Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vivian Vezzoni de Almeida

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito do estresse calórico e da inclusão de betaína na dieta de suínos em crescimento sobre o desempenho animal, a adiposidade subcutânea e os marcadores metabólicos
  • O estresse calórico compromete o desempenho animal e altera o metabolismo energético de suínos, resultando em carcaças com maior deposição de gordura. A capacidade osmoprotetora da betaína pode mitigar os efeitos adversos do estresse calórico. Portanto, o presente estudo será realizado com o objetivo de avaliar os efeitos da inclusão dietética de betaína sobre o desempenho, a espessura de toucinho, os parâmetros sanguíneos e a osmolaridade sérica de suínos em crescimento durante condições de termoneutralidade e estresse calórico. Serão utilizados 24 suínos, machos castrados, com peso vivo médio inicial de 30 kg, distribuídos em um delineamento em blocos completos casualizados, com seis repetições por tratamento e um animal por unidade experimental (baia). Os tratamentos serão arranjados em esquema fatorial 2 x 2, com duas condições ambientais [termoneutralidade (TN, 20°C; 40–60% de umidade) ou estresse calórico (HS, 31°C; 40–60% de umidade)] e dois níveis de betaína (0 ou 0,10%). O período experimental será de 21 dias, durante o durante o qual os animais receberão ração e água à vontade. Pesagens individuais dos animais e quantificações do fornecimento, das sobras e desperdícios de rações serão realizadas semanalmente para determinar o consumo diário de ração, o ganho diário de peso e a conversão alimentar. A espessura de toucinho será mensurada por meio de ultrassonografia em tempo real no início e no final do estudo. No início e no final do período experimental, amostras de sangue serão coletadas via veia jugular de cada animal para determinar as concentrações séricas de insulina, ácidos graxos não esterificados, glicose, ureia, sódio e potássio. A osmolaridade sérica será estimada em função das concentrações de glicose, ureia, sódio e potássio. Os resultados serão analisados como medida repetida no tempo pelo procedimento MIXED do SAS. Quando observada diferenças significativas pelo teste F (P ≤ 0,05), as médias serão separadas pelo teste t de Student (PDIFF).
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022