Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Maria Mazotto de Almeida

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • enzimas microbianas: da redução de impacto ambiental de atividades industriais à geração de bioprodutos
  • Nós, seres humanos, impactamos enormemente o meio ambiente. A maneira como escolhemos morar, vestir e satisfazer nossas necessidades alimentares e energéticas não afeta apenas a disponibilidade dos recursos naturais em longo prazo, mas afeta o equilíbrio do planeta como um todo. A forma como consumimos peças de vestuário impacta severamente o ambiente. A indústria têxtil produz anualmente ~100 milhões de toneladas de produtos, sendo um setor industrial importante para a economia brasileira, que tem o quarto maior parque produtivo do mundo. Estima-se que para a produção de 1 kg de material têxtil são necessários 1,5-6,9 kg de produtos químicos. Dentre estes produtos químicos destacam-se os corantes, que são descartados em grandes quantidades, visto que 10-15% dos corantes não são absorvidos pela fibra alvo. O descarte inadequado de efluentes com corantes em ecossistemas aquosos leva à graves problemas ambientais. Os métodos físico-químicos nem sempre são eficientes na descoloração e redução da toxicidade do efluente, entretanto alguns microrganismos são capazes de biotransformar e mineralizar vários produtos químicos através da produção de enzimas, especialmente oxirredutases, e podem ser utilizados no tratamento de efluentes ricos em corantes. Desta forma, a primeira parte deste projeto objetiva isolar microrganismos degradadores de corantes e desenvolver um processo microbiano e/ou enzimático para o tratamento de efluentes têxteis. Além da forma como nos vestimos, nossa alimentação também causa um grande impacto ambiental. Em média o brasileiro consome 42 kg de carne de frango por ano. A avicultura nacional, além de alimentar o mercado interno, também se destaca no mercado internacional, somos o segundo maior produtor de frangos do mundo e o maior exportador, com uma produção anual de mais de 13 milhões de ton. Este é um volume impressionante de produção, que gera um volume igualmente impressionante de penas (aproximadamente 800 mil ton). Uma vez que se trata de um resíduo de demorada degradação, as penas são um grande problema para o descarte. Entretanto, ela é composta basicamente por queratina, uma proteína que se apropriadamente processada pode ser convertida em diversos outros produtos com valor comercial. A segunda parte deste projeto propõe o uso de microrganismos produtores de queratinases para degradação da rígida estrutura das penas e reaproveitamento deste resíduo da indústria avícola. Em linhas gerais, este projeto dividido em duas linhas distintas tem um mesmo objetivo comum, utilizar o potencial biocatalítico de microrganismos na redução do impacto ambiental causado pelo desenvolvimento humano e buscar alternativas para um futuro mais sustentável.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Maria Müller de Magalhães

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • características do ambiente de trabalho e complexidade dos cenários da prática de enfermagem em hospitais: repercussões na segurança do paciente e qualidade do cuidado
  • Trata-se de projeto de pesquisa com o objetivo geral de analisar como as características do ambiente da prática profissional de enfermagem e da complexidade dos sistemas de cuidado repercutem nos resultados de qualidade da assistência e segurança de pacientes internados. O ambiente da prática profissional da equipe de enfermagem tem sido descrito com algumas características que favorecem ou prejudicam a obtenção de resultados positivos para os profissionais e para os pacientes. A presença de determinados atributos como autonomia, controle sobre o ambiente, assim como a relação colaborativa entre médicos e equipe de enfermagem, tem sido apontada como fatores que podem repercutir na satisfação no trabalho, qualidade do cuidado e segurança do paciente. Frente a essas considerações, o presente estudo propõe-se a analisar as relações entre as características do ambiente de prática da enfermagem e a complexidade dos ambientes de cuidado com as percepções da equipe sobre a segurança do paciente, qualidade do cuidado, satisfação no trabalho e carga de trabalho da equipe, definida pelo número de pacientes atribuídos à equipe de enfermagem. Será conduzida uma investigação com abordagem de método misto, com desenho sequencial explanatório. O projeto será desenvolvido em unidades e setores de hospitais do município de Porto Alegre. Os participantes da pesquisa serão os profissionais que desempenham atividades assistenciais nesses cenários, sendo eles enfermeiros, técnicos ou auxiliares de enfermagem. Também serão sujeitos do estudo, os pacientes internados nas unidades durante os períodos de coleta de dados, dos quais serão computados os dados de qualidade e segurança do cuidado de enfermagem. Estão previstas duas fases para coleta de informações, na primeira, quantitativa, serão coletadas informações por meio de bases de dados institucionais, relativos aos indicadores de qualidade assistencial e segurança dos pacientes, assim como dos profissionais de enfermagem. Serão aplicados questionários auto respondidos aos profissionais, sobre as características do ambiente de prática e de complexidade desses ambientes. Os dados qualitativos serão coletados por meio de entrevistas, grupos focais e caminhadas fotográficas, no cenário em estudo. Os dados serão analisados por meio de análise descritiva, analítica e temática.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Maria Roux Valentini Coelho Cesar

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • nudges e a concessão de microcrédito para empreendedores em situação de pobreza: um estudo experimental
  • Este estudo tem como objetivo analisar o efeito de nudges sobre as decisões econômicas relacionadas à aplicação do microcrédito por parte de empreendedores que atuem em ambiente de incerteza e que estejam na faixa de pobreza da população. Muitos estudos têm sido feitos sobre o nível de pobreza e a falta de acesso de populações a serviços e produtos, dentre eles, os financeiros, seja por um perfil econômico social que lhes inviabiliza crédito, seja por falta de literacia financeira, levando-os a uma situação de vulnerabilidade social. O que se tem discutido é se a pobreza influencia o padrão de decisão econômica das pessoas, levando-as à maior aversão ao risco e à propensão ao desconto intertemporal, preferindo o consumo imediato de uma recompensa ao invés de recompensas futuras, com maior ganho. Embora o microcrédito possa ser uma ferramenta eficaz para redução de vulnerabilidade econômica e social, seu sucesso depende do uso adequado do crédito. Estudos mostram que o uso de nudges pode minimizar os vieses decisórios. A revisão da literatura sinaliza que há um campo de estudo a ser explorado envolvendo nudges, a concessão e uso de microcrédito e a decisão de microempreendedores. Optou-se por estudar microempreendedores por se considerar que essa modalidade de empreendedorismo muitas vezes se relaciona a ações que trazem benefícios para uma coletividade e que, portanto, geram impacto social associado à redução do empreendedorismo por necessidade e à melhoria das condições de vida dos sujeitos envolvidos por essas ações, como ocorre no caso do empreendedorismo social. Para atender ao objetivo do projeto, em termos metodológicos o estudo terá três etapas: quantitativa, qualitativa e experimental, cada uma delas visando ao atendimento dos objetivos específicos do projeto. A análise dos dados deverá contemplar métodos quantitativos e qualitativos dependendo das etapas da pesquisa.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/02/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Ana Maria Tagliari Florio

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • espaço, percurso, tempo e movimento. análise de projetos como foco na circulação como sistema estruturador do partido o desenho da rampa na arquitetura moderna
  • O problema abordado nesta pesquisa envolve os sistemas de circulação, o elemento rampa e a arquitetura moderna. A pesquisa investiga os projetos dotados de rampa na obra de três arquitetos modernos. O objetivo é analisar os projetos no intuito de se compreender a relação do elemento rampa com o espaço e conceitos definidos pelo arquiteto. Sua relação com o partido, programa e sua organização. O objeto de estudo são os projetos realizados por Frank Lloyd Wright, Le Corbusier e Vilanova Artigas com adoção de rampa. Trata-se de 15 projetos de Wright, 10 de Corbusier e 22 de Artigas. Também são objetos desta pesquisa textos selecionados escritos pelos próprios arquitetos que oferecem a teoria que fundamenta o projeto. O objetivo é compreender de que maneira o arquiteto desenhou as rampas nestes projetos, fundamentados em suas respectivas teorias e preceitos. O pressuposto é de que cada arquiteto desenhou a rampa em seus projetos de acordo com suas respectivas teorias, de formas distintas. O critério de seleção dos arquitetos se pautou pelo fato de serem arquitetos importantes do período Moderno, pioneiros na adoção de rampas em seus projetos, assim como a disponibilidade de material sobre os projetos. Os principais procedimentos metodológicos nesta pesquisa são: a revisão bibliográfica e leitura de textos fundamentais sobre arquitetura moderna e sobre os arquitetos selecionados; leitura dos textos escritos pelos arquitetos; coleta de informações sobre os projetos a partir de livros e publicações de importantes críticos; visitas aos edifícios selecionados dotados de rampas; interpretação dos desenhos das rampas, no espaço e forma projetados; análise dos projetos por meio de desenhos e modelos; reflexão e discussão sobre os resultados obtidos. Esta pesquisa é justificada pelo fato de abordar um assunto que envolve Arquitetura Moderna e análise de projeto: o desenho da rampa, relacionando teoria e projeto. No que diz respeito à abordagem, trata-se de uma pesquisa inédita e original. Não há conhecimento de pesquisas com este enfoque. Trata-se de um conhecimento relevante e importante para ser discutido entre arquitetos e estudantes, tanto para o que diz respeito à Arquitetura Moderna, Teoria e Projeto de Arquitetura, mas também para o acúmulo de conhecimento e debate com relação à obra de Wright, Corbusier e Artigas. Esta pesquisa está alinhada às pesquisas em análise de projeto desenvolvidas no Grupo de Pesquisa "Arquitetura. Projeto, Representação e Análise"/ Unicamp-CNPq / Laboratório Projeto de Arquitetura e Investigação.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ana Paula Badan Ribeiro

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de alimentos com baixo teor de ácidos graxos saturados utilizando a tecnologia de organogéis
  • As questões controversas acerca do papel dos ácidos graxos trans na saúde, intensamente discutidas a partir de 1990, ocasionaram modificações progressivas na legislação de diversos países. Em resposta, as indústrias optaram pela substituição da gordura trans, através do desenvolvimento de bases gordurosas com funcionalidade e viabilidade econômica equivalente às gorduras parcialmente hidrogenadas, acarretando, entretanto, em aumento substancial do teor de ácidos graxos saturados nos alimentos. No momento atual, a ciência de lipídios visa definir alternativas para um problema extensamente discutido pelas organizações de saúde no mundo, que consiste em reduzir o teor de gordura saturada nos alimentos disponíveis à população. De acordo com recomendação recente e legislação atual da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (ANVISA), as matrizes lipídicas devem ser adicionadas em formulações de maneira que o produto final apresente baixo teor de ácidos graxos saturados e ausência de ácidos graxos com isomeria trans (zero trans), os quais estão associados ao aumento no risco de doenças cardiovasculares. Paralelamente, em uma abordagem tecnológica e comercial, óleos e gorduras devem exibir características estruturais e sensoriais adequadas à produção e aceitabilidade do consumidor pelo produto. A redução da gordura saturada em bases lipídicas de uso industrial não se apresenta factível mediante a utilização isolada de processos convencionais de modificação lipídica, pois o potencial de redução dos níveis de ácidos graxos saturados por estes meios é significativamente limitado. Em contrapartida, o uso de organogéis, sistemas lipídicos caracterizados pela incorporação de agentes estruturantes específicos, têm sido indicados como a única alternativa viável para a obtenção de gorduras com teores reduzidos de ácidos graxos saturados e propriedades compatíveis à aplicação em alimentos. Neste cenário, este projeto de pesquisa tem como objetivo central o desenvolvimento e a avaliação de produtos de base lipídica com redução do conteúdo de ácidos graxos saturados, formulados com a incorporação de organogéis produzidos a partir de sistemas lipídicos e agentes estruturantes, visando a obtenção de formulações alimentícias estáveis e sensorialmente adequadas. Espera-se que no âmbito desta proposta sejam alcançados resultados inéditos quanto ao estudo das propriedades e estabilidade de sistemas organogelificados compostos por bases lipídicas de elevado potencial para emprego em alimentos. Adicionalmente, no escopo do estado da arte sobre matrizes lipídicas estruturadas, espera-se qualificar e quantificar, em alto grau de detalhamento, as propriedades gerais de cristalização, comportamento térmico, comportamento reológico, morfologia, polimorfismo, microestrutura e macroestrutura dos diferentes organogéis obtidos; bem como desenvolver formulações de base lipídica com redução efetiva do conteúdo de ácidos graxos saturados, que atendam às questões nutricionais e regulatórias atuais na área de óleos e gorduras.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022