Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Clara da Fonseca Leitão Duran

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação do impacto de incentivos financeiros a gestantes beneficiárias do programa bolsa família na mortalidade infantil
  • Introdução: O programa de transferência condicionada de renda (PTCR) brasileiro Programa Bolsa Família mostrou ter impacto em diversos desfechos de saúde, incluindo doenças negligenciadas, acesso a serviços de saúde e mortalidade infantil. Intervenções focadas na demanda por serviços, entre elas os PTCR, tem sido utilizadas em diversos países para diminuir os custos para acesso aos serviços de saúde e estimular a adoção de comportamentos saudáveis, no entanto há escassez de estudos que avaliaram os efeitos de tais incentivos com amostra suficientemente grande e desenhos robustos e que procuraram entender os mecanismos pelos quais PTCR agem na mortalidade infantil. Objetivos: Avaliar o impacto do Benefício Variável à Gestante repassado às gestantes acompanhadas nas condicionalidades de saúde do Programa Bolsa Família na mortalidade infantil; e o efeito indireto do impacto do Benefício Variável a Gestante (BVG) nas gestantes acompanhadas nas condicionalidades de saúde do Programa Bolsa Família na mortalidade infantil mediado pelo número de consultas de pré-natal, nascimento pré-termo e baixo peso ao nascer. Métodos: Estudo retrospectivo com desenho quasi-experimental. Dados de cerca de 59 mil gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família identificadas pelo Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família na Saúde entre Janeiro de 2010 e Dezembro de 2014 serão pareados empregando técnicas probabilísticas aos registros identificados de nascidos vivos do Sistema de Informações de Nascidos Vivos (SINASC) (N=1.118.492) e de óbitos de menores de 1 ano do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) (N=15.093) da Secretaria de Saúde do estado do Rio de Janeiro. Utilizaremos diferentes técnicas estatísticas para avaliar os efeitos diretos e indiretos (por meio do atendimento pré-natal, nascimento pré-termo e baixo peso ao nascer) do BVG recebido em compartida pelo cumprimento das condicionalidades de saúde do Programa Bolsa Família referentes às gestantes na mortalidade infantil. Rodaremos análises de sensibilidade para estimar se a cobertura da Estratégica de Saúde da Família no município modifica a associação entre a exposição e os desfechos intermediários e mortalidade infantil. Também, procuraremos avaliar se nossos achados são robustos criando grupos controles sintéticos. Primeiramente compararemos gestantes elegíveis a receber o BVG, mas, que por estarem em famílias que atingiram o limite de benefícios variáveis por família (5), não o recebem com gestantes que recebem o benefício. Depois, criaremos um grupo controle sintético com gestantes identificadas imediatamente antes e imediatamente após a data limite de identificação para recebimento do BVG no mês subsequente. Nossos achados podem informar o fortalecimento e refinamento do programa brasileiro de transferência condicionada de renda e programas e incentivos similares existentes em outros países tendo em vista o alcance de pelo menos quatro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Clarissa Matte Zanardo dos Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • conexus - conexão social: um ambiente para promover o desenvolvimento humano e profissional de jovens em vulnerabilidade social
  • O presente projeto está caracterizado como Desenvolvimento de Tecnologia Social, com o intuito de alavancar a geração de renda, a inclusão no mercado de trabalho e aumentar a autonomia econômica das famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Em concordância direta com três dos dezessete Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), tem como linha temática principal o ODS4 e linhas temáticas secundárias os ODS8 e ODS10. O projeto tem como objetivo desenvolver um ambiente computacional, que estimule e amplie o acesso dos jovens em vulnerabilidade social no mercado de trabalho, proporcionando melhores condições de emprego e renda. Será executado no bairro Partenon em Porto Alegre/RS, território prioritário segundo critério de densidade populacional de famílias em situação de vulnerabilidade. O software Conexus reunirá informações para a formação e desenvolvimento dos jovens da comunidade, permitindo fácil acesso e identificado com as demandas da região. O jovem qualificado terá condições de buscar colocação no mercado de trabalho, com possibilidade real de aumento da renda familiar, inclusão social e de transferência de tecnologia através da disseminação do conhecimento.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021
Foto de perfil

Ana Claudia dos Santos da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • museu goeldi na cidade e na floresta: expandindo as fronteiras do conhecimento científico na amazônia paraense.
  • O Museu Paraense Emílio Goeldi, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do Brasil, é a instituição, do seu gênero, mais antiga do norte do país, com 154 anos e a segunda mais antiga do Brasil. Este Museu é pioneiro em diversas áreas e tem ao longo dos anos se destacado no campo das Ciências Humanas e das Ciências Naturais. Sua missão é de realizar pesquisas, promover a inovação científica, formar recursos humanos, conservar acervos e comunicar conhecimentos nas áreas de ciências naturais e humanas relacionadas à Amazônia. Na atualidade desenvolve quase 200 projetos de pesquisa e é referência também na formação de capital humano especializado através de seus programas de pós-graduação com mais de três décadas de atuação na região. Suas pesquisas geram conhecimentos sobre padrões históricos, socioambientais, ecológicos e evolutivos que condicionaram a Amazônia de hoje, e que determinam sua dinâmica atual. Os estudos subsidiam o estabelecimento de políticas adequadas à proteção do patrimônio natural e sociocultural amazônico e à promoção do desenvolvimento sustentável. Objetivo desta proposta é apresentar atividades educativas de divulgação da Ciência produzida no Museu Paraense Emílio Goeldi, na Semana Nacional de Ciência & Tecnologia e Inovação de 2020, que em decorrência do atual cenário, frente a pandemia, serão exclusivamente em formato online.Terão como objeto a comunicação da ciência, por meio de ações educativas, oficinas especializadas, lives, passeios virtuais e disponibilização de materiais didáticos em formato digital, dialogando com o tema da SNCT 2020, “INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL: A NOVA FRONTEIRA DA CIÊNCIA BRASILEIRA”.
  • Museu Paraense Emílio Goeldi - PA - Brasil
  • 23/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Ana Cláudia Duarte Cardoso

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • caracterização de padrões de urbanização portadores de sociobiodiversidade na amazônia oriental
  • Essa proposta tem como objetivo caracterizar padrões de urbanização no contexto amazônico, a fim criar um repertório espacial capaz de reconhecer e fortalecer a sócio biodiversidade amazônica e fomentar a integração entre espaços urbanos, rurais e naturais. Essa via assume a cidade como lugar da irradiação de novos valores, avanços técnicos, sociais e econômicos, de a partir da (re)construção de relações socionaturais, da valorização do desenvolvimento endógeno, da recuperação de saberes, práticas, formas de gestão, e da combinação dessas capacidades a novas tecnologias. O urbano amazônico, híbrido e sob rápida transformação, constitui uma janela de oportunidade para a compreensão de como processos e formas espaciais podem contribuir para uma verdadeira emancipação socioeconômica e para o acesso à cidadania de populações já invisibilizadas em outras regiões do país, onde prevalece a difusão de práticas modernas desenraizadas. Diante desse quadro, a presente proposta procura suporte nas parcerias disciplinares, aproxima o planejamento urbano, ecologia, economia e antropologia, para associar a capacidade de análise espacial ao conceito de sociobiodiversidade e à aplicação da concepção de trama verde e azul. Com essa formulação espera-se indicar novos rumos para as políticas públicas que afetam esse território, assim como para a teorização corrente sobre o fenômeno da urbanização.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-28/02/2022