Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Marco Aurélio Siqueira da Gama

Ciências Agrárias

Agronomia
  • prospecção de espéceis de burkholderia causadoras de podridão das escamas da cebola no brasil e de estratégias para o manejo da doença
  • A cebola é a terceira hortaliça mais consumida no mundo, e no Brasil, devido ao volume produzido e a renda gerada, a cebolicultura apresenta elevada importância econômica, sendo as regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste as maiores produtoras dessa hortaliça. Dentre as doenças que incidem nessa cultura, destaca-se a podridão das escamas pelo fato de ter ocorrência generalizada, incidir tanto no campo quanto na fase de pós-colheita e causar perdas que podem comprometer até 50% na produção. A doença é causada por diferentes espécies de Burkholderia, incluindo espécies do complexo B. cepacia, as quais apresentam um elevado grau de diversidade metabólica e diferentes propriedades biológicas, podendo atuar como fitopatógenos, patógenos humanos e agentes biocontroladores. Recentemente, estudos de prospecção de espécies Burkholderia associadas a podridão das escamas no Nordeste brasileiro demonstraram que as principais espécies associadas a doença foram B. cenocepacia linhagens IIIA e IIIB, B. gladioli pv. alliicola e duas espécies novas, as quais estão sendo classificadas como B. semiaridus e B. solum em tese de doutorado que está sendo conduzida no PPG em Fitopatologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Portanto, é alta a probabilidade de se encontrar novas espécies associadas a doença nas demais regiões produtores de cebola do Brasil. Diante disso, a presente proposta visa realizar a prospecção de espécies de Burkholderia associadas a doença nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, caracterizá-las polifasicamente e avaliar o comportamento dessas espécies em relação a cúpricos, bem como avaliar 58 acessos de cebola provenientes do banco de germoplasma da EMBRAPA Hortaliças quanto a resistência a essas espécies, visando a utilização estratégica desses componentes no manejo da doença para criação de estratégias racionais que reduzam as perdas ocasionadas pela podridão das escamas no Brasil.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marco Fabrício Dias Peixoto

Ciências da Saúde

Educação Física
  • pequenas “doses” de exercício em ambiente laboral e com supervisão remota: efeitos do treinamento e destreinamento sobre fatores de risco cardiovascular em homens e mulheres sedentários.
  • Em 2011 uma meta-análise apontou u redução de 14 % na mortalidade com apenas 90 min/semana de exercício físico (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21846575/). Em 2016 outra meta- análise revelou que ficar assentado por mais de 8 horas dobra o risco de mortalidade (https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27475271/). Em 2020 (durante a pandemia da Covid-19) diretrizes da OMS apontam como principal recomendação para reduzir o comportamento sedentário a realização de curtas sessões de exercícios ao longo do dia(https://www.who.int/publications/i/item/9789240015111). Nossa equipe possui experiência em pesquisas com exercícios realizados em sessões de curtíssima duração. Mais especificamente, já mostramos o impacto positivo de modalidades como o HIIT e o exercício acumulado (exercício realizado em 2 ou mais sessões curtas diárias) sobre fatores de risco cardiovascular em diferentes populações. Pesquisas realizadas no Brasil apontam que a falta de tempo (especialmente devido às longas jornadas de trabalho) é uma das principais justificativas para a baixa aderência à prática de exercícios físicos (http://arquivo.esporte.gov.br/diesporte/2.html). Nesta proposta, pretendemos avaliar os fatores de risco cardiovascular em indivíduos sedentários de meia idade após a realização de 2 programas de exercício de intensidade moderada com volume semanal total de 90 min (1 sessão diária de 18 min. vs. 3 sessões diárias de 6 min), 5x semana, durante 6 meses, em ambiente laboral e com supervisão remota. Para isto, utilizaremos um cicloergômetro portátil, de baixo custo que possibilitará o indivíduo se exercitar dentro do ambiente laboral. Nossa hipótese é de que o programa com exercício acumulado é tão ou mais eficaz que o programa de exercício com sessão única diária na redução dos fatores de risco cardiovascular. Por fim, investigaremos também se haverá perda total ou parcial das adaptações após 2 meses de interrupção dos programas (destreinamento).
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marco Henrique Terra

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • instituto nacional de ciência e tecnologia para sistemas autônomos cooperativos aplicados em segurança e meio ambiente
  • Este projeto tem por objetivo a criação de um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para tratar de Sistemas Autônomos Cooperativos (INCT-SAC). Motivado pelo grande espaço territorial do Brasil, grande diversidade geográfica, e aspectos econômicos e sociais, pretende-se neste INCT resolver problemas relacionados com segurança e meio ambiente. Este projeto tratará de alguns desafios propondo o desenvolvimento de sistemas robóticos em redes para manutenção submarinas, automóveis e trasnporte de carga, plantações, inspeções e atuações remotas, e monitoramento. Extração de petróleo no pré-sal, localizado a 250 km costa e a mais de 2 km de profundidade no oceano, tem demandado soluções específicas em termos de logistica, manutenção em águas profundas, operações remotas de plataformas, e segurança nacional. Mobilidade urbana, por outro lado, tem sido influenciada por um expressivo crescimento no número de automóveis nos últimos anos. A frota de automóveis do Brasil é atualmente a quarta maior do mundo. Montadoras de automóveis e pesquisadores em robótica têm pesquisado soluções para transformar veículos convencionais em semi-autônomos, ou totalmente autônomos. Com relação à floresta Amazônica e agricultura, o Brasil tem buscado dois importantes objetivos complementares em termos de preservação ambiental e aumento da produtividade das plantações. Avanços em comunicação, computação e tecnologias de sistemas de controle embarcados têm permitido a aplicação de sistemas em rede para monitoramento ambiental em larga escala. A combinação de múltiplos agentes móveis, por sua vez, tem permitido a execução de tarefas relacionadas com exploração de ambientes. Os recentes avanços em teoria de sistemas e tecnologia da informação também têm permitido o projeto e implementação de sistemas em redes distribuídas para fins de observação, mobilidade, e manipulação. São fundamentais para os problemas que este INCT pretende resolver. Especificamente esta proposta considerará navegação autônoma de veículos aéreos em baixas altitudes para tratar, por exemplo, do monitoramento de linhas de transmissão de potência e inspeção de dutos de gás. Este tipo de solução tem o objetivo de aliviar as tarefas do pilotos quando houver voos em condições adversas. Pretende-se criar estratégias de planejamento de movimentos para aterrissagem de helicópteros voltados para transporte de carga em plataformas móveis. Sistemas robóticos baseados em baseados em veículos mais leves que o ar para monitoramento ambiental, supervisão e comunicação aplicados na região amazônica serão desenvolvidos. Eles fornecerão barreiras de sensoriamento virtual contra derrubadas ilegais da floresta amazônica, serviços de telecomunicação para áreas remotas e com pequenas populações, soluções tecnológicas para comunidades costeiras e assentamentos remotos. Modelagem e projeto de veículos pesados autônomos com um sistema de medida de carga em tempo real serão implementados. Sistemas avançados de assistência ao motorista será desenvolvido para tratar de segurança, congestionamento e cooperação no tráfico, e com sobrecarga no transporte rodoviário. Coordenação de robôs móveis e aéreos em ambientes externos relacionados com helicópteros e caminhões, baseados em sistemas de controle tolerantes a falhas. Será considerado um sistema de coordenação de robôs heterogêneos aplicados no monitoramento de plantações de laranja. Este projeto objetiva estimar a quantidade de frutas, detectar doenças, a taxa de desenvolvimento e o grau de maturidade das plantas. Modelagem e projeto de veículos subaquáticos distribuídos para inspeção e serviço de instalações industriais relacionadas com plataformas de petróleo e gás. Desenvolvimento básico relacionado com a teoria de sistemas de controle tolerantes a falhas também será tratado neste INCT. Está relacionado com a obtenção de técnicas de controle para sistemas sujeitos a variações estocásticas nas suas dinâmicas, com novas técnicas de identificação de sistemas baseadas em medidas de sistemas dinâmicos e com o controle de enxames de pequenos robôs baseados em sistemas bio-inspirados. Este INCT é uma iniciativa conjunta de um grupo de universidades, indústrias e centros de pesquisas do Brasil e do exterior.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Marco Tadeu Grassi

Outra

Ciências Ambientais
  • microplásticos em ambientes aquáticos: influência da fotodegradação na interação com contaminantes ambientais e efeitos ecotoxicológicos
  • Microplásticos (MP) são considerados contaminantes de preocupação emergente, sendo produto do modo de vida contemporâneo e estando presentes em praticamente todos os compartimentos ambientais do planeta. No entanto, com poucas exceções, os estudos realizados em laboratório para a avaliação de seu impacto ambiental têm sido conduzidos, predominantemente, com fragmentos pristinos deste tipo de material, pouco representativos dos microplásticos encontrados no ambiente, em especial nos sistemas aquáticos, em trabalhos de monitoramento. Nesse projeto microplásticos de diferentes tipos (polietileno - PE e polipropileno - PP) e formas (fragmentos, fibras e pellets) serão submetidos a processos de fotodegradação com radiação UV-C, UV-A e sob condições ambientais naturais e serão caracterizados por um conjunto de diferentes técnicas. Estes MPs, antes e após a fotodegradação, serão submetidos a estudos de sorção e dessorção envolvendo contaminantes orgânicos e inorgânicos (espécies metálicas) de relevância ambiental. Além disso, será investigada a influência de fatores ambientais tais como pH, força iônica (salinidade) e presença de matéria orgânica dissolvida e de sólidos em suspensão, nestes processos. Esse estudo será importante no sentido de produzir conhecimento, desvendando como ocorrem o transporte e o destino de contaminantes ambientais no meio aquático pelos MPs, bem como o papel dos processos de fotodegradação. Será ainda avaliada a toxicidade dos microplásticos em diferentes níveis de respostas de distintos organismos (agudas, crônicas e de biomarcadores de poluição), considerando o papel das características dos microplásticos, ou seja, forma, tipo de polímero etc., assim como níveis de fotodegradação, fatores ambientais e interação prévia com outros contaminantes ambientais.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marco Túlio Costa Almeida

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • resposta adaptativa do epitélio ruminal ovino às dietas de alto concentrado com ou sem glicerina bruta
  • Práticas alimentares como a utilização de dietas altamente fermentáveis em sistemas intensivos vêm sendo utilizadas para alcançar altos níveis de produção, sendo o milho um dos principais ingredientes. Contudo, quando em excesso e ainda associado às mudanças abruptas no fornecimento das dietas podem colocar os animais em risco. Essas mudanças são um desafio para os microrganismos ruminais e especialmente para o epitélio ruminal em relação à adaptação ao novo padrão de alta fermentação. O epitélio ruminal se adapta as mudanças na dieta com alterações bem coordenadas no metabolismo, proliferação e permeabilidade, contudo, uma adaptação insuficiente pode resultar na sua desintegração, na translocação de lipopolissacarídeos e na perturbação dos mecanismos de transporte de nutrientes pelas papilas, podendo ainda causar acidose ruminal. A acidose traz consequências econômicas negativas associadas à diminuição da ingestão e menor desempenho dos animais, e quando em estado agudo pode apresentar sinais clínicos evidentes, tais como diarreia, timpanismo, abscessos hepáticos, laminite, ruminite e até a morte. A glicerina é um ingrediente energético que apresenta perfil de fermentação diferenciado e seguro em relação à acidose, sendo um potencial substituto ao milho. Assim, com o objetivo de caracterizar e decifrar as proteínas diferencialmente expressas no epitélio ruminal em resposta ao fornecimento de dietas de alto concentrado, em associação com resultados de desempenho e metabolismo ruminal, experimentos serão conduzidos para avaliar os efeitos da inclusão de glicerina bruta em substituição total ao milho, em dietas para cordeiros confinados, a fim de consagrar a glicerina como ingrediente estratégico em adaptar os animais ao recebimento de dietas altamente fermentáveis. Podendo ainda, contribuir para o desenvolvimento de marcadores moleculares, auxiliando o melhoramento genético na seleção de animais cada vez mais eficientes e resistentes às dietas de alto concentrado.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 20/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marco Tulio de Mello

Ciências da Saúde

Educação Física
  • débito de sono, desempenho esportivo, alteração da composição corporal e lesões esportivas em atletas paralímpicos
  • O esporte Paralímpico tem suas raízes na década de 1940 utilizando o esporte adaptado como meio de reabilitação e inclusão social dos combatentes que voltavam da guerra. Pessoas com deficiência apresentam particularidades fisiológicas que impactam tanto na saúde e no rendimento esportivo. O objetivo desta proposta será avaliar o débito de sono e correlacionar a alteração da massa magra, desempenho esportivo e lesões musculares em atletas Paralímpicos de alto rendimento. A hipótese principal deste estudo é que atletas Paralímpicos que apresentarem debito de sono, apresentarão alteração na composição corporal no desempenho esportivo e mais lesões musculares. Como os atletas, em geral, conforme dados publicados por nosso grupo e outros pesquisadores, tem demonstrado que atletas, tem um sono ruim de qualidade insatisfatória e com pouca recuperação física e cognitiva. Outro ponto importante já publicado é a consequência negativas do débito do sono, nos aspectos metabólicos, muscular e de saúde. Nossa expectativa é que atletas cegos e lesados medulares apresentem maior alteração nestes paramentares e consequentemente maior comprometimento no desempenho esportivo e mais lesões musculares. As avaliações e monitoramento dos atletas (N=80), terão início em 2022 sendo elas: composição corporal, capacidade e potência aeróbia e anaeróbia em testes na esteira, ergômetro de braço e rolo específico para cadeiras de rodas, teste de força muscular, teste de equilíbrio (para atletas com membros inferiores), padrão e débito de sono e o acompanhamento longitudinal de lesões e carga de treino. Os dados serão analisados para responder aos objetivos quanto ao percentual de redução do desempenho esportivo, alteração na massa magra ou incidência de lesão em função da qualidade, quantidade e débito do sono. Após este período os atletas classificados com eficiência de sono abaixo de 85%, serão encaminhados para a área médica para tratamento.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marco Tulio de Oliveira Valente

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • avaliação de técnicas modernas para melhoria da produtividade de atividades de desenvolvimento de software
  • Segundo algumas consultorias, o mercado global de desenvolvimento de software deve crescer a taxas anuais de dois dígitos ao longo desta década. Essa demanda é causada pela digitalização da economia, que se acelerou bastante com a pandemia. Por outro lado, existe uma grande escassez de desenvolvedores de software, o que limita a velocidade de tais processos de digitalização. Essa escassez é global, mas ocorre de forma nítida também no Brasil. Por exemplo, estima-se que serão abertas 420 mil vagas para desenvolvedores até 2024, enquanto apenas 46 mil profissionais são formados por ano pelas universidades brasileiras. Para atenuar esse problema, duas iniciativas têm se destacado. (1) Está surgindo uma nova geração de ferramentas que facilitam a implementação de sistemas por parte de pessoas sem formação em programação, as quais são conhecidas pelo nome genérico de ferramentas no-code/low-code. Um estudo recente do Gartner Group estima que, em 2024, 65% dos sistemas serão implementados por meio de tais ferramentas (evidentemente, esses sistemas estão na “base da pirâmide”, em termos de complexidade). (2) Diversos sistemas de Inteligência Artificial estão surgindo para incrementar a produtividade dos atuais desenvolvedores de software. Recentemente, por exemplo, a plataforma CoPilot foi proposta pelo GitHub para apoiar a geração automática do código de funções a partir apenas do nome de tais elementos. Porém, não conhecemos os benefícios e limitações dessas duas categorias de ferramentas, incluindo seus impactos em termos de evolução, manutenção e qualidade do código gerado. Assim, neste projeto, pretendemos conduzir uma avaliação sistemática de aspectos técnicos -- ancorados em bons princípios de Engenharia de Software -- que decorrem do uso de plataformas modernas para aumento da produtividade de atividades de desenvolvimento de software, incluindo plataformas no-code/low-code e também ferramentas para geração automática de código usando técnicas de IA.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marco Vinicius Bahi Aymone

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • funções multiplicativas aleatórias e determinísticas: acelerando teoria analítica e probabilistica dos nùmeros no brasil
  • Uma função multiplicativa é totalmente ditada pelo seus valores em potências de números primos, pois no restante dos naturais é definida de acordo com a fatoração nessas potências. Muitos problemas importantes em aritmética se reescrevem em termos das somas parciais de funções multiplicativas. A exemplo, a hipótese de Riemann é equivalente a um cancelamento da ordem da raiz quadrada das somas parciais da função de Möbius. O Problema da discrepância de Erdös, uma questão combinatórica-aritimética chamou muita atenção da comunidade nos últimos 10 anos, tornando-se um projeto Polymath em 2010. Esse problema, resolvido por Terence Tao em 2015, teve como consequência o fato de que uma função completamente multiplicativa com valores no círculo unitário possui somas parciais ilimitadas. Entretanto, quando abandonamos a hipótese círculo unitário ou completamente multiplicativa para somente multiplicativa, podemos resultar em uma função com somas parciais limitadas. Uma parte desse projeto de pesquisa visa classificar as funções multiplicativas não necessariamente limitadas por 1 com somas parciais limitadas. Para resolver esse problema precisamos adaptar um Teorema do Tao sobre funções pretensiosas com módulo menor ou igual a 1 para funções multiplicativas com módulo maior do que 1, e então usar a maquinaria (correlações de funções multiplicativas) de Klurman (um dos membros da equipe) para classificar essas funções. Este é o lado determinístico desta proposta. O lado probabilístico visa entender funções multiplicativas de um ponto de vista aleatório. Essa abordagem probabilística iniciou com Wintner em 1940 como uma heurística para a hipótese de Riemann. Desejamos entender o comportamento quase certo das somas parciais dessas funções aleatórias. Por um lado gostaríamos de provar que o passeio aleatório "multiplicativo" é recorrente em dimensão 2 (já provamos em dimensão 1). E por outro lado gostaríamos de provar estimativas assintóticas para as somas parciais.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcos Alexandre Gomes Nalli

Ciências Humanas

Filosofia
  • a vida como objeto de biopolítica
  • Considerando desde os parâmetros próprios ao neologismo, a biopolítica é política da vida e sobre a vida. Quer dizer, é o nome dado às ações e estratégias políticas e governamentais-administrativas planejadas, projetadas e implementadas nos mais diversos níveis, consideradas como devotadas a se aplicar sobre a vida das pessoas, individual ou coletivamente, visando sempre a sua promoção e proteção. No entanto, uma análise detida em termos históricos, sócio-políticos, etnológicos, econômicos, linguísticos, culturais, artísticos e outras tantas dimensões que nos atravessam, evidenciam que tais ações e estratégias biopolíticas não se universalizam e não se realizam de modo igualitário e isonômico. Mais grave: em nome da vida, pode se dar e legitimar diversas ações que não são de proteção e promoção da vida e dos sujeitos; ao contrário, mata-se e se dessubjetiva. Daí seu paradoxo que, pelo menos desde Foucault em sua última aula de 'Il Faut Défendre la Société' (1976), vem sendo enfrentado por estudiosos do tema. A questão norteadora aqui é, então, saber de que vida se trata quando se considera a biopolítica desde sua condição paradoxal. Ora, admitir tal questão é admitir que não apenas as noções de poder e política se transformam no curso da história; é admitir também que o sintagma ‘vida’ é bastante polissêmico, podendo significar e denotar muitos fenômenos diferentes. Tomando como ponto de partida a afirmação foucaultiana à máxima de Aristóteles de que o homem era um animal vivo capaz de existência política, enquanto no homem moderno é a sua vida que está em questão política, a hipótese a ser defendida é que não se trata de uma inversão entre os termos da vida e da política, mas uma transformação radical da relação pela introdução de um elemento novo: a vida sob o gradiente do biológico. A pesquisa se dá sob os moldes próprios à pesquisa básica, priorizando a análise hermenêutica e das estruturas argumentativas de textos.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcos Andre Cavalcanti Bezerra

Ciências Biológicas

Genética
  • análise proteogenômica na heterogeneidade clínica de pacientes com anemia falciforme
  • A anemia falciforme (AF) é uma doença genética caracterizada pela produção de uma hemoglobina alterada, com consequente deformidade na estrutura das hemácias, as quais adquirem o formato de foice, favorecendo a oclusão de vasos na microcirculação, o processo hemolítico e a inflamação crônica. Devido à complexa fisiopatologia, todos os órgãos e tecidos podem ser afetados produzindo diversos fenótipos clínicos entre os indivíduos. Algumas das complicações que os acometem são eventos agudos como o acidente vascular cerebral (AVC) e o priapismo e outras são resultado de danos progressivos que ocorrem ao longo do tempo como as úlceras de perna e a osteonecrose. Embora seja resultante de uma única alteração genética, observa-se entre os pacientes com AF significativa variabilidade clínica, causada por fatores ainda pouco esclarecidos. Dessa forma, a identificação de genes e proteínas diferencialmente regulados nas diferentes complicações da doença, pode possibilitar a determinação de vias e mecanismos fisiopatológicos além indicar possíveis alvos terapêuticos. A caracterização do perfil global proteico (proteoma) e de transcritos (transciptoma) tem sido utilizada em estudos recentes para identificação de marcadores funcionais relacionados com resposta ao tratamento e eventos clínicos na AF. Com isso, a análise do proteogenoma permite a detecção simultânea de diversos alvos moleculares e biomarcadores potencialmente associados à desfechos clínicos. Para execução do projeto será avaliado o transcriptoma e proteoma diferencial de pacientes com AF que desenvolveram AVC, priapismo, úlcera de perna, osteonecrose e controles por meio do sequenciamento de RNA (RNAseq) e nanocromatografia líquida de alta eficiência acoplada a espectrometria de massas sequencial (nUPLC-MS/MS). Os alvos moleculares diferencialmente expressos entre os grupos serão validados e analisados por ferramentas de bioinformática para análise de enriquecimento funcional e construção de interatomas.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marcos André de Matos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • ensaio clínico randomizado para avaliar a efetividade da aplicação de um conjunto de intervenções não farmacológicas para covid-19 em indivíduos privados de liberdade e agentes de segurança prisional
  • No enfrentamento da Covid-19, intervenções não farmacológicas (INF) com alcance individual, ambiental e comunitário tem se mostrado extremamente efetivas, embora representem um grande desafio mundial, em especial para grupos populacionais vulneráveis como os Indivíduos Privados de liberdade (IPL) e Agentes de Segurança Prisional (ASP). Assim, a presente investigação tem como objetivo geral avaliar a efetividade de intervenções não farmacológicas da Covid-19 em indivíduos privados de liberdade e agentes de segurança prisional do estado de Goiás, Brasil Central, um ambiente de alta potencialidade de tornar-se epicentro da pandemia. Objetivos específicos estimar a prevalência do SARS-CoV-2 e fatores preditores nos dois grupos em estudo; comparar a efetividade e fatores influenciadores de um conjunto de intervenções não farmacológicas entre os indivíduos que participaram e os que não participaram das mesmas; identificar o conhecimento, prática e atitude acerca da Covid-19, e por fim, verificar a percepção dos IPL e ASP acerca das INF da Covid-19. Trata-se de um estudo misto com delineamento ensaio clínico controlado randomizado e de abordagem quantiqualitativa a ser conduzido em 5 Unidades Prisionais, a partir de um estudo matrix intitulado “Inquérito Epidemiológico das condições de saúde dos indivíduos privados de liberdade e trabalhadores do Sistema Prisional do Estado de Goiás: um estudo multicêntrico” CEP: 2.500.582 e fomento do CnPq (Universal 01/2016 - Faixa A) e da FAPEG (edital 3/2015)”. Para elaboração das INF na perspectiva da realidade dos atores do ambiente prisional, inicialmente será realizado, em cada unidade prisional, Grupo Focais (GF) com 20 indivíduos de cada segmento em estudo. O GF será norteado pelo referencial teórico-metodológico a determinação social do processo saúde-doença. Posteriormente, em ambos os sujeitos da pesquisa, realizaremos randomização por meio de software á partir do número de identificação (ID) do projeto matrix, seguindo a razão de 1:1; sendo o G1 (grupo 1 – controle) e G2 (grupo 2 - conjunto de intervenções). Em ambos os grupos estudados, as intervenções iniciarão com rodas de conversa, no pátio para os IPL e não auditório do presídio para os ASP, á luz do referencial de Paulo Freire, oportunizando a troca e produção de saberes, tendo como fio condutor aspectos virais básicos do Sars-Cov-2, meios de transmissão e INF de enfrentamento já validadas pela OMS. Para os IPL, além do GF teremos: higienização diária dos blocos com agentes saneantes; capacitação de presos responsáveis pela higienização; entrega de material educativo produzido pelo MS; distribuição de kits de higiene composto por sabão liquido e álcool gel 70%, e ainda suas esposas e/ou familiares receberão orientações por telefone sobre as medidas de prevenção para a Covid-19, em particular isolamento e avaliação da necessidade das visitas (roteiro validados por expetises). Já para os ASP, além das rodas de conversa, realizaremos capacitações em lócus; elaboração de plano de limpeza/higienização do ambiente com saneantes; capacitação de presos para limpeza e higienização, e ainda receberão diariamente orientações por telefone - whasapp reforçando as medidas de prevenção , em especial o distanciamento social, higienização das mãos e uso de máscara (roteiro validados por expetises). Passados três meses das intervenções, os IPL e ASP do grupo 1 (controle) e 2 (intervenção) serão novamente contactados para preenchimento de dois instrumentos contendo questões sobre aspectos sociodemográficos, penais, comportamentais e clínicos (mesmo do estudo matrix); e outro composto por questões fechadas que abordam o Conhecimento, Atitudes e Práticas relacionados a Covid-19. Em seguida, será realizada colheita de espécime clínica, que receberão o mesmo ID do projeto matrix. Os tubos serão acondicionados em caixas térmicas e transportados para o Laboratório Multiusuário FEN/UFG para serem devidamente separados e estocados até serem transportados à equipe do Laboratório de Virologia da UFRJ e/ou IPTSP para a realização dos ensaios. Será realizado análise por meio do teste rápido IgM/IgG, e o genoma viral por técnica de RT-qPCR utilizando protocolo previamente estabelecido segundo CDC e critérios já validados pela equipe do Laboratório de Virologia da UFRJ, sob a coordenação do pesquisador Dr. Amilcar Tanuri. Toda a coleta, armazenamento, transporte e processamento de amostras clínicas seguirão as normativas. Para finalizar e fortalecer a avaliação da efetividade das INF será realizado, ainda, uma investigação qualitativa, por meio de grupo focal com 20 privados de liberdade e 20 ASP. O GF será conduzido pelo referencial teórico-metodológico a determinação social do processo saúde-doença com a questão norteadora: Fale-me acerca das medidas de enfrentamento da Covid-19. Na análise qualitativa será utilizada a modalidade temática de Bardin com suas respectivas etapas; e para o quantitativo, em pacote SPSS e STATA comparações entre o G1 e G2 por meio de testes U de Mann-Whitney ou t de student para amostras independentes (variáveis quantitativas) ou testes de qui-quadrado de Pearson ou exato de Fisher (variáveis qualitativas). Diferenças entre os grupos quanto às INF o teste de Mann-Whitney e o teste exato de Fisher para proporções. Para verificar os fatores associados serão realizadas análises bivariadas e múltiplas. Serão incluídas nos modelos variáveis com p-valor < 0,20 na análise bivariada e idade, escolaridade e raça/cor pelo seu potencial confundidor. Valores de p < 0,05 serão considerados estatisticamente significantes. Espera-se contribuir para preencher a lacuna de conhecimento sobre a Covid-19 no ambiente prisional e levantar evidências de INF efetivas e adaptadas à realidade local, e que podem ser utilizadas para o enfrentamento de outras síndromes respiratórias agudas em presídios. Ainda, esperamos achatar a curva da Covid-19 nesse ambiente com potencial de tornar-se epicentro da pandemia.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 31/07/2020-30/08/2022
Foto de perfil

Marcos André Gonçalves

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizado profundo, ativo e explicável para recuperação de informação e processamento de linguagem natural inteligente (deepri-nlp)
  • Aprendizado de Máquina, especialmente Aprendizado Profundo (Deep Learning), tem atraído enorme interesse acadêmico e empresarial. Uma das aplicações mais promissoras dessas técnicas tem sido na área de Gerenciamento de grandes volumes de Informação, particularmente dados não-estruturados (textuais). Esse projeto, conectado a várias pesquisas lideradas pelo proponente, tem por objetivo geral propor soluções inovadoras para vários problemas relacionados ao tratamento de grandes volumes de informação textual, em aplicações relacionadas a Recuperação de Informação (RI) e Processamento de Linguagem Natural (PLN), incluindo: (i) Classificação Automática de Textos, (ii) Busca e Recomendação, (iii) Modelagem de Tópicos, (iv) Extração e Reconhecimento de Entidades. Apesar dos enormes avanços, várias questões precisam ser resolvidas para a aplicação prática e confiável dessas técnicas em problemas nas áreas de Saúde/Medicina, Legal, Comércio eletrônico, etc, incluindo: (i) necessidades de enormes volumes de dados rotulados e de imenso poder computacional para desenvolvimento de soluções; (ii) melhor compreensão das características sintáticas, semânticas e espaciais das representações existentes (embeddings); (iii) interpretabilidade que indica a capacidade de compreender porque determinadas soluções funcionam (ou não). Propomos atacar essas questões por meio de: (i) engenharia de dados através da construção de representações textuais contextualizadas -- Cluwords, MetaFeatures (ii) novas técnicas para obtenção a baixo custo de dados de treinamento por meio de Co-Treinamento, Aprendizado por Reforço e Aprendizado Ativo (iii) interpretabilidade de soluções explorando localidade de referência e visualizações complementares multi-perspectiva. Resultados recentes publicados pelo nosso grupo atestam a plausibilidade das nossas propostas. Metodologicamente, conduziremos a pesquisa como subprojetos sinérgicos de Mestrado e Doutorado conduzidos por alunos de pós-graduação.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marcos Antonio Almeida Matos

Ciências da Saúde

Medicina
  • abordagem crítica da fila de espera para cirurgia da escoliose idiopática do adolescente no sistema único de saúde.
  • A Escoliose Idiopática do Adolescente (EIA) é a causa mais comum de deformidade vertebral na faixa etária pediátrica atendida pelo ortopedista. Trata-se de uma condição cuja progressão ocorre em cerca de 10 a 15% dos casos ao longo do tempo. A probabilidade de progressão da curva escoliótica é ponto fundamental na abordagem terapêutica. A fusão vertebral por artrodese após distração, translação e derrotação tem sido o procedimento mais bem-sucedido nos últimos anos. O grande problema do tratamento cirúrgico está relacionado à alta demanda, complexidade das técnicas cirúrgicas e instrumentais, e ao alto custo dos procedimentos. A fila de pacientes esperando cirurgia para escoliose na maioria dos hospitais brasileiros de referência é alta, com aumento de aproximadamente 800 casos a cada ano. Por este motivo, abordagens que pretendam fornecer subsídios para solucionar este grave problema de saúde pública são cada vez mais necessárias. O objetivo do presente estudo é avaliar a problemática da fila de espera para cirurgia de escoliose idiopática do adolescente no sistema único de saúde sob as óticas dos gestores, prestadores de serviços, profissionais de saúde e pacientes no território nacional, com a perspectiva de apresentar adequações e melhores soluções para o processo. Será realizado estudo observacional descritivo e analítico, utilizando metodologia quantitativa e qualitativa; a pesquisa será realizada com dados obtidos dos indivíduos na fila de espera para tratamento da EIA e com dados obtidos diretamente de profissionais de saúde e gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) em todas as regiões do Brasil. O estudo utilizará metodologia qualitativa com a técnica de grupos focais, entrevistas abertas (gravadas) e estruturadas, assim como também instrumentos quantitativos tais como variáveis sociodemográficas, clínicas, questionários de qualidade de vida relacionada à saúde, medida de independência funcional, etc. Estes dados serão colhidos de pacientes, gestores e profissionais da área de saúde em busca de problemas clínicos, de acesso, sociais e gerenciais. Ao final, pretende-se propor melhoras e adequações que possam contribuir para equacionar e dar equidade prática à problemática da fila de espera para EIA no SUS.
  • Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública - BA - Brasil
  • 03/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Marcos Antonio Barbosa de Lima

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • produção de bioestimulante agrícola e coberturas comestíveis bioativas formulados a base de biossurfactante e quitosana utilizando tecnologia sustentável e aplicação na indústria agroalimentar
  • A crescente demanda mundial por alimentos e a maior consciencia do consumidor em relação a saúde e meio ambiente tem estimulado a busca por uma alimentação saudável e segura. Assim, a utilização de produtos naturais surge como alternativa promissora associando sustentabilidade e segurança alimentar. Neste sentido, biossurfactantes e quitosana são bioprodutos microbianos multifuncionais, os quais tem sido estudados em formulações para aplicação na indústria agroalimentar seja como bioestimulantes e/ou bioconservantes devido a sua baixa toxicidade e elevada bioatividade, biodegradabilidade, estabilidade e funcionalidade sob condições adversas. Contudo, ainda predomina o uso intensivo de agroquímicos e aditivos alimentares sintéticos, o que demanda a realização de pesquisas para analisar a sinergia entre biossurfactante/quitosana como bioestimulante agrícola, assim como o uso de nanocompósitos de quitosana com óleo da semente de maracujá (OSM) ou com Lactobacillus pentosus na formulação de coberturas comestíveis probióticas. Para tanto, avaliaremos se os bioprodutos são capazes de promover a germinação e otimização do crescimento de plantas e se as coberturas comestíveis a base de nanocompósitos de quitosana com OSM ou incorporada com Lactobacillus pentosus poderá aumentar a vida de prateleira do morango e torná-lo um alimento funcional. Estudos tem demonstrado a ação destas biomoléculas na quebra da dormência de sementes e como revestimentos para protegê-las de lesões e da ação de patógenos. Em adição, a quitosana tem se mostrado uma alternativa na produção de coberturas comestíveis para conservação de alimentos e redução de perdas pós-colheita. Para tanto a estratégia metodológica compreenderá a fase de implantação onde será estabelecido o plano de gerenciamento, a fase de execução que consistirá na realização das atividades segundo o cronograma de execução e a fase de avaliação que ocorrerá por meio de reuniões de verificação dos indicadores de sucesso.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcos Antonio Machado

Ciências Agrárias

Agronomia
  • inct de genômica comparativa e funcional e melhoramento assistido de citros.
  • O agronegócio da citricultura brasileira se destaca como uma das mais importantes atividades do setor agrícola. Os Estados de São Paulo, Sergipe e Bahia são os principais produtores de citros e o Brasil o maior exportador de sucos concentrado congelado (FCOJ) e suco não concentrado (NFC). A baixa produtividade agrícola brasileira (média de 2 caixas de 40,8 kg/planta/ano) ainda está associada à expansão simultânea de pragas e doenças, com significativo reflexo nos custos de produção, ao plantio em áreas sem irrigação e à estreita base genética da citricultura industrial. Estima-se que mais de 80 % dos custos de produção de citros no Brasil estejam relacionados ao controle fitossanitários de pragas e doenças. Entre estas destacam-se huanglongbing (HLB), leprose, clorose variegada dos citros (CVC), pinta preta (MPC), mancha marrom de alternaria (MMA), morte súbita, cancro cítrico, gomose e tristeza. O esgotamento do modelo de convivência ou de controle químico de vetores de doenças com seus altos custos financeiros e ambientais têm destacado a importância dos trabalhos de melhoramento genético, como estratégia abrangente e duradoura de controle de doenças. O Centro de Citricultura Sylvio Moreira do Instituto Agronômico de Campinas e a Embrapa atuam há vários anos no melhoramento dos citros, desenvolvendo trabalhos de produção e avaliação de novos materiais genéticos incorporando ferramentas de biotecnologia para acelerar ganhos genéticos. Como sede do INCT Citros, o Centro de Citricultura ampliou o banco de dados de genomas de citros, integrando melhoramento genético, genoma comparativo e funcional de citros e alguns de seus patógenos. Além de gerar o maior banco de dados de genoma de citros no mundo, esse projeto ampliou sobremaneira o número de novos híbridos de copa e porta-enxertos de citros em avaliação de campo, além de marcadores moleculares para mapeamento genético e descobriu novos genes potencialmente associados à resistência a doenças. A presente proposta submetida ao Edital 016/2014 dos INCT representa a continuidade e expansão do programa do INCT Citros, com os principais grupos de pesquisa que trabalham com citros no Brasil, focalizando os temas relacionados ao melhoramento genético e genoma comparativo e funcional de citros e seus patógenos. Essa nova proposta do INCT Citros mantém a estrutura de três plataformas, otimizando-as e procurando integrá-las, com foco no desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologia ao setor citrícola. Plataforma de genômica comparativa, com foco nos estudos de genoma comparativo de mais genótipos de citros, conclusão dos genomas de importantes patógenos, além de ampliar a base de dados sobre miRNA e processos com regulação epigénetica. O entendimento das relações citros e seus patógenos, a prospecção de genes e promotores, a diversidade genômica do grupo citros (plataforma de SNPs) e a regulação de processos genéticos, são aspectos mais relevantes nessa plataforma. Plataforma de genômica funcional reúne projetos específicos em todos os patossistemas com objetivo de ampliar os conhecimentos potencialmente aplicáveis nas fases seguintes do programa. Todas as propostas têm focos específicos derivados dos conhecimentos gerados no INCT anterior. Plataforma melhoramento assistido é a plataforma mais tecnológica do INCT Citros e representa a interface avançada do melhoramento na qual muitas das informações geradas previamente (marcadores, mapas, genes, promotores), assim como material genético (híbridos de cruzamento controlado e eventos de transformação genética já obtidos) estão sendo validados em condições de campo, permitindo uma razoável aproximação da estratégia de melhoramento assistido por marcadores. O programa conta com a participação das principais equipes de pesquisadores no Brasil que atuam em pesquisa e desenvolvimento em citricultura. Vários colaboradores externos foram convidados por serem líderes em suas áreas e pela disponibilidade de receber alunos e pesquisadores em seus grupos. A sede do INCT será novamente o Centro de Citricultura Sylvio Moreira, do Instituto Agronômico de Campinas. Participam também do INCT como laboratórios associados a Embrapa (Mandioca e Fruticultura, em Cruz das Almas-BA e Clima Temperado, em Pelotas-RS), Universidade de São Paulo (Instituto de Química, Esalq e Cena), Universidade Estadual Paulista (Unesp, Rio Claro), Unicamp, Instituto Biológico, Universidade Federal do Paraná, Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus), Universidade Federal de Campina Grande, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Vitória da Conquista), Universidade Estadual de Maringá e Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). Como colaboradores externos incluem a Universidade da Flórida (Citrus Research and Education Center, em Lake Alfred), Universidade da Califórnia (Davis e Berkeley), John Innes Institute (Norwich, Inglaterra), Instituto Valenciano de Investigaciones Agrícolas (IVIA, Espanha), Martin-Luther-Universität Halle Wintenberg (Halle, Alemanha), US Department of Agriculture (USDA, Fort Pierce e Fort Collins), Instituto per la Protezione Sostenibile delle Plante (UOS, Bari, Itália) e University of Ghent (Bégica) e Universidade de Massachusets. Participam como colaboradores as empresas Citrosuco SA e Agrolatina Ltda.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Marcos Antonio Pinto Ribeiro

Outra

Divulgação Científica
  • mostra científica e feira de ciências - filoastronomia 2022
  • A Mostra Científica e Feira de Ciências FILOASTRONOMI tem como objetivo promover a divulgação científica na região do semiárido, região do Araripe onde em 19 de agosto de 2020 houve a queda do meteorito na cidade de Santa Filomena. A proposta visa ainda discutir temas atuais como: anticiência, terraplanismo e antivacina, que está presente no cotidiano da população, numa relação dialógica com as escolas da educação básica da região do Araripe, localizados na região extremo oeste do estado de Pernambuco. O tema transversal será astronomia no dia a dia. Serão promovidas 10 oficinas, em formato presencial e/ou virtual, nas modalidades: Exposição, Mostra, Entrevistas, Oficinas, Palestras, Portas Abertas nas Escolas, Festival de Cultura, nos seguintes municípios do Araripe: Santa Filomena; Santa Cruz da Venerada; Ouricuri; Araripina; Bodocó; Exu; Granito; Ipubi; Moreilândia; Trindade, além de Petrolina que fica no Vale do São Francisco. Além da mobilização e colaboração das seguintes instituições de pesquisa e centros e Museus de Ciência: Instituto Federal de Educação de Pernambuco - IFSertão, Espaço Ciência/PE, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Museu de Ciência Ricardo Ferreira. Estima-se atender um público de aproximadamente 15.000 estudantes de Ensino Fundamental II e Médio e 500 professores.
  • Secretaria de Educação de Pernambuco - PE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Marcos Antônio Ribeiro

Outra

Multidisciplinar
  • mostra virtual de química - cce/ufes - 2021
  • “Mostra Virtual de Química - CCE/UFES - 2021” projeto descrito a seguir dialoga com a 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT 2021 que tem por tema - “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” - e através de diferentes áreas do conhecimento visa buscar estratégias que possam beneficiar a humanidade e o planeta. Em se tratando de ciência, tecnologia e inovação, o Plano de Ação elaborado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (PACTI, 2007-2010) reitera que essa tríade é fundamental para o desenvolvimento, o crescimento econômico, a geração de emprego e renda e a democratização de oportunidades. Com o aumento da população mundial há de preocupar em como atender a demanda do consumo em diversas áreas, desde a alimentícia, farmacêutica ao setor de transportes, porém diante de tantas mudanças no mundo contemporâneo, como as climáticas, sociais, culturais e econômicas, essa tarefa se torna ainda mais desafiadora, em que busca-se mais qualidade no processo de produção, a fim de minimizar perdas, reduzir custos e conservar recursos naturais, agindo com responsabilidade social, visando o bem-estar da população. Neste sentido, a Química enquanto ciência vem, ao longo dos anos, cumprindo o seu papel por meio da promoção do avanço e inovações em diversos setores da sociedade. A benefício da humanidade tem-se buscado o desenvolvimento de novas tecnologias, empregadas desde o tratamento de doenças, indústria alimentícia, fontes de energia renováveis e obtenção de matérias-primas, quanto no ramo de transportes e comunicação, se atentando e buscando minimizar os impactos gerados no planeta. Um exemplo atual da importância da ciência está intimamente ligado à pandemia do COVID-19 que o mundo vem enfrentando, em pouco mais de um ano a população pôde acompanhar os avanços científicos e tecnológicos e o compartilhamento de pesquisas sem precedentes, a fim de amenizar os danos causados pelo vírus e assim contribuir de forma direta com a sociedade. A população teve a oportunidade de assistir como a ciência, aliada à tecnologia e à inovação é colocada a serviço do cidadão. Porém, ainda se faz necessário conscientizar a população sobre o papel da ciência, tecnologia e inovação na construção de uma sociedade equitativa e sustentável. Nesse aspecto, a abordagem contextualizada do Projeto “Mostra Virtual de Química - CCE/UFES - 2021” através de salas temáticas, oficinas e eventos oportunizará a interação da Ciência Química com outras áreas do conhecimento, numa perspectiva inter e transdisciplinar e da diversidade.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 06/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Marcos Aparecido Rodrigues do Prado

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • estruturação técnica do laboratório de conservação e restauração (lacre)
  • Propõe implementar e estruturar o Laboratório de Conservação e Restauração (LACRE) do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), visando a obtenção de recursos técnicos que permitam desenvolver ações de conservação preventiva e pequenos reparos em documentos bibliográficos. O projeto se organiza sistematicamente em sete etapas: 1) Levantamento de Dados Descritivos, 2) capacitação técnica dos integrantes do grupo de pesquisa Leitura, Biblioteca Escolar e Cidadania para posterior disseminação dos conhecimentos adquiridos; 3) disponibilidade de minicursos para alunos de Biblioteconomia da UFAL com temáticas de conservação preventiva e de pequenos reparos em livros; 4) realização de oficinas técnicas de conservação preventiva e de pequenos reparos em livros e documentos similares para os profissionais de bibliotecas públicas e escolares do estado de Alagoas; 5) produção de um material didático, em formato de livro (impresso ou digital), contendo orientações básicas sobre conservação dos acervos bibliográficos; 6) desenvolvimento de um canal na plataforma YouTube com instruções técnicas e aspectos teóricos de conservação preventiva e de pequenos reparos em livros e acervos impressos; e 7) organização de um evento de conservação preventiva voltado para a comunidade bibliotecária alagoana e para o Sistema de Bibliotecas Públicas do Estado de Alagoas. Ressalta-se que o projeto representa um esforço significativo para orientar estratégias que notabilizem a importância da conservação preventiva como atitude de responsabilidade institucional e profissional com os acervos bibliográficos do patrimônio histórico e cultural do estado de Alagoas. Como resultado almeja-se dinamizar o alcance social da extensão universitária com o compartilhamento de experiências técnicas que motivem parcerias institucionais voltadas à realização de cuidados preventivos e intervenções profissionais com pequenos reparos em documentos de acervos bibliográficos.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcos Augusto Bizeto

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de tecnologia limpa para controle de podridões de frutas a partir de emulsões e óleo ozonizado
  • Doenças que acometem frutas frescas no pós-colheita causadas, principalmente, por fungos geram prejuízos importantes, especialmente nas frutas destinadas à exportação. Fungicidas sintéticos vêm sendo utilizados como único método para combater essas infecções. Entretanto, o uso continuado desse tipo de agrotóxico tem se mostrado cada vez mais ineficaz, devido à seleção de cepas resistentes, além da pressão internacional pelo banimento do uso de agrotóxicos que causam problemas ambientais e à saúde humana. Esse é o caso da União Europeia, principal endereço das exportações brasileiras de frutas frescas, que representou, em 2019, 67 % do total das exportações (739 ton.) e um mercado de US$677.303.711. Portanto, o desenvolvimento de métodos eficazes de conservação de frutas no pós-colheita e que apresentem menor impacto ao meio ambiente e à saúde humana é tema de grande relevância tecnológica e econômica. No presente projeto de pesquisa, propomos a utilização do ozônio incorporado em óleo mineral como agente germicida de amplo espectro, para o tratamento de produtos agrícolas, especialmente de frutas destinadas à exportação. O ozônio é um gás, cuja aplicação na sanitização de alimentos é reconhecidamente segura pelo FDA, órgão de vigilância sanitária dos EUA. Um ponto importante é que o ozônio costuma não deixar resíduos após sua ação, mas devido a sua elevada reatividade e curto tempo de vida, normalmente precisa ser gerado in situ, o que limita a possibilidade da sua aplicação no campo. Assim, nessa proposta apresentamos uma possível solução para essa questão com o desenvolvimento de processos que utilizam óleos minerais ozonizados e emulsões estabilizadas por sílica mesoporosa e quitosana. Esses constituem processos ambientalmente mais compatíveis e com toxicidade reduzida para o ser humano. Resultados de pesquisas anteriores realizadas pela equipe indicam a viabilidade dessa proposta, a qual tem potencial para ser transformada em uma tecnologia agrícola limpa.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcos Aurelio Pchek Laureano

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • ii mostra paranaense de robótica - mpr
  • A Mostra Paranaense de Robótica (MPR) tem como objetivo agregar conhecimentos e promover um espaço para exposição, apresentação, discussão e socialização entre entusiastas da Robótica, oriundos do ensino fundamental, médio, técnico, pré-vestibular, de instituição oficial de ensino pública ou privada, bem como alunos de cursos superiores, estudantes de pós-graduação ou pesquisadores e profissionais da área. A proposta de criação da MPR tem o objetivo de atuar principalmente na ponte entre a competição/extensão e o ensino/pesquisa para o público do ensino fundamental, médio e técnico, bem como criando mecanismos para a divulgação de material pedagógico para docentes do ensino fundamental, médio e técnico e promovendo sua reciclagem assim complementando e interligando as iniciativas já existentes. A Mostra visa também implementar o incentivo a pesquisa na área de Robótica a fim de expor a sua importância na sociedade através de trabalhos científicos desenvolvidos com a pesquisa em diversas áreas do conhecimento de forma interdisciplinar, fomentando a busca pela inovação com possibilidade de criação de novas práticas, ferramentas e tecnologias. A importância da pesquisa em Robótica será evidenciada à comunidade através dos resultados obtidos no processo de desenvolvimento dos robôs, onde podemos citar a promoção do trabalho em equipe, a cooperação durante a execução do projeto, o desenvolvimento da comunicação, da fala e da escrita, o compartilhamento de experiências e conhecimentos, a superação e o crescimento pessoal. A presença da comunidade é fundamental, pois, o evento se destina a atuar como uma ponte entre ela, as competições, o ensino, a pesquisa e a extensão. Por isso será aberto ao público de forma gratuita pois não é visado o lucro mas sim a valorização, divulgação e promoção da Robótica. A realização da MPR será realizado em conjunto com o VI Salão de Robótica do Paraná. A inclusão da MPR será uma oportunidade de apresentar e integrar os diversos projetos de robótica conduzidos por escolas públicas e privadas nos vários níveis de ensino do estado do Paraná. Atualmente temos várias escolas municipais, estaduais, privadas, unidades do IFPR, SESI e SENAI com projetos de robótica em vários níveis de educação. Porém não existe um evento de nível regional para a apresentação formal e discussão desses projetos, muito menos a integração e troca de experiências. O Salão de Robótica do Paraná, em sua quinta edição no ano de 2019, teve como objetivo apresentar ao público paranaense as evoluções na área de robótica, seu impacto na Indústria e seu valor para a 4th Revolução Industrial. Tem por objetivo apresentar usos da robótica no dia a dia, desmistificar robótica e suas abrangências e estimular a curiosidade em prol da popularização do tema, em particular para o desenvolvimento de aplicações desta tecnologia na resolução de problemas da sociedade a automação industrial e ganho de eficiência industrial. O Salão de Robótica é um evento sem fins lucrativos, conduzida e organizada por professores e profissionais da indústria de forma voluntária e com o apoio de várias instituições públicos/privados.
  • INSTITUTO FEDERAL DO PARANA - PR - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022