Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Luanda Kívia de Oliveira Rodrigues

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • a mecânica abrindo as portas para meninas e mulheres ingressarem nas engenharias
  • A participação das mulheres na ciência é diminuída e ainda mais quando voltado para a área tecnológica. A quantidade de mulheres que ingressam nas engenharias é 80% menos que a de homens e essa diferença é ainda maior na engenharia mecânica apesar dos seus conceitos serem base para outras engenharias. Por isso esse projeto propõe incentivar a participação de mulheres nas engenharias, com foco na mecânica através de ações desenvolvidas em escolas públicas do entorno do IFBA-Campus Salvador. Participarão do projeto meninas e mulheres do 8°e 9° ano com objetivo de incentiva-las através da propostas de fazerem antes cursos técnicos integrados ao ensino médio. E alunas do 3° ano do ensino médio com foco direto no ensino superior
  • Instituto Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 01/12/2018-31/07/2022
Foto de perfil

Lucas Britto Landim

Outra

Divulgação Científica
  • feira territorial de ciências do sudoeste baiano
  • A proposta apresentada é referente à realização da Feira Territorial de Ciências do Sudoeste Baiano, que ampliará as discussões propostas pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI. Nessa edição, o evento proposto, envolverá municípios e suas micro/macrorregião do Sudoeste da Bahia, por meio da realização de Feiras de Ciências e Mostras Científicas, integrando Instituições e profissionais em ações que visam contribuir com as mais diversas alternativas para diminuição das desigualdades, consumo e produção sustentável de alimentos saudáveis nas esferas locais, territoriais e mundiais, em particular, áreas de importância crucial que demandam ações: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parceria. Será ainda, realizado um destaque as tecnologias inovadoras relacionadas com as cadeias de valor do Território do Alto Sertão Produtivo. Serão organizados Ferias de Ciências e Mostras Científicas como estratégia de divulgação de ideias e projetos inovadores que busquem a melhoria da qualidade de vida da população da cidade e do campo, levando em consideração os setores produtivos presentes na Região Sudoeste da Bahia (comércio, agroindústrias, leite e produtos lácteos, produção de grãos, fruticultura, pesca, aquicultura, etc). Para viabilizar as ações do projeto, as atividades planejadas pela equipe executora e parceiros serão realizadas pontualmente, nos municípios sede que fazem parte da Região Sudoeste Baiano, que foram escolhidas utilizando o recorte de cinco municípios correspondente à cidades polos da Micro e Microrregião, escolhidos de forma estratégica considerando as informações de IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal), de acordo com dados do Censo Demográfico 2010 (IBGE). O envolvimento direto dos 5 (cinco) municípios da micro/macrorregião em questão serão: MICRORREGIÃO 1 – Brumado/BA, MICRORREGIÃO 2 – Guanambi/BA, MICRORREGIÃO 3 – Itapetinga/BA, MICRORREGIÃO 4 – Jequié/BA e MACRORREGIÃO 5 – Vitória da Conquista/BA.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 15/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Lucas Cardoso Marinho

Ciências Biológicas

Botânica
  • além da flora do brasil 2020: impulsionando a flora do maranhão
  • A última década marcou o período de maior conhecimento da flora do Maranhão. Diversos trabalhos florísticos, registros de novos táxons e novas espécies têm sido publicados nos últimos anos, embora a grande maioria destes estudos abordem as áreas de restingas e dunas, e em menor número, o Cerrado e a Amazônia maranhense. Com base nas recentes descobertas resultantes de trabalhos florísticos mais amplos e na escassez de conhecimento sobre a flora interiorana do estado, é proposto aqui um projeto que visa impulsionar o conhecimento taxonômico sobre a flora do Maranhão. Ainda que o Projeto Flora do Brasil 2020 tenha sido um marco na história da botânica brasileira, com aproximadamente 47.000 espécies nativas compondo as monografias, foram identificadas importantes lacunas de conhecimento, principalmente em áreas remotas e com incipiente atuação de taxonomistas, como a Amazônia e o Cerrado, dois dos domínios fitogeográficos que cobrem o estado do Maranhão quase em sua totalidade. Como atividade delineadora dessa proposta, objetiva-se ampliar o conhecimento biogeográfico, florístico, morfológico e sistemático dos grupos de plantas vasculares ocorrentes no Maranhão através de intensas expedições de campo e estudos taxonômicos executados em subprojetos conduzidos por pesquisadores e estudantes vinculados às instituições executora e colaboradoras. O projeto propiciará a capacitação de taxonomistas em plantas vasculares, por meio da formação, aperfeiçoamento e estímulo a estudantes, bem como contará com ações de popularização e divulgação da pesquisa por meio de mídias sociais (redes sociais, plataformas de vídeos, entre outras), revistas de divulgação científica e participação em eventos locais e nacionais.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas de Melo Reis Bueno

Ciências Humanas

Arqueologia
  • rios, conexões e movimentos: dinâmicas de interação humana entre litoral e interior durante o holoceno no vale do itajaí, santa catarina, brasil
  • Esta proposta amplia o projeto “Territorialidades Ameríndias”, financiado pelo edital Universal CNPq 2018. O projeto de 2018 teve como foco a história de longa duração do Alto vale do Itajaí, Santa Catarina. Na atual proposta ampliamos a área de pesquisa, englobando médio e baixo vales do Itajaí, assim como adotamos novas abordagens teóricas e metodológicas. Procuramos articular diferentes porções do vale do Itajaí na construção de histórias de longa duração sobre as populações ameríndias que ocuparam, circularam e viveram ao longo deste rio, usando e manejando espécies vegetais e paisagens ao longo do Holoceno. Esta proposta contribui para a discussão sobre as interações entre litoral/interior no processo de ocupação do Brasil meridional e sua relação com a formação das paisagens florestais atuais. Com esta perspectiva criamos um diálogo entre arqueologia da paisagem, historia indígena, ecologia histórica e estudos ambientais do quaternário, enfatizando a relevância da interação entre os povos ameríndios, os processos de manejo e domesticação de plantas e a constituição das paisagens florestais atuais. Os questionamentos centrais envolvem compreender como as atividades humanas passadas influenciaram na estruturação e composição das paisagens e na domesticação de plantas historicamente manejadas, como as atividades humanas atuais mantiveram, degradaram, ou amplificaram a diversidade de espécies e paisagens e como esses processos estão integrados a uma dinâmica de interações humanas entre litoral/interior que têm, no vale do Itajaí, um elemento central de ligação. Para atingir os objetivos realizaremos diversas análises orientadas para o estudo da circulação de pessoas, coisas, plantas e animais com o intuito de compreender o movimento como aspecto central na construção socioambiental do espaço. Pretendemos gerar novos dados para um velho problema, adotando abordagens inovadoras e fortalecendo pesquisas interculturais e interdisciplinares.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucas de Souza Batista

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento de ferramentas integradas para otimização multiobjetivo e tomada de decisão multicritério
  • O emprego de metaheurísticas e procedimentos de auxílio à tomada de decisão vêm ganhando uma crescente popularidade na solução de complexos problemas reais, particularmente para a realização de difíceis tarefas de otimização e suporte à escolha de uma ação final a ser implementada na prática. A modelagem e resolução de tais problemas implica, frequentemente, na otimização de problemas que envolvem múltiplos objetivos, frequentemente conflitantes. Em função dessa característica, esse processo não resulta uma única solução ótima, mas um conjunto de soluções promissoras. Assim sendo, conhecimentos sobre teoria da decisão são úteis para auxiliar no processo de definição de uma ação final, que represente uma relação de compromisso adequada. De forma geral, as preferências fornecidas pela unidade de decisão são processadas, com o intuito de direcionar o projetista para uma escolha que atenda da melhor forma possível as qualidades desejadas de projeto. Embora o estado da arte já apresente abordagens clássicas nessa área, existem vários aspectos relevantes a serem estudados, por exemplo, a proposta de frameworks de otimização baseados em componentes, o desenvolvimento de estratégias e operadores heurísticos eficientes, a proposição de procedimentos interativos (entre projetistas e algoritmos) intuitivos e eficazes, dentre outros. Além disso, a investigação de ferramentas dedicadas integradas que englobem a atuação conjunta destas estratégias requer ainda muita dedicação da literatura especializada. Nesse sentido, este projeto visa o estudo e desenvolvimento de um arcabouço de técnicas de otimização e tomada de decisão assistida, que contemple métodos de otimização multiobjetivo, abordagens escaláveis para o tratamento de problemas com muitos objetivos, mecanismos para incorporação das preferências dos projetistas durante o processo de otimização e algoritmos de suporte à decisão multicritério.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Festugato

Engenharias

Engenharia Civil
  • resposta multiaxial de resíduos de mineração melhorados
  • A mineração é um dos principais setores da economia brasileira. A disposição de rejeitos de mineração é comumente feita através de despejo em reservatórios hidráulicos em barragens de grande porte com elevado impacto e potencial de dano em casos de ruptura (como as ocorridas em MG). O projeto proposto busca o desenvolvimento de alternativas de disposição, como o empilhamento de rejeitos melhorados. O empilhamento de rejeito leva-o a condições complexas de carregamento. Busca-se então estudar a resposta multiaxial dos rejeitos de mineração melhorados submetidos a carregamentos multiaxiais. Propõe-se o melhoramento dos rejeitos (através de cimentação e fibras) para disposição em pilhas mais seguras. Busca-se avaliar a viabilidade do melhoramento dos materiais para a solução proposta e o efeito da tensão intermediária em sua resposta mecânica. Ainda não se conhece completamente o comportamento de materiais cimentados sob condições multiaxiais de carregamento, onde o efeito da tensão intermediária não é negligenciado. Serão realizados ensaios de laboratório em misturas de rejeitos de mineração com distintos aglomerantes, distintas porcentagens de aglomerantes e fibras. A influência de altas tensões de confinamento e de diferentes condições de carregamento, considerando aspectos de resistência e rigidez, será avaliada através de ensaios de compressão triaxial convencionais de baixas e altas tensões, ensaios simple shear e ensaios do tipo triaxial verdadeiro. A partir dos resultados dos ensaios, serão determinados parâmetros constitutivos que permitirão a modelagem (analítica e numérica) do comportamento do material e a elaboração de análises paramétricas com alternativas de soluções, comparando tais resultados com uso de cimentação e reforço a casos sem, ressaltando possíveis ganhos com segurança, custo, áreas impactadas e facilidade operacional. A equipe desenolvedora do projeto é altamente qualificada (incluindo pesquisadores 1A, 1C e 2) e inserida internacionalmente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucas Francisco Wanner

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • técnicas, ferramentas e sistemas para melhoria da eficiência computacional na era pós-moore
  • Historicamente, avanços no desempenho e eficiência energética de computadores foram subsidiados pela miniaturização e consequente proliferação dos transistores. Com a desaceleração e fim iminente da Lei de Moore, a continuação destes avanços dependerá de novas organizações de software e hardware, especializadas e otimizadas conjuntamente. Resultados recentes de pesquisa mostram como o avanço do desempenho de microprocessadores, que ultrapassava a média de 50% ao ano até o início de década de 2000, caiu para menos de 5% ao ano desde 2015 (SPECint). A integração de aceleradores especializados (e.g., criptográficos ou para processamento gráfico e de imagens) tem contribuído para diminuir o vão entre a demanda crescente por processamento e a evolução lenta do processamento de propósito geral. Este projeto visa desenvolver novas técnicas, ferramentas e sistemas para melhoria do desempenho e eficiência energética de sistemas computacionais. O projeto contemplará o desenvolvimento de aceleradores para domínios específicos de aplicação como processamento de sinais e aprendizado de máquina e sua integração em sistemas de suporte de software; o uso de aproximações no projeto de hardware e software para melhoria da eficiência energética em aplicações com qualidade elástica; e escalonamento energeticamente eficiente de tarefas em clusters heterogêneos de processamento. A especialização de funcionalidades em hardware cria um potencial de operação com alto desempenho e eficiência energética, especialmente quando combinada com aproximação de operações não críticas. A integração destas funcionalidades em arquiteturas de software e hardware, por sua vez, aumenta o potencial de aplicabilidade das técnicas desenvolvidas. O projeto incluirá prototipação, simulação, análise e verificação das soluções de hardware e software propostas. Os ganhos obtidos serão comparados em termos de desempenho, qualidade de resultados e consumo de energia com soluções do estado-da-arte.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucas Franco Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de um protótipo de imunossensor para detecção de doenças tropicais negligenciadas
  • A Leishmaniose visceral e a Doença de Chagas são enfermidades endêmicas que representam um preocupante problema de saúde pública. A Leishmaniose é uma doença causada por protozoários do gênero Leishmania, sendo classificada como uma das principais doenças negligenciadas, uma vez que atinge a parcela mais desfavorecida da população. A doença de Chagas é uma inflamação de caráter endêmico, de evolução geralmente crônica causada pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi. Apesar dos esforços para o controle de sua transmissão, ainda existe uma gama de pessoas infectadas que precisam de diagnóstico e atendimento nos serviços de saúde. Os testes sorológicos são os mais utilizados para diagnóstico dessas doenças no Brasil, porém podem apresentar reações cruzadas devido à similaridade genética dos parasitas causadores de ambas as doenças, impossibilitando a interpretação segura dos resultados. Nesse sentido, essa proposta tem como objetivo iniciar a Fase 2, relacionada a validação de uma metodologia para a detecção simultânea das doenças de Chagas e Leishmaniose visceral, uma vez que, na Fase 1, foi desenvolvido um imunossensor impedimétrico, utilizando eletrodos impressos comerciais de grafite, contendo dois eletrodos de trabalho, os quais foram modificados com o poli(ácido 4-hidroxifenilacético). Tais dispositivos, mostraram excelente desempenho, com resultados relacionados a 100% de precisão, sensibilidade e especificidade para 40 diagnósticos realizados, incluindo testes de reação cruzadas e outras infecções. Sendo assim, para alcançar os objetivos da Fase 2, essa proposta propõe, ainda, a produção e fabricação de eletrodos impressos descartáveis, visando a redução dos custos para utilização destes dispositivos para a construção de um protótipo de imunossensor impedimétrico, podendo, então, realizar sua produção em massa e aplicação em número significativo de amostras para validação da metodologia proposta para a detecção simultânea das doenças.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Frizera Encarnação

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • transformador de estado sólido inovador sem estágio de isolação galvânica com controle preditivo e teoria de grafos baseado em células ponte-h em cascata multinível
  • O crescimento do consumo e geração de energia elétrica tendem a pressionar os sistemas de distribuição, predominantemente passivos e estáticos. Nesse contexto, diversos estudos baseados em eletrônica de potência têm sido propostos para modernizar os sistemas de distribuição tornando-os mais ativos e dinâmicos. Os Transformadores de Estado Sólido (Solid State Transformer - SST) são uma alternativa aos transformadores de convencionais, a fim de atender às demandas de uma rede elétrica cada vez mais moderna e complexa. Entretanto, todas as configurações clássicas de SSTs utilizam transformadores de alta frequência (High Frequency Transformer - HFT) intermediários para promover a isolação galvânica e converter os níveis de tensão do sistema, o que eleva o número de semicondutores, volume, peso e custo do equipamento. Além disso, por se tratarem de equipamentos de potência elevada, os SSTs possuem topologias baseadas em conversores multiníveis de forma a possibilitar a sua conexão na média tensão. O conversor multinível em Ponte-H em cascata (Cascaded H-Bridge - CHB) se destaca entre as topologias de conversores multiníveis por apresentar um número reduzido de componentes e estrutura modular. Contudo, a topologia CHB apresenta uma limitação operacional quando uma configuração em Back-to-Back (B2B) sem isolação galvânica é solicitada. Devido aos múltiplos capacitores isolados, existem estados de chaveamento que resultam em curtos-circuitos entre os capacitores podendo danificar o conversor. Nesse contexto, o objetivo principal desta pesquisa é propor uma nova configuração de SST baseada no conversor CHB-B2B sem HFT, ou seja, sem isolação galvânica, capaz de prever e evitar os estágios de curto-circuito. Serão aplicados os conceitos da Teoria de Grafos (Graph Theory - GT) para o mapeamento off-line dos estados de chaveamento e os princípios do controle preditivo baseado em modelo (Model-Based Predictive Control - MPC) para o controle em tempo real do SST proposto.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Louzada Pereira

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de um mix de enzimas microbianas produzidas durante a fermentação e maltagem de frutos do café
  • A busca por cafés de qualidade tem levado a diversas pesquisas utilizando metodologias de fermentação por microrganismos endógenos dos grãos de café ou fermentação induzida por microrganismos inoculados. O objetivo desse projeto será o desenvolvimento de um mix de enzimas produzidas durante os processos de fermentação e maltagem para ser utilizada em fermentações enzimática de grãos de café visando melhora a qualidade química, nutricional e sensorial de frutos e sementes de café. Esse projeto de pesquisa será desenvolvido no Laboratório de Análises e Pesquisa em Café - LAPC do Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, campus Venda Nova do Imigrante. As culturas starters de Klebsiella sp e Saccharomyces cerevisiae do IFES serão utilizadas no processo de fermentação semissólida de café cereja e sementes. A maltagem será realizada utilizando sementes de café submetidas ou não ao processo de fermentação. Para isso, as sementes serão maceradas em soluções de glicose (5 % m/v), frutose (5 % m/v) e água e incubadas por 36 h no escuro. Após cada processo, as enzimas (celulases, xilanases, pectinases, peroxidases e lipases) serão extraídas, identificadas pela atividade enzimática, purificadas e liofilizadas para o desenvolvimento do mix. Esse mix será utilizado na fermentação enzimáticas de frutos e sementes de café em substituição das culturas starter. Os frutos e sementes fermentadas serão submetidas as análises químicas (espectrofotometria no infravermelho e ressonância nuclear magnética e cromatografia gasosa) e sensorial segundo o protocolo da Specialty Coffee Association. O mix dessas enzimas microbianas pode representar um produto biotecnológico para indústria do café. As principais perspectivas desse serão o registro de um pedido de patente do mix de enzimas microbianas para serem utilizadas no processo de obtenção de café especiais e a publicação de pelo menos três artigos científicos em revista de níveis qualis A e B.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucas Magalhães de Abreu

Ciências Agrárias

Agronomia
  • extratos bioativos de fungos como biofungicidas protetores para o controle da ferrugem asiática da soja
  • A ferrugem asiática da soja (FAS), causada por Phakopsora pachyrhizi, é a doença mais danosa a essa leguminosa no Brasil. O controle químico da FAS é baseado em fungicidas sítio-específicos que atuam em rotas metabólicas exclusivas de fungos, com maior eficácia de controle, menor toxicidade ao ambiente e doses reduzidas, mas também, mais propensos à seleção de populações resistentes do patógeno. Como solução paliativa, novas formulações também contêm fungicidas multissítios, de ação inespecífica e perfil toxicológico menos seguro. Neste cenário, surge uma demanda por produtos, de origem biológica ou sintética, que substituam os fungicidas multissítios na proteção inicial da planta. O uso de agentes de controle biológico (ACB) é de difícil implementação, pois depende da colonização homogênea e duradoura da filosfera por estes organismos. Uma alternativa é o uso de concentrados de metabólitos secundários com ação fungicida, produzidos por ACB e outros microrganismos, na forma de extratos orgânicos padronizados. Certos gêneros de fungos contêm produtores de metabólitos secundários antifúngicos, e seu uso como fonte de biofungicidas para a proteção de plantas é uma promissora linha de pesquisa a ser explorada. Neste projeto, é proposto o estudo de extratos orgânicos padronizados de fungos dos gêneros Clonostachys e Penicillium visando à proteção de plantas de soja contra a infecção pelo agente causal da FAS. A triagem será focada em dois gêneros já conhecidos por sua ação antagônica contra fitopatógenos (Clonostachys) e por sua diversidade química (Penicillium). A partir de uma coleção de isolados dos dois gêneros, extratos orgânicos padronizados serão obtidos e seu efeito inibitório testado in vitro. Os melhores extratos serão testados em ensaios de controle da FAS com plantas em casa de vegetação, e sua composição química será definida por métodos cromatográficos e espectrométricos. A identificação dos fungos mais promissores será feita por filogenia molecular.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Pizzolatto Konzen

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • geografias jurídicas da cidade: estudos empíricos sobre a regulação do domínio público
  • Os espaços urbanos considerados como bens públicos abrangem uma infinidade de lugares - das ruas, parques e praias às áreas portuárias e sambódromos, passando pelos edifícios e demais instalações da administração pública. Os conflitos envolvendo a gestão e o controle do domínio público desafiam agentes e instituições de diferentes tipos e em diferentes níveis, ensejando uma série de questões sobre o modo como funciona a governança desses bens e seus efeitos para quem vive nas cidades. Tal problemática há muito tem despertado a atenção de pesquisadores na área dos estudos urbanos no Brasil, o que contrasta com o relativo desinteresse existente na área do Direito. Em manuais e tratados de Direito Constitucional e Direito Administrativo, os discursos doutrinários sobre os imóveis públicos tendem a reproduzir a tradicional classificação tríplice do Código Civil. Mesmo no Direito Urbanístico, que tanto se desenvolveu a partir da entrada em vigor do Estatuto da Cidade, essa temática é relegada a uma posição secundária, surgindo sobretudo quando se discute os instrumentos jurídico-urbanísticos passíveis de serem mobilizados para a regularização fundiária de bens públicos utilizados para fins de moradia. Na Sociologia do Direito, que parte de pressupostos epistemológicos bastante distintos dos da dogmática jurídica, têm surgido nas últimas décadas agendas de pesquisa que procuram problematizar as interconexões entre direito e espacialidade, perspectiva teórica que se tornou conhecida por geografia jurídica. Inserindo-se nessas agendas de pesquisa, este projeto tem o objetivo de investigar como são regulados, de fato, os bens do domínio público na cidade, a fim de identificar as relações entre as mudanças na regulação do espaço, os padrões de desenvolvimento urbano desigual e as demandas dos movimentos sociais pelo direito à cidade. Para tanto, serão realizados estudos empíricos tendo como referencial a cidade de Porto Alegre.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Rezende Gomide

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • termoelétrica a base de biomassa florestal na bacia do rio grande -mg: um estudo de caso envolvendo análise multicritério e otimização
  • A transição da matriz energética global para fontes de geração elétrica renovável tem sido a principal demanda dos países que enfrentam o estado de emergência climática. A biomassa florestal é uma alternativa potencial para atender à crescente demanda. A expansão de projetos termelétricos a partir de resíduos florestais evidencia a necessidade de avaliar a disponibilidade e adequação das terras. Normalmente, trata-se de um problema de decisão espacial e de inteligência geográfica sob uma perspectiva holística, pois no planejamento desses projetos é fundamental entender a viabilidade econômica, ambiental e social. Neste projeto, há a proposição de desenvolvimento metodológico de um sistema de apoio à decisão baseado em modelagem multicritério em uma estrutura SIG associado a um modelo de otimização, como um objetivo geral. A área de estudo compreende a bacia do rio grande/MG, sendo adotado restrições ambientais, sociais e econômicos para a integração dos dados geoespacial. Uma abordagem de hierarquia analítica (AHP) será utilizada para ponderar e estimar os pesos de importância relativa dos critérios para modelar a aptidão territorial. Como resultado, espera-se um mapa de adequação e zonas restritas de disponibilidade de terra para o projeto. Os resultados serão a base de um modelo de programação linear inteira mista que irá incorporar aspectos tecnicos e economicos, para uma melhor alocação do recurso financeiro. Espera-se que a metodologia aplicada neste estudo poderá ser replicada em outras regiões globais para a produção de bioenergia.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Xavier Bonfietti

Ciências da Saúde

Medicina
  • implementação nacional do teste de sensibilidade aos antifúngicos brcast-eucast em centros médicos brasileiros e vigilância da resistência em isolados de candida spp. provenientes de candidemia
  • As infecções fúngicas invasivas causadas por Candida são as mais frequentes, correspondendo a cerca de ~80% dos casos das infecções fúngicas nosocomiais, sendo associadas a elevadas taxas de mortalidade ~60% nos centros médicos brasileiros. As espécies mais frequentes são C. albicans, C. parapsilosis, C. tropicalis, C. glabrata, e C. krusei. Têm sido reportado maior ocorrência de resistência (R) e sensível-exposição aumentada (I) ao fluconazol (FLC) entre amostras de Candida primariamente sensíveis. Cerca de 5% de C. tropicalis são resistentes ao FLC e surtos envolvendo C. parapsilosis resistentes a triazóis tem sido descritos no Brasil, além do aumento da ocorrência de C. glabrata e C. krusei, espécies de menor sensibilidade e com resistência intrínseca ao FLC. Assim, o desenvolvimento de protocolos e programas de gestão de utilização de antifúngicos são medidas essenciais para a prática assistencial adequada e prevenção da resistência. Tais estratégias demandam a capacitação dos centros para o diagnóstico rápido e identificação do agente etiológico, testes de sensibilidade aos antifúngicos (TSA), monitoramento da eficácia terapêutica e intervenção clínica. Portanto, é essencial a utilização de TSA, principalmente em ambiente hospitalar, para a promoção da vigilância epidemiológica e da resistência. A despeito da importância das infecções hospitalares por Candida e da emergência de isolados resistentes, poucos centros médicos brasileiros estão capacitados a realizar TSA. Assim, o objetivo é implementar o TSA (BrCAST-EUCAST) em laboratórios de referência permitindo a criação de uma rede envolvendo laboratórios públicos e privados com o compromisso de: realizar vigilância de resistência de Candida aos antifúngicos, em isolados de episódios de candidemia, utilizando EUCAST como método referência; e padronizar o método de disco-difusão para testes de sensibilidade ao FLC no sentido de implementar uma alternativa compatível com a rotina de centros médicos do Brasil.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 10/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Lúcia Helena Faccioli

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação da resposta imune inata induzida pela peçonha de bothrops moojeni e suas frações proteica e lipídica
  • Acidentes por serpentes peçonhentas são um importante e negligenciado problema de saúde pública. No cenário global, entre os países que apresentam maior incidência de acidentes ofídicos, o Brasil encontra-se em 3o lugar, sendo os provocados pelas espécies do gênero Bothrops os com maior relevância epidemiológica. A serpente B. moojeni é a principal espécie em matas ciliares do cerrado e apresenta comportamento extremamente agressivo, sendo potencial alvo para estudos de importância clínica. Peçonhas de serpentes contêm centenas de moléculas com um amplo espectro de ações biológicas. Na peçonha botrópica, a porção proteica pode equivaler à cerca de 90% do peso seco, sendo o principal alvo de estudo, devido à grande variedade de ativos farmacológicos. Nosso grupo de pesquisa, de forma inédita, caracterizou o perfil de constituintes não proteicos, principalmente os de natureza lipídica, presentes na peçonha de B. moojeni e também demonstrou que os lipídios de peçonha de escorpião induzem liberação de citocinas. Apesar de funções de lipídios já serem bem estabelecidas em diversas patologias, no contexto da ação de peçonhas, o papel dessas moléculas ainda não foi investigado. Nossa hipótese é que as moléculas da fração não proteica, contribuem para ativação celular e a resposta imune inata no envenenamento por B. moojeni. Assim, nosso objetivo é investigar os mecanismos de ativação celular in vitro, e avaliar in vivo a resposta imune inata induzida pela peçonha bruta de B. moojeni, e suas frações proteicas e lipídicas. Esperamos assim, contribuir para o entendimento do papel dos lipídios de peçonha, no envenenamento por serpentes, visando otimizar tratamento clínico das vitimas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucia Maria Costa Monteiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • fortalecimento do cuidado às crianças com sequelas urológicas relacionadas à síndrome congênita associada ao vírus zika (scz)
  • Entre as sequelas relacionadas a SCZ está a bexiga neurogênica (BN), uma alteração grave no funcionamento da bexiga passível de tratamento, que quando é feito precocemente melhora o prognóstico da criança e reduz em até três vezes os riscos urodinâmicos que levam à lesão renal (Costa Monteiro, 2017). Pesquisa realizada em parceria FIOCRUZ/CAPES/CNPq/DECIT confirmou uma prevalência de 100% de bexiga neurogênica nos pacientes com SCZ avaliados (Costa Monteiro, 2018 e 2019). Cerca de 50% dos pacientes tratados já foram reavaliados, e estão respondendo ao tratamento, inclusive com regressão de alterações urológicas avançadas que estavam presentes antes de tratar. Duas parcerias na região nordeste, a mais afetada do país, permitiram expandir o alcance deste diagnóstico. As investigações realizadas nas coortes de Campina Grande/PB e de Macaíba/RN também confirmaram a sequela em todos, exceto um dos pacientes. O diagnóstico da BN é feito exclusivamente pela realização de um exame específico, a avaliação urodinâmica, que é essencial para confirmar se a sequela está presente ou não. No entanto, de acordo com as informações disponíveis, somente 7% do total de crianças com SCZ confirmadas no Brasil tiveram seu sistema urinário investigado. O que está ocorrendo com o sistema urinário dos outros 93% permanece uma incógnita, estes pacientes podem estar perdendo a janela de oportunidade de reverter sequelas urológicas e tendo negado o direito eticamente garantido de acesso aos benefícios gerados pelos resultados da pesquisa. O objetivo da pesquisa é avaliar e ampliar o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ nas redes de atenção com maior número de casos no Brasil, propondo melhorias na assistência a estas crianças para mitigar o impacto desta doença. Metodologia: O projeto se propõe a avaliar, através de uma coorte prospectiva de 3 anos, o cuidado urológico a crianças portadoras de SCZ e a capacitação de profissionais para este diagnóstico e acompanhamento. Para fortalecer a capacidade de vigilância, serão criados pontos focais em 6 estados: Rio de Janeiro (o ponto focal será a instituição executora), Paraíba e Rio Grande do Norte (os pontos focais serão as instituições colaboradoras) e mais três estados, que serão selecionados de acordo com o número de casos assistidos. Para selecionar as novas instituições e avaliar o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ nas redes de atenção do Brasil, serão investigados os dados de vigilância disponibilizados pelo Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, Rede Nacional de Especialistas em Zika e Doenças Correlatas (Renezika) e coordenadores de coortes. Para garantir apoio e sustentabilidade, serão organizadas reuniões de sensibilização com os secretários de saúde, gestores e coordenadores de coorte correspondentes, para apresentar os resultados e convidar para participação na pesquisa. Caso alguma instituição não aceite participar, será selecionada a segunda do estado em número de pacientes atendidos. Confirmada a participação da instituição, o cuidado urológico ao paciente será avaliado utilizando-se a ficha própria desenvolvida na fase anterior da pesquisa, que contem os principais sintomas, os indicadores de risco, os principais tratamentos e os critérios de avaliação de evolução, e os resultados serão armazenados em um banco de dados específico para o projeto. O público alvo serão as crianças portadoras de sequela neurológica associada ao Zika vírus por transmissão fetal, e os profissionais que as assistem no Brasil. Nos casos que se comprove que a investigação urológica não está sendo realizada, serão propostas: 1. Visita técnica para sensibilização de gestores e profissionais, incluindo os responsáveis pela assistência aos pacientes com SCZ e os especialistas com competência para a realização da avaliação urológica, se houver 2. Avaliação das demandas institucionais para promover o cuidado de pacientes com sequela urológica. 3. Cursos de capacitação para o cuidado de pacientes com sequela urológica. 4. Oficinas de capacitação para a realização de técnicas para o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ 5. Oficina para avaliação de dados e produção de artigos Metas a serem atingidas: 1. Em 3 anos, duplicar o número serviços que cuidam dos pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ 2. Em 3 anos, ampliar, de 100 para 400, o número de pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ avaliados através do protocolo para avaliação de sequelas urológicas relacionadas a SCZ. 3. Estimular a formação de pontos focais e de uma rede nacional para aprimorar o conhecimento e a vigilância de casos de sequelas urológicas relacionadas a SCZ. 4. Em 3 anos, publicar 3 novos artigos científicos, em colaboração com as instituições parceiras, voltados a difundir o conhecimento e gerar evidências para a formulação de políticas públicas voltadas para a melhoria do cuidado à saúde desta população Os principais indicadores a serem usados para a avaliação do cumprimento das metas serão: 1. Número de serviços capacitados para cuidar (diagnosticar e tratar) de pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ 2. Número de pacientes avaliados através do protocolo para avaliação de sequelas urológicas relacionadas a SCZ 3. Prevalência nacional de sequela urológica em pacientes com SCZ 4. Rede nacional criada, contribuindo para aprimorar o conhecimento e a vigilância de casos de sequelas urológicas relacionadas a SCZ 5. Número de artigos científicos publicados
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 10/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Lúcia Maria de Assumpção Drummond

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • otimização de custos computacionais de aplicações de alto desempenho de bioinformática em nuvens de computadores
  • Aplicações de importância estratégica nacional, como empregadas na indústria de Petróleo e Gás, meteorologia e áreas de biodiversidade e saúde, dependem de Computação de Alto Desempenho (High Performance Computing - HPC) para fornecer resultados precisos rapidamente. Muitos problemas atuais dependem cada vez mais da manipulação de volumes de dados sem precedentes, o que torna a solução em tempo hábil cada vez mais desafiador e caro. Bem estabelecida na área de serviços distribuídos, oferecendo conjuntos pré-configurados de instâncias virtualizadas que podem ser facilmente provisionadas e dimensionadas dinamicamente sob demanda, a computação em nuvem se transforma continuamente, sendo uma alternativa mais barata do que centros de computadores convencionais. Ao compartilhar recursos, as nuvens oferecem aos usuários diversas vantagens em relação a uma infraestrutura dedicada, em particular, uma redução significativa de custos, acesso a hardware de última geração e nenhuma preocupação com manutenção. No entanto, apesar das vantagens, uma série de desafios ainda precisam ser enfrentados, incluindo: escolha e adaptação .de conjuntos apropriados de instâncias para maximizar desempenho; como tornar a execução da aplicação impermeável à interferência devido ao compartilhamento de recursos na nuvem. Este projeto visa aprimorar o gerenciamento de execução de aplicações HPC na nuvem. Usando aplicações de bioinformática como estudo de caso, o projeto foca em aspectos que impactam no desempenho e custo financeiro sem violar acordos de nível de serviço, incluindo: a adoção da elasticidade vertical de recursos para o uso eficiente e escalável de cada instância virtual(máquinas virtuais ou containers); o escalonamento dinâmico de tarefas da aplicação nas instâncias virtuais, e; robustez por meio de mecanismos de tolerância a falhas para lidar com falhas ou revogações de recursos de nuvem.A computação em nuvem mais eficiente beneficia provedores, usuários, sociedade e meio ambiente.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucia Maria Sá Antunes Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • projeto da paisagem: estratégias para ampliação e manutenção da biodiversidade urbana
  • Biodiversidade urbana diz respeito à riqueza e variedade dos seres vivos associadas aos espaços urbanos. O tema central da proposta situa-se no estudo da biodiversidade urbana considerando suas relações com o tecido urbano e social envolvente, uma vez que ações sobre a paisagem urbana são estratégicas para questões ambientais das cidades. Pretendemos aprofundar contribuições interdisciplinares em Paisagismo, Urbanismo, Biologia e Direito, a partir das interrelações entre processos de transformação da paisagem e biodiversidade urbana. A biodiversidade urbana é fundamental para a manutenção de serviços ecossistêmicos essenciais para a sobrevivência e bem-estar dos seres humanos nas cidades. Processos de urbanização e alterações de usos do solo representam um desafio à sua manutenção. Os objetivos desta proposta incluem estudos sobre possibilidades de inserção e expansão da biodiversidade urbana a partir de sua integração com dinâmicas urbanas e espaciais. É nos espaços abertos e a partir do projeto da paisagem que a biodiversidade está presente nas cidades. Pretendemos explorar conceitos interdisciplinares tais como paisagem multifuncional, conectividade, resiliência e infraestrutura verde como estratégias para o projeto da paisagem urbana, numa abordagem interescalar, com vistas a propor subsídios para políticas públicas que visem uma expansão e manutenção da biodiversidade nas cidades e sua envolvente metropolitana. Propomos uma rede de estudos sobre a biodiversidade urbana, apontando a importância da definição de locais e escalas nas cidades e seu entorno nas quais a biodiversidade pode ser acessada. Como objeto de estudo apresentamos cidades brasileiras situadas nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia, estudadas a partir de situações-tipo e articuladas em 4 eixos temáticos: espaços abertos urbanos, vegetação, águas urbanas e agricultura urbana, discutidas em seminários e workshops desenvolvidos pela rede de pesquisa.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luciana Azevedo

Outra

Biomedicina
  • da natureza para saúde pública: extração simultânea de peptídeos e fenolicos bioativos das folhas de jabuticabeira como nutraceuticos frente à síndrome metabólica
  • A síndrome metabólica (SM) é um conjunto de anormalidades que resultam em hipertensão, resistência à insulina, obesidade e dislipidemia e causam risco de doenças cardiovasculares e diabetes. É observada em 25% a 40% da população Brasileira e possui incidência crescente. O favorecimento da nutrição e alimentação saudável, de forma a evitar o estabelecimento da SM e também sua evolução, é ponto de interesse em saúde pública. Assim, objetiva-se avaliar os efeitos dos ingredientes hidrolisado protéico (HPFJ) e extrato fenólico (EFFJ), obtidos em sistema de biorefinaria de extração simultânea de folhas da jaboticabeira, sobre o desenvolvimento e também reversão da SM. Esses produtos serão quimicamente analisados por espectrômetro de massa (UPLC). Para a produção do HPFJ, serão caracterizados os peptídeos e aminoácidos, por SDS page e HPLC. Os produtos PHFJ, EFFJ e as suas formas digeridas in vitro (PHFJD, EFFJD) serão avaliados em cultura de células quanto a atividade inflamatória, antioxidante e capacidade absortiva, pelo modelo de CACO2 monolayer. As frações PHFJ e EFFJ serão testadas em ratos pré e pós indução da SM, por redução de ninhada. O primeiro grupo de animais será tratado a fim de prevenir o desenvolvimento da SM e o segundo visando a reversão de parâmetros da SM, após esta estar instalada. Em ambos os grupos avaliaremos a resistência insulínica, adiposidade, pressão arterial invasiva, termogênese e modulação da microbiota intestinal e efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. Todo o conjunto de experimentos propostos permitirá avaliar de forma detalhada os efeitos dos nutracêuticos citados, tanto na prevenção quanto na evolução da SM, permitindo o entendimento de eventuais mecanismos moleculares associados. Por fim, essa pesquisa será embasada no uso de uma planta nativa brasileira como fonte de polifenóis e proteínas, atendendo a demanda de órgãos governamentais sobre a disponibilização de alimentos que contribuam para a promoção da saúde pública.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luciana Bertoldi Nucci

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • impacto de política fiscal para bebidas adoçadas na redução da carga global de doenças, mortes evitáveis e custos de saúde no brasil
  • Evidências recentes apontam relação entre consumo de bebidas adoçadas e maior risco de ocorrência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), principais causas de morbimortalidade no Brasil e no mundo. Diversos países implementaram recentemente tributos sobre bebidas adoçadas, verificando efeitos consistentes sobre consumo, prevalência de obesidade e suas complicações, sendo considerada uma política de saúde pública bem-sucedida. Outros países são potenciais candidatos à criação de tributos específicos, devido ao consumo elevado de bebidas adoçadas e à tendência de aumento da prevalência de obesidade, como no caso do Brasil, porém, há necessidade de avaliação dos impactos dos tributos sobre carga global de doenças, custos em saúde e mortes evitáveis. Assim, a presente proposta pretende avaliar impactos de política fiscal para bebidas adoçadas na redução de adoecimento, mortes evitáveis e custos de saúde. A partir de um modelo econômico-epidemiológico baseado em avaliação ex ante de políticas públicas, serão estimados efeitos da tributação sobre carga global de doenças, mortes evitáveis por diversas doenças crônicas e custos de saúde relacionados aos atendimentos dos pacientes e às perdas produtivas decorrentes do adoecimento, comparando-se cenário atual com potencial cenário futuro após implementação da política fiscal. A estimativa do impacto de mudanças na exposição aos fatores de risco (consumo de bebidas adoçadas) em nível populacional em termos de mortalidade por DCNT será baseada no modelo PRIME (Preventable Risk Integrated ModEl). A avaliação econômica dos efeitos sobre custos do sistema de saúde será realizada por meio de cálculo da fração atribuível, aplicando-se aos custos no setor público e desembolsos no setor privado, assim como por meio de estimativa de perdas produtivas relacionadas às morbidades, a partir de metodologia top-down. As estimativas de carga global de doença serão feitas a partir da fração de impacto populacional (FIP).
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025