Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Gustavo Brunetto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • mecanismos de tolerância e estratégias à mitigação da toxidez de cobre em vinhedos.
  • A presente proposta foi elaborada porque vitivinicultores familiares e vinícolas, que cultivam videiras no RS, passaram a verificar que videiras jovens transplantadas em solos arenosos e com baixos teores de matéria orgânica, derivados de vinhedos antigos erradicados, com altos teores de Cu, apresentavam crescimento lento. Isso retarda o início da produtividade ou até em alguns casos motiva o arranque das videiras jovens, para novo transplante. Essa situação motivou a realização de reuniões com técnicos e produtores, para definir estratégias de ação com a meta de criar um ambiente adequado para o crescimento das plantas, a partir do entendimento do problema e da proposição de alternativas técnicas. Tais ações, coordenadas pelo proponente deste projeto iniciou com o diagnóstico dos teores de Cu em solos de vinhedos do RS, incluindo aqueles localizados no bioma Pampa, mas também em solos de vinhedos de SC. Os resultados mostraram o acúmulo de Cu em solos de vinhedos, especialmente, nos mais antigos, sendo que a maior parte do Cu estava complexado na matéria orgânica, com incremento de frações consideradas mais lábeis. Isso foi preocupante, pois em solos arenosos, caso aconteça a mobilização do solo, isso pode aumentar a mineralização da matéria orgânica, o que pode aumentar a disponibilidade do Cu, potencializando a toxidez às plantas, inclusive as videiras, o que explicava em parte o crescimento lento destas plantas a campo. Mas, para realmente verificar o efeito tóxico do Cu em videiras ou mesmo em espécies de plantas de cobertura normalmente semeadas nas entrelinhas dos vinhedos, inúmeros outros estudos foram realizados ao longo dos anos. Inicialmente, a campo, foi monitorado o impacto de teores crescentes de Cu no solo sobre a produtividade, estado nutricional e parâmetros fisiológicos e bioquímicos em videiras. Aliado a estes estudos, outros trabalhos mostraram que realmente o incremento dos teores de Cu no solo, promove modificações morfológicas e anatômicas no sistema radicular, o que diminui a absorção de água e de nutrientes pelas plantas. A partir deste real diagnóstico que os teores de Cu em solos de vinhedos realmente são elevados e o aumento da disponibilidade de Cu pode causar toxidez as videiras adultas, mas especialmente as jovens, bem como a plantas de cobertura em vinhedos, surgiu a necessidade de avaliar os mecanismos de tolerância a toxidez de Cu, tanto em videiras, como em porta-enxertos, mas também em espécies de plantas de cobertura do solo, nativas do bioma Pampa e exótica, e estabelecer estratégias à mitigação da toxidez de Cu em vinhedos, que é o objetivo geral do presente projeto. Como a disponibilidade de Cu é maior em solos arenosos e com baixos teores de matéria orgânica, bem como nestes vinhedos os sintomas de toxidez em videiras e plantas de cobertura tendem a ser verificados com maior frequência, nós optamos em iniciar os estudos de mecanismos a tolerância, mas também de estratégias de mitigação em solos do bioma Pampa. O projeto contará com a participação de professores-pesquisadores vinculados a 13 Instituições, nacionais e internacionais. O Projeto será composto por 4 Estudos. O Estudo 1 tratará da variação espacial e uso de espécies nativas e exóticas de plantas de cobertura do solo do bioma Pampa como estratégia para mitigar a toxidez de Cu. O Estudo 2 abordará a seleção de porta-enxertos de videiras como estratégia para mitigar a toxidez de Cu. O estudo Estudo 3 tratará do uso de tipos de amenizantes como estratégia para mitigar a toxidez de Cu. O Estudo 4 abordará o uso de FMAs, a campo, como estratégia para mitigar a toxidez de Cu em videiras jovens. Assim, com a realização do presente projeto estamos propondo identificar a campo e em condições controladas, através de mecanismos de tolerância, as espécies nativas bioma Pampa ou exóticas que possuem capacidade de se desenvolverem em solos de vinhedos com altos teores de Cu. Inclusive, estas plantas poderão, através de diferentes estratégias, diminuir a disponibilidade de Cu às videiras adultas em produção, a videiras jovens em crescimento e até à outras espécies de plantas de cobertura nativas do bioma Pampa. Além disso, esperamos selecionar os porta-enxertos mais tolerantes aos altos teores de Cu. Com isso, será possível o transplante de mudas de videiras, com alto teor do metal, com pequenas perdas de mudas. Aliado a isso, esperamos, inicialmente em estudos de incubação em condições controladas, mas também de maior duração a campo, selecionar os melhores tipos e doses de amenizantes, seja o calcário, composto orgânicos e P que possam diminuir a disponibilidade de Cu, por consequência, o seu potencial de toxidez às plantas ou mesmo de contaminação ambiental. Além disso, os FMAs poderão ser usados na fitoproteção das videiras cultivadas em solos com altos teores de Cu. Os estudos preliminares, inclusive alguns coordenados pelo proponente da presente proposta e equipe, mostraram que em videiras jovens cultivadas em casa de vegetação, alguns FMAs são capazes de diminuir a toxidez de Cu às plantas. Porém, no presente momento a demanda é verificar se isso também é observado a campo. A presente proposta representa uma demanda real da cadeia vitivinícola e visa também preservar a vegetação nativa do bioma Pampa no interior dos vinhedos, que é o único dos seis Biomas existentes no Brasil em que não há Instituto Nacional de Pesquisa (MCTI) dedicado ao seu estudo e exploração. Com tudo isso, será possível preservar a capacidade produtiva de solos e as espécies nativas do bioma Pampa, garantindo produtividades adequadas e uvas e seus derivados com a qualidade exigida pelo consumidor, o que garante a geração de renda no segmento vitivinícola, além de reduzir o risco de contaminação ambiental, pela transferência de Cu e outros nutrientes aos recursos hídricos.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Campos Menezes

Engenharias

Engenharia de Produção
  • modelos, métodos e algoritmos aplicados a problemas integrados de produção e logística.
  • Os grandes desafios envolvidos na integração das operações de produção e logística motivam pesquisas voltadas para aumento da produtividade, redução de custos e geração de valor nos empreendimentos. Nesta linha de pesquisa, a literatura destaca diversos trabalhos que abordam a necessidade de soluções integradas que levem em consideração os problemas associados aos três níveis: estratégico, tático e operacional. A pesquisa pela integração entre os níveis de decisão não é uma ideia nova. Vários esforços já foram feitos buscando realizar este desafio. Entretanto, realizar esse procedimento não é uma tarefa trivial. Os problemas obtidos desta integração são conhecidamente NP-Difíceis. A coerência entre os dados nos três níveis não é facilmente garantida e, em boa parte, não se consegue representar com grande sucesso os problemas reais das empresas. Este projeto pretende investigar problemas clássicos de planejamento e sequenciamento de produtos que possam ser aplicados a diversas áreas: Mineração, Indústria Alimentícia, Siderúrgica, Química, Portuária, Telecomunicações entre outras. De forma mais específica, serão investigados problemas encontrados no setor de transporte de granéis sólidos (soja, milho, minério de ferro, carvão, cobre, entre outros). Embora estes problemas sejam investigados constantemente na literatura, o objetivo central é propor novos modelos, formulações e experimentar novos métodos e algoritmos que sejam capazes de lidar com a complexidade envolvida quando estes problemas são tratados de forma integrada. Além disso, serão investigadas novas situações em que a integração destes problemas pode gerar ganhos logísticos consideráveis, tais como: Indústria 4.0, Smart factory e City logistics.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo da Silva Vieira de Melo

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • análise e identificação das similitudes e dissemelhanças entre o teatro da paz (belém-pa) e teatro 13 de maio (santa maria-rs) através de parâmetros acústicos físicos e subjetivos.
  • O Theatro da Paz (1878), originalmente construído como casa de ópera, possui um passado e uma acústica popularmente respeitados. Embora com as inúmeras reformas, segue atendendo as exigências de uma sala de concerto e sendo uma referência teatral na região. Músicos, maestros, cantores que já se apresentaram no Theatro da Paz quando entrevistados a respeito da qualidade acústica da sala, a resposta é unânime: incrível. A percepção subjetiva da boa qualidade acústica parece inquestionável. Portanto, seria importante caracterizar objetiva e subjetivamente essa informação, e estudar a relação sentimental (apropriação) do publico local. Para isso, seria essencial realizar um exaustivo levantamento sonoro, hoje inexistente. Essa afirmação inspirou um estudo sobre a qualidade acústica do Theatro da Paz (TP), que iniciou em 2017 através de uma pesquisa interna da UFPA, sem financiamento, coordenada pelos pesquisadores da referida Instituição. As primeiras análises físicas e subjetivas mostram a necessidade e importância de maior aprimoramento no método de pesquisa. A partir de simulações virtuais da palco do TP observou-se que o desenho do espaço pode contribuir ou rebaixar a qualidade acústica da sala para concertos de música erudita. Essas conclusões exigem comprovações reais e aprofundadas, tanto no campo da forma espaciais quanto do método de medição das variáveis acústicas físicas e subjetivas. Para consubstanciar a pesquisa, será realizada uma análise comparativa com o Theatro Treze de Maio, situado na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A escolha desse local se prende a dois motivos especiais. A Universidade Federal de Santa Maria abriga o único curso de graduação em Engenharia Acústica do Brasil, que dispõe de uma qualificada equipe de professores/pesquisadores, equipamentos e softwares. O outro fator é a similaridade de referência cultural material/imaterial que o Theatro Treze de Maio ocupa para a cidade. A edificação data de 1890, mas o espaço físico deixou de ser utilizado como teatro e, posteriormente, voltou a funcionar com a antiga finalidade em 1996. O prédio é tombado, por isso “encontra-se imune a alterações físicas que o descaracterizem, salvo autorização dos órgãos competentes”. (ALMEIDA, 2016) Observa-se que a construção da edificação santa-mariense original está separada por apenas pouco mais de uma década da fundação do Theatro da Paz, que ocorreu em 1878. Por todo o exposto, esta pesquisa objetiva analisar como se ouve na sala de espetáculos do Theatro da Paz e Teatro 13 de Maio, verificando os elementos que permitam caracterizar a qualidade sonora das duas salas de espetáculos, não somente por parâmetros acústicos físicos e subjetivos, mas também através dos critérios estéticos e emocionais. Neste ponto, entende-se que o ambiente sonoro, deve ser descrito de forma mais ampla que o estabelecido nas normas vigentes nacionais e internacionais. Acredita-se que essas descrições podem ter forte relação com o grau subjetivo de percepção do espaço, além das descrição dos níveis sonoros equivalentes. O ambiente sonoro é um fator que pode definir a condição diferencial da cultura de um lugar e que precisa ser salvaguardada, revitalizada e difundida. Schmid (2015) traduz esse sentimento quando afirma que “o som de um espaço configura a identidade sonora deste lugar e faz parte do patrimônio cultural local. Essa tarefa não é simples, porque será necessário não somente a definição e ajuste dos parâmetros existentes, que permitem avaliar quantitativamente os espaço musicais, mas também entender os diferentes tipos de uso aos quais o espaço pode atender, e buscar novos argumentos psicoacústicos vinculados as emoções dos ouvintes, que são influenciadas por seu estado de ânimo e memórias do espaço arquitetônico (GIMENEZ; CIBRIAN, 2015). As autoras questionam sobre qual seria o método para avaliar a beleza sonora de um ambiente e reconhecem que a beleza na arte pictórica, escultórica e musical se mede tanto por parâmetros estéticos, como pragmáticos e, inclusive, éticos e emocionais. A pesquisa será desenvolvida em parceria entre as Universidade Federal do Pará, com a participação dos professores/pesquisadores doutores em acústica arquitetônica e ambiental do Laboratório de Acústica da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e do Grupo de Vibrações e Acústica (GVA) da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM); e a Universidade Federal de Santa Maria, com os professores/pesquisadores doutores em acústica arquitetônica do Curso de Engenharia Acústica. A colaboração internacional da pesquisa será da Professora doutora Alícia Gimenez Pérez, pesquisadora do Departamento de Física Aplicada da Escola Técnica Superior de Engenharia Industrial (ETSII) da Universidade Politécnica de Valência (UPV), na Espanha.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo De Conti Teixeira Costa

Ciências da Saúde

Educação Física
  • pedagogia do esporte: análise do comportamento tático-técnico no ensino dos esportes coletivos
  • o ensino dos esportes é recente e requer novas abordagens e reflexões por parte dos pesquisadores. Apesar dos novos modelos de ensino, tais como o Escola da Bola, Iniciação Esportiva Universal e Modelo de abordagem progressiva ao jogo, priorizarem os jogos reduzidos, não se observa especificações acerca de como as alterações do ambiente, tal como o tamanho do espaço do jogo, influenciam no aprendizado. Neste contexto, torna-se relevante conhecer como o ambiente afeta o aprendizado, especificamente a relação entre o espaço de jogo e a demanda tático-técnica, já que desta relação inicia-se a interação entre indivíduo, atividade e ambiente para a solução de uma tarefa em situação ecológica. Assim, as decisões e ações, dependentes das affordances ambientais, ou seja, das limitações e condicionantes da tarefa presentes no meio, podem ser consideradas como uma relação interdependente do meio ambiente. Desta forma, pretende-se identificar como os fatores ambientais, especificamente o tamanho do espaço de jogo e o número de jogadores envolvidos, influenciam os comportamentos táticos, técnicos e físico no ensino dos esportes coletivos. A amostra do presente estudo será composta por sujeitos entre 12 e 50 anos, que não apresentem restrições médicas para a prática de esportes coletivos. A seleção dos participantes ocorrerá por meio de cartazes distribuídos na Universidade e nas redondezas, publicações nas redes sociais e por convites diretos para participar da pesquisa. O delineamento desta pesquisa limita-se a compreensão do ensino dos esportes basquete, futebol, futsal, handebol e voleibol, sendo que após a escolha do esporte, tamanho do espaço de jogo e número dos jogadores, será determinado o tempo de intervenção, especificamente a duração de cada jogo. Neste contexto, serão realizados estudos piloto que permitirão conhecer qual o tempo ideal de intervenção, uma vez que não encontramos na literatura nenhuma referência acerca deste tipo de abordagem. Neste âmbito, os jogos serão filmados e a análise do comportamento tático e técnico dos participantes será realizada por meio do instrumento denominado Game Performance Assessment Instrument (GPAI). Os dados serão expressos em frequências, porcentagens, médias, desvios-padrão e gráficos. Para comparação de frequências e médias entre distintas condições de jogos serão usados os testes qui-quadrado, o teste t-Student e Anova. Além disso, será utilizada a regressão logística quando as variáveis estudadas forem categóricas. O valor de p considerado será <0,05.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo de Figueiredo Brito

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • materiais e design: inovação de materiais e tecnologias no design de produtos utilizando recursos locais
  • Este projeto tem como objetivo promover a inovação de materiais e tecnologias no design de produtos a partir da utilização de recursos locais, ou seja, utilização de materiais disponíveis localmente, que sejam abundantes, de fácil acesso e que possuam baixo custo. Estes materiais locais poderão ser usados para substituir outros materiais ou como matéria-prima na produção de novos materiais, de maneira a proporcionar inovação aos produtos com eles produzidos. Para o desenvolvimento deste projeto o método projetual Material Driven Design (MDD): A Method to Design for Material Experiences proposto por Karana et al. (2015), o qual propõe o desenvolvimento de um produto iniciado a partir de um determinado material será utilizado. Além disso, o método defende o design de produtos com significado, obtido pela exploração das características estéticas, simbólicas e emocionais dos materiais aplicados. No decorrer do projeto serão realizados pesquisas bibliográficas, levantamento dos materiais disponíveis localmente, criação de um banco de dados destes materiais, experimentos práticos com materiais e processos de fabricação e projetações de produtos. Pretende-se com este projeto desenvolver materiais, produtos e processos inovadores e, além disso, agregar valor à materiais disponíveis localmente proporcionando tanto o desenvolvimento técnico-científico quanto o socioeconômico da região onde se localiza o curso de Design da UFPB. Pretende-se ainda, contribuir para a ampliação e fortalecimento de conhecimentos relativos aos materiais para estudantes e profissionais do design e áreas correlatas e, também, contribuir para a inserção, capacitação e formação de estudantes em atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Ferreira Martins

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • desvendando as bases moleculares do armazenamento de espermatozoides nas espermatecas de aedes aegypti: uma nova estratégia para o combate desse vetor
  • Aedes aegypti é um mosquito hematófago, com hábitos antropofílicos, sendo considerado vetor de importantes patógenos humanos como os vírus da febre amarela, Dengue Chikungunya e Zika. Fêmeas de A. aegypti geralmente copulam uma única vez, recebendo os gametas para produzir sua progênie ao longo do período reprodutivo. As fêmeas de desse mosquito armazenam um grande número de espermatozoides em três espermatecas. Uma vez que os nutrientes fornecidos pelo macho durante a cópula duram um pequeno período de tempo, o processo de armazenamento de espermatozoides é considerado quase que totalmente papel da espermateca. A espermateca é responsável pela manutenção, nutrição e proteção contra danos físicos e causados pelo estresse oxidativo (radicais livres) aos espermatozoides. Esse projeto visa elucidar, por meio do sequenciamento de RNA, análises de bioinformática, morfologia e RNA de interferência alguns dos processos que permeiam o armazenamento de espermatozoides a longo prazo em espermatecas de A. aegypti. Também será conduzida a análise dos genes diferencialmente expressos (DEGs) entre espermatecas virgens e fertilizadas, bem como o silenciamento de alguns destes pela técnica de RNAi. As fêmeas injetadas com RNAi serão analisadas em relação à sua sobrevivência, alimentação sanguínea, fenótipo dos espermatozoides e produção e viabilidade da progênie. Por fim, será conduzida a técnica de hibridização in situ, visando localizar os genes escolhidos entre as partes da espermateca (ducto, reservatório e porção glandular). Esse projeto é pioneiro a propor a identificação dos genes relacionados à espermateca de A. aegypti em diferentes condições fisiológicas. Além disso, por meio de uma abordagem funcional, poderemos especificar a função dos genes escolhidos, bem como sua representatividade ao longo desse órgão. Por meio desse intrigante estudo, elucidaremos o repertório da expressão gênica dos processos relacionados ao armazenamento de espermatozoides a longo prazo em A. aegypti. Esse estudo poderá fornecer alvos específicos que podem ser utilizados para o controle desse vetor.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Coelho de Melo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • tectono-magmatic evolution in the transition of the carajás and bacajá domains, amazon craton: implications for the genesis of the iocg deposits of the carajás province
  • Os depósitos de óxido de ferro-cobre-ouro (ou IOCG) do Domínio Carajás, na Província Carajás, estão entre os mais importantes depósitos dessa classe no mundo. Esses depósitos são localizados tanto no Cinturão Sul do Cobre (e.g. Sossego, Alvo 118, Bacaba e Bacuri) quanto na porção norte do Domínio Carajás (e.g. Salobo, GT-46 e Furnas), já próximo ao limite com o domínio paleoproterozoico Bacajá. A evolução desses depósitos tem sido atrelada ao desenvolvimento de múltiplos e amplos sistemas hidrotermais durante o Neoarqueano (i.e. 2,71 - 2,68 Ga, Corpo Sequeirinho no depósito Sossego e depósito Bacaba; ca. 2,57 Ga, depósitos Salobo e Igarapé Bahia) e o Paleoproterozoico (i.e. 1,90 - 1,88 Ga, Corpo Sossego no depósito Sossego, Alvo 118). A complexa evolução tectono-magmática do Domínio Carajás se reflete na gênese e evolução desses depósitos. A contemporaneidade entre os eventos de magmatismo granítico do Domínio Carajás e as idades de mineralização dos depósitos IOCG pode sugerir que esse magmatismo tenha grande importância na gênese desses depósitos, especialmente na parte norte do Domínio Carajás. Essa porção incluí uma extensa faixa de direção WNW-ESE com intensa deformação dúctil que hospeda importantes depósitos IOCG. A evolução geológica dessa região e os reflexos em sua metalogênese permanecem ainda motivo de muito debate, especialmente no que diz respeito à relação tectônica com o Domínio Bacajá. Esse projeto de pesquisa visa à compreensão da evolução tectono-magmática da zona de transição entre o Domínio Carajás e o Domínio Bacajá, aonde o conjunto de atributos geológicos (i.e. rochas encaixantes, estruturas regionais e magmatismo granítico) criaram um cenário fértil para a ocorrência de depósitos IOCG. Desta forma, a caracterização petrográfica e geoquímica dos corpos graníticos e a obtenção de idades de cristalização e metamorfismo poderá apontar para eventos de magmatismo granítico relacionados à evolução metalogenética dessa importante província mineral.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Goldman

Ciências Biológicas

Genética
  • a influência de proteínas quinases ativadas por mitógenos (mapk) na expressão de determinantes genéticos importantes para a virulência de aspergillus fumigatus
  • As MAP quinases e fosfatases são as principais vias de sinalização que coordenam respostas celulares de tolerância ao estresse em eucariotos. A natureza multifatorial do programa de virulência e patogenicidade de A. fumigatus no mamífero hospedeiro posiciona a resposta a diferentes tipos de estresses como um dos fatores mais importantes no processo de estabelecimento deste organismo como patógeno oportunista. Estas vias de sinalização e respostas celulares são importantes para a biossíntese, a organização e a remodelagem da parede celular, respostas a estresses oxidativos e a drogas antifúngicas, assim como a construção de biofilmes e a adesão tecidual. Além disso, as MAP quinases estão possivelmente envolvidas em outras características fundamentais relacionadas ao processo infeccioso e ainda não investigadas, tais como a disseminação na corrente sanguínea a partir do epitélio pulmonar e estratégias de evasão imunológica. A compreensão das redes metabólicas que são coordenadas pelas MAP quinases proporcionará uma oportunidade para a construção de vias de sinalização e respostas celulares importantes para a tolerância ao estresse e o estabelecimento do programa de virulência e patogenicidade de A. fumigatus no hospedeiro mamífero. Assim, os principais objetivos deste projeto são: (i) a identificação de fatores de transcrição específicos que são ativados durante diferentes estresses e que são dependentes de MAP quinases; (ii) a identificação de proteínas que interagem fisicamente com as MAP quinases quando A. fumigatus está exposto a diferentes tipos de estresse; (iii) a investigação de um possível "crosstalk" entre as diferentes MAP quinases de A. fumigatus durante diferentes tipos de estresse; (iv) a caracterização molecular de MpkB e a verificação se esta MAP quinase é importante para a virulência de A. fumigatus, e (v) a investigação das interações entre os mutantes de A. fumigatus gerados neste estudo com o hospedeiro murino imunossuprimido e imunocompetente.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Gonzaga da Silva

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • estrutura e funcionamento de reservatórios do semiárido brasileiro e interações entre a atividade de piscicultura em tanques rede e a pesca
  • O presente projeto tem como objetivo geral avaliar a estrutura e o funcionamento de reservatórios do semiárido nordestino e verificar as possíveis interações entre as atividades de piscicultura em tanques-rede e as atividades pesqueiras desenvolvidas nestes ambientes aquáticos. Os objetivos específicos são: (i) modelar a estrutura trófica de reservatórios do semiárido nordestino e avaliar as possíveis interações sinérgicas entre as atividades de piscicultura e pesca; (ii) estimar a capacidade suporte da criação de tilápia do Nilo em tanques-rede por meio dos modelos de carga de fósforo; (iii) avaliar e quantificar os aportes de nitrogênio e fósforo em função do uso e ocupação das bacias hidrográficas dos reservatórios estudados, além dos nutrientes provenientes das atividades de piscicultura. O projeto será desenvolvido em reservatórios do semiárido do Rio Grande do Norte (Mendubim, Santa Cruz e Umari). Para elaboração e quantificação do modelo de teia trófica dos reservatórios estudados será utilizado o programa Ecopath with Ecossim (EwE) versão 6.5. O programa estima a biomassa e o consumo de vários elementos de um ecossistema aquático, permitindo a construção de modelos steady-state. Para os modelos de teia trófica serão coletadas amostras de cada compartimento do ecossistema aquático (plâncton, peixes, bentos, macrófitas aquáticas) e as atividades de pesca. A capacidade suporte da criação de tilápia do Nilo em tanques-rede será estimada através da modelagem do balanço de massa de fósforo e da estimativa da capacidade de assimilação deste nutriente, assumindo que a piscicultura é somente uma das fontes de fósforo para os reservatórios. Para simular o impacto das alterações das concentrações de nutrientes nos reservatórios será utilizado o módulo temporal do EwE, denominado Ecosim. Para quantificar os aportes de nutrientes nos reservatórios, que não somente oriundos das atividades de piscicultura, serão delimitadas áreas de caatinga remanescente e as áreas de caatinga antropizadas presentes nas bacias. A informação das áreas antropizadas será utilizada para estimar as áreas rurais, a população humana rural, a população dos rebanhos, e as áreas de cada cultura agrícola. Estas informações, juntamente com as informações dos solos, serão utilizadas para estimar as cargas potencias de nutrientes da bacia através de fatores de emissão. Com estas abordagens, o intuito será simular e predizer a magnitude dos impactos ao longo do tempo, bem como se estabelecer um limite de produção aceitável, proporcionando suporte para o manejo de reservatórios do semiárido nordestino, além de identificar possíveis interações sinérgicas entre as atividades de piscicultura e de pesca nestes ambientes aquáticos.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Goulart Trossini

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • sirtunia 2 como alvo molecular na busca de agentes antiparasitários
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Gravatim Costa

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • desenvolvimento de floculantes naturais para clarificação do caldo de cana
  • O setor sucroalcooleiro destaca-se pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias que resultem em menores emissões de poluentes para atmosfera, menor geração de resíduos, segurança alimentar, que resultam em ganhos de produtividade e econômicos. Nesse contexto, o avanço em tecnologias para clarificação do caldo pode diminuir a presença de acrilamida na torta-de-filtro e no açúcar, contribuindo para geração de resíduo de baixo impacto ambiental, e açúcar dentro dos padrões de segurança. Deve-se destacar que essa molécula é adicionada ao caldo aquecido e flasheado para acelerar a sedimentação de fosfatos de cálcio e impurezas. Entretanto, alguns países regulamentam a utilização desse produto em doses máximas de 5 mg.kg-1, além de proibição em processos orgânicos. Outro ponto relevante é o alto custo desse insumo, uma vez que esse é importado e dependente da taxa de câmbio. Desta maneira, faz-se necessário a busca por produtos naturais, como as proteínas extraídas do quiabo, e os polissacarídeos presentes em algas, que também apresentam efeito coagulante. O objetivo do trabalho será desenvolver dois floculantes naturais a partir do quiabo e da alga vermelha, determinando a melhor dosagem para se utilizar no tratamento do caldo de cana. O experimento será realizado na Universidade do Estado de Minas Gerais, Unidade Frutal, na safra 2019/2020. O quiabo e a alga serão adquiridos de centros comerciais. Para o primeiro produto, serão testadas as soluções de KCl, CaCl2 e NaCl, nas molaridades de 0,1, 0,5, 1,0, 1,5 e 2,0, como agentes extrativos da proteína. Para a alga, serão testadas as proporções de 1, 10, 20 e 50 g.L-1 de material fresco e previamente seco em estufa a 65ºC por 48h, além de extração nas temperaturas: 30ºC e 100ºC. Todas extrações serão realizadas em triplicata. O extrato que apresentar maior teor de proteínas (quiabo) e o que apresentar-se fluido viscoso (alga) serão posteriormente utilizados como floculante do caldo de cana. O teste de dosagem será constituído de caldo de cana extraído da variedade RB867515, peneirado, caleado a pH 7,2 e aquecido até fervura. A seguir, esse será transferido para decantadores tipo “Jar Test” onde permanecerão em repouso por 40 minutos. Nessa etapa serão dosados os floculantes nas seguintes doses: 0, 5, 10, 50, 100, 250, 500, 800, 1000, 1300, 1600 e 2000 mg.L-1. Após tempo de retenção, o caldo clarificado será recuperado por sifonação e avaliado quanto ao Brix, Açúcares Redutores Totais, pH, Acidez Total, Amido, Compostos Fenólicos Totais e Nitrogênio Total. O processo de clarificação será acompanhado para determinação da velocidade de sedimentação e volume de lodo precipitado. A seguir, a melhor dose de cada floculante será reutilizada em teste comparativo com o polímero sintético comercial a base de acrilamida, avaliando-se os mesmos parâmetros do teste de dosagem. Os testes de dosagem e comparativo serão realizados em triplicata e submetidos a analise de variância com as médias avaliadas segundo teste de Tukey (5%). Espera-se obter novos produtos, de elevada eficácia no processo de clarificação do caldo de cana, para diversificar o portfólio de produtos naturais disponíveis para o setor sucroalcooleiro atualmente.
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Naves Givisiez

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • demanda por moradias e vulnerabilidade socioambiental a desastres naturais
  • Como objetivo geral pretende-se abordar, conceituar e localizar domicílios que possam ser identificados como situados em áreas de risco a desastres naturais, em especial, Tempestades, Movimentos de Massa, Secas e Inundações. Como objetivos específicos pretende-se: (1). Propor a construção de um indicador de Risco a Desastres Naturais (ou um conjunto de indicadores), que seja aplicável (ou ajustável) a múltiplas escalas que seja coerente com as bases de dados disponíveis e com os desastres mais comuns no Brasil; (2). Estimar um indicador (ou um conjunto de indicadores) de vulnerabilidade socioambiental que também seja coerente com as bases de dados brasileiras; e (3). Estimar o total de domicílios expostos ao Risco de Desastres Naturais em municípios selecionados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Henrique Ribeiro da Silva

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • recuperação de nutrientes provenientes de esgoto sanitário de alga carga utilizando microalgas
  • Os sistemas de saneamento empregados atualmente implicam em desvalorização dos resíduos, perda de nutrientes, desperdício de água e emissão de cargas poluidoras residuais no meio ambiente. Sabe-se que o setor agrícola depende do uso de fertilizantes sintéticos para a produção global de alimentos, todavia, o setor tem sofrido grande pressão em razão crise hídrica e futura escassez fósforo. Aliado a isso, o novo conceito de saneamento visa a recuperação máxima de energia e recursos das águas residuárias, minimizando o uso de água potável e emissões de micropoluentes. Neste contexto, esse projeto visa o desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias de tratamento de esgoto sanitário que possibilitem a transição para uma economia circular e tragam benefícios ambientais, econômicos e sociais. Para isso, será avaliado um processo de tratamento composto por sistema anaeróbio e cultivo de microalgas. Além disso, será monitorada a qualidade do efluente final, produção de metano e biomassa algal. Será estudado o uso de coagulantes naturais para a separação da biomassa algal, por meio de coagulação/floculação. A biomassa algal resultante será avaliada quanto à sua qualidade como biofertilizante e viabilidade no cultivo de Amaranthus cruentus. A remoção de micropoluentes, metais pesados e patógenos humanos também será avaliada em todo o sistema para garantir uma qualidade de efluente final e biomassa algal adequados para reutilização. Finalmente, será realizada a análise de sustentabilidade do processo proposto, considerando os diferentes cenários para recuperação da biomassa de algas. Com o sistema de tratamento proposto serão fechados os ciclos de nutrientes, energia e água de forma sustentável, ao mesmo tempo em que produziremos um valioso produto de biomassa algal.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Jorge dos Santos

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • plasticidade pancreática: o papel do hnf4alpha; no processo de recuperação de célula secretora de insulina.
  • O Diabetes Mellitus (DM) é uma síndrome metabólica de etiologia múltipla, caracterizado por hiperglicemia crônica. É resultante da depleção total (Tipo 1) ou parcial (Tipo 2) das células beta, associado, ou não, à resistência à insulina (RI). Contudo, durante a instalação do DM2, a RI induz aumento da massa funcional de célula beta, na tentativa do organismo compensar os efeitos dessa resistência. O HNF4alpha é um fator de transcrição fundamental para células beta pancreáticas, pois regula a expressão de proteínas que participam no metabolismo da glicose bem como a expressão do gene da insulina. O HNF4alpha controla o aumento de massa de células beta em resposta ao estresse (e.g. prenhez) através da ativação da via ERK-ST5. Sabe-se que o HNF4alpha regula a ERK que controla a expressão e translocação nuclear do fator de transcrição NeuroD e a ativação do PDX-1, essenciais para a sobrevivência e desenvolvimento das ilhotas pancreáticas. Além disso, sabe-se que a superexpressão do HNF4alpha em células secretoras de glucagon promove o aparecimento de características de células beta. Diante do exposto, objetivamos avaliar (a) o papel do HNFalpha no processo de apoptose de células secretoras de Insulina, (b) o papel do HNF4alpha no aumento de massa de célula beta induzida por IR, (c) se o HNF4alpha participa na regeneração (proliferação e/ou transdiferenciação) de células beta pancreática após sua destruição por STZ e, (d) se o HNF4alpha participa na conversão de células não-beta em células beta.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo José da Silva Pereira

Ciências Biológicas

Morfologia
  • modulação da autofagia por canabinoides: neuroproteção em doença de alzheimer
  • A doença de Alzheimer (DA) é uma das doenças neurodegenerativas mais estudadas na atualidade sendo uma das principais causas de demência em idosos. A presença da proteína Tau hiperfosforilada nos neurônios é um dos principais marcadores histológicos da DA, porém a sua presença também pode ser encontrada em outras doenças chamadas taupatias, no qual podem causar morte neuronal. Sabe-se que disfunções autofágicas podem ocorrer na neurodegeneração, levando a formação e acúmulo de agregados proteicos tóxicos. Dessa forma, a modulação da autofagia tem sido postulada como um possível alvo terapêutico, na qual a ativação do fator de transcrição EB (TFEB) é uma importante e recente via de indução desse processo. Estudos ainda sugerem que os compostos canabinoides apresentam um papel neuroprotetor em modelos de neurodegeneração, porém a via de regulação autofágica mediada por esses compostos é desconhecida. A partir desses pressupostos, o objetivo geral deste projeto será investigar a inter-relação dos agonistas do sistema canabinoide com a via autofágica mediada pelo TFEB e seus possíveis mecanismos neuroprotetores em um modelo neuronal in vitro de taupatia. Para tanto, a linhagem neuronal SH-SY5Y, superexpressando a proteína Tau humana, será tratada com compostos canabinoides e por meio de técnicas de microscopia de fluorescência e de biologia molecular, como Western Blotting e PCR em tempo real, serão realizados estudos de proteínas e genes regulatórios da via autofágica e de morte celular modulada pelo sistema canabinoide. Dessa forma, acreditamos poder contribuir para um melhor entendimento sobre o papel dos canabinoides na indução autofágica, e assim colaborar para um potencial desenvolvimento de novas terapias em taupatias.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo José Luvizutto

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • elaboração de protocolo padronizado de avaliação para acompanhamento das manifestações neurológicas em pacientes com sars-cov-2
  • O coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2) é responsável por causar a doença COVID-19 e pode alterar funções do sistema nervoso central e periférico, dentre elas cognitivas, sensoriais e/ou motoras. Em um estudo recente com 36,4% pacientes com COVID-19 apresentaram manifestações neurológicas, e 18,7% necessitaram de tratamento intensivo devido ao comprometimento neurológico grave. As alterações neurológicas decorrentes do SARS-CoV-2 podem ter impactos negativos na funcionalidade à longo prazo. A implantação de protocolos unificados em rede sobre o monitoramento dos sintomas neurológicos pode esclarecer a evolução e impacto da SARS-CoV-2 na população. Portanto, o objetivo deste estudo será elaborar um protocolo padronizado para avaliação das manifestações neurológicas e verificar a evolução da doença causada por SARS-Cov-2. Trata-se de um estudo de coorte prospectiva. Os critérios de inclusão serão indivíduos com infecção por SARS-COv-2 após alta hospitalar e idade acima de 18 anos, além de indivíduos neurologicamente saudáveis pareados por idade e sexo. O projeto será dividido em três etapas: 1) elaboração e aplicação do formulário eletrônico para todos os indivíduos que testarem positivo para o COVID-19, informados por meio de lista da Secretaria da Saúde de cada município; 2) Triagem dos participantes para obtenção da confirmação do diagnóstico clínico e laboratorial de COVID-19; coleta dos dados extras por meio de entrevista com o participante/responsável e/ou análise de prontuário; identificação de dados clínicos por meio de entrevista e avaliação neurológica clássica; 3) aplicação do protocolo detalhado incluindo avaliação da função cognitiva por meio das escalas MOCA, Trail Making test e Digit Span Test; avaliação da atividade cerebral por meio espectroscopia funcional de infravermelho próximo (fNIRS), avaliação da olfação e gustação; avaliação da atividade elétrica muscular por meio de eletromiografia de superfície em membros superiores e inferiores; avaliação do teste de caminhada de 10 metros; aplicação do checklist da classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde (CIF); e avaliação da qualidade de vida por meio da EUROQOL. Os dados serão comparados com valores de referência da literatura para os testes propostas, bem como em uma população de indivíduos saudáveis, sem infecção por SARS-Cov-2 pareados por idade e sexo.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Gustavo Luis Schacht

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • evolução e fisiologia da paisagem em morro do chapéu: uma análise dos atributos físicos do meio
  • A paisagem, enquanto herança da evolução dos diferentes atributos de natureza biótica, abiótica e antrópica, representa a junção e a interação ativa de diferentes fatores, estudados por diferentes áreas do conhecimento como a Geografia, Biologia, Geologia e Ciências Ambientais, entre outras. A presente proposição tem como objetivo principal quantificar e qualificar os diferentes atributos naturais da área de estudo, entre eles o clima, os solos, a cobertura vegetal e a cobertura geológica e geomorfológica, realizando uma análise integrada e multidisciplinar, a fim de preencher uma lacuna existente no estudo integrado da paisagem. A proposta pretende aprofundar os estudos em diferentes paisagens de Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, que configuram a área de ecótono encontrada na região estudada. Para isso serão coletadas informações de clima com a instalação de estações meteorológicas nas diferentes fisionomias estudadas, serão inventariadas as espécies vegetais ocorrentes na área e também as características do solo, somadas aos outros atributos que formam a paisagem e que aqui serão abordados, a fim de propor explicações para as interações existentes localmente e que mantém tal configuração local na atualidade. A área a ser estudada, no Parque Estadual de Morro do Chapéu e entorno, foi contemplada pela proposição da criação de um Geoparque, e tem constante reforço científico a respeito de sua elevada biodiversidade e potencial para atividades econômicas voltadas ao turismo pedagógico. Neste sentido, a presente proposta vem colaborar com a comunidade local e com a administração do Parque, a fim de, além dos resultados científicos que serão apresentados, capacitar agentes ligados à atividade de turismo para que se utilizem das informações produzidas por este trabalho, a fim aprofundar o interesse e o conhecimento das pessoas que visitam esta região, e ainda os alunos de escolas e universidades, que estudam a relação entre os diferentes saberes que serão aprofundados nesta proposta. Espera-se desta forma, ao final da execução do projeto em tela, compreender de forma clara a relação dos atributos estudados, na prática, com a delimitação de um laboratório a céu aberto, como também pretende-se produzir material bibliográfico com as informações quali-quantitativas estudadas, para fomentar seu entendimento, não somente nesta região, como também em outras áreas.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Machado Rocha

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a cascata do cuidado às pessoas que vivem com hiv e aids no serviço de atendimento especializado em divinópolis, mg
  • Este projeto tem por principal objetivo elaborar a cascata do cuidado às pessoas que vivem com HIV e aids no Serviço de Assistência Especializada em HIV, aids e hepatites virais do município de Divinópolis-MG. Trata-se de estudo descritivo do tipo observacional transversal, cujos dados serão obtidos por meio de acesso aos sistemas informatizados do Ministério da Saúde relativos à testagem, assistência, tratamento antirretroviral, supressão virológica e status imunológico de PVHA do município de Divinópolis- MG. A pesquisa será dividida em duas etapas: na primeira etapa serão avaliados os indicadores gerais do Serviço de Assistência Especializada (SAE) – Divinópolis, onde serão extraídas informações do quantitativo geral de pessoas que vivem com HIV e aids (PVHA) em acompanhamento no serviço, em tratamento antirretroviral e com carga viral indetectável. Na segunda etapa será elaborada a Cascata do cuidado de PVHA diagnosticadas no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) – Divinópolis, onde serão coletadas informações de todas as pessoas que tiveram diagnóstico de infecção pelo HIV por meio de testagem rápida no CTA - Divinópolis nos anos de 2015, 2016 e 2017. Tendo em vista os desafios de se alcançar a Meta 90 - 90 - 90 (amplo diagnóstico, tratamento e supressão viral) no âmbito dos Serviços de Assistência Especializada em HIV no Brasil, este estudo poderá trazer importantes contribuições acerca dos pontos críticos da assistência às PVHA e contribuir na melhor organização dos serviços e elaboração de novas estratégias com o objetivo de se atingir localmente as metas estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Mockaitis

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • investigação da influência do extrato da semente de moringa oleifera na obtenção de biogás e ácidos orgânicos voláteis por meio da digestão anaeróbia
  • A produção de biogás (como fonte de energia) e de ácidos orgânicos (como produto de valor agregado) por meio da digestão anaeróbia (DA) pode ser afetada por diversos fatores como a presença de macro e micronutrientes. A adição de um meio nutriente para melhorar o processo pode apresentar elevado custo de aplicação, inviabilizando todo o tratamento. A busca por alternativas viáveis para melhorar a produtividade desses produtos da DA é tema relevante, pois pode possibilitar agregar mais valor aos produtos. Pesquisas incipientes em tratamentos anaeróbios de águas residuárias identificaram que a utilização de extrato da semente de Moringa oleífera (ESM) pode atuar como um suplemento de nutrientes para melhoria no desempenho do processo como um todo. O presente trabalho tem como objetivo a investigação da influência da adição do ESM na cinética da DA, considerando a produção de biogás, ácidos orgânicos e de consumo de matéria orgânica. Na Fase I, serão determinadas as variáveis de interesse que interferem no desempenho da DA. Durante a Fase II, será verificada a influência do ESM na atividade metanogênica específica. Na Fase III o ESM será diretamente aplicado em um biorreator anaeróbio contínuo de leito fixo ordenado (ABFSB). O inóculo utilizado será proveniente de um reator UASB tratando efluente de abatedouro de aves. Serão realizadas análises periódicas de produção e composição do biogás, carbono orgânico total e ácidos orgânicos voláteis. Espera-se que ao final do projeto seja possível definir os valores ótimos das variáveis ambientais mais importantes da DA, além de se estabelecer o efeito e viabilidade da utilização do ESM na atividade metanogênica específica, na produção de ácidos orgânicos voláteis e na cinética de degradação de matéria orgânica.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gustavo Moraes Ramos Valladão

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • avaliação de tratamentos contra a acantocefalose para maior biossegurança na produção de tambaqui
  • O tambaqui Colossoma macropomum é o peixe nativo mais produzido na atualidade e sua criação tem se intensificado nos últimos anos, especialmente na região Norte. Somado a isso, entraves sanitários vêm surgindo, como é o caso do parasitismo pelo acantocéfalo Neoechinorhynchus buttnerae, um endoparasita que tem impactado o setor. Por outro lado, ainda não existe um tratamento para uso no combate de acantocéfalo em peixes, sendo urgente projetos de pesquisa que avaliem diferentes moléculas com potencial para o seu controle. Para isso, nossa proposta é avaliar, em estudos in vitro e in vivo, o efeito de três grupos de substâncias e selecionar aqueles com maior potencial para controle da acantocefalose. O Grupo I será composto por produtos comerciais na área de nutracêuticos para peixes que tem potencial para diminuir ou até eliminar o parasitismo pelo acantocéfalo, o Grupo II será composto por moléculas sintéticas puras conhecidas como antiparasitários para outros animais de produção e o Grupo III será composto por moléculas alternativas extraídas ou isoladas de plantas medicinais. Além disso, neste projeto, pretende-se realizar a descrição inovadora dos efeitos citotóxicos das diferentes moléculas testadas sobre o acantocéfalo, que é algo ainda inexistente na literatura internacional. Espera-se, com este projeto, selecionar moléculas eficazes e formular protocolos de tratamento contra o acantocéfalo para possibilitar maior biossegurança na produção do tambaqui que é o peixe nativo mais importante na aquicultura da América do Sul.
  • Universidade Nilton Lins - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022