Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Aírton Mendes Conde Júnior

Ciências Biológicas

Morfologia
  • papel de proteinas de proliferação, morte e estrutura celular nas glândulas salivares de camundongos balb/c com leishmaniose visceral
  • O protozoário Leishmania infantum, causador da leishmaniose visceral, se dissemina sistemicamente para propagar-se no macrófago de órgãos internos, principalmente fígado, baço, medula óssea e linfonodos. A leishmaniose está entre as doenças endêmicas negligenciadas prevalentes no Brasil. Diante da importância epidemiológica dos estudos com Leishmania e da necessidade de aprofundar o conhececimento da leishmaniose e sua relação com as glândulas salivares, propõe-se estudar a histologia do parênquima e túbulos das glândulas salivares de camundongos BALB/c experimentalmente infectados com L. infantum chagasi, com enfoque na avaliação da expressão de proteínas de proliferação e morte celular, e matriz extracelular. O projeto encontra-se na fase de apreciação pelo Comissão de Ética do Uso de Animais (CEUA) sob o número de protocolo 506/18. Serão utilizados 64 camundongos isogênicos machos da linhagem BALB/c, provenientes do biotério do Centro Central da Universidade Federal do Piauí/UFPI. Os animais serão divididos aleatoriamente, de forma que haverá a avaliação dos tecidos durante a fase aguda e crônica da doença, concomitantemente aos grupos controles. Após eutanásia dos animais, as glândulas salivares, baço, fígado, linfonodo e medula óssea serão submetidos ao processamento histológico, imunohistoquímica, morfometria e western blotting para a investigação de necrose, expressão de proteínas apoptóticas (Caspase- 3 e Bcl-2), proteínas de proliferação e ativação do ciclo celular (PCNA e Ki-67), e proteínas da matriz extracelular (Colágeno I e clágeno III). Acredita-se na contribuição e ampliação do conhecimento na caracterização da morfofisiologia de glândulas salivares em camundongos BALB/c experimentalmente infectados com leishmaniose visceral, nas diferentes fases de infecção.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Airton Torres Carvalho

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • pragas em abelhas: procurando por doenças e entendendo a química da interação entre meliponini e phoridae
  • Compreender a dinâmica da ocorrência de pragas e doenças em colônias de abelhas sem ferrão é fundamental para o futuro da meliponicultura e para a conservação das espécies. O presente projeto objetiva estudar dois importantes aspectos que limitam a produtividade dessa atividade, que apresenta grande importância ecológica e econômica. Estudaremos a ecologia química da interação entre o principal parasita em Meliponini, a mosca Pseudohypocera kerteszi (Diptera, Phoriade), buscando descobrir quais as pistas químicas utilizadas pelas moscas para encontrar seus hospedeiros. Além de parasitarem os ninhos das abelhas sem ferrão, as moscas são potenciais transmissoras de microrganismos patogênicos. Ainda, é possível que a microbiota das abelhas seja protagonista na produção dos compostos químicos utilizados pelas moscas para encontrar os ninhos. Desta forma, utilizaremos também uma abordagem metagenômica para caracterizar a microbiota em três importantes espécies do gênero Melipona (Apidae, Meliponini) ao logo de um amplo gradiente geográfico, comparando regiões de ocorrência natural das espécies e áreas para onde os ninhos foram translocados, bem como colônias em condições naturais e manejadas. Esperamos descobrir quais substâncias voláteis são utilizadas pelas moscas para encontrar os ninhos no intuito de desenvolver uma armadilha externa ao ninho e que possa controlar as infestações de forideos. Paralelamente, a caracterização da microbiota permitirá identificar microrganismos patogênicos a fim de subsidiar ações de controle e combate a doenças.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/07/2018-31/07/2021
Foto de perfil

Alacoque Lorenzini Erdmann

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação do cuidado de enfermagem a pacientes com covid-19 em hospitais universitários brasileiros
  • No Brasil, os hospitais universitários são centros de referência de média e alta complexidade para o Sistema Único de Saúde (SUS) no atendimento a pacientes com COVID-19. Nesses cenários, destaca-se a atuação da enfermagem, pois é a categoria responsável pela maioria dos cuidados recebidos pelos pacientes durante a hospitalização, podendo influenciar diretamente na qualidade assistencial, segurança do paciente/profissional e busca pela excelência dos resultados institucionais. Assim, este estudo tem como objetivo geral avaliar o cuidado de enfermagem a pacientes com COVID-19 em hospitais universitários brasileiros, sob a perspectiva dos profissionais e pacientes. Trata-se de uma proposta multicêntrica nacional, que reúne 10 instituições de ensino federais, sendo duas de cada região do Brasil: (1) Sul: Universidade Federal de Santa Catarina (proponente) e Universidade Federal de Santa Maria; (2) Sudeste: Universidade Federal de São Paulo e Universidade Federal do Rio de Janeiro; (3) Nordeste: Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Universidade Federal da Bahia; (4) Norte: Universidade Federal do Pará e Universidade Federal do Amazonas; e, (5) Centro-oeste: Universidade Federal do Mato Grosso e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. A metodologia será desenvolvida em quatro momentos, com distintas estratégias de pesquisa: (1) Estudo documental, com abordagem quantitativa, por meio de consulta a boletins e relatórios institucionais; (2) Pesquisa de métodos mistos com profissionais e gestores que atuam/atuaram no cuidado de pacientes infectados com COVID-19 para conhecer a experiência de enfermeiros no cuidado de pacientes com COVID-19, analisar o ambiente de trabalho da enfermagem, identificar recomendações para melhorias para o enfrentamento da COVID-19 e conhecer estratégias de continuidade do cuidado na alta hospitalar para o domicílio e/ou transição para atenção primária à saúde; (3) Estudo exploratório e interpretativo, com abordagem qualitativa com pacientes recuperados da doença para desvelar atributos de satisfação relacionados à segurança e qualidade assistencial, bem como sugestões para melhorias para o enfrentamento da COVID-19 e futuras pandemias; e, (4) Sessão integradora de translação do conhecimento e grupo de peritos para validação de um guia de boas práticas para o cuidado de enfermagem a pacientes com COVID-19. Em cada etapa, serão utilizadas técnicas específicas de coleta e análise de dados quantitativas e qualitativos, conforme o foco estudado. A partir da pesquisa, pretende-se contribuir com a produção de novos conhecimentos para melhoria do cuidado em saúde/enfermagem no SUS no combate a COVID-19, por meio do desenvolvimento de um repositório digital para compartilhamento de boas práticas de cuidado de enfermagem para o enfrentamento da COVID-19 e aprimoramento da atenção à saúde. Além disso, busca-se ampliar a massa crítica em termos de profissionais da saúde, estudantes e pesquisadores acerca da qualidade do cuidado para lidar com pandemias e de possíveis estratégias para o desenvolvimento de padrões/boas práticas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Alaim Souza Neto

Ciências Humanas

Educação
  • educação escolar, currículo e tecnologias: análise de infraestrutura, formação docente e aspectos didático-pedagógico-curriculares sobre o uso de tecnologias digitais na escola.
  • Este projeto está inserido como uma das ações de nosso grupo de pesquisa registrado junt6o ao CNPQ: Observatório de Práticas Curriculares. Assim, este projeto tem por objetivo investigar os usos pedagógicos de tecnologias digitais contemporâneas (computadores, tablets, celulares, etc.) em escolas públicas da rede estadual de ensino localizadas no município de Blumenau, estado de Santa Catarina, atentando, sobretudo, para elementos didáticos e pedagógicos que revelem elementos de possíveis mudanças curriculares durante os processos de ensino e de aprendizagem no ensino de Matemática e Química, relacionando os campos da Educação, Currículo e Tecnologias. Como ênfase teórica, tem-se diferentes interfaces entre os campos do Currículo, Formação de Professores e Políticas Educacionais, além de outras linhas de atuação teórica, como cultura escolar, práticas pedagógicas, etc. No campo macro, pretende-se realizar um mapeamento social das políticas que contemplam os usos de Tecnologias Digitais - TD na escola, juntamente com um mapeamento da situação de escolas públicas blumenauenses no que diz respeito à infraestrutura tecnológica, formação docente e práticas curriculares com o uso dessas TD. Com base nesse diagnóstico, almeja-se realizar um estudo qualitativo em escolas, objetivando investigar em que medida, possíveis mudanças curriculares, especialmente, vinculadas aos processos de seleção, organização, difusão e socialização do conhecimento escolar (conteúdos escolares), podem ser identificadas no cotidiano das escolas selecionadas a partir dos usos das TD e quais dessas relações são possíveis configurá-las como inovadoras à aprendizagem dos alunos. Como base de dados, pretende-se trabalhar com as informações disponibilizadas nos resultados do Censo Escolar e INEP, bem como dados dos questionários, entrevistas e, se possível, observações de práticas pedagógicas, todos estes em relações estreita com disciplinas que ministramos nos cursos de Licenciatura em Química e Matemática, a saber: Didática; Organização Escolar; e, Educação, Ciência e Tecnologias. Almeja-se, ainda, criar redes de pesquisa com outras instituições, inclusive Universidades e grupos de pesquisa já constituídos, a fim de estabelecer interlocução com a rede pública de educação básica na cidade de Blumenau, contribuindo com a formação inicial e continuada de professores. Por fim, pretende-se contribuir com a consolidação da implantação da UFSC Blumenau, sobretudo dos cursos de formação de professores para as áreas de Química e Matemática, bem como estimular e promover parcerias nacionais e internacionais em torno dessa temática, como meio de criação de novos espaços de pesquisa.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alair Ferreira de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos nos grandes centros urbanos em minas gerais
  • O objetivo geral deste projeto é identificar e analisar os impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos (PAA e PNAE) nos principais centros urbanos de Minas Gerais. Este objetivo emerge da necessidade de se ampliar os conhecimentos sobre o papel que as cooperativas exercem nesse mercado e como elas impactam no abastecimento alimentar das cidades de maior demanda por alimentos nas diferentes regiões do estado, bem como as limitações encontradas para ampliar sua participação. Verificou-se que, apesar da grande relevância desse tema hoje, com segurança alimentar e nutricional e combate a pobreza e a fome sendo alçados à Objetivos do Desenvolvimento Sustentável pela ONU e o Brasil referência mundial na criação de mercados institucionais para fortalecer agricultura familiar, pouco se conhece a este respeito e ainda há muito que avançar na integração do cooperativismo com os mercados institucionais de alimentos nos centros urbanos. Para realizar essa pesquisa utiliza-se abordagem quali-quantitativa e caráter descritivo e propõe-se realizar um estudo multicasos em 5 cidades mineira de grande porte, a saber: Belo Horizonte, Uberlândia, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares. Para tanto, será elaborado um roteiro de entrevistas semiestruturada, focando influências das cooperativas no mercado institucional de alimentos, sua importância nessa rede e os principais desafios e entraves enfrentados por elas nesse processo, e um Survey que vai possibilitar a captação da rede em que as cooperativas estão inseridas, revelando o papel, a centralidade e o poder dessas cooperativas nas redes de mercado de alimentos em Minas Gerais. Espera-se que os resultados possibilitem uma atualização do estado da arte no que se refere às politicas públicas de aquisição de alimentos e a participação das cooperativas no abastecimento alimentar em grandes centros brasileiros bem como a utilização da análise de redes sociais (ARS) para estudos dessa natureza. Também se espera que os resultados possam impactar em mudanças no modus operandi da gestão das políticas de compra institucional nos centros urbanos para adequar às demandas e limitações das cooperativas, bem como garantir a ampliação de produtos fornecidos pela agricultura familiar a estes centros. Além disso, que as organizações cooperativas possam se apropriar dos resultados para alterarem rotinas administrativas, modelos de governança e estratégias corporativas para fortalecerem suas posições na rede dessas políticas e romperem com certas limitações que restringem seu protagonismo. Em termos gerais, espera-se que esse projeto consiga dar visibilidade ao papel central que o cooperativismo assume, e precisa assumir mais, na promoção da segurança alimentar e nutricional em Minas Gerais e no Brasil.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021