Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Paula Moreira Barboza

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • implementação da técnica de microscopia de varredura por sonda no estudo de nano e biomateriais no departamento de física da ufop
  • Este projeto visa implantar a técnica de Microscopia de Varredura por Sonda (SPM) no Departamento de Física da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). A proposta consiste em montar a parte destinada a preparação de amostras das futuras instalações do Laboratório de SPM do Defis-UFOP. Por se tratar de um laboratório multiusuário, acredita-se que este será um importante passo no sentido de divulgar a técnica, desenvolver novas metodologias de preparação de amostras, além dos cuidados a ela relacionados. Colaborações teóricas e experimentais serão utilizadas no desenvolvimento dos projetos que envolvem nano e biomateriais. As atividades vão desde a caracterização eletromecânica de materiais bidimensionais à utilização do SPM como ferramenta auxiliar para o diagnóstico de câncer.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Moreira Rovedder

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • valorizar a biodiversidade é valorizar a humanidade: tecnologias sociais para valorização da biodiversidade e do componente humano do corredor ecológico da quarta colônia
  • Os corredores ecológicos podem reverter a realidade de espaços protegidos que não consideram as comunidades locais em sua gestão, tornando-se um espaço de continuidade natural e social, para benefício coletivo. Assim, é indiscutível a importância de desenvolver ações com as comunidades desses territórios e entorno, para que sejam fortalecidas e se envolvam na conservação e valorização da biodiversidade. Na região central do Rio Grande do Sul, o Corredor Ecológico da Quarta Colônia é considerado área piloto da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (LINO et al, 2009, INSTITUTO CURICACA, 2016). O Parque Estadual da Quarta Colônia (PEQC) está inserido no Corredor e é considerado a principal área de conservação da floresta estacional no RS, fitofisionomia mais suprimida no processo de colonização. A partir de 2010, iniciamos pesquisa-ação junto ao Corredor Ecológica da Quarta Colônia, desenvolvendo ações de pesquisa, educação ambiental, adequação ambiental, resgate dos saberes tradicionais e valorização de espécies vegetais nativas e seus usos múltiplos (FELKER et al., HUMMEL et al., 2014; ROVEDDER, et al. 2016; ROVEDDER et al., 2018). Nessa caminhada, desenvolvemos oficinas, dias de campo, seminários, entre outras ações junto à comunidade do Corredor Ecológico. Os trabalhos com saberes tradicionais evoluíram para produção de mudas para fins medicinais, com insumos ecológicos (PECCATTI et al., no prelo), elaboração de um protótipo de desidratador de biomassa vegetal por aquecimento solar adaptado para a pequena propriedade rural (SILVA et al, 2018, no prelo), etc. A presente proposta visa o fortalecimento da relação desenvolvida, desde 2010, junto à comunidade regional, às comunidades do Corredor Ecológico da Quarta Colônia e a continuidade, aperfeiçoamento e expansão das tecnologias sociais desenvolvidas e testadas. A proposta abrange as comunidades do Corredor Ecológico da Quarta Colônia, municípios de Agudo e Faxinal do Soturno, inseridos no Programa de territórios Prioritários. A abordagem participativa permeia as diferentes etapas, iniciando com a elaboração de arranjos de SAF’s e estratégias de restauração. A implantação das estratégias será feita via mutirões comunitários. As ações educacionais e de capacitação serão voltadas ao resgate do conhecimento tradicional, valorização da sociobiodiversidade, capacitação de jovens e adultos e educação ambiental para crianças e adolescentes, além da discussão de como se inserir nos programas voltados ao potencial turístico da região. Para tanto está previsto um processo de pesquisa-ação, elencando demandas comunitárias dentro do escopo do projeto, pelo qual se poderá identificar espécies da biodiversidade, evoluir o conhecimento de usos múltiplos daquelas espécies previamente elencadas (PIAZZA, 2015, ROVEDDER et al, 2016), elaborar arranjos agroflorestais, além de estratégias de restauração e proteção de nascentes e matas ciliares. Dessa forma, o presente projeto visa o fortalecimento das relações estabelecidas com a comunidade em projetos anteriores. Entre os anos de 2013 e 2014, nós realizamos pesquisas com 115 famílias rurais da zona de amortecimento do PEQC, com entrevistas semiestruturadas abordando temáticas ambientais (HUMMEL, 2015) e de resgate do conhecimento tradicional (PIAZZA, 2015). A interação entre imigração europeia, característica do Corredor Ecológico da Quarta Colônia e o período de contato com as comunidades caboclas e grupos indígenas nômades que atravessavam a região, permitiu a transmissão de conhecimentos sobre espécies e formas de uso (PIAZZA, 2015). Por outro lado, a modernização agrícola, a inserção no mercado de comodities e a urbanização trouxeram impactos substanciais à região, como a supressão da cobertura vegetal nativa (principalmente a mata ciliar do Rio Jacuí), assoreamento dos recursos hídricos e invasão biológica por espécies exóticas e aumento do êxodo rural. A partir das parcerias já estabelecidas, nós iremos aplicar diagnóstico social, econômico e de percepção ambiental. Esse último item considerará a percepção das necessidades de adequação ambiental das propriedades rurais, sua inserção no CAR, e como se reconhecem como moradores do Corredor Ecológico da Quarta Colônia. A partir dos dados coletados, serão feitas oficinas com a comunidade, estendendo o convite para demais produtores do município que não se inseriram nas ações anteriores. O objetivo das oficinas será delinear a continuidade do resgate de saberes tradicionais e sua aplicação no dia-a-dia da propriedade e cotidiano laboral (a maioria das famílias produzem tabaco, que requer diversas aplicações de agrotóxicos por safra. Nas ações realizadas entre 2010 e 2014, registramos o uso de espécies nativas no momento imediato após aplicação de pesticidas. Segundo os agricultores, essas espécies agiam como “desintoxicantes” (PIAZZA, 2015; ROVEDDER et al., 2016)). A inserção das tecnologias de produção ecológica, boas práticas para extração e conservação de espécies nativas, desenvolvidas entre 2014 e 2017, serão expandidas, fortalecendo a valorização da biodiversidade e a diversificação em arranjos produtivos. Para tanto, serão elaborados, de forma participativa, arranjos de sistemas agroflorestais e manejo adaptativo para esses. A inserção de renda está contemplada no fortalecimento da cadeia de produção de plantas medicinais, mediante capacitação, expansão e melhorias nas etapas de secagem e embalagem e na implantação e diversificação de sistemas agroflorestais, gerando renda ao mesmo tempo que elevam os níveis de segurança alimentar das famílias rurais.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 01/12/2018-30/11/2020
Foto de perfil

Ana Paula Moreno Pinho

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • inovação gerencial, gestão de pessoas e vínculo organizacional na perspectiva de gestores e trabalhadores
  • Inovação e gestão de pessoas revelam ligações na medida em que os recursos humanos, acompanhando a complexidade e dinamicidade do ambiente, buscam estabelecer modelos de gestão onde os indivíduos sejam estimulados a aprimorar conhecimentos, habilidades e atitudes na busca de soluções inovadoras para os problemas da organização. Assim, as políticas de recursos humanos podem fomentar inovações quando direcionam esforços para ações ligadas à delegação de responsabilidade, comunicação interna, treinamento e recrutamento e retenção de trabalhadores. Diante desse contexto, o vínculo de trabalhadores perante a sua organização pode se caracterizar de diferentes maneiras, revelando combinações que demonstram o nível e o tipo de comprometimento organizacional. O presente projeto se insere nessa temática e tem como objetivos geral: analisar as relações entre as inovações gerenciais e o contexto da gestão de pessoas, entre gestores de organizações brasileiras, bem como as possíveis implicações dessa relação perante a identificação e caracterização de perfis de comprometimento organizacional entre trabalhadores. Para atingir esse objetivo geral, serão desenvolvidos os seguintes objetivos específicos, a serem alcançados através de dois sub projetos: (i) Identificar a concepção de inovação gerencial e das práticas inovadoras na perspectiva de gestores brasileiros; (ii) Identificar as práticas gerenciais inovadoras desenvolvidas por gestores brasileiros, a partir das suas experiências; (iii) Compreender a percepção de gestores sobre a representação da gestão de pessoas na organização; (iv) Caracterizar as inovações gerenciais e suas possíveis relações com a atuação da gestão de pessoas; (v) Analisar como as ações de gestão de pessoas podem fomentar inovações gerenciais; (vi) Analisar, a partir das cognições gerenciais, as percepções entre um ambiente inovador e a ocorrência de diferentes perfis de vínculo organizacional dos trabalhadores; (vii) Caracterizar diferentes perfis de vínculo organizacional do tipo comprometimento a partir das bases afetiva, normativa e de continuação em uma amostra de trabalhadores brasileiros; (viii) Identificar as possíveis relações entre práticas gerenciais inovadoras e diferentes perfis de comprometimento de trabalhadores, pertencentes a organizações que, por ventura, inovam nas suas práticas gerenciais; (ix) Comparar perfis de vínculos de comprometimento organizacional entre grupos de trabalhadores pertencentes a organizações que inovam ou não em suas práticas gerenciais. O estudo pretende abranger uma pesquisa com a estratégia metodológica qualitativa e um levantamento com estratégia de coleta e análise de dados quantitativos, sendo a coleta de dados a ser realizada por email e presencialmente. Para tanto, serão utilizados os seguintes procedimentos, respectivamente: aplicação de roteiro de entrevista, transcrição e utilização da análise de conteúdo; aplicação de questionário estruturado com dados demográficos e ocupacionais contendo as seguintes escalas: 1) comprometimento organizacional, no modelo tridimensional, validada no Brasil por Pinho e Bastos (2014); e 2) práticas gerenciais inovadoras, validada por Janissek et al. (2017). Será utilizada a análise de cluster através do método Ward; para testar a associação entre os padrões de combinações e as variáveis de caracterização da amostra (dados pessoais dos trabalhadores), análises de contingência (subprograma crosstabs), com uso posterior do teste qui-quadrado. Também serão utilizados o teste t de Student (para as variáveis com dois grupos categóricos) e a análise de variância – ANOVA (para variáveis com mais de dois grupos categóricos). As médias para as análises das variáveis do estudo e dos padrões de combinações entre as mesmas, por tipo de empresa, serão comparadas a partir da análise de variância – ANOVA e das correlações de Pearson. Os dados de correlações de Pearson possibilitaram a identificação das associações consideradas significativas entre as práticas gerenciais e o tipo de vínculo de comprometimento. Para a obtenção de possíveis modelos explicativos será utilizado o procedimento de regressão pelo método enter. A amostra será composta de trabalhadores pertencentes a diferentes organizações localizadas em três cidades do Brasil – Salvador, Fortaleza e Maranhão – e será não-probabilística.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Motta Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • territórios e violências: realidade comparada dos adolescentes mortos em porto alegre, recife e aracaju
  • Este projeto de pesquisa busca realizar um estudo comparado entre a realidade das situações de violências envolvendo adolescentes nas cidades de Porto Alegre, Recife e Aracaju, especialmente no que se refere às mortes violentas da juventude de 12 a 29 anos a partir de 2015, de modo a constituir-se como um diagnóstico dessas realidades, instrumento necessário ao desenvolvimento de estratégias voltadas à qualificação de políticas públicas de prevenção do fenômeno. Apresenta-se como uma ampliação de projeto de pesquisa em andamento que vem estudando a realidade de Porto Alegre sobre a temática da mortalidade juvenil, o qual integra projeto de pesquisa mais abrangente aprovado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, cujo título é "Observatório de Adolescentes Envolvidos com Violência: Violações x Efetividade de Direitos Humanos". Nesse sentido, este estudo visa responder às seguintes questões: Quais são os territórios de morte de adolescentes em Porto Alegre, Recife e Aracaju? Qual é o perfil do adolescente que morreu por causas violentas nas cidades de Porto Alegre, Recife e Aracaju a partir de 2015? Para tanto, vale-se de métodos de pesquisa quantitativa, sobretudo a partir de dados a serem obtidos junto às Prefeituras de cada uma das cidades.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Oliveira Nogueira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • desenvolvimento e validação de técnicas de inteligência artificial para seleção de genótipos de soja resistentes à ferrugem asiática por fenotipagem por imagem
  • O melhoramento genético é um dos pilares para o agronegócio da soja no Brasil, impactando no cenário social e econômico. A obtenção de cultivares resistentes às doenças estão entre os principais objetivos de melhoramento da espécie, dentre as quais destacam-se a ferrugem asiática, dado o potencial de dano às lavouras e os prejuízos em nível econômico e ambiental. O desenvolvimento de cultivares resistentes à doença depende da capacidade de diagnóstico do melhorista. Então, os métodos para avaliação dos níveis de resistência são fundamentais durante o processo seletivo. Atualmente, a detecção de indivíduos resistentes é feita pela fenotipagem visual, ou seja, o melhorista verifica os sintomas visualmente e seleciona os indivíduos superiores. Mas, esta abordagem tem algumas questões a serem resolvidas: a consistência, confiabilidade e também reprodutibilidade. Neste contexto, a presente proposta objetiva desenvolver um método que utiliza Inteligência Artificial (IA), mais especificamente, Aprendizado de Máquinas, para a identificação e avaliação da severidade da ferrugem asiática visando a seleção de genótipos de soja com resistência à doença e ainda caracteres agronômicos superiores. O grande individualizador desta proposta é a forma de obtenção da imagem para o treinamento dos algoritmos, que será feita com base em três fontes principais: fotos de um smartphone, de uma câmera fotográfica e de uma câmera térmica. Além disso, as imagens serão pré-processadas de forma a destacar aspectos relevantes nas nervuras, coloração e temperatura da folha ao longo da infecção. Esta abordagem permitirá identificar padrões que não são detectáveis pelo olho humano e tornará todo o processo de melhoramento mais rápido e com menor custo.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Paes de Paula

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a afetividade ético-política e os processos democráticos e participativos nas organizações
  • O problema de pesquisa a ser abordado é como a afetividade ético-política influencia os processos democráticos e participativos nas organizações, tendo como objeto teórico esse conceito enquanto elemento que dinamiza a intersubjetividade e a alteridade, buscando, em Brandão (2012), em Habermas (2012a; 2012b) e nos aportes da psicanálise, subsídios para aprimorar a ação comunicativa. O objetivo geral da pesquisa é consolidar aportes teóricos e metodológicos sobre a influência da afetividade ético-política nos processos democráticos e participativos nas organizações. Os objetivos específicos são: desenvolver o conceito de afetividade ético-política proposto por Brandão (2012) por meio de aportes habermasianos e psicanalíticos, explorando possibilidades metodológicas para abordar o fenômeno das práticas participativas nas organizações; investigar como os afetos (amor, ódio e apatia) influenciam fenômenos políticos no Brasil contemporâneo, repercutindo nos processos democráticos e participativos na organizações, bem como na constituição de sujeitos políticos e coletivos; desenvolver a proposição teórica de um inconsciente político, fundado na cultura, na história e nos afetos, que engendra os fenômenos políticos nacionais nas organizações; disseminar o conhecimento produzido por meio de participações em eventos científicos, além da produção de artigos e de um livro sobre a temática. Do ponto de vista metodológico, a pesquisa proposta tem cunho eminentemente teórico, pois se dedica à reconstrução de teorias, conceitos e ideias, bem como quadros de referências e condições explicativas da realidade, buscando rigor conceitual, análises acuradas e argumentação diversificada. Para isso nos basearemos em exploração bibliográfica, realizando uma inter-relação dos conceitos a serem abordados (afetividade ético-política, ação comunicativa, intersubjetividade, alteridade, processos psíquicos conscientes e inconscientes), investigando principalmente os pensamentos de autores que exploram os mesmos. Considerando o avanço de movimentos e organizações conservadores no Brasil contemporâneo, que acirrou posições passionais, bem como a atual passividade dos cidadãos perante as propostas governistas, após as jornadas de 2013, a pesquisadora também poderá fazer uso de fontes documentais e secundárias publicadas entre 2013 e 2020, como reportagens, livros, blogs, páginas da internet e outras produções recentes, a serem investigadas, para exemplificar situações de amor, ódio e apatia, bem como outros processos sociais e psíquicos pertinentes. Esse trabalho com os dados será subsidiado por análise de conteúdo, por meio de processos de codificação e categorização de unidades temáticas identificadas no material coletado, sendo que o software Atlas.ti, destinado a análise de dados qualitativos, pode ser utilizado durante esse trabalho. O projeto, que terá duração de 36 meses, com início previsto em março de 2019, tem em vista os seguintes resultados, voltados para a investigação proposta, que compõem o plano de trabalho: três seminários de pesquisa sobre o andamento do projeto e os resultados obtidos abertos à participação dos docentes e pós-graduandos, um a cada ano do projeto; submissão de três artigos sobre a pesquisa em periódicos Qualis A1 ou A2; participação em três eventos científicos da área em grupos temáticos afins ao projeto; condução do Observatório de Práticas Participativas na Gestão Pública, residente no site do Núcleo de Pesquisa em Participação e Subjetividade (NEPS), bem como desenvolvimento de outras atividades do NEPS, uma vez que estas dialogam com o projeto; formação de Recursos Humanos (Mestrados, Doutorados, ICs e Monografias) de acordo com a captação de discentes e conclusão de trabalhos; relatório técnico a ser apresentado ao CNPQ no final do projeto de pesquisa; elaboração de uma proposta de livro baseada no projeto a ser submetido a uma editora no término do projeto de pesquisa.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Perini

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • determinação das doses de radiação em pacientes pediátricos em procedimentos diagnósticos de tomografia computadorizada
  • A radiação ionizante é muito utilizada em procedimentos diagnósticos, sendo a tomografia computadorizada (TC) a técnica responsável pelas doses de radiação mais elevadas. Devido ao beneficio clínico, procedimentos como TC estão se tornando cada vez mais comuns na comunidade médica. Apesar dos benefícios, o uso de radiação ionizante pode ocasionar problemas para a saúde dos indivíduos expostos. Isso pode ser ainda mais grave quando os indivíduos expostos são jovens, pois eles têm uma expectativa de vida longa para manifestar os efeitos da radiação. Até o presente momento, ainda existem poucos estudos relatando as doses associadas aos exames de TC para pacientes pediátricos. Os estudos existentes ainda são muito limitados, e fazem uso de objetos simuladores virtuais muito simplificados, que se baseiam em modelos matemáticos. Neste sentido, neste projeto, pretende-se propor o uso de duas metodologias: experimentos, com o uso de câmaras de ionização, e simulação de Monte Carlo para determinar a dose em pacientes pediátricos. A parte experimental consistirá na utilização de uma câmara de ionização tipo lápis acoplada a um eletrômetro para medições de dose. A parte de simulação consistirá na utilização do código de Monte Carlo MCNP e também de objetos simuladores virtuais pediátricos em estrutura de voxels, desenvolvidos por pesquisadores da UFPE. Por meio da validação dos objetos simuladores virtuais, feita com a comparação com os valores experimentais, as doses nos diferentes órgãos e tecidos poderá ser determinada de uma forma criteriosa e confiável.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Pires dos Santos

Ciências da Saúde

Odontologia
  • núcleo uerj de odontologia baseada em evidência: produção de conhecimento e divulgação científica
  • Várias barreiras dificultam a prática clínica baseada em evidência científica. Em geral, as informações científicas encontram-se espalhadas em publicações especializadas às quais os profissionais de saúde não têm fácil acesso e/ou estão disponíveis em livros e diretrizes clínicas que, frequentemente, encontram-se desatualizados. Além disso, poucos profissionais possuem treinamento adequado para ler e avaliar criticamente estudos científicos. Revisões sistemáticas e meta-análises são recursos importantes para facilitar a prática odontológica baseada em evidência científica, uma vez que sumarizam e avaliam criticamente os resultados de estudos primários sobre um determinado tema e fornecem uma indicação da qualidade da evidência científica disponível. O presente projeto tem por objetivo promover a consolidação, na Faculdade de Odontologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FO-UERJ), de um núcleo de pesquisa em que participem discentes e docentes de diversas especialidades, voltado para a produção de revisões sistemáticas e meta-análises e para a difusão de conhecimento tanto para profissionais de saúde como para a população em geral.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Rebellato

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • avaliação mineral em alimentos ultraprocessados e estimativa da bioacessibilidade
  • Atualmente, o consumo de alimentos processados tem aumentado constantemente, principalmente pela falta de tempo do consumidor em preparar sua própria refeição. No entanto, somente através de uma alimentação adequada ocorre a obtenção dos nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Os minerais estão presentes nos alimentos e são fundamentais no desenvolvimento das funções metabólicas, como oxigenação celular, mineralização óssea, síntese proteica e hormonal, transmissão de impulsos nervosos, entre outras. Porém, a carência destes nutrientes podem acarretar anemia ferropriva, perda de memória, ossos fracos, retardo de crescimento, entre outras. Portanto, a ingestão de alimentos que ajudem a suprir as necessidade destes nutrientes, são de grande importância. O consumo de carnes in natura, tanto suína quanto bovina, são considerados boa fonte de nutrientes e minerais, como ferro (Fe), cálcio (Ca), zinco (Zn) e magnésio (Mg). No entanto, alimentos ultraprocessados, como frios e embutidos, são amplamente consumidos. Dados relatam que estes alimentos estão presente em aproximadamente 70% dos lares brasileiros e registros apontam crescimento no consumo. Nesse contexto, o projeto de pesquisa visa avaliar o teor dos minerais (ferro, cálcio, potássio, zinco e magnésio) em amostras comerciais de linguiças, salsichas, presuntos e hambúrguer. Além disso, avaliar a bioacessibilidade destes minerais, com exceção do potássio, através do ensaio de diálise, a fim de estimar a quantidade disponível destes minerais que poderão ser aproveitados pelo organismo humano, quando consumidos. Para tanto, as amostras serão mineralizadas em bloco digestor por via úmida e posterior determinação dos minerais, total e dialisado, por Espectrometria de Absorção Atômica com chama. Os dados obtidos poderão contribuir com informações relevantes sobre a composição Fe, Ca, Zn, K e Mg e disponibilidade de Fe, Ca, Zn e Mg, quando alimentos (linguiça, presunto, salsicha e hambúrguer) são consumidos.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Ribeiro Rodrigues

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • aperfeiçoamento do processo de criopreservação do tecido ovariano ovino pela utilização de agentes antioxidantes na solução de vitrificação visando a restauração da função ovariana através de xenotransplante.
  • Como mencionado no item 1.5. Metas atingidas na proposta anterior, a vigência da proposta intitulada “Análise das interações intercelulares (Conexinas 37 e 43) para o desenvolvimento de folículos pré-antrais ovinos cultivados in vitro após vitrificação” é de 30/11/2013 a 30/11/2016, devendo destacar que todas as metas já foram devidamente alcançadas, ressaltando-se: 1) a formação de um mestre pelo PPGCV; 2) publicação de um artigo técnico científico em periódico internacional (Theriogenology, Sampaio et al., 2016); 3) publicação de artigo de revisão em periódico nacional (Reprodução e Climatério, Lima et al., 2016) e a atuação efetiva como Co-orientador de Dissertação de um bolsista PDJ/CNPq. Considerando o êxito na execução do projeto, e a utilização de todo o recurso liberado pelo CNPq, a proponente irá solicitar alteração da vigência para 31 de julho de 2016. Outro aspecto de extrema relevância para o início imediato de um novo experimento envolvendo a vitrificação de tecido ovariano (TO) ovino trata do resultado de dois projetos, recentemente concluídos pela equipe. O primeiro envolve o aperfeiçoamento do dispositivo (ovarian tissue cryosystem - OTC) para a vitrificação do TO caprino, desenvolvido por nossa equipe, o qual resultou na manutenção da morfologia e sobrevivência folicular. Além disso, esse projeto envolveu o xenotransplante do ovário de cabra vitrificado, resultando na neovascularização e sobrevivência do TO, trinta dias após o enxerto. Desta forma, o novo OTC será utilizado para a vitrificação do TO de ovelha, seguido também pelo xenotransplante. O segundo projeto foi executado com a espécie ovina, no qual folículos pré-antrais (secundários) foram recuperados e cultivados in vitro por até 18 dias após a vitrificação do TO. Apesar de termos obtido desenvolvimento e crescimento folicular, a taxa de maturação foi nula. Apesar disso, nós ainda admitimos que o protocolo de vitrificação ainda deve ser otimizado antes mesmo de estabelecermos um sistema ideal para o cultivo in vitro de folículos pré-antrais oriundos do tecido ovariano ovinos, previamente vitrificado. A criopreservação de folículos pré-antrais inclusos no TO representa uma excelente estratégia para a preservação do potencial reprodutivo de mulheres jovens submetidas a tratamentos contra o câncer. Após a remissão da doença, essas mulheres podem receber o enxerto do TO criopreservado e restaurar a competência reprodutiva e endócrina. De acordo com a literatura, a grande maioria dos estudos nessa área envolve a criopreservação por congelação lenta, porém esse método leva à formação intracelular de gelo (FIG), principal causa de crioinjúrias. Com a finalidade de anular ou minimizar os danos causados pela FIG, a vitrificação tem sido utilizada como método alternativo. Na literatura já existem três relatos (um em ovinos e dois em humanos) de nascimento após o transplante de TO vitrificado. No entanto, os protocolos de vitrificação ainda necessitam ser aperfeiçoados. Dentro dessa perspectiva, um dos fatores bastante preocupantes é a geração de espécies reativas de oxigênio (ROS), comum durante a criopreservação e responsável por alterações na localização e função mitocondrial e, consequentemente apoptose. Portanto, o objetivo principal desse estudo será testar diferentes concentrações de dois agentes antioxidantes (alfa lipólico - ALA e catalase -CAT) e, adaptar o OTC para a vitrificação do TO ovino visando a restauração da função endócrina e ovariana após criopreservação e transplante. O projeto será executado em duas fases, I: Otimização do protocolo de vitrificação do tecido ovariano ovino utilizando o OTC e adição de agentes antioxidantes e II: Xenotransplante e cultivo in vitro do tecido ovariano ovino após vitrificação. Na Fase I, para avaliar os efeitos dos antioxidantes na solução de vitrificação sobre o TO, cinco pares de ovários serão divididos em 9 fragmentos, correspondendo a 9 tratamentos (fragmento fresco ou não vitrificado e imediatamente fixado - Controle Fresco– CTRF ou Incubado – CTRI ou apenas vitrificado sem antioxidantes – CTRV; vitrificados na presença de catalase (CAT) nas concentrações de 10 (CAT10), 20 (CAT20) ou 40 (CAT40) UI ou ainda na presença de ALA nas concentrações de 25 (ALA25), 50 (ALA50) ou 100 (ALA100) µM (Figura 3). Após a vitrificação o TO será incubado por 24 h e fixado em paraformaldeído 4%. Os fragmentos frescos, bem como os vitrificados serão analisados quanto à morfologia folicular, distribuição e função mitocondrial, níveis de ROS e apoptose e cada tratamento será repetido 5 vezes. Brevemente, os fragmentos serão expostos às soluções de vitrificação 1 (10% de SFB, 0,25 M de sacarose, 10% de etilenoglicol e 10% de dimetilsulfóxido – 4 min) e 2 (composição semelhante à primeira, exceto pelas concentrações de EG - 20% e DMSO - 20%). Na Fase II, para o xenotransplante, inicialmente o OT ovino será vitrificado no melhor tratamento definido na Fase I. Para isso, três fragmentos frescos serão imediatamente destinados às análises histológicas (n=1), de imunohistoquímica (n=1) e qPCR (n=1). Outros fragmentos serão divididos em dois grupos: vitrificados ou não-vitrificados, seguidos de xenotransplante ou cultivo in vitro do tecido ovariano (Figura 4). Ao final do experimento, os fragmentos serão fixados e analisados quanto à localização e expressão do fator derivado de células do estroma 1α (SDF-1α); do fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF); do hormônio anti-müleriano (AMH); marcadores de proliferação celular (fosfohistona H3 -PPH3 e Ki67); morfologia, viabilidade e crescimento folicular, bem como produção de estradiol, progesterona e AMH no meio de cultivo. Os dados serão submetidos ao pacote estatístico SAS, e de acordo com o comportamento dos mesmos os testes serão escolhidos, sendo as diferenças consideradas estatisticamente significativas quando P<0,05.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Sampaio Caldeira

Ciências Humanas

História
  • intelectuais, instituições e práticas historiográficas. a escrita da história nacional no brasil e na argentina nas últimas décadas do século xix.
  • Nossa pesquisa pretende analisar as conexões estabelecidas entre intelectuais e instituições brasileiras e estrangeiras envolvidas em um projeto de escrita da história nacional na segunda metade do século XIX. O objetivo principal é ressaltar as relações que os letrados brasileiros das últimas décadas do Oitocentos mantiveram com intelectuais de outros países, tanto na Europa, quanto na América Latina, num movimento que envolvia a modernização das instituições de saberes de cada país e o intercâmbio documentos e informações entre esses agentes e os espaços em que atuavam. Partiremos, em princípio, das trajetórias de três intelectuais, que servirão para conduzir a pesquisa, embora consideremos a possibilidade de ampliar a proposta, incorporando a ele novos agentes e instituições. O primeiro dos intelectuais selecionados é Benjamin Franklin Ramiz Galvão, que esteve à frente da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro (BN) entre 1870 e 1882, colocando em prática um plano de modernização daquela instituição e sintonizando-a com as demandas historiográficas da época. Projetos como a “Exposição de História e Geografia do Brasil” e os “Anais da Biblioteca Nacional” são, além de marcos de sua gestão como diretor da BN, exemplos do esforço para fazer da instituição um espaço também preocupado com a construção de uma memória nacional. Como diretor da BN, Galvão teve a oportunidade de viajar a outros países e manteve contato com livreiros, escritores, políticos, historiadores e bibliotecários de várias regiões, dentre os quais Ferdinand Denis – administrador da Bibliothèque de Sainte-Geneviève e figura notória pelas suas relações com o ambiente letrado brasileiro – e Vicente Quesada – que dirigiu a Biblioteca Nacional Argentina também em um momento de reformulação daquela instituição. Nossa proposta reside justamente em explorar a relação que Ramiz manteve com esses dois intelectuais, um francês e um argentino, com o objetivo de traçar um painel mais complexo do ambiente intelectual no Brasil do Oitocentos, bem como analisar as interações das elites culturais brasileiras com as de outros países, tanto na Europa quanto na América Latina. Nossa pesquisa tem ainda uma segunda pretensão, que é pensar o papel dos mediadores culturais no ambiente letrado brasileiro de fins do século XIX e sua importância como difusores de conhecimento e na articulação e desenvolvimento de projetos políticos, pedagógicos e historiográficos. A noção de mediação cultural, associada a outras (como as de sociabilidade intelectual e trajetória, por exemplo) nos parece bastante operacional para pensarmos agentes como Ramiz Galvão, Ferdinand Denis e Vicente Quesada, especialmente no que se refere ao tipo de ação que empreenderam nas instituições às quais estavam ligados. Essa categoria, aliás, nos permite estabelecer uma relação entre personagens e instituições culturais, pois, embora esses letrados tenham se dedicado a trabalhos de “criação”, como artigos e livros, atuaram fortemente como mediadores culturais: formando e organizando arquivos, divulgando e editando documentos, reformulando instituições e lidando diretamente com a produção de uma memória nacional.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Santana Coelho Almeida

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • modelos de inteligência artificial para predição de uso inadequado, reutilização e mortalidade entre usuários de serviços de pronto atendimento: instrumento para o planejamento da rede de atenção à saúde.
  • A organização nos serviços de saúde em rede guarda uma relação intrínseca com os objetivos da universalidade, equidade e integralidade. Nesse contexto, os serviços de urgência e emergência são fundamentais, funcionando com porta de entrada para o sistema. Entretanto, apresentam dificuldade para seu funcionamento, destacando-se a superlotação dos serviços, a qual pode ser explicada, em boa medida, pelo uso inadequado do serviço e reutilização frequente por parte de usuários. Apesar do conhecimento dessa situação, as informações sobre a temática são escassas no Brasil, especialmente relacionada ao acompanhamento longitudinal dos usuários. Assim, este projeto objetiva avaliar a performance preditiva de diferentes algoritmos de machine learning para estimar o uso inapropriado dos serviços de emergência, mortalidade e reutilização dos serviços de emergência. Para isso, será realizado um estudo no município de Vitória-ES com 1.285 usuários do Pronto Atendimento da Praia do Suá. Quantificar e predizer esses eventos pode auxiliar na elaboração de estratégias de priorização de casos, no direcionamento para adoção de manejo clínico mais ampliado nos indivíduos com maior risco de desenvolvimento desses desfechos, além de ser útil para a organização do sistema de saúde. Espera-se com este estudo contribuir para a adoção de inovações em saúde que possam melhorar a efetividade do sistema, otimização de recursos e prevenção de eventos adversos para a população.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Santiago de Falco

Engenharias

Engenharia Química
  • remoção de co2 e co de gases utilizando contactores de membranas de fibras ocas nanoestruturadas
  • Ambientes de submarinos são espaços confinados em que não há renovação natural do ar, por isso são degradados pela contaminação por gases, aerossóis e vapores químicos. Este trabalho tem como objetivo o estudo da absorção de CO2 e CO com contactores de membranas de fibras oca para a purificação de atmosferas de submarinos. Primeiramente, misturas gasosas serão preparadas com a finalidade de reproduzir condições equivalentes àquelas encontradas a bordo de submarinos. Também será selecionado um líquido absorvedor para ser utilizado no contactor, o qual desempenha papel crucial na transferência de massa. Em seguida, serão fabricadas membranas de PVDF nanoestruturadas que serão comparadas com membranas de fibras ocas comerciais. As membranas serão caracterizadas por Microscopia Eletrônica de Varredura e pela medição do ângulo de contato pelo método estático, o líquido absorvedor será caracterizado através de sua tensão superficial e a mistura gasosa terá sua composição medida por Cromatografia Gasosa. Além disso, será analisada a influência das condições operacionais nos contactores no processo de transferência de massa. Por fim, será possível selecionar a membrana mais eficiente na remoção de CO2 e CO da atmosfera de ambientes confinados de submarinos.
  • Instituto de Pesquisas da Marinha - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Santos de Melo Fiori

Tecnologias

Biodiversidade e Recursos Naturais
  • feira de ciências ambientais: estimulando o interesse e a criatividade dos estudantes do ensino médio
  • Marechal Deodoro é um município brasileiro do estado de Alagoas. Sendo sua primeira capital e é a cidade onde nasceu Manuel Deodoro da Fonseca, militar do exército Brasileiro com a patente de Marechal e posteriormente proclamador da República e primeiro presidente do Brasil. Também Conhecida também por seu potencial turístico, suas construções de valor histórico, igrejas, casas e outras edificações antigas. O município faz parte da Região Metropolitana de Maceió. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, está em torno de 51 364 habitantes, sendo a 11° (décima primeira) cidade mais populosa do estado . Assim como o litoral brasileiro, a zona costeira deodorense abriga uma diversidade vital e de alta relevância ambiental. É, portanto, constituída de diversos ecossistemas interdependentes e alternasse entre restingas, manguezais, remanescentes de Mata Atlântica, recifes de coral, praias (Prainha, Praia do Saco da Pedra e Praia do Francês), estuários e lagunas. Além de patrimônio natural, o município contribui significativamente para o desenvolvimento do estado sendo um dos que mais cresce economicamente e contribui com o PIB do estado . Apesar de tão rica e importante para o desenvolvimento do estado de Alagoas, o município de Marechal Deodoro apresenta vários pontos que conferem para elevado índice de vulnerabilidade (IDH = 0,642). enfatizando a necessidade de proposta que possam contribuir com o desenvolvimento social e tecnológico de sua população . Em agosto de 1995, O Campus Marechal Deodoro iniciou suas atividades na conhecida “Terra dos Marechais”, então como Unidade Descentralizada (Uned) da antiga Escola Técnica Federal, que em 1999 foi transformada em Cefet (Centro Federal de Educação Tecnológica). Em 2008, o governo federal transformou o Cefet na rede de Institutos Federais. Hoje, o IFAL - Campus Marechal Deodoro oferece os cursos técnicos integrados de Meio Ambiente e Guia de Turismo, além do curso técnicos na modalidade: Proeja. No mesmo ano, foram iniciadas a oferta do curso Tecnologia em Gestão Ambiental. Em 2014, a pós-graduação em Educação e Meio Ambiente, sendo em 2016 iniciada a primeira turma do Programa de Pós-Graduação strictu sensu, a nível mestrado em Tecnologias Ambientais. Aliando o perfil do munícipio, com as carreiras ofertadas pelo Instituto Federal de Alagoas, Campus Marechal Deodoro (IFAL – MD), este documento apresenta uma proposta para desenvolvimento de uma Feira de Ciências Ambientais, na esfera municipal, de forma a possibilitar despertar dos estudantes do ensino médio para as carreiras ambientais ofertadas pelo Instituto Federal de Alagoas, Campus Marechal Deodoro, além de desenvolver um pensamento crítico sobre os problemas ambientais da região onde o município está inserido, ampliados estes para uma a esfera global, buscando desta forma a formação de profissionais com pensamento crítico e preparados para buscar soluções que visem o desenvolvimento sustentável.
  • Instituto Federal de Alagoas - Matriz - AL - Brasil
  • 04/02/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Ana Paula Santos de Melo Fiori

Outra

Ciências Ambientais
  • feira de ciencias ambientais: estimulando o interesse e a criatividade dos estudantes do ensino médio
  • Apesar de tão rica e importante para o desenvolvimento do estado de Alagoas, o município de Marechal Deodoro apresenta vários pontos que conferem para grande índice de vulnerabilidade socioambiental. Tais fatos evidenciam a vulnerabilidade da população do município em questão e enfatiza a necessidade de proposta que possam contribuir com o desenvolvimento social e tecnológico da comunidade em questão. Desta forma, desenvolveu-se uma proposta para desenvolvimento de uma feira de ciências ambientais, na esfera municipal, de forma a possibilitar despertar dos estudantes do ensino médio para as carreiras ambientais ofertadas pelo Instituto Federal de Alagoas, Campus Marechal Deodoro existentes a serem inclusas nos próximos anos.
  • Instituto Federal de Alagoas - Matriz - AL - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Ana Paula Serrata Malfitano

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • as dimensões coletivas das ações em terapia ocupacional
  • Apresenta-se o projeto “As dimensões coletivas das ações em Terapia Ocupacional”, como decorrência da Bolsa de Pesquisa no Exterior, sob a mesma temática, em desenvolvimento em parceria com a Griffith University, Austrália. O projeto insere-se no campo de investigação da Terapia Ocupacional Social e decorre de projetos de pesquisa realizados anteriormente os quais apontam a dimensão de ações profissionais voltadas para coletivos como um campo que demanda maiores aprofundamentos e desenvolvimentos teóricos. Propõe-se estudar as bases epistemológicas da ação coletiva na intervenção em terapia ocupacional, tendo como objeto as experiências da terapia ocupacional social brasileira e de práticas na Austrália e no Canadá. Para tanto, são planejadas as seguintes etapas: a) realização de uma revisão bibliográfica; b) análise das experiências em Terapia Ocupacional Social desenvolvidas no Brasil; c) entrevistas com terapeutas ocupacionais na Austrália; d) entrevistas com terapeutas ocupacionais no Canadá, em ambos países com quem está envolvido em práticas comunitárias e sociais; e) levantamento de categorias analíticas. Espera-se contribuir com a discussão de ações profissionais voltadas para o cuidado coletivo, bem como aprofundar parcerias acadêmicas para a área de terapia ocupacional brasileira no âmbito internacional.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Silva de Azevedo dos Santos

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • efeito antiinflamatorio da preparação farmacêutica gel com mesocarpo de babaçu em modelo murino de granuloma subcutâneo
  • O babaçu é uma palmeira comum no nordeste brasileiro, principalmente no estado do Maranhão. O fruto do babaçu é composto de um mesocarpo utilizado pela população como antiinflamatório e cicatrizante. Vários trabalhos pre-clínicos mostram atividade biológica do mesocarpo de babaçu como antitrombótico, imunomodulador e em modelo de infecção e tumor, atividade anti-inflamatória e cicatrizante em modelo de ulcera gástrica. Entretanto, a molecula bioativa não foi identificada. O mesocarpo de babaçu apresenta uma constituição rica em polissacarídeos, um metabolito primário que tem demostrado atividade biológica. Um exemplo é o polissulfato de mucopolissacarideo (Hirudoid) registrado e comercializado como medicamento para tratamento de hematomas e inflamações cutâneas. Assim o presente trabalho propõe avaliar atividade antiinflamatória e cicatrizante do polissacarídeo isolado do mesocarpo de babaçu em uma formulação farmacêutica de gel utilizando o modelo de inflamação crônica por granuloma cutâneo e colaborar para a formação de um produto fitoterapico.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Paula Trovatti Uetanabaro

Ciências Agrárias

Agronomia
  • centro de pesquisa e cultivo de cogumelos comestíveis: casa de cogumelo
  • Os fungos comestíveis, popularmente conhecidos como cogumelos, são fontes ricas em nutrientes e compostos com propriedades medicinais. Além disso, têm a capacidade de crescer em resíduos lignocelulósicos resultantes do processamento da agroindústria. Entretanto, pouco ainda conhecemos sobre a nossa potencialidade de cogumelos comestíveis nos biomas brasileiros. Diante disso, a proposta desse projeto é de se estruturar um espaço na Universidade Estadual de Santa Cruz (Ihéus/BA) para o preparo de material e cultivo de cogumelos que já existam no mercado, e especialmente, verificar o potencial daqueles já isolados de biomas da Bahia e mantidos em Coleção de Culturas de Microrganismos da Bahia. Considerando o potencial agroindustrial da região de Ilhéus, será também avaliado o potencial de resíduo agroindustriais gerados na região, tais como a casca de cacau, suplementado com farelos diversos como substrato. Inicialmente o cogumelo a ser utilizado para o cultivo será o Pleurotus sp., cogumelo comumente conhecido como shimeji e conhecido pela sua rusticidade e facilidade de adaptação. Posteriormente, outros tipos de cogumelos comestíveis passarão por esta seleção. Para isso serão preparadas sementes à base de grãos de trigo, ou pela metodologia de formação de estacas, que serão posteriormente inoculadas em sacos contendo 150 g do substrato previamente triturados em diferentes tamanhos com umidades diferentes. Acompanhando a colonização e o crescimento dos cogumelhos, após o aparecimento do corpo de frutificação e coleta, cada cogumelo será avaliado com relação ao diâmetro do píleo e quanto à composição bioquímica (gordura, carboidratos, fibras, cinzas, proteína, compostos fenólicos e calorias). O desempenho da produção será avaliado através da determinação da eficiência biológica, da taxa de produtividade, da percentagem de produtividade e da perda de matéria orgânica do substrato. Este projeto objetiva também a formação de profissionais especializados dentro e fora da academia; a cooperação e a transferência de tecnologia alcançada para o cultivo de cogumelos adaptados às condições edafoclimáricas de Ilhéus e região para os produtores parceiros da Associação de Moradores e Agricultores do Rio de Engenho e Adjacências (AMAREA). Importante salientar que a Broto Incubadora de Biotecnologia (Incubadora UEFS/UESC) fará o acompanhamento da formulação do Plano de Negócios desta associação com relação aos cogumelos produzidos. Assim, por se tratar de um tema de pesquisa com (1) potencial de descoberta de novas linhagens de cogumelos comestíveis para o mercado; (2) formação de recursos humanos em pesquisa aplicada;(3) aproveitamento de resíduos agroindutriais; (4) produção de um alimento nutritivo, entretanto ainda pouco conhecido pela população em geral, mas já de grande aceitação e procura na região por consumidores com estilo de vida mais natural e saudável; (5) transferência de tecnologia no modelo universidade – incubadora – pequenos produtores; acreditamos que esta proposta possa também servir de incentivo para mais pesquisas aplicadas e interação com a comunidade.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Turrioni Hidalgo

Ciências da Saúde

Odontologia
  • uso da fototerapia e de células-tronco de dentes decíduos e permanentes para o reparo pulpar
  • Novas técnicas focando o reparo tecidual têm sido sugeridas ao longo dos anos, com destaque para o uso de células-tronco e da fototerapia, entretanto muitas são as lacunas relativas à padronização de uma técnica efetiva para o reparo do tecido pulpar. Deste modo, o presente projeto possui 2 objetivos focados na avaliação da utilização de células-tronco e da fototerapia para o reparo pulpar: Objetivo 1, avaliar a modulação inflamatória do LED vermelho e infravermelho sobre células pulpares de dentes decíduos in vitro: as células serão obtidas de dentes hígidos esfoliados e cultivadas em placas de cultura. Após 24 horas, será realizada a indução da produção de mediadores inflamatórios pela aplicação de LPS (10µg/mL de meio de cultura). Logo após, as células serão irradiadas uma única vez (630 nm e 850 nm, 40 mW/cm2 e 80 mW/cm2) nas doses de 4 J/cm2, 15 J/cm2 e 30 J/cm2. Serao realizados os testes de viabilidade celular (MTT, Trypan Blue), quantificação de óxido nítrico (reagente de Griess), quantificação de espécie reativa de oxigênio (sonda DCFH-DA), qPCR de enzimas antioxidantes e citometria de fluxo para metabolismo celular, morte celular e espécie reativa de oxigênio. Todas as avaliações serão realizadas 24 horas após a irradiação. Objetivo 2, avaliar métodos laboratoriais para obtenção e diferenciação neuronal/adipogênica/odontogênica de células-tronco de dentes decíduos: dentes decíduos esfoliados e terceiros molares extraídos serão obtidos, o tecido pulpar será dividido ao meio, sendo cada fragmento submetido a técnica de explante ou digestão enzimática para obtenção de células-tronco. As passagens #3,#8 e #15 serão avaliadas. As células serão caracterizadas por Imunofluorescência e citometria de fluxo, com marcadores específicos de células-tronco, neuronais, adipogênicas e odontoblastóides, antes e após a diferenciação neural, adipogênicas e odontogênica. Além disso, o teste de proliferação celular (MTT) será utilizado após 5 dias de cultura de cada passagem citada. Para os dois estudos, testes estatísticos serão selecionados em função do tipo de variável resposta e das características do conjunto de dados de cada uma delas. As inferências estatísticas serão baseadas no nível de significância de 5%.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Vieira Colombo

Ciências da Saúde

Odontologia
  • associação entre microbiota oral e intestinal em condições de saúde e doença oral
  • Grandes esforços vem sendo realizados ao redor do mundo para a caracterização dos microbiomas presentes em diferentes partes do organismo humano, sendo a microbiota intestinal a mais bem caracterizada. Dentre os resultados marcantes obtidos nesses trabalhos, podemos destacar a associação entre microbiotas específicas e diferentes doenças humanas, incluindo obesidade, câncer, doenças gastro-intestinais inflamatórias, doenças cardiovasculares, autismo, psoríasis, entre outras. Essa microbiota apresenta uma grande quantidade de espécies com um papel benéfico fundamental na homeostasia dos seres humanos, pois nos protege contra patógenos exógenos, extrai nutrientes e energia da dieta, produz vitaminas, auxilia no metabolismo de sais biliares e gordura, e contribui para o funcionamento normal do sistema imune. Assim como a microbiota intestinal, a cavidade oral apresenta uma microbiota extremamente diversificada devido à presença de inúmeros determinantes ecológicos. Essa microbiota exerce uma forte influência nas condições de saúde e doença orais, particularmente nas doenças periodontais. Evidências têm demonstrado uma forte associação entre as doenças periodontais e outras doenças crônicas inflamatórias do organismo humano, tais como doenças cardiovasculares, respiratórias, autoimunes, reumáticas etc. No entanto, o possivel impacto da microbiota associada às doenças periodontais em outros habitats de nosso organismo e, consequentemente na nossa saúde sistêmica é desconhecido. Técnicas de biologia molecular vêm sendo empregadas na caracterização dessas microbiotas, contornando as limitações decorrentes do uso de métodos tradicionais de cultivo. Considerando-se a importância de se identificar as espécies que compõem as microbiotas associadas à saúde e doença periodontal, bem como sua função metabólica e seu impacto na microbiota intestinal, o presente projeto tem como principal objetivo caracterizar os perfis microbiológicos do microbioma humano oral e intestinal de indivíduos com saúde ou doença periodontal, bem como correlacionar esses perfis com fatores demográficos, sociais, comportamentais, estilo de vida e condições sistêmicas desses indivíduos. A anamnese e os exames clínicos periodontais serão realizados por examinadores treinados, e incluirão registros dicotomizados da presença de biofilme dental supragengival (BS) e sangramento à sondagem (SS) e/ou supuração à sondagem (SUP), bem como a mensuração da profundidade de sondagem (PS) e do nível clínico de inserção (NCI) em mm. Todos os registros serão realizados em seis sítios por elemento dentário, em todos os dentes, exceto terceiros molares, e as medições de PS e NCI serão realizadas com sonda periodontal milimetrada. Na anamnese, os pacientes fornecerão informações sobre idade, gênero, raça, tabagismo e estilo de vida (hábitos de alimentação, prática de atividade física e uso de bebidas alcoólicas). Baseado no exame clínico, serão categorizados em portadores de saúde periodontal (SP), periodontite crônica (PC) ou gengivite (G). Amostras de biofilme subgengival serão coletadas com curetas Gracey de 14 sítios periodontais (7 sítios com bolsa periodontal e SS, e 7 sítios sadios) dos pacientes com periodontite, 7 sítios com gengivite de pacientes com G e de 7 sítios sadios de pacientes com SP. As amostras de cada paciente serão colocadas em um mesmo tubo tipo Eppendorf contendo 500 µl de tampão TE. A saliva será coletada em recipientes estéreis, através de bochecho com soro fisiológico a 0,09% por 1 min, e as fezes serão recebidas até 1 semana após ao exame clínico em recipiente estéril coletor próprio e imediatamente levadas ao laboratório de Microbiologia Oral da UFRJ para processamento. O DNA genômico e o RNA total de cada amostra de cada paciente serão extraídos através de kits comerciais de extração e purificação, de acordo com as instruções do fabricante. As análises microbiológicas serão feitas através das técnicas de Sequenciamento Illumina onde a região V6 do rDNA 16S será amplificada utilizando cinco iniciadores 967F modificados e o iniciador reverso 1046R, em seguida sequenciado em uma plataforma HiSeq2000 system (Illumina®). Resultados do sequenciamento estarão disponíveis no GenBank Bioproject. Para o transcriptoma o produto da extração de RNA será convertido a cDNA e processado para construção da biblioteca de transcriptoma. Os fragmentos serão purificados e enviados para sequenciamento em uma plataforma HiSeq2000 (Ilumina ®). Para todas as análises, o paciente será a unidade de análise. Serão feitas análises de diversidade, estimadores de riqueza e de abundância bacteriana. Associações entre os parâmetros clínicos, demográficos e microbiológicos serão testadas através de modelos de regressão linear múltipla e logística, ajustando para possíveis co-variáveis.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/08/2020
Foto de perfil

Ana Railka de Souza Oliveira Kumakura

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • acurácia das evidências clínicas relacionadas aos déficits no autocuidado de pacientes com acidente vascular cerebral
  • O objetivo do estudo será analisar a acurácia das características definidoras dos diagnósticos de enfermagem relacionados aos déficits no autocuidado em pacientes com acidente vascular cerebral (AVC). Estudo metodológico para validação de diagnósticos de enfermagem a ser desenvolvido em duas etapas: análise de conteúdo diagnóstico e validação clínica. Para a primeira etapa será realizada uma revisão na literatura em bases de dados e em livros-textos que permitam a construção de definições conceituais e operacionais para cada um dos indicadores dos diagnósticos aplicados aos déficits de autocuidado em pacientes com acidente vascular cerebral. Esse material será submetido ao crivo de 22 enfermeiros especialistas na área em taxonomias de enfermagem ou no cuidado a pacientes com AVC. Os especialistas irão avaliar os títulos e definições de cada indicador, segundo os critérios psicométricos de clareza e precisão. Os dados serão organizados em planilhas e analisados com o software SPSS 22. Para a etapa de análise de conteúdo serão calculados média aritmética e teste binomial. Estes indicadores clínicos analisados por especialistas serão testados na prática clínica. Para a etapa de validação clínica será conduzido um estudo de acurácia diagnóstica fase II. O estudo será desenvolvido no Ambulatório de Neurovascular de um hospital público e terciário do Brasil, situado na cidade de Campinas/SP. A amostra será calculada com base na fórmula para estudos de acurácia e constará de 132 pacientes. Critérios de inclusão: diagnóstico médico de AVC independente do tipo; b) idade igual ou superior a 18 anos; c) ter sido internado no hospital sede do estudo durante episódio do AVC; e d) ter realizado a consulta inicial e no mínimo uma de seguimento no ambulatório de neurovascular. Estabeleceu-se que os pacientes incapazes de comunicação verbal e que não estiverem acompanhados por cuidadores/acompanhantes que saibam dar informações sobre seu processo saúde/doença serão excluídos do estudo. As fontes para coleta de dados serão dos tipos primária e secundária (prontuário dos pacientes e fichas de atendimento do ambulatório). Serão utilizados dois formulário de coleta de dados. O primeiro contém tópicos sobre dados sociodemográficos, da história pessoal e familiar, da internação hospitalar e do acompanhamento ambulatorial. O segundo contém as características definidoras e os diganósticos de enfermagem relacionados aos déficits de autocuidado. Os dados serão categorizados numa planilha do Excel e analisados pelo programa estatístico SPSS, versão 20.0. Proceder-se-á à análise mediante uma abordagem estatística descritiva, para a qual se fará a distribuição das frequências absolutas e relativas para as variáveis categóricas e das medidas de dispersão para variáveis contínuas, bem como serão empregados teste de associação. O método da análise de classe latente será empregado para analisar a acurácia diagnóstica. Serão realizadas medidas de sensibilidade, especificidade e área sob a curva ROC para todas as características definidoras investigadas. O nível de significância adotado será de 5%. O trabalho foi enviado ao Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP para sua apreciação e foi aprovado com número de protocolo 1.163.474.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Raimunda Dâmaso

Ciências da Saúde

Educação Física
  • aplicação de uma metodologia multidisciplinar semipresencial com auxilio de meios eletrônicos para o tratamento da obesidade em adolescentes
  • A obesidade é caracterizada como uma doença complexa, multifatorial e crônica, com consequências biológicas e sociais desencadeadoras de diversas comorbidades que diminuem a qualidade e expectativa de vida. Os números crescentes de pessoas acometidas por sobrepeso e obesidade principalmente em idades precoces aumentam o desenvolvimento de modelos de intervenções para adequação do estilo de vida pautadas na regulação do balanço energético que frequentemente colidem com problemas de motivação, barreiras ambientais e pessoais dificultando o sucesso, implementação e a adesão aos programas. Nesta perspectiva, os meios eletrônicos e o fácil acesso a internet podem ser aliados de programas de emagrecimento estruturados e embasados cientificamente por agregar inúmeras ferramentas educacionais, de controle e de comunicação. Objetivo: Avaliar os efeitos de 20 semanas de terapia multidisciplinar semipresencial associada ao uso de meios eletrônicos para o tratamento da obesidade em adolescentes. Métodos: Serão selecionados 101 adolescentes de ambos os sexos, com idades entre 15 e 19 anos, classificados com obesidade de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC) por gênero e idade da Organização Mundial da Saúde (OMS), e estagiamento 5 de acordo com a classificação de Tanner. Os voluntários serão submetidos 20 semanas de terapia multidisciplinar semipresencial com consulta médica inicial, prescrição dietética, instruções para atividades físicas autoguiadas e suporte online através de emails, whatsapp® e vídeos com temas educativos sobre obesidade no site do ciclo do emagrecimento®. Após a seleção (basal) e do período de intervenção, os pacientes realizarão a análise da composição corporal, análise do nível de atividade física, análises bioquímicas (glicose, insulina, perfil lipídico - colesterol total, frações e triglicérides, marcadores do balanço energético – adiponectina, leptina, obestatina, NPY, alpha-MSH, vistatina, miostatina e meteorina like, e dos marcadores de transdiferenciação celular – Irisina e FGF-21) e pressão arterial (PA). Serão calculados os índices de resistência a insulina (HOMA-IR) e sensibilidade a insulina (QUICKI). O protocolo será composto por cinco sessões presenciais com apoio individual e em grupo que trabalharão as dificuldades encontradas na prescrição dietética, exercício físico e motivação durante todo o protocolo por meios eletrônicos. Nestes encontros serão aplicados os questionários sintomas de depressão, bulimia, auto-imagem corporal, alteração de humor e qualidade de vida e feitas medidas antropométricas de peso, estatura, circunferências, PA e composição corporal. Nas semanas não presenciais o peso será monitorado por auto-relato e ao final de toda semana os voluntários responderão um quiz de perguntas sobre os temas trabalhados. A análise do reganho de peso pós intervenção será feita via meios eletrônicos durante 12 e 24 semanas subsequentes aos estudos. Os resultados serão analisados utilizando o software Statistica versão 7.0. Será verificada a normalidade dos dados e o comportamento das variáveis durante a intervenção será analisada pelo o teste ANOVA para medidas repetidas com adotando p ≤ 0,05. Será verificado o comportamento de dependências das variáveis por regressão linear simples.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Raquel Rodrigues Lindquist

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeitos da prática mental na marcha de indivíduos com doença de parkinson idiopática: ensaio clínico randomizado e multicêntrico
  • As alterações motoras apresentadas por indivíduos com Doença de Parkinson (DP) afetam de forma importante a marcha, gerando uma dependência cognitiva na melhora do padrão do movimento, ou seja, a marcha se torna mais vulnerável a influências externas. Estudos têm mostrado uma forte interação entre marcha e cognição nessa população no sentido de um aumento da dependência atencional no controle do movimento, distanciando do automatismo. No ano de 2013, foi realizado no Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte o estudo intitulado: Efeitos imediatos da adição da prática mental à prática física na marcha de indivíduos com Doença de Parkinson: ensaio clínico randomizado. Este estudo teve como objetivo verificar os efeitos da prática mental adicionada à prática física sobre a marcha de indivíduos com DP idiopática imediatamente após uma única sessão de treinamento, e se estes efeitos se mantinham após 1 e/ou 7 dias (Santiago, et al. NeuroRehab. 37:1, 2015). Os resultados mostraram que, após uma única sessão de treinamento ambos os grupos de estudo melhoram significativamente padrões cinemáticos e conseguiram manter as alterações nos follow-ups, entretanto, a adição da prática mental não produziu efeitos superiores à prática física sobre a marcha. Assim, sugeriu-se a necessidade de uma maior frequência de prática mental. O projeto proposto, desta forma, será uma continuidade do estudo anterior e tem como meta investigar se o aumento no número de sessões de treinamento com adição de prática mental é capaz de trazer benefícios superiores ao treino convencional da marcha. Pretende-se desenvolver e identificar uma nova abordagem terapêutica para a marcha desses indivíduos estimulando-os a se envolverem ativamente no processo terapêutico, uma vez que a prática mental permite a auto-regulação a fim de promover mudanças no padrão de movimento. Parece prudente que a abordagem terapêutica busque controlar a atenção fornecendo informações que favoreçam a normalização da marcha. Desta forma, o que precisa ser esclarecido é se o treinamento associando uma estratégia externa (prática mental, por exemplo) à prática física é capaz de provocar mudanças no padrão do movimento treinado e por quanto tempo os efeitos se mantêm. Assim, questiona-se: a prática mental é capaz de trazer efeitos sobre a marcha de pacientes com DP? Esses efeitos se mantêm após 7, 30 e 60 dias? Para isso, será realizado um ensaio clínico multicêntrico controlado, randomizado e simples-cego com parceria das Universidades Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), de São Paulo (USP) e de Brasília (UNB). 66 indivíduos com DP idiopática, com idade entre 50 e 75 anos, sem déficit cognitivo, na fase moderada da doença e com capacidade de gerar imagem mental serão recrutados. Para a inclusão e caracterização da amostra, serão utilizados os seguintes instrumentos/equipamentos: (1) Formulário de identificação (aspectos sociodemográficos, clínicos e antropométricos; (2) Mini Exame do Estado Mental e Montreal Cognitive Assessment (nível cognitivo); (3) Escala de Hoehn e Yahr (nível de incapacidade física); (4) Movement Imagery Questionnaire (nitidez da imagem mental); (5) Qualisys Motion Capture Systems® (cinemática da marcha), (6) Emotiv Epoc+ (atividade eletroencefalográfica); (7) Unified Parkinson’s Disease Rating Scale – UPDRS (função motora e atividades de vida diária); (8) Timed Up and Go Test – TUG Test (mobilidade); e (9) Parkinson Disease Questionnaire – PDQ-39. Os participantes incluídos serão distribuídos aleatoriamente em 2 grupos: experimental (n= 33), que participará da prática mental e da prática física da marcha; e grupo controle (n= 33), que participará apenas da prática física da marcha. Ambos os grupos serão submetidos a 12 sessões de treino (3x/semana, durante 4 semanas) e serão reavaliados 10 minutos, 7, 30 e 60 dias após a última sessão de treinamento no que diz respeito aos itens (4), (5), (6) e (8) da avaliação. Os desfechos primários serão velocidade, comprimento da passada e amplitude de movimento do quadril e os secundários serão nitidez da imagem mental, atividade eletroencefalográfica e desempenho no TUG Test. A normalidade na distribuição dos dados será verificada por meio do teste Shapiro–Wilk. O Teste “t” e o Mann-Whitney serão usados para verificar a homogeneidade dos grupos no baseline. Uma ANOVA para medidas repetidas verificará a interação entre os grupos nos momentos observados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Regina Noto

Ciências Humanas

Psicologia
  • prevenção de riscos baseada em mindfulness para populações jovens em contextos educacionais
  • Introdução: Mindfulness é uma habilidade de atenção plena ao momento presente, podendo ser aprimorada com práticas de meditação. Na área de saúde, as práticas são frequentemente ensinadas em grupo, por meio de protocolos estruturados. Embora com resultados comprovados para promoção de bem-estar, redução de estresse para população geral e prevenção de recaídas entre pacientes dependentes de álcool e outras drogas, faltam estudos sobre intervenções baseadas em Mindfulness voltadas prevenção de riscos entre populações jovens. O MBSR-T é um dos principais protocolos para manejo de estresse para adolescentes, mas ainda não avaliado no Brasil. Objetivo: Analisar a viabilidade do MBSR-T e adaptações necessárias para prevenção de comportamentos de risco entre adolescentes e jovens adultos em contextos educacionais brasileiros. Métodos: O estudo será baseado em métodos mistos, realizado em cerca de 10 contextos educacionais de diferentes localidades e características. Em cada contexto educacional, serão ofertados aos estudantes grupos de 8 semanas de treinamento em MBSR-T. Serão analisados os seguintes indicadores de viabilidade: aceitação, demanda, implementação e adaptação; por meio de entrevistas, grupos focais, análise de diário de campo, realizados com os usuários e profissionais dos serviços. Também serão aplicados escalas e questionários com estudantes antes e após a intervenção. O plano de análise de dados qualitativos utilizará análise de conteúdo, e de dados quantitativos utilizará análise descritiva para caracterização da amostra, além de testes de associação, análise de resíduos e de correspondência para traçar perfil dos participantes que aderirem ao programa de MBSR-T. Os resultados obtidos serão utilizados para subsidiar um subsequente ensaio clínico randomizado controlado.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Rita de Araujo Nogueira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • análise exploratória de proteômica e minerais em tecido, fluido ruminal e fezes de bovinos da raça nelore (bos taurus indicus) visando associação com microbiomas do rúmen e intestino
  • A ciência caminha para a realização de estudos interdisciplinares que levem a resultados mais amplos, relacionados ao mecanismo de funcionamento dos organismos vivos e seus complexos processos metabólicos. Nesse sentido, o estudo metagenômico apresenta-se promissor por potencializar resultados obtidos individualmente, relacionados à expressão gênica, isoformas e novas transcrições no que diz respeito ao transcriptoma. Recentemente introduzido em pesquisas agronômicas, esta proposta está voltada à aplicação do estudo metagenômico em bovinos. Os ruminantes apresentam um sistema digestivo bastante complexo quando comparado a outros animais. Além da capacidade de regurgitar o alimento para aumentar a eficiência alimentar, possuem característica sobressalente que é a composição do rúmen assistida por um microbioma que contém bactérias, fungos e protozoários, capazes de promover a hidrólise de proteínas, lipídeos e carboidratos (incluindo a celulose). Visando o fornecimento de dados fenotípicos confiáveis para a construção de um banco de dados em conjunto com outras pesquisas em desenvolvimento na Embrapa, que envolvem o sequenciamento de DNA, RNA e microRNA dos microbiomas encontrados no rúmen e intestino de animais da raça Nelore (Bos indicus), serão desenvolvidos procedimentos para o preparo das amostras de análises proteômicas e minerais, os quais desempenham papel fundamental no crescimento e desenvolvimento saudável dos animais, e estão envolvidos em praticamente todas as vias metabólicas de seu organismo. Com o emprego de ferramentas de bioinformática, serão propostas possíveis vias metabólicas relacionadas às diferentes metaloproteínas avaliadas.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Ruth Moresco Miranda

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • a fonologia e a ortografia em dados de escrita inicial
  • O presente projeto de investigação pretende dar continuidade a uma trajetória de pesquisa sobre aquisição da escrita que teve seu início em 2001 e tem o objetivo central de produzir uma análise linguística dos dados de escrita inicial. Em mais de 16 anos de investigação sobre a escrita de crianças, especialmente a partir de análises que contemplam a ortografia em suas possíveis relações com a fonologia, temos visado ao desenvolvimento de pesquisa cujo foco recai sobre os erros (orto)gráficos e sobre a busca de interpretações que nos permitam tanto compreender as hipóteses das crianças como analisar a emergência do conhecimento linguístico, sobretudo o fonológico, que subsidia as escolhas gráficas feitas por elas. Nosso intuito é o de responder a uma questão central: quais são os conhecimentos, fonológicos e/ou ortográficos, mobilizados pelas crianças quando elas começam a registrar a segunda articulação da linguagem, assim que compreendem o princípio do sistema alfabético de escrita que estão a adquirir. Entendemos que a resposta a esta questão oferece subsídios para a discussão de questões relacionadas ao conhecimento fonológico das crianças e é fundamental para a definição de categorias capazes de elucidarem a natureza dos erros produzidos durante o desenvolvimento da linguagem escrita, as quais são essenciais para a ação didática de professores. O investimento que temos feito na definição de categorias para classificação e interpretação dos erros produzidos nas escritas dos anos iniciais tem permitido, assim, uma reflexão sobre a natureza dos erros. Saber se são motivados por dificuldades inerentes ao sistema ortográfico ou por aquelas relacionadas a aspectos da fonética e da fonologia da língua é um dos primeiros passos para que possamos aprofundar nossas investigações sobre essa complexa tarefa que se impõe à criança e que consiste na compreensão de um sistema de escrita como o alfabético. Consideramos ser este um momento ímpar, à medida que possibilita, ao pesquisador, a construção de hipóteses interpretativas acerca da forma como o conhecimento fonológico é recuperado pelos aprendizes durante a aquisição da escrita, ao mesmo tempo em que é, inexoravelmente, afetado por ela. Com o intuito de ampliar o escopo de nossas investigações, a proposta deste projeto desdobra-se em três frentes de trabalho: i) análise panorâmica do penúltimo estrato do BATALE com base no conjuntos de categorias propostas, as quais organizam os erros em dois grandes grupos: erros relacionados à fonologia; erros relacionados às complexidades do sistema ortográfico; ii) comparação entre os dados de escrita espontânea e de escrita controlada; iii) estudo específico sobre grafias das soantes palatais, tomado como exemplo de emergência do conhecimento fonológico na escrita inicial; iv) finalização do SISTEMA VESTÍGIOS que permitirá o compartilhamento do BATALE (Banco de Textos sobre Aquisição da Linguagem Escrita) com a comunidade científica.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Shirley Ferreira da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • coloração backbone, coloração gulosa e convexidade cíclica
  • Neste projeto, propomos a investigação de três problemas sobre grafos: a coloração backbone, coloração gulosa e convexidade cíclica. Dado um grafo G, um subgrafo gerador H de G e uma coloração própria c de G, dizemos que c é uma coloração backbone de (G,H) se a diferença entre c(u) e c(v) é de no mínimo 2, para toda aresta uv de H. O número backbone de (G,H), denotado por BBC(G,H), é o menor inteiro k para o qual existe uma coloração backbone de (G,H) com k cores. Note que isto generaliza o problema de coloração clássico, uma vez que H pode ser o grafo sem arestas. Esta variação do problema de coloração foi introduzida em 2003 por Broersma e coautores como um modelo para o problema de alocação de frequências onde algumas interferências são mais sensíveis do que outras. Desde então muito tem sido feito sobre o problema, em especial fazendo-se restrições nas classes de grafos investigadas. Neste projeto, propomos a investigação de limitantes superiores para BBC(G,H), quando G é planar e H é uma floresta. Ressaltamos que existem algumas conjecturas famosas sobre o assunto que serão abordadas. Propomos também a investigação da existência de um emparelhamento M de G para o qual BBC(G,M) é igual ao número cromático de G. 
 Dado um grafo G e uma ordem nos vértices de G, (v1, ..., vn), uma coloração gulosa de G pode ser obtida atribuindo a cor 1 para v1 e a menor cor c que não aparece na vizinha de vi, para i = 2 até i = n. Apesar de ser possível produzir uma coloração com a menor quantidade de cores, caso uma boa ordem seja fornecida, sabe-se que este procedimento pode gerar colorações muito ruins. Desta forma, Christen e Selkow propuseram em 79 a investigação do pior caso, isto é, eles definiram o número de Grundy de G como o maior inteiro k para o qual G admite uma coloração gulosa com k cores. Apesar de muito ter sido feito acerca deste parâmetro, não se conhece nenhum trabalho que restrinja as ordens a serem investigadas. Neste sentido, em 2014 a proponente e coautores investigaram as colorações geradas por ordens conexas, i.e., ordens (v1, ..., vn) onde vi possui ao menos um vizinho em {v1,...,v{i-1} }, para todo i em {2, ..., n}. Surpreendentemente, eles acharam que nem sempre existe uma ordem conexa que produz uma coloração com a menor quantidade de cores. Por isso, eles definiram o que chamaram de número cromático conexo de G, que se trata do parâmetro de minimização para o problema. Além disso, a versão de maximização é natural e por isso se definiu também o número de Grundy conexo. Mencionamos que o número de Grundy conexo de grafos bipartidos é 2, enquanto que o número de Grundy pode ser tão grande quanto se queira mesmo pra árvores. Neste projeto, propomos investigar a complexidade de encontrar estes parâmetros para grafos livres de H, assim como investigar conceitos de perfeição relativos a estes parâmetros. 
 Finalmente, dado um grafo G e uma família de subconjuntos D de G, dizemos que D é uma convexidade em G se D contém o conjunto vazio, o próprio conjunto V(G) e se é fechada sob interseção. Um conjunto de D é dito convexo; além disso, o fecho convexo de um subconjunto de vértices X qualquer é o menor conjunto convexo contendo X. Um conjunto X é chamado de conjunto de fecho se o fecho convexo de X contem todos os vértices de G; o número de fecho de G é o tamanho do menor conjunto de fecho de G. Denotamos este parâmetro por hn_D(G). Esta definição é bem geral e inclui vários tipos de convexidades. Uma das mais investigadas é a chamada de convexidade P_3. Nela, um conjunto C é convexo se todo vértice u de G que não está em C possui no máximo um vizinho em C. Esta convexidade atrai bastante atenção pois ocorre como modelo de vários problemas práticos, como por exemplo na estratégia de propagandas e no modelo de redes neurais. Neste projeto, propomos a investigação de um novo tipo de convexidade, chamada de convexidade cíclica, que se assemelha à convexidade P_3 e que serve de modelo para a obtenção de limites superiores para o número de túnel de nós. Um conjunto de vértice C é convexo na convexidade cíclica se todo vértice que não está em C possui no máximo um vizinho em cada componente do subgrafo de G induzido por C. Estamos interessados em investigar a taxa de crescimento do número de fecho de G em função do número de vértices e do genus de G. Como já mencionado, isto nos fornecerá limites superiores para o número de túnel de nós. Além disso, estamos também interessados em investigar a existência de problemas que dividam as convexidades P_3 e cíclica no que diz respeito à complexidade computacional.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Silvia Pavani Lemos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • grupos de encontro do trabalho (grt) como estratégia de educação permanente em saúde: estudo com trabalhadores do sistema único de saúde (sus)
  • O presente projeto visa analisar a ferramenta ergológica “Grupos de Encontro do Trabalho (GRT) ” como estratégia para a Educação Permanente de profissionais da saúde atuantes no Sistema Único de Saúde (SUS) do Distrito Federal. A investigação, de abordagem qualitativa teórico-conceitual e de intervenção, será realizada com trabalhadores atuantes no Hospital Universitário de Brasília (HUB) e na Estratégia Saúde da Família (ESF) do Distrito Federal. A coleta de dados dar-se-á por meio de estudo documental, observação do trabalho, entrevistas semiestruturadas e grupos de trabalhadores. Os dados serão transcritos, sistematizados, categorizados e analisados utilizando-se a análise de conteúdo temática, e embasados pelo referencial teórico da ergologia, de origem francesa. A ênfase conceitual dar-se-á nos estudos sobre atividade de trabalho, ergoformação e o Dispositivo Dinâmico de Três Polos (DD3P), em diálogo com a literatura científica sobre Educação Permanente em Saúde. A partir dos achados, espera-se contribuir para a qualificação de ações de educação permanente para trabalhadores nos serviços de saúde, de forma a propiciar avanços para um agir em competência e construção coletiva do saber no (e para) o trabalho.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Sílvia Rocha Ipiranga

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • o organizar de práticas científicas biotecnológicas à luz da história da gestão
  • Esta pesquisa articula os estudos prévios da virada histórica (Historic turn) na Administração e nos Estudos Organizacionais e das abordagens da Actor Network Theory (ANT) e, mais especificamente, da ANTi-History. Tendo como base estas abordagens e considerando o contexto dos laboratórios da Rede Nordeste de Biotecnologia (RENORBIO), esta pesquisa tem como objetivo resgatar as tramas históricas do socio-past no organizar das práticas científicas de translações de produtos e processos biotecnológicos para os mercados. Um conjunto de técnicas e métodos comporão os procedimentos metodológicos, sendo estes orientados pela natureza qualitativa da pesquisa, apoiando-se em uma postura etnográfica de arquivos históricos. O campo empírico da pesquisa terá como fulcro a Rede Nordeste de Biotecnologia (RENORBIO) e os demais atores, como os pesquisadores e cientistas, os laboratórios vinculados, entidades, instituições e empresas adjacentes. Em termos de impactos relevam-se as implicações teóricas interdisciplinares do estudo ao construir pontes entre as áreas da História, dos Estudos Organizacionais e da Administração da Ciência, Tecnologia & Inovação. Em termos práticos e de gestão, sublinham-se os impactos advindos com a reflexão sobre os efeitos da análise histórica das práticas científicas biotecnológicas sob estudo, em relação aos processos: i) de incorporação de novas tecnologias e inovações; ii) do surgimento de novos empreendimentos acadêmicos de base tecnológica; iii) na promoção do desenvolvimento de empresas de base tecnológica na região do semiárido brasileiro. Os resultados serão apresentados na forma de relatórios, dissertações e teses, comunicações em eventos científicos e em artigos prontos para publicações em periódicos científicos.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Silvia Volpi Scott

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • além do centro-sul: por uma história da população colonial nos extremos dos domínios portugueses na américa
  • O projeto que ora se submete ao Edital Universal dá continuidade (fase 4) a projeto integrado e interinstitucional que tem a ambiciosa tarefa de agregar esforços em torno da iniciativa inédita de investigar os regimes demográficos que caracterizaram o passado brasileiro. A iniciativa foi contemplada nas sucessivas edições do Edital Universal e obteve resultados muito positivos, tanto no sentido de ampliar a cobertura dos estudos relativos à demografia histórica brasileira - contribuindo assim para eliminar o desequilíbrio na produção, em termos regionais -, como também sido decisiva para a formação de recursos humanos no campo dos estudos de população em perspectiva histórica. Para mais, é também relevante o papel que tem desempenhado na integração de colegas e alunos, de várias instituições espalhadas pelo país, que apostam em redes colaborativas, constituídas em torno de objetivos comuns. No caso da Demografia Histórica a estratégia das redes colaborativas é fundamental, dada a originalidade desse campo, que exige que toda a exploração e a análise das populações pretéritas sejam precedidas pela coleta, organização e inserção de informações em bancos de dados que transformam o conteúdo de fontes elaboradas com fins não demográficos em informação que possa ser tratada através de métodos e técnicas da Demografia Histórica. Esse é o grande desafio que está por trás desse projeto interinstitucional que reúne, na fase 4, quinze pesquisadores das mais importantes universidades do Brasil e de Portugal e que contribuem, assim, para o avanço da demografia histórica brasileira, bem como para o permanente e profícuo diálogo estabelecido com a História e com outras disciplinas, o que tem caracterizado a Demografia Histórica desde as suas origens. Considerando que o objetivo geral do projeto se mantém nesta proposta para a fase 4, daremos continuidade à tarefa central de discussão dos regimes demográficos, bem como seguiremos apostando na superação dos desequilíbrios nos conhecimentos da história demográfica brasileira, privilegiando as fontes referentes ao período colonial estendido (até 1850). Por fim, deve-se salientar que embora o foco permaneça, na fase 4, na indexação dos registros paroquiais das freguesias/paróquias selecionadas, incluímos a exploração de um novo conjunto de fontes de informação para o período colonial disponíveis desde meados do século XVIII até os inícios do século XIX, composto pelas estatísticas populacionais para o Brasil, produzidas por ordem da Coroa portuguesa entre os meados do século XVIII e primeiras décadas do XIX. Dessa forma, a proposta para a fase 4, além de ampliar o número de freguesias a serem indexadas, bem como incorporar novos colegas que colaboraram na inserção dos dados no NACAOB, software especialmente desenvolvido para essa finalidade, ainda propõe o uso dos mapas estatísticos de população para dar subsídios não apenas para a discussão dos diferentes regimes demográficos que caracterizaram o território brasileiro, como para a elaboração, como produto final, de um livro relativo à história da população brasileira no período em tela.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Suelly Arruda Câmara Cabral

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • consolidando o atlas sonoro das línguas indígenas do brasil
  • O projeto “Consolidando o Atlas Sonoro das línguas Indígenas do Brasil (ASLIB)” tem como objetivo principal o desenvolvimento de um sistema aberto de informações linguísticas, sociolinguísticas, históricas e culturais sobre os povos indígenas do Brasil, com vistas : a) à documentação das línguas nativas do Brasil, b) à consolidação de um banco de dados, com originais guardados, preservados e divulgados a partir do Brasil, d) ao protagonismo indígena na construção e manutenção dos dados armazenados de suas respectivas línguas, e) ao uso da plataforma para fins educacionais sobre os povos indígenas do Brasil, no ensino fundamental, intermediário e superior, f) ao uso da plataforma por pesquisadores indígenas ou não indígenas em estudos linguísticos das línguas do Brasil. Seus objetivos específicos são a) a construção de Atlas de línguas indígenas e de dois agrupamentos genéticos – Tupí e Jabutí; b) a associação da documentação e pesquisa linguísticas com os interesses da comunidades falantes dessas línguas em fortalecê-las; d) a divulgação máxima dos resultados da documentação e pesquisa em prol do desenvolvimento do conhecimento das línguas e da preservação e fortalecimento delas. Os dados coletados são tratados e aplicados a um script no programa computacional Praat, recortados, renomeados e salvos em pastas específicas. O tratamento consiste em inserir, por meio do programa Audacity, um intervalo de silêncio entre os dados, bem como manter no arquivo final somente os dados finais a serem recortados. Além de dados lexicais, o ASLIB reúne textos nas línguas documentadas, assim como informações sociolinguísticas, históricas e culturais dos povos falantes das línguas documentadas. O presente projeto se constitui de dois subprojetos: Subprojeto 1: Criação da Plataforma ASLIB e Subprojeto 2: Contribuição ao desenvolvimento de atlas linguísticos das línguas da famílias do tronco Tupí de Rondônia, Mato Grosso do Sul e do Pará, e da família Jabutí. Os dois subprojetos se complementam em busca da consolidação do ASLIB, uma inovação positiva que faz uso de tecnologias computacionais a serviço do armazenamento e preservação de dados das línguas indígenas do Brasil e do ensino aberto a todos. Como ocorre na construção de todo Atlas linguístico de grande porte, o tempo e o número de colaboradores qualificados, assim como apoio institucional são requisitos fundamentais para o desenvolvimento e sucesso das ações planejadas. Nosso compromisso com o Atlas se fortaleceu, alimentado pelos resultados obtidos até o presente e pela associação de novas equipes de outras instituições de ensino e pesquisa do Brasil.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Teresa de Castro Martins

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • lógica: modelos, expressividade, complexidade e aplicações
  • No escopo dos estudos relacionados à lógica, podemos distinguir duas áreas de pesquisa que estão associadas, respectivamente, à relação de consequência semântica e à relação de consequência sintática, a saber: (i) Teoria dos Modelos e (ii) Teoria da Prova. Neste projeto, nosso foco principal será na perspectiva de Teoria dos Modelos, em particular na Teoria de Modelos Finitos. Investigaremos não somente lógicas que estendem a lógica clássica como também fragmentos da lógica clássica. Estas lógicas serão exploradas por sua semântica (modelos); pelo poder expressivo de sua linguagem; pela relação com complexidade descritiva e programação em lógica indutiva como também pela dificuldade de seus problemas de decisão através da complexidade computacional. Iremos adicionalmente buscar aplicações das lógicas em sistemas multiagentes.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Tereza Bittencourt Guimarães

Outra

Ciências Ambientais
  • avaliação do efeito de águas contaminadas por pesticidas em espécies de peixes neotropicais
  • Pesticidas agrícolas foram relacionados à contaminação subletal de organismos não-alvo e promoção de inibição da atividade enzimática das colinesterases, assim como estresse oxidativo. Na literatura científica relacionada à contaminação em peixes também há relatos de alterações histopatológicas, mas em especial, alterações no desenvolvimento embriológico. O presente estudo terá como objetivo avaliar os efeitos de águas de riachos da bacia do Baixo Iguaçu com concentração-traço de pesticidas sobre as diferentes fases do desenvolvimento embrionário de espécies de peixes neotropicais. Para tal avaliação serão realizadas as seguintes atividades com ovos de Rhamdia quelen e Astyanax altiparanae submetidos a águas de riachos contaminadas com pesticidas: Ensaios de análises da capacidade de fertilização, avaliação do desenvolvimento embrionário, análises em morfologia óptica e eletrônica, análises da atividade enzimática das colinesterases, análises de parâmetros de estresse oxidativo (determinação de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico, Superoxido dismutase (SOD), Catalase, Glutationa Peroxidase (Gpx), Glutationa Redutase (Gred), Quantificação da capacidade antioxidante da amostra, Quantificação de proteína) e Análises estatísticas referentes aos dados coletados. Propõem-se ainda organizar artigos científicos para a divulgação do conhecimento gerado, assim como a apresentação de trabalhos em congressos inerentes à área.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Tereza Ribeiro de Vasconcelos

Ciências Biológicas

Genética
  • genômica aplicada a aquicultura da ostra nativa de importância econômica (crassostrea gasar) no estado do rio de janeiro
  • Crassostrea é o gênero de maior importância econômica do mundo. O Brasil possui uma extensa costa cuja pesca artesanal serve de sustento para as populações costeiras, e cuja exploração comercial é atividade altamente lucrativa. No entanto, a exploração desregulada dos recifes ostreícolas pode levar ao seu esgotamento em poucos anos. A rede GARPA-RIO (Genômica Aplicada a Recursos Pesqueiros e de Aquicultura do Estado do Rio de Janeiro) é constituída por laboratórios e instituições de pesquisa dos Estados do RJ, SC e RN e visa buscar estratégias de melhoramento para cultivo de ostras na costa fluminense através de abordagens de genômica molecular e análises de bioinformática. Para isso, utilizaremos os métodos mais recentes de sequenciamento no NextSeq 500 Illumina, através de experimentos de genômica, transcritômica e metagenômica, onde buscaremos caracterizar o perfil genético das ostras nativas do gênero Crassostrea sob determinadas condições ambientais e seus possíveis patógenos, bem como detectar os limites dos estoques genéticos na costa. Os experimentos serão realizados comparando as populações de SC, onde o cultivo de C. gasar está bem estabelecido, com aquelas do RJ, a fim de detectarmos as diferenças no perfil de expressão e estabelecermos as condições adequadas para o futuro estabelecimento de um cultivo ostreícola no RJ. A aplicação deste cultivo será conduzida pela FIPERJ (Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro), parceira neste projeto. Essa estratégia implicará na geração de empregos e desenvolvimento social local, ao mesmo tempo em que proporciona benefícios tangíveis ao ambiente marinho e ganho econômico ao Estado.
  • Laboratório Nacional de Computação Científica - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Thereza Chaves

Ciências da Saúde

Medicina
  • “avaliação de biomarcadores séricos - peptídeos relacionados ao metabolismo colágeno, citocinas, quimiocinas – e suas correlaçoes com a intensidade da fibrose na cardiopatia chagásica crônica”.
  • A imunopatogênese da cardiopatia chagásica crônica é complexa e ainda não totalmente esclarecida. Acredita-se que o parasito representa papel fundamental durante as fases aguda e crônica da doença, dependendo provavelmente do tipo de cepa presente na infecção. A interação entre parasito e mediadores do sistema imune parece constituir o principal fator responsável pelos danos teciduais, favorecendo a persistência da inflamação cardíaca, a perda de cardiomiócitos e a fibrose reparativa subsequente, levando a uma perda funcional importante do órgão ao longo dos anos. Na fibrose cardíaca, o colágeno fibrilar ocupa o espaço das células destruídas, servindo como tecido de substituição. Uma das manifestações clínicas mais marcantes da cardiopatia chagásica crônica é a morte súbita, a qual se atribui mais de 50% da letalidade da doença. O mecanismo mais frequentemente envolvido com a morte súbita, nos pacientes chagásicos, é a arritmia ventricular maligna, ou seja, taquicardia ventricular sustentada (TVS) degenerando em fibrilação ventricular, ou mesmo a fibrilação ventricular não precedida pela TVS. Episódios de arritmias ventriculares malignas são muito mais frequentes em pacientes com cardiopatia chagásica do que em pacientes com outras formas de cardiopatia. A despeito do grande número de investigações buscando testes úteis para a estratificação de risco de morte súbita de causa arrítmica, não se conseguiu obter, ainda, um teste com acurácia elevada. As características da fibrose ventricular, determinadas pela ressonância magnética, podem discriminar pacientes com cardiomiopatia dilatada não isquêmica (CDNI) com risco elevado de arritmia ventricular grave e de morte súbita. Devido a pouca disponibilidade deste método diagnóstico e seu custo elevado, têm-se buscado novos marcadores de risco, mais baratos, pouco invasivos e de fácil realização. Observações de natureza clínica e experimental sugerem que marcadores bioquímicos do metabolismo colágeno correlacionam-se significativamente com fibrose miocárdica. Assim, concentrações séricas desses marcadores poderiam ser empregadas como marcadoras da formação e degradação da fibrose miocárdica. Neste contexto, elaborou-se este projeto, constituído por dois subprojetos interdisciplinares, abordando importantes questões ainda não elucidadas. Constatando-se haver estabilidade, individual ou coletiva, no padrão da resposta imune, obter-se-ia fundamentação para que se pudesse definir este padrão por meio da dosagem de citocinas e quimiocinas em uma ou poucas amostras de sangue periférico. Uma vez comprovada à associação entre o padrão de resposta imune e o grau de morbidade cardíaca, poder-se-ia determinar, precocemente, o risco evolutivo, além de bases teóricas para o melhor controle do processo de alteração da matriz extracelular e da remodelagem cardíaca observadas na cardiomiopatia chagásica. Os resultados destes estudos podem contribuir para o melhor conhecimento do papel da resposta imune na patogênese da cardiopatia chagásica, especialmente no que se refere à evolução clínica, remodelagem cardíaca e arritmogenicidade. O desenvolvimento de uma estratégia de prever com precisão quais os pacientes está em um alto risco de apresentar com arritmia cardíaca maligna permitiria ações preventivas eficazes e o uso mais racional dos recursos disponíveis para o tratamento de cardiomiopatia chagásica.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ana Valéria Machado Mendonça

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • comunicação promotora de saúde: estratégias de enfrentamento de epidemias de ists, hiv/aids e hepatites virais em população jovem.
  • Este projeto de pesquisa destina-se a analisar elementos do cenário de prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), do HIV/aids e das hepatites virais, dirigidos a população jovem, com recorte nos últimos dez anos (2010-2019). Trata-se de uma pesquisa de métodos mistos, com abordagem convergente paralela, em que as investigações qualitativa e quantitativa serão realizadas simultaneamente. A coleta de dados quantitativos será realizada por meio de análise dos dados disponibilizados no Sistema de Notificação e Agravos – SINAN. A coleta de dados qualitativa dar-se-á por meio de oficinas de abordagem, sendo três por região do país. Os municípios em que será desenvolvida a pesquisa de campo englobam Brasília (DF), Paraíba(JP), Manaus (AM), São Paulo (SP) e Porto Alegre(RS). Como resultados esperados, objetiva-se elaborar estratégias e informação, educação e comunicação em saúde voltadas à promoção da saúde e tradução do conhecimento acerca das temáticas de HIV/aids, IST’s e hepatites virais com vistas à promoção da saúde de jovens e adultos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Ana Virginia de Almeida Luna

Ciências Humanas

Educação
  • modelagem matemática na educação básica: efeitos de um ensino problematizador sobre violência no contexto escolar
  • O propósito deste projeto é identificar os efeitos dos processos recontextualizadores dos textos de modelagem matemática, sobre violência na escola, de um espaço de formação para professores de matemática para as salas de aula desses profissionais. Os efeitos compreendem as implicações, as práticas, os discursos e ações etc., constituídas pelos sujeitos a partir de uma intervenção discursiva. Tem como aporte teórico os estudos de Bernstein (1998), que demonstra como diferentes discursos das ciências compartilham elementos comuns, que permeiam o campo educacional, criando diferentes modalidades de práticas pedagógicas – as quais se referem ao “contexto social pelo qual se realiza a reprodução e a produção de culturas” (BERNSTEIN, 1998, p. 35). Na perspectiva bernsteiniana, a prática pedagógica não diz respeito apenas a sala de aula, professor-estudante, mas a toda relação social de poder, como por exemplo, pais-filhos. Por meio da recontextualização, o discurso se desloca do seu contexto original de produção para outro contexto, em que é modificado e relacionado com outros discursos e depois é relocado (BERNSTEIN, 1998; 2003). Este estudo entende que as instituições sociais, neste caso, a instituição escolar, são permeadas por relações de poder que as legitimam e as constituem (FOUCAULT, 2014). As produções discursivas dos sujeitos nesses espaços são permeadas pelo que pode ou não ser dito e como dizê-lo. Assim, as instituições formativas são vistas como disciplinarizantes. Elas atuam tanto sobre a organização e fixação do saber que lá será objeto de conhecimento, quanto na disciplinarização dos corpos (GALLO, 2004). Essa tecnologia disciplinar escolar tem gerado efeitos sobre os corpos dos sujeitos que a mobilizam. O adoecimento e a deserção de professores das redes públicas e particulares de ensino é um desses efeitos, conforme destaca Carmargo (2012). Já Rocha (2005) e Alfredo Veiga-Neto (2006) enfatizam a tecnologia disciplinar como geradora de conflitos no ambiente escolar, entre eles, o acirramento da violência física e simbólica entre seus membros. Nessa direção, este projeto abordará os efeitos de sentido gerados pela abordagem da violência escolar, por meio de tarefas de modelagem matemática no contexto escolar. Neste caso, mobilizaremos textos de modelagem sobre violência escolar com os professores em formação continuada, em primeiro momento, e, em seguida, identificaremos que efeitos de sentido foram gerados por eles em seus ambientes escolares, seja com seus alunos, com a equipe pedagógica da escola, com os pais, ou ainda com todos os sujeitos envolvidos. A Organização Mundial de Saúde, em seu relatório geral sobre a violência (OMS, 2002), reconhece que, para preveni-la, é preciso reconhecer que suas condições de risco e de proteção são muito complexas, o que corrobora a dificuldade dos professores para adotar medidas destinadas a preveni-las na escola, já que a falta de compreensão de toda a equipe escolar distancia a comunicação dos estudantes, a fim de socializar os problemas que ocorrem no ambiente escolar (DÍAZ-AGUADO, 2015). Sendo assim, a falta de resposta da escola diante da violência é considerada uma condição de risco. Segundo Díaz-Aguado (2015), é preciso levar em consideração que o silêncio da escola frente à violência deixa as vítimas sem ajuda e costuma ser interpretada, pelos autores, como apoio implícito. A violência escolar tende a diminuir quando se estabelece, na escola, contextos que oportunizem os estudantes a falar dos dilemas que os circundam. Para tanto, é importante considerar a forma tradicional de definir o papel dos professores, de forma quase exclusiva, a ministrar uma matéria específica, cuja tendência pode ser mudada quando se proporciona, aos docentes, formação adequada para prevenir a violência entre os estudantes. Nessa direção, a modelagem matemática, aqui entendida como um ambiente de aprendizagem em que estudantes são convidados a investigar, utilizando a matemática, situações com referência na realidade (BARBOSA, 2007), pode possibilitar aos estudantes argumentarem sobre a aplicabilidade da matemática em práticas sociais externas à disciplina Matemática (SKOVSMOSE, 2007). Assim, a modelagem torna-se uma das possibilidades de potencializar estudantes a interferir em debates de interesse social. Além disso, a modelagem confere uma dinâmica diferente às aulas de matemática, pois se trata de um ambiente em que estudantes são convidados a atuar, de forma ativa, no desenvolvimento do ambiente, cabendo ao professor conduzi-lo de forma que estudantes assumam o processo de investigação.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Virginia Moreira Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a política de inclusão dos catadores de resíduos no brasil: da precariedade ao trabalho digno?
  • No Brasil, 60% das cidades ainda não possuem aterros sanitários e 90% da coleta coletiva é realizada por catadores de resíduos (IPEA, 2013). O crescimento do volume de resíduos sólidos urbanos, consequência do modelo de desenvolvimento vigente, do consumismo e dos avanços tecnológicos, tem agravado direta ou indiretamente os problemas ambientais e sociais, especialmente nos países em desenvolvimento, sendo o catador a face mais cruel desse cenário. Não obstante o trabalho do catador de resíduos ser uma atividade importante para o meio-ambiente, a economia e a sociedade, o trabalho é exercido em condições inaceitáveis. É penoso, perigoso, insalubre, alvo de preconceitos e danoso à auto-estima do trabalhador. A própria sociedade é omissa ao ignorar, suportar e se aproveitar do trabalho dessas pessoas. A precariedade e a vulnerabilidade do trabalho dos catadores, entretanto, não é uma decorrência natural do tipo de atividade exercida, mas resultado da ausência de legislação e políticas públicas, além da falha imposição da lei no campo trabalhista e ambiental. Um passo essencial no sentido de garantir aos catadores melhores condições de vida e trabalho, segurança econômica e percepção de pertença à sociedade veio com a promulgação da Lei n°12.305 de 2 de agosto de 2010 instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A estratégia da PNRS no que concerne ao trabalho dos catadores é a da sua inclusão nos sistemas de gerenciamento de resíduos por meio de suas associações e cooperativas. Dentre as disposições da Lei n°12.305 acerca do trabalho dos catadores, ressalta-se o Artigo 7o, inciso XII, da Lei n°12.305, que estabelece, dentre os objetivos da PNRS, a “integração dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis nas ações que envolvam a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos”. Dentre os instrumentos da PNRS, ressalta-se no Artigo 8o, inciso IV, da Lei n°12.305, “o incentivo à criação e ao desenvolvimento de cooperativas ou de outras formas de associação de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis”. Apesar do avanço normativo, no entanto, a maioria das cidades brasileiras ainda não estruturou um sistema formal de gerenciamento de recursos com a inclusão dos catadores. Neste estudo, ao invés de se forcar nas razões pelas quais essas cidades não eliminaram os chamados “lixões”, construíram aterros sanitários e instituíram um sistema de coleta seletiva com a participação dos catadores; busca-se descobrir o que levou certas cidades a essa mudança e como se deu esse processo. Este projeto tem por objetivo geral desenvolver, por meio de pesquisa científica, um estudo qualitativo em cidades que foram capazes dar esse passo, passando de um sistema informal de recolhimento de despejo para um sistema formal de gerenciamento de resíduos com a inclusão social dos catadores. As cidades estudadas são: Belo Horizonte, Itaúna, Manhumirim e Brazópolis (MG); Arroio Grande e Santa Cruz do Sul (RS); Bonito de Santa Fé (PB); Crateús (CE); Ourinhos (SP) e Londrina (PR). Itaúna foi escolhida por ser a cidade pioneira na estruturação de um sistema de gerenciamento de resíduos com a inclusão dos catadores. Belo Horizonte também constitui um exemplo importante a partir da atuação da Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável de Belo Horizonte - ASMARE. As demais cidades foram vencedoras do Prêmio Cidade Pró-Catador do Programa CATAFORTE do Governo Federal. O estudo se propõe a mapear o processo de transformação da atuação do poder público municipal de um modelo absenteísta para o da organização do gerenciamento dos resíduos com a inclusão dos catadores, considerando quais foram os principais atores envolvidos no processo; quais argumentos e interesses favoráveis e contrários foram relevantes; qual o papel desempenhado pelos catadores e suas associações; qual a percepção dos atores sobre resultados da nova estratégia de atuação no que concerne às oportunidades, desafios e limites da política de inclusão. Os resultados obtidos a partir desse mapeamento são essenciais para se induzir uma série de princípios acerca de uma mudança institucional no que concerne ao tratamento dos resíduos e à inclusão dos catadores que possam ser aplicados em outras cidades do Brasil. O estudo vai delinear o que podemos aprender com essas cidades que conseguiram mudar seu sistema e como esse conhecimento pode ser difundido entre àquelas que ainda não estruturaram um sistema de acordo com as disposições da PNRS. Quem propôs, nas cidades analisadas, a mudança no sistema de gerenciamento de resíduos? Quais mudanças legislativas foram necessárias e como se deu esse processo? Quais mudanças administrativas foram necessárias e como se deu esse processo? Foi realizado um estudo do impacto econômico do gerenciamento de resíduos para a cidade? Qual a participação dos catadores e suas associações? Como se dá a relação entre a Prefeitura e a associação dos catadores? Quais atores foram excluídos do processo? Quais os limites da política de inclusão? Essa são algumas das questões que irão guiar a pesquisa proposta. A importância do estudo empírico nesta pesquisa científica na área do direito se justifica pela necessidade de conhecer a realidade do trabalho de catação no Brasil, o papel exercido pela organização coletiva desses trabalhadores e por outros atores sociais relevantes no processo de transformação institucional no manejo e gerenciamento de recursos no Brasil. Esse conhecimento é essencial para se refletir acerca do potencial da atual política regulatória e buscar superar a situação de precariedade dos catadores de resíduos.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anabelle Silva Cornachione

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeitos do treinamento aeróbio de baixa intensidade no conteúdo da proteína utrofina e nas propriedades contráteis do músculo tibial anterior de camundongos mdx: modelo experimental da distrofia muscular de duchenne
  • A distrofia muscular de Duchenne (DMD) é a mais comum e mais severa distrofia muscular que acomete em torno de 3.500 meninos nascidos vivos. Causada pela mutação da região Xp21 no cromossomo X, esta doença é caracterizada pela ausência da proteína distrofina que determina perda progressiva das fibras musculares (degeneração) e consequentemente, fraqueza muscular. A utrofina é uma proteína expressa no sarcolema, durante a fase de desenvolvimento, que é substituída, por sua homóloga distrofina e, mantêm-se na junção neuromuscular do músculo esquelético durante a vida adulta. Estudos tem mostrado que a terapia com genes da utrofina pode ser um tratamento promissor para pacientes portadores de DMD pois, esta atua similarmente a distrofina na reparação do músculo lesado, minimizando lesões e retardando a evolução da doença. Alguns autores observaram um aumento na expressão da utrofina no músculo esquelético de camundongos mdx. Esses autores também acreditam que este aumento pode minimizar a degeneração muscular, como resposta protetora do tecido muscular. Outros estudos mostraram que o aumento da utrofina pode ser exacerbado quando o músculo esquelético, de camundongos mdx, é submetido a treinamento aeróbio. Serão utilizados 48 camundongos machos (n= 24 Wild Type: C57BL-10) e mdx (n=24 - C57BL/10-Dmd/mdx) divididos em grupos controles (21 e 37 dias) e treinados durante 21 e 37 dias. O treinamento contará com uma corrida leve em esteira plana. Após experimentos, os animais serão eutanasiados por decapitação sob anestesia, e o músculo tibial anterior será excisado para análises morfológica, bioquímica e biofísica. Resultados esperados: Após o treinamento, esperamos observar nos animais distróficos, um aumento do conteúdo da proteína utrofina, sinais morfológicos de regeneração e melhora da força total das fibras musculares.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anacharis Babeto de Sá-Nakanishi

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • avaliação do estado oxidativo plasmático via metabólitos nitrogenados em ratos com artrite por adjuvante e efeitos do resveratrol
  • A artrite reumatoide é uma doença autoimune caracterizada por inflamação crônica e sistêmica que afeta a cartilagem articular, membrana sinovial e ossos. A patologia apresenta uma prevalência de aproximadamente 1% na população adulta e está associada com aumento na taxa de mortalidade. A patofisiologia da artrite reumatoide envolve uma hiperplasia da cartilagem articular, citocinas pró-inflamatórias e aumentos nas espécies reativas. Como a artrite reumatoide é uma doença multissistêmica, em adição às articulações, outros órgãos também são afetados. Pacientes com artrite reumatoide apresentam redução na síntese hepática de albumina (-30%) e um quadro característico de composição protéica alterada no plasma, que é compatível com o quadro de inflamação sistêmica crônica. Da mesma forma, os marcadores de estresse oxidativo também estão aumentados no sangue. A artrite reumatoide pode apresentar uma evolução variável, desde um acometimento leve e intermitente até uma forma mais grave e progressiva da doença. Diversos esforços têm sido feitos para correlacionar os níveis de marcadores de estado oxidativo no sangue e fluído sinovial de pacientes com artrite reumatoide com a gravidade e atividade da doença, ou mesmo à taxa de mortalidade por comprometimento cardiovascular. Como a albumina corresponde a aproximadamente metade das proteínas plasmáticas em condições normais, as modificações oxidativas na albumina pode ser uma vantajosa ferramenta para avaliar a atividade da artrite reumatoide. Em condições normais, a albumina representa aproximadamente 60% das proteínas plasmáticas, cerca de 80% dos grupos tióis no plasma e, aproximadamente 70% da capacidade antioxidante plasmática. Assim, utilização da albumina plasmática como marcador patológico apresenta duas vantagens: 1) o material biológico (sangue) é de fácil obtenção a partir de punção venosa dos pacientes e 2) é a proteína mais abundante do plasma sanguíneo. A artrite induzida por adjuvante completo de Freund é uma imunopatologia experimental em ratos que apresenta muitas semelhanças com a artrite reumatoide humana. Os animais com artrite induzida por adjuvante também apresentam alterações nos marcadores de estresse oxidativo no sangue e tecido sinovial. Assim como na artrite reumatoide, a artrite por adjuvante também pode ser apenas leve ou de maior gravidade, dependendo da dose utilizada para induzir a doença. O modelo experimental clássico é induzido com altas doses do adjuvante (250-500 μg) e é caracterizado por resposta inflamatória generalizada, poliartrite e forte comprometimento sistêmico. Utilizando doses menores do adjuvante (100-150 μg) é possível induzir um modelo de artrite mais branda, que apresenta resposta inflamatória menos intensa, caracterizada por monoartrite sem efeitos sistêmicos mais comprometedores, embora presentes. Desta forma, a artrite induzida por adjuvante pode ser extrapolada para a artrite reumatoide em humanos, simulando tanto a forma mais grave quanto a mais branda, uma característica útil para avaliar os efeitos da atividade da doença ou a influência de tratamento sobre os níveis de marcadores inflamatórios e oxidativos. Os objetivos deste projeto são, portanto, quantificar os níveis de diferentes marcadores plasmáticos de estresse oxidativo não proteicos e associados às proteínas, especialmente albumina, em ratos com artrite induzida por adjuvante em diferentes graus de acometimento inflamatório. Aos dois clássicos modelos (poli- e monoartrite) será padronizada uma artrite intermediária. Para isso serão utilizados ratos induzidos com adjuvante na concentração de 100 µg (mono), 200 µg (intermediária) e 500 µg (poliartrite). Em adição, o projeto propõe avaliar os efeitos da suplementação com resveratrol sobre estes parâmetros. Serão enfatizados os parâmetros associados à albumina plasmática. Especificamente, serão quantificados no sangue de animais controles e artríticos: 1) Capacidade antioxidante total e os níveis dos principais antioxidantes séricos não proteicos: ácido úrico, ácido ascórbico e α-tocoferol. 2) Níveis séricos dos metabólitos ligados ao ácido úrico: hipoxantina, xantina e alantoína. 3) Níveis séricos de espécies reativas de nitrogênio: nitrito + nitrato e peroxinitrito. 4) Níveis séricos de proteínas totais e frações: albumina e globulinas. 6) Níveis séricos de antioxidantes protéicos: grupamentos tióis ligados à proteínas totais, e especificamente ligados à albumina. 7) Os níveis séricos dos produtos de modificação oxidativa por espécies reativas de oxigênio (proteínas carboniladas) e nitrogênio (3-nitrotirosina) em proteínas totais, e especificamente ligados à albumina. 8) Efeitos da suplementação dos ratos saudáveis e com diferentes graus de artrite com resveratrol sobre os níveis dos marcadores acima citados. 9) Avaliação dos parâmetros inflamatórios: edema de pata e lesões secundárias devido à artrite. Os animais serão divididos em nove grupos: 1, Controle: ratos saudáveis; 2, poliartrite; 3: artrite intermediária; 4: monoartrite; 5: Controle + resveratrol; 6: poliartrite + resveratrol; 7: intermediária + resveratrol; 8: monoartrite + resveratrol; 9: poliartrite + dexametasona (0,2mg/Kg) – Controle positivo. O tratamento com resveratrol será iniciado cinco dias antes da indução da artrite, e se manterá por 17 dias após. Os animais serão sacrificados no 19° dia após jejum de 12 horas. O resveratrol será administrado via oral diariamente na concentração de 50 mg/Kg. Ratos controle receberão solução de cloreto de sódio 0,9%. Após 18 dias da indução, os animais serão utilizados para os procedimentos experimentais. Os animais em jejum (12 horas) previamente anestesiados terá a cavidade abdominal exposta cirurgicamente e o sangue total coletado por meio de punção da veia cava hepática, imediatamente centrifugado e o sobrenadante separado para análise subsequente. Para avaliação das modificações oxidativas na albumina, a fração sérica da mesma será obtida por cromatografia
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anaelli Aparecida Nogueira Campos

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • modulação das representações motoras por objetos emocionais
  • A percepção de pistas emocionais no ambiente pode ser crítica para a sobrevivência. Permanentemente, em qualquer tipo de interação que realizamos no dia-a-dia, com o meio ambiente ou com outros indivíduos de nossa espécie, avaliamos de forma implícita se algo pode ser repulsivo ou atrativo, doloroso ou interessante, desagradável ou agradável. A maior parte dessas interações depende ainda da capacidade dos indivíduos perceberem as propriedades do alvo com o qual interage. O presente projeto tem como objetivo entender se o affordance gerado pela observação de objetos, com propriedades motora e emocional distintas, modula as representações motoras. Para isso, pulsos de Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) serão aplicados no córtex motor primário dos voluntários, enquanto os mesmos observam fotografias de objetos diferentes com base em suas propriedades motora (preensão fina e grosseira) e emocional (agradável e desagradável). Potenciais evocados motores (PEMs) serão registrados em dois músculos da mão dos voluntários: músculo primeiro interósseo dorsal e o músculo abdutor do dedo mínimo. Espera-se, ao final deste estudo, compreender de maneira mais ampla como a interação com objetos emocionais pode modular as representações motoras.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anamaria Mello Miranda Paniago

Ciências da Saúde

Medicina
  • prevalência de aspergiloma pulmonar em pacientes com tuberculose
  • O Aspergillus foi descrito pela primeira vez por Micheli em 1729 e em 1842, foi relatado o primeiro caso da infecção humana, tendo observado este fungo no escarro de um paciente com aspergilomas em cavidades tuberculosas.As manifestações da aspergilose são variadas e dependem do local, da gravidade do envolvimento e da resposta imunológica do indivíduo. A bola fúngica aspergilar ou aspergiloma é caracterizada pelo crescimento de hifas de Aspergillus spp em cavidades pré-existentes, em geral causadas por tuberculose. O aspergiloma é a forma mais comum e reconhecida de envolvimento pulmonar devido Aspergillus. Geralmente se desenvolve em uma cavidade preexistente no pulmão. A tuberculose é a causa mais comum associada à bola fúngica. O diagnóstico do aspergiloma pulmonar é baseado em resultados clínicos e radiográficos, combinados com evidências sorológicas ou microbiológicas de Aspergillus spp. A grande maioria dos pacientes permanece assintomática, porém quando os sintomas estão presentes, a hemoptise pode ocorrer de forma moderada a grave, podendo ter evolução fatal, particularmente em pacientes com diagnóstico de tuberculose. A letalidade de hemoptise relatada pelo aspergiloma varia entre 2 e 14%. A tuberculose é a doença infecciosa crônica mais prevalente no Brasil e no mundo e possivelmente o aspergiloma está sendo subdiagnosticado, visto que o quadro clínico é semelhante ao da tuberculose. A busca sistemática de bola fúngica aspergilar nos casos de tuberculose não costuma ser feita na rotina clínica, até porque os exames para o seu diagnóstico demandam estrutura laboratorial e tomográfica disponíveis apenas nos serviços de saúde mais complexos. É possível que o aspergiloma seja responsável por muitas das complicações e óbitos imputados à tuberculose.Será conduzido um estudo para avaliar a prevalência de aspergiloma pulmonar em pacientes com diagnóstico confirmado ou presuntivo de tuberculose pulmonar, acompanhados no ambulatório geral de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP) do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian – HUMAP-UFMS. Este projeto será dividido em duas etapas. A primeira será um estudo transversal com a realização de exame micológico direto e cultura do escarro, reação de imunodifusão dupla em gel de Agar (IDD) contra anticorpos específicos de Aspergillus spp e do teste imunoenzimático ELISA específico para Aspergillus spp e tomografia de tórax de alta resolução (TCAR) nos pacientes que trataram tuberculose nos últimos cinco anos. A segunda etapa será um estudo de coorte prospectivo com pacientes admitidos com diagnóstico de tuberculose confirmado ou presuntivo e aqueles que já estão em tratamento. Estes pacientes serão avaliados quanto ao exame micológico direto e cultura do escarro, IDD contra anticorpos específicos de Aspergillus spp e do teste de ELISA específico para Aspergillus spp e do teste de ELISA específico para Aspergillus spp e TCAR no momento da inclusão no estudo até dois anos após o término do tratamento da tuberculose.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anand Subramanian

Engenharias

Engenharia de Produção
  • algoritmos para resolução de problemas de escalonamento da produção e roteamento de veículos
  • Este projeto trata da resolução de problemas de escalonamento de tarefas (PETs) e de problemas de roteamento de veículos (PRVs). Problemas desta natureza possuem uma grande importância prática e tipicamente ocorrem nas áreas de gestão da produção e logística, respectivamente. De modo geral, PRVs e PETs são bastante complexos e suas variantes frequentemente se enquadram na classe NP-difícil, isto é, não há algoritmos capazes de achar soluções ótimas em tempo polinomial. Ainda assim, tem-se observado um grande progresso na resolução exata desses problemas, sobretudo ao se considerar instâncias de pequeno e médio porte. Por outro lado, abordagens heurísticas continuam sendo as mais recomendadas para tratar tais problemas na prática. O principal escopo desse projeto está relacionado ao desenvolvimento de abordagens exatas e heurísticas para resolver diversas variantes de PETs e PRVs. Com relação aos PETs, pretende-se estudar problemas que incluem diversas características como datas de liberação, tempos de setup, penalidades por antecipação e atraso, manutenções periódicas e assim por diante. Já os PRVs a serem abordados consideram diversos atributos como frota heterogênea, coleta e entrega, aspectos ambientais, etc. A equipe desse projeto conta com pesquisadores de diversas instituições, a saber: UFPB, UFF, PUC-Rio, Università degli studi di Modena e Reggio Emilia (UNIMORE) e University of Bath. A duração do projeto está prevista para 36 meses.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Anderson Araújo Meireles

Ciências Humanas

Educação
  • semana nacional de ciência e tecnologia do ifma campus santa inês
  • Este projeto visa divulgar as ações de ensino, pesquisa e extensão do IFMA - Campus Santa Inês durante as atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 21/10/2019-30/04/2020
Foto de perfil

Anderson Barbosa Evaristo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • seleção de genótipos de soja para sistemas integrados de cultivo
  • A região noroeste do Estado de Minas Gerais destaca-se por ser a principal região da produção de grãos nesse estado e possuir uns dos maiores rebanhos bovinos. Apesar de ser uma região tecnificada, existe ainda uma grande demanda por tecnologias no setor agropecuário, principalmente nas áreas de média altitude. O estado do Tocantins faz parte da região denominada Matopiba, considerada última fronteira agrícola do país. O Matopiba compreende o bioma Cerrado dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia e responde por grande parte da produção brasileira de grãos e fibras. O bioma cerrado das regiões do noroeste de Minas Gerais e do estado do Tocantins estão sofrendo com a degradação do solo e dos recursos hídricos provocados em partes pelas atividades do setor agropecuário. O desenvolvimento de tecnologias que visam a redução do impacto ambiental e promovem o desenvolvimento econômico e social é foco das políticas públicas nacionais. A utilização de sistemas integrados de cultivos como Integração Lavoura-Pecuária (ILP), Lavoura-Floresta (ILF) e Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) são exemplos de tecnologias adotadas pelos produtores, que muitos dos casos contem financiamento público, que promovem o aumento da sustentabilidade no bioma cerrado. Estima-se que no Brasil há cerca de 11,5 milhões de hectares com alguma adoção de sistema de integrado de cultivo como exemplo ILPF (EMBRAPA, 2016). A cultura da soja (Glycine max) é a principal cultura agrícola no Brasil e além de ser muito utilizada nos sistemas integrados como exemplo em ILF e ILPF. No entanto não há recomendações técnicas validadas para escolha de cultivares de soja nesses sistemas de cultivo, que apresentam diferentes graus de sombreamento. O presente projeto pretende selecionar genótipos de soja para sistemas integrados de cultivo, desenvolver metodologias para a seleção precoce de genótipos e selecionar descritos morfoagronômicos e morfofisiológicos que permitem selecionar genótipos de soja em diferentes níveis de sombreamento para o desenvolvimento de cultivares de soja para sistemas integrados de cultivo.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anderson Bastos Martins

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • fronteiras seculares: pós-colonialidade, globalização e cosmopolitismo na ficção contemporânea
  • Este projeto investiga novas possibilidades teóricas e críticas dos estudos literários anglófonos pós-coloniais a partir de um estudo comparativo entre suas premissas e as pesquisas recentes sobre os conceitos de globalização e cosmopolitismo e sobre as práticas literárias e culturais derivadas dos mesmos. Com base em narrativas de autoria de quatro ficcionistas contemporâneos, a saber, Nadine Gordimer (1923- 2014) , Salman Rushdie (1947), Mohsin Hamid (1971) e Chimamanda Ngozi Adichie (1977), o enfoque é comparar e contrastar a ficção pós-colonial em seu momento nacional (Nadine Gordimer e Salman Rushdie) com a ficção pós-colonial em tempos de globalização (Nadine Gordimer, Salman Rushdie, Mohsin Hamid e Chimamanda Ngozi Adichie), com o objetivo de atualizar a teoria e crítica pós-coloniais anglófonas diante dos desafios da contemporaneidade global e cosmopolita.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anderson Castro Soares de Oliveira

Ciências Humanas

Educação
  • ciência, tecnologia e sociedade
  • O projeto “Ciência, Tecnologia e Sociedade” consiste de um conjunto de ações como oficinas, seminários, exposições, ciclo de palestras, painéis e trabalhos artísticos com conexão a construção de um crescimento econômico mais inclusivo, igualitário e conservável. Este projeto proporcionará a interação entre cientistas e as comunidades atendidas, apresentando a ciência e a tecnologia na promoção de atividades econômicas baseadas na utilização sustentável e inovadora de recursos biológicos renováveis (biomassa), em substituição às matérias-primas fósseis, para a produção de alimentos, rações, materiais, produtos químicos, combustíveis e energia produzidos por meio de processos biológicos, químicos, termoquímicos ou físicos, fomentando a saúde, o desenvolvimento sustentável, o crescimento nacional e o bem-estar da população. Além disso, este projeto visa sensibilizar e informar as comunidades atendidas sobre a importância da ciência e tecnologia, como ferramenta no desenvolvimento regional sustentável, por meio da geração e disseminação de conteúdos técnicos, artísticos e culturais. Assim, as ações aqui definidas visam aproximar a Universidade e a sociedade, e contribuir de maneira objetiva para se cumprir o tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 05/10/2019-31/07/2020
Foto de perfil

Anderson da Costa Armstrong

Ciências da Saúde

Medicina
  • associação entre marcadores inflamatórios para aterosclerose e marcadores sorológicos para chikungunya e doença cardiovascular subclínica em populações indígenas do vale do são francisco: projeto de aterosclerose em indígenas (pai)
  • Introdução As doenças cardiovasculares são preocupações de âmbito mundial e seu desenvolvimento associa-se a fatores relacionados ao estilo de vida comumente adotado no Ocidente. Comunidades indígenas mudam o perfil de risco cardiovascular ao passar por processos de transformação socioeconômica advindos da urbanização, porém não dispõem em suas aldeias tradicionais do mesmo acesso ao sistema de saúde assistencial e à educação em saúde. A Bacia do Rio São Francisco possui elevado potencial econômico no Sertão Nordestino. Economicamente há grandes ações voltadas à irrigação para grandes cultivos de terras, à Transposição das Águas do São Francisco para consumo humano de outras regiões semiáridas e à construção de barragens e usinas que explorem o potencial hidroelétrico da região. Tais intervenções vêm afetando o modo de vida das populações tradicionais indígenas ao longo da Bacia do São Francisco, com impacto desconhecido sobre o risco de doenças cardiovasculares dessa população. Dados de vigilância epidemiológica já mostram um crescimento substancial na mortalidade cardiovascular nos grupos indígenas mais urbanizados na nossa região. Marcadores inflamatórios têm se correlacionado a doença cardíaca tanto através de doença aterosclerótica como de infecções que provocam inflamação crônica. A Chikungunya é uma doença inflamatória com surto recente no Brasil, mas a associação entre a infecção por Chikungunya, inflamação crônica e doença cardiovascular subclínica ainda é desconhecida. Atualmente, o método de Speckle Tracking Echocardiography tem sido utilizado para detecção precoce de alterações cardíacas subclínicas, mas a relação entre fatores inflamatórios e alterações cardiovasculares precocemente detectadas a partir do emprego dessas técnicas ainda não é esclarecido em populações indígenas em franco processo de urbanização. Objetivo Identificar a associação de marcadores inflamatórios para doença aterosclerótica e de marcadores sorológicos para Chikungunya com disfunção cardíaca subclínica em populações tradicionais indígenas do Vale do São Francisco. Métodos A fase transversal do Projeto de Aterosclerose em Indígenas foi desenvolvida nos Estados de Pernambuco e Bahia, ao longo da área da bacia hidrográfica do Rio São Francisco. Três grupos populacionais foram incluídos no estudo, totalizando 1.061 participantes: Um grupo indígena com baixo processo de urbanização (Aldeia Funi-ô); um grupo indígena já afetado pelo processo de urbanização (Etnia Truká); e um grupo de moradores de área urbana (área de baixo perfil migratório no Município de Juazeiro-BA). Os participantes foram incluídos se idade 30 a 70 anos, de ambos os sexos e excluídos participantes com insuficiência cardíaca clinicamente manisfestada, passado de evento coronariano agudo que requereu internação, insuficiência renal em diálise, passado cirúrgico para procedimento cardíaco ou arterial periférico, doença cerebrovascular que tenha requerido internação e participantes que manifestem restrição quanto à coleta de sangue para análise laboratorial. Dados clínicos, laboratoriais e de ecocardiografia foram coletados de forma transversal. Propomos dosagem de marcadores inflamatórios e sorologia para Chikungunya, para posterior análise da associação entre tais parâmetros e disfunção miocárdica calculada por Speckle Tracking Ecocardiography. Resultados esperados Esperamos identificar os mediadores inflamatórios que possam estar afetando a saúde cardiovascular das comunidades indígenas do Vale do São Francisco, ainda em fase de doença subclínica.
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anderson de Moura Zanine

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • alternativas alimentares com subprodutos da agroindústria do babaçu na alimentação animal
  • Tendo em vista o potencial de produção animal brasileiro e a grande produção de resíduos da agroindústria de babaçu no Estado do Maranhão, serão realizados três experimentos. O primeiro experimento terá como objetivo avaliar a composição química-bromatológica e a degradabilidade in situ dos subprodutos da agroindústria de babaçu com potencial para a nutrição animal, como a torta, farinha fina do mesocarpo, farinha grossa do mesocarpo e o grumo do babaçu. Será utilizado para a avaliação químico-bromatológica o delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos que consistirão dos subprodutos do babaçu (torta, grumo, farinha grossa do mesocarpo e farinha fina do mesocarpo) e dez repetições. As amostras serão coletadas a cada 7 dias de forma a ter maior representatividade dos subprodutos avaliados. Para o ensaio de degradabilidade, será utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos que consistirá dos subprodutos do babaçu (torta, grumo, farinha grossa do mesocarpo e farinha fina do mesocarpo) e quatro repetições representadas pelos animais, em parcelas subdivididas nos tempos de incubação 0, 3, 6, 12, 24, 72 e 144 horas. O segundo experimento terá como objetivo avaliar a produção de silagem de ração total (SRT) contendo cana-de-açúcar e dois subprodutos da agroindústria do babaçu (farinha grossa do mesocarpo e a torta de babaçu) em substituição ao milho nessas dietas, para atendimento das exigências nutricionais de vacas leiteiras. Será avaliado o perfil fermentativo, composição bromatológica, perdas na ensilagem, degradabilidade e o custo com os ingredientes de cada SRT. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. As SRT serão compostas por 60% de volumoso, silagem de cana-de-açúcar, e 40% de concentrado. Sendo os tratamentos compostos por silagem de cana-de-açúcar; silagem de ração total (SRT) composta por cana-de-açúcar e 40% de concentrado, com inclusão da farinha de mesocarpo de babaçu; silagem de ração total composta por cana-de-açúcar e 40% de concentrado com inclusão da torta de babaçu, e silagem de ração total composta por cana-de-açúcar e 40% de concentrado, com base na dieta padrão (milho e soja). O terceiro experimento terá como objetivo avaliar a produção de silagem de ração total (SRT) contendo cana-de-açúcar e dois subprodutos da agroindústria do babaçu (farinha grossa do mesocarpo e a torta de babaçu) em substituição ao milho nessas dietas, para atendimento das exigências nutricionais de ovinos de corte. As SRT, terão as mesmas avaliações do experimento 2. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Sendo os tratamentos compostos por silagem de cana-de-açúcar; silagem de ração total (SRT) composta por cana-de-açúcar e 50% de concentrado, com inclusão da farinha de mesocarpo de babaçu; silagem de ração total composta por cana-de-açúcar e 50% de concentrado com inclusão da torta de babaçu, e silagem de ração total composta por capim- cana-de-açúcar e 50% de concentrado, com base na dieta padrão (milho e soja). No final do projeto terá um volume de informações científicas relevantes concernentes aos subprodutos da agroindústria de babaçu, em substituição de fontes tradicionais de energia, proteína e fibra pela farinha de mesocarpo, torta e/ou gruma do babaçu, que possivelmente deve ser incluída em dietas de ovinos, além de estabelecer qual o melhor subproduto que potencializará uma dieta de alto valor nutricional. Não obstante, o experimento da composição químico-bromatológica e da degradabilidade mostrarão resultados do uso desses subprodutos, que poderá proporcionar uma possível economia no custo dos ingredientes da dieta e melhoria do processo fermentativo das silagens. Além de possibilitar alternativas aos agroindustriais em agregar valores aos seus subprodutos.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anderson de Oliveira Lobo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • eletrofiação coaxial e bioimpressão de biomateriais multifuncionais para engenharia tecidual
  • Neste projeto de pesquisa está sendo buscado o desenvolvimento da próxima geração de biomateriais funcionais utilizando polímeros, hidrogéis e biosilicato. A estratégia da pesquisa será buscar a construção de um nanobiomaterial funcional que seja capaz de estimular a regeneração tecidual através de grupos funcionais bioativos, especialmente tecido ósseo. Este projeto está buscando nuclear uma nova linha de pesquisa no Brasil, especificamente no programa de Pós-graduação em Ciência dos Materiais da Universidade Federal do Piaui. Neste, o proponente, recém concursado como Titular-Livre está apresentando um projeto de inovação e extensão do estágio pós-doutoral e aplicação como professor visitante realizado na “Harvard Medical School” e “Massachusetts Institute of Technology” durante os últimos dois anos. Está sendo esperado uma colaboração internacional envolvendo alunos de graduação e pós-graduação através de curtos estágios para continuar a cooperação com os colaboradores americanos. Utilizará a técnica de eletrofiação e bioimpressão para a produção de scaffolds. Adicionalmente, com este projeto, o proponente poderá desenvolver conjuntamente com seus colaboradores do exterior e professores do programa de pós-graduação de ciência dos materiais, novos polímeros funcionais a base de poliésteres, hidrogéis e biosilicatos para a engenharia tecidual. Após a confecção, serão realizados também ensaios biológicos in vitro e in vivo. Espera-se desenvolver um novo nanobiomaterial tridimensional, funcional e com propriedades biomiméticas que melhorem a regeneração de tecidos. Por último, pretende-se envolver alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado dos programas de graduação e pós-graduação em ciência dos materiais.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022