Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Paulo Henrique Jorge da Cunha

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • aspectos clínicos e laboratoriais da doença respiratória de origem viral em bovinos de corte confinados
  • As doenças respiratórias possuem elevada ocorrência nos confinamentos de bovinos e o hespervírus bovino tipo 1 é considerado um importante co-fator no Complexo da Doença Respiratória Bovina. O objetivo é avaliar a ocorrência da doença respiratória em bovinos de corte confinados por meio da identificação das alterações clínicas, hematológicas, ultrassonográficas, macroscópicas post mortem, moleculares e histopatológicas. Serão avaliados 245 bovinos da raça Nelore, machos durante 90 dias no confinamento e amostras de pulmão serão coletados no abatedouro. Na randomização dos animais, os bovinos serão inspecionados para identificação de sinais que indiquem alterações respiratórias. Nestes serão realizados exames físicos, hematológicos e ultrassonográficos na triagem e, mensalmente até final do confinamento. No abatedouro, os pulmões serão examinados macroscopicamente e amostras serão coletadas para exame histopatológico, molecular (PCR tempo real) e isolamento viral (herpesvirus bovino 1). Será realizada uma análise descritiva dos dados obtidos, apresentando as médias, desvio padrão e coeficiente de variação para todos os parâmetros quantitativos dos exames laboratoriais (hemograma, proteínas plasmáticas e fibrinogênio) e dos exames físicos (temperatura, peso, frequência respiratória e motricidade ruminal). O coeficiente de variação será calculado para determinar a instabilidade relativa de cada um dos parâmetros quantitativos a serem avaliados. Para as variáveis qualitativas, como os resultados da auscultação, ultrassonografia e achados macroscópicos e microscópicos post mortem, serão calculadas medidas de frequência.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Mendes Maia

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • uma abordagem autoadaptativa para criação de aplicações resilientes baseadas em composição de microsserviços
  • O desenvolvimento de aplicações seguindo a arquitetura monolítica apresenta problemas de manutenção, escalabilidade e reuso de componentes. Para resolver isso, a arquitetura baseada em microsserviços surge como um novo estilo arquitetural para desenvolver uma única aplicação como uma coleção de serviços independentes, bem definidos e intercomunicantes. A fim de fornecer processos de negócios complexos e elaborados, os microsserviços podem ser compostos de forma a prover uma única funcionalidade. A composição de microsserviços deve manter a resiliência da aplicação, que está relacionada ao fato de a aplicação conseguir se recuperar de uma falha e continuar sua execução. Contudo, vários atributos de qualidade devem ser considerados para a realização de uma composição de microsserviços, como segurança, disponibilidade, confiabilidade e risco. Este projeto propõe a utilização de uma estratégia híbrida de autoadaptação para permitir a construção de aplicações resilientes baseadas na composição de microsserviços.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Monteiro Borba

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • prevenção, detecção, e resolução de conflitos de integração de código
  • Para oferecer melhor suporte à prevenção, detecção, e resolução de conflitos de integração de código, neste projeto pretendemos propor, formalizar, implementar, e avaliar conceitos, técnicas e ferramentas de integração de código. Em particular, pretendemos desenvolver três ferramentas específicas para recomendação de tarefas de desenvolvimento, prevenção de conflitos, e detecção e resolução de conflitos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Pereira de Meneses Vaz

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • custo de conformidade fiscal e emprego: evidências dos microdados brasileiros
  • Empresas de pequeno e médio porte desempenham um papel importante no desenvolvimento econômico. Elas empregam boa parte da mãe-de-obra e podem até iniciar um processo de aumento da produtividade agregada. Nesse projeto tentaremos avaliar quanto do crescimento desse tipo de firma é afetado por reduções do custo de conformidade fiscal e como esses efeitos variam de acordo com a situação de acesso ao crédito e com a situação (e/ou perfil) das varas trabalhistas próximas. Mais especificamente, o objetivo principal é inferir o efeito causal de uma política de simplificação da burocracia e redução das alíquotas, que reduziu a carga tributária de empresas brasileiras de pequeno e médio porte, sobre o emprego formal. O país é conhecido internacionalmente por ser dos piores ambientes de negócio em termos de pagamento de impostos por pessoa jurídica. A estratégia de identificação explora a descontinuidade entre as firmas que operam com receita operacional próxima ao corte de elegibilidade dos programas Simples Federal e Simples Nacional.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Rosado de Castro

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da denervação simpática na doença de chagas através da cintilografia com mibg-¹²³i.
  • Fundamentos: A doença de Chagas evolui frequentemente para a cardiopatia chagásica crônica. Não existem estratégias bem definidas para a identificação dos pacientes com maior risco para morte súbita, o mais importante mecanismo de óbito. Além da fibrose, estudos mostram uma provável associação entre a denervação simpática e a ocorrência de arritmias ventriculares graves. A cintilografia com o radiofármaco metaiodobenzilguanidina marcada com iodo-123 (MIBG-123I) é a única técnica de imagem aprovada por agências regulatórias capaz de fornecer informações sobre a função adrenérgica do coração. Objetivos: O objetivo deste estudo é correlacionar a extensão e o grau de denervação simpática avaliada por cintilografia com MIBG-123I com a gravidade das arritmias ventriculares em pacientes com cardiopatia chagásica crônica. Metodologia: Um total de 30 pacientes com diagnóstico confirmado de doença de Chagas será incluído com realização de exames de SPECT para avaliação de denervação miocárdica. Em uma segunda fase do estudo, os pacientes serão acompanhados por um período médio de 1 a 3 anos, a fim de avaliar o valor preditivo da denervação em diversos desfechos clínicos. Resultados esperados: Espera-se encontrar uma associação entre a denervação simpática do miocárdio, a presença de fibrose e a gravidade das arritmias ventriculares. Neste caso a cintilografia com MIBG-¹²³I pode ser útil na estratificação de risco e indicação de implante de desfibrilador cardíaco como profilaxia primária de morte súbita, direcionando de forma mais efetiva os recursos da saúde.
  • Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Souto Ribeiro

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • plataformas multi-fotônicas e de altas dimensões para a informação quântica
  • Sistemas fotônicos baseados em processos ópticos não-lineares em meios como cristais volumosos (bulk crystals) e circuitos fotônicos em escala de chips têm sido usados para construir plataformas experimentais que revolucionaram os campos das tecnologias quânticas fotônicas e da informação quântica. Experimentos inovadores contribuíram para o avanço do entendimento da natureza quântica da luz, para realizar testes experimentais da não localidade de Bell, para implementar canais de comunicação quântica e para testar um número considerável de esquemas para processamento e transmissão de informação quântica com alguma vantagem quântica, isto é, em comparação com os análogos clássicos. Nesta proposta, reunimos três grupos de pesquisa na China, Brasil e Rússia, com o objetivo de explorar sistemas fotônicos para implementação de comunicação quântica e de esquemas de simulação quântica baseados em sistemas fotônicos de altas dimensões e coma geração e detecção de fótons múltiplos. Em particular, o momento angular orbital da luz e os modos espaciais de guias de onda em chips fotônicos serão graus de liberdade utilizados. Nossa equipe tem mais de duas décadas de experiência em realizações experimentais bem sucedidas de vários protocolos de informação quântica baseados em sistemas fotônicos. Vamos nos unir neste projeto para aproveitar a sinergia natural entre nossos grupos de pesquisa.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Paulo Henrique Souto Ribeiro

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • luz clássica e quântica para informação quântica e termodinâmica quântica
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Hilario Nascimento Saldiva

Ciências da Saúde

Medicina
  • patogenia e história natural da covid-19: uma abordagem baseada em autópsias
  • A atual pandemia de COVID-19 é um exemplo onde a obtenção de tecido post-mortem é fundamental para o entendimento da fisiopatogenia da infecção, permitindo identificação de alvos terapêuticos de curto e médio prazo para o enfrentamento da doença. Entretanto, poucas autópsias foram realizadas até o momento no mundo, pelo risco de contágio dos profissionais envolvidos no processo. A autópsia minimamente invasiva (AMI) tem sido proposta como alternativa à autópsia convencional e se apresenta como ferramenta útil e eficaz neste cenário. Nosso grupo de pesquisa desenvolveu um protocolo de AMI guiada por ultrassom (AMI/US), o qual permite a coleta de tecido de diferentes órgãos com a segurança necessária para a equipe executante. De fato, já havíamos empregado a AMI/US no recente surto de febre amarela em São Paulo, e o método já se mostrou igualmente efetivo no atual surto de Sars-CoV-2 (realizamos até o momento 25 autópsias de pacientes com COVID-19, com uma publicação inicial no J Thromb Haemost. doi: 10.1111/jth.14844). Propomos a criação de um biorepositório de tecido coletado post-mortem, contemplando os seguintes órgãos e estruturas: cérebro, bulbo olfatório, nervo olfatório, mucosa nasal incluindo o epitélio olfatório, parótida, glândula submandibular, tireóide, coração, pulmões, fígado, rins, baço, pâncreas, intestinos, gordura abdominal, pele, músculos esquelético (quadríceps e intercostais), testículos. Estamos, portanto, construindo um dos maiores e mais diversificados biorepositórios de tecido humano de pacientes com COVID-19. Esse material é a base que alicerça as pesquisas propostas pelo nosso grupo e, também, será compartilhado com outros centros de pesquisa de nosso país. Subprojeto 1: Avaliação post-mortem do comprometimento sistêmico na COVID-19. Objetivos: a) Descrição das alterações histológicas pulmonares e sistêmicas na COVID-19 fatal; b) Identificação de infecções secundárias por métodos histoquímicos e moleculares; c) Descrição de achados de microscopia eletrônica em tecido pulmonar, focando no encontro de vírions do Sars-CoV-2, e nas alterações endoteliais e de pneumócitos; d) Localização do Sars-Cov-2 em diferentes tecidos por imunohistoquímica; e) Detecção e quantificação do RNA do Sars-Cov-2 em tecidos por meio da técnica de PCR; f) Análise por transcriptoma de amostras de tecido pulmonar, correlacionando-a com parâmetros bioquímicos, morfológicos e com a imunomarcação in situ. Subprojeto 2. Imunopatologia da COVID-19 fatal em pacientes idosos. A maior gravidade e mortalidade da doença em idosos está associada à desregulação imune desta faixa etária, que promove uma reação inflamatória sustentada. Objetivos: Fenotipar a lesão pulmonar, comparando-se com pulmão normais de faixas etárias semelhantes; Comparar a expressão de marcadores linfocitários T e B, neutrófilos, células dendríticas, macrófagos e mastócitos em adultos vs adultos idosos (>65 anos) com pulmões normais e aqueles infectados por Sars-Cov-2; Comparar a expressão tecidual dos receptores ACE2, e do TMPRSS em adultos vs adultos idosos (>65 anos) com pulmões normais e aqueles infectados por Sars-Cov-2, Comparar a expressão de TLR-3, IL-6, TNF-alpha, IFN- gamma , MMPs, TGF beta, IL-1B e IL-17 em tecido pulmonar de adultos vs adultos idosos (>65 anos); Correlacionar achados histológicos com marcadores de gravidade clínicos e marcadores inflamatórios séricos nos pacientes com COVID-19; Determinar a co-localização da presença do virus e sua interação com elementos celulares (constitutivos, inflamatórios e de disfunção endotelial). 3. Avaliação da musculatura diafragmática de pacientes com COVID-19. O músculo diafragma sofre alterações deletérias tanto do envelhecimento, quanto de hábitos como o tabagismo. Assim, analisar a musculatura diafragmática de idosos com COVID-19 fatal pode resultar em novos avanços para o manejo ventilatório destes pacientes, dado que análises iniciais de nossos casos indicam a presença de um processo inflamatório da musculatura respiratória. Objetivos: Investigar os efeitos histológicos da COVID-19 no músculo diafragma em indivíduos idosos com e sem histórico de tabagismo sob os seguintes aspectos: (A) inflamação através da ciclooxigenase-2 (COX-2); (B) estresse oxidativo por meio do 8-Oxo-2'-desoxiganosina (8-OHdG); (C) apoptose pela coloração caspase-3; (D) remodelamento muscular (metaloproteinases 2 e 9); (E) tipagem muscular (fibras de contração rápida e lenta). Subprojeto 4. Exploração das vias de acesso do SARS-Cov-2 ao Sistema Nervoso Central. Pacientes com COVID-19 podem apresentar comprometimento neurológico, com possibilidade da presença do vírus em tecido cerebral. Não está esclarecido de que forma o SARS-CoV-2 poderia atingir o SNC. Há várias vias não exploradas, como a passagem pelo neuroepitélio nasal, a migração centrípeta a partir das terminações nervosas periféricas dos pulmões ou, por aumento da permeabilidade da barreira hemato-encefálica. A exploração destas possibilidades será feita através de técnicas de imunofluorescência utilizando os seguintes anticorpos primários: PGP 9.5, VAChT, SP e SARS-CoV2 (amostras pulmonares), e Neu-N, GFAP, SARS-CoV-2, IBA1, CD68 (amostras encefálicas). As seguintes duplas marcações serão realizadas para amostras pulmonares: PGP 9.5 + SARS-CoV-2 (avaliar infecção neuronal), VAChT + SARS-CoV-2 (visualização de fibras colinérgicas), SP + SARS-CoV-2 (visualização de fibras sensoriais taquicinérgicas); e para amostras encefálicas: NEU-N + SARS-CoV-2 (infecção neuronal), GFAP + SARS-CoV-2 (infecção astrocitária), CD68 + IBA1 (caracterização dos monócitos). Subprojeto 5. Criação de novos polos de AMI/US em nosso País. Consideramos ser de fundamental importância a expansão dos centros capacitados em AMI/US em outros centros do País. Propomos para tal um treinamento voltado para profissionais de Saúde não médicos, com duração de 4 semanas em nosso serviço de autópsia.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Paulo Ivonir Gubiani

Ciências Agrárias

Agronomia
  • retenção e disponibilidade de água e modelagem da infiltração em solos com fragmentos de rocha
  • O estudo da retenção e disponibilidade de água no solo (RD) e modelagem da infiltração proposto neste projeto está direcionado para solos com fragmentos de rochas, para os quais a pesquisa quase não tem se ocupado, deixando uma lacuna de conhecimento e falta de subsídios técnicos para usuários desses solos e para pesquisadores em modelagem do transporte de água no solo. Objetivamente, nós queremos conhecer a interferência dos fragmentos de rocha na RD, verificar se funções de pedotransferência predizem com acurácia a RD nesses solos, avaliar se o uso de amostras sem estrutura preservada é viável para quantificar a RD e analisar se uso da taxa de infiltração estável medida com duplo anel concêntrico como estimativa da condutividade hidráulica de perfil de solo saturado possibilita predições acuradas da infiltração de água no solo com os modelos Hydrus-1D e Green-Ampt Modificado. O conhecimento gerado será útil para usuários do solo planejarem melhor atividades como irrigação e definição de épocas de semeadura, ao terem mais clareza dos valores de parâmetros como capacidade de campo, ponto de murcha permanente e água disponível. No contexto da pesquisa, os resultados do projeto serão importantes para melhorar a parametrização em modelos de infiltração e previsão da produção de plantas.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Jorge Canas Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • desenvolvimento de métodos estatísticos clássicos e robustos em melhoramento de plantas e genética quantitativa
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Jose Pereira

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • as transformações no polo petrolina-pe/juazeiro-ba: uma perspectiva sobre indicadores demográficos a partir de 1991
  • Com todo o investimento realizado pelo Estado na região na região do Vale do São Francisco, principalmente em Juazeiro-BA e Petrolina-PE, a mesma se desenvolveu em vários aspectos, tanto no âmbito urbano, como no rural. Empregos surgiram, atividades do trabalho se modificaram e tecnologias apareceram. Neste contexto, o objetivo geral deste projeto é analisar e identificar as mudanças ocorridas, no perído de 1991 à 2015, das características socioeconômicas e demográficas, identificando a evolução ou não do desenvolvimento das duas cidades, a partir de indicadores demográficos relacionados, por exemplo, a educação, saúde, renda, trabalho, envelhecimento e bem estar da população residente.
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo José Pereira Lima Teixeira

Ciências Biológicas

Genética
  • avaliação dos fatores genéticos e bioquímicos envolvidos na morte do cacaueiro infectado pela doença vassoura de bruxa
  • A vassoura de bruxa é um dos principais fatores limitantes para a produção de cacau no continente americano. Esta doença é causada pelo fungo hemibiotrófico Moniliophthora perniciosa, o qual inicialmente coloniza os tecidos vivos da planta (fase biotrófica) e subsequentemente mata e se desenvolve nos tecidos necrosados do hospedeiro (fase necrotrófica). Em contraste com outros patógenos hemibiotróficos, a fase biotrófica da vassoura de bruxa dura meses e é responsável pelos sintomas mais característicos da doença, que compreendem mudanças morfológicas drásticas nos tecidos infectados. Apesar de ser um evento central e distintivo da vassoura de bruxa, os mecanismos envolvidos na transição da fase biotrófica para a fase necrotrófica permanecem desconhecidos. Trabalhos anteriores revelaram que o genoma de M. perniciosa codifica cinco proteínas NEP (necrosis and ethylene-inducing protein), das quais ao menos uma (MpNEP2) é capaz de induzir a morte do cacaueiro. Notavelmente, o gene MpNEP2 é altamente expresso no momento da transição da fase biotrófica para a necrotrófica da doença, sugerindo que este seja o principal fator de virulência que causa a morte do tecido infectado. Os sinais que induzem a expressão deste gene após meses de colonização biotrófica são desconhecidos. Curiosamente, o tratamento do micélio de M. perniciosa com a molécula ácido salicilhidroxâmico (SHAM) induz a expressão de MpNEP2 in vitro. Apesar do SHAM não ocorrer naturalmente em plantas, ele é estruturalmente muito similar ao ácido salicílico, um importante hormônio que regula o sistema imune vegetal. Assim, é possível que o ácido salicílico produzido pela planta durante a infecção atue como um sinal para a ativação do gene MpNEP2 do patógeno. Este trabalho propõe então a avaliação dos fatores determinantes da transição da fase biotrófica para a necrotrófica da doença através de duas abordagens complementares: (I) verificar se o gene MpNEP2 é essencial para os sintomas de necrose e progressão da vassoura de bruxa através da avaliação de linhagens de M. perniciosa mutantes obtidas pela técnica CRISPR/Cas9. (II) Avaliar se o ácido salicílico e moléculas análogas funcionam como sinal para indução do gene MpNEP2 e, consequentemente, para transição para a fase necrotrófica da doença. Os resultados obtidos neste projeto avançarão nosso conhecimento a respeito de um aspecto central da biologia de um patossistema tropical bastante peculiar.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo José Pereira Lima Teixeira

Ciências Humanas

Educação
  • aplicação do sistema crispr-cas como estratégia de resistência multiviral em feijoeiro
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 29/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Paulo José Sena dos Santos

Ciências Humanas

Educação
  • as contribuições do uso da robótica educacional para o ensino e a aprendizagem de gráficos em cinemática
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Paulo Levi de Oliveira Carvalho

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • o suíno como modelo no aproveitamento de alimentos fibrosos para humanos e câes
  • RESUMO: O objetivo deste estudo piloto é avaliar a inclusão de diferentes fontes de fibras utilizadas na alimentação humana e de cães em dietas para suínos e seus efeitos sobre a fisiologia hormonal, metabólitos sanguíneos, comportamento alimentar e digestibilidade das dietas. No Exp. I (método de coleta total de fezes e com indicador), um total de 40 leitões mestiços, machos inteiros, com peso corporal inicial médio de 18 kg serão distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com 5 dietas e 8 repetições. As dietas serão compostas de uma Ração Referência (RR); RR (80%) + Farelo de Polpa de Maça – FPM (20%); RR (80%) + Farelo da Semente de Acerola – FSA (20%); RR (80%) + Farelo de Brócolis – FB (20%) e RR (80%) + Farelo de Canola – FC (20%), para determinar os coeficientes de digestibilidade aparente, os valores de nutrientes digestíveis, análise de microbiologia das fezes e parâmetros sanguíneos. No Exp. II (digestibilidade ileal aparente e verdadeira dos nutrientes), um total de 4 leitões mestiços, machos inteiros, com peso corporal inicial médio de 18 kg serão distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado (medidas repetidas no tempo), com 5 dietas (4 fontes de fibra e uma dieta isenta de proteína) e 6 repetições, para determinar os coeficientes de digestibilidade, valores de nutrientes digestíveis, hormônios e metabolitos plasmáticos. No Exp. III será realizada uma avaliação do comportamento de leitões alimentados com e sem restrição de dietas contendo diferentes fontes de fibra, sendo que em cada período do Exp. II, no 5º dia será fornecido uma refeição ad libitum e no 7º dia uma refeição com 20% de restrição para análise das atividades comportamentais. Os dados serão analisados usando modelo misto (mixed) no SAS com valores no tempo e tratamento de suínos individuais, tomadas como medidas repetidas. Para os dados de coeficiente de digestibilidade, nutrientes digestíveis e análise de microbiologia, o modelo incluirá período e dieta como efeitos fixos e suíno como efeito aleatório. Para os comportamentos, hormônios e metabolitos plasmáticos, o modelo incluirá período, dieta, tempo (de amostragem ou observação) e interação de dieta e tempo como efeitos fixos, e suíno e suíno dentro de dieta como efeitos aleatórios. O efeito da sequencia de tratamentos será removido do modelo final, se não significativo (P>0,05). Os dados serão apresentados como médias de mínimos quadrados ± erro padrão da média.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Lima Junior

Ciências Humanas

Educação
  • crítica social do gosto científico: estudo multicêntrico sobre o desenvolvimento das aspirações científicas de jovens brasileiros
  • O crescente desinteresse dos jovens pelas carreiras científicas em todo o mundo tem chamado a atenção dos analistas, que apontam para uma escassez de profissionais de ciência e tecnologia nas próximas décadas com possíveis impactos econômicos. Além disso, compreender o desenvolvimento do gosto científico dos alunos, levando em consideração que muitos destinos profissionais privilegiados são mais acessíveis aos alunos que gostam de ciências, pode ser importante para refinar nosso entendimento das contribuições que a escola dá para a reprodução (ou transformação) da origem social desses alunos. Baseado em uma apropriação crítica da sociologia da educação de Pierre Bourdieu, este projeto propõe um mapeamento em larga escala do gosto científico dos estudantes de três capitais brasileiras: Brasília (DF), São Paulo (SP) e Porto Alegre (RS). Esse mapeamento permitirá localizar o interesse dos jovens pela ciência e por carreiras científicas e tecnológica no espaço das diferenças de classe, gênero e cor. Também permitirá identificar professores que tenham contribuído em caráter excepcional para o desenvolvimento do gosto científico de seus alunos. Os professores identificados serão entrevistados com o propósito de produzir uma análise detalhada das suas histórias de vida (retratos sociológicos), permitindo-nos dar um sentido muito singular às suas práticas. Suas aulas serão acompanhadas, gravadas e submetidas à análise de interações discursivas. As biografias e atividades de ensino desses professores nos permitirão perceber como eles estimularam seus alunos a desenvolver o gosto pela ciência.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Luiz Souza Carneiro

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • análise genômica e diversidade fenotípica de galinhas naturalizadas do nordeste brasileiro
  • As raças de galinhas naturalizadas descendem de animais trazidos pelos portugueses durante o período de colonização. Aqui sofreram processos de seleção natural durante anos, o que levou a mudanças morfológicas e fisiológicas como mecanismos de adaptação às condições ambientais adversas. Embora adaptadas, estas aves são menos produtivas que as linhagens de galinhas selecionadas e tem sido substituídas gradativamente por animais melhorados, o que levou a rápida redução e/ou diluição deste germoplasma. Muitas das raças de galinhas naturalizadas se encontram em reduzidos núcleos de criação com mínimo controle zootécnico, na agricultura familiar, constituindo ainda a base da subsistência para essa. A conservação e utilização sustentável destes recursos genéticos, por meio dos programas de conservação das espécies domésticas e incentivo para a multiplicação do uso e reconhecimento destas raças são urgentes. Objetiva-se, portanto, identificar e caracterizar regiões genômicas sob seleção em galinhas naturalizadas da região Nordeste, com finalidade de identificar genes envolvidos em diferenças produtivas e adaptativas dessas. Além disso, caracterizar a diversidade genética e fenotípica dentro e entre as raças como estratégia para a conservação e utilização desses recursos. Trinta animais pertencentes à cada uma das raças (Canela Preta, Peloco, Caneluda e Barbuda) e de uma linhagem comercial de corte) serão genotipados. As assinaturas de seleção serão identificadas pelos métodos de diferenciação entre populações (Fst) e desequilíbrio de ligação (iHS e Rsb). A caracterização fenotípica será feita por meio de morfometria geométrica, técnica recente e de alta resolução, não havendo ainda registros de sua aplicação em estudos de caracterização e diversidade em aves de produção.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paulo Marcos da Matta Guedes

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • avaliação da atividade do fluralaner (bravecto™) no controle da leishmaniose visceral
  • A leishmaniose visceral é causada por Leishmania infantum no Brasil, e o cão é o principal reservatório doméstico do parasito. O número de casos de leishmaniose visceral vem crescendo anualmente no Brasil, frente a tratamentos, métodos diagnósticos e medidas profiláticas ineficazes. O Fluralaner (Bravecto™) aparece como um fármaco promissor para controle de flebotomíneos, atua sobre o sistema nervoso de artrópodes, com ação inseticida contra pulgas, acaricida contra carrapatos, e inseticida em triatomíneos. O objetivo do projeto será avaliar o Fluralaner (Bravecto™) no controle da leishmaniose visceral. Inicialmente, teste para verificar a eficácia do Fluralaner, em induzir a mortalidade de Lutzomyia longipalpis, será realizado em camundongos tratados com BravectoTM, dois grupos de sete animais, um grupo tratado com Bravecto™ e outro grupo não tratado, serão submetidos a repasto sanguíneo por L. longipalpis 24h, 6, 9, 13 e 23 dias pós-tratamento e determinada a mortalidade dos insetos. Se confirmado o efeito inseticida em camundongos, o teste será realizado em dois grupos de sete cães no período de 24h, 48h, 1, 3, 6, 9 e 12 meses pós-tratamento. Posteriormente, se confirmada a ação do Bravecto™ na mortalidade dos flebotomíneos, teste do medicamento será realizado em cães de dois bairros (Guarapes e Felipe Camarão) endêmicos para leishmaniose visceral na cidade do Natal-RN. Cada bairro será dividido em duas áreas, controle e tratado com Bravecto™. Os animais tratados com Bravecto™ serão monitorados pelo período de um ano e a infecção desses animais verificada com auxílio dos testes TR-DPP®, Enzyme-Linked Immunosorbent Assay (ELISA) e PCR em tempo real. A bioespectroscopia do infravermelho médio será avaliada como método diagnóstico para leishmaniose visceral canina em amostras de soro, e na detecção de L. infantum em L. longipalpis. A análise de dados, fornecidos pelo Centro de Controle de Zoonoses do Natal dos dez anos anteriores da incidência de leishmaniose visceral canina e humana na área endêmica estudada, será realizada e comparada a incidência humana e canina durante o ano de estudo. Durante o período do estudo, armadilhas CDC serão colocadas para quantificação de L. longipalpis, além da determinação da taxa de infecção por L. infantum por meio de PCR em tempo real. O Bravecto™ é um medicamento promissor para o controle da leishmaniose visceral canina e, consequentemente, humana, podendo ser adotado como nova medida para controle da leishmaniose visceral no Brasil, sendo agregado às outras medidas de controle.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Marcos Zech Coelho

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • desenvolvimento de métodos de diagnóstico para formas pré-patente, aguda e crônica de pacientes com baixa carga parasitária e controle de cura da esquistossomose mansoni
  • A esquistossomose é uma doença parasitária que afeta 77 países do mundo. Considerada um dos maiores problemas em relação à saúde pública no mundo, se destaca por apresentar uma alta taxa de mortalidade e morbidade sendo que, anualmente, 280 mil mortes são atribuídas à doença. O Brasil é o país mais afetado nas Américas, onde a prevalência foi estimada em 5,43% com cerca de 30 milhões de pessoas vivendo em regiões onde há transmissão. As estratégias de controle são baseadas em saneamento básico, educação em saúde, diagnóstico individual e tratamento dos indivíduos infectados. O diagnóstico sensível e específico da esquistossomose consiste em instrumento-chave para determinação epidemiológica, indicadores de morbidade, medidas de controle e acompanhamento de intervenções terapêuticas. Existe no entanto uma deficiência de técnicas que atenda a importantes critérios como o fornecimento de resultados precisos, alta sensibilidade e especificidade, identificação da infecção ativa inclusive na fase pré-postural, eficácia no controle de cura, facilidade de execução e baixo custo, entre outras. Atualmente, a identificação de novos antígenos vem contribuindo para o desenvolvimento de metodologias inovadoras que superam a deficiência dos atuais métodos utilizados. Especialmente por que, durante a infecção, o sistema imune do hospedeiro é exposto a uma série de antígenos derivados do parasito e do ovo, que leva à produção acentuada de anticorpos e à presença de antígenos circulantes. A seleção de antígenos candidatos a marcadores diagnósticos deve considerar fatores como rendimento na produção e facilidade de obtenção, estabilidade, imunogenicidade, especificidade antigênica e uso em técnicas de diagnóstico simples e de baixo custo. A identificação e manipulação de frações imunodominantes através da imunoproteômica de antígenos brutos contribuem para a escolha de um novo candidato para um diagnóstico mais sensível e específico. Dados recentes publicados do nosso grupo demonstraram que a resposta imune direcionada a antígenos específicos de estágios evolutivos do parasito tem se relacionado à forma clínica da doença. Portanto, este trabalho propõe pré-selecionar antígenos através do fracionamento destes extratos utilizando um painel de amostras sorológicas de pacientes com formas pré-patente, aguda, crônica e após tratamento. Ainda, serão usadas amostras exclusivamente positivas para outros helmintos através de uma intensa prospecção de casos feita com técnicas parasitológicas para eliminação de resultados falso-positivos oriundos de reações cruzadas com demais helmintos. Com a identificação e a análise dessas frações, elas serão produzidas de forma recombinante, assim como seus respectivos anticorpos monoclonais. Por fim, o objetivo deste trabalho é a padronização de métodos sensíveis que tenham capacidade de identificar antígenos e anticorpos. A proposta é adsorver diferentes antígenos recombinantes e anticorpos monoclonais em microesferas magnéticas, placas de poliestireno e tiras imunocromatográficas para que tenham capacidade diagnóstica multiteste, e padronizar as metodologias com diferentes tipos de amostras de pacientes. O diagnóstico da esquistossomose ainda se apresenta como um desafio, visto que a maioria dos pacientes possui baixa carga parasitária e são, por isto, de difícil detecção pelos métodos disponíveis. Estes pacientes são o foco principal deste trabalho, visto que sem o diagnóstico de alta sensibilidade, os mesmos permanecem infectados, sem tratamento. Consequentemente, podem desenvolver formas crônicas graves da doença, além de manterem o ciclo do parasito nas áreas endêmicas.
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paulo Michel Roehe

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • uso de ferramentas genéticas, matemáticas e tecnológicas para avaliar o risco de transmissão e fortalecer a vigilância do vírus da febre amarela nas cinco regiões brasileiras
  • Vide projeto anexo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2023