Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ronald Feitosa Pinheiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • análise da via sting de pacientes com síndrome mielodisplásica primária e de modelos de lesão de fita dupla de dna secundária a quimioterápicos em pacientes oncológicos e camundongos c57bl/6.
  • A associação entre inflamação e câncer é conhecida de longa data. Pesquisas recentes sugerem que alguns receptores do tipo Tool (TLR), importantes sinalizadores da resposta imune inata, também participam dessa intrínseca relação entre inflamação e câncer com seus efeitos de sinalização sobre MYD88 com consequente ativação final de genes indutores de interferons, os IRFs (Interferon Regulatory Genes). A ativação de MYD88 juntamente com IRF-3 e IRF-7 culminam com aumento dos níveis medulares de Interferon ƴ, indutor do de maturação eritroide e do desvio mieloide (myeloid shift), fatores associados ao desenvolvimento de neoplasias da medula óssea, como a Síndrome Mielodisplásica (SMD) e a Leucemia Mieloide Aguda. Recentemente, demonstramos que pacientes com SMD possuem aumento de expressão de receptores Tool-like-3 (TLR3) e que esse aumento de expressão está associado às típicas alterações de displasia do setor eritroide da medula óssea na SMD. Em um estudo de uma outra coorte detectamos que os genes IRF-3 e IRF-7 possuem significativos aumentos de expressão em casos de pacientes com SMD nas formas agressivas da doença (pré-leucêmicas, as AREBs). Uma nova via que conecta os receptores TLR à ativação de genes reguladores de interferon, os IRFs, tem sido sugerida nos processos neoplásicos: a via da STING (Stimulator of interferon genes). O papel da via STING nas neoplasias tem sido elucidado principalmente quando se sabe que essa via pode ser ativada por lesões de dupla fita de DNA, fenômeno comum na SMD. Consideramos que é muito importante uma análise da via STING em pacientes com SMD e em pacientes com fatores de risco para SMD secundária, como indivíduos com câncer de mama expostos a quimioterapia/radioterapia. Também, modelos murinos expostos a quimioterápicos, promotores de lesão de dupla fita de DNA, podem ajudar na melhor elucidação da patogênese da SMD, criando possíveis novos alvos de terapia
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ronald Kennedy Luz

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • produção intensiva de tambaqui colossoma macropomum em diferentes sistemas: recirculação de água, tanques-rede, biofloco e aquaponia
  • O tambaqui é a espécie nativa mais produzida no Brasil, se concentrado na região Norte do país e sendo criada em viveiros escavados. Este tipo de cultivo demanda grandes áreas e volume de água. Desta forma, a busca por sistemas mais intensivos e sustentáveis se faz necessária visando aumentar a produção e a eficiência de cultivo desta espécie, assim como possibilitando sua criação em diferentes regiões do país. O Brasil apresenta condições climáticas distintas, o que faz com que a intensificação dos sistemas seja estudada de acordo com as peculiaridades das regiões, objetivando a padronização dos pacotes tecnológicos de produção. Estas ações podem aproximar o produto "tambaqui" aos grandes mercados consumidores do Brasil. Desta forma, o tambaqui se adaptará a condições mais intensivas de produção em diferentes sistemas como o sistema de recirculação de água (SRA), tanques-rede, biofloco e aquaponia. Em SRA serão realizados dois experimentos, sendo um para avaliar se há diferença no crescimento, respostas fisiológicas e metabólicas de machos e fêmeas até os animais atingirem cerca de 2 kg. Machos e fêmeas serão identificados por análises histológicas. Para a engorda (6 meses), serão testadas densidades que, ao final sejam maiores que 40 kg/m3. Seguindo essa proposição em aquaponia também serão avaliadas altas densidades para a engorda do tambaqui e a produção de alface durante 6 meses. Em tanques-rede será realizado um experimento dividido em duas fases: Fase 1 de 1-100g (200, 300, 400 e 500 peixes/m3) e fase 2 de 100-800g (30, 40, 50 e 60 kg/m3). Na UFRA o cultivo de tambaqui será testado em cultivo aquapônico integrado à produção de coentro e mudas de açaí. Serão realizados dois experimentos avaliando a densidade de plantas (coentro de 64 a 512/m2 e açaí de 20 a 100/m²) em relação a biomassa fixa de peixe (2kg/m3). A produção de juvenis será também testada em sistema de biofloco. Serão testadas diferentes densidades de peixes e fontes de carbono
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ronaldo Adriano Christofoletti

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • olímpiada brasileira do oceano
  • A Olimpíada Brasileira do Oceano (O2) é um projeto educacional, envolvendo o ensino formal e não-formal de todo o país, para a promoção da cultura oceânica, ou seja, a compreensão do papel do oceano na nossa vida e da influência de nossas ações no oceano. Contribuindo com a formação de uma Geração Oceano, esta iniciativa se alinha à Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (2021 – 2030) e as ações para atingir as metas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. A O2 é um convite ao desenvolvimento e amplo compartilhamento de ações que envolvam educação, ciência e cidadania para o desenvolvimento sustentável. Do local ao global, a Olimpíada Brasileira do Oceano trabalha conceitos científicos, atividades pedagógicas e realidades locais de forma proativa, inovadora, inter- e transdisciplinar. Ao estimular e ampliar a visibilidade de práticas pedagógicas e ações socioambientais de norte a sul e de leste a oeste do país, a O2 é uma oportunidade de aprendizado colaborativo e de transformação positiva da educação brasileira.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Ronaldo Ferreira de Araujo

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • a (des)informação científica em saúde sobre covid-19 no brasil: analisando as redes de comunidades de atenção
  • A politização da pandemia tem influenciado a disseminação de informação em saúde sobre COVID-19 e ainda são poucos estudos dedicados a compreensão de seus efeitos, sobretudo quando se trata do compartilhamento de resultados de pesquisas e as redes de comunidades de atenção que alcançam. A pesquisa tem como objetivo geral investigar a formação dessas redes em torno da circulação de informação científica em saúde sobre COVID-19 no Brasil compartilhada nas mídias sociais. Para tanto, por meio de um estudo altmétrico consideramos o nível de recomendação e disseminação para entender as interações em torno dos artigos. A produção científica sobre a COVID-19 será obtida pela base Dimensions e os dados altmétricos serão coletados via Altmetric Explorer na busca por pesquisas que receberam menções nas principais redes sociais no Brasil. As informações dos perfis dos usuários e conteúdo das mensagens serão obtidas via Application Programming Interface - API das redes sociais escolhidas. O estudo adotará a perspectiva da microanálise de dados online para investigar a formação de RCA em torno dos artigos e seus contextos. A partir deste percurso será possível descrever o número de postagens, o tipo de usuários, a média de exposição das publicações e o nível de divulgação e recomendação. Os dados serão analisados e correlacionados de acordo com o indicador de diversidade, com base nos tipos de usuários, interações e conteúdo. O conjunto das pesquisas será analisado segundo seus resultados e evidências científicas na verificação de sua preservação ou distorção durante seu compartilhamento. Com os dados e indicadores de produção e de compartilhamento será desenvolvido um Dashboard de monitoramento da atenção online e visibilidade de pesquisas sobre covid-19. A perspectiva contextual e de rede de comunidades introduzida nesta pesquisa pode ajudar a entender o impacto social de publicações sobre COVID-19 que circulam no Brasil e suas cargas informativas ou desinformativas.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ronaldo Glauber Maia de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • projeto ceará científico 2021 (feira de ciências estadual)
  • As Feiras de Ciências e Cultura, fazem parte do trabalho desenvolvido pela SEDUC há muitos anos. Os projetos são realizados e avaliados nas escolas (etapa escolar), passam por Etapas Regionais também classificatória e eliminatória, até chegar na Etapa Estadual. Na década de 1990, chegou a envolver as escolas particulares, cujas apresentações na etapa estadual se realizavam no então Centro de Convenções do Ceará. No início do ano 2000, juntou-se ao Festival de Talentos da Escola Pública-FESTAL, que agregou à modalidade científica, outras modalidades como a esportiva e a cultural. As Feiras de Ciências foram se aprimorando e a partir de 2006 começaram a ser desenvolvidas numa perspectiva de pesquisa científica, com orientações mais específicas às escolas. No período de 2011 a 2015, com vistas a incentivar o desenvolvimento de programas educativos que concorram para melhorar a divulgação e compreensão dos projetos ambientais formulados pelas escolas estaduais, a Secretaria da educação (SEDUC), por meio da equipe de Educação Ambiental realizou as Mostras de Educação Ambiental, incentivando o diálogo entre os participantes e as práticas exitosas nessa área, realizadas nas escolas. As Mostras Ambientais se constituíam em importantes mecanismos para a reflexão da comunidade escolar e local acerca dos problemas ambientais em âmbito global, nacional, regional, estadual, municipal e escolar, com o objetivo de despertar nos envolvidos o interesse pela solução destes problemas, promovendo a troca de experiências a partir das ações executadas pelos alunos. O CEARÁ CIENTÍFICO na edição de 2016, unificou a X Feira Estadual de Ciências e Cultura e a VI Mostra de Educação Ambiental da Rede Estadual de Ensino. Essa iniciativa propôs que todos os projetos científicos e artístico-culturais voltados para a Educação Ambiental fossem trabalhados sistematicamente no cotidiano escolar, assim como os projetos das outras modalidades, perpassando as Etapas Escolares, Regionais e culminando na Etapa Estadual premiando os 03 (três) primeiros colocados em cada uma das 08 (oito) categorias correlatas destacadas no item 4 desta proposta e ainda, caracterizando o evento como momento de festa, de socialização das produções de conhecimento e manifestações culturais nas diversas áreas do saber. Até hoje, o CEARÁ CIENTÍFICO faz parte da política educacional de popularização das ciências, cultura e da tecnologia da SEDUC, desenvolvida em três etapas: Escolar, Regional e Estadual. Essas ações pedagógicas objetivam a produção e a dinamização do conhecimento no contexto da sala de aula, da escola, da comunidade, da sociedade e do mundo visando a socialização das participações proativas, teóricas, práticas e manifestações artístico-culturais, dos projetos de estudantes, sob a orientação de seus professores, em todas as etapas do processo seletivo e de disseminação das experiências vivenciadas.
  • Secretaria da Educação do Estado do Ceará - CE - Brasil
  • 03/07/2021-31/07/2023
Foto de perfil

Ronaldo Gonçalves Morato

Ciências Biológicas

Zoologia
  • efeitos do fogo sobre a abundância e diversidade de vertebrados em ambietes savânicos
  • Os incêndios florestais estão entre as principais causas da degradação ambiental e perda de biodiversidade. Dentre as ações de prevenção de incêndios, o Manejo Integrado do Fogo (MIF) ganha cada vez mais destaque no Brasil e no Mundo. O MIF envolve pesquisa e monitoramento dos efeitos do fogo sobre o ambiente, sociedade e biodiversidade e pode contribuir para o ordenamento do uso do fogo para manutenção cultural e sustentabilidade econômica, além de atuar como fator ecológico fundamental em ecossistemas pirofíticos, como nos ambientes savânicos do Cerrado brasileiro. Neste sentido, este projeto visa avaliar os efeitos do fogo sobre a abundância e diversidade de fauna de vertebrados em três diferentes tratamentos que apresentam regimes de fogo distintos: 1) época de ocorrência; 2) tamanho de área queimada, e; 3) frequência e intensidade. Serão avaliados, os efeitos do fogo sobre diversidade, abundância e estrutura das comunidades de vertebrados, antes e após a ocorrência de incêndios, queimas prescritas e queimas controladas, considerando a escala temporal e as funções ecológicas e atributos funcionais das espécies. O levantamento de campo integra transectos lineares para busca ativa, armadilhamento fotográfico, bioacústica e DNA Ambiental. Acreditamos que: 1) tratamentos que gerem fogo de maior intensidade causarão maior redução nas densidades populacionais e na diversidade de espécies pós-fogo e, consequentemente, a recolonização será mais lenta; 2) tratamentos que gerem fogo menos intenso não afetarão, ou afetarão com menor intensidade, as densidades populacionais e a diversidade de espécies detectadas pós-fogo; 3) alternativamente, espécies mais adaptadas ao regime de fogo, terão maior taxa de sobrevivência e, consequentemente, irão recolonizar o ambiente pós-fogo. Nossos resultados subsidiarão planos de manejo integrado do fogo em unidades de conservação e áreas de importância biológica.
  • Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ronaldo Lopes Oliveira

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • substrato exaurido da produção do cogumelo na alimentação de pequenos ruminantes
  • O desenvolvimento de um sistema de interseção entre duas cadeias produtivas, cogumelo e pequenos ruminantes, é possível e, ambientalmente correto. A matéria orgânica empregada para cultivo de cogumelos comestíveis é inutilizada pela agroindústria após colheita, sendo descartada no ambiente. Estimativas apontam que por unidade de produto de cogumelo produza-se pelo menos três vezes seu volume em resíduos. Em análises preliminares, desenvolvidas pelo nosso grupo de pesquisa, o resíduo descartado apresenta características nutricionais (15% de proteína bruta e 65% de fibra em detergente neutro) e físicas com potencial de substituir o volumoso na dieta de pequenos ruminantes. Ainda, durante o desenvolvimento do cogumelo diferentes complexos enzimáticos são produzidos e liberados promovendo alterações na composição e ligações físico-químicas do resíduo, e seus efeitos na alimentação animal precisam ser mais bem elucidados. Destas alterações no substrato, trabalhos de avaliação bromatológica destacam a redução da lignina e o aumento nos percentuais de celulose, hemicelulose e compostos fenólicos livres, alterando a quantidade e estrutura química, o que o caracterizaria como uma fonte de volumoso para uso na nutrição de pequenos ruminantes. Assim, objetiva-se determinar o efeito da utilização de resíduos de cogumelos, em substituição do volumoso (feno de tifton), na dieta de ovinos e caprinos sob a performance animal e composição da carcaça. Tendo como foco a determinação de um nível ideal de substituição do volumoso pelo resíduo da produção de cogumelos, para barateamento de custos produtivos e que mantenha a qualidade da carne (maciez, sabor, perfil de ácidos graxos e etc.) destes animais. O projeto será desenvolvido com ovinos e caprinos em crescimento distribuídos em três trabalhos experimentais: 1) Desempenho animal, Comportamento ingestivo e Qualidade da carcaça; 2) Consumo e digestibilidade dos nutrientes; 3) Parâmetros de fermentação ruminal.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ronaldo Nascimento de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese de glicoglicero-heterociclos e avaliação antimalarial e antimicrobiana
  • Nessa proposta moléculas serão preparadas e avaliadas biologicamente contra malária e bactérias resistentes. Estratégias de síntese orgânica serão abordadas na obtenção de híbridos de carboidratos com potencial atividade biológica. Contando com recursos renováveis, como glicerol e D-glicose, dezenas de novos compostos com potencial bioativo serão sintetizados. O carbonato de glicerol é uma estratégia-chave na recuperação do glicerol. Resultados recentes de pesquisas mostraram diferentes modificações estruturais através do potencial reativo desta molécula. Este aprimoramento tornou possível explorar a formação de conjugados de glico-glicerol e abordar novos estudos de funcionalização. Em nosso projeto, iremos desenvolver metodologias sintéticas que forneçam híbridos de carboidratos com heterociclos. A incorporação adicional de uma função como os núcleos triazólico, oxazólico, e bases nucleicas, baseia-se no fato de que uma quantidade notável de compostos bioativos possui glico-ho de moléculas visando aplicações biológicas contra o parasita causador da malária (plasmodium), heterociclos em sua composição. Nossa estratégia sintética tem por objetivo o desenvolvimento de moléculas visando aplicações biológicas, além do combate a infecção devido a Mycobacterium Tuberculosis e bactérias resistentes.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ronei Guaresi

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • avaliação de preditores linguísticos, cognitivos e psicossociais de aquisição e aprendizado inicial de leitura e escrita
  • À luz do paradigma dinamicista (THELEN, SMITH, 1994), de modelos psicolinguísticos (SCLIAR-CABRAL, 2013) e de publicações do âmbito neurolinguístico (DEHAENE, 2012), a presente pesquisa tem como objetivo avaliar variáveis linguísticas, cognitivas e psicossociais que podem predizer o desempenho inicial da leitura e da escrita. A questão de pesquisa que se coloca é se é possível antever desempenho de escolares nas etapas iniciais de educação formal. Como questão decorrente, se é possível antever escolares que enfrentarão dificuldades mais acentuadas de aprendizado. A maioria dos estudos documentados sobre predição de aprendizado avalia número reduzido de variáveis (REIS et al., 2010). Em direção a uma avaliação mais integral, este estudo considera a complexidade inerente da temática e possibilita avaliação particular e conjunta de variáveis de diferentes perspectivas para avaliação de possível predição de aprendizado. Para isso, nesta 1ª fase, avaliar-se-ão, regularmente e longitudinalmente, 100 escolares do primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental, por meio de testes neuropsicolinguísticos aplicados no início do 1º ano e de testes para monitorar o desempenho em leitura e escrita nos anos consequentes e a cada dois meses. Responsáveis legais e professores alfabetizadores também responderão a questionários, estes acerca das práticas pedagógicas utilizadas e aqueles sobre as condições econômico-sociais da família. Os dados coletados serão organizados em quadros e tabelas e analisados, tanto quantitativamente quanto qualitativamente, com base em modelos psicolinguísticos, em revisão de literatura empreendida e em fundamentos da Teoria dos Sistemas Dinâmicos.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Roniérik Pioli Vieira

Engenharias

Engenharia Química
  • síntese, caracterização e processamento de biopolímeros multifuncionais a base de terpenos e compostos quaternários de amônio visando aplicações em embalagens ativas e na área médica
  • Os materiais poliméricos com propriedades funcionais ou ativas (antioxidante, antimicrobiana, entre outras) destacam-se em aplicações nas áreas de segurança alimentar e médica. Dentre as inúmeras abordagens para sua obtenção, a aditivação e/ou funcionalização com óleos essenciais ou com compostos quaternários de amônio (CQAs) é uma estratégia bastante promissora. Apesar das excelentes características funcionais, os óleos essenciais, em geral, apresentam compostos voláteis (terpenos, por exemplo), de baixa estabilidade e grande variabilidade de composição. Isso dificulta a padronização e manutenção desses aditivos na matriz polimérica por longos períodos. Diante disso, o objetivo desta proposta é explorar o potencial de aplicação de aditivos funcionais à base de oligômeros de terpenos estáveis, obtidos a partir de componentes de óleos essenciais, em filmes e membranas eletrofiadas com polímeros de fontes renováveis - amido e poli(ácido láctico) (PLA). Primeiramente, serão sintetizados oligômeros, a partir de limoneno e pineno. Paralelamente, o amido será também funcionalizado com grupos QAs buscando potencializar as atividades biocidas após a aditivação adicional com os oligômeros. Esses materiais serão preparados por casting e electrospinning visando um amplo espectro de aplicações. Por fim, serão avaliados os efeitos de diferentes concentrações dos aditivos funcionais sobre o desempenho dos materiais obtidos (propriedades mecânicas, térmicas, morfológicas e de barreira), bem como a influência da estrutura sobre as propriedades. Espera-se que este projeto contribua para o desenvolvimento sustentável de novos aditivos/materiais de alta performance e com potencial de aplicações futuras no contexto de embalagens ativas, curativos multifuncionais e/ou recobrimentos de superfícies que exijam atividades biocidas, tais como em ambientes hospitalares.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025