Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alair Ferreira de Freitas

Ciências Humanas

Sociologia
  • caderneta agroecológica: construindo a autonomia econômica das agricultoras agroecológicas em viçosa/mg
  • O objetivo desse projeto é implementar a Caderneta Agroecológica a mulheres agricultoras rurais e urbanas, promovendo seu empoderamento e autonomia econômica por meio do monitoramento, qualificação e diversificação da produção agroecológica e pela organização econômica no município de Viçosa/MG. A Caderneta Agroecológica é uma tecnologia social criada para auxiliar na administração da produção das agricultoras e organização de suas práticas econômicas, desvelando a densidade de sua vida econômica. Para alcançar esse objetivo, a equipe multidisciplinar do projeto é integrada por professores doutores da UFV e colaboradores de instituições parceiras, ligadas ao tema e ao território priorizado e com larga experiência em criação, replicação e avaliação de tecnologias sociais, especialmente relacionadas a agricultura familiar. O projeto integra o objetivo de “alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas” dentro da Agenda 2030 da ONU e espera resultar na melhoria da renda proveniente das mulheres, na segurança e soberania alimentar e nutricional para a família e protagonismo das mulheres em seus agroecossistemas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Alair Ferreira de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos nos grandes centros urbanos em minas gerais
  • O objetivo geral deste projeto é identificar e analisar os impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos (PAA e PNAE) nos principais centros urbanos de Minas Gerais. Este objetivo emerge da necessidade de se ampliar os conhecimentos sobre o papel que as cooperativas exercem nesse mercado e como elas impactam no abastecimento alimentar das cidades de maior demanda por alimentos nas diferentes regiões do estado, bem como as limitações encontradas para ampliar sua participação. Verificou-se que, apesar da grande relevância desse tema hoje, com segurança alimentar e nutricional e combate a pobreza e a fome sendo alçados à Objetivos do Desenvolvimento Sustentável pela ONU e o Brasil referência mundial na criação de mercados institucionais para fortalecer agricultura familiar, pouco se conhece a este respeito e ainda há muito que avançar na integração do cooperativismo com os mercados institucionais de alimentos nos centros urbanos. Para realizar essa pesquisa utiliza-se abordagem quali-quantitativa e caráter descritivo e propõe-se realizar um estudo multicasos em 5 cidades mineira de grande porte, a saber: Belo Horizonte, Uberlândia, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares. Para tanto, será elaborado um roteiro de entrevistas semiestruturada, focando influências das cooperativas no mercado institucional de alimentos, sua importância nessa rede e os principais desafios e entraves enfrentados por elas nesse processo, e um Survey que vai possibilitar a captação da rede em que as cooperativas estão inseridas, revelando o papel, a centralidade e o poder dessas cooperativas nas redes de mercado de alimentos em Minas Gerais. Espera-se que os resultados possibilitem uma atualização do estado da arte no que se refere às politicas públicas de aquisição de alimentos e a participação das cooperativas no abastecimento alimentar em grandes centros brasileiros bem como a utilização da análise de redes sociais (ARS) para estudos dessa natureza. Também se espera que os resultados possam impactar em mudanças no modus operandi da gestão das políticas de compra institucional nos centros urbanos para adequar às demandas e limitações das cooperativas, bem como garantir a ampliação de produtos fornecidos pela agricultura familiar a estes centros. Além disso, que as organizações cooperativas possam se apropriar dos resultados para alterarem rotinas administrativas, modelos de governança e estratégias corporativas para fortalecerem suas posições na rede dessas políticas e romperem com certas limitações que restringem seu protagonismo. Em termos gerais, espera-se que esse projeto consiga dar visibilidade ao papel central que o cooperativismo assume, e precisa assumir mais, na promoção da segurança alimentar e nutricional em Minas Gerais e no Brasil.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Alam Gustavo Trovó

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • avaliação da degradação e toxicidade de contaminantes de interesse emergente e de seus produtos de transformação em matrizes ambientais durante processo foto-fenton modificado em condições próximas à neutralidade
  • A partir da década de 90, após avanços nas técnicas analíticas hifenadas (cromatografia líquida de alta eficiência acoplada à espectrometria de massas), tem sido possível detectar e quantificar a presença de uma nova classe de compostos conhecidos como contaminantes de interesse emergente. Fazem parte dessa classe hormônios, produtos cosméticos e de higiene pessoal, surfactantes, pesticidas, fármacos, dentre outros. Esses compostos estão presentes em matrizes ambientais como águas superficiais e efluentes de estações de tratamento de esgoto, em níveis de concentrações de ng a µg L-1 e, tem sido um dos maiores desafios na área de tratamento de água e efluentes, visto que muito deles não são legislados e a sua presença em ambientes aquáticos contribui para o desencadeamento de efeitos deletérios em humanos e animais. Uma estratégia para contornar esse problema é utilizar o processo de oxidação avançada, foto-Fenton, o qual é eficiente para a degradação de compostos tóxicos e recalcitrantes aos processos biológicos e convencionais. Vários estudos foram feitos aplicando o processo foto-Fenton para a degradação desses contaminantes em água destilada, utilizando concentrações dos compostos-alvo da ordem de mg L–1 e pH próximo de 3, sob radiação artificial, condições completamente diferentes das matrizes ambientais. Neste contexto, nesse estudo será avaliado o uso de diferentes ligantes orgânicos para tornar possível a degradação dos contaminantes de interesse emergente, em concentrações da ordem de µg L–1, pelo processo foto-Fenton em meio próximo da neutralidade, proporcionada pela formação de complexos solúveis de ferro e facilmente fotolisados, atribuído principalmente ao tipo de ligante, condições operacionais e fonte de radiação. A possibilidade de utilizar luz solar como fonte de radiação, contribuirá no desenvolvimento e viabilidade de tecnologias sustentáveis para uso em remediação ambiental. Diferentes parâmetros operacionais serão avaliados, tais como: tipo do ligante orgânico, reposição do ligante, concentração dos complexos de ferro e H2O2, composição das matrizes aquosas, pH e fontes de radiação. A eficiência do processo será baseada na degradação dos compostos-alvo, monitorada pelo decaimento da concentração desses contaminantes por cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por arranjo de diodos. Além disso, será baseada no consumo de H2O2, concentração de ferro, pH, toxicidade aguda para a bactéria Vibrio fischeri e biodegradabilidade. Os produtos de transformação serão identificados com a finalidade de propor um mecanismo de degradação, bem como associar com o aumento e/ou redução da toxicidade. O conhecimento dos efeitos tóxicos e persistência dos contaminantes de interesse emergente, assim como de seus subprodutos, permitirá fazer uma correta avaliação dos riscos e impactos ambientais provocados por eles. Assim, a execução desse projeto visa responder aos seguintes questionamentos: Complexos orgânicos de ferro viabilizam a aplicação do processo foto-Fenton em meio próximo da neutralidade para a degradação de contaminantes de interesse emergente presentes em matrizes ambientais? Qual é o melhor ligante orgânico, condição operacional, fonte de radiação e o perfil da toxicidade e biodegradabilidade dos compostos-alvo e de produtos de transformação gerados durante o tratamento?
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alan Alves Brito

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • bandas moleculares de cn e ch como traçadoras da evolução química de estrelas gigantes em aglomerados abertos da galáxia.
  • Aglomerados abertos galácticos (GOCs) são, talvez, os únicos sistemas estelares que ainda podemos chamar população estelar simples. Enquanto múltiplas populações estelares (MPs) foram encontrados na maioria dos aglomerados globulares (GCs), a extensão das MPs em GOCs (se alguma) é ainda amplamente discutido na literatura. É a massa total de um aglomerado o principal parâmetro para determinar o fenômeno MPs? Existem variações de CN e CH em estrelas individuais de GOCs, tal como têm sido amplamente detectadas em GCs? O presente projeto objetiva abordar as questões acima referidas usando espectros Goodman de baixa resolução no SOAR. Nós vamos caracterizar um número estatisticamente significativo de estrelas gigantes (ou candidatas) em uma amostra selecionada de GOCs. Pretendemos (i) aumentar o número de GOCs que foram espectroscopicamente pesquisados ​​até o momento; (ii) calcular velocidades radiais e, consequentemente, probabilidade de pertinência das estrelas; (iii) compreender a distribuição química (bandas de CN e CH) das estrelas gigantes, e (iv) impor vínculos observacionais importantes sobre a massa mais baixa (se houver) necessária para começar a contribuir para a formação de aglomerados com MPs.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alan Barros de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dessalinização de água por meio de nanotubos deformados na presença de campo elétrico: simulações de dinâmica molecular
  • Resumo O crescimento alarmante da relação demanda/oferta de água potável é preocupante atualmente. Processos de purificação da água são incansavelmente investigados a fim de se obter um meio eficiente para isso. Uma alternativa promissora é a dessalinização da água do mar. Contudo, os processos para tanto ainda são muito caros e pouco eficientes. Com o advento das nanoestruturas, tais como o grafeno, nanotubos, fulerenos, dentre outros, filtragem da água usando estas estruturas têm dado resultados promissores. Claramente, ainda há muito a ser feito, principalmente pelo fato de o estudo da água em meios confinados não ser uma tarefa simples. Montagens experimentais refinadas ou modelos computacionais complicados são necessários para isso. Cálculos analíticos são definitivamente inviáveis. Neste projeto, nos propomos a desenvolver um modelo computacional simples e barato para o estudo do transporte e separação água-soluto através de nanoestruturas. Este trabalho é importante pois problemas maiores (em tempo e tamanho) podem ser atacados. Além disso, a física por trás dos fenômenos fica mais evidente quando modelos simples são utilizados.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022