Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jose Marcos Pinto da Cunha

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • mobilidade residencial e as novas faces das periferias nas rms de campinas e baixada santista: uma análise a partir da família e da demografia, nas décadas de 1990 e 2000
  • O projeto pretende analisar a evolução da redistribuição espacial da população com ênfase no componente “mobilidade residencial” e em suas motivações em duas regiões metropolitanas do Estado de São Paulo (Campinas e Baixada Santista) no período 1990/2010. Nesse sentido, pretende aprofundar estudos realizados sobre as principais tendências, tendo como novo eixo um olhar sobre a diversidade socioespaciais existentes nestas áreas, em particular em suas periferias, enfatizando as continuidades ou rupturas ocorridas ao longo das décadas em questão. Serão analisados elementos demográficos, especialmente aqueles relacionados à família, considerados como respostas aos incentivos e constrangimentos que impulsionam tais deslocamentos, bem como questões relativas aos condicionantes e consequências do processo de segregação socioespacial das regiões. Também será dada atenção às articulações e complementariedades existentes entre estas RMs estudadas e a RM de São Paulo, no âmbito da formação da chamada Macrometrópole Paulista.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jose Marcos Silva Nogueira

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • unicom: modelos, algoritmos, protocolos e técnicas de comunicação sem fio para a nova internet: de cidades inteligentes a internet das coisas via comunicação máquina-a-máquina
  • O presente projeto de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnlógico na área de redes de computadores consiste basicamente no estudo da problemática da comunicação entre agentes diversos organizados em rede no contexto das novas aplicações e usos das tecnologias associadas com a Internet. Os tópicos específicos abordados incluem redes veiculares terrestres e aéreas, redes tolerantes a atrasos e interrupções, redes móveis celulares 4G e 5G, muitas vezes nos contextos de Internet das coisas e Cidades Inteligentes. O projeto é dividido em seis subprojetos, cada um tratando de um tópico específico, porém interrelacionados: (1) confiabilidade e do desempenho nas comunicações máquina a máquina; (2) mecanismos de descarga de dados em redes móveis; (3) técnicas de gerenciamento de armazenamento de dados em redes tolerantes a interrupções; (4) mecanismos de gerenciamento de redes IoT com controle simultâneo de múltiplas aplicações; (5) estratégias, modelos e arquiteturas para sistemas de transporte inteligentes e cidades inteligentes; (6) protocolos de comunicação para redes veiculares aéreas não tripuladas. O projeto tem como objetivos adicionais a formação de recursos humanos e a disseminação do conhecimento gerado, com possibilidade de transferência para a sociedade. A equipe do projeto é composta de professores pesquisadore, bolsistas de pós-doutorado, alunos de doutorado, mestrado e iniciação científica. Os trabalhos serão desenvolvidos nas dependências do Departamento de Ciência da Computação da UFMG.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2022
Foto de perfil

Jose Maria Ferreira Jardim da Silveira

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • análise dos impactos do setor sucro-alcooleiro nas áreas de expansão: validação de análise de percepção e estudo de redes sociais
  • O debate internacional em torno dos biocombustíveis trouxe algumas restrições macroeconômicas para a expansão do etanol brasileiro, que ajudam a prejudicar a reputação desse tipo de biomassa e diminuem a ampla aceitação dessa fonte de energia renovável nos principais mercados da UE e dos EUA. Contestações globais sobre o impacto sobre os preços dos alimentos ou o impacto negativo na emissão de gases de efeito estufa foram amplamente usados para argumentar que os biocombustíveis trazem danos para a segurança alimentar e também para as mudanças climáticas. No entanto, poucas pesquisas foram feitas sobre a perspectiva local das pessoas realmente impactadas. Portanto foi realizada uma pesquisa com recursos da FAPESP com 353 respondentes e 6001 registros durante os anos de 2016 e 2017 em 30 cidades de cinco estados brasileiros (províncias). Os resultados foram submetidos a uma análise exploratória com metodologia de Análise de Correspondência Multipla- ACM, permitindo a aplicação de uma escala nebulosa Fuzzy. A conclusão indicou uma boa aceitação geral da expansão da cana-de-açúcar nas regiões visitadas, embora alguns stakeholders tenham sérias preocupações sobre questões ambientais, sociais e algumas preocupações em relação aos efeitos sobres o custo de vida. Este projeto dá continuidade ao trabalho citado e tem dois objetivos: a) validar os resultados de percepção usando dados coletados nos municípios e microregiões; b) mapear as redes sociais formadas por agentes-ego para identificar papéis diferenciados na solução de conflitos, na implementação de políticas e na busca de auxílios externos às localidades. A validação dos dados de percepção permite identificar as localidades-problema, com maior potencial de conflito ou de geração de uma crise decorrente da mudança do uso do solo e das atividades econômicas. Para a validação utiliza-se de dados sobre os municípios em uma séríe temporal que inclua o período de mudança e a consolidação das usinas. Como os dados são de vários tipos (com variáveis nominais e categóricas) utiliza-se o método denominado Qualitativy Comparative Analysis- QCA (Ragin, 2008; Alves, 2017) para avaliar as variáveis latentes de percepção obtidas na pesquisa anterior. Uma vez obtidas as evidências qualificadas sobre as fontes de conflitos nas regiões de expansão, busca-se construir redes sociais com base na metodologia denominada NET-MAP (Andrade, 2016; Shieffer, 2007) para o melhor entendimento da base para construção das políticas sociais de base local capazes de dirimir conflitos e atenuar os efeitos negativos decorrentes da alteração do uso da terra devido à expansão canaveira nas novas regiões.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Maria Landim Dominguez

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • inct em ambientes marinhos tropicais
  • O inct AmbTropic é uma iniciativa muito bem sucedida que congrega as principais instituições da região norte e nordeste do país com atuação na área de ciências do mar. Esta rede de pesquisa tem proporcionado o acesso de pesquisadores e estudantes destas instituições a uma base compartilhada de instrumentos, laboratórios e realização conjunta de atividades de coleta de dados em campo. Nossa motivação para a submissão de uma proposta para a Fase II do inctAmbTropic está embasada nos seguintes aspectos: • É necessário dar continuidade aos programas de levantamentos sistemáticos de dados em curso, principalmente no que diz respeito: (i) medidas de CO2 no Oceano Tropical, com a manutenção das boias com sensores Carioca implantadas pelo inctAmbTropic nas ilhas Oceânicas brasileiras, (ii) geração de séries temporais longas (> 6 anos) com amplo espectro geográfico, das comunidades planctónicas na região plataformal - estão séries inexistem para a região norte e nordeste do Brasil, (iii) monitoramento dos ecossistemas coralinos utilizando um protocolo comum, (iv) medição das taxas de sequestro de carbono em manguezais, (v) avaliação do comportamento da linha de costa e dos deltas tropicais brasileiros e (vi) inventário do patrimônio genético e dos recursos vivos do oceano tropical. Estes levantamentos estão sendo realizados tendo como fio condutor o papel das heterogeneidades espaciais e temporais nas respostas dos ambientes marinhos tropicais às mudanças climáticas, com ênfase na região norte e nordeste do Brasil. A interrupção deste esforço certamente comprometerá a qualidade das séries de dados que estão sendo coletados e portanto a compreensão dos efeitos das mudanças climáticas no ambiente marinho tropical do Brasil. • Apresentar soluções para "gargalos" constatados durante a execução da Fase I do inctAmbTropic que implicam na urgente implantação do estabelecimento de laboratórios de referência, para a utilização não só por pesquisadores que integram a rede de pesquisa, como também da comunidade científica nacional, com as seguintes características: (a) Laboratório de CO2, (b) Laboratório de Esclerocronologia, (c) Laboratório para Análise e Processamento de Testemunos e (d) Laboratório de Determinação de Elementos Traço. As justificativas para a criação destes laboratórios estão detalhadas na proposta completa. • Repasse, de uma maneira mais efetiva, das informações e dados obtidos pelo inctAmbTropic nas suas duas fases, não só para a comunidade acadêmica, como também para a sociedade, órgãos governamentais e não-governamentais com interesse nos Ambientes Marinhos Tropicais do Brasil e os efeitos das mudanças climáticas nestes ambientes. A isto se associa o aumento formação de pessoal e aumento das competências regionais. As seguintes iniciativas estão previstas: (i) criação de um Curso de Especialização em Ambientes Marinhos Tropicais e Mudanças Climáticas de caráter multi-institucional reunindo os cursos de pós-graduação vinculados ao inctAmbTropic, (b) aumento na oferta de Escolas de Verão sobre diferentes aspectos dos Ambientes Marinhos Tropicais, incluindo tópicos relevantes para o aumento de competências locais, (c) oferecimento de disciplinas optativas compartilhadas nas grades curriculares dos Cursos de Pós-Graduação das instituições envolvidas de modo a promover a mobilidade de alunos e a fertilização de ideias entre as diferentes instituições de ensino e pesquisa integrantes do inctAmbTropic, e (d) realização de uma Conferência Internacional em Ambientes Marinhos Tropicais, para troca de experiências entre os pesquisadores do inctAmbTropic, os seus parceiros internacionais, e a comunidade de pesquisadores do Brasil. • Apoio para a participação das instituições de ensino e pesquisa da região norte e nordeste do Brasil em projetos internacionais de grande porte como é o caso do IODP (International Ocean Discovery Program), no qual o Brasil ingressou recentemente como "full member", através do aumento das competências locais e da infraestrutura laboratorial para o armazenamento e processamento de amostras coletadas no âmbito do IODP, principalmente na sua margem equatorial. O INCT de Ambientes Marinhos Tropicais reúne algumas das principais instituições de ensino e pesquisa da Região Norte e Nordeste do Brasil que atuam na área de Ciências do Mar, embora não esteja restrito apenas a pesquisadores desta região. O inctAmbTropic inclui também pesquisadores de outras regiões do Brasil, e do exterior, que atuam na área temática e geográfica de abrangência da mesmo.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

José María Monserrat

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • laboratório de produção e desenvolvimento de produtos nanotecnológicos no sul do brasil, nanosul
  • Em virtude de sua localização geográfica e antecedentes históricos, a FURG tem vocação Institucional direcionada ao reconhecimento, por meio da criação e difusão do conhecimento, da importância dos Sistemas Costeiros e oceânicos, já que nestes sistemas é onde ocorre uma das maiores produções naturais de matéria orgânica do nosso planeta. Neste cenário de grandes possibilidades de desenvolvimento industrial, social e ambiental, a presente proposta visa apresenta o “cluster” de laboratórios da Instituição com atuação na área de nanotecnologia, com ênfase nas áreas de Química Multidisciplinar, Farmácia e Farmacologia, e Toxicologia. O histórico da Instituição na prospecção de compostos bioativos e de aplicação tecnológica no ambiente marinho tem propiciado um grande potencial de transferência de tecnologia na área nano e a oferta de prestação de serviços à sociedade pelo uso de sua estrutura e pela capacidade técnica instalada. A atuação do Laboratório NanoSul está de acordo com Instrução Normativa MCTIC N° 11 de 02 de agosto de 2019 e será no âmbito da FURG, a qual conta com um projeto de desenvolvimento Institucional cadastrado no sistema da Universidade, SISPROJ, a partir de um convênio com a FAURG (Fundação de Apoio à Universidade do Rio Grande), o que possibilita à FAURG emitir nota fiscal e pagamentos pelos serviços, em especial os externos. Neste sentido, todos os centros e as restantes instalações possuem características multi-usuários, sendo rotineiramente utilizados por pesquisadores da FURG e de outras instituições públicas e privadas nacionais e estrangeiras. Na Instituição existem competências bem desenvolvidas pelos integrantes da proposta na área de alimentos e materiais da indústria alimentícia, utilizando polímeros obtidos de fontes naturais (ex: quitosana, pectina, alginato). Desta forma, a utilização de matéria prima oriunda do mar possibilitou gerar suplementos nanoencapsulados visando seu uso na saúde humana e, também, na Aquacultura, sendo priorizadas ações que visam o uso seguro dos nanomateriais através da aplicação de testes de toxicidade padronizados. Neste último ponto cabe salientar que integrantes da proposta têm participado na iniciativa europeia NanoReg, que teve como objetivo padronizar os ensaios para avaliação da toxicidade potencial de diferentes tipos de nanomateriais. Este exercício de intercalibração internacional permitiu o desenvolvimento de habilidades para executar ensaios de toxicidade em condições aceitas internacionalmente, o que gera confiabilidade dos dados toxicológicos obtidos, permitindo uma avaliação precisa do potencial risco ambiental do nanomateriais. Na área da saúde têm se buscado o desenvolvimento de novas formas farmacêuticas para tratamento de doenças neurodegenerativas (Alzheimer e doença de Parkinson), doenças negligenciadas (Tuberculose), AVC hemorrágico, problemas de pele, como melhora na cicatrização e o tratamento de queimaduras, entre outros. Além disso, nos últimos anos têm surgido na Instituição algumas áreas emergentes em nanotecnologia, como para a avaliação de propriedades mecânicas de nanomateriais. Neste sentido, trabalhos envolvendo a avaliação de revestimentos e modificações superficiais, com especial ênfase em aplicações envolvendo corrosão ou tribologia têm sido realizados. Finalmente, é importante salientar que a atuação conjunta e integrada das equipes do Laboratório NanoSul têm gerado informação científica e produtos tecnológicos com características diferenciadas, onde o foco principal está no uso de matérias-primas de origem natural, o que está propiciando a colaboração e a prestação de serviços não somente no país mas também no exterior, este último ponto favorecido pelas cooperações internacionais que a Instituição tem estabelecido em área de atuação como a Química Multidisciplinar, Farmácia e Farmacologia, e Toxicologia.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

José María Monserrat

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • suplementação de quercetina nanoencapsulada em sistema bft de criação do camarão litopenaeus vannamei: modulação do sistema antioxidante e resiliência frente a eventos de hipoxia e re-oxigenação.
  • Os sistemas de bioflocos ou sistemas BFT (“Biofloc Technology System”), diminuem a quantidade de água utilizada, e se valem da a comunidade microbiana para a manutenção da qualidade da água do cultivo, além de ser alimento adicional para os animais cultivados. Recentemente foi desenvolvida uma nova estratégia de suplementação de compostos nutracéuticos como a quercetina para camarões Litopenaeus vannamei cultivados em sistema BFT que demonstraram não alterar as qualidade da água e, ao mesmo tempo, aumentaram a concentração de flavonóides totais em músculo e hepatopâncreas de camarões. Ao mesmo tempo foi constatada uma queda de peroxidação lipídica nestes órgãos, um efeito reconhecidamente exercido por flavonoides como a quercetina. Um dos benefícios da suplementação com antioxidantes é o aumento da resiliência dos organismos aquáticos frente a múltiplas situações de estresse, incluído processos como hipoxia seguido de re-oxigenação. A prosposta pretende avançar neste sistema de manejo de sistema de criação BFT se valendo do uso de quercetina nanoencapsulada. A utilização de nanoencápsulas justifica-se pelo aumento da biodisponibilidade de compostos bioativos no organismos através do aumento de sua incorporação e pela proteção que as nanocápsulas oferecem aos compostos bioativos. Desde o ponto de vista da produção animal, o balance energético deve ser maximizado e canalizado para crescimento somático e investimento reprodutivo. O fato que diversas situações estressantes, incluindo aquelas que geram estresse oxidativo podem minimizar a energia canalizado para crescimento somático e reprodução justifica a estratégia de suplementação com antioxidantes. A adequação da estratégia será avaliada através da indução de um sistema de hipoxia seguido de re-oxidação que já tem sido previamente demonstrado que gera dano oxidativo em L. vannamei.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

José Mario de Aquino

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • eletrodos a base de compósitos formados por nanotubos de tio2 ou grafeno tipo freestanding com mno2 nanométrico para aplicação como supercapacitores híbridos
  • Os capacitores eletroquímicos, particularmente os supercapacitores, representam uma nova classe de dispositivos para armazenamento de energia. Dentre os materiais de eletrodo utilizados nestes dispositivos, destaca-se o TiO2 nanotubular (TiO2-NT) devido à obtenção de elevadas áreas ativas, porosidade e fácil preparação e, o grafeno, devido a sua elevada condutividade elétrica. Adicionalmente, filmes finos de óxidos metálicos a base de Mn, já conhecidos pela boa capacidade de armazenamento de cargas, serão crescidos eletroquimicamente, e de forma dispersa, pela superfície dos filmes de TiO2-NT ou do grafeno, a fim de se obter um ganho extra de capacitância específica. Desse modo, pretende-se investigar a síntese, caracterização e o desempenho de supercapacitores contendo o TiO2-NT e o grafeno como substratos, com MnO2 crescido eletroquimicamente sobre a superfície dos nanotubos ou por meio de síntese hidrotermal do MnO2 seguido de refluxo com óxido de grafeno. Pretende-se estudar o efeito do pré-tratamento catódico no substrato de TiO2-NT com e sem o filme de MnO2 por meio de medidas de impedância eletroquímica e espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios X. No caso de substratos de grafeno, pretende-se variar a rota de síntese do compósito formado por ele com o MnO2 a fim de se produzir eletrodos do tipo freestanding. Todos os eletrodos compósitos produzidos serão caracterizados quanto a sua morfologia, estrutura cristalina e propriedades eletroquímicas em meio aquoso. Ao final do projeto, pretende-se mostrar que os dois substratos utilizados produzirão partículas nanométricas de MnO2 e, portanto, supercapacitores faradaícos com elevadas capacitâncias específicas e sem a necessidade de adição de binders.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Martim Costa Junior

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • síntese de biodiesel utilizando microrreatores com recuperação de calor rejeitado
  • 1.1 MOTIVAÇÃO E OBJETIVOS A crescente preocupação com meio ambiente, principalmente no que diz respeito as mudanças climáticas e a emissão de gases nocivos a camada de ozônio, motivam o estudo e desenvolvimento de energias limpas e renováveis. Um dos responsáveis pelo aumento da poluição ambiental é o uso descontrolado do combustível fóssil. Além disso, existe uma preocupação com escassez das reservas de petróleo, bem como com o alto custo desse produto. Uma alternativa ao uso desses combustíveis não renováveis é o uso de fonte alternativas de combustíveis como, por exemplo, o biodiesel. O biodiesel é comumente produzido em reatores à batelada, entretanto, a reação de transesterificação nesses reatores utiliza tempos de residência elevados (de uma hora a várias horas) e altas temperaturas. Uma outra maneira de melhorar a eficiência da produção de biodiesel é através do desenvolvimento de microrreatores, que são reatores compostos por microcanais. Esses microrreatores alcançam rápidas taxas de reação por apresentarem uma razão área superficial/volume elevada, que melhora a transferência de calor e massa, e uma curta distância de difusão. No presente trabalho propõe-se o estudo teórico e experimental da síntese de biodiesel em microrreatores de processo continuo. A análise teórica dos mecanismos de reação envolvidos na síntese de biodiesel em microrreatores será realizada por meio de modelos matemáticos, que é fundamental para uma melhor compreensão e consequente determinação de parâmetros adequados para projeto, além de possibilitar a obtenção prévia das condições adequadas para otimizar a produção de biodiesel e consequentemente maximizar a eficiência de produção. A análise experimental será realizada em um dispositivo contendo múltiplos microrreatores e microtrocadores de calor utilizando, para aquecimento da reação, calor rejeitado de um algum processo secundário onde a rejeição de calor é elevada. O presente trabalho está inserido em um contexto regional, apresentando para a sustentabilidade, ao considerar o aproveitamento da biomassa na produção de combustível e utilizando calor rejeitado de processos e/ou fontes de energia renováveis (solar) 1.2 METAS O estudo da produção de biodiesel em microrreatores tem se mostrado bastante promissor na busca por tecnologias para produção eficiente de biocombustíveis. Desta forma, a análise dos mecanismos de reação envolvidos na síntese de biodiesel em microrreatores passou a requerer um grande esforço para a obtenção de resultados experimentais e para o desenvolvimento de modelos físicos e métodos matemáticos adequados. Dessa forma, no presente projeto terão como metas. i) Estudo de modelos matemáticos de transferência de massa não linear aplicados a síntese de biodiesel em microrreatores de modo a permitir uma análise teórica com custos computacionais reduzidos; ii) Análise experimental de microrreatores acoplados a microtrocadores de calor de modo a permitir a utilização de calor rejeitado em um processo secundário para o aumento da temperatura de reação e consequentemente aumento nas taxas de conversão do triglicerídeo em biodiesel; iii) Proposição do uso de dados experimentais reais para a estimativa das constantes cinéticas da presente reação de transesterificação, usando para isso a inferência bayesiana através do Método de Monte Carlos via Cadeia de Markov, adicionando o erro de modelos. Além disso, o Cálculo Bayesiano Aproximado (ABC) será utilizado para selecionar dentre os modelos concorrentes aquele que melhor explica os dados relacionados a síntese de biodiesel. 1.3 IMPACTOS SÓCIOECONÔMICOS ESPERADOS A realização do presente projeto disponibilizará no IFSertão-PE uma estrutura para produzir experimentalmente biodiesel na microescala. Com a operação desse experimento, conseguiremos alcançar as metas descritas acima de cunho científico e fundamental, além de disso o projeto possui um marcante contexto regional e forte apelo em sustentabilidade, ao considerar o aproveitamento da biomassa na produção de combustível e empregando calor rejeitado de processos e/ou fontes de energia renováveis (solar)
  • Instituto Federal do Sertão Pernambucano - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Maurício da Cunha

Outra

Ciências Ambientais
  • aporte e decomposição da serapilheira e produção de biomassa radicular em campo limpo, campo sujo, cerrado, cerradão e floresta no sul do amazonas
  • O Bioma Amazônico é caracterizado por ser uma região bastante extensa, apresentando elevada diversidade geológicas, geomorfológicas, edáficas, climáticas e de vegetação. Contudo, a composição e as características funcionais de espécies vegetais apresentam grandes efeitos na dinâmica dos ecossistemas florestais. Assim, com o intuito de obter maior conhecimento da dinâmica dos nutrientes em áreas de recuperação florestal e manutenção da produtividade em sítios degradados, propomos como esse estudo avaliar a deposição e decomposição da serapilheira e a produção de biomassa radicular em áreas de campo limpo, campo sujo, cerrado, cerradão e floresta, localizadas na região Sul do Amazonas, afim de obter informações relevantes para melhor compreender os funcionamentos desses ecossistemas. Para interceptação da serapilheira serão instaladas em cada ambiente dez coletores cônicos. As coletas serão realizadas mensalmente no período de março de 2019 a fevereiro de 2020. Após cada coleta, será feita a triagem das frações folhas, ramos, material reprodutivo (flores e frutos) e outros e em seguida as amostras serão secas em estufa de circulação de ar forçada a 65 °C, até obter massa constante. A avaliação da biomassa radicular em dois períodos (chuvoso e seco), amostrando-se pelo método do monólito, em 0-10, 10-20 e 20-30 cm, com dez repetições por profundidade. O conjunto de dados obtidos da análise de cada um dos parâmetros será inicialmente testado quanto à normalidade da distribuição dos erros (teste de Lillifors) e homogeneidade de suas variâncias (testes de Cochran e Bartlett), para verificar os requisitos mínimos para o emprego da análise de variância (ANOVA) e estatística paramétrica.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Messias Bastos

Ciências Humanas

Geografia
  • sistema portuário brasileiro: desenvolvimento, entraves logisticos e modernizações pontuais
  • Os portos são fenômenos eminentemente geográficos com a particularidade de serem complexos, e assim foram vistos por P. Monbeig (1908-1987) nos anos 1940-1950. Entretanto, após este rico período, tal temática praticamente desaparece dos estudos da geografia brasileira. Atualmente os portos são responsáveis pela movimentação de 95% dos manufaturados produzidos no mundo e no Brasil participa com mais de 90% no transporte do seu comércio exterior demonstrando assim a importância de analisar este modal no território nacional. Neste sentido é indispensável estudar a revolução tecnológica que vem sofrendo os meios de transporte no mundo atual a começar pela intermodalidade consagrada pelo uso cada vez maior dos contêineres. Na verdade, tal inovação constitui-se um dos tentáculos da terceira revolução industrial em andamento ao exigir tanto, o grande salto no tamanho das embarcações e no comprimento e a profundidades dos cais para atracagem nos portos, como também exige a renovação dos equipamentos e maquinários dos navios e dos terminais portuários que foram tecnicamente projetados para realizar com rapidez e eficiência a movimentação de volume sem precedente no embarque e desembarque de cargas. No Brasil, os portos sempre desempenharam papel estratégico pelo caráter agroexportador de sua economia periférica e, assim, deu origem a inúmeros centros urbanos portuários distribuídos ao longo de sua extensa costa atlântica. Via de regra, cidades-porto-empório localizadas na foz dos principais rios, lagunas e baias. A partir da Revolução de 30 o pacto de poder nacional-desenvolvimentista instrumentalizou o Estado brasileiro a não só coordenar e participar ativamente do processo de substituição industrial de importações, como também integrar as várias grandes regiões do território nacional via transporte rodoviário. A escolha do modal rodoviário justificava-se pela sua flexibilidade e pelos baixos custos iniciais de sua implantação, uma vez que o caminhão, rebelde ao planejamento, fazia seu caminho ao caminhar. Os crescentes investimentos estatais e privados no modal rodoviário praticamente aniquilou com o transporte hidroviário de cabotagem e, por sua vez as cidades portuárias em grande parte perderam dinamismo e permaneceram estagnadas até data recente. Os acontecimentos ocorrido nos anos 80 tornaram-se verdadeiros divisores de água na trajetória do transporte de carga no Brasil dominado pelo modal rodoviário. Primeiro pela chamada “crise do petróleo” ao encarecer o preço dos combustíveis fósseis internacionalmente, segundo pela considerável robustez alcançada pela estrutura produtiva industrial, agrícola e extrativista de milhões de toneladas e por último pelo vertiginoso crescimento mercado consumidor urbano doméstico, um dos maiores do mundo hoje. Acrescenta-se ainda que a contrarrevolução neoliberal dos anos 90 com as políticas de sobrevalorização cambial do Real, com taxas de juros das mais elevadas do mundo e abertura comercial unilateral das importações de produtos industrializados contribuiu, assim, para o agravamento das infraestruturas de transporte nacionais que começaram a ser enfrentadas de forma incipiente nos anos 2000 com as novas parecerias público-privado. Assim, com base no método histórico-geográfico, constata-se a necessidade de maciços investimentos nos setores sub capitalizados da economia nacional que aliás requerem a emergência de um novo pacto de poder alicerçado estrategicamente num projeto nacional de desenvolvimento, unindo esforços do poder público e setor privado nacional, para superar as referidas adversidades da infraestrutura de transportes. Logo, urge a retomada do debate e das pesquisas para subsidiar a nação sobre as potencialidades técnicas, humanas e naturais diante do decano estrangulamento social e econômico vivido pela nação.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Miguel Reichert

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estrutura e funcionalidade de solos mal e bem drenados, em sistemas de producão com grãos, pastagem e floresta
  • Sistemas de produção, independentemente da sua natureza, tem sua produtividade e sustentabilidade dependentes das condições ambientais e de manejo adotado. Os objetivos gerais do projeto são: (i) Compreender o comportamento mecânico do solo e o efeito de tensões normais e cisalhantes na permeabilidade e espaço poroso de diferentes classes de solo do Planalto do Rio Grande do Sul, mediante utilização de ensaios de cisalhamento, compressibilidade, condutividade hidráulica, permeabilidade do solo ao ar e testes de varredura da amplitude. (ii) Investigar o efeito da diversificação da produção, bem como a adoção de sistemas integrados de produção agropecuária, nas propriedades estruturais e funcionais do solo em ambiente de terras baixas, e (iii) Avaliar o efeito de 7 sistemas de preparo do solo, que envolvem técnicas de subsolagem e de coveamento, sobre o crescimento e a produtividade do Eucalyptus saligna e sobre a dinâmica das propriedades estruturais e funcionais de Argissolos, Neossolos, Cambissolos e Planossolos. O projeto engloba três estudos que são conduzidos em regiões fisiográficas diferentes do Estado do Rio Grande do Sul. O estudo 1 apresenta três diferentes classes de solos sob usos diferentes, e que possuem características que permitem estudar as propriedades funcionais (permeabilidade do solo ao ar e água) e o comportamento mecânico do solo avaliados na micro (reometria) e mesoescala (compressibilidade e cisalhamento). O objetivo do estudo é compreender o comportamento mecânico do solo e o efeito de tensões normais e cisalhantes na permeabilidade e espaço poroso de diferentes classes de solo do Planalto do Rio Grande do Sul. O estudo 2 é conduzido em Planossolo Háplico eutrófico típico, com com quatro sistemas de manejo do solo: Sistema 1 consiste do cultivo de arroz, com pousio invernal, seguido do cultivo de arroz, preparo convencional do solo. Os sistemas 2, 3 e 4 são utilizados sob sistema plantio direto e com pastejo animal no inverno. O Sistema 2 é cultivado com arroz, com azevém (Lolium multiflorum) no inverno, com posterior cultivo de arroz no verão. O sistema 3 tem as sequência de cultivos arroz - azevém - soja (Glycine max) - azevém - arroz. O sistema 4 tem azevém + trevo branco (Trifolium repens) - capim sudão (Sorghum sudanense) – azevém + trevo branco – soja – azevém + trevo branco – milho (Zea mays) – azevém + trevo branco – arroz. O Sistema 5 têm a seuencia de cultivos: azevém + trevo branco + cornichão (Lotus corniculatus L.) – campo de sucessão - azevém + trevo branco + cornichão – campo de sucessão - azevém + trevo branco + cornichão – campo de sucessão azevém + trevo branco + cornichão – campo de sucessão – arroz. Nesse estudo serão estudadas as propriedades funcionais do solo e o crescimento radicular das espécies presentes no momento da coleta das amostras. O estudo 3 contempla quatro classes de solos, já classificados como Planossolo Háplico Eutrófico gleissólico (SXe,), Nitossolo Vermelho Distrófico típico (NVd), Neossolo Regolítico Eutroúmbrico típico (RReh) e Cambissolo Distrófico Húmico Distrófico, todos localizados em áreas de floresta comercial de eucalipto, cultivados em ciclos de corte de curta rotação. Em cada uma das três primeiras classes de solos foram implantados sistemas distintos de preparo do solo definidos como subsolagem a 50 cm de profundidade mais enxada rotativa (S50), subsolagem a 70 cm de profundidade mais enxada rotativa (S70) e subsolagem a 50 cm de profundidade mais camalhão (S50C), enquanto na área restante, com Cambissolo, implementou-se os sistemas de subsolagem convencional (SC), subsolagem em nível (SN), subsolagem com subsolador, mais camalhão (SS) e coveamento mecânico com (CR). O estudo tem por objetivo avaliar o efeito dos sistemas de preparo do solo sobre a produtividade da floresta e sobre a dinâmica das propriedades estruturais e funcionais do solo, dentro e entre as distintas classes de solos avaliadas.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jose Nazareno Vieira Gomes

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • consolidação da pesquisa em geometria diferencial no amazonas
  • Dois objetivos do Programa de Doutorado em Matemática em Associação Ampla entre a Universidade Federal do Pará e a Universidade Federal do Amazonas, e do Programa de Pós-Graduação em Matemática da UFAM, são: trabalhar em pesquisas científicas contemporâneas e capacitar recursos humanos para o avanço da Matemática e Indústria brasileiras. Do ponto de vista regional, essas atividades são de suma importância, não apenas devido ao tamanho do estado do Amazonas, mas também, pelo fato que, existe uma próspera indústria de engenharia em Manaus. Sem dúvida, Manaus é um centro líder na região Norte do Brasil que exige os desenvolvimentos acima mencionados. A contribuição do grupo de "Geometria Diferencial no Amazonas" representa uma parte muito significativa desse processo. Até o momento, já formamos 12 doutores em Geometria Diferencial e o número de mestres formados já atingiu a marca de 114, sendo a maioria deles também em Geometria Diferencial. Isso tem sido feito através de novas nomeações acadêmicas e intercâmbio científico, aliado aos ciclos de palestras em tópicos relevantes na pesquisa científica atual. Evidentemente, nosso grupo de pesquisa já está ganhando um bom ímpeto, sendo este último justificado tanto pelo aumento quantitativo quanto pelo qualitativo dos nossos resultados. Ressaltamos a necessidade de que nossa pesquisa seja feita com discussões científicas não apenas entre os professores vinculados aos nossos programas de pós-graduação, mas também, com a colaboração de pesquisadores externos à UFAM.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jose Neuman de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • cuida: confiabilidade e segurança na coleta, armazenamento e análise de dados médicos em ambientes computacionais
  • A sociedade mundial passa por uma transformação expressiva na forma de realizar suas atividades mais simples do cotidiano, tais como os cuidados com a saúde. A tecnologia, como um facilitador do acesso à saúde para todos os cidadãos e suas aplicações em gestão pública, colabora com a democratização da saúde. A Internet das Coisas (IoT), a Internet de Todas as Coisas (IoE) e as diferentes tecnologias de comunicação sem fio e móveis desempenham um papel fundamental nessa transformação através dos dispositivos vestíveis e embarcados para monitoramento contínuo de sinais vitais e das diferentes redes de comunicação sem fio. Diferente da concepção inicial da Internet, que despreza a importância da grande escala/volume de dados, dos processos envolvidos e das relações interpessoais, a nova era de redes de acesso e da Internet precisa garantir a confiabilidade dos serviços, a segurança e a privacidade dos dados coletados diante da importância e criticidade que estes representam. Nesse contexto, esta proposta de projeto visa contribuir através da instrumentação de um sistema completo para prover segurança, confiabilidade e eficiência na coleta de dados relacionados à saúde das pessoas (dados médicos), na transmissão desses dados coletados através de dois tipos de redes de acesso, uma fixa (rede local sem fio – WLAN) e uma móvel (rede veicular – VANET), no tratamento, análise e fusão dos dados na névoa (fog computing) e no armazenamento seguro e análise dos dados na nuvem. Especificamente, o projeto CUIDA conta com quatro linhas de pesquisa principais: (i) sensores vestíveis e sistemas embarcados; (ii) transmissão segura de dados e redes de acesso; (iii) tratamento e análise dos dados na névoa; e (iv) armazenamento seguro dos dados na nuvem através de blockchain. O projeto visa contribuir significativamente, através da pesquisa, extensão e inovação, com o desenvolvimento e o uso seguro e robusto dos serviços de saúde môvel (e-health) no Brasil, e a formação de recursos humanos nesse tema. Além disso, o projeto busca promover a integração entre grupos de pesquisa de diferentes regiões do Brasil e com conhecimentos complementares, e gerar impactos positivos em direção à melhoria, eficiência e a redução de custos nos serviços de saúde pública do país.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Nilson França de Holanda

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • processamento e caracterização de cerâmicas de niobato de cálcio usando resíduos sólidos como fontes de carbonato de cálcio sustentáveis
  • O setor produtivo nacional gera enormes quantidades resíduos sólidos poluentes, incluindo resíduo de lama de cal (indústria de celulose), resíduo de pó de mármore (indústria de rochas ornamentais) e resíduo de conchas marinhas (indústria extrativa da maricultura). Tais resíduos sólidos geralmente apresentam dificuldades técnicas e econômicas para disposição final de forma ambientalmente correta. Isto tem levado a uma crescente preocupação das empresas com a gestão dos resíduos sólidos produzidos. A busca de novas alternativas tecnológicas para valorização destes resíduos sólidos pode trazer benefícios ambientais e econômicos à sociedade. Uma metodologia já consolidada no mundo todo para valorização de resíduos sólidos é o reuso deles como matérias-primas alternativas de baixo custo no processamento de materiais cerâmicos. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo principal o processamento e caracterização de novas cerâmicas dielétricas de niobato de cálcio usando resíduos sólidos poluentes (resíduo de lama de cal, resíduo de pó de mármore e resíduo de conchas marinhas) gerados no setor produtivo nacional como fontes de carbonato de cálcio alternativa e sustentável via método de reação de estado sólido. É importante destacar que as cerâmicas dielétricas de niobato de cálcio apresentam excelentes propriedades elétricas, dielétricas e térmicas e um enorme potencial de aplicação na região de micro-ondas, principalmente em comunicação sem fio, eletrônica flexível e eletrônica impressa. Portanto, o projeto de pesquisa no tema proposto é de alta relevância científica, tecnológica e ambiental. O projeto também contribuirá para a formação de recursos humanos qualificados de pós-graduação e graduação.
  • Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jose Osmar Medina de Abreu Pestana

Ciências da Saúde

Medicina
  • teste quantiferon-tb gold plus (qtf-plus) para diagnóstico de infecção latente por tuberculose em receptores de transplante renal com doador vivo
  • A tuberculose (TB) representa um problema de saúde de importância global. O Brasil é um dos 22 países priorizados pela OMS, para o controle da TB. A incidência de TB entre receptores de transplante renal é de 1,2% a 6,4% e pode chegar a 15% em países de alta endemicidade. A incidência desta doença é 20 a 74 vezes maior que na população geral e é proporcional à incidência de TB nesses países. No Hospital do Rim a incidência cumulativa de tuberculose de 1,32% ao longo de 16 anos de acompanhamento. A mortalidade geral desta coorte foi de 25%, com uma mortalidade atribuída à tuberculose de 19%. Até recentemente, o teste cutâneo tuberculínico (TST) era o único método capaz de avaliar a infecção latente por tuberculose. Os IGRAs são os testes diagnósticos mais recentes utilizados para identificar indivíduos com infecção latente por tuberculose (ILTB). Os testes IGRA são um reflexo da resposta imune das células T CD4 + e/ou T CD8 após exposição a um antígeno com a vantagem em comparação com o TST de maior especificidade. Não há dados na literatura sobre a comparação entre o QTF-Plus e o teste cutâneo, para o diagnóstico de ILTB, em uma população de receptores de transplante renal em um país com incidência moderada de tuberculose. O objetivo primário desse estudo é comparar o teste Quantiferon-TB Gold Plus com o teste tuberculínico na identificação de pacientes com ILTB antes do transplante renal. Esse é um estudo aberto, prospectivo, de centro único, com tempo de seguimento de três anos. A população estudada será constituida por 320 receptores de transplante renal com doadores vivos, avaliados consecutivamente. Além dos testes diagnósticos realziados antes do transplante renal, todos os pacientes serão avaliados clinciamente quanto aos fatores de risco para tuberculose latente. Aqueles com confirmação quanto de risco para tuberculose receberão 300 mg de isoniazida por dia durante seis meses. Todos os pacientes incluídos no estudo serão acompanhados por 36 meses.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Otávio Carréra Silva Júnior

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de um fitoterápico inovador a base de momordica charantia l. para uso tópico no tratamento de dermatites e escabiose
  • Nas últimas duas décadas a Fitoterapia vem se estabelecendo no Brasil como Prática Integrativa e Complementar ensejando o estabelecimento de políticas e seus instrumentos de regulação e de aplicação, como o Formulário de Fitoterápicos em 2011, e o Memento Fitoterápico, em 2016, que dão suporte para a manipulação e a prescrição, conferindo efetividade e segurança a medicamentos e produtos tradicionais fitoterápicos. A Escabiose tem ocorrência universal, pode ou não estar vinculada a hábitos de higiene e geralmente, ocorre sob a forma de surtos em comunidades fechadas ou em grupos familiares. A doença pode ser tratada com Ivermectina, Permetrina ou Enxofre, esta terapia pode apresentar problemas de segurança e baixa efetividade, o que abre a perspectiva de se inovar no tratamento desta parasitose aproveitando a prática popular de uso do melão de São Caetano. A proposta apresentada se baseia nas monografias sobre Momordica charantia L. (Curcubitaceae) publicadas pela Organização Mundial de Saúde-OMS e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária-ANVISA e no fato de a espécie ser utilizada na fitoterapia popular das Américas Central e do Sul para tratar escabiose e dermatites, visando aproveitar este uso na atenção básica em saúde no Brasil. Neste projeto, se propõe incorporar o extrato seco obtido a partir das partes aéreas, nano ou microencapsulado, numa base farmacêutica e assim, melhorar a aplicação do produto e a disponibilidade das substâncias ativas. O grupo proponente dispõe de habilidades e competências para desenvolver as etapas previstas para o desenvolvimento do fitoterápico e os laboratórios possuem equipamentos adequados e prontos para realizar os experimentos necessários. No caso de etapas que envolvam a avaliação biológica do material vegetal, intermediários e produtos finais, o grupo tem uma rede de colaboração que pode realizar os experimentos necessários.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/01/2019-31/12/2021
Foto de perfil

José Rafael Bordin

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • difusão e estruturação em sistemas nano e micrométricos: uma abordagem computacional
  • Os fenômenos de difusão e estruturação em sistemas complexos estão intimamente conectados. Principalmente na escala nanométrica, a estrutura assumida pelo fluido possui um papel fundamental nas propriedades difusivas. Compreender a nanofluídica e estas relações ainda é um desafio em aberto, pois o comportamento de fluidos nanoconfinados e em interfaces difere do esperado e observado no bulk. Das inúmeras aplicações tecnológicas decorrentes deste maior entendimento, pode-se ressaltar a captura e estocagem de gases poluentes, filtros altamente seletivos e dessanilização e purificação da água. Igualmente, o entendimento da agregação e cristalização de partículas nanométricas para a formação de macroestruturas é essencial para novas tecnologias. As estruturas obtidas a partir deste Lego Molecular possuem aplicações em várias áreas da medicina, engenharia e indústria, e o controle da montagem é um desafio que se impõe. Ainda, a difusão e agregação em meios complexos é essencial para entendermos processos a nível celular em sistemas biológicos, como o movimento das organelas e macromoléculas dentro e fora das células, ou mesmo a difusão de células cancerígenas no meio extra-celular. Desta forma, este projeto busca compreender processos a nível nanométrico e micrométrico que envolvam uma relação direta entre a estrutura do sistema complexo e suas propriedades dinâmicas. Para tal, iremos utilizar uma abordagem baseada em modelagem molecular e um contato direto com experimentais, buscando não somente a compreensão dos processos básicos mas também propôr aplicações tecnológicas baseadas em nossos resultados.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Raimundo de Araújo Carvalho Júnior

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • um piloto-rct (random control trial) para avaliar o impacto da “conscientização de gênero” e “treinamento profissional” no poder de barganha das mulheres e na violência entre parceiros íntimos
  • Globalmente, 30% das mulheres sofreram violência física ou sexual (Devries et al., 2013). A violência contra as mulheres pode ter consequências severas para as mulheres, para seus filhos e para a sociedade. Muitas vezes esse tipo de violência causa sequelas, algumas das quais são fatais. O trauma físico e psicológico pode levar a problemas de saúde mental e controle sexual e reprodutivo limitado sobre escolhas sexuais, reprodutivas, pessoais, familiares e de mercado de trabalho. Diversos estudos documentam impactos intergeracionais adversos da violência do parceiro na sobrevivência, saúde e educação de crianças de mulheres vitimizadas. O custo estimado da violência doméstica (DV) em todo o mundo é de 4,3 bilhões de dólares (Fearon & Hoeffler, 2014). Embora o Brasil tenha uma das maiores prevalências de violência doméstica no mundo (tem a 5ª maior taxa de VD do mundo), parece não haver avaliação metodológica rigorosa de programas para ajudar a diminuir esse tipo de violência no país. Nosso projeto avaliará o desenho e o resultado de um RCT (Randomized Control Trial) piloto para entender o impacto causal de programas específicos de educação e de relações de gênero na VD dentro de um experimento aleatório randomizado de dois braços com o objetivo de identificar políticas que possam ser adotadas em uma escala maior, ou seja, subnacional ou nacional. Embora nosso esforço atual se proponha a implementar e analisar um RCT piloto, esta é uma etapa metodológica necessária para oferecer “insights” e sustentar cientificamente um RCT mais complexo e maior, em um futuro próximo. Nosso piloto avaliará dois programas: 1) Um programa de treinamento voltado para o emprego de mulheres, projetado para aumentar sua empregabilidade e, assim, aumentar seu poder de barganha e bem-estar dentro do lar; e 2) Um programa de conscientização de gênero direcionado às mulheres, estruturado para mudar as normas sociais relacionadas à aceitabilidade da VD. Para isso, utilizamos como base empírica a PCSVDFMulher (Pesquisa de Condições Socioeconômicas e de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher). O Prof. José Raimundo Carvalho (PI, Brasil) já desenhou e realizou esse levantamento de VD no Brasil, com uma amostra de mais de 10 mil mulheres entrevistadas em duas ondas (longitudinais) para os anos de 2016 e 2017, algo que nos coloca em um ponto de partida empírico privilegiado. Essa base de dados fornece informações sobre características demográficas, condições socioeconômicas e ocorrência de violência doméstica para uma grande e representativa amostra de mulheres. O Prof. Carvalho irá colaborar com o Dr. Joseph Vecci (Universidade de Gotemburgo, Suécia), Prof. Sonia Bhalotra (PI, Universidade de Essex, Reino Unido), Prof. Pietro Biroli (Universidade de Zurique, Suíça), Doutor Victor Hugo Oliveira (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará, Brasil) e representantes do Instituto Maria da Penha (IMP, Brasil) para implementar intervenções randomizadas nesta amostra de mulheres.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Raniere Ferreira de Santana

Ciências Agrárias

Agronomia
  • micropropagação e conservação in vitro de duas bromélias endêmicas da chapada diamantina– ba: aspectos fisiológicos, anatômicos e moleculares
  • Neoregelia mucugensis Leme e Orthophytum mucugense Wand. e Conceição são bromélias endêmicas da Chapada Diamantina-Ba, que apresentam grande potencial ornamental e estão vulneráveis a extinção devido ao extrativismo predatório e à sua ocorrência restrita. O objetivo deste trabalho é estudar a propagação in vitro de ambas as espécies pelos métodos de organogênese e embriogênese somática, avaliando seus aspectos fisiológicos, anatômicos, a estabilidade genética das plantas produzidas in vitro; e avaliar a eficiência do crescimento mínimo como estratégia para a conservação ex situ das duas espécies. Para tanto, nos experimentos de multiplicação in vitro explantes foliares, caulinares e radiculares serão submetidos a diversos tratamentos contendo diferentes concentrações de reguladores vegetais, auxinas e/ou citocininas, afim de induzir a formação de calos, embriões somáticos e brotos. A regeneração será acompanhada por análise histológica e as microplantas obtidas serão enraizadas e aclimatizadas. Para avaliar a fidelidade genética das plantas produzidas in vitro serão realizados estudos com marcadores moleculares. Na conservação in vitro serão utilizados agentes osmóticos e trimestralmente serão feitas análises do teor de clorofila e da capacidade regenerativa das plantas conservadas até 18 meses. Espera-se com este estudo contribuir para o uso sustentável e conservação destes importantes recursos genéticos.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

José Realino de Paula

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de extrato seco padronizado com aplicação ansiolítica a partir de hydrocotyle umbellata l. (araliaceae)
  • A espécie Hydrocotyle umbellata L. é uma planta nativa do continente Americano e encontrada em todo o território brasileiro com grande de potencial de cultivo, manejo e domesticação. Na medicina indiana é indicada nos casos de ansiedade, estresse, insônia, dificuldade de memorização e concentração. A projeção da espécie H. umbellata para o desenvolvimento de produtos com aplicação como ansiolíticos é fundamentada em estudos científicos promissores do presente grupo de pesquisa na Universidade Federal de Goiás. Os estudos iniciais permitiram a caracterização farmacognóstica da espécie, a avaliação dos efeitos ansiolítico, analgésico e anti-inflamatório do extrato das partes subterrâneas, a atribuição destas atividades ao composto hibalactona e o desenvolvimento de método analítico para quantificação do composto ativo hibalactona na espécie. Portanto, o objetivo do trabalho consiste em desenvolver um extrato seco padronizado com aplicação ansiolítica a partir de H. umbellata. Para isso o projeto consistirá nas seguintes etapas: cultivo de H. umbellata, obtenção do material vegetal, droga vegetal, extrato líquido, extrato seco e realização do controle de qualidade; co-validação de método analítico para quantificação da hibalactona na droga vegetal e nos extratos obtidos; avaliação das alterações comportamentais induzidas pelo tratamento com o extrato seco buscando caracterizar efeitos ansiolíticos, através de métodos farmacológicos; avaliação dos possíveis mecanismos de ação envolvidos nas atividades farmacológicas observadas, com o uso de antagonistas específicos de receptores e de vias neuroquímicas envolvidas. Portanto, com a realização deste projeto, pretende-se desenvolver um extrato padronizado que possa ser utilizado na preparação de um fitoterápico de H. umbellata como nova opção terapêutica para o tratamento da ansiedade.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022