Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Berenice Bilharinho de Mendonça

Ciências da Saúde

Medicina
  • papel do sequenciamento exômico no diagnóstico etiológico dos distúrbios do desenvolvimento sexual 46,xx testicular e ovotesticular sry-negativo
  • Resumo O desenvolvimento sexual em mamíferos é um processo dinâmico e complexo que requer a interação de múltiplos genes que se autoregulam. Defeitos nestes genes são causas dos distúrbios da determinação sexual (DDS) em humanos. Os distúrbios de desenvolvimento sexual são condições congênitas heterogêneas, com amplo espectro de apresentações fenotípicas, que se manifestam desde hipospádias até completa reversão sexual XY e XX. A diferenciação ovariana é a via normal de diferenciação gonadal em fetos humanos 46,XX. Entretanto, em raros casos, as gônadas 46,XX podem se diferenciar completamente em testículos, condição conhecida como DDS 46,XX testicular ou, permitir a coexistência de tecidos testicular e ovariano em um mesmo indivíduo, dando origem a condição denominada de DDS 46, XX ovotesticular. A presença de fragmentos do cromossomo Y, contendo o gene SRY, anormalmente translocados para o cromossomo X ou em algum autossomo é identificada em cerca de 80% dos pacientes 46, XX testicular que não apresentam atipia da genitália externa. Entretanto nos pacientes portadores de DDS 46, XX testicular com atipia genital e DDS 46, XX ovotesticular este gene é raramente identificado. Na busca de novos mecanismos responsáveis por este processo de desenvolvimento gonadal anormal são propostas duas causas principais: o aumento da expressão de genes pró-testicular ou insuficiente expressão gênica pró-ovariana/anti-testicular. Estas hipóteses são ratificadas pela identificação de pacientes DDS 46,XX, SRY negativo com mutações inativadoras no gene RSPO1 (pró-ovariano) e pacientes com excesso de expressão de genes SOX9 e SOX3 (pró-testiculares).Promover um diagnóstico molecular para o paciente com DDS e sua família pode trazer múltiplos benefícios: nomear a causa contribuiu para aceitação da doença, reduz o estigma e culpa, cria guias e diretrizes cruciais para o manejo clínico e aconselhamento genético corretos. O ambulatório de Endocrinologia do Desenvolvimento/ Laboratório de Hormônios e Genética Molecular LIM42 do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da USP, no qual o projeto irá se desenvolver, representa um centro de referência na triagem diagnóstica e tratamento dos DDS no Brasil, contando com uma equipe multidisciplinar especializada e laboratórios que dispõem de metodologia avançada de investigação e pessoal altamente capacitado para oferecer uma abordagem rápida e cuidadosa destes pacientes. A expertise e as contribuições deste grupo de pesquisadores são reconhecidas nacional e internacionalmente.Os estudos de coortes de pacientes criteriosamente selecionadas com DDS 46,XX testicular e 46,XX ovotesticular, utilizando as técnicas sequenciamento paralelo de larga escala (SPLE) são escassos na literatura e representam uma rara oportunidade para a obtenção de dados inéditos e contribuições importantes como a identificação de novos genes candidatos envolvidos no complexo processo do desenvolvimento gonadal. Desta forma, propomos o estudo de membros (afetados, seus pais e irmãos não afetados) de 3 famílias não relacionadas, utilizando a metodologia de SPLE, acompanhadas na referida Unidade de Endocrinologia do HC-FMUSP, com diagnostico histológico confirmado de DDS 46,XX testicular ou ovotesticular..
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bergson Guedes Bezerra

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • balanço de energia, água e cabono no bioma caatinga e áreas de pastagens no rio grande do norte
  • O aumento da concentração de CO2 tem profundas implicações no clima do planeta. Esse aumento em grande parte se deve a diversas atividades antrópicas, dentre algumas a queima de combustíveis fosseis, o desmatamento descontrolado e a falta de manejo na agropecuária. A maior parte do CO2 emitido para a atmosfera é absorvida pelos oceanos, porém uma parcela considerável é absorvida pelos ecossistemas terrestre. Assim, investigar as trocas de energia e CO2 massa, bem como o armazenamento de CO2 pela biomassa, dos mais variados ecossistemas terrestres tem grande relevância, pois permite o arregimento de conhecimento suficiente para melhor compreender os mecanismos que controlam o ciclo do CO2. No Brasil, a dinâmica do CO2 tem sido estudada em vários ecossistemas a exemplo do cerrado, cerradão e principalmente a floresta amazônica. Por outro lado, no ecossistema Caatinga e em ambientes agrícolas do Nordeste do Brasil, estudos dessa natureza ainda são iniciativas incipientes. A Caatinga desempenha um papel importante na manutenção do processo macroecológico regional, bem como, indiretamente no suporte as regiões com maior diversidade e endemismo. Diante desse contexto, a presente proposta tem por objetivo determinar o balanço de energia, água e carbono em áreas do Bioma Caatinga e em ambientes de pastagem tropical no Estado do Rio Grande do Norte. Será utilizada a técnica a técnica das correlações dos vórtices turbulentos em sítios experimentais já em atividade no RN situados na Estação Ecológica do Seridó (Caatinga Preservada), em Assu e na Estação Experimental da Escola Agrícola de Jundiaí, Macaíba-RN.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Berilo Luigi Deiró Nosella

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • iluminação cênica e metateatro: o fazer e o pensamento da iluminação entre o real e o ficcional
  • O presente projeto de pesquisa, em continuidade à pesquisa de pós-doutoramento “Capocomicato e metateatro: o fazer e o pensamento da iluminação na dramaturgia pirandelliana”, propõe um aprofundamento da investigação histórica da iluminação cênica, agora focando nos aspectos técnicos e tecnológicos de seu fazer. Nesse contexto, sua realização se propõe em três ações fundamentais, que se apresentam como uma proposta de investigação histórica, teórica e prática da iluminação cênica tendo como eixo a questão da fricção do real com o ficcional: 1) propor, em continuidade e a partir das análises de caráter histórico, já realizadas no pós-doutoramento, das peças metateatrais de Luigi Pirandello, a análise técnica das propostas de iluminação ali percebidas, com base em novas fontes oriundas das encenações da Cia. Teatro D’Arte de Roma, sob direção de Pirandello, presentes em D’Amico (1987). Aqui, a pergunta-chave é: como traduzir em projetos de iluminação, considerando-se o contexto de desenvolvimento técnico da época, as propostas cênicas já verificadas na dramaturgia de Pirandello? 2) a partir dessas análises, agora de caráter técnico/tecnológico, propor a prática de laboratórios de iluminação cênica (com um grupo formado por alunos), cujos objetivos contemplam a proposição e a execução de projetos de luz que possam concretizar o tal pensamento sobre o fazer da iluminação, investigado anteriormente, no próprio contexto das peças em seu momento de criação. A pergunta-chave, que deverá ser respondida teórica e praticamente, é: como Pirandello propôs o uso da iluminação nesse seu conjunto de obras para dar conta da questão da fricção do real ficcional na modernidade?; 3) em conjunto com outros professores da linha de pesquisa em Cultura, Política e Memória do PPGAC/UFSJ, experimentar propostas de iluminação da cena, a partir de suas pesquisas de investigação artísticas, em laboratórios conjuntos de encenação. A pergunta-chave é: como podemos propor o uso da iluminação, considerando a questão central da fricção do real com o ficcional, em nossos dias?
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • atividade proteolítica e potencial funcional de bactérias láticas para a redução in vitro da atividade imunogênica do glúten
  • Alimentos que contém glúten podem causar a doença celíaca, uma enteropatia inflamatória crônica que acomete o intestino delgado de indivíduos geneticamente pré-dispostos. O glúten, encontrado no endosperma de sementes (trigo, cevada, centeio e outras), é um complexo proteico formado por gliadinas e glutenina. Algumas bactérias láticas, além de apresentarem características funcionais (por exemplo, probióticos), podem também hidrolisar gliadinas e glutenina, constituindo uma alternativa tecnológica para a redução da atividade imunogênica do glúten presente nos alimentos. Neste projeto, pretende-se preparar um fermento natural com farinha de trigo, que será empregado para a triagem de cepas de bactérias láticas com atividade proteolítica sobre as proteínas do glúten. Objetiva-se caracterizar a atividade proteolítica, identificar as cepas selecionadas, avaliar seu potencial funcional e anti-alergênico, avaliar sua segurança para aplicação em alimentos e verificar o efeito das proteínas hidrolisadas sobre a produção de citocinas pró-inflamatórias no epitélio intestinal, utilizando um modelo celular (Caco-2). Espera-se que os resultados deste projeto forneçam evidências científicas concretas sobre os possíveis benefícios destas bactérias para o desenvolvimento de alimentos com teor reduzido de glúten. Este projeto será desenvolvido em parceria com pesquisadores do Centro de Referência para Lactobacilos (CERELA, Tucumán, Argentina) e do Institut National de la Recherche Agronomique (Biopolymères Interactions Assemblages, INRA-Nantes, França).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Almeida Iglesias

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novas porfirinas e novos corróis em química bioinorgânica: síntese, caracterização e aplicação dos derivados em terapia fotodinâmica
  • O projeto aqui apresentado para esta chamada está diretamente conectado a linha de pesquisa que vem sendo desenvolvida no Laboratório de Bioinorgânica e Materiais Porfirínicos (LBMP) da UFSM nos últimos 03 anos com os demais colaboradores e que busca aliar os avanços da química de coordenação e nanotecnologia, em especial os nanobiomateriais, com o estado da arte da química bioinorgânica para o desenvolvimento de novas moléculas funcionalizadas e destinadas a aplicações biomédicas e em terapia fotodinâmica. Especificamente, no presente projeto, pretende-se utilizar e gerar novos derivados sintéticos de porfirinas (porfirinas e/ou corróis), ligados agora com unidades coordenantes externas que tenham a capacidade de formar novos complexos periféricos com metais de transição, sendo que a mesma tem sido utilizada como molécula-chave em diversos estudos na área da química inorgânica, bioinorgânica, medicinal, fotobiologia, entre outros
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Baldisserotto

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • óleos essenciais de plantas como anestésicos e aditivos em rações no crescimento de jundiá: parâmetros endócrinos, metabólicos, oxidativos e osmorregulatórios
  • Nosso grupo de pesquisa vem trabalhando há alguns anos com óleos essenciais de plantas como anestésicos e sedativos para peixes, obtendo novas alternativas menos tóxicas. Além de anestesiar, alguns desses óleos podem melhorar o crescimento e/ou parâmetros oxidativos quando adicionados à ração do jundiá, Rhamdia quelen. Assim, o presente trabalho tem por objetivos avaliar a atividade anestésica/sedativa de óleos essenciais ainda não testados e compostos isolados dos mesmos e como aditivos em rações em relação ao crescimento e parâmetros endócrinos, metabólicos, oxidativos e osmorregulatórios do jundiá. Além disso, continuaremos a análise da expressão gênica de transportadores iônicos nas brânquias, hormônios do eixo hipotálamo-hipófise-interrenais e proteínas de choque. Após determinar a eficácia anestésica e sedativa de óleos essenciais ou compostos isolados, peixes serão expostos por 8 h a duas concentrações que causarem apenas sedação, com coleta de sangue e tecidos ao final deste tempo. Em experimentos de crescimento, diferentes concentrações dos óleos essenciais/substâncias isoladas serão adicionadas à ração (0; 0,25; 0,5; 1,0 e 2,0 mL/kg) (um experimento diferente para cada óleo/substância) e será monitorado o crescimento dos jundiás por 60 dias. Ao final deste período, além de determinação de dados biométricos para o crescimento serão feitas análises de íons plasmáticos, atividade e expressão de transportadores iônicos, proteínas de choque térmico e hormônios e análise de parâmetros metabólicos e oxidativos. Deste modo, este estudo continuará a fornecer dados relacionados à osmorregulação do jundiá, espécie nativa mais cultivada no sul do Brasil, bem como testar produtos naturais que venham a contribuir para a piscicultura como anestésicos ou aditivos em rações que sejam indutoras do crescimento. A determinação dos parâmetros endócrinos, metabólicos, oxidativos e osmorregulatórios visa explicar possíveis alterações provocadas por esses óleos/substâncias isoladas e como estão atuando no crescimento.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Berenchtein

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • nanoparticulas de extratos vegetais de plantas nativas do rio grande do sul, na dieta de leitões recém desmamados como alternativa ao uso de antimicrobianos
  • A utilização de antimicrobianos, acarretam o aparecimento de formas microbianas resistentes e prejudiciais à saúde e à terapia humana quando necessárias. A possibilidade de resistência cruzada com patógenos humanos fez com que a Europa proibisse a maioria dos antibióticos como promotores de crescimento na alimentação animal a partir de 1999. Tal proibição determinou que pesquisadores e nutricionistas buscassem novas alternativas, entre as quais a utilização de extratos vegetais. Tais extratos são normalmente fabricados através da micronização, a inovação deste projeto é elaborar e sintetizar nanopartículas de prata com extratos vegetais, com efeitos antimicrobianos comprovados, como a Carqueja (Baccharis trimera), Erva Mate (Ilex paraguariensis) e Losna (Artemisia absinthium L), com o objetivo de potencializar a ação bacteriostática destes extratos em dietas de leitões recém-desmamados.  Diante disto, objetiva-se com este projeto, avaliar a utilização de extratos vegetais de plantas nativas do Rio Grande do Sul, nanoparticulados ou não, em dietas de leitões recém desmamados na fase de creche, sob os aspectos de desempenho, digestibilidade total das dietas, incidência de diarreias, morfometria de órgãos digestivos e histologia do epitélio intestinal. Para isso, serão utilizados 192 leitões recém-desmamados, os quais serão divididos em um delineamento de blocos casualizados, com oito tratamentos, cada qual composto por seis repetições de três animais: dieta controle negativo (ração sem antimicrobianos), dieta controle positivo (ração com antimicrobianos comerciais), seguido de três tratamentos com dietas contendo extratos micronizados de Carqueja (Baccharis trimera), Erva Mate (Ilex paraguariensis) e Losna (Artemisia absinthium L) e três tratamentos, com a inclusão da mesma concentração dos extratos de Carqueja (Baccharis trimera), Erva Mate (Ilex paraguariensis) e Losna (Artemisia absinthium L), nanopartículados  adicionados às dietas experimentais. O peso dos animais e o consumo de ração serão verificados semanalmente e ao término do experimento, que terá duração de cinco semanas, onde posteriormente serão avaliados o consumo diário de ração, o ganho de peso diário e a conversão alimentar dos leitões. As fezes serão monitoradas diariamente, com a atribuição de escores relacionados à consistência das mesmas. A digestibilidade total das dietas será realizada após a avaliação da energia bruta das dietas, bem como da análise dos nutrientes de interesse, seguida da energia bruta e dos demais nutrientes das excretas (fezes e urina). Para a morfometria dos órgãos, ao final do experimento, será selecionado um leitão por baia, aquele mais próximo do peso médio do bloco, o qual será abatido após insensibilização por eletronarcose, e posterior coleta do fígado, coração, baço e segmentados o intestino delgado e o intestino grosso, para posterior análise da pesagem e medição do comprimento dos diferentes segmentos. Após isto, será realizada a histologia do epitélio intestinal dos leitões avaliados neste estudo.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Garziera Gasperin

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • efeito dos esteroides ovarianos sobre o ambiente uterino e fertilidade em bovinos
  • Em animais de produção, especialmente na bovinocultura leiteria, problemas reprodutivos vêm sendo cada vez mais frequentes e o número de fêmeas que falham em conceber após múltiplos serviços (repeat breeders; RB) está crescendo. A infertilidade é uma das principais causas de descarte precoce de animais, causando grandes perdas econômicas e diminuindo a longevidade das vacas nos rebanhos do mundo inteiro. Neste sentido, diversos estudos demonstram que a exposição a níveis adequados de estrógeno no proestro e estro são importantes para a fertilidade. Ainda, sugere-se que o tratamento de vacas RB com uma dose de estrógeno ou a exposição ao estrógeno por longos períodos, como nos protocolos de indução artificial da lactação (IAL), possuem um efeito positivo sobre a fertilidade. Uma vez que os mecanismos envolvidos na mediação dos efeitos de estrógeno sobre a fertilidade não são conhecidos, investigaremos como diferentes perfis endócrinos influenciam o ambiente uterino. Serão obtidas amostras de células endometriais bovinas antes e depois do tratamento com doses de estrógeno utilizadas em protocolos de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e IAL. Serão identificados genes e rotas de sinalização modulados pelos diferentes níveis de estrógeno. Posteriormente, utilizando cultivo in vitro de células epiteliais endometriais bovinas, serão investigadas as rotas envolvidas na modulação exercida pelo estrógeno, bem como a inter-relação dos esteroides ovarianos (progesterona e estrógeno) e a relação com a rota do fator de crescimento epidermal (EGF) e do seu receptor (EGFR). As análises fornecerão informações para o entendimento do suposto efeito que o estradiol (E2) e a rota do EGF exercem sobre a fertilidade. Posteriormente, os efeitos do estrógeno sobre os mecanismos de defesa, estrutura histológica e ambiente uterino serão avaliados in vivo, para que possamos testar um protocolo terapêutico para vacas leiteiras. Portanto, com a presente proposta teremos condições de propor estratégias para aprimorar protocolos de biotécnicas da reprodução, bem como estabelecer novas estratégias para o tratamento da infertilidade. A realização da presente proposta possibilitará um avanço significativo do ponto de vista de pesquisa básica e aplicada, contribuindo no entendimento de mecanismos associados à fertilidade, utilizando uma espécie de grande relevância econômica e, ao mesmo tempo, um excelente modelo experimental para estudos de fisiopatologia da reprodução.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Lanza Queiroz

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • estimativas da mortalidade por causas de morte para pequenas áreas no brasil, 1996 a 2016
  • Antecedentes: O eficiente planejamento de políticas públicas de saúde requer, de antemão, o conhecimento adequado dos níveis de mortalidade, além dos seus padrões, ou estrutura por idade das causas de morte e a suas características geográficas. Nos últimos anos diversos trabalhos buscaram obter estimativas adequadas de mortalidade para pequenas áreas no Brasil (Queiroz, et.al, 2017; Schmertmann & Gonzaga, 2018; Lima e Queiroz, 2014, entre outros). A obtenção dessas estimativas permitem avançar nos estudos de mortalidade no Brasil e entender melhor os diferenciais regionais e no tempo. Uma parcela do diferencial de mortalidade no Brasil está associada as condições sociais e econômicas de cada localidade, todavia, diferenças no perfil das causas de morte afetam fortemente o ritmo de variação da mortalidade. Objetivos: O objetivo principal do projeto é produzir estimativas de mortalidade por causas - neoplasias, doenças cardiovasculares, causas externas, doenças respiratórias e doenças infecciosas - para pequenas áreas no Brasil, de 1996 a 2015. Dados e Métodos: com base nos dados do Sistema de Informação de Mortalidade do Datasus. Focamos no período a partir de 1996, pois a partir dessa data o Brasil adota a versão X da Classificação Internacional de Doenças (CID-10). O trabalho propõe a combinação de métodos demográficos e estatísticos para obter estimativas robustas de mortalidade por sexo, idade e causas de morte para pequenas áreas no país. O segundo objetivo do projeto, com base nas estimativas produzidas no primeiro objetivo, é fazer uma análise do padrão espacial/temporal e fatores associados aos principais grupos de causas de morte no Brasil. Para esse segundo objetivo usaremos métodos tradicionais de estatística espacial. Contribuições: Acreditamos que os resultados produzidos pelo projeto ajudarão a entender a dinâmica da mortalidade no Brasil,analisando mudanças no tempo e seus diferenciais no espaço e auxiliar gestores de políticas de saúde. Melhores estimativas de mortalidade por causas de morte ajudam a entender o diferencial de mortalidade,oferecem subsídios para a projeção da mortalidade e contribuem para melhor entender as diferenças observadas entre o Brasil e outros países em desenvolvimento e desenvolvidos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Mançano Fernandes

Ciências Humanas

Geografia
  • atualização dos estudos sobre a territorialização do mst no brasil no contexto de mundialização da questão agrária (2000-2020)
  • Com este projeto ampliaremos a escala e o período de estudo sobre a territorialização do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST. Em meu doutorado (1995-1999) estudei a formação e territorialização do MST em vinte e três unidades da Federação no período de 1979 a 1999. Neste projeto estudarei mais dois estados (Tocantins e Roraima) e atualizarei os outros vinte e três estados onde o MST se territorializou ou ampliou sua territorialização para o período de 2000 a 2020; também estudarei a participação do MST na Via Campesina e as ações desta articulação de movimentos camponeses em escala mundial desde sua criação até 2020. Um dos desafios desta pesquisa, no contexto do debate paradigmático, é a reflexão dos estudos sobre paradigma da questão agrária e sobre o paradigma do capitalismo agrário nas interpretações dos novos elementos construídos pelo avanço do neoliberalismo na mundialização da questão agrária. Outro é analisar o MST nas vinte e cinco unidades da federação, por onde ele se territorializou, estudar as conflitualidades e disputas territoriais entre as alternativas sustentáveis e a aliança latifúndio-agronegócio, como partes de um complexo de sistema organizado em rede e em escala mundial, compondo o modelo hegemônico de desenvolvimento da agricultura. Como resultados deste projeto publicaremos três livros, sendo um em inglês. Trabalharemos na formação de pesquisadores em nível de graduação, mestrado e doutorado nos programas de pós-graduação em Geografia, campus de Presidente Prudente, Desenvolvimento Territorial na América Latina e Caribe, campus de São Paulo da UNESP e em outros programas no Brasil e exterior como professor visitante. Supervisionaremos pós-doutorado do Brasil e de outros países que tenham como objeto de estudo os movimentos socioterritoriais. Proporemos a elaboração de projetos de políticas públicas para o desenvolvimento territorial sustentável a partir da produção agroecológica. Contribuiremos com o fortalecimento de outros programas de pós-graduação no Brasil e em outros países, com os quais temos acordos de cooperação.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Melo de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • sobre dinâmica hiperbólica
  • Hiperbolicidade é uma noção importante na teoria dos sistemas dinâmicos. Apareceu no início dos anos sessenta com os trabalhos de Anosov e Smale e tem sido o principal tema de pesquisa entre muitos matemáticos desde então. Em sistemas hiperbólicos, cada espaço tangente se divide em dois subespaços invariantes, sendo o primeiro contraído uniformemente, e o segundo expandido uniformemente, pela ação da derivada. A dinâmica de tais sistemas pode ser bem descrita em ambos pontos de vista topológicos e estatísticos, no entanto, alguns problemas específicos permanecem abertos. Neste projeto, planejamos desenvolver ainda mais a dinâmica hiperbólica estudando, por um lado, propriedades topológicas e geométricas de tais sistemas e, por outro lado, propriedades fractais de seus gráficos. Nós dividimos esse projeto em três partes. Na primeira, consideramos os difeomorfismos Anosov definidos em variedades de curvatura seccional não positiva e exploramos as técnicas introduzidas pelo autor (em trabalhos anteriores) para obter interseções de conjuntos estáveis e instáveis no recobrimento universal. Isso obteria uma estrutura de produto global, o que, por sua vez, implica transitividade topológica. Na segunda parte, consideramos algumas generalizações de hiperbolicidade topológica que estão tendo atenção recentemente. Planejamos discutir exemplos e a dinâmica dos homeomorfismos n-expansivos com a propriedade de sombreamento definida em espaços métricos compactos e mais especificamente em superfícies. Esperamos provar que existem poucos exemplos de tais sistemas, além dos expansivos, e que tais exemplos admitem uma dinâmica muito rica, como um número infinito de classes recorrentes por cadeia. A última parte é dedicada a investigar propriedades fractais de gráficos invariantes de produtos tortos hiperbólicos. Planejamos calcular precisamente a dimensão Hausdorff de tais gráficos, usando técnicas recentes que calculam a dimensão Hausdorff da função de Weierstrass clássica.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Petriz de Assis

Ciências da Saúde

Educação Física
  • análise do exercício aeróbio como agente terapêutico na modulação da microbiota intestinal em modelo animal de obesidade induzida
  • A obesidade é uma doença de origem multifatorial com elevada associação com disfunções metabólicas, como a diabetes tipo II, e doenças cardiovasculares como a hipertensão arterial. Na última década, a composição da microbiota intestinal tem sido amplamente investigada devido a sua íntima relação com a patogênese da obesidade. Neste sentido, tem sido evidenciado que a composição da microbiota de fenótipos obesogênicos são caracterizadas por uma menor diversidade microbiana, porem maior habilidade de extração energética do meio influenciando assim o metabolismo do hospedeiro. Além deste fator, sabe-se que o sedentarismo é um dos maiores contribuintes para o desenvolvimento da obesidade e demais doenças metabólicas. Por outro lado, o exercício físico tem sido amplamente utilizado como um agente não farmacológico na prevenção e tratamento destas doenças, assim como na manutenção da saúde. Uma série de estudos, incluindo os nossos, tem evidenciado o exercício físico como um agente externo capaz de modular a microbiota intestinal em sua composição e diversidade. Atualmente busca-se identificar os mecanismos pelo qual o exercício modula o eixo microbiota-intestino-cérebro para futuramente traçar novas estratégias no processo de prevenção e tratamento da obesidade. Todavia, até o presente momento, pouco se sabe a respeito da influência do exercício físico no microbioma intestinal e os mecanismos moleculares que regulam sua relação com o metabolismo energético do hospedeiro, especialmente frente a modelos patológicos como a obesidade. Levando em consideração os poucos relatos sobre os aspectos positivos na modulação da microbiota intestinal, a almejar o controle da obesidade, o presente estudo, propõe-se a analisar o efeito do treinamento aeróbio moderado no perfil metagenômico e metaproteômico da microbiota intestinal de modelo animal induzido a obesidade por meio de dieta de hipercalórica.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bernardo Rego Barros de Almeida Leite

Outra

Microeletrônica
  • amplificadores de potência cmos e transformadores integrados para radiofrequência
  • Os amplificadores de potência (PAs) são elementos cruciais em transmissores de radiofrequência (RF). Eles são os principais responsáveis por fornecer níveis de potência suficientemente altos para uma comunicação sem fio aceitável. Para realizar esta função, entretanto, a potência consumida pelo amplificador é, em geral, significativamente alta e sua eficiência torna-se um fator de elevada importância. Além disso, o PA é o bloco RF que traz maiores desafios para a integração completa de transceptores em CMOS. Esta dificuldade deve-se em parte à condutividade do substrato de silício e à baixa tensão de ruptura dos transistores. Para contornar estas limitações, PAs CMOS em geral requerem o uso de topologias paralelas de modo que elementos baseados em transformadores tais como combinadores de potência tornam-se fundamentais. Sabe-se ainda que padrões de comunicação sem fio modernos têm se caracterizado por esquemas de modulações que impõem fortes restrições em termos de linearidade. Para respeitar estas exigências, configurações tradicionais de PAs adotam dimensionamentos de modo que sua eficiência somente é alta para valores de potência de saída próximos à potência de saturação do amplificador. Ainda, sinais com as características destas modulações apresentam uma grande disparidade entre os níveis máximo e médio de suas potências. Assim, durante a maior parte do tempo de transmissão, a eficiência do PA permanece baixa. Entre as soluções propostas para reduzir o consumo de energia para estas potências de recuo, destacam-se o uso de PAs reconfiguráveis, topologias Doherty e células de potência adaptativas. O desenvolvimento deste projeto abrangerá etapas de estudo bibliográfico, projeto e simulação de amplificadores de potência integrados em tecnologias CMOS para RF usando softwares dedicados e a sua caracterização experimental. Os PAs projetados visarão a obtenção de altos níveis de linearidade e eficiência, privilegiando comportamentos reconfiguráveis e adaptativos. Além disso, uma parcela importante do trabalho consistirá no projeto, simulação eletromagnética e caracterização de transformadores integrados e estruturas derivadas tais como combinadores de potência. As atividades propostas serão realizadas dentro do grupo de concepção de circuitos e sistemas integrados (GICS) da UFPR, com a participação de estudantes de doutorado, mestrado e graduação.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bertúlio de Lima Bernardo

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo da termodinâmica quântica no âmbito dos fenômenos ópticos
  • O estudo da termodinâmica quântica está vivenciando um momento importante do seu desenvolvimento, e isso se deve em grande parte à miniaturização dos dispositivos mecânicos e eletrônicos até um ponto em que efeitos quânticos não podem mais ser negligenciados. Neste regime, além das influências de caráter clássico como temperatura e entropia, a coerência quântica também passa a ter um papel decisivo nos processos que ocorrem nesta escala de uma forma que ainda não é bem compreendida. Além disso, tem sido observado que processos termodinâmicos que tiram o sistema equilíbrio durante a sua ocorrência podem ser melhor entendidos se tratados quanticamente. Dessa forma, nossa meta nesse projeto é estudar vários aspectos da termodinâmica quântica.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Betania Leite Ramalho

Ciências Humanas

Educação
  • cartografia georreferenciada da vulnerabilidade escolar de alunos da rede estadual do ensino fundamental do rio grande do norte. possibilidades para a gestão pedagógica.
  • A educação básica é concebida, segundo o artigo 4º da LDB, como um direito do cidadão à educação e um dever do Estado de atendê-lo mediante oferta qualificada. Soares (2016, p. 141) destaca que o direito à educação se expressa pelo direito de aprender, que só é concretizado quando ocorre o atendimento aos três objetivos pautados pela Constituição Federal do Brasil, de 1988: a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa; seu preparo para o exercício da cidadania; sua qualificação para o trabalho. Entretanto, os direitos sociais não devem estar apenas escritos em leis, sendo preciso que instituições os atendam e, além disso, tornem possível seu monitoramento. As estatísticas nacionais (notadamente do SAEB/INEP) revelam uma improdutividade recorrente do sistema escolar traduzidas pelas dificuldades de aprendizagens dos estudantes no percurso formativo da Educação Básica, no que se refere à leitura, escrita e matemática. Esse cenário exige aprofundamento da compreensão dos múltiplos agentes que afetam a qualidade da educação básica e os fatores de vulnerabilidade escolar de natureza diversa, tais como: sociais, econômicos e demográficos, pedagógicos, dentre outras. Neste projeto se propõe o estudo e desenvolvimento de uma Cartografia Georeferenciada da Vulnerabilidade Escolar de estudantes de escolas da rede estadual do Ensino Fundamental do Rio Grande do Norte. Essa cartografia criar hipótese explicativas como referência (não determinista) de fatores que podem ser associados à vulnerabilidade escolar de estudantes, na qual se inclui os desempenhos, erros e dificuldades de aprendizagem evidenciados na Prova Brasil, para o quinto ano em Matemática e Língua Portuguesa das últimas cinco edições. A pesquisa contribuirá para o desenvolvimento científico pelo emprego de metodologias estatísticas inovadoras. A análise dos dados exigirá manipulação do banco de dados que hoje tem informação de mais de 90 milhões de alunos. As técnicas empregadas serão originalmente testadas e desenvolvidas no projeto. Os resultados serão compartilhados com o INEP, que possui demanda por análises dos dados que eles possuem. Esse tipo de cooperação já foi realizado em outras oportunidades pelos pesquisadores do grupo. A pesquisa parte de um estudo maior e desenvolve-se por meio de redes colaborativas, interdisciplinares, envolvendo pesquisadores de instituições de ensino superior do Brasil e do exterior de diferentes áreas de conhecimento como: Educação, Estatística, Computação e Tecnologia da Informação, assim como professores da Educação Básica da rede estadual de ensino, estudantes de graduação e da pós-graduação.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bianca Denise Barbosa da Silva

Ciências Biológicas

Botânica
  • abordagem morfológica e molecular da diversidade de fungos gasteroides (basidiomycota) no estado da bahia, brasil
  • Os fungos gasteroides, também conhecidos como gasteromicetos, estão representados por diversas linhagens distintas de Agaricomycetes que, embora não compartilhem da mesma ancestralidade, possuem similaridades intrigantes, como os basidiomas angiocárpicos e dispersão passiva dos esporos (estatismósporos). Análises filogenéticas recentes vêm provocando significativas alterações na classificação dos fungos gasteroides, especialmente, em níveis hierárquicos elevados, como classe e ordem. Trata-se de um grupo, ainda, pouco estudado no Brasil. No entanto, apresenta alta diversidade em toda América do Sul. Atualmente, cerca de 300 espécies de fungos gasteroides são registradas para o país, sendo 90 conhecidas para a região Nordeste, e apenas nove para o estado da Bahia. O estudo sobre fungos neste estado, sobretudo de macrofungos, ainda é escasso. Tendo em vista, os diversos domínios vegetacionais existentes no estado, pode-se estimar que há muitas espécies de fungos ocorrentes e ainda desconhecidas. Nesse sentindo, o objetivo do presente projeto é realizar estudos taxonômicos sobre fungos gasteroides baseando-se em critérios macro- e micromorfológicos, e ainda, utilizar ferramantas moleculares para descrição de táxons novos, bem como, para resolução de problemas taxônomicos dentro do grupo. Serão realizadas coletas de basidiomas na Serra da Jibóia, Mucugê, RPPN Espinita, Parque Estadual da Serra do Conduru e no Parque Estadual do Morro do Chapéu. Para análises macro- e microscópica, o material será estudado nos Laboratórios de Sistemática de Fungos, e no de Anatomia Vegetal e Identificação de Madeiras. Ainda, será realizada análise molecular das espécies propostas como novas para ciência e com problemas taxonomicos, no Laboratório de Genética e Evolução Vegetal. A extração de DNA do material será realizada a partir de fragmentos do basidioma preservados em tubos de microcentrífuga contendo sílica gel. As regiões ITS, LSU e ATP6, serão amplificadas utilizando combinações de iniciadores ITS5/ITS4 ou ITS1/ITS4, LR0R/LR7r e ATP6-1/ATP6-2, respectivamente. A análise filogenética será realizada com dados concatenados no PAUP e MrBayes, com Máxima Parcimônia e análise Bayesiana, respectivamente. Este estudo ampliará, significativamente, o conhecimento da micota no estado da Bahia, com perspectivas de novos táxons para a ciência; fortalecimento do acervo de fungos do Herbário Alexandre Leal Costa da UFBA; inclusão de dados moleculares fortalecendo o banco de dados de sequências on line; e conhecimento da distribuição biogeográfica de linhagens de basidiomicetos gasteroides.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bianca Laís Zimmermann

Ciências Biológicas

Zoologia
  • taxonomia integrativa em isópodos terrestres neotropicais (crustacea, oniscidea) - revelando espécies e suas relações
  • Embora novos dados e metodologias estejam conquistando espaço no campo da taxonomia, tal como a taxonomia integrativa, a grande maioria das espécies de isópodos terrestres ainda é descrita com base apenas na morfologia. O gênero Benthana (Oniscidea, Philosciidae) foi recentemente revisado e é atualmente composto por 28 espécies com distribuição restrita ao sul da América do Sul. No entanto, a ampla distribuição geográfica de algumas das espécies, somada à presença de poucos caracteres diagnósticos, levanta dúvidas sobre a validade das espécies descritas. Nesse contexto, o presente estudo visa testar a aplicabilidade do DNA Barcoding nas espécies que compõem o gênero Benthana, de modo a verificar se há congruência entre a identificação morfológica e a identificação molecular desses animais, além de formular hipóteses sobre suas relações. Ademais, pretende-se investigar nesses animais a presença de bactérias Wolbachia, endossimbiontes com grande influência na ecologia e biologia dos isópodos terrestres. Os animais serão previamente identificados com base na morfologia e, posteriormente, terão seu DNA extraído com auxílio de kit de extração. As amplificações serão realizadas com o gene mitocondrial citocromo oxidase I. As sequências obtidas serão analisadas através de análises filogenéticas bayesianas e de máxima verossimilhança. Métodos de delimitação de espécies também serão aplicados. Espera-se que utilização da taxonomia integrativa possa auxiliar na descrição de novas espécies e no entendimento das relações evolutivas dos isópodos terrestres, permitindo assim, um maior conhecimento dessa biodiversidade ainda pouco explorada.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bianca Miarka

Ciências da Saúde

Educação Física
  • o impacto do tratamento terapêutico psicológico, da ginástica lian gong e da meditação em pessoas com câncer e com insuficiência renal: intervenções e qualidade de vida.
  • O presente estudo pretende realizar comparações pareadas e dependentes de efeitos agudos e crônicos do impacto do tratamento psicológico, da ginástica Lian Gong e da meditação em pacientes com câncer e insuficiência renal na qualidade de vida em seus três domínios (mental, físico e social) e em marcadores sanguíneos. Para isso, a amostra será composta por 120 pessoas Grupo Experimental Terapia Psicológica (GPL=30 pessoas - câncer n=15 e insuficiência renal n=15), Grupo Experimental Lian Gong (GEL=30 pessoas - câncer n=15 e insuficiência renal n=15), Grupo Experimental Meditação (GEM=30 pessoas - câncer n=15 e insuficiência renal n=15) e Grupo Controle (GC=30 pessoas - câncer n=15 e insuficiência renal n=15). Para essa pesquisa serão realizadas avaliações pareadas antes e depois - aguda, cada sessão (questionário para avaliar qualidade de vida - EORTC QLQ-C30) e crônica, antes e depois de 8 semanas com intervenção (GTP vs. GEL vs. GEM vs. GC). As medidas crônicas incluem qualidade de vida em seus três domínios (mental, física e social) em quantitativos de hemácia, leucócitos, monócitos, eosinófilos, basófilos, linfócitos, plaquetas, hemoglobina, hematócrito, volume globular médio (VGM), concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM), hemoglobina corpuscular média (HCM), índice RDW, proteínas sanguíneas (para detectar imunoglobulinas anormais) e marcadores tumorais (e.g. antígeno prostático específico, alfa-fetoproteína, gonadotrofina coriônica humana, antígeno carcinoembrionário). As comparações serão realizadas por análise de variância e post hoc de Bonferroni, p≤0,05. Todos os participantes assinarão o termo de confidencialidade e sigilo, assentimento e consentimento livre e esclarecido.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bianca Salazar Guizzo

Ciências Humanas

Educação
  • crianças pré-escolares do século xxi: um estudo sobre representações infantis e práticas docentes
  • O ano de 2016 pode ser considerado um marco para a Educação Infantil. Em 2009, através da Emenda Constitucional nº59/2009, propunha-se a obrigatoriedade de inserção da criança na educação formal aos quatro anos de idade. Consequentemente, sua oferta também passou a ser gratuita. Em 2013, essa obrigatoriedade consolidou-se através da Lei Federal 12.796/2013. Os dispostos tanto na Emenda, como na Lei supracitadas deveriam ser cumpridos gradativamente até 2016, com apoio técnico e financeiro da União. Sendo assim, a partir de 2016, a pré-escola (que faz parte da Educação Infantil) passa a integrar a educação obrigatória no Brasil. Em razão dessa obrigatoriedade, muitos embates e discussões têm sido empreendidos. A obrigatoriedade, ao invés de dar continuidade à construção de uma Educação Infantil que privilegie a brincadeira, a ludicidade, o encantamento e a descoberta, pode reiterar o caráter preparatório para as etapas posteriores de escolarização (KRAMER, 1992; KUHLMANN JR., 2000). Em função desses novos ordenamentos normativos, a presente pesquisa propõe, como objetivos principais: 1) problematizar o modo como as crianças de quatro e cinco têm sido pensadas em políticas educacionais elaboradas a partir dessa obrigatoriedade; 2) investigar que práticas pedagógicas têm sido com elas desenvolvidas. Para problematizar e discutir esses objetivos, será tomado como referencial teórico o campo dos Estudos Culturais em Educação, de viés pós-estruturalista. Serão centrais para a operacionalização das análises os conceitos de identidade e representação. Com relação ao desenho metodológico, cabe referir que diferentes estratégias serão utilizadas, a saber: análise de políticas educacionais. observação participante e entrevistas semiestruturadas a serem propostas a crianças e a docentes vinculadas à Educação Infantil.
  • Universidade Luterana do Brasil - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Bianca Seminotti

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • investigação da função mitocondrial e de suas interações com o retículo endoplasmático na doença de huntington
  • A presente investigação objetiva estudar importantes aspectos da função mitocondrial, como respiração, estrutura dos supercomplexos mitocondriais, a homeostase do cálcio, dinâmica e biogênese mitocondrial, além das interações mitocôndria-retículo endoplasmático (RE), em modelos de doenças hereditárias neurometabólicas e neurodegenerativas comuns, tomando-se como exemplo a doença de Huntington (DH) a fim de esclarecer se alterações nessas funções mitocondriais estão envolvidas no dano do sistema nervoso central (SNC), particularmente do estriado. A escolha da DH deveu-se ao fato de que os pacientes portadores das mesmas têm em comum uma degeneração acentuada do estriado, possivelmente indicando mecanismos comuns de dano cerebral. Utilizaremos os modelos in vivo químicos da DH, através de injeções de ácido 3-nitropropiônico e ácido quinolínico. Serão estudados parâmetros respiratórios, e o conteúdo de proteínas envolvidas na dinâmica (fusão e fissão mitocondrial), biogênese mitocondrial, estresse de RE e nas membranas do RE associadas a mitocôndria em córtex cerebral e estriado dos animais. A partir de eletroforese em gel Blue-Native, serão avaliadas as estruturas dos supercomplexos mitocondriais. Além disso, estudaremos possíveis efeitos benéficos para a função mitocondrial dos compostos bezafibrato e XJB-5-131 sobre os mecanismos de neurotóxicidade mitocondrial observados nos modelos propostos para DH. O bezafibrato, por ser indutor de biogênese mitocondrial, estimula a cadeia respiratória mitocondrial e induz a expressão de defesas antioxidantes nessa organela. Já o XJB-5-131 tem o diferencial de ser um sequestrador de elétrons e de radicais livres direcionado para a mitocôndria. Deve ser aqui destacado que várias funções mitocondriais e as comunicações da mitocôndria com o RE ainda estão pouco esclarecidas na doença de Huntington, bem como na maioria das doenças neurodegenerativas, e, portanto, acreditamos que alterações nesses parâmetros possam representar mecanismos patogênicos ainda não descritos nessa doença e possivelmente comuns a outras doenças neurodegenerativas prevalentes caracterizadas por anormalidades nos gânglios basais. Também temos a expectativa de que o estudo dos efeitos do bezafibrato e do XJB-5-131 possa contribuir no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para essas doenças.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022