Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alacoque Lorenzini Erdmann

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação do cuidado de enfermagem a pacientes com covid-19 em hospitais universitários brasileiros
  • No Brasil, os hospitais universitários são centros de referência de média e alta complexidade para o Sistema Único de Saúde (SUS) no atendimento a pacientes com COVID-19. Nesses cenários, destaca-se a atuação da enfermagem, pois é a categoria responsável pela maioria dos cuidados recebidos pelos pacientes durante a hospitalização, podendo influenciar diretamente na qualidade assistencial, segurança do paciente/profissional e busca pela excelência dos resultados institucionais. Assim, este estudo tem como objetivo geral avaliar o cuidado de enfermagem a pacientes com COVID-19 em hospitais universitários brasileiros, sob a perspectiva dos profissionais e pacientes. Trata-se de uma proposta multicêntrica nacional, que reúne 10 instituições de ensino federais, sendo duas de cada região do Brasil: (1) Sul: Universidade Federal de Santa Catarina (proponente) e Universidade Federal de Santa Maria; (2) Sudeste: Universidade Federal de São Paulo e Universidade Federal do Rio de Janeiro; (3) Nordeste: Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Universidade Federal da Bahia; (4) Norte: Universidade Federal do Pará e Universidade Federal do Amazonas; e, (5) Centro-oeste: Universidade Federal do Mato Grosso e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. A metodologia será desenvolvida em quatro momentos, com distintas estratégias de pesquisa: (1) Estudo documental, com abordagem quantitativa, por meio de consulta a boletins e relatórios institucionais; (2) Pesquisa de métodos mistos com profissionais e gestores que atuam/atuaram no cuidado de pacientes infectados com COVID-19 para conhecer a experiência de enfermeiros no cuidado de pacientes com COVID-19, analisar o ambiente de trabalho da enfermagem, identificar recomendações para melhorias para o enfrentamento da COVID-19 e conhecer estratégias de continuidade do cuidado na alta hospitalar para o domicílio e/ou transição para atenção primária à saúde; (3) Estudo exploratório e interpretativo, com abordagem qualitativa com pacientes recuperados da doença para desvelar atributos de satisfação relacionados à segurança e qualidade assistencial, bem como sugestões para melhorias para o enfrentamento da COVID-19 e futuras pandemias; e, (4) Sessão integradora de translação do conhecimento e grupo de peritos para validação de um guia de boas práticas para o cuidado de enfermagem a pacientes com COVID-19. Em cada etapa, serão utilizadas técnicas específicas de coleta e análise de dados quantitativas e qualitativos, conforme o foco estudado. A partir da pesquisa, pretende-se contribuir com a produção de novos conhecimentos para melhoria do cuidado em saúde/enfermagem no SUS no combate a COVID-19, por meio do desenvolvimento de um repositório digital para compartilhamento de boas práticas de cuidado de enfermagem para o enfrentamento da COVID-19 e aprimoramento da atenção à saúde. Além disso, busca-se ampliar a massa crítica em termos de profissionais da saúde, estudantes e pesquisadores acerca da qualidade do cuidado para lidar com pandemias e de possíveis estratégias para o desenvolvimento de padrões/boas práticas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Alan Prestes

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo climático no brasil por meio registros naturais e observacionais: aquisição e análise de dados.
  • Com este projeto pretende-se estudar as relações Sol-Terra-Clima por meio de análise matemática de séries temporais de registros ambientais (anéis de crescimento de árvores) e observacionais (SOI, manchas solares; dados climáticos...), visando o aumento do conhecimento sobre as interações e fenômenos envolvidos (atividade solar; vulcanismo; eventos El Niño etc.) e de previsibilidade das consequências que podem afetar as atividades humanas. Esta pesquisa é muito importante para entender melhor as mudanças e variabilidades no clima, as inter-relações Sol-Terra; pelo fato dos registros instrumentais serem insuficientes para observar e estudar como o sistema do clima opera em escalas de tempo muito maiores do que umas poucas décadas ou sob forçantes climáticos diferentes do presente. Há a necessidade de se entender e estimar as mudanças ambientais de longos períodos que ocorreram ou ocorrerão. Neste estudo utilizará amostras de árvores da espécie Araucaria angustifólia a ser coletada na região do município de Cunha, no estado de São Paulo.
  • Universidade do Vale do Paraíba - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Alane Cabral Menezes de Oliveira

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • sustentabilidade, bioeconomia e saúde: utilização de resíduos sólidos atóxicos da fruticultura do nordeste brasileiro como agentes terapêuticos no diabetes mellitus gestacional
  • O diabetes mellitus gestacional (DMG) atinge 3-15% das gestações. É oriundo de falhas adaptativas a alterações hormonais e placentárias, versa com resistência à insulina, sendo agravado por mediadores pró-oxidantes e pró-inflamatórios. A falta de uma terapia eficiente reforça a necessidade de terapêuticas alternativas, p.ex., com produtos naturais que sejam seguros e que possuam propriedades antiglicantes, antioxidantes e anti-inflamatórias. No Brasil, o gênero Passiflora é destacado por sua utilização na área farmacêutica, cosmética e alimentícia. Dentre seus resíduos sólidos, que causam contaminação ambiental e perdas econômicas relevantes, as cascas e folhas foram investigadas em diabetes gestacional tipo 1 e 2, entretanto, as sementes não foram investigadas no DMG. Estas, a partir de nossos estudos, mostraram-se promissoras por não apresentarem toxicidade em uma série de modelos, sendo fonte de compostos bioativos (ex. piceatannol, resveratrol, naringenina). A presente proposta tem como objetivos: 1) avaliar a atividade anti-inflamatória, antioxidante (espécies biológicas) e antidiabética de extratos e compostos bioativos (CB) das sementes de Passiflora edulis (SPE) sobre os desfechos maternos e perinatais em ratas prenhas com DMG; 2) comparar e validar um modelo experimental em embriões de zebrafish para estudo de efeitos dos extratos em DMG; 3) produzir um bioproduto, a partir de formulações dos CB da semente de Passiflora edulis; 4) fornecer subsídios para a realização futura de pesquisas clínicas e em resumo, incentivar o aproveitamento bio-sustentável de resíduos da fruticultura, como nutracêuticos, com agregação de valor científico e econômico a este resíduo natural abundante, em uma perspectiva de economia circular. O grupo apresenta competência nos vários aspectos da proposta, integra diferentes habilidades e possui experiência comprovada na área, com resultados já disponíveis para o avanço do conhecimento científico e aplicado na área.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025