Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Florence Marie Dravet

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • as formas do mito nas narrativas digitais seriadas: contribuição ao letramento digital
  • Como toda forma de cultura, a cultura digital é atravessada pelo mito, em suas produções narrativas, suas manifestações e organização nas redes sociais, nas séries ficcionais e nas diversas formas de arte. Trata-se, em um primeiro momento, de investigar como o mito (enquanto pensamento, mas também enquanto potência arquetípica manifesta em suas diversas mitologias) se apresenta nas narrativas audiovisuais digitais seriadas, de maneira a propor uma contribuição ao Letramento Digital nas escolas de Ensino Médio. Analisaremos narrativas seriadas a fim de identificar como o mito, sob suas mais diversas formas, é potencializado pelas possibilidades criativas fornecidas pelas ferramentas tecnológicas e disposição na cultura digital (plataformas de streaming, tecnologias imersivas, linguagens multimídia e transmídia, estruturas complexas etc). Como a inovação tecnológica dialoga com a tradição mítica? E nesse contexto, quais são os velhos e novos saberes necessários a um letramento digital transdisciplinar e a uma retomada da narrativa como construção de saber? O corpus a ser estudado para esta pesquisa corresponde a um recorte feito no universo das narrativas digitais seriadas. Foram selecionadas três séries de animação (The midnight gospel; Mushishi e Primal) direcionadas ao público juvenil e adulto que nos interessa analisar aqui pelo seu teor reflexivo, de alta densidade mítica e simbólica, que requerem atenção bem como pelo seu caráter transmidiatico. Visa-se, por fim, elaborar propostas para o letramento audiovisual transdisciplinar na perspectiva dos estudos do imaginário, apoiadas por um material didático online em acesso aberto, que possa ser utilizado na educação básica, especialmente no ensino médio, dada a natureza do corpus escolhido.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Fosca Pedini Pereira Leite

Ciências Biológicas

Zoologia
  • dinâmica da comunidade de crustáceos associada ao cinturão de sargaço
  • A superordem de crustáceos Peracarida tem como característica a ausência de fase larval e consequente baixa dispersão, levando a altas taxas de endemismo. Dentre os Peracarida mais diversos estão as ordens Amphipoda, Isopoda e Tanaidacea, que também são os principais grupos de crustáceos associados aos bancos de macrófitas. Apesar da baixa taxa dispersiva de tais grupos de crustáceos, recentes mudanças nas correntes superficiais podem ter deslocado massas da alga parda do gênero Sargassum, possivelmente levando com elas espécies exóticas. O presente projeto tem como principais objetivos entender e resgatar a história evolutiva de espécies de Peracarida consideradas de ampla distribuição presentes no cinturão de Sargaço, comparar com populações insulares e costeiras para e entender a biogeografia dos possíveis complexos de espécies dos gêneros mais representativos de Peracarida associados a Sargassum, além de estudar a comunidade de crustáceos associados ao recente cinturão de Sargaço do Oceano Atlântico Equatorial e sua dinâmica de comunidades.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 28/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Franciane Diniz Cogo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • i mostra científica na uemg: fortalecimento de escolas e comunidades rurais por meio da educação em solos
  • A presente proposta prevê a consolidação de um espaço de experimentação em Ciência Agrária e da Terra para a interação com escolas rurais de Ensino Fundamental de Passos. O projeto prevê a organização de uma Mostra Científica nas escolas rurais e na Unidade Acadêmica de Passos da UEMG. Esse envolve a participação de professores da área de Ciência Agrária e da Terra, além do Núcleo de Estudos e Pesquisa Revisão Sistemática e Meta-Análise e Ciência do Solo. Por fim, tem em vista assistir à necessidade de popularização da ciência produzida na comunidade acadêmica.
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 10/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Francielle Baptista

Outra

Divulgação Científica
  • 19ª semana nacional de ciência, tecnologia e inovação 2022 – a comcam comemora o bicentenário da independência e os 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil!
  • O tema da 19ª edição da SNCT é o “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”, o qual estimula a reflexão a importância da ciência e tecnologia para o desenvolvimento da nação. Nesse contexto foi elaborado o projeto para realização da “19ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 2022 – a COMCAM COMEMORA O BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA E OS 200 ANOS DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO BRASIL!”, a ser realizado na região da COMCAM, pelo Instituto Integrado de Ciência e Tecnologia (IN2). A proposta consiste na realização de atividades estruturadas no contexto dos 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no Brasil, de forma presencial e remota, visando contribuir com o desenvolvimento da criatividade dos estudantes e da comunidade para descobertas sobre a importância da ciência, tecnologia e inovação para a sociedade. Será desenvolvida a Mostra de popularização do conhecimento científico e Exposição do conhecimento Indígena com a aldeia Guarani Verá Tupã i, na praça da igreja matriz e em feiras de produtores locais. Será realizado um mini programa sobre o Bicentenário da Independência e os 200 Anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, a ser divulgado no cinema e em programa de televisão locais e mídias sociais. Haverá divulgação nos ônibus urbanos, com adesivagem nos vidros traseiros. A parte cultural será realizada com a exposição de fotografia dos estudantes do Ensino Fundamental: 100 anos da Semana de Arte Moderna nos 200 anos da Independência do Brasil. Haverá mini-Hackathon e visita ao planetário da UTFPR para estudantes do Ensino Médio ou Fundamental. Também, haverá palestra on line sobre as Perspectivas para o futuro da ciência no Brasil. Na região da COMCAM, há significativo espaço para o desenvolvimento de políticas de fomento regional, principalmente as focadas na educação e divulgação científica voltada para estudantes da educação básica.
  • Instituto Integrado - PR - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Francielle Baptista

Outra

Multidisciplinar
  • 18ª semana nacional de ciência, tecnologia e inovação 2021 – implementando a transvesalidade na educação na comcam
  • O tema da 18ª edição da SNCT é a “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta”, o qual alinha-se aos indicadores brasileiros para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que visam estimular formas de progresso, baseadas no crescimento econômico, proteção ao meio ambiente e igualdade social, que atendam às necessidades do presente sem comprometer a capacidade de as gerações futuras satisfazerem as suas necessidades. Na educação básica brasileira os Temas Contemporâneos Transversais (TCTs) são descritos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para promover a ligação entre os diferentes componentes curriculares de forma integrada, bem como de fazer sua conexão com situações vivenciadas pelos estudantes em suas realidades, contribuindo para trazer contexto e contemporaneidade aos objetos do conhecimento. Entre os TCTs abarcados pela BNCC está a Ciência e Tecnologia, com objetivo de despertar o interesse e a vocação dos estudantes para áreas importantes para o desenvolvimento do país. Nesse contexto foi elaborado o projeto para realização da 18ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 2021 – IMPLEMENTANDO A TRANSVESALIDADE NA EDUCAÇÃO NA COMCAM, na região da COMCAM, pelo Instituto Integrado de Ciência e Tecnologia (IN2). A proposta consiste na realização de atividades estruturadas no contexto da transversalidade da ciência, tecnologia e inovações de forma presencial, híbrida e remota (de acordo com a necessidade de distanciamento social causada pela COVID-19), visando contribuir com o desenvolvimento da criatividade dos estudantes e da comunidade para descobertas sobre a importância da ciência, tecnologia e inovação para a sociedade. Será desenvolvida a palestra” O que você quer ser quando crescer?” que abordará a transversalidade da ciência e tecnologia no enfretamento e resolução de problemas, expectativas e desafios pessoais e regionais. Serão realizadas as atividades Educação maker e inovação, Mini-Hackaton, Construção e lançamento de foguetes, Mostra: Arte, ciência e cotidiano, Visita ao planetário. Como eventos de comunicação científica serão realizados Podcast em mídias sociais de amplo acesso sobre a transversalidade no enfrentamento da Covid-19 no Brasil, a live Lugar de mulher é onde ela quiser (inclusive na pesquisa científica!) e criação e divulgação de peças para mídias sociais sobre a SNCT Transversalidade. Na região da COMCAM, há significativo espaço para o desenvolvimento de políticas de fomento regional, principalmente as focadas na educação e divulgação científica voltada para estudantes da educação básica. Nesse sentido, torna-se relevante a realização da SNCT na COMCAM, para promover sensibilização para o desenvolvimento científico e tecnológico e contribuir para o desenvolvimento dos ODS na região.
  • Instituto Integrado - PR - Brasil
  • 06/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Francielle de Oliveira Chagas

Ciências Humanas

Educação
  • mostra de ciências ifam campus tefé: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil - entender o passado e projetar o futuro do coração da amazônia
  • A presente proposta é produzir a “Mostra de Ciências IFAM Campus Tefé: 200 Anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil - Entender o Passado e Projetar o Futuro do Coração da Amazônia” a ser realizada durante o evento da 19ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do IFAM – Campus Tefé, cujo tema é: Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, que será realizado no período de 17 a 22 de outubro de 2022. A presente proposta enquadra-se na Linha C - Atividades relacionadas ao Mês Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, item “i” Feira ou Mostra de Ciências – Apresentação de trabalhos científicos de estudantes (em equipes ou individualmente), dos ensinos fundamental e médio, de escolas públicas e/ou privadas de municípios onde ocorrerão outros eventos e/ou atividades da SNCT 2022. A mostra de ciências objeto desta proposta visa dar protagonismo e estimular a socialização do conhecimento científico como ferramenta de transformação social, estimulando a materialização de ações transversais e produção de tecnologias sociais que respeitem os territórios e territorialidades das populações que vivem no município de Tefé e seu entorno. Com a finalidade de consolidar a realização deste evento, o IFAM/Campus Tefé contará com o apoio da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - AM - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Francinaide de Lima Silva Nascimento

Ciências Humanas

Educação
  • mostra científica – pesquisa e inovação em foco
  • O Rio Grande do Norte é um dos maiores produtores de energia eólica, uma energia limpa e importante para o setor econômico do país e do estado no contexto de crise hídrica. A mesorregião do mato grande concentra parte significativa dos parques eólicos instalados em território potiguar, estando a cidade de João Câmara no plano nacional de energia acessível e limpa. Em termos de biotecnologia, bioeconomia e biomas ela está inserida no contexto do semiárido, tendo por caraterística a vegetação caatinga e por economia de subsistência a agricultura e o beneficiamento da castanha de caju, nos 44 assentamentos, sendo o mais conhecido o Amarelão. Neste contexto, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-Campus João Câmara corrobora os projetos estratégicos de desenvolvimento regional em termos de desenvolvimento humano, oferecendo cursos técnicos de nível médio e superior, nas áreas de energias renováveis, eletrotécnica, administração, informática e física. É uma instituição fundamental à educação na região, considerando que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no município de João Câmara é de 4,37, sendo a meta 4,4. Para o estado do Rio Grande do Norte, este índice é de 4,7, sendo a meta nacional 6,0. Por outro lado, no contexto do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), sabe-se que o letramento científico é imprescindível e, portanto, a proposta de mostra científica destinada às escolas de ensino básico colabora com a inserção das pessoas nesta sociedade da biotecnologia, em suas dimensões diversas e privilegiando o desenvolvimento científico e tecnológico a partir da mostra científica Pesquisa e Inovação em foco. A equipe do evento é constituída por pesquisadores experientes, professores de ensino básico, estudantes de graduação e bolsistas de iniciação científica e prevê a participação de docentes, agentes educativos e estudantes de ensino básico do município de João Câmara-RN.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 24/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Francineide Pereira da Silva Pena

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • formação para implementação da rede de atenção à saúde para pessoas com doenças crônicas no estado do amapá
  • As Doenças Crônicas Não Transmissíveis-DCNT há mais de três décadas são causas de preocupação e de desafios ao sistema único de saúde, aos profissionais e aos gestores de saúde, na atenção a essas demandas que cresce de forma avassaladora, sendo evidenciadas como principal causa de morbimortalidade que comumente geram custos sociais imensuráveis. Observa-se que muito já se construiu e avançou na esfera política da atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas. Por isso é importante que os profissionais se familiarizem com as propostas do SUS para melhor atender à demanda, em especial, que sejam habilitados para atender não só as características físicas e biológicas da doença, mas, também ampliem o olhar para o contexto cultural, familiar, social e ambiental em que se relacionam e vivem. O objetivo geral desta proposta será instituir processo de formação em modelos de cuidados em doenças crônicas, disponibilizando conteúdos e tendências de modelos para subsidiar a implementação da rede de atenção à saúde de pessoas com doenças crônicas para a tomada de decisão, gestão participativa em saúde, prática profissional interdisciplinar para o seguimento da pessoa com doença crônica na atenção primária à saúde, geração de conhecimento no âmbito do SUS, por meio de instrumentos e conteúdos que serão trabalhados, visando promover conhecimento e aplicabilidade em municípios do estado do Amapá. O desenho metodológico proposto para capacitação/ qualificação dos profissionais e gestores da saúde será o uso da metodologia da aprendizagem ativa, dentre as quais elegeu-se a metodologia ativa do arco de Maguerez e da espiral construtivista, combinando aulas teóricas, dinâmicas de grupo, aplicação prática e avaliação do aprendizado. O local de realização será nos dos municípios: Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque, a escolha se deu pelo contingente populacional representando os maiores para o estado do Amapá, cuja previsão do tempo de três anos. A população participante será constituída pelos profissionais e gestores de saúde dos referidos municípios, e amostra será do tipo probabilística sistemática, a ser calculada conforme o levantamento em cada município. Para coleta de dados serão utilizados três instrumentos, um questionário para identificação do perfil sociodemográfico de profissionais e gestores, e um formulário com perguntas abertas para o perfil profissional cuja finalidade será mapear as competências, habilidades, atitudes, fragilidades e potencialidades relacionadas a atenção primária a saúde para pessoas com doença crônica, um questionário de avaliação pré e pós formação, para mapear a satisfação e aprendizagem nos cursos de formação. Para análise dos dados será criada uma base de dados no programa Excel 2012, cuja base será recortada e transposta para programa estatístico – Statistical Package for the Social Science (SPSS) versão 22.0 (dados quantitativos) e Software Iramuteq (dados qualitativos). Dentre os resultados esperados lançamento de uma linha temática que se apresenta escassa na prática clínica do atendimento e do cuidado na atenção primária a saúde -APS das pessoas com doença crônica no estado do Amapá; identificação e conhecimento de evidencias das análises situacionais no modelo de atendimento, bem como o saber e o fazer dos profissionais e gestores, para implementar a rede de atenção a saúde para pessoas com doenças crônicas, e suas respectivas linha de cuidados para atender as necessidades de saúde desta demanda nos municípios em questão.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 02/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Francini Lube Guizardi

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a prática docente na fiocruz: os docentes e as perspectivas para sua formação
  • A Fundação Oswaldo Cruz, centenária instituição de ciência e tecnologia em saúde, possui robusta oferta educacional: são mais de 10.000 matrículas anuais, em todos os níveis educacionais, exceto a graduação, com cursos e programas que abrangem amplo espectro das áreas do conhecimento. Tal oferta é realizada por suas unidades técnico-científicas, localizadas no Rio de Janeiro e em outras 10 unidades da federação. A compreensão sobre as características da prática docente na Fiocruz, e de como se dá a formação desses professores é uma demanda colocada para a instituição. A literatura científica sobre a formação docente para a pós-graduação afirma a necessidade de se repensar essa formação, à luz das grandes transformações econômicas, sociais, culturais e políticas que trazem implicações importantes para a atuação docente na educação superior. Neste contexto situa-se a discussão sobre a natureza, o sentido, os desafios e soluções da prática docente em uma instituição como a Fiocruz. A pesquisa tem como objetivo geral: “compreender as características da prática docente e da formação voltada para esta prática na Fiocruz, de modo a apoiar a melhoria da educação na instituição”. Isto será alcançado pela identificação das modalidades e espaços de práticas docentes na Fiocruz; pelo conhecimento dos perfis docentes, assim como das expectativas e percepções dos professores sobre a educação e a prática docente na Fiocruz. Também será estudado o que leva o servidor a iniciar atuação em docência, e a identificação de suas percepções sobre necessidades de formação. Por fim, a pesquisa buscará levantar e sistematizar as experiências de formação docente já existentes na Fiocruz. Esperamos que o maior entendimento das identidades docentes e dos perfis a elas associados, nos permitam situar a diversidade de lugares, necessidades programáticas, experiências e sentidos da prática docente, como base para apoiar a construção do programa institucional para formação docente.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 28/07/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Francione Oliveira Carvalho

Ciências Humanas

Educação
  • mirando arte no ensino médio: um panorama do ensino e aprendizagem da arte na zona da mata mineira
  • Esta pesquisa pretende mapear como ocorre o ensino e a aprendizagem da arte no Ensino Médio da Zona da Mata Mineira a partir da BNCC a ser implementada no ano de 2022. A reflexão e a criação de novos dados sobre o Ensino Médio no Estado de Minas Gerais se fazem urgente, principalmente em relação ao ensino da arte, para auxiliar na compreensão dos obstáculos, dos impactos das políticas públicas nacionais e estaduais e na elaboração de possíveis estratégias que possam colaborar no crescimento qualitativo da educação neste segmento. No Ensino Médio o componente Arte está inserido na área de conhecimento de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Documentos e diretrizes nacionais, inclusive a BNCC, promulgada em 2018, propõem que a arte seja discutida e vivenciada na escola a partir das suas múltiplas linguagens e em conexão com o cotidiano dos alunos. Recomendam que ao longo do Ensino Médio os/as estudantes tenham oportunidades de ter experiências significativas com a linguagem cênica, musical, visual, audiovisual e híbrida. Diversos estudos apontam o Ensino Médio como o segmento da Educação Básica que mais problemas enfrenta para alcançar suas metas, agravados ainda mais pela pandemia de Covid 19. Entre os diversos fatores, destaca-se a falta de identidade e a clareza dos objetivos a serem alcançados pelos estudantes. Essa situação agrava-se ao pensarmos no componente Arte, pois seus profissionais ainda enfrentam cotidianamente o desafio de ter que legitimar a Arte enquanto área de conhecimento fundamental na escola. O estudo será desenvolvido a partir da abordagem qualitativa do tipo etnográfica em quatorze colégios de sete microrregiões da Zona da Mata Mineira. Esperamos produzir dados que colaborem na compreensão dos impactos das políticas públicas nas escolas da região, como também, na melhoria da formação docente oferecida pelas instituições federais localizadas na Zona da Mata Mineira.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francis Trombini de Souza

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • desenvolvimento e validação de um dispositivo microeletromecânico vestível para detecção automática de quedas e quase-quedas durante atividades de mobilidade diária de adultos idosos comunitários
  • A detecção automática e objetiva de episódios de quase-quedas por meio de dispositivos vestíveis (wearables) tem contribuído para identificação precoce de pessoas idosas com alto risco de cair. No entanto, até o momento, nenhum estudo desenvolveu e avaliou a acurácia e precisão desse tipo de dispositivo vestível para detectar e diferenciar tipos diferentes de quase-quedas durante atividades cotidianas de mobilidade ativa de pessoas idosas em seus espaços de vida. Além disso, nenhum estudo tentou distinguir os eventos de quase-quedas de quedas reais ou de movimentos inerentes às atividades de mobilidade ativa nessa população. O objetivo desse estudo é desenvolver e validar um dispositivo microeletromecânico vestível de baixo custo produzido no Brasil para detecção automática de quase-quedas e quedas reais ocorridas durante atividades de mobilidade ativa nos espaços de vida de adultos idosos comunitários. Para isso, teremos três etapas: (1) Desenvolvimento e validação de prova de conceito de um dispositivo vestível; (2) Validação do dispositivo em ambiente controlado (laboratório de biomecânica) e (3) Validação do dispositivo usado durante atividades de mobilidade ativa no cotidiano de adultos idosos comunitários. Para as etapas 1 e 2, será usado um sistema de oito câmeras optoeletrônicas (Prime 13, OptiTrack, EUA) e um sensor inercial comercial já validado (ActivPAL, Scotland). Na etapa 2, 30 adultos jovens serão avaliados em ambiente controlado (laboratório de biomecânica) para validação de algoritmos de inteligência artificial (IA) utilizados para identificar e diferenciar os episódios de quase-queda, quedas reais e atividades de mobilidade ativa usual. Na etapa 3, 50 adultos idosos usarão, diuturnamente, o dispositivo vestível ao longo de 3 meses para que possamos validá-lo para identificação e diferenciação de episódios de quase-queda, quedas reais e atividades de mobilidade ativa no dia a dia.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisca Izabel Pereira Maciel

Ciências Humanas

Educação
  • alfabetização e letramento no brasil: o estado do conhecimento no século xxi
  • A pesquisa é de caráter bibliográfico e caracteriza-se como um levantamento e uma avaliação da produção acadêmica e científica em alfabetização e letramento de crianças, enquanto processos de aquisição das habilidades da leitura e da escrita e seus usos sociais na escolarização da criança. Em uma análise preliminar constatamos, nas últimas décadas, um aumento significativo do ponto de vista quantitativo de teses e dissertações sobre alfabetização e letramento, no Brasil. Entretanto, a ausência desse tipo de pesquisa retrata que, as pesquisas produzidas não ultrapassam, em geral, os limites da área acadêmica, sendo inclusive pouco socializadas, o que permite supor que tem sido pequena sua contribuição na luta contra o reiterado fracasso da escola brasileira em alfabetizar as crianças. Nesse sentido, esse projeto propõe realizar o levantamento e análise do conjunto ( corpus) das produções acadêmicas compostas de teses e dissertações produzidas nos programas de pós graduações ( mestrado, mestrado profissional e doutorado). A análise será feita à luz primordialmente de categorias que identifiquem, em cada texto e no conjunto deles, as facetas sob as quais o fenômeno da alfabetização e do letramento vêm sendo investigados e analisados. As categorias e os cruzamentos que orientarão a análise deverão identificar os assuntos privilegiados pela produção; os pressupostos teóricos; os conceitos de alfabetização e letramento; o tipo de pesquisa realizada (ensaio, relato de experiência, estudo de caso, pesquisa de intervenção, histórica, documental , etc.) e principais conclusões e/ou considerações a que chegaram os pesquisadores/autores. Para levantamento dos dados utilizaremos índices bibliográficos, Portal da CAPES e IBICT. Pretende-se não só realizar o levantamento, análise bem como demonstrar as evidencias dos pesquisadores brasileiros sobre alfabetização e letramento no século XXI.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Bruno de Lima Holanda

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • olimpiada brasileira de matemática
  • A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), realizada desde 1979 e indo para sua 43a edição, é a mais tradicional olimpíada científica de nosso país. Além da difusão da Matemática e da busca de talentos para a Ciência, ela também influencia significativamente a educação básica, promovendo a melhoria do ensino de Matemática nas escolas e estimulando professores a adquirir novos conteúdos e técnicas de ensino. Atualmente, nossa sociedade realiza um grande esforço para descobrir, cada vez mais cedo, os jovens com aptidão e talento especial para a pesquisa em todas as áreas da ciência, a fim de oferecer-lhes condições que permitam desenvolver seus talentos mais profunda e rapidamente do que aquelas proporcionadas pelo ensino tradicional. Na área da Matemática, mais de 100 países adotam programas nacionais de Olimpíadas de Matemática, que detectam de forma eficiente, ainda nas escolas fundamental e secundária, os jovens talentos para esta ciência e áreas afins. Além da difusão e impacto na melhoria do ensino, as Olimpíadas de Matemática aproveitam o gosto natural dos jovens pela competição. Elas têm sido realizadas em diversos níveis e mobilizado milhares de alunos anualmente. Ao final do processo, destacam-se os mais talentosos. A partir daí, no Brasil, esses talentos recebem estímulos das mais variadas formas, desde bolsas de iniciação científica a bolsas de mestrado do CNPq através do programa PICME, e das mais variadas instituições, dentre as quais citamos o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), IME, ITA, PUC–Rio, UFAL, UFBA, UFC, UFES, UFG, UFMG, UFPB, UFPI, UFRGS, UFRJ, UFRN, UFSC, UNICAMP, USP, além de várias outras universidades e escolas.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Francisco Bruno de Lima Holanda

Ciências Humanas

História
  • olimpíada brasileira de matemática (obm)
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Francisco Carlos Palomanes Martinho

Ciências Humanas

História
  • tessituras do biográfico: modos de pensar, fazer e ensinar
  • O presente projeto de pesquisa tem por objetivo analisar o biográfico a partir de três dimensões que, embora autônomas, dialogam entre si: 1. O pensar biográfico, procurando discutir teoricamente a tradição biográfica, seus problemas como gênero historiográfico e suas interfaces com outras áreas de conhecimento (filosofia, literatura, linguística etc.); 2. O fazer biográfico, ou seja, ele buscará refletir sobre a produção de biografias propriamente ditas, nossos objetos e nossas escolhas narrativas; 3. O ensinar biográfico, de modo a buscar alternativas e métodos que permitam desconfinar os estudos biográficos do espaço universitário e apontar caminhos para sua utilização nos ensinos médio e fundamental, na produção de livros didáticos e paradidáticos, bem como volta-la para um público mais amplo não pertencente ao espaço acadêmico.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Celio Maia Chaves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • melhoramento de sacha-inchi na amazônia central
  • A sacha-inchi (Plukenetia volubilis L.), nativo da região tropical de sudamérica, com grande potencial como fonte de ômega 3, 6 e 9 natural e poderoso antioxidante. Serve como fonte de alimentos (óleo de cozinha, almendras torradas e farinha), fármacos (ômega 3, 6 e 9), cosméticos (envelhecimento precoce e rugas). Para iniciar o cultivo de sacha-inchi no Brasil, é necessário ter variedades melhoradas. Assim, é necessário selecionar e propagar genótipos com alta produção de sementes, conteúdo de óleo e resistência a doenças em experimentos eficientemente desenhados. Acessos da coleção de sacha-inchi da Embrapa Amazônia Ocidental apresentam alta variação no rendimento de óleo da semente, entre 10% a 58%, bem como o rendimento de sementes e alta prevalência de sintomas do tipo Fusarium afetando a produção. Ademais, não tem estudos de polinização controlada que permitam o cruzamento dos genótipos selecionados. As novas variedades devem ter as seguintes características: alto rendimento de sementes, alto conteúdo de óleo e resistência a doenças de solos na região da Amazônia. Este ideotipo de planta é importante, pois o rendimento de planta está relacionado positivamente com o rendimento de óleo, ademais, o controle de doenças na cultura é de interesse fitotécnico do produtor. Deste modo, a avaliação de acessos da coleção da Embrapa Amazônia Ocidetal, que estão sendo conduzidos sob desenho experimental adequado e a introdução de novos acessos permitirá selecionar eficazmente genótipos com características comerciais e fitotécnicas superiores. Ademais, conhecer a maturidade fisiológica das flores do sacha-inchi contribuirá a melhorar a polinização controlada de genótipos superiores. Contudo, como ainda não existe protocolo de polinização manual, a polinização natural isolando matrizes no campo e casa-de-vegetação será uma opção viável.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisco das Chagas Vasconcelos Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • uso da informação das previsões subazonal e sazonal no setor de recursos hídricos e agricultura
  • A intensidade e a frequência de veranicos e Secas Repentinas (Flash Droughts) afetam a irrigação, a agricultura, o nível dos reservatórios e os múltiplos usos da água. A tomada de decisão associada a esses eventos é geralmente realizada com base em previsões do tempo e previsões sazonais. No entanto, eventos de curta e média duração demandam prognósticos numa escala de tempo intermediária, cuja lacuna é preenchida com a previsão subsazonal. O presente projeto busca utilizar a previsão subsazonal-sazonal para aumentar a frequência da atualização dos prognósticos com foco no gerenciamento dos reservatórios e na produtividade agrícola do Ceará, agregando informações provenientes do monitoramento, dos modelos atmosféricos, hidrológicos e agrícolas. Propõe-se o desenvolvimento e a implantação de um sistema operacional de informação climática integrada, com três pilares principais: o primeiro relacionado aos modelos atmosféricos de previsão subsazonal-sazonal, o segundo referente ao acoplamento entre a modelagem atmosférica, hidrológica e agrícola, e o terceiro associado à criação de um sistema operacional web para visualização por parte dos usuários. Pretende-se com isso subsidiar a tomada de decisões em diferentes setores da sociedade na escala temporal de 5 a 50 dias, acoplando esta informação ao monitoramento e à previsão sazonal, historicamente produzida pela FUNCEME. O uso de informação de modelos subsazonais é uma tarefa desafiadora, uma vez que as contribuições das condições iniciais da atmosfera e de contorno dos oceanos tropicais exercem pouca influência na habilidade preditiva dos modelos, quando comparadas a outras escalas temporais de curto e longo prazo. O projeto utilizará informações dos modelos do projeto Subx e do modelo da previsão sazonal da Funceme, do modelo hidrológico SMAP e do modelo agrícola Noah-MP-Crop, com uma página da web, sitiada na FUNCEME, para viabilizar a divulgação dos resultados e efetividade da informação nas tomadas de decisão.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco de Assis Esteves

Ciências Biológicas

Ecologia
  • integrando a dimensão espacial, temporal e social no funcionamento e biodiversidade de ecossistemas costeiros no norte fluminense
  • Este projeto representa a continuidade de um esforço multidisciplinar de pesquisas em ecossistemas de restingas e lagoas costeiras, utilizando a área do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba como um sítio PELD (Sítio RLaC) desde a criação do Programa, em 1999. Ao longo dos últimos 20 anos as pesquisas do PELD Sítio RLaC consolidaram o conhecimento atual sobre esses ecossistemas no Norte Fluminense. A importância dos ambientes de restinga reside no fato desse sistema marginal da Mata Atlântica, localizado no ecótono entre o continente e o oceano e, portanto, em constante remodelação pelos oceanos, abrigar uma alíquota da diversidade de outros ecossistemas limítrofes, vivendo em condições severas de estresse hídrico. Dessa forma, as espécies desse sistema e as comunidades que se estabeleceram são muito plásticas, o que permitiu sua sobrevivência nesse ambiente. Essa nova etapa do PELD irá manter monitoramento de longa duração do fito e zooplâncton, crustáceos semi-terrestres, peixes, anfíbios, répteis e mamíferos, estudando também estudos fenológicos com espécies de maior Valor de Importância, cuja a produção será relacionada aos ciclos populacionais de pequenos mamíferos, além do ciclo do carbono. Esse monitoramento busca responder à questão científica do PELD que é a avaliação dos efeitos das mudanças climáticas, mais precisamente da variação anual e plurianual da precipitação e temperatura sobre os processos ecossistêmicos de ciclagem de carbono, dinâmica de populações e invasões biológicas (gramíneas, peixes e mamíferos não nativos) dos ambientes de restingas e lagoas costeiras. Apesar do sítio estar em unidade de conservação, esses ecossistemas e a biodiversidade podem ser influenciados por um mosaico de paisagens adjacentes ao longo da planície costeira e zona úmida do Norte Fluminense, passíveis de identificação e descrição, dada a diversidade de ambientes aquáticos e usos e coberturas dos solos. Através da Ecologia e Geoquímica da Paisagem iremos ampliar a área de análise do sitio englobando a planície costeira/zona úmida na sua integridade, avaliando a influencia dessa região nos ecossistemas de restinga e lagoas costeira do PARNA através do ciclo hidrológico, transporte de carbono e as atividades humanas que se utilizam do recursos naturais da região. De forma pioneira, o projeto incorpora estudos socioambientais que tentam compreender ações multiplicadoras promovidas pelo PARNA por meio da atuação de conselheiros e grupos sociais que dependem da restinga. A divulgação científica do projeto prevê uma série de ações, com o objetivo de acessar diferentes grupos de tomadores de decisão e promover a sensibilização ambiental das comunidades do entorno do PARNA. Por fim, o projeto pretende consolidar uma série de conhecimentos na forma de capítulos síntese que serão produzidos por diferentes grupos de pesquisa, e que integrarão um livro com foco na gestão da Unidade de Conservação e formulação em propostas de manejo da unidade num quadro de mudanças climáticas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 22/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Francisco de Assis Mendonça

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na ufpr
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 15/01/2020-15/04/2025
Foto de perfil

Francisco de Assis Tenorio de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizagem automática a partir de dados vetoriais quantitativos e simbólicos
  • Esse projeto envolve pesquisas em co-clustering baseado em funções de kernel, agrupamento de séries temporais de dados de tipo intervalo baseado em distâncias kernelizadas e adaptativas, aprendizagem de máquina em espaços de dissimilaridade simbólicos e agrupamento difuso usando graus de pertinência multivariados. Co-clustering: os algoritmos apresentam duas importantes deficiências: limitações para agrupar dados não-linearmente separáveis e suposição implícita de que as variáveis tem a mesma importância na formação dos co-clusters. Para remediar essas deficiências, pretendemos desenvolver métodos de co-clustering (double k-means) baseados em funções de kernel com aprendizagem do peso de relevância das variáveis na formação dos co-clusters. Agrupamento de séries temporais intervalares: trabalhos neste tópico são escassos na literatura e podem ser inadequados quando os grupos são não-linearmente separáveis e/ou apresentam formas não-hiperesféricas. Neste projeto, objetivamos desenvolver estratégias de agrupamento mais robustas para séries temporais intervalares usando métodos baseados em kernel e métodos de agrupamento baseados em distâncias adaptativas. Aprendizagem de máquina em espaços de dissimilaridade simbólicos: este trabalho irá propor formas de transformar dados simbólicos em dados clássicos, empregando distâncias e/ou métodos de agrupamento simbólicos para representar os dados em um novo espaço de dissimilaridades, no qual os métodos clássicos de aprendizagem de máquina poderão ser diretamente aplicados. Agrupamento difuso usando graus de pertinência multivariados : pretendemos introduzir algoritmos robustos em que os graus de pertinência são definidos por grupo e variável, além de considerar uma estrutura de pesos no cálculo das distâncias entre elementos do conjunto de dados e os representantes dos grupos. Essa estrutura penaliza as variáveis que tem maior dispersão e pode melhorar a qualidade do partição com grupos sobrepostos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025