Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Dimas Alan Strauss Rambo

Engenharias

Engenharia Civil
  • compósitos cimentícios reforçados com tecido de sisal: desenvolvimento, caracterização mecânica e tratamento do reforço com nano sílica e descamação
  • O presente projeto tem como objetivo avaliar os efeitos do reforço têxtil de sisal no desempenho mecânico à tração de compósitos cimentícios delgados. Para a produção dos compósitos serão empregados tecidos convencionais de sisal (sem tratamento) e tecido tratados com nano sílica e descamação (peeling). Uma matriz com substituição parcial de cimento por metacaulinita será empregada afim de evitar a degradação do tecido vegetal em meio a matriz alcalina. Ambos os materiais, matrizes e tecidos, serão caracterizados química e fisicamente antes da produção dos compósitos, visando determinar as contribuições isoladas de cada um no desempenho mecânico final do material. Além dos ensaios mecânicos à tração aplicados aos compósitos, microscopia eletrônica de varredura será empregada afim de avaliar a interface sisal/matriz e constatar a eficácia dos tratamentos. Com os resultados obtidos será possível estabelecer as equações constitutivas dos materiais estudados a fim de empregá-las em simulações em elementos finitos visando a aplicação destes compósitos em elementos da construção civil.
  • Universidade São Judas Tadeu - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dimas Tadeu Covas

Ciências da Saúde

Medicina
  • inct em células-tronco e terapia celular no cancer
  • A presente proposta constitui a continuidade e a ampliação das atividades do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Células Tronco e Terapia Celular, um dos INCT criados pelo CNPq/FAPESP em 2008. Naquela oportunidade, propusemos o desenvolvimento de um extenso programa de pesquisas básicas e clínicas para entender, isolar, cultivar e usar terapeuticamente as células-tronco somáticas e pluripotentes, que também previa o estudo de células-tronco neoplásicas, em particular as associadas às leucemias e aos linfomas. Considerando a evolução do conhecimento científico sobre as células-tronco neoplásicas que culminaram na proposta de um novo modelo de oncogênese segundo o qual existem múltiplas subpopulações de células-tronco tumorais (CTT) que exibem maior ou menor dominância na massa tumoral ao longo da evolução da doença, decidimos nesta proposta isolar, cultivar e caracterizar células tumorais individuais (single cell analysis) e estudar o microambiente tumoral com o objetivo de melhor compreender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que levam a gênese do câncer. Adicionalmente, pretendemos realizar terapias inovadoras contra o câncer, incluindo a imunoterapia e a nanomedicina, que deverão originar estudos pré-clínicos e clínicos em diversas de neoplasias. Para executar este ambicioso plano de pesquisa, reunimos especialistas e instituições com comprovada experiência científica nas áreas envolvidas: biologia celular e molecular, genética, imunologia, hematologia, oncologia, biologia de sistemas e bioinformática, química de proteínas, engenharia química e de materiais e veterinária. A participação dos pesquisadores principais e colaboradores será feita de forma integrada e complementar, fruto do entendimento de que o câncer é um problema complexo que somente poderá ser abordado eficientemente de forma multidisciplinar. A produção científica destes pesquisadores no tema “terapia celular”, durante o período de execução do projeto (2009-2014) foi de mais de 470 artigos publicados em revistas indexadas o que representa um acréscimo de mais de 50% quando comparado ao período de cinco anos anterior ao INCTC; foram publicados 7 livros, 11 capítulos de livros e depositadas 5 patentes. Foram concluídas 66 dissertações de mestrado, 72 teses de doutorado e 34 pós-doutorados. Também foram concedidas, com recursos do projeto, 28 bolsas de pós-doc júnior, 59 bolsas de Desenvolvimento Técnico Industrial (DTI), 19 bolsas de Apoio Técnico e 20 bolsas de IC. As bolsas concedidas durante o andamento do projeto foram essenciais para o êxito das propostas. A presente proposta reúne 15 PIs, de 7 instituições, com expressiva produção acadêmica, destacando-se a publicação de 1358 artigos em revistas indexadas com 14.084 citações e índice h de 56, constituiu um dos melhores grupos de pesquisa com células-tronco, terapia celular e câncer do país - reunida de forma integrada para trabalhar um problema desafiador, como é o câncer, possibilitará um grande avanço científico capaz de colocar o país em posição de destaque no cenário internacional. De forma, geral, o conjunto de estudos na área de pesquisa básica envolve o isolamento e caracterização de células tumorais e células-tronco tumorais que serão estudadas em nível detalhado por ferramentas de: transcriptoma, genômica, epigenômica, citômica e proteômica que permitem a integração da biologia de larga escala e abordagem sobre sistemas biológicos. A proposta científica compreende três grandes áreas: 1) Estudos básicos para o entendimento da biologia do Câncer; 2) Desenvolvimentos de novas abordagens terapêuticas com foco em imunoterapia e 3) Estudos pré-clínicos e clínicos. As atividades educacionais voltadas ao ensino básico são coordenadas pela Casa da Ciência e serão amplamente divulgadas principalmente no seu portal educacional que permite acesso interativo pelos professores, alunos e pós-graduandos envolvidos no projeto. Também serão realizadas atividades no Museu e Laboratório de Ensino de Ciência localizado no Campus USP-RP. Estas atividades ainda têm o suporte da TV Hemocentro que é um centro de produção de mídias, composto por estúdio de televisão, edição e produção. A área educacional e de divulgação da ciência mantém inúmeros programas de formação e de iniciação científica voltada para professores e alunos do ensino fundamental e médio, como por exemplo o programa “Adote um Cientista” no qual alunos de pós-graduação são os tutores de pequenos grupos de alunos de nível médio e fundamental com o objetivo de discussão e estudo de temas de biologia que são temas das pesquisas realizadas pelo centro. O ensino de Pós-graduação estrito senso também tem sido desenvolvido como parte do programa de disseminação de conhecimentos e formação de pessoal. Em 2010, foram organizados dois cursos ligados ao Departamento de Clínica Médica e ministrado por pesquisadores do INCTC. O curso de mestrado e doutorado em “Oncologia Clínica, Celulas-Tronco e Terapia Celular” e o curso de mestrado profissional em “Hemoterapia e Biotecnologia”. As atividades de inovação serão ampliadas com apoio da Agência de Inovação-USP e da SUPERA - Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto. Desde 2005, 15 empresas foram incubadas na unidade da Incubadora localizada no Hemocentro. Recentemente, as duas unidades da SUPERA foram incorporadas que reúne todas as empresas incubada. Adicionalmente, serão desenvolvidas novas ações visando o desenvolvimento tecnológico e a sua transferência para o setor produtivo. Por fim, as atividades de internacionalização, em conjunto com o programa de pesquisa, disseminação e difusão de ciência e de transferência de tecnologia, formam os pilares do INCTC. Esta proposta conta com onze colaboradores internacionais, comprometidos com a equipe. Esta proposta pretende manter um forte e estreito vínculo com instituições parceiras do exterior, realizando reuniões presenciais e virtuais, além de fortalecer o intercâmbio entre pesquisadores e alunos.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Dinorá Eliete Floriani

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • embeddedness como determinante subnacional de investimento estrangeiro direto (ied)
  • Neste estudo, considera-se a necessidade de que, além da perspectiva subnacional e da análise da distribuição subnacional do Investimento Estrangeiro Direto a partir de determinantes econômicos e institucionais tradicionais, se considere o Embeddedness como uma vantagem adicional que as Empresas Multinacionais (MNE) devem considerar em suas estratégias de localização em mercados emergentes. Assim, objetivo desta pesquisa é analisar de que modo o Embeddedness configura as estratégias de empresas multinacionais (MNE) em nível subnacional em países emergentes. Para alcançar esse objetivo, pretende-se: identificar os principais indicadores dos determinantes de IED nos estados brasileiros; estimar os determinantes subnacionais de IED no Brasil; investigar o papel do Embeddedness nas estratégias das MNE. Espera-se capturar a influência de fatores que vão além dos pressupostos clássicos de atributos de mercado e da qualidade das instituições. Este estudo adota uma perspectiva subnacional, uma vez que os mercados emergentes podem apresentar marcadas diferenças internas em termos de desenvolvimento e ambientes de negócios complexos. Com base em uma abordagem holística e multidimensional, a pesquisa busca captar as interrelações entre local, espaço e firma, por meio da incorporação do Embeddedness ao conjunto de determinantes tradicionais de IED. A pesquisa é caracterizada como exploratório-descritiva, com uma abordagem mista. Na etapa quantitativa, investigam-se os determinantes subnacionais de IED no país. Na etapa qualitativa, desenvolvem-se múltiplos estudos de caso com subsidiárias de MNE cuja entrada no Brasil se deu em uma localidade não central (fora de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais) e/ou que relocaram seu investimento para esse tipo de Estado periférico, em que os determinantes tradicionais parecem estar menos presentes, a não ser quando se recorre à noção de Embeddedness. Para tal utilizar-se-á o caso de Santa Catarina, estado não central que vem atraindo MNE como BMW e Azimut Yachts. Espera-se, como principais resultados: (a) demonstrar os indicadores que melhor descrevam os determinantes de IED em nível subnacional no Brasil, (b) estimar os determinantes de IED em nível subnacional no país; (c) como técnica de confirmação e de conhecimento exploratório, relacionar os indicadores com estudos de casos em subsidiárias de MNE estrangeiras, considerando o papel do Embeddedness em suas estratégias em nível subnacional. Argumenta-se que o Embeddedness pode mediar a importância dos determinantes tradicionais e criar um ambiente subnacional mais favorável em comparação ao contexto nacional, podendo levar as MNE a investirem em regiões onde os determinantes de localização tradicionais não são evidentes. Contribui-se para o desenvolvimento da Teoria da Multinacional, nomeadamente com o Paradigma Eclético, destacando-se a importância do Embeddedness como vantagem adicional de localização no nível subnacional em países emergentes como o Brasil.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diógenes de Souza Bido

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • medidas e modelos da aprendizagem nas organizações: incorporando a aprendizagem a partir das falhas e erros
  • As definições de aprendizagem organizacional (AO) não citam os erros passados como fontes potenciais de aprendizagem, isto é, "Tratam sempre de aprendizagens genéricas/abstratas, sugerindo que os respondentes aprendem de forma contínua [...] (CORREIA-LIMA et al., 2017, p.509)". Além disso, algumas análises são inapropriadas (exploratórias quando deveriam ser confirmatórias) e modificam a estrutura fatorial original da escala de mensuração. Em terceiro lugar, algumas pesquisas colocam como consequentes da AO variáveis que não têm relação direta com ela, desconsiderando-se a necessidade de mediadores, que expliquem por meio de que processo a aprendizagem se converte em desempenho, por exemplo. Assim, esta pesquisa tem dois objetivos principais: Revisar as definições conceituais e operacionais, incorporando a aprendizagem a partir dos erros; Elaborar e testar modelos estruturais que permitam avaliar a validade concorrente e nomológica dos construtos operacionalizados. Para atingir esses objetivos são propostas as seguintes etapas: (i) Levantar os erros, falhas e incidentes (resumidamente, erros) recorrentes nas organizações de um setor específico, registrando a frequência e a gravidade de suas ocorrências; (ii) agrupar esses erros; (iii) elaborar itens que tenham relação com as aprendizagens que podem ocorrer a partir desses erros; (iv) testar empiricamente a validade e confiabilidade desses itens, revisando as definições conceituais dos construtos, de modo que haja coerência entre as definições conceituais e operacionais (validade de conteúdo); (v) propor e testar relações entre esses construtos e seus antecedentes e consequentes.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diógenes Soares Moura

Outra

Robótica, Mecatrônica e Automação
  • a robótica como ferramenta motivadora para a área das ciências da natureza
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Diogo Antonio Tschoeke

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • mineração do resistoma (genes de resistência a antibióticos) e de genes produtores de antibióticos em metagenômas públicos utilizando predição padrão e aprendizado de máquina
  • A partir da biodiversidade de biomas é possível desenvolver novos medicamentos para o tratamento do câncer e de infecções microbianas. Gerando a necessidade de projetos inovadores que permitam a descoberta de novos microrganismos e genes com aplicação em saúde pública, além da utilização de metodologias de mineração de dados que possam ser empregadas no tratamento de doenças que acometem nossa população. Ambientes submetidos a variados graus de impacto antropogênico se mostram importantes fontes de genes de resistência e bactérias resistentes, além de outros organismos patogênicos. Um modo de estudar a diversidade de microrganismos por técnicas independentes de cultivo é a metagenômica, pois se sabe que no ambiente apenas uma pequena porcentagem das espécies de microrganismos pode ser cultivada. Identificar, catalogar e analisar a diversidade de microrganismos continua a ser um desafio. Nesse contexto, a metagenômica aparece como método capaz de contribuir para o estudo e conhecimento da taxonomia, fisiologia e genética de microrganismos ainda não cultiváveis (patogênicos ou não), apresentando-se inclusive como uma alternativa para a descoberta de novas enzimas, novos antibióticos e vias metabólicas. Os Antibióticos são umas das classes de drogas mais prescritas mundialmente. Em 2010, mais de 70 bilhões de doses clínicas de antibióticos foram administradas em todo o mundo, sendo que as bactérias podem se tornar resistentes à ação dos antibióticos por diferentes mecanismos. A rápida evolução da resistência aos antibióticos em bactérias e sua distribuição nos diferentes ambientes é um conhecido problema de saúde mundial. A subutilização e o uso excessivo de antibióticos geram uma incessante pressão seletiva sobre os genes relacionados com a resistência. O estudo da diversidade e da distribuição dos determinantes de resistência entre populações bacterianas e genomas pode ajudar a entender melhor como a resistência aos antibióticos se desenvolve. Pesquisas que visam a descoberta de novos antibióticos enfrentam dificuldades, porém antibióticos de inspiração natural salvaram milhões de vidas e desempenharam um papel fundamental na medicina moderna. No entanto, o surgimento de patógenos resistentes aos medicamentos está superando a taxa em que novos antibióticos clinicamente úteis estão sendo descobertos. Tradicionalmente, o solo e os ambientes marinhos fornecem um rico reservatório a partir do qual diversos esqueletos químicos podem ser descobertos. Recentemente o microbioma humano tem sido reconhecido também como um nicho promissor a partir do qual metabólitos secundários com potencial terapêutico começaram a ser isolados, podendo levar ao desenvolvimento de novas modalidades terapêuticas. Na ausência de novas terapias, prevê-se que as taxas de mortalidade devido a infecções intratáveis aumentem mais de dez vezes até 2050. A falta de novos agentes antibacterianos em desenvolvimento para infecções por bactérias multirresistentes é uma preocupação crescente, uma das estratégias que tem desempenhado um papel importante no projeto de drogas auxiliadas por computador, como, por exemplo, o desenho de agentes antimicrobianos (bacterianos/fúngicos) usando métodos baseados em ligantes e receptores para selecionar compostos candidatos, é o aprendizado de máquina que combina elementos de diversas disciplinas, como estatística, teoria da informação e probabilidade. Tem uma abordagem diferente: em vez de regras de "codificação rígida", como em sistemas especialistas, as relações são inferidas a partir do conjunto de dados. Um modelo é desenvolvido e então aplicado a novos dados não vistos para prever o resultado de interesse. Desta maneira objetivamos identificar genes de resistência a antimicrobianos, genes produtores de antibióticos e microrganismos patogênicos em metagenômas públicos utilizando abordagens padrão e de aprendizado de máquina. Selecionaremos metagenomas públicos disponíveis na secção SRA do GenBank e de outras bases contendo dados metagenômicos serão utilizadas, como, por exemplo: NCBI/ENV, iMicrobe, MG-RAST e IMG/M para identificação de patógenos, genes com potencial biotecnológico, genes de virulência e de resistência a antimicrobianos, utilizando perfis HMM e o BLAST, tanto nos metagenomas quanto nos genomas montados a partir do metagenoma. Para a análise utilizando aprendizado de máquina empregaremos o programa DeepARG, objetivando a identificação e mineração de genes de resistência a antibióticos. Adicionalmente, desenvolveremos modelos a partir de técnicas de aprendizado de máquina com o objetivo de identificar e prever a resistência bacteriana a antibióticos e de produção de antibióticos. Para esta etapa, algoritmos como regressão logística, redes neurais probabilísticas e máquinas de vetores de suporte poderão ser empregados na modelagem. Esperamos explorar, identificar e caracterizar os perfis dos ambientes onde é possível encontrar microrganismos patogênicos bem como obter maiores informações e evidências sobre a evolução dos genes em patógenos que apresentam resistência, além da dispersão e emergência desses organismos no ambiente, reservatórios e o papel do microbioma no contexto da saúde humana. Integrando as temáticas da biodiversidade, genômica, pós-genômica, metagenômica, saúde e aprendizado de máquina.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Aparecido Lopes Silva

Engenharias

Engenharia de Produção
  • avaliação do ciclo de vida (acv) de processos de manufatura para o fortalecimento do banco nacional de inventários do ciclo de vida (sicv brasil): desenvolvimento de procedimento e estudos de caso
  • Promover a produção sustentável é um dos principais desafios da Gerência de Produção, e para isso, tem se mostrado importante o desenvolvimento de estudos envolvendo a Gestão do Ciclo de Vida de produto. Neste sentido, se destaca a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), que se trata de uma técnica holística para a avaliação do desempenho ambiental de produtos, serviços e também de processos de fabricação, sendo que para este último, se destaca o emprego da recente metodologia CO2PE! Inititiative - Unit Process Life Cycle Inventory (UPLCI). Diversos estudos têm sido realizados nos últimos anos envolvendo o uso do UPLCI para a avaliação ambiental de processos de fabricação, todavia, escassas são as iniciativas envolvendo a sua utilização para o fortalecimento de bancos de dados de ACV. Esses bancos de dados são essenciais para a viabilização de estudos de ACV na indústria, e no Brasil, apenas em 2016 foi publicado o Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida – SICV Brasil. O SICV Brasil é um banco de dados que publica inventários relacionados aos mais diversos produtos oriundos do setor produtivo nacional, contudo, ele dispõe ainda de poucos inventários publicados e disponíveis para acesso pela comunidade interessada na temática de ACV. Assim, a publicação de inventários de processos de fabricação se mostra como uma essencialidade para se buscar superar tal lacuna, visto que o dispêndio de tempo e de recursos para a geração de inventários de processo se mostra potencialmente reduzido, em contrapartida aos inventários convencionais publicados pelos bancos de dados de ACV. Assim, o objetivo geral deste projeto será o de pesquisar e desenvolver um procedimento para mapear processos de fabricação com base na metodologia UPLCI e na sua adaptação frente aos critérios de qualidade previstos no guia Qualidata, do SICV Brasil. Para a obtenção de tal objetivo, as seguintes atividades serão realizadas: 1) desenvolver um procedimento para mapear processos de fabricação com base no UPLCI, e na sua adaptação frente aos critérios de qualidade previstos no guia Qualidata; 2) testar o uso do procedimento em estudos de caso diversos; e 3) gerar novos inventários que sejam elegíveis para publicação no SICV Brasil. Após desenvolvido o referido procedimento, 04 estudos de caso serão realizados em diferentes indústrias de manufatura situadas na região de Sorocaba/SP, visando a geração de novos inventários de processos de fabricação. Os inventários gerados servirão como um resultado piloto da aplicação do procedimento desenvolvido, sendo que ao final do projeto, uma análise crítica será conduzida para a validação e posterior publicação do procedimento obtido como anexo ao guia Qualidata. Portanto, os resultados do estudo poderão apontar para ações e perspectivas que possam colaborar para o fortalecimento do SICV Brasil, e consequentemente, para o fortalecimento da ACV no Brasil.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Berta Pitz

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • dns e les de escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas utilizando métodos espectrais
  • Escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas ocorrem entre os discos de compressores de turbinas a gás, e são historicamente difíceis de se estudar tanto numericamente quanto experimentalmente. Nesses sistemas, a parte externa da cavidade encontra-se geralmente a uma temperatura mais elevada do que a parte interna, o que, combinado com a ação da força centrífuga induzida pela rotação do sistema, faz com que o gradiente de temperatura seja instável. Assim, o escoamento é inerentemente transiente e suscetível a transições entre diferentes estados, além do fato de se tratar de um escoamento turbulento. Para se estudar o comportamento das camadas limite formadas próximo aos discos e às superfícies cilíndricas da cavidade, é desejável utilizar simulações numéricas de alta fidelidade, como DNS e LES, que requerem preferencialmente métodos de discretização espacial de alta ordem. Neste projeto, pretende-se utilizar um método de elementos espectrais para estudar escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas. O proponente trabalhou com este tema ao longo do seu doutorado, o qual trouxe a tona diversas questões não esclarecidas a respeito desses escoamentos, como qual o papel das forças de Coriolis e de efeitos de compressibilidade sobre as estatísticas do escoamento, e de que forma as energias cinética e potencial do escoamento são geradas, transportadas e dissipadas. Adicionalmente, o projeto prevê a implementação de ferramentas de simulação numérica envolvendo o operador resolvente, que apresenta grande potencial para controle de escoamento. Os métodos aqui aplicados e as ferramentas desenvolvidas possuem ampla aplicação na área de dinâmica dos fluidos computacional, podendo ser estendidas a outros problemas, principalmente no contexto de simulações numéricas de alta fidelidade.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo José Horst

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • “síntese e dopagem de materiais bidimensionais por cvd – mos2 e óxido de grafeno”
  • Neste projeto pretende-se estudar a síntese e dopagem de materiais bidimensionais por chemical vapor deposition - CVD utilizando MoS2 e óxido de grafeno com mudanças nos parâmetros experimentais aplicados. O efeito da metodologia de síntese aplicada e parâmetros experimentais na morfologia, tamanho de partícula, uniformidade da amostra e as propriedades térmicas e optoeletrônicas dos filmes serão avaliados. Todas as amostras serão caracterizadas por técnicas de análise de microscopia, espectroscopia, calorimetria e capacidade eletrônica De acordo com resultados preliminares obtidos serão escolhidas terras raras para dopar o sensor em nova síntese, objetivando assim otimizar sua capacidade sensora, buscando aplicações de interesse tecnológico. A sensibilidade dos materiais na forma de circuito flexível e também capacitor será verificada através de uma ponte de Wheatstone em corrente contínua ou corrente alternada, através de sua propriedade resistiva, assim comprovando o uso destes materiais como circuito, sensor, resistor ou capacitor.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 19/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Diogo Menezes Costa

Ciências Humanas

Arqueologia
  • ecoarqueologia histórica no engenho do murutucu: uma perspectiva amazônida
  • Durante o desenvolvimento do projeto “Sítio Escola Engenho do Murutucu: Uma Arqueologia dos Subalternos” de 2014 a 2016, as áreas identificadas e selecionadas no sítio arqueológico Engenho do Murutucu para pesquisa foram: em 2014 a Senzala e Lixeira do sítio, em 2015 a Casa Grande e a Fábrica de Açúcar e Aguardente, e em 2016 a parte externa da Senzala e o final da Lixeira do sítio; além de uma delimitação da área do sítio externa as estruturas edificadas através de prospecções em transect. Com este trabalho foi feita uma primeira classificação espacial e temporal dos vestígios arqueológicos presentes no sítio, e que compõem por sua vez uma coleção de dados coletados sobre a área em pesquisa para que, de forma descritiva possa estabelecer em um segundo momento as direções de investigação a serem seguidas, e melhores exploradas em campanhas posteriores com a intervenção em áreas selecionadas. As intervenções nas áreas identificadas e selecionadas do sítio arqueológico Engenho do Murutucu não foram extensivas, e tiveram por prerrogativa mais a caracterização do pacote arqueológico e recuperação de informação sobre os artefatos e estruturas neles localizados. A recuperação destas informações através de escavações controladas foi responsável pelo estabelecimento de correlações entre os vestígios exumados, e também com os dados externos inferentes ao sítio. Esta etapa, foi realizada em campo através da exumação dos vestígios e estudo dos seus contextos, assim como a coleta do maior número possível de dados informativos ainda em campo. O resultado obtido com esta etapa de exploração arqueológica, de certas áreas do sítio, gerou um grande volume de dados que foram transportados ao laboratório para ser realizada uma etapa de análise e posterior interpretação. A análise dos dados coletados em campo do sítio arqueológico Engenho do Murutucu foram realizadas através da correlação entre similaridades e diferenças estabelecidas entre as propriedades dos dados coletados em campo e os atributos inferidos a estes dados através de dados externos ao campo, e obtidos em pesquisa de gabinete. Por sua vez, os dados analisados em laboratório derivaram em uma série de padrões estabelecidos por suas variáveis e constantes próprias que levaram a interpretação através da compilação e divulgação destes resultados. Os resultados obtidos em laboratório sobre a análise dos dados coletados em campo foram fundamentais para o estabelecimento de certas interpretações na forma de um conjunto de novas informações sobre o referido sítio, e se o caso, de novas investigações a serem realizadas em campo. A compilação e divulgação dos resultados obtidos no sítio arqueológico Engenho do Murutucu foi transformada em uma série de trabalhos finalizados, ou em fase de finalização tanto no meio acadêmico como não acadêmico. Estes trabalhos resultaram em artigos, relatórios técnicos, projetos de pesquisa, dissertações de mestrado, trabalhos de conclusão de curso, projetos de iniciação científica, projetos de extensão e apresentações em eventos. Outro resultado obtido com a pesquisa foi também a formação de uma coleção única de dados materiais informativos sobre o modo de vida cotidiano de segmentos marginalizados/esquecidos da sociedade colonial e pós, que através de sua expressão material possuem uma presença que pode ser investigada por gerações posteriores. Este legado tanto em produto pronto ou dado bruto, é a singularidade desta inovadora pesquisa. Através do novo projeto intitulado “Ecoarqueologia Histórica no Engenho do Murutucu: Uma Perspectiva Amazônida” pretende-se ampliar este conhecimento já adquirido, por meio de uma nova abordagem que enfoque agora as relações ecológicas ocorridas entre os diferentes coletivos constituintes e ocupantes do espaço do sítio com o meio ambiente da área. Esta investigação ocorrerá através da seleção do novos locais de intervenção, agora orientados para entender as relações humanas e não-humanas acontecidas no sítio, e pelo emprego de uma leitura aqui chamada de ecoarqueologica, onde não só as ações humanas sobre o meio ambiente são entendidas, mas também as respostas ambientais do meio a estas ações são estudadas. Para isto propõem-se seguir uma nova exploração do sítio em três outras fases: Primeiro, para caracterizar os elementos indicadores não-humanos na área do sítio, como por exemplo a biota presente no sítio hoje, a geomorfologia da área atual, etc; Segundo, para identificar as ações humanas causadoras de impacto ecológico na área, como por exemplo, a inserção de fauna e flora exóticas, a canalização de recursos hídricos, etc; E terceiro, para pesquisar as respostas ambientais das ações humanas na área, tanto positivas como negativas, e estabelecer uma cronologia e espacialidade para estes eventos não-humanos. Desta forma, o projeto “Ecoarqueologia Histórica no Engenho do Murutucu: Uma Perspectiva Amazônida” é tanto uma continuidade do projeto “Sítio Escola Engenho do Murutucu: Uma Arqueologia dos Subalternos” já realizado. Quanto também, uma nova abordagem com problemática, execução e resultados inovadores e originais esperados para o estudo de sítios arqueológicos do período histórico na Amazônia brasileira.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Menezes Ferrazani Mattos

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • projeto sec-iot:segurança de redes virtualizadas para internet das coisas
  • As restrições computacionais e de consumo de energia de objetos conectados à Internet das Coisas não os permitem oferecer serviços de redes mais complexos do que o simples envio de dados. Este projeto propõe a criação de um serviço complexo de rede através da integração dos objetos da Internet das Coisas com uma nuvem computacional e a posterior interação de objetos conectados com uma blockchain. Para tanto, o projeto propõe a criação de uma infraestrutura ágil e efetiva de virtualização de funções de rede para a Internet das Coisas, com o objetivo de prover domínios isolados de objetos conectados. A proposta desenvolve um nó de acesso que virtualiza os domínios em que os objetos se conectam à infraestrutura. Os serviços complexos de rede propostos variam da proteção dos objetos conectados à identificação de ações maliciosas em redes coorporativas através da aplicação de mecanismos de aprendizado de máquina. Plataformas de desenvolvimento de aplicações de blockchain são avaliadas para serem integradas em um cenário de Internet das Coisas. Um novo modelo de consenso para blockchain é proposto para diminuir a sobrecarga de processamento e garantir o funcionamento da tecnologia mesmo em cenários de baixo poder computacional. O projeto foca na formação de recursos humanos, visando o estado da arte de tecnologias em áreas estratégicas para o Brasil. Os temas correspondem a dissertações de mestrado, projetos de fim de curso e futuras teses de doutorado de alunos que são recrutados pelos professores da equipe do projeto.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Onofre Gomes de Souza

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • inct para doenças cerebrais, excitoxicidade e neuroproteção
  • Muitas doenças que afetam o SNC tanto de forma aguda (AVC, hipóxia, convulsão e traumatismo cerebral) quanto em doenças crônicas neurodegenerativas (como doença de Alzheimer – DA, doença de Parkinson - DP, epilepsias, esclerose múltipla e neuromielite óptica) apresentam a excitotoxicidade como um dos mecanismos envolvidos em sua patogenia. Excitotoxicidade pode ser definida como um desequilíbrio na transmissão sináptica envolvendo neurotransmissores excitatórios, em particular o glutamato. Uma estimulação excessiva do sistema glutamatérgico, em consequência do aumento de glutamato na fenda sináptica, é uma situação extremamente prejudicial à atividade cerebral. Uma cascata complexa de eventos bioquímicos é desencadeada com duração de segundos e minutos após o episódio excitotóxico agudo, incluindo a entrada maciça de Ca2+ em células neurais, causando estresse oxidativo, disfunção mitocondrial e modulação de vias de sinalização celular, que geram respostas adaptativas, inflamatórias ou morte de células. Inúmeros estudos apontam forte envolvimento entre disfunção das sinapses glutamatérgicas e a produção anormal de beta-amilóide na DA, bem como do envolvimento de receptores glutamategicos NMDA na epileptogênses e redes neurononais aberrantes. Entretanto, ainda há muitas lacunas no conhecimento sobre os mecanismos exatos envolvidos nas alterações/morte de células neurais observado nas doenças cerebrais, o que prejudica sobremaneira os avanços na descoberta de estratégias terapêuticas efetivas para estas doenças. Assim, acredita-se que a descoberta desses mecanismos que levam à morte celular no SNC deveria ser permanentemente e profundamente buscada em todos os alvos moleculares da cascata de eventos e em todas as fases das doenças cerebrais, proporcionando o desenvolvimento de novas formas estratégias farmacológicas/não farmacológicas de tratamento e prevenção. Dentre as doenças cerebrais, AVCs constituem a segunda causa de morte no mundo e constituem a principal causa de lesões neurológicas incapacitantes e duradouras no continente americano. Em 2015 estimam-se cerca de 18 milhões de novos casos de AVCs e, em 2030, 23 milhões de novas ocorrências. Considerando a alta incidência de AVCs e sua importância como causa de morbidade e mortalidade no Brasil, o Ministério da Saúde, através da Portaria nº. 665, de 12 de abril de 2012, dispõe sobre os critérios de habilitação dos estabelecimentos hospitalares como Centro de Atendimento de Urgência aos Pacientes com AVC, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), institui o respectivo incentivo financeiro e aprova a Linha de Cuidados em AVC, reforçando a relevância do tema. As demências apresentam uma crescente taxa de prevalência na população principalmente devido ao aumento expectativa de vida dos indivíduos, uma vez que o seu aparecimento está relacionado ao envelhecimento. A AD representa mais de 60% dos casos de demência, sendo patologicamente caracterizada pela deposição das placas amilóides, pelos emaranhados neurofibrilares e pela gliose. Projeta-se que o numero de pessoas com demência dobre a cada 20 anos atingindo 65,7 milhões em 2030. O numero total de novos casos no mundo a cada ano é de aproximadamente 7,7 milhões, uma média de um novo caso a cada 4 segundos. A excitotoxicidade, na base desta e outras demências, também envolve altos níveis. sinápticos de glutamato ou, em alguns casos, níveis normais, mas alta sensibilidade dos receptores glutamatérgicos (e.g. receptores NMDA). Em ambos os casos, nos estágios iniciais do processo degenerativo há disfunção glial, que leva a perda da conectividade sináptica e excitotoxicidade e, nos estágios mais avançados, há neuroinflamação, onde a patologia beta-amilóide é causa e consequência. A presente proposta contida neste Instituto abrange, além do AVC e as demências, outras doenças cerebrais associadas à excitotoxicidade e a distúrbios da neurotransmissão que serão abordadas pela alta relevância social e econômica, devido à alta taxa de mortalidade ou incapacitação gerada, como as epilepsias, o traumatismo cerebral, a doença de Parkinson, a hipóxia neonatal, a esclerose múltipla e várias doenças metabólicas e hereditárias que levam ou predispõem à excitotoxicidade. Nestas doenças, há a necessidade de aprofundar a compreensão dos mecanismos envolvidos em todos os seus estágios, para detectar sinais bioquímicos precoces da doença (biomarcadores), para acompanhar a progressão do tratamento ou mesmo para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Diversos grupos de pesquisa no Brasil, em especial os participantes desta rede, vêm nas últimas décadas estudando e contribuindo para o entendimento da neurobiologia da excitotoxicidade e dos possíveis mecanismos de neuroproteção, abordando aspectos básicos e clínicos em pacientes e em modelos experimentais de doenças cerebrais, incluindo a isquemia cerebral, as epilepsias, as demências, a doença de Parkinson, a neuromielite óptica, as doenças metabólicas e as desordens associadas ao desenvolvimento. Este INCT vai ampliar a formação de recursos altamente qualificados no tema, num ambiente multidisciplinar; vai proporcionar a interação entre a pesquisa básica, a pesquisa clinica, de fato numa abordagem translacional da excitotoxicidade; vai dar continuidade à tarefa de inclusão de grupos emergentes de pesquisa no tema que precisam de apoio e cooperação; vai direcionar propor e avaliar estratégias preventivas e terapêuticas para combater ou amenizar essas doenças cerebrais que cursam altas taxas de mortalidade e incapacitação. Nossa proposta visa contribuir ao bem estar de pacientes e seus familiares, bem como reduzir os elevados custos econômicos e sociais das doenças cerebrais. O conhecimento gerado estará associado à formulação de uma proposta sócio-educativa junto à população, principalmente através da rede escolar e de saúde pública, enfatizando a importância da saúde cerebral, particularmente associada às situações excitotóxicas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Diogo Seibert Lüdtke

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • combinando reagentes organozinco com cátions vinílicos estabilizados por heteroátomos
  • Nos últimos anos, nosso grupo de pesquisa tem se dedicado com sucesso ao desenvolvimento de metodologias sintéticas utilizando reagentes organozinco. As principais vantagens dessas espécies são a sua alta tolerância a grupos funcionais e características de reatividade que podem ser moduladas pela interferência de ligantes externos, estrutura do substrato e/ou condições reacionais. Motivados por essa reatividade peculiar, nosso grupo tem descrito na literatura uma variedade de reações estereosseletivas empregando reagentes organozinco tais como arilações catalíticas assimétricas de aldeídos, arilações diastereosseletivas de aldeídos quirais oxigenados e nitrogenados, bem como aplicações das metodologias desenvolvidas nas sínteses de produtos naturais e moléculas biologicamente relevantes. Dentro desse contexto e visando a expansão da química de reagentes organozinco, o foco de estudo da presente proposta é a utilização de cátions vinílicos estabilizados por heteroátomos como eletrófilos para a formação de novas ligações carbono-carbono. Dentre estes, podem ser destacados os cátion vinílicos estabilizado por nitrogênio (sais de cetenimínio) e cátions estabilizados por selênio. A efetiva execução desse projeto em alto nível abrangerá estudos do desenvolvimento de novos métodos sintéticos, elucidação de mecanismos reacionais, com compreensão da etapas determinantes da seletividade, utilizando métodos experimentais e computacionais. Espera-se também que os resultados obtidos sejam de impacto, uma vez que o tema de atuação da proposta é em uma área de pesquisa de ponta no cenário internacional, portanto almeja-se que os resultados obtidos sejam divulgados em congressos nacionais e no exterior e originem publicações relevantes, em periódicos de prestígio e alto impacto .
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Teruo Hashimoto

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • associação genômica de snps com genótipos resistentes a doenças no tambaqui (colossoma macropomum)
  • O tambaqui (Colossoma macropomum), natural das bacias do rio Amazonas e do rio Orinoco, possui características zootécnicas favoráveis ao sistema de cultivo e boa aceitação de mercado, sendo o principal peixe nativo produzido pela aquicultura nacional. Contudo, há poucos estudos de melhoramento genético e associação genômica com características de interesse produtivo para esta espécie. O objetivo deste trabalho é realizar a avaliação genômica de indivíduos desafiados contra a bactéria Aeromonas hydrophila e o parasita Ichthyophthirius multifiliis no tambaqui, por meio de associação de SNPs (single nucleotide polymorphisms). Inicialmente, será realizado o sequenciamento/genotipagem de marcadores SNPs, por meio de ddRAD-seq (double digest restriction site associated DNA sequencing), em distintas famílias de tambaqui desafiadas separadamente contra A. hydrophila e I. multifiliis. As análises de bioinformática serão realizadas para desenvolver um mapa genético de alta densidade para o tambaqui, que servirá como subsídio para os estudos de associação genômica. Em seguida, serão aplicados modelos estatísticos para associação SNP/característica (tempo de morte e sobrevivência) e predição do valor genômico (GEBV). Os SNPs que tiverem associação significativa serão anotados funcionalmente por meio de comparações com genomas de espécies próximas. O resultado esperado é gerar um avanço significativo para estudos de melhoramento em peixes nativos, particularmente para uma melhor compreensão das regiões genômicas associadas às características de resistência a doenças. O potencial impacto deste estudo é viabilizar um pacote tecnológico para aumentar a produção de peixes diferenciados na indústria da aquicultura, com segurança alimentar, alta qualidade genética e valor agregado.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Vilar da Fonsêca

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • investigação do efeito da 4-hidroxicumarina no tratamento da inflamação e da dor orofacial em camundongos
  • A dor é uma experiência multissensorial que envolve aspectos cognitivos e afetivos, sendo considerada um problema de saúde pública. Os fármacos atualmente disponíveis para as síndromes dolorosas possuem eficácia limitada e/ou graves efeitos colaterais. A dor é um sinal do processo inflamatório que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e impõe uma carga clínica, econômica e social significativa à sociedade. Dentre as condições dolorosas, merecem destaque aquelas provenientes da região orofacial, pois impactam a qualidade de vida, seguido do prejuízo das horas de sono, perda de dia de trabalho, dificuldade na ingestão de alimentos e medicamento. Neste sentido, a 4-hidroxicumarina (4-HC) surge como uma possível alternativa por apresentar um potencial terapêutico satisfatório descrito na literatura, no entanto, ainda não há evidências de sua atividade anti-inflamatória nem sobre a sua eficácia na dor orofacial em camundongos. Desta forma, o objetivo desse trabalho é investigar o efeito da 4-hidroxicumarina no tratamento da inflamação e da dor orofacial em camundongos. Para a realização dos experimentos, serão utilizados camundongos (Mus musculus) Swiss, machos, com três meses de vida, pesando entre 25-35g. Trinta minutos antes da realização dos testes farmacológicos, será realizada a administração do veículo, três doses da 4-HC por via intraperitoneal ou dos controles positivos. A atividade anti-inflamatória será examinada por meio do teste do edema de pata induzida por carragenina, bradicinina e histamina. Também será avaliado a capacidade do 4-HC em reduzir a migração leucocitária após administração intraperitoneal da carragenina, bem como, será dosado os níveis de TNF-α no líquido peritoneal por meio da técnica de ELISA. A atividade antinociceptiva orofacial será investigada utilizando o teste da formalina, glutamato e da capsaicina. A possível interação entre o sistema opioide e a 4-HC será pesquisado por meio de ferramenta farmacológica e retificada por docking molecular. Além disso, será analisada a ativação do gene c-fos no córtex retrosplenial e na substância cinzenta periaquedutal que são regiões envolvidas em vias de transmissão nociceptiva. Logo, com esse projeto, espera-se caracterizar a ação da 4-HC como novo alvo terapêutico para o tratamento da inflamação e das síndromes álgicas orofaciais, uma vez que a busca pré-clínica de fármacos com menos efeitos colaterais são fundamentais para descobertas de novas terapias farmacológicas.
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dionísia Aparecida Cusin Lamônica

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • correlação entre os padrões de autorregulação e desenvolvimento infantil de crianças prematuras e a termo aos 3 meses de idade
  • Introdução: Crianças nascidas prematuras (idade gestacional < 37 semanas) apresentam maior risco para alterações do desenvolvimento global. O desenvolvimento infantil é decorrente de fatores intrínsecos, herdados geneticamente, e fatores extrínsecos, relacionados ao ambiente em que a criança é exposta. A interação da criança com sua mãe é base para o desenvolvimento dos padrões de autorregulação, que culmina em comportamentos adaptativos, linguísticos e cognitivos adequados. O impacto da prematuridade na interação mãe-bebê carece de melhor compreensão, visto que são descritos comportamentos distintos na literatura. Objetivo: Verificar e comparar os padrões de autorregulação de crianças nascidas prematuras e a termo aos três meses de vida, por meio da análise laboratorial do procedimento Face-to-Face Still-Face, e correlacionar com os achados do curso do desenvolvimento infantil. Materiais e métodos: O projeto já obteve aprovação do Comitê de Ética da Faculdade de Odontologia de Bauru e a comissão científica da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (FAMESP). Participarão do estudo 60 díades mãe-bebê, divididas em dois grupos: 30 díades com crianças nascidas prematuras (GE) e 30 com crianças nascidas a termo (GC) nos quais serão aplicados os seguintes instrumentos: Entrevista Materna, Critério de Classificação Econômica Brasil, Face to Face Still-Face, Teste Screening do Desenvolvimento-Denver II e a Early Language Milestone Scale. As avaliações serão filmadas para análise posterior. O tratamento estatístico constará de medidas descritivas e aplicação dos seguintes testes: Teste “t” de Student, Teste “t” Pareado, Teste de Correlação de Spearman, Teste Exato de Fischer e Teste de Mann-Whitney.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dionisio Bazeia Filho

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • topicos atuais em física de altas energias e biodiversidade
  • Estudaremos estrutura interna de kinks, vórtices e monopolos e problemas de biodiversidade tais como o comportamento caótico das evoluções estocásticas e expoentes de Liapunov e possíveis transições de fase na presença de predador de topo
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diorge de Souza Lima

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • feira de ciências nas escolas da região de marabá: sustentabilidade e tecnologia.
  • O município de Marabá (localizado na região sudeste do estado do Pará e a 600 km da capital do estado) ocupa uma área de 15.092.268 km2 sendo importante ressaltar a sua potencialidade na agropecuária, mineração e empresas do setor siderúrgico. Com o desenvolvimento deste projeto, as escolas públicas de Marabá e região poderão participar das atividades na tentativa de incentivar a participação dos alunos de escolas públicas a cursarem engenharias, principalmente as mulheres. Os alunos de ensino médio poderão desenvolver projeto que culminem no melhor desempenho em suas atividades acadêmicas e consequentemente, os ajudem a ingressar em cursos de engenharia que são oferecidos pela UNIFESSPA. Com o desenvolvimento da feira de ciências, cinco (05) alunos receberão como premiação a bolsa de Iniciação Científica Junior (ICJ) com intuito de incentiva os estudos às ciências exatas.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Dirceu de Mattos Junior

Ciências Agrárias

Agronomia
  • efeitos de estresse climático sobre bioquímica, fotossíntese, produção e qualidade de frutos na citricultura
  • A citricultura do estado de São Paulo e sul do Triângulo Mineiro tem sofrido perdas de safra nos últimos anos devidas as mudanças do clima, caracterizadas pelo aumento extremo da radiação luminosa e da temperatura do ar em períodos críticos do desenvolvimento das plantas. Já se estimou que essa perda nos pomares superou 30-50 milhões de caixas (40,8 kg) de laranjas em anos desfavoráveis devido a abscisão de botões florais e frutos jovens. Neste cenário, prejuízos às plantas são associados ao fechamento estomático, redução na fotossíntese e na produção de assimilados, além da alteração no balanço de carboidratos e hormônios que favorecem essa abscisão, consequentemente a produtividade, como também a qualidade de frutos. Em condições de estresse por alta temperatura, as plantas ficam sujeitas ao aumento da produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) nas folhas que provocam danos ao DNA, proteínas e membranas. Esses prejuízos devem ser melhor compreendidos nas diferentes regiões daquele cinturão citrícola, uma vez que o regime do clima nos períodos críticos do desenvolvimento dos citros varia significativamente. Devido as folhas próximas às flores e frutos terem um papel importante na sinalização e ativação da zona de abscisão, estas serão usadas para a avaliação de características bioquímicas e fisiológicos das plantas e correlacionadas à temperatura das folhas e dossel de pomares. Ademais, a aplicação foliar de produtos que atuam semelhantemente a um protetor solar [e.g. silicatos hidratados de alumínio ou caulim; Al4Si4O10(OH)8, produto branco, não abrasivo e quimicamente inerte] pode prevenir o dano foto-oxidativo, pela redução na temperatura foliar, manutenção da abertura estomática e melhoria na assimilação de CO2. Também, o caulim tem-se mostrado eficiente para repelir insetos, como o psilídeo transmissor da bactéria causadora do HLB, cuja uso deverá ser adotado como prática de manejo pelos citricultores. Com objetivo de estudar fatores que possam elucidar processos básicos do estresse por radiação e temperatura, como a contribuição do uso do caulim nas folhas de citros, sobre a assimilação de CO2 e a fixação de frutos jovens, se propõe estudar numa rede de experimentos em casa de vegetação e campo o desenvolvimento de flores e frutos, assimilação de CO2 e fluorescência da clorofila a, assim como a concentração de clorofilas e carboidratos metabolizáveis nas plantas, e produção e qualidade de frutos quando sob efeitos de extremos climáticos. Os resultados dessa pesquisa permitirão auxiliar no estabelecimento de novas estratégias de manejo necessárias à manutenção da produção dos citros sob estresses climáticos.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dirk Erhard

Ciências Exatas e da Terra

Probabilidade e Estatística
  • equações diferenciais parciais singulares estocásticas e polímeros aleatórios com auto-interação
  • Apresentamos aqui um projeto dividido em 5 sub-projetos. Os primeiros quatro sub-projetos lidam com várias questões relacionadas a equações diferenciais parciais estocásticas, e o quinto trata de uma análise detalhada de modelo de polímeros aleatórios. Para os quatro primeiros, o objetivo geral é a prova de universalidade para certos exemplos específicos, ou seja, que uma ampla gama de sistemas aleatórios, quando adequadamente escalonados, são descritos por uma mesma equação diferencial parcial estocástica singular. No projeto relacionado a polímeros aleatórios, temos como objetivo estabelecer uma conexão com um certo modelo de percolação, a dizer, random interlacements, visando obter uma nova perspectiva e uma análise detalhada, a qual parece não ser factível via métodos clássicos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022