Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carlos Roberto da Silveira Júnior

Outra

Divulgação Científica
  • semana nacional de ciência e tecnologia - secitec 2022
  • Esta proposta visa à realização do evento SECITEC 2022 (Semana de Educação, Ciência e Tecnologia), de forma pública e gratuita, de abrangência estadual, a ser realizada nos Câmpus Goiânia, Itumbiara, Formosa, Luziânia, Cidade de Goiás, Jataí, Uruaçu e Águas Lindas do Instituto Federal de Goiás, durante a SNCT 2022 (Semana Nacional de Ciência e Tecnologia), organizada por servidores e por discentes dos referidos Câmpus, em parceria com a Seduc (Secretaria de Educação de Goiás), a Sedi (Secretaria de Desenvolvimento e Inovação de Goiás) e as Secretarias Municipais de Educação. O objetivo principal do evento é reunir servidores e discentes de todos os cursos do IFG, que serão futuros profissionais, para comunicar, analisar e discutir o que há de mais recente em produção de conhecimento, focalizando os principais avanços, assim como as dificuldades enfrentadas e o que trazem como contribuição para pensar a educação, a ciência e a tecnologia em nosso País, ao mesmo tempo, promover a fruição cultural e artística elaborada e difundida por servidores e estudantes do IFG. Para tanto, serão realizadas ações como minicursos, palestras, mesas redondas, comunicações orais, apresentações e discussões de trabalhos, filmes e exibições culturais e artísticas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Carlos Roberto Hall Barbosa

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto e desenvolvimento de sistema de colheita de energia baseado em pvdf para aplicação em vants
  • Esta proposta visa projetar e desenvolver um sistema de colheita de energia (Energy Harvesting) baseado em Fluoreto de Polivinilideno (PVDF), para aplicação em Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs). Historicamente, a colheita/captação de energia é uma prática que existe desde a invenção do moinho de vento, da vela e da roda d'água, sendo basicamente composta por diferentes maneiras de converter energia de fontes ambientais, como solar, eólica e das marés, em energia elétrica. O PVDF é um polímero de baixa densidade, boa resistência mecânica e elevada capacidade térmica de operação permanente (cerca de 140 °C), sendo utilizado em diversas aplicações estruturais, principalmente na indústria do petróleo. Apresenta comportamento piezoelétrico na forma de filmes finos, disponíveis comercialmente para aplicação como sensores e na forma de tarugos ou placas. Quanto aos VANTs, apesar de já estarem consolidados no mercado para diversas aplicações, a dependência de baterias elétricas como única fonte de alimentação compromete significativamente o potencial de aplicação desta tecnologia em tarefas que requeiram longos tempos de voo, como missões de mapeamento e localização de longa duração, dada a baixa autonomia de voo propiciada pelas mesmas – normalmente da ordem de algumas dezenas de minutos. Baterias avançadas, motores de combustão interna e, mais recentemente, células fotovoltaicas, representam exemplos alternativos de tecnologias de alimentação, mas que ainda apresentam inconvenientes à efetiva ampliação do tempo de voo da aeronave. Assim, este projeto visa à aplicação do PVDF como componente estrutural, em substituição a outros materiais atualmente empregados, como fibra de carbono, de modo a não acrescentar massa à estrutura, e na forma de filmes finos, como fonte complementar de energia elétrica, colhida a partir da vibração causada pelos motores elétricos do VANT e pelas fortes acelerações presentes na operação destas aeronaves.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Triveño Rios

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de revestimentos compósitos de ligas de alta entropia do sistema fecocrni com óxido de grafeno por eletrodeposição e caracterização de seu comportamento de corrosão e desgaste
  • O desenvolvimento de ligas de alta entropia – LAEs - (materiais multicomponentes baseados na mistura equimolar ou quase-equimolar de cinco ou mais elementos) vem ganhando destaque na comunidade científica devido à possibilidade da obtenção de materiais com propriedades mecânicas aprimoradas em relação às ligas metálicas convencionais. Do ponto de vista de aplicações práticas, revestimentos à base destes materiais são atrativos para diminuir o custo de obtenção em relação a ligas metálicas maciças. Neste cenário o processo de eletrodeposição desempenha um papel de destaque devido à possibilidade de produção em larga escala a um custo relativamente baixo quando comparado a outros métodos de deposição. Óxido de grafeno, GO, pode ser incorporada às LAEs para formar revestimentos compósitos com comportamento de corrosão e desgaste aprimorado. Na literatura ainda há poucos relatos sobre revestimentos de ligas de alta entropia obtidos por eletrodeposição sobre materiais metálicos convencionais. O objetivo do projeto aqui apresentado é desenvolver revestimentos compósitos de ligas de alta entropia/óxido de grafeno por eletrodeposição sobre um aço baixo carbono. Será utilizado como base o sistema FeCoCrNi e outras ligas FeCoNiCrX (X = Al, Mn, Cu e Mo). O comportamento de corrosão e desgaste dos revestimentos será avaliado por técnicas eletroquímicas (espectroscopia de impedância eletroquímica e polarização potenciodinâmica) e ensaios de deslizamento linear alternado, respectivamente. Os revestimentos serão caracterizados quanto à sua estrutura cristalina, microestrutura, rugosidade superficial e espessura de camada. A correlação entre parâmetros do processo de eletrodeposição sobre o comportamento de corrosão e desgaste será investigada.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Vinícius Gomes Costa Lima

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • uma abordagem teórica e aplicada a problemas combinatórios em redes sociais
  • A internet facilitou a conexão entre indivíduos, levando ao surgimento de novas comunidades em ambientes virtuais. Nesse contexto, a detecção de comunidades e a disseminação de informação entre elas são de interesse nas áreas de computação, biologia e sociologia, já que a formação e disseminação de opiniões tem impactos em questões importantes como, por exemplo, em eleições. Faremos um estudo exploratório sobre a formação e disseminação de informações e também a identificação de comunidades que compartilham da mesma opinião para conseguir um melhor entendimento sobre algumas perguntas relacionadas aos processos de formação e disseminação de opinião, como Por que determinados grupos são mais eficazes no convencimento da opinião pública? Três problemas serão abordados no projeto: (1) Um processo reversível sobre um grafo é aquele onde cada vértice possui um entre dois estados, mudando se existir uma quantidade de vizinhos com estado oposto. Estudaremos parâmetros relacionados, como o número máximo de passos até repetir uma certa configuração. (2) No contexto de agrupamento, a detecção de comunidades tenta encontrar comunidades já existentes e outras que possam estar começando a emergir. Estudaremos o problema de detecção de comunidades sob uma nova perspectiva utilizando conceitos da Teoria dos Jogos. (3) O uso de técnicas de programação linear inteira para geração de modelos matemáticos que possam solucionar o Problema de Minimização de Custo de Propagação de Influência em Redes Sociais que consiste em encontrar um conjunto de indivíduos que influenciam um certo número de usuários com custo mínimo para contratá-los. O problema 1 será trabalhado de forma teórica, onde estudaremos propriedades dos grafos e processos que modelam a rede, além da complexidade computacional do mesmo. Os problemas 1, 2 e 3, serão trabalhados no viés prático, criando-se e implementando-se algoritmos para suas resoluções.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carmem Beatriz Neufeld

Ciências Humanas

Psicologia
  • atendimento psicológico on-line para prevenção e tratamento em saúde mental no brasil
  • No Brasil fica evidente a dificuldade de acesso da população à serviços de saúde mental, enfrentando-se dificuldades como estigma em relação ao tratamento, custo (em casos de atendimento privado) e distância geográfica de serviços de saúde. Assim, as intervenções on-line têm conquistado espaço importante no mundo todo, por demonstrar eficácia para um grande número de problemas. Esse tipo de intervenção é interessante pelo seu baixo custo e amplo poder de acesso (por questões geográficas), respeitando as necessidades e privacidade dos participantes. Assim, o objetivo deste projeto é criar e validar intervenções psicológicas via internet para prevenir e tratar sintomas como ansiedade, depressão e estresse. A presente proposta será dividida em 3 projetos:1) Revisão sistemática sobre intervenções via internet para ansiedade, estresse e depressão; 2) Elaboração e avaliação de diferentes intervenções psicológicas on-line: Atendimento psicológico individual on-line; Atendimento psicológico em grupo on-line; Programa assíncrono - via construção de site e aplicativo; Programa de treinamento de Terapeutas on-line; Programa de treinamento para Supervisão on-line; 3) Avaliação da Relação Terapêutica em atendimentos psicológicos on-line. A pandemia da COVID-19 dessensibilizou as pessoas para o uso de serviços de assistência on-line, mas a maioria dos estudos está concentrada no exterior, sendo bastante escassa a produção no Brasil. Diante disso, faz-se necessário ampliar o conhecimento sobre intervenções on-line no Brasil, para assim respeitar-se todas as necessidades culturais específicas e implementar serviços em saúde pautados em inovação.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Carmem Zeli de Vargas Gil

Ciências Humanas

Educação
  • criação e autoria: materiais didáticos de história
  • O projeto tem por objetivo criar e analisar materiais didáticos com professores/as de História da Educação Básica e com estudantes de História no âmbito de disciplinas de formação de professores. Os conceitos que estruturam o projeto são: autoria, historicidade e cidadania digital, promovendo a pesquisa e a produção/criação, a partir de narrativas silenciadas na história, da educação como prática da liberdade e mediação cultural; a docência como ato político e o ensino de História como um campo de ação poética que pensa o presente-passado, olhando para o futuro.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Cecilia Tadini

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de aplicador de micro-ondas para processamento térmico contínuo de alimentos líquidos
  • Este projeto de pesquisa é uma colaboração entre o Lab. de Engenharia de Alimentos da USP (LEA) e o Lab. de Micro-ondas do IMT (LMO) que busca fazer uso da expertise principal de cada grupo. O processamento térmico de alimentos líquidos como leite, sucos e polpas visa a inativação de microrganismos e enzimas. Industrialmente trocadores de calor são usados para o aquecimento em fluxo contínuo. Este projeto visa desenvolver um aplicador de micro-ondas para estas aplicações. O rápido aquecimento volumétrico pelas micro-ondas, sem o uso de superfícies superaquecidas, reduz perdas nutricionais e de qualidade, além de permitir o uso eficiente de uma energia limpa sem necessidade da queima de combustível em caldeira de vapor. Entretanto, o projeto de uma cavidade para aquecimento em fluxo contínuo é uma tarefa complexa e desafiadora por envolver acoplamento entre eletromagnetismo, escoamento e aquecimento. Para abordar este desafio, simulação multifísica em COMSOL será usada para modelar uma cavidade multimodo operando a 2,45 GHz. A melhoria da distribuição volumétrica da energia será buscada pelo uso de geometrias não convencionais e pela investigação do acoplamento entre gerador e cavidade aplicadora. Espera-se obter dependência linear simples entre os níveis de potência incidente e a temperatura do alimento na saída da cavidade. O protótipo será construído e conectado ao gerador de micro-ondas, instrumentação de monitoramento de potência e à linha de pasteurização. Testes serão realizados com um alimento modelo para validação e refinamento do modelo, antes de avançar para aplicações práticas com alimentos reais. A tecnologia desenvolvida neste projeto pode beneficiar pequenos e médios produtores, além de contribuir com o avanço científico nesta área de conhecimento.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Regla Vargas

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo dos mecanismos inflamatórios e de dano oxidativo em pacientes portadores de niemann-pick tipo c: efeito in vivo do miglustat e in vitro de antioxidantes e ciclodextrina nanoparticulada
  • Niemann-Pick tipo C (NP-C) é uma doença lisossômica de depósito, causada por disfunção nas proteínas de transporte NPC1 ou 2 que são responsáveis pelo tráfego de lipídeos intracelular,levando ao acúmulo de colesterol não-esterificado e de glicoesfingolipídeos. Embora existam indícios que estresse oxidativo e inflamação estejam envolvidos na fisiopatologia,existem poucos estudos que investigam esses mecanismos deletérios em pacientes. Ainda,pouco se sabe sobre o efeito do tratamento com miglustat nesse processo e na correlação com o dano neurológico.Estudos iniciais apontam benefícios da ciclodextrina, o que precisa ser melhor investigado.Assim, o objetivo deste trabalho é analisar e relacionar marcadores de dano oxidativo,inflamação e neurodegeneração em pacientes com NPC antes e durante o tratamento com miglustat e avaliar o efeito in vitro de antioxidantes e nanopartículas de ciclodextrina. Amostras biológicas(sangue total, plasma, urina e fibroblastos de pele) de pacientes e de indivíduos controles serão utilizados para avaliação do tratamento com miglustat e ensaios in vitro com N-acetil-cisteína, resveratrol e ciclodextrina,um tratamento inovador a nível cerebral que poderá trazer benefícios na neurodegeneração.O projeto está aprovado pelo Comitê de Ética do HCPA. Será desenvolvida e caracterizada a nanopartícula de ciclodextrina e serão analisados parâmetros de dano ao DNA (ensaio cometa alcalino e 8-hidróxi-2’-desoxiguanosina),dano oxidativo a lipídeos (malondialdeido e isoprostanos),metabolismo glutationa (glutationa peroxidase,glutationa redutase,glutationa-S-transferase,glutationa reduzida e oxidada),produção de diversas citocinas pro e anti-inflamatórias,expressão gênica de fatores de transcrição relacionados a inflamação e estresse oxidativo(Nrf-2, NF-κB, HO-1,iNOS2),função mitocondrial(complexo I e II e III e IV, despolarização),marcadores neurodegeneração(BNDF, catepsina D, NCAM, PAI-1 total),funcionalidade molecular,colesterol e oxiesterol.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Silvia Passos Lima

Ciências da Saúde

Medicina
  • influência de variantes em genes de vias inflamatórias ativadas pelo receptor do fator de crescimento epidérmico no risco, aspectos clínico patológicos e prognóstico do carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) é tumor de alta incidência e mortalidade. O receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) é fundamental na proliferação do CCECP e inibidores do EGFR são utilizados como agentes terapêuticos. O EGFR ativa os fatores STAT3 e NF-kB da via PI3K/Akt/mTOR e esses levam a produção de citocinas (IL1A, IL1B, IL32, TNFA) e proteínas (COX2, CCND1) inflamatórias, responsáveis pela progressão do CCECP. Linfócitos, plasmócitos e macrófagos também promovem inflamação no CCECP. Pacientes com CCECP apresentam evoluções distintas e é possível que variantes de nucleotídeo único (SNVs) em genes da via do EGFR e infiltrados inflamatórios tumorais determinem essas diferenças. Serão avaliados os papéis de SNVs nos genes EGFR (rs2227983, rs1050171), STAT3 (rs1053004, rs1053023), IL1A (rs2856836), IL1B (rs1143627), IL32 (rs4786370), TNFA (rs1799724, rs1799964, rs1800629), COX2 (rs5275, rs20417, rs689466, rs689470) e CCND1 (rs7177, rs678653) e de infiltrados inflamatórios no tumor no risco de ocorrência, aspectos clínico patológicos e prognóstico de pacientes com CCECP. Serão avaliados 500 pacientes com CCECP e 500 controles. Os genótipos serão identificados em DNA genômico por PCR em tempo real (sistema open array). Os papéis dos alelos ancestrais e variantes de SNVs de maior interesse serão avaliados por citometria de fluxo e ensaios da luciferase após clonagem em linhagens celulares de CCECP. Infiltrados de linfócitos, plasmócitos e macrófagos serão avaliados por imunoistoquímica em fragmentos de tumor em tissue microarray. As sobrevidas serão estimadas pelo método de Kaplan-Meier e regressão de Cox. Os resultados do estudo poderão contribuir para definir o papel da inflamação na progressão do CCECP, para identificar indivíduos de alto risco para o CCECP, que mereçam receber medidas especiais para prevenção e diagnóstico precoce do tumor, e para identificar pacientes com CCECP, que mereçam receber terapêutica diferenciada.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Simone Grilo Diniz

Ciências da Saúde

Medicina
  • tornar as intervenções no parto mais visíveis por meio dos sistemas de informação.
  • Em países de renda baixa e média, além dos muitos problemas de saúde materno-infantil associados à pobreza e ao acesso precário a cuidados seguros (“muito pouco, muito tarde”, MPMT), também temos problemas associados ao uso desregulado e inadequado de intervenções no parto (“muito, muito cedo”, MMC geralmente menos visível aos sistemas de informação). Um dos efeitos do MMC, principalmente das cesárias eletivas, é o encurtamento da gravidez. Bebês nascidos no período de "termo precoce" (37 semanas 0/7 dias a 38 semanas e 6/7 dias) podem ter resultados de saúde mais semelhantes aos nascidos prematuros do que aqueles nascidos no período "termo pleno" (> 39 semanas), incluindo o aumento de complicações respiratórias e metabólicas, admissão na Unidade de Terapia Intensiva, baixo peso ao nascer, dificuldades de amamentação e efeitos em longo prazo. Queremos tornar o MMC mais visível. A cada ano, pesquisas sobre a biologia do parto trazem novos elementos para compreender as vantagens de um parto espontâneo na formação epigenética e do microbioma dos nascidos. Aumentar a proporção de partos espontâneos demanda uma revisão dos atuais modelos de assistência, para oferecer um cuidado respeitoso e baseado em evidências, propiciando uma experiência mais positiva do parto para mulheres e famílias, e a informação adequada pode ajudar neste desafio. Na chamada de 2018-2020, juntamente com colegas gestores de dados trabalhamos para criar um indicador que aumentasse a granularidade dos dados da idade gestacional (IG) para os dias de gravidez desenvolvendo uma medida inovadora de IG, chamada "dias potenciais de gravidez perdidos" (DPGP = IG - 280 dias), que pode ser usada como variável dependente e independente, em análises descritivas e multivariadas, análise espacial, e equiplots. Exploramos o linkage do SINASC (nascidos vivos), com SIM (mortalidade) no Brasil e, na cidade de São Paulo, também com SIH (internação) e com as bases de atenção primária incluindo o pré-natal (SIGA). Vimos quanto a redução da idade gestacional é um dos efeitos do uso inapropriado, não regulado de intervenções no parto, mas que outros efeitos adversos (mortalidade, internação para cuidados intensivos e reinternações, por exemplo) estão relacionados a estas intervenções. Vimos que a mortalidade é maior a cada dia perdido de gravidez mesmo no período do termo, o que se aplica aos partos pretermo e a termo. Vimos também que em alguns contextos, a mortalidade volta a aumentar depois do período de termo pleno. Vimos que esta tendência aparece com grande variabilidade entre países, cidades e serviços, com o termo pleno e tardio, e o pós-termo, podendo tanto aumentar, diminuir ou mesmo não ter efeito sobre a mortalidade. Também vimos que os partos sem intervenções (planejados) continuam com uma duração em torno de 280 dias. Estes elementos nos indicam fortemente que os fatores associados ao risco ou a proteção na assistência devem ser melhor explorados, principalmente no que diz respeito à evitabilidade do óbito neonatal ou materno. Em termos de equidade e de gênero, vimos que são diferentes as cesáreas das mulheres mais ricas (em geral eletivas e mais precoces) e das pobres (em geral mais tardias, intraparto, após uma falha de indução ou de aceleração do parto, não raro por problemas fetais). Se houver efeitos adversos das intervenções, o acesso à tecnologia para compensar esses efeitos (reanimação adequada, UTI neonatal etc.) é fundamental para a sobrevivência; o mesmo é verdadeiro para os resultados maternos. Uma hipótese que estamos explorando sobre este aumento da mortalidade neonatal no termo pleno é o uso excessivo de induções de parto. A maioria das variáveis de interesse (se a mulher foi internada em trabalho de parto espontâneo antes da cesárea ou do parto vaginal, se houve indução do parto) estão disponíveis na ficha do SINASC (ainda que com qualidade variável) e os desfechos na base do SIH. Queremos aumentar a visibilidade de tais efeitos. Novos desafios e hipóteses: Internacionalmente, houve grande progresso na avaliação, monitoramento e comparação das taxas de cesárea tanto nos estabelecimentos de saúde quanto entre eles, com a utilização da classificação de Robson, proposta pela OMS em 2015. No Brasil, o novo formulário do SINASC que foi implantado em 2011, já contemplava todas as variáveis utilizadas nesta classificação inovadora. As categorias são baseadas em 5 características obstétricas que são coletadas rotineiramente nas maternidades (paridade, número de fetos, cesariana anterior, tipo de início do trabalho de parto, idade gestacional e apresentação fetal). No entanto, o uso da classificação depende da alta completitude e da devida avaliação se o início do parto foi espontâneo. Na ausência de uma definição clara sobre o que seria “início do parto” após a implementação do novo formulário SINASC, vimos que há considerável confusão entre quais partos são induzidos (em mulheres que não estavam trabalho de parto) e quais foram acelerados (estariam em trabalho de parto à admissão, foram usadas drogas para aumentar o ritmo e a intensidade das contrações uterinas). Além disso, em 2018, houve uma mudança na própria definição do que seria “trabalho de parto ativo” pela OMS, propondo que o aumento desnecessário do da cesárea e do uso de ocitocina no trabalho de parto poderia ser reduzido se o tratamento padrão para o primeiro estágio ativo fosse aplicado somente após a mulher ter atingido um limiar de dilatação cervical de 5 cm e a presença de contrações eficazes, o que é diferente das definições anteriores. As diretrizes do formulário SINASC 2011 não contemplam esses problemas, e são anteriores às novas diretrizes da OMS. Queremos aumentar a qualidade dessas informações cruciais e outras variáveis, para melhor usar a classificação de Robson, estudar as taxas de partos iniciados por profissionais, e outras análises destinadas a melhorar a experiência e a segurança da assistência.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/12/2020-31/01/2023