Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sávia Gavazza dos Santos Pessôa

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • água de chuva em zonas rural, urbana e industrial: proteção sanitária, saúde e definições de usos
  • O presente projeto trata da continuidade de ações tecnológicas com aplicação social iniciadas em 2007 pela equipe de pesquisadores da UFPE que atuam na temática de proteção da qualidade da água de chuva armazenada em cisternas, em grupo liderado pela proponente deste projeto de pesquisa. O projeto surgiu da necessidade de adequar a qualidade da água armazenada nas cisternas para consumo humano, seja em períodos chuvosos, quanto em períodos de estiagem. O grupo desenvolveu um dispositivo automático, denominado DesviUFPE (Luz, 2012; Alves et al., 2014; Carvalho et al., 2018), para desvio das primeiras águas de chuva no início de eventos de precipitação. As impurezas introduzidas na água da chuva durante a lavagem da atmosfera e superfície de captação (telhados e calhas) são desviadas através do dispositivo automático, melhorando consideravelmente a qualidade da água armazenada nas cisternas, com remoção considerável de microrganismos patogênicos, e utilizada para consumo humano. O DesviUFPE foi certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil, durante a premiação desta fundação em 2013 (http://www.fbb.org.br/tecnologiasocial/banco-de-tecnologias-sociais/pesquisar-tecnologias/detalhar-tecnologia-204.htm). Além disso, resultados de projetos anteriores já concluídos, todos desenvolvidos em comunidades rurais no semiárido pernambucano, utilizando o DesviUFPE, também foram objeto de alguns prêmios de âmbito nacional: 1. Vencedor do mais importante prêmio na temática de água do Brasil, conferido pela Agência Nacional de Águas – prêmio ANA 2014, na categoria Pesquisa e Inovação Tecnológica (http://premio.ana.gov.br); 2. Vencedor do prêmio Mandacaru em 2013, na categoria Pesquisa Aplicada (www.iabs.org.br/projetos/premiomandacaru2). As premiações e a certificação da fundação Banco do Brasil são importantes formas de reconhecimento do conhecimento científico gerado e contribui para que a tecnologia social desenvolvida na UFPE atinja o público para o qual foi desenvolvido. A transferência de tecnologia é ainda um gargalo importante no Brasil. O objetivo da equipe de trabalho é continuar desenvolvendo e aperfeiçoando tecnologias sociais para proteção da qualidade da água armazenada em cisternas e utilizada para consumo humano. As duas comunidades em Caruaru-PE que já integram o projeto serão mantidas, mas serão incorporadas novas comunidades situadas na zona rural de São Paulo do Potengi/RN, na zona urbana de Recife/PE, que incluem população que vive em área de risco sem acesso a água de qualidade para consumo humano e, na zona industrial de Caruaru/PE. Pesquisadores, técnicos e alunos do campus de Caruaru e de Recife da UFPE, pesquisadora e alunos do campus São Paulo do Potengi do IFRN, além de membros das comunidades envolvidas integram a proposta.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021
Foto de perfil

Sayonara Cotrim Sabioni

Outra

Divulgação Científica
  • secitec-ia intermunicipal - semana de ciência e tecnologia intermunicipal: desmistificação da inteligência artificial
  • A popularização da Ciência é fundamental para melhorar o sistema educacional no âmbito da indissociabilidade ensino, pesquisa e extensão, principalmente em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Dentro deste contexto, o IF Baiano Campus Guanambi é uma instituição que vem desenvolvendo projetos de pesquisa e extensão em parceria com as escolas estaduais e portanto, possui grande capacidade de executar esta proposta para estimular a capacidade que os jovens possuem de desenvolver projetos sobre Inteligência Artificial (IA), uma vez que há professores das áreas de Computação, Engenharia e Ciências Exatas e da Terra. A Inteligência Artificial está em todos os espaços e contribui para aumentar e incentivar o espírito inovador dos discentes e professores e assim propor estudos que poderão fornecer resultados para os problemas existentes, principalmente em época de Pandemia por COVID-19. Este projeto, além de possibilitar aos estudantes da Educação Profissional e Tecnológica do Campus Guanambi e do Colégio Estadual Antônio Batista, instituição parceira, estimulará outras escolas dos municípios do Território Sertão Produtivo a participarem da SECITEC-IA Intermunicipal participando de trabalhos de Iniciação Científica com a temática Inteligência Artificial. Por outro lado, poderá ser uma oportunidade de várias escolas de Ensino Médio e Fundamental I e II experienciar a Iniciação Científica (IC), na construção de conhecimento inovador, incentivo à produção de projetos, em busca de uma melhoria no ensino das Ciências, com e no cotidiano de todos estudantes. O público estimado é de 500 a 1000 participantes nas atividades propostas com a publicação de 100 trabalhos no evento pela Plataforma Even3. A SECITEC-IA Intermunicipal se constituirá de um Seminário online, com atividades da III Vila das Ciências através de lives, com palestras, mesas-redondas e debates com especialistas convidados e do próprio Campus Guanambi entre outros parceiros de instituições de ensino e do terceiro setor de Guanambi, Candiba e região. Os temas versarão sobre: conceituação, aplicação e a influência da Inteligência Artificial (IA) na vida do cidadão e cidadã, contribuindo para a compreensão deste novo ramo de pesquisa da Ciência da Computação que busca, através de símbolos computacionais, construir mecanismos e/ou dispositivos que simulem a capacidade do ser humano de pensar, resolver problemas, destacando o ser inteligente. De forma integrada serão construídas Salas Temáticas, nas diversas áreas dos cursos do Campus Guanambi e Colégio parceiro, através de ações de educação, popularização e/ou divulgação científica sobre este mesmo tema, de forma interdisciplinar e contextualizada com apresentação de ideias dos estudantes sobre a Inteligência Artificial (IA), orientados pelos docentes e técnicos, especificamente, estudantes da educação profissional e tecnológica do Campus Guanambi e do Colégio Estadual Antônio Batista, de Ensino Médio, do Município de Candiba, com a participação interativa dos estudantes de outras Escolas de Ensino Médio e Fundamental I e II. Será realizado também um espaço de ludicidade e conhecimento com a produção de minicurso sobre Drones e apresentação das experiências sobre a Inteligência Artificial, envolvendo pesquisas e relatos do Campus Guanambi, e/ou convidados sobre Drones e impressora 3D dentre outros temas, seguido de um bate-papo com os estudantes para sanar as dúvidas. O momento lúdico será finalizado com um espaço de interatividade com participação dos estudantes na Gincana online, tendo como tema a IA.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Sayonara de Fatima Faria Barbosa

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • desenvolvimento, validação e avaliação de aplicativo móvel para avaliação e tratamento de feridas
  • O presente projeto intitulado “Desenvolvimento, validação e avaliação de aplicativo móvel para avaliação e tratamento de feridass” amplia a pesquisa “mAPP®: Plataforma móvel aberta para desenvolvimento de sistemas m-saúde na inovação do cuidado humano”, que é uma produção tecnológica móvel aberta para a criação de sistemas /m-Aprendizagem a partir das orientações do Comitê Técnico – TC 215 Health Informatics dos padrões de usabilidade ISO 9241-11, em desenvolvimento pelo GIATE, grupo de pesquisa ao qual esta proposta de pesquisa está vinculada. Dentre as diversas alterações no processo de saúde-doença, destacam-se as feridas, que podem ocorrer em qualquer momento do ciclo vital humano, além de poderem ser causadas muito variadas, e serem agudas ou crônicas, algumas de difícil tratamento. A sua ocorrência é comum na prática de enfermagem, que necessita avaliar a ferida adequadamente para implementar o cuidado mais adequado de modo a propiciar a sua recuperação. Para realização desta prática, é necessário um conhecimento específico na área, além de disponibilidade de tempo para coletar os dados, processar a informação, propor intervenção e avaliar os resultados. O avanço tecnológico, particularmente com a tecnologia da informação e comunicação trouxe para a área da saúde novas possibilidades, destacando-se o m-saúde, que diz respeito à utilização de aplicativos móveis para a área da saúde. Esta proposta de estudo está voltada para o desenvolvimento e avaliação de um aplicativo que pode ser utilizado a partir de smartphones e tablets, que contribui para a avaliação de diferentes tipos de feridas, com a incorporação de recurso de fotografia e análise de imagem, indicando coberturas adequadas conforme os dados inseridos e considerados na avaliação da ferida. Além disso, o aplicativo também visa o armazenamento de informação permitindo a evolução da ferida de acordo com a intervenção implementada.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-28/02/2021
Foto de perfil

Sebastián Alberto Urrutia

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • alcançabilidade em grafos muito grandes
  • Dados um grafo direcionado acíclico $G=(V,E)$ e dois vértices quaisquer $u, v \in V$, o problema de alcançabilidade consiste em responder se a partir de $u$ é possível alcançar $v$ percorrendo as arestas do grafo. Para grafos muito grandes, com milhoes de vértices, não é prático realizar uma busca no grafo a cada consulta ou armazenar o fecho transitivo completo já que o espaço necessário é da ordem de $O(|V|^2)$. Abordagens intermediárias geram índices para efetuar cortes negativos e positivos durante a execução das consultas. Neste projeto de pesquisa, formalizamos e atacamos problemas relacionados à geração e uso destes índices. Uma abordagem promisora para a obtenção de índices se baseia no computo de ordenações topológicas do grafo. Esse tipo de abordagens usam o fato de que se o vétice $u$ aparece depois do vértice $v$ em alguma ordenação topológica então pode-se deduzir que $u$ não alcança $v$. No tratamento dessa e outras abordagens aparecem problemas interessantes tanto teóricos (complexidade, aproximabilidade, etc) quanto práticos (tempo e espaço necessários para construção dos índices, tempo de consulta, etc.). O principal objetivo deste projeto de pesquisa é a geração de uma nova abordagem de criação de índices que supere em desempenho o estado da arte do problema.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sebastian Yuri Cavalcanti Catunda

Outra

Microeletrônica
  • condicionamento de sinais e interface com sensores
  • Pretende-se neste projeto, de uma forma geral, estudar, caracterizar, projetar e, desenvolver o interfaceamento de sensores com sistemas de medição preferencialmente integrados. Serão considerados três linhas de subprojetos: métodos de excitação para sensores moduladores aplicadas a sensores termorresistivos, arquiteturas de circuitos de conversores A/D para aplicações de medição multicanais, e circuitos de condicionamento de sinais programáveis. Será dada ênfase em arquiteturas que aperfeiçoem o desempenho do sistema de medição para determinadas grandezas, assim como arquiteturas que possibilitem sua reconfiguração para o alcance de um maior número de sensores e aplicações.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022