Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Victor Paulo Barros Gonçalves

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • implicações fenomenológicas da dinâmica das interações fortes no lhc, auger e icecube
  • A Física de Partículas vivencia atualmente uma fase áurea com o funcionamento dos experimentos LHC, AUGER e ICECUBE. Em particular, com o grande conjunto de dados obtidos pelo Grande Colisor de Hádrons (LHC) com alta energia e elevada luminosidade, tem-se a expectativa de em curto prazo possamos observar ou não a existência de uma nova física além do Modelo Padrão, tal como Supersimetria, Dimensões Extras ou Tecnicolor. Além disso, espera-se que o LHC evidencie os efeitos associados ao regime de altas energias e/ou altas temperaturas da Cromodinâmica Quântica (QCD), tais como o Condensado de Vidros de Cor e o Plasma de Quarks e Glúons. Similarmente, os experimentos AUGER e ICECUBE estão provando nossa compreensão do regime de altas energias da Física de Raios Cósmicos e de Neutrinos. A interpretação dos resultados destes experimentos depende fortemente da física hadrônica presente nos simuladores Monte Carlo. Tais temas tem sido objeto de pesquisa por parte do proponente durante os últimos anos. Embora o conjunto de resultados já obtidos seja bastante motivador, vários aspectos permanecem ainda em estágios embrionários ou ainda inexplorados. Pretendemos neste projeto avançar na compreensão da dinâmica das interações fortes para altas energias e estimar os observáveis que podem ser estudados no LHC e nos experimentos AUGER e ICECUBE. A fim de atingir os objetivos previstos no projeto é fundamental que o cluster de computadores do Grupo de Altas e Médias Energias da UFPel seja atualizado, pois este é composto por computadores com mais de 10 anos de uso contínuo, os quais tem apresentado falhas regulares nos últimos meses. Tal projeto visa a obtenção de recursos que viabilizem esta atualização.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Victor Piana de Andrade

Ciências da Saúde

Medicina
  • caracterização genômica e lipidômica dos tumores bifásicos da mama por target sequencing e desi/mass spectrometry
  • As lesões bifásicas da mama são os fibroadenomas e os tumores Phyllodes, estes últimos são classificados como benigno, borderline ou maligno com base em características histopatológicas, porém essas características se sobrepõem, tornando o diagnóstico difícil. Portanto é necessário associar meios diagnósticos a fim de identificar melhor esses tumores. A imunohistoquímica e a biologia molecular são dois métodos que podem auxiliar no diagnóstico diferencial entre esses tumores. A expressão imunohistoquímica de p53 e CD117 está associada ao seu comportamento maligno. Estudos em biologia molecular mostram que esses tumores estão relacionados a mutações no promotor TERT, no éxon 2 do gene MED12 e em outros genes como o TP53 e o RB. A análise de amostras por espectrometria de massas é outro meio diagnóstico que pode auxiliar nesse diagnóstico diferencial. A espectrometria de massas tem alta sensibilidade e especificidade. Alguns autores diferenciaram tecido normal de tumoral em mama, cérebro e pâncreas utilizando DESI/MS. A técnica DESI/MS analisa os lipídeos através de ionização ambiente sem preparo das amostras. Quando esse método é aplicado em cortes histológicos adiciona dados que podem ser correlacionados à topografia, oferecendo novas informações sobre a composição molecular tecidual em cada área diferente da lâmina, permitindo diferenciar áreas normais de áreas tumorais, o que possibilita realizar uma interface com a anatomia patológica. Nesse contexto, esse projeto tem o propósito de estudar a genômica e lipidômica dos tumores bifásicos da mama, a fim de auxiliar patologistas, cirurgiões e oncologistas a decidirem melhor o tratamento desses pacientes.
  • Fundação Antônio Prudente - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022