Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Fernanda Maciel Reichert

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • papel das mulheres na geração de inovação nas empresas
  • Este projeto tem como objetivo descrever um retrato do papel das mulheres na geração de resultados inovativos nas empresas. A maioria dos trabalhos que tratam do papel das mulheres na inovação avaliam a potencial lacuna de gênero na academia, especialmente em áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM). Apesar do assunto já vim sendo abordado no campo acadêmico, ainda há poucos estudos fazendo discussões quanto aos resultados do que as mulheres têm produzido ou o quanto elas estão colaborando para a criação de valor e para o desenvolvimento de inovações em empresas. Para atingir seu objetivo o estudo abrangerá duas fases de procedimento metodológicos, uma primeira de aprofundamento teórico, com uma revisão bibliográfica e análise de dados secundários, e uma segunda a nível exploratório, tendo a segunda fase duas etapas, primeiramente um pré-teste para ajuste e validação do roteiro da entrevista e, após, a realização de entrevistas em profundidade. O estudo terá como população mulheres em posição de serem as responsáveis pela inovação nas empresas, como aquelas atuantes nos níveis de gerência sênior e líderes de setores técnicos e de desenvolvimento (ex.: área de P&D, designer) de empresas. Após a análise das entrevistas realizadas, o estudo buscar trazer resultados tanto para a esfera acadêmica, quanto para as esferas públicas e governamental, bem como para as empresas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Marciano Consolim-Colombo

Ciências da Saúde

Medicina
  • efeitos da estimulação colinérgica e na modulação da inflamação renal e na função cardíaca após iam, em ratos espontaneamente hipertensos (shr)
  • O projeto aborda o tema neuroimunomodulação sobre a inflamação renal após IAM, num modelo de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). Estudos prévios de nosso grupo, demonstraram que o aumento da atividade vagal, por meio da administração de piridostigmina (antagonista farmacológico da acetilcolinesterase), reduz o processo inflamatório no tecido miocárdico 3 e 7 dias após IAM em ratos normotensos, e se associa a melhora a função ventricular. Dados preliminares apontam que esse benefício também ocorre no coração de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). Estudos de outros grupos evidenciaram que, após 7 dias do IAM é possível evidenciar ativação de processo inflamatório nos rins, o que poderia favorecer a evolução para disfunção renal, o que favoreceria o desenvolvimento de um quadro de congestivo. Entretanto, dados na literatura sobre o impacto da estimulação colinérgica no processo inflamatório do tecido renal logo após (7 dias) o IAM, e a longo prazo (4 semanas), são escassos. O potencial benefício na redução da inflamação renal aumentaria ainda mais a possibilidade de que a estimulação do sistema colinérgico venha a ser um co-adjuvante de situações onde as funções cardíaca e renal estejam comprometidas. Dessa forma, pretendemos avaliar os efeitos da estimulação vagal, por meio da administração do brometo de piridostigmina, na resposta inflamatória dos rins e em parâmetros morfofuncionais do coração, de ratos espontaneamente hipertensos (SHR), em dois momentos: 7 dias e 4 semanas após o IAM.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Maria de Almeida

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • políticas públicas na educação superior, complexidade, e desenvolvimento socioeconômico e desigualdades no brasil
  • O acesso à educação estimula o desenvolvimento econômico e contribui para reduzir os níveis de desigualdade, uma vez que a expansão educacional proporciona resultados multidimensionais na estrutura social e econômica de um país. Desta forma, torna-se importante que o Estado adote medidas que viabilize o acesso de grupos menos favorecidos ao ensino superior. Neste sentido, desde o final da década de 1990, diferentes medidas de Políticas têm sido adotadas no Brasil para promover a inclusão social ao ensino superior, tais como: o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) – criado em 1999, o Programa Universidade Para Todos (Prouni) – institucionalizado em 2005 - e as ações afirmativas para ingressar nas instituições federais de ensino superior – padronizada em 2012 pela Lei de Cotas 12.712. Apesar de os efeitos esperados destas medidas serem positivos para o desenvolvimento socioeconômico e para a redução das desigualdades, torna-se relevante destacar o perfil de complexidade destas políticas, do sistema educacional e de seus resultados/efeitos. Este sistema pode ser definido como complexo, pois os agentes envolvidos neste ambiente são heterogêneos, interagem entre si e evoluem de acordo suas próprias respostas às diferentes ações e reações ocorridas no sistema, que são feitas por meio de mecanismos de retroalimentação e adaptação. No caso do ensino superior, fazem parte do sistema: estudantes, pais, ambiente social de origem e o que estão inseridos, professores, cursos, universidades e órgãos governamentais de promoção ao ensino. Diante disto, os potenciais e efetivos resultados do Fies, Prouni e Sistema de Cotas sobre o desenvolvimento e a desigualdade possivelmente não são lineares, estando sujeitos à influência do Sistema de Complexidade em que estão envolvidos. Portanto, é neste aspecto que a presente proposta está inserida, tendo-se como objetivo geral: Identificar como as Políticas Públicas no Ensino Superior – Sistema de Cotas, Prouni e Fies – têm e podem influenciar o desenvolvimento socioeconômico e a redução das desigualdades sociais no Brasil, sob a perspectiva dos Sistemas Complexos. Como objetivos específicos, tem-se: a) analisar o funcionamento do Sistema de Complexidade existente na relação entre as Políticas Públicas no Ensino Superior Brasileiro e Desenvolvimento/ Desigualdade; b) Identificar os efeitos potenciais do Sistema de Cotas, Prouni e Fies, considerando suas diferentes categorias de inclusão e benefícios, sobre desenvolvimento socioeconômico e redução das desigualdades sociais no Brasil. Assim, a relevância/contribuição deste estudo por considerar estas particularidades no contexto das ações afirmativas no ensino superior, e possibilitar resultados e conclusões pertinentes para o contexto do Brasil, que é um país em desenvolvimento, desigual e com significativa heterogeneidade racial e social dos estudantes inseridos na política.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Maria Vieira Pereira Ávila

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • estudo multinacional sobre a prática de uso de máscara facial entre o público em geral durante a pandemia de covid-19
  • Introdução: A descoberta de um novo agente do coronavírus foi relatada no final de 2019 em Wuhan na China logo após o aparecimento dos primeiros casos e, em 30 de janeiro de 2020, a Organização Mundial da Saúde declarou Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional. Uma vez que a transmissão ocorre por meio de gotículas respiratórias, o CDC recomenda a adoção de medidas de precauções-padrão, sobretudo, o uso da máscara facial como forma de impedir o contato e a disseminação da COVID-19. No entanto, é preciso atentar-se quanto às evidências científicas que envolvem a utilização de precauções-padrão em relação aos impactos e as doenças psiquiátricas. Objetivo geral: Investigar a prática do uso de máscara facial entre adultos no Brasil durante a pandemia da COVID-19. Objetivos específicos: Caracterizar a população de acordo com dados sociodemográficos e o uso de máscara nos ambientes públicos, de saúde e domiciliar por estado brasileiro; Identificar a percepção do uso sobre proteger a si próprio e proteger os outros e os fatores que influenciam a prática do uso de máscara facial entre adultos durante a pandemia da COVID-19. Identificar a associação entre o uso de máscara facial e o estado mental entre adultos durante a pandemia da COVID-19; Avaliar a adesão, a percepção do risco e de exposição entre a população e profissionais de saúde durante a pandemia da COVID-19; Analisar o tempo de uso e o manejo da máscara facial pela população geral durante a pandemia da COVID-19; Analisar a reutilização, o processo de higienização e o método de desinfecção utilizado entre a população geral e profissionais de saúde durante a pandemia da COVID-19; Avaliar a adesão, o descarte e o manejo com a máscara facial pelos profissionais de saúde durante a pandemia da COVID-19; Elaborar uma cartilha educativa digital 3D sobre o uso de máscara facial para a população. Método: Trata-se de um estudo multinacional. Esta pesquisa faz parte do projeto intitulado "Practice of Face Mask Use among general public during the Outbreak of COVID-19: A multi-country cross-sectional study" em parceria com o Squina International Centre for Infection Control, School of Nursing, The Hong Kong Polytechnic University. O Brasil é um dos locais convidados a participar desta investigação que inclui Hong Kong, China Continental e Macau, Europa, Coréia, Filipinas, Turquia e Estados Unidos da América. No Brasil o estudo será realizado nas regiões Sudeste, Norte, Nordeste, Centro Oeste e Sul. Para a amostra serão incluídos adultos com 18 anos ou mais e excluídos estrangeiros que residem no Brasil; a seleção será por conveniência. O cálculo amostral adotando 2% de margem de erro e 99% de confiabilidade estabeleceu uma amostra total de aproximadamente 4161 indivíduos. A coleta de dados será on-line em mídias sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Whatsapp) e e-mail. Os instrumentos serão disponibilizados por formulários do Google. O TCLE será disponibilizado online na página inicial de acesso. Serão aplicados: 1-Formulário de informações gerais: com variáveis como sexo, idade, nível educacional, profissão, renda mensal, etc; 2-Escala de uso de máscara facial: com 06 itens mensura a frequência com que as pessoas usam máscaras. 3-Escala de Motivos para o uso da máscara facial: com 13 itens que avaliam o comportamento preventivo no uso de máscaras. 4-Versão em português do Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9): com 09 itens avalia a presença de sintomas para depressão. Os questionários serão traduzidos para o português e avaliados quanto à validade de face e conteúdo por especialistas possibilitando equivalências semânticas e conceituais adequadas. Os dados obtidos serão analisados por estatística descritiva com medidas de tendência central e de dispersão. O teste de correlação de Pearson e análises de regressão logística serão utilizados para examinar as associações entre as variáveis e o uso de máscara facial considerando-se p<0,05. O Modelo de Crenças em Saúde será utilizado, para explicar os comportamentos identificados. Para a análise de concordância dos juízes na etapa de validade de conteúdo dos instrumentos que serão traduzidos e validados será utilizado o Índice de Validade de Conteúdo para Itens (IVC-I) e a Média dos Índices de Validade de Conteúdo para Escalas (IVC-S/ Ave). O projeto tem aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) (CAAE: 30572120.0.0000.0008; nº parecer: 3.971.512). Justificativa/relevância da proposta: Após uma ampla revisão da literatura sobre a temática, várias lacunas foram identificadas: 1-Não há estudo sobre a prática do uso de máscara facial durante a pandemia da COVID-19 entre o público em geral no Brasil e no mundo; 2-A prática do uso de máscara facial não tem sido investigada completamente para identificar uma imagem clara, completa e abrangente quanto a sua utilização entre a população geral e entre profissionais de saúde; 3-O uso de máscara facial inclui duas categorias: proteger a si próprio e proteger os outros e, essa percepção de utilização nunca foi investigada entre a população durante a pandemia da COVID-19; 4-O uso de máscara facial considerando três ambientes distintos, como público, de saúde e domiciliar não foram completamente examinados e abordados nos estudos existentes no Brasil e no mundo durante a pandemia da COVID-19; 5- O efeito do conhecimento percebido e da autoeficácia do modelo de crenças em saúde não foi investigado na prática do uso de máscaras faciais entre a população em geral, sobretudo entre profissionais da área da saúde durante a pandemia da COVID-19. A COVID-19 consiste de um evento global de saúde pública, que requer um estudo de vários países para abordar a prevenção e o controle dessa infecção. Tais lacunas apontam para a necessidade de um estudo dessa magnitude para subsidiar a elaboração de diretrizes internacionais, políticas públicas nacionais e estratégias educativas sobre a temática.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 27/07/2020-26/08/2022
Foto de perfil

Fernanda Marques de Queiroz

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • mapeamento das políticas públicas de prevenção e combate às violências contra mulheres no estado do rio grande do norte pós lei maria da penha
  • A violência contra mulheres na esfera doméstica e familiar tem sido ao longo de nossa história uma realidade marcante na vida de muitas mulheres do nosso país. Mais de quatro décadas de lutas e estudos pelo fim desse tipo de violência e esse continua a ser um problema social perpassado por complexidades e desafios. Tais complexidades e desafios são tecidos nas tramas sociais evidenciados nos avanços e retrocessos das conquistas protagonizados pelos movimentos feministas no que concerne às lutas pelo fim das violências contra mulheres. As conquistas obtidas a partir das estratégias de resistência, não raro, são ameaçadas de retroceder, quando deveriam avançar e modificar o que está fincado na vida social. As estruturas erigidas pelo sistema capitalista-patriarcal-racista inseridas nas relações sociais, provocam-nos a identificar os meandros da opressão e das relações desiguais que se impregnam no campo político, social, econômico e cultural e rebate nas justificativas para as violências praticadas contra as mulheres. No âmbito do legislativo brasileiro, fruto das pressões dos movimentos feministas, dos direitos humanos e da luta e resistência de Maria da Penha, foi sancionada em 2006 a Lei (11340/06) que visa combater esta forma de violência. Todavia, no campo das políticas públicas de enfrentamento a esse tipo de violência, ainda encontramos inúmeros desafios a sua implementação, exigindo, portanto, a realização de monitoramento e avaliação continuada para exigir do Estado que as ações preconizadas na lei, sejam efetivamente concretizadas. Nesse sentido, o presente projeto de pesquisa que ora apresentamos tem o propósito de mapear as políticas públicas de prevenção e combate às violências contra as mulheres no estado do Rio Grande do Norte, tendo como ponto de partida os quatro municípios do estado que possuem Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher - DEAM (Natal, Parnamirim, Caicó e Mossoró) tendo em vista esta instituição ser a “porta de entrada” das mulheres que vivenciam tais violências. Esta proposta investigativa visa dar continuidade às pesquisas que coordenamos nos anos de 2005 e 2008 ambas financiadas pelo CNPq, de modo que o mapeamento analítico ora proposto, precisa ser atualizado tendo em vista o contexto atual de cortes de investimento nas políticas públicas para as mulheres, inclusive com a extinção da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres em 2015.
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Mendes Lages Ribeiro

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • conflitos armados e saúde - investigando os sentidos e os impactos da violência entre moradores e trabalhadores da saúde e da educação em manguinhos/rio de janeiro/rj – estudo de caso
  • A presente proposta tem como tema os impactos dos conflitos armados na saúde de populações moradoras e trabalhadoras de favelas, tendo o Complexo de Manguinhos, no Rio de Janeiro, como estudo de caso. Seu objetivo é produzir evidências científicas sobre os efeitos de tal violência na saúde física e mental. No que tange os trabalhadores, serão abordados os seguintes setores: saúde, através de serviços da atenção básica e de urgência/emergência; e educação, através das escolas. Além destes, serão envolvidas entidades representativas da sociedade civil/movimentos sociais. Objetiva-se investigar ainda os impactos da violência em tela sobre o funcionamento destes serviços/equipamentos. Os moradores serão acessados através dos serviços. Propõe-se um estudo de caso baseado na proposta da pesquisa-ação, por meio de metodologia qualitativa. Serão seguidas as seguintes etapas: 1. Aplicação de um questionário estruturado aos gestores dos serviços de saúde, educação e movimentos sociais; 2. Realização de entrevistas em profundidade com trabalhadores e moradores que tenham histórico de vivência de situações envolvendo conflito armado e que identifiquem impactos em sua saúde decorrentes de tais vivencias; 3. Produção de um Sumário Executivo contendo os principais resultados das etapas 1 e 2 e que servirá como parte da devolutiva da pesquisa e como disparador para a etapa 4; 4. Realização de rodas de conversa voltadas à participação dos serviços/equipamentos e dos sujeitos de pesquisa, estendendo-se o convite a outros órgãos locais da rede de proteção, prevenção e enfrentamento às violências, visando elaborar coletivamente estratégias para o enfrentamento dos impactos dos conflitos armados na saúde física e mental; 5. Produção de um documento síntese contendo as propostas provenientes das rodas de conversa, a ser compartilhado com os sujeitos de pesquisa. Pretende-se colaborar com visibilização dos impactos dos conflitos armados na saúde de moradores e trabalhadores de Manguinhos e com a reflexão sobre estratégias coletivas de enfrentamento que possam ser apropriadas por cada serviço e pelos movimentos organizados da sociedade civil locais a fim de que possam melhor se instrumentalizar em seu cotidiano de cuidado.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Miranda da Cruz

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • estudo dos recursos multimodais (aspectos verbais, gestos, corpo e mundo material) em interações envolvendo crianças com transtorno do espectro autista
  • Nesta pesquisa analisaremos interações que envolvem a presença ou a participação de crianças diagnosticadas com TEA. O TEA corresponde a um grupo relativamente heterogêneo de condições que afetam o desenvolvimento neurocognitivo e que comprometem, de formas e graus distintos, o desenvolvimento da linguagem e a participação dos sujeitos em interações sociais (Lai e Baron-Cohen, 2014, Cunha, Bordini e Caetano, 2015). Inspirada nas possibilidades e desafios investigativos que essas interações lançam para quem se interessa pela interação e cognição humanas, tenho trabalhado na geração de corpora audiovisuais de situações interativas naturalísticas variadas das quais participam crianças diagnosticadas com TEA (Cruz, Cots, Luiz, 2017; Cruz, 2017b). Para a presente proposta, elegemos dois corpora de interações já existentes e a construção de um terceiro corpus para análise. O Corpus Audiovisual Pandorga: (Comitê de Ética UNIFESP, processo 1172/2016) foi idealizado e gerado entre agosto/2016 a agosto/2017). Esse corpus é composto por um total 20 horas de registro audiovisual realizado na Pandorga, uma instituição de convivência de crianças diagnosticadas com TEA. Corpus Audiovisual NIFLINC-TEA (Núcleo de Investigação Fonoaudiológica de Linguagem da Criança e Adolescente no Transtorno do Espectro Autista) resulta de uma parceria interdepartamental (Departamento de Letras e o Departamento de Fonoaudiologia, ambos da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP), através do NIFILINC/TEA e Laboratório de Investigações em Linguagem e Cognição (LabLinC). Trata-se de um corpus audiovisual de registros de sessões de avaliação e de terapia fonoaudiológica de crianças com TEA conduzidas pela docente/pesquisadora Ana Carina Tamanaha. As sessões registradas em vídeo contém, do ponto de vista das atividades, condutas terapêuticas e aplicação de protocolos que fazem parte do trabalho fonoaudiológico. Do ponto de vista dos estudos linguístico-interacionais, os registros de situações de consulta clínico-fonoaudiológica interessam à medida que para que qualquer atividade terapêutica ou avaliativa aconteça é necessário que ela esteja inscrita em uma situação de interação. Assim, qualquer atividade (prática, terapêutica, diagnóstica, etc.) acontece sobre um “interactional substrate” (Maynard & Marlaire, 1992), nos quais os detalhes da interação são visíveis aos analistas da interação graças a uma transcrição que leva em consideração os aspectos linguísticos e multimodais (verbais e não-verbais). Tais aspectos nos informam sobre a forma como tais interações se organizam, sobre a própria dinâmica interacional e sobre os recursos mobilizados pelos participantes para que a atividade em questão se desenvolva dentro da dinâmica interacional. Corpus novo: geração de novos dados durante a pesquisa: pretendemos com esta pesquisa aplicar uma metodologia mais acurada de registro audiovisual para documentação e para pesquisa multimodal das interações com TEA que acontecem no ambiente da Pandorga e no NIFLINC-TEA. Esses novos registros, pensados a partir do campo da videoanálise (Relieu, 1999; Knoblauch et al, 2006; Laurier et al, 2006), dedicado aos aspectos teórico-metodológicos do uso do vídeo em pesquisas interacionais, visam a contribuir para as possibilidades analíticas de interações que se abrem, para as pesquisas de interações com crianças com TEA, com o aprimoramento de metodologias e práticas de pesquisas com vídeo que deem conta dos recursos gestuais e corporais (e suas respostas interacionais) mobilizados pelos terapeutas/educadores/familiares e pelas crianças. Análise de distintos contextos interacionais envolvendo crianças com TEA Ao fazermos um mapeamento prévio de certos momentos de interação nos registros audiovisuais que temos, levantamos, por ora, uma hipótese ou uma linha de análise: a de que é possível identificar e sistematizar certas configurações interacionais que parecem favoráveis à emergência de uma sociabilidade autista (Ochs e Solomon, 2010) ou em outras palavras, que potencializam uma sociabilidade autista. A sociabilidade autista para nós será lida como as formas pelas quais as crianças autistas, através de recursos, configurações e formas que podem ser muito variados, participam de momentos de interação com o outro. Este será o fio condutor da exploração analítica dos corpora audiovisuais para estudo dos TEA. Dentre essas configurações, destacamos, até aqui, como pertinentes: a) a disposição espacial e corporal dos participantes; b) as várias formas de relação com o ambiente material e físico; c) e o uso de gestos e ações corporais de todos os envolvidos e suas correlações com as produções verbais. Sistematização dos dados de análise Traçamos previamente um conjunto de aspectos interacionais que permitam dar conta a) tanto de ocorrências de recursos interacionais multimodais gestuais que são descritos na literatura sobre autismo (Korkikangas, 2011, 2014; Auburn e Pollock, 2013; Dindar et al, 2016; Sterponi e Fasulo, 2010; Sterponi, Kirby e Shankey, 2014; Barros e Fonte, 2016); b) quanto de ocorrências recorrentes nos corpora em questão que já foram preliminarmente identificadas e sistematizadas. Muitas delas dialogam com as descrições dos estudos anteriores e com os achados em clínica reportados pela pesquisadora associada a este projeto de pesquisa, Dra Ana Carina Tamanaha. Esses recursos gestuais e materiais serão analisados em sua coordenação e articulação fina com os recursos linguísticos-verbais presentes e estruturantes das interações. Dentre os recursos gestuais, destacamos: a) Os direcionamentos de olhar; b) Ocorrências de riso; c) Gestos de apontar.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Nazare Morgado

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • influência do bloqueio associado das vias de exaustão celular (pd-1, lag-3, tim-3, ctla-4) na recuperação dos mecanismos efetores de linfócitos e macrófagos e no controle da carga parasitária por células isoladas de cães acometidos de leishmaniose viscera
  • A leishmaniose visceral (LV) se encontra em plena expansão no Brasil, observando-se aumento da letalidade e o surgimento de casos humanos em áreas onde estes não eram encontrados. Em geral, os casos de leishmaniose visceral canina (LVC) precedem os casos humanos, e o cão tem participação importante na manutenção do ciclo biológico de Leishmania infantum em meio urbano devido ao seu papel como animal reservatório. Uma vez infectados, pode haver a disseminação dos parasitas para muitos órgãos, sendo o baço um dos mais afetados na LVC. O baço tem sido considerado um local de persistência parasitária e a desorganização de sua microarquitetura tem sido associada à falha no controle da carga parasitária e à redução na expressão de quimiocinas e citocinas, perfil compatível com exaustão celular. Em estudo prévio, nosso grupo verificou a expressão de moléculas de exaustão (PD-1, LAG-3, TIM-3, CTLA-4, PD-L1 e PD-L2) no baço de cães naturalmente infectados e que ainda apresentavam microarquitetura esplênica organizada e baixa carga parasitária. Neste sentido, o processo de exaustão celular poderia desencadear a perda de ativação celular, defeitos na migração celular, desorganização da microarquitetura esplênica e consequente falha no controle da carga parasitária. E o bloqueio da via de exaustão PD-1/PD-L1 associado ao bloqueio das demais vias (LAG-3, CTLA-4 e TIM-3) poderia recuperar as funções efetoras dos linfócitos e dos macrófagos caninos levando ao controle da carga parasitária. Assim, os objetivos do estudo são: i) avaliar a expressão in situ de marcadores de exaustão e ativação celular em linfócitos e macrófagos, e sua relação com a desorganização esplênica e carga parasitária em cães naturalmente infectados com L. infantum. ii) Avaliar diferenças nas capacidades de migração, proliferação e produção de citocinas por esplenócitos e células de sangue periférico em cães com diferentes níveis de desorganização da polpa branca esplênica. iii) Verificar se o bloqueio da via PD-1/PD-L1, associado ao bloqueio de outros receptores de exaustão é capaz de reverter este perfil de não responsividade. Para tal, serão coletadas amostras de sangue e baço de 60 cães de Barra Mansa - RJ, diagnosticados com LVC, e agrupados de acordo com o nível de organização da polpa branca esplênica e a carga parasitária. Será feita a análise histopatológica, imuno-histoquímica, por citometria de fluxo e sistema Transwell com intuito de entender a falha imunológica que ocorre nos cães infectados e identificar possíveis alvos para o tratamento da LV.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Nedel

Ciências da Saúde

Odontologia
  • desenvolvimento de um cimento ósseo com nanopartículas de oxido de grafeno e nióbio para aplicação na área da saúde
  • Os cimentos ósseos vêm sendo utilizados largamente por diferentes áreas da saúde, englobando desde a odontologia até a ortopedia. Dessa forma, pesquisas que busquem aprimorar e/ou desenvolver novos cimentos ósseos, possuem o potencial de auxiliar concomitantemente diferentes áreas da saúde. Um dos problemas comuns à saúde humana, frente a aplicações dos cimentos ósseos, é a infecção, podendo o mesmo evoluir para uma osteomielite, e a soltura do implante. Este ultimo pode ser decorrente da própria infecção (séptica) ou pela deficiência de osteointegração entre o cimento e o tecido circundante do paciente (asséptica). Ambos os casos, quase sempre culminam em uma reintervenção cirúrgica acarretando grandes prejuízos aos pacientes e onerando o sistema único de saúde. Dentro deste cenário, se tomarmos como exemplo a ortopedia, as principais patologias que levam à necessidade do uso de implantes e concomitantemente de cimentação óssea para substituição articular são, em mais de 85% dos casos, os processos degenerativos (artrite/artrose) ou as fraturas articulares, principalmente ao nível de quadris e joelhos. Com o aumento da sobrevida global da população mundial, as doenças músculo-esqueléticas que precisam de tratamento cirúrgico com uso de cimentos ósseos têm tido um aumento exponencial em sua demanda ao longo dos anos. A cada ano, cerca de 9 milhões de pessoas ao redor do mundo sofrem fraturas devido a fragilidade óssea, e com o envelhecimento da população, estima-se que em 2025, a incidência anual de fraturas por fragilidade óssea aumentará 50% nos Estados Unidos. Dessa forma, a busca por novos cimentos ósseos mostra-se promissor, tantos nos aspectos referentes à melhora na longevidade do mesmo, buscando, assim, uma melhor qualidade de vida para os pacientes, como na inserção de novos produtos comerciais a nível mundial. Ainda, vale salientar a necessidade do mercado brasileiro de avançar no desenvolvimento de novos cimentos ósseos, uma vez que grande parte dos produtos hoje disponíveis e considerados como “padrão ouro” possuem tecnologia internacional, o que representando custo elevado e dependência de tecnologia externa. Além disso, materiais nacionais com custo reduzido podem ampliar o acesso ao tratamento. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo desenvolver um cimento ósseo inovador à base de nanopartículas de óxido de grafeno associado a nióbio, no intuito de melhorar aspectos físicos, mecânicos e biológicos, diminuindo assim, a incidência de complicações como infecção e soltura de próteses cimentadas. A escolha por nanopartículas deve-se a estudos que tem mostrado que, em baixas concentrações, estas possuem a habilidade de melhorar as propriedades mecânicas e térmicas de cimentos ósseas. Dentro desta perspectiva, pesquisas têm sido feitas mostrando que as nanopartículas de óxido de grafeno apresentam propriedades osteogênicas e bactericidas, o que poderia prevenir a adesão bacteriana e estimular o crescimento ósseo do hospedeiro na interface osso-cimento, aumentando a fixação da prótese e apresentando um impacto positivo profundo em relação às artroplastias, por exemplo. Além disso, o nióbio, que é um metal biocompatível com características semelhantes ao tântalo e ao titânio, tem apresentado propriedades osteogênicas, porém sendo de baixo custo. É importante salientar que a equipe agregada a este projeto possui estrutura física, experiência previa, bem como publicações nas áreas das metodologias pospostas, fortalecendo o potencial de obtermos resultados de interesse a comunidade mediante a aprovação do recurso solicitado. Neste sentido serão realizados: o desenvolvimento do cimento com nanopartículas de oxido de grafeno associado a nióbio; caracterização das nanopartículas e do cimento (utilizando para tanto, a difração de raios-X, a espectroscopia Raman e a microscopia eletrônica de varredura com emissão de campo); ensaios mecânicos do cimento (ensaios de flexão, compressão e impacto); ensaio de viabilidade celular (mensuração da redução do 3-[4,5-dimetiltiazol-2yl]-2,5-difenil brometo de tetrazolina [MTT]) e avaliação em modelo animal (será realizado implante de um fio de Kirschner 1.0 de aço inoxidável, associado aos diferentes tipos de cimento ortopédico na região medular do fêmur distal de camundongos fêmeas [C57BL/6] com 12 semanas de idade, subgrupos receberão inoculação direta na região medular do fêmur com 2µl de solução contendo 3 x 105 CFU de Staphylococcus aureus [ATCC 6538]) do cimento desenvolvido. Espera-se, dessa forma, desenvolver um novo cimento ósseo baseado em tecnologia nacional, que possa reduzir complicações tais como infecção e soltura de próteses cimentadas, podendo o mesmo abranger a sua aplicação para diferentes áreas da saúde. Espera-se também, mediante a aprovação da presente proposta, a elaboração de uma patente, uma tese e uma dissertação, bem como artigos científicos de alto fator de impacto e apresentação dos resultados em congressos da área.
  • Universidade Católica de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Paula Yamamoto Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência dos métodos de redução de dose de radiação na qualidade da imagem de tomografia computadorizada de feixe cônico
  • A tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é uma exame volumétrico, seccional com ampla utilização em Odontologia. Imagens de alta resolução de TCFC aumentam significantemente a acurácia desse exame no diagnóstico em diversas situações clínicas, porém, a aquisição dessas imagens requer altas doses de radiação. Como a dose deve ser tão baixa quanto diagnosticamente possível, sua redução só é viável quando a qualidade da imagem é mantida. Parâmetros técnicos dos equipamentos podem influenciar a dose de radiação e a qualidade da imagem, por isso, busca-se a otimização de protocolos, para cada aparelho, caracterizados pela baixa dose de radiação e alta qualidade de imagem. Esse trabalho tem como objetivo avaliar a influencia dos métodos de redução de dose na qualidade das imagens de três aparelhos de TCFC. Para isso, serão utilizados 47 dosímetros termoluminescentes localizados em regiões radiossensíveis, englobando tecido ósseo, cérebro, tireoide, glândulas salivares, esôfago, mucosa oral e linfonodos, posicionados em um fantoma antropomórfico Alderson RANDO® que simula um corpo humano adulto médio. Os tomógrafos utilizados serão o i-CAT® (Kavo – Imaging Science, USA) Tomógrafo PreXion 3D (Los Angeles, Califórnia, USA) e Ortopantomograph™ OP300 (Instrumentarium Dental™, Charlotte, NC, USA) e para cada um deles, 4 protocolos de exposição serão estudados, com variações diferentes de voxel, FOV, kVp e mA. Serão adquiridas 180 imagens no total, sendo 15 de cada protocolo. A dose efetiva, dose absorvida para os órgãos serão mensurados, de acordo com as recomendações da Comissão Internacional de Proteção Radiológica (ICRP). Para análise da qualidade de imagem, parâmetros físicos de resolução como: razão sinal-ruído, razão contraste-ruído, uniformidade e similaridade estrutural (SSIM) serão medidos utilizando o software ImageJ e MATLAB. Para a análise comparativa da dose entre os tomógrafos e protocolos possivelmente será utilizado o teste de variância ANOVA. Com este estudo espera-se elencar protocolos otimizados com menores doses de radiação que gerem imagens de alta resolução, para cada aparelho.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Perpétua Casciatori

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de sistema automatizado para extração de pigmento produzido por fungo cultivado em estado sólido em biorreator de leito empacotado pseudo-contínuo
  • Mediante as limitações da obtenção de pigmentos por via extrativa a partir de fontes de origem animal, vegetal e mineral, a produção de pigmentos orgânicos, com destaque aos de cor vermelha, a partir do cultivo de fungos atrai interesse de pesquisadores da área de Engenharia Bioquímica, tendo em vista o grande potencial de aplicação desses pigmentos nas indústrias farmacêuticas, de cosméticos e destacadamente de alimentos, desde que seja comprovada ausência de toxicidade. Neste contexto, propõe-se, no presente trabalho, a obtenção de pigmentos vermelhos por meio do cultivo em estado sólido (CES) do fungo recentemente isolado a partir de Hymenaea sp. (jatobazeiro, árvore nativa do cerrado de São Carlos – SP) e identificado como espécie Talaromyces minioluteus/Penicillium miniolutem. A proposta da forma de cultivo em estado sólido é empregar resíduos agroindustriais como suportes e/ou substratos para o crescimento do fungo (tais como bagaço de cana e farelo de trigo), bem como proporcionar possibilidades diferenciadas de extração do pigmento. Em termos dos cultivos, estes serão realizados num biorreator de CES de leito empacotado construído de forma modular e operado em modo pseudo-contínuo (tanques em série), em desenvolvimento como objeto de projeto de pesquisa apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP Proc. 2018/00996-2). Os módulos em aço inox são encamisados e apresentam diâmetro interno e comprimento 13 e 10 cm, respectivamente. No modo de operação proposto, haverá retirada periódica de módulos do topo do biorreator de leito empacotado, de forma que o módulo removido será encaminhado para etapas de downstream. O objetivo do presente projeto, portanto, é desenvolver um sistema automatizado de extração do pigmento secretado para o meio poroso por lixiviação com acetona. Para tanto, se propõe o acoplamento do módulo removido numa coluna de extração, composta por bocais de entrada e saída ajustáveis à configuração do módulo, distribuidor de fluido e bomba peristáltica, para controle da vazão de percolação da acetona pelo leito de material cultivado, com possibilidade de recirculação. Espera-se, com tal sistema automatizado de extração do pigmento a partir do cultivado, complementar e tornar mais viável o processo bioquímico de obtenção do pigmento por CES no biorreator de leito empacotado operado em modo pseudo-contínuo, inédito em âmbito experimental.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rabaioli da Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • o impacto ambiental aeroportuário em aves de rapina
  • As emissões de poluentes das atividades aeroportuárias representam uma importante fonte de contaminação ambiental que se equivale ao impacto causado por muitas indústrias. Nesses locais há a liberação de diferentes gases tóxicos, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, nanopartículas, metais, entre outros compostos químicos que acabam contaminando o ar, o solo e a água. Aves de rapina são espécies predadoras, topo de cadeia, que apresentam a capacidade de bioacumular substâncias no organismo e são encontradas em ambientes aeroportuários. As aves são excelentes indicadoras de qualidade ambiental e importante para o monitoramento de alterações antrópicas devido as suas características comportamentais. Assim, o presente estudo pretende avaliar o potencial genotóxico e mutagênico bem como as alterações morfológicas em aves de rapina expostas à contaminação ambiental em área aeroportuária através do ensaio Cometa, do teste de Micronúcleos e da medida da simetria bilateral das asas e dos tarsos, respectivamente. Também serão realizadas as dosagens de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos e de metais em células sanguíneas das aves coletadas. Para compreender como (molecularmente) estes contaminantes podem estar impactando estas aves de rapina, será empregada a análise pela Biologia de Sistemas. Esse trabalho será realizado nas dependências do Aeroporto Internacional Salgado Filho de Porto Alegre – RS (coleta do grupo exposto) e em criadouros particulares e zoológicos (coleta do grupo controle).
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rebelo dos Santos

Ciências da Saúde

Nutrição
  • intervenções nutricionais e dietéticas em crianças com paralisia cerebral: revisão sistemática de literatura com potencial metanálise.
  • Introdução: A paralisia cerebral é uma lesão cerebral de extrema gravidade, incapacitante, com repercussões que não se limitam ao próprio indivíduo, atingindo os seus familiares e a sociedade. No Brasil estima-se que 7 crianças em cada 1000 nascidos vivos apresentam paralisia cerebral. Acredita-se que as intervenções nutricionais podem melhorar o estado clínico e nutricional, beneficiar o neurodensenvolvimento e auxiliar no controle de crises convulsivas em crianças com paralisia cerebral. Justificativa: Diversos estudos mostram os efeitos positivos de terapias nutricionais específicas em crianças com paralisia cerebral. Contudo, esses estudos precisam ser sistematizados e revisados para gerar evidências de alto nível, com possibilidade de aplicação na Rede de Atenção à Saúde, melhorando o atendimento nutricional dos pacientes com paralisia cerebral. Objetivo: Revisar sistematicamente e a posteriori meta-analisar ensaios clínicos randomizados sobre avaliação de intervenções nutricionais e dietéticas em aspectos clínicos, nutricionais, neurodesenvolvimento e controle convulsivo de crianças com paralisia cerebral. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática de literatura com possível metanálise dos dados. Todas as etapas de revisão - incluindo os processos de busca e seleção dos estudos; extração, análise, organização e divulgação dos resultados - seguirão as orientações propostas pelas diretrizes metodológicas para elaboração de revisão sistemática e metanálise do Ministério da Saúde e do Centro de colaboração Cochrane. A estratégia de busca envolverá o levantamento automático (online) e manual de referências bibliográficas nas bases de dados da LILACS, MEDLINE, Web of Science, Embase, Scopus e CENTRAL; utilizando palavras-chave como: (“cerebral palsy” OR “cerebral pals*”) AND (child* OR “child, preschool” OR “child, school”) AND (nutrients OR nutrition OR diet* OR “nutrition therapy” OR “diet therapy” OR “dietary supplements”) AND (“clinical trial” OR “experimental study” OR randomized). Será incluída a literatura cinzenta. Resultados esperados: Publicação de uma revisão sistemática da literatura seguida de metanálise, cujos resultados fornecerão subsídios à Rede de Atenção à Saúde para definição de diretrizes para o tratamento nutricional de pacientes com paralisia cerebral. Divulgação: Os resultados serão divulgados por meio do Portal de Boas Práticas Clínicas do Instituto Fernandes Figueira/Fiocruz e com a realização de um workshop voltado a pesquisadores e profissionais de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Fernanda Rios Petrarca

Ciências Humanas

Sociologia
  • a luta contra a corrupção em sergipe: um estudo sobre o direito e as carreiras jurídicas
  • Esta proposta de trabalho pretende investigar o engajamento da profissão e do ofício jurídico, nas suas diferentes interfaces (poder judiciário, Ministério Público e Polícia Federal), na luta contra a corrupção no estado de Sergipe. De modo mais específico busca-se analisar- a partir da causa “anticorrupção” - como diferentes profissionais do direito, e em especial aqueles vinculados as carreiras jurídicas estatais (delegado, juízes, procuradores, desembargadores), investiram sua formação e redirecionaram sua atuação profissional para casos envolvendo o tema da corrupção. Parte-se do princípio de que o chamado “ativismo judicial” compreende uma forma de se engajar profissionalmente que envolve tanto as condições socio históricas do oficio quanto a dinâmica das carreiras e os recursos mobilizados ao longo do trajeto social e profissional. O objetivo mais pretensioso deste projeto é o aperfeiçoamento de um esquema analítico capaz de permitir o exame da configuração sócio-histórica da profissão jurídica, das condições de emergência da luta contra a corrupção no judiciário e a forma como essa causa passa a ser absorvida pelo ofício jurídico e da relação das operações de combate a corrupção com outras esferas sociais.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rodrigues Garcez

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • própolis de quatro regiões de mato grosso do sul - estudo químico e avaliação de propriedades biológicas visando a fomentar o desenvolvimento tecnológico do estado
  • A apicultura em Mato Grosso do Sul é voltada principalmente para a produção de mel, sendo o estado brasileiro que apresenta maior produtividade na relação mel/colmeia/ano, porém o aproveitamento de outros produtos apícolas diretos, como a própolis, é muito pouco explorado quanto ao seu potencial medicinal. A própolis é um produto elaborado principalmente pelas abelhas da espécie Apis mellifera L. a partir de material coletado de diversas partes de plantas, sendo sua composição química, portanto, reflexo da biodiversidade da flora da região onde é produzida. Seu emprego na medicina popular vem sendo difundido e praticado há séculos e sua comercialização ocorre sem requisição médica, em diversas formas farmacêuticas, o que a torna facilmente acessível à população. Muitas são as propriedades farmacológicas atribuídas aos extratos alcoólicos da própolis, tais como, ações antimicrobiana, cicatrizante, antioxidante, antiproliferativa, antitumoral, anti-inflamatória, dentre outras. Tendo em vista a grande diversidade vegetal encontrada nos biomas de Mato Grosso do Sul, a própolis produzida no estado torna-se, portanto, uma fonte importante de substâncias com potencialidades farmacológicas. A despeito disso, o conhecimento sobre a composição química e propriedades biológicas da própolis produzida em Mato Grosso do Sul é ainda escasso. Através do desenvolvimento do presente projeto, envolvendo a participação de grupos de pesquisa do Instituto de Química e da Faculdade de Farmácia, Alimentos e Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, pretende-se dar continuidade à linha de pesquisa de busca de substâncias bioativas em amostras de própolis produzidas por Apis mellifera em Mato Grosso do Sul. O projeto se propõe a investigar quatro novas amostras de própolis produzidas em três diferentes regiões de Mato Grosso do Sul (Norte, Central e Sul), abrangendo os biomas Cerrado e Mata Atlântica, visando às suas potenciais aplicações na prevenção e/ou tratamento de doenças genéticas (particularmente o câncer) e de processos inflamatórios. Serão avaliados no projeto os potenciais antitumorais, anti-inflamatórios e antioxidantes das amostras de própolis, através dos ensaios de atividades antiproliferativas em linhagens de células tumorais, atividades (anti)mutagênicas através do ensaio SMART em Drosophila melanogaster, atividades anti-inflamatória e anti-hiperalgésica em modelos inflamatórios in vivo de reação aguda e crônica e atividade sequestradora de radicais livres. Além disso, serão realizados o estudo químico detalhado de tais amostras e avaliação das propriedades biológicas supracitadas das substâncias majoritárias obtidas, incluindo mecanismos de ação das substâncias citotóxicas (ensaios de avaliação do ciclo celular, quantificação de caspases, de inibição da enzima topoisomerase IIalfa e da via de inibição da topoisomerase IIalfa). Um dos fatores que contribuem para a baixa exploração econômica da própolis produzida em Mato Grosso do Sul é o fato de os produtores desconhecerem suas propriedades biológicas (reflexo da sua composição química) e, portanto, suas possibilidades comerciais. Assim, o presente projeto vem ao encontro dessa demanda, visando a fornecer subsídios para a exploração comercial desse produto, com base em seus constituintes químicos e propriedades biológicas evidenciadas. O propósito é que através da interação da Universidade (fundamentada nos resultados obtidos no projeto) com o setor produtivo da área de apicultura haja um estímulo para o fortalecimento da exploração comercial dessa matéria prima, viabilizando o desenvolvimento de produtos ou o fornecimento a outros segmentos desse mercado. Desta forma, o projeto terá como consequência, não só a geração de conhecimento sobre essas quatro variedades de própolis produzidas em diferentes regiões de Mato Grosso do Sul, mas também a expansão de suas possibilidades comerciais como produtos de uso medicinal, com potenciais aplicações na prevenção e/ou tratamento de neoplasias e de processos inflamatórios, baseadas em suas propriedades antiproliferativas, (anti)mutagênicas, anti-inflamatórias e/ou antioxidantes comprovadas.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Sampaio Cavalcante

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • staphylococcus spp. na população pediátrica do rio de janeiro
  • O gênero Staphylococcus é composto por mais de 50 espécies que colonizam naturalmente a pele e as mucosas dos mamíferos. A espécie Staphylococcus aureus é um importante agente de infecções superficiais e invasivas, sendo um dos patógenos mais isolados em infecções comunitárias e naquelas associadas a cuidados de saúde. Os Staphylococcus coagulase negativos (SCN), por sua vez, estão naturalmente presentes na microbiota e causam infecções apenas em situações de imunossupressão ou em indivíduos que realizam procedimentos invasivos. No entanto, SCN pode ser um reservatório de genes de resistência para S. aureus. Nas últimas duas décadas, linhagens de Staphylococcus multirresistentes emergiram na comunidade, configurando um novo problema de saúde pública. Dentre os principais grupos associados ao carreamento e desenvolvimento de infecções por de amostras resistentes, especialmente S. aureus, estão crianças que frequentam instituições pré-escolares, pacientes pediátricos com dermatite atópica, além de crianças e neonatos internados em Unidades de Terapia Intensiva. Neste estudo, serão avaliadas quanto à colonização nasal por Staphylococcus crianças regularmente matriculadas em uma instituição pré-escolar do município de Macaé/RJ e pacientes pediátricos e neoatos internados em uma UTI do mesmo município. Além disso, serão analisadas amostras de S. aureus previamente isoladas de infecção de pele em pacientes com dermatite atópica atendidos em um centro de referência do municipio do Rio de Janeiro. As amostras isoladas de crianças matriculadas em pré-escola e daquelas internadas em UTI serão identificadas por espectrometria de massas. A seguir, todas as amostras serão avaliadas quanto à susceptibilidade aos antimicrobianos através de testes de difusão a partir do disco e determinação da concentração mínima inibitória . Amostras resistentes à meticilina serão submetidas à caracterização do SCCmec e as amostras de S. aureus serão avaliadas quanto à presença dos genes da leucocidina de Panton Valentine. As amostras de S. aureus oriundas de pacientes com DA serão também testadas quanto à produção de biofilme. A determinação das linhagens clonais será realizada, através de PFGE e MLST, em tdas as amostras de Staphylococcus isoladas neste estudo. Os achados deste estudo podem auxiliar a traçar um perfil epidemiológico de Staphylococcus spp. na população pediátrica do Rio de Janeiro, identificando características de resistência, virulência e diversidade genética, bem como contribuir com a implantação de políticas de manejo e controle de infecção por Staphylococcus multirresistente entre pacientes com dermatite atópica e neonatos internados em UTI.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Silveira Flôres Vogel

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • epidemiologia do surto de toxoplasmose em santa maria, rs: isolamento e caracterização, determinação da ocorrência de toxoplasmose em gestantes, contaminação ambiental e investigação da água como fonte de infecção.
  • A toxoplasmose é uma zoonose mundialmente distribuída e de grande importância a saúde publica devido principalmente ao impacto relacionado as consequências da infecção transplacentaria em humanos. Atualmente, a toxoplasmose é considerada uma doença negligenciada pelo CDC. Em 2018, o maior surto de toxoplasmose descrito do Brasil e do mundo esta ocorrendo em Santa Maria, RS. Embora estudos de casos controle direcionem a fonte de infecção mais provevel sendo a agua, varias lacunas ainda não foram respondidas em relação a esse surto e á epidemiologia da toxoplasmose como um todo. O presente projeto visa caracterizar epidemiologicamente e molecularmente os isolados de T. gondii obtidos durante o surto de Toxoplamose de Santa Maria, RS bem como estabelecer a água como principal fonte de infecção. Os resultados esperados serão de grande relevância para a saúde publica uma vez que determinara os principais fatores envolvidos no surto de Toxoplasmose de Santa Maria. Sendo estes: i. determinar a agua como principal fonte de infecção; ii. Isolamento do T. gondii que determinou o surto; III. Caracterização biológica e molecular deste (s) isolado (s) e iv. Determinar a contaminação ambiental por este protozoário na região de Santa Maria. Este projeto será dividido em três subprojetos sendo estes: SUBPROJETO 1 - Caracterização in vitro, in vivo e molecular de isolados de Toxoplasma gondii de placenta humana de Santa Maria, RS e determinação da ocorrência de toxoplasmose em gestantes; SUBPROJETO 2 - Epidemia de Toxoplasmose em Santa Maria, RS: investigação da água como fonte de infecção utilizando suínos como modelo experimental; SUBPROJETO 3 – Determinação da taxa de contaminação ambiental por Toxoplasma gondii no Munícipio de Santa Maria, RS - região do surto de Toxoplasmose, através do monitoramento da infecção por Toxoplasma gondii em Gallus gallus domesticus. A metodologia e delineamento experimental de cada projeto será descrita abaixo. Além da contribuição a saúde com um todo, este projeto vai gerar produtos como publicação de artigos em periódicos indexados, resumos em congressos de âmbito nacional e internacional e formação de recursos humanos. Ressalta-se ainda que esse projeto sera determinante para o estabelecimento e/ou consolidação de parcerias.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Vitória Leimann

Engenharias

Engenharia Química
  • atividade biológica de extratos naturais encapsulados por dispersão sólida
  • O uso de extratos e compostos de origem natural no tratamento e prevenção de doenças é uma alternativa aos medicamentos sintéticos tradicionais ou alimentos nutracêuticos, resultando em reduzidos efeitos colaterais e aumento da ação efetiva. No estado do Paraná, produtos regionais de grande interesse para a obtenção de compostos bioativos são o pinhão (Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze) e a erva-mate (Ilex paraguariensis). Tais produtos representam uma grande parcela da produção agro-florestal do estado, sendo destaque na produção nacional de acordo com o IBGE. A aplicação de tais extratos na inibição de enzimas hidrolizantes de carboidratos (importante forma de controle da hiperglicemia em pacientes portadores de Diabetes mellitus), na inibição da enzima acetilcolinesterase (AChE, causadora da deficiência da neurotransmissão colinérgica que leva a doença de Alzheimer) e citotoxicidade a celulas normais e tumorais foram recentemente estudadas. Contudo o efeito da encapsulação de tais extratos no aumento da biodisponibilidade dos compostos ativos para melhoria da sua atividade inibidora ainda não foi avaliado. Além disto, a aplicação de tais extratos e os respectivos encapsulados em produtos finais de fácil acesso aos consumidores, como os de panificação por exemplo, podem ser desenvolvidos como avaliação da prova de conceito e aceitabilidade pela população.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Albuquerque de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dinâmica de sistemas complexos não local e fora do equilíbrio.
  • Neste projeto propomos a abordar uma série de problemas que tem como objetivo fundamental a caracterização da dinâmica de sistemas que possuem uma diversidade de escalas de espaço e tempo (sistemas complexos) em situações fora do equilíbrio. Maior ênfase será dada a sistemas desordenados e a sistemas de interesse biológico, para estabelecer um marco teórico capaz de explicar situações experimentais conhecidas, por exemplo, a formação de padrão em colônias de bactérias. Os resultados que esperamos obter conduzirão a amplos discernimentos sobre os sistemas fora de equilíbrio. Além disso, procuramos resultados exatos na física de crescimento com a formulação de modelos os quais possuem dinâmica equivalente à descrita pela equação Kadar - Parisi - Zhang (KPZ). A formação de padrão em sistemas não lineares é uma área de grande importância científica sendo fundamental para caracterização da dinâmica dos sistemas, as condições de metaestabilidade e o controle dos parâmetros que levam de uma fase a outra, onde os padrões aparecem e passam a existir (ou não).
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Almeida Santos

Engenharias

Engenharia de Energia
  • valoração do potencial sustentável dos resíduos da bananeira na produção de biocombustíveis e bioprodutos
  • Com o ímpeto de se substituir os combustíveis de origem fóssil, pelo menos parcialmente, surgiu na última década o conceito de biorrefinaria. Embora possa ser definido de formas distintas por alguns setores, a biorrefinaria expressa a ideia de uma unidade industrial que integra equipamentos e processos de conversão de biomassa para produzir biocombustíveis, bioenergia e bioprodutos, permitindo alcançar mais eficiência, tanto do ponto vista termodinâmico como econômico e ambiental. Em outras palavras, a biorrefinaria utiliza o mesmo conceito da refinaria de petróleo, porém partindo de matéria-prima renovável e tem sido identificado como a rota mais promissora para a criação de novas indústrias do futuro. Essa visão de desenvolvimento tecnológico do setor industrial é conceitualmente inovadora na sua implementação, podendo trazer grandes ganhos pela gama de novos produtos com alto valor agregado obtidos a partir da biomassa e seus resíduos, quanto aplicado o conceito de biorrefinaria. No que diz respeito à agricultura, o Brasil tem um papel de destaque no cenário mundial, não só devido à produção de grãos, mas também devido ao seu papel na fruticultura. Em todo o mundo são produzidas mais de 880 milhões de toneladas de frutas por ano, sendo o Brasil destaque nessa produção. Dentre as frutas produzidas no país, merece destaque a cultura da bananeira. A banana é a segunda fruta mais consumida no mundo, atrás apenas da laranja, sendo a fruta preferida dos brasileiros. Hoje, cerca de 125 países se dedicam a produção desta fruta, fazendo com que seja a fruta mais produzida do mundo, com aproximadamente 110 milhões de toneladas, ficando o Brasil responsável por cerca de 7% da produção mundial. Sendo a banana uma das principais frutas cultivadas e consumidas, ressalta-se, também, há alta produção de resíduos gerados. Estima-se que cada tonelada de banana industrializada, em média, 3 toneladas são de pseudocaule, 160 kg de engaço, 480 kg de folhas e 440 kg de cascas. Além disso, cerca de 45% de toda banana produzida é classificada como imprópria para comercialização, sendo então descartada ou utilizada de forma menos nobre. Esses resíduos são, em sua maioria, colocados na linha de plantio, pois fornece uma série de benefícios agronômicos as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Entretanto, em função da quantidade significativa de resíduos gerados e sua composição bioquímica, é possível utilizar parte desses resíduos em um aproveitamento mais nobre tanto do ponto de vista químico quanto energético, sem que haja prejuízos aos benefícios agronômicos, através de processos de biorrefinaria. Nessa expectativa, o objetivo principal deste projeto de pesquisa é caracterizar e investigar o potencial sustentável dos diferentes resíduos da bananeira visando a produção de biocombustíveis e bioprodutos.
  • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022