atividade antimicrobiana frente a bactérias atenuadas e resistentes além dos vírus da zika, mayaro febre amarela e modelos de toxicidade (Caenorhabditis elegans e Salmonella typhimurium)
  • Universidade Luterana do Brasil - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre de Magalhaes Vieira Machado

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • vírus influenza recombinantes defectivos para a multiplicação carreando a sequência da interleucina 7 ou interleucina 15 murinas como ferramentas para o desenvolvimento de vacinas de nova geração
  • A infecção pelo vírus influenza A é responsável pela morte de mais de 100 mil pessoas anualmente, sobretudo crianças e idosos. Além disso, as pandemias esporádicas de influenza podem resultar na morte de milhões de pessoas, sendo a vacinação a principal estratégia capaz de reduzir a mortalidade, a morbidade e o impacto econômico resultante das epidemias e pandemias de influenza. Entretanto, a alta taxa de mutação viral, o declínio dos títulos de anticorpos neutralizantes (levando à necessidade da vacinação anual e na substituição dos isolados usados na formulação das vacinas), além da ineficácia na indução da resposta imune contra outros subtipos de vírus influenza, ainda são desafios importantes na vacinação contra esse vírus, justificando os esforços na busca de alternativas para a indução de resposta imune de longa duração e capaz de proteger contra diferentes isolados de vírus influenza. Estudos em modelo murino demostraram que as interleucinas 7 (IL-7) e 15 (IL-15) exercem importante função na regulação do desenvolvimento e manutenção de linfócitos T de memória, especialmente linfócitos T CD8+. A IL-7 promove a sobrevivência e diferenciação dos linfócitos TCD8+ de memória. A IL-15 está relacionada à proliferação homeostática destas células. Além disso, a IL-15 também pode atuar na atração das células T CD8+ efetoras para o sítio de infecção, no aumento do pool de células T de memória e na indução da imunidade heterosubtípica. Desta forma, este projeto propõe a utilização de vírus influenza recombinantes defectivos para a multiplicação, carreando o gene da IL7 ou IL15, como vacinas capazes de induzir resposta imune heterosubtípica de longa duração contra vírus influenza. A partir desse estudo esperamos estabelecer a prova de conceito para o desenvolvimento de vacinas seguras e eficazes capazes de conferir melhor resposta imunológica e compreender melhor o papel da IL7 e da IL15 na indução da resposta imune durante a infecção pelo vírus influenza.
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre de Oliveira e Aguiar

Outra

Ciências Ambientais
  • monitoramento participativo para o manejo da biodiversidade e dos recursos naturais na resex marinha baia do iguape, bahia
  • A Reserva Extrativista Marinha da Baia de Iguapé (RESEX) é uma unidade de conservação localizada no Estado da Bahia. Os principais produtos explorados são recursos marinhos. Embora a RESEX não tenha ainda um Plano de Manejo, existe um "Acordo de Gestão", instrumento que estabelece critérios para os volumes a serem extraídos visando manter a sustentabilidade da área. Faz-se necessário, nesse momento, entender a efetividade dos objetivos e das obrigações contidas nesse acordo, para que seja constantemente revisto, avaliado e ajustado sempre que necessário. Esta necessidade foi claramente expressa pelo representante do ICMBio quando da articulação desta proposta. Para isso, a presente proposta tem como objetivo o estabelecimento de parâmetros e indicadores para o monitoramento participativo da biodiversidade tendo como base o cumprimento do Acordo de Gestão. O Objetivo geral do projeto proposto é estabelecer parâmetros e indicadores para o monitoramento participativo da biodiversidade tendo como base o Acordo de Gestão da RESEX. Os objetivos específicos são: compreender o envolvimento das comunidades locais no cumprimento do Acordo de Gestão; identificar potencialidades e barreiras para contribuição das comunidades e instituições envolvidas com o monitoramento da biodiversidade local; identificar articulações reais e potenciais para monitoramento participativo da biodiversidade; Identificar métodos reais e potenciais para monitoramento participativo da biodiversidade; compreender a percepção das comunidades locais e instituições sobre o Acordo de gestão e sua eficácia; estabelecer, em conjunto com as comunidades, parâmetros e indicadores de monitoramento para avaliar a efetividade do Acordo de Gestão da RESEX sobre a biodiversidade. A metodologia proposta traz um olhar construtivista e tem como linha mestra a pesquisa participativa, em que a construção do conhecimento valoriza a comunidade e os cidadãos como centro desta construção. No caso do monitoramento participativo a metodologia prevê valorizar as principais preocupações da população local e os conhecimentos que já detém sobre os métodos de monitoramento da biodiversidade local. A construção de conhecimento se dá por meio de ciclos e iterações, em que a reflexão tem um papel mediador em cada uma dessas iterações. A abordagem metodológica participativa permite uma composição de diferentes técnicas, incluindo: entrevistas, grupos focais, observação direta, etnografia, e pesquisa quantitativa com questionários fechados. São previstas as seguintes etapas para o trabalho: uma etapa inicial de preparação; uma segunda de reconhecimento da área e dos atores sociais; uma terceira voltada ao aprofundamento da percepção dos principais problemas pela comunidade, dos métodos de monitoramento já existentes e das possibilidades de articulação entre os vários atores visando a sustentabilidade; a quarta etapa visa refletir junto à comunidade os resultados e propostas; e a quinta visa acompanhar o funcionamento inicial do monitoramento participativo proposto e avaliar esse funcionamento inicial para propor melhorias; e a última é um fechamento das lições aprendidas com a comunidade. Como principais contribuições, espera-se: avançar no conhecimento das percepções locais sobre a biodiversidade, sua conservação e o potencial econômico da conservação; avançar no conhecimento do funcionamento das redes de pessoas e instituições que interagem no local; identificar práticas existentes e práticas potenciais de monitoramento participativo; apoiar o fortalecimento da gestão da Resex; gerar informações para tomada de decisão do Conselho Deliberativo da Resex e com isso apoiar o fortalecimento da gestão da Unidade de Conservação; apoiar o fortalecimento de estruturas e rotinas para monitoramento participativo da biodiversidade e do andamento das ações previstas no Acordo de Gestão; apoiar o fortalecimento da circulação de informações entre ICMBio, Comunidades e Conselho Deliberativo; contribuir para avaliar se a efetividade do cumprimento do acordo de gestão; e contribuir para avaliar se os critérios adotados no Acordo de gestão são adequados a longo prazo para conservação da biodiversidade.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 11/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Alexandre de Oliveira Lima

Outra

Ciências Ambientais
  • cisternas fertilizadas: fortalecendo a autonomia das mulheres no semiárido
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre de Pádua Carrieri

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • governança em cooperativas de pequeno e médio porte no estado de minas gerais: uma análise de gênero, governança e o empoderamento.
  • O presente projeto busca preencher uma lacuna existente nas sistematização de informações sobre pequenas e médias cooperativas no estado de Minas Gerais e compreender os processos e práticas de governança e a participação das mulheres nos processos decisórios. Para tanto, propõe-se o mapeamento dos arranjos de governança cooperativa de pequeno e médio porte no Estado; análise dos dados e seleção da cooperativas conforme categorias a serem estudadas; a realização de um survey com todas as cooperativas pequenas e médias com base no seu capital social disponibilizada pela OCEMG. Posteriormente, serão selecionadas cinco cooperativas para aprofundamento do estudo. A partir do desenvolvimento deste projeto, esperamos que contribuir ampliar o debate e entendimento da temática, sobretudo das cooperativas como empreendimentos econômicos solidários que promovem valores acerca da democracia, autogestão e equidade de gênero. Evidenciando e problematizando a temática de gênero e mulheres dentro do cooperativismo ligado à governança. Com relação aos objetivos propostos, esperamos que sejam elaborados conceitos, processos e práticas cotidianas que envolvem a tomada de decisões nos empreendimentos cooperativos. Além de fomentar as pesquisas e desenvolvimentos de teorias que correlacionem gênero, cooperativismo e governança.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Alexandre de Pádua Carrieri

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • identidades e práticas estratégicas cotidianas dos negócios relativos à saúde no contexto da bioeconomia
  • No processo passado, Universal/2014 estivemos estudando a cadeia da morte, pensávamos estudar somente Belo Horizonte, mas o projeto expandiu para o Brasil, ou pelo menos regiões sudeste e sul. Um tema que nós tangenciamos foi a bioeconomia (Foucault, 2008a; 2008b; 2012; 2014a; 20014b, Waldby 2000 e 2002, CE 2005, Birch 2007, HILGARTNER 2007, Birch e Tyfield 2013). Neste sentido, objeto deste projeto universal e leva em conta negócios que transformam a saúde em bens comercializados no mercado em alguns espaços de atuação diversa e espalhados pelo país. Em sua maioria realizam procedimentos médicos, com tecnologias variadas e diferentes objetivos (cuidados paliativos, intervenções cirúrgicas, etc.), e no caso específico dos laboratórios, exames patológicos (BERLITZ, 2011) em pacientes encaminhados por médicos da rede pública e privada de saúde. Buscaremos com este projeto compreender como esta rede/malha de negócios atual, suas caraterísticas organizacionais, formas estruturais e organizativas (familiar ou não), agentes financiadores (pacientes, empresas privadas, profissionais do SUS, vigilância sanitária, municipalidades, etc.). Com a proposição deste projeto tentaremos elucidar mais profundamente esta teia de negócios. Assim, o objetivo deste projeto universal , além de impulsionar o NEOS para a internacionalização em pesquisa, é estudar as identidades e práticas estratégicas cotidianas dos negócios relativos à saúde no contexto da bioeconomia, tendo como base para a investigação empírica as cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Itajaí, Joinvile e Blumenau. No caso especial de Belo Horizonte, buscaremos construir, o que denominamos, de rede/malha bioeconômica que aos poucos está sendo remontada nesta cidade com laboratórios, clínicas de análise, farmácias de manipulação, de microbiologia, de anatomia patológica, hospitais e clínicas de saúde. Essa pesquisa concentra-se na gestão das equipes no universo dos equipamentos de saúde. Por conseguinte, identificaremos os atores e o conjunto de práticas, saberes e relações sociais conformadores do mundo profissional deles. Os temas que propomos fazem parte de processos em constante construção, como o caso da identidade, que de acordo com Woodward (2014), está em contínua transformação, em contínuo processo de construção e desconstrução, nunca tem um fim. O tema das práticas estratégicas é um tema importante também, no caso deste projeto, está ligado as estratégias de sobrevivência dos atores sociais envolvidos diretamente ao tema estudado, ao (bio)negócio. O assunto da vitalidade traz conjuntamente profissões (e negócios) que não são bem reconhecidos pela sociedade. Profissões como a de biólogo, bioquímico, técnico, médico patologista clínico, médico hematologista, entre outras, que não foram estudadas pelos EORs e nem pela Administração, cujos sujeitos envolvidos desenvolvem práticas de reconhecimento que podem ser oportunizadas por esta pesquisa aqui proposta.No intuito de entender essas práticas a partir de sua complexidade, lógica e simbólica, no que compete ao mundo dos negócios evolvendo os equipamentos de saúde, optamos por considerar o bionegócio, sob um olhar atento à articulação prática e política, em que tudo o que é ou foi produzido está relacionado ao corpo biológico, na forma de recursos (corporificados) que permitem a apropriação de ideais e tecnologias. A exemplo, a ocorrência de uma mercantilização da vida organizada dos homens em relação aos próprios homens, incluindo aqui a mercantilização do final da vida (que foi melhor estudado no negócio funerário).Esta pesquisa é provocada devido às várias vozes – atores de diferentes áreas de informação e níveis hierárquicos – envolvidas nos processos cotidianos de criação, manutenção e desenvolvimento da indústria de saúde. Muitas dessas vozes não são escutadas quando se trata de sua vida organizada constituindo uma alteridade. É procurando entender a interação desses agentes com sua vida organizada, como em dialogismo – e permeadas por polifonias – é que se constitui este projeto. Assim, é justamente no sentido de explorar esses temas, e mais especificamente a relação entre eles, que se insere esta proposta de pesquisa, cujo eixo central de raciocínio é norteado pela seguinte questão: como os atores sociais que interagem cotidianamente com a vitalidade e a morbidade constroem suas narrativas de identidades com base nas estratégias de sobrevivência dos negócios comercializam a saúde enquanto mercadoria? O que se pretende é, a partir do entendimento da vida organizada como um conjunto de narrativas, compreender a(s) lógica(s) (quando há) subjacentes as construções discursivas e a forma como elas se manifestam objetivamente ou contribuem para a conformação objetiva de uma determinada realidade sóciohistórico-cultural. Nesse sentido, o que se faz necessário é o modo de apreensão e interpretação dos discursos, no intuito de se descobrir e compreender o que está por detrás dos mesmos. Ao se concordar sobre esse potencial das narrativas, resta enfrentar o desafio de coletá-las para que se possa fazer uma análise dos discursos que as permeiam. Nesse sentido, neste estudo, serão usadas entrevistas semi-estruturadas, para a coleta de informações com base somente em um roteiro de apoio, de forma a possibilitar maior flexibilidade no tratamento das questões e dos próprios entrevistados. Segundo Thiollent (2013), as entrevistas semi-estruturadas são estratégias capazes de introduzir o pesquisador no universo cultural dos indivíduos. Deve-se também destacar que serão coletados documentos relativos às histórias das empresas mortuárias além da realização de observações assistemáticas no cotidiano das organizações investigadas. Para viabilizar essas análises utilizar-se-á o método do estudo multi-casos, para se poder montar a “nova” rede/cadeia do mercado laboratorial em Belo Horizonte (como exemplo empírico) e nas outras cidades estudadas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Dias Kassuga

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • efeitos da acidificação da água dos oceanos em crustáceos decápodes
  • Mudanças climáticas de origem antropogênica podem ter profundos efeitos sobre organismos marinhos. Acredita-se que o aumento na concentração de CO2 atmosférico poderá causar uma diminuição no pH dos oceanos, o que favorece a dissolução do Carbonato de Cálcio (CaCO3). Este fenômeno pode ter efeitos negativos em espécies que utilizam o CaCO3 na formação de carapaças, conchas e exoesqueletos. Efeitos a curto prazo são conhecidos para algumas espécies de crustáceos decápodes, tanto na fase adulta como na fase larval. No entanto, os efeitos a longo prazo sobre o ciclo de vida, reprodução e estágios larvais ainda são desconhecidos. O presente estudo visa entender os efeitos da acidificação da água do mar, induzida pelo aumento na concentração de CO2, no ciclo de vida de camarões marinhos. Para tanto, serão utilizados camarões do gênero Lysmata como modelo. Algumas espécies deste gênero tem seu ciclo de vida extensamente estudado, devido ao seu grande interesse comercial no mercado ornamental. Por isso, estas espécies são ideais para estudos de efeitos a longo prazo de variáveis ambientais, uma vez que podem ser observados em laboratório ao longo de todo ciclo de vida, e possivelmente por diversas gerações. Para a realização desse projeto, os adultos serão cultivados em sistemas recirculantes onde serão observados os efeitos de pH reduzido por indução de CO2 sobre seu ciclo de vida e ciclo reprodutivo. As larvas serão cultivadas individualmente, sendo observado sua frequência de mudas, taxa de sobrevivência, ingestão, egestão e desenvolvimento. Espera-se entender melhor os possíveis efeitos de uma eventual acidificação dos oceanos em espécies de crustáceos decápodes, tendo em vista o grande de interesse comercial e sócio-econômico de algumas espécies deste grupo.
  • Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Dias Munhoz

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • caracterização da resposta imune inata mediada por fagócitos em gatos naturalmente infectados pelo fiv, suplementados com nutracêuticos, e expostos a infecção experimental por toxoplasma gondii
  • O objetivo deste experimento será caracterizar a resposta imune inata mediada por fagócitos e a eliminação de oocistos de Toxoplasma gondii em gatos naturalmente infectados pelo vírus da imunodeficiência felina (FIV), suplementados com nutracêuticos,infectados experimentalmente com T.gondii. Para tal fim quatro grupos de cinco gatos serão formados. Grupo I: gatos naturalmente infectados FIV e suplementados com L-glutamina (LGT) e mananoligossacarídeos (MOS); Grupo II: gatos naturalmente infectados FIV e não suplementados com LGT e MOS; Grupo III: gatos negativos para o FIV e suplementados com LGT e MOS e Grupo IV: gatos negativos para o FIV e não suplementados com LGT e MOS. Todos os gatos selecionados são sorologicamente negativos para T. gondii. Após 30 dias de suplementação (Grupos I e III) ou ingestão de placebo (Grupos II e IV) os animais receberão tecido de camundongos previamente infectados com T. gondii. Durante 30 dias após a infecção exames coproparasitológicos serão realizados diariamente. e sorológicos semanalmente. Durante este período os animais dos grupos I e III continuaram recebendo a suplementação. Ao final do 30º dia todos os animais serão novamente desafiados. Nos dias 0, 30, 60, 67, 90 e 97 após suplementação (e consequentemente durante o período de infecção aguda pelo T. gondii) todos os animais de todos os grupos terão seu sangue colhido para caracterização da rede extracelular de neutrófilos, ROS em monócitos, citometria de fluxo para quantificação das células CD4 e CD8 e PCR em tempo real para a expressão de citoquinas. Nos mesmos dias fezes dos animais serão colhidas para extração do DNA genômico e caracterização da diversidade genética da microbiota intestinal através da técnica de DGGE. Por fim uma análise proteômica será realizada na rede extracelular de neutrófilos. A análise estatística será composta de teste paramétricos (Teste de Tukey) ou não paramétrico (Mann-Whitney) em função da variável envolvida, com um nível de significância de 95%. Espera-se como principais resultados 1- Os animais FIV positivos terão uma formação de redes de neutrófilos comprometida; 2-O uso dos nutracêuticos diminuíra a eliminação do oocistos de T. gondii na primo-infecção; 3-Reinfecções recentes por T. gondii podem acarretar em reexcreção de oocistos em animais FIV positivo; 4-O uso dos nutracêuticos promoverão uma mudança na diversidade genética da microbiota intestinal e 5-A infecção por T. gondii promoverá uma mudança na diversidade genética da microbiota intestinal
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre Dias Porto Chiavegatto Filho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • o efeito de um médico: avaliação do impacto do programa mais médicos na situação de saúde e acesso a serviços de saúde.
  • O Programa Mais Médicos é atualmente responsável por mais de 18 mil médicos que atuam em 4.058 municípios brasileiros. A análise do seu impacto na saúde, entretanto, traz alguns desafios metodológicos devido à falta de aleatorização da intervenção e a diferenças pré-existentes entre os municípios, o que pode fazer com que os seus impactos não sejam facilmente identificados. O presente estudo tem como objetivo aplicar novas metodologias causais em crescente utilização em epidemiologia para testar o impacto real (ou causal) do programa na situação de saúde e no acesso a serviços de saúde nos municípios brasileiros contemplados pelo programa. Duas metodologias serão utilizadas: diferenças-em-diferenças e propensity score matching. A primeira terá como objetivo analisar as mudanças temporais no acesso a serviços e situação de saúde antes e após a introdução do programa. A segunda permitirá a identificação de contrafatuais para municípios de baixa renda que se beneficiaram do programa, assumindo-se que as diferenças pré-existentes sejam referentes a variáveis observáveis. O presente estudo utilizará informações de saúde provenientes do Departamento de Informática do SUS (DATASUS), cuja qualidade e abrangência é reconhecida internacionalmente, durante o período de 2010 a 2015. A análise do efeito dos médicos na saúde de populações de baixa renda irá auxiliar na formulação de políticas públicas na área da saúde, incentivando a alocação dos médicos em áreas onde terão um maior efeito. O objetivo final do projeto é publicar os resultados em um relatório de trabalho e em revistas científicas de epidemiologia e saúde pública de alto impacto.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre Fernandes Perazzo

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • prospecção, isolamento, identificação e caracterização de bactérias lácticas e seu uso como inoculante na ensilagem de milheto
  • O objetivo da presente proposta é efetuar a prospecção, o isolamento, identificação e caracterização de bactérias lácticas e seu uso como inoculante na ensilagem do milheto. Inicialmente será efetuada a ensilagem do milheto onde serão isoladas colônias de culturas láticas da planta e da silagem em períodos de fermentação: 3, 10, 30, 60 e 120 dias. Nesses mesmos períodos serão quantificadas as populações de bactérias láticas, mofos e leveduras e enterobactérias, bem como avaliados o perfil fermentativo das silagens. Após isoladas e purificadas as colônias, serão efetuados tetes de coloração de gram, reação à catalase, crescimento em diferentes temperaturas, concentrações de sais e pH. Também será monitorada a atividade antagonistas dos isolados. Os isolados serão identificados por meio da extração e amplificação do DNA pela técnica de PCR. As sequências obtidas de cada isolado serão comparadas com aquelas disponíveis no banco de dados do GenBank, e alinhadas usando o algoritmo BLASTn (Basic Local Alignment Search Tool) (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/BLAST) para nucleotídeos. As sequências do gene rRNA 16S que apresentaram similaridade igual ou maior que 97% serão consideradas como pertencentes a uma mesma Unidade Taxonômica Operacional (UTO). No segundo momento, os isolados pré-selecionados serão utilizados em um experimento com o objetivo de avaliar o efeito de inoculantes isolados durante a ensilagem sobre o perfil fermentativo, populações microbianas, perdas, estabilidade aeróbia e composição química da silagem do milheto. O delineamento experimental será inteiramente casualizado, arranjado em esquema fatorial 5 × 5, sendo 5 tratamentos e 5 períodos de abertura (3, 7, 15, 45 e 90 dias após ensilagem), com 5 repetições. Dos tratamentos, três serão as estirpes de bactérias lácticas isoladas do experimento 1, com base na atividade antimicrobiana e no resultado dos testes bioquímicos. Dessa forma os tratamentos serão: Controle – sem inoculante; Bactéria láctica homofermentativa; Bactéria lática heterofermentativa; Mix de bactéria lática homofermentativa e bactéria lática heterofermentativa; e um inoculante comercial para silagem de milho. Espera-se com a execução dessa pesquisa compreender o processo de ensilagem do milheto e revelar culturas lácticas com potencial para serem usadas como inoculante.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Fernandez Vaz

Ciências Humanas

Educação
  • teoria críticas, racionalidades e educação (v)
  • Com a presente proposta pretendemos avançar com o programa de pesquisa em que temos procurado a reflexão sobre o legado e o potencial da Teoria Crítica da Sociedade em sua dimensão educacional. Esse processo se coloca no duplo movimento que simultaneamente consolida e ultrapassa o plano disciplinar: o da investigação conceitual dessa tradição; o da iluminação de desafios contemporâneos para o campo da Educação, procurando colaborar para a consecução de uma Teoria Crítica do Presente para este campo. Para tal dedica-se a pesquisa de conceitos de Theodor W. Adorno e de Walter Benjamin, assim como de outras abordagens teóricas e empíricas que conformam coletivamente o Programa. Metodologicamente, interessa-nos o movimento dos conceitos no interior dos projetos de cada autor, em seus desdobramentos e labirintos dialéticos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Ferreira Marques

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • diagnóstico e potencial de vacinas de carboidratos alpha-gal e raminose (qb-alpha-gal/rha), acoplados a partículas virais (bacteriófago modificado, qbeta-vlp) na doença de chagas.
  • Abordagem do Problema e Objetivo Global: Doença de Chagas (DC), causada pelo hemoflagelado protozoário parasito Trypanosoma cruzi, é uma das doenças mais endêmicas e infecciosas na América Latina. Cerca de 8 milhões de pessoas atualmente estão infectadas e milhares irão a óbito a cada ano devido a complicações clínicas importantes, particularmente a cardiomiopatia. Devido ao aumento da mobilidade da população global, DC tornou-se uma infecção emergente nos EUA e Europa, onde estima-se que milhares de indivíduos estão infectados com o parasito. Até o momento, apenas o medicamento benznidazol está disponível comercialmente para o tratamento da doença. Este medicamento apresenta eficácia relativamente baixa na fase crônica da infecção, e apresenta acentuada toxicidade durante o tratamento. Além disso, não há nenhuma vacina humana para prevenir e/ou tratar DC, apesar de numerosos estudos de vacinas experimentais. Embora os trabalhos recentes tenham apresentado resultados muito promissores com proteína/peptídeos recombinantes, e vacinas de DNA, tendo como alvos alguns epitopos imunodominantes de células T CD8+ na superfície do parasito, determinar o quanto estes epitopos são imunodominantes entre diferentes isolados de T. cruzi ainda se faz necessário. Uma vacina ideal deve promover proteção universal contra parasitos isolados de diferentes regiões e genótipos. Isto é, de longe, o maior desafio no desenvolvimento de vacinas humanas contra parasitos e, talvez, a principal razão para que, até o momento, não haja uma única vacina em uso clínico para prevenção e/ou tratamento de infecções parasitárias humanas. Antígenos de glicano, por outro lado, permanecem muito mal explorados como alvos vacinais, ou mesmo para diagnóstico, apesar do fato que glicoconjugados (glicoproteínas e glicolipídios) são as principais moléculas presentes na superfície de tripomastigotas de T. cruzi e contenham epitopos altamente imunogênicos, não comumente encontrados em seres humanos. A este respeito, por exemplo, níveis muito elevados de anticorpos líticos, protetores anti-α-galactosil (Anticorpos anti-αGal) são elicidados contra epitopos deste trissacarídeo presente em glicoproteínas do parasito, tanto na fase aguda como crônica da doença de Chagas humana. Mucinas altamente glicosiladas também já foram relatadas como um marcador durante o acompanhamento no tratamento de pacientes chagásicos, com diminuição de níveis de seus anticorpos, de acordo com a melhora da doença. Além disso, o desaparecimento dos anticorpos líticos protetores do soro de pacientes com doença de Chagas pode ser considerado como um indicador confiável de cura parasitológica. Portanto, com estas informações e também por dados preliminares obtidos em nosso laboratório, formulamos a hipótese que o trissacarídeo terminal contendo αGal, assim como a ramnose, podem funcionar efetivamente como antígenos vacinais na doença de Chagas experimental e humana e também serem explorados como potenciais alvos para diagnóstico. Para testarmos nossa hipótese, utilizaremos imunógenos de glicanos, alpha-Gal e/ou rhamnose, confirmados por glycoarray contra soro chagásico (Emory, Georgia, USA) acoplados a uma plataforma viral, denominado de Qb-alpha-Gal/rha (virus like particle, Departamento de Química e Bioquímica, GeorgiaTech, Georgia, USA) na imunização de camundongos Knockout para enzima alpha-1,3-galactosiltransferase (alpha-GalT-KO). A partícula sintética Qb-alpha-Gal/rha, tem a capacidade de expor o epitopo alpha-Gal/rha com maior eficiência e possui uma aderência otimizada em placas de ELISA devido ao carreador bacteriófago (Qbeta) modificado. Sua antigenicidade será testada com soro de pacientes infectados tratados e não tratados. Nosso modelo animal alpha-GalT-KO mimetiza de maneira muito próxima a resposta imune humoral humana contra o T. cruzi. Estes animais, assim como macacos do velho mundo e humanos, não expressam o epítopo alpha-Gal na superfície de suas células e tecidos, sendo excelentes produtores de anticorpos líticos anti-alpha-Gal. Estes animais αGalT-KO foram generosamente doados pelo Prof. Peter Cowan, Diretor do Sant Vincent Hospital, Melbourne, Austrália. Portanto, o objetivo geral desta proposta será avaliar a eficácia de vacinas constituídas por carboidratos presentes na superfície de formas infectivas de T. cruzi, como alpha-Gal e ramnose, acopladas ao bacteriófago modificado Qbeta; “virus like particle”, em animais alpha-1,3-galactosiltransferase Knockout (alpha-GalT-KO), assim como avaliar a antigenicidade desta partícula frente a soros de pacientes chagásicos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Fonseca

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • sistema analítico microfluídico controlado por smartphone com detecção por luminescência baseada em imagens digitais
  • Um dos grandes obstáculos para a aplicação de microssistemas de análise em fluxo em determinações analíticas in situ está na portabilidade limitada de todo o aparato utilizado para o controle dos procedimentos. Embora tenha sido amplamente demonstrado que a miniaturização de sistemas de análise em fluxo pode proporcionar a redução significativa no consumo de reagentes e na geração de resíduos, sem perdas na eficiência da análise, a maioria destes sistemas ainda é operada por meio de um arranjo que engloba elementos de propulsão, válvulas, circuitos de detecção, entre outros, os quais apresentam tamanhos muitas vezes superiores ao do chip microfluídico e que necessitam ainda de um computador para permitir a sua automação. Considerando que os telefones celulares inteligentes, os chamados smartphones, apresentam uma elevada capacidade de processamento e armazenamento de dados além de possuírem câmeras digitais integradas de elevada resolução e a possibilidade de comunicação com dispositivos externos por transmissão sem fio dos comandos, muitas determinações poderiam ser realizadas controlando-se todas as operações dos chips microfluídicos com o uso de um smartphone. De fato, para determinações cuja detecção seja baseada em medidas de luminescência como a fluorescência e a quimiluminescência, ou mesmo em medidas colorimétricas, a própria câmera do celular pode ser utilizada como detector facilitando a integração com o chip microfluidico. Além disso, o mercado tem disponibilizado atualmente mini-bombas peristálticas ou de acionamento piezoelétrico e também válvulas solenoides de tamanho compatível com os microssistema fluídicos e as quais podem ser acionadas através de circuitos eletrônicos simples e de comunicação via bluetooth, o que permite a construção de um sistema microfluidico de análise verdadeiramente miniaturizado e portátil. Considerando estes aspectos, o presente projeto tem como objetivo o desenvolvimento de um sistema analítico microfluídico equipado com mini-válvulas e mini-bombas piezoelétricas e detecção por quimiluminescência e/ou fluorescência controlado através de um aplicativo a ser desenvolvido para smartphones.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre Giacobbo

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • processos de separação por membranas para produção de água potável de alta qualidade: livre de contaminantes de preocupação emergente
  • Contaminantes de preocupação emergente (CPE) são substâncias químicas ou biológicas que têm despertado uma crescente preocupação em relação aos seus potenciais riscos aos seres humanos e ao meio ambiente. Dentre estes poluentes encontram-se produtos de cuidados pessoais, fármacos, surfactantes, retardadores de chama, genes de resistência a antibióticos e outras substâncias, as quais têm sido inseridas no ambiente através do descarte de efluentes (industriais, esgoto doméstico, hospitalares, agricultura), uma vez que os processos convencionais de tratamento comumente empregados em estações de tratamento de efluentes (ETE) não são efetivos na remoção de CPE. O aumento na quantidade e na concentração que estes contaminantes vêm sendo encontrados na água é alarmante. Não bastasse isso, a situação torna-se mais grave à medida que os processos convencionais utilizados nas estações de tratamento de água (ETA) não são efetivos na remoção destes compostos. Consequentemente, a população está à mercê de ingerir diariamente pequenas quantidades dessas substâncias, uma vez que elas podem estar presentes na água potável. Nesse sentido, há a necessidade de investigação de tecnologias avançadas que possibilitem um tratamento mais adequado para produção de água potável, que garantam uma remoção efetiva dos CPE. Uma possibilidade é a utilização de processos de separação com membranas (PSM) como ultrafiltração, nanofiltração e osmose inversa. Portanto, o presente projeto aborda o estudo de PSM para produção de água potável de alta qualidade, ou seja, livre de contaminantes de preocupação emergente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Gonçalves Dal-Bó

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • nanoestruturas poliméricas obtidas da auto-associação de anfifílicos glicoconjugados para atuarem como nanosensores
  • Esse copolímero têm a capacidade de se auto-associar em nanoestruturas esféricas em soluções aquosas. A funcionalização da superfície das nanopartículas por (oligo-e polissacarídeos) servirá para dar uma função bioativa, dando a essas nanoestruturas diversas aplicações desde o transporte de fármacos à sítios de reconhecimento específicos por receptores tais como as lectinas, como atuarem como sensores ou sondas. A caracterização dos novos anfifílicos sintetizados será quanto à estrutura química e composição através de ressonância magnética nuclear (RMN), espectroscopia de infravermelho (FTIR), espectrometria de massa, MALDI-TOF e alta resolução. A preparação das nanopartículas em solução aquosa procederá por diferentes metodologias, de dissolução direta, rehidratação de filmes finos e indireta através de diálise. A morfologia das nanopartículas se dará através da microscopia eletrônica de transmissão (MET), microscopia de força atômica (AFM), estabilidade será acompanhada através de potencial zeta (Pz) e os parâmetros físico-químicos serão estudados tais como raio de giração, propriedades dinâmicas de auto-agregação, entre outras, pelas técnicas de espalhamento de luz estático e dinâmico (DLS, SLS SAXS). Testes da viabilidade celular dos anfifílicos glicoconjugados serão avaliados in vitro sua genotoxidade.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Gori Maia

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • avaliação de um programa de resiliência climática ao produtor familiar da região semiárida
  • Caracterizada por períodos de secas recorrentes, a região do semiárido do nordeste do Brasil é considerada uma das mais vulneráveis social, econômica e ambientalmente do país. Os relatórios do Painel Internacional de Mudanças Climáticas (IPCC, 2007) indicam que as secas na região tendem a se intensificar, fato que vem sendo registrado e tem chamado a atenção de pesquisadores e formuladores de políticas públicas. Desde a década de 1960, o governo brasileiro investe na região e tem conseguido diminuir os efeitos da seca mediante a construção de milhares de equipamentos de infraestrutura hídrica, como cisternas, açudes, barragens, barragens subterrâneas e poços instalados na maior parte dos municípios da região. Essas ações aumentaram os recursos hídricos disponíveis, porém o impacto na qualidade de vida das pessoas foi aquém do esperado e do necessário. A base da economia rural na região continua sendo a agricultura de subsistência com sistemas produtivos altamente ineficientes e foco na agropecuária extensiva, causa principal do desmatamento que vem devastando o bioma da região, a caatinga, e tornando as consequências ambientais das secas ainda mais severas. Com o propósito de incubar novas tecnologias para melhorar a resiliência climática, definida aqui como o conjunto de tecnologias, metodologias e estratégias para amenizar os impactos climáticos futuros que podem afetar a agricultura familiar da região, foi lançado no começo do ano 2006 o projeto Adapta Sertão (www.adaptasertao.net), cuja visão é garantir a segurança alimentar e a geração de renda em áreas com alta probabilidade de ser impactada pela mudança climática. O foco do projeto é ajudar o pequeno e médio produtor do semiárido brasileiro a produzir também em períodos de alta variabilidade climática, usando os recursos naturais da região através de tecnologias sociais já consolidadas e métodos agroecológicos que não destroem ou poluem o ecossistema local. O projeto funciona como laboratório de aprendizado para criar um sistema produtivo integrado, baseado em tecnologias de produção adequadas para o semiárido. Este pacote de medidas adaptativas é chamado de sistema MAIS e está sendo implantado na bacia do Jacuípe, estado da Bahia. O objetivo geral da proposta é a avaliação dos impactos do sistema MAIS a partir dos 100 sistemas já implantados e de 100 sistemas a serem implantados até 2018, identificando as soluções tecnológicas e o arranjo produtivo integrado que mostrem o possível caminho da resiliência climática do produtor familiar do semiárido brasileiro. Especificamente, pretende-se: i) elaborar um painel em dois anos de pesquisa com informações sobre o desempenho produtivos de produtores beneficiados e não beneficiados pelo MAIS; ii) avaliar os benefícios do sistema MAIS aos produtores a partir de modelos com dados em painel; iii) disseminar o conhecimento gerado através de publicações científicas e um encontro de apresentação dos resultados aos tomadores de decisões no nível estadual (Bahia) e federal (Brasília). Pretende-se, com os resultados deste projeto de pesquisa científica, dialogar com instituições governamentais para identificar e disseminar sistemas produtivos de resiliência climática. A primeira vertente é a análise científica de tecnologias e estratégias já implantadas ou a serem implantadas, para identificar quais tecnologias e estratégias podem ser consideradas como elo fortalecedor da resiliência climática da agricultura familiar. A segunda vertente é a disseminação deste conhecimento entre os institutos de políticas públicas nos níveis estadual (Bahia) e federal (Brasília) para fomentar uma discussão entre os tomadores de decisões sobre estratégias de adaptação. O objetivo desta proposta no curto e médio prazo é contribuir para o fornecimento de soluções práticas para bancos, instituições de políticas públicas e organizações que trabalham com a agricultura familiar, indicando como adequar políticas agrícolas à nova realidade climática, dentro do contexto do Plano Nacional de Mudança Climática do Ministério do Meio Ambiente.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre Guedes Torres

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • bioatividade de ácidos graxos conjugados (cla e clna): laticínios, óleo de semente de romã (punica granatum) e lipídios estruturados
  • Há mais de um século se reconhece a existência de doenças inflamatórias. Entretanto, somente recentemente se estabeleceu uma ligação clara entre a condição de inflamação subclínica e doenças crônicas e metabólicas graves, como a obesidade. Nesse contexto, a investigação da inflamação subclínica em indivíduos saudáveis é relevante, pois soma ao entendimento de fatores que podem contribuir na prevenção dessas doenças. Dentre os fatores modificáveis, destacam-se compostos dietéticos com atividade imunomoduladora, que podem atenuar o estado inflamatório e, presumidamente, prevenir essas doenças metabólicas. Os ácidos graxos conjugados (CLA e CLnA) apresentam atividade imunomoduladora que ainda não foi completamente elucidada. O CLA (de Conjugated Linoleic Acid) e o CLnA (de Conjugated Linolenic Acid) estão presentes naturalmente em laticínios e no óleo de semente de romã (Punica granatum; OSR), respectivamente. O estudo do metabolismo e da bioatividade das fontes alimentares naturais de CLA e CLnA contribui para a nutrição translacional, integrando conhecimentos básicos de bioquímica nutricional e da ciência de alimentos com efeitos biológicos no organismo humano. Os objetivos da presente proposta são: (a) Investigar o metabolismo e a bioatividade de CLA em seres humanos, frente à ingestão de sua fonte alimentar natural, gordura láctea; (b) Caracterizar a composição química detalhada da principal fonte alimentar de CLnA, o OSR; (c) Produzir lipídios estruturados contendo CLnA por catálise enzimática visando aumento na bioatividade a ser investigada em estudos futuros; (d) Investigar a bioatividade do CLnA do OSR em estudo pré-clínico com linhagem de célula de pré-adipócitos em cultura. O metabolismo do CLA e o efeito de sua ingestão sobre o metaboloma (por RMN e GC-MS) do soro humano serão investigados em ensaio clínico controlado com desenho experimental de depleção-repleção. A composição química detalhada do OSR será determinada por espectrometria de massas (GC-MS e LC-MS) e por ressonância magnética nuclear (RMN). A bioatividade in vitro do CLnA será investigada em linhagem de pré-adipócitos em cultura (3T3-L1).
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alexandre Hiroaki Kihara

Ciências Biológicas

Morfologia
  • micrornas e neurodegeneração: possível modulação pelo acoplamento celular
  • MicroRNAs (miRNAs) desempenham importante função na regulação do transcriptoma durante o desenvolvimento, adaptação e degeneração do sistema nervoso. Os miRNAs são RNAs endógenos de curta extensão que regulam a expressão gênica em nível pós transcrição. Estas moléculas com cerca de 20 nucleotídeos se hibridizam a RNAs mensageiros alvos e diminuem sua tradução por diversos mecanismos, como a clivagem do RNA mensageiro, o impedimento da montagem dos ribossomos, entre outros. Mais recentemente, miRNAs têm sido implicados na comunicação intercelular no sistema nervoso. A sinalização no sistema nervoso pode ocorrer pelo acoplamento direto entre células via canais de junção comunicantes (JCs). Esses canais permitem a passagem de moléculas de até 1 KDa e são formados por subunidades proteicas denominadas conexinas (Cxs). Além de desempenhar importante papel durante o desenvolvimento e na sinalização neuronal, a comunicação via JCs tem sido relacionada com processos de sobrevivência/morte celular. Relatos recentes da literatura evidenciaram a possibilidade da passagem de miRNAs por canais de JCs em cultura de células. Neste contexto, estamos inicialmente interessados em determinar a possível regulação do transcriptoma pela passagem de miRNAs pelos canais de JCs em processos neurodegenerativos. Utilizando técnicas combinadas, como a reação em cadeia da polimerase em tempo real (Real-Time PCR) e localização de miRNAs por LNA, avaliaremos a expressão espaço-temporal de miRNAs específicos em diferentes tempos pós-degeneração. Funcionalmente, avaliaremos o papel das JCs na passagem de miRNAs por diversas metodologias, tais como bloqueadores farmacológicos (carbenoxolone, quinina), peptídeos miméticos e animais KO para conexinas específicas, combinados com métodos para avaliar a morte celular (LDH, TUNEL e FluoroJade). A compreensão deste mecanismo pode abrir novas possibilidades terapêuticas em doenças neurodegenerativas. Este Projeto conta com o apoio da Dra. Jean X. Jiang (Harvard University / University of Texas Health Science Center), do Dr. Sten Rüdiger (Humboldt University) e de grupos sediados em diversas unidades da Universidade de São Paulo, além de pesquisadores pós-doutorandos, alunos de pós-graduação e iniciação científica já engajados com a presente proposta.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020