Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jesanias Rodrigues de Lima

Outra

Divulgação Científica
  • semana nacional de ciência e tecnologia em itapissuma e igarassu
  • É notório que nossa população vem se modificando e se adequou as transformações de Ciência, Tecnologia e Inovação, que permeiam nosso cotidiano, e com isso também vieram vários problemas de temas socioambientais que aflige o bem estar social e do nosso planeta. Porém, para uma compreensão holística e transversal desses temas e suas problemáticas, é necessário que identifiquemos e busquemos ações e atividades para sociedade e o planeta terra, e desse modo seja possível ter um presente e futuro melhor. Diante dessa possibilidade, e por intermédio da Chamada do Edital da CNPq/MCTI Nº 06/2021, propomos o projeto, com o seguinte objetivo: fomentar os conhecimentos científicos, tecnológicos e de inovações, a partir da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Itapissuma e Igarassu. Para finalidade de viabilizar o conhecimento científico e tecnológico para o público prioritário e geral dos municípios de Itapissuma e Igarassu, que são situados no Estado de Pernambuco, nordeste brasileiro. Vale salientar, que o referido evento terá sua maior parte por meio virtual, logo oportunizaremos a todos que tem acesso online, não importando o município. Pontua-se ainda, que a instituição proponente (Secretaria Municipal de Educação de Itapissuma), vem alcançando relevantes metas nos últimos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ídeb), mesmo apresentando um Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) considerado baixo; têm ótimas parcerias com outras instituições e entidades estaduais e federais; e também já vem desenvolvendo parcerias com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) em chamadas anteriores de evento de Ciência e Tecnologia. Para alcançarmos nosso objetivo, propomos a realização de um evento integrado/ ‘guarda-chuvas’ por meio virtual, no qual serão discutidos alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de nossa realidade local, a partir do desenvolvimento de 3 modalidades de atividades: (1) eventos de comunicação científica - por meio de lives; (2) mostra de vídeos –pela elaboração e publicação de vídeos informativos/ formativos; e (3) exposição de CT&I - por meio da elaboração e entrega de materiais didáticos. Pretendemos realizar este evento, no final do mês de outubro ou início de novembro de 2021, visto que já estamos realizando nossa feira científica municipal de Itapissuma no período indicado pelo edital. Evidenciamos, que para realização do evento seguiremos todos os protocolos de seguranças exigidos pelas Secretarias de Saúde Estadual e municipais, tomando como base suas ações e cuidados.
  • SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCACAO DE ITAPISSUMA - PE - Brasil
  • 16/11/2021-30/11/2023
Foto de perfil

Jessé Rodrigo Fink

Ciências Agrárias

Agronomia
  • dinâmica química, física, biológica e mineralógica de solos que recebem resíduos industriais
  • O aumento da população mundial nas próximas décadas acarretará em alta demanda de alimentos e grande geração de resíduos industriais, requerendo maior produtividade das áreas agrícolas atualmente exploradas. Um dos fatores a ser considerado para alcançar altas produtividades é a nutrição adequada as plantas, o que é dependente dos processos químicos, físicos e biológicos do solo e dos sistemas de manejo e fertilização. Os resíduos industriais podem ser uma alternativa para o aporte de nutrientes total ou complementar à fertilização química do solo. Isso faz com que o custo de produção pode ser diminuído, aumente a lucratividade do agricultor e dê um destino adequado à determinados resíduos. Todavia, os resíduos industrias têm diferente composições e concentrações de elementos químicos que podem não ser desejados na agricultura e no meio ambiente. O estudo e conhecimento da dinâmica química, física e biológica do solo frente a aplicação de diferentes resíduos industriais é uma ferramenta na tomada de decisão quanto a utilização e dosagem de diferentes resíduos na agricultura. O objetivo da proposta é estudar a dinâmica química, física, biológica e mineralógica de solos agrícolas que recebem resíduos industriais como fertilizante. O experimento de longa duração (15 anos) será instalado na área experimental do IFPR – Campus de Palmas, sobre um Latossolo. O delineamento experimental será blocos ao acaso com 4 repetições. As unidades experimentais receberão anualmente diferentes doses de distintos resíduos industriais produzidos na região. Amostras de solo serão coletadas anualmente, antes e depois da aplicação dos resíduos. Análises químicas, físicas, biológicas e mineralógicas serão procedidas para avaliação da dinâmica do solo ao longo do tempo. Com os resultados, espera-se fornecer à sociedade informações precisas sobre a dinâmica do solo e potencial de utilização dos resíduos testados como fertilizantes, considerando a sustentabilidade agrícola e ambiental.
  • Instituto Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jesui Vergilio Visentainer

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • perfil lipídico, bioativos, nutrientes e processamento do leite humano
  • Os motivos que levaram o grupo de pesquisa a realizar os estudos sobre os diferentes constituintes do leite humano, produzir leite humano em pó (produto tecnológico) e realizar campanhas sobre o aleitamento materno, estão descritos na concepção do projeto. No entanto, do ponto de vista científico, os restritos estudos realizados no Brasil, sobre os constituintes do leite humano nas suas diferentes fases, foi um fator determinante no qual o grupo pode contribuir significativamente para preencher esta lacuna e contemplar o estado da arte referente á nossa área científica de atuação. Desta forma, propõe-se um projeto robusto com quatro objetivos distintos: i- avaliar os componentes lipídicos (lipidômica), bioativos, nutrientes, enzimas e fatores imunológicos, nas diferentes fases do leite humano (colostro, leite intermediário e leite maduro); ii- desenvolver e validar metodologias analíticas modernas para análises das estruturas lipídicas das diferentes fases do leite humano, utilizando infusão direta (sistema ESI) associadas às técnicas do UHPLC-MS/MS e CG-FID; iii- Produzir o colostro, leite intermediário e leite maduro, na forma de pó e avaliar o armazenamento e a estabilidade do produto na presença de antioxidantes; iv- realizar a difusão e atender aspectos sociais através de campanhas educativas sobre o leite humano e a importância do aleitamento materno, evitando assim a propaganda enganosa e o desmame precoce. Desta forma, estamos propondo um projeto robusto e interdisciplinar envolvendo diferentes profissionais: bioquímicos, químicos, farmacêuticos, engenheiros de alimentos, enfermeiros, médicos e nutricionistas, no intuito de atender a todos os objetivos propostos.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jesús Antonio García Sánchez

Engenharias

Engenharia Civil
  • projeto de dissipadores dinâmicos utilizando metamateriais
  • Nas engenharias civil, mecânica e aeronáutica um dos principais desafios é desenvolver mecanismos que dissipem vibrações dinâmicas de forma eficiente e economicamente viável. Pesquisas recentes têm mostrado a eficiência na dissipação de baixas frequências quando utilizadas células periódicas. Esta característica permite personalizar as propriedades dinâmicas da estrutura global, considerando que as células periódicas atuam como ressonadores internos nela, devido à presencia de larguras de banda de frequências onde as ondas não se propagam. A combinação dessas células periódicas é denominada de Metamaterial. Os Metamateriais são estruturas “artificiais” cujas propriedades mecânicas são manipuláveis, proporcionando características físicas contra-intuitivas, as quais se originam na geometria de uma célula base, e não nos materiais que a compõem. Propõe-se utilizar a otimização topológica para projetar Metamateriais que dissipem baixas frequências em sistemas dinâmicos, cujas células base são compostas por elementos de barras e por elementos mássicos. A otimização topológica de estruturas tem se tornado uma linha de pesquisa fundamental no projeto e arquitetura de materiais estruturais. Especificamente, será utilizado o método denominado estrutura crescente para realizar a otimização topológica de uma estrutura bidimensional, cujo contínuo é substituído por células repetitivas, as quais estão formadas por barras discretizadas com o método dos elementos finitos. Será desenvolvido um código computacional, escrito em linguagem de programação FORTRAN, para obter a resposta dinâmica de um meio contínuo formado pela repetição de uma subestrutura composta por elementos de barra. Serão desenvolvidas simulações numéricas em sistemas estruturais dinâmicos lineares, as quais serão validadas com ensaios experimentais. A proposta inclui a construção de impressoras 3d, com a qual se pretendem fabricar os corpos de prova (CP). Os materiais utilizados nos corpos de prova serão variados entre os diversos filamentos disponíveis no mercado, tanto rígidos como flexíveis, e elementos metálicos. Como produtos esperados estão: a construção de uma impressora 3d, um artigo em revista cientifica, o registro do software desenvolvido, o planejamento de patentes e a orientação e co-orientação de trabalhos de graduação e pós-graduação na linha do projeto. Destaca-se que, esta proposta define um passo inicial de uma pesquisa estruturada, assim em pesquisas futuras, planeja-se projetar elementos submetidos a grandes deformações (não-linearidade geométrica) e estender o estudo para estruturas tridimensionais e a divulgação da pesquisa por meios eletrônicos e físicos.
  • Universidade Federal de Itajubá - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jislaine de Fátima Guilhermino

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • gestão estratégica do portfólio de tecnologias: aplicações na área da saúde humana
  • Durante as últimas décadas, esforços governamentais foram dirigidos ao Complexo Econômico-Industrial da Saúde, visando o alcance da soberania econômica e tecnológica em saúde. Entretanto, a dependência de insumos para saúde produzidos no exterior ainda persiste. Uma das principais organizações que contribuem para a geração de tecnologias nessa área é a Fiocruz. Nesse contexto, o objetivo geral deste projeto é propor ferramentas para o planejamento estratégico do portfólio de patentes da Fiocruz. Especificamente, pretende-se a) compreender a estratégia patentária adotada por organizações que possam vir a afetar a disponibilidade de insumos, medicamentos e produtos na área da saúde no Brasil; b) determinar se a velocidade da mudança tecnológica influencia a escolha entre colaborar ou competir com outras organizações que atuam nos mesmos campos tecnológicos; e c) determinar se o ciclo de vida da tecnologia influencia na escolha do mercado no qual será protegida. A pesquisa será desenvolvida com dados secundários, relacionados às áreas da saúde nas quais a Fiocruz desenvolve prioritariamente soluções tecnológicas, como vacinas e medicamentos. Serão selecionadas ao menos três subclasses da Classificação Internacional de Patentes para análise, em um recorte não superior aos dez últimos anos, excluída a fase sigilosa da proteção patentária (últimos 18 meses). Os dados serão analisados por meio de estatística descritiva e multivariada, visando identificar padrões de comportamento estratégico na conduta de organizações que concorrem com a Fiocruz no desenvolvimento de tecnologias em saúde. Para tanto, serão utilizadas as variáveis disponíveis nas informações patentárias de bases de dados de livre acesso, como a Espacenet, Derwent Innovation e Lens. De forma específica, são esperados como resultados o aperfeiçoamento de processos e a criação de maior valor público, decorrente da minimização de gastos com a proteção da propriedade intelectual e o eventual aumento dos contratos de licenciamento.
  • Fundação Oswaldo Cruz - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joana Margarida Navalho Gaspar

Outra

Biomedicina
  • obesidade materna: mecanismos fisiopatológicos e de neurodesenvolvimento para a biogénese do autismo e de obesidade infantil
  • As doenças do espectro autista (DEA) são doenças do neurodesenvolvimento, caraterizadas por comprometimento das habilidades, da comunicação sociais, comportamentos repetitivos e estereotipados. A prevalência mundial de DEA é de cerca de 1-2 %. No Brasil, a prevalência de DEA em crianças com idade escolar é de quase 0.3%. A fisiopatologia da DEA não é conhecida, mas tem sido apontada como uma combinação de fatores genéticos e ambientais, assim como uma disfunção do sistema imunitário. Vários estudos apontam a ativação da imunidade materna como fator de risco para o desenvolvimento de DEA, no entanto os mecanismos não estão ainda elucidados. Por outro lado, a DEA está associada com várias comorbilidades, incluindo doenças gastrointestinais, distúrbios alimentares e metabólicos e ainda à obesidade. A prevalência de obesidade devido aos comportamentos sedentários e de excesso de ingestão calórica tem aumentado drasticamente nas últimas décadas. Segundo a Organização Mundial de Saúde, estima-se que existam certa de 1.9 biliões de adultos com sobrepeso e 600 milhões obesos, sendo que a obesidade infantil atinge certa de 107 milhões de crianças. A obesidade está estritamente relacionada com o aparecimento de doenças metabólicas como o diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, e doenças neurodegenerativas. Crianças com DEA têm um risco aumentado de desenvolver obesidade, com uma prevalência de 42.4% para crianças com sobrepeso e 21.4% para crianças obesas, comparando com crianças normais que têm uma prevalência de 26.1% para o sobrepeso e 12.0% para obesidade. Sendo a obesidade é uma doença inflamatória crônica com produção de várias citocinas pró-inflamatórias, faz com que a obesidade materna durante a gestação seja um fator de risco para a biogênese da DEA e para o desenvolvimento de obesidade infantil na descendência. Assim o estudo dos mecanismos celulares e moleculares associados à obesidade materna e que estão associados à biogênese e desenvolvimento quer de DEA quer da obesidade infantil são de extrema relevância para a busca por tratamentos preventivos. A obesidade materna gestacional tem uma influência negativa sobre a saúde materno-infantil, existindo uma associação elevada com a função cognitiva, saúde mental, aumento de risco para DEA, obesidade e doenças metabólicas nos filhos. A ativação do sistema imunitário (com a ativação de linfócitos Th17 (helper) que produzem grandes quantidades citocinas pró-inflamatórias), em situações de obesidade materna gestacional são responsáveis pela indução de processos neuro-inflamatórios embrionários que aumentam em 67% as chances de a criança nascer com DEA. A microglia possui um papel fundamental durante o neurodesenvolvimento de sinapses (sinaptogénese), durante a maturação das mesmas e consequentemente para a formação de circuitos neuronais. Alterações na imunoativação da microglia durante fases do neurodesenvolvimento podem contribuir para alterações da fisiologia neuronal. A DEA e a obesidade podem estar associadas com o aumento da atividade e da densidade da microglia com e com produção exacerbada de citocinas no cérebro. Recentemente foi demonstrado que a ativação das células Th17 maternas, com produção de interleucina 17 (IL17), têm um papel fundamental para a indução de um fenótipo de DEA na prole, e também para a obesidade e comorbilidades associadas, regulando negativamente a neurogénese afetando a sobrevivência e diferenciação neuronal durante o desenvolvimento cortical. A identificação da IL17 como molécula chave na biogênese de DEA e de obesidade infantil, induzida pela obesidade materna, juntamente com a já existência de vários inibidores da IL17 em fase de ensaios clínicos, fazem desta interleucina um potencial alvo de tratamento para patologias associadas ao neurodesenvolvimento embrionário. Considerando a tendência de aumento da obesidade materna assim como aumento de DEA e obesidade na população infantil, a hipótese do presente estudo é que a inflamação, induzida por obesidade durante o período gestacional induz desregulação da microglia embrionária (neuroinflamação) que modifica a formação dos circuitos sinápticos, contribuindo para o desenvolvimento de DEA e de obesidade na prole. Especificamente os objetivos serão estudar o efeito da inflamação materna associada à obesidade: 1) no desenvolvimento de comportamentos associados a DEA, à obesidade e doenças metabólicas na prole; 2) na ativação da microglia da prole e associação com alterações na formação sináptica no hipotálamo, hipocampo, estriado e córtex pré-frontal; 3) e estudar o efeito de inibidores na IL17 durante a gestação na prevenção de obesidade e DEA na prole de mães obesas. Iremos utilizar camundongos fêmeas da estirpe C57bl6/J que serão alimentados com uma dieta hiperlipídica (DHL, 35% lípidos) por 8 semanas, antes do acasalamento e ficarão alimentados com DHL até ao final da lactação. O grupo controle será alimentado durante todo o período experimental em dieta padrão (4% lípidos). Iremos ainda ter um grupo de camundongos C57bl6/J-DHL tratados com anticorpo anti-IL17 (ab-IL17) durante toda a gestação e lactação. O sangue e o cérebro (hipotálamo, hipocampo, estriado e cortéx pré-frontal) da prole será analisada ao nascimento (P0) e 6 semanas após o nascimento (P45). Semanalmente e até ao P45 serão avaliados o crescimento, a massa corporal, a glicémia e a ingestão alimentar. Para avaliar o efeito da IL17, induzida por obesidade materna, no desenvolvimento de comportamentos associados a DEA iremos realizar no P45 testes de interação e reconhecimento social, de comportamento repetitivo, ansiedade e de memoria. Para estudar o efeito da IL17 materna na neuroinflamação da prole, iremos a avaliar a ativação da microglia e a sua influência para alterações fisiopatológicas neuronais (formação de sinapses), e o desenvolvimento das sinapses orexigênicas e anorexigênicas e quantificar citocinas pró-inflamatórias no hipotálamo da prole no P0 e P45.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joana Plaza Pinto

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • corpos, projeções metapragmáticas e ideologias linguísticas em mobilidades estudantis
  • Esta pesquisa pretende aprofundar a discussão sobre a conexão entre corpo como contexto-de-ocorrência e as projeções metapragmáticas sobre práticas linguísticas heterogêneas e irregulares rearranjadas em narrativas reflexivas e participativas de estudantes universitárias(os) migrantes de partes diferentes do globo e, também, do país. Essa conexão deve ser compreendida como relações complexas entre as marcas de diferença corporal, as metapragmáticas das interações sociais e as ideologias linguísticas em contexto de mobilidade na globalização geocultural. Diante da grande quantidade de material etnográfico já produzido e da necessidade de explorar a produtividade das oficinas biográficas, esta pesquisa propõe como objetivo aprofundar a discussão sobre os recursos metapragmáticos e as marcas de diferenças acionadas em interações entre e com estudantes migrantes numa universidade pública no Centro-Oeste brasileiro, em contexto de mobilidade nacional e transnacional, de forma a identificar as ideologias linguísticas que circulam no cenário brasileiro a respeito de mobilidade de corpos e línguas e discutir o impacto dessas ideologias nos acessos a direitos linguísticos e educacionais desses estudantes. Para atingir os objetivos desenhados, tanto é necessária a realização de mais oficinas biográficas quanto a continuidade da pesquisa etnográfica longitudinal com estudantes migrantes transnacionais (vindas/os de diferentes países de quatro regiões do globo) e nacionais (vindas/os de diferentes regiões não urbanas no Brasil), e, em momento oportuno, a realização de novas entrevistas com as(os) participantes para aprofundamento de suas trajetórias. Espera-se com esta pesquisa os seguintes avanços para a Linguística Aplicada aos direitos linguísticos: 1) discutir teoricamente quais as formas de articulações entre recursos metapragmáticos e marcadores de diferença corporais do contexto de migração universitária brasileira e desdobrar como podem ser usados para produzir ligações coerentes entre textos e corpos e ao mesmo tempo colocar em questão as próprias normas de socialização a que tais migrantes estão submetidos/as nas suas trajetórias no Brasil (chegada e permanência); 2) descrever e discutir o impacto de tais articulações para os acessos a direitos linguísticos e educacionais de migrantes em contexto universitário no Centro-Oeste brasileiro; 3) agregar informações sobre e vivências com migrantes estudantes em seus espaços de convivência e, também, espaços formais de interação universitária (salas de aula, laboratórios etc.), de forma a colaborar com a Pró-Reitoria de Graduação da universidade na recepção e permanência desses estudantes migrantes, mas principalmente na formação receptiva da comunidade acadêmica local. Essa formação precisa ser articulada com os resultados sobre acesso a direitos linguísticos e educacionais de migrantes e precisa igualmente colaborar com projetos de futuras intervenções na comunidade extramuros.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joana Ramos-Jorge

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito do tratamento restaurador na performance mastigatória de crianças pré-escolares
  • A avaliação da função mastigatória é importante para identificação de alterações que poderão influenciar o desenvolvimento da saúde bucal e geral do indivíduo. O método mais utilizado para avaliação objetiva da função é a performance mastigatória (PM), que se refere à distribuição do tamanho de partículas de alimentos mastigados após um número de ciclos padronizado. O tratamento restaurador odontológico tem como objetivo restaurar a forma, função e estética dos dentes após comprometimento por cárie, traumatismo, erosão dentária ou má formação dentária. Entretanto, até o presente momento não há estudos que avaliem a PM em crianças antes e após o tratamento restaurador odontológico. Diante disto, o objetivo deste estudo será avaliar o efeito do tratamento restaurador na PM de crianças pré-escolares, além de comparar sua PM após o tratamento com aquela de um grupo controle com dentição saudável. As crianças com lesões cavitadas de cárie dentária serão incluídas no grupo intervenção. Essas crianças serão pareadas por sexo, idade e escola com crianças livres de cárie (Grupo controle). O exame de cárie dentária será realizado por meio do International Caries Detection and Assessment System (ICDAS). As crianças do grupo intervenção passarão por tratamentos odontológicos para cárie dentária de acordo com suas necessidades. Todas as avaliações da PM serão realizadas em dois momentos para ambos os grupos. Para o grupo que receberá a intervenção, as avaliações serão realizadas antes do tratamento e após um intervalo mínimo de 15 dias posteriores à sua conclusão. Para o grupo controle, as avaliações da PM serão realizadas no mesmo dia que o par do grupo intervenção. Como fatores de confusão, a consistência dos alimentos ingeridos e a presença de má-oclusão serão analisadas. A consistência dos alimentos ingeridos será avaliada por meio de um diário dietético preenchido pelos pais. Nesse diário será anotado tudo que a criança ingerir durante três dias. A má-oclusão será analisada de acordo com os critérios propostos por Foster e Hamilton, em que será avaliada a presença de mordida aberta anterior, mordida cruzada anterior e posterior e overjet acentuado. Para avaliação da PM, a criança realizará 20 ciclos mastigatórios com um alimento teste (Optocal). Posteriormente, esse alimento será expelido, desinfetado, filtrado e seco para permitir a realização do processo de peneiramento. Nessa última etapa serão utilizadas nove peneiras dispostas em ordem decrescente de tamanho dos crivos. Essas peneiras são acopladas a um vibrador que será ativado por 20 minutos. Em seguida, as partículas retidas em cada peneira serão pesadas. A partir do peso será determinado o tamanho mediano (X50) das partículas trituradas por cada criança. A análise dos dados será realizada utilizando-se o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) para Windows, versão 24.0. Essa etapa incluirá a descrição de frequências das variáveis, teste de normalidade dos dados, análise do valor mediano das partículas dentro do grupo de intervenção antes e após o tratamento através do teste de Wilcoxon ou T pareado de acordo com a normalidade dos dados. A comparação do tamanho mediano das partículas entre os grupos de intervenção e grupo controle será realizada através do teste T para amostras independentes e Mann Whitney, definido pela normalidade dos dados. Será realizada regressão linear uni e multivariada para controle de variáveis confundidoras. Este trabalho será submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos e só será iniciado após aprovação pelo mesmo.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joana Valente Santana

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • serviço social e remoção de moradores atingidos por projetos urbanísticos no brasil: requisições e respostas profissionais
  • O projeto de pesquisa pretende evidenciar o trabalho profissional dos assistentes sociais em projetos urbanísticos que envolvem processos de remoção de moradores, verificando as demandas, respostas e estratégias profissionais nesses processos, articuladas ao projeto ético-político da profissão, expressos nos estudos na Área de Serviço Social brasileiro e intervenção profissional. Com base no aporte da teoria sociais de Marx, a metodologia da pesquisa de natureza qualitativa será realizada mediante: a) levantamento bibliográfico, no período de 2007 a 2017, no banco de teses e dissertações da CAPES, nos trabalhos acadêmicos (teses e dissertações) defendidos em Programas de Pós-Graduação vinculados à Área de Serviço Social e; anais resultantes do ENPESS e CBAS. O levantamento irá incluir, ainda, a revisão da literatura da Área do Serviço Social brasileiro dos pesquisadores que vem se dedicando ao tema da atuação dos assistentes sociais na política urbana e habitacional, cuja revisão deverá contribuir na interpretação dos resultados da pesquisa; b) pesquisa documental e; c) pesquisa de campo com a realização de entrevistas com assistentes sociais que atuam em projetos urbano-habitacionais. O estudo pretende contribuir com a formação e trabalho profissional de Assistentes Sociais que atuam em projetos urbanísticos e consequentemente, atuar na defesa dos direitos da classe trabalhadora, conforme preconiza o Projeto Ético-político da profissão. Além disso, o projeto pretende contribuir com o GPT da ABEPSS e o CFESS/CRESS no desenvolvimento dessa temática no âmbito do Serviço Social brasileiro.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joanna Gardel Valverde Galvão

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • vigilância parasitológica e importância do hospedeiro assintomático e curado no ciclo de transmissão da leishmania infantum
  • A fonte de infecção no ciclo de transmissão da Leishmania infantum, agente etiológico da leishmaniose visceral (LV) na América Latina e Europa, pode ser zoonótica, onde os reservatórios são animais domésticos ou animais silvestres, como ocorreno Brasil; ou antroponótica, como ocorre na India e outros países da Ásia, onde o agente etiológico da LV é a Leishmania donovani, e a espécie humana é considerada o principal reservatório. Os cães (Canis familiaris) frequentemente apresentam alta carga parasitária em vários tecidos, principalmente pele e vísceras, sendo assim considerado o maior reservatório doméstico da Leishmaniainfantum na América Latina e na Europa. O controle da LV no Brasil basea-se, principalmente, na eutanásia de animais infectados. Estudos que tentam entender o papel do cão como reservatório são contraditórios. Em adição, o tratamento não promove a cura parasitológica de cães, permanecendo estes como reservatórios para o inseto vetor. Com base nesses dados, o Ministério da Saúde do Brasil recomenda a eutanásia dos cães soropositivos para Leishmania. A maioria das pessoas infectadas por Leishmania não desenvolve sintomas de LV e aparentemente, apresentam proteção forte e de longa duração. A cura estéril parece não ocorrer para a maioria dos casos de LV, sendo possível que os indivíduos infectados alberguem parasitas por um período prolongado, com alguns desenvolvendo doença quando no curso de imunossupressão. A possibilidade desses hospedeiros, assintomáticos e tratados após LV, servirem como reservatórios e contribuirem no ciclo da transmissão da Leishmania em áreas urbanas, com alta densidade populacional, é factível, porém ainda não está claramente definido. Para entender o papel de hospedeiros humanos assintomáticos e curados pós calazar, como reservatório de Leishmania infantum e compará-los com os cães, já considerados como importante reservatório nós propomos expor os grupos de indivíduos e cães provenientes de região endêmica ao repasto sanguíneo dos flebotomíneos e subseqüente avaliação da taxa de infecção dos mesmos. Esses grupos serão submetidos a repastos em dias consecutivos, uma vez que essa reexposição já mostrou facilitar a transmissão da Leishamnia. Em adição, teremos grupos expostos ao repasto em horários diferentes, de forma a avaliar se o ciclo circadiano noturno encontrado no vetor e nas células da resposta imunológicas de mamíferos facilitam a transmissão da Leishmaniainfantum. Essas ações serão importantes para o entendimento da interação parasita-vetor-hospedeiro facilitando o desenvolvimento de estratégias de monitoramento e controle da leishmaniose visceral no Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joanna Maria Gonçalves de Souza Fabjan

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • efeito da proteína anti-congelante (pac) tipo iii na criopreservação de sêmen e embriões ovinos produzidos in vivo
  • Na ovinocultura atual, há uma preocupação cada vez maior com a eficiência reprodutiva, melhoramento genético dos animais e a importância de adequá-los às biotécnicas de reprodução. Dentro deste contexto, a criopreservação de gametas e embriões é uma ferramenta fundamental para a disseminação de material genético de mérito superior. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito da adição de diferentes concentrações de proteína anti-congelante (PAC) tipo III no meio diluente de sêmen e nos meios de vitrificação e congelação lenta de embriões ovinos produzidos in vivo. O estudo será realizado em diferentes locais. A obtenção de sêmen e embriões ovinos será realizada na Unidade de Pesquisa em Caprinos e Ovinos da UFF, Unipeco, localizada na Fazenda Escola de Cachoeiras de Macacu, RJ. As análises espermáticas pós-descongelamento, o cultivo embrionário, avaliações morfológicas e bioquímicas serão realizados no Laboratório de Reprodução Animal, localizado na Faculdade de Veterinária da UFF, Niterói, RJ. A expressão gênica será realizada na Embrapa Gado de Leite, localizada em Juiz de Fora, MG. Serão utilizados 10 carneiros da raça Santa Inês e a coleta de sêmen será realizada durante a estação reprodutiva (março a junho). Para avaliação do sêmen, será formado um pool contendo os 10 ejaculados e este será dividido em quatro grupos, acrescidos de: 250, 500, 1000 ng/mL ou sem adição (grupo controle) de proteína anti-congelante (PAC) tipo III. Sete dias após o congelamento, as palhetas serão descongeladas. Alíquotas serão retiradas para a avaliação dos parâmetros de motilidade e cinética pela análise computadorizada do sêmen (Computer-assisted semen analysis - CASA). Amostras de sêmen de cada tratamento serão encaminhadas para avaliação da integridade de membrana plasmática e morfologia espermática. Por fim, as amostras serão incubadas a 37 ºC por 1 h, 2 h e 3 h, quando, em cada momento, os parâmetros espermáticos no CASA serão reavaliados. Para a produção de embriões in vivo, 60 ovelhas da raça Santa Inês serão submetidas à superovulação e coleta cirúrgica. Os embriões GI e GII serão divididos em sete grupos (a fresco, congelamento lento com 0, 500 e 1000 ng/mL e vitrificação com 0, 500 e 1000 ng/mL). As análises da taxa de reexpansão da blastocele serão realizadas às 3, 6, 12, 24, 48 e 72 h e as taxas de eclosão às 72 h após reaquecimento. Às 24 h de CIV, cerca de metade dos embriões reexpandidos de cada grupo experimental será submetida à análise de expressão gênica. Os restantes passarão por avaliação de sobrevivência, de número total de células e de apoptose às 72 h de CIV. Dados paramétricos serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e Teste de Student-Newman-Keuls (SNK). Dados não paramétricos serão avaliados pelo teste de Kruskal Wallis seguido de Dunn ou pelo teste Exato de Fisher. Por fim, a partir da utilização de diferentes concentrações de proteína anti-congelante (PAC) tipo III pretende-se aprimorar a técnica de criopreservação de sêmen e embriões com o intuito de aumentar a produtividade e rentabilidade da ovinocultura nacional.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joanna Reis Santos de Oliveira

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • influência do comprometimento da funcionalidade de linfócitos t e de células linfoides inatas na remissão e na predisposição a reativações da leishmaniose visceral em pacientes infectados pelo hiv-1.
  • Uma das principais características da infecção pelo HIV-1 e pela Leishmania (Leishmania) infantum são os níveis elevados de ativação imune e a inflamação crônica. Estudos prévios do grupo verificaram que a infecção por Leishmania e produtos provenientes de translocação microbiana (LPS) podem agir como cofatores para a potencialização da ativação celular crônica observada em pacientes com leishmaniose visceral/HIV (LV/HIV), o que por sua vez, agrava o grau de imunossupressão desses indivíduos. Essa intensa ativação celular pode contribuir para acelerar a imunosenescência, a qual se manifesta pela perda da capacidade replicativa das células T e da produção de citocinas e menor diversidade do repertório TCR, o que pode comprometer a resposta imune celular ao parasito. A mesma ativação pode também impactar os linfócitos da imunidade inata, levando à desregulação funcional dessas células, no que diz respeito à sua capacidade citotóxica e de produção de citocinas, como observado em processos reacionais em pacientes de tuberculose/HIV, mas ainda não esclarecido na associação LV/HIV. Recentemente, verificou-se que pacientes LV/HIV com vários episódios de LV apresentaram baixa reconstituição imunológica, alto grau de ativação celular e níveis elevados de translocação microbiana diferente daqueles pacientes coinfectados que apresentaram apenas um único episódio de LV durante todo o estudo. Este conjunto de resultados nos faz hipotetizar que os pacientes com reativações repetidas, sejam prévias ou durante um acompanhamento clínico, apresentam um comprometimento qualitativo mais importante do status imune, que dificilmente consegue ser revertido, e que por sua vez, pode se constituir em parâmetros de monitoramento do desfecho clínico. Considerando que pacientes LV/HIV podem apresentar um efeito sinérgico sobre o comprometimento do sistema linfopoiético, nosso objetivo é avaliar o impacto da ativação celular no grau de comprometimento da funcionalidade dos linfócitos T e de células linfoides inatas em pacientes coinfectados LV/HIV, a fim de determinar sua influência sobre a ocorrência ou não de recidivas da LV após o tratamento anti-Leishmania. Além disso, avaliar a influência deste fenômeno da ativação imune sobre o grau de imunosenescência e na liberação de emigrantes tímicos recentes que constituirão o repertório de linfócitos T na periferia. Serão estudados 30 casos LV/HIV, acompanhados prospectivamente na fase ativa da LV, logo após o tratamento anti-Leishmania, seis meses e 12 meses pós-tratamento. Indivíduos apenas com LV (n=15), apenas com HIV (n=15) e controles sadios (n=30) também serão incluídos. A avaliação funcional será realizada através da fenotipagem de moléculas associadas à ativação celular (CD38/HLA-DR), diferenciação linfocitária (CD45RA/CCR7), senescência replicativa (CD57/CD27), capacidade linfoproliferativa e produção de citocinas pós-estímulo in vitro com os antígenos parasitários e virais. A função das células natural killer (NK), NKT invariante (iNKT) e Tgamadelta; será abordada através da capacidade citotóxica e produção de citocinas próinflamatórias (IFN-y;, TNF e IL-17) in vitro, e pela fenotipagem de receptores de ativação, inibição e funcional (CD161). A função tímica será avaliada através da quantificação dos círculos de excisão do rearranjo do TCR (TREC) por PCR em tempo real e o repertório de linfócitos T será avaliado através da caracterização das regiões variáveis da cadeia beta (Vbeta) do receptor. O estudo da imunosenescência, associado à avaliação do prejuízo no output tímico, o perfil de distribuição do repertório de linfócitos T e o perfil linfoide inato podem esclarecer se estes parâmetros estão implicados no déficit de controle do parasito, propiciando as frequentes reativações observadas na associação LV/HIV, o que poderá auxiliar o manejo desses pacientes.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joao Adolfo Costa Hanemann

Ciências da Saúde

Odontologia
  • estudo in vitro dos efeitos da irradiação laser de baixa potência na proliferação e invasão de linhagens celulares de displasia e carcinoma espinocelular de boca
  • O carcinoma espinocelular representa mais de 90% das neoplasias malignas da cavidade bucal. O seu tratamento radioterápico e/ou quimioterápico pode causar reações adversas, tais como a mucosite oral, que é tratada pela laserterapia em baixa intensidade (do inglês, Low-Level Laser Therapy - LLLT), uma fototerapia não-térmica. Nesses casos, os pacientes podem apresentar células neoplásicas ou displásicas remanescentes da lesão bucal em tratamento, que poderiam ser estimuladas pela LLLT, cujos efeitos sobre estas células ainda não foram completamente elucidados. Sabe-se que a LLLT não causa danos ao DNA celular e é uma radiação não-ionizante, entretanto, seu uso é arbitrariamente contraindicado no tratamento de pacientes com lesões proliferativas e malignas, levando em consideração que a LLLT pode modificar a expressão de proteínas relacionadas com à proliferação do tumor, o que poderia agravar a evolução clínica do câncer. Estudos têm demonstrado que a LLLT aplicada em linhagens de células displásicas e cancerosas modulava a via de sinalização Akt/mTOR/Ciclina D1 resultando na alteração destas proteínas relacionadas à progressão e invasão tumoral. Além disso, a ação de LLLT em retalhos de pele isquêmicos em ratos demonstrou aumento no número de vasos neoformados, acompanhados de aumento na expressão de HIF-1α e VEGF. Assim, nota-se a necessidade de se avaliar um possível papel da LLLT como fator pró-angiogênico em células displásicas e tumorais. Sabe-se, também, que a via de Akt/mTOR resulta na sobrevivência e proliferação celular quando ativadas pela ligação de CXCL12 aos seus receptores CXCR4 e CXCR7. Além disso, esta quimiocina está associada ao processo de metástase. Assim, o presente estudo tem como objetivo investigar os efeitos da LLLT em células displásicas e neoplásicas malignas nos fenômenos biológicos de proliferação e invasão por meio da expressão de genes a eles relacionados, tais como VEGF A e CXCL12.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

João Alcione Sganderla Figueiredo

Outra

Ciências Ambientais
  • formação de recursos humanos em nível de doutorado e consolidação das redes de pesquisa em temas estratégicos
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

João Alencar Pamphile

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • otimização, padronização e reuso do nanobiocompósito af-fe3o4, obtido da interação de aspergillus flavus endofítico e nanopartículas magnéticas (fe3o4), para remoção de contaminantes de águas
  • Grandes quantidades de corantes sintéticos azo são descarregadas em cursos de água, impactando os ecossistemas e os seres humanos. As metodologias convencionais para tratamento de águas não são completamente eficientes na remoção desta classe de corantes. Com isso, outros métodos têm se destacado, como a biorremediação utilizando micro-organismos como agentes de biodegradação ou biotransformação de compostos presentes no resíduo tóxico em formas inócuas que não ofereçam riscos de impacto ambiental. Recentemente, o Laboratório de Biotecnologia Microbiana da Universidade Estadual de Maringá (LBIOMIC/UEM) realizou o depósito do pedido de patente intitulado “Processo de obtenção de nanobiocompósito de Aspergillus flavus endofítico e nanopartículas magnéticas (Fe3O4) com potencial de biorremediação de corante e sua reutilização” (Processo INPI nº: BR 10 2020 014930-0), junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Com isso, o grupo LBIOMIC/UEM vem se destacando na pesquisa de aplicação biotecnológica de nanobiocompósitos na biorremediação de águas contaminadas com rejeitos tóxicos. Assim, este projeto visa complementar o referido pedido de patente depositado, com a ampliação do uso do nanobiocompósito obtido (NBC Af-Fe3O4), com a otimização e padronização da obtenção e utilização da sua biomassa, bem como a realização de experimentos para verificação da reutilização máxima (número de ciclos de reutilização), estudos de cinética da reação e de remoção de poluentes (corantes e outros compostos) do meio aquoso (estudos químicos).
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 21/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

João Antonio Martino

Outra

Microeletrônica
  • projeto, fabricação e caracterização de transistores de efeito de campo funcionando como biossensor (bio-fet)
  • Biossensores tem um papel fundamental na melhoria da qualidade e extensão de vida de uma sociedade, sendo de grande importância para acompanhar em tempo real o desenvolvimento de doenças e até prevenir ameaças biológicas de alto risco. Dentre as plataformas biossensoras que estão atualmente em fase preliminar de estudo, encontram-se os transistores de efeito de campo, também chamados de Bio-FETs. O Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) projetou e fabricou um novo transistor de efeito de campo chamado BE SOI MOSFET (“Back-Enhanced Silicon-On-Insulator Metal-Oxide-Semiconductor Field-Effect-Transistor”). Este transistor tem tecnologia de fabricação totalmente nacional, e dentre suas mais notáveis características estão (i) a simplicidade de fabricação, sem necessidade de dopagem e com apenas três etapas de fotolitografias; (ii) a flexibilidade de uso, podendo funcionar como nMOS ou pMOS, dependendo somente da polarização do substrato e (iii) potencial para ser utilizado como biossensor. Este projeto de pesquisa propõe a caracterização elétrica do BE SOI MOSFET funcionando como biossensor, assim como propõe a fabricação inédita de um novo dispositivo, que chamaremos de transistor de tunelamento induzido por efeito de campo (BE SOI Túnel-FET), tomando como base a estrutura do BE SOI MOSFET. A proposta é que ambos os dispositivos sejam utilizados como elemento biossensor (Bio-FET), na qual seu desempenho e princípios físicos serão avaliados a partir da observação das curvas características dos transistores fabricados (inseridos ou não em meios biológicos) e de simulações numéricas para estudo da sua física de funcionamento. Como elemento de teste será utilizado inicialmente a glicose, por ser já bem conhecida, para testar a sensibilidade deste dispositivo como biossensor que uma vez validado será também testado para outros elementos a serem selecionados durante pesquisa.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joao Augusto Oshiro Junior

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • nanofibras híbridas multifuncionais contendo glicose e peptídeo de crescimento osteogênico para regeneração do tecido ósseo
  • A cicatrização óssea é um processo complexo e um estágio difícil de reconstrução em medicina. Embora este tecido tenha o potencial de auto reparação, em defeitos de tamanho crítico os mecanismos endógenos estão comprometidos, resultando em consequências graves, como desfiguração, perda de função e do membro afetado. Visando restaurar a função do tecido a técnica de enxertia óssea é comumente usada. O enxerto autólogo é o método reconstrutivo considerado “padrão ouro”; no entanto, em muitos casos, não há quantidade suficiente de tecido disponível. Outro fator desfavorável é a morbidade do sítio doador, caracterizada pela presença de dor, necessidade de dois locais cirúrgicos (receptor e doador) e infecções. Para superar esses problemas, uma estratégia atraente é a utilização de células osteoprogenitoras. Entretanto, atualmente o maior desafio é a reprodutibilidade desse método, que é baixa. Esta limitação é devido a morte celular maciça (± 90%) observada nos primeiros dias após o transplante, explicado principalmente pela falta de oxigênio. Contudo, estudos recentes, questionaram este paradigma e revelaram que a adição de glicose exógena desempenha um papel crítico, permitindo a sobrevivência das células osteoprogenitoras em um ambiente quase anóxico (privação completa de oxigênio). Desta forma, o objetivo desse projeto é demonstrar que nanofibras de materiais híbridos do tipo ureasil-poliéter podem incorporar e liberar simultaneamente glicose e peptídeo de crescimento osteogênico (OGP). OGP é capaz de estimular a expressão da proteína morfogênica óssea que se ligam a receptores nas células mesenquimais e as diferenciam em células osteoprogenitoras. Assim, a inserção de ambos ativos pode conferir um inovador tratamento, permitindo atrair e aumentar a sobrevivência das células mesenquimais no local dos defeitos ósseos. A primeira etapa deste projeto consiste em elaborar nanofibras híbridas ureasil-poliéter, variando as condições de síntese, visando modificar o balanço hidrofílico/hidrofóbico e assim ter um controle fino do processo de liberação. Neste contexto, híbridos com diferentes proporções polioxipropileno/polioxietileno e com cadeias de diferentes massas moleculares serão preparados e analisados. A segunda etapa, consistirá em um estudo de incorporação da glicose e o seu perfil de liberação “in vitro”, assim como do peptídeo de regeneração osteogênica. A última etapa consistira em um estudo in vivo da quantidade e qualidade óssea formada em defeitos de críticos em calota craniana de ratos.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Joao Batista Calixto

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • inovação em medicamentos e identificação de novos alvos terapêuticos - inct inovamed
  • Apesar dos esforços da CAPES e CNPq para formar pessoal e dos avanços da ciência brasileira em periódicos internacionais, o Brasil progrediu pouco com relação a apropriação do conhecimento para gerar inovação tecnológica. Na área de medicamentos, apesar do Brasil ser o oitavo mercado mundial, em 2013 tivemos um déficit na balança comercial da ordem de 7 bilhões de dólares. Fica portanto, claro que o Brasil necessita apoiar grupos de pesquisa das universidades, Institutos de pesquisa e ICTs, para estabelecer parcerias necessárias ao fortalecimento das atividades de P&D das indústrias farmacêuticas de capital nacional e, reduzir a médio e longo prazo, esse déficit de conhecimento que separa o Brasil dos países desenvolvidos e alguns em desenvolvimento. Através da interação entre diferentes instituições brasileiras e colaboradores internacionais, esta proposta visa o desenvolvimento de novos fármacos e a pesquisa de novos alvos terapêuticos. Este projeto, portanto, pretende contribuir para avançar a inovação e a ciência de qualidade na área de desenvolvimento de medicamentos e tem os seguintes objetivos: 1) Estabelecer parcerias com as principais indústrias farmacêuticas brasileiras (de capital nacional ou multinacional) visando realizar pesquisas pré-clínicas e clínicas nas seguintes áreas: câncer, depressão, ansiedade, psoríase, coceira; e doenças crônicas e degenerativas (artrite reumatóide, doença de Alzheimer, dor e esclerose múltipla), com especial ênfase na interação entre o sistema imune e o sistema nervoso; 2)Identificar e validar novos alvos terapêuticos para as doenças citadas acima, empregando técnicas de biologia celular e molecular, além de estudos funcionais clássicos; 3) Produzir ciência de alta qualidade com publicações em revistas internacionais de destacado prestigio internacional e contribuir para a inserção internacional do grupo e para o aumento da visibilidade da ciência e tecnologia brasileira; 4) Formar recursos humanos nas áreas relacionadas ao desenvolvimento de medicamentos e na identificação e validação de alvos biológicos de interesse ao desenvolvimento de medicamentos; 5) Apoiar grupos emergentes nas áreas de farmacologia, neurociências, biotecnologia e biologia parasitária visando a consolidação dos mesmos; 6) Contribuir para a melhoria dos programas de pós-graduação onde estes grupos encontram-se inseridos; 7) Apoiar e disseminar o emprego das boas práticas de laboratório, necessárias ao desenvolvimento de medicamentos,no Brasil; 8) Disseminar para a comunidade em geral, através de congressos, simpósios, sites, cursos, palestras; os avanços recentes que vêm ocorrendo na área de medicamentos e estimular as parcerias entre as universidades/centros de pesquisa e as empresas. O projeto conta com dois centros modernos de pesquisas pré-clínica (CIEnP) e clinica (NPDM) que possuem experiência em trabalhar em parceria com as industrias farmacêuticas. O primeiro grupo liderado pelo coordenador deste INCT tem mais de 25 anos de experiência em estudos pré-clínicos e participou do desenvolvimento de alguns produtos que estão no mercado como: Acheflan, Syntocalm (Lab. Aché) e Flavonoides de passiflora (linha Cronos, Natura, além de 4 medicamentos que estão em estudos clínicos. O grupo da UFC liderado pelo vice-coordenador deste INCT foi pioneiro na realização de estudos clínicos no Brasil, sendo um dos grupos que mais colaborou com a introdução bem sucedida dos medicamentos genéricos no Brasil. Os dois grupos agora contando com excelentes estruturas para o desenvolvimento de pesquisa pré-clínica e clínica, financiados pelo MCTI, MS, governo de SC e BNDES; pretendem trabalhar em colaboração e em estreita parceria com as principais indústrias farmacêuticas estabelecidas no Brasil, para que com o apoio das políticas públicas, colaborar para que o país se torne, em médio e longo prazo, menos dependente da importação de medicamentos. Além disso, o projeto conta com pesquisadores com boa formação acadêmica e experiência na área de farmacologia e biologia molecular das seguintes universidades: UFSC, UFPR, UFRJ, UNIVALI, UNCEUMA, além de 9 pesquisadores colaboradores internacionais. Espera-se que o desenvolvimento do presente projeto permitirá atingir as seguintes metas: 1. consolidação de parcerias com as principais indústrias farmacêuticas brasileiras (de capital nacional ou multinacional), estabelecer uma rede de cooperação entre diferentes IES brasileiras e estrangeiras; 2. identificar e validar novos alvos terapêuticos para o câncer, depressão, ansiedade, psoríase, coceira; e doenças crônicas e degenerativas (artrite reumatóide, coceira, psiríase, doença de Alzheimer, depressão, esclerose múltipla, dor crônica); 3. produção de ciência de alta qualidade disseminada através de publicações em revistas internacionais de alto impacto 4. formação de recursos humanos em diferentes níveis (graduação, mestrado, doutorado, pós-doc) nas áreas relacionadas ao desenvolvimento de medicamentos e na identificação e validação de alvos biológicos. 5. consolidação de grupos de pesquisa e melhoria dos programas de pós-graduação emergentes nas área de farmacologia, neurociências, biotecnologia e biologia parasitária; 6. Apoiar a disseminação do emprego de boas práticas laboratoriais, necessárias ao desenvolvimento da área de medicamentos no Brasil.
  • Centro de Inovação e Ensaios Pré-Clínicos - SC - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Joao Batista Florindo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • análise de imagens médicas usando redes convolucionais profundas e descritores fractais
  • Este projeto propõe o estudo e desenvolvimento de ferramentas matematico-computacionais para análise de imagens médicas combinando redes neurais profundas com geometria fractal. As redes neurais profundas convolucionais têm se popularizado também na análise de imagens médicas, porém os descritores clássicos, como os fractais, ainda são competitivos nesta área, além de, na maioria das vezes, poderem ser mais facilmente interpretados. Neste contexto, propõe-se que ambas as abordagens sejam combinadas. Tal combinação se dá de dois modos: treinando a rede a partir da imagem original e da imagem submetida a uma transformação multifractal ou calculando a dimensão fractal da saída associada a cada filtro aprendido pelas camadas convolucionais da rede. Os descritores extraídos serão aplicados a dois problemas da área médica: análise de evolução do Adenoma Pleomórfico para Carcinoma (câncer) e estudo da relação entre imagens de tecidos afetados pelo Carcinoma Neuroendócrino de Pulmão do tipo ``de Pequenas Células'' com a expectativa de vida do paciente. Espera-se que os resultados obtidos tragam implicações importantes para a sociedade, ajudando na melhor compreensão destes processos carcinogênicos e fomentando assim possibilidades tanto de um diagnóstico mais precoce quanto de um tratamento mais eficaz, melhorando assim a qualidade e a expectativa de vida do paciente.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

João Batista Garcia Canalle

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • 24 olimpíada brasileira de astronomia e astronautica
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 22/12/2020-31/12/2022