Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vania Christina Nascimento Porto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • fortalecimento e avaliação de sistemas agroflorestais na chapada do apodi
  • O semiárido brasileiro tem sua singularidade expressa em características ambientais e sociais que o torna especifico. É o único no mundo com o bioma genuinamente brasileiro: a caatinga. Suas particularidades estão na biodiversidade ecológica, na distribuição irregular da pluviosidade no tempo e no espaço, é o mais povoado do mundo representando 46% da população do Nordeste brasileiro, e compreende 1.133 municípios. É marcado historicamente pela complexidade social originária do processo de colonização e pelo desafio do desenvolvimento marcado pela situação de miséria e pobreza da maioria da população, especialmente aquelas que vivem nos espaços rurais. É neste cenário de negação de direitos que sobrevive a agricultura familiar. Muitas vezes desprovida de políticas públicas que atendam suas reais necessidades, esse modo de produzir na terra convive com o modelo de desenvolvimento agrícola e agrário hegemônico no semiárido brasileiro que não favorece a conservação e proteção do patrimônio genético e social dos seus ecossistemas. Esse fato colabora para desvelar cenários ameaçadores da vida humana, animal e vegetal, como o aquecimento climático, aumento das áreas em processo de desertificação, baixa produção agrícola, poluição dos solos e mananciais de água. Na região da Chapada do Apodi, localizada na zona semiárida entre os estados do Rio Grande do Norte e Ceará, vem se consolidando como uma das experiências mais exitosa de produção de alimentos de forma agroecológica e familiar do Nordeste, destacando-se o mel de abelha (maior produtora orgânica do país), o arroz, criação de caprinos, ovinos e bovinos, projetos de piscicultura, além de frutas. Mas, na contramão desta rica vivência está a implantação do Perímetro Irrigado da Chapada do Apodi RN, onde centenas de famílias estão sendo expulsas de suas terras para dar lugar a um projeto que está destruindo as comunidades camponesas e todo o trabalho da agricultura familiar e da agroecologia desenvolvido nesta rica região. Em meio a estes fatos o NUMA tem uma preocupação em estabelecer um diálogo com os camponeses da região, e isso tem resultado em um dinamismo que aproxima ainda mais a Universidade deles (camponeses), o que tem trazido uma confiança nos trabalhos de pesquisa e extensão e no fortalecimento político. Desta forma, este projeto busca contribuir para ampliar a produção científica e a extensão rural a partir da formação baseada nos princípios da Agroecologia junto aos agricultores familiares do Território Sertão do Apodi e o município de Mossoró, bem como fortalecer as ações de extensão e pesquisa existentes na região que envolvem professores, alunos, técnicos de extensão rural e agricultores familiares, além do estreitamento dos laços de parcerias com organizações de assistência técnica e extensão rural. O principal objetivo das ações do projeto é formar e qualificar agricultores familiares com foco na convivência com o semiárido, trabalhando o manejo ecológico do solo e conservação da água a partir de metodologias participativas e sistemáticas de apropriação do conhecimento, integrando princípios sistemáticos de sustentabilidade agrícola e pecuária firmado em bases ecológicas. Para atender os objetivos da proposta do NUMA serão desenvolvidas atividades de pesquisa, extensão e educação, descritas a seguir: Fortalecimento dos sistemas agroflorestais na Chapada do Apodi Partindo do pressuposto que a sustentabilidade almejada com os SAFs é um processo de construção permanente, ainda há muito a ser feito. Dessa forma, pretende-se por meio das ações do projeto promover um fortalecimento das experiências consolidadas e principalmente, consolidar as três experiências implantadas pelo grupo. Para promover esse fortalecimento adotará-se diversas estratégias. O conhecimento científico (teórico) sobre SAFs será disponibilizado por meio de oficinas com os agricultores. Para realizar tal ação também ultrapassaremos os limites da Chapada do Apodi. Buscaremos por meio de intercâmbios as aprendizagens adquiridas com outras experiências de manejo da caatinga e que sejam aplicáveis a Chapada do Apodi. No intuito de conciliar a teoria com a prática, vamos promover dias de campo. Monitoramento da qualidade do solo em sistemas agroflorestais na Chapada do Apodi Apesar de apresentar inúmeras vantagens e o conceito de SAFs preconizar o manejo conservacionista do solo como pré-requisito básico de sua adoção são praticamente inexistentes na região semiárida do Brasil pesquisas voltadas para a avaliação da potencialidade dos SAFs para a produção de alimentos e melhoria da qualidade do solo. Nesse contexto, fará-se por meio das ações do projeto o monitoramento da qualidade do solo nos SAFs que o NUMA pretende fortalecer na Chapada do Apodi, para avaliar a real potencialidade desse sistema de incrementar elementos que possam resultar em melhorias nos atributos físicos, químicos e biológicas desse solo. Esse monitoramento será feito a partir de análises laboratoriais. As análises serão feitas anualmente no laboratório de análise de solos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e comparadas entre si para quantificar a real contribuição que os SAFs proporcionam ao sistema solo. Ressaltamos que a proposta vem para fortalecer o NUMA, grupo criado a partir do Edital MCT/CNPq/MDA/SAF/Dater N° 058/2010 chamada 2, o qual desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão com base em princípios agroecológicos, especialmente a questões voltadas à convivência com o semiárido. Nessa perspectiva, a proposta apresentada visa à integração do ensino, pesquisa e extensão a partir do momento em que prima pela multidisciplinaridade, diversidade dos atores envolvidos e pela gestão compartilhada por ocasião da realização das atividades acadêmicas orientadoras do processo de aprendizagem.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vânia de Cássia da Fonseca Burgardt

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • caracterização sensorial do queijo colonial da microrregião de francisco beltrão-pr e perfil de seus consumidores
  • A presente proposta pretende caracterizar o queijo colonial da microrregião de Francisco Beltrão -PR sob os aspectos sensoriais e levantar o perfil do consumidor deste produto. Características físico-químicas, de textura e cor também serão avaliadas. Os laticínios participantes do projeto serão avaliados sob os aspectos higiênico-sanitários presentes na RDC 275 e o fluxograma de processo será elaborado para as empresas. A pesquisa é relevante uma vez que o queijo colonial desta região é produzido sem padronização e ainda não se tem conhecimento das características sensoriais deste produto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania de Fátima Barros Estivalete

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • antecedentes contextuais dos comportamentos de cidadania organizacional sob a ótica dos trabalhadores do conhecimento
  • As recentes mudanças na organização do trabalho, particularmente em organizações representativas da economia do conhecimento, estão causando mudanças na natureza dos Comportamentos de Cidadania Organizacional (CCO) (DEKAS, 2010). Porém, os estudos sobre o tema têm priorizado as investigações sobre antecedentes individuais e disposicionais, havendo uma lacuna acerca do efeito do contexto social de trabalho sobre os CCO. Nesse sentido, a problemática norteadora da pesquisa consiste em verificar: “Como ocorrem as interações entre os antecedentes contextuais (Confiança Interpessoal, Confiança Organizacional e Suporte Organizacional) e o Comportamento de Cidadania Organizacional sob a perspectiva dos trabalhadores do conhecimento?”. Visando responder tal questionamento, o objetivo geral do estudo é propor um framework de análise dos Comportamentos de Cidadania Organizacional, composto por antecedentes contextuais associados à Confiança interpessoal, Confiança Organizacional e Suporte Organizacional, visando estabelecer interações entre estes. Para isso, delinearam-se os seguintes objetivos específicos: (a) validar os modelos de Comportamentos de Cidadania Organizacional para trabalhadores do conhecimento e Confiança Interpessoal no contexto nacional; (b) analisar os Comportamentos de Cidadania Organizacional praticados pelos colaboradores da organização investigada; (c) verificar a perspectiva dos colaboradores sobre a Confiança Interpessoal e a Confiança Organizacional; (d) verificar a perspectiva dos colaboradores sobre o Suporte Organizacional praticado pela organização investigada; (e) verificar as relações entre os antecedentes contextuais Confiança Interpessoal e Confiança Organizacional e Suporte Organizacional; (f) analisar a influência dos antecedentes contextuais (Confiança Interpessoal e Confiança Organizacional e Suporte Organizacional) sobre os Comportamentos de Cidadania Organizacional. Para atender os objetivos, optou-se pela realização de uma pesquisa descritiva, de caráter quantitativo e qualitativo, empreendida por meio de um estudo de caso único em uma subsidiária de uma empresa da área de Tecnologia de Informação (TI), situada no Brasil. A coleta de dados irá ocorrer em três etapas. A primeira consiste na tradução e validação dos modelos de Comportamentos de Cidadania Organizacional para Trabalhadores do Conhecimento (DEKAS et al., 2013) e Confiança Interpessoal, composto pelas dimensões Confiança nos Colegas (OH e PARK, 2011) e Confiança nos Supervisores (NYHAN, 2000). Na segunda, questionários serão aplicados aos colaboradores da organização focal, incluindo as unidades de Porto Alegre e São Paulo, com a perspectiva de obter um retorno de aproximadamente 1500 questionários. Após a etapa quantitativa, serão realizadas entrevistas semiestruturadas com os colaboradores de diversos setores da organização foco deste estudo, com questões relativas à sua perspectiva quanto aos construtos investigados, buscando complementar os achados da etapa quantitativa. Em relação aos indivíduos entrevistados, serão selecionados colaboradores com mais de três anos de empresa de setores distintos, com a intenção de obter uma visão global e aprofundada de todas as áreas. A análise dos dados obtidos nas três etapas da coleta de dados também será realizada em momentos distintos, sendo o primeiro reservado a análise quantitativa e o segundo a análise qualitativa. Os dados obtidos na etapa quantitativa do estudo serão analisados com o apoio do software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) para realização dos testes estatísticos, como Análise Fatorial Exploratória. Posteriormente, serão explorados os dados das quatro escalas utilizadas, através da Modelagem de Equações Estruturais (MEE). Os dados obtidos nas entrevistas serão analisados qualitativamente após a transcrição das gravações obtidas, por meio do procedimento análise de conteúdo, o qual contempla três fases fundamentais: pré- análise, descrição analítica e interpretação referencial (BARDIN, 1979). Por fim, destaca-se como potenciais impactos da pesquisa a produção de uma tese de doutorado no PPGA/UFSM; ampliação e aprofundamento do debate conceitual sobre CCO, Confiança Interpessoal, Confiança Organizacional e Suporte Organizacional; contribuição para a área de comportamento organizacional, quanto para o entendimento das complexidades gerenciais ao tratar o ser humano como ser produtivo, por intermédio de diversos aportes teóricos, gerenciais e metodológicos; validação de um framework que pode ser replicado em outras realidades; realização de seminários sobre os temas investigados; publicações de artigos sobre o tema abordado na presente proposta; fornecer informações que subsidiem o processo decisório dos gestores; auxiliar na gestão das organizações no sentido de auxiliar no entendimento de que atos de cidadania organizacional empregam benefícios à organização, possibilitando a inovação de processos organizacionais; conscientizar os gestores sobre a importância de CCO para a economia do conhecimento, uma vez que as organizações dependem cada vez mais dos comportamentos discricionários e cooperativos para desenvolver a criatividade e à inovação; contribuir com compreensão dos motivos que levam os colaboradores a se envolver em CCO, ultrapassando a esfera individual para analisar de que forma as interações sociais entre os indivíduos e entre estes e a organização podem contribuir para tais comportamentos; a realização desta pesquisa sinaliza também oportunidades de melhor compreender estas interações sob a perspectiva dos trabalhadores do conhecimento; possibilitará a prática de ações ambientais por meio do desenvolvimento de CCO; ampliar a compreensão sobre a sustentabilidade à medida em que os colaboradores se envolvam em CCO, ultrapassando a esfera individual, para analisar de que forma as interações sociais entre os indivíduos e entre estes e a organização podem contribuir em ações sustentáveis.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Elisabete Schneider

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • inventário de ciclo de vida da cadeia vitivinícola - uva e seus derivados
  • A viticultura brasileira passa por um período de ascensão verificado principalmente a partir da década de 1990. Segundo o Instituto Brasileiro do Vinho, nos últimos anos, o país se consolidou como o quinto maior produtor de vinho no Hemisfério Sul. Trata-se de uma atividade importante para a sustentabilidade da pequena propriedade, que tem se tornado igualmente relevante tanto na produção de vinhos e sucos, como em outras. O Rio Grande do Sul é o principal produtor nacional e estima-se, que apenas a região da Serra Gaúcha cultive mais de 80% da produção do Estado, tendo como a principal detentora da produção, a tradicional microrregião Caxias do Sul, que contempla 18 municípios, entre eles Flores da Cunha e Bento Gonçalves, com mais de 100 vinícolas em seu território. As vinícolas estão entre as indústrias que mais sofrem com o acúmulo de resíduos orgânicos, bem como entre as que buscam por novas tecnologias para agregar valores aos resíduos, além de diminuir o impacto ambiental. Estes resíduos provocam impactos negativos no meio ambiente devido aos baixos valores de pH, e por conterem substâncias fitotóxicas e fenólicas. O acúmulo destes resíduos em local único pode acidificar o solo ocasionando baixo rendimento produtivo da lavoura. Dessa maneira, está se tornando mais importante, especialmente, em razão da rentabilidade e dos possíveis empregos, uma utilização eficiente, econômica e segura para o meio ambiente. Uma das formas mais integradas, completas e eficazes para a gestão ambiental de atividades produtivas é baseada no ciclo de vida do produto, sendo a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) sua principal ferramenta. ACV é uma poderosa ferramenta do pensamento sistêmico de apoio à tomada de decisões que gera informações, avalia impactos e compara desempenhos ambientais de produtos. Conforme a NBR 14040, que trata sobre princípios e estruturas desta ferramenta, a ACV “estuda os aspectos ambientais e os impactos potenciais ao longo da vida de um produto desde a aquisição da matéria-prima, passando por produção, uso e disposição. Uma das etapas mais importantes e que vai determinar a qualidade da ACV, é a realização e análise do inventário do ciclo de vida (ICV), que envolve a coleta de dados e procedimentos de cálculo para quantificar as entradas e saídas pertinentes de um sistema de produto. Tal ferramenta pode ajudar na identificação de melhorias em relação aos aspectos ambientais, na tomada de decisões de uma organização e na seleção de indicadores pertinentes ao seu desempenho ambiental. As informações da região onde o ciclo de vida do produto se desenrola é crucial para que a ACV seja representativa deste processo. Dentro deste contexto e considerando a necessidade de se elaborar inventários de ciclo de vida para diferentes estudos e produtos, este projeto visa realizar um inventário para o produto uva e seus derivados (vinho, suco e espumante), que integram a cadeia vitivinícola na região da Serra Gaúcha, objetivando o abastecimento do banco de dados de inventários de ciclo de vida brasileiro, com informações de entradas e saídas do processo produtivo. O procedimento metodológico para realização deste projeto seguirá a metodologia padrão brasileira de elaboração de inventários, determinações da norma NBR ISO 14044 (ABNT, 2016), compreendendo as seguintes etapas: preparação para coleta de dados; coleta de dados; validação dos dados; correlação dos dados aos processos elementares; correlação dos dados à unidade funcional; agregação de dados e refinamento da fronteira do sistema. O principal produto derivado do projeto de pesquisa será o modelo e inventário da produção de uva e derivados tais como vinho, suco e espumantes. A partir do inventário, poderão ser catalogados os fluxos que atravessam a fronteira do sistema constituindo-se como ponto de partida para a avaliação do impacto de ciclo de vida. Será possível também obter medidas de melhoria e/ou recomendações para minimização de impactos ambientais, de utilização de insumos e geração de resíduos, contribuindo para eficiência dos processos que serão identificados com o desenvolvimento do estudo. Ressalta-se que os produtos obtidos serão disponibilizados para inserção junto ao Banco Nacional de Inventários de Ciclo de Vida.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 10/06/2019-30/06/2020
Foto de perfil

Vania Gisele Bessi

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • inovação social em cooperativas de reciclagem na região do vale do rio dos sinos/rs
  • Na atualidade, vive-se em um contexto onde diferentes problemas sociais enfrentados pela população somam-se à necessidade de busca por soluções criativas e diferenciadas para se viver de forma mais colaborativa. Nesse contexto, a busca por essas soluções remete à ideia da inovação social. A Inovação Social apresenta-se como o resultado do conhecimento aplicado às necessidades sociais, por meio da participação e cooperação de todos os atores envolvidos, resultando em soluções novas e duradouras para grupos sociais, comunidades ou sociedade em geral (BIGNETTI, 2011). O presente projeto de pesquisa tem como objetivo identificar e analisar como se caracteriza a inovação social em Cooperativas de Reciclagem de Resíduos Sólidos na Região do Vale do Rio dos Sinos/RS. A pesquisa se caracteriza como uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, a ser realizada com cooperativas beneficiadas pelo projeto de extensão Gestão em Empreendimentos Solidários, da Universidade Feevale, localizada em Novo Hamburgo/RS. Trata-se, portanto, de estudos de casos múltiplos, já que as unidades de análise serão as Cooperativas de Reciclagem. No momento, quatro cooperativas são atendidas pelo projeto. Com isso, propõe-se uma ação indissociada entre pesquisa e extensão, que resultará em benefícios diretos aos membros dessas cooperativas. Como técnicas de coleta de dados, se utilizará entrevista semi estruturada, observação não participante e pesquisa documental. Para a análise será utilizada a análise de conteúdo e a análise do discurso do sujeito coletivo. Com a pesquisa, espera-se dar mais visibilidade a esse tipo de organização, cuja atuação se torna a cada dia mais importante na sociedade contemporânea, bem como auxiliar para que os mesmos possam evoluir em seus processos de trabalho, incrementando a renda de seus cooperados.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Vania Goncalves Lourenço Esteves

Ciências Biológicas

Botânica
  • diversidade polínica e sua aplicação na taxonomia em plantas do sudeste: com ênfase nas vernonieae (asteraceae)
  • O projeto tem como objetivo direto o estudo polínico das plantas do sudeste brasileiro, com ênfase na família Asteraceae atendendo a vários gêneros, tribos e subfamílias. O material polínico será submetido à acetólise e mensurado, descrito e fotomicrografado sob microscópio de luz. Os grãos de pólen não acetolisados, serão analisados em microscópio eletrônico de varredura (MEV) e eletromicrografados para observação dos detalhes da exina e das aberturas. Com os resultados obtidos pretende-se contribuir para uma categorização da flora polínica brasileira além de oferecer subsídios para análises filogenéticas. Serão apresentados dados inéditos acerca do grupo estudado, contribuindo par uma maior compreensão dos táxons de Asteraceae.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vania Grim Thies

Ciências Humanas

Educação
  • cultura escrita e educação do campo
  • Este projeto pretende dar continuidade às pesquisas com a temática da cultura escrita potencializando um dos eixos de investigação do grupo de pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (HISALES), vinculado ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas (PPGE/FaE/UFPel), qual seja: “Pesquisas sobre práticas escolares e não-escolares de leitura e escrita”; além disso, pretende fortalecer o acervo de escritas ordinárias do referido grupo. Os dados serão coletados, em parte, no acervo das já existentes escritas ordinárias do grupo de pesquisa e, também, em comunidades, grupos ou com indivíduos do campo. Para tal, os principais objetivos da investigação são: a) Identificar qual é o lugar simbólico e material que a cultura escrita ocupa para diferentes indivíduos, comunidades e/ou grupos sociais do campo; b) Analisar como as pessoas lidam com a cultura escrita no cotidiano das comunidades e grupos do campo. A pesquisa terá como aporte teórico os estudos de autores que contribuem para os conhecimentos no campo da história da cultura escrita, tais como: Galvão (2006, 2007, 2010), Galvão e Oliveira (2007), Castillo Gómez (2001, 2003a, 2003b), Chartier (1994, 1996, 2000, 2001, 2004), ViñaoFrago (1993, 1999), Petrucci (1999), Britto (2004), Fabre (1993), Street (1984, 2014), De Certeau (2008), Hébrard (2001), Bakhtin [1981], 2010, entre outros autores. Almeja-se com o desenvolvimento da pesquisa o fortalecimento dos estudos sobre a temática da cultura escrita no grupo de pesquisa HISALES, bem como nos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas (FaE/UFPel), dando visibilidade para a relação estabelecida entre os indivíduos, grupos e comunidades do campo com a cultura escrita. Além disso, busca-se o fortalecimento de metodologias específicas para o trabalho com documentos como cartas, diários, agendas, livros manuscritos, e demais materiais e objetos da cultura escrita.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Margaret Flosi Paschoalin

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • nanoencapsulação da lectina de taro (colocasia esculenta) ou de seus peptídeos ativos para o enriquecimento da farinha de taro e avaliação do potencial imunomodulador, antitumoral e antimetastático em ensaios pré-clínicos
  • A tarina, lectina do inhame, é um fitoquímico com atividades imunomoduladora, antitumoral e antimetastática. A encapsulação de compostos bioativos é uma estratégia desenvolvida para evitar a interação do composto encapsulado com tecidos/células ou com a matriz alimentar que, naturalmente, interfeririam na eficiência do composto e causariam efeitos citotóxicos em tecidos/células que são o alvo do ativo farmacológico. Este projeto tem o objetivo de produzir tarina ou seu peptídeo ativo, encapsulado, em lipossomos, com atividade antitumoral in vitro e in vivo para aplicação na indústria alimentar, como aditivo funcional ou nutracêutico. A tarina ou peptídeo serão encapsulados por hidratação de camada fina de filme lipídico e as nanocápsulas serão avaliadas quanto ao tamanho, homogeneidade, morfologia, estabilidade, eficiência de encapsulação e cinética de liberação. A inocuidade das formulações será avaliada por ensaios de citotoxicidade em cultura de células animais e humanas. Células de diferentes linhagens tumorais serão cultivadas na presença das nanocápsulas e as alterações morfológicas e no ciclo celular serão avaliadas por microscopia de contraste de fase e citometria de fluxo. A indução de apoptose será avaliada por quantificação de caspases e detecção de proteínas apoptóticas por Western Blot. Camundongos BALB/c nude, serão tratados com nanocápsulas de tarina ou peptídeo, e receberão células tumorais no quinto dia, pela via subcutânea. No decurso do tratamento, a massa corporal e o volume dos tumores serão monitorados e após eutanásia, os tumores serão medidos e pesados para determinação do potencial inibitório. A celularidade total, o perfil de distribuição celular bem como a fenotipagem de linfócitos do baço e medula óssea dos animais serão avaliados por citometria de fluxo. Os mesmos procedimentos serão repetidos após a ingesta de farinha de inhame enriquecida com as nanocápsulas pelos camundongos, que serão desafiados por inoculação de células tumorais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vânia Maria de Oliveira Vieira

Ciências Humanas

Educação
  • desenvolvimento profissional de professores da educação superior do triângulo mineiro: contribuições da teoria das representações sociais
  • Este projeto integra a Rede de Pesquisa FORPROFES - “Desenvolvimento profissional dos professores universitários da região do Triângulo Mineiro”, com a participação de três Instituições de Ensino Superior: UFU; UFTM; e UNIUBE. Integra também a Linha de Pesquisa “Desenvolvimento profissional, trabalho docente e processo de ensino-aprendizagem”, do PPGE da Uniube e do CIERS-ed - Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade – Educação, da Fundação Carlos Chagas. Este estudo parte do princípio de que grande parte dos professores da educação superior não foram formados para a docência, chegam à universidade sem formação pedagógica sistematizada. Portanto, a problemática que se anuncia diz respeito ao seguinte questionamento: quais as representações sociais dos professores iniciantes sobre formação e desenvolvimento profissional? Caracterizado por uma pesquisa quanti-qualitativa, busca respaldo teórico-metodológico na Teoria das Representações Sociais de Moscovici (2003) e na subteoria do Núcleo Central de Abric (2000). Apresenta como objetivo geral identificar e compreender as representações sociais dos professores iniciantes sobre formação e desenvolvimento profissional do professor da educação superior. Participarão da pesquisa cerca de 60 professores, sendo 20 de cada uma das três universidades envolvidas na pesquisa. A construção dos dados será realizada por meio de um questionário contendo questões abertas e fechadas e a técnica de associação livre de palavras, tratadas pelo software EVOC, que tem como finalidade indicar os possíveis núcleos central e periféricos das representações sociais. Para a análise dos dados, além do respaldo da Teoria das Representações Sociais e da análise de conteúdo de Bardin (2011) será utilizado também o software Alceste para a categorização das questões abertas do questionário. Após a identificação das representações sociais dos professores sobre formação e desenvolvimento profissional docente, serão mapeadas as dificuldades ou fragilidades com relação a formação docente. Para discussão e reflexão dos resultados obtidos, na perspectiva de uma experiência formativa, serão realizados seis grupos focais, dois de cada universidade, com os docentes que aceitarem participar desta etapa para. Espera-se que a realização desta pesquisa possa contribuir para a identificação e compreensão das representações sociais que influenciam a prática pedagógica dos professores, e, além disso, possibilitar experiências formativas que contribuam efetivamente para o desenvolvimento profissional docente.
  • Universidade de Uberaba - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Maria Manfroi

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • as condições de trabalho dos assistentes sociais: uma análise a partir da realidade dos estágios nos espaços sócio-ocupacionais
  • O presente projeto de pesquisa tem como objetivo principal analisar as formas de estruturação e dinâmica do estágio em serviço social e as determinações do mercado de trabalho, considerando as condições laborais dos profissionais supervisores de estágio e estudantes estagiários. Tal objeto de estudo foi desdobrado de pesquisas anteriores que, ao refletir sobre as relações e condições do mercado de trabalho, perceberam a necessidade de aprofundar a temática, articulando a formação e o exercício profissional, a partir da categoria trabalho. Além disso, a preocupação relativa ao estágio supervisionado foi tensionada a partir da inserção dos professores como supervisores acadêmicos, quando se observou a necessidade do debate da relação entre esse e as relações e condições de trabalho. Os desafios da formação profissional em serviço social e, particularmente, os relativos à implementação de uma política de estágio que seja consoante com os princípios, valores e perspectivas teórico-metodológica e ético-política defendidos pelo conjunto da categoria não podem ser enfrentados se não situados na complexidade da realidade social e no contexto de uma crise que afeta todo o sistema do capital. Trata-se de um projeto interinstitucional, cujos procedimentos metodológicos escolhidos pretendem apreender a complexidade do objeto a partir de dados objetivos e subjetivos que contribuam para apontar os avanços, dificuldades, desafios e estratégias à consolidação do projeto ético-político profissional em tempos de crise do capital e de regressão de direitos. Assim, o caráter quanti-qualitativo atravessa o conjunto da metodologia, a partir de fontes documentais, acervo bibliográfico e mecanismos exploratórios, que integram as fases de coleta e análise dos dados. Como resultado da pesquisa, pretende-se contribuir à política nacional de estágio em serviço social defendida pelo órgão acadêmico-científico da categoria, na perspectiva de aprofundá-la, reatualizá-la e/ou apontar novos direcionamentos e estratégias para a superação dos dilemas atinentes ao estágio que ainda são enfrentados no processo de formação, considerando a dinâmica e as requisições do mercado de trabalho.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vânia Medianeira Flores Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • personalidade e sua relação com o desempenho acadêmico dos estudantes do curso de administração
  • Para que seja explicado o desempenho que os discentes apresentam em exames de avaliação, torna-se necessário investigar quais são os fatores responsáveis pelo rendimento apresentado. No Brasil, um dos indicadores do desempenho para avaliar a qualidade do ensino é a nota da prova ENADE realizada pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Neste sentido, tem-se como objetivo geral do estudo analisar como os traços de personalidade afetam o desempenho dos estudantes do curso de administração (RS), usando como variáveis de controle as características socioeconômicas e institucionais. Especificamente, buscar-se-á caracterizar os estudantes do curso de graduação em administração; explicar o desempenho dos alunos de graduação em administração tendo por base o Inventário dos Cinco Grandes Fatores da Personalidade (IGPF); discutir o desempenho dos alunos de graduação em administração com base nas variáveis socioeconômicas e institucionais; analisar as relações existentes entre os aspectos de personalidade e as variáveis socioeconômicas e institucionais que afetam o desempenho dos estudantes de administração. Será realizada uma pesquisa quantitativa e descritiva, utilizando como modelo de investigação o Partial Least Squares Path Modeling (PLS-PM) com uma abordagem quantílica. Os dados serão analisados através do Software R. Será aplicado um instrumento para uma amostra mínima de 366 discentes do curso de administração que prestarão a prova Enade 2018, bem como, também serão analisados os microdados Inep/Mec a fim de que seja investigado quais fatores explicam o desempenho dos estudantes. Espera-se que os resultados colaborem com a literatura e expliquem os determinantes do desempenho dos egressos do curso de administração.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vânia Nakauth Azevedo

Ciências da Saúde

Medicina
  • bioprospecção do mirnoma de pacientes infectados pelo vírus linfotrópico das células t humanas 1 e sua influência na progressão para paraparesia tropical/mielopatia associada ao htlv (pet/mah)
  • O HTLV-1 infecta aproximadamente 15 – 20 milhões de pessoas no mundo, sendo endêmico na Amazônia brasileira. Após um prolongado período de latência, aproximadamente 5% dos indivíduos infectados irão desenvolver um tipo agressivo de tumor de células T – Leucemia/Linfoma das Células T do Adulto (ATLL) – ou uma doença crônica inflamatória neurodegenerativa, denominada de Paraparesia Espástica Tropical/Mielopatia Associada ao HTLV-1 (PET/MAH), além de outras patologias associadas a infecção como a artropatia associada ao HTLV (HAA). Os miRNA são pequenos RNAs (19 – 24 nucleotídeos de tamanho), não codificadores que regulam a expressão genica após a transcrição e dessa forma controlam diversos processos biológicos. Diferentes mecanismos são utilizados pelos vírus para interagir com os miRNAs. O papel dos miRNAs endógenos e miRNAs virais na replicação viral, na persistência da infecção e como os vírus utilizam estes mecanismos para interferir no metabolismo celular e garantir uma eficiente replicação e/ou latência ainda precisam ser elucidados. A elucidação dos mecanismos pelos quais o HTLV pode manipular o perfil de expressão de miRNAs poderá auxiliar na identificação de potenciais pontos de intervenção terapêutica que auxiliarão na erradicação deste patógeno em indíviduos infectados. Nesse sentido o presente estudo visa investigar o perfil de expressão de microRNA (miRNA) em células mononucleares de sangue periférico (PBMCs) de pacientes infectados pelo Vírus linfotrópico de células T humanas 1 (HTLV-1), bem como seu impacto na progressão das patologias associadas a infecção. Para alcançar os objetivos, será realizado análise do miRNoma por sequenciamento de nova geração em linfócitos do sangue periférico humano de pacientes infectados pelo HTLV com e sem sintomatologias PET/MAH. Em seguida serão avaliadas: (i)Verificar por western blot a expressão de AGO2, afim de elucidar se a infecção pelo HTLV altera a expressão dos miRNAs processando ou degradando proteínas envolvidas na biogênese dos miRNAs; (ii) Se o HTLV pode gerar miRNAs virais, por meio de análises de bioinformática; (iii) Identificar quais os miRNAs podem estar associados a progressão da infecção; (iv) identificar possíveis alvos gênicos e mecanismos celulares que estes miRNAs possam estar atuando.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Neu

Ciências Biológicas

Ecologia
  • segurança hídrica e saneamento básico descentralizado, monitoramento das tecnologias sociais implementadas na região insular de belém.
  • A falta de água potável e saneamento básico rural geram uma série de problemas ambientais e de saúde pública. O presente projeto busca avaliar duas tecnologias sociais para promover a segurança hídrica e reduzir a contaminação biológica de corpos hídricos na Amazônia, especialmente na área rural. O desenvolvimento das tecnologias foi iniciado em 2012 com a implantação de sistemas simples de captação e armazenamento da água da chuva e do protótipo de Banheiro Ecológico Ribeirinho (BER). O projeto está em consonância com as metas da Agenda 30 para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) e com as diretrizes do Plano Nacional de Saneamento Básico (PLANSAB) e da Política Estadual de Saneamento Básico do Pará. Ao substituir o consumo de água fluvial contaminada, o sistema de captação e armazenamento da água da chuva tem reduzido as doenças de veiculação hídrica e proporcionado melhorias na qualidade de vida das famílias. O conforto, a segurança e a comodidade em ter água encanada dentro de suas residências são vantagens adicionais proporcionadas pelo sistema, especialmente para as mulheres, normalmente encarregadas da tarefa de abastecimento de água nas residências. Economicamente, o acesso à água potável reduziu despesas com medicamentos e compra de água. A implantação do BER promoveu solução sanitária de baixo custo e melhora significativa das condições de higiene, conforto e estética da paisagem local. Com os dejetos isolados dentro de um tambor impermeável, eliminou-se o acesso dos animais domésticos (cães, suínos e aves) às fezes humanas, reduzindo a contaminação dos animais e a proliferação de zoonoses. As tecnologias sociais implantadas na comunidade oferecem soluções eficazes, de baixo custo e fácil replicação para regiões que carecem do acesso a estes serviços básicos.
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Regina Nicoletti

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • cinética de liberação de óleo essencial de orégano microencapsulado e correlação com o controle do desenvolvimento bacteriano em filés de frango marinados
  • Embora diversos compostos naturais possuam propriedades biológicas evidenciadas em pesquisas in vitro, sabe-se que sua eficácia é reduzida quando em sistemas in situ, como os alimentos. Esse comportamento referido como "paradoxal" tem propiciado estudos em um campo emergente da físico-química de alimentos, na tentativa de melhorar a estabilidade desses compostos. A microencapsulação é uma tecnologia que permite aprisionar fisicamente substâncias sensíveis, de modo a protegê-las de condições adversas, estendendo sua vida útil e promovendo a liberação controlada do material encapsulado. Nesse âmbito, este trabalho tem por objetivo avaliar a liberação in vitro do óleo essencial de orégano (OEO) microencapsulado e, concomitantemente, determinar seu efeito no controle do desenvolvimento de Salmonella Typhimurium em filés de peito de frango marinados. Serão empregadas formulações de OEO encapsuladas por gelificação iônica, produzidas por meio dos métodos de extrusão e de atomização, e submetidas ou não ao processo de interação eletrostática com concentrado proteico de soro de leite (WPC). Espera-se que o recobrimento das cápsulas com WPC contribua para a manutenção das propriedades antimicrobianas do OEO, e que exista uma correlação positiva entre a liberação controlada do OEO e a redução da contagem de S. Typhimurium ao longo do período de vida útil do alimento. Desse modo, pretende-se evidenciar um sistema de bioconservação passível de ser empregado pela indústria alimentícia, visto que o emprego de óleos essenciais para o controle do desenvolvimento microbiano em sistemas in situ ainda é um obstáculo a ser superado.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Regina Pivello

Ciências Biológicas

Ecologia
  • uso do fogo no parque nacional das sempre-vivas (mg): compartilhando conhecimento tradicional e científico
  • O fogo tem sido usado como ferramenta de manejo da vegetação por povos tradicionais em diversas savanas e campos do mundo todo e também no Brasil. É uma ferramenta extremamente versátil, pois seus efeitos podem ser muito diversos, conforme o regime de queima aplicado. Em campos rupestres, o conhecimento científico sobre os efeitos do fogo nas comunidades vegetais são raros, embora extremamente necessários para subsidiar ações de manejo nesse ambiente que é frequentemente queimado, principalmente para o manejo de campos para uso como pastagens naturais e para estimular a floração de plantas comercializáveis como sempre-vivas. O uso dos campos com estas finalidades principais é muito comum na Serra do Espinhaço, e marcante na região alvo da presente proposta. Este projeto de pesquisa visa compreender de forma mais qualificada o uso local do fogo – especialmente em relação ao regime de queimas – aplicado pelos coletores de sempre-vivas (Eriocaulaceae) nos campos rupestres na região do Parque Nacional das Sempre-Vivas-PNSV, MG, a fim de avaliar os efeitos sobre a sobrevivência e a competitividade das espécies herbáceas típicas, bem como a viabilidade desse procedimento a longo prazo. Para tanto, utilizaremos uma combinação de experimentos em campo e em laboratório e acompanharemos durante dois anos os coletores em suas práticas usuais de queima e coleta. Serão mensurados e calculados os principais parâmetros de fogo nas queimadas realizadas pela população humana local (temperatura, velocidade de propagação das chamas, altura das chamas, intensidade, eficiência de queima, patchiness). Os experimentos (em campo e laboratório) envolverão a comparação da diversidade florística e de tipos funcionais das comunidades em áreas sujeitas a diferentes regimes de queima (conforme informações espacializadas e mapeadas), bem como a fenologia, eficiência reprodutiva (produção de inflorescências e sementes), morfometria de estruturas reprodutivas e vegetativas, viabilidade das sementes e germinabilidade, recrutamento e mortalidade das espécies em foco, a estabilidade do serviço ecossistêmico de polinização, o banco de sementes no solo e a expansão horizontal das populações. Ainda, em campo e entrevistas com os coletores, serão avaliadas as práticas de coleta e seleção das inflorescências, assim como suas percepções a respeito da forma como atuam e a respeito de outras possíveis práticas. Com este estudo, pretendemos aproximar o saber científico e o saber popular, assim como integrar gestores do parque, pesquisadores, e a comunidade local num manejo integrado das comunidades vegetais, com vista à sua perpetuação. Os resultados deste estudo deverão subsidiar ações para o manejo integrado de fogo, previsto no Plano de Manejo do PNSV.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 30/11/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Vania Ribas Ulbricht

Ciências Humanas

Educação
  • coin- artefato para o desenvolvimento de material digital acessível
  • O projeto propõe a produção de um aplicativo web e mobile para representação interativa de diretrizes para produção de material educacional acessível. Através do protótipo desenvolvido para mobile e ambiente web, as diretrizes de recomendação da pesquisadora Macedo (2010) foram organizadas para que desenvolvedores e conteudistas de Objetos de Aprendizagem (OAs) possam utilizar as ferramentas de acessibilidade em seus projetos . Para validar a utilização do aplicativo para que desenvolvedores e conteudistas realizem a produção de conteúdos e Objetos de Aprendizagem (OAs) acessíveis, propõe-se também o desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem (AVEA) com acessibilidade para pessoa com deficiência visual e auditiva, com objetivo de transferir e disseminar conhecimento. Buscando aproximar as diretrizes da visão de mundo dos usuários de acordo com o contexto de uso, objetivamos adequá-las ao ambiente das organizações e dos indivíduos. Dessa forma, profissionais e pesquisadores da área de OAs podem obter uma nova experiência na apropriação das recomendações e promover ações inclusivas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vania Rodrigues de Lima

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento e caracterização físico-química de sistemas lipossomais contendo genisteína para uso na terapia contra gliomas
  • Este projeto propõe desenvolver sistemas de liberação prolongada de fármacos, com propriedades físico-químicas específicas que os tornem eficientes, estáveis e menos tóxicos na terapia contra gliomas (um subtipo de tumor cerebral primário). Os sistemas serão baseados no encapsulamento de genisteína, uma isoflavona de soja, em três tipos de lipossomos compostos por (i) dimiristoilfosfatidilcolina (DMPC), (ii) DMPC associado a palmitoiloleoilfosfatidilcolina (POPC) e (iii) DMPC associado a colesterol. Os lipossomos foram escolhidos como carreadores por poder viabilizar a passagem e distribuição da genisteína na barreira hemato-encefálica do organismo, considerando-se que tal passagem é uma limitação importante no tratamento contra gliomas. O uso de DMPC como componente lipossomal pode ter um efeito antitumoral somatório ao da genisteína, e a associação de DMPC com os lipídios citados anteriormente proporcionará sistemas com diferentes graus de ordem molecular e velocidades de difusão da genisteína pelo sistema. As propriedades físico-químicas e a estabilidade dos três sistemas serão caracterizadas pelas técnicas de espalhamento de luz dinâmico, potencial zeta, infravermelho com transformada de Fourier com refletância total atenuada horizontal, ressonância magnética nuclear, calorimetria de varredura diferencial e espectroscopia no ultravioleta-visível. A partir destas técnicas, será investigado o efeito da genisteína nas propriedades e dinâmica molecular dos lipossomos, tais como tamanho, carga, estabilidade, grau de hidratação, velocidade de movimentos vibracionais, rotacionais e translacionais moleculares, anisotropia de deslocamento químico, lamelaridade e parâmetros termodinâmicos, tais como estado de fases, temperatura de transição de fase e variação de entalpia. Os sistemas lipossomais também terão suas atividades antitumorais (em células de gliomas) e antioxidantes in vitro testadas. As interações entre a genisteína e as membranas lipossomais serão correlacionadas com a sua eficiência frente às atividades antitumorais e antioxidantes. A partir desta correlação, pretende-se contribuir com o desenvolvimento de sistemas que possam ter suas propriedades físico-químicas moduladas em função de sua composição e interações moleculares, para tornarem-se mais eficientes, estáveis e menos tóxicos no tratamento contra gliomas.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vânia Silva de Melo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • alternativa de sustentabilidade de solos no contexto da agricultura familiar na amazônia oriental
  • A Região Amazônica tem sido alvo de um modelo de ocupação baseado na exploração predatória dos recursos naturais para fins diversos. As consequências negativas desta exploração na Amazônia relacionam-se ao desequilíbrio ambiental sob diversos aspectos. A combinação de solo sem cobertura florestal com índices pluviométricos altos, característicos desta região, acaba por acelerar os processos erosivos e a redução da fertilidade dos solos agrícolas e assoreamento dos rios e cursos d`água. Para contrapor este panorama de degradação ambiental, um novo modelo de desenvolvimento regional deve priorizar a busca pela conciliação das atividades econômicas sem esquecer a importância da preservação do meio ambiente. Neste sentido o conhecimento detalhado sobre o solo, a hidrologia e o funcionamento do bioma amazônico é de extrema importância para que seu desenvolvimento ocorra de forma sustentável. A proposta objetiva avaliar os resultados obtidos com implantação de atividades de recuperação de áreas de pastagem degradadas pertencentes a áreas de assentamentos localizadas no Município de Santa Bárbara Pará, por meio de indicadores de sustentabilidade ambiental referentes a análise de solo, água e cobertura vegetal.
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Vania Zanella Pinto

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • uso de extrato de erva mate nanoencapsulado no desenvolvimento de embalgens para alimentos
  • No projeto “Uso de extrato de erva mate nanoencapsulado no desenvolvimento de embalgens para alimentos” objetiva-se encapsular extrato de erva mate (Ilex paraguariensis) usando sistema blow spinning de formação de nanofibras e aplicar as fibras contendo extrato de erva mate como recobrimento em bandejas biodegradáveis e como cobertura ativa em frutas in natura. O projeto está divido em três Estudos a serem executados durante os três anos de vigência. No Estudo I objetiva-se encapsular extrato de erva mate empregando sistema blow spinning e diferentes polímeros como material de parede e, avaliar a eficiência de encapsulação e caracterizar os materiais nanoencapsulados. As variáveis independentes serão tipo de polímero, que apresenta 4 sub-níveis (Amido:PVA, Amido:PEO, PVA, PEO) e concentração do extrato de erva mate com quatro sub-níveis (0, 10, 25 e 50 mL/100g), totalizando 16 tratamentos. As variáveis dependentes (respostas) consistem na avaliação das propriedades da solução polimérica (viscosidade e condutividade elétrica) e solubilidade em água e em ácido das nanofibras obtidas, bem como eficiência de encapsulamento (EE), a sua estabilidade térmica (DSC, TG), estrutura química (FTIR-ATR), morfologia verificada com microscópios, atividade antimicrobiana e concentração inibitória mínima (CIM) e compostos fenóis totais, além da caracterização prévia do extrato. No Estudo II objetiva-se recobrir bandejas expandidas de amido e celulose/nanocelulose com extrato de erva mate nanoencapsulado. A produção das bandejas será estudada variando-se a concentração amido (10, 15, 20 e 25 g/100 mL solução) e a concentração de fibras de celulose (0, 10, 15, 25 e 50 g/g de amido), totalizando 16 tratamentos. As bandejas serão caracterizadas e recobertas com nanofibras contendo extrato de erva mate (Estudo I) empregando o material que apresentou maior teor de compostos fenólicos e atividade antimicrobiana. As respostas serão cor, morfologia, espessura e densidade, absorção de água, propriedades mecânicas, propriedades térmicas (DSC, TG), estrutura química (FTIR-ATR), atividade antimicrobiana e concentração inibitória mínima (CIM) e degradabilidade. No Estudo III objetiva-se aplicar cobertura ativa com nanofibras contendo extrato de erva mate (Estudo I) para ampliar a vida útil de frutas de mamão papaia in natura. As frutas serão caracterizadas, no início e durante 40 dias de armazenamento. As avaliações nas frutas serão massa fresca e incidência de podridão, coloração dos frutos, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT) e a relação SS/AT, pH, firmeza e compostos fenólicos. Assim ao final, almeja-se instalar uma estação de blow spinning, desenvolver nanofibras ativas e obter produtos tecnológicos, tais como bandejas biodegradáveis de amido expandido e coberturas ativas para frutas.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vanilton Camilo de Souza

Ciências Humanas

Geografia
  • os erros conceituais e didáticos nos livros de geografia do ensino médio e nas práticas docentes: processos de retificação e mediação didática
  • A proposição desse projeto é desdobramento, por um lado, da Tese de Doutorado defendida em 2009 ocasião em que se postulou sobre a importância da mediação didática e da retificação do erro como conceitos capazes de promover significativa e qualitativamente a formação inicial do professor de Geografia. E, por outro lado, da investigação realizada em pós-doutoramento em 2014 quando analisou-se a primazia de erros conceituais próprios da Geografia e os erros didáticos presentes nas atividades de Estágio Curricular dos Licenciandos de Geografia e Pedagogia. Os argumentos dessas investigações fundamentaram-se nos postulados de Vigotski e Bachelard apontando que tanto o conceito de mediação didática quanto o conceito de retificação dos erros teóricos e conceituais da Geografia Escolar são dimensões capazes de permitir ações didáticas ao processo de construção do conhecimento por parte dos alunos da licenciatura, por se referirem às dimensões epistemológicas dessa construção. O conceito de mediação didática é uma tarefa que se tem debruçado desde 2007 quando iniciou-se, isoladamente, os estudos de Vigotski e, a partir de 2008, esses estudos ocorrem no Grupo de Estudos sobre Vigotski para o Ensino de Geografia. Diferentemente, os estudos sobre Gaston Bachelard no Ensino de Geografia, especificamente os relativos à retificação do erro como dimensão capaz de superar os obstáculos epistemológicos presentes na formação do professor de Geografia tem ocorrido isoladamente. Um curto diálogo ocorreu com um grupo de Didática das Ciências da Universidade de Sevilla, por ocasião do doutorado sanduiche desenvolvido nessa universidade e que tinham em Bachelard e, especificamente, a categoria erro, como rica dimensão didática para essa área do ensino. Através desse grupo, acessou-se as produções do francês Pierre Astolf, quem primeiro sistematizou as contribuições do erro no Ensino de Ciências. No Brasil, esses fundamentos didáticos são bastante incorporados no ensino dessa disciplina. Sob as inspirações de Bachelard (1968, 1996, 2004) e Astolf (2003, 1994, 1988) foi desenvolvido o pós-doutoramento na USP, momento em que, juntamente com a supervisora do programa da Faculdade de Educação dessa universidade, desenvolvemos uma metodologia de retificar os erros teóricos e didáticos da Geografia Escolar, detectados durantes os Estágios desenvolvidos nas escolas pelos licenciandos de Geografia e Pedagogia. Naquele momento, compreendíamos que os caminhos para retificar os erros detectados nesses estágios era, promover a mediação didática na construção do conhecimento profissional desses professores (SOUZA & CASTELAR, 2016). Os resultados dessa investigação apontaram, por um lado, que durante o desenvolvimento do estágio, os licenciando conseguiam perceber os erros (tanto os teóricos quanto os didáticos) sobre a Geografia Escolar durante o processo de planejamento. Nesse ato de planejar, era perceptivo algumas capacidades de retificar os erros e, com isso, definir outros encaminhamentos de aulas mais adequados. A pesquisa apontou, por outro lado, uma maior dificuldade de perceber os erros didáticos e conceituais da Geografia Escolar nas práticas de ensino. Naquele momento, nosso foco era essencialmente nas atividades de planejamento pois não tínhamos logística para acompanhar os estagiários na sua prática durante o estágio. No entanto, nas discussões com os licenciando eles apontavam para a dificuldade tanto de perceber tais erros como de retificá-los, a saber: dificuldade de superar o modelo de aula baseada na transmissão do conhecimento e dificuldade de exercer maior autonomia sobre os textos de livros didáticos. Em decorrência dessas investigações sobre a relevância de se tomar os erros relativos às nossas práticas profissionais no ensino de Geografia e a necessidade de retificá-los, temos dois desdobramento que jugamos importantes: o primeiro é o de reforçar o papel da mediação didática nos processos de aprendizagem dos alunos; o segundo diz respeito os desenvolvimento da Didática da Geografia a qual consideramos um campo epistêmico muito importante na formação do professor e nas práticas de ensino dessa disciplina. Em função dessa relevância por um lado e a necessidade de ampliarmos a investigação nas práticas de ensino, é que propomos esse projeto. O problema dessa proposta assenta-se no seguinte entendimento: as dificuldades de percepção e retificação de erros conceituais e didáticos de Geografia vivenciados pelos licenciandos em sua formação inicial estão presentes nas práticas de ensino de docentes de Geografia que já possui experiências na sala de aula? Que concepções de ensino e aprendizagem de Geografia estão presentes na prática do professor de Geografia? Quais os obstáculos conceituais e didáticos oriundos dos livros didáticos usados pelo professor de Geografia nas escolas? Que erros teóricos, conceituais e didáticos estão presentes ou são induzidos pelo livro didático? Que elementos da prática do professor de Geografia apontam para metodologias mediadoras na construção do conhecimento capazes de retificar os erros conceituais e didáticos? Que relação se estabelece entre as teorias educacionais, as teorias geográficas e os fundamentos da Didática da Geografia no processo de construção de uma metodologia de ensino coerente com o que se pensa e com o que se ensina, tendo em vista as atividades didáticas desenvolvidas pelos professores nas suas práticas de ensino tendo como referência o livro didático? Qual a conexão possível entre tais fundamentos no contexto dessas práticas docentes? As conexões retificam os erros e mobilizam a construção do pensamento geográfico por parte do aluno?
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022