Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Daniel Papoti

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • desenvolvimento de uma bobina de rf com 8 canais para recepção dedicada para imagens por ressonância magnética do joelho em 7 teslas
  • Este projeto tem como proposta o desenvolvimento de uma bobina de radiofrequência (RF) com 8 canais de recepção operando em um campo de 7 Teslas para aquisições de imagens por ressonância magnética (IRM) do joelho. Esta bobina será desenvolvida dentro de uma proposta de cooperação entre o Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS) da Universidade Federal do ABC (UFABC) com o Instituto de radiologia da Faculdade de Medicina da USP (InRad-FMUSP) para operar como parte do equipamento de IRM MAGNETOM 7T – Siemens (Erlangen, Germany), adquirido com recursos da FAPESP dentro do projeto “Plataforma de Imagem na Sala de Autópsia” (PISA). A FMUSP, através do projeto PISA, adquiriu o primeiro tomógrafo de Ressonância Magnética de ultra-alto campo magnético da América Latina para a realização de diferentes projetos nas áreas de doenças respiratórias, doenças cardiovasculares, doenças neurológicas, envelhecimento e autópsias virtuais, este última em conjunto com o Serviço de Verificação de Óbitos da Capital (SVOC). Este sistema de IRM, por ser utilizado exclusivamente para ambiente de pesquisa, possui disponível pelo fabricante até o momento apenas uma bobina para imagens de cabeça. Por esta razão, para que o máximo ganho em termos de qualidade de imagem seja obtido também para outras anatomias além da cabeça, como o joelho, é de fundamental importância o desenvolvimento de geometrias dedicadas de bobinas. Além das vantagens em termos de relação sinal/ruído (RSR), esta bobina deverá permitir a implementação de metodologias de aquisição paralela para o estudo do sistema musculoesquelético. O projeto prevê ainda uma parceria de cooperação com grupos experientes em instrumentação para IRM, como o grupo liderado pelo Prof. Dr. Alberto Tannús, do Centro de Imagens e Espectroscopia in vivo por Ressonância Magnética (CIERMAG), do Instituto de Física da USP, campus de São Carlos.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Pasquini

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de nanocompósitos poliméricos contendo híbridos de óxido de metal/grafeno, para aplicações em dispositivos de armazenamento de energia.
  • Metais ou óxidos metálicos normalmente sofrem dissolução, sinterização e aglomeração durante processos em que são aplicados, como por exemplo, quando empregado em processos catalíticos. Para aliviar essa dificuldade, as estruturas nanoestruturadas de grafeno 3D funcionam como matrizes de suportes para estes metais ou óxidos de metais, que em sua forma expandida maximizam as áreas de superfícies específicas eletroativadas e promove sua atividade e durabilidade, boa estabilidade química e ambiental e forte adesão às partículas dos metais e óxidos de metais. Apesar do tremendo progresso na adição de metais/óxidos de metais suportadas em grafeno, ainda observa-se problemas na montagem controlável de nanopartículas de óxidos de alguns metais suportados em sistemas de grafeno tridimensional (3D). Neste sentido, os sistemas de redes de polímeros têm sido um alvo atraente para suportar estas partículas sem a necessidade de trabalhar com grafeno 3D. Sistemas híbridos de óxidos metálicos/grafeno suportados em polímeros têm demonstrado potenciais de aplicações devido as seguintes e bem reconhecidas vantagens: - a grande área de superfície e a flexibilidade de nano folhas de grafeno (que é uma estrutura em 2D) podem oferecer área suficiente para acomodar vários nanomateriais e também podem evitar que eles se aglomerem. - devido às características superficiais finas do grafeno, a eficácia do contato interfacial com outros compostos aumenta e simultaneamente valoriza a quantidade de processos de adsorção. - a propriedade de condutividade elétrica do grafeno promove a taxa de transferência de elétrons na superfície. - por último, a condutividade elétrica dos híbridos são valorizadas pela incorporação de polímeros condutores tipo polianilina (PANi) e polipirrol (PPY). Assim sendo, o presente projeto visa produzir filmes compósitos produzidos por nanofibras de celulose e polímeros condutores PANi e PPY, com a incorporação de partículas híbridas de óxido de metal/grafeno. A presença das nanofibras de celulose é responsável pela formação de um filme e pela resistência mecânica final do material compósito, além de conferir flexibilidade do filme resultante. Os polímeros condutores serão sintetizados diretamente em solução contendo as nanofibras, de forma que estes se depositem na superfície das fibras durante a polimerização. As partículas híbridas serão adicionadas nas misturas posteriormente, de forma a se obter os compósitos com as propriedades desejadas para as aplicações em dispositivos de armazenamento de energia. É necessária uma gestão eficiente da energia renovável para um desenvolvimento sustentável do país e é esperado que o armazenamento eletroquímico de energia desempenhe um papel fundamental neste processo. Este projeto abordará o estado dos desenvolvimentos no campo do armazenamento de energia eletroquímica, com foco em materiais avançados e considerações de planejamento de baterias e supercapacitores para aplicações atuais e futuras em transporte, comércio, eletrônica, aeroespacial, biomédica e outros setores promissores. Para reduzir a dependência dos recursos convencionais e desenvolver uma nova paisagem energética, a geração de energia renovável deve ser complementada por sistemas eficientes de armazenamento de energia com operação robusta e com baixos custos. Os sistemas de armazenamento de energia eletroquímica possuem grandes promessas à medida que operam com alta eficiência, são escaláveis, podem ser implementado com várias substâncias químicas e podem ser baseados em materiais baratos, sustentáveis e recicláveis. A intenção deste projeto é desenvolver estratégias para melhorar as métricas de desempenho eletroquímico, atributos de segurança e reduzir o custo dos sistemas de armazenamento eletroquímico de energia. O projeto abordará os aspectos de química, materiais e engenharia para conceitos atuais e emergentes em baterias e além, armazenamento de energia capacitiva aprimorado, sistemas híbridos, mas também planejamento de células para considerações de nível de sistema. Os resultados se concentrarão nos projetos de armazenamento de energia multifuncional que vão além dos atuais desempenhos do sistema.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Pedrosa Alves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudo da herança da resistência à peronospora destructor em populações avançadas de cebola
  • A cebola, Allium cepa, é uma hortaliça de grande importância econômica e social no Brasil e no mundo. O estado de Santa Catarina é o maior produtor de cebola do no Brasil, sendo o Alto Vale do Itajaí a principal região produtora de SC com mais de 70% da produção do Estado. Entretanto, o cultivo de cebola na região é muito afetado pela alta incidência do míldio, causado pelo patógeno Peronospora destructor. Essa doença onera os custos de produção, diminui a margem de lucro dos agricultores além de elevar os danos causados ao meio ambiente, uma vez que o manejo da doença é feito exclusivamente com agroquímicos. Graças a um projeto aprovado no edital universal do CNPq de 2014 e finalizado esse ano (449218/2014-7), foram desenvolvidas duas populações avançadas no programa de melhoramento de cebola da Epagri com alta resistência ao míldio, sendo experimentalmente conhecidas como “Bola Precoce Agroecológica” e “Superprecoce Agroecológica”. Essas populações se mostraram menos suscetíveis e mais produtivas frente à infecção do patógeno P. desctructor, e consequente ocorrência do míldio nas últimas três safras (2015/2016; 2016/2017 e 2017/2018). Até o presente momento não existe nenhum relato na literatura de resistência ao míldio em cebola comercial, A. cepa. Resistência ao míldio da cebola foi encontrado em uma espécie relacionada, Allium roylei, sendo que essa resistência é devido a um único gene dominante, denominado Pd. Assim sendo, torna-se necessário o completo entendimento da origem dessa resistência das populações “Bola Precoce Agroecológica” e “Superprecoce Agroecológica”. Dessa forma, o objetivo do presente projeto é estudar a herança da resistência à P. desctructor em plantas das populações avançadas “Bola Precoce Agroecológica” e “Superprecoce Agroecológica”. Para viabilizar esse estudo realizaremos hibridações de plantas resistentes de ambas populações com plantas suscetíveis de uma população de cebola roxa. Para assegurar a natura híbrida da progênie utilizaremos um marcador fenotípico, cor do bulbo, e marcadores moleculares para o gene Ms. Assegurada a natura híbrida das plantas F1, avançaremos a geração e analisaremos a segregação da resistência nas gerações filiais F2 e F2:3. Devido à natureza bienal da cebola (dois anos para completar o ciclo) no final deste projeto teremos pelo menos uma população segregante (F2) para a resistência ao míldio da cebola. Nessa população F2 realizaremos a fenotipagem para quantificar os indivíduos resistentes e suscetíveis além de extrair o DNA para futura genotipagem. Outra fenotipagem será realizada, em projetos futuros, em uma população F2:3, pois assim conseguiremos ter uma melhor estimativa do fenótipo utilizando um maior número de plantas e experimentos. Em um projeto futuro nós também faremos o mapeamento do gene de resistência dessas populações (usando o DNA extraído das populações F2).
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Pens Gelain

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • o receptor para produtos finais de glicação avançada (rage) no desenvolvimento da neurodegeneração dopaminérgica típica da doença de parkinson a partir de inflamação sistêmica: estudo translacional
  • A Doença de Parkinson (DP) está entre as patologias neurodegenerativas mais frequentes atualmente. Não há uma causa específica identificada para a DP, portanto os tratamentos disponíveis focam na sintomatologia. A administração de L-DOPA para repor os níveis de dopamina e de agonistas de receptores de dopamina para ativar neurônios estriatais são as estratégias farmacológicas mais utilizadas, enquanto que o implante de marca-passo estimulador cerebral para controle do circuito dos gânglios basais é a alternativa cirúrgica disponível. No entanto, com a contínua degeneração dos neurônios dopaminérgicos, tais tratamentos perdem a efetividade com o tempo. Ultimamente, componentes típicos de resposta pró-inflamatória vêm sendo descritos na DP, como ativação microglial e produção elevada de citocinas pró-inflamatórias. A ativação microglial pode estimular o acúmulo de formas aberrantes da α-sinucleína, o que por sua vez acaba por estimular a formação de corpos de Lewy, a morte neuronal e reforçar a própria ativação microglial, em um ciclo de retroalimentalação positiva de neuroinflamação e neurodegeneração. Considerando esses fatores, pretendemos estabelecer o papel do receptor para produtos finais de glicação avançada (RAGE) como principal integrador da sinalização neuroinflamatória e neurodegenerativa. O RAGE é considerado um promotor de estados pró-inflamatórios crônicos, e um dos seus efeitos mais pronunciados é a indução de vias pró-inflamatórias controladas pelo NF-kB. Como o gene do RAGE (AGER) também conta com um elemento responsivo ao NF-kB, a sua ativação é capaz de aumentar a própria expressão. Em trabalhos recentes do nosso grupo, observamos que a inibição seletiva do RAGE na substância negra de ratos Wistar é capaz de prevenir a denervação dopaminérgica e o déficit motor causados pela administração de 6-hidroxidopamina, e também que a indução de inflamação sistêmica com LPS intraperitoneal é capaz de aumentar os níveis de RAGE na substância negra. O objetivo geral do presente projeto é o de estabelecer a importância do RAGE na patogênese e na progressão da neurodegeneração dopaminérgica típica da Doença de Parkinson. Para este objetivo ser alcançado, estudaremos a relação entre o RAGE e processos celulares reconhecidamente responsáveis pela indução da morte dos neurônios dopaminérgicos na Doença de Parkinson em modelos pré-clínicos da doença (roedores), avaliaremos a relação entre a presença deste receptor (e seus moduladores) no soro de pacientes e o estadiamento da doença, e a relação entre RAGE e seus moduladores com o estadiamento histopatológico em amostras de cérebro post-mortem de pacientes. Para tanto, iremos caracterizar, em animais submetidos à inflamação sistêmica induzida por LPS, o papel do RAGE na evolução de sintomas pré-motores (anosmia e anedonia), sintomas motores (déficits motores e locomotores) e não-motores (déficit cognitivo) associados à neurodegeneração dopaminérgica da substância negra, bem como a evolução da perda de neurônios dopaminérgicos e dos níveis de dopamina, ao longo de 10 meses após a administração de LPS. Além disso, propomos diferentes protocolos pré-clínicos de inibição do RAGE em modelos de neurodegeneração avançada (i.e., a partir da manifestação de estágios motores), testando a eficácia através de avaliações comportamentais, bioquímicas e histológicas. Também pretendemos caracterizar, através de estudos de microscopia confocal em cérebros de roedores, bem como utilizando ferramentas de biologia molecular combinadas com técnicas de visualização e imunodetecção em modelo in vitro (culturas de neurônios), o efeito do RAGE na expressão e tráfico vesicular de α-sinucleína, bem como na possível desregulação do turnover (etapas de degradação proteossômica) e consequente acúmulo celular/membranar, além da indução de formas aberrantes e seu acúmulo em neurônios dopaminérgicos. No contexto clínico, propomos caracterizar a presença de ligantes de RAGE, bem como de sua isoforma solúvel (sRAGE), no soro de pacientes da Doença de Parkinson estratificados de acordo com os diferentes estágios clínicos da doença, grau de envolvimento neurológico e de declínio motor e cognitivo. Por fim, iremos caracterizar a presença do RAGE e de seus moduladores na substância negra, bulbo olfatório e tronco cerebelar em amostras crio-preservadas de cérebros humanos provenientes de pacientes de Doença de Parkinson (e respectivos controles pareados). Tais esclarecimentos trarão avanços significativos no entendimento das causas da DP e na busca de terapias efetivas. Assim, se comprovado o papel deste receptor na associação entre o estímulo inflamatório e a progressão da morte das células dopaminérgicas da substância negra, identificaremos um alvo molecular de grande potencial terapêutico para o combate a um fator causador dos sintomas da DP, ou seja, a neurodegeneração dopaminérgica, em contraste com as terapias existentes atualmente, que focam no alívio ou retardo dos sintomas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Pereira da Silva

Engenharias

Engenharia Química
  • estratégias tecnológicas para integração de resíduos agroindustriais da indústria do suco e processos de obtenção de biossurfactantes
  • A presente proposta de pesquisa descreve a utilização de resíduos agroindustriais, provenientes do processamento de frutas na indústria de sucos, oriundos da região Nordeste e com especificidades locais, objetivando promover o desenvolvimento e a inovação na obtenção de biossurfactantes, tanto em características de processo como de produto. Os altos custos associados a produção bem como os baixos rendimentos nestes tipos de processos os tornam pouco eficientes em larga escala dificultando assim os biossurfactantes de competir com os produtos sintéticos comercialmente. Uma das maneiras de redução de custos na produção, aliado a maior sustentabilidade, é buscar meios de cultivo alternativos e que forneçam aos microrganismos melhores condições para obtenção de biossurfactantes. A estratégia alternativa proposta neste trabalho será avaliada e monitorada no tocante a estruturação de um meio de cultivo que melhor supra as necessidades dos microrganismos para que os mesmos possam produzir biossurfactantes de modo quantitativa e qualitativamente satisfatórios e inovadores, avaliados analiticamente por técnicas padronizadas na literatura. Deste modo, espera-se que pelos resultados obtidos seja possível a minimização dos custos de produção dos biossurfactantes, em especial devido ao grande potencial residual agrícola e agroindustrial do Brasil, bem como obtido um nível razoável de desenvolvimento, implementação e inovação no processamento e obtenção de biossurfactante.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Ratton Figueiredo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • representações eficientes de baixa dimensão de nós para alinhamento de múltiplas redes
  • Dados em rede desempenham um papel central em muitas áreas com aplicações em análise de dados, incluindo biologia computacional, redes sociais, economia e processamento de linguagem natural, para citar apenas algumas. No entanto, para muitos problemas, os dados brutos da rede (nós, arestas e seus atributos) geralmente são muito detalhados para extrair significado diretamente. Em vez disso, algoritmos que extraem representações intermediárias de dados em rede são uma abordagem promissora de forma que essas representações de mais baixa dimensão alimentem mais naturalmente tarefas de análise de dados. Exemplos de tais representações incluem métricas que avaliam a posição de nós na rede (por exemplo, medidas de centralidade como PageRank) e redução de dimensionalidade de distâncias na rede, como reescalonamento multidimensional. Uma abordagem mais recente é gerar representações para nós em um espaço métrico de baixa dimensão, aproveitando atributos dos nós e a estrutura de rede utilizando alguma metodologia de aprendizado. Isso tem sido impulsionado principalmente pela profunda revolução no aprendizado de máquina, onde muitos problemas são primeiro convertidos para um espaço métrico de baixa dimensão, tornando-os passíveis de métodos genéricos de aprendizado por redes neurais (métodos "* 2vec"). Enquanto esses métodos tendem a ser gerais e, portanto, aplicados a vários problemas, há tarefas para as quais representações específicas seriam mais eficazes e previsíveis. Além disso, sua generalidade muitas vezes compromete a viabilidade de caracterizar suas limitações teóricas ou garantias de desempenho. Uma representação alternativa é a rotulação canônica, que são algoritmos baseados na estrutura da rede que enumeram (rotulam) os nós, e que podem ser considerados como representações discretas para grafos. Proposta como uma ferramenta para identificar isomorfismos e automorfismos em grafos, a rotulação canônica é uma ferramenta matemática bem explorada e rigorosa, porém com pouca aplicação fora de seu escopo original. O alinhamento de rede (também chamado de correspondência em grafos) é o problema de identificar correspondências entre nós de duas redes correlacionadas com base nos atributos dos nós e na estrutura de rede. Por exemplo, na biologia computacional, a rede de interação proteina-proteina (PPI) de diferentes espécies tende a ser similar, embora as proteínas (nós) sejam quimicamente diferentes devido à flutuação evolucionária. Assim, o alinhamento de duas redes PPI pode esclarecer as correspondências funcionais entre as espécies. Embora o alinhamento de rede tenha sido extensivamente estudado nas últimas décadas, pouco se sabe sobre sua generalização para várias redes, onde a correspondência entre nós de todas as redes deve ser identificada. Este cenário desafiador é um exemplo em que as representações de nós podem levar a algoritmos muito eficazes. O principal objetivo desta proposta de pesquisa é projetar e implementar metodologias para representação de nós que possam ser usadas para lidar efetivamente com o alinhamento de múltiplas redes (MNA). Além disso, esta pesquisa explorará representações baseadas em estruturas que posicionam nós em um espaço métrico de baixa dimensão, bem como representações geradas por algoritmos específicos de rotulação canônica. Estas representações são provavelmente uma ferramenta poderosa para atacar o problema de MNA, além de ser uma abordagem metodológica pouco explorada também no contexto do alinhamento de duas redes. A equipe de pesquisa por trás dessa proposta está singularmente bem posicionada para atacar esse problema. Eles possuem um longo histórico de colaboração bem-sucedida (desde 2005), bem como trabalho independente em áreas muito relacionadas ao tema desta proposta. Essa oportunidade de financiamento é um instrumento fundamental para reforçar essa duradoura colaboração, ao mesmo tempo em que aborda um novo e desafiador problema de pesquisa com novas metodologias, além de envolver jovens pesquisadores e estudantes do lado brasileiro e suíço.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/04/2019-31/03/2022
Foto de perfil

Daniel Reis Plá

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • meditação e práticas contemplativas no ensino superior: perspectivas para a criação e o ensino de artes da cena
  • Este projeto constitui-se no desdobramento dos processos de investigação realizados pelo proponente em seu doutorado em Artes na UNICAMP e pós doutorado na Universidade de Huddersfield, UK, fortalecendo as redes de colaboração estabelecidas ao longo desse período e visando criar maiores subsídios para pesquisas envolvendo artes da cena, meditação e práticas contemplativas. Ao longo da última década percebe-se o crescimento do interesse acerca da meditação e outras práticas contemplativas (PLÁ, 2018) entre pesquisadores brasileiros das mais diversas áreas. Esse crescimento reflete um interesse mais amplo, em âmbito, internacional, a respeito do tema. Desde a década de 1960, quando Kabatt-Zinn iniciou as pesquisas que desembocaram no método MBSR (Mindfulness-Based Stress Reduction) diversos pesquisadores, principalmente na área de saúde e educação, vêm investigando os benefícios da prática meditativa e de outras práticas inseridas no campo das práticas contemplativas para a saúde, aprendizagem, desenvolvimento da criatividade, gerenciamento das emoções, entre outras aplicações. Autores como Kabat-Zinn & J. Mark G. Willians (2013); Oren Ergas & Sharon Todd (2016); Olen Gunlaugson, Edward W. Sarath, et.all (2014), apontam para a importância que os estudos acerca das práticas ligadas a meditação tem ganhado ao longo das últimas décadas, indicando também os possíveis perigos de uma separação dessas práticas do contexto ético-filosófico original. No que se refere as artes da cena, foco dessa proposta, observa-se também o aumento do número de artigos, teses e dissertações que tratam da relação entre práticas contemplativas e práticas artísticas, seja de modo direto ou indireto. Como exemplo disso pode-se citar o oitavo congresso internacional da ABRACE (Associação Brasileira de Pesquisa em Artes Cênicas), principal reunião científica na área de artes da cena, que no ano de 2014 promoveu uma mesa temática tratando da relação entre teatro, budismo e meditação, evidenciando o interesse dos pesquisadores brasileiros nesse assunto. Antes disso, no ano de 2013, a professora Andrea Copeliovich da UFRJ também organizou um simpósio tratando de teatro e budismo. No ano de 2016, realizou-se na UNIRIO o seminário “Artes da Cena e Práticas contemplativas”, que deu origem ao GT da ABRACE “Artes Performativas, Modos de Percepção e Práticas de si”. Além disso, foi publicado neste ano de 2018 um número da revista Pós (EBA/UFMG) focado neste assunto, e está prevista uma publicação somente com autores brasileiros na revista Performance and Mindfulness, da Universidade de Huddersfield/UK, com a mesma temática. Apesar desse interesse observa-se que há ainda uma carência de materiais em português acerca dessa temática, situação que dificulta o desenvolvimento de novas investigações nesse campo bem como a realização de debates mais qualificados. Isso se deve também a falta de comunicação entre os diferentes artistas e pesquisadores que vem desenvolvendo trabalho na intersecção entre artes da cena, práticas contemplativas e meditação no país. Ao trazer as práticas contemplativas para a relação com as práticas de criação no contexto do ensino de artes cênicas nas instituições de ensino superior, passa-se a fazer referência a criação de espaços de escuta e de atravessamento por meio deste treinamento, o que possibilita ao corpo-mente cotidiano transbordar-se em um corpo-mente em arte. Middleton (2012), Plá (2016) e Quilici (2015) afirmam a possibilidade do treinamento psicofísico apresentar-se como uma ação de cultivo, que se se insere no processo de desautomatização das percepções e ações, no reconhecimento e superação dos “esquemas de percepção codificados” (LARROSA, 2006) abrangendo diversos aspectos da experiência do indivíduo. No campo das artes da cena significa que o processo de preparação/educação do ator/performer não se refere somente ao desenvolvimento de novas habilidades para uma atuação profissional mais eficiente. O processo de formação do artista pela ótica da contemplação se aproxima da noção de filosofia dada por Pierre Hadot quando se refere ao período grego clássico: não um exercício de discussão intelectual mas um modo de vida. É necessário construir um corpo não-cotidiano, com um pensamento não cotidiano, mas principalmente um indivíduo que se afaste do senso comum. Assim, essa proposta prevê a tradução para o português de materiais ligados a essa temática além do levantamento de artistas e pesquisadores que se identificam com essa abordagem, bem como de suas práticas. Também pretende-se a proposição de ações unindo práticas contemplativas e artes da cena por meio da exploração de procedimentos e aplicação deles à criação, culminando em um seminário internacional reunindo pesquisadores interessados no tema.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Richard Sant'Ana

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • soluções viáveis para conservação de água em estabelecimentos assistenciais de saúde no distrito federal
  • O Distrito Federal vivencia uma crise hídrica sem precedentes em sua história. Torna-se imprescindível, neste momento, apresentar soluções viáveis para estimular a conservação de água pelo emprego de medidas que auxiliem no controle da demanda urbana de água. O uso de medidas voltadas à conservação de água em edificações tem sido visto como uma estratégia eficaz na redução do consumo de água nas grandes cidades. Dentre elas, destacam-se tecnologias voltadas ao uso eficiente de água pelo emprego de equipamentos economizadores de água e sistemas prediais de água não potável, que utilizam fontes alternativas de água (como águas pluviais, águas cinzas, águas residuárias, entre outros) em fins não potáveis. Para avaliar o desempenho de diferentes tecnologias e identificar soluções viáveis para a redução do consumo de água em edificações, é fundamental quantificar o consumo de água em seus usos-finais e compreender como essa água está sendo utilizada pelos usuários. Porém, apesar da vasta experiência internacional, a caracterização dos usos-finais do consumo de água no Brasil ainda está na sua infância e dados generalizáveis ainda não foram produzidos. Ao considerar a possibilidade de adaptar o estoque de edificações existentes no DF para a implementação de tecnologias voltadas à conservação de água, torna-se imprescindível uma análise de viabilidade técnica, econônica e ambiental. Evidentemente, tecnologias viáveis promoverão um retorno financeiro do investimento por meio das economias geradas pelas contas de água e esgoto. Mesmo assim, um alto custo de investimento pode desestimular proprietários, mesmo se o sistema for capaz de promover economias significativas pela conservação de água. A literatura nacional e internacional apresenta uma série de lacunas no que se diz respeito à análise do potencial de redução do consumo de água e benefícios para diferentes tecnologias voltadas à conservação de água em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS). Diante do exposto, o objetivo deste projeto de pesquisa é de realizar um diagnóstico do uso de água em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde no Distrito Federal (Unidades Básicas de Saúde, UBS; Unidade de Pronto Atendimento, UPA; e Hospitais) para identificar tecnologias conservadoras de água viáveis em termos de adaptação predial, custos, benefícios financeiros e ambientais para diferentes tipos de EAS. Para tanto, foi delineado uma metodologia dividida em três etapas: (i) coleta de dados primários em campo, (ii) composição de modelos representativos e (iii) análise de viabilidade. A coleta de dados primários em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde dá início por meio de um levantamento quantitativo referente ao histórico do consumo predial de água (últimos três anos), áreas (construída, verde e de projeção) e população (fixa e flutuante). Em seguida, um levantamento qualitativo capaz de caracterizar os usos-finais de água, será realizado em edificações pré-selecionadas que se insiram dentro de um mesmo cluster de consumidores típicos de água para cada tipologia. Para a caracterização dos usos-finais de água, serão realizadas medições específicas utilizando-se de hidrômetros específicos e medidores de fluxo capaz de armazenar dados (data-loggers) durante o período de um mês. Baseando-se nos dados coletados em campo, um modelo representativo para cada tipologia estudada será criado de acordo com valores estatísticos médios referentes a área construída, área de projeção, área verde, número de pessoas, consumo predial, vazão de equipamentos hidrossanitários e indicadores de usos-finais de água. Com isso, será possível calcular o potencial de redução do consumo de água para diferentes tecnologias voltadas a conservação de água (incluindo equipamentos economizadores de água e sistemas prediais de água não potável) e simular seus benefícios financeiros em valor presente líquido e custo incremental médio. Como resultado final, espera-se identificar soluções voltadas à redução do consumo de água potável em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde no Distrito Federal.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Roberto dos Reis Silva

Ciências Humanas

Antropologia
  • culturas populares no brasil: um olhar sobre a produção feminina nos arquivos do centro nacional de folclore e cultura popular
  • Este projeto tem por objetivo uma pesquisa sobre as trajetórias femininas nos estudos de folclore e culturas populares no Brasil a partir dos acervos do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP), em específico as coleções e fundos documentais de Lélia Coelho Frota (1937-1910) e Maria de Lourdes Borges Ribeiro (1912-1983). Pretende-se identificar e analisar o papel de mulheres na construção e consolidação de um campo de conhecimento, assim como nas políticas públicas de cultura elaboradas no país a partir da década de 1940, considerando a ampla, porém pouco difundida, produção das mesmas. Almeja-se também o tratamento técnico dos acervos citados (por meio da catalogação, digitalização e acondicionamento) com fins de publicização dos mesmos no intuito de fomentar novos usos e pesquisas a partir deles. Essas coleções fazem parte da construção do pensamento social brasileiro, bem como expõem os trânsitos, circulação e embates da presença feminina nas instituições que fomentam a produção de conhecimento no país. De tal forma, são fontes cruciais e únicas para (re)pensar novos olhares sobre o campo das culturas populares e percepções sobre a sociedade brasileira de modo geral.
  • Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Rodrigues de Lira

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • evolução geomorfológica, processos superficiais atuais e quaternários a partir dos depósitos alúvio-coluviais do maciço da serra negra e seu entorno, semiárido de sergipe
  • A evolução geomorfológica é expressa nas modificações da paisagem e processada em diferentes escalas de tempo, têm sido alterados em razão das mudanças no sistema de cobertura da terra, relacionados as mudanças climáticas desde o final do Pleistoceno e início do Holoceno, até os dias atuais, destacando o papel da vegetação como elemento importante no controle da atividade morfogenética, pois o período de máxima atividade geomórfica ocorre no desencadear de um clima mais úmido em áreas submetidas a semiaridez. Para realizar este estudo escolheu-se o Maciço da Serra Negra e seu entorno no estado de Sergipe, uma vez que áreas de brejos de altitude são as mais importantes áreas de depósitos de encosta na região do semiárido, os quais guardam os registros geomorfológicos das mudanças de tempo na escala de milhares de anos. Nas áreas circovizinhas, onde tem-se as modificações da fisiografia da paisagem em razão da diminuição da precipitação e aumento da temperatura, as condições semiáridas, será possível acessar os depósitos de canais os quais podem fornecer informações a partir do final do Holoceno médio aos dias atuais. A compreensão dos processos envolvidos durante, e após, os eventos geradores de instabilidade nas encostas pode ser alcançada a partir de uma análise pormenorizada dos materiais coluviais e alúvio-coluviais uma vez que os eventos de curta duração, de máxima magnitude e de recorrência irregular são característicos dos ambientes semiáridos, justifica-se esse pesquisa uma vez que embora distribuídos irregularmente e de forma espacialmente descontínua, os sedimentos inconsolidados remobilizados (colúvios) ao longo das encostas até a base, ou mesmo até o contato com os sedimentos aluviais, são elementos que se destacam na geomorfologia das paisagens tropicais exibindo estreita relação com as mudanças e/ou flutuações das condições climáticas ocorridas no decorrer do Quaternário, produzindo significativas modificações geomórficas nas diferentes paisagens da superfície terrestre, permitindo recriar quadros climáticos pretéritos e futuros, tornando-se de grande importância para o planejamento territorial e tomadas de decisões para os ambientes semiáridos.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Schneider Tasca

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • medições granuladas em sistemas quânticos de variáveis contínuas
  • Este projeto visa o estudo de propriedades de sistemas quânticos submetidos à medições granuladas. Medições granuladas são medições as quais estão sujeitas às limitações fundamentais ou tecnológicas impostas pelos aparatos de medição, tais como sua resolução e alcance finitos. Estas limitações são particularmente importantes quando lidamos com observáveis físicos de espectro contínuo (variáveis contínuas), como a posição e momento linear de uma partícula quântica, por exemplo. Ingenuamente, poderia-se esperar que propriedades quânticas elementares, tais como relações de incerteza e viés entre observáveis complementares, seriam satisfeitas por medições sujeitas às restrições impostas pela granulosidade de detectores utilizados em laboratório [1]. Entretanto, a observância desses atributos típicos de sistemas quânticos é fortemente afetada pela granulosidade intrínseca das medições. Em publicações recentes, mostramos, por exemplo, como definir medições granuladas periódicas de forma a resgatar propriedades quânticas de viés entre observáveis complementares [2, 3]. Mostramos também como esse tipo medição pode ser utilizada na detecção de emaranhamento quântico [4]. A conformidade de medições granuladas de variáveis contínuas com atributos quânticos possibilita sua utilização na implementação experimental de protocolos de processamento e transmissão de informação no regime quântico. Neste projeto, daremos continuidade ao estudo das propriedades fundamentais de medições granuladas, com foco em implementações experimentais no laboratório de Óptica Quântica da Universidade Federal Fluminense. Utilizaremos também estes tipos de medição na demonstração de protocolos de processamento de informação quântica, tais como tomografia de estados quânticos e criptografia quântica.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Smania Brandão

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • sistemas dinâmicos: criando sinergias com o icmc-usp
  • Neste projeto desenvolvemos pesquisas na área de Sistemas Dinâmicos em um amplo espectro de tópicos, como sistemas dinâmicos suaves, teoria ergódicas, ações de Anosov, renormalização em dinâmica unidimensional e dinâmica complexa. Para este fim, buscaremos fomentar colaborações existentes e potenciais do ICMC/USP com outros centros de sistemas dinâmicos do país e exterior, através de visitas entre membros das instituições participantes, a manutenção do Seminário de Sistemas Dinâmicos, participações dos membros em eventos científicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Vieira de Sousa

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • geoarqueologia e paleoclimatologia no parque nacional serra da capivara (pi)
  • O Parque Nacional Serra da Capivara é o local com maior concentração de pinturas rupestres das Américas e mais de 1.000 sítios arqueológicos já foram cadastrados no IPHAN. É também um grande manancial de dados paleontológicos, que fornecem informações relevantes sobre a evolução biológica e climática durante o Quaternário no semiárido tropical. Apesar de inúmeras pesquisas arqueológicas existentes na região do Parque Nacional da Serra da Capivara, ainda não há pesquisas publicadas que utilizam de arcabouços das geociências, com intuito de revelar informações “escondidas”, utilizando uma abordagem microarqueológica, ou, como prefere a literatura, geoarqueológica que ao redor do mundo tem auxiliado a responder importantes perguntas sobre ocupações humanas mais remotas. Fato que indica uma carência de estudos, em uma das regiões de maior relevância científica na América do Sul, no que se refere a ocupação humana na América. Além da carência de pesquisas geoarqueológicas na região da Serra da Capivara, e apesar das inúmeras pesquisas paleontológicas existentes na região, ainda há uma lacuna acerca do entendimento da evolução climática do bioma caatinga durante o quaternário. Há relevância em entender a evolução dos ecossistemas semiáridos no cenário neotropical, principalmente para compreender o cenário que as populações pré-históricas viveram. Em vista disto, esta pesquisa tem por objetivo realizar estudos geoarqueológicos na região do Parque Nacional da Serra da Capivara para auxiliar a compreender as ocupações humanas mais remotas nesta região; e, compreender a evolução climática e a instalação de vegetações xerófitas no semiárido neotropical. Sendo assim, esta pesquisa possui as seguintes perguntas norteadoras: i) No âmbito da Geoarqueologia, quais elementos químicos podem ser utilizados como proxys de ocupações humanas na região do Parque Nacional da Serra da Capivara ? ii) Qual o tipo de alteração antrópica pode-se esperar encontrar nos solos da região ? iii) Qual a influência do homem na pedogênese; No âmbito das alterações climáticas, iv) Assinaturas químicas podem ser utilizadas como proxys climáticas ? v) Quando foram os picos de maior humidade durante o quaternário médio e superior na região de estudo ? A Geoarqueologia corresponde à utilização de conceitos, métodos e técnicas inerentes a Geociências, e as Ciência dos Materiais em pesquisas dedicadas à Arqueologia, sendo interdisciplinar por definição. Estudos geoarqueológicos, por exemplo, busca por alguns elementos químicos que indiquem a ocupação humana, tais como zinco, cobre, cálcio, carbono orgânico e, principalmente, fósforo. A diversidade e a concentração destes elementos deve-se ao modo de vida dos povos pré-históricos. Análises geoquímicas de teores totais, e análises de rotina de solos comumente utilizadas em Pedologia se mostram promissoras para aplicação em contexto arqueológico, pois fornecem informação associada a ocupações humanas, com base em resultados analíticos pouco onerosos. A observação de lâminas delgadas em microscópio petrográfico (micromorfologia) para observação do solo também oferece informações úteis a respeito dos vestígios da ocupação humana. O estudo micromorfológico possibilita ainda a caracterização dos processos que dão origem a solos e a sedimentos podendo auxiliar a compreensão do contexto ambiental associado a ocupação humana. Outra característica que possibilita compreender a ocupação humana, sendo apontada como bom indicador antrópico é a presença de minerais magnéticos. Sua gênese tem relação com fogueiras usadas por populações pré-históricas. Além da susceptibilidade magnética trazer informações importantes acerca do uso do fogo em sítios arqueológicos, também é importante para a caracterização de incêndios em ambientes sem a influência antrópica. O que é fundamental para a elucidação discussão sobre a sucessão da vegetação, haja visto que em ambientes campestres e cerrados, os incêndios naturais contribuem para o aumento da susceptibilidade magnética dos solos enquanto. Por esta razão, a determinação da susceptibilidade magnética é bastante aplicada em estudos de paleoambientes. Somado aos resultados da susceptibilidade magnética, esta proposta irá abordar a estratigrafia isotópica de solos, sedimentos acessando informações que permitam compreender a dinâmica da vegetacional (campos, cerrados, florestas) através da análsies isotópica do carbono. Além de metodologias que fornecem informações sobre os aspectos da vegetação, este projeto também irá contemplar informações acerca da fauna pretérita existente no quaternário na região da Serra da Capivara, através da análise do material fóssil depositado na reserva técnica da FUMDHAM. O conteúdo fossilífero, abundantemente coletado e descrito ao longo de décadas, coloca a fauna Pleistocênica da Serra da Capivara como uma das mais conhecidas do nordeste brasileiro. O estudo do material fóssil permitirá conhecer sobre os aspectos biológicos relacionados à paleofauna. Este projeto de pesquisa ao fazer com que dados da vegetação, geoquímica, sedimentológicos, paleontológicos e arqueológicos dialoguem entre si, permitirá um amplo entendimento da evolução paleoclimática e paleoecológica, no quaternário na região, fornecendo um grande subsídio para a compreensão da ocupação humana no continente Sul Americano.
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Aparecida Biasotto-Gonzalez

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • avaliação de imagem por ressonância magnética do posicionamento do disco articular em indivíduos com dtm após mobilização mandibular: ensaio clínico randomizado, placebo-controlado e duplo cego.
  • Introdução: Dentre os dispositivos instrumentais que têm sido propostos ao longo dos anos para integrar a avaliação clínica das disfunções da articulação temporomandibular (DTM), técnicas por imagem são as mais estudadas, mostrando que a imagem por ressonância magnética (IRM) é a técnica mais precisa para descrever a anatomia das estruturas da ATM e para avaliar a concordância dos achados de imagem com o diagnóstico clínico. Apesar da quantidade trabalhos na literatura sobre o uso da IRM para avaliação dos distúrbios e tratamentos da ATM há uma escassez de estudos que avaliem os achados por imagem, após tratamento fisioterapêutico. Objetivo: Avaliar a influência da mobilização mandibular, sobre o posicionamento do disco articular, por meio de IRM em indivíduos com diagnostico de DTM com deslocamento anterior do disco com e sem redução. Bem como analisar o comportamento da dor, da qualidade de vida e o comportamento da funcionalidade em indivíduos portadores de DTM antes, imediatamente, 3 e 6 meses após as sessões de tratamento. Materiais e Método: Trata-se de um ensaio clínico randomizado, placebo-controlado e duplo cego, desenhado para estudar os efeitos da técnica mobilização mandibular x placebo. Os indivíduos serão aleatorizados e alocados em dois grupos: GA (intervenção) e GB (placebo), e avaliados conforme: Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD), IRM, END, WHOQOL-BREF, Escala Funcional Especifica do Paciente. Analise estatística: O posicionamento do disco articular extraído por meio da utilização da IRM, será considerado o desfecho primário, como desfecho secundário, serão avaliadas a dor, a qualidade de vida e a funcionalidade. A normalidade dos dados será verificada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov, que serão expressos em média e desvio padrão e/ou mediana e intervalo interquartílico. Análise de medidas repetidas de variância de dois fatores, teste post hoc de Bonferroni serão utilizados para comparações inter e intragrupo. O nível de significância será ajustado p≤0,05.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Aparecida Chagas de Paula

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • metabolômica e fitoquímica de ocotea para descoberta de novas moléculas anti-inflamatórias com mecanismo de ação inovador
  • As abordagens metabolômicas são realizadas com o emprego de uma ou mais técnicas capazes de demonstrar a diversidade química das plantas, tais como ressonância magnética nuclear (RMN) e cromatografia acoplada a espectrometria de massas de alta resolução (HRMS). A metabolômica aliada a ensaios farmacológicos e fitoquímicos é uma nova e importante estratégia para guiar o isolamento de substâncias ativas e inéditas, que nosso grupo de pesquisa vem utilizando e sendo premiado. Plantas demonstram grande potencial para a atividade anti-inflamátoria. Os anti-inflamatórios estão entre os agentes terapêuticos mais utilizados no mundo, porém apresentam algumas limitações com relação à sua potência, eficácia e efeitos adversos. Várias doenças inflamatórias, como a artrite reumatoide, ainda não tem um tratamento satisfatório. Sendo, portanto, necessária a busca por substâncias com potencial anti-inflamatório que eventualmente possam dar origem a novos fármacos de baixo custo e com efeitos adversos reduzidos, ou mesmo para auxiliarem no processo de investigação de mecanismos de ação de substânicias. As ciclooxigenases (COX) e as lipoxigenases (LOX) são enzimas fundamentais na regulação do ácido araquidônico formado no processo inflamatório. O ácido araquidônico pode sofrer oxidação pelas enzimas COX ou pelas LOX, resultando na produção de eicosanoides, como prostaglandinas (PG), na via COX-dependente, ou leucotrienos (LC) na via LOX-dependente. As PG contribuem para os sintomas da inflamação aguda, tais como aumento da permeabilidade vascular, edema, dor e febre. Já os LC causam danos gastrointestinais por estimular a infiltração de neutrófilos, que contribuem para a ulceração por oclusão de micro vasos, redução do fluxo sanguíneo e liberação de radicais livres e proteases que causam a necrose dos tecidos, precipitam crise de asma e conversão da inflamação aguda para crônica. Os anti-inflamatórios não esteroidais (AINES) atuais são capazes de inibir as COX e não são capazes de inibir as LOX. Recentemente, destacou-se a importância de procurar agentes que sejam capazes de inibir tanto a COX-1 como a 5-LOX. Tais agentes seriam úteis para o tratamento dos processos inflamatórios agudos e crônicos como, por exemplo, a artrite reumatoide, psoríase, asma e até mesmo para o tratamento e prevenção de doenças de origem inflamatória como o mal de Parkinson, dentre muito outras. Adicionalmente, tanto as COX quanto as LOX têm sido descritas como enzimas superexpressadas em muitos tipos de tumores, sendo que inibidores simultâneos dessas enzimas são candidatos potenciais a substâncias com propriedade antitumorais. Existem ensaios anti-inflamatórios in vivo e in vitro estabelecidos para avaliar a inibição da via da COX e da LOX. Os kits de triagem de COX e LOX são capazes de confirmar a inibição destas enzimas. E o ensaio de edema de orelha permite avaliar in vivo a inibição das duas vias: a diminuição da formação do edema indica a inibição da via da COX; e a diminuição da quantidade de mieloperoxidase (MPO) na orelha indica que poucos neutrófilos (células inflamatórias com maior concentração desta enzima) foram recrutados, e portanto, a via da LOX foi inibida. A família Lauraceae possui várias espécies com propriedades anti-inflamatórias comprovadas cientificamente. Um dos principais gêneros desta família, Ocotea, é encontrado em climas tropicais e subtropicais, principalmente do México a Argentina e possui cerca de 350 espécies descritas. Destas, somente 43 foram investigadas quanto a sua composição química ou farmacológica. Várias espécies do gênero (109) são endêmicas no Brasil, ou seja, só ocorrem em nosso país. Destas, algumas só são encontradas em domínios fitogeográficos prioritários para estudo científico e preservação, os hot spots Cerrado (CE) e Mata Atlântica (MA), uma vez que permanece preservado apenas uma pequena porcentagem destes biomas. Portanto, a riqueza química e farmacológicas destas espécies devem ser urgentemente investigadas por meio de estratégias modernas como as propostas neste projeto. Tais estratégias são capazes de gerar muito conhecimento, de maneira sustentável, utilizando apenas pequeníssima quantidade de partes renováveis das espécies estudadas. A composição química de espécies do gênero é principalmente composta por alcalóides, flavonoides, lignanas, neolignanas, derivados do ácido cinâmico e sequiterpenos. Estas classes de substâncias possuem alto potencial anti-inflamatório, como exemplo disso, podemos destacar a potente inibição dual de COX e LOX reportada para duas lignanas isoladas de Ocotea. Nosso grupo de pesquisa vem estudando várias espécies deste gênero e identificou 6 endêmicas no CE e MA: O. brachybotrya (Meisn.) Mez, O. divaricata (Ness) Mez, O. elegans Mez, O. laxa (Ness) Mez, O. minarum (Ness & Mart.) Mez, O. odorifera (Vell.) Rohwer. Nenhuma destas espécies possuem estudo científico sobre suas propriedades anti-inflamatórias, mesmo diante alto potencial para isso. A espécie O. odorifera, por exemplo, conhecida como sassafrás, é utilizada popularmente para o tratamento de reumatismo sem nenhuma evidência científico para isso. Recentemente, resultados de nosso grupo de pesquisa não somente confirmou tal propriedade, como permitiu identificar um dos seus princípios ativos. Assim, este projeto propõe utilizar estratégias metabolômicas para conhecer a composição química de espécies prioritárias para estudo, a identificação dos princípios ativos anti-inflamatórios e ainda determinar se os extratos e substâncias agem por mecanismo de ação inovador, de inibição das principais vias pró-inflamatórias: COX e LOX. Desta forma, não é apenas mais um projeto para avaliação de atividade anti-inflamatória, mas sim um com equipe capacitada para descobrir metabólitos que possuam alto potencial para revolucionar o tratamento de doenças de origem inflamatória.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Barreiro Claro

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • mapa falante do atlas linguístico do brasil (alib)
  • O Projeto Atlas Linguístico do Brasil (Projeto ALiB) tem por meta a realização de um atlas geral do Brasil no que diz respeito à língua portuguesa. Trata-se de um projeto de caráter nacional e em desenvolvimento desde 1996. Integram o Projeto ALiB um conjunto de 15 (quinze) instituições brasileiras, articuladas mediante convênio (Convênio nº 8-4-122, publicado no D.O.U./06.08.2010, vigência 10.11.2008 a 09.11.2013). A coordenação do Projeto ALiB está sob a responsabilidade de um Comitê Nacional, constituído de 09 (nove) membros e assim estruturado: Diretora-Presidente - Suzana Alice Marcelino da Silva Cardoso (UFBA) – in memorian, Diretora Executiva - Jacyra Andrade Mota (UFBA), Diretores Científicos Maria do Socorro Silva de Aragão (UFPB/UFC), Vanderci de Andrade Aguilera (UEL), Cléo Vilson Altenhofen (UFRGS), Aparecida Negri Isquerdo (UFMS), Abdelhak Razky (UFPA), Ana Paula Antunes Rocha (UFOP) e Felício Wessling Margotti (UFSC). Atualmente, todas as 250 localidades do Projeto ALiB já foram visitadas constando de 1100 inquéritos linguísticos. Estes inquéritos são realizados no campo presencialmente por um inquiridor e são gravados em áudios. Atualmente, tem-se mais de 600 horas de gravação referente aos 1100 inquéritos das localidades. Estes inquéritos são transcritos e passam por duas revisões, analisando a parte grafemática e fonética dos dados referentes à documentação coletada por cada grupo. Devido a grande massa de dados referente a todo o material transcrito, foi proposto em 2007 a informatização do Projeto ALiB, através do sistema ALiBWeb. O sistema ALiBWeb foi desenvolvido com o apoio financeiro do CNPq, obtido com recursos do Edital Universal 2009 (Processo: 478313/2009-8) com a finalidade de gerenciar os dados coletados em campo e disponibilizar estes dados com o intuito de disseminar as informações adquiridas através dos inquéritos realizados com os informantes. A socialização destas informações em âmbito nacional e internacional permite compartilhar com as outras regionais e com outros projetos os dados coletados e, consequentemente, iniciar novas frentes de pesquisa. Porém, devido ao volume de dados oriundos das transcrições e a escassez de mão de obra especializada, a importação dos dados para o ALiBWeb tem sido um processo custoso que tem demandado muito tempo dos profissionais envolvidos. O desenvolvimento do ALiBWeb foi iniciado com a criação do Banco de Dados do ALiB, no qual a modelagem foi realizada e testada de maneira exaustiva a fim de contemplar as diversidades inerentes aos dados catalogados. Posteriormente, através do apoio financeiro do Edital Universal (CNPQ) o sistema ALiBWeb foi desenvolvido em conformidade com os padrões de projeto utilizados pela UFBA na época, estabelecidos pela STI (Superintendência de Tecnologia da Informação – antigo CPD/UFBA), com o intuito de viabilizar a manutenção deste sistema. Porém, devido a atualização de novos componentes do desenvolvimento interno da STI, o framework padrão foi substituído, tendo consequências diretas na arquitetura do ALiBWeb, impossibilitando a manutenção por parte da equipe da STI. Em relação ao desenvolvimento atual, o ALiBWeb permite que os dados sejam organizados e inseridos no Banco de Dados, facilitando o armazenamento dos dados catalogados e principalmente garantindo maior segurança nos dados informatizados. Hoje, o ALiBWeb contempla o cadastro dos inquéritos (QFF, QSL, QMS, Pragmática, Prosódia) e o cadastro dos informantes. Alguns itens da importação dos dados e das transcrições necessitam de ajustes para que seja possível realizar a implantação e divulgação destes módulos. O processo de transição ocorre entre os dados coletados e os dados transcritos no sistema ALiBWeb. Neste intuito, os dados inseridos são passíveis de erros, o que demanda uma análise minunciosa das transcrições a serem importadas pelo sistema. Este processo tem ocorrido principalmente pela falta de mão-de-obra especializada em computação com o intuito de auxiliar os profissionais de Letras a interagir com o sistema. Além disso, os dados estão sendo inseridos, porém nenhuma forma de consulta referente aos inquéritos transcritos foi desenvolvida o que dificulta muito a análise dos dados cadastrados e impossibilita novos rumos e avanços na pesquisa na área de Dialectologia. As políticas de acesso referentes ao sistema ALiBWeb foram definidas e implantadas junto ao sistema de acesso da UFBA, denominado SCA (Sistema de Controle de Acesso). A autenticação e autorização foram definidas para os perfis básicos do Projeto ALiB, tais como inquiridor, auxiliar, transcritor e revisor. Estas políticas de acesso estão sendo validadas a fim de disponibilizar o sistema internamente. Porém, estas políticas estabelecidas para uso interno do sistema não contemplam ainda uma política de pesquisa ampla, uma vez que se necessita de avaliação e implementação de novos perfis de usuários para que as permissões de acesso venham a ser definidas para o acesso público, por outras instituições nacionais e internacionais. Além disso, o ALiBWeb contempla o cadastro dos inquéritos, porém não contém nenhuma consulta que possa apresentar as informações inseridas no Banco de Dados. As cartas linguísticas que estão sendo desenvolvidas atualmente, tais como o Volume II do Atlas Linguístico do Brasil lançado em 2014, são manuais e estáticas, sendo obtidas sem a utilização do ALiBWeb. Além disso, não há nenhuma evidencia dos mapas sonoros, ou seja, mapas dotados de áudios que permitam a interatividade do usuário com o falar do português do Brasil. Diante do exposto, a presente proposta visa: - importar os dados das capitais já transcritos para o ALiBWeb; - desenvolver cartas linguísticas para consulta publica aos dados ora catalogados no sistema ALiBWeb; - incorporar os áudios para a geração do mapa sonoro; - disponibilizar o ALiBWeb em âmbito nacional e internacional.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Bassi Dibai

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • doenças cardiorrespiratórias crônicas: seus impactos e fatores limitantes à capacidade de exercício físico – necessidade de abordagem multicêntrica
  • As multimorbidades tem aumentado, sendo as mais prevalentes, a insuficiência cardíaca congestiva (ICC) e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que são as duas principais causas de internações hospitalares no Brasil, entretanto, não se tem claro ainda a coexistência destas doenças em nosso meio, nem mesmo sobre o impacto destas na capacidade de exercício. Adicionalmente, os registros dessas internações muitas vezes são unicêntricos, não retratando a realidade brasileira, em especial dos estados subdesenvolvidos, como é o caso do Maranhão. Os objetivos desta proposta multicêntrica é identificar a coexistência de ICC+DPOC em uma população de pacientes com diagnóstico de DPOC e ICC, bem como o prognóstico e a mortalidade em seguimento de tempo de 2 anos; contrastar os parâmetros clínicos, funcionais, cognitivos, comportamentais, do estado de saúde e suas comorbidades e da gravidade global da doença em pacientes com ICC e/ou DPOC. Trata-se de um estudo prospectivo, longitudinal, com seguimento de 2 anos. Serão convidados a participar todos os pacientes cadastrados nos 2 ambulatórios (Pneumologia e Cardiologia) do Ambulatório de Medicina (Cardiologia e Pneumlogia) ou triados após 3 meses de exacerbação da doença em ambiente hospitalar e na vigência de estabilidade clínica, pacientes com diagnóstico prévio e/ou presença de sinais e sintomas de DPOC e/ou ICC. Será considerada satisfatória para a fase 1 deste estudo, 85% da amostra finalizada. Destes avaliados, serão divididos em 3 grupos (ICC, DPOC e DPOC+ICC) para contrastar as alterações cardiorrespiratórias e de capacidade de exercício. Estes pacientes com DPOC, ICC e DPOC+ICC serão submetidos à avaliação clínica, avaliação da composição corporal, nível de atividade física, mini exame do estado mental e da qualidade de vida. Estes pacientes serão seguidos por pelo menos 2 anos e serão reavaliados. Os indivíduos com DPOC, ICC e coexistência de ambas, serão convidados a realizar testes de exercício sintoma limitado, testes de campo (caminhada de 6 minutos e teste de degrau), avaliação da força de preensão manual e um teste de exercício incremental sintoma limitado. Hipotetiza-se que haja alta prevalência da DPOC+ICC em uma população que apresenta diagnóstico estabelecido de uma das doenças e que tais pacientes apresentem maior morbimortalidade e reinternações em seguimento de 2 anos. Em adição, é previsto que, em comparação com os pacientes com ICC ou DPOC isoladamente, os indivíduos com coexistência de ICC+DPOC apresentarão qualidade de saúde prejudicada, maior dispneia na vida diária, menor capacidade funcional, prejuízos cognitivos, mais exacerbações e reinternações e maiores prejuízos na composição corporal e no controle autonômico cardíaco.
  • Universidade Ceuma - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Bitencourt Rosa Leal

Ciências da Saúde

Farmácia
  • nanocápsulas de óleo de romã associado com silibinina: avaliação in vitro e in vivo de seu potencial no tratamento do melanoma cutâneo
  • O melanoma cutâneo é um câncer muito agressivo que se desenvolve a partir dos melanócitos, cujo prognóstico é bom, quando detectado precocemente. Na forma metastática, é praticamente incurável por cirurgia, radioterapia e/ou quimioterapia. Portanto, há crescente procura de compostos com ação antitumoral que possam ser utilizados como adjuvantes dos quimioterápicos já existentes. O óleo de romã (OR) e a silibinina (SB) foram descritos como tendo atividade antioxidante, anti-inflamatória, antiproliferativa e antitumoral. Neste contexto, o presente estudo tem como objetivo avaliar o potencial da associação nanoencapsulada de OR e SB como adjuvante para tratar o melanoma cutâneo. Além de estudar mecanismos celulares envolvidos no melanoma e a ação antitumoral do OR e a SB, espera-se também verificar se a forma nanoencapsulada é mais eficaz do que estes compostos na sua forma livre. As nanoestruturas carreadoras permitem uma maior biodisponibilidade destes compostos, o que poderia interessar à indústria farmacêutica para utilização junto à quimioterapia convencional. A bionanotecnologia pode oferecer melhor desempenho farmacocinético e farmacodinâmico, a fim de assegurar maior eficácia e segurança. Para a avaliação da terapêutica proposta, este projeto terá etapas in vivo e in vitro. Na etapa in vivo, 100 animais serão divididos em 10 grupos: 5 com melanoma induzido pela inoculação de células B16-F10, e 5 sem indução de melanoma. Após 7 dias da data da indução, os animais serão tratados por gavagem com: salina (NaCl 0,9%); OR livre; SB livre; OR nanoencapsulado e associação de OR+SB nanoencapsulada. Após 21 dias de tratamento, os animais serão eutanasiados e serão realizadas as seguintes análises: atividades das enzimas E-NTPDase, E-5’-nucleotidase e E-ADA em linfócitos e plaquetas; expressão das enzimas e de receptores purinérgicos em linfócitos e plaquetas; concentrações de ATP em microambiente tumoral e o perfil oxidativo nos animais. Na etapa in vitro, células de melanoma humano A375 serão incubadas com antagonistas dos receptores purinérgicos e tratadas com OR e SB nanoencapsulados. Após o tratamento in vitro serão realizadas as seguintes análises: proliferação e viabilidade celular; vias de sinalização de MAPKs e NF-кB; níveis de citocinas pró-inflamatórias; expressão de CD39 e CD73 e de receptores purinérgicos; atividade das enzimas E-NTPDase, E-5’-nucleotidase e E-ADA; ciclo celular e marcadores de apoptose.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Borges Pavani

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • estrelas do sul: viagem pelas ciências
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Daniela Callegaro de Menezes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • manutenção de um núcleo de estudo em agroecologia e produção orgânica (nea)
  • A presente proposta tem como objetivo dar continuidade a trajetória do NEA-UFRGS com o desenvolvimento e consolidação de uma nova plataforma científica voltada a desenvolver e consolidar o “Observatório Econômico dos Mercados de Alimentos Orgânicos” e compartilhar as informações e análises decorrentes desse esforço com os stakeholders setoriais com potencialidade de atender todos os municípios brasileiros e de beneficiar centenas ou milhares de interessados dos mais diversos elos ou setores relacionados com a produção, oferta e consumo de alimentos orgânicos no Brasil. O “Observatório Econômico dos Mercados de Alimentos Orgânicos” se constituirá em uma plataforma na internet dedicada ao compartilhamento de informações, pesquisas e análises críticas relacionadas a identificação de fatores econômicos pertinentes para o desenvolvimento dos mercados regionais de alimentos orgânicos no Brasil. Para o atendimento desse objetivo serão desenvolvidas etapas complementares: i) o processo de busca das informações pertinentes aos temas propostos se dará a partir da busca continuada e exaustiva de informações em sites especializados, bancos de dados governamentais, pesquisas universitárias (teses e dissertações) e periódicos nacionais e internacionais; ii) o processo de seleção e síntese das informações mais relevantes para a criação e desenvolvimento de mercados de alimentos orgânicos no Brasil será desenvolvido a partir da expertise da equipe executora em identificar indicadores sócio-econômicos e/ou novas descobertas científicas sobre comportamento do consumidor de alimentos orgânicos que sejam críticas para esse processo, iii) finalmente, a análise e explicitação de vetores e mecanismos chave para criação e desenvolvimento de mercados será realizado a partir de sessões de análise de temáticas específicas com a participação dos especialistas da equipe. Esta etapa terá o subsídio de sínteses bibliográficas prévias de cada tema e da análise estatística da ocorrência de palavras e expressões chave com a análise de text mining pelo módulo WordStat® do software SimStat® - conjugando-se assim análises qualitativas e subjetivas e análises quantitativas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/02/2018-31/10/2020
Foto de perfil

Daniela da Costa Britto Pereira Lima

Ciências Humanas

Educação
  • políticas de expansão da educação a distância (ead) no brasil: regulação, qualidade e inovação em questão
  • Esta pesquisa é um desdobramento de pesquisa anterior realizada entre 2015-2018 com o tema “Institucionalização da Educação Superior a Distância nas Universidades Federais da Região Centro-Oeste: Processos, Organização e Práticas”, cujo resultado demonstrou que todas as universidades federais da região ainda se encontram em processo de institucionalização, numa fase anterior a ela. Assim, esta pesquisa tem como tema a qualidade e inovação na oferta da educação a distância (EaD), com foco na região Centro-Oeste, ampliando o campo de estudo que agora compreende além das instituições federais de educação superior, institutos federais e universidades privadas confessionais e sem fins lucrativos. Seu objetivo geral é analisar as concepções, dimensões e mecanismos de qualidade e inovação presentes na oferta e expansão da educação a distância, considerando suas mudanças de trajetória, regulamentação, presença e estratégias de atuação de atores que atuam e lidam com a modalidade. A pesquisa terá abordagem qualitativa de coleta de dados, do tipo bibliográfica, documental, de estudos de casos múltiplos de natureza empírica para comparação das percepções de diversos atores envolvidos com a EaD e possível retrato desse processo na região Centro-Oeste com vistas a elaborar um Referencial de Qualidade para oferta da EaD inovadora. A coleta e análise de dados privilegiará três fases: (i) levantamento bibliográfico e documental acerca da EaD e suas relações com a qualidade e inovação; (ii) levantamento dos dados em cada instituição participante e representante dos estados que compõem a região Centro-Oeste; (iii) compreensão e articulação dos dados e resultados das percepções sobre qualidade, inovação e EaD, ancoradas pelos referenciais teóricos construídos. Os resultados dessa pesquisa permitirão construir referencial teórico de subsídio nas questões que envolvem EaD, qualidade e inovação, além de compreender e articular os dados e resultados dos casos analisados, o que proporcionará a construção de um mapeamento de concepções de diversos atores sobre as temáticas envolvidas na região Centro-Oeste, além de finalizar com a construção de um Referencial de Qualidade para oferta da EaD inovadora na Região Centro-Oeste.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Estelita Goes Trigueros

Engenharias

Engenharia Química
  • tratamento de efluente de alta carga orgânica aplicando reações de oxidação avançada
  • Visando à obtenção de parâmetros físico-químicos abaixo dos valores padrões de descarte em corpos hídricos conforme as legislações ambientais brasileiras, este projeto consiste em um amplo estudo acerca do tratamento de efluente com elevada carga orgânica aplicando reações de oxidação avançada. A partir de um número planejado de ensaios, pretende-se atingir a região de maximização de respostas experimentais de remoção de Demanda Química de Oxigênio (DQO) e Carbono Orgânico Total (COD), aplicando-se o planejamento de experimentos conhecida por Box-Behnken Design (BBD) nos ensaios de fotocatálise, com emprego de óxido de ferro suportado em carvão ativado e em zeólita; e nos ensaios de foto-Fenton (UV/H2O2/Fe2+) isolados e combinados à eletrocoagulação. Para cada tratamento, estima-se a execução de 17 ensaios planejados (BBD 33) para a determinação da região de maximização de ambas as respostas DQO e COD; seguidos de 3 ensaios independentes para a certificação das condições experimentais de maximização da superfície de ambas as respostas. O tratamento também será feito por eletrocoagulação, a partir de 17 ensaios planejados (BBD 33), acrescidos de 3 ensaios independentes. Pela proposta de combinação de ambos os processos (UV/H2O2/Fe2+ e eletrocoagulação) pretende-se definir um planejamento com 7 ensaios (BBD 32), além de 3 ensaios experimentais independentes. Com isso, estima-se a execução do total de 110 ensaios de tratamento do efluente com o uso do planejamento experimental e da otimização por programação matemática, cuja finalidade é alcançar as respostas que apresentem viabilidade econômica e ambiental, confirmando as melhores condições experimentais em ensaios independentes. De acordo com os valores obtidos paras as respostas experimentais remoção de DQO e COD, as melhores condições experimentais dos processos foto-Fenton em sistema homogêneo e heterogêneo, e eletrocoagulação, e também da combinação da eletrocoagulação após a reação foto-Fenton, serão comparados e avaliados quanto ao alcance dos limites de descarte estabelecidos pelas legislações ambientais. Ao final, pretende-se mostrar a segurança ambiental do descarte das diferentes amostras tratadas, uma vez que bioensaios com Artemia salina serão executados como indicativo de toxicidade aguda do efluente. Uma das expectativas do projeto está na determinação de uma metodologia simples e de baixo custo para a síntese e caracterização de catalisadores de ferro, que ao serem suportados comprovem alta eficiência, viabilidade econômica e ambiental no tratamento de efluentes de alta carga orgânica por reação oxidativa avançada.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Fernandes Ramos

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • compostos marinhos como fonte de novos antibióticos
  • O aumento do problema da multidroga resistência (MDR) em microrganismos de importância clínica tem representado uma ameaça no controle destas infecções, levando a atenção no desenvolvimento de novas drogas devido à escassez de alternativas terapêuticas no combate a essas cepas resistentes. Os produtos naturais têm sido usados como matéria-prima na síntese de substâncias complexas de interesse farmacológico, inclusive levando a descoberta de muitas drogas clinicamente úteis no tratamento das doenças infecciosas. Estudos com produtos naturais marinhos, especialmente oriundos de microalgas, tornaram-se atrativos devido à presença de metabólitos secundários que tem tido bioatividade comprovada. A bioprospecção de metabólitos secundários produzidos por microalgas é uma importante estratégia para a investigação de produtos bioativos de microalgas com atividade antimicrobiana a fim de identificar compostos candidatos a fármacos para o tratamento de algumas doenças infecciosas.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Finco

Ciências Humanas

Educação
  • pedagogia das diferenças de gênero para a educação da primeira infância: diálogos brasil-itália
  • O presente projeto de pesquisa busca investigar a perspectiva de gênero na educação da primeira infância e na formação docente, identificando as possíveis articulações entre as políticas públicas da Itália e do Brasil. Será desenvolvido a partir da análise das produções voltadas para a intersecção entre gênero, formação docente na Educação Infantil e políticas públicas. A natureza da pesquisa tem caráter acadêmico e apóia-se em dois procedimentos principais: pesquisa bibliográfica e intercâmbio com centros italianos de pesquisas e pesquisadoras/es da área. A formação docente no campo da Educação Infantil e gênero aponta para desafios da aplicação prática dos princípios de igualdade de gênero e cidadania que assegurem o reconhecimento de novos valores ligados à masculinidade e feminilidade, apontados pelas políticas públicas nacionais e internacionais. Desse modo, este projeto de pesquisa procura investigar os desafios para a construção de uma “Pedagogia das diferenças de gênero”, repensar as práticas educativas de emancipação das relações de gênero, os processos de formação docente, o respeito e valorização da diversidade e favorecer práticas de ativismo político.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Franco Carvalho

Ciências Humanas

Educação
  • ciência na escola e no museu: as obras de arte contemporânea como base para a argumentação e construção de conhecimentos
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Daniela Lazzaro

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • o projeto impacton e o observatório astronômico do sertão de itaparica:investimentos para consolidação.
  • O presente projeto visa dar continuidade aos estudos em andamento que objetivam uma melhor compreensão da formação e evolução do nosso Sistema Solar através do estudo dos pequenos corpos, em particular aqueles em órbita próxima da Terra. Todos os dias a Terra é bombardeada por fragmentos de cometas e asteroides que atravessam a atmosfera, alguns deixando apenas um rastro luminoso, os meteoros, outros chegando a colidir com o solo. Neste caso, dependendo da velocidade de ingresso na atmosfera e do tamanho do objeto, o resultado pode ser tanto um fragmento remanescente, um meteorito, quanto uma grande cratera ou uma catástrofe. O estudo das propriedades físicas de asteroides, cometas e meteoros permite obter informações sobre os caminhos e processos que levam objetos a colidirem com a Terra. O projeto IMPACTON (Iniciativa de Mapeamento e Pesquisa de Asteroides nas Cercanias da Terra no Observatório Nacional), iniciado em 2006, surgiu da necessidade de se dispor de uma infraestrutura de pesquisa dedicada ao estudo das propriedades físicas de pequenos corpos do Sistema Solar. O projeto visou primeiramente à implantação de um observatório dedicado a essa área de estudo, com ênfase particular nos objetos em órbitas próximas da Terra, considerados potencialmente perigosos pela possibilidade de colisão com esta. Assim, foi instalado o Observatório Astronômico do Sertão de Itaparica (OASI), em operação desde 2011, o qual conta com um telescópio de 1-m e equipamentos necessários para a operação remota a partir do Rio de Janeiro. Desde então observações vem sendo realizadas regularmente dando origem a resultados científicos publicados em revistas internacionais indexadas, além da formação de alunos de pós-graduação e de pessoal técnico, do estabelecimento de cooperações internacionais e nacionais e do desenvolvimento de atividades de divulgação científica no Semiárido Brasileiro. Trata-se, na presente proposta, de prover recursos para ampliação e atualização da infraestrutura física do OASI e consolidação das atividades de extensão na região. Especificamente, são solicitados recursos para: a) melhoria na infraestrutura de informática do projeto a qual está se tornando obsoleta, b) uma câmera all-sky para aprimoramento das observações remotas, c) dez câmeras completas para a ampliação da rede de vídeo-monitoramento de meteoros, instalada na região Nordeste a partir do OASI, d) uma bolsa de Iniciação à Extensão (IEX), para fortalecimento das atividades de extensão e divulgação científica na região, e e) uma bolsa de IC para análise das condições de seeing do OASI a partir dados obtidos desde o início do projeto IMPACTON. No que se refere à melhoria da infraestrutura de informática do projeto, vale inicialmente ressaltar que a atual foi adquirida com recursos obtidos na chamada CNPq/Universal-2008, ou seja, ha dez anos atrás. Na época foram compradas duas servidoras para tratamento de dados, uma instalada no ON e outra no OASI, e um Disk-Storage com capacidade para armazenar a grande quantidade de dados prevista para ser obtida pelo projeto. Entretanto, com o passar dos anos diversos discos foram sendo danificados por motivos diversos, e a capacidade de armazenamento está chegando num nível crítico. Um novo Disk-Storage garantiria a capacidade de armazenamento de dados para os próximos 10 anos enquanto uma nova servidora permitiria um processamento mais rápido e eficiente. Quanto à rede de vídeo-monitoramento de meteoros, esta começou a ser instalada em parceria com a rede EXOSS em 2015, inicialmente com apenas uma câmera no OASI. Entretanto, para determinar a órbita dos meteoros e bólidos que entram na atmosfera terrestre, informação fundamental para melhor entender sua proveniência e quantificar o perigo, são necessárias pelo menos duas câmeras a uma distância máxima de 300km entre si. Neste sentido foi formulado o projeto de uma rede-OASI, a qual seria integrada por órgãos públicos de ensino e pesquisa da região Nordeste e através de cooperações formais. Atualmente mais três câmeras se encontram instaladas uma em Recife, uma em Campina Grande, e uma em Pesqueira. Para podermos alcançar uma boa cobertura na região e assim melhorar o retorno científico, serão necessárias pelo menos outras dez câmeras, objeto do presente projeto. No que diz respeito às atividades de extensão, o ON assinou Acordos de Cooperação com instituições de ensino e pesquisa do Estado de Pernambuco, e também com o Instituto Nacional do Semiárido (INSA/MCTIC), com forte ênfase no desenvolvimento de atividades de popularização da ciência, capacitação para estudantes de cursos técnicos e sustentabilidade ecológica do projeto na região. A bolsa solicitada no presente projeto visa a criação de um núcleo local para atividades de extensão no OASI, envolvendo instituições de ensino. O bolsista IEX será capacitado para atuar na mediação com os atores locais para construção de uma agenda de atividades.
  • Observatório Nacional - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Lopes Gomes

Ciências da Saúde

Nutrição
  • monitoramento do estado nutricional da população brasileira atendida na atenção primária à saúde: representatividade, cobertura, confiabilidade e qualidade dos dados obtidos por meio do sisvan
  • O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) pode possibilitar o diagnóstico nutricional de populações e fornecer dados para avaliação e implementação de políticas de saúde, alimentação e nutrição. No entanto, atualmente há uma falta de padronização da coleta, que dificulta a transmissão dos dados coletados. Estes apresentam uma baixa qualidade e não há estudos de validação para aumentar a confiabilidade das informações. Estes dados, por sua vez, não são representativos da população brasileira, o que dificulta a utilização dessas informações para a elaboração, implementação e avaliação de políticas púbicas de saúde e nutrição. Neste contexto, este projeto objetiva propor uma metodologia de análise da qualidade dos dados inseridos no SISVAN. Pretende-se também estimar o número mínimo de pessoas a serem avaliadas no SISVAN para que as prevalências dos desvios nutricionais sejam representativas da população atendida na Atenção Primária à Saúde. A metodologia do projeto foi dividida em 2 etapas. Etapa 1: Analisar a qualidade de dados antropométricos registrados no SISVAN; Etapa 2: Estimar o número mínimo de pessoas a serem avaliadas no SISVAN. Pretende-se utilizar as dimensões em três categorias: (i) Informação, (ii) Comunicação e (iii) Segurança. Este agrupamento de dimensões irá permitir a categorização e planejamento das atividades nas esferas municipais, estaduais e Federal. Será desenvolvido ainda um modelo estatístico para estimar as variações da população nos critérios antropométricos de estado nutricional, de maneira representativa da população. Para estimar o tamanho de amostra ão estimadas as proporções por meio de estimativas confiáveis da proporção de interesse na população, baseando-se em inquéritos nacionais já realizados e dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Além disso, será criada uma ferramenta de exibição de relatórios, parte da necessidade de socializar as faixas de tendências que poderão ocorrer, dada as condições de representatividade e confiabilidade dos dados
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 06/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Daniela Lopes Scarpa

Ciências Humanas

Educação
  • múltiplos contextos de aprendizagem docente na reforma curricular de são paulo: contribuições para a formação de professores de ciências
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Daniela Maeda Takiya

Ciências Biológicas

Zoologia
  • diversidade e conservação de hemiptera (insecta) da caatinga
  • A destruição e fragmentação de áreas naturais é considerada responsável pela extinção de espécies em uma taxa atual que é ordens de magnitude maior que taxas normais de extinção ao longo do tempo. Em um cenário de tamanha ameaça para a fauna e as populações humanas, estudos taxonômicos e faunísticos são fundamentais não só do ponto de vista da geração de conhecimento de base para outras áreas da ciência, mas também como ferramenta para manejar e conservar a biodiversidade. O presente projeto foca na ordem Hemiptera que compreende em torno de 10% de todos os insetos conhecidos, incluindo cerca de 89.000 espécies. Os hemípteros apresentam imensa diversidade de modos de vida e ocupam uma ampla gama de hábitats. Além de seu papel ecológico fundamental, diversos grupos possuem grande importância econômica ou médica. Até o momento, 8.808 espécies válidas de hemípteros foram registradas no Brasil, mas apenas 440 possuem registro na Região Nordeste, o que está intimamente ligado ao virtual desconhecimento da fauna da Caatinga. Tal panorama somente pode ser superado com a realização de coletas direcionadas e desenvolvimento de estudos taxonômicos por especialistas, como propõe-se neste projeto. Ademais, os novos registros geográficos levantados no presente projeto serão utilizados para estimar a distribuição potencial de espécies focais da Caatinga em associação com variáveis ambientais. Resultados dessas estimativas serão usados para inferir sobre endemismos ou indicar áreas prioritárias para a conservação. Tais informações são subsídio essencial para os planos de manejo de UCs e avaliação do risco de extinção das espécies estudadas. A Caatinga é um mosaico de xerófitas, plantas decíduas, arbustivas e florestas secas que cobre a maioria do Nordeste brasileiro e partes do nordeste de Minas Gerais. Atualmente é considerado que pelo menos entre 30,4% e 51,7% da Caatinga já foi alterada devido a atividades humanas. O que resta dos ecossistemas naturais da Caatinga é altamente fragmentado, sendo que os remanescentes florestais não estão distribuídos em um único grande bloco e sim em muitos fragmentos de diferentes tamanhos. A medida que as áreas naturais se tornam menores e mais fragmentadas, se torna ainda mais importante entender a dinâmica evolutiva das populações nessas áreas para efetivamente manejar e preservar espécies. Nesse contexto, o presente projeto visa aumentar o conhecimento da diversidade taxonômica e genética de espécies de insetos da ordem Hemiptera na Caatinga, especificamente aquelas ocorrentes em quatro Unidades de Conservação, a Estação Ecológica de Aiuaba, o Parque Nacional da Serra das Confusões, o Parque Nacional do Catimbau e o Parque Nacional da Chapada Diamantina. Dentre as metas do presente projeto estão o aumento das coleções biológicas nacionais incluindo espécimes de hemípteros de áreas nunca antes representadas; a descrição de táxons novos descobertos nessas áreas; a elaboração de listas de espécies de hemípteros das respectivas UCs e seus estados; a análise genética populacional de duas espécies de hemípteros ocorrentes nas quatro UCs estudadas; a geração de modelos de distribuição potencial para espécies estudadas; a delimitação de áreas prioritárias para conservação de hemípteros na Caatinga; e a divulgação da importância das UCs para preservação da biodiversidade da Caatinga e a desta para o bem-estar das populações locais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 11/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Daniela Maria do Amaral Ferraz Navarro

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo do modo de ação de larvicidas de aedes aegypti utilizando quantum dots como biomarcadores luminescentes
  • Neste trabalho será realizada a síntese via eletroquímica de Quantum Dots usando estabilizantes atóxicos, tais como glutationa, cistiamina, cisteína e óleos fixos extraídos de babaçu e côco como. Os Quantum Dots preparados serão acoplados a lectina (que são larvicidas para Aedes aegypti) e usados como biomarcador nas larvas, buscando um estudo do modo de ação por imagens de microscopia. Os quantum dots sintetizados e associados aos agentes larvicidas serão caracterizados através de técnicas de análise (espectroscopia UV-Vis, fluorescência, raios-X, microscopia eletrônica de varredura etc). O caráter verde do processo de síntese possibilitará a aplicação biológica dos QDs obtidos sem a necessidade de purificações posteriores. O modo de ação da lectina larvicida será estudado de acordo imagens obtidas por microscopia de fluorescência e confocal.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Maria Rocco Carneiro

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desenvolvimento de um aplicativo mobile como estratégia de fortalecimento do empreendedorismo social e da economia criativa em uma comunidade da periferia de belo horizonte/mg
  • A principal finalidade do presente projeto é desenvolver e prover acesso gratuito de um Aplicativo mobile (App) com base em dados e informações sobre o Bairro Primeiro de Maio, localizado na região Norte de Belo Horizonte/MG. A referida comunidade pode ser considerada como um pequeno cluster cultural, por congregar diversos músicos, compositores, cantores, pintores, escultores, artesãos, poetas, entre outros, assim como estúdios de gravação e ações coletivas que referenciam diversas manifestações culturais, como o hip hop, teatro, dança e grafitismo. Inclusive, o Bairro conta com artistas de renome nacional e internacional, a exemplo do músico, cantor e compositor Zeca Baleiro (ex-morador do Bairro), Maurino de Araújo (escultor de madeira no estilo expressionista barroco que reside no Bairro e que já expôs seu trabalho em várias partes do mundo) e Maurício Tizumba (cantor, compositor, músico e ator que morou no Bairro e atualmente lidera o Tambor Mineiro, famoso grupo de percussão cujo foco cultural é o congado brasileiro). A abordagem adotada neste trabalho é a quali-quantitativa, cuja natureza é aplicada e descritiva, com uso basicamente de pesquisa-ação e survey, pois estão previstas no escopo do projeto, dentro do prazo de dezoito meses, visitas ao Bairro para a coleta e análise de dados e informações que subsidiarão, por sua vez, o desenvolvimento do App sobre a própria comunidade. Além dessa produção espera-se, dentre os resultados da pesquisa, a disponibilização gratuita de um e-Book sobre a comunidade, a divulgação desses recursos tecnológicos (App e e-Book) em um evento de lançamento, a publicação de artigos em periódicos científicos e a participação em eventos técnico-científicos para a disseminação do conhecimento produzido na comunidade acadêmica. Vale destacar que o grau de inovação deste trabalho é extremamente significativo, principalmente por se tratar do primeiro App a ser lançado a partir de uma comunidade da periferia da capital mineira que possui, por sua vez, um forte potencial para o desenvolvimento do empreendedorismo social e da economia criativa. Embora enfrente desafios como violência, criminalidade, problemas no acesso das vias e limpeza urbana, o Primeiro de Maio, por meio deste projeto, pode ser beneficiado não só pela conexão entre as pessoas, como também pela valorização artístico-cultural, maior engajamento socioambiental, fortalecimento das redes sociais e coletivos urbanos presentes na região e aumento da autoestima dos moradores. Esses e outros benefícios estão alinhados inclusive com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (ONU), que correspondem a uma sociedade e economia mais sustentáveis.
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Meirelles Andrade

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ações empreendedoras na educação pública municipal
  • O empreendedorismo surgiu há muito tempo, numa perspectiva de comercialização, no início das civilizações, para proporcionar e estimular o avanço das mesmas.A discussão do empreendedorismo perpassa por no mínimo duas abordagens que são a econômica (Schumpeter) e a comportamental (McCleland). Ambas abordagens, em seus estudos preliminares focam no sujeito como o responsável pelos atos heroicos vinculados ao empreendedorismo. A abordagem econômica fundamenta-se na inovação radical, a qual é gerada pela destruição criativa, já a comportamental baseia-se nas características do comportamento empreendedor. Schumpeter em sua obra "Bio cycle" introduz uma nova vertente para discutir a temática do empreendedorismo que consiste na perspectiva da ação entre os diferentes indivíduos, além da interlocução destes com as diferentes partes da estrutura e do contexto organizacional. Berglund (2005), Watson (2013), Watson e Speadle (2014) introduzem o conceito de ação empreendedora. Por esta perspectiva, a ação empreendedora pode observada/realizada a partir da interação entre os indivíduos e o contexto nos quais estão inseridos. Ainda, partindo do princípio de que os diferentes contextos são constituídos por diferentes práticas e instituições, ação empreendedora está relacionada com a desinstitucionalização de práticas que estão sedimentadas em um contexto organizacional. O O empreendedorismo pode emergir em diferentes contextos organizacionais, por diferentes motivos e por diferentes atores, quais sejam: o empreendedorismo público, o social, o corporativo, o intraempreendedorismo, por necessidade, por oportunidade, entre outros. O empreendedorismo público se assemelha ao empreendedorismo corporativo, o qual relaciona-se com inovações e melhorias de processos, produtos e serviços no interior de uma organização. O empreendedorismo público pode acontecer pela viabilização de uma política pública, a qual pode incentivar a criação e a implementação de novas empresas, a fim de proporcionar o desenvolvimento local, por meio da geração de emprego e renda ou também por meio de políticas internas ou externas, as quais tem como foco a viabilização de novas práticas, desde ações modestas que não envolvem a criação de leis até aquelas mais complexas, as quais demandam uma estrutura organizacional interna mais robusta. Por outro lado, o empreendedorismo social tem como foco desenvolver ações que possam viabilizar projetos para atender ao interesse público, por meio de serviços que muitas vezes deveriam ser prestados/oferecidos pelo governo. Neste sentido as organizações do terceiro setor se articulam para preencher tal demanda e por meio de parcerias públicas e privadas viabilizam a prestação de serviços a fim de atender ao interesse público. Entre estes serviços podemos incluir as APAE's, as associações de dependentes químicos, entre outras. O intraempreendedorismo é uma vertente do empreendedorismo onde o olhar é interno à organização, ou seja, pessoas internas, não o fundador ou o idealizador do negócio, geram melhorias, desenvolvem ou criam práticas inovadoras. Assim, para que o empreendedorismo aconteça é fundamental que ocorra o processo de desinstitucionalização da ordem vigente, na qual é necessário inicialmente quebrar a ordem vigente, ou seja, o que está institucionalizado, a fim de criar um novo padrão. Para isso inovar e aprender são práticas que devem ser valorizadas. Em essência inovar é quebrar o padrão, ou mesmo criar uma nova lógica ou maneira para prestar um serviço ou desenvolver um produto e, para isso é necessário aprender. O aprendizado acontece por meio de um conhecimento formal, o que é possível ao fazer um curso ou assistir à uma aula, entre outros. O aprendizado também pode acontecer pela experiência, o que envolve um processo de tentativa e erro. Ele pode acontecer por meio da prática, onde ocorre a troca de conhecimento entre os pares envolvidos no processo. No Brasil, foi a partir de 1990 que o empreendedorismo público começou a ser discutido. Tal fato se deu em decorrência da reforma da administração pública, que foi inspirada em práticas do setor privado, com foco nos objetivos e mais flexibilidade em suas ações (VALADARES; EMMENDOERFER, 2015). Entretanto, a ocorrência de práticas empreendedoras na gestão pública brasileira se mostra um desafio aos gestores públicos, diante dos entraves burocráticos e sistema de punição aos erros. Nesse contexto, este trabalho tem como propósito estudar o empreendedorismo no setor público, por meio da teoria da ação empreendedora, onde o objeto de estudo é o setor de educação, mas especificamente as secretarias municipais de educação, as quais serão investigadas, a partir da implementação do Plano Nacional de Educação (PNE). Diante disso, este projeto tem como objetivo assegurar a continuidade das políticas educacionais e articular as ações da União, dos estados e dos municípios, ao mesmo tempo em que preserva a flexibilidade necessária para fazer face às contínuas transformações sociais. O Plano procura traduzir, em termos de metas claras e objetivas, os princípios norteadores da educação nacional que foi formulado com base na Constituição Federal de 1988 e na Lei de Diretrizes e Bases (1996), de forma a concretizar os objetivos consagrados nestes documentos. O plano estabelece prioridades que contemplam a diminuição das desigualdades sociais e regionais, a universalização da formação escolar mínima compatível com as necessidades da sociedade democrática moderna, a elevação global do nível de escolaridade da população e a melhoria geral da qualidade do ensino (INEP, 1998). Nesse sentido, esta pesquisa busca responder a seguinte questão: Como ações empreendedoras influenciam na implementação do plano nacional de educação de municípios localizados no sul e no campo das vertentes de Minas Gerais?
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Parada Pavoni

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de um método de genotipagem baseada em sequenciamento em larga escala para estudo da genética de artrite reumatoide
  • Atualmente, o grande desafio da genética humana é a identificação dos fatores de susceptibilidade aos fenótipos complexos, como doenças psiquiátricas, neoplasias e doenças autoimunes. Enquanto a maioria dos genes responsáveis pelos distúrbios monogênicos já foram identificados, os genes responsáveis pelos caracteres multigênicos têm tido sua identificação mais morosa. Isto porque estes genes têm, cada um, uma pequena contribuição na geração do fenótipo, sendo identificados, muitas vezes, apenas com uma amostragem muito grande. Mais importante, a grande maioria dos genes envolvidos não é essencial para o desenvolvimento do fenótipo, fazendo com que cada estudo populacional possa identificar um conjunto diferente de genes de predisposição. E ainda, como na maioria de doenças de etiologia complexa, fatores ambientais também têm demonstrado um papel no estabelecimento do fenótipo (caracteres multifatoriais). Por conseguinte, a realização de vários estudos com populações com diferentes backgrounds genéticos é essencial para a elucidação do amplo cenário biológico. As abordagens para identificação de genes de susceptibilidade/proteção a doenças autoimunes variam desde aquelas em que se estudam genes candidatos, em uma abordagem em pequena escala, nos quais poucos genes são escolhidos e tipados, até os estudos de GWAS (genome-wide association studies), nos quais todo o genoma (ou exoma) da coorte é sequenciada. Com o barateamento dos custos do sequenciamento e com o desenvolvimento de tecnologias que sequenciam em larga escala, cada vez mais, estes estudos são realizados. Estudos GWAS têm sido muito importantes para a identificação de regiões desconhecidas associadas à predisposição/proteção às patologias. Enquanto, no primeiro caso, a quantidade de informações obtidas é muito limitada, no segundo, embora o sequenciamento do nucleotídeo seja cada vez mais barato, os custos ainda são bastante elevados (ainda mais se considerarmos que a maior parte do genoma não é informativa para a patologia em questão). Atualmente, abordagens que mesclam vantagens de uma e outra, baratas e escalonáveis, são necessárias, com o intuito de genotipar as regiões relevantes do genoma para a patologia em questão. A artrite reumatoide é uma doença autoimune crônica caracterizada pela inflamação das articulações que, na ausência de intervenção medicamentosa, pode ocasionar lesões incapacitantes e irreversíveis associadas a uma considerável morbidade. Medicamentos de todas as categorias preconizadas em protocolos aceitos mundialmente para tratamento são disponibilizados pelo SUS. A população Menonita é uma população anabatista com histórico de isolamento genético com pelo menos três de eventos gargalos de garrafa desde a idade média. Avaliações iniciais identificaram, nos grupos Menonitas no Brasil, que a prevalência de artrite reumatoide é 8 vezes maior que a descrita para a população brasileira. O estudo de populações isoladas apresenta algumas características vantajosas da identificação de genes de susceptibilidade. O conjunto alélico é mais restrito que na população geral, devido a eventos de gargalo de garrafa. Embora possam ser perdidas algumas variantes gênicas que tenham um papel no estabelecimento de fenótipos complexos, as que de fato estão conferindo susceptibilidade à doença naquele isolado podem mais facilmente serem identificadas devido à sua frequência maior. O objetivo da presente proposta é desenvolver uma metodologia barata e sensível e que possa avaliar simultaneamente muitos genes em um grande número de amostras, baseada no sequenciamento em larga escala de um painel de amplicons direcionado para artrite reumatoide.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Daniela Regina Molini-Avejonas

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • sensibilidade e especificidade da triagem fonoaudiológica infantil – abfw
  • É importante que os profissionais da saúde conheçam a prevalência, a incidência, e os fatores de risco para uma determinada doença, na comunidade, a fim de alocar recursos suficientes para controlar os problemas associados a tal doença. Os inquéritos populacionais são instrumentos utilizados como subsídios à formulação e avaliação das políticas públicas, tornando-se crescente a sua utilização nos diversos países como ferramenta de apoio ao planejamento em saúde. Objetivos: identificar crianças com possíveis alterações de linguagem por meio da aplicação do protocolo PIFRAL e do PDL; realizar a triagem fonoaudiológica destas crianças através do ABFW-Triagem (que está sendo proposto para essa pesquisa); avaliar todas as crianças pelo teste de linguagem ABFW; estabelecer a especificidade e sensibilidade do ABFW-Triagem. Método: este estudo será desenvolvido, inicialmente, com 500 crianças pertencentes à microrregião Butantã/Jaguaré e atendidas pelas Unidades Básicas de Saúde do Jardim São Jorge e Eng. Guilherme Henrique Pinto Coelho (Vila Dalva), e Centro de Saúde Escola Samuel B. Pessoa (Butantã), onde já existe a Estratégia de Saúde da Família estabelecida, divididas em sete grupos, de acordo com a faixa-etária e escala de desenvolvimento de linguagem estabelecida pela ASHA (2006). Serão aplicados questionários com os pais ou responsáveis das crianças e, de acordo com as respostas obtidas, as crianças serão encaminhadas para acompanhamento e/ou avaliação fonoaudiológica completa. Posteriormente, as avaliações fonoaudiológicas serão comparadas com as respostas obtidas nos protocolos para que a sensibilidade deste instrumento seja estabelecida.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Riva Knauth

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • viabilidade e aceitabilidade do autoteste do hiv em espaços comunitários - projeto fast
  • A transmissão heterossexual do HIV é responsável, no Brasil, por 97% das novas infecções nas mulheres. E apesar da redução significativa da transmissão materno-infantil do HIV com a testagem no pré-natal, o acesso ao teste é ainda um obstáculo fundamental para a prevenção e o cuidado do HIV. Apenas 13% dos brasileiros relatam ser testados para o HIV nos últimos 12 meses e apenas 33% já foram testados para o HIV na vida. A recente aprovação do uso de kits de autoteste de HIV no Brasil oferece uma oportunidade para desenvolver uma estratégia voltada para jovens heterossexuais e comunidades urbanas de forma a ampliar o acesso. Face a este contexto, o presente estudo tem por objetivo avaliar a viabilidade e aceitação do autoteste de HIV entre mulheres jovens (18-24 anos) que vivem em comunidades com alta prevalência de HIV nas cidades de Porto Alegre e São Paulo. Será realizada uma pesquisa de tipo formativa, com metodologia qualitativa de investigação. Para a coleta de dados serão utilizadas diferentes técnicas: 1) observação etnográfica para mapear áreas de interação social - em termos de lazer (baile funk / raves, bares, clubes, futebol e grupos de jovens), trabalho e atividades da vida diária (mercados, escolas, salões de beleza) onde ocorrem riscos sexuais; 2) entrevistas informais com indivíduos da comunidade; 3) entrevistas semiestruturadas com informantes-chave; e 4) grupos focais com profissionais da saúde e representantes de organizações comunitárias.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 29/10/2018-31/10/2020
Foto de perfil

Daniela Riva Knauth

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • contextos de vulnerabilidade ao hiv entre jovens de camadas populares: um estudo multicêntrico em cinco cidades do brasil
  • Os dados do Ministério da Saúde indicam um aumento na taxa de detecção de Aids entre os homens mais jovens, especialmente na faixa de 15 a 24 anos. Observa-se também o crescimento de notificações de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis na faixa etária de 13 a 19 anos. Frente a este cenário, o presente estudo tem por objetivo geral compreender os contextos de exposição ao HIV e outras ISTs de adolescentes e jovens (15 a 19 anos) no âmbito comunitário e identificar a diversidade regional no nível do próprio território neste segmento da população. Busca-se comparar os contextos comunitários de cinco cidades brasileiras: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Manaus. O presente estudo se configura enquanto uma pesquisa de tipo formativa, isto é, que utiliza prioritariamente metodologia qualitativa de investigação a fim de obter dados que possam auxiliar o desenvolvimento de intervenções. A fim de dar conta dos diferentes objetivos do estudo, serão utilizadas diferentes técnicas de coleta de dados. Utilizaremos a observação etnográfica para mapear as áreas de interação social. As concepções sobre risco, HIV/Aids, estratégias de prevenção acionadas e relação com os serviços de saúde serão apreendidas através de entrevistas semiestruturadas com adolescentes e jovens. A fim de identificar as estratégias de intervenção mais eficazes para o público jovem, serão realizados grupos focais com adolescentes e jovens. A pesquisa será realizada em comunidades da região periférica das cidades do Rio de Janeiro, Salvador e Manaus (em Porto Alegre e São Paulo estudo semelhante já foi desenvolvido e os dados serão comparados com os das três cidades em estudo). No Rio de Janeiro, a pesquisa será feita em uma das comunidades da Maré; em Salvador no Bairro de Arenoso em Manaus no bairro Educandos. Os dados das observações etnográficas serão registrados em diários de campo em meio digital. As entrevistas semiestruturadas e os grupos focais serão registrados em áudio e serão transcritos na íntegra. Todos os dados serão categorizados a partir dos objetivos do estudo e das categorias teóricas que orientam a pesquisa, tais como sociabilidade, gênero, sexualidade, risco, entre outras. Buscar-se-á também nos dados temas emergentes, isto é, que tenha surgidos no contexto empírico do estudo. Os dados serão analisados de forma comparativa considerando os cinco municípios, buscando aspectos comuns e as especificidades de cada contexto. O presente projeto terá como resultado principal analisar os contextos de vulnerabilidade ao HIV e outras ISTs de adolescentes e jovens no âmbito comunitário e identificar as diversidades existentes entre as regiões e no próprio território. Este estudo tem potencial para subsidiar o planejamento de ações de prevenção do HIV direcionadas à população jovem nos municípios nos quais a pesquisa será desenvolvida. Outro resultado esperado do estudo é o desenvolvimento de estratégias mais efetivas para facilitar o acesso a informações sobre sexualidade, infecções sexualmente transmissíveis e Aids, formas de disponibilização e divulgação na comunidade dos insumos de prevenção, estratégias de estímulo à testagem e de vínculo com os serviços de saúde.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Daniela Riva Knauth

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • viabilidade e aceitabilidade do autoteste do hiv em espaços comunitários - projeto fast
  • A transmissão heterossexual do HIV é responsável, no Brasil, por 97% das novas infecções nas mulheres. E apesar da redução significativa da transmissão materno-infantil do HIV com a testagem no pré-natal, o acesso ao teste é ainda um obstáculo fundamental para a prevenção e o cuidado do HIV. Apenas 13% dos brasileiros relatam ser testados para o HIV nos últimos 12 meses e apenas 33% já foram testados para o HIV na vida. A recente aprovação do uso de kits de autoteste de HIV no Brasil oferece uma oportunidade para desenvolver uma estratégia voltada para jovens heterossexuais e comunidades urbanas de forma a ampliar o acesso. Em face deste contexto, o presente estudo tem por objetivo avaliar a viabilidade e aceitação do autoteste de HIV entre mulheres jovens (18-24 anos) que vivem em comunidades com alta prevalência de HIV nas cidades de Porto Alegre e São Paulo. Será realizada uma pesquisa de tipo formativa, com metodologia qualitativa de investigação. Para a coleta de dados serão utilizadas diferentes técnicas: 1) observação etnográfica para mapear áreas de interação social - em termos de lazer (baile funk / raves, bares, clubes, futebol e grupos de jovens), trabalho e atividades da vida diária (mercados, escolas, salões de beleza) onde ocorrem riscos sexuais; 2) entrevistas informais com indivíduos da comunidade; 3) entrevistas semiestruturadas com informantes-chave; e 4) grupos focais com profissionais da saúde e representantes de organizações comunitárias.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Rodrigues de Oliveira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação de um programa de promoção da saúde baseado em mindfulness para educadores (mbhp-educa): análise de mecanismos epigenéticos, qualidade de vida, cognição e sintomas de burnout.
  • Nas últimas décadas, o mundo tem presenciado um aumento significativo na ocorrência de doenças ocupacionais relacionadas ao ambiente escolar, dentre elas destaca-se à síndrome de Burnout (síndrome de esgotamento profissional), que compromete a saúde mental e a atividade docente. Atualmente, as intervenções baseadas em mindfulness (atenção plena) têm sido recomendadas no ambiente escolar auxiliando o educador a aprimorar a inteligência emocional e as funções cognitivas, melhorando a percepção do estado emocional, autoconhecimento, aprimorando o traço de mindfulness e reduzindo os sintomas de ansiedade e depressão. Dessa forma, reduz o estresse crônico e promove maior qualidade de vida. Estudos apontam que meditadores à longo prazo apresentaram redução de biomarcadores relacionados ao mecanismo inflamatório como, ciclooxiganase 2 (COX2), interleucina 6 (IL-6), fator de necrose tumoral alpha (TNF-α) e também da enzima modificadora de histona desacetilases (HDAC), que estão envolvidos no estresse crônico. O objetivo geral desse projeto é avaliar o impacto do Programa de Promoção da Saúde Baseado em Mindfulness para o educador (MBHP-educa) na qualidade de vida e nas funções cognitivas. Ainda, pretende-se investigar o mecanismo epigenético envolvido na resposta ao estresse crônico que pode vir a interferir interfere na cognição. Um ramo promissor na análise refinada do discurso (uma aplicação da Teoria dos Grafos) tem sido aplicado com resultados encorajadores tanto na avaliação de estrutura discursiva de indivíduos normais quanto acometidos de comprometimento cognitivo, e será testada como método para recolha mais precisa de elementos narrativos dos educadores. A pesquisa contribuirá com a discussão das políticas públicas para a promoção da atenção à saúde destinadas ao educador brasileiro.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Saes Sartorelli

Ciências da Saúde

Nutrição
  • impacto de uma intervenção nutricional em gestantes com sobrepeso sob a adiposidade do neonato: um ensaio clínico aleatorizado controlado
  • A adiposidade fetal/neonatal é considerada fator de risco para o desenvolvimento de obesidade na infância. O objetivo deste estudo é avaliar o impacto de uma intervenção nutricional baseada no incentivo ao consumo de alimentos in natura ou minimamente processados em gestantes adultas portadoras de sobrepeso sob a adiposidade do neonato. A presente investigação faz parte de um ensaio clínico aleatorizado controlado que será conduzido entre 300 gestantes adultas portadoras de sobrepeso em atendimento pré-natal em Unidades Básicas de Saúde do município de Ribeirão Preto- SP. As participantes serão alocadas aleatoriamente entre os grupos controle e intervenção, as gestantes do grupo intervenção, além do acompanhamento de pré-natal usual, serão convidadas a participar de três sessões individualizadas de aconselhamento nutricional. A avaliação do binômio mãe-filho compreende a terceira avaliação do estudo. As medidas antropométricas dos neonatos serão coletadas mediante protocolos padronizados; para o cálculo de estimativa da composição corporal serão empregados dois modelos antropométricos distintos. O método estatístico será o de correlação, caso verifique-se a linearidade entre os dados dos grupos de tratamento e adiposidade neonatal serão empregados modelos de regressão linear ajustados pelos métodos de mensuração de adiposidade corporal do neonato e possíveis fatores de confusão.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Tavares Gontijo

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • terapia ocupacional e pedagogia paulo freire: pesquisa-ação no campo da promoção da saúde com crianças e adolescentes
  • O desenvolvimento de intervenções com a perspectiva da promoção da saúde com crianças e adolescentes constitui-se como um desafio para os terapeutas ocupacionais (e outros profissionais). Neste cenário, torna-se vital o desenvolvimento de pesquisas que se dediquem à produção de conhecimentos sobre possibilidades de intervenção junto a este público que sejam efetivas e promotoras de mudanças que contribuam estilos de vida mais saudáveis. A Terapia Ocupacional é uma profissão que busca contribuir para que pessoas e grupos sociais se envolvam em ocupações que lhe sejam promotoras de saúde, bem estar e participação social(AOTA, 2015). Seu processo histórico de constituição é marcado por concepções positivistas dos processos de saúde e doença e do papel do profissional neste cenário(FERIOTTI, 2017). Atualmente, no cenário nacional e principalmente internacional, observa-se o fortalecimento da aproximação da Terapia Ocupacional com as teorias críticas do conhecimento, de forma a subsidiar, mais efetivamente, os processos de intervenção que possam promover mudanças reais no cotidiano das pessoas com as quais os profissionais lidam cotidianamente. Essa aproximação se dá no bojo de discussões em torno de como o envolvimento em ocupações (foco de trabalho do terapeuta ocupacional) é influenciado por questões de ordem individual, social, cultural, econômico e histórico, e de como este pode influenciar a saúde de forma positiva ou negativa. Neste âmbito, observa-se o encontro da Terapia Ocupacional com a Pedagogia Paulo Freire, expressa na literatura nacional e internacional, e marcada pela diversidade de conceitos que são utilizados e também pelos diferentes níveis de aprofundamento. A educação libertadora é defendida por Paulo Freire como uma proposta de superação das perspectivas tradicionais verticalizadas e adultocêntricas e tem como horizonte a humanização dos homens e mulheres. Neste sentido, um dos principais pontos defendidos por Freire, é que uma proposta educativa direcionada para a humanização, por isto libertadora, deve proporcionar aos sujeitos, educadores (terapeutas ocupacionais) e educandos (crianças e adolescentes), o diálogo enquanto possibilidade de reflexão e ação crítica sobre a realidade vivenciada. Esta possibilidade está intrinsecamente relacionada aos conteúdos que são propostos como objetos do e para as intervenções, que devem refletir temáticas significativas para os sujeitos. Compreende-se que o referencial teórico prático de Paulo Freire vai ao encontro da perspectiva de promoção da autonomia frente a própria vida que se caracteriza como um dos principais objetivos da Terapia Ocupacional. Esta congruência se alicerça na perspectiva defendida por Freire, de que os processos educativos, que se dão em diferentes âmbitos, inclusive no contexto da educação em saúde pela terapia ocupacional, se configurem como experiências promotoras de reflexões e ações críticas no sentido da construção da própria história. No entanto, observa-se a necessidade de maior aprofundamento acerca das possíveis contribuições da Pedagogia Paulo Freire para intervenções da Terapia Ocupacional no Brasil, principalmente junto a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. O objetivo geral desta pesquisa é desenvolver e avaliar as possibilidades de intervenção da Terapia Ocupacional subsidiadas pelo referencial de Paulo Freire no campo da promoção de saúde com adolescentes. Propõem-se a realização da pesquisa em 3 etapas, cujos dados serão coletados em escolas públicas de Recife (adolescentes de 12 a 15 anos, matriculados do 6º ao 9º ano) e João Pessoa (crianças de 9 a 11 anos, matriculadas do 3º e 4º ano). A etapa 1 caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa baseada na investigação temática proposta por Freire na qual crianças e adolescentes serão convidados a participar de grupos de atividades e círculos de investigação temática a fim de se compreender as percepções de saúde, as relações estabelecidas entre esta e as ocupações e se identificar temáticas que serão abordadas na etapa 3. A etapa 2, realizada concomitantemente com a etapa 1, constitui-se como uma pesquisa bibliográfica na literatura internacional sobre as relações entre a Terapia Ocupacional e a Pedagogia Paulo Freire (o estudo na literatura nacional já foi realizado) e um estudo aprofundado dos principais constructos da teoria freireana que serão utilizados para subsidiar a elaboração do programa de intervenção. Na etapa 3, caracterizada como uma pesquisa-ação, o programa de intervenção com as crianças e adolescentes será implementado e avaliado a partir de indicadores quantitativos e qualitativos, sendo os dados obtidos por formulários, filmagem e transcrição das intervenções, observação participante e não participante e grupo focal. Os dados qualitativos da pesquisa serão submetidos à proposta de análise de Creswell, com auxílio do software Atlas ti for Windows e de forma articulada ao referencial de Paulo Freire. Os dados quantitativos serão analisados por estatística descritiva. Espera-se contribuir não só para a produção de conhecimento no campo da terapia ocupacional, mas também subsidiar intervenções que sejam efetivas na promoção da saúde de crianças e adolescentes.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Tomio

Ciências Humanas

Educação
  • letramento científico em clubes de ciências: com contextos e percursos de ensino de ciências e formação docente na educação básica
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Universidade Regional de Blumenau - SC - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Daniela Volcan Almeida

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • biotecnologia aplicada na prevenção e tratamento de acantocefalose em tambaqui colossoma macropomum
  • O tambaqui (Colossoma macropomum) é uma das espécies de peixes mais importantes da região amazônica e é a espécie nativa mais produzida na aquicultura nacional na atualidade. O aumento na produção de tambaqui culminou com o aumento nas infecções causadas por verminose gastrointestinal. Dentre os vermes que acometem o tambaqui, nas diferentes fases de criação, destaca-se os acantocéfalos Neoechinorhynchus buttnerae, os quais parasitam o intestino no ambiente natural e nos cultivos. Esses parasitos diminuem o tempo de vida dos peixes. A comunidade científica em geral, aliada aos piscicultores, estão buscando a solução desse problema. A acantocefalose é um problema mundial e o tratamento é feito, principalmente, pelo usos de quimioterápicos, que pode gerar impactos ambientais. Além disso, a prevenção, como para qualquer enfermidade, é a melhor estratégia. Por isso, de forma inovadora, essa proposta visa desenvolver ferramentas biotecnológicas de prevenção e tratamento para a acantocefalose em tambaquis. Em termos de inovação, essa proposta visa desenvolver probióticos manipulados geneticamente, os quais serão capazes de produzir proteínas imunorregulatórias (prevenção) e RNA de interferência (tratamento). Para isso, primeiramente, precisamos identificar as vias moleculares alvo da manipulação. A estratégia de escolha de qual proteína superexpressar para aumentar a capacidade imune e qual proteína inibir para impedir o ciclo de desenvolvimento do N. buttnerae, será determinada pela de análise de transcriptoma de organismos infectados e não-infectados. Após determinar os alvos genéticos, manipularemos cepas de microrganismos, os probióticos. Esses probióticos serão oferecidos na ração dos animais, sua principal fonte de energia. Ou seja, vamos produzir ração para prevenção e ração para tratamento, o que extremamente novo na área de sanidade de organismos aquáticos cultivados.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniela Zanchet

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • impacto da fase óxida em catalisadores nanoestruturados na reação de hidrodesoxigenação de moléculas modelos do bio-óleo
  • Um processo de melhoramento do bio-óleo estratégico que vem sendo amplamente estudado é a reação catalítica de hidrodesoxigenação (HDO). Nesse processo, usa-se o hidrogênio para reduzir o alto teor de oxigênio do bio-óleo e, assim, aumentar a sua estabilidade e densidade de energia. Diversos metais são estudados como fase ativa nesse processo como, por exemplo, níquel, cobalto, paládio, ferro, platina, molibdênio e outros. Além do metal ativo, o suporte também possui um papel fundamental nessa reação, já que favorece a ativação dos compostos oxigenados sendo determinante no mecanismo reacional. Entretanto, para que essa ativação aconteça de maneira adequada, é importante que o suporte apresente as características apropriadas e pouco tem sido explorado nesta direção até momento. O presente projeto visa desenvolver novos catalisadores para a reação de hidrodesoxigenação (HDO) de compostos modelos do bio-óleo a partir de um estudo detalhado sobre o papel da fase óxida na reação. A síntese de catalisadores suportados nanoestruturados é uma alternativa para obter materiais com forma e tamanho controlados, o que permitirá uma melhor compreensão da influência dessas características no mecanismo reacional do processo estudado. Neste trabalho, focaremos na obtenção de catalisadores a partir de métodos de química úmida, como sol-gel não hidrolítico e métodos coloidais. Todos os métodos de preparação escolhidos visam entender aspectos fundamentais da reação de HDO ainda pouco elucidados em relação ao papel da fase óxida. Este projeto representa uma etapa importante para o desenvolvimento de catalisadores otimizados que tornem o processo de melhoramento do bio-óleo mais seletivo e estável, através de rotas economicamente viáveis.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele Andrade da Cunha

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • efeito da laserterapia na performance do músculo masseter durante a mastigação
  • Estudos realizados com a aplicação da laserterapia no músculo masseter com diferentes números de aplicações e intensidade de Energia, demonstraram que há aumento do metabolismo das fibras musculares. O objetivo geral do presente projeto é analisar o efeito da laserterapia na performance do músculo masseter de adultos entre 18 a 39 anos durante a mastigação. Pretende-se ainda descrever a amplitude de abertura e lateralização da mandíbula, antes e após a laserterapia; descrever a força de mordida, antes e após a laserterapia; descrever a temperatura em topografia do músculo masseter durante o repouso, a máxima intercuspidação e a mastigação, antes e após a laserterapia; descrever a percentagem da atividade elétrica muscular do masseter durante o repouso, a máxima intercuspidação e a mastigação, antes e após a laserterapia e comparar os valores de amplitude de abertura e lateralização de mandíbula, de força de mordida, de temperatura e os valores de atividade elétrica dos músculos masseteres antes e após a laserterapia, e entre os grupos. O estudo será do tipo intervenção, analítico, transversal, duplo-cego, randomizado. Os indivíduos serão randomizados em dois grupos, e receberão seis aplicações de laser, sendo duas por semana. No grupo G1 será utilizado LBI e no G2 será utilizado laser placebo. A avaliação e reavaliação serão realizadas por meio da eletromiografia de superfície, medidas de mobilidade mandibular, força de mordida e da termografia médica. Espera-se melhora da performance dos músculos masseteres, representados por equilíbrio da atividade elétrica muscular e das medidas de lateralização da mandíbula.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele Cristina Muniz Batista dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • importância da bioacessibilidade in vitro em alimentos: desenvolvimento de metodologias e avaliação da essencialidade e toxicidade de constituintes inorgânicos
  • O estudo sobre o teor total de elementos essenciais e potencialmente tóxicos, bem como a sua posterior absorção nos organismos vivos envolve campos científicos, que vem se expandindo. Em qualquer situação, mesmo que a concentração total de um nutriente e/ou contaminante em uma amostra de alimento seja conhecida, isso não é suficiente para avaliar se algum benefício ou risco é conduzido à saúde do consumidor. Sendo que, a quantidade total dos constituintes inorgânicos presentes em uma matriz alimentar pode não refletir a quantidade que é bioacessível ou biodisponível. As informações sobre os elementos químicos, geralmente, indicam o teor total a ser ingerido, mas não a quantidade que será efetivamente absorvida pelo corpo. Além disso, mesmo que a ingestão média de alguns nutrientes esteja acima das recomendações diárias, a incidência de problemas relacionados à desnutrição tem sido um agravante, como por exemplo, a anemia, que é causada pela deficiência de ferro e, ainda é um dos maiores problemas mundiais. Os elementos químicos que participam do metabolismo dos organismos vivos devem ser monitorados, mesmo em baixas concentrações, devido à necessidade do controle da ingestão diária dos elementos essenciais ou não, e sua correlação com a saúde destes organismos. Desta forma, há que se estimar o teor total e o teor bioacessível de elementos essenciais e potencialmente tóxicos, de forma a garantir a segurança alimentar. Logo, este trabalho tem por objetivo o desenvolvimento de estratégias analíticas para avaliar a composição mineral e estimar a bioacessibilidade de elementos essenciais e potencialmente tóxicos em alimentos empregando técnicas espectroanalíticas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele Cristina Silva de Freitas

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • materiais magnéticos de baixa dimensionalidade
  • Materiais de baixa dimensionalidade são altamente anisotrópicos e caracterizam-se por apresentarem propriedades que diferem-se em relação a direção de observação. Tais materiais possuem aplicações em diversas áreas. Supercondutividade com alto TC, ondas de densidade de carga e spin, cadeias magnéticas desordenadas e muitos outros fenômenos são exemplos da rica física presente nesta larga classe de compostos. Dentre essa vasta classe de materiais, destacamos os oxiboratos. Nestes,, os íons metálicos situam-se no centro de octaedros de oxigênios que se vinculam formando fitas (warwickitas), escadas (ludwigitas) ou planos (hulsitas). Estes exibem inúmeras propriedades, entre elas destacamos o ordenamento de cargas encontrado na ludwigita Fe3O2BO3 e nas warwickitas Mg2OBO3 e Fe2OBO3, além da ordem magnética parcial nas ludwigitas Fe3O2BO3, Co2FeO2BO3, Ni2FeO2BO3. Já outra única ludwigita homometálica conhecida, Co3O2BO3, apesar de não apresentar ordenamento de cargas abaixo de temperatura ambiente, possui um ordenamento magnético exótico com mistura de íons de Co no low e no high spin state. Uma possível transição high-low spin precisa ser investigada bem como a existência do ordenamento de cargas a altas temperaturas. Recentemente medidas de transporte elétrico na Fe3O2BO3 revelaram um campo novo de pesquisa com possíveis aplicações tecnológicas. Dentre estas, podemos destacar a de um oscilador de baixa frequência ou um amplificador de corrente elétrica. Alguns autores também sugeriram que esta ludwigita pode apresentar propriedades multiferróicas, tornando esses materiais ainda mais promissores. Já as hulsitas foram pouco exploradas, porém medidas magnéticas recentes indicam a existência de um estado líquido de spin no composto Ni5,15Sn0,85(O2BO3)2 revelando um campo vasto de estudo nesses materiais. Muitas dessas características dos oxiboratos até hoje não foram bem compreendidas. Este projeto busca à compreensão do mecanismo responsável pela distribuição de cargas e do magnetismo destes materiais, além de poder revelar novos fenômenos interessantes.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele da Glória de Souza

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • efeitos da alteração do metabolismo do triptofano pela microbiota disbiótica na patogênese da infecção pulmonar por pseudomonas aeruginosa
  • A Pseudomonas aeruginosa é um dos agentes patogênicos mais prevalentes em infecções respiratórias em pacientes hospitalizados e imunocomprometidos, uma vez que este microrganismo frequentemente pode ser encontrado como parte da microbiota indígena de profissionais da saúde e dispõe de diversos mecanismos de patogenicidade que facilitam sua colonização e invasão dos tecidos do hospedeiro, como por exemplo, a produção de exotoxinas pelo SST3 e produção de proteases. Pacientes hospitalizados frequentemente estão expostos ao uso de antibióticos, o que pode levar ao desequilíbrio da microbiota intestinal, levando ao estado de disbiose e favorecendo o aparecimento de diversas doenças. A disbiose intestinal é acompanhada de alterações da produção de diversos metabólitos pela microbiota, como ácidos graxos de cadeia curta e succinato, que exercem importante papel no controle de fatores de virulência de patógenos intestinais, no entanto ainda não se sabe a capacidade destes metabólitos de alterar a expressão de fatores de virulência em patógenos extra-intestinais. A produção de outros metabólitos da microbiota como, os metabólitos do triptofano, também podem ser alterados em processos disbióticos. Sabe-se que o indol, metabólito intermediário do metabolismo do triptofano é capaz de modular fatores de virulência da P.aeruginosa. Diante disso, torna-se interessante avaliar o efeito da alteração do metabolismo do triptofano pela microbiota disbiótica, por meio do uso de antibióticos na patogênese da infecção pulmonar por P. aeruginosa. Para isso, camundongos C57/BL6 serão submetidos a um protocolo de disbiose pelo uso de antimicrobianos e posteriormente serão infectados via intranasal pela P.aeruginosa (PA103). Como resultados esperados, acreditamos que a disbiose intestinal altera a susceptibilidade do hospedeiro frente a infecção por P. aeruginosa por alterar os níveis de indol e sulfato de indoxil do hospedeiro. Propomos, dessa maneira, estudar tanto fatores associados a P. aeruginosa quanto ao hospedeiro que são alterados pela diminuição dos metabólitos de triptofano. O entendimento desses mecanismos poderá ser importantes para propor potenciais drogas para o tratamento da infecção pulmonar por P. aeruginosa.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele de Jesus Ferreira

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • silagem de ração total com subprodutos da agroindústria regional, como alternativa nutricional para bovinos leiteiros e ovinos no maranhão
  • Tecnologias que promovem o desenvolvimento do Brasil são extremamente necessárias, de forma ainda mais emergências nos estados mais carentes como o Maranhão. Assim gerar tecnologias aplicadas com subprodutos da agroindústria beneficiadora como a de babaçu se fazem necessárias para o desenvolvimento regional. Serão realizados dois experimentos. O primeiro experimento terá como objetivo avaliar a produção de silagem de ração total (SRT) contendo o capim Panicum maximum cv. tanzânia e dois subprodutos da agroindústria do babaçu (farinha fina do mesocarpo e a torta de babaçu) em substituição ao milho nessas dietas, para atendimento das exigências nutricionais de vacas leiteiras. As SRT serão compostas por 60% de volumoso, silagem de capim tanzânia, e 40% de concentrado. Será avaliado o perfil fermentativo, composição bromatológica, perdas na ensilagem, degradabilidade e o custo com os ingredientes de cada SRT. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Sendo os tratamentos compostos por silagem de capim tanzânia; silagem de ração total (SRT) composta por capim tanzânia e 40% de concentrado, com inclusão da farinha de mesocarpo de babaçu; silagem de ração total composta por capim tanzânia e 40% de concentrado com inclusão da torta de babaçu, e silagem de ração total composta por capim tanzânia e 40% de concentrado, com base na dieta padrão (milho e soja). O segundo experimento terá como objetivo avaliar a produção de silagem de ração total (SRT) contendo capim tanzânia e dois subprodutos da agroindústria do babaçu (farinha fina do mesocarpo e a torta de babaçu) em substituição ao milho nessas dietas, para atendimento das exigências nutricionais de ovinos de corte. As SRT, terão as mesmas avaliações do experimento 1. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Sendo os tratamentos compostos por silagem de capim tanzânia; silagem de ração total (SRT) composta por capim tanzânia e 50% de concentrado, com inclusão da farinha de mesocarpo de babaçu; silagem de ração total composta por capim tanzânia e 50% de concentrado com inclusão da torta de babaçu, e silagem de ração total composta por capim tanzânia e 50% de concentrado, com base na dieta padrão (milho e soja). No final do projeto terá um volume de informações científicas relevantes concernentes aos subprodutos da agroindústria de babaçu, em substituição de fontes tradicionais de energia pela farinha fina de mesocarpo e a torta de babaçu, que possivelmente deve ser incluída em dietas de ovinos, além de estabelecer qual o melhor subproduto que potencializará uma dieta de alto valor nutricional. O experimento da composição químico-bromatológica e da degradabilidade mostrarão resultados do uso desses subprodutos, que poderá proporcionar uma possível economia no custo dos ingredientes da dieta e melhoria do processo fermentativo das silagens. Além de possibilitar alternativas aos agroindustriais em agregar valores aos seus subprodutos.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele Detanico

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos da maturação somática sobre o desempenho físico de jovens atletas de judô: análise durante um perído competitivo
  • O objetivo geral do presente projeto é investigar os efeitos da maturação somática sobre o desempenho físico de jovens atletas de judô de ambos os sexos durante um período competitivo. Para isso, participarão jovens atletas de judô (meninos e meninas) com idade entre 9 e 16 anos (aproximadamente 102 sujeitos). As avaliações serão realizadas nos centros de treinamento dos clubes de judô de Santa Catarina e seguirão a seguinte ordem: preenchimento do formulário de identificação; medidas antropométricas (massa corporal, estatura, altura sentada e dobras cutâneas); testes físicos genéricos (salto vertical, salto horizontal, força de preensão manual e arremesso de medicine ball) e específicos (Special Judo Fitness Test e Judogi Grip Endurance Strength Test). Os atletas serão previamente instruídos e familiarizados com todos os protocolos dos testes. Será identificado o nível de maturação somática por meio do pico de velocidade de crescimento (PVC). Para análise dos dados, será utilizado o teste t para comparar a idade cronológica com a idade do PVC e para comparar as variáveis de desempenho físico entre os grupos do PVC. A correlação de Pearson será utilizada para relacionar o desempenho nos testes físicos com a idade cronológica e com o PVC em grupos com diferentes tempos de prática na modalidade. Uma análise de regressão linear múltipla será utilizada para identificar as variáveis capazes de explicar (predizer) o PVC. O nível de significância será fixado em 5% e software utilizado será o SPSSTM, versão 17.0. Além disso, será utilizada a análise da magnitude baseada em inferências para avaliar a significância prática entre os grupos. As instituições participantes serão a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e o Instituto Federal Catarinense (IFC). Além disso, a Federação Catarinense de Judô (FCJ) será parceira do estudo, cedendo os atletas participantes. Os laboratórios envolvidos possuem uma parte dos equipamentos a serem utilizados no estudo e outra parte está sendo pleiteada no edital Universal/CNPq.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniele Fernanda Maffei

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • salmonella e outras enterobacteriaceae em hortaliças produzidas pelos sistemas de cultivo convencional e orgânico: contribuição para avaliação quantitativa de risco microbiológico
  • O consumo regular de hortaliças integra uma alimentação saudável, sendo recomendado por autoridades de saúde em todo o mundo. No entanto, dados de vigilância epidemiológica em diversos países apontam aumento na associação de surtos de origem alimentar, causados por micro-organismos patogênicos, com o consumo de hortaliças. A contaminação destas pode ocorrer ao longo da cadeia produtiva, sendo que algumas práticas empregadas no cultivo podem aumentar o risco de contaminação. Este projeto de pesquisa tem por objetivo obter dados sobre a ocorrência de Salmonella spp. e população de Enterobacteriaceae em hortaliças produzidas pelos sistemas de cultivo convencional e orgânico, contribuindo para a construção de um modelo de avaliação quantitativa de risco microbiológico para estimar o impacto à saúde devido ao consumo destas hortaliças, com foco no risco de infecção por Salmonella spp. A pesquisa e quantificação de Salmonella spp. será realizada empregando-se métodos de análise convencionais e moleculares. As bactérias pertencentes à família Enterobacteriaceae isoladas das amostras serão submetidas à identificação (gênero e espécie) utilizando a técnica de MALDI-TOF MS. O modelo de risco a ser construído englobará diversas etapas (do campo à mesa), de forma a fornecer dados relevantes que auxiliem governo e produtores no estabelecimento de medidas de controle que visem a segurança microbiológica destes produtos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniell Rodrigo Rodrigues Fernandes

Ciências Agrárias

Agronomia
  • desvendando os phygadeuontinae (hymenoptera: ichneumonidae) da amazônia brasileira
  • O Brasil destaca-se como um dos países de maior biodiversidade do mundo, e essa grande diversidade está refletida diretamente em sua entomofauna, a qual permanece pouco estudada. Boa parte da floresta tropical brasileira está concentrada na região amazônica, com seis milhões de quilômetros quadrados, nada menos do que aproximadamente 60% do território brasileiro. A Amazônia brasileira também abriga a maior riqueza de espécies de animais e plantas do mundo, dos quais apenas 10-20% já foram catalogados. Ichneumonidae (Hymenoptera: Ichneumonoidea) é um dos mais diversos grupos de seres vivos e abriga mais de 25.000 espécies e apenas para a região Neotropical são relatados cerca de 460 gêneros. Os Phygadeuontinae são uma das mais diversas subfamílias de Ichneumonidae e abrigam mais de 130 gêneros, entretanto apenas 13 destes estão registrados no Brasil. Em geral são ectoparasitoides idiobiontes de pupas e pré-pupas de insetos holometábolos (principalmente Lepidoptera, Diptera, Neuroptera, Coleoptera e Hymenoptera). Entretanto, algumas espécies também podem ser cenobiontes e endoparasitoides. Dos 13 gêneros com representantes no pais, seis possuem hospedeiros importantes para agricultura, atuando tanto como agentes de controle biológico de pragas, como parasitando importantes inimigos naturais destes. Além do pouco conhecimento sobre a fauna desta subfamília no pais, a lacuna na fauna ocorrente na Amazônia brasileira assume maiores proporções, já até o momento apenas uma espécie desta subfamília é encontrada nesta área. Assim, esta proposta tem por objetivo estudar a taxonomia e a distribuição das espécies de Phygadeuontinae na Amazônia brasileira. O proponente espera em médio prazo ampliar o conhecimento sobre as espécies que ocorrem nesta região, descrever novas espécies, gerar uma lista de espécies e mapas de distribuição para a região amazônica.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniella Castanheira Bartholomeu

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento e avaliação de estratégias inovadoras para controle de vetores em seus vários estágios de desenvolvimento e bloqueio da infecção pelo zika vírus empregando-se ensaios pré-clínicos em camundongos e primatas não-humanos
  • Atualmente, o aumento da imigração e a ampla distribuição de vetores em todo o mundo, associado a condições climáticas adequadas pode ter facilitado o surgimento de epidemias arbovirais na América do Sul. Recentemente, devido ao número crescente de casos de infecção pelo Zika vírus (ZIKV) no Brasil, e a sua possível associação com transtornos neurológicos e anomalias congênitas, a Organização Mundial de Saúde declarou a situação como “emergência de saúde pública de importância internacional”. Até janeiro de 2016, já foram confirmados casos autóctones de ZIKV em 18 países das Américas. Dengue, Chikungunya e Zika são arbovírus transmitidos aos seres humanos através da picada de fêmeas de insetos hematófagos infectados do gênero Aedes, principalmente o Aedes (Stegomyia) aegypti (Linnaeus, 1762), causando surtos simultâneos com manifestações clínicas semelhantes. A co-circulação dos três vírus representa hoje um desafio no diagnóstico e tratamento dos doentes. Devido limitações relacionadas ao desenvolvimento de vacinas e de drogas antivirais contra o ZIKV, a única medida de controle atual está associada ao controle vetorial de A. aegypti. De forma pioneira no mundo, o presente projeto visa a utilização de alvos vacinais selecionados de A. aegypti com o intuito de controlar populações de campo desta espécie de mosquito, bem como o bloqueio direto da transmissão de arboviroses a este inseto, como o ZIKV. O grande potencial biótico de A. aegypti como seu rápido ciclo de vida nas temperaturas tropicais de várias cidades do Brasil, a capacidade de resistência à dessecação de seus ovos, a característica das fêmeas em utilizar recipientes oriundos de atividade antrópica que acumulam água como sítio de oviposição, o comportamento das fêmeas em explorar vários reservatórios de água durante um ciclo de oviposição (“skip oviposition”), aliado à sua alta susceptibilidade aos arbovírus atualmente circulantes em várias cidades brasileiras (Dengue, Chikungunya e Zika) fazem deste mosquito a principal espécie vetora de patógenos em nosso país. Diante deste cenário, considerando a necessidade e importância em se desenvolver novas estratégias para o combate deste inseto vetor, o presente projeto propõe a identificação de alvos vacinais, que estimulariam a produção de anticorpos em hospedeiros vertebrados vacinados contra proteínas do A. aegypti, capazes de interferir com o ciclo biológico do inseto e bloquear a infecção pelo ZikV. Resultados preliminares mostram que fêmeas de A. aegypti alimentadas em camundongos vacinados com antígenos deste inseto, apresentaram importantes danos relacionados ao fitness do inseto. A continuidade destes estudos permitiria o licenciamento por companhias especializadas em biotecnologia, da primeira vacina humana brasileira que bloquearia a transmissão de arbovírus por A. aegypti ao induzir a morte prematura de fêmeas transmissoras. Mesmo insetos previamente infectados teriam sua capacidade reduzida em transmitir patógenos como o ZikV pois, ao se alimentarem em indivíduos vacinados, estes teriam sua longevidade reduzida. Além disto, é razoável esperarmos que com o racional proposto no presente projeto, seria possível identificarmos alvos vacinais que interfiram com a dinâmica de infecção no inseto, de modo a bloquear a transmissão do ZikV nestes mosquitos, resultando em um controle efetivo desta infecção nas áreas urbanas. Do ponto de vista global, esta vacina poderia ser aplicada em diferentes regiões do mundo onde há transmissão de diferentes arboviroses e que consequentemente, tem estes mosquitos como principal vetor.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/10/2016-31/10/2020
Foto de perfil

Daniella Castanheira Bartholomeu

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • análise da plasticidade molecular de proteínas de superfície de trypanosoma cruzi e associação com a infectividade do parasito
  • Uma característica marcante do genoma do parasito Trypanosoma cruzi é a grande expansão de famílias multigênicas que codificam proteínas de superfície, como as MASPs, Mucinas e Trans-sialidases. Essas famílias são extremamente polimórficas e apresentam alta plasticidade funcional estando envolvidas em vários mecanismos de interação parasito-hospedeiro, mediando processos de invasão celular e escape do sistema imune no hospedeiro vertebrado. Atualmente um grande número de dados de sequências de genomas obtidas por metodologias de sequenciamento de nova geração (NGS) de diferentes isolados e linhagens do parasito se encontram em banco de dados públicos, o que poderia ser usado para estudos sobre a evolução e análise da plasticidade molecular destas famílias. A despeito deste cenário, análises comparativas de variabilidade e expressão dessas famílias entre diferentes isolados do parasito baseadas em dados de NGS apresentam limitações devido ao grande número de membros e o caráter repetitivo, o que reduz a confiabilidade do mapeamento de reads curtas genômicas e transcriptômicas em genes específicos, bem como dificulta a montagem de novo do genoma. Desta forma, apesar destas famílias multigênicas estarem envolvidas em diversos processos chaves da interação parasito-hospedeiro e haver em bancos de dados públicos um grande número de sequências genômicas de T. cruzi, a diversidade assim como o nível de expressão de seus genes entre diferentes isolados e linhagens de T. cruzi não são bem conhecidos. Outro papel destas famílias que ainda necessita ser melhor investigado é o possível envolvimento de membros/motivos específicos na capacidade do parasito de infectar diferentes células nucleadas do hospedeiro vertebrado. Esta é uma importante estratégia de sobrevivência do parasito, mas devido às limitações metodológicas inerentes ao estudo de famílias multigênicas, nenhuma associação clara entre um perfil específico de moléculas de superfície e a habilidade do parasito de infectar uma determinada célula hospedeira foi até o momento desvendada. Visando contribuir para um melhor entendimento da diversidade e plasticidade funcional das proteínas de superficie de T. cruzi, nosso grupo de pesquisa desenvolveu uma nova metodologia baseada em reads NGS que é independente de mapeamento gene-específico e montagem e que permite comparar a ocorrência e abundância de motivos genômicos e transcriptômicos das famílias multigênicas de T. cruzi. Neste projeto propomos usar esta metodologia para avaliar semelhanças e diferenças existentes no número de cópias de motivos gênicos e de transcritos das famílias MASP, Mucina e Trans-sialidase entre (i) cerca de 30 isolados de campo e representantes das linhagens TcI, TcII e TcVI de T. cruzi, as principais linhagens envolvidas na infecção humana, (ii) entre as fases do ciclo de vida do parasito, epimastigota, tripomastigota e amastigota e (iii) entre tripomastigotas derivadas de uma mesma população do parasito e que, após passagens sucessivas em células L6 e LLCMK2, apresentam maior taxa de infecção em cada uma destas células hospedeiras (Santos et al., 2012). A antigenicidade de motivos com alto número de cópias e conservados entre diferentes linhagens do parasito será também avaliada. Espera-se assim contribuir para o melhor entendimento sobre a evolução e plasticidade molecular destas famílias e identificar possíveis motivos que possam estar associados à capacidade do parasito de otimizar a infecção em diferentes células hospedeiras. Outro desdobramento do projeto é a identificação de determinantes antigênicos derivados destas famílias e conservados entre um grande número de isolados de campo do parasito e que possam ser aplicados no desenvolvimento de testes de diagnóstico sorológico na doença de Chagas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danielle Cristina Guimarães da Silva

Ciências da Saúde

Nutrição
  • deficiências nutricionais e terapia nutricional no tratamento da paralisia cerebral em crianças: uma revisão sistemática e metanálise
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia - BA - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Danielle Gonçalves de Oliveira Prado

Ciências Exatas e da Terra

Probabilidade e Estatística
  • mostra de profissões – utfpr apucarana
  • A escolha profissional é um dos processos com maior influência na vida do ser humano em sociedade. Ao se inserir no meio acadêmico, toda a carga conceitual apresentada em sala de aula faz parte de uma importante contribuição para a formação do aluno, haja vista que o primeiro preparo para o mercado de trabalho se dá durante o período em que o discente participa de discussões e exposições de conhecimento ofertadas pelo docente, que tem por objetivo incentivar e contribuir ao máximo para a formação profissional do indivíduo. Desta forma o professor pode explorar diversas dinâmicas e atividades que envolvam o conceito desenvolvido por ele em ações práticas da disciplina, oportunizando ao aluno um contato prático com o que ele possa atuar após a graduação. Pensando nisso e com o intuito de ajudar jovens e adolescentes que estão passando por essa fase de incertezas na escolha profissional, o projeto: “Praticar o conhecimento com a UTFPR de portas abertas” foi elaborado. Seu objetivo principal é fortalecer e melhorar a associação conceitual do discente com a empírica, envolvendo todos os cursos de nível superior da UTFPR-Apucarana. Através disso a instituição recebe visitas frequentes da comunidade externa interessada em conhecer o meio universitário. E ainda, com a colaboração de professores, técnicos e alunos, promover a “Mostra de Profissões”, evento público para que a comunidade visite, interaja com acadêmicos e professores, receba orientações, apresente os trabalhos que são desenvolvidos no ensino básico e conheça todos os recursos e oportunidades que uma universidade pode proporcionar.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Danielle Guedes de Lima Cavalcante

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de ligas metálicas complexas (lmc) quasicristalinas a partir de elementos percussores reciclados.
  • O desenvolvimento de novos materiais que possam contribuir para melhoria dos sistemas tribológicos tais como, diminuição de atrito e diminuição do desgaste tem despertado o interesse dos pesquisadores do mundo inteiro. Dentre estes materiais, a recente descoberta (desde 1982) das ligas metálicas complexas, especialmente as ligas quasicristalinas, tem contribuído para o desenvolvimento de materiais com boas respostas tribológicas. Os quasicristais são materiais com características microestruturais distintas, são aperiódicos, porém com ordenadação à longo alcance. Os materiais quasicristalinos apresentam excelentes propriedades mecânicas e superficiais, tais como: elevada dureza, baixa energia superficial, baixo coeficiente de atrito, boa resistência à oxidação e corrosão, ainda baixas condutividades elétrica e térmica. As ligas metálicas complexas (LMC) são composições da família dos intermetálicos Vários pesquisadores, no mundo, se voltaram para o estudo desses novos materiais e, já em 1986, ligas quasicristalinas, termodinamicamente estáveis, foram obtidas. Nos dias atuais, uma centena de ligas quasicristalinas é conhecida, sendo a maioria de base alumínio. Entre estas, as mais estudadas são as AlCuFe, desenvolvia em 1987 por TSAI et al., a qual se apresenta com fase icosaedral estável. O sucesso destas ligas pela facilidade de obtenção e pela ausência de toxicidade. Vários são os estudos que vem sendo desenvolvido no desenvolvimento destas ligas, no entanto, a literatura quanto ao desenvolvimento destas ligas a partir de material reciclado ainda se encontra bastante escassa. Desta maneira o desenvolvimento de ligas especiais a partir de materiais, como alumínio, cobre e ferro reciclado, é um desafio para comunidade científica, preocupada com grande impacto ambiental que os elementos primários constituem. O Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial em reciclagem de latas de alumínio. Em 2006, o país reaproveitou 94,4% do alumínio consumido. O Japão fica em segundo com 90,9%, seguido pela Argentina , com 88,2% . Convém, ressaltar que o alumínio é uma material 100% reciclável, e seu reaproveitamento, reduz, substancialmente, a emissão de CO2 na atmosfera pela produção, comparado com o processo de sua obtenção à partir do minério. Mesmo sendo a bauxita o minério mais fácil para a obtenção do alumínio, o processo de transformação exige muita energia, sendo a proporção 1 : 14 000, ou seja, para cada 1 tonelada de alumínio extraído, necessita-se de 14 000 KWH de energia elétrica. Daí, a grande necessidade de reciclagem do alumínio, pois a demanda energética é 95% menor, além disto, para que se decomponha, naturalmente, são necessários em torno de 400 anos. Por outro lado, a indústria siderúrgica para produção de ferro tem elevado impacto ambiental e não resta dúvida que o uso de sucata para produção de ligas metálicas de “fina aplicação”, como as ligas quasicristalinas, constituem um grande desafio. Portanto, este projeto tem pelo menos três vieses importantes: 1-diminuição da degradação ambiental, através da redução da extração de minério de ferro e bauxita; 2-diminuição do consumo de energia, posto que a energia para a reciclagem é, consideravelmente, inferior à da obtenção do alumínio a partir a bauxita; 3- aumento do valor agregado do material oriundo da reciclagem das latinhas de embalagem de bebidas e no uso de sucata de aço.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danielle Heberle Viegas

Ciências Humanas

História
  • “planejando o terceiro mundo”: transnacionalidade e circulação de ideias em experiências de planejamento urbano no sul do brasil
  • O presente projeto pretende investigar a circulação de ideias sobre a temática do planejamento urbano na América Latina a partir de suas intersecções com o circuito europeu no decorrer da década de 1970, tendo por base um estudo de caso entre o Brasil e a República Federal da Alemanha. Reporta-se, especificadamente, ao caso da Região Metropolitana de Porto Alegre, contemplando a escala transnacional de saberes mobilizadas pela literatura científica-acadêmica para orientar a urbanização da localidade a partir da assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica entre os países referidos (1971). Questiona-se, prioritariamente, quais os conteúdos fundamentaram a elaboração do campo do urbanismo da RMPA, promovendo avanços em relação ao estudo de outros aspectos correntemente investigados pela historiografia sobre o tema. Argumenta-se que, para além de proposições meramente identificáveis como alcunhas populares, referências como as de cidade-dormitório e cidade-industrial foram pontos nevrálgicos de um projeto federal de planejamento das regiões metropolitanas enquanto locus de políticas desenvolvimentistas, por parte do Estado brasileiro, bem como de demandas da ordem política internacional, ligadas à concepção do chamado “terceiro mundo” e da disciplinarização dos chamados espaços “subdesenvolvidos”.
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danielle Lazarin Bidoia

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • associação da vitamina c com um novo e promissor derivado da vitamina k3 (jn034) como potencial arsenal quimioterapico na doença de chagas e na leishmaniose
  • A doença de Chagas e a leishmaniose são patologias que afetam milhões de pessoas em todo o mundo, principalmente em países em desenvolvimento. Os agentes quimioterápicos disponíveis para o tratamento destas infecções causam severos efeitos colaterais e possuem eficácia variável. Assim, diante da gravidade destas doenças, bem como das dificuldades envolvidas em seus tratamentos, a busca de novos ativos eficientes e menos tóxicos é urgentemente necessária. Neste sentido, as vitaminas têm sido muito estudadas contra várias doenças. Por exemplo, a vitamina K3, que é uma naftoquinona que apresenta atividade tripanocida e também antitumoral. A combinação desta vitamina com a vitamina C induz efeitos melhores, contra diferentes linhagens celulares cancerosas e contra o protozoário Trypanosoma cruzi, do que quando é utilizada sozinha. Efeitos esses, que têm sido atribuídos à capacidade desta associação provocar um aumento na geração de espécies reativas de oxigênio nestas células. Devido ao fato das naftoquinonas serem substâncias promissoras, novas naftoquinonas, como as derivadas da vitamina K3, têm sido investigadas. Resultados prévios obtidos pelo nosso grupo de pesquisa, mostrou que a associação da vitamina C com o composto JN034, um novo e promissor derivado da vitamina K3, apresentou excelente atividade contra as formas parasitárias de T. cruzi e Leishmania amazonensis, e baixa toxicidade sobre células de mamíferos. Assim, considerando a eficácia desta associação, o presente projeto dá continuidade à nossa linha de pesquisa e tem como objetivo contribuir para uma melhor compreensão da atividade biológica e os mecanismos de ação envolvidos na morte destes parasitos, através de análises por microscopia correlativa, técnicas espectrofluorimétricas e citometria de fluxo. Os resultados podem contribuir para o desenvolvimento de uma nova abordagem terapêutica, seja contra a doença de Chagas e/ou contra a leishmaniose.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danielle Soares Rocha Vieira

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • the anxiety inventory for respiratory disease (air): adaptação transcultural e investigação das propriedades psicométricas para uso no brasil em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica
  • Introdução: A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) acomete primariamente os pulmões, mas está associada a manifestações extrapulmonares significativas, dentre as quais se destaca a ansiedade. Esta condição mostra-se frequente entre os pacientes com DPOC e compromete a adesão ao tratamento assim como aumenta as taxas de exacerbações e hospitalização e o tempo de permanência hospitalar. Dessa forma, fazem-se necessários instrumentos específicos adequados para a identificação da ansiedade nessa população. Nesse contexto, a escala Anxiety Inventory for Respiratory Disease (AIR) foi desenvolvida pelo Prof. Yohannes e seu grupo de pesquisa, no entanto, ela não foi adaptada para uso no Brasil e suas propriedades psicométricas não foram investigadas. Objetivo: Realizar a adaptação transcultural e investigar as propriedades psicométricas da escala AIR para uso no Brasil em pacientes com DPOC. Métodos: Trata-se de estudo transversal de caráter metodológico que será dividido em duas etapas. Na primeira etapa, a escala será traduzida e adaptada com base nas etapas propostas por Beaton et al.: tradução inicial da escala do inglês para o português; síntese dos termos traduzidos na tradução inicial; retrotradução da escala para o idioma original; avaliação do instrumento traduzido por um comitê de especialistas; teste da versão pré-final para avaliar a clareza da escala, que nesse estudo será realizado com 30 a 40 pacientes com DPOC, os quais serão submetidos a avaliação da função pulmonar por meio de espirometria e, em seguida, entrevistados para a coleta de dados clínicos e sóciodemográficos, para a aplicação de escalas destinadas a caracterização da dispneia, nível de atividade física e impacto clinico da doença e da versão pré-final da escala AIR; e, por fim, será feita a submissão de todos os relatórios e formulários ao desenvolvedor do instrumento e ao comitê. Na segunda etapa, serão testadas as propriedades psicométricas da escala adaptada, incluindo a consistência interna, a confiabilidade teste-reteste, e a validade concorrente. Para isso, serão avaliados no mínimo 50 pacientes com DPOC recrutados de acordo com critérios de inclusão pré-definidos. Na primeira visita, serão realizados os mesmos procedimento da Etapa 1 e, além disso, os pacientes responderão outras duas escalas genéricas para a avaliação da ansiedade, a Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) e a Beck Anxiety Inventory (BAI). Adicionalmente, após 7 a 14 dias os pacientes responderão novamente a escala AIR. Analise Estatística: Na primeira etapa, os dados serão analisados de forma descritiva e será calculado o percentual de concordância entre os membros do comitê assim como o índice de validade de conteúdo para cada item da escala. Adicionalmente, será apresentado o percentual de itens classificados na avaliação da clareza das escala pelos pacientes. Na segunda etapa, a confiabilidade teste-reteste será avaliada por meio do teste t pareado ou Wilcoxon e serão utilizados o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) e o coeficiente de variação do método erro (CVME). Para avaliação da consistência interna, será utilizado o coeficiente alfa de Cronbach e para a análise da validade concorrente entre a AIR e as escalas HADS e BAI, será utilizada regressão linear e método de Bland-Altman. Resultados Esperados: Espera-se disponibilizar uma ferramenta aos profissionais de saúde, incluindo os fisioterapeutas, para que possam identificar a presença de sintomas de ansiedade nos pacientes com DPOC, possibilitando a referência para profissionais especializados, otimizando, assim, os resultados do tratamento. Além disso, busca-se consolidar o recém criado Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação (PPGCR) da UFSC e o Laboratório de Pesquisa em Fisioterapia Cardiovascular e Respiratória da UFSC (LACOR), formar recursos humanos no contexto da graduação e da pós-graduação, estabelecer parcerias interinstitucionais e internacionalizar o PPGCR.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danielle Xabregas Pamplona Nogueira

Ciências Humanas

Ciência Política
  • projeto de pesquisa para o desenvolvimento do curso autoinstrucional de conhecendo a família e a comunidade e de ações de pesquisa, extensão e difusão científica para o programa criança feliz.
  • Tendo em vista que o Formulário de Propostas C - Carga Horária de 37 a 40 horas não ofereceu ao proponente o quadro de Áreas de Conhecimento, o que é obrigatório para avaliação da proposta, o presente Resumo inicia-se com tais informações. Área de conhecimento predominante: Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano Áreas correlatas: Educação - Educação – Política Educacional – Ensino Aprendizagem - Métodos e Técnicas de Ensino e Tecnologia Educacional A proposta tem por finalidade realizar estudo e pesquisa que possibilite gerar subsídios para a criação de conteúdos e estratégias de ensino e aprendizagem motivadores e significativos para cursos de capacitação online dos gestores e profissionais públicos que atuam no Programa Criança Feliz do Ministério da Cidadania. Concomitantemente, a proposta visa implementar o curso Conhecendo a Família e a Comunidade, gerando informações para os estudos aplicados. A pesquisa visa obter compreensão em profundidade das questões estruturantes, técnicas e práticas, relativas à implementação do Programa Criança Feliz. Pretende-se também, identificar materiais didáticos, ferramentas tecnológicas e abordagens metodológicas adequadas para que os participantes possam se comprometer com o curso, determinar o seu ritmo e local de estudo, minimizando a evasão dos cursos. Espera-se que o curso Conhecendo a Família e a Comunidade, na modalidade EAD, seja criado a partir de materiais acessíveis, amigáveis e flexíveis, com carga horária estimada de 40 horas. Para sua validação, será oferecido um piloto no ambiente virtual de aprendizado do Ministério, com pessoas que fazem parte do público-alvo e atuam no próprio Ministério. Os conteúdos do curso estarão encapsulados em recursos multimídias, como hipertextos, telas interativas e vídeos, fomentando o desafio cognitivo do cursista, aumentando a atratividade das atividades e a porcentagem de participantes que completem o curso. Serão desenvolvidos dois tipos de atividades avaliativas, a avaliação formativa com exercícios de fixação para utilização ao longo do curso bem e a avaliação somativa, como exercícios de verificação de aprendizagem ao final do curso. Será desenvolvido, como proposição ao Ministério, um sistema de resgate de cursistas que estão em fase de abandono do curso. Também com o objetivo de redução da evasão, serão propostas metodologias informatizadas de preditibilidade da evasão. O prazo total de realização do projeto é de 6 meses e a equipe de realização dos trabalhos será estruturada contando com membros dedicados à pesquisa dos instrumentos de redução de evasão e de técnicos especializados no desenvolvimento de cursos EAD e de conteudistas qualificados na temática do curso. Integrará a equipe um gestor de projeto encarregado de acompanhar a execução das atividades segundo o cronograma estabelecido e o padrão de qualidade definido.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 10/01/2020-31/10/2020
Foto de perfil

Danillo Pinhal

Ciências Biológicas

Genética
  • investigação do papel da metilação de rna m6a na biogênese e processo de arm-switching de micrornas utilizando o zebrafish como modelo biológico.
  • O processo de arm-switching dos microRNAs (miRNAs) possui grande impacto na regulação gênica. Este processo ocorre devido à seleção diferencial dos braços 5p e 3p dos miRNAs que serão incorporados ao complexo miRISC durante o desenvolvimento ontogenético dos organismos, nos tecidos diferenciados ou mesmo entre diferentes espécies. Este fenômeno tem reconhecido impacto biológico, uma vez que os miRNAs 5p e 3p comumente atuam sobre processos biológicos distintos, e sua desregulação está associada a diversos tipos de câncer. Desta maneira, a correta expressão dos braços 5p e 3p dos miRNAs é fundamental para direcionar a adequada diferenciação celular nos variados tecidos. Até o momento, entretanto, não foram elucidados os mecanismos moleculares responsáveis pelo controle do arm-switching. Recentemente a metilação m6A foi descrita como um passo importante durante a biogênese dos miRNAs, servindo como sítio de reconhecimento da enzima DROSHA, responsável por clivar o pri-miRNA durante sua biogênese e determinar as porções finais dos miRNAs maduros. Considerando-se que esta metilação é capaz de alterar a estrutura secundária de RNAs mensageiros (mRNAs) e que a região do corte promovido pela DROSHA é influenciada pela estrutura secundária do pri-miRNA, a hipótese desta proposta é que a metilação m6A também poderia alterar a estrutura secundária do pri-miRNA, promovendo clivagens alternativas pela DROSHA. Sabendo-se que a seleção do braço canônico ocorre devido à maior instabilidade de sua porção 5', estas clivagens alternativas podem ser responsáveis pelo evento de arm-switching. Com o objetivo de testar esta hipótese, propõe-se a análise dos padrões de arm-switching e de metilação m6A de pri-miRNAs na espécie modelo Danio rerio (zebrafish). Adicionalmente, será avaliada a potencial influência da metilação m6A na seleção do braço canônico, a partir do knockout dos sítios de metilação e quantificação da expressão dos braços 5p e 3p. Estes experimentos ampliarão o conhecimento sobre o processo de biogênese e atividade regulatória de miRNAs durante o desenvolvimento de vertebrados.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Akio de Sousa Esashika

Ciências Agrárias

Agronomia
  • otimização da polinização artificial do maracujazeiro azedo pela aplicação do pólen via pulverização.
  • O cultivo do maracujazeiro (Passiflora edulis Sims) é uma atividade exercida principalmente pela agricultura familiar devido as constantes atividades manuais que as plantas necessitam. Dentre as atividades que mais demandam mão-de-obra na cultura do maracujazeiro destaca-se a polinização manual. Essa prática é empregada para aumentar a produtividade da cultura, porém apresenta aspectos limitantes como: elevada demanda de mão-de-obra; exposição dos trabalhadores à condições climáticas desgastantes por ser realizada no início da tarde; menor eficiência em dias chuvosos e em dias de baixa umidade relativa do ar. Nesse contexto, inovações a polinização da cultura impactam tanto as condições de trabalho das pessoas envolvidas nas atividades de polinização como também na produtividade da cultura. A polinização pode ser otimizada pela pulverização do pólen nas flores, prática que pode apresentar maior rendimento por trabalhador, diminuindo o tempo para realização da polinização, e ainda ser realizada com soluções químicas que viabilizem a polinização mesmo em condições climáticas desfavoráveis. Entretanto, a estrutura do pólen pode sofrer injúrias da solução de pulverização em que estiver imerso, sendo necessário primeiramente encontrar soluções químicas aptas à pulverização que não danifiquem os grãos de pólen e viabilizem a emissão do tubo polínico. Posteriormente é necessário identificar quais soluções químicas para pulverização do pólen proporcionam os maiores índices de polinização bem-sucedida. Assim, este projeto tem como objetivo principal formular soluções químicas que viabilizem a polinização da cultura através da pulverização dos grãos de pólen nas flores de maracujazeiro azedo. A pesquisa será executada a partir de dois experimentos em laboratório e dois em campo, parcialmente interdependentes. Os estudos em laboratório contemplarão condições de exposição dos grãos de pólen às soluções químicas e avaliação da sua integridade estrutural e da sua capacidade de emitir tubo polínico. Dos experimentos em laboratório serão selecionados, pelo menos, três soluções químicas que propiciem a manutenção da viabilidade do pólen. Por fim, estes produtos serão testados em plantas mantidas a campo, selecionando-se pólen de diversas plantas do pomar, misturando-os às soluções químicas, para então serem pulverizados nos estigmas de flores de maracujazeiro. Serão avaliadas a eficiência de polinização, a qualidade dos frutos e a viabilidade econômica. Participam do projeto O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e a Embrapa Cerrados, um importante centro de pesquisa da cultura do maracujazeiro. O projeto tem vigência de três anos e será parcialmente executado nas instalações do IFTO. Espera-se, com os resultados desse projeto, contribuir efetivamente para aumentar a produtividade dos pomares de maracujazeiro, propiciando melhores condições de trabalho aos envolvidos na atividade de polinização.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - TO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Bandini Ribeiro

Ciências Biológicas

Ecologia
  • projeto noleedi (fogo no idioma kadiwéu) – efeito do fogo na biota do pantanal sul-mato-grossense e sua interação com os diferentes regimes de inundação
  • O fogo pode ser considerado um distúrbio ao meio ambiente que pode prejudicar algumas e beneficiar outras espécies. Ambos resultados dependerão da época, intensidade e frequência sendo que seu uso indiscriminado tem levado à grandes prejuízos ambientais em escala global. Por outro lado, os incêndios naturais são componentes integrais dos ecossistemas e, tradicionalmente, povos indígenas têm utilizado o fogo para manejo das culturas e para caça. Portanto, existe uma demanda urgente de definição da época e intensidade ideias de prescrição do fogo em locais sob diferentes condições ambientais como por exemplo, regimes de inundação. A ação do fogo em áreas de inundação ainda é pouco conhecida. Um dos efeitos é que a combinação do fogo com a inundação pode produzir efeitos nas plantas em comunidades florestais como diminuição da diversidade das espécies. O fogo pode ainda mediar a distribuição das espécies ao longo do gradiente de inundação e interferir no tipo de resposta que as espécies podem apresentar ao gradiente. A investigação do manejo prescrito do fogo, considerando a interação com a inundação, poderá avaliar se há um incremento na ciclagem de nutrientes, na regeneração natural das espécies da flora e qual o seu efeito na fauna. Apesar de existirem importantes iniciativas no contexto do manejo do fogo, as respostas não podem ser extrapoladas para o país, ainda mais quando se considera a interação com regimes de inundação e o seu contexto em Terras Indígenas. Desta maneira, existe a necessidade da obtenção de dados localmente para se estabelecer um protocolo de queima controlada. Assim, o presente projeto pretende investigar os efeitos do fogo e inundação na biodiversidade a fim de estabelecer um protocolo da melhor época de queima controlada para atender a uma demanda dos povos indígenas Kadiwéus no Pantanal e Cerrado em parceria com o PREVFOGO/IBAMA. Assim, esta proposta pretende construir de maneira cooperativa um protocolo de queima controlada e uma metodologia simplificada para avaliar os impactos dos incêndios não controlados na biota que sejam bem fundamentados do ponto de vista científico. Estes protocolos serão produzidos com participação de todos os atores envolvidos no processo e por ações de integração que incluem um workshop com participação de agentes do estado, pesquisadores e populações indígenas. Desta maneira, a presente proposta pretende fortalecer a gestão pública de incêndios florestais através dos seguintes objetivos: (1) gerar dados sobre os efeitos do fogo na Biota de acordo com demandas dos atores que já estão envolvidos com estas atividades (Ibama, Populações indígenas); (2) Verificar a interação da influência de diferentes padrões de inundação com os efeitos do fogo sobre alguns grupos da biota em uma área ecótone do Cerrado com o Pantanal Sul- matogrossense; (3) Criar de forma cooperativa com o envolvimento de agentes do Estado, populações indígenas e pesquisadores um protocolo de manejo do fogo e também um protocolo de avaliação de impactos de incêndios na Biota; (4) avaliar o manejo do fogo como uma estratégia de restauração passiva que favoreça a regeneração natural, além de identificar traços que permitam selecionar espécies com potencial para serem utilizadas na restauração de ecossistemas sujeitos a incêndios e inundações de modo a garantir recursos para a manutenção da fauna e o sucesso no recrutamento de novos indivíduos e prever o efeito de diferentes regimes de fogo sobre a reprodução de espécies-chave da flora utilizadas pela comunidade indígena. Os grupos avaliados serão aves, mamíferos, borboletas frugívoras e plantas vasculares. Estes grupos foram escolhidos devido a sua importância para as populações locais, por serem bons indicadores de perturbação e também por serem os grupos monitorados pelo programa “Monitora” do ICMBio, programa de monitoramento de biodiversidade em UCs. Todos os grupos serão amostrados antes e depois da queima em duas condições de regime de inundação (maior e menor), sendo testado o efeito do fogo em três tratamentos, além de um controle: (1) fogo precoce (antes do auge da seca); (2) fogo modal (no auge do período seco); (3) fogo tardio (após o auge da seca). Estes tratamentos serão estabelecidos blocos de 1200 X 1200m que serão divididos em quatro áreas de igual tamanho onde a disposição dos tratamentos no bloco será sorteada. Será feito o controle da temperatura/intensidade do fogo durante os episódios de queima com o auxílio de um termômetro pirômetro infravermelho. Além disso, também iremos medir a altura da chama e a velocidade de propagação como medidas adicionais de intensidade do fogo. Investigaremos o efeito dos diferentes regimes de fogo e inundação sobre variáveis da biota de riqueza, abundância, composição, diversidade, desenvolvimento estrutural, fenologia reprodutiva de espécies de plantas de interesse da comunidade, sua produtividade e germinação de sementes, além do efeito sobre parâmetros físico-químicos do solo. Os resultados poderão servir de base para outras regiões do Pantanal, Terras Indígenas que tenham essa mesma demanda e demais áreas úmidas continentais do Brasil e do mundo. Os resultados do projeto irão ser amplamente divulgados por diversas ações de comunicação incluindo releases jornalísticos, podcasts temáticos e material impresso. O Público alvo das ações de comunicação incluirá populações indígenas da região, população das cidades do entorno, órgãos públicos ligados ao meio ambiente e população do MS em geral.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 01/01/2019-31/10/2021
Foto de perfil

Danilo de Menezes Daloso

Ciências Biológicas

Botânica
  • regulação dos movimentos estomáticos de angiospermas e monilófitas: abordagens metabolômicas, fisiológicas e morfoanatômicas.
  • Estômatos são estruturas epidérmicas foliares constituídos de duas células-guarda que envolvem um poro. A abertura e o fechamento deste poro regulam o influxo de CO2 atmosférico para fotossíntese bem como o efluxo de água via transpiração. Resultados recentes do nosso grupo de pesquisa demonstraram que a sacarose induz o fechamento estomático em altas concentrações, sugerindo que este metabólito seria um sinal das células mesofílicas para o fechamento estomático em períodos de altas taxas fotossintéticas. No entanto, permanece obscuro em quais situações ambientais este mecanismo ocorreria. Além disso, não há um consenso a respeito da importância desse metabólito na regulação dos movimentos estomáticos em linhagens de plantas vasculares primitivas, como as monilófitas (samambaias). Neste sentido, evidências iniciais sugeriram que os estômatos das monilófitas são irresponsivos a variações ambientais como mudanças na concentração de CO2. Por outro lado, resultados recentes refutam esta hipótese e sugerem que os estômatos das monilófitas são capazes de fechar o estômato em respota a mudanças na concentração de CO2 porém em menor velocidade, sugerindo haver uma regulação diferencial entre estes distintos grupos evolutivos de plantas. No entanto, não se sabe se esta resposta envolve algum componente metabólico. Visto que as taxas fotossintéticas das monilófitas são notadamente menores do que as encontradas nas angiospermas, nós hipotetizamos que a menor velocidade de fechamento estomático encontrada nas monilófitas deve-se, ao menos em parte, à uma menor capacidade destas plantas em produzir sacarose e/ou outros metabólitos oriundos da fotossíntese. Cabe ressaltar que a regulação estomática é um processo complexo que envolve inúmeros componentes. Dessa forma, além de realizar uma extensa caracterização fisiológica e metabólica, nós iremos analisar a importância das diferenças anatômicas encontradas entre os estômatos de angiospermas e monilófitas para a regulação dos movimentos estomáticos bem como faremos análise da expressão de genes que são reconhecidos de fazerem parte da rota de sinalização do fechamento estomático induzido por alto CO2. Assim, este projeto, ao mesmo tempo em que busca identificar mecanismos metabólicos de regulação estomática em angiospermas (Vigna unguiculata L. Walp e Nicotiana tabacum L.), visa investigar se os mesmos são conservados em plantas vasculares mais primitivas (Microsorum scolopendria e Phlebodium aureum). Diferentes experimentos serão realizados a fim de elucidar o comportamento estomático, associado com as mudanças metabólicas em folhas, sob diferentes condições de luz e CO2.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Elias Xavier

Ciências Biológicas

Genética
  • estudo molecular de mecanismos emergentes de resistência bacteriana em bacilos gram-negativos a antimicrobianos de última linha
  • A utilização de antimicrobianos para o tratamento de infecções bacterianas tem sido ameaçada pela emergência e disseminação da resistência antimicrobiana, representando um problema de saúde pública global. Patógenos como os bacilos gram-negativos (BGNs) exibindo resistência a múltiplas classes de antimicrobianos, como às fluoroquinolonas, aos aminoglicosídeos e aos β-lactâmicos, incluindo cefalosporinas e carbapenêmicos, tem emergido e rapidamente se disseminado por todo o mundo, restringindo as opções terapêuticas contra infecções causadas por esses patógenos. Os carbapenêmicos foram as últimas drogas antimicrobianas promissora a serem introduzidas na prática clínica em meados da década de 1980, porém, a prevalência de bacilos gram-negativos resistentes aos carbapenêmicos atingiu cifras alarmantes durante as duas últimas décadas com a emergência e disseminação de bactérias produtoras de carbapenemases. Como última opção para tratamento de infecções causadas por BGN-MDRs, incluindo aqueles produtores de carbapenemases, tem-se utilizado cada vez mais as polimixinas. Contudo, o crescente uso das polimixinas tem resultado na seleção e emergência de BGNs exibindo resistência a essas drogas, principalmente as espécies da família Enterobacteriaceae, Acinetobacter baumannii e Pseudomonas aeruginosa. Os mecanismos adaptativos e adquiridos de resistência às polimixinas envolvem principalmente os sistemas de regulação da expressão gênica de dois componentes (TCS, do inglês: two-component systems) e a expressão do gene plasmidial mcr que codifica para uma fosfoetanolamina transferase que levam à modificação do LPS com a adição de grupos animas catiônicos, como o 4-animo-arabinose (L-Ara4N) e/ou fosfoetanolamina (PEtN), ao lipídio A e ao Kdo (ceto-deoxi-octulosonato) do LPS. A elucidação e conhecimento sobre os mecanismos de resistência bacteriana emergentes, bem como, seus mecanismos de disseminação, é parte das ações acordadas como prioridade para barrar o surgimento e disseminação de resistência antimicrobiana, prevenção de infecções, uso racional de antimicrobianos, desenvolvimento de novas drogas antimicrobianas e testes de diagnóstico. Considerando os aspectos acima relatados, essa proposta de pesquisa objetiva a caracterização genética e molecular de mecanismos emergentes de resistência bacteriana a antimicrobianos de última linha para o tratamento de infecções causadas por BGNs, como os carbapenêmicos e as polimixinas, exibida por isolados de BGN de importância médica e tange sobre i) a investigação da atividade de carbapenemase em variantes de β-lactamases ADC-like de Acinetobacter baumannii; ii) pesquisa de determinantes genéticos associados à diminuição da sensibilidade e mecanismos de dependência de Acinetobacter baumannii às polimixinas; iii) papel do sistema de regulação gênica CrrAB no alto grau de resistência à polimixina em Enterobacteriacea e iv) estudo da mobilidade de plasmídeos que carregam o gene mcr de resistência às polimixinas.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Danilo Lustrino Borges

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • papel da leptina no metabolismo de proteínas musculares
  • Embora seja bem estabelecido que a leptina, um hormônio produzido pelo tecido adiposo, exerça ações centrais inibindo a ingestão alimentar e aumentando o gasto energético, a demonstração de que este hormônio e seus receptores também são expressos na musculatura esquelética indicam que a leptina pode ser capaz de regular o metabolismo muscular. De fato, foi observado que o tratamento in vivo com leptina atenuou a perda de massa muscular observada em camundongos obesos, no entanto os mecanismos responsáveis por esta ação anticabólica são pouco conhecidos. Assim, o principal objetivo deste projeto é esclarecer os efeitos da estimulação leptinérgica na regulação das taxas de síntese e degradação proteica em músculos tipicamente oxidativos (soleus) e glicolíticos (extensor longo dos dedos, EDL) de ratos. Para tal, músculos de ratos em condições normais e atróficas serão incubados com diferentes concentrações de leptina e a proteólise total, atividade dos sistemas proteolíticos dependente de Ca2+, lisossomal e dependente de ubiquitina-proteassoma bem como a taxa síntese proteica serão mensuradas. As possíveis ações anabólicas e/ou anti-catabólicas da leptina serão associadas com o conteúdo proteico dos marcadores dos sistemas proteolíticos assim como da via de sinalização downstream da AKT, uma enzima chave no metabolismo de proteínas musculares. Uma vez que o sistema nervoso simpático (SNS) é capaz de regular o metabolismo proteico muscular e o tratamento com leptina modula o fluxo autonômico, será também avaliado se o SNS é capaz de mediar as ações da leptina no metabolismo de proteínas em músculos esqueléticos. Dessa forma, os animais serão submetidos à cirurgia de adrenodemedulação, isto é, remoção da porção medular da adrenal ou desnervação simpática lombar e então tratados com leptina. Posteriormente, os músculos serão coletados e as taxas de síntese e degradação proteicas serão mensuradas. Em conjunto, acreditamos que a compreensão dos mecanismos básicos de controle do metabolismo de proteínas pela leptina poderá vir a ser útil no desenvolvimento de estratégias terapêuticas para a prevenção ou tratamento da perda de massa muscular, além disso poderá fornecer informações acerca de um eixo envolvendo tecido adiposo - sistema nervoso - músculo esquelético para o controle da massa muscular e consequentemente do status energético.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Manzani

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • termometria óptica em capilares preenchidos com vidros luminescentes: um microdispositivo óptico de temperatura
  • Este projeto de pesquisa tem como principal pilar de desenvolvimento o estudo sistemático de vidros e vitrocerâmicas opticamente ativos para aplicações práticas no desenvolvimento de microdispositivos para detecção óptica de temperatura. A medida de temperatura é uma das mais importantes variáveis nas diferentes áreas de pesquisa, bem como para o controle de processos biológicos e industriais. A proposta do projeto visa o desenvolvimento de um microtermômetro óptico sensor de temperatura usando fibras ópticas microestruturadas e/ou capilares de sílica, ambos com uma de suas extremidades preenchidas com o material luminescente sensor. Vidros dopados com íons lantanídeos serão utilizados para o preenchimento dos capilares (material fundido), e também dispersos na forma de pó em matrizes poliméricas e/ou em híbridos organico-inorgânicos a fim de obter um compósito vidro-TR/polímero para preenchimento. Alguns íons lantanídeos apresentam níveis de energia termicamente acopláveis quando aquecidos (pequena diferença de energia entre os estados excitados f), possuindo assim uma dependência térmica da luminescência, como é o caso do Er3+. Este, quando excitado no infravermelho em 980 nm, através de mecanismos de conversão ascendente de energia (up-conversion), emitem duas componentes no visível em ~ 520 nm e 540 nm, as quais, por serem termicamente acopláveis, carregam informações sobre a temperatura do meio no qual o material dopado está contido. Com base neste princípio e no intuito de prover funcionalidade e aplicabilidade desses materiais, esses serão inseridos em fibras e capilares para criar um microdispositivo óptico sensor de temperatura através da integração da fonte de excitação (LED 980 nm) e do fotodetector (espectrômetro portátil) às fibras e/ou capilares preenchidos com o material sensor. O desenvolvimento de microdispositivos integrados para detecção de temperatura é desejável para aplicações em sistemas, dispositivos e/ou processos que operem em micro-escalas. Por fim, o projeto visa o fortalecimento da nova linha de pesquisa em materiais inorgânicos e vítreos instalada no IQSC-USP e, consequentemente, a formação de recursos humanos especializados na área de química inorgânica de materiais e ciência dos vidros.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Marcondes de Souza Neto

Ciências Humanas

Ciência Política
  • parcerias estratégicas? os processos de articulação de países latino-americanos frente à expansão da otan e da ocde
  • O fim da Guerra Fria e os diferentes processos decorrentes desse novo marco temporal da política internacional trouxeram novos desafios para a atuação tanto de organizações internacionais quanto de Estados-nacionais, inclusive aqueles localizados na América Latina. Nesse novo contexto, muitas das organizações criadas no período da Guerra Fria, como a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento (OCDE), por exemplo, precisaram redefinir ou adaptar a sua atuação nesse novo momento da política internacional. Da mesma forma, na América Latina, esse também foi um momento de adaptação e muitas vezes redefinição das estratégias de política externa dos Estados da região, inclusive no que diz respeito à busca por adesão ou não a organizações internacionais, tanto dentro quanto fora do sistema das Nações Unidas. Nesse contexto de readaptações, merece destaque a atuação da OTAN e da OCDE, pela importância dessas duas organizações em diversas áreas da política internacional e pela forma como essas organizações têm se relacionado com os Estados latino-americanos. Tendo isso em mente, a pesquisa ora proposta visa analisar os diferentes padrões de interação de países latino-americanos com essas organizações. Em particular, a investigação se propõe a examinar como Brasil e Colômbia se articulam frente aos processos de expansão da OTAN e da OCDE, bem como os fatores e condições contemporâneas que permitem ou constrangem o engajamento de países latino-americanos com essas organizações.
  • Escola Superior de Guerra - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Rheinheimer dos Santos

Ciências Agrárias

Agronomia
  • programa conexus - sistemas biodiversos para inclusão social e qualidade ambiental no bioma pampa: conexões entre a abordagem nexus e o programa quintais sustentáveis
  • O Brasil é signatário de importantes acordos mundiais nas agendas da biodiversidade, mudanças climáticas e redução da pobreza. Para concretizar as metas é fundamental aliar produção econômica e conservação ambiental, o que pode ser planejado a partir da abordagem Nexus, aliando segurança hídrica, energética e alimentar. O bioma Pampa possui características sociais e naturais que exigem atenção. Entre os principais gargalos para o desenvolvimento estão pobreza rural e supressão de áreas naturais. O objetivo geral do presente projeto é promover a inserção da abordagem Nexus no Bioma Pampa, desenvolvendo conhecimento e tecnologias sociais, com ênfase em arranjos multiestratos e biodiversos, para efetivação da segurança hídrica aliada à segurança energética e alimentar, com valorização da biodiversidade regional e adequação ambiental. O recorte proposto são as famílias dos assentamentos da reforma agrária no Pampa, assistidas pelo Projeto Quintais Sustentáveis, cooperação entre UFSM, INCRA e demais instituições, efetivada de 2012 a 2016. Somente nesse bioma, o projeto envolveu 1769 famílias em 204 assentamentos de 46 municípios. A partir da matriz de dados do Sistema Integrado de Gestão Rural (SIGRA), somadas a informações de campo e de sensoriamento remoto, serão elaborados cenários atuais e futuros. Após interpretação, será feita caracterização da problemática socioambiental para qualificação de necessidades, recomendações e potenciais intervenções para incorporar a abordagem Nexus. A segurança hídrica será direcionada para recuperação de nascentes e matas ciliares, aumento da infiltração de água no solo, redução de escoamento superficial, aumento de acesso à água e tecnologias sustentáveis. Na questão energética serão abordadas variáveis de acesso, eficiência de consumo, volume de produção de lenha, instalações elétricas e potencial para inclusão de fontes alternativas, com ênfase na fotovoltaica. Na questão alimentar, será enfocado o fortalecimento/enriquecimento dos quintais sustentáveis, a inclusão de espécies da biodiversidade regional e criação animal de base agroecológica. Esses sistemas serão estruturados para melhoria da qualidade e disponibilidade hídrica, aumento da cobertura do solo, autossuficiência em produção de lenha, produção de alimentos e criação animal de base agroecológica, diversificação, fortalecimento dos serviços e produtos da sociobiodiversidade, geração de renda, entre outros. O mote agregador das três seguranças serão os sistemas biodiversos e possibilidades de espacialização nos lotes: enriquecimento dos quintais estabelecidos, recuperação de APPs, formação de RL, condução da regeneração e enriquecimento de áreas em fases sucessionais iniciais, potencial para aumento de fluxo gênico entre remanescentes e áreas produtivas. Está previsto o resgate de conhecimento tradicional sobre biodiversidade regional para inclusão de espécies nativas de usos múltiplos. A definição de arranjos, espécies, espacialização e necessidades de capacitação será feita de forma participativa com as famílias, por meio de reuniões e oficinas. Serão definidos os lotes a receberem unidades demonstrativas, cuja implantação será por meio de mutirão, com assistência direta da equipe do projeto. Como forma de empoderamento e apropriação pela comunidade, Indicadores específicos para os eixos do Nexus serão delimitados para monitoramento das ações propostas. Será efetuada análise do desempenho das intervenções, juntamente com elaboração de soluções de continuidade, apropriação das tecnologias geradas pelo grupo social e capilaridade junto às demais famílias assentadas. A divulgação/popularização do conhecimento e tecnologias gerados será feita por meio de material promocional (folders, banners, boletim informativo), apostilas educacionais (para ações de capacitação), divulgação em veículos de comunicação regionais e comunitários, dias de campo, artigos científicos, etc. será possível o desenvolvimento de dissertações e teses. Produtos e soluções esperados: aumento da resiliência nos sistemas produtivos, maior eficiência em uso da água, aumento de cobertura do solo e de recarga de águas subterrâneas, desenvolvimento de tecnologias sociais mais eficientes no uso de água e energia elétrica, autossuficiência na produção de lenha, novos produtos da biodiversidade regional, aumento da segurança nutricional, definição dos melhores arranjos de sistemas biodiversos para a realidade abordada, maior número de assentados aderindo às tecnologias e proposições geradas, desenvolvimento de indicadores adaptados ao bioma Pampa.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Danilo Rodrigues Pereira da Silva

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos da dinamização da sala de aula sobre a função cognitiva, desempenho escolar e indicadores de saúde em jovens: um ensaio clínico aleatorizado por cluster
  • Introdução: Evidências recentes têm destacado o comportamento sedentário como um problema de saúde pública com impacto na saúde fisiológica e psicológica. Tem sido reportado o efeito do sedentarismo no comprometimento do desenvolvimento estrutural e funcional do cérebro, com impacto nas funções cognitivas das crianças. Considerando que uma das principais manifestações do comportamento sedentário em jovens ocorre no ambiente de sala de aula, não há evidências sobre estratégias efetivas para combater o tempo sedentário nesse local especificamente, no contexto dos países de renda média e baixa. Objetivo: Analisar o impacto de uma intervenção para dinamização da sala de aula sobre a função cognitiva, desempenho escolar e indicadores de saúde em jovens. Métodos: O presente estudo será um ensaio clínico controlado com amostragem por cluster conduzido no âmbito escolar. Quatro turmas do 4° ano do Ensino Fundamental de uma escola pública serão divididas em: 1) grupo experimental (duas turmas) e 2) grupo controle (duas turmas). A intervenção será conduzida um ano letivo será centrada na dinamização da sala de aula, de modo a possibilitar que os alunos estejam menos tempo sentados durante as aulas. As atividades serão realizadas pelos próprios professores regulares, porém serão guiadas por um material didático de apoio. Serão avaliados o nível de atividade física (acelerometria), o tempo sentado (inclinometria), desempenho acadêmico (avaliação nas disciplinas regulares) e a função cognitiva (teste de Stroop e blocos de Corsi) como variáveis primárias. Indicadores antropométricos de adiposidade e a pressão arterial sistólica e diastólica serão também avaliados. Todas as variáveis serão analisadas na linha de base, na metade e no fim do ano letivo. Resultados esperados: Os resultados desta investigação poderão ser relevantes para a concepção de novas estratégias de organização pedagógica da sala de aula que tenham impacto no dispêndio energético, no desempenho acadêmico e nas funções cognitivas dos alunos.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danilo Seithi Kato

Ciências Humanas

Educação
  • educação para a biodiversidade na formação inicial de professores: a comparação entre seis estudos de casos em universidades brasileiras
  • O presente projeto de pesquisa propõe-se a constituir uma rede de pesquisadores dispostos a investigar aspectos teóricos e metodológicos da formação de professores de Ciências e Biologia e sua relação com a educação para a biodiversidade. A proposta tem como ponto de partida a investigação sobre as relações entre as propostas pedagógicas das Instituições de Ensino Superior (IES) selecionadas, e as reflexões sobre aspectos sócio científicos controversos, locais e globais, que envolvem o conceito científico de biodiversidade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em Educação do tipo estudo de caso, em que seis professores formadores, bem como as instituições em que trabalham, foram selecionados para subsidiar a investigação dos processos formativos e seus desdobramentos nas propostas de ensino produzidas por licenciandos em Ciências/Biologia. As seis IES estão localizadas em diferentes regiões do país, assim o estudo poderá fornecer informações relevantes sobre como o conceito de biodiversidade está inserido na formação de professores em diferentes biomas brasileiros. Espera-se ainda, como resultado, a elaboração de intervenções de ensino envolvendo questões da biodiversidade local, no formato de sequências didáticas para ensino Fundamental e Médio, que incluam os diálogos entre os saberes populares locais e o conceito científico em questão. A pesquisa está fundamentada nos pressupostos teóricos que discutem a interculturalidade no ensino de ciência, bem como nas representações dos sujeitos sobre as relações entre Ciências, Sociedade, Tecnologia e Ambiente. Assim, busca-se discutir o uso dos temas controversos sociocientíficos e a exploração de sua dimensão transversal e interdisciplinar como dispositivo metodológico de ensino e aprendizagem do conceito de biodiversidade. Essa pesquisa tem como foco a busca das seguintes perguntas: Como o conceito de biodiversidade é abordado na formação de professores das seis IES escolhidas? Quais as percepções dos licenciandos em Ciências e Biologia, que atuam em diferentes biomas brasileiros, sobre a importância dos aspectos culturais locais para o ensino do conceito de biodiversidade? Quais contradições, controvérsias e embates sócio-políticos das diferentes regiões/biomas brasileiros são possíveis de ser desvelados a partir das narrativas produzidas pelos licenciandos e quais as relações destes aspectos com o ensino do conceito de biodiversidade?
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 01/06/2020-31/05/2021
Foto de perfil

Danniel Ferreira de Oliveira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • ligas cu-al-mn com memória de forma ferromagnética: obtenção e propriedades
  • As ligas com efeito de memória de forma (EMF) são uma família de materiais metálicos que, mesmo após serem deformados pseudoplasticamente, demonstram a habilidade de retornar a uma forma previamente definida, desde que submetidos a um processo termomecânico apropriado. Dentro do grupo de ligas que apresentam a habilidade para recuperar a forma, estão às ligas Heusler com memória de forma magnética. As ligas Heusler com composição estequiométrica X2YZ apresentam características como a capacidade de se tornarem ferromagnéticas quando submetidas a uma fonte de calor, mesmo sendo compostas de elementos não magnéticos, apresentam também um efeito magnetoestrictivo gigante (transição estrutural devido à influência de um campo magnético), elasticidade e um efeito de memória de forma, entre outros. Suas propriedades dependem diretamente dos elementos constituintes, bem como da composição e dos tratamentos térmicos a que são submetidas. Esses sistemas são atraentes por causa da considerável mudança em suas propriedades magnéticas, tais mudanças podem ser feitas alterando a ordem química, substituindo um ou mais componentes por outros átomos, realizando tratamento mecânico, dentre outros. As ligas com memória de forma ferromagnética (LMFF) que podem ser controladas por campo magnético têm atraído consideravelmente o interesse para aplicações como atuadores magnéticos. O efeito memória de forma nas ligas ferromagnéticas ocorre de forma reversível, quer pelo rearranjo de variantes de martensita, quer pela indução da transformação de fase austenita-martensita sob um campo magnético aplicado. Materiais que podem mudar reversivelmente sua dimensão quando na aplicação de campos externos, como é o caso de campos magnéticos, estão sendo requeridos para uso como atuadores ou sensores, transdutores e materiais funcionais em muitas aplicações. Diversos estudos são encontrados nesta área a fim de conhecer as propriedades magnéticas de ligas ferromagnéticas e o efeito memória de forma a partir da aplicação do campo magnético, dentre as mais comumente encontradas e que é foco de análise no presente projeto, temos as ligas do sistema CuAlMn. O comportamento ferromagnético destas ligas, provavelmente, ocorre devido às interações dos átomos Mn-Mn. Diz-se que o comportamento magnético dessas ligas são extremamente sensíveis à distância entre os átomos de Mn. As vantagens da liga com EMF baseada em Cu incluem entre outras características, alta temperatura de transformação, baixo custo de produção, facilidade nos processos de fabricação e capacidade de variar as propriedades alcançadas através de modificações na liga e no processamento. As ligas à base de cobre com EMF produzidas por fundição convencional são bastante frágeis. Esta fragilidade está relacionada com sua grande anisotropia elástica, tamanho de grão grande e forte dependência da deformação de transformação com a orientação. Para contornar essa limitação, as ligas à base de cobre são modificação com adição de refinadores de grão para melhorar a ductilidade destas ligas. Alguns estudos realizados em ligas com EMF à base de cobre descobriram que o refinamento de grãos pode melhorar até certo ponto a ductilidade e a resistência à fadiga destas ligas. Mas após o refinamento de grãos, o movimento da interface entre a martensita e a austenita torna-se difícil e, a quantidade reversível de martensita diminui e a histerese de transformação aumenta o que torna uma degradação das propriedades de memória de forma das ligas. Estudos recentes relacionados à obtenção de estruturas de grãos colunares via solidificação unidirecional, tem contornado essa limitação das propriedades mecânicas das ligas à base de cobre. As ligas com EMF obtidas por solidificação apresentam excelentes propriedades de memória de forma, alta plasticidade e superelasticidade. Neste sentido, o presente projeto tem como objetivo estudar a influência da solidificação unidirecional nas propriedades termomecânicas e magnéticas de ligas Cu-Al-Mn e Cu-Al-Mn-Ti-B com memória de forma ferromagnética.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danton Diego Ferreira

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • processamento estatístico de sinais aplicado a smart grids
  • A presente proposta tem como principal objetivo desenvolver metodologias para a aplicação de processamento estatístico de sinais (PES) a Smart Grids. Dentre as ferramentas de processamento estatístico de sinais, serão exploradas na presente proposta as técnicas Análise de Componentes Principais (PCA – Principal Component Analysis), Análise de Componentes Independentes (ICA – Independent Component Analysis) e Estatísticas de Ordem Superior (HOS – Higher-order Statistics). Estas ferramentas tem em comum a boa capacidade de: (i) lidar com dados de alta dimensão; (ii) extrair informações relevantes (geralmente escondidas) de sinais elétricos; (iii) decompor sinais em componentes isolados; (iv) estimar parâmetros e (v) projetar filtros adaptativos. As metodologias a serem desenvolvidas terão foco de aplicação nas tão faladas redes inteligentes, ou “Smart Grids”, num contexto de geração distribuída (GD). As redes inteligentes devem possuir um conjunto de funções básicas que permitam a modernização da infra-estrutura elétrica, dentre as quais destacam-se: (1) capacidade de auto-reconfiguração; (2) ser tolerante a falhas, resistindo a ataques de hackers; (3) permitir a integração de todas as opções de fontes de energia e de armazenamento; (4) permitir a otimização dinâmica da operação da rede; (5) permitir a participação ativa dos consumidores; e (6) melhoria da confiabilidade, qualidade de energia, segurança e eficiência do sistema de energia. Algumas destas funções, não são evidentemente novas, pois a infraestrutura de energia sempre contou com tecnologias inteligentes para a sua operação, controle e proteção, etc., porém neste novo cenário de grande penetração de geração distribuída e dispersa, será necessário envidar esforços em pesquisas e no desenvolvimento de novas tecnologias para a solução dos problemas que já começam a aparecer nas redes. Neste contexto, as principais contribuições do presente projeto são: (i) o desenvolvimento de um sistema de classificação de causas de afundamentos de tensão; (ii) desenvolvimento de um sistema de detecção de ilhamento; (iii) desenvolvimento de um método de extração de componentes harmônicos, sub-harmônicos e inter-harmônicos e (iv) a proposta de uma metodologia para compressão de sinais.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Danusa Munford

Ciências Humanas

Educação
  • argumentação e a construção de oportunidades de aprendizagem em aulas de ciências dos anos finais do ensino fundamental: relações entre dimensões espaço-temporais em turmas com diferentes trajetórias
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Dany Flávio Tonelli

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • inovação colaborativa no setor público: diretrizes de um modelo de avaliação de impacto
  • A inovação colaborativa constrói-se como síntese de discussões realizadas de inovação no setor público, governança colaborativa e cocriação. É com o intuito de dar sequência ao que foi iniciado por meio de esforços de investigações anteriores que se pretende preencher uma lacuna, a qual se refere à necessidade por tornar o conhecimento teórico em métodos viáveis de avaliação de impacto e de difusão da cultura da inovação colaborativa junto a tomadores de decisão no âmbito público. O problema foi formulado com base na seguinte pergunta norteadora: como avaliar o impacto nos resultados de experiências de inovação colaborativa na administração pública federal por meio de um modelo que possa ser útil para gestores públicos na condução das iniciativas inovadoras? Para responder a essa questão, o principal objetivo é identificar e investigar experiências de inovação colaborativa no âmbito da Administração Pública federal, propondo diretrizes gerais para avaliação dessas experiências quanto ao impacto em termos de melhoria da capacidade de entrega de valor público e de eficiência administrativa. O estudo envolve abordagens teórica, qualitativa e quantitativa. Na abordagem teórica uma possibilidade para elaboração do modelo de análise prévia, previsto no primeiro objetivo específico, se dá por meio da aplicação de metanálise. Os resultados desse estudo teórico nortearão a coleta de dados de campo, a qual será realizada a partir da identificação de casos de inovação colaborativa na administração pública federal que estejam acessíveis à investigação qualitativa e ao levantamento de dados quantitativos. Isso vai permitir a investigação acerca do impacto produzido por tais iniciativas sobre a eficiência. Por fim, o estudo pretende produzir um material que possa auxiliar gestores públicos a realizarem avaliações do impacto da adoção de inovações colaborativas no meio público, contribuindo para a difusão de práticas de gestão mais eficazes.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022