Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carolina Panis

Ciências da Saúde

Medicina
  • exposição ocupacional a pesticidas como fator de risco determinante de pior prognóstico em mulheres portadoras de câncer de mama: investigação de mecanismos moleculares e proposta de algoritmo de re-estratificação de risco de óbito e recidiva.
  • Nos últimos 5 anos documentamos a extensa contaminação por pesticidas que ocorre na região Sudoeste do Paraná, uma área de agricultura familiar com elevada incidência de tumores de mama. Demonstramos que mulheres expostas ocupacionalmente aos pesticidas apresentam tumores de alta agressividade, com comprometimento sistêmico do eixo de resposta inflamatória mediado pelo fator de necrose tumoral alfa, interleucina 1 beta e interleucina 12, além da super-expressão tumoral da molécula imunossupressora CTLA-4. Observamos ainda falha na resposta ao tratamento três vezes maior nas mulheres expostas quando comparadas às não expostas, resultando em aumento de metástases e risco de óbito. Estes dados indicam que a exposição ocupacional aos agrotóxicos deva ser considerada na estratificação de risco de recidiva e óbito de pacientes com câncer de mama ocupadas na agricultura. Assim, esta proposta visa caracterizar a severidade da exposição ocupacional aos pesticidas nesta população através de parâmetros epidemiológicos (perfil de exposição ocupacional detalhado), toxicológicos (dosagem de pesticidas no sangue), moleculares (perfil de desregulação inflamatória) e epigenéticos (metilação global). Será incluído um grupo de mulheres sem câncer, expostas ou não ocupacionalmente aos pesticidas, para comparação dos parâmetros. Estima-se a inclusão de cerca de 200 mulheres em cada grupo (n = 800 no total) com coleta de sangue periférico e amostras de tecido tumoral e normal. Com base nestes resultados será criado um algoritmo para re-estratificar o de risco de recidiva e óbito destas mulheres segundo seu perfil de exposição ocupacional, desenvolvida na forma de uma calculadora online de fácil acesso a ser disponibilizada para uso no SUS. Também serão realizadas oficinas para compartilhamento dos resultados da pesquisa, visando conscientizar quanto à necessidade de minimizar a contaminação no manejo dos pesticidas e orientar quanto ao uso de equipamentos de proteção de forma eficiente.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Pescatori Candido da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • cidade pós-compacta: releituras de brasília para novas metodologias de projeto e planejamento urbano
  • O projeto de pesquisa pretende revisitar e reinterpretar o urbanismo de Brasília para construir, a partir de estudos de caso de espaços urbanos relevantes da cidade, novos princípios de projeto urbano e planejamento que atendam com maior eficácia e flexibilidade os desafios impostos pela urbanização dispersa contemporânea. Partimos de duas hipóteses centrais. Primeiro, que a dispersão urbana, enquanto fenômeno caracterizado pela fragmentação, esgarçamento e expansão ininterrupta do tecido urbano, prevalência de vazios intersticiais e aumento das distâncias entre núcleos urbanos, não pode ser controlada apenas por meio de princípios de adensamento e compactação, conforme preconiza o urbanismo contemporâneo. Segundo, que Brasília, exatamente por ter sido projetada e planejada com configurações espaciais mais dispersas, mas plenas de qualidades projetuais, pode informar novos princípios de projeto urbano e planejamento úteis para a cidade brasileira do século XXI, e mais adequados aos tipos de espaços característicos da urbanização dispersa. Para desenvolver essas hipóteses, elaboramos uma metodologia multidimensional em três partes: 1) teórica, para investigar as discussões sobre desenho, paisagem e configuração territorial e urbana; 2) revisão da historiografia de Brasília e sua região metropolitana; 3) estudos de caso em Brasília, que destaquem as estratégias projetuais e de planejamento. Os objetivos são: construir um arcabouço teórico sobre Brasília e sua crítica; desenvolver estudos de caso de espaços urbanos de Brasília; elaborar um conjunto de diretrizes que possibilitem a construção de novos referenciais de projeto urbano e planejamento. Essa análise apresenta a possibilidade de um urbanismo pós-compacto, que reduza as desigualdades e assimetrias espaciais da cidade dispersa, a fim de transformar Brasília em uma referência útil para lidar com a complexidade e os desafios inerentes à cidade contemporânea.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Ruoso

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • critérios e valores de patrimonialização: uma questão de justiça epistêmica
  • O termo "referências culturais" tornou-se fundamental para os processos de patrimonialização e musealização realizados em diferentes comunidades e territórios culturais do Brasil. Compreendemos que poderemos identificar entre as referências culturais um repertório de critérios e valores de patrimoniazação/musealização, expressos nas ações de inventários/curadorias partipativos. O presente projeto pretende indetificar os valores e critérios de musealização/patrimonialização presentes nas ações de metodologias participativas tais como inventários e curadorias participativas que consideram as referências culturais dos detentores/membros das comunidades envolvidos nos projetos culturais de museus comunitários e/ou patrimônio imaterial. Os critérios e valores de patrimonialização historicamente hegemônicos foram: autenticidade, unicidade, raridade, beleza e originalidade. Compreendemos que há nas referências culturais das comunidades tradicionais critérios e valores de patrimonialização que não são referenciados nos pareceres técnicos de registro, salvaguarda e musealização de bens culturais. Identificar e repertoriar tais critérios e valores é fundamental para construirmos uma perspectiva de justiça epistêmica nos mundos dos museus e do patrimônio cultural. Alguns critérios e valores de patrimonialização como ancestralidade e pertencimento já foram identificados durante atividades participativas realizadas junto com os detentores de saberes e comunidades tradicionais. Nossa pesquisa será realizada a partir do trabalho de leitura de bibliografia especializada e na identificação das noções e valores de patrimonialização presentes nos dossiês de registro e planos de salvaguarda do patrimônio imaterial, assim como nos projetos culturais dos museus comunitários que atuam no território brasileiro. E realizaremos uma oficina de escrita de verbetes para os critérios e valores de patrimonialização identificados com os detentores dos saberes e membros de comunidades tradicionais
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 11/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Weigert Galvão

Ciências Agrárias

Agronomia
  • potencializando os efeitos de a. brasilense na agricultura com hidrogéis biopoliméricos
  • Um dos grandes desafios do século XXI será alimentar 10 bilhões de pessoas em 2050 e ao mesmo tempo reduzir o impacto ambiental e os custos da produção agrícola. No Brasil, o MAPA recomenda que o crescimento da produção agrícola deva ocorrer fundamentado no aumento da produtividade, e não na ampliação das áreas de cultivo. Entretanto, a agricultura brasileira não tem conseguido cumprir essa meta e o aumento da produção nacional de grãos tem comprometido a preservação dos seus biomas. Diante desse cenário, o emprego de bactérias promotoras do crescimento vegetal (BPCV) como biofertilizante é visto como uma alternativa promissora. No Brasil o Azospirillum brasilense é a espécie mais utilizada para formulação de inoculantes comerciais e os resultados positivos ao longo de décadas de pesquisa comprovaram os seus benefícios na produtividade de milho, trigo e mais recentemente na soja. Contudo, ainda existem muitos desafios para assegurar o sucesso da sua inoculação, uma vez que, o solo é um ambiente altamente competitivo e o contato com pesticidas diminui a viabilidade desse biofertilizante. É nesse contexto que a tecnologia de polímeros ganha destaque, em especial os hidrogéis (HG), que são geralmente materiais biocompatíveis podendo apresentar, em sua composição, quantidades de água superiores a 95% em massa. Assim sendo, o encapsulamento de A. brasilense com HG pode vir a ser uma alternativa promissora para resolver os desafios supracitados, potencializando os seus efeitos na agricultura. Desta forma, o presente projeto visa: i) desenvolver tecnologia baseada em hidrogéis nanoestruturados biodegradáveis que potencialize a sobrevivência e os efeitos promotores de A. brasilense; ii) compreender o efeito da associação Azospirillum-hidrogel sobre o microbioma da rizosfera; iii) avaliar os efeitos dessa nova tecnologia em Poaceae e Fabaceae; iv) desenvolver tecnologia associada à demanda da indústria, visando acelerar seu acesso ao produtor rural.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Caroline de Fátima Aquino Moreira Nunes

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo translacional da enzima poli-adp-ribose polimerase-1 (parp1) em modelos experimentais de leucemia linfóide aguda bcr-abl p190+
  • A Leucemia Linfóide Aguda (LLA) é um distúrbio clonal de células hematopoiéticas que pode apresentar diversos tipos de alterações genéticas. Um grande desafio da oncohematologia, é o manejo clínico de pacientes com LLA que, mesmo quando tratados, apresentam taxas de sobrevida em torno de 40%. A questão central é que um dos principais fatores envolvidos na baixa sobrevida está relacionado a uma genética desfavorável, como o subtipo BCR-ABL p190+ frequente na nossa população de estudo, e que não respondem aos tratamentos clássicos com inibidores de tirosina-quinase disponíveis no mercado. Estudos prévios do nosso grupo de pesquisa mostram que a enzima Poli-ADP-Ribose Polimerase (PARP) se apresenta hiperexpressa em neoplasias hematológicas, e neste contexto a terapia pode abranger o uso de inibidores de PARP, que já mostram a eficácia terapêutica em diversos tipos tumorais. Neste contexto, este estudo tem como objetivo avaliar o potencial de inibição de PARP como terapia para o tratamento LLA BCR-ABL p190+. Assim, acredita-se que o estudo da via de inibição da enzima PARP pode ser uma potencial alvo terapia para LLA BCR-ABL p190+ sendo capaz de limitar a viabilidade das células leucêmicas desta malignidade, assim como diminuir a expressão do marcador tumoral BCR-ABL p190+ em amostras de pacientes. Para testagem da hipótese, serão utilizadas linhagens representativas de LLA, sendo estas avaliadas após o tratamento com o fármaco inibidor Olaparib. Adicionalmente serão geradas células com o silenciamento genético da PARP através da técnica de edição gênica CRISPR/Cas9, derivadas das linhagens, para confirmação do envolvimento desta via na hipótese. Por fim, para validação experimental, células de medula óssea de pacientes serão utilizadas para o desenvolvimento de cultivo celular primário, no intuito de identificar a presença da expressão do alvo molecular PARP e para testagem de inibição farmacológica deste alvo proposto principalmente em pacientes BCR-ABL p190+.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Caroline de Oliveira Alves

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • as intervenções do terapeuta ocupacional junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por covid-19
  • A Terapia Ocupacional ocupa importante papel no contexto hospitalar, os objetivos da Terapia Ocupacional no Contexto Hospitalar que estão voltados para: avaliação do sujeito de modo biopsicossocial, elaboração de plano de tratamento conforme as necessidades específicas da pessoa; promoção de experiências saudáveis e espaço de saúde, orientações à pessoa e familiares; ações que visem o alívio da dor e do sofrimento para além das técnicas farmacológicas; prevenção de limitações, manutenção da capacidade funcional da pessoa; e, finalmente, a atenção quanto ao enfrentamento do processo de morte. A COVID-19 é semelhante ao de outras viroses respiratórias, e em casos mais graves (5%) pode acarretar dispneia, sangramento pulmonar, linfopenia grave e insuficiência renal. (Strabelli; UIP; 2020). Nos casos mais graves é necessário internação, dependendo da evolução há necessidade de tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva. Diversos terapeutas ocupacionais vêm atuando no contexto hospitalar principalmente com pacientem em tratamento da COVID-19, e até então não temos registros dessas atuações. Esse projeto tem como objetivo mapear essas intervenções que tem sido realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, promovendo o desenvolvimento científico, a divulgação de estratégias utilizadas, incluindo o desenvolvimento tecnológico e de inovação. Descrever as intervenções realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19. Será uma pesquisa de abordagem metodológica qualitativa. O método para coleta de dados será “estratégia bola de neve”, que é uma forma de amostra não probabilística que utiliza cadeias de referência. É uma estratégia útil para pesquisar grupos difíceis de serem acessados ou estudados, também quando não há precisão sobre sua quantidade (Vinuto, 2014). Será feito contato com os Conselhos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) e com a ATOHosp., buscando a indicação de Terapeutas ocupacionais que atuaram ou que estão atuando junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, a partir dessas indicações entraremos em contato convidando participar da pesquisa, e também a partir desses contatos buscaremos outras indicações de terapeutas ocupacionais. O instrumento de pesquisa será uma entrevista estruturada no formato on-line. Os resultados e contribuições científicas esperados são a divulgação e disseminação de práticas de intervenções terapêuticas ocupacionais no tratamento de pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, bem como divulgação para a aplicabilidade no SUS.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Caroline Maria de Miranda Mota

Engenharias

Engenharia de Produção
  • processos decisórios na gestão de projetos: analise de riscos e suprimentos
  • Este projeto de pesquisa contribui com o desenvolvimento de novos processos e modelos de apoio à decisão em diferentes estágios do ciclo de vida do projeto. As principais decisões em gestão de projetos envolvem a priorização de projetos e portfólio de projetos, sob o qual há limitação de recurso; a elaboração de propostas orçamentarias e a definição de estratégias de competição em licitações, a depender do risco e da atratividade do projeto; e a seleção de fornecedores em projetos. Esses problemas de decisão dividem características que desafiam a modelagem e a efetiva tomada de decisão. Dentre os principais desafios, tem-se o envolvimento de múltiplos stakeholders, com diferentes sistemas de valor, falta de informação e incerteza no processo decisório, e o impacto de diferentes dimensões (econômica, técnica, social), representadas por múltiplos e conflitantes objetivos de decisão. Poucos estudos têm investigado os processos decisórios nos diferentes estágios do ciclo de vida dos projetos, tão pouco são desenvolvidos e efetivamente implementados modelos matemáticos para apoiar tais decisões nas organizações. Para o desenvolvimento do projeto será considerada uma abordagem multimetodologia, envolvendo o levantamento e análise de dados para investigar o impacto de múltiplos stakeholders no processo de tomada de decisão em projetos e estratégias de competição; a estruturação de problemas de decisão para mensurar os valores das organizações no qual os projetos são desenvolvidos; a construção de novos modelos de decisão multicritério, especialmente em situações de imprecisão das informações e o envolvimento de múltiplos atores no processo. Como resultado do projeto, tem-se a construção de sistemas de apoio a decisão que implementam os processos e modelos de decisão multicritério desenvolvidos para facilitar a tomada de decisão em gestão de projetos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cássia de Castro Martins Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • (re) significação da cidade: um olhar que vai da habitação a totalidade da cidade de juiz de fora-mg: qualidade ambiental, saúde e clima urbano
  • O projeto visa compreender como os moradores de diferentes bairros, com distintas condições sociais, econômicas, de lazer, de saneamento, de infraestrutura, de planejamento, de meio físico, de cultura, de educação, de acesso à tecnologia são mais ou menos vulneráveis à uma condição de risco climático, além disso, se tornam também mais ou menos vulneráveis, quando associados às doenças respiratórias e cardiovasculares. Para tanto, serão considerados três aspectos essenciais na definição desta proposta, uma que vai trabalhar o clima urbano e suas interações, espacializações e implicações nas diferentes formas de uso e ocupação urbanas. A segunda que vai trabalhar e relacionar como estes diferentes microclimas, sob distintas condições atmosféricas podem agravar os problemas de saúde da população e suas diferentes espacializações e relações com o habitar. A terceira, implicaria em projetar cenários possíveis, afim de minimizar os impactos derivados da variabilidade climática, visando uma melhoria no bem-estar e na qualidade de vida da população. Para isso serão abordadas questões como qualidade de vida, risco climático, vulnerabilidade e resiliência, como uma busca de analisar a repercussão dos impactos dos riscos climáticos aplicados à cidade de Juiz de Fora - MG.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cassiano José Bezerra Marques Trovão

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • observando a insuficiência socioeconômica multidimensional no brasil
  • A proposta do projeto é desenvolver uma metodologia para a mensuração da Insuficiência Socioeconômica Multidimensional (ISM) a partir das informações disponibilizadas pelo IBGE, por meio da PNAD Contínua. A ISM é um fenômeno complexo, estrutural e dinâmico que tem se mostrado cada vez mais presente na sociedade brasileira. Sua complexidade e dinamismo derivam, respectivamente, de suas múltiplas formas de manifestação e da velocidade de transformação que esse fenômeno possui. Sua característica estrutural está diretamente relacionada ao modo de produção capitalista bem como a sua dinâmica de reprodução material. Nosso problema de investigação vai além da simples mensuração da ISM. Procuramos avaliar e apresentar, também, sua evolução ao longo do tempo (2012-2021), bem como seu comportamento a partir de distintos recortes de análise (Grandes Regiões, Sexo, Cor/Raça, Situação do Domicílio, Unidades da Federação, Idade etc.). Partimos da hipótese de que mudanças estruturais na dinâmica econômica, do emprego, da renda e do acesso a políticas públicas afetam a ISM, que podem e devem ser captadas pelo indicador sintético a ser desenvolvido nesse projeto. Defende-se que a PNAD possui um conjunto de informações que nos permitem avaliar a ISM a partir de ao menos seis dimensões: 1) Educação; 2) Trabalho; 3) Renda corrente e patrimônio; 4) Condições habitacionais; 5) Acesso a bens de consumo; e 6) Acesso a bens e serviços públicos. Cada dimensão é composta por indicadores que permitem a identificação de cada um dos domicílios da PNAD segundo sua condição de insuficiência. As frequências relativas dos domicílios em insuficiência em cada dimensão tornam-se, quando dispostas no plano cartesiano, os vértices de um polígono de seis lados. O índice proposto é definido pela razão entre a raiz quadrada da área do polígono observado e a raiz quadrada da área do hexágono de máxima insuficiência, com distância entre o vértice e o ponto central (0,0) igual a um (100% de insuficiência).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cassiano Rabelo e Silva

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • nanometrologia de grafenos produzidos em escala industrial
  • O crescente interesse pelo estudo e aplicação de nanomaterias gerou a necessidade de se desenvolver ferramentas e métodos metrológicos específicos para a área. Este movimento deu origem à Nanometrologia, um campo multidisciplinar que aborda as mais diversas áreas do conhecimento, dentre elas a Física, Química, Biologia e todas as Engenharias. Os trabalhos relacionados à nanometrologia incluem o desenvolvimento de novos padrões adequados à instrumentação, produção de materiais de referência, nomenclaturas, metodologias de testes, modelamentos e simulações, segurança, saúde e meio ambiente. Embora um grande esforço venha sendo feito nessa direção, o desenvolvimento destes padrões ainda está em curso uma vez que, apesar de a área ser relativamente jovem, é ao mesmo tempo extremamente abrangente. A FabNS - Fábrica de Nanosoluções e Participações LTDA - é uma empresa desenvolvedora de tecnologias para caracterização físico-química de amostras na escala nanométrica e com alta resolução espacial. As soluções desenvolvidas servem de base para aplicações em pesquisa e desenvolvimento em nanotecnologia. A FabNS foi concebida em 2014, como uma spin-off do Laboratório de Nanoespectroscopia – LabNS, sendo formalmente fundada em março de 2020. Criado em 2006 no Departamento de Física do Instituto de Ciências Exatas da UFMG, o LabNS já produziu mais de 300 artigos publicados e 50 mil citações, estabelecendo-se como referência internacional em espectroscopia ótica e instrumentação científica. A empresa atua no setor de instrumentação científica/industrial voltada à nanometrologia e desenvolveu um nanoscópio, que é um instrumento capaz de observar a matéria na escala nanométrica. O desenvolvimento de microscópios ópticos com resolução nanométrica possibilita a análise de estruturas com um grau de detalhamento inalcançável em microscópios ópticos convencionais. A habilidade de ver e manipular estruturas nesta escala implica uma gama de possibilidades na aplicação da nanotecnologia, podendo ser utilizada na medicina, em ciência dos materiais, na eletrônica, no setor de transportes, dentre outros. A FabNS atuará no mercado de nanotecnologia, inicialmente, por meio da venda do Porto, um nanoscópio de alta tecnologia baseado na técnica TERS, que permite a caracterização de amostras em escala nanométrica, proporcionando informações sobre sua composição química e estrutural. A técnica TERS surgiu em 2000, e consiste na combinação de duas outras técnicas: espectroscopia Raman e microscopia de varredura por sonda (do inglês Scanning Probe Microscopy, ou SPM). Essa combinação faz do TERS a única técnica capaz de proporcionar caracterização química e estrutural (proporcionada pela espectroscopia Raman) com resolução espacial nanométrica (obtida a partir da SPM), ou seja, o Porto apresenta, em um único equipamento, além de funcionalidades que normalmente só são encontradas em equipamentos distintos, o poderio inédito de caracterização por espectroscopia Raman em nanoescala. Atualmente o produto está em fase final de desenvolvimento de protótipo passível de comercialização, graças ao projeto NA@MO, financiado pela Codemge (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais) em parceria com o programa Embrapii. Este projeto tem como objetivo consolidar o TERS como uma ferramenta de análise e desenvolvimento de nanomaterias produzidos em larga escala, mais especificamente o grafeno. A prova de conceito foi construída na fase I através de medidas e análise de nanoflocos de grafeno produzidos pelo Projeto MGgrafeno por meio do método de esfoliação química em fase líquida. Os resultados demonstraram que o nanoscópio TERS produzido pela FabNS possui grande potencial de servir como ferramenta para nanometrologia de grafenos produzidos em escala industrial. Iremos adensar as etapas iniciais com uso dos MVPs na direção de validações cada vez mais concretas. Pretende-se agregar medições com grafenos funcionalizados para validar a capacidade de atendimento às demais necessidades identificadas do cliente por meio do QFD. Esse aprendizado validado reduz o risco na medida em que dá inputs para a busca de clientes em outros pontos da cadeia de valor do Grafeno que trabalhem com P&D e funcionalização. Esse esforço pavimenta o avanço para etapas posteriores do modelo por meio de testes comerciais e desenvolvimento de clientes, o que permite testar processos gerenciais de rotina da empresa. Além da revisão recorrente dos elementos já construídos do negócio, deve-se ganhar maturidade em aspectos internos do negócio, como estrutura organizacional, processos internos, indicadores e outros.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 28/09/2021-31/03/2023
Foto de perfil

Catarina Machado Azeredo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • câncer como primeira causa de morte no brasil e prevenção com foco nas desigualdades sociais: planejando para o futuro
  • O câncer já é a primeira ou segunda causa de morte na maioria dos países. Projeções mostram um aumento na sua incidência com impacto desproporcional em cenários de recursos escassos, como países de baixa e média renda. O envelhecimento populacional é a principal influência, mas a exposição a fatores de risco modificáveis (as causas do câncer) desempenha importante papel, marcando o papel das estratégias de prevenção primária. Piores condições socioeconômicas, disparidades geográficas e raciais (as causas das causas) se associam à maior exposição aos fatores de risco modificáveis para diversos tipos de câncer. Contudo, o papel das desigualdades e sua tendência neste contexto não estão estabelecidos. Modelo preditivos estimando quando o câncer será a principal causa de morte no Brasil e quanto da carga do câncer é atribuível às desigualdades nos fatores de risco modificáveis são necessários para o melhor planejamento de políticas públicas. Os objetivos são: 1) Avaliar a tendência temporal e predizer quando o câncer se tornará a primeira causa de morte no Brasil; 2) Avaliar a tendência das desigualdades socioeconômicas, de sexo e raça/cor nos principais fatores de risco modificáveis para o câncer de 2013 a 2019; 3) Estimar a carga de câncer atribuível à desigualdade nos fatores de risco modificáveis no Brasil. Para o objetivo 1, usaremos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade de 2000-2020; e para os objetivos 2 e 3, dados da Pesquisa Nacional de Saúde (2013 e 2019) (n=151.048) e do Globocan/IARC (2020). Os fatores de risco avaliados serão: tabagismo, sobrepeso e obesidade, consumo de álcool, consumo alimentar e atividade física. Modelos lineares generalizados serão utilizados para predições da mortalidade proporcional por câncer. Medidas complexas absolutas e relativas de desigualdade e o risco atribuível populacional serão calculados. As análises considerarão a estrutura amostral das pesquisas, garantindo representatividade para a população brasileira.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catia dos Santos Branco

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • estratégias biotecnológicas para a conversão dos resíduos da pinha de araucaria angustifolia em produtos de alto valor agregado
  • A. angustifolia é uma árvore genuinamente brasileira. Suas sementes comestíveis constituem 10% da pinha (pinhões), e cerca de 90% é constituída por brácteas, resíduos naturais descartados no ambiente (1,44 ton./ano). Nosso grupo de pesquisa vem estudando esses resíduos há mais de uma década. A tecnologia de produção do extrato das brácteas de A. angustifolia (EAA) é objeto de patente de invenção depositada pelo nosso grupo e concedida no Brasil (INPI/BRASIL PI10010840). Já demonstramos que o EAA exibe potente atividade antioxidante in vitro e in vivo. Quando em concentrações mais elevadas, apresenta seletiva atividade citotóxica em células tumorais. Nossos estudos revelam ainda que EAA é capaz de contribuir na sobrevivência de células neuronais, tanto antes, como após o tratamento com rotenona, um inibidor seletivo do complexo I da cadeia de transporte de elétrons, indicando forte potencial para agir na prevenção e também na terapêutica de doenças crônicas estresse-oxidativo induzidas. O EAA apresenta atividade antioxidante in vitro superior a antioxidantes tradicionais como a vitamina C, portanto, passa a ser um forte candidato para compor formulações cosméticas que visem atenuar os sinais do envelhecimento cutâneo. As brácteas de A. angustifolia são fontes de fibra insolúvel com potencial para serem utilizadas em formulações prebióticas. O presente projeto desenvolverá 3 produtos que se engajam dentro da proposta da economia circular: I) um sistema de vetorização contendo o EAA para tratamento de doenças crônicas; II) uma formulação cosmética com atividade anti-aging; e III) uma formulação prebiótica de uso alimentício. A realização desse projeto tornará possível a retomada dos estudos com os resíduos da A. angustifolia, visando a sua bioprospecção. Adicionalmente, o projeto fortalecerá o importante e necessário papel feminino na pesquisa, além de contribuir para a popularização da espécie por meio de estratégias de preservação e manejo sustentável.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catia Grisa

Ciências Humanas

Sociologia
  • construção de capacidades estatais para transformação dos sistemas agroalimentares: uma análise das políticas alimentares nas capitais brasileiras
  • Diversas problemáticas colocam as dinâmicas dos sistemas agroalimentares na ordem do dia. A fome, a obesidade e as mudanças climáticas desafiam o abastecimento e a garantia da alimentação adequada e saudável, especialmente a partir da crescente urbanização e das crises econômica e sanitária (pandemia da Covid19). Tais desafios requerem mudanças nos sistemas agroalimentares hegemônicos e demandam ações compartilhadas de diversos atores. Para além dos governos nacionais, cada vez mais destacam-se o papel das cidades e dos governos locais na condução de políticas alimentares com foco na construção de sistemas alimentares sustentáveis. No entanto, as capacidades desses atores variam muito, dependendo dos arranjos políticos e institucionais, das características e da atuação da burocracia, da capacidade financeira e dos diálogos estabelecidos com a sociedade. Em outros termos, a construção de políticas alimentares depende das capacidades estatais dos governos subnacionais. Partindo das contribuições da sociologia da agricultura e da alimentação e do debate sobre capacidades estatais, este projeto busca analisar o modo como as capacidades estatais dos governos municipais influenciam na construção e implementação de políticas alimentares visando à construção de sistemas alimentares sustentáveis. Para essa reflexão, o projeto coloca em perspectiva as experiências de cinco capitais brasileiras: Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Manaus. Partindo desses contextos, o projeto visa especificadamente: i) analisar as políticas alimentares desenvolvidas nas cinco capitais; ii) evidenciar e examinar as capacidades estatais que influenciam na construção e no desempenho das políticas alimentares; e, iii) produzir reflexões teórico metodológicas e subsídios para a elaboração de políticas alimentares. Cinco técnicas de pesquisa serão mobilizadas: revisão de literatura, pesquisa documental, levantamento de dados secundários, observação e entrevistas semiestruturadas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catiane Pelissari

Outra

Ciências Ambientais
  • potencial de fertirrigação de esgoto tratado em wetlands construídos
  • Este projeto está inserido no contexto do controle da poluição ambiental, notadamente dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos, bem como na aplicação de soluções baseadas na natureza como os wetlands construídos, identificando-se os potenciais riscos associados à disposição de efluentes no ambiente e no aproveitamento de subprodutos das unidades de tratamento sob a perspectiva do reuso, corroborando com finalidades estabelecidas nas diretrizes nacionais, as quais apontam para a necessidade de universalização do saneamento e reuso das águas, destacando-se entre estas diretrizes o novo marco do saneamento (Lei 14.026, de 15 de julho de 2020). Para o desenvolvimento dessa pesquisa, será realizado diferentes ações vinculadas com: (i) o monitoramento de uma unidade de wetland construído vertical de fundo saturado (WCV-FS), (ii) a identificação de rotas metabólicas associadas com a transformação de poluentes presentes no WCV-FS, (iii) o experimento de reciclo agrícola,(iv) e o potencial risco que o mesmo oferece a saúde humana. Com os resultados dessa pesquisa, pretende-se fornecer diretrizes para embasar discussões com diferentes agências ambientais, realizar benchmarking e fomentar a proposição de legislações futuras quanto ao reuso agrícola de efluente tratado.
  • Universidade do Oeste de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Célia Maria de Almeida Soares

Ciências Biológicas

Genética
  • análise da regulação gênica na interface hospedeiro patógeno
  • Os patógenos Trypanosoma cruzi, Leishmania spp. e membros do complexo Paracoccidioides causam doenças crônicas de difícil tratamento e para as quais não há vacinas, sendo, respectivamente, a doença de Chagas, leishmanioses e paracoccidioidomicose (PCM). Apesar do avanço científico das últimas décadas, o conhecimento acerca da biologia da interação destes patógenos com seus hospedeiros ainda é insatisfatório para resultar em benefícios para a saúde pública. Na fase inicial dessas infecções, a resposta imune inata, mediada especialmente por polimorfonucleares (PMN) neutrófilos, células natural killer (NK), monócitos/macrófagos e células dendríticas é crucial para a contenção dos patógenos. Para o sucesso da infecção, os microrganismos desenvolveram mecanismos de escape , dentre eles, a expressão de microRNAs, os quais são capazes de regular a expressão gênica pós transcricionalmente, exercendo um controle na expressão de proteínas tanto nos patógenos quanto nas células hospedeiras. Entretanto, os microRNAs de patógenos ainda são pouco conhecidos, bem como seus papéis na interação parasito-hospedeiro. O presente estudo tem como objetivos identificar miRNAs nos microrganismos e aqueles induzidos pelos patógenos nas células hospedeiras. A identificação de microRNAs relevantes, diferencialmente expressos nos patógenos, bem como em células infectadas pode ser crucial para o entendimento da biologia da infecção, patogenicidade e resposta imune contra os patógenos. Serão construídas bibliotecas de miRNAs a serem sequenciados e as análises de expressão diferencial dos microRNAs entre diferentes bibliotecas serão realizadas. Os potenciais alvos dos microRNAs serão identificados e os miRNAs serão selecionados para validação biológica. Um conhecimento mais aprofundado desses processos pode fornecer novas diretrizes terapêuticas e estratégias para o controle das infecções. Esse projeto está inserido em nossa linha de pesquisa sobre a biologia da relação patógeno-hospedeiro.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Célia Zeri de Oliveira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • aplicativo educacional para criação de material didático de língua portuguesa como língua materna
  • Os materiais didáticos são instrumentos essenciais para o fortalecimento da aprendizagem em qualquer disciplina do currículo escolar, fazendo parte da dinâmica pedagógica em sala de aula. Considerando a importância desses materiais, é essencial que sejam fomentados novos saberes ligados a uma cultura profissional docente em que se estabeleça a elaboração de materiais de ensino de forma mais autônoma e contextual. Em se tratando do ensino de língua portuguesa, a consolidação da autonomia pedagógica perpassa pela ampliação de acesso a suportes digitais que disponibilize ao professor conteúdos e recursos para a elaboração de materiais didáticos mais personalizados e adequados às especificidades de seus alunos. Nesse sentido, tendo em vista a falta de acesso de professores a materiais didáticos variados de qualidade, bem como as dificuldades para compreender as orientações da BNCC, a fim de criar instrumentos pedagógicos baseados neste documento, esta proposta de trabalho, fundamentada nas bases teóricas do dialogismo bakhtiniano, estabelece-se como objetivo geral contribuir para as pesquisas no campo da linguística aplicada por meio do desenvolvimento de um aplicativo educacional que auxilie na elaboração de material didático para o ensino de língua portuguesa na educação básica. Como o aplicativo visa a propor recursos didáticos organizados de acordo com o ano escolar e com as habilidades da BNCC, a hipótese é que, ao criar um aplicativo no qual o docente possa ter acesso a recursos de leitura, escrita, oralidade e análise linguística para atender às necessidades específicas de aprendizagem dos alunos e contribuir para o planejamento de materiais didáticos de língua portuguesa mais personalizados. Essa hipótese é plausível, porque os professores procuram materiais didáticos em sites e blogs e demonstram não gostar dos livros didáticos porque eles tornam as aulas enfadonhas. Na condução o projeto, será utilizada a metodologia abordagem metodológica do Design Thinking.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Celio Fernando Baptista Haddad

Ciências Biológicas

Zoologia
  • evolução, adaptação e diversidade fenotípica em pererecas-folha (amphibia, anura, phyllomedusidae)
  • Estudar os processos evolutivos que originam a diversidade fenotípica oferece insights sobre adaptações em populações naturais. Anfíbios são os primeiros vertebrados a habitar o ambiente terrestre, e este passo evolutivo lhes impôs mudanças morfológicas e fisiológicas para se adaptar ao novo ambiente. Por exemplo, sua pele necessita de umidade constante, apresentando glândulas envolvidas em diversos processos fisiológicos (ex. respiração cutânea, termorregulação), e glândulas que secretam (ou sequestram) compostos específicos que atuam como defesa contra predadores e/ou possuem atividade anti-microbiana. Dada à grande variabilidade desses compostos cutâneos, anfíbios são considerados fontes naturais de fármacos e produzem centenas de compostos que ainda precisam ser investigados quanto ao seu potencial. Anuros da família Phyllomedusidae incluem 67 spp. que ocorrem na América Central e do Sul; sendo parte das espécies conhecidas por apresentarem toxinas nas peles. Apesar do avanço no seu conhecimento sistemático algumas relações filogenéticas ainda são conflitantes, dificultando o entendimento da evolução de caracteres fenotípicos (particularmente os compostos produzidos pela pele). Nesse projeto, pretendemos adensar as evidências genotípicas para entender as relações filogenéticas na família, e reconstruir a evolução de caracteres fenotipicos. Para tanto, utilizaremos sequenciamento de DNA de alto rendimento com marcadores desenvolvidos especificamente para anuros (FrogCap Hyloidea v2), vamos obter DNA histórico de amostras conhecidas atualmente apenas das coleções cientificas e vamos explorar análise de transcrição diferencial da pele dorsal (associada a cortes histológicos), glândula parotoide, fígado e rim. Todas estas evidências geradas serão utilizadas para compreensão da evolução genotípica e fenotípica em Phyllomedusidae com possibilidade de integração com outras áreas de pesquisa.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Celio Pasquini

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • instituto nacional de ciências e tecnologias analíticas avançadas - inctaa
  • Esta proposta visa consolidar e dar continuidade ao Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Analíticas Avançadas (INCTAA), cujas atividades já resultaram no atendimento de objetivos e na obtenção de resultados relevantes para a Ciência e Tecnologias Analíticas em nível nacional e internacional, conforme previsto em sua missão. As Ciências e Tecnologias Analíticas têm um papel fundamental no desenvolvimento social e econômico de um país, pois geram os conhecimentos e ferramentas que possibilitam obter as informações quantitativas e qualitativas empregadas nas mais diversas áreas do conhecimento, associadas dentre muitas outras, por exemplo, à determinação da qualidade e ao rastreamento de produtos agrícolas, aos diagnósticos ambientais, à elucidação de casos e suporte forenses e ao desenvolvimento de instrumentos analíticos. Seu estado-da-arte é multidisciplinar, incluindo desde a eletrônica até a química, passando pelas ferramentas matemáticas de tratamento de dados multivariados e conhecimentos específicos da área a qual as Ciências e Tecnologias Analíticas estão sendo dirigidas para a solução de problemas e demandas da sociedade em geral. Nesta nova etapa o INCTAA atuará em quatro (4) linhas mestre de desenvolvimento científico e tecnológico relevantes para a solução de problemas reais Brasileiros: Instrumentação Analítica, Valorização de Produtos Agropecuários Nacionais, Ambiental e Forense. A linha de Instrumentação Analítica, já consolidada dentro do INCTAA, associa-se ao desenvolvimento e uso de novos instrumentos espectrofotométricos baseados no uso de lasers e no emprego de fontes alternativas de radiação eletromagnética para a confecção de instrumentos portáteis, de bancada e de processo, necessários ao monitoramento em campo e em pontos de comercialização de produtos agrícolas e industriais nacionais. A instrumentação constitui a base atual das Ciências e Tecnologias Analíticas modernas. A Valorização de Produtos Agropecuários visa desenvolver a pesquisa sinérgica entre os diversos grupos e pesquisadores do INCTAA, com a participação de colaboradores internacionais, voltada para a elaboração de métodos e protocolos analíticos que resultem na verificação da Qualidade e Rastreabilidade de produtos agrícolas nacionais. Esta linha é de extrema relevância para a manutenção e ampliação dos mercados externos para os produtos agropecuários Brasileiros. A linha Ambiental é aquela mais bem sucedida de atuação do INCTAA, considerando à relevância dos resultados obtidos e a articulação da rede em nível nacional exercitada no período de vigência do projeto que se encerrará no início de 2015. Nesta nova etapa, a linha envidará esforços e direcionará sua expertise para expandir os estudos referentes ao tema urgente dos Contaminantes Emergentes, gerando um diagnóstico que identificará os contaminantes emergentes prioritários para o Brasil. Desta forma, ações de políticas públicas poderão ser desenvolvidas visando produzir normas nacionais em relação à presença destes compostos. De posse destas informações de abrangência nacional, os pesquisadores do INCTAA poderão atuar de forma efetiva no desenvolvimento de processos de mitigação destes contaminantes. A linha Forense, também já incorporada ao INCTAA, objetiva o desenvolvimento de métodos baseados em técnicas analíticas atuais, como LIBS (espectroscopia de emissão óptica em plasma induzido por laser), espectroscopia terahertz e imageamento hiperespectral na região do infravermelho próximo. Estes métodos fornecerão um arsenal de ferramentas com as quais a perícia policial poderá atuar de forma mais segura por meio de resultados menos subjetivos que permitem a identificação de provas de crime e sua sustentação jurídica, auxiliando na melhoria da segurança pública nacional. A atuação do INCTA nestas 4 linhas de pesquisa significa que seus resultados são de interesse de pelo menos quatro (4) áreas temáticas induzidas desta chamada: Agricultura, Segurança Pública e Tecnologias Ambientais e Mitigação de Mudanças Climáticas, embora o formulário do CNPq permita somente a inserção de uma delas, tendo sido o tema Tecnologias Ambientais escolhido apenas em função desta limitação. setenta (70) pesquisadores distribuídos por trinta três (33) instituições espalhadas de norte a sul do Brasil e vinte (21) pesquisadores internacionais participam desta nova proposta do INCTAA. A elas se incorporam mais quatorze(14) instituições internacionais de alto nível com as quais o INCTAA colabora com apoio de projetos aprovados e em andamento e que garantem a sua internacionalização. As especialidades individuais do grupo de pesquisadores constituem o principal valor do INCTAA, que, por sua vez, tem a função básica de articular a sua atuação sinérgica e em rede para possibilitar a solução de problemas urgentes do país, demandados pelos setores os quais as linhas de pesquisa do INCTAA estão inseridas. A forma de atuação e gerenciamento do INCTA seguirá a mesma sistemática que levaram ao sucesso da sua fase de implantação que ocorreu entre os anos de 2009 e 2014. Esta sistemática apresenta como principais características a atuação efetiva em rede com o aporte dos conhecimentos detidos pelos pesquisadores principais do INCTA e seus grupos à solução dos problemas julgados prioritários no cenário científico e tecnológico nacional. O INCTAA estrutura-se como especificado em seu organograma, que atribui funções as suas diversas diretorias e a seus membros, encarregados de executar as atividades e tarefas que facilitam o cumprimento da sua missão. Sua composição inclui pesquisadores e profissionais de instituições públicas e do setor empresarial como a Polícia Federal, a EMBRAPA, a BRASKEM e a GRANBIO. Assim organizado, o INCTAA propõe a continuidade das ações visando à divulgação da ciência em diversos níveis e promoverá a formação de pessoal em nível de pós-graduação e pós-doutoramento, sem negligenciar a os níveis de educação fundamental e média.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Celio Rodrigues Muniz

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • mostra científica de iguatu-edição 2021: fomentando o ensino, a divulgação e a popularização das ciências da natureza e suas tecnologias no centro-sul do ceará
  • Incumbida com a missão de capacitar profissionais para abarcar os desafios do semi-árido cearense e da sociedade como um todo, inclusive da interiorização do Ensino Superior no Ceará, a Universidade Estadual do Ceará (UECE) carrega o compromisso de garantir o desenvolvimento sustentável desse estado através do ensino, da pesquisa e da extensão universitária. Em particular, a sua unidade interiorana Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu (FECLI), tem se empenhado ao longo das últimas quatro décadas em estabelecer um canal direto de comunicação com a população, a fim de oportunizar os diversos públicos, acadêmicos ou não, de modo a diminuir o abismo entre ciência, cultura e a sociedade. Uma tarefa que se torna ainda mais árdua, dada a carência de um espaço físico voltado para a divulgação científica em toda a região Centro-Sul cearense, em que se localiza a cidade de Iguatu. Nesse sentido, com o intuito de aguçar a curiosidade científica e a motivação em estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino situada nesse municípioo, como também apoiá-los financeiramente através das bolsas previstas na referida chamada, permitindo ainda a aproximação da comunidade em geral com o meio acadêmico, apresentamos a proposta da Mostra Científica de Iguatu-Edição 2021: Fomentando o Ensino, a Divulgação e a Popularização das Ciências da Natureza e suas Tecnologias no Centro-Sul do Ceará, que se enquadra na Chamada CNPq/MCTI Nº 17/2020, Linha 1 - Abrangência Municipal. Para a realização desse projeto, contamos com a parceria de oito instituições da Educação Básica de nível médio da cidade e a 16ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação. Com o objetivo de abarcar aspectos e desafios cruciais da contemporaneidade, foram criados cinco eixos (Ciência e Sociedade; Ciência e Tecnologia; Ciência e Mulher, Ciência e Teoria, Ciência e Experimento), nos quais discentes da Educação Básica, devidamente orientados por um docente da escola em questão, poderão submeter trabalhos concorrendo a premiação/certificação na Mostra Científica de Iguatu-Edição 2021, que ocorrerá na sexta-feira da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia. A fim de capacitar os estudantes e professores nos temas relacionados àqueles eixos, durante os meses que antecedem a mostra, especificamente entre abril e agosto, a proposta prevê a realização de uma série de palestras/seminários/oficinas. Também foram elaboradas estratégias para reforçar questões como a participação/valorização feminina no desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação, assim como a discussão a respeito de tecnologias sociais/assistivas. Por sua vez, para ampliar a abrangência da proposta e, consequentemente, permitir que as ações alcancem um número maior de pessoas, montamos um denso plano de comunicação, com periodicidade de publicações em nossos veículos e instituições parceiras. Por fim, ressaltamos nosso cuidado em adequar o orçamento com o financiamento previsto na chamada, sem prejudicar a realização da Mostra.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 07/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Celme Torres Ferreira da Costa

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudo da recarga artificial como alternativa para recuperação da potenciometria dos aquíferos na bacia sedimentar do araripe, ceará
  • A Bacia Sedimentar do Araripe é compartilhada pelos Estados do Ceará, Pernambuco e Piauí. Nesta região, os recursos hídricos subterrâneos são a mais importante fonte de água potável para abastecimento público e privado. Estudos recentes mostram um uma diminuição no nível potenciométrico dos poços tubulares do aquífero. Esse quadro de declínio deve ser atribuído não apenas ao bombeamento excessivo, mas também a ocupação e impermeabilização do solo na região, a qual limita a recarga natural dos aquíferos da área em estudo. O estudo da viabilidade do processo de recarga artificial de aquíferos é uma das vias possíveis. A recarga artificial de aquíferos e é definida como uma atividade planeada cujo objetivo principal consiste em aumentar a quantidade de água subterrânea disponível, através da construção de infraestruturas projetadas para aumentar a recarga natural, ou para facilitar a percolação das águas superficiais ou para introduzir diretamente a água no aquífero através de poços de indução/injeção. A água de recarga introduzida no aquífero pode ficar armazenada e ser utilizada quando for necessário. Nesse estudo de viabilidade será implantado um experimento de recarga artificial em escala piloto, levando-se em consideração a hidrogeologia local, a captação de água de chuva e o controle da qualidade da mesma, além das características do uso do solo no local. Para a estimativa das reservas hídricas será utilizada uma adaptação de metodologias clássicas com uso de parâmetros dimensionais dos aquíferos a partir de aproximações do balanço hídrico local. Os dados serão sistematizados aplicando técnicas de estatística e probabilidade. Como o comportamento dos aquíferos estão classificados como sistemas dinâmicos e a pesquisa tem como base de dados variáveis contínuas, na sistematização dos dados serão utilizadas ferramentas de processos estocásticos voltadas para séries temporais e processos de renovação.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025