Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alcides Nobrega Sial

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • a transição permiano–triássico (ptb) e o vulcanismo contemporâneo a ela: quimioestratigrafia de hg e isótopos de hg
  • Quimioestratigrafia de Hg, Corg, Ccarb e COT será plicada à algumas sucessões sedimentares contínuas (ou quase) que marquem a transição Permiano–Triássico (PTB), cuja bioes-tratigrafia seja conhecida (Brasil e outras localidades, incluindo a seção GSSP em Meishan, China), além de isó-topos de Hg em picos de Hg/TOC para confirm-ação da ori-gem vulcanogênica do Hg e seu papel na extinção em massa nesta transição. Os métodos a serem utilizados incluem: (a) seleção de seções geológicas onde existam amostragem de alta resolução (escala centimétrica) ou onde serão feitas amostragem neste projeto, (b) análise de Hg e de isótopos de Hg; (c) obtenção de amostras de vulcânicas dos Traps Siberianos (Russia) para determinação de Hg e isótopos de Hg para contrastá-los com Hg das seções do PTB em questão (d) análise de isótopos de C (orgânico e inorgânico), (e) análises químicas de Si, Mg, Fe, Sr, Ca, Mn, Si, Rb, Ba, (g) Eu, Ce, Mo/Al e isótopos de Cr como “proxy” para investigação do estado de oxidação no PTB. Espera-se contribuir para o estudo de flutuações de d13Ccarb e d13Corg na transição Permiano–Triássico e a confirmação do papel do vulcanismo na extinção em massa, utilizando Hg como “proxy” e isótopos de Hg (δ202Hg e Δ201Hg). O mérito e originalidade desta proposta são: (a) contribuir para a investigação da PTB globalmente, utilizando Hg como ferramenta alternativa na investigação do papel do vulcanismo (Traps Siberianos) na extinção em massa no PTB, (b) utilização de isótopos de Hg para investigar se houve fracionamento isotópico durante o transporte desde o centro vulcânico até os pontos de deposição analisados e se foram os voláteis ligados às lavas ou às freatomagmáticas explosivas ricas em voláteis que desempenharam papel prepon-derante na extinção em massa que marcou o PTB.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alcina Maria Testa Braz da Silva

Ciências Humanas

Educação
  • cultura científico-tecnológica nos contextos formativos contemporâneos
  • O projeto proposto visa investigar, a partir de um diagnóstico psicossocial, elementos simbólicos relacionados à utilização das denominadas “tecnologias educacionais” e se as relações entre eles caracterizariam a emergência de uma cultura científico-tecnológica nos espaços formativos, definidos como campo de investigação. Em particular, a pesquisa busca identificar e analisar as representações, social e culturalmente construídas e difundidas, acerca das tecnologias digitais, e as relações dessas representações com o ensino do conhecimento científico. Essas tecnologias surgem com a promessa da inovação, sendo naturalizadas como tal nos espaços formativos. A partir do ponto de vista histórico e sociocultural, esse projeto problematiza tal concepção, resgatando os pensamentos e significações elaborados e partilhados por professores da área científica, em seus espaços de formação e de exercício da prática profissional, e por alunos em seus contextos escolares. Nesta perspectiva, busca relações entre significações atribuídas ao uso das tecnologias digitais, aos conceitos de tecnologia e de ciência por esses grupos. O marco teórico-metodológico consiste na Teoria das Representações Sociais, segundo a abordagem moscoviciana (1961/1976, 2003, 2012), estabelecendo um diálogo com autores como Jodelet (2001), Gilly (2001), Abric (2016) e Jovchelovitch (2004). O desenho de pesquisa envolve os grupos de professores em formação, em seus respectivos cursos de Licenciaturas nas áreas científicas (Física, Química e Biologia), de professores que atuam com as disciplinas científicas na Educação Básica, considerando o Ensino Médio, e de alunos deste segmento de ensino. O contexto de coleta de dados envolve: (i) Brasil - Estado do Rio de Janeiro (Cidades: Rio de Janeiro e Nilópolis) e o Estado de São Paulo (Cidade de Diadema e São Paulo) e (ii) Portugal (Cidades: Aveiro e Vila Real). Os instrumentos de coleta de dados são os documentos oficiais, entrevistas narrativas, grupos focais, questionários semiestruturados. O quadro de tratamento dos dados tem em sua configuração, abordagens qualitativas e quantitativas: análise discursiva, a partir da construção de redes semânticas, com suporte do software ATLAS.ti, análise de figuras e esquemas argumentativos, com base nas técnicas da retórica e da lógica e a análise textual de similitude, com o apoio do software IraMuTeQ.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022