Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Victor Márcio Laus Reis Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • a midiatização das decisões estratégicas de comunicação: um estudo junto a gestores de comunicação
  • A digitalização transforma a experiência de consumidores e a gestão da comunicação. Enquanto tendências apontam para novos comportamentos no consumo de campanhas e estratégias comunicacionais, com ênfase em experiências integradas, multissensoriais e multiplataformas, importa destacar as transformações dos processos e práticas de gestão suscitadas pelas tecnologias de apoio às decisões estratégicas. A automatização da compra de mídia, os gerenciadores de campanhas e as plataformas de CRM (Customer Relationship Management) são exemplos dessas inovações tecnológicas. Esse contexto caracteriza uma ambiência digital que configura e condiciona a percepção, a cognição e, consequentemente, as decisões estratégicas de profissionais envolvidos com as atividades de planejamento, implementação e controle das estratégias comunicacionais das organizações. Assim como transformam o consumo, os suportes digitais configuram dispositivos midiáticos que afetam as lógicas de produção e gestão. Partindo da noção de midiatização, que vislumbra a apropriação de lógicas midiáticas em práticas de diversos campos sociais, este projeto pretende investigar a relação entre profissionais, plataformas de gestão e instituições envolvidas nos processos estratégicos de comunicação. Especificamente, como as decisões estratégicas de comunicação são afetadas pela midiatização das práticas de gestão. Como este objetivo, o percurso metodológico da pesquisa inclui uma etapa exploratória com o levantamento e a análise de notícias e reportagens relacionadas à gestão estratégica da comunicação em publicações especializadas (jornais, revistas e sites), seguida por entrevistas semi-estruturadas com gestores de comunicação e profissionais de agências e de serviços especializados do Brasil. Os dados obtidos serão submetidos à análise semântica, uma técnica proposta pelo pesquisador dinamarquês Niels Andersen e fundamentada na teoria dos sistemas sociais de Niklas Luhmann.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Victor Pellegrini Mammana

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • programa workshop aficionados por software e hardware em são bernardo do campo
  • (1) O Projeto WASH é um projeto de educação não-formal concebido e construído coletivamente por vários agentes públicos, entre os anos de 2013 a 2018. (2) A proposta nasce da necessidade de dar respostas aos desafios identificados durante a avaliação dos programas federais "One Laptop per Child (OLPC - UCA)" e "Programa de Inclusão Social (PIDIS)", conduzida pelo proponente entre os anos de 2004 e 2010. (3) A método diferencia-se por estabelecer uma ponte entre o ensino fundamental e centros de excelência (universidades federais, estaduais e centros de pesquisa), por meio de alunos de iniciação científica CNPq do ensino médio e superior. (4) A ideia é atuar em várias dimensões do processo de alfabetização científica e tecnológica, sempre na escola pública, com investimentos fundamentalmente em pessoas e não em equipamentos, por meio de bolsas de iniciação científica. (5) A plausabilidade do projeto é confirmada pelo fato de ter atendido mais de 3000 pessoas, com mais de mil eventos em quase 30 cidades diferentes entre os anos de 2013 e 2022. Os indicadores do projeto são gerados por plataforma digital especificamente desenvolvida para esse fim. (6) O programa teve sua metodologia formalizada por meio da Portaria nº 178/2018/SEI-CTI, que aprova o Documento de Referência, o qual orienta a a adesão ao método. O Documento de Referência dá orientações sobre como reproduzir o WASH com definições, atribuições e características das entidades e com os papéis que precisam ser desempenhados pelos participantes. Desde 2019, o WASH está vinculado ao CEMADEN, unidade de pesquisa do MCTI, situado em São José dos Campos, sendo citado na Portaria nº 144/2019/SEI-CEMADEN. No método WASH são realizadas atividades no formato de oficinas com duração fixa e data definida.
  • Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - SP - Brasil
  • 01/06/2022-30/06/2023
Foto de perfil

Victor Silveira Coswig

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos agudos e crônicos da suplementação com extrato de açaí (euterpe oleracea mart.) no desempenho de sprints
  • O açaí (Euterpe oleracea Mart.) é uma das frutas mais famosas do Brasil, que às vezes alcança o status de “superfruta” ou “alimento funcional” devido ao seu alto teor de polifenóis e, consequentemente, aos potenciais benefícios à saúde. Estudos têm sido relacionados, mas não limitados, a melhorias em biomarcadores inflamatórios, benefícios no metabolismo oxidativo e lipídico, resposta antidiabética e um efeito cardioprotetor, incluindo tolerância ao exercício. Também é possível especular que esses benefícios podem interagir com a aptidão física. No entanto, os dados disponíveis sugerem que a suplementação crônica com extrato de semente de Açaí pode melhorar o desempenho aeróbio (distância de corrida e tempo de exercício) de roedores saudáveis. Em humanos, ao conhecimento dos autores, as pesquisas mais representativas sobre a suplementação de Açaí no desempenho de exercícios mostraram que o consumo de uma bebida funcional de Açaí (carboidratos, açaí liofilizado, glutamina e suco de limão) melhorou as respostas cardiorrespiratórias e o tempo de exaustão em atletas de elite. Nesse contexto, considerando que i) a plausibilidade fisiológica dos benefícios da suplementação de Açaí na execução do exercício já está estabelecida; ii) melhorias reais no desempenho físico já foram mostradas; iii) o consumo e a disponibilidade de Açaí estão crescendo em todo o mundo e iv) as evidências sobre os efeitos do Açaí em diferentes tarefas físicas, especialmente em humanos, ainda estão surgindo, a investigação sobre o tema parece relevante. Existem dois procedimentos experimentais propostos. O primeiro é um ensaio cruzado e randomizado de três condições, com o objetivo de descrever as respostas físicas e fisiológicas agudas à suplementação de Açaí. O segundo é um ensaio clínico randomizado de três grupos, com o objetivo de descrever alterações crônicas na aptidão física e marcadores sanguíneos de saúde após o treinamento e comparar diferentes dosagens de suplementação.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Victoria Judith Isaac Nahum

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • rede cooperativa multidisciplinar para subsidiar o manejo da pesca dos estoques de camarões da região norte e nordeste do brasil com foco ecossistêmico-shrimp_nen
  • As pescarias artesanais e industriais de camarões possuem grande importância econômica e social no Brasil. Contudo, estas pescarias encontram-se ameaçadas seja pelo aumento da pressão pesqueira, como por outras atividades humanas. As pescarias da região N e NE do Brasil atuam basicamente sobre as mesmas espécies de camarões. Contudo, estas duas regiões são muito distintas, desde o ponto de vista oceanográfico e ambiental. Este fato nos leva a buscar responder as seguintes perguntas: • Quais são as características comuns desses dois grandes ecossistemas marinhos, no que diz respeito à produtividade, riqueza e abundância da assembleia de espécies de cada um? • Qual o grau de complexidade, maturidade ecológica, de fluxos de energia e diversidade funcional da comunidade biótica de cada um desses ecossistemas? • Que mecanismos efetivamente controlam a produtividade das águas e, em última instância, a abundância dos recursos pesqueiros em estes dois modelos de ecossistemas marinhos/estuarinos? • Que fatores ambientais, ecológicos, econômicos, sócio-culturais ou mesmo políticos diferenciam ou assemelham os padrões da pesca em estas duas regiões tão extensas? • Quais as consequências de interferências antrópicas específicas (intensidade da pesca, fauna acompanhante, degradação de habitat) ou globais (mudanças climáticas) em cada um deles? O que podemos esperar em um cenário futuro em termos de níveis de resiliência destes grandes ecossistemas marinhos, se confrontados com impactos ambientais extremos? • Que lições podemos apreender da gestão pesqueira até agora praticada nessas duas regiões e quais as consequências das respostas às perguntas anteriores na gestão da pesca em cada uma das regiões? Para tal, serão realizadas pesquisas buscando abordar uma ampla gama de assuntos, tais como biologia populacional, dinâmica de populações e avaliação de estoques, modelagem ecossistêmica e modelos de pesca; economia pesqueira; tecnologia pesqueira; gestão pesqueira. O principal objetivo do projeto será: Promover estudos multidisciplinares que subsidiem os tomadores de decisão sobre possíveis formas da gestão pesqueira e da conservação dos estoques de camarões nas regiões N e NE do Brasil, permitindo a proposição de medidas que contemplem as características ambientais, econômicas, e sócio-culturais de cada região, delimitando cenários que considerem impactos regionais e globais, em longo prazo. Os objetivo específicos do projeto são: 1) Realizar estudos sobre biologia e ecologia das populações de camarões e da fauna acompanhante que são alvos da pesca artesanal e industrial, incluindo informações sobre reprodução, recrutamento, crescimento somático e mortalidade. 2) Realizar a avaliação do estado dos principais estoques alvos da pesca artesanal e industrial, incluindo modelos holísticos, analíticos e multivariados. 3) Realizar estudos integrativos, que permitam abordagens ecossistêmicas para o manejo e gestão dos recursos camaroeiros, incluindo modelos de fluxos de energia, análise de risco, abordagens multi-critério de indicadores, modelos multivariados para os rendimentos pesqueiros e simulações de cenários futuros fase à alterações na pressão pesqueira e em outros tensores antropogênicos, incluindo mudanças climáticas globais. 4) Realizar estudos econômicos que permitam considerações sobre a economicidade e sustentabilidade econômica da atividade pesqueira de camarões e da cadeia produtiva. 5) Realizar estimativa dos índices de captura de espécies não desejadas na pesca de camarões tanto artesanal como industrial, índices de biodiversidade e estrutura das assembleias bióticas capturadas como fauna acompanhante, bem como viabilidade eficiência e impactos do uso de dispositivos para evitá-la. 6) Realizar estudos sobre a qualidade e quantidade do conhecimento tradicional de pescadores de camarões a bio-ecologia dos recursos capturados, das tecnologias de pesca eficazes, dos efeitos de alterações ambientais extremas e da percepção territorial dos recursos e usuários como base para a gestão participativa. 7) Realizar estudos sobre as formas atuais de gestão da pesca e a eficiência das medidas até o momento aplicadas, buscando fazer sugestões alternativas quando pertinente. 8) Realizar comparações entre os sistemas de pesca de camarões do N e do NE para tecer proposições sobre possíveis medidas de manejo e gestão dos recursos do N e NE do Brasil. 9) Emitir recomendações que possam ser utilizadas pelos gestores e tomadores de decisão a fim de promover a adoção de políticas de gestão, ordenamento e monitoramento sustentáveis para os estoques de camarões e a sua fauna associada. 10) Promover a formação de uma rede de parcerias institucionais de caráter multidisciplinar para incentivar o intercâmbio do conhecimento científico e tecnológico sobre a pesca de camarões, assim como formar recursos humanos capacitados para contribuir com o manejo sustentável dos recursos e a conservação dos ecossistemas. Para alcançar estes objetivos, o projeto vai desenvolver uma estratégia de amostragens similares e padronizadas na costa N e NE do Brasil, para as pescarias artesanais e industriais, com coleta de dados primários e compilação de dados já existentes nos bancos de dados das equipes participantes e colaboradoras. Serão realizados estudos sobre: alimentação, reprodução, crescimento, recrutamento, taxas de mortalidade, avaliação de estoques, sustentabilidade econômica da pesca, tecnologia e impactos do uso de dispositivos para evitar fauna acompanhante nos arrastos; etnoeconologia, e questões relacionadas com as formas atuais de ordenamento e gestão da pesca. Os resultados das pesquisas devem servir para emitidas recomendações que serão apresentadas ás autoridades e ao Comitê Permanente de Gestão da pesca de camarões das regiões N e NE, para que sejam formuladas políticas para o manejo sustentáveis dos estoques de camarões e conservação da fauna acompanhante.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 03/12/2015-31/10/2022
Foto de perfil

Vidal de Freitas Mansano

Ciências Biológicas

Botânica
  • sistemática, morfologia e filogenia de angiospermas
  • Vide projeto anexo
  • Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 28/01/2020-27/01/2025
Foto de perfil

Vilmar Antonio Gonçalves Tondolo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • efeito da pressão dos stakeholders, da reputação e do compliance na seleção de fornecedor socialmente responsável: uma abordagem experimental com gestores do brasil, estados unidos e reino unido
  • A Responsabilidade Social Corporativa (RSC) é central por sua contribuição nas dimensões ambiental e econômica, mas há ainda um longo caminho a percorrer na dimensão social. A RSC pode ser vista como uma prática que as empresas devem executar para integrar os direitos sociais, ambientais, éticos, humanos e as preocupações dos consumidores nas operações dos seus negócios. Este projeto busca superar dois desafios científicos. O primeiro está relacionado à cadeia de suprimentos socialmente responsável (CSSR). A CSSR apresenta uma literatura em que as pesquisas empíricas ainda são incipientes. O segundo, visa-se contribuir para um tópico central da CSSR, a seleção de fornecedores socialmente responsáveis (SFSR). Diante disso, este projeto apresenta a seguinte questão de pesquisa: Como a pressão dos stakeholders, compliance e reputação afetam a decisão de seleção de um fornecedor socialmente responsável? Este problema é relevante uma vez que estímulos a programas de integridade e melhorias na reputação podem ser utilizados para promover a SFSR. As compras socialmente responsáveis auxiliam na redução da desigualdade social, ao incluírem pequenos negócios e empresas situadas em países em desenvolvimento. Além disso, podem ampliar a competitividade das organizações em mercados sensíveis aos aspectos sociais. Ações e estratégias relacionadas à gestão da cadeia de suprimentos de negócios precisam ser alinhadas ao conceito de RSC. Fornecedores precisam ser reorganizados e estimulados a produzirem produtos e serviços alinhados a essa nova preocupação da empresa compradora. Nada adianta a empresa compradora ter práticas de RSC, se os seus fornecedores não prezarem por práticas de RSC. Para isso, propõe-se a realização de um estudo causal, por meio de um experimento baseado em vinheta, com gestores do Brasil, EUA e do Reino Unido. A partir da manipulação das variáveis independentes, espera-se identificar como a pressão dos stakeholders, compliance e a reputação afetam a SFSR.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Vinícius Andrade Brei

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • atlas de oportunidades: sistema de recomendação para identificação de oportunidades de criação ou expansão de negócios usando inteligência artificial e ciência de dados espaciais
  • A criação ou expansão de negócios é fundamental para a geração de emprego, renda e para a melhoria da qualidade de vida em qualquer país. Apesar dessa importância, 63,5% das novas empresas brasileiras fecham nos cinco primeiros anos (IBGE, 2020). Uma das razões para tal insucesso é a dificuldade dos empreendedores de encontrar dados gratuitos e acessíveis que facilitem a decisão de qual negócio abrir ou expandir e onde empreender. Esta pesquisa desenvolvida por uma rede de pesquisa internacional busca resolver este problema por meio da criação de um sistema público e gratuito na internet para recomendação de criação, expansão e localização de negócios. O sistema, denominado Atlas de Oportunidades, combinará dados públicos e privados, processando-os com ciência de dados espaciais e algoritmos de Inteligência Artificial. O projeto terá impactos teóricos, metodológicos e práticos. Em relação aos impactos teóricos, o projeto contribuirá para as teorias de estimação de potencial de mercado e de previsão de demanda, utilizadas em marketing para auxiliar na identificação de oportunidades de negócio, mas pouco aplicadas para alimentar sistemas de recomendação. Na metodologia, o projeto inova por combinar métodos de sistemas de recomendação, de ciência de dados espaciais e de Inteligência Artificial. Essa combinação será usada para coleta, tratamento, análise e disponibilização dos dados para a população. Em termos práticos, o Atlas de Oportunidades tem a ambição de se tornar uma fonte gratuita e rápida de informações para qualquer pessoa que queira abrir ou expandir um negócio no Brasil, aumentando a geração de emprego e renda no País por meio da maximização do impacto dos dados públicos oriundos de pesquisas que custam bilhões de reais à sociedade brasileira (ex: Censo, POF e PNAD). Portanto, o projeto amplificará os benefícios dos investimentos públicos em pesquisas já feitos pelo País para a população em geral, em especial para aqueles que querem empreender.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Vinicius Batista Santos

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • aplicabilidade do diâmetro da veia cava inferior como indicador clínico dos diagnósticos de enfermagem em pacientes com insuficiência cardíaca aguda
  • Introdução: A Insuficiência Cardíaca Descompensada (IC Aguda) está associada à manifestação de indicadores clínicos relacionados à retenção volêmica e ao baixo débito cardíaco. Esses sinais clínicos subsidiam a identificação de alguns diagnósticos de enfermagem (DE). O uso de dados mais objetivos, como exames laboratoriais, ou de exames de imagem tem permitido que os enfermeiros identifiquem os DE com maior precisão, porém não foram identificados estudos que utilizaram o tamanho e a distensibilidade da veia cava inferior avaliados pela ultrassonografia para subsidiar a identificação dos DE passíveis de serem identificados em pacientes com IC Aguda. Objetivo: Analisar as evidência de validade de construto clinico dos diagnósticos de enfermagem Volume Líquidos Excessivo (VLE, 00026), Tolerância à atividade diminuída (TAD, 00298) e Débito Cardíaco Diminuído (DCD, 00029) e a aplicabilidade do diâmetro da veia cava inferior como indicador clínico desses diagnósticos. Método: Estudo de validação de construto clínico diagnóstico que será será realizado nas unidades de Cardiologia de um hospital público universitário. Serão incluídos os pacientes hospitalizados por IC Aguda. A variável dependente será a presença e o número de características definidoras (CD) dos diagnósticos de enfermagem (DE) VLE, TAD e DCD e a variável independente o diâmetro e o grau de distensibilidade da veia cava inferior. As características definidoras serão avaliadas conforme as definições conceituais e operacionais validadas em outros estudos e será validada a definição conceitual e operacional da mensuração da veia cava inferior. Os pacientes serão avaliados até 12 horas da admissão hospitalar, 48 horas após a primeira avaliação e na alta hospitalar ou no 7º dia de internação. A presença dos diagnósticos de enfermagem será avaliado pelo método de análise de classe latente e será calculado a sensibilidade e especificidade de cada CD inclusive o diâmetro da veia cava inferior.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Vinicius Caliman

Engenharias

Engenharia Química
  • nanofluidos para recuperação avançada de petróleo: redução de custos em campos maduros
  • A exploração e produção de petróleo no país, iniciada no início dos anos 40, está atrelada as descobertas realizadas no âmbito onshore e na região Nordeste, como por exemplo o campo petrolífero de Candeias na Bahia. As descobertas desses campos, mesmo que com pequena produtividade incentivaram, no ano de 1953, a criação da empresa estatal “Petróleo Brasileiro S.A.”, mais conhecida como Petrobras. Com o passar dos anos, novas prospecções ampliaram a produção petrolífera no país, e, com a descoberta de reservas no âmbito offshore, em 1968 a empresa iniciou a exploração de petróleo em águas profundas. A maior reserva de petróleo do país, a Bacia de Campos, foi descoberta no ano de 1974 e, mais recentemente, no ano de 2007, o governo brasileiro anunciou a descoberta de um novo campo de exploração com poços localizados a sete mil metros de profundidade, o chamado Pré-sal. Em função da alta produtividade do Pré-sal, a produção de petróleo do Brasil vem crescendo vertiginosamente. Na contramão desse crescimento, os campos de petróleo responsáveis pelo início da indústria de petróleo no Brasil, têm sua produção diminuindo acentuadamente, como é o caso das bacias sedimentares de Alagoas, Espírito Santo-Mucuri, Potiguar, Recôncavo e Sergipe e também da bacia de Campos. O início da vida do campo é marcado por um aumento acentuado de sua produtividade e baixo investimento. Após alcançado o pico de produção, a produtividade entra em declínio e, na sequência, o campo atinge a fase de maturidade, caracterizada por um menor retorno financeiro. Nesta fase, novos investimentos se fazem necessários no intuito de mitigar esse declínio. Neste contexto estratégias como a criação de novos poços de adensamento de malha, a aplicação de métodos de recuperação avançada e o desenvolvimento de novas tecnologias de recuperação tem recebido destaque. Em dezembro de 2020, com uma resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), o governo brasileiro criou o Programa de Revitalização e Incentivo à Produção de Campos Marítimos (Promar). O programa tem como foco a revitalização dos campos maduros offshore com o objetivo principal de extensão da vida útil desses campos bem como do aumento do fator de recuperação. Estima-se que, até o final de 2030, o consumo de energia deve aumentar em torno de 50% se comparado aos níveis atuais. Eventualmente esse patamar não será atingido pelo uso exclusivo de recursos renováveis e, portanto, denota-se uma categórica e progressiva demanda por petróleo como recurso energético prioritário. Com o declínio em descobertas de petróleo e gás nas últimas décadas, acredita-se que o aumento dos fatores de recuperação dos campos maduros através de técnicas de recuperação avançada de petróleo terá um papel decisivo para suprir a demanda de energia nos próximos anos. Desta forma, a revitalização de campos maduros, deve atrair esforços e investimentos de empresas especializadas no desenvolvimento de novas tecnologias de recuperação avançada capazes de aumentar a produtividade desses campos. Em dezembro de 2017 iniciamos a execução do projeto de P&D intitulado “Nanofluidos híbridos de copolímeros de acrilamida e nanomateriais de carbono para a recuperação melhorada de petróleo”, e está sendo desenvolvido no Centro de Tecnologia em Nanomateriais e Grafeno, CTNano/UFMG, que possui uma infraestrutura com equipamentos e laboratórios adequada para a realização de todas as etapas para validações experimentais objetivadas. Nesse projeto de P&D, financiado pela Petrobras, foram otimizadas as sínteses e executadas algumas etapas de aumento de escala de nanomateriais de carbono (NMC) e testes em nanofluidos em laboratório. A síntese e a modificação química de NMC em condições economicamente viáveis, têm sido a principal linha do grupo proponente, assim como a produção e a validação do aumento de escala dos NMC com modificação química customizada que atendam às necessidades do projeto e com redução dos custos de produção. O produto que foi desenvolvido na fase I deste projeto é um nanofluido a base de materiais poliméricos e óxido de grafeno que oferece uma solução mais eficiente e proporciona um aumento no fator de recuperação em campos maduros. Este nanofluido apresenta propriedades superiores como maior estabilidade e maior viscosidade em condições de reservatório, se comparadas aos fluidos poliméricos tradicionalmente utilizados e disponíveis no mercado. Testes em laboratório demonstraram que os nanofluidos desenvolvidos apresentam um ganho de viscosidade médio em relação ao fluido de referência de cerca de 70% em condições severas de reservatório, isto é, temperatura de 70ºC e força iônica de 0,6 (alta salinidade). Em ensaios de envelhecimento em ambiente relevante, o nanofluido desenvolvido apresentou uma maior estabilidade uma vez que após 90 dias, a viscosidade média continuava apresentando ganhos de até 50% em relação ao fluido comercial de referência. Foram ainda desenvolvidas várias formulações de nanofluidos que permitem a sua customização de acordo com as características requeridas no momento de sua aplicação, fornecendo ao produto, grande versatilidade. O nanofluido desenvolvido neste projeto viabiliza uma redução de 16,3% no custo diário de operação se comparado ao produto comercial utilizado hoje. Levando em conta que a viscosidade do nanofluido ao final de 3 meses é 50% maior que a do produto comercial, estima-se que, ao final desse tempo, além da diminuição significativa do custo diário de injeção, o fator de recuperação de petróleo pode ser muito superior ao obtido com o produto comercial, uma vez que ele apresenta relação direta com a viscosidade do fluido de injeção.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 27/09/2021-31/03/2023
Foto de perfil

Vinícius Costa da Silva Zonatto

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • antecedentes que determinam a propensão de gestores subordinados ao compartilhamento de informações privadas nos processos orçamentários
  • Este projeto propõe analisar os efeitos antecedentes da configuração orçamentária no compartilhamento de informações verticais e das atitudes do supervisor na propensão de gestores subordinados ao compartilhamento de informações privadas. Busca ainda compreender reflexos consequentes de tais interações em atitudes gerenciais e no desempenho gerencial em atividades orçamentárias. O orçamento é um importante instrumento de controle gerencial utilizado para fins de planejamento, comunicação, motivação e avaliação de desempenho. Por se tratar de um instrumento utilizado para estes fins, exerce influência nas cognições e no comportamento humano no trabalho. Apesar de sua importância no contexto gerencial, pouca atenção é dada pela literatura gerencial brasileira aos efeitos da configuração orçamentária no compartilhamento de informações e os efeitos dessas interações na propensão de gestores subordinados ao compartilhamento de informações privadas, em atitudes gerenciais e no desempenho gerencial em atividades orçamentárias, lacunas teóricas exploradas neste projeto, a ser realizado com surveys com gestores com responsabilidade orçamentária em indústrias que atuam no País. Os resultados contribuem para o desenvolvimento dos conhecimentos existentes sobre as temáticas envoltas no projeto, revelando suas interações no contexto orçamentário de organizações que atuam no Brasil, bem como antecedentes e consequentes à propensão de gestores subordinados ao compartilhamento de informações privadas. A transferência de experiências e novos conhecimentos produzidos, impacta a estruturação de instrumentos de controle gerencial, empresas de consultoria empresarial, a pesquisa e práticas de gestão orçamentária das organizações, impulsionando o desenvolvimento científico e tecnológico na área de conhecimento, por meio de mudanças em processos operacionais e administrativos, e a melhoria de produtividade e competitividade das empresas, por meio de desempenhos gerenciais superiores
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025