Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Agnaldo de Sousa Barbosa

Ciências Humanas

Sociologia
  • mobilização do direito como resposta à precarização do trabalho: análise da experiência brasileira na década de 2010
  • O projeto tem como objetivo geral investigar a ocorrência de mobilização do direito como recurso utilizado por parte de entidades da classe trabalhadora diante das estratégias empresariais de reestruturação da produção. A pesquisa pretende vislumbrar como em um contexto histórico no qual há, simultaneamente, o recrudescimento do poder econômico e político das corporações, arrefecimento da organização sindical e consolidação de garantias constitucionais a demandas sociais, o direito figura como instrumento de luta contra a precarização das condições de trabalho. O recorte temporal é a década de 2010 e a delimitação do objeto de estudo as demandas apresentadas às cortes superiores do país responsáveis pelo controle constitucional, uniformização da interpretação constitucional e da jurisprudência trabalhista – respectivamente, STF, STJ e TST. Do ponto de vista teórico-metodológico, a proposta se vale, por um lado, de abordagens que compreendem que, no contexto de instituições democráticas e de condições satisfatórias de acesso à justiça, a mobilização do direito pode vir a representar em alguma medida um recurso eficaz para propósitos de emancipação social – desde que associada a lutas políticas capazes de construir percepções ideológicas (e cognitivas) contra-hegemônicas. Por outro lado, busca fundamentar-se em interpretações que concebem o direito como parte da vida social e política e que se constitui com um recurso a mais disponível para a ação coletiva, concebendo os tribunais como atores cujas decisões modelam ao mesmo tempo em que se inter-relacionam com a ação de outros atores. As fontes para a pesquisa constituem-se da produção jurisprudencial dos tribunais mencionados e também de material informativo divulgado por veículos de comunicação de entidades sindicais. Espera-se com a proposta obter subsídios para o avanço da reflexão sobre as interações entre movimentos de classe e sistema jurídico no Brasil contemporâneo, assim como em relação ao papel representado pelo direito no resguardo de direitos sociais na última década.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Agnaldo José Ferrari

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • reticulados: uma abordagem via álgebra e teoria dos números
  • A Teoria Algébrica dos Números tem desempenhado um importante papel para a construção de códigos e reticulados algébricos. Encontrar reticulados algébricos via corpos de números com máximas densidade de empacotamento, diversidade e distância produto mínima tem sido o objeto de estudo nos últimos anos, pois esses reticulados se apresentam como uma abordagem alternativa para a transmissão de sinais. Uma outra aplicação dos reticulados está relacionada à Ciência da Computação, é a construção dos chamados ``Ideais Reticulados'', obtidos via anéis quocientes, e estão associados a criptossistemas que sejam robustos no sentido da segurança da informação que é transmitida. Este projeto de pesquisa tem como objetivos, a construção de reticulados algébricos tanto para o canal Gaussiano quanto para o canal com desvanecimento do tipo Rayleigh, que apresentem melhor desempenho do que as construções conhecidas na literatura assim como explorar novas construções. Pretendemos também explorar em campo teórico e aplicado os reticulados obtidos via anéis quocientes (Ideais Reticulados)
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Agnaldo José Lopes

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • recondicionamento físico em doenças negligenciadas: efeito sobre a qualidade de vida relacionada à saúde em adultos com anemia falciforme
  • Vide projeto anexo
  • Centro Universitário Augusto Motta - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Agnaldo Rodrigues da Silva

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • ensino de literaturas e culturas africanas e afro-brasileira na educação básica e superior em mato grosso
  • O ensino das literaturas e culturas africanas e afro-brasileira na educação básica e superior em Mato Grosso encontra-se em fase de implementação, apresentando diversas fragilidades que precisam, com urgência, de estudos sistematizados que possam apontar caminhos de fortalecimento de propostas que articulem aspectos sociais e culturais de âmbito regional, nacional e internacional. Desde a promulgação da Lei Federal nº 10.639/03, que modificou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), tornando obrigatória a inclusão, no currículo dos níveis fundamental e médio, do ensino de culturas africanas e afro-brasileira, até a alteração feita pela Lei nº 11.645/08, que tornou obrigatório o estudo da história da África e dos africanos, bem como a luta dos negros e dos povos indígenas no Brasil, suas culturas, história e contribuições ao país, muito já se avançou nesse campo, mas ainda há muito o que avançar em termos de políticas objetivas para a divulgação e a valorização do legado dos povos africanos e indígenas à cultura brasileira. Em tempos de capitalismos imperialistas, desencadeando o auge da globalização e o desenvolvimento da ciência e tecnologia, tornam-se fundamentais os estudos e pesquisas que evidenciem a necessidade de articulação entre diferentes culturas e sociedades para a democratização das conquistas sociais e econômicas. A área de letras, por meio das disciplinas dos estudos literários, apresenta propostas significativas que colaboram na disseminação de conteúdos culturais e históricos sobre África e a presença dos africanos no Brasil, principalmente no seguinte conjunto de disciplinas: Literaturas africanas, Literatura comparada (Portugal, Brasil e África), Literatura, História e Cultura Afro-Brasileiras, Tendências Contemporâneas no Teatro Africano, Literaturas de língua portuguesa (Portugal, Brasil e África), além dos grupos e projetos de pesquisa, extensão curricular, ensino e cultura voltados ao tema, com discussões que envolvam tanto a identidade, cultura e memória quanto a vida social desses povos. Nessa direção, este projeto de pesquisa em redes desenvolverá ações fundamentadas no estudo das culturas e literaturas africanas, com intuito de colaborar, positivamente, na seleção de conteúdos pertinentes à educação básica, disseminados em autores e obras significativos, bem como no fortalecimento das disciplinas e projetos propostos pela educação superior no Estado de Mato Grosso. Sem dúvida, os estudos literários esforçam-se para contribuir na implementação de políticas que disseminem os conteúdos propostos pelas leis em questão, pois as obras literárias e artísticas são ricas em substratos humanos, materiais sobre os quais se encontram inegáveis fontes culturais, históricas, filosóficas e sociológicas de lugares distintos e tempos diversos. Nessa direção, a base norteadora da proposta é o investimento sistemático nos processos de incentivo à pesquisa científica, à leitura e formação continuada de professores, a partir de atividades com o texto literário, bem como reflexões que colaborem para que o professor compreenda o seu papel no processo de redimensionamento do ensino, em uma dinâmica que envolva instituições nacionais e internacionais.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Agripino Souza Coelho Neto

Ciências Humanas

Geografia
  • ruralidades no urbano: perspectiva conceitual para compreender as pequenas cidades baianas
  • Este projeto de pesquisa se propõe a investigar a importância e a validade dos conteúdos da ruralidade na compreensão da dinâmica socioespacial das pequenas cidades no estado da Bahia. Nesse sentido, pretende-se investigar as contribuições da literatura acadêmica no campo das humanidades, com ênfase para a geografia agrária e a sociologia rural, acerca da relação campo-cidade; identificar as atividades rurais desenvolvidas no espaço urbano das pequenas cidades baianas; analisar a representatividade das atividades agrícolas na economia dos pequenos municípios baianos e; identificar e analisar as relações estabelecidas entre a população citadina e o espaço rural. A pesquisa aposta na proposição teórica que considera a possibilidade de leitura da dinâmica socioespacial das pequenas cidades através da noção de ruralidade no urbano, cuja definição consiste na presença de elementos rurais que insistem e permanecem presentes no espaço urbano, participando ativamente da vida urbana. Para o desenvolvimento da pesquisa utilizar-se-á o levantamento bibliográfico e revisão de literatura, o levantamento de dados secundários e a pesquisa de campo, através da realização de visitas de observação e da aplicação de questionário à população das cidades escolhidas.
  • Universidade do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022