Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vivian Nogueira Silbiger

Ciências da Saúde

Farmácia
  • identificação e caracterização funcional de variantes gênicas na região promotora do ldlr na hipercolesterolemia familiar
  • A hipercolesterolemia familiar (HF) é um distúrbio hereditário do metabolismo do colesterol, caracterizada por concentrações séricas elevadas de LDL-c, que podem levar a morbidade cardiovascular e mortalidade precoce. A principal causa da HF são mutações autossômicas dominantes localizadas nas regiões codificantes dos genes LDLR, APOB e PCSK9, contudo cerca de 20% dos pacientes com HF não apresentam diagnóstico molecular conclusivo. Variantes na região promotora de LDLR foram descritas por alterar o seu funcionamento e causar o fenótipo de HF, porém o sequenciamento dessa região ainda não foi realizado na população brasileira. O rastreamento de variantes nesta região gênica na população miscigenada é relevante, pois as frequências das variantes genéticas podem ser diferentes das populações homogêneas, assim como favorece a detecção de novas mutações ainda não descritas na literatura. Dessa forma, o presente estudo se propõe a identificar e caracterizar funcionalmente as variantes na região promotora do LDLR, que estejam associadas a alterações de expressão gênica em pacientes com HF. A casuística será obtida do projeto temático multicêntrico em andamento, constituída por pacientes com diagnóstico de certeza de HF (critério Dutch-MEDPED >8) que não possuam variantes associadas a doença. As variantes genéticas identificadas por sequenciamento de nova geração e correlacionadas com o perfil de expressão de mRNA do LDLR em sangue periférico serão caracterizadas por abordagens in vitro em modelo HepG2, usando ensaio de gene repórter luciferase e ensaio de desvio da mobilidade eletroforética. Em uma abordagem in silico, serão utilizadas ferramentas para predição do sítio de ligação de fatores de transcrição, a fim de selecionar os fatores com ligações alelo específicas às variantes de interesse. A influência desses fatores de transcrição para a função do promotor de LDLR será investigada através de inibição por RNAi e análise in vitro com ensaio de gene repórter luciferase. Através desse estudo espera-se obter novas variantes genéticas relacionadas a HF que possam compor painéis de rastreamento genético da doença na população brasileira, assim como contribuir para a compreensão da influência da variabilidade genética sobre o perfil fenotípico de HF.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vivian Resende

Ciências da Saúde

Medicina
  • biomarcadores em neoplasias do trato biliopancreático
  • O câncer do fígado e trato biliopancreático tem origem nos hepatócitos e epitélio dos ductos biliares e pancreático, tem mau prognóstico e pouca resposta à quimioterapia. O aumento da incidência associado à falta de tratamento eficaz tem levado à busca de novos alvos terapêuticos e fatores prognósticos. Neste estudo, propõe-se analisar este tipo de carcinoma em uma população brasileira, sua morfologia, classificação imunohistoquímica e relevância prognóstica. No período de 2008 a 2018, por meio de protocolos de pesquisa, foram coletados dados clínicos, laboratoriais e anatomopatológicos de pacientes com diagnóstico de carcinoma do fígado e do trato biliopancreático. As amostras dos tumores serão submetidas a estudo imunohistoquímico para avaliar a expressão das apomucinas (MUC 1, MUC2, MUC5AC), o fator de transcrição CDX2, SOX 9 e da molécula de adesão EPCAM. O impacto dos achados clinicopatológicos na sobrevida serão avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022